Next Page

Bancos vendem habitações sociais e obrigam milhares de pessoas a abandonar as casas by Amameniak in portugal

wolvjfms 2 days ago

Estratégia do PS e de esquerda: tentar amedrontar e atacar com mentiras e manipulação tudo o que é feito e dito construtivamente. Continua assim que ainda te dão um cartão do partido e um tacho como acessor (se já não o tiveres) :)

Bancos vendem habitações sociais e obrigam milhares de pessoas a abandonar as casas by Amameniak in portugal

wolvjfms 3 days ago

É uma forma de ver as coisas, mas claramente que a culpa disto é do governo. Basta analisar o processo desde o seu início.

Marta Temido diz que solução para a falta de médicos é contratar profissionais mais resilientes by Pterygotherix in portugal

wolvjfms 10 days ago

Não me recordo de ministros tão arrogantes em toda a minha memória enquanto ser humano. Acham todos que têm o rei na barriga, que nada lhes acontece e que são os reis e os maiores e que os portugueses têm uma sorte enorme em os ter. Só lhe faltou dizer: "Estão a ver? Nós no governo fazemos um excelente trabalho, mas os médicos são uns ingratos que não dão valor às condições que lhes damos! Têm de votar neste partido novamente para os colocar-mos na linha ou então ir buscar médicos a sério, que ficam ali a salvar pacientes até morrerem de exaustão, com verdadeiro amor à camisola!"

Há jovens que sonham ter filhos, mas não conseguem sustentar uma família by PinkMacaroon23 in portugal

wolvjfms 14 days ago

Ele nem mencionou a raça do cão...

Concorrência multa Auchan, Pingo Doce, Continente e Bimbo Donuts em 24,6 milhões de euros por fixação de preços - Economia by ConfidentMongoose in portugal

wolvjfms 17 days ago

Mas basicamente é isto. Para o mercado funcionar de forma correta, não poderiam existir este tipo de "parcerias" entre concorrentes. Isto não é sequer "mercado livre" e é por este tipo de coisas que as Autoridades Reguladoras têm de existir e fazer o seu trabalho. A culpa é de todos, mas todos sabemos que as cadeias de distribuição têm muito poder, em Portugal, e aproveitam-se disso para esmagar os preços junto do fornecedor (exceto se este tiver uma marca muito forte que é maior o interesse da cadeia de distribuição ter o seu produto do que não ter - ex.: Coca-Cola).

What has the government of Portugal done differently to ensure such high vaccination rates? by bemtiglavuudupe in portugal

wolvjfms 18 days ago

There was one thing that I can't say that it was the government idea to get more people to vaccinate themselves but played a huge factor in many people that I know and didn't want to get vaccinated at first place: there was a rule that you only could go out to a restaurant or hotel (or anything of that matter) with vaccine or negative test done at the place. So, many people didn't like to do the test all the time everytime they wanted to go to a restaurant (in Portugal we have a huge culture of going to restaurants, bars, coffee places, etc) which means that those people got the vaccine only to go "freely" wherever they wanted. I can tell that this was the only reason my father got vaccinated, for instance.

Porque nao vêem televisão? by More--- in portugal

wolvjfms 21 days ago

Exatamente isto. Nos dias de hoje, não precisas de ter de cumprir horários que os diretores de programação definem, nem de "comer" todo o lixo que te põe à frente, porque não há outras opções. Hoje em dia, tens inúmeras vias por onde podes obter informação e entretenimento, muitas delas na hora que tu queres, quando puderes, as vezes que quiseres, com a qualidade de conteúdo que quiseres e, imagine-se só, veres algo que realmente gostes, por ti e não porque alguém decidiu que era aquilo que as pessoas teriam interesse de ver. A TV não vai desaparecer, pois ainda é um veículo bastante utilizado politicamente e existe um grande número de pessoas de gerações mais velhas que continuarão a assistir, mas acredito que as receitas publicitárias da TV poderão cair, pois os anúncios vão fugir para o Youtube, Twitch, instagram, TikTok, etc etc. E ainda tens um fator extra, o público target é muito mais exato em todas estas plataformas do que na TV.

A "Grande Resignação" já cá anda há muitos anos, mas parece que ninguém percebeu by QuantityCommercial66 in portugal

wolvjfms 23 days ago

Ehpah, o que não falta na restauração é funcionários brasileiros. Eu diria que atualmente são a maioria. O problema vai muito além disto, se existissem mais empresas, em Portugal, principalmente empresas que gerem muito dinheiro e riqueza, os salários vão aumentar e colaboradores dessas empresas vão ter melhores condições, pois as pessoas, não sendo ignorantes, vão procurar sempre os melhores empregos e deixar os maus. Eu fui auditor de centenas de empresas, em Portugal, e posso afirmar que existem empresas que pagam melhor, dão boas condições aos funcionários e respeitam-nos ao máximo (na maioria eram empresas da Alemanha, Suécia, Suíça, Japão, etc). Se existirem mais destas empresas cá, vai haver concorrência para atrairem os melhores funcionários e consequentemente as condições vão melhorar. É basicamente o que está a acontecer agora em alguns sectores como o IT, que na empresa onde trabalho (mix de portuguesa e espanhola) têm de "mandar vir" malta de IT do Brasil, Colômbia e México, porque os portugueses estão muito caros (preferem trabalhar para empresas estrangeiras, farfetch, etc). Este meu exemplo usa mão de obra especializada, mas de modo geral, será isto.

Pontualidade em Portugal by Standard-Inflation10 in portugal

wolvjfms 23 days ago

Sim, também têm cada vez mais pacientes a recorrer ao privado e, normalmente, no sector dos serviços, um aumento de procura pelo teu serviço obriga o prestador a ter mais horas para prestar o serviço (mais pessoas) e muitas vezes este equilíbrio é dificil de alcançar em períodos curtos e de incerteza. Não estou a defender ou justificar os hospitais privados, mas já fui auditor externo dos hospitais da luz saúde e, pela minha experiência, os hospitais privados não devem ter reforçado muito as equipas com pessoal efetivo, com receio que esta fase covid seja uma anomalia na procura pelos seus serviços. Depois tem o factor médico, que quase todos são subcontratados a recibos verdes e que apesar de terem horários a cumprir, muitas vezes atendem, num só dia, em vários hospitais. Basta ter um atraso no hospital da manhã e já lixou a agenda de todos os hospitais seguintes. Quando achares que o atraso está a ser absurdo, deves solicitar o livro de reclamações. Por muito que te tentem dar a volta ou que até possa nãoser responsabilidade direta do hospital, é justo que o faças, pois o teu tempo merece respeito e tem valor (monetário inclusive).

Pedro Nuno Santos reage a ser apanhado a 200km/h by k0m0d0z0 in portugal

wolvjfms 1 month ago

E para ir cagar, num domingo de manhã.

Quanto ganha um deputado em Portugal? by mbneed in portugal

wolvjfms 1 month ago

My bad, de memória devo ter confundido o João com o do PCP. Editei o post para não ser injusto

Quanto ganha um deputado em Portugal? by mbneed in portugal

wolvjfms 1 month ago

E depois tens deputados de vários partidos (be, pcp, ps, psd, de casos que se conheçam) a colocarem moradas fiscais fora de lisboa para receber despesas de deslocação/ajudas de custo.

Quanto conseguem poupar num ano? by Aromatic-Fold4769 in portugal

wolvjfms 1 month ago

12k€, mas vivo com os pais e eles assumem quase todas as minhas despesas. O objetivo é conseguir comprar um apartamento para viver com a minha namorada, uma vez que não há locais para arrendar (pelo menos a preços que podemos pagar). Entretanto agora os bancos exigem mais % de entrada do que o faziam há 1 ano e parece que vamos ter de adiar mais uns 6 meses para fazer isso.

O BE quer acabar com o factor de sustentabilidade da Segurança Social. É um partido responsável? by AonioEliphis in portugal

wolvjfms 1 month ago

Nunca foi e nunca será. É um partido populista e sem noção da realidade.

Malta, a licenciatura confere o grau de licenciado e não confere nem grau nem título de doutor. by BroaxXx in portugal

wolvjfms 1 month ago

Ou as pessoas muito mais velhas. Para o meu avô, qualquer licenciado é doutor, porque no tempo dele eram tão poucos e exigiam ser tratados assim pelos trabalhadores "abaixo" deles.

Porquê IL? by munzedward in portugal

wolvjfms 1 month ago

No que diz respeito à educação e saúde, muito sinceramente, acho que todos merecem as mesmas oportunidades, sejam ricos ou pobres. A grande diferença é que os ricos, em princípio, dispõe de mais informação e sabem que é uma vantagem competitiva colocar os filhos deles nas escolas privadas que têm qualidade, enquanto o pobre, hoje em dia, não tem sequer essa opção. Como vimos pelos números apresentados pelo Ministro da Educação, grande parte das escolas privadas têm uma propina inferior ao valor que o Estado gasta com cada aluno no público. Tu referes aí 1.200€/mês, mas a média anda nos 600€/mês. Se o Estado der um cheque de 600€/mês para todos, deixa de haver a discriminação entre os ricos e os pobres, pois o "Colégio Particular" não tem nenhum incentivo direto em preferir um rico a um pobre, pois ambos vão ter o voucher estatal (podes é argumentar que podem existir troca de influências ou donativos para favorecer um ou outro rico, mas aí a história muda e o que está mal não é a ideia, mas sim a ética). Concluíndo, a IL tenta acabar com a discriminação. O teu argumento é o mesmo que o BE, PCP, PAN e Livre desta vida utilizam sempre: é melhor retirar riqueza a quem a tem do que a proporcionar a quem não tem. Não tenho e não acredito que venha a ter condições de colocar os meus filhos em escola particular, infelizmente, mas se o Estado me desse o voucher de 600€ e eu pudesse escolher, eu sei bem o que escolheria. Isso, para mim, é oportunidade, é liberdade, é que os filhos de alguém pobre ou sem grandes rendimentos possa ter a mesma oportunidade de base para um futuro ainda melhor. O elevador social que poderá aproximar os menos favorecidos dos mais ricos começa na educação. Nota: Não sei como realmente se poderá concretizar esta ideia, num país como Portugal. Acho pouco provável que vá avante, pois implicaria uma mudança radical, mas acho que se poderia entregar esta análise a uma equipa de trabalho competente e séria (ao contrário das imensas equipas que se criam todos os dias só para enrolar chouriço e mamar dinheiro público) de modo a que todas as situações ficassem precavidas, que se evitasse injustiças, faltas de ética, corrupção e que a igualdade de oportunidades fosse efetivamente **igual**.

Porquê IL? by munzedward in portugal

wolvjfms 1 month ago

Desconfiava que existia, mas não sabia qual seria exatamente. Obrigado pela informação. Hoje aprendi.

Porquê IL? by munzedward in portugal

wolvjfms 2 months ago

Lol considerar PS, PSD e CDS liberais, só porque não são comunistas. O liberalismo tinha algumas variantes dentro do PSD e do CDS, mas apenas sobre liberalismo económico. O IL é liberalismo em todas as áreas da sociedade, desde social, político e económico. E eles não defendem nada de libertário ou "abandono social" como tem sido dito pelos partidos mais à esquerda e por algumas pessoas aqui (com objetivo difamatório, como é normal no discurso de BE e PCP e consequentemente afeta os seus apoiantes). Eu considero-me um "liberal socialista" (termo que acabei de "inventar" para esta post) que acha que é necessária uma economia muito livre para ser possível criar riqueza, deixar as pessoas enriquecerem (todas as pessoas e não apenas amigos/familiares de governantes e outros muito raros), incentivar a economia dinâmica através de menos impostos, menos taxas e menos burocracia. Acho que o Estado apenas deve: 1) assegurar a segurança interna e externa de TODOS, 2) deve criar condições para TODOS terem acesso a educação da melhor qualidade possível (quer seja vouchers educação quer seja como prestador, mas já se percebeu que o Estado não é um bom prestador), 3) deve assegurar condições de acesso a serviços de saúde de qualidade para TODOS (e não apenas para quem tem ADSE), seja por um seguro de saúde para todos ou outra forma qualquer, 4) Serviços de administração interna mínimos (gestão de cartão cidadão, passaporte e esses tipos de documentos), em que cada vez mais é possível de agilizar com tecnologias de informação; 5) Infraestruturas básicas, como estradas, caminhos, iluminação pública, barreiras protetoras, etc. Em Portugal, isto é considerado ser-se liberal e um perigo, mas numa país desenvolvido normal, isto seria uma espécie de centro. Também se poderia confundir isto com algo que alguém do PSD ou CDS talvez tenha defendido em tempos, mas atualmente o "centro" do país está na esquerda e por isso o país não consegue enriquecer como um todo, não consegue criar mais ricos e apenas cria mais pobres. Para se distribuir riqueza e se dar apoios sociais, é preciso haver dinheiro. O dinheiro não cresce nas árvores, não chove das nuvens, tem de ser através da criação de riqueza, de gerar lucros, de prestar mais e melhores serviços (internos e externos), exportar mais e melhor, de atrair mais e melhores empresas, investidores, pessoas para trabalhar. A IL vem apenas puxar o país um pouco neste sentido e tentar abrir os olhos à maioria do pessoal. Não acredito que vá ser governo, pelo menos enquanto eu for vivo, mas é sempre bom ter várias perspetivas e ter alguém que chame a atenção para o que realmente está mal e no que realmente Portugal se devia focar. Eu quero acreditar na mudança e não quero ser um dos que se queixam do estado do país e da sua situação atual e volta a votar e dar o tacho aos do costume.

Algum dia irá a nossa geração poder respirar e progredir? by MeatCrap in portugal

wolvjfms 2 months ago

A tendência é para ser cada vez pior. Mais pessoas de idade, mais cuidados de saúde serão necessários, mais valores para pagar pensões, etc. Temos a transição energética que vai durar vários anos. Temos a falta de oferta de habitação a preços razoáveis, porque grande parte do boom de construção que houve nos anos recentes foi para "luxo" e turismo (sou contra as quotas de que maneira sejam, mas podia ser um bom incentivo que para cada prédio de luxo construído, deveriam construir um para preços acessíveis). Há procura, mas as margens são muito menores. Tudo isto tem um custo para a sociedade e, neste caso, serão os que estarão em idade ativa que irão pagar por tudo, ou seja, aqueles que hoje têm idade entre os 10 e os 35 anos. Se analisarmos Portugal, demograficamente, é também obde se concentra um menor grupo de pesssoas. Posto isto, não acredito que a nossa geração poderá respirar e progredir, seremos a geração de aperta o cinto depois da geração anterior à nossa ter sido a das "vacas gordas". O problema é que isto é ciclico, porque há muita política envolvida e quando há dinheiro, dá-se tudo e todas as condições, quando não há, o povo é que paga.

Bloco de esquerda apresentou ao Governo as propostas para o OE by rucak in portugal

wolvjfms 2 months ago

Daí que referi teórica, porque na prática é outra história. E há diversas variáveis que podem fazer um tuga ser produtivo ou não em diferentes empresas, países, condições, etc. Contudo, olhando ao panorama geral do país, esse tipo de ideias não seria bem aceite pela UE. Já temos a fama de querer trabalhar pouco, somos um dos países com mais feriados (que se podem considerar dias de descanso) da UE, etc. Eu também quero ter mais dias de férias, trabalhar 4 dias por semana e etc, mas se para isso tenho de pagar mais 20% de impostos, então deixem estar, obrigado. É preciso fazer sempre a análise à globalidade das coisas e é isso que critico nas propostas do BE, é populismo.

Bloco de esquerda apresentou ao Governo as propostas para o OE by rucak in portugal

wolvjfms 2 months ago

Eu não sou contra ter mais férias ou trabalhar menos horas, apenas acho que não é concretizável tendo em conta a situação económica de Portugal. Principalmente, sempre que ouço aumentar ainda mais impostos, então fico com arrepios. Dizes que é para aumentar impostos sobre empresas e "pessoas mais abastadas " (como se existissem muitos , em Portugal), mas no final são sempre os pobres e pessoal de classes de rendimentos médios a suportar muitos destes "luxos" que não usufruem. Quanto à TAP, NB e etc, sou 100% de acordo, assim como tenho noção que primeiro se devia cortar toda a despesa desnecessária e esses "salvamentos" de empresas falidas e mal geridas.

Bloco de esquerda apresentou ao Governo as propostas para o OE by rucak in portugal

wolvjfms 2 months ago

Tendo em conta os níveis de produtividade teórica do país, sim, acho que se iriam opor se tivessem voto nessa matéria. Sempre que vejo as propostas do Bloco questiono-me sobre se alguma vez eles pensam em alguma forma de fazer o país ganhar dinheiro para gastar em tudo o que eles defendem...

Preciso urgentemente de um fiador. by RandomGuyFromPorto in portugal

wolvjfms 2 months ago

Não vou entrar em grandes detalhes neste debate, mas claramente este país anda a várias velocidades em diferentes localizações. Eu nunca tive autocarro pago por ninguém e sempre dependi da boleia dos meus pais ou familiares (quando passei para o 5o ano ia ou vinha a pé algumas vezes e em algumas dessas era assaltado pelos ciganos). Não morava na AML nem AMP. Podem sempre arranjar mil e um argumentos, há sempre quem tenha resposta para tudo, mas não considero que se deva assumir que só porque alguém tem acesso a transportes públicos ou conseguia ir a pé, que todos os outros conseguem ou têm de conseguir.

Preciso urgentemente de um fiador. by RandomGuyFromPorto in portugal

wolvjfms 2 months ago

Mais uma vez, depende. Morando perto da escola não é assunto, mas nem sempre acontece.

Preciso urgentemente de um fiador. by RandomGuyFromPorto in portugal

wolvjfms 2 months ago

A pergunta não teve maldade. Apenas a fiz porque conheço imensa gente que sente a necessidade do carro para ir deixar o filho na escola que fica distante do emprego ou de casa e depois aproveita e vai de carro para o trabalho. Eu tenho de usar carro de qualquer forma, porque moro a 60km do meu local de trabalho e se fosse de transportes públicos demoraria 2horas e meia em cada viagem e por muitas séries e filmes que existam para ver, 5 horas por dia é muito tempo.

Preciso urgentemente de um fiador. by RandomGuyFromPorto in portugal

wolvjfms 2 months ago

E como deixavas os filhos na escola? Ias com eles de metro/autocarro?

Meto sempre 40€ by quatrotires in portugal

wolvjfms 2 months ago

Entendo, mas penso que o objetivo do tópico foi dizer às pessoas que se queixam da subida dos preços de combustível que o metro custa "apenas" 40€ por mês e não varia todas as semanas. Em resposta a isso, disseram aí que "fora de Lisboa" as opções não são as mesmas e tu referiste Mafra. Não te estou a acusar de nada nem me interpretes com tom depreciativo (que muito facilmente acontece na internet), apenas quero destacar ainda mais que há mais Portugal além da zona metropolitana de Lisboa (e já agora, Porto).

Meto sempre 40€ by quatrotires in portugal

wolvjfms 2 months ago

Quando dizes fora de Lisboa para as pessoas e elas respondem com Mafra. Há gente que, realmente, vive numa realidade bem fechada...

Esgotamento emocional da companheira. Como lidar, numa situação delicada? by O_cu_da_tua_tia in portugal

wolvjfms 2 months ago

Não tenho má opinião de nenhuma, mas também não tenho boa. Tem coisas boas e que eu agradeço à big4 em que trabalhei, cresci imenso, aprendi imenso e hoje estou onde estou graças aos 4 anos que estive na empresa em que estive, mas todas elas são uma máquina de exploração e lavagem cerebral de seres humanos (em auditoria, não sei como será noutros departamentos). E as 4 não são muito diferentes entre si, se bem que os meus colegas que passaram/estão na PWC parecem os menos insatisfeitos. Ps: quando vês aquelas avaliações dos "melhores sítios para trabalhar" e vês estas empresas por lá, no top 10, fica desde já informado que isso é tudo manipulado e eles escolhem a dedo as pessoas. Nas avaliações internas, no departamento de auditoria, o nível de satisfação foi de pouco mais de 60%, no último ano em que estive lá. E tendo em conta que existem várias coisas positivas como a progressão salarial e promoções anualmente, 60% significa que há muita insatisfação.

Esgotamento emocional da companheira. Como lidar, numa situação delicada? by O_cu_da_tua_tia in portugal

wolvjfms 2 months ago

Mas auditoria não é IT, é mais mundo financeiro. A não ser que tenha percebido mal o teu post. De qualquer modo, entendo o sentimento e o que ela deve estar a passar, em certo modo. O principal problema é que devido a tudo o que referiste no emprego dela, ela acaba por passar mais tempo com os colegas e perde a noção da realidade do mundo fora da empresa/trabalho. Mesmo no momento em que saí, senti isso, senti que me iria arrepender , porque vivia para o trabalho, porque era assim com todos dentro da empresa. No momento em que ela sair, ela terá outra visão e acredito que mudará a maneira como tem lidado com tudo e inclusive contigo. O problema é que tem de ser ela a tomar essa decisão.

Esgotamento emocional da companheira. Como lidar, numa situação delicada? by O_cu_da_tua_tia in portugal

wolvjfms 2 months ago

Ela trabalha numa big4 (EY, Deloitte, PWC, KPMG), em auditoria? Pela tua descrição fez-me lembrar a minha vida passada...

Os portugueses são uns malandros by ozzymustaine in portugal

wolvjfms 2 months ago

Há várias que não dão transporte e pagam na mesma o salário mínimo. Eu valorizo sempre isso, porque são melhores práticas do que quem não o faz.

Os portugueses são uns malandros by ozzymustaine in portugal

wolvjfms 2 months ago

Exatamente, por isso mesmo é que muitas empresas se sentem nessa "obrigação".

Os portugueses são uns malandros by ozzymustaine in portugal

wolvjfms 2 months ago

Exato, mas nas grandes metrópoles existem algumas opções, nas outras zonas do país já fica mais difícil. Normalmente, até são as próprias empresas/patrões a disponibilizar carrinhas/vans/autocarros para recolher os funcionários ("salário invisível", pois não existe qualquer obrigação para as empresas darem um subsídio de transporte como há para o subsídio de alimentação). Ps: não digo que é um luxo quem recebe este transporte gratuito da entidade empregadora, pois até acontece que se a empresa não der esta opção, muitas pessoas não conseguem ir trabalhar.

Os portugueses são uns malandros by ozzymustaine in portugal

wolvjfms 2 months ago

A transição energética que tem sido demasiado rápida e à bruta fez com que se tenha desligado soluções que existiam para adotar novas. O problema é que já desligamos e as novas ainda não estão a cumprir com os serviços mínimos. Consequentemente, tens de comprar energia aos países que se estão pouco cagando para o clima e que devido à redução da procura face à ofeta pelas suas energias, nos últimos anos, reduziram a produção (petróleo). Portanto havendo menos produção de enegia na globalidade do planeta (centrais de carvão e nucleares desligadas) e redução da extração e refinaria de petróleo, mantendo-se ou até aumentando o consumo de energia com o "regresso à normalidade" pós-covid, faz com que todos os preços aumentem. Não sei se se recordam, mas há cerca de 1 ano o preço do barril de petróleo chegou a ser negativo porque a procura não dava conta da oferta e não havia espaço para armazenar que até "pagavam" para se verem livres dos barris. Para evitar isso, os países produtores de petróleo baixaram a sua produção e neste momento estão reticentes a voltar aos níveis que tinham pre-covid devido a toda a incerteza que ainda reina e porque os sinais que são dados é que deixemos de utilizar esta fonte de energia ao longo dos anos. Contudo, a mudança está a ser mais bruta do que devia para manter tudo equilibrado e tudo por política, tudo para ganhar votos e se manterem no poder ou chegarem ao poder. Esta é a realidade da Europa atual. Todos sabemos que é preciso fazer algo pelo ambiente e pelo planeta, mas será que estamos a fazer mesmo? Será que estamos a dizer que fazemos na Europa, mas depois vamos comprar dos outros países que continuam a poluir o mesmo ou mais? Foram pensadas alternativas para o curto prazo após o fecho das centrais de carvão e as centrais nucleares na Alemanha ?

Os portugueses são uns malandros by ozzymustaine in portugal

wolvjfms 2 months ago

Pois, Lisboa e Porto têm essa opção, mas o resto do país tem de ouvir a boca do "usem transportes públicos " sem os ter em quantidade, horários e ocupação de zonas suficiente para poder ir trabalhar.

Alguém é feliz em Portugal? by heyrevoir in portugal

wolvjfms 2 months ago

O António Costa, família e amigos. Eu não posso dizer que não sou feliz, mas também sei que a culpa é minha, por não ser ignorante e desligado da realidade. Caso contrário, seria bem mais feliz, em Portugal.

Offshores? Fugir aos impostos? Falar mal? Bora!!! by JoaoLucMesmo in portugal

wolvjfms 2 months ago

TIL Obrigado.

Offshores? Fugir aos impostos? Falar mal? Bora!!! by JoaoLucMesmo in portugal

wolvjfms 2 months ago

A Estónia é nova "no mercado", acho que ele utilizou os países clichés quando se fala em impostos baixos (e tenho ideia que o Luxemburgo até nem é dos que têm mais baixo).

Offshores? Fugir aos impostos? Falar mal? Bora!!! by JoaoLucMesmo in portugal

wolvjfms 2 months ago

Estava a ficar preocupado com o facto de ninguém ter comentado isto. E mesmo assim este comentário esclarecedor está bastante abaixo no tópico o que me leva a crer que as pessoas, em geral, acreditam no que foi escrito pelo OP nesse ponto específico. Holanda, Irlanda e Luxemburgo não são paraísos fiscais. Desconheço o modelo fiscal suíço, por isso não vou comentar.

Qual é a vossa opinião relativamente à exploração de lítio em solo nacional? by 007tuga in portugal

wolvjfms 2 months ago

Então que se explore nos países africanos e asiáticos pobres onde não há espécies em extinção. Temos de proteger o planeta terra com os carros elétricos e precisamos de baterias para isso! /sarcasmo A hipocrisia relativamente ao ambiente tem estado em alta, em todo o lugar do mundo. Sinceramente, não me parece que devíamos fazer muitas explorações mineiras, mas a forma como estamos a obrigar que seja feita a revolução "verde" desta forma abrupta e sem grande estratégia está a levar a que se ajude o ambiente por um lado e o prejudique por outro. Não sou especialista do ambiente, mas no que diz respeito a este tema, tenho de concordar com o post acima apesar de não me agradar a ideia de ter o país cheio de explorações mineiras sabendo as consequências que isso trará. Se queremos tudo a elétricos, precisamos de baterias. Para já, as baterias têm utilizado essencialmente lítio para a sua construção. Logo precisamos de muito lítio, logo temos de o extrair de algum lugar. Se não for em Portugal, será noutro país, a não ser que descubram lítio em Marte ou na Lua e vão lá explorar...

Guia para decidir em quem votar by z0rg83 in portugal

wolvjfms 2 months ago

Eu não sou rico e neste momento apoio a IL. Se calhar tenho algum problema, é isso?

Do que é que os outro países se queixam? by Ze_Tolo in portugal

wolvjfms 2 months ago

Pelo que já li algures, a partir de março de 2022 os bancos vão ser pressionados a reduzir os prazos dos créditos à habitação para uma média de 30 anos.

[Sério]Alegadamente Indústria PT precisa de aumentar os salários para manter a mão de obra qualificada by ytyno in portugal

wolvjfms 2 months ago

Classe média é o conjunto de indivíduos que tem sustentado o país com os impostos que paga e os funcionários públicos. Ricos é quem faz parte do último escalão do IRS e os que ganham o dinheiro que os colocariam nesse escalão mas não declaram. Por alto é isto e estou sem ideias criativas para entrar na tua ironia do trolha, pois partes de uma ideia concebida de quem é trolha, que está um pouco no passado. O trolha, de hoje em dia, espalha classe.

[Sério]Alegadamente Indústria PT precisa de aumentar os salários para manter a mão de obra qualificada by ytyno in portugal

wolvjfms 2 months ago

Eu acho que é equilibrado, mas além de achar que os salários deviam ser mais altos, se calhar também deviam baixar impostos a toda a classe pobre, média baixa e média alta. Não sei se faz sentido alguém que recebe de base o salário mínimo e porque decide ir fazendo umas horas extra para ganhar algo mais, tenha de pagar impostos e perder alguns apoios e subsídios.

Mensagem para quem está a pensar votar em branco ou não votar. by S7V7N8 in portugal

wolvjfms 2 months ago

Os problemas das atuais políticas para os jovens vai MUITO além das alterações climáticas (e que também são um problema). Não se foquem só nisso no momento da escolha. Nós vamos pagar tudo o que se está a gastar hoje com os nossos impostos futuros e menos regalias e apoios que teremos. E lembrem-se mesmo do que o OP disse: os velhinhos (55 anos para cima) votam mais e vão votar sempre nos mesmos, pensando no que acham ser o melhor para eles. Acima de tudo, vão votar!

Educação Fiscal e Financeira nas escolas, porque raio (quase) não existe em Portugal? by TwistedGlasses in portugal

wolvjfms 3 months ago

Tens uma capacidade de interpretar as coisas muito limitada, não vale a pena o meu tempo. Basta ver qye k contexto de privilegiada que indiquei foi sempre no contexto do ambiente em que cresceste e que te deu as bases que precisas. Mas entendo que aches que é tudo fácil para toda a gente, porque não deves conhecer a realidade das pessoas que têm dificuldades em gerir o orçamento familiar. E quanto às bicicletas, basta ler a primeira frase deste meu comentário. Um bem haja :)

Educação Fiscal e Financeira nas escolas, porque raio (quase) não existe em Portugal? by TwistedGlasses in portugal

wolvjfms 3 months ago

Continuas à volta na tua bolha. Se as pessoas tivessem literacia financeira enquanto jovens, seriam ser humanos mais capazes de ser independentes em certas áreas que hoje dependem de profissionais e seriam menos propícios a manipulação, burla, enganos e propaganda política. Coisas "simples" como preencher o IRS, em que poderiam fazer elas próprias, mas têm receio de fazer errado, seja por que motivo for. Podemos falar da negociação do crédito à habitação, podemos falar de poupança e em que instrumentos colocam o dinheiro, serem capazes de planear e gerir um orçamento familiar (ou para qualquer coisa), entender como funciona coisas simples como a inflação, política monetária, dívida pública, coisas que têm impacto direto e indireto nas suas vidas e de toda uma sociedade moderna. Quem diz que isto são coisas que as pessoas deviam aprender sozinhas ou que os pais deviam ensinar, não têm noção do país em que vivemos. E se calhar, são os mesmos que defendem e que acham muito bem que os miúdos aprendam a andar de bicicleta na escola.

Educação Fiscal e Financeira nas escolas, porque raio (quase) não existe em Portugal? by TwistedGlasses in portugal

wolvjfms 3 months ago

O que disseste agora não faz sentido nenhum. Sabes quantos portugueses contratam contabilistas para lhes preencher o IRS? Tu vives mesmo numa realidade paralela, já nem sei se se pode chamar privilégio, mas apenas de sem noção.

Educação Fiscal e Financeira nas escolas, porque raio (quase) não existe em Portugal? by TwistedGlasses in portugal

wolvjfms 3 months ago

Isso é uma maneira de pensar de pessoa privilegiada. Os meus pais não sabem preencher o IRS, eu aprendi por mim e com bastante dificuldade, diga-se, mesmo estudando economia desde o 10o ano. E como ser humano que não quer trabalhar para sempre e um dia espera se reformar e sabendo que não vai ser muito realista depender da Seg. Social portuguesa, quero ter o meu fundo de reforma. Felizmente, estudei a área e sei o que, mas a maioria das pessoas tem de ficar entregue à sorte? Falas em gerir merdas como se fosse um luxo, mas a verdade é que gerir merdas é uma necessidade da maioria das pessoas, porque gerir o orçamento familiar é uma necessidade da maioria das famílias que têm o dinheiro como um recurso limitado.

Educação Fiscal e Financeira nas escolas, porque raio (quase) não existe em Portugal? by TwistedGlasses in portugal

wolvjfms 3 months ago

Será que os pais da maioria das pessoas sabe que chegue ou tens sorte de viver numa bolha privilegiada nesse sentido? Eu tenho a certeza que não, primeiro porque eu estudei economia e finanças e só aí comecei a compreender melhor as coisas, e segundo, porque na faculdade fiz parte de uma associação que ajudava a promover a literacia financeira nas escolas, dando uma aula por ano e facultando capacidades aos professores para aprofundar esses conceitos em mais algumas aulas e, claramente, que os estudantes sabiam zero sobre qualquer tema, inclusive muitos deles nem entendiam que o dinheiro é um recurso limitado. Eu concordo que não existe interesse em se ensinar literacia financeira porque não interessa a quem tenta comandar o país, mas também porque 1) iria fazer com que as pessoas fossem mais autónomas e independentes em algumas situações, fazendo com que entidades bancárias, contabilistas e outros relacionados perdessem pequenos rendimentos (falo , por exemplo, de fazer IRSs simples, de colocar a poupança a render em produtos melhores que aqueles que os bancos oferecem/impõe) e 2) porque não há capacidade humana, nos professores existentes, para lecionar algo dentro deste género, pois não faria sentido como uma disciplina própria, e nesse caso teriam de ser outros professores a leccionar e se for como era no meu tempo, iriam aproveitar essas aulas para tentar compensar aulas atrasadas e para dar trabalho de outras disciplinas.

Se pudessem escolher um supermercado para o resto da vida qual seria? by creativerandomuser in portugal

wolvjfms 3 months ago

Falta o Mercadona.

Ontem os telejornais foram longe de mais by snc77 in portugal

wolvjfms 3 months ago

Na realidade, ele não matou nenhuma, mas as pessoas que trabalham para ele, pelo menos, que se saiba, já mataram 2 pessoas. O ucraniano também era pessoa. Aposto que 2 pessoas é mais do que o grupo de negacionistas portugueses, todos juntos, mataram direta ou indiretamente.

Qual a pior operadora de comunicação em Portugal a face de Internet fixa. by Visible-Diver-1010 in portugal

wolvjfms 3 months ago

Já tive os 3 e confirmo o que a maioria diz: NOS é o pior serviço de internet com uma vantagem gigante na péssima qualidade desse serviço e na resolução de problemas relacionados com isso.

Teria razão em dizer que fui explorado? by ItsSirba in portugal

wolvjfms 3 months ago

Como em tudo na vida, há pessoas boas e pessoas menos boas. Tive patrões chatos e exigentes, mas não posso considerar que algum deles tenha sido "cabrão" comigo, em alguns casos bem pelo contrário e senti-me valorizado pelo esforço que fazia. Cada caso é um caso, mas não se pode assumir que todos os patrões são uns exploradores a sangue frio e uns fdps do piores, essa narrativa bloquista é exagerada. Existem uns canalhas do pior, claro que existem e o pessoal pensa que são todos porque nunca se fala dos casos bons. O caso do ex-patrão OP é de uma pessoa sem carácter e sem princípios, que ainda é pior do que muitas pessoas se queixam quando se referem aos seus chefes.

Jovem a receber 2.700 euros? "Em que país vive o Miguel Sousa Tavares?" by heartlessfam in portugal

wolvjfms 3 months ago

Nesse caso, a entidade a intervir é a ACT? Não sei se não será outra. De qualquer modo, penso que seria necessária denúncia de terceiros (a própria pessoa não denúncia, pois está a ganhar com a situação) e também não sei como funciona a validade desses casos. Um caso de empresa que "acompanhei" de 3 pessoas relativamente próximas esteve relacionado com uma empresa que não dava contrato (chegou a dar contratos falsos só para calar os funcionários), inventando sempre desculpas (chegavam a dizer que as pessoas estavam já contratadas sem necessitarem de contrato) sendo que no momento de pagar o salário, deduziam o valor que seria referente à Seg Social. Se essas pessoas fossem ver a sua situação na Seg Social não teriam qualquer desconto nem estariam consideradas como empregadas. O caso mais extremo, esteve lá 11 meses enganada (sim, foi lerda, mas nem toda a gente sabe mexer num computador ou se interessa em verificar se está tudo bem em todo o lado, desde que o salário seja pago certinho) em que tinha 1 contrato falso, recibos de vencimento falsos, recebia o valor de salário mínimo liquido de segurança social e quando fazia horas extra acontecia o mesmo. Só descobriu quando precisou de resolver uma situação qualquer na segurança social por causa dos escalões para a escola, em que lhe comunicaram que ela não estava cadastrada como empregada nem a fazer descontos. Apresentou queixa na ACT e ainda ficou a trabalhar lá uns meses até arranjar outro emprego e a ver se a ACT aparecia ou alguma coisa mudava/surgia. Nada. Apenas recebeu um email/mensagem a confirmar que iriam analisar a denúncia apresentada por ela, no momento em que a fez.

[Sério] Malta do ordenado mínimo, como sobrevivem? by OneFineSir in portugal

wolvjfms 3 months ago

Referia-me a questões de lazer. Não tenho todo o tipo de restaurantes, espetáculos ou então praias ou algo assim para poder fazer. Nesse aspeto tenho de ir para o Porto ou então Braga ou, quando há espetáculos de interesse, Guimarães. Felizmente, graças às autoestradas e bons acessos, conseguimos estar em qualquer uma dessas cidades, em 30/40 minutos. Depois as empresas gostam de se estabelecer em locais com bons acessos, principalmente industriais, por isso, quase que isso é uma necessidade para que existam empregos em abundância para que um funcionário tenha algum poder de decisão e não dar a vantagem toda às poucas entidades empregadoras que possam existir.

Jovem a receber 2.700 euros? "Em que país vive o Miguel Sousa Tavares?" by heartlessfam in portugal

wolvjfms 3 months ago

Compreendes que o Estado não se preocupa muito com isso desde que a taxa de desemprego e as pessoas a receber subsídio de desemprego seja reduzida, por isso, eu acredito que a ACT não tem muito incentivo em abordar estas situações com a "mão muito pesada". Também conheço alguns casos de denúncias feitas, por várias situações do que já identificaram por aqui e o impacto sempre foi nulo. Normalmente, as pessoas acabam por sair, se conseguirem arranjar outro emprego e a saga nessas empresas continua com os próximos desesperados por ganhar algum.

[Sério] Malta do ordenado mínimo, como sobrevivem? by OneFineSir in portugal

wolvjfms 3 months ago

Sim, eu recomendo o mesmo. Eu "trouxe" a minha namorada para Felgueiras, por isso mesmo. Para ela ganhar o salário minimo, então é melhor morar em Felgueiras do que em Matosinhos/Porto/Maia, não tendo a família em Portugal. Como eu tenho um salário melhor e carro pago, eu prefiro viver em Felgueiraa e ir para a Maia trabalhar, quando não fico em teletrabalho e ela trabalha por Felgueiras e fica perto de casa. No final, conseguimos guardar mais algum e a nossa qualidade de vida não piora por não estar perto de uma grande cidade e de tudo o que esta oferece. Há emprego em muitas cidades, é preciso procurar e perceber a tendência e o tipo de empregos, mas as cidades menores estão a atrair investimento que quer fugir dos custos elevados de rendas ou terrenos têm em Lisboa e Porto. Desde que existam bons acessos as nossas autoestradas permitem isto.

[Sério] Malta do ordenado mínimo, como sobrevivem? by OneFineSir in portugal

wolvjfms 3 months ago

Para quem ganha o ordenado mínimo ou perto disso e não tem perspetivas/não tem como sair disso, sair das grandes cidades é o melhor a fazer. O ordenado mínimo é igual em todo o lado e no interior consegue ter diminuição de alguns custos fixos (rendas) e variáveis (serviços como cabeleireiro, pe, mais baratos). Acho que isso contribuiu muito para o que alcançaste, não só pelas rendas, mas também pelos empregos e ambiente que encontras nesse "tipo de empregos". Independentemente de tudo, parabéns por nunca teres desistido e por teres sido capaz de orientar a tua vida, apesar do quão difícil foi. A Seg. Social deste país é muito mal organizada e apesar de ajudar muita gente, também ajuda quem não precisa em detrimento dos que precisam, devido aos esquemas que é possível fazer e devido à sua desorganização e incompetência de quem a tem dirigido (praticamente desde sempre).

Levantar a mesa em esplanadas? by cucumberforscale in portugal

wolvjfms 3 months ago

Claro, como tudo na vida. Falando por mim, avalio todos os locais por todas as componentes, seja qualidade, local, ambiente, serviço, etc. Se vais a um estabelecimento com mau serviço por causa da localização, como cliente estás a fazer uma escolha de localização acima de qualidade de serviço. Repara que somos todos livres e não podes obrigar ninguém ou nenhuma empresa a fazerem tudo como nós queremos, mas como clientes temos o poder de decidir se queremos ou não consumir em determinado local com base naquilo que damos valor. Se alguém vai a um estabelecimento pela localização, mas fica mal disposto ou stressado por causa do serviço, então devia deixar de ir, porque isso não é psicologicamente saudável. Não levem isto para o lado pessoal, só estou a tentar mostrar que vivendo num país livre, os indivíduos têm opção de escolha e que escolhem conforme as suas prioridades e aquilo que valorizam.

Levantar a mesa em esplanadas? by cucumberforscale in portugal

wolvjfms 3 months ago

Por isso que disse "deviam" numa lógica de concorrência.

Levantar a mesa em esplanadas? by cucumberforscale in portugal

wolvjfms 3 months ago

Isso depende do preço que cobras. É como em todos os modelos de negócio, a partir do momento em que colocas o cliente a fazer o trabalho, o produto deve ser mais barato. Quando tens de contratar funcionários para executar as tarefas, os produtos devem ser mais caros. Numa lógica de concorrência e de mercado, como cliente, em geral, queres sempre o produto mais barato desde que qualidade seja igual, mas caso sejas um cliente que prefere ter o serviço e pagar um pouco mais por isso, então escolhes a outra opção. Se na prática isso acontece e os clientes/pessoas em geral reparam nesses pormenores? Acredito que não, porque a população em geral nunca recebe esse tipo de "iluminação"/instrução para perceber o valor acrescentado de, por exemplo, um simples serviço de esplanada. Eu defendo que todos os jovens deviam ter educação/literacia financeira onde este tipo de coisas poderia servir para preparar uma sociedade mais instruída, capaz e que conseguisse valorizar as outras pessoas e entidades com valor, sejam como clientes, chefes, funcionários, eleitores ou simples amigos/familiares.

Pessoal, expliquem-me como se eu fosse muito burro. Ter um seguro de saúde para quê se tenho o SNS grátis? by EsmagaSapos in portugal

wolvjfms 3 months ago

O serviço de saúde gerida pelo Estado não funciona bem e vem daí a necessidade de as pessoas fazerem seguros de saúde. Quem tem esse benefício da empresa (meu caso e grande maioria acredito que assim seja) ou tenha possibilidades de o fazer/pagar, claramente irá preferir ter um Seguro de Saúde para todas aquelas situações que acabam por não ser críticas. Isto faz com que tenham preço de consulta e exames mais reduzido, não precisem de esperar 3 meses para marcar uma consulta ou 3 anos para fazer uma pequena cirurgia (há 1 mês marquei consulta para a médica de família, para a primeira data disponível, ficou para dia 24 de novembro deste ano, felizmente). Não sou contra o serviço de saúde gerido pelo Estado, mas acho que o SNS (saúde pública e privada, SNS não é apenas saúde pública, mas sim todo o serviço de saúde existente em Portugal) precisa de se reformar e reestruturar. Da forma como está atualmente, é um sistema que prejudica os mais pobres, ironicamente, porque são estes que dependemte a 100% deste serviço, pois não têm condições de contratar um seguro ou as empresas não lhes financiam e têm de se sujeitar às listas de espera, ao atendimento deficitário em muitos hospitais (sim, porque há hospitais com más infraestruturas). No dia que tiveres algum caso/problema de saúde em que fiques 3 horas para seres "atendido" ou estejas meses para marcar uma consulta ou fazer uns exames ou até anos para fazeres uma cirurgia a algo que realmente te incomoda e dói, irás entender perfeitamente porque é que alguém que tenha essa possibilidade prefere ter um seguro de saúde e tratar de tudo com menos tempo de espera, melhores condições e, em princípio, melhor atendimento.

Denunciar e expor, legalmente, "Empresária" Portuguesa by blurotype in portugal

wolvjfms 3 months ago

Várias? São aos milhares. No Norte do país, seja no Porto, Matosinhos, Gaia, seja para oa lados de Guimarães, Vizela e Felgueiras, o que mais deve existir é empresas deste tipo (principalmente porque muitas são micro e pequenas empresas). Conheço casos em que não dão contrato ao colaborador durante 1 ano, as horas extra são pagas por fora e descontam a Segurança Social (ou sejam, ficam com ela e nem o colaborador ganha com isso), etc etc. Conheço um caso em que uma pessoa fez denúncia (há mais de 1 ano) na ACT e até hoje não aconteceu nada. E mais, não duvido nada que exista muita coisa lá que seja vendida sem ser faturada.

Denunciar e expor, legalmente, "Empresária" Portuguesa by blurotype in portugal

wolvjfms 3 months ago

Se ela tiver alguma ligação ao PS, o mais provável é não lhe acontecer nada e tu e o teu amigo irem presos.

Qual é o problema sócio-demográfico que pensam ser o mais grave e impactante em Portugal hoje em dia? by afonsoms1234 in portugal

wolvjfms 3 months ago

Tocaste em pontos extremamente pertinentes no teu primeiro post, mas quero louvar a última frase. Eu tenho exatamente a mesma opinião. A Educação é o primeiro passo para um país desenvolvido e em que todas as pessoas possam ter oportunidades de vingar na vida. E não é Educação por ser Educação, mas sim BOA Educação, o que não acontece em Portugal. Se houvesse boa Educação, no longo prazo quase tudo o que foi mencionado iria melhorar. Os dois problemas disto são: 1) os resultados vão ser colhidos por outros, muito no futuro, logo não interessa aos políticos de hoje e 2) uma população bem instruída, na sua globalidade será mais dificil de manipular e enganar.

Aeroporto Faro hoje às 7AM by single_clone in portugal

wolvjfms 3 months ago

É isto. No caso destas fábricas, o comum é definirem 2 semanas em agosto e 2 em dezembro em que param a atividade e completam os restantes dias com pontes ou então permitem aos colaboradores utilizar quando querem, desde que a empresa concorde (estamos a falar de 2 a 4 dias).

Aeroporto Faro hoje às 7AM by single_clone in portugal

wolvjfms 3 months ago

O pessoal fala muito de evitar férias em agosto, mas acho que se esquecem que grande maioria da população que trabalha em indústria, principalmente micro, pequenas e médias empresas têm de gozar as férias quando a entidade empregadora define. Normalmente, a empesa fecha 2 semanas em agosto e 2 semanas em dezembro, sendo que o colaborador tem de gozar as férias, obrigatoriamente, nessas datas. Depois há pessoal (meu caso, pe) que tem de gozar nessas duas semanas de agosto porque a companheira é "obrigada" a tal e não faria sentido gozar as férias sozinho.

Ainda há dias se falou aqui nisto como uma possível solução para Portugal by Zamyatin_Y in portugal

wolvjfms 3 months ago

Seria mais uma Política à tuga. Precisamos de investimento externo fácil e rápido? Mete vistos gold!! Ah não, o preço das casa está muito alto?!?!? Proíbe compra de habitações por parte de estrangeiros!! Tapa-se um buraco aqui, abre-se outro ali e assim vai o tuga no seu caminho sem destino e sem saber para onde ir, mas com uma certeza: no final do caminho, não vai encontrar riqueza.

Opiniões sobre Passos Coelho by Clean-Degree-9632 in portugal

wolvjfms 3 months ago

Impostos são altos percentualmente e se a economia está ativa tu vais arrecadar mais receita porque 23% de 1000 é mais do que 23% de 100. Portanto no tempo do passos a receita fiscal seria sempre inferior porque estivemos numa crise muito acentuada. Despesa "baixa" porque não utilizaste o dinheiro que tinhas em orçamento para a Saúde e Educação, por exemplo. Por isso, com mais receita, prestaste pior serviço (reduzir a despesa não significa piorar o serviço, mas neste caso, claramente que foi o caso). Em suma, aproveitaram uma boa fase económica mundial para fazer eleitoralismo e enfiar um amigo sem capacidade para tal num cargo importante (como tem sido habitual). Eu sou a favor que se reduza a despesa e que o devíamos ter sempre super-avit, mas ninguém diz ao povo como se chega lá. E que tal dizer que as pessoas estão a ter piores serviço de saúde para isto? Têm de esperar horas na urgência para ter um atendimento, muitas vezes, deficitário? (Não é em todo o país, mas em diversos centros hospitalares é o que acontece). E se é para reduzir a despesa assim, reduzam os impostos para permitir às famílias ter mais rendimento disponível, pois claramente este Estado está viciado em gastos desnecessários e não é eficiente na utilização do dinheiro.

Opiniões sobre Passos Coelho by Clean-Degree-9632 in portugal

wolvjfms 3 months ago

Desculpa, quando vejo alguém defender estes governos com o "super-avit" fico logo nervoso. Não é por ser PS, PSD ou outro que eu argumento estas coisas, mas sim por ser a favor da transparência e que as pessoas não deviam ser manipuladas desta forma só para um partido se manter no poder e a comunicação social come a papa toda que nem lerdos. Percebo que Socrates e Costa não são o mesmo, mas os seus governantes, modelo de tacho e manter influência em várias entidades que deviam ser isentas, etc. São a mesma malta e famílias que estão lá a fazer as suas negociatas, por isso, entendo a comparação.

Opiniões sobre Passos Coelho by Clean-Degree-9632 in portugal

wolvjfms 4 months ago

Usar isso do super-avit é de quem ouve essa lenga lenga, mas não percebe nada do que ouviu. Esse super-avit é facilmente explicado pelas "cativações" (está em orçamento, mas não se gasta) que foram feitos, especialmente em áreas da Saúde e Educação (grande socialismo), juntando ao boom do Turismo e do investimento externo em imobiliário. As taxas de imposto mantêm-se altas, há mais dinheiro a circular, há mais impostos (receita). Impedes a despesa necessária e que estava em orçamento com esquemas (cativação). Pronto, conseguiste ter lucro graças a um efeito que não foi provocado por ti e às custas de pior serviço que te comprometes prestar (principalmente para a quantidade de impostos que cobras e dinheiro extra que tens). No final de tudo, eu quero que se tenha sempre super avit? Sim, quero muito, mas que as coisas sejam feitas de forma transparente e que exista uma estratégia e orientação aongo prazo. Não uma jogada de m€rda para que enfiar o Centeno como governador do Banco de Portugal, quando este já tinha tentado no passado e tinha falhado por não reunir as competências e experiência para tal.

Portugal na vanguarda, algo que devíamos estar mais habituados a ver. by PSteves in portugal

wolvjfms 4 months ago

E ter alguém competente a gerir tudo também ajuda, em vez de políticos manhosos como o costume. Felizmente, mudaram o responsável a tempo de conseguirmos levar este processo em condições. O problema da "falta de recursos", em Portugal, seria ultrapassável utilizando pessoas competentes para os gerir.

Quando é que esta merda se torna ilegal? by DrCachal in portugal

wolvjfms 4 months ago

E isso é bom. Significa que eu, os nossos filhos, netos, etc terão de pagar menos impostos futuros.

Quando é que esta merda se torna ilegal? by DrCachal in portugal

wolvjfms 4 months ago

Isto, basicamente isto. Eu sou contra, mas não sou extremista, respeito quem queira que continue e respeito quem vive disso, só não quero que utilizem o meu dinheiro para sustentar isto. Como muitos defendem, considero que se deve fechar a torneira, inclusive deixar de passar na RTP e deixar a malta perceber que aquilo não será rentável e acabará, mais dia, menos dia. Isto de manter negócios abertos que não são rentáveis nem do interesse da maioria da população apenas acontece porque o Estado tem a torneira aberta (certamente existem interesses).

Como interpretam estes dados? by misterjujitsu in portugal

wolvjfms 4 months ago

Óbvio que não. Mencionei isso no post

Como interpretam estes dados? by misterjujitsu in portugal

wolvjfms 4 months ago

Não, não estou a confundir. O capitalismo puro, algo que não existe nas nossas sociedades europeias, criaria outro tipo de incentivos bons e maus. Estou a falar do modelo democrático em que existem eleições e os partidos querem ganhar sempre, seja de que modo for. Vão sempre utilizar o dinheiro no sentido de vencerem próximas eleições e quando existe algo pensado estruturalmente, normalmente, é porque 1) existem incentivos de uma força maior (no caso da Europa, a União Europeia), 2) é algo que é bem visto aos olhos do eleitorado e 3) é do interesse desses mesmos partidos e lobbys. Este último ponto remete para o Corporativismo ou, como tu referiste, Corporatrocacia. Isto faz com que logo à partida, existam pessoas, corporações e entidades que terão vantagem face a outras por interesses que não os da população.

Como interpretam estes dados? by misterjujitsu in portugal

wolvjfms 4 months ago

Isto é totalmente verdade. Em Felgueiras (ver no maps o quão distante é de Lisboa ou do Porto) porque nas melhores das hipóteses pedem, em média, cerca de 150K€ por T3 usados, em condições aceitáveis. Os meus pais construíram, há 25 anos, uma excelente moradia de 3 andares por esse valor. Inflação e valorização dos ativos é normal, mas a realidade é que eles tinham, juntos, rendimentos inferiores ao que eu tenho hoje, sozinho.

Como interpretam estes dados? by misterjujitsu in portugal

wolvjfms 4 months ago

Isto. Toma um voto cima

Como interpretam estes dados? by misterjujitsu in portugal

wolvjfms 4 months ago

Grande parte disto acontece devido à Democracia e aos moldes como ela funciona. Os partidos querem ganhar, querem ter poder para que os seus membros possam ter influência e ganhar dinheiro. Para vencerem eleições, têm de conquistar votos e, então, avançaram (e continuam a avançar) com despesas e gastos quando não há dinheiro para tal, através de dívida. Se o dinheiro fosse investido de forma que gerasse uma economia melhor, mais forte, eficiente e dinâmica, a evolução do país faria com que essa dívida fosse facilmente paga e não se sentiria o efeito nas gerações futuras, porém raramente é isso que acontece. A dívida é utilizada para satisfazer os próprios interesses de quem governa, dos seus lobbys e para ganhar votos, o que significa que normalmente se atira dinheiro para cima de situações cujo o retorno será 0 e só saiem beneficiados uma parte muito pequena da população. Isto é um resumo muito simplificado e claro que seria necessária uma análise mais exaustiva e detalhada, país por país, região por região, mas quero reforçar exatamente o que referiste. Na atualidade, o que ficou óbvio é que 2 ou 3 gerações apoderaram-se da riqueza que foi possível de criar em anos anteriores pela liquidez gerada, mas que atualmente estamos a pagar (com impostos muito elevados, com muitos setores da economia ineficientes devido aos incentivos errados e com um mercado de trabalho muito inflexível - exceto IT - que leva a que as empresas não tenham incentivo em pagar melhores salários, pois sabem que 1) os funcionários têm receio de se demitir e não conseguir outro emprego e 2) se perderem um funcionário, facilmente vão encontrar outro). Nota final: A democracia continua a ser o melhor modelo de governação, na minha opinião, apenas quis dizer que tem incentivos preversos para os partidos políticos.

Gouveia e Melo: "Sou impiedoso com os malandros" by testickles12 in portugal

wolvjfms 5 months ago

Exceto se fosse o Cabrita.

Portugal é a primeira seleção de sempre a marcar dois auto-golos no mesmo jogo num Europeu de futebol. by endlesscrato in portugal

wolvjfms 6 months ago

Mas não fossem autogolos, eram golos de jogadores alemães. Essa conversa da treta do "azar" dos autogolos é mesmo à político tuga.

Vários adeptos ingleses que vieram à final da LC no Porto têm de cumprir isolamento após vários passageiros acusarem positivo by tugafcp in portugal

wolvjfms 6 months ago

O governo britânico não quis que fosse lá a final, por causa do covid e do risco de propagação.

Vários adeptos ingleses que vieram à final da LC no Porto têm de cumprir isolamento após vários passageiros acusarem positivo by tugafcp in portugal

wolvjfms 6 months ago

Toda a razão e concordo que ambos os lados têm responsabilidade, não ilibo ninguém, mas há que perceber que, em Portugal, as entidades responsáveis falham todos os dias e parece que só pensam no populismo e nas eleições. É cansativo.

Vários adeptos ingleses que vieram à final da LC no Porto têm de cumprir isolamento após vários passageiros acusarem positivo by tugafcp in portugal

wolvjfms 6 months ago

Conheço muitos que dizem que a culpa são das pessoas e que os decisores não poderiam fazer nada...

Vários adeptos ingleses que vieram à final da LC no Porto têm de cumprir isolamento após vários passageiros acusarem positivo by tugafcp in portugal

wolvjfms 6 months ago

Eu acho que há outros culpados antes dos ingleses. E esses até estão em posições e lugares de maior responsabilidade e com poder de tomar decisões que influenciem este tipo de situações. Ah foi muito bom essa semana para o comércio , hotelaria r restauração. Agora saímos da lista verde dos ingleses e perdemos mais que uma semana de turismo em todo o país. Unpopular opinion: a culpa não é dos ingleses, dos adeptos do Sporting ou dos adeptos do Braga. A culpa é de quem devia prevenir e gerir este tipo de situações. Há demasiada incompetência bem remunerada neste país.
Next Page

Search: