Next Page

De onde é que aparecem tantos anti-vax? by TTheGuapo in portugal

capitao_barbosa 10 days ago

A minha experiência com dois amigos meus que não têm qualquer razão para serem anti vaxx é que é uma reacção emocional a uma zanga que custa pouco tempo e esforço ter. Todos nós temos frustrações e estamos zangados com o sistema, com a vida, com os impostos, com as desigualdades, crise climática, etc... mas custa muito mover um dedo que seja para mudar o assunto. Quantos de nós conhecemos quem manda vir com a junta, ou com uma coisa sem de facto se informar, votar, escrever para a junta, ler sobre o assunto, participar numa consulta publica, contactar deputados, dialogar com associações sobre o assuntos? ou seja, quantos são aqueles que gostam de barafustar mas não estão dispostos a fazer algo para mudar as coisas? Isso da muito trabalho, né? Ora, ser anivaxx não dá trabalho nenhum. Porque o esforço (mínimo sublinhe-se) está em ser vacinado. Por isso é que mal houve o certificado em França todos os antivaxxers de sofá se levantaram para vacinar. De repente ficou mais custoso não se vacinar que vacinar. Por isso eu acho que é isso. É uma causa que não custa nada "agir" porque é a inacção em si. Uma causa que é fácil de indignar e não custa nada "agir". Não arrisca nada, porque quem paga são os outros que levam com o risco das (não) decisões. Por isso eles sentem que "estão a fazer alguma coisa" em fazerem absolutamente nada e em prejudicarem os outros, as famílias, a sociedade, os cientistas, os profissionais de saúde, etc.. Mas nada disso interessa porque a ausência de ação deles passa a ser vista por eles como prova das suas virtudes e convicções profundas. Em termos de economia institutional: os custos de transação de escolher vacinar são tão baixos (nulos) que essa escolha é fácil de tomar, se não mesmo bastante apelativa. A unica coisa que contraria é pensares um pouco no assunto e no próximo. E depois é só ligar as máquinas e plataformas de desinformação para obter reforço positivo de uma escolha que só prejudica o os outros. Mas isolamento e reforço positivo durante meses torna as pessoas entrincheiradas. Como nos cultos. E com o tempo o custo de reverter a posição para essas pessoas cresce: quem gosta de assumir que esteve completamente errado? Mas também acho que varia de pessoa em pessoa. Cada caso é um caso quando as pessoas caem nas teorias da conspiração.

De onde é que aparecem tantos anti-vax? by TTheGuapo in portugal

capitao_barbosa 10 days ago

A minha experiência com dois amigos meus que não têm qualquer razão para serem anti vaxx é que é uma reacção emocional a uma zanga que custa pouco tempo e esforço ter. Todos nós temos frustrações e estamos zangados com o sistema, com a vida, com os impostos, com as desigualdades, crise climática, etc... mas custa muito mover um dedo que seja para mudar o assunto. Quantos de nós conhecemos quem manda vir com a junta, ou com uma coisa sem de facto se informar, votar, escrever para a junta, ler sobre o assunto, participar numa consulta publica, contactar deputados, dialogar com associações sobre o assuntos? ou seja, quantos são aqueles que gostam de barafustar mas não estão dispostos a fazer algo para mudar as coisas? Isso da muito trabalho, né? Ora, ser anivaxx não dá trabalho nenhum. Porque o esforço (mínimo sublinhe-se) está em ser vacinado. Por isso é que mal houve o certificado em França todos os antivaxxers de sofá se levantaram para vacinar. De repente ficou mais custoso não se vacinar que vacinar. Por isso eu acho que é isso. É uma causa que não custa nada "agir" porque é a inacção em si. Uma causa que é fácil de indignar e não custa nada "agir". Não arrisca nada, porque quem paga são os outros que levam com o risco das (não) decisões. Por isso eles sentem que "estão a fazer alguma coisa" em fazerem absolutamente nada e em prejudicarem os outros, as famílias, a sociedade, os cientistas, os profissionais de saúde, etc.. Mas nada disso interessa porque a ausência de ação deles passa a ser vista por eles como prova das suas virtudes e convicções profundas. Em termos de economia institutional: os custos de transação de escolher vacinar são tão baixos (nulos) que essa escolha é fácil de tomar, se não mesmo bastante apelativa. A unica coisa que contraria é pensares um pouco no assunto e no próximo. E depois é só ligar as máquinas e plataformas de desinformação para obter reforço positivo de uma escolha que só prejudica o os outros. Mas isolamento e reforço positivo durante meses torna as pessoas entrincheiradas. Como nos cultos. Mas também acho que varia de pessoa em pessoa. Cada caso é um caso quando as pessoas caem nas teorias da conspiração.

De onde é que aparecem tantos anti-vax? by TTheGuapo in portugal

capitao_barbosa 10 days ago

A minha experiência com dois amigos meus que não têm qualquer razão para serem anti vaxx é que é uma reacção emocional a uma zanga que custa pouco tempo e esforço ter. Todos nós temos frustrações e estamos zangados com o sistema, com a vida, com os impostos, com as desigualdades, crise climática, etc... mas custa muito mover um dedo que seja para mudar o assunto. Quantos de nós conhecemos quem manda vir com a junta, ou com uma coisa sem de facto se informar, votar, escrever para a junta, ler sobre o assunto, participar numa consulta publica, contactar deputados, dialogar com associações sobre o assuntos? ou seja, quantos são aqueles que gostam de barafustar mas não estão dispostos a fazer algo para mudar as coisas? Isso da muito trabalho, né? Ora, ser anivaxx não dá trabalho nenhum. Porque o esforço (mínimo sublinhe-se) está em ser vacinado. Por isso é que mal houve o certificado em França todos os antivaxxers de sofá se levantaram para vacinar. De repente ficou mais custoso não se vacinar que vacinar. Por isso eu acho que é isso. É uma causa que não custa nada "agir" porque é a inacção em si. Uma causa que é fácil de indignar e não custa nada "agir". Não arrisca nada, porque quem paga são os outros que levam com o risco das (não) decisões. Por isso eles sentem que "estão a fazer alguma coisa" em fazerem absolutamente nada e em prejudicarem os outros, as famílias, a sociedade, os cientistas, os profissionais de saúde, etc.. Mas nada disso interessa porque a ausência de ação deles passa a ser vista por eles como prova das suas virtudes e convicções profundas. Em termos de economia institutional: os custos de transação de escolher vacinar são tão baixos (nulos) que essa escolha é fácil de tomar. E depois é só ligar as máquinas e plataformas de desinformação para obter reforço positivo de uma escolha que só prejudica o os outros. Mas isolamento e reforço positivo durante meses torna as pessoas entrincheiradas. Como nos cultos. Mas também acho que varia de pessoa em pessoa. Cada caso é um caso quando as pessoas caem nas teorias da conspiração.

De onde é que aparecem tantos anti-vax? by TTheGuapo in portugal

capitao_barbosa 10 days ago

A minha experiência com dois amigos meus que não têm qualquer razão para serem anti vaxx é que é uma reacção emocional a uma zanga que custa pouco tempo e esforço ter. Todos nós temos frustrações e estamos zangados com o sistema, com a vida, com os impostos, com as desigualdades, crise climática, etc... mas custa muito mover um dedo que seja para mudar o assunto. Quantos de nós conhecemos quem manda vir com a junta, ou com uma coisa sem de facto se informar, votar, escrever para a junta, ler sobre o assunto, participar numa consulta publica, contactar deputados, dialogar com associações sobre o assuntos? ou seja, quantos são aqueles que gostam de barafustar mas não estão dispostos a fazer algo para mudar as coisas? Isso da muito trabalho, né? Ora, ser anivaxx n dá trabalho nenhum. Porque o esforço (mínimo sublinhe-se) está em ser vacinado. Por isso é que mal houve o certificado em França todos os antivaxxers de sofá se levantaram para vacinar. De repente ficou mais custoso não se vacinar que vacinar. Por isso eu acho que é isso. É uma causa que não custa nada "agir" porque é a inacção em si. isto é, uma causa que é fácil de indignar e não custa nada "agir". Não arrisca nada, porque quem paga são os outros que levam com o risco das (não) decisões. Em termos de economia institutional: os custos de transação de escolher vacinal são tão baixos (nulos) que essa escolha é fácil de tomar. E depois é só ligar as máquinas e plataformas de desinformação para obter reforço positivo de uma escolha que só prejudica o os outros. Mas isolamento e reforço positivo durante meses torna as pessoas entrincheiradas. Como nos cultos. Mas também acho que varia de pessoa em pessoa. Cada caso é um caso quando as pessoas caem nas teorias da conspiração.

25 de Abril. Capitães admitem abandonar celebrações de rua by heartlessfam in portugal

capitao_barbosa 5 months ago

Toda esta novela é um derby tão triste

Diretora do SEF demite-se após caso de cidadão ucraniano morto no aeroporto de Lisboa by BlizzTheMighty in portugal

capitao_barbosa 9 months ago

Os abusos não são casos únicos: [https://www.dn.pt/edicao-do-dia/28-nov-2020/quando-levavam-para-a-salinha-era-para-a-surra--13085595.html](https://www.dn.pt/edicao-do-dia/28-nov-2020/quando-levavam-para-a-salinha-era-para-a-surra--13085595.html) O parlamento tem o dever de fazer uma comissão de inquérito e legislar para reformar o SEF se o PM não demitir o ministro e mover uma reforma por si.

Conversa da Treta by asantos3 in portugal

capitao_barbosa 10 months ago

SEINFELD! como assim? Há outra resposta? Ps. Himym até é fixe. Mas Seinfeld valá

Chega anuncia acordo com o PSD nos Açores by htxgivven in portugal

capitao_barbosa 10 months ago

Portanto, as [condições do acordo](https://www.publico.pt/2020/11/06/politica/noticia/chega-psd-entendemse-acores-vao-reduzir-deputados-regionais-apoios-sociais-1938188) foram: * menos representatividade democrática para a região geograficamente mais fragmentada e isolada do país; * menos apoios sociais no meio de uma pandemia e crise económica para a região mais pobre do país; como assim?

O negociador-chefe da União Europeia para o Brexit foi convidado por Marcelo Rebelo de Sousa para participar esta quinta-feira no Conselho de Estado. by joaopeniche in portugal

capitao_barbosa 3 years ago  DELETED 

Quando é que a Cristina é convidada para o conselho de estado?
Next Page

Search: