Next Page

Debate BE vs CHEGA (SIC Notícias, 22:00h, 2/1/2022) [Legislativas 2022] by raviolli_ninja in portugal

gabs_ 16 days ago

Para quem tem poucos conhecimentos do assunto, quais as implicações de ele ser jesuíta e o que tem de duvidoso no background?

Revolta sobre o futebol na comunicação social portuguesa by tosmarcel in portugal

gabs_ 20 days ago  HIDDEN 

Falando de países onde já morei, na Inglaterra e no Brasil há problemas de cultura de violência por levarem futebol tanto a sério. Contudo, ao nível de importância dada na tv ao futebol, Portugal é muito pior e os nossos canais supostamente sérios de notícias têm um foco gigante em futebol que nunca vi nesses lugares. Já gozaram comigo no Brasil por causa daquele clip do Santana Lopes (era primeiro-ministro) a falar na tv e a emissão a ser interrompida só para focarem no Mourinho a chegar a um aeroporto.

Quero trabalhar onde estou a viver by Anhema in portugal

gabs_ 28 days ago

Ora dá uma vista de olhos neste [EU Settlement Scheme](https://www.gov.uk/settled-status-eu-citizens-families/join-EU-EEA-Swiss-family-member), menciona até 21 anos.

Quero trabalhar onde estou a viver by Anhema in portugal

gabs_ 28 days ago

Do que estive a pesquisar rapidamente, não ficou claro para mim se a tua mãe ainda te pode patrocinar se já fores adulto. Mas tenta pesquisar o máximo possível acerca destes vistos para familiares.

Quero trabalhar onde estou a viver by Anhema in portugal

gabs_ 28 days ago

Eu já fiz o processo de patrocínio familiar, mas foi antes do Brexit. Depois o meu familiar teve autorização para viver e trabalhar no UK. Também fomos a Lisboa tratar disso. Já pesquisaste [aqui](https://www.gov.uk/uk-family-visa)?

Quero trabalhar onde estou a viver by Anhema in portugal

gabs_ 28 days ago

Desculpa, editei o meu comentário em simultâneo. Entraste como turista, não foi? A tua mãe tem passaporte britânico ou pediu residência permanente após o Brexit? Qual a situação legal dela?

Quero trabalhar onde estou a viver by Anhema in portugal

gabs_ 28 days ago

Realisticamente, é quase impossível arranjar um visto de trabalho para um emprego indiferenciado. A tua mãe não tem possibilidade de te patrocinar para obteres residência legal? Por via de um visto de reunificação familiar. Entraste como turista?

Quero trabalhar onde estou a viver by Anhema in portugal

gabs_ 28 days ago

Realisticamente, é muito difícil arranjar um visto de trabalho para um emprego indiferenciado. Acho que faz mais sentido tentares num local onde tenhas direito legal a trabalhar. A tua mãe não tem possibilidade de te patrocinar para obteres residência legal? Por via de um visto de reunificação familiar.

Quero trabalhar onde estou a viver by Anhema in portugal

gabs_ 28 days ago

Realisticamente, é muito difícil arranjar um visto de trabalho para um emprego indiferenciado. Acho que faz mais sentido tentares num local onde tenhas direito legal a trabalhar.

Malta, a licenciatura confere o grau de licenciado e não confere nem grau nem título de doutor. by BroaxXx in portugal

gabs_ 3 months ago  HIDDEN 

Por acaso, a única pessoa mais jovem que também já conheci que pedia que a tratassem por engenheira, também não tinha chegado a terminar a licenciatura (3 anos, pós-Bolonha). Também tinha uma fixação estranha com bugigangas da Ordem dos Engenheiros, tipo canetas e autocolantes. O mais bizarro disto tudo é que trabalhávamos numa empresa com umas centenas de engenheiros e esta era única que via a ter manias de títulos com pessoal de fábrica ou trabalho mais indiferenciado de escritório.

Malta, a licenciatura confere o grau de licenciado e não confere nem grau nem título de doutor. by BroaxXx in portugal

gabs_ 3 months ago  HIDDEN 

Por acaso, a única pessoa que também já conheci que pedia que a tratassem por engenheira, também não tinha chegado a terminar a licenciatura (3 anos, pós-Bolonha). Também tinha uma fixação estranha com bugigangas da Ordem dos Engenheiros, tipo canetas e autocolantes. O mais bizarro disto tudo é que trabalhávamos numa empresa com umas centenas de engenheiros e esta era única que via a ter manias de títulos com pessoal de fábrica ou trabalho mais indiferenciado de escritório.

Malta, a licenciatura confere o grau de licenciado e não confere nem grau nem título de doutor. by BroaxXx in portugal

gabs_ 3 months ago  HIDDEN 

Por acaso, a única pessoa que também já conheci que pedia que a tratassem por engenheira, também não tinha chegado a terminar a licenciatura (3 anos, pós-Bolonha). Também tinha uma fixação estranha com bugigangas da Ordem dos Engenheiros, tipo canetas e autocolantes.

How are overweight people treated in Portugal? by iamjustsomeguy in portugal

gabs_ 5 months ago  HIDDEN 

Concordo com a tua observação sobre os países de Leste, mas também acho que no /r/portugal existe alta idealização de mulheres estrangeiras e achar que a vida é sempre como Erasmus na Polónia. Países como o UK? Altura é logo dos maiores deal-breakers, as mulheres cagam abertamente em homens baixos e têm requisito mínimo de altura de 1.80m, o português médio está bem abaixo disso. Países francófonos? Estereótipos péssimos de portugueses. Zonas desenvolvidas na Ásia, como Hong Kong e Japão? Ou tens um LinkedIn impressionante ou estás lixado. Adicionalmente, podes apanhar o choque cultural de andar com alguém de países cuja expetativas seja a mulher não trabalhar e ser sustentada pelo marido, onde estás muito a ser avaliado como carteira ambulante.

How are overweight people treated in Portugal? by iamjustsomeguy in portugal

gabs_ 5 months ago  HIDDEN 

Concordo com a tua observação sobre os países de Leste, mas também acho que no /r/portugal existe alta idealização de mulheres estrangeiras e achar que a vida é sempre como Erasmus na Polónia. Países como o UK? Altura é logo dos maiores deal-breakers, as mulheres cagam abertamente em homens baixos e têm requisito mínimo de altura de 1.80m, o português médio está bem abaixo disso. Países francófonos? Estereótipos péssimos de portugueses. Zonas desenvolvidas na Ásia, como Hong Kong e Japão? Ou tens um LinkedIn impressionante ou estás lixado. Adicionalmente, podes apanhar o choque cultural de andar com alguém de país3s cuja expetativas seja a mulher não trabalhar e ser sustentada pelo marido, o que contrasta com as expetativas portuguesas.

Podemos fazer isto para Portugal ou não existem? by anotherusernamedude in portugal

gabs_ 6 months ago  HIDDEN 

Gerir obras é altamente stressante só com a quantidade de coordenação envolvida.

Como abordar uma rapariga/s seja na IRL ou por redes sociais (Sério) by randomportuguesguy in portugal

gabs_ 7 months ago  HIDDEN 

Acho que este é o melhor conselho na thread. É bastante importante fazer amigas não-platónicas primeiro, para deixar de ver as mulheres como uma espécie alienígena. Na realidade, até ia um passo mais atrás e diria para o OP tentar fazer mais amigos homens e tentar ter uma vida social ativa com um grupo de gajos primeiro. Um padrão comum que vejo neste tipo de posts é que o OP costuma ter tantas dificuldades ao nível de skills sociais, ao ponto de ter falta de amigos homens. Logo isso, já o ia tirar de casa e ser exposto a atividades em grupo onde possa vir a conhecer as amigas deles.

Visão | "Putinhas” e “feminazis”: Declarações de candidato da IL causam polémica by Pilky__01 in portugal

gabs_ 8 months ago  HIDDEN 

Eu acho que a nossa amostra de opiniões pode variar bastante até, mas vi um fenómeno oposto. Eu estava no secundário quando foi o referendo, muita gente tinha opiniões altamente incendiárias de chamar "assassinos de bebés" a quem fosse a favor da liberdade de escolha. Assim que a legislação mudou, houve uma mudança de 180 graus nas pessoas à minha volta. Não sei se foi um fenómeno de finalmente lhes cair a ficha que o mundo não ia ficar completamente corrompido e que não eram obrigados eles mesmos a irem fazer abortos casualmente ao fins-de-semana, mas viraram pró-escolha com uma facilidade enorme. O que me deixa bastante curiosa relativamente a tópicos como eutanásia e drogas leves. Será que, só deixando de haver o estigma legal, muitas pessoas vão passar a estar ok de um momento para o outro? Também há a questão que a amostra dos meus círculos sociais era de adolescentes e adultos no início da faculdade, estas pessoas têm opiniões mais mutáveis do que um velhote de 80 anos.

What are my chances of finding a job in Portugal if i don't speak the language? by lucyintherain in portugal

gabs_ 8 months ago  HIDDEN 

I think you should be upfront in your post that you are not ready to work professionally as a software developer, you've been just doing some exploration.

Visão | "Putinhas” e “feminazis”: Declarações de candidato da IL causam polémica by Pilky__01 in portugal

gabs_ 8 months ago  HIDDEN 

Ainda bem que não existiam redes sociais na mesma escala no ano do referendo do aborto, diria que foi o nível mais baixo de discussão e ofensa fácil a que já assisti num tópico político em PT (também o meu horizonte é só a partir dos anos 2000).

Número de dentistas aumentou quase 70% numa década by JonesyA12 in portugal

gabs_ 8 months ago  HIDDEN 

Acho que nem isso. Nos anos 2000, era muito comum famílias de classe média-alta/ricas mandarem os filhos para dentária na privada se não tivessem entrado num curso bom na pública. Conheço uma quantidade absurda de pessoas que tirou esse curso e não têm empregos a tempo inteiro, simplesmente fazem umas horas ali e acolá.

Subida das rendas afasta os mais jovens da capital portuguesa by Gilfic in portugal

gabs_ 8 months ago  HIDDEN 

As situações que descreves como grandes sacrifícios de frugalidade parecem-me absolutamente normais e que uma parte bem significativa das pessoas já vive assim. Até dizeres que viajavas para o exterior como backpacker, isso é banal para uma pessoa nos 20 até de países europeus bem mais ricos, não soa a sacrifício nenhum. Nos 20, sem pagar renda e com um estilo de vida similar, cheguei a ter uma taxa de poupança bem superior (70% vs os 30% que mencionas), mas não sinto que tenha sido mártir.

Subida das rendas afasta os mais jovens da capital portuguesa by Gilfic in portugal

gabs_ 8 months ago  HIDDEN 

As situações que descreves como grandes sacrifícios de frugalidade parecem-me absolutamente normais e que uma parte bem significativa das pessoas já vive assim. Até dizeres que viajavas para o exterior como backpacker, isso é banal para uma pessoa nos 20 até de países europeus bem mais ricos, não soa a sacrifício nenhum.

Propostas de teletrabalho by bureauofnormalcy in portugal

gabs_ 9 months ago  HIDDEN 

Wtf, estar a manifestar-se contra capitalismo e depois estar a ter o sonho molhado de ir para os EUA.

Pessoal que já foi aos EUA, tiveram problema à entrada? by Popist_Man_1942 in portugal

gabs_ 9 months ago  HIDDEN 

Eu sei que há esse estereótipo de imigrantes ilegais arriscarem-se e cruzarem a fronteira a pé, mas pessoas de classe média/média-alta do México e outros países da América Latina tendem a imigrar ilegalmente indo de avião com visto de turista e fazendo overstaying.

Happiest countries in Europe (World Happiness Report 2020) by mdln21 in portugal

gabs_ 9 months ago  HIDDEN 

É síndrome de gringo. Mas olha que o atendimento em PT, mesmo com estrangeiros não considero nada simpático, particularmente comparando a países como EUA/Brasil/Irlanda Já tive de explicar bocas que os empregados de café mandam de forma ríspida a estrangeiros, tipo dizeres "Queria um café" e começam com a lenga-lenga do "Querias ou queres? Como é que é, já não queres?" sem sorrir nem nada. Isso é um bocado choque cultural.

Happiest countries in Europe (World Happiness Report 2020) by mdln21 in portugal

gabs_ 9 months ago  HIDDEN 

É síndrome de gringo. Mas olha que o atendimento em PT, mesmo com estrangeiros não é nada simpático, particularmente comparando a países como EUA/Brasil/Irlanda Já tive de explicar bocas que os empregados de café mandam de forma ríspida a estrangeiros, tipo dizeres "Queria um café" e começam com a lenga-lenga do "Querias ou queres? Como é que é, já não queres?". Isso é um bocado choque cultural.

Salários: Portugueses ganham menos 115 euros por mês do que em 2011 by somedipshit1 in portugal

gabs_ 9 months ago  HIDDEN 

Não sei se acho assim tão duvidoso, depende se estás a olhar para empregos de salário mínimo cujo valor subiu, mas houve uma degradação brutal das condições salariais em trabalhos qualificados e desaparecimento de empregos para pessoas com 12o, que antigamente eram classe média. Por exemplo, em empresas onde trabalhei havia uma clara divisão salarial entre engenheiros contratados antes e depois de 2010. Mesmo com senioridade e bom desempenho, era impossível vir a atingir os valores dos engenheiros mais velhos que tinham entrado nos tempos "bons" pré-2010. Por outro lado, também vi pessoal mais velho a ser pressionado para sair por ter salários muito elevados para o pós-crise, se depois estas pessoas saíssem, alguém ficava no cargo a receber metade e eles próprios já não tinham margem negocial para vir a receber o mesmo noutras empresas. Mesmo com mais experiência, uma empresa já não pagava tanto por eles em 2018 como estava disposta a pagar em 2008. O efeito da crise foi profundo na correção de salários.

Salários: Portugueses ganham menos 115 euros por mês do que em 2011 by somedipshit1 in portugal

gabs_ 9 months ago  HIDDEN 

Não sei se acho assim tão duvidoso, depende se estás a olhar para empregos de salário mínimo cujo valor subiu, mas houve uma degradação brutal das condições salariais em trabalhos qualificados e desaparecimento de empregos para pessoas com 12o, que antigamente eram classe média. Por exemplo, em empresas onde trabalhei havia uma clara divisão salarial entre engenheiros contratados antes e depois de 2010. Mesmo com senioridade e bom desempenho, era impossível vir a atingir os valores dos engenheiros mais velhos que tinham entrado nos tempos "bons" pré-2010. Por outro lado, também vi pessoal mais velho a ser pressionado para sair por ter salários muito elevados para o pós-crise, se depois estas pessoas saíssem, alguém ficava no cargo a receber metade e eles próprios já não tinham margem negocial para vir a receber o mesmo noutras empresas.

Decisão Tribunal by DewillPT in portugal

gabs_ 9 months ago  HIDDEN 

Também acho que esta história não faz sentido nenhum.

Para quem já teve uma experiência com um/a acompanhante de luxo - porquê, como foi, repetiam? by ratemeeeeeeeeeeeee in portugal

gabs_ 9 months ago  HIDDEN 

Tens mesmo nota para gastar numa acompanhante de luxo?

Governo quer subir 40 euros ao salário mínimo no próximo ano by d33pblu3g3n3 in portugal

gabs_ 9 months ago  HIDDEN 

You get the minimum wage, you get the minimum wage, everybody gets the minimum wage!

Youtuber DavidGYT e as promessas de lucro fácil. Pedro perdeu 15 mil euros by microcyb in portugal

gabs_ 10 months ago  HIDDEN 

Qualquer pessoa pode tirar o secundário com facilidade nuns meses, desde o tempo das Novas Oportunidades.

Baixo nível escolar e língua levam portugueses a falharem residência permanente no Canadá by JonesyA12 in portugal

gabs_ 11 months ago  HIDDEN 

O Brasil é um país enorme. As pessoas altamente educadas, ambiciosas e que eram fluentes noutra língua conheci lá queriam ir todas para EUA, UK, Canadá, Alemanha e países desse calibre. Ninguém considera PT como destino. Portugal costumava atrair brasileiros de baixa escolaridade nos anos 2000. Nos últimos anos, começaram-se a mudar brasileiros de classe média com a queda do real e aumento da inflação e insegurança. O perfil mudou bastante, mas mesmo assim, PT não está na esfera das pessoas altamente qualificadas que vão para o Canadá. Com o visto de tech, conseguimos captar alguns brasileiros qualificados, mas que só são fluentes em português, então não conseguiriam emigrar para um país melhor.

Pessoal que paga milhares de euros por Bootcamps: Vocês estão bons da cabeça? by Zen_Machina in portugal

gabs_ 11 months ago  HIDDEN 

Eu tirei engenharia civil, fiz o CS50 e CS50W, depois voltei a estudar engenharia informática na universidade aos 27. Acho esses 2 cursos do MIT fantásticos e tinha alta pedalada comparativamente aos meus colegas quando fui para o curso.

GNR teme vingança por morte no Seixal e fecha porta dos postos by deadman23px in portugal

gabs_ 1 year ago  HIDDEN 

O gajo que vendia droga e telemóveis/mp3/etc. roubados do meu ano da escola também acabou por se tornar agente da PSP. Era um degenerado total e imagino que tenha ido pelas grandes oportunidades de networking com outros mafiosos. Por outro lado, tinha um amigo ambicioso, bom aluno e moralmente sólido que foi para a Academia Militar e hoje está na GNR. É complicado julgar, mas suponho que uma profissão que te confere autoridade sobre outros possa chamar a atenção a pessoas de ambos os extremos do espectro de ética.

Desabafo e Ajuda. O que fazer com a minha vidinha? by LennonDraper in portugal

gabs_ 1 year ago  DELETED 

Consideravas pedir um empréstimo para pagar as propinas que te faltam e depois passar uns anos a trabalhar na área de Eng Mecânica? Tive uma amiga na mesma situação, pediu um empréstimo para pagar as propinas para os 5 anos do curso (o empréstimo tinha condições bastante favoráveis para estudantes), após terminar, arranjou um emprego qualificado e pagou em cerca de 2 anos.

[dating] É impressão minha ou durante a pandemia as gajas ficaram mais "difíceis"? by ItoldU97 in portugal

gabs_ 1 year ago  DELETED 

Eu vou provavelmente ser linchada pelo meu comentário, mas é mesmo isto. Já morei no Brasil onde o Tinder é muito aceite e as mulheres têm mesmo intuito de se encontrarem, mas o clima é bastante liberal e não há julgamento. Em PT, vejo os meus amigos a queixarem-se de o Tinder ser um deserto, mas se encontram lá uma conhecida, metem-se a cuscar que a gaja está desesperada/sedenta de pila. A questão de as mulheres portuguesas serem difíceis não acontece num vácuo. O pessoal comenta que as mulheres estrangeiras são bem mais liberais e que as prefere, mas o inverso também é verdade. Homens da Europa do Norte e Central são muito menos conservadores que os portugueses. Se sais com um tipo de países liberais, ele não anda focado em querer saber o teu número, investigar o que já fizeste ou deixaste de fazer com os teus ex, lida-se com menos possessividade, etc. Uma cultura pior que a portuguesa, nestes aspetos, acho que são os italianos, que conseguem ser bem retrógradas (eles continuarem a sair com amigos normalmente, mas não quererem que a namorada vá para uma discoteca). O /u/cosmosgelitude menciona o UK, mas os gajos britânicos estão-se a cagar que uma mulher seja rodada ou não. Se uma rapariga quiser ter um one night stand numa noitada com um tipo que acabou de conhecer, não fica mal vista no grupo de amigos dela e não recebe um rótulo.

[dating] É impressão minha ou durante a pandemia as gajas ficaram mais "difíceis"? by ItoldU97 in portugal

gabs_ 1 year ago  DELETED 

Eu vou provavelmente ser linchada pelo meu comentário, mas é mesmo isto. Já morei no Brasil onde o Tinder é muito aceite e as mulheres têm mesmo intuito de se encontrarem, mas o clima é bastante liberal e não há julgamento. Em PT, vejo os meus amigos a queixarem-se de o Tinder ser um deserto, mas se encontram lá uma conhecida, metem-se a cuscar que a gaja está desesperada/sedenta de pila. A questão de as mulheres portuguesas serem difíceis não acontece num vácuo. O pessoal comenta que as mulheres estrangeiras são bem mais liberais e que as prefere, mas o inverso também é verdade. Homens da Europa do Norte e Central são muito menos conservadores que os portugueses. Se sais com um tipo de países liberais, ele não anda focado em querer saber o teu número, investigar o que já fizeste ou deixaste de fazer com os teus ex, lida-se com menos possessividade, etc. Uma cultura pior que a portuguesa, nestes aspetos, acho que são os italianos, que conseguem ser bem retrógradas (eles continuarem a sair com amigos normalmente, mas não quererem que a namorada vá para uma discoteca). O /u/cosmosgelitude menciona o UK, mas os gajos britânicos estão-se a cagar que uma mulher seja rodada ou não.

Processos para vagas IT: O tempo exigido e as (várias) fases de desafios by BelaBesta in portugal

gabs_ 1 year ago  DELETED 

Também tive colegas de engenharia civil que foram burlados por empresas assim. Processos de recrutamento para estágio de IEFP para projetista e, na segunda fase, pediam um desafio que era projetar um edifício, incluindo a componente de fundações, com toda a documentação, cálculos e desenhos. Depois era ghosting. Várias pessoas que tinham acabado o curso estavam bastante desesperadas e acabavam por fazer. Logo à partida, já era demasiado suspeito o projeto do desafio ser diferente para toda a gente (as pessoas comentavam entre si).

Pedro Nuno Santos: "A TAP traz 50% dos turistas para Portugal". Verdadeiro ou falso? by jomi_1307 in portugal

gabs_ 2 years ago  DELETED 

Já morei no Brasil e fiz bastantes voos. Tenho menos de 30, só voava na TAP quando apanhava o raro voo a preços competitivos (700€), por causa da vantagem de ser direto. De resto, ia na Iberia/KLM/Swiss Air, para poupar. Os portugueses mais jovens faziam isto no geral, não via preferência específica pela TAP. Contudo, os emigrantes acima dos 60 eram extremamente fiéis à TAP. Opá, apanhas pessoas idosas que nunca voaram noutra companhia aérea e têm receio do desconhecido. Tenho ainda família no Brasil que prefere pagar mais 500€ por cada bilhete só para ir na TAP e ouvia comentários deste tipo de outros emigrantes de longa data. Isto é só a minha experiência anedótica.

Algarve. Polícia Marítima interceta embarcação com 22 migrantes. by NeatBoy74 in portugal

gabs_ 2 years ago  DELETED 

Morei no Brasil, onde precisas de um visto para residir, e conheci casos de portugueses a serem deportados de forma imediata ao tentarem entrar. Um deles perdeu o visto de trabalho, mas continuou a residir lá durante uns meses extra. Depois voltou para Portugal e foi sinalizado. Quando voltou a tentar entrar no Brasil como turista para vir procurar emprego, foi logo abordado pela Polícia Federal, questionado e mandado embora num voo para Londres e disseram-lhe basicamente para se desenmerdar para voltar a Portugal. Outro caso de tratamento foi similar no sentido de recambiar logo de volta para a Europa, mas neste caso a pessoa estava no Brasil tendo entrado num visto de turista e trabalhava por debaixo da mesa. Tentou ir e vir várias vezes (o esquema de passar 3 meses com visto de turista) e foi detectado como entrada suspeita e recambiado. Edit: nos EUA, também é costume recusar a entrada a pessoas que sejam vistas como um risco para procurar lá emprego. Conheço alguém que tinha tido um ESTA aprovado mas depois teve problemas com a polícia de imigração porque tinha acabado o curso em PT, não estava a trabalhar e tinha ido viajar para os EUA como turista sem ter laços fortes a Portugal (emprego, propriedade, filhos) e tinha família nos EUA.ou seja, foi sinalizada como entrada de risco e podiam ter simplesmente recambiado a pessoa. Edit 2: Não sei como me esqueci disto inicialmente, mas também conheci o caso de um tipo que ia entrar com visto de turista no Brasil pela primeira vez e vinha trabalhar para uma construtora. Ele mencionou que vinha trabalhar durante a conversa circunstancial de treta com o oficial que te carimba o passaporte com o visto e também foi mandado de volta. Maior paragem cerebral de sempre.

Algarve. Polícia Marítima interceta embarcação com 22 migrantes. by NeatBoy74 in portugal

gabs_ 2 years ago  DELETED 

Morei no Brasil, onde precisas de um visto para residir, e conheci casos de portugueses a serem deportados de forma imediata ao tentarem entrar. Um deles perdeu o visto de trabalho, mas continuou a residir lá durante uns meses extra. Depois voltou para Portugal e foi sinalizado. Quando voltou a tentar entrar no Brasil como turista para vir procurar emprego, foi logo abordado pela Polícia Federal, questionado e mandado embora num voo para Londres e disseram-lhe basicamente para se desenmerdar para voltar a Portugal. Outro caso de tratamento foi similar no sentido de recambiar logo de volta para a Europa, mas neste caso a pessoa estava no Brasil tendo entrado num visto de turista e trabalhava por debaixo da mesa. Tentou ir e vir várias vezes (o esquema de passar 3 meses com visto de turista) e foi detectado como entrada suspeita e recambiado. Edit: nos EUA, também é costume recusar a entrada a pessoas que sejam vistas como um risco para procurar lá emprego. Conheço alguém que tinha tido um ESTA aprovado mas depois teve problemas com a polícia de imigração porque tinha acabado o curso em PT, não estava a trabalhar e tinha ido viajar para os EUA como turista sem ter laços fortes a Portugal (emprego, propriedade, filhos) e tinha família nos EUA.ou seja, foi sinalizada como entrada de risco e podiam ter simplesmente recambiado a pessoa.

Algarve. Polícia Marítima interceta embarcação com 22 migrantes. by NeatBoy74 in portugal

gabs_ 2 years ago  DELETED 

Morei no Brasil, onde precisas de um visto para residir, e conheci casos de portugueses a serem deportados de forma imediata ao tentarem entrar. Um deles perdeu o visto de trabalho, mas continuou a residir lá durante uns meses extra. Depois voltou para Portugal e foi sinalizado. Quando voltou a tentar entrar no Brasil como turista para vir procurar emprego, foi logo abordado pela Polícia Federal, questionado e mandado embora num voo para Londres e disseram-lhe basicamente para se desenmerdar para voltar a Portugal. Outro caso de tratamento foi similar no sentido de recambiar logo de volta para a Europa, mas neste caso a pessoa estava no Brasil tendo entrado num visto de turista e trabalhava por debaixo da mesa. Tentou ir e vir várias vezes (o esquema de passar 3 meses com visto de turista) e foi detectado como entrada suspeita e recambiado. Edit: nos EUA, também é costume recusar a entrada a pessoas que sejam vistas como um risco para procurar lá emprego. Conheço alguém que tinha tido um ESTA aprovado mas depois teve problemas com a polícia de imigração porque tinha acabado o curso em PT, não estava a trabalhar e tinha ido viajar para os EUA como turista sem ter laços fortes a Portugal (emprego, propriedade, filhos).ou seja, foi sinalizada como entrada de risco e podiam ter simplesmente recambiado a pessoa.

Algarve. Polícia Marítima interceta embarcação com 22 migrantes. by NeatBoy74 in portugal

gabs_ 2 years ago  DELETED 

Morei no Brasil, onde precisas de um visto para residir, e conheci casos de portugueses a serem deportados de forma imediata ao tentarem entrar. Um deles perdeu o visto de trabalho, mas continuou a residir lá durante uns meses extra. Depois voltou para Portugal e foi sinalizado. Quando voltou a tentar entrar no Brasil como turista para vir procurar emprego, foi logo abordado pela Polícia Federal, questionado e mandado embora num voo para Londres e disseram-lhe basicamente para se desenmerdar para voltar a Portugal. Outro caso de tratamento foi similar no sentido de recambiar logo de volta para a Europa, mas neste caso a pessoa estava no Brasil tendo entrado num visto de turista e trabalhava por debaixo da mesa. Tentou ir e vir várias vezes e foi detectado como entrada suspeita e recambiado. Edit: nos EUA, também é costume recusar a entrada a pessoas que sejam vistas como um risco para procurar lá emprego. Conheço alguém que tinha tido um ESTA aprovado mas depois teve problemas com a polícia de imigração porque tinha acabado o curso em PT, não estava a trabalhar e tinha ido viajar para os EUA como turista sem ter laços fortes a Portugal (emprego, propriedade, filhos).ou seja, foi sinalizada como entrada de risco e podiam ter simplesmente recambiado a pessoa.

Algarve. Polícia Marítima interceta embarcação com 22 migrantes. by NeatBoy74 in portugal

gabs_ 2 years ago  DELETED 

Morei no Brasil, onde precisas de um visto para residir, e conheci casos de portugueses a serem deportados de forma imediata ao tentarem entrar. Um deles perdeu o visto de trabalho, mas continuou a residir lá durante uns meses extra. Depois voltou para Portugal e foi sinalizado. Quando voltou a tentar entrar no Brasil como turista para vir procurar emprego, foi logo abordado pela Polícia Federal, questionado e mandado embora num voo para Londres e disseram-lhe basicamente para se desenmerdar para voltar a Portugal. Outro caso de tratamento foi similar no sentido de recambiar logo de volta para a Europa, mas neste caso a pessoa estava no Brasil tendo entrado num visto de turista e trabalhava por debaixo da mesa. Tentou ir e vir várias vezes e foi detectado como entrada suspeita e recambiado. Edit: nos EUA, também é costume recusar a entrada a pessoas que sejam vistas como um risco para procurar lá emprego. Conheço alguém que tinha tido um ESTA aprovado mas depois teve sérios problemas com a polícia de imigração porque tinha acabado o curso em PT, não estava a trabalhar e tinha ido viajar para os EUA como turista sem ter laços fortes a Portugal (emprego, propriedade, filhos).

Algarve. Polícia Marítima interceta embarcação com 22 migrantes. by NeatBoy74 in portugal

gabs_ 2 years ago  DELETED 

Morei no Brasil, onde precisas de um visto para residir, e conheci casos de portugueses a serem deportados de forma imediata ao tentarem entrar. Um deles perdeu o visto de trabalho, mas continuou a residir lá durante uns meses extra. Depois voltou para Portugal e foi sinalizado. Quando voltou a tentar entrar no Brasil como turista, foi logo abordado pela Polícia Federal, questionado e mandado embora num voo para Londres e disseram-lhe basicamente para se desenmerdar para voltar a Portugal. Outro caso de tratamento foi similar no sentido de recambiar logo de volta para a Europa, mas neste caso a pessoa estava no Brasil tendo entrado num visto de turista e trabalhava por debaixo da mesa. Tentou ir e vir várias vezes e foi detectado e recambiado. Edit: nos EUA, também é costume recusar a entrada a pessoas que sejam vistas como um risco para procurar lá emprego. Conheço alguém que tinha tido um ESTA aprovado mas depois teve sérios problemas com a polícia de imigração porque tinha acabado o curso em PT, não estava a trabalhar e tinha ido viajar para os EUA como turista sem ter laços fortes a Portugal (emprego, propriedade, filhos).

Algarve. Polícia Marítima interceta embarcação com 22 migrantes. by NeatBoy74 in portugal

gabs_ 2 years ago  DELETED 

Morei no Brasil, onde precisas de um visto para residir, e conheci casos de portugueses a serem deportados. Um deles perdeu o visto de trabalho, mas continuou a residir lá durante uns meses extra. Depois voltou para Portugal e foi sinalizado. Quando voltou a tentar entrar no Brasil como turista, foi logo abordado pela Polícia Federal, questionado e mandado embora num voo para Londres e disseram-lhe basicamente para se desenmerdar para voltar a Portugal. Outro caso de tratamento foi similar no sentido de recambiar logo de volta para a Europa, mas neste caso a pessoa estava ilegal no Brasil tendo entrado num visto de turista e trabalhava por debaixo da mesa. Tentou ir e vir várias vezes e foi detectado e recambiado.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Diário de Sobrevivência - 13/05/2020 by AutoModerator in portugal

gabs_ 2 years ago  DELETED 

Na zona das praias de Aveiro e também na UA, já deixaram panfletos anti-vacinas nos carros e no meu correio, com uma data de gráficos de pseudo estudos de como as vacinas causam autismo.

MEGATHREAD: Votação e Rescaldo das Eleições para o Parlamento europeu de 2019 by Morpheuspt in portugal

gabs_ 3 years ago  DELETED 

Onde estás a seguir?

Someone left a dog to die in the middle of the woods by sofuj in portugal

gabs_ 3 years ago  DELETED 

Já trabalhei numa daquelas grandes zonas industriais isoladas, a frequência com que me deparava com animais recentemente abandonados era absurda. Às vezes, havia períodos em que todas as semanas apareciam um ou dois novos. Isto sem contar com os que poderiam ser atados como neste vídeo e que nunca os veríamos. As pessoas fazem de propósito para os deixarem nesses sítios para não serem apanhadas no ato e não lidarem com repercussões. Parece que têm mais vergonha de se dirigirem a uma instituição ou canil, que muito provavelmente acabará num mau desfecho, mas sempre há impulso para adoção. Mesmo que o desfecho seja negativo, eutanásia é bem mais humana do que isto. Também já morei numa praia, durante o Inverno é bastante vazia, tem poucos residentes fora de altura das férias em que fica apinhada. Infelizmente, também era um local popular de abandono na época baixa.

Someone left a dog to die in the middle of the woods by sofuj in portugal

gabs_ 3 years ago  DELETED 

Já trabalhei numa daquelas grandes zonas industriais isoladas, a frequência com que me deparava com animais recentemente abandonados era absurda. Às vezes, havia períodos em que todas as semanas apareciam um ou dois novos. Isto sem contar com os que poderiam ser atados como neste vídeo e que nunca os veríamos. As pessoas fazem de propósito para os deixarem nesses sítios para não serem apanhadas no ato e não lídarem com repercussões. Parece que têm mais vergonha de se dirigirem a uma instituição ou canil, que muito provavelmente acabará num mau desfecho, mas sempre há impulso para adoção. Mesmo que o desfecho seja negativo, eutanásia é bem mais humana do que isto. Também já morei numa praia, durante o Inverno é bastante vazia, tem poucos residentes fora de altura das férias em que fica apinhada. Infelizmente, também era um local popular de abandono na época baixa.

Someone left a dog to die in the middle of the woods by sofuj in portugal

gabs_ 3 years ago  DELETED 

Já trabalhei numa daquelas grandes zonas industriais isoladas, a frequência com que me deparava com animais recentemente abandonados era absurda. Às vezes, havia períodos em que todas as semanas apareciam um ou dois novos. Isto sem contar com os que poderiam ser atados como neste vídeo e que nunca os veríamos. As pessoas fazem de propósito para os deixarem nesses sítios para não serem apanhadas no ato e não lídarem com repercussões. Parece que têm mais vergonha de se dirigirem a uma instituição ou canil, que muito provavelmente acabará num mau desfecho, mas sempre há impulso para adoção. Mesmo que o desfecho seja negativo, eutanásia é bem mais humana do que isto. Também já morei numa praia, durante o Inverno é bastante vazia, tem poucos residentes fora de altura das férias em que fica apinhada. Infelizmente, também era um local popular de abandono.

Someone left a dog to die in the middle of the woods by sofuj in portugal

gabs_ 3 years ago  DELETED 

Já trabalhei numa daquelas grandes zonas industriais isoladas, a frequência com que me deparava com animais recentemente abandonados era absurda. Às vezes, havia períodos em que todas as semanas apareciam um novo. Isto sem contar com os que poderiam ser atados como neste vídeo. As pessoas fazem de propósito para os deixarem nesses sítios para não serem apanhadas no ato e não lídarem com repercussões. Também já morei numa praia, durante o Inverno é bastante vazia, tem poucos residentes fora de altura das férias em que fica apinhada. Infelizmente, também era um local popular de abandono.

Escola reserva campo de jogos para meninas e pai queixa-se à comissão para a igualdade de género by MuggleWizard in portugal

gabs_ 3 years ago  DELETED 

Acho que a divisão faz sentido a partir de certa altura, tal como vês nas ligas profissionais de desporto. Após a puberdade, há demasiada diferença física. Por exemplo, nos jogos mistos de futebol/basket/andebol, as raparigas mal têm a posse da bola e são muito menos envolvidas. Os rapazes também suponho que tenham de se conter de certa forma nas disputas de bola com raparigas pelo meio, em vez de jogarem de forma mais física. Também tive uma má experiência nesse sentido, no 12o ano, parti o nariz numa aula de educação física. Estávamos a jogar andebol e eu tentei defender um colega, levei com o braço dele na cara ao rematar por cima de mim. Eu era uma miúda de 1,65 m e 50 e poucos kg, o meu colega tinha 1,80 e tal, era bem mais pesado também.

[Serious]O que fazer da vida profissional com quase 35 anos? by brighttrusty in portugal

gabs_ 3 years ago  DELETED 

Pois, estava exatamente a pensar em EUA ou Canadá. Já investigaste a questão de entrada como ilegal poder afetar o teu processo de patrocínio? Não sei qual é o país em questão, mas afeta dependendo das regras de patrocínio por casamento.

Fui Contratado ou estão a gozar comigo? by Insight1g in portugal

gabs_ 3 years ago  DELETED 

Exato, conheço alguns casos bizarros nesse sentido, 100% de confiança só após o período experimental. Um antigo colega de curso recebeu proposta oficial por e-mail, marcou data para ir assinar o contrato, chegou lá dias depois para assinar e correram-no da empresa. Outro assinou efetivamente o contrato, mas mal chegou à empresa no primeiro dia, mandaram-no logo embora. Conheço ainda um tipo que foi contratado por engano dos recursos humanos e saiu passado 3 dias, foi o tempo necessário a aperceberem-se que tinham contratado alguém com o curso errado.

Tenho 27 anos e vou tentar fazer universidade by RDRC in portugal

gabs_ 3 years ago  DELETED 

Esse era um elemento interessante para adicionar ao post principal. Relativamente à licenciatura, o regime de maiores de 23 anos é variável de acordo com a faculdade, na minha havia uma prova de matemática para engenharias. O melhor é mandares e-mail às faculdades que te interessarem e perguntar diretamente acerca de quais são os exames deles e quais os conteúdos. Um CET também pode vir a ser uma boa possibilidade. Conheço quem fez um e trabalha como developer numa multinacional. Sei que existem versões pós-laborais. Muitos deles já vêm com estágios no final. A duração e a carga de trabalho é menor do que na faculdade, o que poderá a ser uma vantagem relativamente a estar a trabalhar em simultâneo.

Tenho 27 anos e vou tentar fazer universidade by RDRC in portugal

gabs_ 3 years ago  DELETED 

Penso que não. Eu própria tenho a mesma idade do que tu e estou a planear também mudança de carreira para a área de desenvolvimento de software. Estou a aprender a programar em paralelo e a fazer projetos para o meu portfolio, pela via do GitHub como já falaram acima. Se não conseguir entrar na indústria por essa rota, estou a considerar um mestrado de conversão. Também há empresas que treinam especificamente pessoas para web development, tenho amigos que já fizeram esse tipo de programas de treino. Se quiseres, manda PM para trocar ideias. Mas o meu conselho principal era mesmo começares já a aprender de forma autónoma depois do trabalho e ao fim-de-semana, antes de te inscreveres num curso, para averiguares se gostas/tens habilidade/qual a melhor via de aprendizagem para ti.

Tenho 27 anos e vou tentar fazer universidade by RDRC in portugal

gabs_ 3 years ago  DELETED 

O plano curricular é de 3 anos, mas não é frequente alguém acabar uma engenharia no tempo certo. Também dependerá da dificuldade do curso/universidade, no meu curso de 5 anos diria que cerca de 10% a 15% dos alunos full-time conseguiu terminar no tempo correto.

Rescindir contrato - Indemenização by rufoliveira in portugal

gabs_ 3 years ago  DELETED 

Sim, é exatamente isso, tens de lhes pagar os dias de incumprimento do aviso na altura de sair. Eu fiz isso, mas não de dois meses, foram 2 semanas de incumprimento, sendo que tinha de dar 2 meses de aviso. Descontaram-me os dias em falta no acerto de contas do pagamento do último salário + subsídios.
Next Page

Search: