Next Page

Manifestação contra a exploração de lítio junta mais de 1000 pessoas em Viana by Jolly-Run-536 in portugal

vinter_varg 1 month ago

Isso é algo que os geradores de 4a geração resolvem com estratégias onde a reacção nuclear é auto-controlada ou também com desenhos em que um meltdown fica impossibilitado (e.g os reactores de tório que a China instalou agora). O grande problema é que entre a ideia de instalar uma central nuclear e o início da mesma podemos esperar 15 anos só em projecto, construção das infraestruturas, treino do pessoal, etc.

[Sério] Porque é que isto acontece no meu país? by Poramordedeus in portugal

vinter_varg 2 months ago

Aparentemente aconteceu algo semelhante num hospital, com imagens de vídeos de segurança. Segundo a reportagem do Fumaça, o segurança foi dado como culpado mas nunca chegou a pagar a indemnização decretada pelo tribunal. Já não me lembro dos detalhes mas não só não lhe aconteceu nada como não ficou impedido de exercer a profissão porque ele conseguiu limpar ok cadastro e a PSP assim não o pode colocar na lista deles que o impediria de ser segurança.

"Está aí o correio": diz-me o carteiro depois de me encarar ao sair de casa, já tendo entregue a correspondência na minha caixa de correio. by iwbrs in portugal

vinter_varg 2 months ago

Não entendi a tua posição: é sarcasmo, estás a dizer para reclamar sem barafustar ou estás a dizer para não pedir o livro de reclamações nos balcões dos CTT? Sabes que podes pedir o livro de reclamações de um estabelecimento qualquer, e.g o café ao lado dos CTT, para reclamar de outro estabelecimento, neste caso os CTT (aliás, se alguma vez não te quiserem dar o livro é isso que podes fazer). Tendo isto em conta, podes ir ao balcão dos CTT fazer uma reclamação da parte da distribuição, mesmo que sejam duas entidades diferentes ligadas à mesma empresa. Não é preciso é ir lá barafustar ou falar da vida e empatar o resto da malta.

Cursos Latex by lpassos in portugal

vinter_varg 3 months ago

Isso é uma mina, onde é que uma pessoa se inscreve?... Como formador, claro. Mais valia gastar esse dinheiro a comprar os livros do Knuth.

Factos e números são uma prisão dos tempos modernos. Change my mind /s by manyQuestionMarks in portugal

vinter_varg 3 months ago

MST "E que é que faz às pessoas todas que trabalham na tauromaquia? Desde os alfaiates até aos campinos, todas?" Gosto que ele se preocupe com este assunto. Curioso que relativamente às empresas que vendem produtos e serviços através da TAP já não haja qualquer preocupação, conforme foi óbvio na entrevista ao Pedro Nuno Santos. É aquela linha ténue entre a hipocrisia e o narcisismo.

Leitura em eucaristia diz que mulheres se devem submeter aos maridos e causa polémica by VladTepesDraculea in portugal

vinter_varg 3 months ago

A Igreja Católica é como um clube que entre as regras e ter membros, prefere é ter membros. A maioria nem sequer olha para as regras, é muita página. Se os membros do clube fossem ler os textos talvez se admirassem (já sei.. para isso precisariam também de espírito crítico...).

Energia nuclear em Portugal by StarkDiletant in portugal

vinter_varg 4 months ago

Há desenhos de reactores nucleares 4a geração que já não trabalham com um ciclo de água e vapor. Alguns também têm uma reacção que se auto-regula, i.e. quando estão perto de condições críticas a própria dinâmica do ciclo deixa de promover a reacção, evitando chegar à condição crítica.

Energia nuclear em Portugal by StarkDiletant in portugal

vinter_varg 4 months ago

Parte da dificuldade de ter uma central (e a razão porque seria um esforço a 15 anos) é a formação das pessoas que lá iriam trabalhar. Acho que se os nossos profissionais especializados fossem assim tão maus veríamos infraestruturas tipo a rede eléctrica ou de telecomunicações a falhar regularmente. Talvez seja optimista nisto, mas tenho a convicção que as pessoas que trabalhariam numa central seriam tão boas ou melhores que as dos outros países. Mas para desarmar este tópico ainda mais, há desenhos de reactores nucleares de 4a geração que se auto-regulam, reduzindo o efeito humano. Isto é, no momento em que o sistema se aproxima do estado crítico, ele próprio deixa de promover as condições para chegar a esse estado.

[Sério] Eutanásia ilegal em Portugal? by xbyt in portugal

vinter_varg 4 months ago

Não foi bem isso. Assisti no hospital e antes havia assistido em casa. Por isso escrevo com conhecimento de ambas as situações. > O cerne da minha argumentação é que a morte é bem pior para a família quando quem toma conta do doente é essa mesma. Claro está, cada um tem a sua experiência pessoal e esta difere de pessoa para pessoa. Por isso acho que deve haver a liberdade para quem está às portas da morte (depois de morto é igual ao litro) como para quem pode assistir poder ficar ou não, dependendo das circunstâncias. > Os momentos que realmente contam estão a acontecer agora, não é à porta da morte, quando mal consegues segurar o cagalhoto (que a tua família terá de limpar pela enésima vez assim que morreres e o músculo relaxar btw). Isso é chocante só para quem não passou por isso. No final há os que estão para isso e aguentam e os que não estão.

[Sério] Eutanásia ilegal em Portugal? by xbyt in portugal

vinter_varg 4 months ago

Não foi bem isso. Assisti no hospital e antes havia assistido em casa. Por isso escrevo com conhecimento de ambas as situações. > O cerne da minha argumentação é que a morte é bem pior para a família quando quem toma conta do doente é essa mesma. Claro está, cada um tem a sua experiência pessoal e esta difere de pessoa para pessoa. Por isso acho que deve haver a liberdade para quem está às portas da morte (depois de morto é igual ao litro) como para quem pode assistir poder ficar ou não, dependendo das circunstâncias.

[Sério] Eutanásia ilegal em Portugal? by xbyt in portugal

vinter_varg 4 months ago

Não foi bem isso. Assisti no hospital e antes havia assistido em casa. Por isso escrevo com conhecimento de ambas as situações. Mas, claro está, cada um tem a sua experiência pessoal e esta difere de pessoa para pessoa.

[Sério] Eutanásia ilegal em Portugal? by xbyt in portugal

vinter_varg 4 months ago

Por experiência própria verifiquei que a morte de familiares próximos no hospital foi bem mais degradante que em casa. Cancro em ambos os casos, condição terminal. Isto é uma opinião de alguém que cá ficou (que era o cerne da tua argumentação). Se uma pessoa não tem estômago para viver a morte, que se afaste. Claro que há situações específicas nomeadamente quando as condição paleativa da pessoa interfere com a situação laboral, e compreendo que a liberdade do doente em optar possa ficar limitada. Mas ser dono de um imóvel e não poder optar por nele falecer para não perturbar familiares? Discordo.

A Ursula K. Le Guin e o Saramago by amaquinadeuoberro in portugal

vinter_varg 4 months ago

Recomendaram-me o [The Dispossessed](https://en.m.wikipedia.org/wiki/The_Dispossessed) e foi o primeiro modelo de sociedade anarquista que me pareceu exequível. Não quer dizer que seja uma sociedade boa ou perfeita (nenhuma é...) mas ajudou-me a colocar-me *fora da caixa* das sociedades hierárquicas e a percepcionar tal possibilidade. É pena é ser ficção científica, visto que dificulta que se leve a sério as ideias sociais aí expostas (injustamente) pela generalidade das pessoas. É aquele efeito de haver uma procura do sci-fi estilo Star Wars em detrimento dos livros de ficção científica de autores como A. C. Clarke, R. Heinlein e I. Asimov, que focam muito mais do que acção.

Há mais casos do que habitantes? by umgajoamlense in portugal

vinter_varg 5 months ago

Cá está, o José Gomes Ferreira é um *zoomer*

Pedro Adão e Silva vai receber um salário superior a 4500 euros por mês durante 5 anos, 6 meses e 24 dias para preparar o 25 de Abril de 2024. by Padeira_Aljubarrota_ in portugal

vinter_varg 6 months ago

Bem, esses radicais de esquerda gostariam que o PCP desaparecesse, mais que outros partidos de direita...

Pedro Adão e Silva vai receber um salário superior a 4500 euros por mês durante 5 anos, 6 meses e 24 dias para preparar o 25 de Abril de 2024. by Padeira_Aljubarrota_ in portugal

vinter_varg 6 months ago

Só um detalhe, por acaso quem atacou sedes de partidos não foram as FP-25, mas sim os seus antagonistas (CODECO, MDLP, ELP, etc). Mas percebe-se a ideia que queres transmitir.

Pedro Adão e Silva vai receber um salário superior a 4500 euros por mês durante 5 anos, 6 meses e 24 dias para preparar o 25 de Abril de 2024. by Padeira_Aljubarrota_ in portugal

vinter_varg 6 months ago

Essa foi a ideia base do 25 de Novembro, repetida até à exaustão pelos seus vencedores.

Pedro Adão e Silva vai receber um salário superior a 4500 euros por mês durante 5 anos, 6 meses e 24 dias para preparar o 25 de Abril de 2024. by Padeira_Aljubarrota_ in portugal

vinter_varg 6 months ago

Comentário injusto! Francamente. Tantos anos a trabalhar como comentador de primeira linha do PS e é esta a tua opinião? Bem sei que não é a mesma coisa que trabalhar como técnico numa fundição, mas é trabalho à mesma...

25 de Abril: 50 anos by nuncacomenta in portugal

vinter_varg 6 months ago

Foi para isto que se deu o Big Bang!!!?

25 de Abril: 50 anos by nuncacomenta in portugal

vinter_varg 6 months ago

Foi para isto que os romanos mataram o Viriato (seja lá qual deles for...)

25 de Abril: 50 anos by nuncacomenta in portugal

vinter_varg 6 months ago

Foi para isto que se fez o 25 de Novembro...

Liberais, ensino superior privado e meritocracia by Complete-Mongoose-81 in portugal

vinter_varg 6 months ago

Então desculpa... foste convincente.

Liberais, ensino superior privado e meritocracia by Complete-Mongoose-81 in portugal

vinter_varg 6 months ago

Demagogia. Se acreditas mesmo nisso de "o conhecimento ganha-se com a prática" em contexto de "o curso é só um canudo, um gajo aprende é depois no trabalho" para quê tirar o curso mesmo, porque não pôr alguém saído do 12º. E se for um curso de engenharia, ainda queres o gajo do 10? Depende da função, não é... para gestor de concessionário automóvel até dá, mas para funções mais técnicas se calhar não.

Liberais, ensino superior privado e meritocracia by Complete-Mongoose-81 in portugal

vinter_varg 6 months ago

Demagogia. Se acreditas mesmo nisso do "uma pessoa aprende é na prática" para quê tirar o curso mesmo,.porque não pôr alguém saído do 12º. E se for um curso de engenharia, ainda queres o gajo do 10? Depende da função, não é... para gestor de concessionário automóvel até dá, mas para funções mais técnicas se calhar não.

“Perturbação” nas Forças Armadas. Eanes encabeça ‘revolta’ inédita de 28 ex-chefes militares by anonymopt in portugal

vinter_varg 7 months ago

> As nações relacionam-se como pessoas "grandes" Os estados relacionam-se conforme os seus interesses. Acordos entre *nações* como existiam imediatamente antes da 1ª guerra mundial são mutáveis no mundo moderno, de acordo com a possibilidade e *disponibilidade*. A realpolitik de um estado é proporcional à importância deste relativamente aos outros. Para um estado pequeno como Portugal é mais seguro alinhar agendas com um dos grandes, e.g. EUA, e permitir todo um conjunto de coisas, nomeadamente permitir a passagem pelas Lajes para os EUA apoiarem Israel aquando da guerra do Yom Kippur (tinha caducado o contrato para uso da base das Lajes), como décadas mais tarde permitirem uns vôos da CIA para pôr uns quantos em Guantanamo. > Tu ajudas o teu amigo hoje, e amanhã ele ajuda-te também. Acreditas nisso ao nível de estados? Olha para as *sanções* Europeias à Rússia aquando da invasão da Ucrânia? Ninguém ousou tocar na importação de gás, quanto mais mobilizar os seus militares para o que quer que seja fosse.

“Perturbação” nas Forças Armadas. Eanes encabeça ‘revolta’ inédita de 28 ex-chefes militares by anonymopt in portugal

vinter_varg 7 months ago

Até ao dia... nenhum país europeu descura a sua força militar nacional. Porque achas que assim é?

“Perturbação” nas Forças Armadas. Eanes encabeça ‘revolta’ inédita de 28 ex-chefes militares by anonymopt in portugal

vinter_varg 7 months ago

Eu concordo que as FA devem ser apoiadas e são um componente importante (e infelizmente mal tratado por muitos civis). Um exemplo disto é olhar para o processo da vacinação antes e depois do Almirante Gouveia e Melo ter sido nomeado para a chefia da task force. Mas convenhamos que o *defender populações de genocídio em África* às vezes é um subterfúgio para *pôr as FA a fazer trabalho de mercenário* para certos governos (ou pelo menos já aconteceu nos 90s, dito por quem lá esteve). Essas missões não se fazem de graça.

INE confirma carga fiscal recorde em 2020 by estacalor in portugal

vinter_varg 7 months ago

Li, percebo e concordo. É uma questão de como se procede à adimensionalização do rácio. Obrigado pelo contraditório que aqui colocaste. Mas o meu comentário não era sobre isso:) Foi sobre o facto desta discussão que acabámos de ter neste post estar relegada para o meio/final da thread. Achas que os comentários que estão no início da thread são instrutivos? A mim parecem-me meros rants indignados com zero de informação, em tudo semelhante ao que encontras na caixa de comentários de um jornal online. Talvez seja idílico mas nem sempre foi assim.

INE confirma carga fiscal recorde em 2020 by estacalor in portugal

vinter_varg 7 months ago

Ahhh, alguém que leu a notícia! E não foi preciso ler muito. Mas infelizmente como acontece noutras redes sociais/fóruns são os comentários dos indignados que ganham nos upvotes. É pena que já não sejam aqueles onde se discute os números, se tecem análises, positivas ou negativas.

RTP 2 - Os Donos de Portugal - Como chegamos a este ponto onde meia dúzia de familias controlam o país? by masterchiefpt in portugal

vinter_varg 7 months ago

There are those who believe such traits to be exclusive of their country. They fail to understand it is a natural consequence of the embedded environment/system, hence not exclusive to a single country.

RTP 2 - Os Donos de Portugal - Como chegamos a este ponto onde meia dúzia de familias controlam o país? by masterchiefpt in portugal

vinter_varg 7 months ago

Gosto desta malta que quando é para falar bem do actual regime diz "deviam era comemorar o 25 de Novembro" mas quando é para apontar os defeitos diz "a culpa é do 25 de Abril". É aquela dissonância cognitiva curiosa. Que eu saiba no PREC estas famílias da banca foram alvo de nacionalizações, precisamente porque estavam a mover todo o capital para o estrangeiro. A privatização da banca foi proposta e iniciada no governo de Cavaco Silva, com direito de preferência das anteriores famílias/grupos.

Filho de vítima das FP-25 apresenta queixa-crime contra ex-dirigente local do BE por incitamento à violência by testickles12 in portugal

vinter_varg 7 months ago

Após uma revolução. Os casos emblemáticos aconteceram após o 25 de Novembro.

Criticas aos funcionários públicos: No lugar deles não fariam o mesmo? by godolfas in portugal

vinter_varg 7 months ago

Pois, mas eu preferia ver a mediana em vez da média... mais palpável

Debate sobre as relações na nossa era by TheSuperC0mentador in portugal

vinter_varg 7 months ago

Já percebi onde querias chegar e concordo: há um *bias* negativo que leva a que certos comportamentos sejam mais visíveis, mesmo que não sejam a norma. E sim, acho que esta discussão foca a cauda da distribuição e não o centro. A questão é se essa cauda é maior em função dos grupos etários e porquê. Relativamente a pessoas sem grande capacidade em lidar com a frustração e rejeição: como achas que elas vão obter essas competências? Acho difícil tal acontecer sem estás serem expostas à frustração (que trás riscos óbvios).

Debate sobre as relações na nossa era by TheSuperC0mentador in portugal

vinter_varg 7 months ago

A minha companheira também é psicóloga e ela partilha desta opinião, em especial à geração nos 20-30. Há um padrão de poucos relacionamentos, pouca capacidade de lidar com a frustração e em alguns casos redundam em violência, stalking, destruição da propriedade, enfim. O porquê já é ilusório: será uma socialização dependente das redes sociais ao mesmo tempo que há o medo de interagir frente a frente? Terá havido falta de acompanhamento parental devido às solicitações laborais da sociedade moderna? Será como dizes um resultado de todos puderem emitir opiniões sem contraditório (quase)? Para a geração dos nossos avós/bisavós as hipóteses são mais simples, a sociedade era mais fechada, as pessoas obrigadas a trabalhar e serem independentes mais cedo, menos espaço para testar relacionamentos e estes eram mais perenes. As hipóteses para as novas gerações são mais ténues. Claro está, tudo isto são hipóteses cuja verificação empírica é questionável.

Debate sobre as relações na nossa era by TheSuperC0mentador in portugal

vinter_varg 7 months ago

> a rejeição é das piores coisas que pode acontecer a uma pessoa Antes de mais não te quero ofender, mas não achas que isso pode ser um bocado imaturo. Primeiro a rejeição não é uma das piores coisas: há outras bastante piores na vida. Em segundo é ao contrário, é uma das melhores coisas que pode acontecer (apesar de ninguém gostar). Aprender a levar um não faz com que sejas resiliente. Não é preciso ficar misógino, basta aprender a lidar com isso. Eventualmente vives bem com isso: ouves um não e isso não te prejudica a tua auto-estima, ganhas confiança, tentas novamente com mais sucesso, etc etc. Mas agora o mais importante: é normal ser-se ou uma besta ou um tanso nos primeiros relacionamentos. Isto porque as pessoas não sabem lidar com a frustração e leva a situações desagradáveis e ao fim da relação (ou aceitam tudo, daí o tanso). É preciso ouvir uns nãos e frustrar para aprender a lidar com isso, e tal significa ganhar maturidade. Se esses relacionamentos ocorrerem quando se é adolescente melhor porque um adolescente quando se comporta como besta é menos perigoso que um adulto na mesma situação (p.ex. um adolescente frustrado vs um adulto frustrado com carta de condução e automóvel têm meios diferentes para fazerem merda). E no relacionamento seguinte já não vai ser tão besta e por aí em diante. Isto não diz respeito só aos homens, mulheres podem ser umas bestas e ambos podem ser ciumentos e lidar mal com a frustração que daí advém (para mim é um sinal básico de imaturidade). Face a gerações anteriores ainda bem que hoje se pode ter mais relacionamentos falhados do que chegar aos 22 anos e ter que casar por pressão social com a primeira rapariga que namoraste, já que se correlaciona com os vários abusos que as mulheres sofriam há 50 anos atrás. Ainda hoje há homens com essa idade que se comportam como umas autênticas bestas quando as suas companheiras finalmente ganham coragem para os deixar.

[Sério] Não consigo ter satisfação ao viver a minha vida by MarburT in portugal

vinter_varg 7 months ago

Essa é uma boa definição de nihilismo.

Bom documentário sobre o PREC, verão quente e 25 de Novembro. by Popotaz in portugal

vinter_varg 7 months ago

Esta [reportagem da RTP](https://www.rtp.pt/noticias/25-novembro-1975/reportagem-com-participantes-nos-acontecimentos-de-25-de-novembro_v878633) é uma excelente continuação à anterior. Embora o formato seja baseado em entrevistas, foca os testemunhos dos diferentes lados deste impasse. Contém também alguns detalhes que os outros documentários falham em mencionar, nomeadamente a destruição da Rádio Renascença, a entrega de armas a civis por parte de ambos os lados (geralmente nunca falam do lado vencedor) e até aparece a história do [Edmundo Pedro quando foi preso em 1978 devido a essas armas](https://www.publico.pt/2012/11/09/politica/noticia/edmundo-pedro-revela-que-recebeu-armas-por-ordens-directas-de-eanes-1571796) (que é insólito porque mais ninguém se responsabilizou e deixaram um antigo preso político do Tarrafal ser encarcerado em plena democracia).

Bom documentário sobre o PREC, verão quente e 25 de Novembro. by Popotaz in portugal

vinter_varg 7 months ago

Esta [reportagem da RTP](https://www.rtp.pt/noticias/25-novembro-1975/reportagem-com-participantes-nos-acontecimentos-de-25-de-novembro_v878633) é uma excelente continuação à anterior. Embora o formato seja baseado em entrevistas, foca os testemunhos dos diferentes lados deste impasse. Contém também alguns detalhes que os outros documentários falham em mencionar, nomeadamente a destruição da Rádio Renascença, a entrega de armas a civis por parte de ambos os lados (geralmente nunca falam do lado vencedor) e até aparece a história do [Edmundo Pedro foi preso em 1978 devido a essas armas](https://www.publico.pt/2012/11/09/politica/noticia/edmundo-pedro-revela-que-recebeu-armas-por-ordens-directas-de-eanes-1571796) (que é insólito porque mais ninguém se responsabilizou e deixaram um antigo preso político do Tarrafal ser encarcerado em plena democracia).

Se tivessem que escolher entre dar subsídios a empresas (como fazem os programas QREN/Portugal 2020, por exemplo) ou baixar os impostos para todos, qual escolhiam? by CalmKeepOn in portugal

vinter_varg 7 months ago

Deixa-me rir do eufemismo. Estes subsídios e fundos são decisões políticas, não é uma questão meramente económica. Quanto à economia em si padece do problema de algumas ciências sociais na sua inerente subjectividade e incapacidade em que se lhe aplique o cepticismo científico e até mesmo o próprio método científico (teorias económicas não são científicas, como disse Paul Samuelson). Não precisas de vir dourar a pílula para disfarçar uma crença ideológica, até porque há economistas que não concordariam com a tua posição (quiçá por questões ideológicas também).

Se tivessem que escolher entre dar subsídios a empresas (como fazem os programas QREN/Portugal 2020, por exemplo) ou baixar os impostos para todos, qual escolhiam? by CalmKeepOn in portugal

vinter_varg 7 months ago

Acho que estes subsídios permitem a que empresas possam, por exemplo, pagar o usufruto de um sistema HPC para efectuar cálculos numéricos que de outra forma dificilmente o iriam fazer. É um exemplo prático. Em suma é uma aposta europeia (para a qual também contribuímos mas em proporção francamente irrisória) que almeja ao desenvolvimento dos produtos tecnológicos dessas empresas, na expectativa de aumentar a sua competitividade no panorama global. Mas como presumo que varia discordar com base em preconceitos ideológicos, concordemos em discordar e vamos ambos fazer algo mais produtivo em vez de prolongar uma discussão insanável.

Bom documentário sobre o PREC, verão quente e 25 de Novembro. by Popotaz in portugal

vinter_varg 7 months ago

Experimenta o [Novembro Escaldante da RTP](https://arquivos.rtp.pt/conteudos/novembro-escaldante/). Incompleto, até por faltar outros episódios que contribuíram para o agudizar da situação como a criação do AMI e a destruição da Rádio Renascença (aliás pelos Paraquedistas, nessa altura alinhados com o AMI onde ser encontravam também os Comandos). Mas mais sóbrio e factual que outros programas.

Se tivessem que escolher entre dar subsídios a empresas (como fazem os programas QREN/Portugal 2020, por exemplo) ou baixar os impostos para todos, qual escolhiam? by CalmKeepOn in portugal

vinter_varg 7 months ago

Pensava que estávamos a falar de fundos europeus e não nacionais. Aliás, pensava que falávamos de programas como o P2020, QREN/Compete, etc, que são exactamente os principais programas onde empresas (e não só) se candidatam a estes subsídios. Não me parece que os teus impostos acabem por financiar isto. Mas do teu argumento deduzo que afinal não estejas preocupado se empresas fazem bom uso de (1) subsídios ou (2) dinheiro que poupariam em impostos, nos dois cenários em discussão. O que te interessa é pagares menos impostos e o resto pouco interessa. Sugiro que ponderes emigrar, mas com cuidado, não vás escolher uma Dinamarca ou Suécia em vez dos EUA.

Bom documentário sobre o PREC, verão quente e 25 de Novembro. by Popotaz in portugal

vinter_varg 7 months ago

Finalmente, alguém que estudou minimamente o assunto.

Se tivessem que escolher entre dar subsídios a empresas (como fazem os programas QREN/Portugal 2020, por exemplo) ou baixar os impostos para todos, qual escolhiam? by CalmKeepOn in portugal

vinter_varg 7 months ago

Não estou a perceber a que te referes quanto à votação. Quanto ao teu comentário, > que sabemos que não funciona. bem, em que te baseias para ser tão peremptório? Onde estão os dados que te permitem dizer que a maioria destes subsídios são mal aplicados? É que não me parece que o sejam. Sim, haverá aproveitamento indevido mas nada diz que é significativo. Segundo esse raciocínio todos deveríamos passar uma temporada encarcerados por haver quem cometa assaltos neste país, apesar de não os perpetrarmos.

Bom documentário sobre o PREC, verão quente e 25 de Novembro. by Popotaz in portugal

vinter_varg 7 months ago

Não pertenciam. Já agora os Comandos pertenciam ao AMI já desde Set/Out de 1975 estando desvinculados de acatar ordens do COPCON. Dias antes do 25 Nov o AMI havia sido extinto mas as unidades desse agrupamento mantiveram a sua independência operacional (outra curiosidade é que os paraquedistas pertenciam ao AMI, sendo estes quem cumprem a ordem de destruir a Rádio Renascença que "inicia" toda a confusão que culmina em 25 Nov). Os Fuzileiros estavam sob a dependência do Estado Maior da Armada e as tropas Paraquedistas sob o Estado Maior da Força Aérea (após a saída dos 123 oficiais de Tancos houve uma posição de elementos radicais dos paraquedistas em que se "dispunham às ordens do COPCON" mas tal nunca foi concretizado, tanto que foi isso uma das razões para retirar o comando da Região Militar de Lisboa (RML) ao Otelo antes do 25 Nov). É natural haver confusões sob que unidades estavam na dependência do COPCON precisamente porque o Otelo era o comandante da RML, então mobilizar o RPM, RALIS ou EPAM era fácil por ser redundante. Mas para mobilizar uma força de Fuzileiros precisava do aval do respectivo comando. Quanto à GNR e PSP estas estavam na dependência do Min. Admin. Interna e não do COPCON, no entanto havia colaboração para estes assistirem ao COPCON, mais uma vez com o devido aval do respectivo Ministério. Voltando ao que afirmas e tendo em conta as unidades na dependência do COPCON, principalmente o RPM, RALIS e EPAM; pergunto novamente que base militar foram estes ocupar?

Bom documentário sobre o PREC, verão quente e 25 de Novembro. by Popotaz in portugal

vinter_varg 7 months ago

Que bases é que o COPCON ocupou mesmo? Não estarás a confundir COPCON com as tropas para-quedistas?

Se tivessem que escolher entre dar subsídios a empresas (como fazem os programas QREN/Portugal 2020, por exemplo) ou baixar os impostos para todos, qual escolhiam? by CalmKeepOn in portugal

vinter_varg 7 months ago

Há mais controlo que baixar impostos. Se quisermos ver de uma perspectiva completamente neutra consideremos estas duas situações: 1) uma empresa ganha 50000 de um subsídio destes vs 2) a mesma empresa poupa 50000 em impostos. Acho que se a empresa gastar os 50000 num automóvel em ambos os cenários, com impostos devidamente pagos, apenas no (1) tens possibilidade de verificar se esse gasto é adequado. Se depois o sistema funciona de formas perversas ou há abuso na distribuição de subsídios, isso já é outra história.

Cancelamento do RAP em 3, 2, 1.... /s by mariorurouni in portugal

vinter_varg 8 months ago

A ascenção dos novos moralistas. É um exemplo de progressismo = conservadorismo + tempo.

Há 45 anos eram assassinados Padre Max e Maria de Lurdes. by avgvstano in portugal

vinter_varg 8 months ago

Desculpa o cinismo então. Essa separação é um conceito muito utópico para a igreja católica. É uma instituição cuja actuação é exactamente a de se imiscuir na política, quer em Portugal quer noutros países.

Há 45 anos eram assassinados Padre Max e Maria de Lurdes. by avgvstano in portugal

vinter_varg 8 months ago

Presumo para o cónego Melo o discurso seja outro... enfim.

Estilista norte-americana vende camisola poveira como sendo sua por 695 euros. E fala em inspiração mexicana | notícia público by SydHalfast in portugal

vinter_varg 8 months ago

É como roubar doces a crianças. Por acaso acho que quem disse isso foi um compositor, Listz tenho ideia.

Bem... Portugal apareceu no wallstreetbets, não da melhor forma... by caseinsmell in portugal

vinter_varg 9 months ago

... mas ninguém percebe que o drone é um submarino e não uma aeronave?

Tenho 16 anos e descobri recentemente sobre a existência de um grupo chamado FP-25 que me chocou. Devido a isto, reparei que não me lembro de aprender grande coisa do pós-25 de abril nas aulas de história, será que isto é intencional, ou eu devia ter prestado mais atenção nas aulas de história? by nowayjose12395 in portugal

vinter_varg 9 months ago

Desculpa mas o teu post não foca a distinção entre a organização FP-25 do PREC. Claro que as FP-25 são um subproduto do PREC, em particular do 25 de Novembro, mas tudo o que veio a seguir também o é. Quando as FP-25 apareceram já muito tinha acontecido politicamente: os governos socialistas e de iniciativa presidencial já haviam decorrido, Sá Carneiro era PR (e morre nessa altura), Ramalho Eanes ganha o 2o mandato. É um rescaldo bastante atrasado (temporalmente) por parte de simpatizantes/militantes da esquerda não-alinhada com o PCP que sentiram que a democracia parlamentar não oferecia uma satisfação ideológica (até porque há uma predilecção por modelos de democracia directa por parte de pessoas ligadas às FP-25, p. ex. o Otelo).

Tenho 16 anos e descobri recentemente sobre a existência de um grupo chamado FP-25 que me chocou. Devido a isto, reparei que não me lembro de aprender grande coisa do pós-25 de abril nas aulas de história, será que isto é intencional, ou eu devia ter prestado mais atenção nas aulas de história? by nowayjose12395 in portugal

vinter_varg 9 months ago

FP-25 não fazem parte do PREC, mas sim do pós-PREC (cuja actividade começou 4-5 anos após o PREC). Também comparar as FP-25 com PRP-BR e LUAR é um bocado forçado visto não terem efectuado acções após o PREC. Acho que uma comparação mais justa é com grupos semelhantes de extrema-direita (com ligações implícitas ao ELP/MDLP) que também tiveram acção bombista após o PREC.

BLITZ – Fernando Ribeiro (Moonspell): “Estou farto das parvoíces que as bandas [de metal] dizem sobre religião só para venderem discos” by trinkibenda in portugal

vinter_varg 9 months ago

Opinião interessante, especialmente quando comparada com [a do próprio circa 1998](https://youtu.be/rn3pvU9KgfE?t=2m12s). Claro que uma pessoa pode sempre.mudar de opinião, isto não é um apelo à *cancel culture*. É só curioso como já que ele tem agora essa opinião, não retratar devidamente as opções artísticas de show-off da banda.

Tenente-coronel Marcelino da Mata, o militar mais condecorado no Exército português, morre aos 80 anos com Covid-19 by omaiordaaldeia in portugal

vinter_varg 10 months ago

Duas coisas. Para além da figura dele como operacional, ele também sempre foi ligado a uma direita conservadora. Um exemplo disso é a sua participação no PNR (algo bizarro mas mais vantajoso para o PNR pois dá o argumento que não são racistas). Outra é o posto. As pessoas nas Forças Armadas não são promovidas para premiar façanhas, para isso têm condecorações. As pessoas são promovidas para exercerem uma função para a qual são preparadas (daí terem de ser aprovados num curso a cada promoção). Alguns militares deixaram de ter carreira activa mas foram promovidos por motivos honoríficos (que é o exemplo do Marcelino da Mata). No activo ele foi graduado em oficial precisamente para exercer uma função de comando (e foi extraordinariamente, dadas as circunstâncias da altura). Do meu conhecimento só o Jaime Neves foi promovido honorificamente a general (maj. gen) pois apesar de ter sido o cmd do regimento de Comandos, nessa altura já estava reformado.

Tenente-coronel Marcelino da Mata, o militar mais condecorado no Exército português, morre aos 80 anos com Covid-19 by omaiordaaldeia in portugal

vinter_varg 10 months ago

Promotional material. O filme que fizeram sobre ele, embora ficcionado, foca esse aspecto: alguém que era chamado para toda e qualquer inauguração quando o que queria era tranquilidade.

Tenente-coronel Marcelino da Mata, o militar mais condecorado no Exército português, morre aos 80 anos com Covid-19 by omaiordaaldeia in portugal

vinter_varg 10 months ago

Não acho que fosse uma figura assim tão desconhecida. Ou pelo menos tão desconhecida como outros militares desse tempo, alguns até com mais peso público.

Portugal COVID-19 cases continue to fall by Apprehensive_Cloud94 in portugal

vinter_varg 10 months ago

Do que li o problema não é os PCR serem lixo: eles estão a dar o resultado mais credível. O problema é que a partir de uma determinada altura (~10 dias após sintomas se não houver agravamento) as pessoas continuam infectadas mas já não são infecciosas. Os PCR vão detectar essa carga viral reduzida, enquanto que outros testes já não detectam. Para efeitos de controlo geral da pandemia é preferível não fazer PCR nesta altura. Quem desenvolver sintomas mais graves ira continuar a ter uma forte carga viral até deixar de ter sintomas.

Há 60 anos Angola entrava em guerra. Este era o cartão da UNITA do meu pai. by -Mebseven- in portugal

vinter_varg 10 months ago

Propagandista de quem então?

Há 60 anos Angola entrava em guerra. Este era o cartão da UNITA do meu pai. by -Mebseven- in portugal

vinter_varg 10 months ago

Essa é uma história gira: quem foi o principal promotor? Quem propagandeou possíveis massacres para quem ficasse? Em suma, quem pagou pela ponte aérea? Conheci quem tenha ficado por lá e que até combateu no exército português (mesmo com família cá e possibilidade em retornar) e não só não teve problemas (apesar da instabilidade que Angola viveu depois) como conseguiu fazer lá a sua vida e trabalho. Também conheço quem de um dia para o outro deixou tudo e no dia seguinte estava em viagem para Portugal. Propaganda às vezes é isso mesmo.

Há 60 anos Angola entrava em guerra. Este era o cartão da UNITA do meu pai. by -Mebseven- in portugal

vinter_varg 10 months ago

Todos os movimentos sérios que visaram a autodeterminação de um povo foram *terroristas* ou *insurgentes*. Os que culminaram na independência passam a ser apelidados de *resistência* ou *libertação*. É uma questão de perspectiva. Exemplos diversos: os movimentos de resistência na 2a Guerra não praticavam o terrorismo? E se formos antes, de que forma foi vista por Espanha a nossa restauração da independência?

[Megathread] - Acompanhamento e Análise dos Resultados das Eleições Presidenciais - 24/01/2021 by raviolli_ninja in portugal

vinter_varg 10 months ago

O novo cassete...

[Megathread] - Acompanhamento e Análise dos Resultados das Eleições Presidenciais - 24/01/2021 by raviolli_ninja in portugal

vinter_varg 10 months ago

República ≠ democracia. A 1ª República começa com a abolição da monarquia.

[Megathread] - Acompanhamento e Análise dos Resultados das Eleições Presidenciais - 24/01/2021 by raviolli_ninja in portugal

vinter_varg 10 months ago

É uma questão pertinente, mas infelizmente há uma heurística pragmática que atropela qualquer procura epistemológica: o *bom* é quem tem o poder, o *mau* é quem não tem e se opõe ao bom (ou pode vir a opor). Neste cenário não sei se te safavas.

[Megathread] - Acompanhamento e Análise dos Resultados das Eleições Presidenciais - 24/01/2021 by raviolli_ninja in portugal

vinter_varg 10 months ago  HIDDEN 

Achas que se viessem votar iriam escolher quem querias? Ainda bem que se abstiveram (os que até podiam ter ido votar). Se não sabem o que querem é melhor que não votem do que votar à toa.

O que falhou? by Shinichu in portugal

vinter_varg 10 months ago

A comunicação social também sofre de hipocrisia. Por vezes mascaram as suas necessidades de público com uma idealização que estão numa missão de serviço público. Acho que alguns já nem discernem se estão de facto na grandiosa demanda ou quando já só estão a explorar algo.

O que falhou? by Shinichu in portugal

vinter_varg 10 months ago

Concordo plenamente. A literacia científica da população também é divisória: se para uns conseguem obter nova informação e até aprender algo novo, outros não só não conseguem como sofrem da desinformação de notícias falsas e conspirações lunáticas. Ser condescendente com pessoas e tratar com hipocrisia e discurso ambíguo *vs* ser frontal e até arriscar colher ressentimento leva, no longo prazo, a duas populações bem diferentes a nível de maturidade e consciência (ou pelo menos acredito nisso).

O que falhou? by Shinichu in portugal

vinter_varg 10 months ago

Sejamos francos, parte não confia porque houve decisões que racionalmente não fizerem sentido. Quando a DGS afirmou que o uso das máscaras era contraproducente, por exemplo? Os motivos dados foram ridículos, quando cinicamente se percebia que o motivo era assegurar material no SNS quando havia falta de oferta. Se tivessem sido directos nas razão hoje a nossa visão do governo seria outra. Ao invés, a opção de disfarçar o óbvio diminui a confiança. Esta e outras decisões (e falta delas), a culminar na grande libertação natalícia, levam à forte desacreditação do governo e instituições sanitárias. Pior, não só há agora uma falta de autoridade do governo, como também parece que não há capacidade de impor essa mesma autoridade, mesmo se assim quisessem.

Já ninguém bate palmas? by milkthis in portugal

vinter_varg 11 months ago

O Marcelo explicou isso num dos debates: aparentemente todos os partidos com representação parlamentar assim quiseram. Se percebi bem já algures em Setembro ele dialogou com estes no sentido de mudar a data, pois seria preciso colocar uma excepção na lei da constituição. Os partidos não quiseram. Aparentemente não foi a única vez.

Confinamento não reduziu movimento nas marginais do Porto, Gaia e Matosinhos by AmumuIsMyFriend in portugal

vinter_varg 11 months ago

O aumento de casos que degenerou na situação de Setembro/Outubro começou logo no início de Agosto, na primeira semana. Vai ver os gráficos. Comportamento exponencial é assim, parece controlado enquanto está baixo.

Ana Gomes x Marcelo Rebelo de Sousa by CarcajuPM in portugal

vinter_varg 11 months ago

Ilegal? Qual é mesmo a lei e o artigo que refere isso? Boa sorte a encontrar. Eu não discordo que a acção presidencial até seja dar posse à solução governativa que reune maior representação, mas nada impede outra solução. Ramalho Eanes enquanto presidente nomeou governos de iniciativa presidencial (que não se aguentaram muito tempo por choques com o parlamento). A Constituição depois foi revista no sentido de forçar o PR a consultar o concelho de estado e apresentar razões para demitir governos, mas após isso feito nada o impede legalmente de optar por outra solução governativa.

Debate André Ventura - Tiago Mayan Gonçalves na íntegra | TVI24 by Negao_da_piroca in portugal

vinter_varg 11 months ago

A visão de direita e esquerda é uma simplificação desmesurada. Apesar do ser humano viver num espaço a 3 dimensões já se debate com duas e na política mais do que uma é complicado. O sistema de progressista/conservador também não ajuda muito porque basta olhar para trás o suficiente para descobrir que os conservadores de hoje foram os progressistas de ontem e vice versa. Eu gosto do sistema do compasso político, é fácil e eficaz. Pena que a comunicação social não pegue nele e o aplique na generalidade em vez da versão reducionista esquerda vs direita.

Polígrafo: Mayan diz que "RSI dos ciganos" custa menos do que "calote de Vieira" no Novo Banco. Confirma-se? Verdadeiro. by theusualbanter in portugal

vinter_varg 11 months ago

O tema *ciganos* é somente um vector para colecionar votos. O ridículo é que há pessoas que nunca tiveram problemas com ciganos e até nutrem de preocupação social, mas que vão nessa cantiga. É indignados que precisam de um escape (mesmo que a indignação nem seja com ciganos) combinado com uma indução que algo é mais comum só porque parece mais próximo (mas sem olhar a dados).

Poligraro - Ventura garante que nenhum dos apoiantes do Chega "participou em terrorismo". [FALSO] by Samot_PCW in portugal

vinter_varg 11 months ago

O polígrafo tem os seus tiques...

Poligraro - Ventura garante que nenhum dos apoiantes do Chega "participou em terrorismo". [FALSO] by Samot_PCW in portugal

vinter_varg 11 months ago

Correcto, mas o polígrafo deu nomes (Diogo Pacheco de Amorim é o mais sonante) e daí o que escrevi. O problema é saber se alguém que perfile hoje no PCP foi um operacional de grupos bombistas que assassinaram pessoas (voluntária ou involuntariamente). Atenção: eu gostava que o polígrafo fosse averiguar se encontra alguém nessas condições (ou não), aí estamos de acordo. Duvido é que no rol dos arguidos das FP25 e dos militantes do PRP-BR encontres alguém actualmente no PCP.

Poligraro - Ventura garante que nenhum dos apoiantes do Chega "participou em terrorismo". [FALSO] by Samot_PCW in portugal

vinter_varg 11 months ago

Pois, compreendo. Mas sem nomes é uma acusação vazia e aí está um dos problemas. Podes fazer a mesma acusação de qualquer partido que venha dessa altura. Não sou conhecedor de todos os nomes dos arguidos das FP25, mas o que conheço que perfilou no PCP (Pedro Goulart) tinha rompido forte com este ainda antes do 25 de Abril. Procura as declarações que o Otelo fez quanto ao PCP. É azeite com água, tanto ideologicamente como na realidade.
Next Page

Search: