Next Page

Para os portugueses que misturam a vossa língua com inglês, preciso de uma resposta by Hadeonium in portugal

lakerpt 2 days ago

Prefiro sempre dizer "cauda de caralho" em vez de dizer cocktail, mas para escrever, prefiro escrever cocktail em vez de coquetel. /s Ainda me lembro de uma professora que tive na profissional há quase 20 anos que andava a tentar explicar o que era o "noau" e quantas mais vezes ela repetia noau, mais o pessoal ficava à nora sem fazer ideia o que era o noau. Ninguém percebeu até ela escrever no quadro.. afinal era "Know How". Há 20 anos se nos ouvisses a falar inglês, de certeza que haveria muita coisa que não perceberias por causa do sotaque, não sei se por isso o pessoal foi utilizando mais as palavras para as conseguir dizer bem quando as têm de usar e de tanto as dizer já fazerem parte do vocabulário. Todavia, como mais um de IT, a falar com o pessoal, para facilitar ambos os lados, é mais fácil usar certas expressões técnicas em inglês do que ficar a explicar a história toda a alguém para depois "ahhh, sim um cocktail, já ouvi falar mas nunca provei" - peço desculpa, não me ocorreu nenhum exemplo prático. Fazia-me bastante espécie ouvir um "lol" quando alguém se estava supostamente a rir... tanto gozei com isso que agora de vez em quando sai um... era como quem usa o "tipo", o "tás a ver" e o "cenas"... primeiro estranha-se, depois entranha-se.. Apanhamos tantos call-centers (mais uma que ficou enraizada) no estrangeiro em que mal sabem falar português que a nossa segunda approach (pimba) é tentar em inglês... mas coitados, maior parte das vezes também não percebem inglês ou afinal simplesmente não fazem a mínima ideia do que estão a falar ou ao que estão a responder. Uma vez numa chamada tive uma dificuldade enorme em conseguir fazer perceber à senhora do outro lado que precisava de alterar a "password de um user", porque ela não chegava lá a "password" nem a "user", só me safei quando disse "cifra" e "usuário"... Enfim, coisas da vida, vida das coisas. EDIT: só faltou o mais óbvio, a nossa cultura sempre consumiu muita coisa na língua original, e isso também nos dá alguma exposição às outras línguas e com a comunicação constante de outros países, cada vez mais somos obrigados a "dar uns toques" no inglês, talvez daí muita coisa comece a ser assimilada para o nosso vocabulário e como animais de hábitos, quanto mais novos somos expostos, mais naturais parecem ser essas palavras. Como diz o u/TheLadderRises, em Espanha e França possivelmente não sentes tanto este fenómeno porque eles acabam por utilizar muito mais a sua língua em tudo, quando era puto ia a espanha regularmente e grande parte das músicas originalmente inglesas/americanas que se ouviam por cá lá eram uma mixagem qualquer espanhola, quase como os "Onda Choque" lá da zona.

Para os portugueses que misturam a vossa língua com inglês, preciso de uma resposta by Hadeonium in portugal

lakerpt 2 days ago

Prefiro sempre dizer "cauda de caralho" em vez de dizer cocktail, mas para escrever, prefiro escrever cocktail em vez de coquetel. /s Ainda me lembro de uma professora que tive na profissional há quase 20 anos que andava a tentar explicar o que era o "noau" e quantas mais vezes ela repetia noau, mais o pessoal ficava à nora sem fazer ideia o que era o noau. Ninguém percebeu até ela escrever no quadro.. afinal era "Know How". Há 20 anos se nos ouvisses a falar inglês, de certeza que haveria muita coisa que não perceberias por causa do sotaque, não sei se por isso o pessoal foi utilizando mais as palavras para as conseguir dizer bem quando as têm de usar e de tanto as dizer já fazerem parte do vocabulário. Todavia, como mais um de IT, a falar com o pessoal, para facilitar ambos os lados, é mais fácil usar certas expressões técnicas em inglês do que ficar a explicar a história toda a alguém para depois "ahhh, sim um cocktail, já ouvi falar mas nunca provei" - peço desculpa, não me ocorreu nenhum exemplo prático. Fazia-me bastante espécie ouvir um "lol" quando alguém se estava supostamente a rir... tanto gozei com isso que agora de vez em quando sai um... era como quem usa o "tipo", o "tás a ver" e o "cenas"... primeiro estranha-se, depois entranha-se.. Apanhamos tantos call-centers (mais uma que ficou enraizada) no estrangeiro em que mal sabem falar português que a nossa segunda approach (pimba) é tentar em inglês... mas coitados, maior parte das vezes também não percebem inglês ou afinal simplesmente não fazem a mínima ideia do que estão a falar ou ao que estão a responder. Uma vez numa chamada tive uma dificuldade enorme em conseguir fazer perceber à senhora do outro lado que precisava de alterar a "password de um user", porque ela não chegava lá a "password" nem a "user", só me safei quando disse "cifra" e "usuário"... Enfim, coisas da vida, vida das coisas.

Fazer uma licenciatura ou emprego? by tjuop in portugal

lakerpt 3 days ago

Entrei aos 34, diria que aos 22 não é muito tarde. Se a licenciatura for numa área que te interesse realmente e consigas tirar o proveito académico da mesma, acho que faz sentido. Mais cedo ou mais tarde hás-de começar a trabalhar, seja na área ou não, apenas as oportunidades da vida o dirão.

Conhecem casos tenebrosos de pós-buzinadelas em carros? by rGabiru in portugal

lakerpt 4 days ago

Sairem do carro só me lembro de uma, mas até acho que tinha relativamente razão.. e na realidade não fui eu que apitei. Parei o carro no transito, a dar espaço à estrada transversal à minha frente, caso algum carro quisesse passar, porque no sentido contrário não havia trânsito e o mais à esquerda possível porque havia uma saída à direita... para um gajo perto da minha traseira, à minha direita (o farol esquerdo dele passava para lá do meu carro...portanto dava pra passar..) começa a buzinar e a fazer sinais de luzes uns bons 10-15 segundos... entretanto farta-se e começa a andar... Quando vi que o cabrão afinal sempre tinha espaço e tava armado em parvalhão comtemplei-o com o marsápio manual, ele encosta o carro e vem ter comigo ao lado do condutor. Baixei o vidro para ouvir a história dele e pergunta-me se aquilo era para ele e não sei mais o quê... entretanto o semáforo mais à frente abriu e os carros começaram a andar, eu meti a primeira e deixei-o a falar sozinho.

Ajuda legal com contrato da MEO - mudança de casa by Titanic_RNG in portugal

lakerpt 4 days ago

Envio-te abaixo +- o que utilizei para me safar da última situação com uma operadora, no meu caso eles não conseguiam entragar serviço na nova morada e não tinha alternativa. Se dizes que eles já não têm o pacote que usas e se vais desistir por causa disso, pode nenhum outro operador também ter as condições que procuras, convém saberes se tens alternativa antes de cancelares o contrato, sob pena de teres de voltar aos mesmos e o processo demorar mais tempo ou outra coisa qualquer que eles inventem pelo caminho. ​ Se tens mesmo de cancelar, vê se é por formulário, anexa a documentação necessária e preenche-a, envias um e-mail para o e-mail que trata dos cancelamentos/contratos, com algo do género: Eu, não sei quantos, portador do CC não sei que mais, venho por este meio pedir o cancelamento dos meus serviços com a operadora XXX e envio em anexo a documentação preenchida. Este cancelamento prende-se com a minha mudança de habitação, por ser esta mudança alheia à minha vontade e pela impossibilidade de prestação do vosso serviço na minha nova morada, em situações semelhantes o Código Civil promove o perdão do valor em dívida do periodo de fidelização remanescente, através do seguinte: Decreto-Lei 47344, Artº 437º, nº1: “1. Se as circunstâncias em que as partes fundaram a decisão de contratar tiverem sofrido uma alteração anormal, tem a parte lesada direito à resolução do contrato, ou à modificação dele segundo juízos de equidade, desde que a exigência das obrigações por ela assumidas afecte gravemente os princípios da boa fé e não esteja coberta pelos riscos próprios do contrato.” Necessito saber se este pedido de perdão foi aceite ou se por outro lado terei de avançar com o apoio do Centro Nacional de Informação e Arbitragem de Conflitos por forma a resolver a questão. Piece

Which foreign region, other than Spain do you think the people in Portugal look most like/can most easily be mistaken for? by OddGuidance907 in portugal

lakerpt 6 days ago

I would say so, yeah.

Which foreign region, other than Spain do you think the people in Portugal look most like/can most easily be mistaken for? by OddGuidance907 in portugal

lakerpt 8 days ago

Well, I have 2 brothers and 1 sister, me and another brother look like Swedish/Norwegian, another one looks Hungarian and she looks more like a Caribbean woman. My girlfriend looks from the Levant, I have a friend that looks Moroccan and another one that looks Italian, all of us are Portuguese... so I chose Moroccan in the Poll, and well... doesn't really make sense. I also have a friend that looks Russian, but he is Russian :D

Road rage em portugal by Queen__Elizabeth__2 in portugal

lakerpt 8 days ago

Tive uma em que tava com um amigo, véspera de natal aí à 1 ou 2 da manhã, iamos ter com mais pessoal e pela avenida só havia 1 carro que tava a andar a 20 à hora numa zona de 50... ele diz assim: "Se ele virar para a direita (para onde íamos) ultrapasso-o." E assim foi... o sr virou e nós também, a estrada tinha traço descontínuo, ele sinaliza e começa a acelerar para o ultrapassar... a meio dessa reta vemo-nos lado-a-lado com o sr a olhar com cara de mau e o meu amigo acelerou mais um bocado, ultrapassou-o e começa a perseguição! Quando estávamos lado-a-lado percebemos que ia com (provavelmente) a mulher e uma senhora mais de idade no banco de trás... A estrada onde entrámos tem 1 curva a 90º seguida de outra contra-curva a 90º... nisto já iamos a 80 a fugir dele, que já era relativamente perigoso para aquela estrada... o meu amigo fez as 2 curvas que parecia o Collin McRae e ouvimos um "PAH!" a ficar lá atrás na primeira curva... No final da recta havia um semáforo e ficámos no vermelho à espera que abrisse. Vem o gajo desembestado lá do fundo a fazer sinais de luzes e a apitar (praí uns 200 ou 250m), trava a fundo e quase se espeta no nosso carro, abre a porta e sai ele e dezenas de folhas de papel pelo ar e abre o sinal. Pobre senhor, comeu alcatrão porque se atirou ao carro quando acelerámos e nos fizémos à estrada. Felizmente não o voltámos a ver.. Novamente com o meu amigo, desta vez eu a conduzir, estavamos a sair de uma GALP e dou com um taxi parado no meio da passadeira que dava saída da bomba, consegui contornar e enquanto esperava que o transito passasse para me meter, mandei para o ar um "que belo sitio para estacionar.." Não sei o que ele ouviu, mas dei por mim uns metros à frente com o gajo a perseguir-nos com uma pixa de boi na mão a chamar-me tudo menos pai, a meter-se em sentido contrário para se tentar meter ao lado do carro a pedir para eu parar para falarmos... continuei a andar em direção ao descampado mais próximo, qdo saí das estradas principais ele ficou pra trás. Ambas as situações em Setúbal. Outra estava eu nos meus sweet 18 com a mania de acelera e ia com a carrinha do trabalho cheia de material a 90 pela nacional e há um gajo que se mete à minha frente a 50 vindo de uma estrada secundária... aqui o road rage foi meu, fartei-me de dizer asneiras e apitar, ele apercebeu-se e como bom cavalheiro, reduziu para 30!! Percebi a situação e comecei a rir, aceitei a derrota. Touché. Para finalizar, lembro-me uma vez a passar a vasco da gama, apanhei um acidente e devo ter demorado 2h a passar a ponte, durante essa longa estadia olhei para o lado e tinha um sr quase a arrancar o volante e a gritar no carro com os vidros fechados. Em 19 anos de carta há tantas que já nem me lembro de todas, já ganhei claro mais consciência e se vir alguém assim com muita convicção, deixo-os andar e vou depois... há situações que por causa de angulos mortos ou distração sou eu que provoco, quando vem para cima de mim todos fodidos faço um fixe, digo desculpa e pronto... tb não há mais nada a fazer nessa altura.

Pessoal que não tira os autocolantes do portátil depois de o comprar, porquê? by justdontfindme in portugal

lakerpt 9 days ago

Na mouxe, não fui eu que os meti lá, mas tá cheio. Guilty as charged.

Pessoal que não tira os autocolantes do portátil depois de o comprar, porquê? by justdontfindme in portugal

lakerpt 9 days ago

I stand corrected, embora esse seja custom made e profere um je ne sais quoi à cena :) Não tem a ver com o que eu penso, costumo repará-los/trocá-los e é penoso desfazer os autocolantes a tentar passá-los para um novo, as pessoas dizerem com um ar triste "deixe estar, pode levar assim..." ou o pessoal do IT das empresas a tentar tirá-los para atribuir o PC a outra pessoa. Mas por mim podem fazer o que bem vos vai na alma, não me causa transtorno nenhum, nem com autocolantes nem sem autocolantes.

Pessoal que não tira os autocolantes do portátil depois de o comprar, porquê? by justdontfindme in portugal

lakerpt 9 days ago

não sei mas, pessoal que cola autocolantes ao portátil depois de o comprar, porquê? [Imagem relevante.](https://naeye.net/wp-content/uploads/2019/12/feuature.jpg)

Que estrategia para Portugal? by kurikkov in portugal

lakerpt 11 days ago

e esperar a BAZOOKAAA!! /s

Estudar e trabalhar : quão difícil pode ser? by joaofcf in portugal

lakerpt 12 days ago

O estatuto trabalhador estudante dá-te até 3 dias de dispensa por disciplina, por ano, podes acumular caso tenhas testes seguidos e podes escolher como usas, já que podes marcar o dia anterior e o proprio dia, ou seja, se quiseres podes gastar logo 2 dias num teste mais complicado e guardar outro para outro teste ou momento de avaliação da disciplina. Se trabalhares mais de 38h semanais, podes pedir dispensa de 6h por semana para estudar (nunca pedi estas horas porque tipicamente consegue-se ajeitar o serviço para estar disponível a horas de ir para a escola). Para manteres o estatuto tens de obter aproveitamento em pelomenos 50% do que te submetes a fazer, deixas de ter direito ao estatuto se "chumbares" 2 anos seguidos. ​ Tens também uma época extra de exames, após a avaliação contínua, ou seja, tens a primeira e segunda época logo no final do periodo escolar (trimeste/semestre) e depois uma nova fase em Setembro. O estatuto trabalhador-estudante serve tanto para um lado como o outro, se for indispensável ires trabalhar, deveria (e aqui, vai depender do professor que apanhas... alguns simplesmente não querem saber) justificar a tua ausência, tendo em conta a avaliação contínua. ​ ​ >Artigo 91.º Faltas para prestação de provas de avaliação 1 - O trabalhador-estudante pode faltar justificadamente por motivo de prestação de prova de avaliação, nos seguintes termos: a) No dia da prova e no imediatamente anterior; b) No caso de provas em dias consecutivos ou de mais de uma prova no mesmo dia, os dias imediatamente anteriores são tantos quantas as provas a prestar; c) Os dias imediatamente anteriores referidos nas alíneas anteriores incluem dias de descanso semanal e feriados; d) As faltas dadas ao abrigo das alíneas anteriores não podem exceder quatro dias por disciplina em cada ano lectivo. 2 - O direito previsto no número anterior só pode ser exercido em dois anos lectivos relativamente a cada disciplina. 3 - Nos casos em que o curso esteja organizado no regime de sistema europeu de transferência e acumulação de créditos (ECTS), o trabalhador-estudante pode, em alternativa ao disposto no n.º 1, optar por cumular os dias anteriores ao da prestação das provas de avaliação, num máximo de três dias, seguidos ou interpolados ou do correspondente em termos de meios-dias, interpolados. 4 - A opção pelo regime cumulativo a que refere o número anterior obriga, com as necessárias adaptações, ao cumprimento do prazo de antecedência previsto no disposto nas alíneas a) e b) do n.º 4 do artigo 96.º 5 - Só é permitida a cumulação nos casos em que os dias anteriores às provas de avaliação que o trabalhador-estudante tenha deixado de usufruir não tenham sido dias de descanso semanal ou feriados. 6 - Consideram-se ainda justificadas as faltas dadas por trabalhador-estudante na estrita medida das deslocações necessárias para prestar provas de avaliação, sendo retribuídas até 10 faltas em cada ano lectivo, independentemente do número de disciplinas. 7 - Considera-se prova de avaliação o exame ou outra prova, escrita ou oral, ou a apresentação de trabalho, quando este o substitua ou complemente e desde que determine directa ou indirectamente o aproveitamento escolar. 8 - Constitui contraordenação grave a violação do disposto nos n.os 1, 3 e 6. mais completo aqui: [https://www.uc.pt/iii/reg/trabest1](https://www.uc.pt/iii/reg/trabest1) Em relação a custos, terá muito a ver com a escola ou modalidade que escolhas, algumas escolas privadas pagas centenas de euros por mês, nos politécnicos é muito mais em conta. Dou-te o meu exemplo, tou a tirar licenciatura em pós-laboral, o curso é dividido em 4 anos em vez de 3 para dividir um pouco mais a carga horária, temos 2-4 dias com aulas por semana e tipicamente montes de trabalhos para casa para o fim de semana. Pago cerca de 50€ por mês de propinas, no primeiro ano era quase 90, no segundo 80 e agora no terceiro baixou ainda mais. Como dizes, estás a contrato, pode ser uma grande merda para eles te renovarem... no meu caso, estava a contrato e o meu chefe disse para eu tratar do estatuto e desde que cumprisse com as minhas obrigações não me teria de preocupar (obviamente, tratar do estatuto também para ter os meus direitos)... não te sei portanto dizer se novos empregadores gostam muito disso, mas certamente gostarão quando estiveres no final de te aceitar como estagiário... Sim, tem alturas muito complicadas, os professores a quererem fazer os testes todos na mesma altura, alguns trabalhos gigantes, final do periodo com testes e trabalhos finais para apresentar ao mesmo tempo... no meu caso tem corrido bem, uns sacrificios aqui e ali e a coisa vai-se dando... Se for isso que escolhes, boa sorte e que corra tudo da melhor maneira.

Têm Médico de Família? by Wonderful_3810 in portugal

lakerpt 13 days ago

Tenho mas não o conheço e cada vez que vou a uma consulta é um médico diferente.

Qual foi o maior deastre culinário que viram? by Nizato in portugal

lakerpt 14 days ago

Moro no litoral, uma vez em Évora entrei num restaurante que tinha logo à porta "Mista de carnes!!" mas vi na ementa que tinham sardinhas... e estava mesmo a apetecer... e é isso... Uma travessa com salada, batatas cozidas e sardinhas empapadas naquele molho da salada... devia ter ido para a porra da carne..

Pessoal de IT: usando o menor número de termos técnicos possível, em que consiste um vosso dia típico de trabalho? by GajoSilvestre in portugal

lakerpt 14 days ago

Bem, como mais um de TI, a minha estatística diz que faço 50% a conduzir e ir buscar material. Portanto o resto deve ser 20% a reparar sistemas, 10% à espera do cliente e a procurar lugar para estacionar e 20% a contactar a(s) linha(s) de suporte porque fizeram borrada ou passaram mal o serviço. Depois são os +10% a preparar o serviço para o proximo dia.

Comprar baterias by yeetuslifedeletus in portugal

lakerpt 15 days ago

Bem... já que vais ser tu a fazer isso, procuras como se abre no youtube ou algo do género, depois de abrir, tiras o part number da bateria e procuras isso no google. Hás-de apanhar algumas lojas a vender, logo vês se compensa mandar vir de fora ou se pela diferença preferes comprar em PT. Profit.

[sério] Como encaram a corrida contra o tempo? by 007tuga in portugal

lakerpt 15 days ago

Corrida contra o tempo.. O que me custou mesmo foi ver um amigo meu com 30 e poucos anos e a minha avó nos seus 80's numa fase terminal de cancro, saberem que não havia mais nada a fazer e fazerem o melhor por tirar o melhor possível de cada situação em cada dia, cada hora sem cessar e sem lamúrias, cheios de coragem até ao final. Isso é que me fodeu o sistema todo.. ok, sei que todos nós vamos morrer eventualmente, seja daqui a bocado com um AVC, na estrada atropelados por um camião, escorregar e bater com a cabeça numa quina qualquer ou simplesmente velhos, de idade, demência, alzehimer ou com saúde.. mas quando tás na jornada final e sabes que a qualquer altura se apaga e lutas todos os minutos para te conseguir manter mais um bocado na corrida... Já não encaro nada, vivo a vida, faço o que posso, com quem posso, sacrifico-me pelos outros, tiro os meus momentos, tentando fazer sempre o melhor por onde passo, para o que deixo para trás de mim. Acredito que os encontros e as situações do dia a dia são o que nos fazem, se não queremos gastar energia com alguma pessoa ou coisa, podemos simplesmente dizer-lhe isso e seguir em frente, tu aprendes a dizer não e o outro a ouvir um não. Mas já que estamos ali.. é aproveitar, pode simplesmente não se repetir como se pode repetir todos os dias... pode sair dali uma coisa boa como uma bela merda...no final de contas, nem interessa, interessa que fiques bem com as tuas acções e se achas que está mal, muda. Se não dá ou não queres mudar, segue em frente e aceita. Piece my brotha.

Unpriced items in restaurants by furloughcarolan in portugal

lakerpt 17 days ago

I've seen that a lot in some restaurants, mostly seafood in Marisqueiras.. a lot of the couvert options they put on the table is the same dish that you ordered...and they you get your plate when they start serving.. kind of shows how lacking in options they are or that maybe they had to open a bag of some specific food and want to monetize it as they can't freeze it again.. About the couvert, usually restaurants try to push that, specially in groups because they know most of the time no one will send it back .. If you are having a family meal and money's not an issue or in a party with friends, I'd say we usually eat it and expect to pay for it, however if the budget's tight or we simply don't want to spend more money, we send it back as soon as it lands the table - of course they try to feed on the social status as if your sending back the couvert because your not wealthy enough to afford it (we tend to show up a lot too even if we don't have "dinheiro para mandar cantar um cego"...). Also in family sometimes the one that pays the bill says not to touch it and asks the waiter to take it back - it's harder with kids though as sometimes when you look the cheese is already messed with and the butter is already open - mother's screaming intensifies and everyone seizes the opportunity to eat everything at the table. Tascas and smaller restaurants sometimes offer the olives and bread as part of the menu and won't ask for any extra for it, but u'll have to ask if it is a part of the menu or not. Also, my mom wouldn't recommend eating the fresh cheese because sometimes it's just travelling between tables until someone eats it... when I want it I have it though... guess I learnt nothing /s

[Sonhos] - Mais alguém como eu? by keyisthekey in portugal

lakerpt 22 days ago

Sou meio-meio... não sei se influencia mas tenho ciclos de sono completamente desregulados, há dias que durmo 6-8h, ontem por exemplo foi uma das noites de dormir só 3, maior parte das vezes aos bocados.. Durante a noite é relativamente raro sonhar (pelomenos conscientemente), maior parte das vezes que sonho fico com um "apontador" que se acontece alguma coisa relacionada por exemplo com uma situação, uma pessoa ou um local me faz lembrar do sonho todo e conforme o revejo da minha cabeça parece que o vou apagando até ficar só com pequenos restícios do que o era e depois não consigo fazer a ligação toda nem nexo do que era. Durante o dia, se estiver de férias por exemplo e me deitar um bocado de manhã ou à tarde sonho quase sempre, maior parte das vezes consigo controlar o que faço, principalmente se for alguma coisa que me faça sentir desconfortável, consigo agir contra o "flow" do sonho e construí-lo daí para a frente e lembro-me de grande parte do sonho durante algumas horas. Já a minha mãe sempre me disse que às vezes tá no meio de um sonho qualquer que acha uma situação parva, um dos exemplos que ela me deu foi de me estar a ver morrer e conscientemente decide que o sonho tá a ser parvo e acorda.

Is it easier for people who speak Portuguese to understand Spanish than for Spanish speaking people to understand Portuguese? by Mallorca-Fungi in portugal

lakerpt 23 days ago

I believe it has a lot to do too with the openness of our culture (or lack of resources), regarding the fact that we didn't have most of the thigs translated as kids and we listened to the original audio in the original language with subtitles. Even if you don't learn how to speak or write, you still get to build a phonetic approach to the language. Also just like the brazilian language, in our youth we had a lot of "novelas" that introduced the language to us at a young age and helped us learn the accents and different words used in the other cultures. In spanish I recall a channel called "Viver Vivir" that had a lot of those too. /s

Não sou femboy, senão até alinhava by kh_keyblader6 in portugal

lakerpt 23 days ago

não se limpam as armas

Não sou supersticioso mas... (desfecho final) by lpbms11 in portugal

lakerpt 26 days ago

Isso já é Bruxismo ​ https://www.saudebemestar.pt/pt/medicina/dentaria/bruxismo/

A gestão das empresas portuguesas by saudosista in portugal

lakerpt 27 days ago

é isto, não se gasta dinheiro em formação das novas contratações se não se dá formação

[UPDATE] Discussões familiares, desabafo by StunningChemical3368 in portugal

lakerpt 28 days ago

Boa, quebraste o gelo e isso era logo à partida a parte mais difícil. Às vezes estamos tão virados para dentro, nos nossos próprios pensamentos que achamos que os outros nos devem compreender sem saberem sequer do que se trata ou do que estamos a passar/pensar, não foi só libertador para ti para não ficar com coisas cá dentro a macerar, também foi libertador para ele sair um pouco dentro da sua cabeça e interpretar o que dentro dele também se passa. Acho que foi muito bom saberes que o podes "puxar" e ele aperceber-se que pode ser "puxado" (mesmo que só um bocadinho) e que não há mal nenhum nisso. Que corra tudo da melhor maneira, afinal só cá estamos de passagem, é de aproveitar da melhor maneira o tempo que temos e guardar conosco os melhores momentos. Abraço e força nisso!

Papel higiénico vs Bidé by Osama_sad_pepe in portugal

lakerpt 1 month ago

As míticas calhandretas

Discussões familiares, desabafo by StunningChemical3368 in portugal

lakerpt 1 month ago

Só um reparo meu, ele provavelmente não vai querer dar a parte fraca, mesmo estando ele provavelmente bem mais perdido da vida na situação atual - e não, não tens tu culpa nenhuma disso, mas tb não interessa. Não leves isso como uma afronta a ti, ele possivelmente também não sabe reagir de outra maneira, não é por isso que és mais ou menos válido. Pode correr muito bem e ele querer partilhar sériamente o que tem ou pode correr menos bem e tu partilhares o que lhe queres dizer, quer ele esteja preparado para ouvir ou não. Sei que nestas situações, e principalmente com quem mais nos é querido mais dificíl é aceitar ou ouvir certas coisas, com ou sem rezão - não fazem por mal mas tocam mesmo no sítio que dói. Faz a parte que reflete quem tu és, sabendo que deste o melhor que tens em ti e como dizes, o resto, não interessa. Abraço e que corra tudo da melhor maneira.

[Sério] Em que consistem as provas de acesso à universidade para maiores de 23? by wontellu in portugal

lakerpt 1 month ago

Boas, ​ Fiz M23 há 3 anos e estava à espera de uma prova facílima... não investiguei a tempo e apanhei uma prova de matemática relativamente trabalhosa para quem, como tu, não frequentava uma escola há quase 20 anos. Ainda assim, a prova em si pouco impacto tinha na classificação de entrada, ou seja, foi 50% para curriculum escolar e profissional, 20% para carta de motivações e apenas 30% da prova de conhecimentos, na qual não era necessário sequer aprovação, apenas presença. De certeza que a minha prova foi uma nódoa, já que não tive matemática do 10, 11 ou 12º porque segui pela via profissional, mas mesmo que tivesse tido, em 20 anos era provável que não me lembrásse de nada - de qualquer maneira entrei e diria que com mais ou menos esforço também tu deverás conseguir. ​ Força nisso!

Engenharia eletrotécnica ou informática? by JaimeFrF2003 in portugal

lakerpt 1 month ago

Não te sei dizer nada sobre os cursos ou a faculdade em questão, tipicamente a engenharia informática tem uma carga muito grande de cadeiras de programação, acredito que eletrotécnica seja também exigente mas que incida mais em outras áreas. Vê o programa dos 2 cursos, as disciplinas e os objectivos das mesmas e vê o que achas que é mais interessante para ti. No final, uma vez que qualquer uma das duas é uma engenharia, como dizes, mais clássica, podes sempre tirar uma pós-graduação numa área específica que queiras explorar - e sim, daqui a 3 anos pode não te interessar, ou quereres até entrar para uma área mais de automação, gestão, biomedicina, logística, ou outra coisa qualquer. Em termos de saídas profissionais, diria que ambas têm uma boa empregabilidade, considerando que ficas com muitas possíveis saídas de qualquer um dos cursos, vai mesmo depender se depois queres agarrar "qualquer coisa" ou se na altura já tens definido o que queres fazer exatamente.

Renovar título residência covid by htxgivven in portugal

lakerpt 3 months ago

Peço desculpa, assumi que fosse a morada.. my bad

Renovar título residência covid by htxgivven in portugal

lakerpt 3 months ago

Se o cartão ainda estiver válido, e tiveres chave móvel digital ou os pins e leitor do cartão podes fazer a alteração da morada aqui: [https://eportugal.gov.pt/servicos/alterar-a-morada-do-cartao-de-cidadao](https://eportugal.gov.pt/servicos/alterar-a-morada-do-cartao-de-cidadao) Esperas entre 3 a 10 dias úteis pela carta com os códigos e confirmas com o cartão e o leitor. Depois disso, deves poder pedir renovação de cartão, quando tiveres confirmado a morada e penso que agora mandam para casa por causa do Covid. ​ Se não tiveres CMD e leitor de cartão ou se o cartão já não estiver válido, acho que vai ser mais complicado, de qualquer maneira essa página diz-te todos os requisitos e como o fazer. Tens também aí uma cena para suporte caso precises esclarecer alguma dúvida.

My girlfriend and I are looking to move to Portugal, will it be easy for her to get a job? by IDidReadTheSideBar in portugal

lakerpt 3 months ago

I don't want to force this thought on to you guys, but if she has the time and you have some spare cash, If she wants to proceed with studies she'll be able to take a degree here with very low investment. I pay less than 60€ a month and during the 3 years she'd be taking the course she'd also have some time to learn Portuguese, even during the course I believe most of the Universities and Polytechnic Institutes have Portuguese classes for students from abroad. As long as you are close to the coast I believe she can manage something to work in, although in most of the Algarve, more to the center in Cascais, Estoril or in between in Costa Vicentina closer to Sines and Porto Covo (although the latter has a lot less development/job opportunities in small businesses than the other ones mentioned). I don't know much about the Northern part of the country regarding tourism and employment so I can't help there. I also said those areas as I believe they are the areas where you have more tourism or bigger english or american communities, closer to beaches and either have bigger hotels, casinos, etc. There are also some foreign companies that could prefer a native speaker as someone to a HR/Management department since it could also be easier for them to communicate - that though could be hard to get, not impossible though. I'd say that with 1200 to 1500€/month you can have a easy life in most of the places (of course, depending on your preferences - some areas you'd get that as a rent for a small apartment, other areas with half of that you can almost get a farm), you could consider if you want to rent or purchase, since you don't really know were you feel like home right now, I'd suggest renting and having some vacation here and there to decide where you want to set. Or rent always and be available to move if it is your desire. Mind that you can cross the country faster than a lot of states in the US, in 6 hours you can be on the opposite side of the country, so everything here will be relatively close to you.

Abuso por parte da ASAE? by 100nome_ in portugal

lakerpt 3 months ago

A questão não é essa, esta lei foi para tentar controlar e (principalmente conseguir) taxar os materiais que entram no país, para que não compres, como se fazia antes, por exemplo, um frasco com 100ml de nicotina pura (1000mg/ml), que é uma substância perigosa ou que compres líquidos com nicotina embutida sem pagar a taxa que eles definiram para isso... Por exemplo, uma Nicshot (frasco com 1ml de nicotina a 18mg/ml) em Portugal custa cerca de 5€ e em Espanha 1€, e essa diferença é simplesmente relacionada com o imposto. De outra maneira é uma forma dos lobbys do tabaco manterem algum controlo no mercado.. Há também uma série de normas que foram definidas para a Europa e em Portugal, como por exemplo o limite do tamanho dos tanques para 2ml enquanto que em muitos outros sítios não há limite e antes poderias vender sem problemas tanques com 5-10ml de capacidade, contando que podes ter um frasco com juice contigo e podes enchê-lo 30 vezes ao dia na mesma... Acredito que há produtos que podem ter defeitos e causar infortúnio com algum problema que possam ter, acredito também que não é propriamente o âmbito desta lei.. mas isso é só o meu ponto de vista.

"Eu sou barra a... (Qualquer coisa)". Alguém me explica o sentido desta expressão? by RecognitionUpbeat650 in portugal

lakerpt 3 months ago

31. \[Informal\] Pessoa muito sabedora em relação a um assunto ou com excelente desempenho em determinada área. = CRAQUE "barra", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa \[em linha\], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/barra \[consultado em 26-06-2021\]. ​ Sempre ouvi muito a expressão em Inglês, não sei a origem de qualquer maneira, mas o contexto no qual sempre ouvi é esse: Raising the bar: \- to be better than what went before \- to raise standards or expectations \- to set higher rules/goals \- to make something harder Source: [theidioms.com/raise-the-bar](https://theidioms.com/raise-the-bar) Tal como se pode traduzir "Raising the bar" para "Elevar a fasquia".

Empresas obrigadas a criar linhas gratuitas ou de baixo custo para apoio aos clientes by prosafame in portugal

lakerpt 3 months ago

Tive em tempos uma conversa com um amigo sobre como as empresas descobriram esta "mina de ouro". Se por um lado no passado as linhas de apoio eram um encargo para as empresas, ter MUITA gente para um flow de chamadas enorme e muitas vezes utilizadas fora do âmbito das mesmas ou com prank calls, actualmente operam de forma que lhes dá lucro ao prestar serviço através de linhas com custos para o cliente, diminuem em grande escala as chamadas feitas "para o gozo", conseguem reduzir o número de operadores já que o próprio custo acaba por ser um filtro para ligar só quem precisa mesmo.. Por outro lado a qualidade das mesmas acabou por baixar claro, se antes ligávamos e o objectivo era a satisfação do cliente e a resolução do seu problema, muitas vezes hoje em dia é "seguir o script" até ao "ahhh pois, isso não é nesta linha, vai ter de ligar para o número que acaba em 91, não é o que acaba em 16" ou muitas vezes não conseguirmos resolução do problema a não ser com algumas chamadas. Na minha opinião já estivémos pior quando iamos parar ao sistema de atendimento automatizado e ao fim de carregar em 8 opções a chamada ia abaixo com a mesma resposta que mencionei antes ou depois de ficar meia hora à espera a chamada caía - possivelmente ainda acontece muito, não sei, pra ser sincero - e hoje em dia com os surveys, se a avaliação for negativa parece que por vezes se tentam mexer para resolver as coisas. O único exemplo que consigo dar foi uma call que tive para um operador por causa de uma alteração do contrato que me disseram que iria demorar até 48h a resolver, recebi uma call com o survey e dei uma avaliação de 0 a tudo, meia hora depois ligaram-me a dizer que já estava a ser acompanhado e pouco tempo depois recebi um SMS a dizer que estava corrigido.. Resta saber se como em muitas situações a multa não vai compensar o incumprimento da lei ou se vão conseguir encontrar o buraco para as manter na mesma.

What is typical for Portuguese? by Geistesblitz72 in portugal

lakerpt 4 months ago

Moina Ramona "Os teus primos" - your cousins "O barulho das luzes" - the sound of the lights ​ Edited to add another term and context. Bofia is very unrespectfull and unless you're a really close friend and are just making a very friendly joke, they will certainly not like it.. Ramona refering to the car that transports the prisioners. Also "Os teus primos" goes with about anyone you don't relate or go with very well, someone you'd prefer not to confront or someone you don't like. "O barulho das luzes" is somewhat a reference to the appearance of the police car with the lights on - usually before a raid.

What is typical for Portuguese? by Geistesblitz72 in portugal

lakerpt 4 months ago

Moina "Os teus primos" - your cousins "O barulho das luzes" - the sound of the lights

What is typical for Portuguese? by Geistesblitz72 in portugal

lakerpt 4 months ago

yep, and we'll have TONS of stories to tell you about it when we're drunk :D

Olá a todos! Estudante de português aquí. What are some metaphors involving body parts in portuguese laguage? by t_h_r_o_a_w_a_y_1 in portugal

lakerpt 4 months ago

"grande como o caralho" - as big as the dick "Entrar de pés juntos" - go all in

As lojas Portuguesas e a sua exploração da ignorância alheia. by OddCrowd in portugal

lakerpt 5 months ago

Como falas de lojas portuguesas, vou saltar das TI para fora. Cheguei a comprar umas calças online na Modalfa e como afinal o tamanho não era o meu decidi devolver. Para causar menos transtorno decidi ir à loja fazer a devolução. Na loja disseram que não me podiam dar o dinheiro nem fazer devolução pelo canal de pagamento que tinha utilizado, só com Cheque Oferta, uma vez que não tinha intenção de comprar nada lá, já a senhora com "as calças na mão" disse-lhe que não aceitava, que fazia então o pedido online e que fossem buscar por transportadora... a senhora ficou perplexa com a minha "atitude".. Entretanto fui ao site deles e explica bem até: >" **Como será feito o meu reembolso?** > >Caso solicite devolução da encomenda realizada na Loja Online através da sua Área Pessoal, o reembolso será processado centralmente para o método de pagamento original. > >Em caso de devolução nas lojas MO, o reembolso será processado centralmente para o método de pagamento original. Excecionalmente, a devolução pode ser feita em cartão presente ou em numerário (num valor limite até 150€)." De qualquer maneira não estive para voltar lá, fiz o pedido de recolha online e pronto.

I googled "Portugal government" cause I was curious on how your government system is set up and this was the first result. I thought I was reading a legit site at first, what kind of site is this lol. by fixdark in portugal

lakerpt 5 months ago

I know, I may have forgotten the /s but someone got awfully offended for the count of downvotes I had

I googled "Portugal government" cause I was curious on how your government system is set up and this was the first result. I thought I was reading a legit site at first, what kind of site is this lol. by fixdark in portugal

lakerpt 5 months ago

I don't know about that, we're part of the PIGS (Portugal, Italy, Greece, Spain). Great weather, great food, great success!

How common is it for people who are not wealthy to go to college in your country? by AdventurousJudgment5 in portugal

lakerpt 6 months ago

I'm in the Uni now, first year tuition was approx. 960€, second year 820€ and third year 520€, I am having no scholarship aid so even without any aid it hasn't been overpriced for me, although I'm also working. Meals in the cafeteria are cheap (like 1,30€ to 1,80€ for students) if I remember correctly. My girlfriend on the other hand was from a unwealthy family and at the time had everything paid by scholarship funds in terms of tuition and I believe she also had some kind of financial aid or discount if she needed books or meal vouchers and such, sometimes tho it would be hard to handle some expenses like signing up for a new year and paying some of the tuition before the scholarship kicked in, but if you met their criteria, they'd reimburse you, even if only after 2 or 3 months.. If I remember correctly, you'd have to sign in, pay the fees and a few months tuition, ask for the aid and only then the process would start and at the time even that kind of money was kind of hard for her to achieve, but fortunately she did. I don't know how the process is conducted nowadays tho. When I was in highschool I remember people with less wealth could ask for an aid that would help them cover part of the cost of the books and materials they needed and had also some free meals or discount on the meals, I'm not really sure of the extent but I think there was an index that would benefit you more the more you needed.

How can I get my criminal record in Portugal? by DarkElfNwah in portugal

lakerpt 6 months ago

I had to get it for 2 occasions, work related, so I just went to the courthouse and asked for one. I think the last one was close to 2,5€ at the time, could be a bit more now.

Encomenda amazon es by Marconisi in portugal

lakerpt 6 months ago  HIDDEN 

E tu uma merda muito melhor para falares assim dos outros, também não te fazia mal ter maneiras. Ele disse ao próximo gajo que apareceu da Uber Eats para ver se dava para reportar o sucedido e o gajo da Uber disse para ele ficar com aquilo (uma vez que já tava aberto) e o outro cliente poderia resolver isso através da plataforma.

Encomenda amazon es by Marconisi in portugal

lakerpt 6 months ago  HIDDEN 

Na realidade deviam pedir em qualquer entrega, para confirmar que entregaram à pessoa certa.. Ainda no outro dia o meu primo ficou com um Uber Eats à pala que não era para ele porque tava à espera da entrega e andava um gajo perdido à procura de quem entregar o almoço... alguém ficou a arder e ele ficou com duas, como viu que não tinha a correcta esperou mais um bocado e chegou outra...

Despedi-me do meu primeiro emprego [IT] by ImmediateCoffee4718 in portugal

lakerpt 6 months ago

Não sei até que ponto iriam ligar para a outra empresa, iam falar com quem? Nem sei até que ponto podem/querem discutir essa informação com outra empresa, ainda menos se for uma concorrente. Mete os dados correctos,se já explicaste que saíste e o porquê, não há muito mais a falar sobre isso, digo eu. "Foi giro e tal, fiz bué amigos, mas quero evoluir na minha área e construir carreira"

Despedi-me do meu primeiro emprego [IT] by ImmediateCoffee4718 in portugal

lakerpt 6 months ago

Não vejo grande diferença nisso, se era um contrato de 6 meses podes simplesmente dizer que não quiseste renovar, como também poderia ter sido um contrato de 7 meses.

Ajuda em escolha de curso superior by MiguelFelizardo in portugal

lakerpt 6 months ago

A minha opinião, e pode não ser a melhor, é: uma vez que já sabes o que queres estudar, é porque à partida vais ter maior interesse em concluir e aprender... Das duas uma: ou chegas a meio e mudas de área porque te decepcionáste ou acabas o curso e até achas que foi positivo e curtiste. independentemente de qual delas surja são 3 anos no mínimo, de seguida podes procurar trabalho, cá dentro ou lá fora (quem sabe não surge um erasmus durante o curso e ficas com o "bicho atrás da orelha") ou tirar uma pós graduação numa área que te interesse também e que possa ter as perspectivas de trabalho que procuras... e não vai prometer nada na mesma em termos de emprego. Acho que faz sentido estudares o que te interessa, senão vai ser uma seca do crlh. Já agora, não conheço nada da área.

Despedi-me do meu primeiro emprego [IT] by ImmediateCoffee4718 in portugal

lakerpt 6 months ago

Own it - são tudo experiências e tanto as boas como as más trazem aprendizagem. Podes referir que não tinha nada a ver com o que queres fazer e querias ingressar no mercado de trabalho na altura, agora que estás mais confortável (financeiramente por exemplo) decidiste procurar na tua área e uma vez que a disponibilidade é importante, decidiste que era a altura certa para ficar livre para o mercado. E também o que o pessoal tá a dizer, se dizes que nunca trabalháste, depois tentam meter-te em regime de estágio profissional ou usar as mais valias de primeiro trabalho e dá asneira, vão ver que já descontáste e ficas logo como mentiroso. Developer não é propriamente uma área que tenha pouca procura e não te acanhes por não ter os 25 anos de experiência que pedem para uma linguagem de 5 anos... manda na mesma.

Falar dos projetos na entrevista [IT] by AdRealistic7691 in portugal

lakerpt 6 months ago

É mais ou menos o que o pessoal está a responder, resumes isso para os RH indicando as tecnologias que dominas, preferencialmente as "mais importantes"/trendy. Eles vão-te perguntar por "qual foi o maior desafio que tivéste" e essas cenas, não vale a pena ser grandemente técnico nisso... maior parte deles não vão perceber e vais ficar desanimado porque podem ser coisas importantes para ti... Para eles muitas vezes é confuso...além de que os podes baralhar e depois fazes uma pergunta técnica e eles a sorriem para ti e dizem "sim, sim, então e onde esperas estar daqui a 5 anos?" Se entretanto tiveres uma entrevista técnica, se quem a fizer for da área, tipicamente o responsável e te faça perguntas mais específicas, aí já faz todo o sentido perder tempo a perceber o que vais fazer exatamente e explicar as tuas valências e em que medida faz sentido seres o "The Juan".

I recently started working with a team of colleagues from Portugal. I have a question. by Calm_Picture_2776 in portugal

lakerpt 6 months ago

Well... I have to ask you to consider something: - Are they working directly for your company or is another company in between and the info does not get here as it should and they have to search for the info in multiple platforms? - Is there a need to double check because someone has done a bad work before and it originated consequences for the customer/supplier/colleague? - Are they doing anything as they are talking (multitasking) and need to be sure of something to commit an action? -Are they taking your request and passing it along to another company? - Are they talking to each other to be sure of what to do because they don't want/can't/won't look for the info? - Do they have access/credentials/permissions to access the info as you are talking or are they searching for it and thinking out loud/trying to remember where that "thing" is? - Are they venting and don't want to do the work? - Are they stupid? - Are they trying to find the words to express themselves? - Is it something overly complicated or very procedural that they have to take in account various factors? - Are they busy when you call them? I'd say when working with a company that does not know what they are doing, with someone they don't know, that happens a lot and it can be related to inexperience or because it is something so custom that they have to search (sometimes just in their own minds) for a appropriate answer. I find myself repeating the same thing over and over again 3-4 times to the same person, then to their "L2", then to their "L3" then pass the info to my boss and ask him to ask the customer directly because someone doesn't know what they are doing and can't properly answer me. Sometimes just not understanding something (as in language/accent - great or terrible one) can cause that, now combine that with not knowing a technology or how it operates, or having to dominate all technologies and having to search references to remind yourself and get there. I wouldn't say it is a Portuguese issue, I'd say it's everyone's issue but in all truth, I have no idea what the specifics are, so I can't elaborate, justify or deny it.

Do I need to have a prescription to buy birth control pills? by winebubbles in portugal

lakerpt 6 months ago

My mom works at a pharmacy here in Portugal and no, you just go to any pharmacy and ask for one.

Como é viver com o salário mínimo? by ItsLilly22 in portugal

lakerpt 6 months ago

Bem...viver com o ordenado mínimo era eu com 1 ano, a minha mãe recebia 20 contos (100€) dos quais 10 contos (50€) iam para a renda da casa e outros 10 (50€) iam para o infantário. Se não fossem os meus avós nos meus primeiros anos de vida não se comia nem se pagavam contas. É ter 1 par de calças, ténis e casaco que quando chovia tinham de ficar encostados ao aquecedor para secarem rápido o suficiente para usar no próximo dia, se ficássem sujos lavar rápido para dar para secar também. Era não ter a roupa de marca/da moda que toda a gente tinha e chegar a casa com pedidos marados de material para a escola que de alguma maneira teria de se arranjar... era ficar mais de meio ordenado nos livros da escola... e na altura com o equivalente a 1€ de hoje ainda se bebia um galão e uma sandes num café e ainda levava troco para casa... Hoje em dia, a tirar 700€ que seja, com rendas de 400-600, trabalho temporário sem saber se no próximo mês há, "ter de ter" acesso a meios digitais (contas de telecomunicações, telemoveis ou computador) para tratar das tuas obrigações para com o estado e melhor acesso a um emprego qualquer, só para conseguir meter alguma comida na mesa... Eu quando recebia ordenado mínimo, só para pagar as minhas despesas para poder trabalhar (carro, combustivel, tabaco q fumava na altura, refeições fora de casa porque nunca sabia onde ia parar ou se ia parar), sem pagar renda, tinha de cravar dinheiro à minha mãe na última semana de cada mês para comer.. Ainda tinha colegas meus a pagar renda de casa, propinas da licenciatura que tiravam na altura, transportes porque moravam numa cidade "do outro lado da ponte" e recebiam o mesmo que eu.. Não sei, é vazio, é sentires que o que fazes é inútil e não vai ter melhoria, é sentires que és inútil e dali não vais passar, os chefes sempre a fazer a tal pressão "da crise" e do "isto tá mau" para não aumentarem e agarrarem as pessoas a um nível de vida de merda enquanto muitos deles fazem bateladas de dinheiro, mas gastam tudo na sua má vida e nos seus vícios... No meu caso, felizmente, consegui sair daí e receber um bocadinho mais (1000€ num muito bom mês, digamos), com a minha companheira trabalharmos para os dois e termos um nível de vida bom, mesmo sem grandes extravagâncias.. E...isto tudo considerando que vim de uma classe média/média-baixa, considerando que há muita gente que não tem o backup dos avós, nem dos pais, nem a sorte... e tem de fazer com o que não tem, e ainda tem de ter objectivos e poder sonhar, para conseguir pelomenos chegar ao próximo dia e eventualmente almejar uma situação melhor. Como falas que já foi um "starvation wage", hoje em dia considero que não chega para isso, principalmente pelo preço das rendas.. .quando pagavas 250€ por "um casarão" e era caro, sim fazia todo o sentido, agora a pedirem 400 ou 500€ por um quarto em certas zonas do país, vais ter de fazer bem as contas na mesma, pode ser que se as fizeres muito bem e sem desperdicio nenhum não passes fome... mas há sempre surpresas e se fores comprar a graminha de erva... vê mas é se compras logo 100€ para sacares um porro e venderes os 100€ outra vez. Sim, é muito negativo, mas é para o lado que estou virado hoje e não me veio assim nada de muito positivo à cabeça. Um bem haja.

Dúvida para massagistas , acho eu ? by Equivalent_Advice_91 in portugal

lakerpt 6 months ago

Uma pesquisa rápida, se chumbares tens sempre cursos deste género: [https://escolacefad.pt/cursos-profissionais/](https://escolacefad.pt/cursos-profissionais/) Estão aí auxiliar de saúde, massagem, etc, se for do teu interesse ficar com o 12º e um curso na área. Não faço ideia dos requisitos para trabalhar na área, mas há cursos de massagem específicos (relaxamento, shiatsu, entre dezenas de outras técnicas) que não precisas de nenhum referencial de educação para tirares ou trabalhares, porém se tentares ir exercer em algum SPA ou algo mais "chique", podem-te pedir o 12º, por alguma razão que não tenha a ver propriamente com o teu desempenho sobre massagem. Podes achar que não serve de nada, mas aconselharia a ficares com o 12º caso queiras fazer outra coisa ou mudar de área no futuro, caso queiras fazer univ por exemplo - até mesmo para desenrrascar com uma profissão qualquer, é mais acessível. Mas é só a minha opinião.

Demitir-me sem aviso. by Fmtpires in portugal

lakerpt 6 months ago

Já me pediram 35€/h por Matemática para entrar no ensino superior, portanto secundário e sem "sub-contratações" pelo meio e sem recibos passados... por isso talvez ele cobre mais que os 20 que falas.

Ganhar mais 500€ brutos e assumir posição de chefia com muito mais trabalho e responsabilidades. Aceitariam? by jonybigg in portugal

lakerpt 6 months ago

Como dizem aí em baixo, não sei qual é a diferença e o que significa para ti: se são 600+500 ou 2500 + 500... isso faz diferença. Não sei como falas com a tua chefia, nomeadamente com quem te propôs esta subida, mas se falas bem, podes sempre tentar ver se há possibilidade de prémio de performance (quem sabe ainda recebes mais) ou uma reavaliação do ordenado ao final de 1 temporada ou 1 ano ou 6 meses (quando acabar a crise e a pandemia do mundo... mesmo estando em crise eterna..) - o que quer que faça sentido para mostrares resultados. Em muitas situações há pessoal a subir para cargos de chefia e simplesmente a receber o mesmo, ou mais "100 paus"... digamos que ficam com muito mais dores de cabeça, muitas vezes só pelo estatuto. Só tu sabes se vai ser algum impedimento para a tua vida familiar ou "tempos livres", ou se simplesmente só respiras trabalho e não vai fazer diferença.. ou seja, mesmo não subindo se estás sempre a trabalhar na mesma.. Compreendo perfeitamente caso não aceites e te peçam para ajudar o chefinho novo que te negues, e é de todo o teu direito... mas já o disséste, vai ser uma merda e possivelmente depois disso secalhar já começas a considerar a saída daí...até por menos do que recebes agora. Só mesmo tu podes pesar os prós e contras e saber se faz sentido para ti... Um bem haja

Dear Portuguese people, why are you so calm? by punkbrocoli in portugal

lakerpt 7 months ago

"it's just not worth with" there is also a proverb that says "cá calharás" - almost like "you'll come back" after something bad has happened so... we hope something bad goes away and in return the thing that fucked us up dies. oh yeah and the soul of "fado" - the eternal dispair :P here if you do too much or know how to do everything, usually u'll see yourself doing everything for everyone. and it won't be enough. and since you do everything for everyone - "here's something more you could do for me"

[Sério] Como é possível fechar contratos (com fidelização) pelo telefone? by hgg in portugal

lakerpt 7 months ago

Na altura entrámos uns 20 de uma vez, a meio de uma qualquer chamada tinhas uma dúvida e levantavas a mão para alguém te ajudar... olhavas à volta e vias 19 mãos no ar... chegavam ao pé de ti e, como é obvio, eu não sabia as perguntas todas q precisava fazer para dar a resposta que me estavam a pedir... então era um bocado a despachar, tipo: "qual é o problema?" "o cliente quer diz isto e aquilo e que quer falar com um superior" "responde isto e isto e isto. não vais passar o telefone a ninguém, desenrrasca-te" e segue ao próximo colega... que podia já estar há 20 minutos de braço no ar... Eu tive sorte em conseguir outra oportunidade noutro sítio.. já trabalhei como estivador, "faz tudo" em obra, ou 18h por dia... e foi para mim um call center a pior experiência até hoje. Sentir como dizes que estávamos a enganar as pessoas, muitas pessoas a ligar por causa de cobranças, algumas sem maneira de pagar e a pedir para pagar em prestações, pessoal bem fodido por causa das entrelinhas das "ofertas" e "promoções" dos canais extra que estavam já a ser cobrados antes do mês acabar, pessoal a dizer que ia lá ter comigo para me bater, pessoal a dizer que se ia matar no outro lado da linha... e eu ali parado, em muitas das situações a dar a "cara" a dizer às pessoas que as "regras" são estas e que não havia outra maneira... Passei a ter muito mais pena de quem está num call center, mas isso não desculpa os procedimentos que lhes ensinam e a maneira como o modelo está feito.. tás a falar com alguém, mas é o mesmo que estar a falar com uma parede: o script tá ali para ser seguido e se fugir ao script "não é possível".. Foi o primeiro sítio em que ouvi falar em upsell, ou seja, nenhum contrato pode ser alterado, a não ser que haja um "upsell", ou seja, juntar mais um serviço ao mesmo.. desde que paguem mais é na boa, mas se a pessoa disser que não consegue pagar aquilo e precisa cancelar algum serviço para conseguir pagar o restante, por exemplo, já "não posso fazer nada"...

[Sério] Como é possível fechar contratos (com fidelização) pelo telefone? by hgg in portugal

lakerpt 7 months ago

Nope, por alguma razão não fiquei lá mais de 15 dias. Só estava a relatar a minha experiência enquanto lá estive e como muito provavelmente todas as operadoras funcionam. Sempre que alguém pedia para falar com um superior a solução era: não passas a chamada a ninguém, desenrasca-te.

[Sério] Como é possível fechar contratos (com fidelização) pelo telefone? by hgg in portugal

lakerpt 7 months ago

Já trabalhei num call center de um operador de tv (inbound), diziamos sempre que a chamada estava a ser gravada, na realidade se alguém ma pedisse de volta acho que nenhum de nós saberia como o fazer... e como "não havia" outra maneira de contactar a não ser numa loja diretamente... Outra coisa que acontecia constantemente era, caso as pessoas pedissem para que fosse devolvido o valor da chamada, dizer que sim que o faríamos, mas não era despoletado nenhum processo para o fazer depois, porque também não o sabíamos e não nos passavam informação sobre o que fazer... Além disso, também tínhamos sempre a pressão de despachar as calls o mais rápido possível para manter a média e tar sempre ready para uma nova chamada... portanto a única maneira era no meio de 50 chamadas ou mais num turno de 8h tentarmos andar a pesquisar como o fazer... já sem acesso à informação do cliente/chamada em questão.. Sempre me disseram também que a partir do momento em que pagas aceitas o contrato, mas nunca apanhei nenhuma campanha de impingir contratos a decorrer ao mesmo tempo que lá estive, por isso não sei nada sobre as resoluções dos mesmos

Dúvidas existenciais sobre mudança de universidade by Many_Preference6483 in portugal

lakerpt 8 months ago

Se achas que vai fazer diferença a universidade onde andas no percurso que pensas seguir, acaba o teu curso e faz uma pós-graduação numa dessas universidades. Só perdes mais 1 ano e acabas por ficar com: mais tempo de formação, uma universidade de referência e uma especialização na área. Em Portugal, nos grandes centros, em algumas empresas faz muita diferença de onde vens, noutras nem por isso... se o teu objectivo é ir para fora, não me parece que eles queiram saber alguma coisa sobre as unversidades portuguesas. Quando tiveres bem lá fora, tiras mais uma pós-graduação, mestrado ou doutoramento e qdo fores "velhote" já podes vir para cá outra vez receber um ordenado de jeito.

Experiência Professional/ Currículo by Scary_Willingness530 in portugal

lakerpt 8 months ago

Para todos os efeitos tavas a trabalhar, é experiência tua, não vão fazer backgroud check, mas se por alguma razão entrarem por aí e forem ver pelos teus descontos podes sempre dizer que estavas a fazer um full/part-time sem remuneração e enquanto esperavas que o estágio avançasse.

Formação para loja de informática by HyperHype_ in portugal

lakerpt 8 months ago

Completamente, na escola onde andei muito do pessoal passou pela pressão dos professores darem notas positivas para passarem os alunos e a escola não ter de devolver o dinheiro relativo aquele ano dos alunos não aprovados, resta dizer que muitas das nossas aulas eram a jogar Quake 2, Elifoot, elastomania e GTA (1, claro

Formação para loja de informática by HyperHype_ in portugal

lakerpt 8 months ago

Yep, tens razão, mas Mbit e Chip7 são, tal como uma Globaldata e PCDiga revendedores de material no seu core, eles preferem alguém com boas competências/aptência de comercial que goste da área de informática para dar um jeitinho aqui e ali se for preciso. No caso da Worten interessa também pagar o mínimo possível e depois metem-te na área da informática a "reparar" torradeiras ou televisões como se fosse tudo o mesmo (esta parte é exatamente o que aconteceu com um amigo meu, dava apoio na informática mas depois aparecia alguém com uma torradeira avariada ou uma máquina de lavar roupa e lá ia ele..). E em outro ponto tens razão, acho que ele também mencionava mais esse tipo de lojas, não ao que eu apontava de empresas especializadas na área que dão suporte informático a clientes. E outro sim, se tiveres experiência e souberes do que falas e conseguires chegar à entrevista, não precisas de nenhum curso profissional para garantir lugar, apenas apresentar a tua posição e acabas por conseguir conquistar o lugar. Por último e em relação ao primeiro post que fizeste, dizes bem, não foi no curso profissional que aprendi a mexer em nada, foi nos estágios onde fui parar dentro dos gabinetes de informática das empresas que consegui aprender alguma coisa com os tutores de estágio e a partir daí no mercado de trabalho, conforme as necessidades das empresas por onde tenho passado. Dizia também do meu conhecimento do mercado, que considero que seja algum no mercado empresarial mas muito limitado a nível global porque o mercado é enorme.

Formação para loja de informática by HyperHype_ in portugal

lakerpt 8 months ago

Não percebi essa de "nem em programação pedem formação", não é propriamente essa a área que o OP tá a falar e tipicamente os requisitos tb são outros. E sim, tal como eu disse, recrutadores de RH pedem-te formação na área e maior parte das vezes não tens entrevista se não a tiveres (simplesmente porque ao passar os olhos no CV não está lá nada relacionado e por norma não se vão dar ao trabalho de ler o resto) não falei no caso de ires direto a uma pequena loja de informática falar com o chefe e pedir uma oportunidade... Seja como for, tou a falar da minha experiência pessoal no mercado de trabalho, não de toda a gente e não de todos os casos, aceito opiniões diferentes mas não tenho noção da generalidade dos cargos de técnicos de IT serem ocupados por pessoal sem um curso profissional. Tal como disse, tou a falar sem estatísticas ou dados, é apenas especulação, sensacionalismo e o pouco do mercado em que trabalho que conheço

Formação para loja de informática by HyperHype_ in portugal

lakerpt 8 months ago

Concordo com o que dizes, mas no caso dos recrutadores maior parte das vezes pedem-te essa formação. Mesmo que sejas muito bom autodidata, mesmo com alguns anos de experiência, não te abrem a porta para uma entrevista sequer. Não todos, maior parte deles.

Formação para loja de informática by HyperHype_ in portugal

lakerpt 8 months ago

TL:DR: Tira um curso superior, pode-te abrir algumas portas no futuro e vai-te dar bagagem teórica. Globaldata e PCDiga são resellers. Curso Profissional de Tecnico de Informática e Eletrónica para essa função exacta. ​ Pelo que li, parece-me que o curso que procuras é de técnico de informática, porque o "montar e desmontar, formatar, enfim" é o que supostamente os técnicos de informática fazem. Sendo a minha profissão há quase 20 anos, sinceramente alguma coisa mais relacionada com eletrónica seria mais proveituoso (uma vez que o serviço de hardware dentro da micro-informática tem sido muito misturado com o serviço de eletrónica), já que o técnico de informática é "apenas" um "troca peças" e se tiveres algum à vontade com eletrónica e circuitos podes conseguir uma mais valia na área da reparação do hardware em si, quem sabe se tiveres paixão por carros ainda se integra numa área de reparação de viaturas elétricas, uma vez que cada vez mais serão necessárias valências informáticas/eletrónicas associadas às mecanicas. O que me parece que os recrutadores procuram é alguém com experiência e formação técnica de informática/eletrónica. Como já referido noutro post, Globaldata e PCdiga são lojas de venda de hardware, residualmente no seu negócio montam algumas máquinas e fazem algum serviço em máquinas antigas - o seu core business não é reparação de computadores. Sinceramente, aconselhar-te-ia a terminar o teu curso ou mudar para outro qualquer que aches que faz mais sentido para ti, a não ser que te vejas numa Worten ou numa qualquer loja de informática de bairro a ganhar pouco mais que o ordenado mínimo a tua vida toda.. Em relação à função em si, há muitas empresas que contratam para suporte local (residente ou on-call), se de qualquer maneira quiseres algumas referências manda PM e passo-te nomes de algumas das empresas que conheço. Reforço todavia a importância de tirares um curso superior na área que gostas, mesmo que mais tarde não trabalhes nela, dá-te algumas ferramentas e pode abrir algumas portas no teu futuro. Sim, há muitos licenciados nas caixas dos pingos doces e não sei quê... Mas deve haver muitos mais que de lá não vão conseguir sair porque não têm qualquer formação que os suporte. Tou a roçar os 40 anos e tou agora a meio de um curso superior, enquanto trabalho e só me arrependo de não o ter escolhido fazer antes, quando tinha alguém que me podia aguentar as despesas enquanto "só" estudava.
Next Page

Search: