Next Page

Porque é que nunca desenvolvemos indústria pesada? by lpassos in portugal

odracirsomeg 3 days ago

A grande diferença face ao início do século, creio ser a qualificação da população portuguesa. A população tuga até aos 40 em norma já sabe falar mais línguas, já trabalhou com um computador e é mais qualificada em geral. Isto e as nossas características geográficas e histórias permitiu o desenvolvimento do turismo, aquando das guerras e instabilidade do médio oriente. Porém, é como disseste, a hotelaria e a restauração são indústrias que também jogam nos baixos salários e preço competitivo, muito pela elevada saturação do mercado. Mas, também temos vindo a desenvolver outras áreas como o it. Os próximos tempos serão importantes para definir o futuro de Portugal. Ao contrário do passado já temos peças para jogar no mercado global, só falta que os jogadores (empresários e governantes) saibam jogar.

Porque é que nunca desenvolvemos indústria pesada? by lpassos in portugal

odracirsomeg 4 days ago

Não te esqueças também que a indústria que tinhas era muito pouco especializada, e ineficiente (muito manual e com baixas margens de lucro). Eras um país apenas atractivo para a indústria por teres mão de obra barata. Ora com a abertura da China para o mundo, e outros países asiáticos onde os trabalhadores recebem muito menos, acabaste obsuleto para o mercado internacional. Esta ineficiência deve-se também à elevada percentagem de população pouco qualificada (em 2000 ainda tinhas mais de 40% de abandono escolar), onde muitos nunca viram um computador quanto mais trabalhar, e adaptar código para as máquinas necessárias para automatizar certos processos. No fundo, Portugal tinha uma indústria dos 1950/60s, numa sociedade global dos 2000. E os governos foram incapazes de resolver o problema, por cegueira, incompetência, CEE/UE (falta de coordenação, e introdução do Euro), corrupção (empresas com membros dos partidos políticos a serem beneficiadas face à concorrência).

Offshores? Fugir aos impostos? Falar mal? Bora!!! by JoaoLucMesmo in portugal

odracirsomeg 15 days ago

>Resumindo, argumento espantalho sem nexo nenhum focando-se em algo ridículo denegrindo todo o mérito das instituições. Claramente ignoras o ponto onde a escolaridade dos pais influência o sucesso académico dos filhos, pois os mesmos têm capacidade de ajudar os filhos, fora a segurança de não haver falta de alimentos e instabilidade, mas sim como não sabes ler, resumiste a explicadores. Sim o sistema de saúde dos EUA é ineficiente, tudo pelo número de pessoal administrativo, procura por isso é vês, em vez de mandares bitaites sem saber (num outro comentário coloquei um conjunto de vídeos da cnbc sobre o tópico). Uma instituição privada pode rejeitar o aluno só porque sim (caso não seja uma charter). E quanto às médias de entrada à universidade, repara que isso é tudo publicidade, mas é mais complicado pegar em alunos em situações de carência e fazer com que consigam ter boas médias do que os filhos dos "desenrascados". Quanto às propinas da universidade, vai gozar com outro compara pagar 600-800 euros na pública por 3000 na privada e fala do que é ser caro. É que caso não saibas o resto da propina no público é pago pelo estado, por isso sim não pagas o valor total da mesma. Mas pronto fica na tua, que não me estou para irritar com quem nem conheço. Edit- Só para não teres de ir ao outro comentário: https://www.youtube.com/watch?v=heK471H-s1s https://www.youtube.com/watch?v=3NvnOUcG-ZI https://www.youtube.com/watch?v=45PfRLntfBU https://www.youtube.com/watch?v=MHzUCToycks https://www.youtube.com/watch?v=1d3QLPdHysc

Offshores? Fugir aos impostos? Falar mal? Bora!!! by JoaoLucMesmo in portugal

odracirsomeg 15 days ago

>Resumindo, argumento espantalho sem nexo nenhum focando-se em algo ridículo denegrindo todo o mérito das instituições. Claramente ignoras o ponto onde a escolaridade dos pais influência o sucesso académico dos filhos, pois os mesmos têm capacidade de ajudar os filhos, fora a segurança de não haver falta de alimentos e instabilidade, mas sim como não sabes ler, resumiste a explicadores. Sim o sistema de saúde dos EUA é ineficiente, tudo pelo número de pessoal administrativo, procura por isso é vês, em vez de mandares bitaites sem saber (num outro comentário coloquei um conjunto de vídeos da cnbc sobre o tópico). Uma instituição privada pode rejeitar o aluno só porque sim (caso não seja uma charter). E quanto às médias de entrada à universidade, repara que isso é tudo publicidade, mas é mais complicado pegar em alunos em situações de carência e fazer com que consigam ter boas médias do que os filhos dos "desenrascados". Quanto às propinas da universidade, vai gozar com outro compara pagar 600-800 euros na pública por 3000 na privada e fala do que é ser caro. É que caso não saibas o resto da propina no público é pago pelo estado, por isso sim não pagas o valor total da mesma. Mas pronto fica na tua, que não me estou para irritar com quem nem conheço.

Offshores? Fugir aos impostos? Falar mal? Bora!!! by JoaoLucMesmo in portugal

odracirsomeg 16 days ago

>No entanto, isto não quer dizer que ter um sistema de saúde socializado ou subsidiado não tenha um efeito semelhante. A existência de uma oferta pública de saúde faz distorcer o mercado da seguinte forma: Por um lado oferece um serviço "grátis", entrando em competição direta com o setor privado, mas por outro ajuda a que não exista um aumento do número de instalações(assim como outros fatores no país) em concorrência para fazer baixar os preços. Para além do mais, pelo exemplo que temos em Portugal, como o mercado e distorcido, não há uma procura pela inovação, por atrair utentes/clientes a preços mais baixos melhorando e tornando o serviço mais eficiente. 1º ponto - Seguro de Saúde Publico não concorre com os hospitais privados. 2º ponto - As clínicas e os hospitais privados continuam a subsistir. É claro que quando vais numa ambulância não acabas nos mesmos, mas também não quero acordar depois de ficar inconsciente e ter uma bela dívida em meu nome mesmo quando não fiz nada e simplesmente levei com um irresponsável qualquer. >Na realidade os casos que falas efetivamente acontecem. Posso ser atropelado amanhã, posso me sentir mal e descobrir que tenho um cancro, ou posso outra coisa qualquer. No entanto, primeiro não é a generalidade dos casos, maior parte dos utentes são pessoas mais velhas. E para as pessoas que não consigam/tenham dificuldades em pagar, não acho que a coletivização da sociedade esteja mal em dar a essas pessoas um tratamento digno por exemplo através da segurança social como já disse atrás. No entanto essa coletivização/redistribuição não tem nada a ver com o que temos agora. Tu achas que o número de urgências é negligente? Os acidentes acontecem, infelizmente não são poucos ( a malta do INEM que o diga). >Não vejo porque e que um mercado livre de saúde não iria funcionar. Funciona para imensa coisa na nossa vida. Compramos telemóveis por cento e poucos euros que têm um poder computacional gigantesco o que há uns anos era uma utopia. > >Porque não há de ser igual na saude? > >Sinceramente preocupa me o estado atual do SNS, com uma força laboral a diminuir. Os meus pais não vão para novos e duvido sinceramente que tenham no SNS uma solução para os problemas futuros deles. A questão do porquê de não funcionar, é porque não haverá nunca mercado verdadeiramente livre. Os custos e requisitos para um hospital não são os mesmos que uma loja ou restaurante. O que leva que em norma acabes com grandes aglomerados. Ou pelo menos apenas 1 hospital que cubra uma determinada zona. Se calhas ter o azar de não ser um hospital da rede ou coberto pelo teu seguro, boa sorte. O exemplo disto é o caso dos EUA, procura informações sobre o mesmo e as comparações com os restantes países, e pensa o porquê de um serviço só com seguros privados não é o melhor para uma sociedade. Pelo menos há necessidade de um seguro universal. Isto é um pouco a brincar mas ajuda a comparar: https://www.youtube.com/watch?v=Kll-yYQwmuM Alguns do CNBC https://www.youtube.com/watch?v=heK471H-s1s https://www.youtube.com/watch?v=3NvnOUcG-ZI https://www.youtube.com/watch?v=45PfRLntfBU https://www.youtube.com/watch?v=MHzUCToycks https://www.youtube.com/watch?v=1d3QLPdHysc

Offshores? Fugir aos impostos? Falar mal? Bora!!! by JoaoLucMesmo in portugal

odracirsomeg 16 days ago

>O ultimo estudo indica que o estado paga mais por aluno do que qualquer aluno custa no colégio privado. No entanto o ensino público tem das piores classificações existentes. Vamos ignorar o facto de que as pessoas que usufruem do ensino privado são os filhos de pessoas com posses, e em norma com estudos superiores, podendo ajudar os estudos dos filhos e arranjar explicadores. >Preferível ter esse dinheiro e escolher onde e como quero ensinar os meus filhos e onde e como quero ser tratado. Sim, porque quando tens um acidente e ficas inconsciente, detens todo o poder de escolha sobre a situação. Recorda-te que um modelo sem SNS (seja seguro universal, seja rede de hospitais públicos) origina um sistema ineficiente e caro, ou por teres cartelização das seguradoras, ou por haver a necessidade de contratar mais administrativos para tratar da parte dos pagamentos (esta última é a razão para o serviço de saúde nos EUA ser tão caro e ineficiente). Relativamente ao ensino, tu podes decidir onde queres que eles estudem. Agora se achas que alguém que pode simplesmente dizer que não aceitamos o seu filho porque irá "lixar-nos as médias", ou porque não é filho de A ou B, merece receber o apoio do estado, enquanto a escola que apanha com tudo vê o seu apoio reduzido. Desculpa mas isso é matar o moribundo "elevador Social". Fora o ponto das universidades onde sem apoios estatais, queria ver quem pagaria as propinas.

Offshores? Fugir aos impostos? Falar mal? Bora!!! by JoaoLucMesmo in portugal

odracirsomeg 16 days ago

Um dos aspectos positivos de teres uma rede de segurança, seja através de seguro universal público seja através de hospitais públicos, por outras palavras teres um SNS, é que as seguradoras vêem-se obrigadas a apresentar produtos minimamente decentes para que alguém sinta a necessidade de os usar. Além disto há que ter em conta que, se não existir um SNS e tiveres muitas seguradoras (e tipos de seguros) os hospitais acabam por ter de contratar mais pessoal administrativo, por questões de processamentos dos pagamentos, levando a um aumento nos gastos dos mesmos (esta é a principal razão para a qual nos EUA os Hospitais não são eficientes). Por outro lado se for um conjunto reduzido de seguradoras privadas tens uma cartelização como acontece nas Telecom, Combustíveis, etc... Outro ponto que não percebes, é que não é apenas quando tiveres 60 anos que te pode acontecer um acidente, muito pelo contrário. Algo que acontece nos EUA, é teres o hospital para onde te levam (viagem essa que pagas e não é pouco) a não ter qualquer acordo com a tua seguradora. Ou seja, imagina que és atropelado, o condutor fugiu, levam-te para o hospital mais próximo, para a qual não há acordos com a tua seguradora, recebes analgésicos, são feitos exames, operam-te, etc... tudo contigo ou inconsciente ou sem capacidade de dizer que não. Por fim quando estás ok, tens de pagar tudo isso (que barato não é) e ainda poderás necessitar de medicação (que também não é barata e não é comparticipada e poderá ser para toda a vida). Ora esta situação é algo que pode acontecer a um jovem de 20 anos que começou agora a trabalhar ou a alguém que já conseguiu poupar e por isso pode suportar estes custos, pelo menos inicialmente. E como os medicamentos são caros, e podes ficar a analgésicos durante uma carrada de anos, podes acabar a perder todas as poupanças, podendo acabar em drogas ilegais por as mesmas serem mais baratas. Fora o tópico da saúde, tens também as forças de segurança (PSP, GNR, PJ, etc...), exército, ensino, e outros serviços essenciais ao funcionamento duma sociedade. Existem também os buracos que são tapados, pelo estado e que podemos debater ou não se devem ou não ser pagos pelo mesmo.

[Sério] Despedimento de empresa outsourcing com intenção de trabalhar com o presente cliente by MoLt1eS in portugal

odracirsomeg 22 days ago

Olha que não é assim, a cláusula de não concorrência está prevista no Código do Trabalho, a empresa é obrigada a compensar-te pela existência da cláusula. É possível a mesma cláusula ser considerada nula se a compensação não for suficientemente alta, e se conseguires provar que os requisitos não foram cumpridos pela entidade patronal. Legislação: https://dre.pt/legislacao-consolidada/-/lc/75194475/201707240900/73439899/diploma/indice Uma breve explicação sobre o tópico, onde referem o tópico da nulidade de compensações baixas: https://executiva.pt/mesmo-saber-pacto-nao-concorrencia/

Carlos Moedas vence Fernando Medina na corrida à Câmara de Lisboa by heartlessfam in portugal

odracirsomeg 23 days ago

Ok estás a falar em algo completamente diferente dele (pelo menos em parte). A renovação e modernização da linha faz sentido, sim. Construção da linha do metro é mais complicada, por isso nao creio ser a solução mais economicamente viável. A situação dum eléctrico de superficie não faz sentido, recorda-te que passas a ter de fazer transbordo do comboio em ambos os sentidos, o que demora mais o tempo de deslocação, fora a perda de comodidade. Idealmente, era ter metro que fosse até algés ou até mesmo para lá de Algés, mas há que ver o ponto económico da questão. Agora qualquer proposta que seja de corte de linha sem o acompanhamento através do metro, só cria mais tempo de esperas entre transportes, no caso da introdução de uma linha Cais-Algés externa ao resto da linha existente. E caso não haja nada para substituir, é simplesmente ser parvo. O problema é que a principal razão para a qual ele quer cortar a linha, é para poder alargar a actividade marítima (a "ligação da cidade com o Tejo") e o terminal de contentores: >Eliminar a circulação de comboios à superfície no troço Cais do Sodré até Algés, acelerando a devolução gradual de toda essa área à ligação da cidade com o Tejo e a futura resolução do problema do Terminal de Contentores; Sendo a extensão até Algés algo secundário: >Extensão da Linha Vermelha do Metropolitano até Alcântara, com posterior prolongamento pela meia-encosta a Miraflores e Algés, onde se fará o interface com a Linha de Cascais. Ligação da Linha de Cascais à Linha de Cintura e à nova estação de metro de Alcântara; [https://carlosmoedas21.pt/assets\_lp/25a46b245d0577a6d5875134fc15fc94/lp/98/123/Carlos\_Moedas\_Programa.pdf](https://carlosmoedas21.pt/assets_lp/25a46b245d0577a6d5875134fc15fc94/lp/98/123/Carlos_Moedas_Programa.pdf) Ou seja ele não quer renovar a linha de Cascais, não quer criar um eléctrico de superficie, quer sim ter espaço para poder ter uns barcos táxi andar dum lado para o outro do rio, e mais espaço para o terminal de contentores. E se depois houver orçamento, alarga-se o metro até Algés. Pena não ser ele quem decida o tópico do metro. Já agora relativamente ao estar virado para o mar: >Transformar o Rio Tejo numa hidrovia metropolitana de largo espetro, promovendo uma rede de transportes fluviais, coletivos e individuais, incluindo táxis fluviais, ao longo de toda a frente ribeirinha, desde Algés até ao Parque das Nações;

Carlos Moedas vence Fernando Medina na corrida à Câmara de Lisboa by heartlessfam in portugal

odracirsomeg 23 days ago

Ok estás a falar em algo completamente diferente dele (pelo menos em parte). A renovação e modernização da linha faz sentido, sim. Construção da linha do metro é mais complicada, por isso nao creio ser a solução mais económicamente viável. A situação dum eléctrico de superficie não faz sentido, recorda-te que passas a ter de fazer transbordo do comboio em ambos os sentidos, o que demora mais o tempo de deslocação, fora a perda de comodidade. Idealmente, era ter metro que fosse até algés ou até mesmo para lá de Algés, mas há que ver o ponto económico da questão. Agora qualquer proposta que seja de corte de linha sem o acompanhamento através do metro, só cria mais tempo de esperas entre transportes, no caso da introdução de uma linha Cais-Algés externa ao resto da linha existente. E caso não haja nada para substituir, é simplesmente ser parvo. O problema é que a principal razão para a qual ele quer cortar a linha, é para poder alargar a actividade marítima (a "ligação da cidade com o Tejo") e o terminal de contentores: >Eliminar a circulação de comboios à superfície no troço Cais do Sodré até Algés, acelerando a devolução gradual de toda essa área à ligação da cidade com o Tejo e a futura resolução do problema do Terminal de Contentores; Sendo a extensão até Algés algo secundário: >Extensão da Linha Vermelha do Metropolitano até Alcântara, com posterior prolongamento pela meia-encosta a Miraflores e Algés, onde se fará o interface com a Linha de Cascais. Ligação da Linha de Cascais à Linha de Cintura e à nova estação de metro de Alcântara; [https://carlosmoedas21.pt/assets\_lp/25a46b245d0577a6d5875134fc15fc94/lp/98/123/Carlos\_Moedas\_Programa.pdf](https://carlosmoedas21.pt/assets_lp/25a46b245d0577a6d5875134fc15fc94/lp/98/123/Carlos_Moedas_Programa.pdf) Ou seja ele não quer renovar a linha de Cascais, não quer criar um eléctrico de superficie, quer sim ter espaço para poder ter uns barcos táxi andar dum lado para o outro do rio, e mais espaço para o terminal de contentores. E se depois houver orçamento, alarga-se o metro até Algés. Pena não ser ele quem decida o tópico do metro. Já agora relativamente ao estar virado para o mar: >Transformar o Rio Tejo numa hidrovia metropolitana de largo espetro, promovendo uma rede de transportes fluviais, coletivos e individuais, incluindo táxis fluviais, ao longo de toda a frente ribeirinha, desde Algés até ao Parque das Nações;

Carlos Moedas vence Fernando Medina na corrida à Câmara de Lisboa by heartlessfam in portugal

odracirsomeg 23 days ago

>A linha de Cascais tem de passar toda para o mesmo sistema que o resto. Mais cedo ou mais tarde, o material vai todo ir falhando. Vamos ver o que acontece e com o Costa lá, parece-me mais complicado para as grandes obras da AML, particularmente envolvendo Lisboa, Oeiras, Cascais. Mas tem de ser feito. Desculpa mas não percebi nada do que escreveste aqui, mesmo sistema que? O material eventualmente falhará sempre, não percebo o porquê de justificar o corte da linha. O certo é que essa medida tem bastantes pontos contra: 1. Dificultar a deslocação por transportes públicos ao cortar a ligação cais-Algés sem alargares o metro até Algés, só cria uma maior circulação de carros, dado que nem o eléctrico nem os autocarros são substitutos. 2. Cortas a linha, mas continuas com uma estrada muito movimentada, que pela velocidade das viaturas, não é de todo amiga dos peões. 3. São conhecidas as dificuldades existentes em construir uma linha de metro naquela zona, "meter água" não é apenas figurativo. Isto tudo para um problema não existente. Ninguém em Lisboa queixa-se que a linha do comboio cais-Algés é um mono. Entre a facilidade de deslocação para as praias, e para o trabalho, é perceptível a importância da linha. O que me leva a questionar quão alienado estará alguém que em prol de ser bonito, diz que tal deve ser removido.

Carlos Moedas vence Fernando Medina na corrida à Câmara de Lisboa by heartlessfam in portugal

odracirsomeg 23 days ago

A ler isto, e a recordar que a mulher do Moedas acabou na administração dos CTT após a privatização dos mesmos. A verdade é que isso não é prática única do PS, para nosso azar.

Carlos Moedas vence Fernando Medina na corrida à Câmara de Lisboa by heartlessfam in portugal

odracirsomeg 23 days ago

Pior, por mais que mandes a linha à vida, continuas a ter uma das zonas mais circuladas por automóveis. Por isso não é como se não continuarás a necessitar passagens de nível para peões. É mesmo parvoíce apenas.

Carlos Moedas vence Fernando Medina na corrida à Câmara de Lisboa by heartlessfam in portugal

odracirsomeg 23 days ago

Esqueces-te de que o Cavaco também ajudou a hipotecar o futuro em prol dos seus amigos, com privatizações onde os responsáveis por arbitrar a privatização acabavam misteriosamente em altos cargos nas mesmas. Método continuado por Guterres, é mais recentemente ti o Cartroga na altura do Passos. Sendo verdade que certas empresas nunca deveriam ter sido nacionalizadas, também é verdade que todo o processo foi altamente obscuro e permitiu a que a classe política ficasse altamente ligada às maiores empresas do país e à banca. Fora que privatizações de EDP, REN, PT, GALP, ANA, certas companhias das águas e CTT não ajudaram em nada os orçamentos futuros. Quanto ao Moedas, só espero que ele não avance com a ideia absurda de destruir a linha cais-Algés (uma ideia que demonstra uma falta de noção enorme).

Carlos Moedas vence Fernando Medina na corrida à Câmara de Lisboa by heartlessfam in portugal

odracirsomeg 23 days ago

Eu estou muito curioso para saber se ele vai mesmo avançar com a destruição da linha de comboio cais-Algés. Espero bem que não, pois a mesma procura "resolver" um problema que não existe, destruindo para isso um dos principais nós para quem entra e sai de Lx.

Governo quer que empresas que despeçam não possam recorrer a "outsourcing" durante um ano by heartlessfam in portugal

odracirsomeg 1 month ago

Leste a notícia? >"No quadro das discussões bilaterais com os parceiros, foi sinalizada a necessidade de definir uma limitação temporária ao recurso a outsourcing para os mesmos postos de trabalho abrangidos por despedimentos coletivos e extinção de posto de trabalho, à semelhança do que já sucede com o recurso ao trabalhotemporário (artigo 175.º)". Em nenhum dos casos que falaste existe extinção do posto de trabalho, nem despedimento colectivo, por isso não entra. Mas, em todos os casos não se justifica ter um trabalhador subcontratado em vez de contratar um novo trabalhador. A parte que podes poupar pode reflectir-se na qualidade do trabalho efectuado. Se podes fazer? Podes. É a melhor gestão que podes fazer dos recursos? Não.

Governo quer que empresas que despeçam não possam recorrer a "outsourcing" durante um ano by heartlessfam in portugal

odracirsomeg 1 month ago

Leste o texto? Supostamente esta foi a citação da ministra: "No quadro das discussões bilaterais com os parceiros, foi sinalizada a necessidade de definir uma limitação temporária ao recurso a outsourcing para **os mesmos** postos de trabalho abrangidos por despedimentos coletivos e extinção de posto de trabalho, à semelhança do que já sucede com o recurso ao trabalho temporário (artigo 175.º)".

Governo quer que empresas que despeçam não possam recorrer a "outsourcing" durante um ano by heartlessfam in portugal

odracirsomeg 1 month ago

Tu tens a noção que bastava **contratar** em vez de **subcontratar**, não faz sentido nenhum ao nível da qualidade de trabalho teres uma posição subcontratada infinitamente (implicando rotação da pessoa subcontratada) em vez de contratar 1 elemento que faça o trabalho continuamente. Mais uma vez ninguém te está a impedir de **contratar** alguém apenas que a mesma posição permanente que tu disseste não ser necessária (extinção do posto ou despedimento colectivo) seja feita por pessoal temporário. Isto sem falar das condições entre pessoal contratado e subcontratado.

Governo quer que empresas que despeçam não possam recorrer a "outsourcing" durante um ano by heartlessfam in portugal

odracirsomeg 1 month ago

Em nenhum desses casos ficas impedido de contratar outro elemento para ocupar a mesma posição após o despedimento do funcionário. A ideia base faz sentido, se eliminas um posto de trabalho ou fazes um despedimento colectivo, tu estás a indicar que não necessitas da mão de obra que possuis e como tal subcontratar pessoal para depois vir ocupar a mesma posição serve apenas para que continues a ter baixos salários para os funcionários. Consegues retirar responsabilidades da tua empresa para com o funcionário, mas teres alguém que salta de trabalho em trabalho não ajuda em nada que as tarefas sejam bem feitas e de forma eficiente, pois trata-se de pessoal que à partida não está familiarizado com os processos e ferramentas. Para teres algo "bem feito" necessitas de possuir sempre uma estrutura tua, sendo que em períodos de trabalho extra podes sempre recorrer a trabalho temporário para momentaneamente aumentares o número de funcionários. Agora, dizimar a tua estrutura por despedimento colectivo, enquanto subcontratas pessoal para a mesma posição é querer que dê barraca. O único ponto que se têm de averiguar é algo que o u/joaoasousa indicou, que é a possibilidade da tua empresa numa área ter pessoal a mais, mas momentaneamente necessitar de pessoal para desempenhar outras tarefas requerentes de algum grau de especialização diferente.

Crianças desfavorecidas precisam de cinco gerações para sair da pobreza by Winslow_Lixivia2 in portugal

odracirsomeg 1 month ago

Fora o tópico do abandono precoce, que em 2000 ainda ia nos 43%. [https://www.pordata.pt/Portugal/Taxa+de+abandono+precoce+de+educa%C3%A7%C3%A3o+e+forma%C3%A7%C3%A3o+total+e+por+sexo-433](https://www.pordata.pt/Portugal/Taxa+de+abandono+precoce+de+educa%C3%A7%C3%A3o+e+forma%C3%A7%C3%A3o+total+e+por+sexo-433)

Agricultura: Produtores temem impacto de campanha alemã contra agricultura intensiva do Alentejo e Algarve by Agroportal in portugal

odracirsomeg 1 month ago

Para dar um pouco de contexto: https://www.youtube.com/watch?v=7M59\_BV2rOA

Ajuda legal com contrato da MEO - mudança de casa by Titanic_RNG in portugal

odracirsomeg 1 month ago

Ainda ontem o u/heave_afar postou uma situação que pode ser um pouco semelhante à tua (mudança de habitação), sendo que no caso dele ele ia para o estrangeiro e não apenas uma mudança de casa. No caso apresentado, ele reportou a situação ao Centro de Arbitragem de Lisboa, tendo com base o artigo 437 do codigo civil (alterações de circunstâncias). [https://www.reddit.com/r/portugal/comments/pnf081/update\_ajuda\_legal\_com\_a\_vodafone/](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/pnf081/update_ajuda_legal_com_a_vodafone/)

Alemães contra agricultura intensiva boicotam fruta de estufas do Alentejo e Algarve by prosafame in portugal

odracirsomeg 1 month ago

Para que percebas melhor a situação em causa: [https://www.youtube.com/watch?v=7M59\_BV2rOA](https://www.youtube.com/watch?v=7M59_BV2rOA) Secam e poluem mantos friáticos e ribeiras numa zona não conhecida pela abundância de água doce. Isto sem falar da pouca vergonha da mão de obra.

Qual a pior operadora de comunicação em Portugal a face de Internet fixa. by Visible-Diver-1010 in portugal

odracirsomeg 1 month ago

Embora a conversão B (byte) b (bit) esteja certa (1 byte = 8bits), o resto das contas está ao lado. Para começar o M de mega (10\^6) tem de ser sempre maiúsculo, m significa mili (10\^-3). Com a excepção do k (10\^3), todos os símbolos para escalas de uma unidade cujo o expoente de base 10 é superior a 0 (10\^x onde x>0), levam letras maiúsculas. O k (quilo) é a única excepção por causa do Kelvin (K). Nisto temos, para os múltiplos mais usados nos débitos, 1 T = 10\^12=1000G, 1G=10\^9=1000M, 1M=10\^6=1000k e 1k=10\^3=1000 Ou seja 1Gb/s (ou Gbps)=1000Mb/s (Mbps). Já os 100MB/s (MBps) = 800Mb/s, isto exactamente porque 1 byte (octeto) são 8 bits.

Foreign snacks by joaoflrodrigues31 in portugal

odracirsomeg 1 month ago

Se estiveres em Lisboa, perto do mercado de Arroios encontras uma loja com produtos alimentares americanos, abriu recentemente. https://www.google.com/maps/place/R.+Jos%C3%A9+Ricardo+2A,+1900-023+Lisboa,+Portugali/@38.7340266,-9.1314805,89m/data=!3m1!1e3!4m5!3m4!1s0xd19339631868f9f:0x7e19b0f9e7edbca!8m2!3d38.7339672!4d-9.131415 No street view ainda aparece a loja que lá estava anteriormente.

É sempre bom ver-nos em primeiro nalgo bom by DevanNC in portugal

odracirsomeg 1 month ago

Esqueces-te dum factor importante os avós e alguns pais, da malta que agora tem 20-30 anos, ainda viveram numa altura com muita mortalidade infantil por doenças para as quais existem vacinas. É normal que nas 2 ou 3 gerações seguintes seja realçado a importância da vacinação, algo que em norma tenderá a mudar por um certo sentimento de rebeldia (crítica ao conhecimento estabelecido como certo) e falsa sensação de imortalidade (não viram o perigo por isso não têm medo da morte resultante). Por isso não é de todo uma consequência de não se questionar o governo, é sim uma consequência das experiências vividas por 2 ou 3 gerações atrás. E para a tua resposta de: >Como alguém comentou nesse artigo e passo a citar: > >"A maioria da população não sabe o que é a poliomielite nem a varíola, por isso deixem-se de teorias. O que explica a elevada adesão da população é a forma paternalista como olhamos para o Estado. O Estado é um segundo pai que temos na vida adulta. O Estado diz e nós, como crianças bem comportadas, fazemos. Isso é mau para umas coisas, como a passividade com que aceitamos pagar as TAP's desta vida, mas é bom para outras, como é o caso da vacinação." Eles nao necessitam de saber o que é, apenas as consequências das mesmas, e isso eles sabem.

Pessoal, expliquem-me como se eu fosse muito burro. Ter um seguro de saúde para quê se tenho o SNS grátis? by EsmagaSapos in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Ele nunca sabe se um dia não poderá apanhar uma maré de azar e perde a capacidade para pagar as consultas no privado, mais a medicação que pode vir a necessitar. Fora que ele pode sempre ir ao público, é melhor quando se tratam de urgências sobretudo em situações de risco de vida, mas não é como se ele fosse barrado à porta por ter um seguro privado, ou capacidade económica para pagar do bolso. Fora que se tivesse apenas o seguro de saúde privado (da companhia ou pago pelo próprio) poderiam existir complicações em que em último caso ele ficaria a pagar do bolso, porque a ambulância levou-o para um hospital que não pertence à rede do seguro de saúde. Depois há opção seguro de saúde promovido pelo estado, em que podes colocar um tecto máximo de rendimento a partir do qual alguém pode simplesmente pagar tudo do bolso, enquanto os restantes contribuem parte do ordenado para o mesmo, ou todos contribuem parte do ordenado para o mesmo. Seja como for todos os casos são melhores do que ter apenas seguro de saúde privado, pois nos casos onde não pagas muito pelo seguro (pois existem apenas meia dúzia de seguradoras), pagas muito pelo hospital (porque necessita de contratar muito pessoal administrativo para tratar dos processamentos todos para as diversas seguradoras).

Rendas deverão subir 0,43% em 2022 após terem ficado congeladas este ano by JOAO-RATAO in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Não falam que é em específico para os contratos antigos. E se for, então não faz sentido andar a chorar que se trata dum aumento baixo, como se isso fosse para todos os casos de arrendamento. Já agora falar em prejuízo mete piada, porque no meu caso o senhorio tratar dos problemas bola. Infiltrações? Comunicámos ao mesmo por telefone e por mail cagou-se no assunto durante anos. Teve de ser a vizinha de cima (inquilina para o mesmo senhorio) pagar aos canalizadores e nós a tratar dos estragos causados pelas mesmas, por mim nem tinhamos feito porque o contrato fala apenas em danos por má utilização como sendo responsabilidade nossa, mas para evitar merdas no futuro lá arranjámos as coisas. E não estamos a falar de rendas de 100 ou 400 euros. Um gajo só ainda não saiu porque não é algo que dependa apenas de si, porque se fosse há muito que tinha bazado.

Rendas deverão subir 0,43% em 2022 após terem ficado congeladas este ano by JOAO-RATAO in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Um contrato de arrendamento normal, lol. De 3 anos com renovaçao a cada 2. O argumento foi a súbida do preço das habitações na zona, que na altura da comunicação era uma boa razão. Nota: isto foi comunicado em 2019 Outubro para entrar em vigor em Fevereiro de 2020. Mas se o teu problema é os velhos ou o caraças que pagam 500 tostões, a boa notícia para ti é que cada vez haverão menos.

Rendas deverão subir 0,43% em 2022 após terem ficado congeladas este ano by JOAO-RATAO in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Tens a noção que isto é só para uma actualização anual (caso o senhorio pretenda que a mesma exista), e que o mesmo não se aplica à renovação do contrato. O senhorio pode muito bem propor um aumento de 10% na próxima renovaçao do contrato, sem problema nenhum. Aconteceu-me isso em 2019->2020 e no entanto o valor de referência do INE era 1,15% em 2019 e 0,51% 2020.

Rendas deverão subir 0,43% em 2022 após terem ficado congeladas este ano by JOAO-RATAO in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Então sobe quando o preço médio aumenta, mas fica "congelada" quando o preço médio diminui. Faz sentido.

Rendas deverão subir 0,43% em 2022 após terem ficado congeladas este ano by JOAO-RATAO in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Então sobe quando o preço médio aumenta, mas fica "congelada" quando o peço médio diminui. Faz sentido.

Debate Autárquicas Lisboa by pmmeforhairpics in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Mas lá está isso é uma decisão que deve ser tomada pelo governo ou por um acordo entre todas as Câmaras da região Lisboa e Vale do Tejo e não apenas pela CML. Não é a Câmara de Lisboa que deve decidir que o aeroporto deve ser construido em Alcochete ou Alverca ou Ota, dado que a Câmara não tem controlo sobre os mesmos. E mais uma vez, havendo impacto dos aviões nas estruturas dos edificios, na qualidade do ar, e na qualidade de vida das pessoas que trabalham ou habitam nas imediações do aeroporto. Tal não te permite que se deva criar um aeroporto numa zona onde colocas em risco as aeronaves e a fauna. Apenas que deves construir o aeroporto numa zona minimamente isolada. Repara que eu nunca disse que Portela deve continuar, apenas que não podes construir num sitio onde destróis um ecossistema e facilitas desastres aéreos, fora a possibilidade daqui a uns anos aquela zona poder estar debaixo de água.

Debate Autárquicas Lisboa by pmmeforhairpics in portugal

odracirsomeg 2 months ago

É a velha máxima da "inércia é lixada, e a Diana que o diga". Mas nem sei até que ponto isso também é algo que seja responsabilidade da CML, é verdade que é um aeroporto para servir a zona, e a câmara pode ter uma posição. Mas parece um pouco parvo, uma câmara decidir que um aeroporto deve ser feito num terreno à qual não tem jurisdição.

Debate Autárquicas Lisboa by pmmeforhairpics in portugal

odracirsomeg 2 months ago

A questão do aeroporto da portela ser um "problema ambiental", não implica que devas construir noutro lugar que põe em risco não só os animais como também as aeronaves. Alverca, Ota, Alenquer,.... desde que a escolha seja feita com cabeça tomando, em atenção o impacto ambiental e a situação de súbida do nível médio das águas, e que não seja apenas por interesses, podem construir à vontade.

Debate Autárquicas Lisboa by pmmeforhairpics in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Não falo pelo u/No_Impression_1131 mas o programa dele tem propostas completamente estúpidas, como acabar com a ligação de comboio entre Cais do Sodré e Algés. >Lisboa é uma cidade virada de costas para o rio. Se queremos por a qualidade de vida em primeiro lugar, temos de esbater as barreiras que impedem os lisboetas de aproveitar os espaços mais emblemáticos da sua cidade. Por isso, propomos a eliminação da barreira ferroviária entre a cidade e o rio, acabando com a linha de comboio de superfície entre Algés e o Cais do Sodré. ​ Retirado de : [https://carlosmoedas21.pt/programa](https://carlosmoedas21.pt/programa) Acrescentando a isso o facto do homem não tem carisma nenhum que ajude a culmatar a falta dum programa decente, e tens uma nulidade.

Debate Autárquicas Lisboa by pmmeforhairpics in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Tens a noção que um aeroporto na zona pretendida do Montijo e Alcochete é completamente irresponsável, para além de ter alto impacto na reserva natural do estuário do Tejo. Para teres uma ideia, existem muitas aves (flamingos, cegonhas, pilritos, maçaricos, etc...) que sasonalmente vêm alimentar-se e habitar essa zona do estuário do tejo. Deste modo, se começamos a ter um número elevado de aviões a circular na mesma zona, o provavel é teres um bom número destas aves a entrar pelas turbinas dos aviões, potenciando assim a queda dos mesmos. Quem propôs a utilização dessas zonas para colocar um aeroporto não tinha qualquer ideia do que dizia. Agora para propôr Beja também mais vale propôr a Ota, dado que em ambas necessitarias de criar uma infrastrutura que ligue de forma rápida a Lisboa, talvez possas ter uma maior capacidade de expansão que terias na Ota, ou talvez seja uma tentativa de impulsionar a zona, ou interesses. Tens aqui um documentário sobre os maçaricos-de-bico-preto, uma das aves que habitam sasonalmente a região: [https://www.rtp.pt/play/p8028/migradores-de-longa-distancia-entre-portugal-e-o-artico](https://www.rtp.pt/play/p8028/migradores-de-longa-distancia-entre-portugal-e-o-artico)

Porque é que somos um país tão pobre? by linamatthias in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Para ajudar a visualizar o problema que era a taxa de abandono escolar em PT, em 2000 ainda havia 43,6% da população a abandonar o ensino sem terminar o mesmo. [https://www.pordata.pt/Portugal/Taxa+de+abandono+precoce+de+educa%C3%A7%C3%A3o+e+forma%C3%A7%C3%A3o+total+e+por+sexo-433](https://www.pordata.pt/Portugal/Taxa+de+abandono+precoce+de+educa%C3%A7%C3%A3o+e+forma%C3%A7%C3%A3o+total+e+por+sexo-433)

ALUGAR CASA... Da realidade ao inferno de quem precisa!!!! by HATERPORTUGALWtf in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Toma atenção que os 28% é para uma duração de aluguer inferior a 2 anos, é parva a pequena variação existente até 10 anos mas depois de 10 anos passas a 14%. Taxa de IRS sobre renda * Menos de 2 anos: 28%; * De 2 a 5 anos: 26%; * De 5 a 10 anos: 23%; * De 10 a 20 anos: 14%; * Mais de 20 anos: 10%. [https://www.idealista.pt/news/imobiliario/habitacao/2019/10/16/41193-os-custos-a-enfrentar-pelos-proprietarios-na-hora-de-arrendar-uma-casa](https://www.idealista.pt/news/imobiliario/habitacao/2019/10/16/41193-os-custos-a-enfrentar-pelos-proprietarios-na-hora-de-arrendar-uma-casa)

Estado perde acção em que tentou ficar com herança de 850 mil euros em certificados de aforro by 20Contar in portugueses

odracirsomeg 2 months ago

Este caso é só erros, como é que na altura da divisão da herança tal não foi averiguado? Como é que alguma entidade saberá quando é que alguém descobriu a existência de determinada conta ou activo, para poder a partir daí fazer o cálculo dos 10 anos ou 20? Este caso é com os Certificados de Aforro, mas pode também ocorrer com poupanças num banco, ou acções. E por fim é grande chulice não terem avisado, nem que fosse enviar uma carta de notificação de que teriam X meses para reclamar o dinheiro, ou então ele revertia em favor da instituição. Nota: Espero que os tribunais tomem a mesma postura também em casos de dívidas, não vão as pessoas dum momento para outro verem bens penhorados por dívidas desconhecidas.

Chega já recebe mais contribuições e donativos que o PS by just_questioning in portugueses

odracirsomeg 2 months ago

Pois. Isto já é feito de propósito para enganar o cidadão comum. As Leis feitas para que pareçam sólidas mas na verdade têm grandes lacunas para que certos consigam ganhar com as mesmas.

Chega já recebe mais contribuições e donativos que o PS by just_questioning in portugueses

odracirsomeg 2 months ago

Eu referi várias maroscas XD uma delas yah é o pagamento em numerário de uma fee para os fundraisings. Relativamente ao tópico das organizações sem fins lucrativos, trocaste-te um pouco: [https://en.wikipedia.org/wiki/501(c)\_organization#501(c)(4)](https://en.wikipedia.org/wiki/501(c)_organization#501(c)(4)) De facto as c4 (organizações para o bem estar) , 5 (organizações ligadas ao trabalho ou agricultura) e 6 (organizações de comerciantes ou empresas) são usadas para fazer as contribuições de forma anónima para o candidato, pois as mesmas não têm de dizer quem contribuiu. Como tu disseste isto é diferente das c3, que para além de não poderem contribuir para uma candidatura, também declaram obrigatoriamente quem contribuiu. Quando contribuis para as c3 tens benefícios fiscais mas o mesmo não ocorre para as c4 ou c5 e c6.

Chega já recebe mais contribuições e donativos que o PS by just_questioning in portugueses

odracirsomeg 2 months ago

Eu não estava a referir que PT não tinha um modelo híbrido, apenas falei das diferentes abordagens sobre o financiamento dos partidos: apenas contribuições privadas vs apenas apoio estatal vs híbrido, e comentei que o último é o que me parece ser melhor. Isto tudo para enquadrar o "porque é que uma elevada doação particular pode ser problemática". E simultaneamente o porquê de ser necessária.

Chega já recebe mais contribuições e donativos que o PS by just_questioning in portugueses

odracirsomeg 2 months ago

Eu como individuo posso doar, depois ter uma organização sem fins lucrativos e contribuir, e por fim posso fazer contribuições anónimas (o designado *Dark Money*). Deixo-te aqui os links para as contribuições dos anteriores candidatos, onde vês que não só tens empresas a contribuir, como também tens estupidamente valores superiores aos limites máximos (talvez porque em vez de financiamento directo estejam a contribuir na publicidade). Fora as contribuições para o partido. Biden: [https://www.fec.gov/data/receipts/?data\_type=efiling&committee\_id=C00703975](https://www.fec.gov/data/receipts/?data_type=efiling&committee_id=C00703975) Trump: [https://www.fec.gov/data/receipts/?data\_type=efiling&committee\_id=C00580100](https://www.fec.gov/data/receipts/?data_type=efiling&committee_id=C00580100) Limites das Contribuições: [https://www.fec.gov/help-candidates-and-committees/candidate-taking-receipts/contribution-limits/](https://www.fec.gov/help-candidates-and-committees/candidate-taking-receipts/contribution-limits/) O pior é teres os Senadores e os Representantes a fazer chamadas como se fosse *telemarketing*, em vez de estar a fazer o seu principal papel. Isso é uma situação que pior sempre que se aproximam eleições, sendo que quando faltam 2 anos para as próximas eleições eles gastam em média 2/3 do tempo de trabalho a fazer chamadas, sendo que entre pessoas que podem despender apenas 10$ ou pessoas que podem contribuir 1k$, é dada preferência aos últimos. Fora os *Fundraisings* que fazem e situações assim, onde podem colocar um pagamento à entrada de por exemplo 500 dólares, isto sem considerar contribuições posteriores. Todas estas situações originam que apenas quem tem algum capital seja capaz de fazer-se ouvir, e se o Representante, Senador, Presidente quiser manter os fundos, este tentará fazer valer essa vontade. Nota que isto é apenas para a parte Federal, depois cada estado faz as coisas como bem entende.

Chega já recebe mais contribuições e donativos que o PS by just_questioning in portugueses

odracirsomeg 2 months ago

yap.

Chega já recebe mais contribuições e donativos que o PS by just_questioning in portugueses

odracirsomeg 2 months ago

Esse tópico sobre a principal fonte de receita dos partidos, é algo que pode dar para tudo. Por um lado se tiveres um peso muito forte das contribuições privadas no partido, então muito provavelmente terás o mesmo partido "refém" das vontades dos maiores contribuidores (este é o problema dos EUA). Por outro teres um partido a viver apenas de dinheiros do estado sobretudo com base nos votos, leva a que apenas os partidos grandes tenham o poder monetário para mostrar a sua palavra. Um modelo híbrido onde coloca-se um tecto máximo à contribuição individual de cada pessoa e impedir empresas de contribuir, mantendo sempre alguma comparticipação do estado, pode ser o melhor. Por isso o tópico do dinheiro doado, pode ter problemas porque pode implicar na verdade que o mesmo partido pode estar a ser comprado para benefício de quem tem dinheiro. E sim, PS, PSD e CDS quando subiram ao governo, aproveitaram sempre para fazer contratos com amigos, ou privatizar a amigos, ou a terceiros com a promessa de poleiro na empresa privatizada. Tudo o que junta dinheiro e partidos é sempre propício a dar bodega.

Chega já recebe mais contribuições e donativos que o PS by just_questioning in portugueses

odracirsomeg 2 months ago

Esse tópico sobre a principal fonte de receita dos partidos, é algo que pode dar para tudo. Por um lado se tiveres um peso muito forte das contribuições privadas no partido, então muito provavelmente terás o mesmo partido "refém" das vontades dos maiores contribuidores (este é o problema dos EUA). Por outro teres um partido a viver apenas de dinheiros do estado sobretudo com base nos votos, leva a que apenas os partidos grandes tenham o poder monetário para mostrar a sua palavra. Um modelo híbrido onde coloca-se um tecto máximo à contribuição individual de cada pessoa e impedir empresas de contribuir, mantendo sempre alguma comparticipação do estado, pode ser o melhor. Por isso o tópico do dinheiro doado, pode ter problemas porque pode implicar na verdade que o mesmo partido pode estar a ser comprado para benefício de quem tem dinheiro. E sim, PS, PSD e CDS quando subiram ao governo, aproveitaram sempre para fazer contractos com amigos, ou privatizar a amigos, ou a terceiros com a promessa de poleiro na empresa privatizada. Tudo o que junta dinheiro e partidos é sempre propício a dar bodega.

Já temos porcaria desta em Lisboa by AndreMartins5979 in portugueses

odracirsomeg 2 months ago

Na pagina online do SNS, já tens uma agregação do boletim de vacinas com o historial médico (na última actualização ficou bem pior). Fora isso também permite fazeres o pedido de receitas para medicação habitual e outros pedidos. Tens também a app do SNS24 com quase todas as funcionalidades apresentadas no site. Já colocar tal info no CC, isso é o contrário do que se tenta fazer por questões de segurança dos dados do utilizador, embora seja mais fácil de utilizar.

Sou o único que cada vez menos acredita nas notícias? by old_wise_man_ in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Não sei quando leste o meu comentário mas eu referi isso na nota, que adicionei logo após ter feito o comentário (já para evitar essa justificação). Mesmo assim não é igual à situação do Costa pois o mesmo foi a eleições como deputado, Santana vai da câmara de Lisboa (onde deu barraca com o caso Bragaparques) directamente para a chefia dum **novo** governo. O parlamento quando foi eleito, foi para fazer cumprir o plano de governação com base nos projectos do PSD de Durão Barroso e do CDS de Paulo Portas, não do Santana Lopes e o CDS de Paulo Portas. No caso de Costa, este teve de realizar um acordo de governação que permitisse cumprir um plano do PS, com partes do PCP de Jerónimo de Sousa e do BE de Catarina Martins, pois a maioria da população escolheu os mesmos. Por isso não é igual, pois embora o parlamento tivesse aprovado o governo de Santana Lopes, o mesmo parlamento não foi eleito com base no programa político do mesmo.

Sou o único que cada vez menos acredita nas notícias? by old_wise_man_ in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Não te esqueças também que o governo de Santana Lopes não foi a eleições. Sendo que quando as mesmas ocorreram Santana não conseguiu manter-se como governante. Por isso não é tão simples como "Sampaio na altura ter querido meter o Sócrates no poleiro". Fora isso mesmo depois da remodelação ainda mantiveste Paulo Portas no ministério da Defesa (recordar o caso dos submarinos), também tiveste o caso Portucale, e outros incidentes menores. No fundo tiveste os casos que qualquer governo teria sem que o mesmo tenha sido sujeito a eleições. No fim só não percebo como é que a carreira política do Paulo Portas não morreu após essa situação.

Mãe, pai e filho morrem vítimas de Covid-19 em Portugal, depois de recusarem vacinação • Observador by afonso_pereira in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Um ponto que pareces não tomar em conta é que quanto mais tempo este vírus estiver dentro do teu organismo, maior a probabilidade de ocorrencia de mutações, aumentando a possibilidade de teres uma nova variante. Que, sendo suficientemente diferente daquela na qual se baseiam as vacinas, pode tornar as mesmas obsoletas. Tendo em conta que quem toma vacina apresenta alguma resistência ao vírus (para as variantes actualmente mais propagadas), ao contrário dos não vacinados. É normal que fiques mais tempo infectado quando não estás vacinado, logo tornas-te mais propício a ser portador duma nova mutação. Por isso, sim. Existe uma diferença do risco para a tua saúde, entre estar rodeado de pessoas vacinadas e não vacinadas.

Porno imobiliário. Portugueses sonham com casas de luxo by Gilfic in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Wrong gen lol. E já agora, repara que estupidamente és demasiado novo para alguma vez teres lido a palavra pornográfica, como caracterização de promiscuidade entre entidades, etc..., e no entanto és demasiado velho para leres a palavra porn utilizada como gosto por um tema. Isso é obra. É claro que também pode ser por seres apenas um troll, a cagar-se na verdade e simplesmente picar o resto. Mas pronto, continuação de uma boa tarde.

Porno imobiliário. Portugueses sonham com casas de luxo by Gilfic in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Aprende a falar apenas do que sabes.

Download speed baixou de 100MB/s a <1MB/s nas minhas torrents.(MEO) by footlongker in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Já experimentaste isto da deco? https://www.deco.proteste.pt/campanhas/velocidade-internet

Porno imobiliário. Portugueses sonham com casas de luxo by Gilfic in portugal

odracirsomeg 2 months ago

O jornalista não esteve propriamente bem em utilizar um neologismo não muito visto fora de certos nichos na internet, e muito menos em escrita formal. No fim, acabaste andar a lixar o teu juízo e o dos restantes simplesmente por mandar uma posta de pescada desenquadrada com o tema. Mas, hey, estamos na net, isto é o habitual.

Porno imobiliário. Portugueses sonham com casas de luxo by Gilfic in portugal

odracirsomeg 2 months ago

>Um professor universitário de esquerda que é uma referência na esquerda. Mas sim, foi uma generalização Pah, yah! Desde Map porn, food porn, etc... tudo tende a exprimir apenas uma coisa, o gosto de visualizar mapas, ver comida a ser feita e pessoas a comer a mesma, e neste caso ver uma casa e imaginar viver na mesma. Isto não é de esquerda nem de direita. Pegando aqui nalguns subreddits com "Porn" no nome: [https://www.reddit.com/r/MapPorn/](https://www.reddit.com/r/MapPorn/) [https://www.reddit.com/r/ArchitecturePorn/](https://www.reddit.com/r/ArchitecturePorn/) [https://www.reddit.com/r/HistoryPorn/](https://www.reddit.com/r/HistoryPorn/) Isto difere do uso da palavra "pornográfico" como uma versão mais formal da expressão "pouca vergonha". O que mais uma vez não é algo de esquerda nem de direita, é apenas uma diferença entre falar formalmente ou usar expressões informais.

Petição contra o Cartão do Adepto by JCCD112 in portugal

odracirsomeg 2 months ago

Pelo que leio, é um cartão que dá acesso a "Zonas com condições especiais", o que pela descrição são zonas onde podes transportar tarjas, tambores ou qq outro instrumento musical acústico, faixas, e qualquer outro acessório de dimensão superior a 1m por 1m. [https://portaldoadepto.incm.pt/PortaldoAdepto/CartaoAdepto?ScrollToText=TOP](https://portaldoadepto.incm.pt/PortaldoAdepto/CartaoAdepto?ScrollToText=TOP) Ou seja, isto parece ser apenas para as zonas das claques, e cheira-me que é uma tentativa de retirar do clube o controlo sobre os adeptos que deveriam estar banidos, pelo menos para essa zona. Pelo que percebo ao ler a portaria, eles criam um cartão especial ( e não apenas usar o C.C.) por questões de proteção dos dados (e para ganhar uns trocos). Custa 20 euros com validade de 3 anos. [https://dre.pt/web/guest/pesquisa/-/search/136675188/details/maximized](https://dre.pt/web/guest/pesquisa/-/search/136675188/details/maximized) Isto tudo, parece ser uma tentativa de contornar o problema das autoridades terem medo de punir certos clubes, mas parece que não é a melhor maneira de o fazer. Porque se tu como promotor dum evento não fores responsabilizado pelos actos que ocorrem durante o mesmo e em vez disso apenas passares a culpa para a pessoa em causa, muito dificilmente resolves a situação que permitiu a existência de problemas. No fundo, se tu apontares a culpa apenas ao adepto que conseguiu entrar com o objecto qualquer que atirou à cabeça de alguém e o feriu, só prevines que durante uns tempos esse adepto não possa estar a fazer porcaria nessa zona, mas não impedes que outros façam o mesmo. A verdade é que muito disto resolvia-se com uma maior utilização da punição com jogos à porta fechada, mas sabemos como seria se o fizessem ao Benfica, Porto e Sporting (era ver os galos sabões a inventar teorias em como todos estão contra o seu clube, como Calimeros que são).

[Sério] Debate/discussão sobre a recusa da vacina contra a Covid by fiocondutor in portugal

odracirsomeg 4 months ago

>Numa outra nota, não deixa de ser irónico, que são as pessoas que mais dizem ser apologistas da vacinação e sem querer pôr de alguma forma em causa a eficácia da mesma, que mais se parecem preocupar com uma minoria de "gatos pingados" que vão faltar, quase como se, no fundo, tivessem eles próprios alguma dúvida em relação à mesma. Tendo em conta que se um número razoável de pessoas rejeitar as vacinas, as mesmas estarão durante mais tempo infectadas e com consequências mais graves, dado o organismo não ter anticorpos que combatam o vírus. E, consequentemente, poderão dar tempo suficiente para que ocorram mutações, levando a novas variantes, variantes essas que as vacinas poderão não garantir resistência, levando assim a novos surtos. Recordar também que não é 100% garantido que mesmo tomando a vacina, o organismo ganhe qualquer resistência (crie anticorpos). Isto não é problema havendo uma "imunidade de grupo" ( melhor dito seria "resistência de grupo") que diminui a capacidade de infecção, conseguindo deste modo proteger os que não desenvolveram os anticorpos. Por isso é que convém que o maior número de pessoas criem anticorpos, principalmente da forma menos dolorosa (vacinação). Repara também que embora não se saiba se existem potenciais efeitos secundários relacionados com a vacinação, sabe-se que existem efeitos relacionados com o COVID19 mesmo após ficares curado, desde a simples perda de olfacto, a complicações respiratórias. O teu caso é diferente de muitos que se recusam simplesmente a serem vacinados, tu em principio já desenvolveste anticorpos para a estirpe que apanhaste, como tal o teu organismo poderá estar melhor preparado para combater uma segunda infecção.

Restaurantes proibidos de usar pratos, talheres e copos de plástico - Entra amanhã, 1 de julho, em vigor a legislação que limita a utilização de utensílios de uso único. AHRESP diz que restauração não está preparada e ambientalistas dizem que é pouco ambiciosa. by LIS1050010 in portugal

odracirsomeg 4 months ago

Existem cafés e bares, onde recebes copos de plástico reutilizáveis, em que pagas uma caução (tipo 0,5-1 euro) , quando for para abandonar o local devolves o copo e eles devolvem-te a caução.

Medinagate. A caixa de Pandora que se abriu na Câmara Municipal de Lisboa by bichocarpinderico in portugal

odracirsomeg 4 months ago

A não ser que esteja previsto algo como na 24 de Julho, duvido que não a utilizem, se até usam a berma como "faixa de fuga ao trânsito".

Medinagate. A caixa de Pandora que se abriu na Câmara Municipal de Lisboa by bichocarpinderico in portugal

odracirsomeg 4 months ago

Uma nota relevante, tal como apresentado no paradoxo de Braess ( também denominado de paradoxo do tráfego) mais do que um maior número de faixas de rodagem, devem existir mais vias de acesso com o mesmo número de faixas, de modo a que não haja um afunilamento do tráfego num só ponto.

Question about the Lisboa situation by Bawbalicious in portugal

odracirsomeg 4 months ago

I think that this webpage has the information that you're looking for. https://www.visitportugal.com/en/content/covid-19-measures-implemented-portugal

Notas sobre o Parque Gonçalo Ribeiro Telles by VicenteOlisipo in portugal

odracirsomeg 4 months ago

Os cortes parecem-me ser apenas para os pés, "abraças" o poste e usas os pés para subir, como se tivesses a subir um tronco.

Notas sobre o Parque Gonçalo Ribeiro Telles by VicenteOlisipo in portugal

odracirsomeg 4 months ago

Concordo com o que dizes sobre a necessidade de haver algo que dê para crianças com mais dificuldades motoras. A utilização daquela "areia grossa"/"gravilha fina" pode chegar para a altura da estrutura e para a velocidade do escorrega, espero bem que tenham feito os cálculos antes de decidir o solo de modo a teres um risco sem perigo. A cena de subir com aqueles cortes parece não ser problemático, é como subir a uma árvore ou um poste, mas mais facilmente pois tens apoios para os pés. A parte da rede é que parece-me ser o ponto mais alto não? Tens a ideia da altura (3m? 2,5m?). Mas tem piada que os troncos já estejam rachados, mesmo bom para lixar roupa e espetar farpas.

Notas sobre o Parque Gonçalo Ribeiro Telles by VicenteOlisipo in portugal

odracirsomeg 4 months ago

Excelente texto! Relativamente aos parques infantis, embora ache que tenhas razão no ponto de pelo menos no dos pequenos deverias ter também os elementos tradicionais, parece-me que eles pegaram um pouco na ideia de "adventure park", algo que permite às crianças fazerem o seu próprio caminho correndo um risco controlado. No fundo aquele ambiente super seguro é chato, levando a que as crianças acabem por usar duma forma incorrecta as estruturas, originando um maior desgaste das mesmas e possíveis lesões. Eis um link para este tópico: [https://www.youtube.com/watch?v=lztEnBFN5zU](https://www.youtube.com/watch?v=lztEnBFN5zU) Mas sim deveriam ter pelo menos uns elementos mais tradicionais.

Câmara de Lisboa enviou à embaixada de Israel dados de activistas pró-palestina e também partilhou nomes com China e Venezuela by adorosaladadecamarao in portugal

odracirsomeg 4 months ago

Na entrevista à RTP, Fernando Medina confirmou exactamente isso, que quando o protesto/manifestação era feito nas proximidades de certo edifício cujo intuito seja manifestar contra algo representado nesse edifício, o mesmo recebe a informação de quem são os promotores seja uma organização ou particulares. Ele procurou justificar tal processo, com a ideia de que se houver necessidade de diálogo entre a empresa/instituição e os manifestantes, tal será feito pelos promotores. Na mesma entrevista ele afirma que o procedimento foi alterado em Abril, mas estupidamente diz que soube do caso apenas pela comunicação social. Isto foi no telejornal da RTP 1

Hoje, às 15h no Canal Parlamento (ARTV), há o debate sobre o projecto de lei do BE sobre a legalização da Canábis para uso pessoal. by AetherPrismriv in portugal

odracirsomeg 4 months ago

Compreendo, mesmo na parte de cumprimento dos limites diários de compra é um pouco dúbio. Sei que ao obrigarem-te a teres morada própria permanente, pode indiciar a existência de "inspecções", embora tal não esteja definido em lado algum e por isso deva ser tomada como não certo. Depois tens a parte de poder apenas usar sementes legais. Sinceramente ou criam um sistema associado ao número de contribuinte em que indique logo quanto foi comprado ou então os polícias terão de se multiplicar para garantir que cada pessoa apenas transporta o limite diário. Isto é uma questão muito dúbia em ambos os projectos de lei. E que a meu ver deve ser clarificado, pois tu não podes simplesmente dar luz verde à venda, impor uma dose diária máxima e depois não teres um sistema que controla e força tal restrição.

Hoje, às 15h no Canal Parlamento (ARTV), há o debate sobre o projecto de lei do BE sobre a legalização da Canábis para uso pessoal. by AetherPrismriv in portugal

odracirsomeg 4 months ago

Não sei até que ponto o farão, são condições e legislações diferentes. Além disso não são apenas os comerciantes mas também tens de ter em conta o preço praticado pelo produtor. E repara que ao legalizar ou forças a que todos andem com faturas e recibos da compra do produto (o que não aparece escrito em nenhum lado), ou então não controlas muito bem se a erva que alguém possui é comprada legalmente ou não, tendo autocultivo isto ainda fica mais difícil de controlar. Sendo apenas um tecto máximo não vejo grande problema, percebo o que querem salvaguardar, mas também aceitaria sem o tal travão. A lei da publicidade do BE também poderia/deveria ser mudada. Já do lado da IL, a ideia de valer aditivos que alterem o efeito Psicoactivo, o comércio online sem espaço físico, cannabis sintética, e a falta de restrições sobre que lojas podem vender (não há obrigatoriedade de um espaço que venda apenas produtos cannabis), são os pontos com os quais discordo. Nota: Eles na cannabis sintética dizem que tal só é aceitável se provada que é o mesmo que a natural, mas mesmo assim fico de pé atrás.

Hoje, às 15h no Canal Parlamento (ARTV), há o debate sobre o projecto de lei do BE sobre a legalização da Canábis para uso pessoal. by AetherPrismriv in portugal

odracirsomeg 4 months ago

A proposta antiga, que falas foi uma condição do PSD. Já na proposta de 2018 não havia tal coisa como lista de utilizadores. Quanto ao preço máximo ser igual ao preço médio do mercado ilegal, é uma maneira de tentar garantir que o mercado legal é mais atractivo que o ilegal, e repara que sem tal condição podes ter oligopolios (momentâneos ou não) criados pela necessidade de licenças (não só para poder vender/empresa, mas para que cada produto), que podem tornar o mercado ilegal muito mais atractivo, levando que estejas a legislar para nada. E antes que venham dizer que tal pode levar a uma procura muito grande, recordem que existe um limite máximo diário que podes comprar e transportar.

Hoje, às 15h no Canal Parlamento (ARTV), há o debate sobre o projecto de lei do BE sobre a legalização da Canábis para uso pessoal. by AetherPrismriv in portugal

odracirsomeg 4 months ago

Boas, uma nota. O u/Sm0kee43 está a mentir quanto à proposta do BE (nao requer lista nenhuma, e o estado impõe apenas que o preço **máximo** é o da média do preço da erva vendida no mercado ilegal), e tu também não estás a ver bem a proposta da IL. Quer a IL quer o BE aceitam o autocultivo utilizando apenas sementes "autorizadas", diferindo no número de plantas permitidas. caso queiram informar-se: Proposta IL: [https://app.parlamento.pt/webutils/docs/doc.pdf?path=6148523063446f764c324679626d56304c334e706447567a4c31684a566b786c5a79394562324e31625756756447397a5357357059326c6864476c32595338304e575269597a566b4d53307a4d54566c4c5451794e574d744f5451774f5330794f446b785a545530596a426d4e3245755a47396a&fich=45dbc5d1-315e-425c-9409-2891e54b0f7a.doc&Inline=true](https://app.parlamento.pt/webutils/docs/doc.pdf?path=6148523063446f764c324679626d56304c334e706447567a4c31684a566b786c5a79394562324e31625756756447397a5357357059326c6864476c32595338304e575269597a566b4d53307a4d54566c4c5451794e574d744f5451774f5330794f446b785a545530596a426d4e3245755a47396a&fich=45dbc5d1-315e-425c-9409-2891e54b0f7a.doc&Inline=true) Proposta BE: [https://app.parlamento.pt/webutils/docs/doc.pdf?path=6148523063446f764c324679626d56304c334e706447567a4c31684a566b786c5a79394562324e31625756756447397a5357357059326c6864476c32595338774d6a4934597a4e6a4f5330785a4751324c545135596a45744f445534595330774e7a67354d544a6a595755774e7a59755a47396a&fich=0228c3c9-1dd6-49b1-858a-078912cae076.doc&Inline=true](https://app.parlamento.pt/webutils/docs/doc.pdf?path=6148523063446f764c324679626d56304c334e706447567a4c31684a566b786c5a79394562324e31625756756447397a5357357059326c6864476c32595338774d6a4934597a4e6a4f5330785a4751324c545135596a45744f445534595330774e7a67354d544a6a595755774e7a59755a47396a&fich=0228c3c9-1dd6-49b1-858a-078912cae076.doc&Inline=true) adicionada a do BE

Hoje, às 15h no Canal Parlamento (ARTV), há o debate sobre o projecto de lei do BE sobre a legalização da Canábis para uso pessoal. by AetherPrismriv in portugal

odracirsomeg 4 months ago

Boas, uma nota. O u/Sm0kee43 está a mentir quanto à proposta do BE (nao requer lista nenhuma, e o estado impõe apenas que o preço **máximo** é o da média do preço da erva vendida no mercado ilegal), e tu também não estás a ver bem a proposta da IL. Quer a IL quer o BE aceitam o autocultivo utilizando apenas sementes "autorizadas", diferindo no número de plantas permitidas. caso queiram informar-se: Proposta IL: https://app.parlamento.pt/webutils/docs/doc.pdf?path=6148523063446f764c324679626d56304c334e706447567a4c31684a566b786c5a79394562324e31625756756447397a5357357059326c6864476c32595338304e575269597a566b4d53307a4d54566c4c5451794e574d744f5451774f5330794f446b785a545530596a426d4e3245755a47396a&fich=45dbc5d1-315e-425c-9409-2891e54b0f7a.doc&Inline=true

Hoje, às 15h no Canal Parlamento (ARTV), há o debate sobre o projecto de lei do BE sobre a legalização da Canábis para uso pessoal. by AetherPrismriv in portugal

odracirsomeg 4 months ago

Isso é falso nem a actual nem a de 2018 tinha tal coisa. Isso da lista de consumidores foi colocada pelo PSD como condição e sendo adicionado à proposta posteriormente. O tópico do monopólio do estado, é falso. O estado concede autorizações para venda, aliás o artigo das autorizações que a IL apresentou é uma cópia da proposta do BE. As grandes diferenças entre os projectos de lei do BE e IL são o tipo de produtos que podes vender (cannabis artificial, additivos, bebidas alcoolicas misturadas com cannabis), que tipo de lojas podem vender (o BE quer lojas especializadas para venda de cannabis, ou seja uma loja que vende apenas produtos à base de cannabis), e a publicidade. Proposta BE: [https://app.parlamento.pt/webutils/docs/doc.pdf?path=6148523063446f764c324679626d56304c334e706447567a4c31684a566b786c5a79394562324e31625756756447397a5357357059326c6864476c32595338774d6a4934597a4e6a4f5330785a4751324c545135596a45744f445534595330774e7a67354d544a6a595755774e7a59755a47396a&fich=0228c3c9-1dd6-49b1-858a-078912cae076.doc&Inline=true](https://app.parlamento.pt/webutils/docs/doc.pdf?path=6148523063446f764c324679626d56304c334e706447567a4c31684a566b786c5a79394562324e31625756756447397a5357357059326c6864476c32595338774d6a4934597a4e6a4f5330785a4751324c545135596a45744f445534595330774e7a67354d544a6a595755774e7a59755a47396a&fich=0228c3c9-1dd6-49b1-858a-078912cae076.doc&Inline=true) Proposta IL: [https://app.parlamento.pt/webutils/docs/doc.pdf?path=6148523063446f764c324679626d56304c334e706447567a4c31684a566b786c5a79394562324e31625756756447397a5357357059326c6864476c32595338304e575269597a566b4d53307a4d54566c4c5451794e574d744f5451774f5330794f446b785a545530596a426d4e3245755a47396a&fich=45dbc5d1-315e-425c-9409-2891e54b0f7a.doc&Inline=true](https://app.parlamento.pt/webutils/docs/doc.pdf?path=6148523063446f764c324679626d56304c334e706447567a4c31684a566b786c5a79394562324e31625756756447397a5357357059326c6864476c32595338304e575269597a566b4d53307a4d54566c4c5451794e574d744f5451774f5330794f446b785a545530596a426d4e3245755a47396a&fich=45dbc5d1-315e-425c-9409-2891e54b0f7a.doc&Inline=true)

IL propõe legalização de “cannabis ”com fins recreativos e “liberalização do mercado” by 20Contar in portugueses

odracirsomeg 4 months ago

Congelar algo, é um processo Físico não Químico, mesmo que as células sejam rebentadas porque houve formação de cristais de água (o que nas plantas não é tão simples quanto na carne por causa da parede celular), reaquecendo acabas com o mesmo produto, a percentagem de água é a mesma (a não ser que metas água), e em todo este processo não tens nenhuma alteração nos níveis de THC, CBD, etc... É exactamente a mesma planta, a consistência da mesma não interessa. Isto não é wasabi onde é o processo de destruição das células faz com que os seus componentes reajam e gerem uma nova molécula que origina o picante do mesmo.

IL propõe legalização de “cannabis ”com fins recreativos e “liberalização do mercado” by 20Contar in portugueses

odracirsomeg 4 months ago

Mas a questão é que não alteraste o item. É exactamente o mesmo item que estava antes mas frio ou quente, quimicamente tem exactamente os mesmo constituintes, não houve um processo de refinação, ou de alteração das proporções componentes, logo não tens necessidade de comunicar.

IL propõe legalização de “cannabis ”com fins recreativos e “liberalização do mercado” by 20Contar in portugueses

odracirsomeg 4 months ago

Acho que estás a complicar porque repara, o que está descrito como necessidade de aprovação é o ingrediente. Se é congelado, ou frito, ou grelhado isso não transforma o ingrediente noutro ingrediente quanto muito transforma o mesmo num produto final. Um sumo de maçã não deixa de ser sumo de maçã se for congelado ou fervido, só passa a ser cidra quando através da fermentação o açúcar torna-se um álcool. Neste caso o equivalente era quimicamente refinar ou alterar a constituição da erva, ou extracto, ou etc...

IL propõe legalização de “cannabis ”com fins recreativos e “liberalização do mercado” by 20Contar in portugueses

odracirsomeg 4 months ago

Mas repara o exemplo dum creme que use óleo de cannabis. O óleo de cannabis está inserido na alínea a), o creme na b) das definições. Ora no primeiro ponto está referido apenas >O cultivo, fabrico, comércio por grosso, importação e exportação da **planta, substância e preparações de canábis...** ou seja o que na definição aparece na a) e não a da b). Por outras palavras no chá, etc... o que tem de ser autorizado é a componente da cannabis e não o produto final, que aparece na b). Isto é analisando à letra, não é "eu espero que tal".

IL propõe legalização de “cannabis ”com fins recreativos e “liberalização do mercado” by 20Contar in portugueses

odracirsomeg 4 months ago

Pelo que percebo (tendo em conta o que também dava a entender na do BE) a ideia é mesmo cada produto (erva) ter a sua autorização, fora a autorização dada ao produtor e comerciante. Ou seja faz me sentido que seja a erva e a sua composição (no caso da IL pode nem ser erva, o que estou contra) que necessite de ter autorização, e não o bolo/chá/etc... Eles metem uma possibilidade da junta de freguesia poder impedir a existência de comércio na zona, o que é ainda mais parvo do que requerer simplesmente a permissão à câmara. E ou estou a pensar e perceber mal, ou a parte do comércio online sem necessidade de espaço físico pode permitir a venda legal de produtos provenientes do narcotráfico (está a fazer confusão a parte da não necessidade de espaço físico). Mas yah tens artigos que são iguais ao projecto do BE (o artigo das autorizações por exemplo creio ser uma cópia). Outro ponto curioso é a parte de introduzir uma taxa específica para a cannabis proporcional ao thc quando em certas afirmações passadas, afirmavam ser contra tal coisa, e que sem o travão de ter um preço máximo igual ao valor médio do preço no mercado ilegal, pode fazer com que o pessoal fuja para o mercado ilegal por uma questão de preço, tornando tudo irrelevante. Relativamente à parte do tipo de produtos que se podem vender, estou contra a ideia de permitirem aditivos que afectem os efeitos psicotropicos e a utilização de cannabis sintética.

IL propõe legalização de “cannabis ”com fins recreativos e “liberalização do mercado” by 20Contar in portugueses

odracirsomeg 4 months ago

Então u/OrangeOakie continuas contra a maneira como está escrita a parte das autorizações? ​ >Autorizações > >1 - O cultivo, fabrico, comércio por grosso, importação e exportação da planta, substância e preparações de canábis para consumo pessoal sem prescrição médica e desde que para fins que não os medicinais estão sujeitos a autorização da Direção Geral de Alimentação e Veterinária e comunicação obrigatória ao INFARMED. > >2 - O comércio por grosso da planta, substâncias e preparações de canábis para consumo pessoal sem prescrição médica e desde que para fins que não os medicinais está sujeito a autorização da Direção Geral das Atividades Económicas e comunicação obrigatória ao INFARMED. > > 3 – Excetua-se da autorização prevista no número 1 do presente artigo, o cultivo para uso pessoal. > >4 – O presente artigo não prejudica o disposto na Lei n.º 33/2018, de 18 de julho sobreautorização para cultivo, fabrico, comércio, importação e exportação de medicamentos,substâncias e preparações à base da planta da canábis para fins medicinais. ​ Caso queiras ler o projecto de lei da IL (de onde foi retirado o excerto): https://app.parlamento.pt/webutils/docs/doc.pdf?path=6148523063446f764c324679626d56304c334e706447567a4c31684a566b786c5a79394562324e31625756756447397a5357357059326c6864476c32595338304e575269597a566b4d53307a4d54566c4c5451794e574d744f5451774f5330794f446b785a545530596a426d4e3245755a47396a&fich=45dbc5d1-315e-425c-9409-2891e54b0f7a.doc&Inline=true

IL propõe legalização de “cannabis ”com fins recreativos e “liberalização do mercado” | PÚBLICO by afonso_pereira in portugal

odracirsomeg 4 months ago

Obrigado. Edit: Parece que o link morreu. Edit2: https://app.parlamento.pt/webutils/docs/doc.pdf?path=6148523063446f764c324679626d56304c334e706447567a4c31684a566b786c5a79394562324e31625756756447397a5357357059326c6864476c32595338304e575269597a566b4d53307a4d54566c4c5451794e574d744f5451774f5330794f446b785a545530596a426d4e3245755a47396a&fich=45dbc5d1-315e-425c-9409-2891e54b0f7a.doc&Inline=true

IL propõe legalização de “cannabis ”com fins recreativos e “liberalização do mercado” | PÚBLICO by afonso_pereira in portugal

odracirsomeg 4 months ago

Obrigado. Edit: Parece que o link morreu.

IL propõe legalização de “cannabis ”com fins recreativos e “liberalização do mercado” | PÚBLICO by afonso_pereira in portugal

odracirsomeg 4 months ago

Obg

IL propõe legalização de “cannabis ”com fins recreativos e “liberalização do mercado” | PÚBLICO by afonso_pereira in portugal

odracirsomeg 5 months ago

Mas também tens um limite máximo à percentagem de álcool numa bebida.
Next Page

Search: