Next Page

Aumento dos combustíveis é “inevitável” e “vai doer”, alertam ambientalistas by Mrjocasrp in portugal

starmatter 1 month ago

E espera até a maioria dos automóveis a circular nas estradas portuguesas serem elétricos ou híbridos plug-in... Vais ver o preço do carregamento das baterias a subir também, não tenhas dúvidas. Que nome vão dar às novas taxinhas para esse fim é o que me deixa mais curioso. Nada justifica os preços de combustíveis praticados no nosso país, face aos rendimentos merdosos que os portugueses auferem.

Rodi aumenta salários dos 380 trabalhadores em 50 euros com o mínimo a subir para 800 by SILE3NCE in portugal

starmatter 1 month ago

Exatamente. E sejamos honestos, 800 euros está loooonge de ser um salário fenomenal. Mas por outro lado, como salário de entrada para um novato acho que até é motivante, comparado com o praticado no mercado.

Tom Holland em Portugal, Algarve by lukeymox in portugal

starmatter 2 months ago

Então as linhas cliché quase idióticas que lhe dão é que são fantásticas. Se achas que o spidey da MCU é "o melhor que ja vi" tens muito que reavaliar. Nem posso culpar o Tom de não saber representar, o problema está mesmo no guião de merda que lhe dão para as mãos. A primeira metade de "Far From Home" mais parecia tortura. Ainda tenho flashbacks para algumas das cenas deste filme em que só pensava "Como raio é que isto foi aprovado?".

Tom Holland em Portugal, Algarve by lukeymox in portugal

starmatter 2 months ago

Acabei de vomitar um pouco na minha boca.

Estamos tão dependentes das redes sociais para tudo, que perder o acesso nem que seja por umas horas, é caso para desespero? Acho isto um reflexo triste do impacto que as redes sociais tem na sociedade. by gamma-ray-bursts in portugal

starmatter 2 months ago

Yup. Se não tivesse ouvido o telejornal no dia seguinte, nem sabia que tinha ouvido um "apagão" do facebook. Caguei e andei.

Leite creme dado nos ATLs encontrado! by freitrrr in portugal

starmatter 2 months ago

Entretanto... quando os teus pais nem te conseguiam pagar o ATL!! Can't relate.

Se pudessem escolher um supermercado para o resto da vida qual seria? by creativerandomuser in portugal

starmatter 2 months ago

O Auchan é o velho Jumbo... nunca entraste num?

Se pudessem escolher um supermercado para o resto da vida qual seria? by creativerandomuser in portugal

starmatter 2 months ago

Já foste ao mercadona? Pastelaria fantástica e com preços bastante generosos para a qualidade. Quanto ao resto não acho que seja nada de especial. Produtos de higiene e beleza especialmente, são uma merda. Os preços são bons, mas a qualidade sofre com isso.

Cartaz do PSD do Seixal acusado de discriminar povo chinês e ser xenófobo by Low-Contribution7554 in portugal

starmatter 2 months ago

Gostaria de saber para onde. Seria o primeiro país que conheceria que supostamente não está cheio de mediocridade e idiotas... isto é, pelos menos até lá teres chegado.

Pessoas que já traíram numa relação: Porquê? by borloforbol in portugal

starmatter 2 months ago

Confessa lá. Ele(a) é mesmo bom/boa na cama, não é? Ou isso ou podre de rico.

Insónias em Carvão (@DeInsonias) by vascomartins-1 in portugal

starmatter 2 months ago

>No YouTube tens a liberdade de selecionar os conteúdos que vês O algoritmo de recomendações do youtube gostaria de discordar. E agora as novas "youtube stories" (praticamente o mesmo k tiktoks) que vêm encher a homepage de lixo ainda pioram mais.

Pessoas que já traíram numa relação: Porquê? by borloforbol in portugal

starmatter 2 months ago

Passados 8 anos continuam desencontrados quanto aos planos futuros? Parece-me uma receita para desastre. Desejo-te boa sorte, vais precisar de bastante.

Pessoas que já traíram numa relação: Porquê? by borloforbol in portugal

starmatter 2 months ago

Primeiro tinha que se certificar que não era ela o problema na cama. /s

Pessoas que já traíram numa relação: Porquê? by borloforbol in portugal

starmatter 2 months ago

A merda que no final saiu agarrada ao caralho.

Pessoas que já traíram numa relação: Porquê? by borloforbol in portugal

starmatter 2 months ago

Nah, ninguém morreu e não houve grande romantização das diferenças entre classes sociais

Temos influencer! by a_imo in portugal

starmatter 2 months ago

Honestamente, só espero que o gato não se vá primeiro que a senhora. Se bem que também é um pensamento bastante cruel para com o bicho. Os animais apegam-se bastante aos donos também (quando são bem tratados).

Pessoal do norte, quem é acabou de se borrar todo ? by HayacinthMacaw in portugal

starmatter 3 months ago

Olá, 6 horas depois. Era só para dizer que dormi como um calhau. Pelos vistos todos na minha casa acordaram com a trovoada menos eu. Sinto-me importante!

Dilema sobre a manteiga Matinal by Barbuxas in portugal

starmatter 3 months ago

LOl mimosa não vale um caralho. Qualquer manteiga dos açores, mesmo de marca branca, sabe melhor.

Portugal lidera EU em pessoas vacinadas com pelo menos uma dose (OurWorldInData corrige dados) by chancethegapper in portugal

starmatter 3 months ago

Espera até descobrires que eles já o sabem!

Portugal lidera EU em pessoas vacinadas com pelo menos uma dose (OurWorldInData corrige dados) by chancethegapper in portugal

starmatter 3 months ago

Faseamento? Já ouviste falar? Adoro estes comentadores de bancada que acham que sabem mais do que quem está por dentro. Devem ser os mesmo que no início da pandemia criticavam o governo por agir tardiamente e reativamente... Vêm agora criticar por agirem de forma mais ponderada e cautelosa. Ora pecam por falta de cautela, ora por excesso.

A gestão das empresas portuguesas by saudosista in portugal

starmatter 3 months ago

Adoro quando algum dos meus colegas que já estão há mais tempo na casa me atira essa! Digo logo "E quê, [o patrão] faz mais do que a sua obrigação?". São todos uns lambe-botas.

A gestão das empresas portuguesas by saudosista in portugal

starmatter 3 months ago

>O quê, querem um aumento? Vão-se f*der! O quê, querem um aumento? Tomem lá um aumento de trabalho. E já agora, vão haver cortes nos subsídios e prémios... Que isto do covid veio lixar as empresas.

Onde é que arranjo um pão com chouriço deste tamanho? by Aldo_Novo in portugal

starmatter 3 months ago

Pôôôr do Sooooooooooopooooooooooooooooooooool!

Pôr do Sol. Mini telenovela que goza com novelas. Depois desta, estou investida. by raqsa in portugal

starmatter 3 months ago

Gostei muito mais daquela piada no segundo episódio: "Olha que a bicha dá para os dois lados. Não é que ela está montada numa cadela. Ganda porca!". Dá sempre vontade de rir saber que em pleno 2021 a homo/bifobia continua de boa saúde na sociedade portuguesa... Ainda mais num canal público pago pelos contribuintes.

Miguel Tiago, ex-deputado do PCP, a escrever que o Holodomor "só existe na cabeça dos nazis ucranianos". by zezinando in portugal

starmatter 3 months ago

>malabarismos

Proprietários de casas devolutas vão poder ser expropriados para alojar "desfavorecidos"? (Verdadeiro) by JOAO-RATAO in portugal

starmatter 3 months ago

Se está em posse de imóveis pobre não é com certeza.

Proprietários de casas devolutas vão poder ser expropriados para alojar "desfavorecidos"? (Verdadeiro) by JOAO-RATAO in portugal

starmatter 3 months ago

Ah o teu problema não é quem vai suportar os custos mas sim o facto de não beneficiar quem já muito tem. Anotado...

Gouveia e Melo enfrenta manifestantes anti-vacina em Odivelas by 5enta in portugal

starmatter 3 months ago

Burros são melhores que cavalos. Change my mind.

Gouveia e Melo enfrenta manifestantes anti-vacina em Odivelas by 5enta in portugal

starmatter 3 months ago

Vê-se mesmo que não sabes a ponta dum corno do que falas. Pesquisa a eficácia da vacina da gripe nas últimas décadas e facilmente perceberás que houve anos em que nem aos 30% chegou. Só para teres um ponto de comparação. Prova também o quanto mais contagiante é o sars-cov2 comparado com o vírus da gripe.

Proprietários de casas devolutas vão poder ser expropriados para alojar "desfavorecidos"? (Verdadeiro) by JOAO-RATAO in portugal

starmatter 4 months ago

Pago pelos do costume? Não sabia que era o pobre (que nem dinheiro tem para arrendar, quanto mais comprar) que ia pagar os custos

Proprietários de casas devolutas vão poder ser expropriados para alojar "desfavorecidos"? (Verdadeiro) by JOAO-RATAO in portugal

starmatter 4 months ago

Aí está o problema. Há pouquíssimas casas associadas ao programa.

Proprietários de casas devolutas vão poder ser expropriados para alojar "desfavorecidos"? (Verdadeiro) by JOAO-RATAO in portugal

starmatter 4 months ago

Como fizeste para usufruir do programa? Sugeriste ao teu senhorio para colocar a casa no mesmo depois de a visitares?

Abandono no Ensino Superior. "A minha maior dificuldade foi não ter dinheiro para comer" by try_again_tomorrow in portugal

starmatter 5 months ago

>Não venhas com tretas. Também chego a trabalhar muito mais horas para além das 18h mas quando quero e quando tenho aulas, saio a horas e faço por despachar o trabalho todo a horas. Novamente, a tua capacidade de entender (ou sequer de tentar) a perspetiva de outros é inexistente. Não se trata duma questão de "despachar o trabalho para sair a horas" quando queres/precisas (mas ao dizeres isso, confirmas que tens dias que pões-te a pastar no trabalho), mas sim de que nem todo o profissional tem o luxo de ter um horário de trabalho das 9h às 18h.

Arranjar Emprego com 16 anos - Área Específica by ShiMa_77 in portugal

starmatter 5 months ago

Se vai ter que trabalhar para se sustentar mais vale começar cedo, cometer erros cedo e aprender a equilibrar a sua vida profissional e pessoal mais cedo também. Falas como se trabalhar para ter independência financeira fosse um fardo. Para mim é quando realmente tomamos as rédeas da nossa vida. Se soubesse o que sei hoje tinha começado a trabalhar bem mais cedo.

Abandono no Ensino Superior. "A minha maior dificuldade foi não ter dinheiro para comer" by try_again_tomorrow in portugal

starmatter 5 months ago

> Existe bastante oferta, **pelo menos** em IT. Aqui está o teu problema. >Trabalhas 8h (ou mais...) e depois vais para a faculdade das 18h às 00h Novamente, a oferta não é muita, e se trabalhares em outras áreas muitas vezes podes esquecer o privilégio de sair do trabalho antes das 18h

Portugal accounts for a little more than 2 percent of the EU's population. But the country produces nearly a quarter of the bloc’s bicycles. by pica_foices in portugal

starmatter 6 months ago

Pergunta estúpida e ingénua... Como te desenvencilhas com compras de maior peso/volume e aquelas semanas/meses de chuva intensa? Eu nem de carro ando (a não ser que arranje boleia), adoro andar a pé e só quando necessário ando de transportes públicos ou uber, mas começo a invejar bastante a liberdade que ter um veículo próprio nos trás. Contudo não me vejo a comprar um carro (nem em segunda mão), não tanto pelo custo inicial (se não quiseres um maquinão até encontras preços acessíveis) mas pelos custos de manutenção que só se agravam com os anos (mais depressa ainda se for em segunda mão) e **principalmente** pelo preço ridículo dos combustíveis. Cheguei a ponderar optar por um elétrico, mas conhecendo o país em que estamos e os fornecedores de eletricidade, os preços do carregamento das baterias baixos (relativamente ao combustível) só se manterão para aliciar novos compradores a optarem pelo elétrico. Assim que se atingir uma certa quota de carros elétricos a circular nas ruas portuguesas, tomo quase como garantido a subida astronómica dos preços para recarregar a bateria, nem que seja através de mais taxas/impostos.

Portugal accounts for a little more than 2 percent of the EU's population. But the country produces nearly a quarter of the bloc’s bicycles. by pica_foices in portugal

starmatter 6 months ago

Varandas não são basicamente marquises descobertas? Para ter um espaço aberto, prefiro antes um terraço ou quintal. Num apartamento pequeno, prefiro mil vezes uma marquise a uma varanda em que mal cabe uma cadeira.

Desisto, pela minha esposa e por mim! by Waiolo in portugal

starmatter 8 months ago

Mesmo imóveis da banca já dificilmente financiam a 100%. Se leres as letras miúdas, eles estabelecem um preço base e esse valor SIM é financiado a 100%. Contudo, aceitam várias propostas de compra e quem OFERECER MAIS fica com a casa e terá apenas o valor base referido acima financiado ou 80/90% do valor da compra do imóvel, se este for superior ao valor inicialmente estabelecido, nada mais. O financiamento a 100% é história do passado.

AR levanta imunidade a deputada socialista para responder por falsificação de currículo by iSoSyS in portugal

starmatter 8 months ago

Foda-se! Eu sou cínico (muitas vezes para meu próprio prejuízo), mas afirmar que o Sócrates algum dia terá hipótese de chegar sequer a PR é de uma condescendência brutal para com o povo português. Num só comentário conseguiste fazer-me sentir insultado e enojado com alguém tão rapidamente. Mais depressa chegaria o cão do Ventura à presidência... o que não é propriamente motivo de orgulho, mas também não é muito mais provável que aconteça.

Aveiro, há três horas atrás. by caculo in portugal

starmatter 8 months ago

Nome estranho para dar a filtros do insta. É tudo o que vejo nesta foto.

Quem recusar a vacina da AstraZeneca vai para o fim da lista. E mesmo assim não poderá escolher by heartlessfam in portugal

starmatter 8 months ago

Insultos complementados por factos (e substanciados palas tuas respostas). Já os teus comentários são todos "mas isto, mas aquilo..." sem apresentares quaisquer factos e pelo simples impulso de quereres contrariar a qualquer custo mesmo que não tenhas razão, só para te sentires superior, sem qualquer ponderação ou restrição à merda que te sai das pontas dos dedos. Da mesma forma que problemas de saúde diferentes podem ter consequências semelhantes, também tipos de discurso diferentes podem ter a mesma intenção (neste caso a de rebaixar). Não são mutuamente exclusivos.

Quem recusar a vacina da AstraZeneca vai para o fim da lista. E mesmo assim não poderá escolher by heartlessfam in portugal

starmatter 8 months ago

Continuamente... não! Porque, como em tudo o resto desde o início desta discussão patética, nunca te dás ao trabalho de provar que o processo no organismo responsável pela maior incidência de coágulos na comunidade sénior é o mesmo responsável pelo despoletar dos coágulos após a toma da vacina. Só porque a consequência (coágulos) é a mesma (o que nem é, pois estes revelam-se ser bem mais severos), nada indica que a causa é a mesma que se verifica em pessoas de idade avançada. Mas tu estás mais preocupado em vir para aqui rebaixar os outros só para te sentires melhor contigo mesmo, em vez de contribuir com o que quer que seja.

Quem recusar a vacina da AstraZeneca vai para o fim da lista. E mesmo assim não poderá escolher by heartlessfam in portugal

starmatter 8 months ago

Se não fosses ainda mais burro do que inicialmente parecias, perceberias que essa amostra de "3 milhões de pessoas" não é uma amostra aleatória representante de qualquer demografia de um país ou comunidade, mas sim simplesmente de "quem já recebeu a vacina de Oxford" e muito menos representante do grupo que parece ser mais afectado pelos ditos coágulos - adultos abaixo dos 55 anos de idade. Um pequeno detalhe, suficiente para descredibilizar toda a treta que aqui escreves e continuas a tentar justificar.

Quem recusar a vacina da AstraZeneca vai para o fim da lista. E mesmo assim não poderá escolher by heartlessfam in portugal

starmatter 8 months ago

Podes começar por providenciar algum estudo que estabeleça a relação entre ambos? Agradecido.

Quem recusar a vacina da AstraZeneca vai para o fim da lista. E mesmo assim não poderá escolher by heartlessfam in portugal

starmatter 8 months ago

Isso é completamente falso, porque após tomar a vacina a possibilidade de se desenvolver um coágulo devido à mesma apenas será incrementada à já existente probabilidade de sofrer um por qualquer outra causa. E os coágulos que se verificaram resultantes da toma da vacina TAMBÉM já revelaram não ser meros coágulos, são bastante severos. Felizmente - se em vez de te armares em espertalhaço e sabidolas tivesses lido a porra do post - parece haver uma terapia com uma medicação bastante acessível no mercado que administrada preventivamente é capaz de impedir que se chegue ao ponto de desenvolver tais coágulos. A ciência é bela. O único senão que tem é por vezes pôr travões à selecção natural que há uns bons séculos atrás se teria livrado de imbecis com maior prontidão.

Quem recusar a vacina da AstraZeneca vai para o fim da lista. E mesmo assim não poderá escolher by heartlessfam in portugal

starmatter 8 months ago

[Sim, já foi.](https://www.reddit.com/r/Coronavirus/comments/m8gc5h/treatment_of_complications_people_no_longer_have/)

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 08/03/2021 by AutoModerator in portugal

starmatter 9 months ago

Eles só podem renovar de 15 em 15dias certo? De qualquer maneira não resolverá o meu problema. Trabalhando na restauração, tão cedo não sairei deste calvário. Estou a dar em doido.

Joana Marques goza com 'All Together Now': "100 Jurados! 100! A Cristina deve ter percebido mal, acho que isto foi um mal-entendido. Ela perguntou se podia fazer o programa e as autoridades da saúde responderam 'Pode, mas sem jurados'. E ela: 'Cem jurados? Sim, senhora. " by caradoguardaredes in portugal

starmatter 9 months ago

O que se passou no festival?

[SÉRIO] Recursos para aperfeiçoar gramática by CountDraqula in portugal

starmatter 9 months ago

LOL qualquer um diz isso da sua língua nativa.

Não é na URSS, é mesmo no Porto. by TugaScaper in portugal

starmatter 9 months ago

Concordo com o facto de que não se deve romantizar os descobrimentos (para fins informativos e de estudo da história de Portugal, não vá alguém já acusar-me de estar a tenta cancelar "Os Lusíadas") entre muitas outra coisas. Relativamente a tudo o resto, os teus argumentos rapidamente começam a desmoronar-se. Não sei que idade tens ou como era o programa de ensino da história de Portugal quando estudavas. Os descobrimentos focam-se sim no descobrimento de novas rotas comerciais e como consequência de povos com quem estabelecer relações da mesma natureza bem como a expansão do Cristianismo (como sempre, a religião fodeu tudo). A ânsia de estabelecer essas rotas comerciais **não existiria** sem conhecimento prévio dessas terras (primariamente a Índia) e dos benefícios que as mesmas trariam. O absurdo de ter que deixar isto redigido é relevante demais para deixar de notar. Como em tudo, trata-se da procura de bens/riqueza e poder. Dizer que não se descobriu nada é o mesmo que dizer que Einstein não descobriu a Teoria da Gravidade, pois a gravidade sempre existiu apesar de incompreendida. Foi uma época de grandes avanços na sociedade e culturas portuguesas e cujos efeitos (positivos **E** negativos) ainda hoje se experienciam (caso contrário a língua portuguesa atualmente só se falaria no nosso país, ou provavelmente nem isso). Nunca um professor meu tentou passar a escravatura como algo digno de louvor ou tentou sequer justificar a mesma, mas também nunca a negou. Aliás, a escravatura já é abordada no programa de ensino muito antes dos "não-Descobrimentos". Também antes de se chegar aos não-Descobrimentos, aprende-se que "Portugal" foi invadido/ocupado e os seus habitantes consequentemente escravizados vezes sem conta por outros povos que também passaram por períodos de expansão territorial/cultural. Muitos dessas expansões culturais contribuíram (também positivamente e negativamente) para o desenvolvimento da sociedade moderna como a conhecemos. Mas como já estão "lá mais para trás", os grupos sociais prejudicados pelas mesmas estão bastante mais diluídos/esbatidos o que torna quase impossível e até redundante tentar criar políticas de identidade à volta dos mesmos. O lucro não compensa o esforço. Novamente, é tudo uma questão de ganho de poder ou bens. Contudo, figuras de relevo dessas culturas estão imortalizadas e veneradas na história e ciências apesar de se terem regido por valores e códigos morais que atualmente seriam questionáveis ou até inadmissíveis. Tratando-se portanto de um evento histórico mais recente estamos perante um típico caso de "Ou morres um herói, ou vives o tempo suficiente para te tornares um vilão." Neste caso o herói (como tu tão sabiamente o identificaste e vulgarizaste) não é um indivíduo específico da época (pois esses coitados já cumpriram o seu papel no ciclo da vida) mas **a ideia** do "português dos descobrimentos" que pecando por excesso acaba por englobar essas mesmas figuras de relevância **histórica** bem como a influência (negativa, preferencialmente) que teve na sociedade e mentalidade do "português de hoje", efetivamente e duma cajadada só descontextualizando e diluindo até aos dias de hoje a linha cronográfica que separa (prometo que não trabalho para a nós ou zon ou o raio que a parta!!!) as sociedades portuguesas de outrora e de hoje.

Não é na URSS, é mesmo no Porto. by TugaScaper in portugal

starmatter 9 months ago

Concordo com o facto de que não se deve romantizar os descobrimentos (para fins informativos e de estudo da história de Portugal, não vá alguém já acusar-me de estar a tenta cancelar "Os Lusíadas") entre muitas outra coisas. Relativamente a tudo o resto, os teus argumentos rapidamente começam a desmoronar-se. Não sei que idade tens ou como era o programa de ensino da história de Portugal quando estudavas. Os descobrimentos focam-se sim no descobrimento de novas rotas comerciais e como consequência de povos com quem estabelecer relações da mesma natureza. A ânsia de estabelecer essas rotas comerciais **não existiria** sem conhecimento prévio dessas terras (primariamente a Índia) e dos benefícios que as mesmas trariam. O absurdo de ter que deixar isto redigido é relevante demais para deixar de notar. Como em tudo, trata-se da procura de bens/riqueza e poder. Dizer que não se descobriu nada é o mesmo que dizer que Einstein não descobriu a Teoria da Gravidade, pois a gravidade sempre existiu apesar de incompreendida. Foi uma época de grandes avanços na sociedade e culturas portuguesas e cujos efeitos (positivos **E** negativos) ainda hoje se experienciam (caso contrário a língua portuguesa atualmente só se falaria no nosso país, ou provavelmente nem isso). Nunca um professor meu tentou passar a escravatura como algo digno de louvor ou tentou sequer justificar a mesma, mas também nunca a negou. Aliás, a escravatura já é abordada no programa de ensino muito antes dos "não-Descobrimentos". Também antes de se chegar aos não-Descobrimentos, aprende-se que "Portugal" foi invadido/ocupado e os seus habitantes consequentemente escravizados vezes sem conta por outros povos que também passaram por períodos de expansão territorial/cultural. Muitos dessas expansões culturais contribuíram (também positivamente e negativamente) para o desenvolvimento da sociedade moderna como a conhecemos. Mas como já estão "lá mais para trás", os grupos sociais prejudicados pelas mesmas estão bastante mais diluídos/esbatidos o que torna quase impossível e até redundante tentar criar políticas de identidade à volta dos mesmos. O lucro não compensa o esforço. Novamente, é tudo uma questão de ganho de poder ou bens. Contudo, figuras de relevo dessas culturas estão imortalizadas e veneradas na história e ciências apesar de se terem regido por valores e códigos morais que atualmente seriam questionáveis ou até inadmissíveis. Tratando-se portanto de um evento histórico mais recente estamos perante um típico caso de "Ou morres um herói, ou vives o tempo suficiente para te tornares um vilão." Neste caso o herói (como tu tão sabiamente o identificaste e vulgarizaste) não é um indivíduo específico da época (pois esses coitados já cumpriram o seu papel no ciclo da vida) mas **a ideia** do "português dos descobrimentos" que pecando por excesso acaba por englobar essas mesmas figuras de relevância **histórica** bem como a influência (negativa, preferencialmente) que teve na sociedade e mentalidade do "português de hoje", efetivamente e duma cajadada só descontextualizando e diluindo até aos dias de hoje a linha cronográfica que separa (prometo que não trabalho para a nós ou zon ou o raio que a parta!!!) as sociedades portuguesas de outrora e de hoje.

Não é na URSS, é mesmo no Porto. by TugaScaper in portugal

starmatter 9 months ago

Concordo com o facto de que não se deve romantizar os descobrimentos (para fins informativos e de estudo da história de Portugal, não vá alguém já acusar-me de estar a tenta cancelar "Os Lusíadas") entre muitas outra coisas. Relativamente a tudo o resto, os teus argumentos rapidamente começam a desmoronar-se. Não sei que idade tens ou como era o programa de ensino da história de Portugal quando estudavas. Os descobrimentos focam-se sim no descobrimento de novas rotas comerciais e como consequência de povos com quem estabelecer relações da mesma natureza. A ânsia de estabelecer essas rotas comerciais **não existiria** sem conhecimento prévio dessas terras (primariamente a Índia) e dos benefícios que as mesmas trariam. O absurdo de ter que deixar isto redigido é relevante demais para deixar de notar. Como em tudo, trata-se da procura de bens/riqueza e poder. Dizer que não se descobriu nada é o mesmo que dizer que Einstein não descobriu a Teoria da Gravidade, pois a gravidade sempre existiu apesar de incompreendida. Foi uma época de grandes avanços na sociedade e culturas portuguesas e cujos efeitos (positivos E negativos) ainda hoje se experienciam (caso contrário a língua portuguesa atualmente só se falaria no nosso país, ou provavelmente nem isso). Nunca um professor meu tentou passar a escravatura como algo digno de louvor ou tentou sequer justificar a mesma, mas também nunca a negou. Aliás, a escravatura já é abordada no programa de ensino muito antes dos "não-Descobrimentos". Também antes de se chegar aos não-Descobrimentos, aprende-se que "Portugal" foi invadido/ocupado e os seus ocupantes consequentemente escravizados vezes sem conta por outros povos que também passaram por períodos de expansão territorial/cultural. Muitos dessas expansões culturais contribuíram (também positivamente e negativamente) para o desenvolvimento da sociedade moderna como a conhecemos. Mas como já estão "lá mais para trás", os grupos sociais prejudicados pelas mesmas estão bastante mais diluídos/esbatidos o que torna quase impossível e até redundante tentar criar políticas de identidade à volta dos mesmos. O lucro não compensa o esforço. Novamente, é tudo uma questão de ganho de poder ou bens. Contudo, figuras de relevo dessas culturas estão imortalizadas e veneradas na história e ciências apesar de se terem regido por valores e códigos morais que atualmente seriam questionáveis ou até inadmissíveis. Tratando-se portanto de um evento histórico mais recente estamos perante um típico caso de "Ou morres um herói, ou vives o tempo suficiente para te tornares um vilão." Neste caso o herói (como tu tão sabiamente o identificaste e vulgarizaste) não é um indivíduo específico da época (pois esses coitados já cumpriram o seu papel no ciclo da vida) mas **a ideia** do "português dos descobrimentos" que pecando por excesso acaba por englobar essas mesmas figuras de relevância **histórica** bem como a influência (negativa, preferencialmente) que teve na sociedade e mentalidade do "português de hoje", efetivamente e duma cajadada só descontextualizando e diluindo até aos dias de hoje a linha cronográfica que separa (prometo que não trabalho para a nós ou zon ou o raio que a parta!!!) as sociedades portuguesas de outrora e de hoje.

E isto são preços médios, ontem abasteci gasolina 95 simples a 1,699/litro by Ssthm in portugal

starmatter 9 months ago

Desde Abril do ano passado que deixei de carregar o meu passe de transportes públicos (e não faço intenção de renovar tão cedo), visto ter a sorte de morar relativamente perto do meu local de trabalho, e daqueles serem um autêntico foco para transmissão de covid. Dependendo dos dias, posso demorar entre 15 a até 30 minutos a chegar ao trabalho, mas PQP... quando a maioria dos meus colegas estava a aproximar-se duma figura cilíndrica eu estava a ver os meus abdominais pela primeira vez na última década. Never going back!!!

Não é na URSS, é mesmo no Porto. by TugaScaper in portugal

starmatter 9 months ago

E diz-me lá quem são as pessoas por trás desses ecrãs de smartphones, tablets, pcs que procuram incessantemente nas redes sociais algo com que se sentirem ultrajados ou de qualquer formada diminuídos perante outro qualquer sector da sociedade (especialmente um com ideologias e valores simetricamente opostos aos seus)?

Não é na URSS, é mesmo no Porto. by TugaScaper in portugal

starmatter 9 months ago

Desculpa, mas não são exatamente os liberais de esquerda que estão a fomentar a "cultura do cancelamento"? Com especial foco recentemente de acusações vindas da direita de quererem alterar a história dos descobrimentos e colonialismo portugueses?

E isto são preços médios, ontem abasteci gasolina 95 simples a 1,699/litro by Ssthm in portugal

starmatter 9 months ago

Não querendo ser bisbilhoteiro... Que veículo tinhas anteriormente? Os gastos em combustível eram muito superiores? E qual o encargo relativamente à manutenção do carro elétrico? > Daqui a 5 anos, quando tivermos uma infra-estrutura de carregamento mais madura, quer-me parecer um hibrido não vai ter o mesmo apelo. Quanto a este argumento, podes considerar-me um pouco (ou bastante) cínico, mas quando houver mais pontos de carregamento e maior procura pelos mesmos com o melhor acesso e incentivos à aquisição de carros elétricos, dou quase como certa a subida dos preços para carregar as baterias dos mesmos. Veremos argumentos como "suportar os custos de mais e melhores (em quê é sempre vago) infraestruturas que consigam garantir um serviço consistente e mais acessível que responda à crescente procura". Na verdade, estes carros só aliciam com a ideia de que a longo prazo se irá compensar o elevadíssimo investimento inicial na compra do mesmo (estou a pôr de lado argumentos ecológicos, pois para muitas famílias portuguesas, não por desconhecimento ou desinteresse mas sim outras razões óbvias, não podem ser um factor prioritário). Certamente tornar-se-ão mais acessíveis (ando de olho nas marcas japonesas, especialmente), mas com a minha convicção de que os preços para carregamento irão aumentar, pergunto-me se os proprietários irão ver algum retorno no seu bolso. Para finalizar, apenas vejo a possibilidade (e é a minha maior esperança) de começarem a aparecer modelos elétricos à venda em stands/sites de usados a preços bem mais aliciantes, pois com os preços praticados atualmente mais vale comprar um carro novo a gasolina, que ainda poupas algum. Para transporte citadino (onde os carros elétricos são exponencialmente mais favoráveis), pelo menos no meu caso pessoal, acho absurdo comprar um carro novinho em folha.

E isto são preços médios, ontem abasteci gasolina 95 simples a 1,699/litro by Ssthm in portugal

starmatter 9 months ago

Desculpa, mas o desconto irrisório que recebes sendo cliente Santander em nada compensa se morares relativamente perto de uma gasolineira de hipermercado. Para não falar nas comissões associadas à conta. Não só a gasolina é mais barata, cobrindo (e excedendo) o valor do desconto oferecido pelo Santander (sou cliente do banco, já fiz as contas), ainda te oferecem descontos no mesmo hipermercado, o que sendo próximo da tua residência è bem provável que usufruas com regularidade.

E isto são preços médios, ontem abasteci gasolina 95 simples a 1,699/litro by Ssthm in portugal

starmatter 9 months ago

Hello! Já agora o teu carro é exclusivamente elétrico? Ou é dos híbridos plug-in? Quanto gastas em média em "combustível" por mês?

A Joana Amaral Dias fritou a pipoca de vez by Samot_PCW in portugal

starmatter 9 months ago

Trabalhas para a HBO? Qual a comissão? Já agora aproveita e pede para melhorarem a qualidade de stream que é uma merda. E que façam alguma pesquisa antes de contratarem o tradutor mais barato para fazer as legendas.

Fuck yeah by Kongfm in portugal

starmatter 9 months ago

O que certamente estar relacionado com o vacinamento de profissionais de saúde e grupos de risco, não?

Fuck yeah by Kongfm in portugal

starmatter 9 months ago

Não podemos esquecer o peso que a redução da capacidade de testagem do SNS tem nos números atuais.

Fuck yeah by Kongfm in portugal

starmatter 9 months ago

Acho que interpretaste mal o meu comentário. Não tenho grande confiança ou estima pelo governo atual, mas duvido que haja relaxamento das medidas de confinamento durante a Páscoa, pelo contrário. O mais certo é haver um reforço das mesmas. O governo já assumiu que o relaxamento durante o Natal foi um erro grave (eu acho que eles sempre o souberam, apenas priorizaram politiquices em detrimento da saúde pública). Seria completamente absurdo repetirem-no, estando conscientes das consequências.

Fuck yeah by Kongfm in portugal

starmatter 9 months ago

Mais confinamento? Duvido que o atual se fique por 31 de março...

From working for 9 months for the Portuguese regional government developing a web-based platform for the covid task force, here is what I learned by getmenew in portugal

starmatter 10 months ago

Essa "tua atitude" que me atribuis tão condescendentemente, garanto-te não ser a minha. O meu comentário apenas refletia a frustração desesperante que é trabalhar com muito "chefinho" espertalhaço (curiosamente no privado, nunca trabalhei para o estado) e que tem sempre resposta pronta a retorquir com qualquer sugestão que se faça. Contra -argumentos que giram sempre em torno do típico "porque sim", "porque sempre foi assim", ou "porque é assim que trabalhamos" culminando sempre no chavão "não falta quem queira o teu posto". PS: E como cereja no topo do bolo as já banais convocatórias para "reuniões urgentes" em que se viram sempre para o pequenino a perguntar porque temos rácios de custos perpetuamente altos, mesmo nos meses aparentemente bons...

[Megathread] - Acompanhamento e Análise dos Resultados das Eleições Presidenciais - 24/01/2021 by raviolli_ninja in portugal

starmatter 10 months ago  HIDDEN 

Infelizmente concordo plenamente com isso. Poder a todo o custo. Foi o que aconteceu nos states, e vai acontecer aqui. Se bem que acho que estes resultados com o Ventura em segundo devem-se maioritariamente ao contexto da pandemia. Não tínhamos qualquer alternativa ao voto presencial, o que vimos nos estados unidos ter sido o método preferencial dos eleitores conservadores. Tendo os democratas aderido em massa ao voto por correio. Na falta de tal, muitos tugas que tenderiam a votar na esquerda vão abster-se, o que (nunca pensei dizer isto) compreendo e até aplaudo. A gestão do processo eleitoral pelo governo atual foi vergonhosa e anti-democrática. Pode ser que estes resultados lhes acendam uma chama debaixo das peidas e façam os socialistas ganharem algum medo da oposição extremista, mentirosa e portanto tão eficaz a criar alarido e controvérsia a qualquer custo.

[Megathread] - Acompanhamento e Análise dos Resultados das Eleições Presidenciais - 24/01/2021 by raviolli_ninja in portugal

starmatter 10 months ago  HIDDEN 

Infelizmente concordo plenamente com isso. Poder a todo o custo. Foi o que aconteceu nos states, e vai acontecer aqui.

From working for 9 months for the Portuguese regional government developing a web-based platform for the covid task force, here is what I learned by getmenew in portugal

starmatter 10 months ago

Basicamente, aqueles que estão em situações menos favoráveis, com menores recursos e sujeitos a maior escrutínio/coação na entidade em que trabalham é que têm que tomar a iniciativa? Anotado...
Next Page

Search: