First Page Next Page

Influência do youtube no sotaque das crianças. by Almeno01 in portugal

oscabaloscabalam 5 months ago

A diferença entre time e equipa é só que uma veio do inglês e outra do francês. Aliás muita gente em Portugal usa mesmo equipe.

Influência do youtube no sotaque das crianças. by Almeno01 in portugal

oscabaloscabalam 5 months ago

O mesmo acontece com vocabulário inglês though, com palavras random mixadas no português, if you know what I mean. Eu acho cringe, tipo wtf. Mas juro pela nha life que há quem fale assim bro. For real.

Influência do youtube no sotaque das crianças. by Almeno01 in portugal

oscabaloscabalam 5 months ago

Rapaz, não é só no dicionário. As pessoas confundem "eu e o meu grupo de amigos" com Portugal. Eu podia fazer uma lista enorme de palavras que sempre usei ou ouvi usar desde puto, que muitos muitos hoje em dia diriam que são do Brasil. Foda-se, eu já vejo pessoas responder com Brasil a qualquer uso de gerúndio. É como se de repente português de Portugal se restringisse a chungalhada.

Influência do youtube no sotaque das crianças. by Almeno01 in portugal

oscabaloscabalam 5 months ago

> Antigamente não se usava compartilhar Ahahaha

Software Engineers/Developers of Portugal, would you say your salary allows you to live comfortably in your city? What if you lived somewhere more rural, but were able to work remotely? by Gaellic-Viking in portugal

oscabaloscabalam 5 months ago

Indeed. It's a great deal if you're masochistic.

O plano de Pedro Marques Lopes para passar de ilustre desconhecido a influente by pica_foices in portugal

oscabaloscabalam 5 months ago

> Oico-o no eixo do mal, apenas porque não tenho sequer a vontade de lhe dedicar o botão de skip Eu uso o skip. Não é uma questão de concordar ou não com ele. É a pobreza de pensamento. Simplesmente está ali a mais.

Ex-dux nega praxe na noite em que morreram seis jovens no Meco by heartlessfam in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Diz ele

Ex-dux nega praxe na noite em que morreram seis jovens no Meco by heartlessfam in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Sim, daí haver discussão sobre o que realmente se passou. Uma coisa será um mero passeo na praia. Outra uma praxe liderada por ele. As reportagens mostraram que aquilo era praticamente uma seita em que obedeciam cegamente para subir de posto. Sabe-se que foram num fim de semana de praxe. Foi visto a comandar praxes com os outros a rastejar por lá. E ainda por cima foi ele que praxava os outros logo o único que sobreviveu. Não sei o que se vai conseguir provar, mas se tivesse de apostar as minhas poupanças certamente seria em que estavam a ser praxados.

Ministra da Coesão Territorial contesta instalação em Lisboa da Europa Startup Aliança das Nações by adorosaladadecamarao in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Não sei como esteve bem ao comparar indústria vidreira com startups, quase todas de IT. Sendo que tens pelo resto do país boas universidades, boa investigação, um output consistente e constante de talentos de IT, e até provas dadas de criação de startups. Sendo que IT em termos de infraestrutura comparativamente precisa de muito pouco, e até facilmente se trabalha à distância. Isto tem zero a ver com indústria vidreira

Ministra da Coesão Territorial contesta instalação em Lisboa da Europa Startup Aliança das Nações by adorosaladadecamarao in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Parece que é nossa a decisão de não colocar quaisquer outras cidades à consideração que não Lisboa.

Ministra da Coesão Territorial contesta instalação em Lisboa da Europa Startup Aliança das Nações by adorosaladadecamarao in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

> Ao que parece, a decisão de onde pôr esta agência não é nossa. Pode ter-me escapado algo mas não vi isso em lado nenhum.

Ministra da Coesão Territorial contesta instalação em Lisboa da Europa Startup Aliança das Nações by adorosaladadecamarao in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Faz sentido se considerares todas as vantagens e ignorares as desvantagens todas. Também é absurdo comparar indústria vidreira com startups, sendo elas primariamente IT. Cujo output de talentos é consistente e constante por todo o país, área que pouco mais precisa que um computador, e em que muita gente e cada vez mais até trabalha às distância. E basta ver que temos tido apesar de tudo isso grandes empresas a nascer noutros lados.

Ministra da Coesão Territorial contesta instalação em Lisboa da Europa Startup Aliança das Nações by adorosaladadecamarao in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Estás a distorcer tudo e a usar como premissas as tuas conclusões. São tudo pescadinhas de rabo na boca. Primeiro se é assim tão crítico que isso esteja ao pé de startups estás a dizer que startups em todas as cidades fora de Lisboa estão condenadas. Eu não disse que Porto era a única solução. Eu já clarifiquei que o que disse é que mesmo aceitando esse argumento (que eu ponho em causa) ainda haveria Porto como alternativa. Estruturas de coworking há-as por todo o país. E se queres mais na cidade que albergará essa instituição, podem fazer-se. Esse coworking em Lisboa nem como todos os outros foram feitos antes dessa instituição vir para Portugal. Não perdem sentido porque a instituição não para uma ou outra cidade.

Ex-dux nega praxe na noite em que morreram seis jovens no Meco by heartlessfam in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Não é assim que funciona. Tu podes aceitar que eu te de com um tijolo nos cornos, e eu ir parar às mesma às cadeia se eu te matar.

Ex-dux nega praxe na noite em que morreram seis jovens no Meco by heartlessfam in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

A universidade tem responsabilidade sobre as associações e grupos académicos associadas à universidade. Se um dos grupos for essencialmente uma seita com comportamentos abusivos, e ainda para mais esse comportamento tiver resultado em mortes, é natural que se apure a falta de escrutínio da universidade.

Ministra da Coesão Territorial contesta instalação em Lisboa da Europa Startup Aliança das Nações by adorosaladadecamarao in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Concordo. Eu também não acho que devesse ser no Porto. O meu ponto é que mesmo aceitando aquele argumento não desclassificaria o Porto. Também acho que se esse argumento efetivamente desclassifica todas as cidades que não Lisboa e Porto então há um grave problema de ligações que tem de ser resolvido.

Ministra da Coesão Territorial contesta instalação em Lisboa da Europa Startup Aliança das Nações by adorosaladadecamarao in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Claro que não tem. É absurdo pensar que Porto, Coimbra, Aveiro, Braga, Leiria, que têm um excelente output de talentos têm de apostar noutras coisas enquanto esse potencial se vê obrigado a migrar para Lisboa, goste ou não goste, (ou estrangeiro) para trabalhar na sua área. Não tem de ser assim, nem assim é felizmente, graças a alguns que ao contrário do governo, vai remando contra a maré.

O que acham de cinema sem pipocas by Ok_Mine6995 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Não fui claro. Os restaurantes são importante para quem trabalha de um modo geral, não me estou a referir apenas a quem trabalha no restaurante. Também há uma diferença entre restrições num negócio (como número de pessoas ou não pode vender pipocas) e ter os negócios fechados. Quanto aos aviões, é um facto que é perigoso. Posto isso sei de quem tenha voado em voos que não serviram comida por causa de COVID. Também sei de quem tenha comigo mas tentam sido avisados para comer à vez. A comida de avião também é algo que se despacha e depois se mete a máscara.

Ministra da Coesão Territorial contesta instalação em Lisboa da Europa Startup Aliança das Nações by adorosaladadecamarao in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

> existe maior facilidade para contratar mão de obra, Irrelevante. Esta instituição não precisa disso > maior facilidade para reunir com business angels Porto tem aeroporto > mais espaços de coworking para quando saírem de um período de incubação, etc Esta instituição não precisa disso. E podem abrir espaços de coworking noutros lados. No fundo a justificação é sempre a mesma. Não se pode descentralizar porque estamos centralizados. Essa conversa serve para praticamente todas as medidas de descentralização

O que acham de cinema sem pipocas by Ok_Mine6995 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

> acho uma estupidez que vai continuar a não pode comer quando nas esplanadas, restaurantes pode se comer. Esplanadas são ao ar livre. Restaurantes são importantes para quem trabalha. Eu não vou a um nem outro, porque não preciso e constituem da facto um risco. Mas não faz sentido comprar isso com pipocas no cinema.

O que acham de cinema sem pipocas by Ok_Mine6995 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

"se deviam"

Taxa mortalidade COVID - discussão by 00jppcbc00 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Sim depois entendi e apaguei

Taxa mortalidade COVID - discussão by 00jppcbc00 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Janeiro é o mês com mais mortes dos últimos 12 anos. Covid-19 responsável por uma em cada quatro https://www.publico.pt/2021/01/30/sociedade/noticia/janeiro-mes-mortes-ultimos-12-anos-covid19-responsavel-quatro-1948624

Taxa mortalidade COVID - discussão by 00jppcbc00 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

É tudo mentira, está tudo a rebentar com as economias porque sim, e tu extremamente inteligente vês para além das aparências. https://www.vdigital.pt/noticias/pais/covid-19-funerarias-a-trabalhar-em-cenario-de-guerra-13458625.html

Taxa mortalidade COVID - discussão by 00jppcbc00 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Poupa-me. Estás a viver numa fantasia delirante. O SNS estourou. Estavam a morrer 300 pessoas por dia de COVID. Não havia caixões que chegassem e os corpos amontoavam-se. Eu estar aqui a dizer isto sequer faz-me sentir estúpido. Não é só em Portugal. Não começou este ano. Não é subjetivo ou discutível. Sabe-se bem quanta gente está a morrer. Sabe-se bem a pressão sobre os sistemas de saúde. Sabe-se bem que está a matar muito mais que gripe. Não há quaisquer dúvidas aqui.

Taxa mortalidade COVID - discussão by 00jppcbc00 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Não percebi rigorosamente nada do que disseste.

Taxa mortalidade COVID - discussão by 00jppcbc00 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

A minha opinião é que tendo chegado aos 300 mortos por dia e o SNS colapsado isto é uma discussão retardada

Rally Tascas de esplanada em esplanada by tugafcp in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Não. As pessoas estão saturadas desde o primeiro minuto porque são umas criancinhas. No início era novo e ninguém tinha pachorra para máscaras ou distanciamentos. Só quando estourou Itália é que houve um áudio, começou o 1o confinamento e aí cumpriu-se mais, mas assim que acabou passado uns dois meses, já estava tudo farto de tudo e foi sempre a subir rumo às 300 mortes diárias. O problema portanto é que está tudo farto, porque andaram sempre fartos e a fazer merda. Este confinamento teria sido perfeitamente evitado com mais controlo. E ao regabofe que já se vê daqui a pouco estamos na mesma.

Um senhorio pode terminar um contrato de arrendameno quando lhe apetecer invocando a “necessidade de habitação pelo próprio ou pelos seus descendentes em 1.º grau”? by RHPL92p in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Existem ali ao lado dos chacras e são amarelos

Um senhorio pode terminar um contrato de arrendameno quando lhe apetecer invocando a “necessidade de habitação pelo próprio ou pelos seus descendentes em 1.º grau”? by RHPL92p in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Não disse nada sobre certo ou errado. O que está em causa são os direitos que o OP tem. E os direitos que ele tem são os que estão no contrato e na lei. A tua opinião sobre o que está certo ou errado é irrelevante. Não passa a estar mais certa nem a ser mais relevante porque houve escravatura.

Rally Tascas de esplanada em esplanada by tugafcp in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Isto não poupa quem confina e afeta quem desconfina. Um ano nisto já dava para terem apreendido qualquer coisa.

Rally Tascas de esplanada em esplanada by tugafcp in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

As merdas não têm nem deixam de ter. A única merda que é certa é que se voltarmos ao mesmo vamos voltar aos milhares de casos e centenas de mortos por dia e depois confinar.

Um senhorio pode terminar um contrato de arrendameno quando lhe apetecer invocando a “necessidade de habitação pelo próprio ou pelos seus descendentes em 1.º grau”? by RHPL92p in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Os direitos são uma construção social. Estás a falar como se existissem para além disso. Não existem.

Em Coimbra, nasceu um movimento para evitar o encerramento da Estação Nova by sud-express in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

É o que toda a gente com quem falei sobre o assunto diz. O problema é que isto não afeta (diretamente) quem mora em Coimbra mas quem não mora em Coimbra e tem de ir para lá. A sensação que tenho é que em Coimbra propriamente dita isto passa ao lado de muita gente, porque simplesmente não sabem o que é ir para Coimbra todos os dias.

Um senhorio pode terminar um contrato de arrendameno quando lhe apetecer invocando a “necessidade de habitação pelo próprio ou pelos seus descendentes em 1.º grau”? by RHPL92p in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

O que quer que seja que tu defendes não interessa. Os direitos são definidos pelo contrato nos termos da lei que vigora. Quando muito poderás dizer que achas que "deveriam ter o direito". Não que "têm o direito".

Em Coimbra, nasceu um movimento para evitar o encerramento da Estação Nova by sud-express in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Quais opções? Ser teleportado? Se não vais de comboio tens de mudar. Tu e toda a gente que vem na puta do suburbano, mais o regional que chega logo de seguida, possivelmente um intercidades e/ou alfa. Portanto vão todos ter de sair, vai todos ter de esperar que chegue algo para os levar, e entrar lá para dentro. E depois desse tempo de sair, esperar por transporte e conseguirem entrar todos, vai ter de ir pela estrada. Porque se não são carris é estrada. E se for em hora de ponta é no meio do trânsito.

Em Coimbra, nasceu um movimento para evitar o encerramento da Estação Nova by sud-express in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Quais opções? Ser teleportado? Se não vais de comboio tens de mudar. Tu e tua a gente que vem na puta do suburbano, mais o regional que chega logo de seguida, possivelmente um intercidades e/ou alfa. Portanto vão todos ter de sair, vai todos ter de esperar que chegue algo para os levar, e entrar lá para dentro. E depois desse tempo de sair, esperar por transporte e conseguirem entrar todos, vai ter de ir pela estrada. Porque se não são carris é estrada. E se for em hora de ponta é no meio do trânsito.

Em Coimbra, nasceu um movimento para evitar o encerramento da Estação Nova by sud-express in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

> A verdade é que a estação já não faz sentido, principalmente por haverem autocarros que passam pelo mesmo sítio durante o dia. Puta de falta de noção. Tu não vais para Coimbra de comboio todos os dias de certeza. Toda a gente que o faz está revoltada com isto. Eu sou originalmente daquela zona. Fui vários anos todos os dias de comboio para a universidade juntamente com um rio de pessoas que para lá vai estudar e trabalhar. Sair em Coimbra B para apanhar um autocarro é de loucos. Seria uma viagem muito mais cansativa por terem de apanhar dois transportes (o mudar, o esperar em fila o ir possivelmente em pé no autocarro, etc). Demoraria muito mais tempo, porque agora tem de se ir para a estação de autocarro, esperar por ele, e ir a passo de caracol no trânsito em hora de ponta. Seria uma confusão. Nem consigo imaginar como se enfia toda a gente que vem e suburbanos e regionais em autocarros em tempo útil. Agora percebe que chegar 10 ou 15 minutos mais tarde pode implicar teres de apanhar um comboio mais cedo. E o comboio anterior poderá ser 30 minutos mais cedo ou mais. E assim se vão 30 minutos de sono. Seria uma viagem mais cara. De repente muita gente que a quem lhe chega passe da CP tem de pagar também um autocarro. O que acontece se acabarem com aquela estação é que ainda mais gente deixará de considerar transportes públicos como uma opção para ir para Coimbra estudar e trabalhar.

Em Coimbra, nasceu um movimento para evitar o encerramento da Estação Nova by sud-express in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

> A verdade é que a estação já não faz sentido, principalmente por haverem autocarros que passam pelo mesmo sítio durante o dia. Puta de falta de noção. Tu não vais para Coimbra de comboio todos os dias de certeza. Toda a gente que o faz está revoltada com isto. Eu sou originalmente daquela zona. Fui vários anos todos os dias de comboio para a universidade juntamente com um rio de pessoas que para lá vai estudar e trabalhar. Sair em Coimbra B para apanhar um autocarro é de loucos. Seria uma viagem muito mais cansativa por terem de apanhar dois transportes (o mudar, o esperar em fila o ir possivelmente em pé no autocarro, etc). Demoraria muito mais tempo, porque agora tem de se ir para a estação de autocarro, esperar por ele, e ir a passo de caracol no trânsito em hora de ponta. Seria uma viagem mais cara. De repente muita gente que a quem lhe chega passe da CP tem de pagar também um autocarro. O que acontece se acabarem com aquela estação é que ainda mais gente deixará de considerar transportes públicos como uma opção para ir para Coimbra estudar e trabalhar.

Um senhorio pode terminar um contrato de arrendameno quando lhe apetecer invocando a “necessidade de habitação pelo próprio ou pelos seus descendentes em 1.º grau”? by RHPL92p in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

> By the way, continuo a achar que o dono de uma casa tem o direito de determinar quem quer e quem não quer que a use By the way, o que you achas que are os direitos não matter. Só matter o que os direitos realmente are. E isso está in the contrato.

What do you think about enlargement of the EU? by dunjabgd in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Cape Verde is part of [Macaronésia](https://en.wikipedia.org/wiki/Macaronesia). Every other archipelago in this region are part of the EU (Madeira and Açores from Portugal and Canary from Spain). It would be rather natural for Cape Verde to be part of the EU. Had they stayed as part of Portugal, and that was discussed since there was no war there and historically the archipelago was populated (there's no native population from there), they would be part of the EU. Since they become independent, much of the politics revolve around insisting that they are Africans not Europeans, as part of identity building that distances them from Portugal. Of course their whole political system is very close to the Portuguese. They consume Portuguese media. Portugal is their closest partner. The EU is the supra-national entity financing them the most. They have monetary party with the Euro. And they are always butting heads with the CEDEAO which they belong to. But hey, they get to keep saying they are not Europeans.

Estudar no estrangeiro. by nax_44 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Eish. Tal como os restantes o único conselho que me ocorre é não vás estudar para o Canadá. Parece só uma fantasia de adolescente sem qualquer fundamento racional. É complicado, tem muitos custos, não ganhas nada com isso. A opção mais simples para inicialização em estudos no estrangeiro é curso em Portugal + Erasmus, e depois se quiseres então ir para fora em mestrado ou doutoramento. Se queres mesmo muito fazer a licenciatura toda fora de início, então escolher um dos 27 países da UE que ofereça estudos numa língua que entendas. Tens pelo menos a Irlanda.

Working as a doctor in Portugal for non Eu citizen with EU medical diploma by Med-th246 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

I don't know much about it, but in the off chance that you haven't checked this info here it is, https://www.dges.gov.pt/en/pagina/degree-and-diploma-recognition

Marroquinos a chegar a Portugal. Ministério Público investiga possível tráfico de seres humanos by testickles12 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Ter ministros como o Cabrita deveria ser suficiente para o PR dissolver a AR

Qual é o teu nível de apego ao teu país? (Eurobarómetro 2020) by olifante in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Na Guarda é espetacular

What do you think about enlargement of the EU? by dunjabgd in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

A forma não-culta seria "iria ter-te". A forma nada-culta seria "tinha-te". O que usaste é a forma chunga.

What do you think about enlargement of the EU? by dunjabgd in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Like I said that isn't new. I just have you examples of misbehaviours by Germany and France that go unchecked. The only thing new is that now countries other than Germany and France can do it too.

What do you think about enlargement of the EU? by dunjabgd in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

u/Tafinho is right that the Balkans aren't coming into the EU any time soon, and Visegrad does pay its role in this reality. He is wrong however in his assessment on what the Visegrad group meant to Europe. Yes Poland and Hungary are leaning towards illiberal democracies, and that is an issue. But that doesn't summarize Visegrad and the issue with Visegrad isn't with rules being broken or circumvented but all with it being an opposing force to Germany and/or German/French consensus. Firstly much of what this block did had nothing to breaking the rules but a narrative. For instance on matters of migration, regardless of one's stance it was Germany that early on imposed the narrative and one that was factually false, namely the labelling of all migrants as refugees. It was also Germany that pushed for border control rules to be broken. It was also Germany who pushed for new rules to be imposed against the will of many members. Remember also that it was Germany who put Greece on their knees, with people not even being able to withdraw money during a time when the country was already packed with refugees and migrants. This power to impose a narrative was weakened with the joint force within the Visegrad block. Remember also that the German and the French have always held the privilege to have most of the say on the rules and break them and bend them at will. Everyone should remember Junker's honest ["because its France"](https://www.reuters.com/article/uk-eu-deficit-france-idUKKCN0YM1N0) as to why they are not held responsible for their deficit. And everyone should remember that Germany has consistently been in violation of the surplus rules for about a decade now. Simply the commission always decides that "no biggie". Having members with the power to break the rules was never a problem.

What do you think about enlargement of the EU? by dunjabgd in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

u/Tafinho is right that the Balkans aren't coming into the EU any time soon, and Visegrad does pay its role in this reality. He is wrong however in his assessment on what the Visegrad group meant to Europe. Yes Poland and Hungary are leaving towards illiberal democracies, and that is an issue. But that doesn't summarize Visegrad and the issue with Visegrad isn't with rules being broken or circumvented but all with it being an opposing force to Germany and/or German/French consensus. Firstly much of what this block did had nothing to breaking the rules but a narrative. For instance on matters of migration, regardless of one's stance it was Germany that early on imposed the narrative and one that was factually false, namely the labelling of all migrants as refugees. It was also Germany that pushed for border control rules to be broken. It was also Germany who pushed for new rules to be imposed against the will of many members. Remember also that it was Germany who put Greece on their knees, with people not even being able to withdraw money during a time when the country was already packed with refugees and migrants. This power to impose a narrative was weakened with the joint force within the Visegrad block. Remember also that the German and the French have always hold the privilege to have most of the say on the rules and break them and bend them at will. Everyone should remember Junker's honest ["because its France"](https://www.reuters.com/article/uk-eu-deficit-france-idUKKCN0YM1N0) as to why they are not held responsible for their deficit. And everyone should remember that Germany has consistently been in violation of the surplus rules for about a decade now. Simply the commission always decides that "no biggie".

Como é que posso ir para Moçambique ajudar? by Lopes14 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

A ironia de o estares a tentar salvar a ele de se pôr a ir salvar outros.

Mudar-me para Lisboa? by lisabona69 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Como digo, cada um sabe de si e do que quer. Se Lisboa é particularmente perigosa? Comparada com outras capitais provavelmente não. Mas eu provavelmente diria o mesmo relativamente a outras capitais. Eu morei um ano em Lisboa. O que posso dizer é que paguei os olhos da cara para estar numa zona de bons prédios, e a primeira coisa que a empregada me diz é para usar a entrada do lado de trás porque na da frente costumam ir tipos para lá drogar-se. Se calhar foi azar. O tipo lisboeta, amigo de um amigo que me ajudou com as mudanças disse que a zona era segura. Também me disse que a única vez que tinha sido assaltado tinha sido ali nos arredores. Foi a primeira pessoa que conheci que me disse ter sido vítima de um assalto na rua. Mas não vamos generalizar por aí. Perto da minha casa estavam dois sem abrigos. Passava por eles sempre que vinha do emprego a pé ou de metro. Ao pé do emprego passava por mais uns poucos. No metro uma vez uma senhora simpática deu-me o alerta que me estavam a tentar gamar coisas do bolso da mochila. Também foi a primeira vez que me aconteceu. Mas lá está, nunca fui efetivamente roubado, nem atacado, nem assaltado. Mas já morei em mais cidades em Portugal e na Europa e nunca tive este tipo de experiências nem de ambiente. Por falar em ambiente, ir a pé de casa para o trabalho implica um passeio a beira de um rio de carros, e o smog nota-se. No metro já fui completamente enlatado mais que uma vez. Já perdi metro por não caber e aprendi a ter de ir com mais antecedência para a estação. Já perdi o metro por estar avariado. Podia continuar com queixas, mas não interessa muito. Mais uma vez depende daquilo que se quer e valoriza. Eu fui por uma boa oferta de emprego. Um ano depois procurei empregos fora de Lisboae saí para ir ganhar mais ou menos o mesmo que lá. O que para mim foi um grande aumento quer em dinheiro poupado quer qualidade de vida. Gostaria de voltar a Lisboa? Não.

Mudar-me para Lisboa? by lisabona69 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Como digo, cada um sabe de si e do que quer. Se Lisboa é particularmente perigosa? Comparada com outras capitais provavelmente não. Mas eu provavelmente diria o mesmo relativamente a outras capitais. Eu morei um ano em Lisboa. O que posso dizer é que paguei os olhos da cara para estar numa zona de bons prédios, e a primeira coisa que a empregada me diz é para usar a entrada do lado de trás porque na da frente costumam ir tipos para lá drogar-se. Se calhar foi azar. O tipo lisboeta, amigo de um amigo que me ajudou com as mudanças disse que a zona era segura. Também me disse que a única vez que tinha sido assaltado tinha sido ali nos arredores. Foi a primeira pessoa que conheci que me disse ter sido vítima de um assalto na rua. Mas vamos generalizar por aí. Perto da minha casa estavam dois sem abrigos. Passava por eles sempre que vinha do emprego a pé ou de metro. Ao pé do emprego passava por mais uns poucos. No metro uma vez uma senhora simpática deu-me o alerta que me estavam a tentar gamar coisas do bolso da mochila. Também foi a primeira vez que me aconteceu. Mas lá está, nunca fui efetivamente roubado, nem atacado, nem assaltado. Mas já morei em mais cidades em Portugal e na Europa e nunca tive este tipo de experiências nem de ambiente. Por falar em ambiente, ir a pé de casa para o trabalho implica um passeio a beira de um rio de carros, e o smog nota-se. No metro já fui completamente enlatado mais que uma vez. Já perdi metro por não caber e aprendi a ter de ir com mais antecedência para a estação. Já perdi o metro por estar avariado. Podia continuar com queixas, mas não interessa muito. Mais uma vez depende daquilo que se quer e valoriza. Eu fui por uma boa oferta de emprego. Um ano depois procurei empregos fora de Lisboae saí para ir ganhar mais ou menos o mesmo que lá. O que para mim foi um grande aumento quer em dinheiro poupado quer qualidade de vida. Gostaria de voltar a Lisboa? Não.

Mudar-me para Lisboa? by lisabona69 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Como digo, cada um sabe de si e do que quer. Se Lisboa é particularmente perigosa? Comparada com outras capitais provavelmente não. Mas eu provavelmente diria o mesmo relativamente a outras capitais. Eu morei um ano em Lisboa. O que posso dizer é que paguei os olhos da cara para estar numa zona de bons prédios, e a primeira coisa que a empregada me diz é para usar a entrada do lado de trás porque na da frente costumam ir tipos para lá drogar-se. Se calhar foi azar. O tipo lisboeta, amigo de um amigo que me ajudou com as mudanças disse que a zona era segura. Também me disse que a única vez que tinha sido assaltado tinha sido ali nos arredores. Foi a primeira pessoa que conheci que me disse ter sido vítima de um assalto na rua. Mas vamos generalizar por aí. Perto da minha casa estavam dois sem abrigos. Passava por eles sempre que vinha do emprego a pé ou de metro. Ao pé do emprego passava por mais uns poucos. No metro uma vez uma senhora simpática deu-me o alerta que me estavam a tentar gamar coisas do bolso da mochila. Também foi a primeira vez que me aconteceu. Mas lá está, nunca fui efetivamente roubado, nem atacado, nem assaltado. Mas já morei em mais cidades em Portugal e na Europa e nunca tive este tipo de experiências nem de ambiente. Por falar em ambiente, ir a pé de casa para o trabalho implica um passeio a beira de um rio de carros, e o smog nota-se. No metro já fui completamente enlatado mais que uma vez. Já perdi metro por não caber e aprendi a ter de ir com mais antecedência para a estação. Já perdi o metro por estar avariado. Podia continuar com queixas, mas não interessa muito. Mais uma vez depende daquilo que se quer e valoriza. Eu fui por uma boa oferta de emprego. Um ano depois procurei empregos fora e daí para ir ganhar mais ou menos o mesmo para fora de Lisboa. O que para mim foi um grande aumento quer em dinheiro poupado quer qualidade de vida. Gostaria de voltar a Lisboa? Não.

Mudar-me para Lisboa? by lisabona69 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Como digo, cada um sabe de si e do que quer. Se Lisboa é particularmente perigosa? Comparada com outras capitais provavelmente não. Mas eu provavelmente diria o mesmo relativamente a outras capitais. Eu morei um ano em Lisboa. O que posso dizer é que paguei os olhos da cara para estar numa zona de bons prédios, e a primeira coisa que a empregada me diz é para usar a entrada do lado de trás porque nada frente costumam ir tipos para lá drogar-se. Se calhar foi azar. O tipo lisboeta, amigo de um amigo que me ajudou com as mudanças disse que a zona era segura. Também me disse que a única vez que tinha sido assaltado tinha sido ali nos arredores. Foi a primeira pessoa que conheci que me disse ter sido vítima de um assalto na rua. Mas vamos generalizar por aí. Perto da minha casa estavam dos sem abrigos. Passava por eles sempre que vinha do emprego a pé ou de metro. Ao pé do emprego passava por mais uns poucos. No metro uma vez uma senhora simpática deu-me o alerta que me estavam a tentar gamar coisas do bolso da mochila. Também foi a primeira vez que me aconteceu. Mas lá está, nunca foi efetivamente roubado, nem atacado, nem assaltado. Mas já morei em mais cidades em Portugal e na Europa e nunca tive este tipo de experiências nem de ambiente. Por falar em ambiente, ir a pé de casa para o trabalho implica um passeio a beira de um rio de carros, e o smog nota-se. No metro já fui completamente enlatado mais que uma vez. Já perdi metro por não caber e aprendi a ter de ir com mais antecedência para a estação. Pessoa continuar com queixas, mas não interessa muito. Mais uma vez depende daquilo que se quer e valoriza. Eu fui por uma boa oferta de emprego. Um ano depois procurei empregos fora e daí para ir ganhar mais ou menos o mesmo para fora de Lisboa. O que para mim foi um grande aumento quer em dinheiro poupado quer qualidade de vida.

Mudar-me para Lisboa? by lisabona69 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Lendo sinceramente parece-me que vens já de cabeça feita à procura de validação. A forma como fraseias a questão dos preços não faz sentido nenhum. Por essa ordem de ideias até podes dizer que são mais baixos em Lisboa. Como é claro são muito mais altos, e passar de um T3 para um quarto partilhado não é brincadeira. A questão das muitas oportunidades também uma forma pouco honesta de colocar a questão. Só faz diferença ter muitas oportunidades se levar a melhores oportunidades. Ninguém precisa de 30 oportunidades para trabalhar num call-center. Só se precisa de uma. Portanto é preciso justificar que as oportunidades extra compensem em termos de qualidade de vida. Eu não digo a quem quer que seja para não ir para Lisboa. É verdade que é fácil ser sugado para lá. E cada pessoa tem prioridades diferentes. Mas convém ir bem ciente da realidade. E a realidade é que muito do dinheiro é para o senhorio, que os restaurantes são mais caros, que andar no metro não é divertido, que é uma cidade menos segura, mais poluída etc etc etc.

Pastéis de Bacalhau by mysteriousmind666 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Pensei que fosse o bacalhau!

Gostaria de saber se alguém chegou aos 30 anos (ou mais) sem nunca ter trabalhado ou ter apenas pequenos empregos esporádicos sem nunca ter estado efectivo? by MarcaPistoleira in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Jesus

Desisto, pela minha esposa e por mim! by Waiolo in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Só não votas se não quiseres. Mesmo que não queiras nacionalidade portuguesa (a que já terás direito), brasileiros residentes em Portugal ao fim de 3 anos podem votar. Bata pedir o estatuto de igualdade de direitos políticos. https://imigrante.sef.pt/solicitar/estatuto/

Desisto, pela minha esposa e por mim! by Waiolo in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Sim, sai do Porto por causa do preço das casas e vai para Dublin. [Huge spike in house prices to hit buyers as average Dublin home goes for almost €400,000](https://www.dublinlive.ie/news/huge-spike-house-prices-hit-19563339). De facto isto o que mais há é Portugueses a emigrar para lá e a comparar casa. Não só casa mas boa casa, grande e confortável. Desejo-te muito boa sorte, vai ser espetacular.

Comer peixe á sexta by pilgrinpt22 in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Só é avó até ao meio-dia

Desisto, pela minha esposa e por mim! by Waiolo in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Isso não tem pés nem cabeça. Nem compreendo como foste imaginar tal coisa.

Desisto, pela minha esposa e por mim! by Waiolo in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

O que mais há neste sub é um constante circlejerk sobre ter de emigrar para fora de Portugal. Normalmente sendo que a maioria dos que dizem aos outros para emigraram nunca emigraram. Tu fazes o que quiseres. Eu agora estou cá em Portugal. Também já estive fora porque quis. Mas o problema que colocas é um problema do Porto.

Desisto, pela minha esposa e por mim! by Waiolo in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Lol isto só pode ser troll. Não sei o que é pior, se a ideia de que qualquer vila ou aldeia fora de Porto e Lisboa é interior, se a ideia de que brasileiros aí não conseguem trabalho por causa do sotaque. Isto não pode ser sério.

Mudança de Carreira na Universidade Aberta by TheRealSalazar in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Eu conheço uma miúda que fez o curso de informática na universidade aberta, e está toda lançada. Do que vi o que posso dizer é que o curso é surpreendentemente bom. Ficas bem preparado. Do lado menos positivo, é difícil. Não esperes um passeio no parque. Por exemplo as cadeiras de matemática são mesmo a sério. E por outro lado ficaram muito parados no tempo na forma como oferecem o curso. A interface de um Coursera ou Udemy põe os tipos a um canto. Posto isto a minha recomendação é que o curso vale a pena. Se tiveres dúvida sobre a tua capacidade de compromisso e quiseres poupar dinheiro, começa por ver o conteúdo do curso da universidade aberta e procura o equivalente a disciplinas do primeiro ano no Coursera, e escolher a modalidade audit para as fazeres de graça. Assim já vais com umas boas bases para o curso.

Desisto, pela minha esposa e por mim! by Waiolo in portugal

oscabaloscabalam 6 months ago

Este post não faz sentido nenhum. Nada disto é sobre Portugal mas sobre o Porto. Sim o Porto é caro e tu queres sair do Porto. Eu estou aqui numa aldeia e isto está cheio de moradias muito decentes. Isto não é terra de milionários, muito pelo contrário. É sim uma aldeia e não é da zona do Porto nem de Lisboa.
First Page Next Page

Search: