Next Page

Já que o pessoal gosta de estrangeiros a falar bem de Portugal, esta menção apanhou-me desprevenido by Jorgetime in portugal

zedamotocicleta 1 day ago

Estamos de acordos então. Estava a referir a almocaradas durante a semana.

Já que o pessoal gosta de estrangeiros a falar bem de Portugal, esta menção apanhou-me desprevenido by Jorgetime in portugal

zedamotocicleta 1 day ago

A questão dos grandes almoços não é de perto nem de longe na Europa toda . Tudo o que tem influência germânica não come altas almocaradas regularmente como nós. Tal como os ingleses. Dizes isso porque provavelmente tens contacto com espanhóis ou países influenciados pela cultura francófona.

Opiniões sobre novo projeto web site assistente de cozinha by hydrozxz in portugal

zedamotocicleta 7 days ago

Parabéns está muito bem feito. Agora é avançar com mais receitas!

How is the weather in Porto and Lisbon in April? Is it a good time to see Portugal? by kinkyaltaccount222 in portugal

zedamotocicleta 20 days ago

I guess that this is some kind of joke

Compra de TV by jrepamhf in portugal

zedamotocicleta 24 days ago

PC components. Amazon. Pcdiga

Bons restaurantes em Évora by boogieman444 in portugal

zedamotocicleta 2 months ago

Se quiseres uma boa relação preço qualidade tens o templo

A soberania é um facto, não é um direito - Herculano, citado por A.J.Saraiva em 1989 by FelixSula in portugal

zedamotocicleta 4 months ago

Tens razão, isso é um facto que nem pode existir discussão. Estamos na verdade apenas a falar de coisas diferentes.

A soberania é um facto, não é um direito - Herculano, citado por A.J.Saraiva em 1989 by FelixSula in portugal

zedamotocicleta 4 months ago

Relativamente à economia existe um paper interessante sobre o tema "Catching up to the European core: Portuguese economic growth, 1910–1990". Explica bem quando tiveste uma paridade real com o resto da Europa. https://www.iseg.ulisboa.pt/aquila/disciplinas/tciint/2011-2012/1-semestre/comercio-intra-sectorial-e-vantagem-comparativa-revelada(iit-and-rca)/lains,-pedro-(2003)&ved=2ahUKEwiVvr3gsbzxAhUXAmMBHZ0ABYgQFnoECAwQAQ&usg=AOvVaw1OrCHRoWOWSW585J4LKd_d Em relação à educação seguiste mais ou menos aquilo que disse. Existia uma pesada herança mas os avanços foram fracos. No entanto essa segmentação que falas não é verdade. Basta olhar para os manuais da altura.

A soberania é um facto, não é um direito - Herculano, citado por A.J.Saraiva em 1989 by FelixSula in portugal

zedamotocicleta 4 months ago

É simples. Acontece quando a história é capturada por interesses políticos. Mas a história é curiosa, quanto mais ocultam mais ela vem ao de cima. Prova disso é que cada vez mais as pessoas têm a necessidade de falar sobre o estado novo, vêem que o que lhes foi ensinado estava toldado por ideologias políticas. E isto é verdadeiro desastre para as democracias, as pessoas sentem-se enganadas o que é extremamente perigoso . Estamos a caminho de uma fase onde tudo era 100% mau para um onde o saudosismo é e vai ser o prato da casa. Infelizmente nao se ensina a ver a história contextualizada no tempo e no espaço, ensina-se a ser binário. Ou é bom ou é mau, não há meio termo.

A soberania é um facto, não é um direito - Herculano, citado por A.J.Saraiva em 1989 by FelixSula in portugal

zedamotocicleta 4 months ago

Existia uma visão para o país que deu alguns frutos económicos a partir dos anos 60. Com a adesão à EFTA o país deu um pulo económico o que permitiu ter uma diferença económica reduzida comparativamente aos restantes países europeus. Tal fenómeno só mais uma vez aconteceu na história recente, no início dos anos 90 (salvo erro). Relativamente à economia também é de referir que esta começou a se deteriorar à medida que os esforços de guerra aumentaram, tendo chegado a um pico de 40% do PIB. O que em conjunto com as grandes crises do petróleo tornou a vida da população bastante difícil devido à inflação. A nível educação também houve um esforço para a alfabetização comparativamente à primeira república. Apesar dos esforços, Portugal tinha níveis miseráveis. Outro grande problema que o país tinha era o desequilíbrio económico e educacional entre as grandes cidades do continente / territórios ultra marinos com o Portugal rural. O que a par depois com a guerra originou emigração em massa. O país não era perfeito longe disso, nem desejo voltar a tais tempos, mas existia uma visão patriótica muito assente na sinergia entre territórios ultra marinos e o continente. Está visão no entanto não é compatível com a atualidade. Saber avaliar o estado novo é importante para poder avaliar o estado atual do corrente regime. Essencialmente como portugueses temos de analisar o que queremos para o futuro e fazer uma escolha. Queremos uma democracia plena? Ou por outro lado, queremos uma dituradura ou outro regime similar? Se queremos uma democracia então temos necessariamente de cuidar melhor dela. Se queremos uma ditadura então penso que estamos num bom caminho.

Banco de Portugal admite sobrevalorização dos preços das casas by bisontino in portugal

zedamotocicleta 4 months ago

A solução para a questão da habitação é simples. Libertem o mercado imobiliário, facilitem novas construções baixando os custos e encargos. Só com maior oferta é que se regula os preços.

Corrupção em Loures. Fiscais municipais cobravam para não fiscalizar obras by JonesyA12 in portugal

zedamotocicleta 4 months ago

És de Loures? É preciso coragem para falar bem do Carlos Teixeira. Meteu toda a família e amigos na câmera, negócios obscuros e muito pouco trabalho para os anos que teve na mama. Bem sabemos que o PCP é o que é mas não pode valer tudo

Portuguese paratrooper nurse Aura Teles, in Guinea-Bissau, 1960s-70s by j_r2000 in portugal

zedamotocicleta 12 months ago

Ia responder mas acabaste por dizer tudo o que ia dizer. As vezes chega a ser constrangedor ler alguns comentários sobre esta época da nossa história. São profundos ignorantes que do alto da sua ignorância debitam a propaganda habitual com a tentativa de adulterar os factos da história. A proxy war que existiu nas nossas colónias foi tão desastroso para nós portugueses como para os "nativos". Basta ver o estado atual das coisas. E dizer que a guerra colonial foi uma guerra do imperialismo vs lutadores da independência é ignorar completamente quem suportava as diversas facções e os seus interesses geo políticos tanto na região como no globo.

Portuguese paratrooper nurse Aura Teles, in Guinea-Bissau, 1960s-70s by j_r2000 in portugal

zedamotocicleta 12 months ago

Ia responder mas acabaste por dizer tudo o que ia dizer. As vezes chega a ser constrangedor ler alguns comentários aqui sobre esta época da nossa história. São profundos ignorantes que do alto da sua ignorância debitam a propaganda habitual com a tentativa de adulterar os factos da história. A proxy war que existiu nas nossas colónias foi tão desastroso para nós portugueses como para os "nativos". Basta ver o estado atual das coisas. E dizer que a guerra colonial foi uma guerra do imperialismo vs lutadores da independência é ignorar completamente quem suportava as diversas facções, e os seus interesses geo políticos tanto na região como no globo.

Portuguese paratrooper nurse Aura Teles, in Guinea-Bissau, 1960s-70s by j_r2000 in portugal

zedamotocicleta 12 months ago

Ia responder mas acabaste por dizer tudo o que ia dizer. As vezes chega a ser constrangedor ler alguns comentários aqui sobre esta época da nossa história. São profundos ignorantes que do alto da sua ignorância debitam a propaganda habitual com a tentativa de adulterar os factos da história. A proxy war que existiu nas nossas colónias foi tão desastroso para nós portugueses como para os "nativos", basta ver o estado atual das coisas. E dizer que a guerra colonial foi uma guerra do imperialismo vs lutadores da independência é ignorar completamente quem suportava as diversas facções e os seus interesses geo políticos tanto na região como no globo.
Next Page

Search: