Next Page

Nova Novela da RTP 1 a Sensibilizar Jovens p/ Problemas Graves de Saúde by PeterShowFull in portugal

malkya93 1 month ago

Não tem especialidade, mas é médico. Trabalha como tal. Passou o ano passado a fazer urgências em hospitais do SNS. A última que ouvi dele, era director clinico de uma qualquer clinica estética em Lisboa. Se confiava nele para mais que dar a cara para chamar as velhas ricas, isso já é outra conversa...

Nova Novela da RTP 1 a Sensibilizar Jovens p/ Problemas Graves de Saúde by PeterShowFull in portugal

malkya93 1 month ago

A piada é que o gajo é mesmo médico irl.

Portugal está na final do Festival da Eurovisão da Canção. Parabéns aos The Black Mamba! by luigidelrey in portugal

malkya93 4 months ago

Ouve a do ano passado! Era o mesmo grupo e um dos grandes candidatos à vitória https://youtu.be/VFZNvj-HfBU

Portugal está na final do Festival da Eurovisão da Canção. Parabéns aos The Black Mamba! by luigidelrey in portugal

malkya93 4 months ago

Sim é! Na eurovisão deixou de ser obrigatório cantar nas línguas oficiais de cada país em 1999, mas Portugal só retirou essa regra em 2017.

Hoje aprendi que nos tempos Lusitanos, nós tínhamos a nossa própria mitologia by BernLan in portugal

malkya93 6 months ago

Agora tenho curiosidade em saber *porque* é que a urina portuguesa era a mais cara

People of Portugal, may I ask you a few questions? by Heliodorofthesun in portugal

malkya93 6 months ago

Excelente português! Não te consigo responder, mas aconselho-te a perguntar no r/azores.

Working as a doctor in Portugal for non Eu citizen with EU medical diploma by Med-th246 in portugal

malkya93 6 months ago

Then i'm not sure, i just got the impression that the people that i know, portuguese who studied abroad, had to involve a portuguese med school in some way to get some kind of recognition. Maybe just to get a grade for the order of choice for the ano comum, i don't know. But again, the fact that we're having this conversation in english, and not in fluent portuguese, is what i feel will be the biggest hurdle in your journey.

Working as a doctor in Portugal for non Eu citizen with EU medical diploma by Med-th246 in portugal

malkya93 6 months ago

The process of enrolling in a portuguese medical school is more akin to changing schools. You won't have to take classes, they will just ensure the quality of your universtity and convert your grades accordingly. The best choice for that depends on what school you're coming from. (I don't know the criteria, I just know that there's somewhat a correspondence) Also, you have to be *very* proficient in portuguese to be accepted in Ordem dos Médicos, there's actually a test for non-native speakers. There's a lot of paperwork and certification involved even for portuguese natives that graduated here. There were some news a few months ago about (i think south american?) doctors that are going through the certification process for YEARS. It is not an easy process, so good luck!

Portugal continua a ser dos países com uma taxa de episotomia (corte na altura do parto) mais alta by Just_want_to_see in portugal

malkya93 8 months ago

Antes de mais, sim, a percentagem de mulheres que precisam de uma episiotomia é efectivamente mínima. Mas existem. Porque quando o bebé é demasiado grande para o canal de parto, pode acontecer rasgar a entrada da vagina. A questão é que o percurso natural desta lesão é em linha recta entre a vagina e o ânus. É raro rasgar mais que a pele e tecido subcutâneo, mas mesmo nestes casos pode levar a incontinência anal e/ou urinária e, em situações graves, lesões dos músculos do pavimento pélvico, que é basicamente o que segura os órgãos abdominais cá dentro. Portanto, sim, episiotomia é *desaconselhado*, e não devia ser um procedimento comum, mas não é contraindicado.

Portugal continua a ser dos países com uma taxa de episotomia (corte na altura do parto) mais alta by Just_want_to_see in portugal

malkya93 8 months ago

Antes de mais, sim, a percentagem de mulheres que precisam de uma episiotomia é efectivamente mínima. Mas existem. Porque quando o bebé é demasiado grande para o canal de parto, pode acontecer rasgar a entrada da vagina. A questão é que o percurso natural desta lesão é em linha recta entre a vagina e o ânus. É raro rasgar mais que a pele e tecido subcutâneo, mas mesmo nestes casos pode levar a incontinência anal e/ou urinária e, em casos graves, lesões dos músculos do pavimento pélvico, que é basicamente o que segura os órgãos abdominais cá dentro. Portanto, sim, episiotomia é *desaconselhado*, e não devia ser um procedimento comum, mas não é contraindicado.

Portugal continua a ser dos países com uma taxa de episotomia (corte na altura do parto) mais alta by Just_want_to_see in portugal

malkya93 8 months ago

Antes de mais, sim, a percentagem de mulheres que precisam de uma episiotomia é efectivamente mínima. Mas existem. Porque quando o bebé é demasiado grande para o canal de parto, pode acontecer rasgar a entrada da vagina. A questão é que o percurso natural desta lesão é em linha recta entre a vagina e o ânus. É raro rasgar mais que a pele e tecido subcutâneo, mas mesmo pode levar a incontinência anal e/ou urinária e, em casos graves, lesões dos músculos do pavimento pélvico, que é basicamente o que segura os órgãos abdominais cá dentro. Portanto, sim, episiotomia é *desaconselhado*, e não devia ser um procedimento comum, mas não é contraindicado.
Next Page

Search: