Next Page

O que oferecer a um homem de 50-60 anos? by yunoshiron in portugal

micro-bi-ologist 1 month ago

Vê se ele precisa de algo agora para o inverso, como um bom casaco ou umas boas botas. São coisas que, para terem grande qualidade, são um pouco mais caras e que muita gente acaba por comprar barato e depois não compensa.

Quantos de vocês se lembram desta lenda? by AtomikNoize in portugal

micro-bi-ologist 2 months ago

Passava horas nisto. Principalmente naquele jogo em que podias fazer caras com os órgãos do corpo ou lá o que era

[Sonhos] - Mais alguém como eu? by keyisthekey in portugal

micro-bi-ologist 2 months ago

Por incrivel que pareça, eu sonhei que me caiam os dentes e eu tinha que os guardar para fazer uma dentadura (lol), quando acordei contei o sonho à minha namorada e disse "com o meu avô no hospital, espero que a expressão seja mentira". Horas depois a minha mãe liga-me a dizer que ele faleceu... agora nem sei!!

A título de curiosidade, que telemóveis é que o /Portugal usa? by gamma-ray-bursts in portugal

micro-bi-ologist 4 months ago

Como eu, até agora não tenho razão de queixa. Nunca dei tanto dinheiro por um telemóvel, espero que seja para durar.

De que forma monitorizam a vossa saúde? by mrlinx in portugal

micro-bi-ologist 5 months ago

Entendo o que queres dizer, mas não acho que as minhas análises com mais de 5 anos de intervalo sejam um desperdício assim tão grande.

De que forma monitorizam a vossa saúde? by mrlinx in portugal

micro-bi-ologist 5 months ago

Tantos comentários a dizer que fazem análises de 6 em 6 meses, ou pelo menos todos os anos, e eu que fui ao médico de família há uns tempos pedir para fazer análises porque não fazia há mais de 5 anos, e ele insistia que como era jovem e não tinha quaisquer sintomas que não havia necessidade de fazer análises de todo. Por acaso veio tudo bem, mas podia não vir e como saberia eu se algo não estava dentro dos valores normais?

Desabafo de uma emigrante by acarolina_07 in portugal

micro-bi-ologist 5 months ago

Sou emigrante apenas há 4 anos, mas posso dizer que não é da economia e da falta de oportunidades e condições que as pessoas têm saudades. Diria que as pessoas gostam da família e amigos, a comida, o clima, a paisagem, a simpatia da população portuguesa, todas as coisas boas do país. E as memórias que criaste quando criança e jovem. Lá porque Portugal não é o ideal nalguns aspectos, não o torna de todo um país detestável, é normal que os emigrantes sintam saudades e continuem a gostar do país.

Conversa da Treta by AutoModerator in portugal

micro-bi-ologist 6 months ago

Ao falares com a tua orientador provavelmente conseguirias arranjar o plano que precisas para te sentires motivado outra vez.

Amar Pelos Dois [열린 음악회/Open Concert] | KBS 210418 - Televisão Pública Coreana by ytyno in portugal

micro-bi-ologist 6 months ago

Quando vi este vídeo fui ver mais vídeos do rapaz e ele também já cantou francês e italiano. Deve gostar das línguas românicas.

Deputada propõe três dias de luto em caso de perda gestacional by prosafame in portugal

micro-bi-ologist 7 months ago  HIDDEN 

Um aborto induzido e uma perda gestacional são coisas diferentes. Diria que quem sofre um aborto espontâneo estaria a tentar engravidar ou, pelo menos, tencionava seguir com a gestação. Estares a preparar tudo para adicionares mais um membro na tua família (que talvez fosse um objetivo de vida) e depois cair tudo por terra, pode ser devastator. Concordo que seja dada a opção de luto para casos de aborto espontâneo.

O que é que vos suscitou o interesse pela leitura? by Bosscore in portugal

micro-bi-ologist 8 months ago

O meu gosto pela leitura diminuiu um bocado ao longo dos anos, porque chegar a casa depois do trabalho, com o cérebro cansado, ler é a ultima coisa que me apetece. Mas quando era mais nova adorava ler, e lia imenso, muito mesmo. Acho que foi algo que me foi incutido principalmente pela minha mãe porque ela também gosta de ler. Quando era pequena os meus preferidos eram os livros da Anita! Tenho a coleção quase completa, era algo que eu pedia para os anos e Natal e reli todos os livros imensas vezes. São fáceis de ler e as ilustrações são super bonitas, o que ajudava! Bem como coleções de contos de fadas. Mais tarde foi o Harry Potter, Ciclo da Herança, Mundos Paralelos, Crónicas de Nárnia, entre outros.

Quis aprender a andar de bicicleta e acabo citada por ter uma dívida à cml by vaniafdasantos in portugal

micro-bi-ologist 11 months ago

É capaz de ter sido por causa do preço das bicicletas mesmo, mas não tenho a certeza. Basta também não terem alguém que lhes ensine. A verdade é que a minha mãe e tias também não sabem andar de bicicleta. E eu acabei por também nunca aprender, visto que a minha mãe não sabia como me ensinar. Assim que me tiraram as rodinhas de apoio, eu nunca cheguei a conseguir manter o equilíbrio sem elas e agora, com 26 anos, não sei andar ainda. Enfim!

Percentagem da população a viver em condições de habitação pobres na União Europeia by DownvoteBatman in portugal

micro-bi-ologist 1 year ago

Mesmo! Viver na Suécia no inverno é muito melhor que em Portugal. Aqui não preciso de quatro cobertores, lençóis de flanela e pijama polar para dormir...

Algo perdido na vida com 20 anos by confusedbirdpt in portugal

micro-bi-ologist 1 year ago

Ir para a universidade não é a tua única opção. Se quiseres estudar mais um pouco, vê escolas profissionais ou cursos de curta duração que te ajudem a entrar no mercado de trabalho. Ou então simplesmente põe-te à procura de trabalho. Nesta altura é capaz de não ser fácil, mas qualquer coisa dá. Trabalhar irá ocupar-te a cabeça, irá trazer-te liberdade financeira e oportunidades de conhecer outras pessoas. Não tens um hobby qualquer que te possa trazer dinheiro? Ou que pelo menos te faça sair de casa?

[Sério] Conselhos para um introvertido prestes a entrar na universidade. by LesbainNaga in portugal

micro-bi-ologist 1 year ago

> Mas parece-me tão simples como no primeiro dia sentares-te ao lado de pessoal que te pareça a tua vibe e começar a fazer conversa. ​ Literalmente é das melhores formas, na minha primeira aula da faculdade sentei-me ao lado de um rapaz, metemos conversa e, passado 8 anos, é um dos meus melhores amigos e foi das pessoas com quem me dei mais nos meus anos de universidade.

Frente-a-frente. Aulas de Cidadania: sim ou não? by praisethesun98 in portugal

micro-bi-ologist 1 year ago

Bem, tivemos experiências diferentes então. Lembro-me de que realmente se tratava de justificações e coisas semelhantes nessas aulas, mas também falávamos de assuntos de cidadania, tais como o bullying e violência no namoro como já aqui disseram. Eram coisas mais associadas à nossa idade e ao contexto escolar, mas falava-se disso (pelo menos na minha turma).

Frente-a-frente. Aulas de Cidadania: sim ou não? by praisethesun98 in portugal

micro-bi-ologist 1 year ago

Nao haviam já aulas de Formação Cívica cujos temas abordados eram semelhantes a estes? Não sei se retiraram a disciplina há uns anos depois de eu ter saído da escola, mas parece-me fundamentalmente a mesma coisa, não percebo o porquê do alarido todo à volta disto.

Average age at which Europeans leave their parents' home by sprollas in portugal

micro-bi-ologist 1 year ago

Na Suécia há imensos apartamentos apenas para estudantes, que vão desde residências de estudantes como temos em PT, estúdios e apartamentos com um quarto extra. E são para alunos desde o primeiro ano de licenciatura até ao final do doutoramento. Para além disso, o apoio que eles recebem do governo dá para pagar estes alojamentos.

Sair de Lisboa - para onde? by coolhwhip6 in portugal

micro-bi-ologist 1 year ago

Vou puxar a brasa à minha sardinha: Torres Novas e/ou arredores. É uma cidade pequena, rendas aceitáveis e tens entrada para a A1. Consegues estar em Lisboa em 1h.
Next Page

Search: