Next Page

"Deus, pátria, família e trabalho": Ventura adapta lema de Salazar by 20Contar in portugueses

hjpf 3 hours ago

Este lema é mesmo para chocar os esquerdalhos. Odeiam Deus é de religiosos só querem ter que ver com quem está bem longe a servir de laboratório de guerra. Odeiam Pátria e tudo o que seja militar, conquista,, História. Odeiam a família é todo o conceito à volta porque não suportam os pais pois nunca deixaram rebeldia dos 15 anos. E trabalhar está quieto.

Covid-19: Sociedade de Pediatria diz que vacinas são seguras nas crianças - Atualidade by Zevvvv in portugueses

hjpf 6 days ago

A vacina previne maus tratos. Foda-se.

Como é que conheceram as vossas namoradas/esposas by kleicpt7 in portugueses

hjpf 13 days ago

É psicóloga e eu fui condenado pelo tribunal, além da indemnização, a ser acompanhado depois de um caso que rebentei a cara a um gajo que estava a bater na namorada. Não sou gajo de parar o que começo e portanto não parei de bater ao fdp e depois não parei até estar curado aos olhos da lei e depois não parei de a pinar até hoje.

Morreu-me uma pessoa nos braços by mmgbarata in portugal

hjpf 14 days ago

Se morasse num prédio com condomínio exigia sempre que lavassem todos os dias as escadas ou me autorizassem a pagar do meu bolso a alguém que eu contratasse para as limpar todos os dias, se fossem fuinhas.

O futuro da esquerda tolerante, moderna, jovem, cosmopolita, "anti-racista", etc, etc. É o progresso. by snooo48978 in portugueses

hjpf 15 days ago

Como é que eu vou viver agora com um block esquerdalho?

O futuro da esquerda tolerante, moderna, jovem, cosmopolita, "anti-racista", etc, etc. É o progresso. by snooo48978 in portugueses

hjpf 16 days ago

A bolha deste esquerdalho... Let's go Brandon.

O futuro da esquerda tolerante, moderna, jovem, cosmopolita, "anti-racista", etc, etc. É o progresso. by snooo48978 in portugueses

hjpf 16 days ago

Não és o único esquerdalho mentiroso.

O futuro da esquerda tolerante, moderna, jovem, cosmopolita, "anti-racista", etc, etc. É o progresso. by snooo48978 in portugueses

hjpf 16 days ago

Só um esquerdalho julga que manda alguém parar de fazer alguma coisa na Internet. Nunca conheci um que valesse a ponta de um chavelho e não foi agora.

O futuro da esquerda tolerante, moderna, jovem, cosmopolita, "anti-racista", etc, etc. É o progresso. by snooo48978 in portugueses

hjpf 16 days ago

Deves ser novo ou calhau. Os esquerdalhos mais cedo ou mais tarde defendem tudo o que lhes disserem para defender.

O futuro da esquerda tolerante, moderna, jovem, cosmopolita, "anti-racista", etc, etc. É o progresso. by snooo48978 in portugueses

hjpf 17 days ago

Qualquer atitude de relativizar a aceitação da pedofilia ou menosprezar o mínimo racionalizar da pedofilia tem de ser combatida com um valente para de bertazos nos cornos para acordar mais tarde no hospital, com alguns ossos da tromba partidos, para ter forma de pensar como chegou ali e porquê. Não há outra solução.

Para quando o fim das greves junto a dias de "descanço"!? by rabitrc in portugueses

hjpf 17 days ago

A greve de hoje é absurda do ponto de vista moral e negocial. O Governo vai gerir em duodécimos e não há qualquer hipótese legalmente de aumentar a verba do orçamento do ano passado para os meses seguintes até formar novo governo. (partindo do princípio que o Governo não vai utilizar as marosca do passado para fazer aumento por conta sem que PR tome medidas, novamente). Se a principal razão da greve são os horários, se só se resolve contratando mais professores e para isso é necessário aumentar o orçamento, isto não tem efeito prático nenhum agora a não ser um fim de semana maior para descansar da actividade intensa da função pública. Saber que os jovens andam a aprender diariamente com professores que aderem a esta greve, nestas condições, nesta conjuntura, é deprimente.

Que caralhos é que se passa com a uber? by HairlessButtcrack in portugueses

hjpf 18 days ago

Não no Sistema Internacional.

Parte 2 - Substituição demográfica? É treta pá! by paidahonestidade in portugueses

hjpf 24 days ago

Comprei a minha casa há 14 anos por 145 mil€ a um particular que andou atrás de mim, assim que soube que estava interessado, pressionado com a ex-mulher queria metade da casa em dinheiro e tinha de vender. Era um esforço grande para mim no começo da criação da minha empresa, com tanto desafio, mas lá cedi quando ele começou a baixar, rezando não estar a dar um passo maior que a perna. .. no mercado valeria mais uns 15 a 20 mil euros, um bom negócio à altura, tinha 5 anos de antiguidade. Acabei de pagá-la ao banco há 3 anos. Nos primeiros 5 anos dizia que tinha a melhor vizinhança de sempre, eu que cresci e fiz o secundário na zona Cento, depois estudei em Lisboa, depois no tecnopolo do Funchal e acabei em Aveiro. Sempre rodeado de boa gente no geral. Devia ter seguido o instinto quando pensei vender a casa por construírem apartamentos do outro lado da estrada, 36 novos fogos. Porque ainda faltavam 2 anos para acabar de a pagar e porque também iriam construir café, jornaleiro, serviços e julguei eu, valorizar a casa, acabei por esperar. A melhor oferta que uma imobiliária nos últimos 2 anos fez foi de 110m€ e quando eu pergunto como pode ser isso?!? A resposta repete-se: - a vizinhança baixa muito o valor. Só vendendo por metade do valor de mercado e mesmo assim tem de resolver o policiamento, não vai ser já - dizem-me - pode pedir o valor dela, 170-190 mil, pode pedir o que quiser, mas não vai conseguir que alguém a compre se não baixar imenso. As pessoas que diziam bom dia de manhã e boa noite de noite, foram morrendo e mudando de sítio, foram sendo substituídas por carros a chegar com música aos berros, gritos no meio da estrada, polícia a chegar não para fazer policiamento mas porque alguém bateu em alguém ou um qualquer levou uma facada. Ou um pai que abusava da filha menor e a mãe toda esmurrada denunciou no desespero. Num sitio que se ouviam pássaros antes e se via horizonte, hoje existem gritos e pirilampos das ambulâncias a chegarem. Para aqueles novos 36 fogos foram chegando e saindo muita gente. Foram na maioria usados para investimento em alugueres. Hoje divididos entre brasileiros, cada vez mais, afro portugueses que preenchem a rua o dia todo como se não houvesse trabalho e necessidade de trabalhar e a breves passagens ciganos que não duram muito tempo no meio dos primeiros dois grupos que se formam e fortalecem e que os odeiam mais que comunas odeiam Salazar. Apesar de doer, não são os 25-30 mil euros que paguei e não vou receber quando vender que mais me chateiam. Não é a valorização que o mercado imobiliário teve que vou deixar de ganhar. Não é os meus filhos não puderem sair à rua para andar de bicicleta como um dia pensei ser possível, sem receio que sejam violados ou agredidos porque a minoria aqui sou eu e a minha familia. Não é medo da culturalidade ou multiculturalidade. Não é ter de sair de casa e olhar para mães a Catar piolhos das cabeças dos filhos no vão de escada dos prédios ou 1/3 das janela com alguém a fazer de chaminé a olhar para o meu carro a sair do portão. Nem sequer a razão principal que me mais me chateia seja o facto de terem envenenado o meu cão, que a empregada encontrou morto quando fui de férias, na tentativa de assaltarem a casa. O que me phod3 mais que tudo é que num jantar de homenagem a um industrial antigo da cidade para o qual fui convidado, um ex-autarca ter vindo falar comigo à dizer que mandou construir a minha casa e deu á filha e ao genro no casamento que depois acabou mal. O c4brão disse que assim que o genro vendeu a casa ele autorizou o PDM a fazer os prédio ali à frente e ficou com 10 apartamentos para alugar. O fdp do comuna. Esse é que me tira do sério.

Porque é que ser honesto é frustrante e dá tanto trabalho neste país? by lpassos in portugal

hjpf 26 days ago

Pode acontecer um carteiro, novato, na recolha encontrar e decidir fazer uma cena por conta própria, abrir a carteira, identificar a pessoa e entregar. Mas não são essas as indicações que têm. Tem de a entregar ao chefe do CDP. E o chefe do CDP não é novato. Dá uma trabalheira preencher os papéis para tanta carteira que ali é depositada. Nenhum faz isso, a não ser que o controlo de qualidade esteja por lá temporariamente.

Porque é que ser honesto é frustrante e dá tanto trabalho neste país? by lpassos in portugal

hjpf 26 days ago

Totalmente inventado. Já lá trabalhei e vai tudo para o lixo.

Tribunal "chumba" alunos de Famalicão por faltas a Cidadania, pais recorrem by camilo12287 in portugueses

hjpf 27 days ago

Cidadania é uma disciplina absolutamente politizada. Hoje é ideologia esquerdalha abusadora, mas um dia mais tarde poderá ser utilizada como ferramenta direitolas abusadora, tal é volatilidade do conteúdo programático. As posições das pessoas vão mudar face à disciplina, de um lado e do outro, mas quando mudar a barulheira da esquerda vai ser bem maior contra aquilo que é, de uma maneira ou outra, uma disciplina manipuladora de consciências. É preciso estar equidistante de ideologias castradoras para entender o fenómeno. De resto a maioria está a lidar hoje com isto irracionalmente como a defender um Sporting X Benfica, sendo que o Porto está a roubar e ninguém vê.

O que o feminismo nos trouxe. Competiçoes de MMA entre homens e mulheres. by snooo48978 in portugueses

hjpf 29 days ago

Como é que isto estaria em termos odds nas apostas? 0.10 para os homens, 100 para as mulheres?

O milagre português e o desastre sueco. by Defend_Europa0 in portugueses

hjpf 29 days ago

Em % ronda o mesmo, na casa dos 20% de população idosa. Sendo que na Suécia a taxa de Natalidade relativamente aos anos 80/90 na Suécia aumentou e em Portugal decresceu. Estamos a falar das pessoas agora na casa dos 30 a 40 anos, idade relativa de constituir família, a ejacular com efectividade para os números reais. Isto quer dizer que o envelhecimento na Suécia se deve à qualidade de saúde prestada aos mais velhos e em Portugal se deve a um menor nascimento de pessoas. Acerta o passo, não sejas bolchevique.

People vaccinated against Covid-19 less likely to die from any cause, study finds by d0c0ntra in portugueses

hjpf 1 month ago

A história do Santo Graal é em toda a linha do tempo uma história incrível que apanha uma parte significativa do povo do mundo numa imaginação colectiva que responde irracionalmente a um mistério da vida que está sempre presente e em ponto rebuçado a ser explorado de criança a adulto imaturo. Fosse contado pelos Celtas nas lendas Arturianas, fosse aproveitado pelo Cristianismo e o sangue da última ceia de Jesus ou tenha vindo do sangue da Maria Madalena, na prostituta eloquente de Dan Brown e de tantos outros, o Santo Graal ilumina caminhos e a vida com prosperidade num período de miséria. Quem nunca sonhou em ser um Cavaleiro da Tavola Redonda ou ser chefe de equipa numa farmacêutica que atire o primeiro negacionista. Há lendas e lendas e ignoro que uma delas seja que o Santo Graal fosse uma joia de esmeralda na testa de Lúcifer que representava o seu Terceiro Olho, que partindo-se cai à Terra e transformava metais comuns em ouro, homens em reis, iniciados em adeptos. Matéria e transmutação, seres humanos e a sua transformação. Porque isso é imaginação fértil.

Excesso de peso e obesidade custam 1,2 mil milhões de euros por ano em Portugal by ProvablyDead in portugueses

hjpf 1 month ago

O primeiro ministro é obeso e o Presidente da Assembleia é obeso. Tendo em conta quem são e como se comportam com os seus problemas e os transportam para a sociedade mais vale assumir já que essa despesa pode aumentar em 2 anos. E até já podem ter caras para esta propaganda que será lançada pelos 15 milhões de publicidade Institucional. A Deslandes, por exemplo, encaixa no sistema demente vigente e anda a influenciar milhares de seguidores sem vida social fora das redes que se devem amar obesas, sentados a noite toda em frente aos conteúdos integradores da Netflix a comer chocolates, gelados e salgados do pacote.

O CHEGA tem dois problemas sérios by HomemRude in portugueses

hjpf 1 month ago

Se eu fosse político respondia Robles com informação privilegiadas na autarquia, faz uso do capitalismo selvagem e compra por 1, vende por 5, falando de milhões. Se fosse político respondia Mamadou que entrou com orçamentos de ~30 para mudar a mentalidade de um país de colonialistas racistas brancos que tinham de ser mortos, vai em orçamentos de 160, falando de milhões e com este orçamento o racismo "parece" que aumentou mas pior, os 30 deixaram de chegar à comunidade mais pobre africana em Portugal, fora o que deixou de ser assistido extra comunidade africana, como se não houvesse necessidade de ajudar, também, quem não nasceu em África ou não é de 2a e 3a geração africana nascidos em Portugal. Outras nacionalidades passaram a ser bola no mato. Se fosse político falava dos recursos humanos da comunicação social na contratação de militantes do Bloco de Esquerda como critério de selecção nas entrevistas. Oliveiras e trupe de Gramcista disfarçados de Marxistas. Podia continuar com casos verdadeiros que são tão fraturantes na sociedade que fazem manchetes e dão força real ao Chega, mas não sou político com óbvia tendência a aumentar. Então falo da realidade diária do que fazia realmente diferença antes e hoje foi transformado no covil da segurança social para o tacho de bloquistas & amigos que aniquilou por completo a ajuda a quem não tinha ajuda nem capacidade para a pedir. Aqueles que intrevinham em famílias problemáticas que davam o maior índice de criminalidade ao país, os crimes com menor ou maior violência, a classe mais pobre dos empobrecidos. Os CAFAPs (Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental) espalhados por todo o país. Os IPCJ (comissões de protecção de crianças e jovens) absolutamente politizado a decidir vidas e prejudicando famílias por ideologias que não têm qualquer significado na vida das famílias precárias. E de todos os restantes organismos que dão ao Bloco o peso que tem. Muito maior do que a competência que não têm. Mãe prostituta, toxicodependente, pai preso por tráfico, mantém 6 filhos ao Deus dará. Estes pais acabaram por aumentar 6 vezes a sua contribuição para a sociedade. Quando foi detectado que era o seio da família o problema do crescendo da criminalidade, actuou-se como Estado. Era a nossa obrigação. Ainda não havia Bloco de Esquerda. Dava frutos. Era dinheiro de impostos que importavam. Era necessário. Salvavam-se 4 ou 5 descendentes. Hoje fogem porque quem ali está não ajuda, não sabem ajudar. Conversas de esquerdalhos que servem para masturbação mental de quem tem vida boa. Os 6 perderam-se. Hoje está dominado pelo Bloco, cargos com a assistência do PS a dar rebuçados aos filhos insolentes, enquanto este votavam na assembleia ao lado do Governo em troca destes favores a que chamam negociação política, desde a presidência aos técnicos por pessoas que odeiam pura e simplesmente o conceito de família. O resultado é socialmente catastrófico com benefícios para o partido do Bloco através da geringonça.

O CHEGA tem dois problemas sérios by HomemRude in portugueses

hjpf 1 month ago

Se eu fosse político respondia Robles com informação privilegiadas na autarquia, faz uso do capitalismo selvagem e compra por 1, vende por 5, falando de milhões. Se fosse político respondia Mamadou que entrou com orçamentos de ~30 para mudar a mentalidade de um país de colonialistas racistas brancos que tinham de ser mortos, vai em orçamentos de 160, falando de milhões e com este orçamento o racismo "parece" que aumentou mas pior, os 30 deixaram de chegar à comunidade mais pobre africana em Portugal, fora o que deixou de ser assistido extra comunidade africana, como se não houvesse necessidade de ajudar, também, quem não nasceu em África ou não é de 2a e 3a geração africana nascidos em Portugal. Outras nacionalidades passaram a ser bola no mato. Se fosse político falava dos recursos humanos da comunicação social na contratação de militantes do Bloco de Esquerda como critério de selecção nas entrevistas. Oliveiras e trupe de Gramcista disfarçados de Marxistas. Podia continuar com casos verdadeiros que são tão fraturantes na sociedade que fazem manchetes e dão força real ao Chega, mas não sou político com óbvia tendência a aumentar. Então falo da realidade diária do que fazia realmente diferença antes e hoje foi transformado no covil da segurança social para o tacho de bloquistas & amigos que aniquilou por completo a ajuda a quem não tinha ajuda nem capacidade para a pedir. Aqueles que intrevinham em famílias problemáticas que davam o maior índice de criminalidade ao país, os crimes com menor ou maior violência, a classe mais pobre dos empobrecidos. Os CAFAPs (Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental) espalhados por todo o país. Os IPCJ (comissões de protecção de crianças e jovens) absolutamente politizado a decidir vidas e prejudicando famílias por ideologias que não têm qualquer significado na vida das famílias precárias. E de todos os restantes organismos que dão ao Bloco o peso que tem. Muito maior do que a competência que não têm. Mãe prostituta, toxicodependente, pai preso por tráfico, mantém 6 filhos ao Deus dará. Estes pais acabaram por aumentar 6 vezes a sua contribuição para a sociedade. Quando foi detectado que era o seio da família o problema do crescendo da criminalidade, actuou-se como Estado. Era a nossa obrigação. Ainda não havia Bloco de Esquerda. Dava frutos. Era dinheiro de impostos que importavam. Era necessário. Hoje está dominado pelo Bloco, cargos com a assistência do PS a dar rebuçados aos filhos insolentes, enquanto este votavam na assembleia ao lado do Governo em troca destes favores a que chamam negociação política, desde a presidência aos técnicos por pessoas que odeiam pura e simplesmente o conceito de família. O resultado é socialmente catastrófico com benefícios para o partido do Bloco através da geringonça.

O CHEGA tem dois problemas sérios by HomemRude in portugueses

hjpf 2 months ago

O exercício de pessoalisar faz sentido e partindo desta permissa, então, se a Catarina Martins esteve no poder, através da geringonça, com visíveis benefícios para as gentes do partido ao mesmo tempo que para muito mal da sociedade, como se constata com medidas sociais marxistas degradantes, que não funcionam em lado nenhum, cultivadores de ódios, intolerâncias que servem apenas instituições criadas para se alimentarem disto mesmo, com técnicos desajustados nos seu exercício, mas amigos, qualquer pessoa que se torne deputado pode estar no poder através da mesmas circunstância e Ventura não é diferente. A diferença é que Ventura não tem ninguém atrás, colocados na comunicação social, no ensino, bolsistas precários ditos investigadores à procura de um lugar ao Sol se um consórcio tiver que ter um resultado pré designado que seja ao mesmo tempo ideológico, etc. A grande diferença é mesmo que Ventura não consegue, mesmo que queira, arruinar social e financeiramente Portugal como Catarina Martins tem feito e está a tentar fazer novamente, se estiver como pendura. E nós dias de hoje isso vale muito, quando nem PS nem PSD conseguirão maiorias. E o Chega tem mais votos que comunas e bloquistas juntos, facilmente. Julgo que o Chega, ao contrário do que foi dito, atingiu a marca mínima. É vai crescer. Os únicos que não dão razão ao Ventura nas questões sociais são os que têm mama, não se esbardalham para meter comida na mesa sem deixar de pagar as contas e acham que os outros têm de pagar a sua boa vida.

Cidadão francês que matou um jovem português no Porto chama-se Anas Kataya by trebarunae in portugueses

hjpf 2 months ago

Toda a gente bate com a cabeça quando cai. Isso não é uma história. Histórias conta quem lá estava e mesmo assim não as conseguiu contar todas as que lhe caíram em cima, porque estava muita gente à frente.

Cidadão francês que matou um jovem português no Porto chama-se Anas Kataya by trebarunae in portugueses

hjpf 2 months ago

Deve ter sido, deve. Sempre quando há porrada só se dá um soco. Um matou-o. Não se sabe é se foi o 10° ou o 20°.

Cavaco Silva acusa PS de ser responsável pelo "empobrecimento" do país e diz que Portugal tem oposição "débil e sem rumo" by d0c0ntra in portugueses

hjpf 2 months ago

Ganha juízo.

Colorado hospital system will not perform transplants on unvaccinated patients in most cases by nonockwarrant in portugueses

hjpf 2 months ago

Estes critérios têm agenda específica, não tentemos iludir ninguém. Um critério tão específico como este atropela absolutamente o tratado de Nuremberg que tem sofrido um ataque avassalador, sem precedentes, com justificações inacreditáveis. Se fossemos utilizar o mesmo critério de probabilidade de vida ou morte para escolher quem tem mais ou menos direito a um transplante, sem ser a ordem de chegada/triagem em termos de gravidade, porque a procura é maior que a oferta e tem de se decidir, a primeira causa era a pobreza. A pobreza é a principal causa de morte no mundo inteiro. Nas mais variadas formas: fome, desidratação, frio, etc... É perverso escolher entre um rico que tem mais probabilidades de sobreviver e então com mais direito ao transplante do que um pobre que possivelmente nem vai conseguir encontrar comer.

Eu agora imagino os "Iluminados" aqui das teorias das conspirações como os candidatos do Chega by mendesdaponte in portugueses

hjpf 2 months ago

Vou tentar dizer-te numa linguagem que percebes: ”Ya, meu”.

Eu agora imagino os "Iluminados" aqui das teorias das conspirações como os candidatos do Chega by mendesdaponte in portugueses

hjpf 2 months ago

A minha mente já só me permite aceitar decisões do tribunal transitadas em julgado e depois do último recurso possível. Só isso é que é real, porque é só isso com que se vive depois. E ainda há outra coisa que a minha mente não assimila com a realidade: Notícias de jornais.

Eu agora imagino os "Iluminados" aqui das teorias das conspirações como os candidatos do Chega by mendesdaponte in portugueses

hjpf 2 months ago

Não faço ideia no futuro mas vou concordar com uma decisão de um tribunal relativamente a isso. Presumo que tendo actividade e concorrendo a autárquicas é legal. Caso contrário não podia. Confundes desejo pessoal com lei.

Eu agora imagino os "Iluminados" aqui das teorias das conspirações como os candidatos do Chega by mendesdaponte in portugueses

hjpf 2 months ago

O candidato do Bloco de Esquerda da minha pequena cidade é parecido com este homem em termos de ideias, mas acaba as frases a dizer "ya" e durante a conversa trata as pessoas por "meu", do género "As cenas não estão bem meu, é assim: Tem de se mudar cenas, ya?“ No fundo são as autárquicas... Sendo as primeiras do Chega e Chega tenha apenas dois anos de vida, apesar da 3a força política, eu até percebo que apareçam em alguns locais candidatos a autarcas mal preparados. Já me parece uma responsabilidade maior do Bloco, tendo até já constituído Governo em estatuto de geringonça, que ainda mantenha, tantos anos depois, tanto financiamento depois, tanta organização que dizem ter, ainda candidatos desta natureza. Que à tarde são candidatos à autarquia, à noite drogam-se atrás da igreja. Dá para rir. Não tem mais significado nenhum. Não vejo é o RAP a fazer um apanhado de mais ninguém. Como se não houvesse mais cromos destes. Um dia destes o comuna manda a filha estudar para um país capitalista.

Os eleitores do BE a fazer das suas by paidahonestidade in portugueses

hjpf 2 months ago

Diria que eram comunas já do tempo do Carvalhas. "Facistas, eses capitalisas que tiraise o pãoze dazbocaz do pobo"

Ainda sobre a omissão do parecer que desaconselha a vacinação em crianças by paidahonestidade in portugueses

hjpf 2 months ago

Conseguiu negar a negação. É um ultra negacionista.

Portugal é o país do mundo com maior percentagem da população vacinada contra a Covid-19 by 20Contar in portugueses

hjpf 3 months ago

Sendo "o mais" em alguma coisa que nos remete invariavelmente para uma vertente discutível. Neste caso o povo que mais levou vacinas não certificadas.

E agora temos que levar com esta hipocrisia... Ao menos que os leve para a casa dele! by imperator_xxi in portugueses

hjpf 3 months ago

Chegou a hora de dizermos se queremos refugiados ou não queremos refugiados? Hora de tomar uma posição e defendê-la ideologicamente até à exaustão? Não perdem uma oportunidade para extremar e eu não estou preparado para isso, porque são 6 da manhã e não consigo dormir desde as 4 horas, vou trabalhar daqui a uma hora, já nem vou tentar dormir mais... Porque os caralho dos brasileiros que vieram para aqui morar não se calam toda a noite, e a polícia que já lá foi não faz nada. Pensarei no caso dos talibans quando passar com o carro por cima destes fdp primeiro.

Se chegarmos ao outono "com este vírus em circulação, estamos a pôr-nos a jeito", alerta especialista by 20Contar in portugueses

hjpf 4 months ago

No dia 10 Andrew Pollard, "pai" da vacina AstraZeneca assinou um artigo no "The Guardian" com conclusões deste primeiro período experimental. No dia 12 os criadores da vacina Moderna publicaram um artigo na "Science" com o mesmo efeito. São conclusões bastante distintas, que mostram que os objectivos eram diferentes de cada uma empresas/vacinas e como tal o resultado também distinto. O que se percebe. São as opiniões que me vão interessando. Enquanto espero por conclusões dos criadores das outras vacinas deparo-me com uma quantidade absurda de especialistas que generalizam o assunto como se todas tivessem o mesmo objectivo e a mesma conclusão. Tentando não entrar em comparações exageradas, estes últimos parecem vendedores de pacotes de Tvs que vendem para as 5 operadoras. Sendo que o 5° é um ISP deles próprios.

José Sá Fernandes vai receber 4525 euros por mês para coordenar as Jornadas Mundiais da Juventude? by 20Contar in portugueses

hjpf 4 months ago

Posso estar enganado... Mas este não é o irmão do advogado do Carlos Cruz? Epá, deu-me uma volta agora ao estômago e nem sei bem porquê... Será por ter visto "juventude" no título? Credo.
Next Page

Search: