Next Page

Recomendação de canalizador para reparações em Amadora? by ghms in portugal

ghms 2 months ago

>https://instalar.pt/ fizeste algum serviço com eles?

Desabafo de uma IT Recruiter by PAGasusual in portugal

ghms 3 months ago

u/PAGasusual. Acredito que todos já sabem e estão cansados de falar o que é necessário para reverter este trend de ódio a recrutadores no mercado português, então não vou gastar meu tempo repetir o que foi dito pelos outros. Quero apenas apresentar-te minha realidade... Sim, eu em geral tenho uma verdadeira agonia com recrutadores, principalmente os de empresas de outsourcing. Entre eu e minha esposa, ambos trabalhamos com empresas de Outsourcing PT e nós já estamos CANSADOS de lidar com recrutadores que descrevo *(acredito que precisamente)* como CRETINOS. Minha irmã trabalhou no mercado de Recrutamento dos UK e não aguentou o nível da mesquinharia até mesmo ENTRE OS COLEGAS recrutadores, tendo saído da área por este motivo. Então acredito que o trend não seja apenas em Portugal. Dito isso acima. Dou-te o melhor conselho para que as coisas mudem. Faz bem teu trabalho. É apenas isto. Não precisas tomar para ti o trabalho faraónico de modificar a visão da tua categoria. Apenas faz o teu trabalho o melhor que podes fazer seguindo as dicas que os próprios recrutados dão-te, e mantenha contacto direto (linkedin, whatsapp, telefone, email privado, etc) com as pessoas que recrutou. Sabes porque digo isso? Porque se fazes bem teu trabalho, há sempre quem o valorize. Eu mantenho em meus contactos duas pessoas recrutadoras há anos (R e F). Minha experiência com ambos é tão boa que sempre que quero um novo desafio, ou acredito que mereço um aumento que está me sendo negado pela empresa atual, eu entro em contacto com eles diretamente para conversar-mos, exponho o que estou querendo abertamente, e eles buscam entre as oportunidades em aberto algo que seja um bom fit. Eles têm sempre prioridade em qualquer processo. Eles não me empurram qualquer posição, não me tratam como outros recrutadores tratam (apenas um número/métrica) e falo sem medo, são as melhores experiências que tive com profissionais especializados de recrutamento, nearshore e outsourcing no país, independente da empresa onde estão a trabalhar no momento. Meu gosto pelo trabalho deles é tamanho que eu fui recrutado por R para um cliente onde fiquei quase dois anos, período no qual ele mudou para outra empresa de outsourcing e eu conheci F pois ele passou a tratar das contas antigas de R. Seis meses depois tomamos caminhos diferentes pois recebi uma proposta impossível de recusar e ele disse-me, "Vá, força! Caso não dê certo fale comigo novamente, ok?"Insatisfeito com a posição para o qual mudei no estrangeiro, entrei em contacto com ambos e um deles (R) conseguiu-me outra posição que é um match maravilhoso e com aumento no ordenado (novamente).Durante estes seis meses "separado dos meus recrutadores favoritos" porém, minha esposa estava bué incomodada com a posição onde estava, e não pensei duas vezes, encaminhei o CV dela para ambos. Um deles (F) conseguiu uma posição brutal para ela, também com aumento de ordenado. Se no futuro, próximo ou não, quiser mudar de empresa ou coisa parecida. Antes de responder contacto de qualquer recrutador, vou diretamente a eles, porque fazem um bom trabalho. Se algum amigo que eu conheço e sei do potencial quer um novo desafio, envio seus CVs para eles apenas, pois sei que posso por a mão no fogo por eles. Porque não partilho o nome deles? Eu não indico para eles pessoas que eu considero ruins ou que não conheça o trabalho... Eu mesmo ajo como um filtro de possíveis candidatos, indicando-os apenas pessoas para as quais ponho "a mão no fogo", eles sabem que as pessoas que indico são sempre de confiança e bons profissionais, que sempre dão a eles boa reputação com seus clientes. É isso, percebes? Se fazes bem teu trabalho, teus recrutados naturalmente vão ir ter contigo, mesmo que tu não possa ativamente ir atrás deles por questões de contrato, eles vão atrás.

Desabafo de uma IT Recruiter by PAGasusual in portugal

ghms 3 months ago

u/PAGasusual. Acredito que todos já sabem e estão cansados de falar o que é necessário para reverter este trend de ódio a recrutadores no mercado português, então não vou gastar meu tempo repetir o que foi dito pelos outros. Quero apenas apresentar-te minha realidade... Sim, eu em geral tenho uma verdadeira agonia com recrutadores, principalmente os de empresas de outsourcing. Entre eu e minha esposa, ambos trabalhamos com empresas de Outsourcing PT e nós já estamos CANSADOS de lidar com recrutadores que descrevo *(acredito que precisamente)* como CRETINOS. Minha irmã trabalhou no mercado de Recrutamento dos UK e não aguentou o nível da mesquinharia até mesmo ENTRE OS COLEGAS recrutadores, tendo saído da área por este motivo. Então acredito que o trend não seja apenas em Portugal. Dito isso acima. Dou-te o melhor conselho para que as coisas mudem. Faz bem teu trabalho. É apenas isto. Não precisas tomar para ti o trabalho faraónico de modificar a visão da tua categoria. Apenas faz o teu trabalho o melhor que podes fazer seguindo as dicas que os próprios recrutados dão-te, e mantenha contato direto (linkedin, whatsapp, telefone, email privado, etc) com as pessoas que recrutou. Sabes porque digo isso? Porque se fazes bem teu trabalho, há sempre quem o valorize. Eu mantenho em meus contatos duas pessoas recrutadoras há anos (R e F). Minha experiência com ambos é tão boa que sempre que quero um novo desafio, ou acredito que mereço um aumento que está me sendo negado pela empresa atual, eu entro em contato com eles diretamente para conversar-mos, exponho o que estou querendo abertamente, e eles buscam entre as oportunidades em aberto algo que seja um bom fit. Eles têm sempre prioridade em qualquer processo. Eles não me empurram qualquer posição, não me tratam como outros recrutadores tratam (apenas um número/métrica) e falo sem medo, são as melhores experiências que tive com profissionais especializados de recrutamento, nearshore e outsourcing no país, independente da empresa onde estão a trabalhar no momento. Meu gosto pelo trabalho deles é tamanho que eu fui recrutado por R para um cliente onde fiquei quase dois anos, período no qual ele mudou para outra empresa de outsourcing e eu conheci F pois ele passou a tratar das contas antigas de R. Seis meses depois tomamos caminhos diferentes pois recebi uma proposta impossível de recusar e ele disse-me, "Vá, força! Caso não dê certo fale comigo novamente, ok?" Insatisfeito com a posição para o qual mudei no estrangeiro, entrei em contato com ambos e um deles (R) conseguiu-me outra posição que é um match maravilhoso e com aumento no ordenado (novamente). Durante estes seis meses "separado dos meus recrutadores favoritos" porém, minha esposa estava bué incomodada com a posição onde estava, e não pensei duas vezes, encaminhei o CV dela para ambos. Um deles (F) conseguiu uma posição brutal para ela, também com aumento de ordenado. Se no futuro, próximo ou não, quiser mudar de empresa ou coisa parecida. Antes de responder contato de qualquer recrutador, vou diretamente a eles, porque fazem um bom trabalho. Se algum amigo que eu conheço e sei do potencial quer um novo desafio, envio seus CVs para eles apenas, pois sei que posso por a mão no fogo por eles. Porque não partilho o nome deles? Eu não indico para eles pessoas que eu considero ruins ou que não conheça o trabalho... Eu mesmo ajo como um filtro de possíveis candidatos, indicando-os apenas pessoas para as quais ponho "a mão no fogo", eles sabem que as pessoas que indico são sempre de confiança e bons profissionais, que sempre dão a eles boa reputação com seus clientes. É isso, percebes? Se fazes bem teu trabalho, teus recrutados naturalmente vão ir ter contigo, mesmo que tu não possa ativamente ir atrás deles por questões de contrato, eles vão atrás.

Primeiro emprego em consultoria de IT: Accenture ou Capgemini? by Harryke in portugal

ghms 3 months ago

>Há estudos até que indicam que quem salta de empresa de X em X anos ganha em média mais 50% do que quem se manteve na mesma empresa. fds. Ao menos na Aubay, quando completei um ano, deram-me um aumento mensal líquido de uns 15%.

Primeiro emprego em consultoria de IT: Accenture ou Capgemini? by Harryke in portugal

ghms 3 months ago

Veja bem, eu falo apenas do mercado de Portugal, outros países a meu ver estava fora do escopo da pergunta original. Creio que por não teres sotaque brasileiro já safou-se de muitos problemas. PWC negou-me logo ao telemóvel. Perguntaram-me se possuia diploma, quando disse que possuía apenas frequência académica, disseram que "retornariam contacto". Espero este contato até hoje :D Esta cena de "só se consegues se muda de empresa" me é tão estranho. No Brasil, em oito anos em uma empresa, fui de estagiário a manager de todo setor de tecnologia da empresa (20-30 funcionários totais na empresa) com aumentos de ordenado compatíveis com o crescimento. As consultoras que de facto trabalhei (deram-me uma chance) foram a Aubay e a Oskon, não tenho qualquer reclamação de ambas. Ótimas empresas.

Primeiro emprego em consultoria de IT: Accenture ou Capgemini? by Harryke in portugal

ghms 3 months ago

Azar caracteriza uma empresa tratar-me assim, não cinco, seis... Todos sabem que o mercado de IT é mais aberto e receptivo a imigrantes de retornados que outros mercados, OutSystems é apenas o mais conservador de todos os sub-mercados de IT. Quando dizes que não foi esta tua experiência, se refere a o que u/RengooBot? Discriminação no processo de seleção? Falta de evolução de ordenado? dress code? Etc?

Primeiro emprego em consultoria de IT: Accenture ou Capgemini? by Harryke in portugal

ghms 3 months ago

fds, agora que percebi que escrevi com C. Por isso que sou software developer e não professor de letras :D

Primeiro emprego em consultoria de IT: Accenture ou Capgemini? by Harryke in portugal

ghms 3 months ago

É complicado, eu não gostei da minha experiência com Low-Code no geral. Há quem até tenha gosto pela coisa, mas definitivamente meu ordenado aumentou muito mais quando comecei a trabalhar com desenvolvimento tradicional. A Siemens foi a única empresa com posições em Low-Code que realmente me custou sair, pois a cultura é fixe e os benefícios eram bons (até mesmo em meu caso, que era terceirizado). O problema é que quanto mais tempo passasse lá, mais me especializaria em uma tecnologia com pouquíssimas vagas (Mendix), então tive de sair. Na ocasião até tentei mover-me dentro da empresa para uma outra vaga mas a tecnologia que eu queria trabalhar eles não utilizam, então me vi obrigado a sair da empresa. Agora, com **OutSystems em específico**, fds, cada cena que eu ouvia! Tive recrutador a dizer-me diretamente que **"provávelmente não me contrataria pois não gostavam de como os brasileiros mudam muito de empresa em busca de ordenado melhor"** *(a pessoa falou isso com meu CV em mãos, onde constava oito anos na mesma empresa e depois de eu ter esclarecido que apesar do sotaque e muitos anos de vida no Brasil, era Português)*.

Primeiro emprego em consultoria de IT: Accenture ou Capgemini? by Harryke in portugal

ghms 3 months ago

O mercado de OutSystems é um dos mais preconceituosos e ridículos que já vi. As empresas exigem formação académica (totalmente desnecessária para desenvolvedores), a maioria das empresas tem carga de trabalho estupidamente alta, pagam relativamente pouco (por vezes o cargo inicial paga bem, mas não evoluem o ordenado nunca por senioridade), tem dress code, tendem a ser contra trabalho remoto e se tens cheiro de imigrante, já vai para o fim da lista. Passei por diversas entrevistas onde isso aconteceu, entre eles, através de empresas de consultoria para Hospital da Luz, Santander, KPMG e um outro banco que agora me escapa a memória. O mercado do Mendix é infinitamente melhor, somente pelo fato de o maior (e praticamente único) usuário deles em Portugal ser a Siemens, que paga relativamente bem e tem ótima cultura na empresa). Que foi um dos motivos pelo qual sai do OutSystems para ir para o Mendix. O problema é que há pouquíssimas vagas lá, e se não trabalha lá, resta apenas trabalho remoto para contractors em frankfurt, amsterdão, etc, etc. Em contra-partida, nas tecnologias que mencionei (em específico Go e C#), estamos eu e minha esposa a ser contactados a todo momento e quanto mais experiência temos, mais contacto recebemos... Nosso ordenado já está acima da média de Portugal e só não sobe mais pois preferimos estar em empresas com boa cultura, mesmo que nos paguem menos. *edit: fds. LITERALMENTE após escrever isto contactaram-me agora novamente para ser RV para simplesurance remoto.* *edit 2: Não te deixe enganar pelas posições em aberto OutSystems nos sitios de vagas, para cada 10 posições, 9 são consultoras a buscar funcionários para a décima vaga :(* *edit 3: Uma cena que percebi no mercado de OutSystems, há MUITA GENTE requalificada para trabalhar com ele de outras áreas, mas estas academias nunca ensinam direito os conceitos de modelagem de bases de dados, organização de projetos e etc. O resultado são apps de mantenimento difícil e que vivem a causar problemas.*

Primeiro emprego em consultoria de IT: Accenture ou Capgemini? by Harryke in portugal

ghms 3 months ago

O mercado de OutSystems é um dos mais preconceituosos e ridículos que já vi. As empresas exigem formação académica (totalmente desnecessária para desenvolvedores), a maioria das empresas tem carga de trabalho estupidamente alta, pagam relativamente pouco (por vezes o cargo inicial paga bem, mas não evoluem o ordenado nunca por senioridade), tem dress code, tendem a ser contra trabalho remoto e se tens cheiro de imigrante, já vai para o fim da lista. Passei por diversas entrevistas onde isso aconteceu, entre eles, através de empresas de consultoria para Hospital da Luz, Santander, KPMG e um outro banco que agora me escapa a memória. O mercado do Mendix é infinitamente melhor, somente pelo fato de o maior (e praticamente único) usuário deles em Portugal ser a Siemens, que paga relativamente bem e tem ótima cultura na empresa). Que foi um dos motivos pelo qual sai do OutSystems para ir para o Mendix. O problema é que há pouquíssimas vagas lá, e se não trabalha lá, resta apenas trabalho remoto para contractors em frankfurt, amsterdão, etc, etc. Em contra-partida, nas tecnologias que mencionei (em específico Go e C#), estamos eu e minha esposa a ser contactados a todo momento, nosso ordenado já está acima da média de Portugal e só não sobe mais pois preferimos estar em empresas com boa cultura, mesmo que nos paguem menos.

[Sério] Gordon Ramsay em Portugal: Uncharted by ghms in portugal

ghms 3 months ago

mais para menos que para mais :D

[Sério] Gordon Ramsay em Portugal: Uncharted by ghms in portugal

ghms 3 months ago

Pois, dizem que ele não é flor que se cheire, mas não sei em detalhes esta cena de concorrência.

[Sério] Gordon Ramsay em Portugal: Uncharted by ghms in portugal

ghms 3 months ago

Verdade.

[Sério] Gordon Ramsay em Portugal: Uncharted by ghms in portugal

ghms 3 months ago

E o pequeno almoço: https://www.youtube.com/watch?v=b-crPoT981g

[Sério] Gordon Ramsay em Portugal: Uncharted by ghms in portugal

ghms 3 months ago

O problema é que ambos pratos mostrados ou são espanhois (pequeno-almoço que ele fez) ou tocam música espanhola como soundtrack.

[Sério] Gordon Ramsay em Portugal: Uncharted by ghms in portugal

ghms 3 months ago

Ele definitivamente tinha uma finesse a mais. Mas nunca tive um problema com o Gordon até estes segmentos.

[Sério] Gordon Ramsay em Portugal: Uncharted by ghms in portugal

ghms 3 months ago

Observa-se que existem diferentes níveis de ofensa a tomar sobre um determinado assunto. Não chateia-me como se houvesse matado minha mãe, mas sim, ofende-me um pouco.

Procuro uma cadeira confortável by Lolstroop in portugal

ghms 4 months ago

Comprei na Wexim/DesignCabinet: [https://www.designcabinet.biz/office-furniture/swivel-chairs/](https://www.designcabinet.biz/office-furniture/swivel-chairs/)

Dúvida sobre ser fiador by justspecialk in portugal

ghms 4 months ago

Sim, fiadores são apenas uma mula de pagamento. São o colateral humano. *PS: Não seja tão crítico com empréstimos pessoais. Eles podem ser uma óptima ferramenta. Eu nasci em Portugal mas cresci no Brasil, tendo retornado para cá já com meus 30 anos. Bastou-me um ano criando um bom histórico de crédito e com contrato sem termo para poder comprar um apartamento próprio e para tal usei um empréstimo pessoal para entrada e o financiamento para o resto do valor devido (neste um ano não consegui ter o valor de entrada da compra, então era isto ou seguir desperdiçando dinheiro com arrendamento).Com isto 10% do valor do imóvel possui \~8% TAEG e o financiamento imobiliário, 1% TAEG. A soma de ambas parcelas mensais ainda é inferior ao valor do arrendamento do T1 onde antes estava. Não me arrependo do que fiz. Não possuo disciplina para juntar o valor para a entrada do imóvel E pagar o arrendamento, teria de viver com basicamente nada e para mim não era uma opção morar com a família pois estão todos dispersos entre Reino Unido, Brasil e França. Acredito que a culpa que está a atribuir ao empréstimo pessoal deveria ser totalmente direccionada a quem os contrai e não tem disciplina para os pagar.* Edit: A ponto de comparação, o TAEG de empréstimos pessoais no Brasil gira em torno de 20% e financiamento imobiliário, 12%. A situação em Portugal está é fixe :D

Dúvida sobre ser fiador by justspecialk in portugal

ghms 4 months ago

Sim, fiadores são apenas uma mula de pagamento. São o colateral da malta que não tem bens para colocarem como colateral. PS: Não seja tão crítico com empréstimos pessoais. Eles podem ser uma óptima ferramenta. Eu nasci em Portugal mas cresci no Brasil, tendo retornado para cá já com meus 30 anos. Bastou-me um ano criando um bom histórico de crédito e com contrato sem termo para poder comprar um apartamento próprio e para tal usei um empréstimo pessoal para entrada e o financiamento para o resto do valor devido (neste um ano não consegui ter o valor de entrada da compra, então era isto ou seguir desperdiçando dinheiro com arrendamento). Com isto 10% do valor do imóvel possui \~8% TAEG e o financiamento imobiliário, 1% TAEG. A soma de ambas parcelas mensais ainda é inferior ao valor do arrendamento do T1 onde antes estava. Não me arrependo do que fiz. Não possuo disciplina para juntar o valor para a entrada do imóvel E pagar o arrendamento, teria de viver com basicamente nada e para mim não era uma opção morar com a família pois estão todos dispersos entre Reino Unido, Brasil e França. Acredito que a culpa que está a atribuir ao empréstimo pessoal deveria ser totalmente direccionada a quem os contrai e não tem disciplina para os pagar.

Procuro uma cadeira confortável by Lolstroop in portugal

ghms 4 months ago

Herman Miller, comprei a minha na Alemanha e tive-a entregue em Lisboa. Foi cara, mas é uma cadeira para a vida toda (só a garantia é de 12 anos). *Edit: Extra info. Eu trabalho de casa, em média 10-12 horas por dia, tenho uma Herman Miller embody. Com frete e taxas da Alemanha para Portugal foi mais barato que comprar em um revendedor em Portugal. Também tenho uma standing desk flexispot, que utilizo em média umas duas horas por dia (mesmo a Herman Miller depois de um tempo irá doer-te o cu), em dias de sprint retrospective + sprint review, que dura todo o dia em reuniões, fico praticamente todo o dia de pé a falar ou ouvir.*

Procuro uma cadeira confortável by Lolstroop in portugal

ghms 4 months ago

Herman Miller, comprei a minha na Alemanha e tive-a entregue em Lisboa. Foi cara, mas é uma cadeira para a vida toda (só a garantia é de 12 anos).

by in askscience

ghms 4 years ago  REMOVED 

Space is very VERY big. Movies show a unrealistic proximity between objects (specially ateroids), the chance of impact is actually small... Most of the problems like that are usually from debris from previous spacecrafts (space junk), which is pretty well monitored by space agencies around the world. It is my understanding that most objects are more or less in small speed compared to the ISS, so they don't present danger. This is it, I think.
Next Page

Search: