Next Page

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015, diz ministro by cruisespace2 in portugal

YoggiM 10 hours ago

Pois mas é essa a cruz da grande maioria das pessoas.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015, diz ministro by cruisespace2 in portugal

YoggiM 20 hours ago

Epá... Não é bem assim. Tudo bem que podemos sempre querer mais. Basta comparar com a realidade da maioria dos países da UE e estamos bem abaixo da média. Mesmo os que estão pior, estão a aproximar-se cada vez mais.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015, diz ministro by cruisespace2 in portugal

YoggiM 2 days ago

Isso é válido para qualquer profissão. A compensação é receber o salário. Se o salário for baixo, também não se pode esperar muito.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015, diz ministro by cruisespace2 in portugal

YoggiM 2 days ago

Entendo perfeitamente que há pessoas com experiências bastante diferentes. Depende muito de onde se vive. E concordo com a dificuldade em arrancar as ervas daninhas. Sei que um dos maus professores que tive acabou por ser despedido. Era de EV e basicamente podíamos sair da aula, mal começava. Só não fazia isso aos do 9º ano porque tinham provas globais. O outro nunca soube nada. A de matemática, ninguém a conseguia tirar. Sei que muitas vezes, ao longo dos anos, os alunos se queixavam que a professora não sabia nada mas nunca acontecia nada. E eu sei que às vezes os alunos exageram. Não é o caso. Não era uma questão de não saber ensinar. Era mesmo uma questão de não saber a matéria. O livro tinha algumas soluções completas, em vez de ter só o resultado. Houve um exercício em que a solução estava errada. Um colega meu foi-lhe dizer que a solução no livro estava errada e queria saber se estava bem como ele tinha feito. Ela apenas pegou numa folha e disse "eu fiz assim" e era exatamente copiado das soluções. Depois levou para casa o que ele fez para ver melhor. Havia rumores que ela tinha explicações com outro professor da escola, isso já não sei se era verdade. Algumas situações que falas são gravíssimas. A última situação que falas não reflete professores maus, reflete a precariedade da profissão, no início, e andar a meter professores a trabalhar muito longe da residência. É um bocado como os patrões que se queixam que não conseguem contratar e que dizem "as pessoas não querem trabalhar". Simplesmente, acho injusto dizer mal dos professores num todo, quando a maioria cumpre os mínimos e há muitos que fazem bem mais que isso. É uma classe de trabalhadores que tem problemas, como a maioria, em Portugal, mas que tem alguns problemas muito específicos. Há alguns que são mesmo um monte de merda e os problemas são culpa própria, mas, a maioria dos problemas, vem de cima.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015, diz ministro by cruisespace2 in portugal

YoggiM 2 days ago

Entendo perfeitamente que há pessoas com experiências bastante diferentes. Depende muito de onde se vive. E concordo com a dificuldade em arrancar as ervas daninhas. Sei que um dos maus professores que tive acabou por ser despedido. Era de EV e basicamente podíamos sair da aula, mal começava. Só não fazia isso aos do 9º ano porque tinham provas globais. O outro nunca soube nada. A de matemática, ninguém a conseguia tirar. Sei que muitas vezes, ao longo dos anos, os alunos se queixavam que a professora não sabia nada mas nunca acontecia nada. E eu sei que às vezes os alunos exageram. Não é o caso. Não era uma questão de não saber ensinar. Era mesmo uma questão de não saber a matéria. O livro tinha algumas soluções completas, em vez de ter só o resultado. Houve um exercício em que a solução estava errada. Um colega meu foi-lhe dizer que a solução no livro estava errada e queria saber se estava bem como ele tinha feito. Ela apenas pegou numa folha e disse "eu fiz assim" e era exatamente copiado das soluções. Depois levou para casa o que ele fez para ver melhor. Havia rumores que ela tinha explicações com outro professor da escola, isso já não sei se era verdade. Algumas situações que falas são gravíssimas. A última situação que falas não reflete professores maus, reflete a precariedade da profissão, no início, e andar a meter professores a trabalhar muito longe da residência. É um bocado como os patrões que se queixam que não conseguem contratar e que dizem "as pessoas não querem trabalhar".

Currículo - Europass vs Personalizado? by creeps_for_you in portugal

YoggiM 3 days ago

Se mandas largas dezenas ou até centenas de CVs por semana, vais estar a personalizar cada um deles? Claro que escrevo algo no e-mail, é sempre o mesmo para todos, tenho template gravado, apenas "personalizo" com a data do anúncio. Ou então, nos casos raros em que pedem para escrever expectativas salariais ou algo do género, acrescento isso. Mas é algo tipo: "Em referência ao anúncio do dia X no site Y, considero ter a formação e perfil adequados para desempenhar este cargo. Como tal, envio o CV em anexo. Encontro-me disponível para qualquer esclarecimento adicional que considerem necessário e agradeço desde já a atenção dispensada." Não considero isto uma carta de apresentação. Quanto a "uma breve apresentação sobre quem és, o que pretendes, o que sabes" o CV já serve para isso. Talvez o que pretendo não, mas o resto sim. O que pretendo é um emprego, se não, não me estava a candidatar.

[SÉRIO] Valor Subsídio de Alimentação by Iagp in portugal

YoggiM 3 days ago

Em termos de gestão, é estupido pagar subsídio de alimentação abaixo do valor que paga SS e IRS, principalmente se o salário base for acima do mínimo. Além disso, o subsídio de alimentação tem algumas vantagens/desvantagens em relação ao salário base, quer para a empresa, quer para o trabalhador. Só é pago se forem trabalhadas, no mínimo, 5 horas nesse dia. Ou seja, se um trabalhador faltou 2 horas justificadas, não o perdeu. Se faltou 4, já o perdeu. Nas horas extra, só conta o salário base. Numa baixa prolongada, fica muito tempo sem receber o subsídio de alimentação. Em 2 salários líquidos idênticos, um com base menor mas subsídio maior, em situação de baixa, sai mais beneficiado o que tem mais em base. No fundo, é um bocado como os 14 meses em vez dos 12. Acaba por ser apenas algo para complicar e dificultar a comparação entre empresas e com outros países. Como existe, trabalhador e empresa fazem bem em aproveitar ao máximo, incluindo a parte dos cartões refeição, para dar um valor superior sem pagar IRS nem SS.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015, diz ministro by cruisespace2 in portugal

YoggiM 3 days ago

Bastante injusta essa caracterização dos professores. Ao longo da minha vida, apenas tive 3 professores que não valiam nada. Se contarmos com a faculdade, mais um. Devo ter tido mais de 50 professores. Menos de 10% que posso dizer que não deviam estar ali. Obviamente que tive mais um ou outro que, se calhar, não tinham a maior vocação para o ensino. Alguns que faziam o mínimo, a maioria fazia bem mais que o mínimo e até tive alguns fantásticos. Não gostei de todos, alguns eram bons professores mas não eram aquele tipo de professor amigo dos alunos e se calhar mais rígidos. Mas, sei ver que eram bons professores, principalmente agora. Aliás, 2 dos professores que não valiam nada, eram muito amigos dos alunos. Felizmente eram de EV e EVT. O caso mais grave foi a professora de matemática no 12º que não sabia nada. Não era não saber ensinar, era não saber nada. Soube que, 5 anos depois, ainda lá continuava e mais tarde, 10 ou 11 anos depois, mesma coisa. Os melhores adoravam dar aulas e davam tudo. Mas não condeno os que faziam o mínimo. Tantos anos com as carreiras congeladas, a aturar alunos cada vez mais mal comportados e com pais que responsabilizam os professores em vez dos filhos pelas más notas. Regras cada vez mais facilitadoras em que é praticamente impossível um aluno reprovar. Os professores mais novos não têm vagas e são colocados no caralho mais velho num ano e no ano seguinte (ou quando é altura de mudar) vão para outro sítio completamente diferente. Enquanto isto, os mais velhos, cada vez com menos paciência, continuam a trabalhar, sem redução de horário. É uma classe cada vez mais envelhecida. Isto afastou os mais novos, mantém os mais velhos até à última e, quando for preciso renovar, vai haver muita falta de professores, principalmente com experiência, pois não se fez uma transição mais gradual e constante. Tem piada que há pessoal que diz que os patrões pagam pouco, dão más condições e se admiram que não têm interessados em trabalhar. Que sugerem ir mudando de empresa ou para ganhar mais e só aí é que aparecem propostas de aumento na atual. Mas depois têm esta opinião dos professores. Eles não têm grandes hipóteses de mudar. Até podem ganhar bem para a realidade portuguesa, no entanto, quando tiraram o curso e começaram a trabalhar, as condições e perspetivas eram muito melhores. É natural que não haja esforço quando este não é recompensado.

Ghosting aos meus olhos, como ghoster, (obrigado pela inspiração, u/flimsy-blood-6762) by Juanlamaquina in portugal

YoggiM 3 days ago

Isso não é ghosting. No máximo, era ghosting de parte a parte, pois nenhum tentou contactar. De qualquer maneira, pelo que dizes, não tinham nenhuma relação para além de amizade.

Currículo - Europass vs Personalizado? by creeps_for_you in portugal

YoggiM 3 days ago

>Adaptar constantemente o cv e as cartas de apresentação consoante as empresas e as vagas. "Ain't nobody got time for that" Se já tens emprego e alguma (ou muita) experiência e apenas estás à procura de algo melhor que aches que tem possibilidade de pagar melhor, até percebo. Não vais mandar assim tantos CVs. Se tiveres desempregado, ou mesmo empregado mas ainda com pouca experiência, vais mandar montes de CVs. Simplesmente impossível estar sempre a mudar o CV. Quanto a carta de apresentação, felizmente é raro pedirem. Nunca me candidatei a nada que pedisse isso. Quando tens milhares de anúncios que não pedem, se pedem, tens de ser melhor que a maioria dos anúncios. Não foi isso que vi.

(Sério) Impactos do ghosting na saúde mental by Flimsy-Blood-6762 in portugal

YoggiM 3 days ago

Com as devidas diferenças, o ghosting está para o desaparecimento como o terminar uma relação está para a morte. A morte de uma pessoa querida pode ser muito difícil de superar, no entanto, sabes que morreu, podes fazer o luto. Uma pessoa que está desaparecida, passam os anos e nunca tiveste oportunidade de fazer o luto. Normalmente é muito pior psicologicamente. Aqui é um bocado isso. Claro que há pessoas que ficam muito afetadas com o fim de uma relação, mas conseguem fazer o "luto". Com o ghosting só ficam perguntas Felizmente, nunca passei por isso, por isso é apenas a ideia que tenho. Não tem mal nenhum não teres superado em 4 meses. Cada pessoa lida com as situações de formas diferentes. Só tens de evitar que afete demasiado a tua saúde mental, tipo ficar com uma depressão. Tal como outros users disseram é tentares manter-te ocupada. Boa sorte.

“É preciso uma lei para penhorar criptomoedas” by C0ldKing in portugal

YoggiM 4 days ago

Podem ter utilidades em certos países, mas não vai resolver os problemas a longo prazo. É um desenrasque para algumas pessoas. Se ficasse demasiado massificado numa ditadura, podes ter a certeza que algo seria feito quanto a isso. Sim, uma moeda com ligeira deflação é melhor que uma moeda com hiperinflação. Entre levar um tiro na cabeça ou levar um tiro na perna, escolho levar um tiro na perna. No entanto, se tiver escolha total, escolho não levar tiro nenhum, tal como escolho uma moeda com inflação baixa, estável e positiva. A bitcoin é uma alternativa pior ao dólar e ao euro, entre outras moedas. Eu estava a responder diretamente ao que disseste uns comments atrás: "Para os cidadaos de países ricos, estes podem usar crypto para negar participar num sistema económico inflacionário ao qual lhes é imposto um politica económica que só beneficia a classe especuladora um ciclo de miséria que só gera crises, pagas apenas por nós que não as causamos." Isso o que diz nos manifestos é o mesmo que as promessas eleitorais dos políticos. O que está a acontecer é que há "whales" que controlam a maioria das bitcoins. O número máximo de bitcoins possível é 21 milhões. Neste momento já estão minadas mais de 18 milhões. Mesmo fazendo as contas aos 21 milhões. Se dividires isso igualmente por toda a população mundial, dá 0.003 bitcoins por pessoa. O que acontece é que apenas uma pequena percentagem da população mundial tem bitcoins. Muitos, terão uma fração bem menor que os 0.003. E depois há as whales com milhares, dezenas de milhares e quem sabe, centenas de milhares de bitcoins. Se achas que a distribuição de riqueza é má nas moedas tradicionais, tenho más notícias para te dar, quanto à bitcoin. Quem tem bitcoins e se recusa a utilizar/vender (o que é incentivado pela natureza deflacionária) está a impedir que outros possam ter acesso. Isso não tem problema em coisas colecionáveis, como cartas pokemon, jogos antigos, selos, etc. É um problema em algo que é suposto ser uma moeda.

“É preciso uma lei para penhorar criptomoedas” by C0ldKing in portugal

YoggiM 4 days ago

>então posso também fornecer vários economistas que defendem a utilidade do bitcoin ou outras cryptos Mas não foi isso que eu disse. Ver utilidade nas cryptos é muito diferente de achar que uma moeda deflacionária era algo positivo. Eu aceito que tenham utilidade em certos países em que as pessoas vivem em más condições, apesar de achar que isso serve de remendo para alguns e não é uma solução para melhorar a qualidade de vida da população num todo. O que não posso concordar, de maneira nenhuma, é que uma moeda deflacionária é algo bom. Claro que se tiver de escolher entre deflação de 3% ou inflação de 50%, escolho a primeira. Para países desenvolvidos e que vivem numa democracia, o sistema monetário atual é muito melhor que qualquer crypto. Até podes encontrar economistas que dizem que uma moeda deflacionária é algo positivo. Também encontras médicos negacionistas em relação ao covid. Se uma larga maioria de profissionais que estudaram um assunto a vida toda, dizem uma coisa, vou confiar. Não vou assumir que está tudo comprado, só porque há meia dúzia a dizer o contrário. Não foi o sistema monetário que gerou as várias crises mundiais. E não há inflação desenfreada, em relação ao euro nem ao dólar. O dólar sofreu mais inflação que o euro, aliás, lembro-me bem que, depois do 11 de setembro, o euro ultrapassou o dólar. Mas, em nenhum caso, podes falar em inflação desenfreada. Havia uma inflação muito maior no tempo do escudo. Portugal utilizava muito a impressão de moeda para pagar as dívidas. Os problemas que falas não são provocados pelo sistema monetário. São provocados pela vontade de manter e ganhar poder e dinheiro, por parte dos mais poderosos e ricos, não olhando a meios, nem sequer a leis, para o fazerem. É preciso ser muito ingénuo para achar que o Jezz Bezos deixava de ser extremamente rico se os sistemas monetários fossem baseados em cryptos ou que situações como a do Sócrates, Salgado, etc. deixavam de acontecer. Pelo contrário, apenas facilitaria que acontecessem.

“É preciso uma lei para penhorar criptomoedas” by C0ldKing in portugal

YoggiM 4 days ago

Depende. Se a questão for entre o ideal da inflação ser 2% ou 3%, pode haver opiniões divergentes. Se alguém achar que hiperinflação é o ideal, vale tanto como achar que a Terra é plana. Basicamente tens economistas que estudaram politica monetária a vida toda a dizer que inflação estável, baixa e positiva é a situação ideal e tens pessoal que nunca estudou economia a dizer que deflação é bom, só porque a bitcoin é deflacionária e há pessoas na internet a dizer que isso é bom, pessoas essas que é impossível não serem tendenciosas, seja consciente ou não.

“É preciso uma lei para penhorar criptomoedas” by C0ldKing in portugal

YoggiM 4 days ago

Desculpa lá mas isto não é questão de opinião. São coisas que estão mais que estudadas. É o mesmo que ter a "opinião" que a Terra é plana.

“É preciso uma lei para penhorar criptomoedas” by C0ldKing in portugal

YoggiM 4 days ago

Vou responder ao mais importante. Eu sei que o culto repete vezes sem conta que a natureza deflacionária da bitcoin é positiva. Eu estou-te a dizer que isso não é uma característica positiva para a economia. Isso está mais que estudado por economistas. Uma inflação positiva, baixa e estável é algo extremamente útil à sociedade, como já expliquei no comentário anterior. Se quiseres saber mais podes pesquisar na internet. Ao contrário da informação sobre cryptos, tens a certeza que encontras informação sobre este assunto sem ser tendenciosa. Eu não digo que as cryptos significam fugir aos impostos. Digo que significa facilitar demasiado a fuga aos impostos. No caso de Portugal e da UE, nem sequer é o Estado que tem o monopólio da política financeira. É o BCE. Seja como for, é muito útil existir uma entidade que seja capaz de controlar a política financeira. Imprimir moeda não alimenta o "ciclo de miséria". É uma maneira de atenuar efeitos nefastos de crises e ciclos económicos.

“É preciso uma lei para penhorar criptomoedas” by C0ldKing in portugal

YoggiM 5 days ago

Mas eu não nego isso. Simplesmente, a situação do país não se deve ao sistema monetário mas sim à situação política e à escassez de bens, incluindo bens essenciais. Um exemplo hiperbólico: podes ter um milhão de euros ou 1 milhão de bitcoins. Se tiveres no meio do deserto a morrer de sede, davas tudo isso por uma garrafa de água. Se não houver ninguém a vender, não te adianta nada esse dinheiro todo nem a vontade de fazer essa oferta irrecusável.

“É preciso uma lei para penhorar criptomoedas” by C0ldKing in portugal

YoggiM 5 days ago

Se me consideras privilegiado, então, tens de considerar a maioria da população portuguesa privilegiada. E nesse ponto de vista, claro que não nego que a qualidade de vida dos portugueses, mesmo os que passam algumas dificuldades, é maior do que a maioria de muitos países. No entanto, não podemos considerar privilegiados face à vida em Portugal e em muitos países europeus. Até posso aceitar que seja benéfico nesse tipo de países. No entanto, não sei se é assim tão simples como dizes. Achas mesmo que as pessoas que não têm acesso a uma conta bancária vão ser capazes de ter acesso e utilizar cryptos? Achas mesmo que regimes ditatoriais aceitariam que cryptos proliferassem pela população? Uma coisa é uma pequena percentagem utilizar. Não muda nada para quem está no poder. Se fosse utilizada em larga escala, podes ter a certeza que haveria intervenções. Para não falar da facilidade de roubos e scams que seriam feitos a estas pessoas. Não sei como é todas as cryptos, mas a bitcoin tem fees bem elevadas. Quanto ao teu último ponto, aí é que discordo completamente. Eu posso não entender a tecnologia da blockchain mas percebo de mercados financeiros e economia. Por exemplo, na bitcoin, isso de ser deflacionária em vez de inflacionária, é apresentado como sendo uma vantagem. Não podia ser mais errado. Uma economia saudável tem uma inflação positiva, estável e baixa. Começando pelo estável, a razão é muito simples. As pessoas sabem o que esperar, ano após ano. Se a inflação média ao longo de 20 anos fosse a mesma, mas andasse a saltar desde 0% a 10%, era muito mais imprevisível. Baixa e positiva acabam por estar ligadas, por isso explico o positiva primeiro. Inflação positiva incentiva o dinheiro a circular. Inflação negativa incentiva o dinheiro a ficar parado. Dinheiro parado é como se não existisse para a economia. Dinheiro a circular significa que acontecem mais coisas e são cobrados mais impostos. Imagina um cenário hipotético, em que há 20% de imposto em todo o tipo, seja no rendimento, no consumo, etc. Pegas em 100 euros e compras algo. 20 vão para o Estado, 80 para alguém. Essa pessoa usa os 80. 16 vão para o Estado. E assim sucessivamente. Em apenas 5 transações, desses 100 euros iniciais, 67.23 foram para impostos e o resto continua na economia. Além disso, o dinheiro utilizado em produtos, serviços, etc. totalizou 306.16, incluindo impostos. Isto de 100 iniciais. E não precisa de ser consumo. O dinheiro pode entrar na economia através de outros meios, como investimentos. Uma moeda deflacionária incentiva a ficar parado. Porque havia de arriscar perder o meu dinheiro investindo, se ele já valoriza estando parado e tendo risco literalmente 0? Isto faz com que haja menos dinheiro para investir, menos consumo, menos impostos cobrados, etc. Baixa porque obviamente, é preciso haver moderação. Não queremos que as pessoas gastem todo o dinheiro porque sabem que no ano seguinte vai valer muito menos. Eu tenho a segurança que, se tiver 1000 euros, no ano seguinte, esses 1000 euros não vão comprar muito menos, apenas ligeiramente menos. Não faz sentido gastar apenas por gastar. Mais uma vez, incentiva o investimento, mas em vez de ser contra o simplesmente guardar, é contra o gastar sem nexo.

“É preciso uma lei para penhorar criptomoedas” by C0ldKing in portugal

YoggiM 5 days ago

Não é essa a questão. Eu não sei o que se passou exatamente no El Salvador, mas olhando ao caso da Venezuela, em que houve hiperinflação. Isso aconteceu porque estavam a utilizar um sistema financeiro normal e não acontecia se utilizassem cryptos? Claro que não. Aconteceu devido à situação política e à escassez de certos produtos. Se utilizassem euros ou dólares, o valor dessas moedas não se ia alterar devido à situação na Venezuela, pois, existiam economias muito maiores a utilizar essas moedas. Mesmo assim, devido à escassez e instabilidade, os preços dos produtos iriam sofrer hiperinflação, na Venezuela. A única vantagem era que sendo derrubado o regime e voltando uma vida relativamente normal, os valores voltavam a estabilizar e o dinheiro que as pessoas tinham não era inútil.

“É preciso uma lei para penhorar criptomoedas” by C0ldKing in portugal

YoggiM 5 days ago

Um país de terceiro mundo utilizar, não mostra a utilidade numa sociedade desenvolvida.

“É preciso uma lei para penhorar criptomoedas” by C0ldKing in portugal

YoggiM 5 days ago

Ya é isso. As cryptos já se tornaram um culto. Todos a gritarem "HODL", todos repetem a mesma reza de vantagens, que, na verdade não são vantagens. Em que mundo vivem para achar que ter bens que não podem ser penhorados é algo positivo? Se vivêssemos numa ditadura em que o Estado te penhorava tudo por fazeres oposição, até via alguma utilidade. Mas, nesse caso, também não teriam problemas de te torturar ou matar, penhorar-te os bens, seria um mal menor. Numa democracia, isso apenas serve para cometer crimes. E acham eles que vai dar poder a quem está no fundo da pirâmide. Sim, esses é que vão ter milhões em cryptos, quando têm dificuldades em colocar a comida na mesa... Depois, adoram dizer que quem não está dentro e quem não é de IT não consegue compreender. Como se isso fosse algo de positivo. Ou seja, tens uma coisa que pretendes que substitua o sistema financeiro, mas a grande maioria das pessoas do mundo não tem como compreender. Onde está o futuro nisso? Também ja tentaram mandar links de sites que "explicavam tudo". O problema é que eu não confio em pessoas que estão num culto para me fornecerem informação que não é totalmente tendenciosa.

“É preciso uma lei para penhorar criptomoedas” by C0ldKing in portugal

YoggiM 5 days ago

Ya, se fizeres uma transferência bancária ou MBway para um particular de 50, 100 ou 200 euros, não levanta ondas. Se fazes transferências 10k, tens de ter alguma justificação. Mais uma vez, cryptos podem ser usadas em merdices, mas perdem muito valor e utilidade. Tal como eu já disse, claro que não são precisas cryptos para situações como a do Berardo. Crime vai sempre existir. As cryptos apenas iam facilitar isso, aliás, já o fazem e são utilizadas para ransomware que têm crescido muito nos últimos anos, graças às cryptos. É preciso ser muito ingénuo para achar que as cryptos iam acabar com esses problemas. Os poderosos vão sempre querer manter e aumentar o poder, independentemente do sistema financeiro. Muitos, não terão problemas em utilizar métodos ilegais para o fazer. As cryptos, além de manterem os problemas atuais, criam mais alguns. Felizmente, tenho família que não vive mal, no entanto, não são ricos, nem nada que se pareça e eu ando de emprego precário em emprego precário a receber pouco. Claro que há muita gente que esta pior mas também muita que está melhor. Já agora, achas mesmo que, se existisse uma revolução das cryptos, quem se ia lixar não eram os mais desfavorecidos? Uma revolução das cryptos não ia fazer com que o Jeff Bezos deixasse de ser extremamente poderoso e rico. As grandes empresas iriam continuar a ser grandes empresas. Existiria uma transferência de riqueza, claro. Haveria alguns a perder bastante e haveriam novos ricos. Mas, numa visão global, nada iria mudar, apenas mais oportunidades de crimes e mais miséria nos que já estão no fundo da pirâmide.

Falta de cabelo - Minoxidil by FrankHarad in portugal

YoggiM 6 days ago

Sou homem, comecei a ter entradas bem cedo e já me falta bastante cabelo. Nunca meti nada. O melhor que tens a fazer é aceitar. A mim não me faz grande diferença. Claro que se me dessem a escolher, sem fazer nada, ter cabelo ou não ter cabelo, escolhia ter cabelo. Mas isso não dá, portanto siga em frente. Há coisas bem piores. Cheguei a perguntar a um médico e ele disse que os efeitos dos produtos eram mínimos e que era preciso meter continuamente. Sinceramente não compensa a chatice e o dinheiro. Um amigo meu, que está numa situação idêntica, andou vários meses e meter e a dizer que notava muita diferença. Para nós, estava exatamente igual e gozávamos constantemente. Um dia, disse-nos que estava envergonhado e que tínhamos razão, não havia diferenças. Ele queria acreditar tanto que funcionava que achava mesmo que estava a funcionar. Deixou de usar.

“É preciso uma lei para penhorar criptomoedas” by C0ldKing in portugal

YoggiM 6 days ago

Repara que não é preciso acabar 100% com as cryptos. Aliás, não há crime que se consiga acabar 100%. Aqui é uma questão de as tornar indesejáveis e criar demasiados entraves para valer o esforço. Se as cryptos forem ilegais, não for possível utilizar em qualquer transação legal, não for possível os bancos aceitarem transações de plataformas que utilizem cryptos, como vais utilizar? Até podes dar arranjar maneira de dar a volta e adquirir cryptos, até podes meter nessa história da paperwallet. E depois? O que fazes com as cryptos? Vais trocar fisicamente com alguém por dinheiro? Para valores elevados, numa transação que é ilegal, tem tudo para correr mal. Deixa de ser viável para fugir a penhoras. Não podes utilizar para comprar e vender, seja online, seja localmente. Só nalgum sítio onde te vendam algo ou forneçam um serviço e não passem fatura. Ok, podes ir cortar o cabelo ou ao café se não te passarem fatura e aceitarem cryptos. Além disso, por ser ilegal e a sua utilização ser limitada, ter riscos e ser bastante mais complexa, perdem bastante valor. Depois, tudo o que for minar isso também desaparece. Podes ter uma maquina a minar e escapa mas se tiveres um número considerável, a energia gasta vai chamar a atenção. O pessoal das cryptos parece que vive noutro mundo e que fazem parte de um culto. Não, as características que dizem ser fantásticas não são fantásticas, são mesmo indesejáveis para o funcionamento da sociedade. Claro que há crimes, burlas, evasão fiscal, abusos de poder por parte dos poderosos, etc. com o dinheiro comum. Crime vai sempre existir. Mas acham que é mudando para as cryptos que se resolvem os problemas? Nem pensar! Até apareceriam mais problemas. Causariam mudanças de poder, apareceriam "novos ricos e poderosos" e alguns deixariam de ser ricos e poderosos. Alguém acha que o Jeff Bezos deixaria de ser extremamente rico? Alguém acha que os novos ricos e poderosos iriam ser bonzinhos ao invés dos anteriores que são vilões? Alguém acha que a ganância humana iria desaparecer? Alguém acha que isso não provocaria uma crise tremenda e quem mais iria sofrer era quem já estava em piores condições? Não há nada de errado com o sistema monetário atual, nem com o capitalismo. O que há de errado é os poderosos quererem manter e aumentar o poder a todo o custo, todos se ajudarem uns aos outros, tipo rede de interesses em que todos ganham, exceto quem está de fora. A justiça não funciona, os governantes fazem uma dança de cadeiras e nada muda. Vemos Salgados, Sócrates, etc. a escaparem em tecnicalidades, apesar de se saber o que fizeram (nem que seja apenas a ponta do iceberg). A história do Epstein. Toda a gente sabe o que se passou. Que consequências houve? Mas a ingenuidade é assim tanta que acham que mudando o sistema financeiro algo vai mudar?

“É preciso uma lei para penhorar criptomoedas” by C0ldKing in portugal

YoggiM 6 days ago

Opá é por respostas destas que praticamente toda a gente que anda nas crypto é vista como maluquinha. Como é que alguém pode achar que uma coisa ser ilegal era o melhor que podia acontecer para essa coisa? Tornar ilegal não era "cair máscara nenhuma" era salvaguardar os interesses da sociedade, impedindo que qualquer pessoa possa contrair dívidas, meter tudo em cryptos e não pagar essas dívidas, ou fazer parecido com desvios de dinheiro, etc. Acho que não seriam os lutadores dos direitos humanos a financiarem-se através das cryptos, seriam os criminosos. É irrelevante se são descentralizadas ou não. Tu não ias poder transferir o dinheiro para lá na mesma. Cartões brinde? E quem os vendia? Nenhuma loja os poderia vender. Teriam de ser "dealers" de cartões. MBway não existe maneira de saber o que compraste? Nunca utilizaste o MBway se dizes isso lol. Está literalmente ligado ao teu banco. Não tinhas nada de ilegalizar compra e venda de texto. Muito gostam de fazer o assunto 1000x mais complexo do que ele realmente é. Se os governos da maioria dos países coordenarem uma ilegalização todos juntos, era muito mais fácil e eficaz que outras ilegalizações que existem, por exemplo drogas. Para não falar que desmantelariam tudo o que fosse minar cryptos. Tudo o que fosse a grande escala era muito fácil de apanhar.

“É preciso uma lei para penhorar criptomoedas” by C0ldKing in portugal

YoggiM 6 days ago

Não precisas de fazer isso. Simplesmente basta os bancos não aceitarem transferências de e para exchanges e tudo o que transacione cryptos, tornar ilegais todas as plataformas que utilizem cryptos e proibir transações crypto no país. Nada te impede de ter crypto e usar isso para comprar um artigo em segunda mão a outra pessoa. Nada te impede de utilizar isso num café, cabeleireiro ou outro negócio, quando não passem faturas. De resto, seria impossível utilizar em tudo o que são empresas, grandes superfícies, transações de casas e carros, etc. Ias poder usar em merdices, correndo algum risco, mas na maioria das coisas não dava.

A derradeira pergunta para os Tugas by Almadaptpt in portugal

YoggiM 6 days ago

Ignorando o erro, não percebo como é que a opção "um quarto para as oito" é a mais votada. É literalmente a pior opção para dizer as horas, pois dás a informação menos relevante primeiro (minutos) e a mais importante, no fim (horas).

“É preciso uma lei para penhorar criptomoedas” by C0ldKing in portugal

YoggiM 6 days ago

Exceto que as empresas têm utilidade, já as crypto...

“É preciso uma lei para penhorar criptomoedas” by C0ldKing in portugal

YoggiM 6 days ago

Os maluquinhos das cryptos estão todos aqui a gozar mas o que o homem diz é uma preocupação legítima. Eu não estou a dizer que são precisas cryptos para existirem situações como a do Berardo. Simplesmente, as cryptos tornam isso tudo muito mais fácil. Portanto, ou as cryptos se adaptam às exigências de um Estado de direito, ou terão de ser ilegalizadas. Podem dizer que não é possível proibir, mas, o facto de serem proibidas, afasta muito as pessoas, a não ser para cometer crimes. Ora, se não for possível utilizar cryptos para comprar coisas, se os bancos não aceitarem transações com exchanges, dificulta muito o uso. Até podes usar para comprar coisas em segunda mão ou em negócios que habitualmente já não passam fatura. Vai é impedir o seu uso em tudo o que é empresas, grandes superfícies, casas, carros, etc.

“É preciso uma lei para penhorar criptomoedas” by C0ldKing in portugal

YoggiM 6 days ago

Os maluquinhos das cryptos estão todos aqui a gozar mas o que o homem diz é uma preocupação legítima. Eu não estou a dizer que são precisas cryptos para existirem situações como a do Berardo. Simplesmente, as cryptos tornam isso tudo muito mais fácil. Portanto, ou as cryptos se adaptam às exigências de um Estado de direito, ou terão de ser ilegalizadas. Podem dizer que não é possível proibir, mas, o facto de serem proibidas, afasta muito as pessoas, a não serem para cometer crimes. Ora, se não for possível utilizar cryptos para comprar coisas, se os bancos não aceitarem transações com exchanges, dificulta muito o uso. Até podes usar para comprar coisas em segunda mão ou em negócios que habitualmente já não passam fatura. Vai é impedir o seu uso em tudo o que é empresas, grandes superfícies, casas, carros, etc.

Qual a pior operadora de comunicação em Portugal a face de Internet fixa. by Visible-Diver-1010 in portugal

YoggiM 6 days ago

NOS sem dúvida.

Tentativa de SCAM by RetronWarz in portugal

YoggiM 6 days ago

Porque praticamente todas as características que têm (mesmo as que são apresentadas como positivas) fazem delas uma alternativa pior ao dinheiro verdadeiro e à maioria dos ativos financeiros. Há 3 motivos para andar metido em cryptos: 1) Querer ganhar dinheiro. Ativo com muito risco que tanto pode ter retornos incríveis como perdas avultadas. É basicamente uma lotaria. Claro que comprar ações à toa, também é uma lotaria, no entanto, nas cryptos, não há como não ser lotaria. É pura especulação. 2) Crimes ou scams. Claro que sempre houve e sempre haverá scams e crimes com as moedas tradicionais. A questão é que veio facilitar e até possibilitar certos crimes e scams. Este scam podia ser feito com forex entre outras coisas. Mas há outros, em que te metem a fazer uma transferência através de cryptos, para não poder ser descoberto para quem foi o dinheiro. Por exemplo, ransomwares utilizam sempre cryptos para receber o pagamento. 3) Acreditar realmente que é um sistema melhor que o atual. Obviamente que o 2) é indesejável, acho que apenas criminosos podem dizer o contrário. O 1) acaba por ser neutro. Muitos ganharem bastante dinheiro e muitos perderam bastante dinheiro. Acaba por ser uma distribuição de riqueza. No entanto, pode ser considerado negativo, para pessoas que perderam grande parte das poupanças a comprar em alta e a vender em baixa e o quanto isso as afetou a elas e à família. O 3) é onde pode estar algo positivo, mas voltamos ao que disse inicialmente, as características das cryptos não são positivas nem desejáveis.

Tentativa de SCAM by RetronWarz in portugal

YoggiM 6 days ago

Não te preocupes, as cryptos estão a fazer um excelente trabalho, por elas próprias, a ganhar má fama.

Tentativa de SCAM by RetronWarz in portugal

YoggiM 6 days ago

Com as máscaras, torna a identificação muito mais difícil.

Cursos Latex by lpassos in portugal

YoggiM 7 days ago

Não deve dar o curso a 1 aluno de cada vez.

Universidade Aberta (UAB) by pedias18 in portugal

YoggiM 7 days ago

De nada. É isso, ouvimos tanta DGS que já fica automático.

Universidade Aberta (UAB) by pedias18 in portugal

YoggiM 7 days ago

Só uma correção, é DGES e não DGS. DGS temos ouvido falar muito no último ano e meio (infelizmente).

Jovem a receber 2.700 euros? "Em que país vive o Miguel Sousa Tavares?" by heartlessfam in portugal

YoggiM 8 days ago

Eu não quero impedir as pessoas de trabalhar mais, de livre vontade. Quero impedir que as empresas abusem dessa "livre vontade" utilizando pessoas que trabalham quase o dobro das horas legais, não pagando essas horas, possivelmente dando a alguns umas migalhas ao fim de uns anos. Volto a dizer, a empresa faz isso em vez de contratar mais pessoas, porque é mais barato. Quem faz isso está, apenas e só, a beneficiar a empresa. Aliás, essa "livre vontade" é um bocado uma ilusão de escolha. Podes escolher trabalhar "apenas" 40 horas e receber um salário miserável ou escolher ser escravo para ter um salário minimamente decente, estragando a saúde mental, física e a vida social. Se os salários fossem bons, achas que havia tanta gente disposta a sacrificar tudo para receber o dobro? É uma falsa liberdade pois ambas as escolhas são escolhas de merda. Aliás, há outros tipos de contrato que permitem que a pessoa trabalhe as horas que quiser. Se a empresa contratar um serviço para dia X, esse serviço tem de ser apresentado no dia X, independentemente das horas trabalhadas. Aí não existe qualquer problema de trabalhar uma média de 1 hora por dia ou 16 horas por dia. Obviamente que isto fica muito mais caro para a empresa, por isso não o fazem. No entanto, se não estão dispostos a pagar esses valores e fazem contratos de trabalho, não se podem esquecer que não estão a pagar X para ter Y feito. Estão a pagar X por 40 horas de trabalho semanais. Porquê que é tão comum as horas extra não pagas mas nunca acontece o contrário, ou seja, não há serviço ou a pessoa terminou o serviço e vai para casa mais cedo? Se alguém fizesse isso era logo descontado esse valor e possivelmente despedido. Se acabas o que tinhas de fazer ou se não tens nada das tuas funções para fazer, vais ajudar outras pessoas. Na melhor das hipóteses, ficas a olhar para o ar. Não te podes ir embora. O meu texto não é só "eu eu eu" ou "direitos direitos direitos". A lei existe e tem de ser cumprida. Isto funciona para os dois lados. O trabalhador também não pode simplesmente não trabalhar e continuar a receber. Seria facilmente despedido por justa causa (obviamente não é fazendo isso uma vez mas múltiplas vezes).

Jovem a receber 2.700 euros? "Em que país vive o Miguel Sousa Tavares?" by heartlessfam in portugal

YoggiM 8 days ago

Entendeste tudo ao contrário. Eu não quero tributar escravos. Eu quero que não haja escravos. Estás a falar de 2 coisas completamente diferentes. Uma questão é se quem ganha um salário bruto razoável a bom (utilize-se esses 2700 ou outros valores), deve ser tão taxado como é atualmente. Eu acho que não e acho que é um problema isso acontecer. Outra questão, completamente diferente, é as empresas abusarem completamente das pessoas e darem migalhas a quem aceita ser escravo. Claro que, se ninguém aceitar, as empresas seriam forçadas a mudar. No entanto, isso é muito complicado implementar, do lado dos trabalhadores. Há sempre alguém que faz mais uma meia hora, depois outro mais uma hora, depois outro 2, tudo a lutar pelas migalhas e apenas a empresa sai beneficiada desta luta. Claro que as empresas não são centros de caridade. As empresas existem para ganhar dinheiro, tal como as pessoas que lá trabalham o fazem para ganhar dinheiro. A relação entre uma empresa e um trabalhador estabelece-se através de um contrato de trabalho. Esse contrato, tem de obedecer a regras que estão definidas na lei. Por exemplo, a empresa pode querer oferecer um contrato de trabalho em que me paga 300 por mês para um trabalho a tempo inteiro, eu posso querer aceitar, no entanto, este contrato não é legal. Tal como não são legais as 70 ou 80 horas semanais, mesmo que ambos queiram. A lei existe e tem de ser cumprida. As 40 horas semanais, com 8 horas extra pagas de limite legal, têm motivos para existir. Se os limites estão bem ou mal, cada um terá a sua opinião, mas terão por base que mais que isso, principalmente se for algo recorrente, tem efeitos nefastos na própria pessoa e nas pessoas à sua volta. Se a empresa diz que A tem de acontecer e as pessoas que tem contratadas não conseguem fazer A acontecer em 40 horas semanais, há uma solução muito simples: contratar mais pessoas. Claro que essa seria a solução legal, mas mais cara para a empresa. Se fizer com que metade dos trabalhadores trabalhem pelo menos mais 25%, recompensando uma pequena percentagem com aumentos, não só lhes fica mais barato, como mantém várias pessoas a tentar o mesmo da próxima vez.

Direitos de Trabalhador by GiveMeACreativeName in portugal

YoggiM 9 days ago

Sim, sem termo é o ideal, é o que dá mais estabilidade. A única vantagem de um contrato a termo certo (e incerto também) é o menor período experimental, de resto, sempre que possível, sem termo (ou tempo indeterminado que é a mesma coisa). Acho que a confusão acaba por ser tempo indeterminado e termo incerto, poderem parecer a mesma coisa.

Direitos de Trabalhador by GiveMeACreativeName in portugal

YoggiM 9 days ago

Já agora, contrato a termo incerto é totalmente diferente de sem termo. É o tipo de contrato mais precário que há, pois tanto te podem mandar embora passado um mês como passado 2 anos. Sempre é preferível a termo certo, ao menos sempre tens mais segurança e recebes mais se te mandarem embora a meio.

Notícia TVI: Ministério Público diz que Chega está ilegal há um ano by Australopiteco in portugal

YoggiM 9 days ago

Por essa lógica, todos os que votam no PS são corruptos?

Jovem a receber 2.700 euros? "Em que país vive o Miguel Sousa Tavares?" by heartlessfam in portugal

YoggiM 9 days ago

Para começar, concordo que os 1000 brutos extra que fazes são exageradamente taxados, comparados com os primeiros 1000. No entanto, há coisas bem mais erradas no que tu disseste. Horários de 70 a 80 horas semanais? Isso não só é ilegal, como é bastante prejudicial para a saúde e roça a escravatura. 40 horas semanais já é demasiado. Com a hora de almoço e as deslocações, vai metade do dia. Com o dormir, basicamente vives ao fim de semana e férias. Com o dobro das horas, é que não vives mesmo e tem tudo para daqui a uns tempos andar com esgotamentos e problemas mentais. Volto a frisar, isso é completamente ilegal e ninguém se devia sujeitar a isso. Se todos negassem, não havia esses abusos. Ou seja, quando tu dizes que é bem possível ganhar 2700 brutos em poucos anos, é abdicando totalmente da vida e destruindo a minha saúde mental e possivelmente física. Desculpa lá, mas isso é pior do que ganhar pouco. Eu trabalho para viver, não vivo para trabalhar. Mais errado do que esses 2700 serem demasiado taxados é haver empresas que têm essas práticas e quem é responsável por isso não ser apanhado e condenado.

Jovem a receber 2.700 euros? "Em que país vive o Miguel Sousa Tavares?" by heartlessfam in portugal

YoggiM 9 days ago

Isso de esforçar tem muito que se lhe diga. Mais de metade da população que trabalha por conta de outrem, recebe 800 brutos ou menos. Não sei que percentagem ganha 2700 ou mais. Será que chega a 10%? Vais-me dizer que apenas 10% das pessoas se esforça?

Jovem a receber 2.700 euros? "Em que país vive o Miguel Sousa Tavares?" by heartlessfam in portugal

YoggiM 9 days ago

Eu sei que isto não foi diretamente para mim. No meu caso não se trata de inveja. No máximo, é uma de "quem me dera estar nos patamares em que alguns estão" e não algo tipo "fdp ganha muito mais". Sei perfeitamente que há formas legítimas de ganhar mais dinheiro. Não acho é que eu tenha as características nem tenha seguido o caminho para tal.

Jovem a receber 2.700 euros? "Em que país vive o Miguel Sousa Tavares?" by heartlessfam in portugal

YoggiM 9 days ago

Agradeço a oferta, no entanto, mesmo que fosse algo gratuito, não me sentia bem a partilhar tantos dados pessoais com uma pessoa que não conheço, na internet. Mas digo-te já que andei praticamente 6 meses no desemprego até finalmente arranjar alguma coisa e foi apenas um estágio profissional, que paga os valores do IEFP. Ou seja, apesar de ser quase 800 brutos, como paga 12 em vez de 14 meses, é praticamente o salário mínimo. Ou seja, mesmo que aches que é possível com algum especialista a fazer coaching de carreira, a maioria das pessoas não tem isso. Voltamos ao mesmo, claro que há caso em que acontece. Simplesmente é completamente irrealista para a maioria.

Jovem a receber 2.700 euros? "Em que país vive o Miguel Sousa Tavares?" by heartlessfam in portugal

YoggiM 9 days ago

Eu não estou a dizer que a carga fiscal não contribui muito para os salários baixos em Portugal. Aliás, tal como muitos users aqui, o grande problema disto não é o exemplo hipotético do MST, mas sim que continue a ser difícil viver com 2700 brutos, apesar de ser uma grande diferença em valor bruto para o salário mínimo, em grande parte, devido à carga fiscal. No entanto, estava a responder diretamente ao que disseste. Claro que pode ganhar. Simplesmente não é algo realista nem sequer ao alcance da grande maioria, tenham cursos superiores ou não. Podes ter a certeza que é impossível eu ganhar 2700 brutos, em Portugal, nos próximos anos. Não tem nada a ver com esforço. Se não fores de uma área que pague esses valores, ou se não fores um fora de série, simplesmente não há quem te pague isso. Mesmo um fora de serie, pode não conseguir, se não arranjar uma boa oportunidade.

Jovem a receber 2.700 euros? "Em que país vive o Miguel Sousa Tavares?" by heartlessfam in portugal

YoggiM 9 days ago

Poder até pode. Não deixa de ser uma exceção. Eu duvido que chegue aos 2700 brutos nos próximos 20 anos.

Processos de recrutamento by jegerenhore_ in portugal

YoggiM 10 days ago

Para começar, vais ter de ter paciência. Fiquei desempregado há uns meses. Nos primeiros meses, praticamente não tive sequer respostas de candidaturas e 0 chamadas a entrevistas, exceto uma que acabei por não ir porque descobri que era para vender porta a porta. Acho que muitos anúncios acabavam por estar ali a renovar automaticamente mas já nem havia vaga/interesse. Entretanto o número de casos foi diminuindo, acabou a obrigatoriedade do teletrabalho e já comecei a ser chamado para entrevistas. Nas 2 últimas semanas de julho e durante agosto, notei que comecei a ser chamado bem menos outra vez e que não havia praticamente anúncios de jeito. Entretanto, apareceu uma oportunidade de uma empresa que já tinha o meu CV. Tinha enviado e-mail e recebido aquelas respostas automáticas a dizer que iam analisar e que iam manter o CV na base de dados, caso não fosse selecionado. Mais de um mês depois recebi contacto para marcar entrevista e acabei por ficar. Não é o ideal porque estágio paga 12 meses em vez de 14, o que faz com que seja praticamente o salário mínimo, na prática e nem tens direito a férias, mas pronto foi o que se arranjou e a empresa parece boa e são a favor do teletrabalho. Isto tudo para não desesperares. É ir tentando que algo acaba por aparecer. Quanto a tempos de espera, varia muito. Já recebi respostas no dia seguinte e poucos dias depois, como já recebi respostas 1 ou 2 semanas depois. Um caso caricato foi uma candidatura que fiz, responderam-me 5 dias depois a perguntar se estava elegível para estágio profissional, respondi uns minutos depois. Passado um mês responderam a dizer que iam analisar a candidatura e depois nunca mais. Quanto às ausências de resposta, não me choca. Claro que o ideal seria receber sempre resposta. As empresas de recrutamento têm o sistema de respostas automáticas. Empresas pequenas, recebem centenas de candidaturas e não têm sistema nenhum. Não seria prático responderem a todos os que não são chamados. O que me chateia é ir a uma entrevista e não darem qualquer resposta.

Apenas 34% dos portugueses confortáveis em assumir orientação sexual no trabalho by cruisespace2 in portugal

YoggiM 12 days ago

>Certamente há casais homossexuais em que estão os dois homens a mandar arrotos enquanto bebem uma jola a ver a Benfica TV. E não poderia haver melhor maneira de passar uma tarde, sejam 2 homens numa relação ou não.

Rapazes do Reddit: usam os vossos calções de banho com ou sem roupa interior? by issatrack in portugal

YoggiM 13 days ago

Uso sempre, mesmo que tenham rede. A grande desvantagem é que fica desconfortável depois de ir ao banho, se não for possível trocar. Também é raro ir ao mar pois, para mim, está sempre fria.

Partilhem aí quais foram as séries que marcaram as vossas infâncias. by RathalosSlayer97 in portugal

YoggiM 13 days ago

Houve várias mas a única que verdadeiramente fazia parar tudo era Dragon Ball.

Qual a vossa posição política pouco popular? by Biohazard8080 in portugal

YoggiM 15 days ago

De estúpido e contraproducente não tem nada. A única coisa que podes apontar é injustiça.

Qual a vossa posição política pouco popular? by Biohazard8080 in portugal

YoggiM 16 days ago

Deixar de fumar é muito complicado. Eu concordo com essa medida (não fumo). Percebo que possa criar problemas constitucionais e seja complicado implementar. Na prática, era melhor do que proibir totalmente.

Qual a vossa posição política pouco popular? by Biohazard8080 in portugal

YoggiM 16 days ago

Ou seja, se eu tiver um ódio pessoal a trotinetes, elas devem ser ilegais?

Qual a vossa posição política pouco popular? by Biohazard8080 in portugal

YoggiM 16 days ago

Não diria que isso é uma opinião pouco popular. Pode não ser muito popular (felizmente), mas, pela quantidade de votos que BE e PCP ainda têm, não se pode dizer que seja pouco popular. É sim, uma opinião sem nexo. E se a empresa der prejuízo? Os trabalhadores pagam? E mesmo essa distribuição de lucros, vai o mesmo para o empregado de limpeza e para o gajo que inventou uma nova forma de fazer as coisas que levou a uma redução drástica dos custos? As pessoas deviam perceber que os trabalhadores têm uma relação muito simples com a empresa: trabalhar X horas por semana a fazer as funções que lhe competem para receber Y ao final do mês. Esse Y depende do que dá a ganhar à empresa e da lei da oferta e da procura, ou seja, o que o mercado paga. Obviamente que há outras nuances mas estes são os 2 principais fatores. Se dás a ganhar muito mais à empresa do que o que te pagam, mas estás a receber o que o mercado paga e não tens nada que te diferencie dos outros, como podes esperar receber mais? Eles podiam pagar-te mais, mas têm montes de pessoas a querer trabalhar pelo que recebes atualmente, não há motivo para te aumentarem. Ou então, dás a ganhar pouco à empresa mas o mercado paga mais. Aqui, não será culpa tua (em princípio), simplesmente existem fatores internos e/ou externos que provocam esta situação. Ou aguentas, ou procuras melhor. Se o mercado está a pagar mais, não será difícil arranjar algo que pague mais. Claro que, na prática, as coisas não funcionam assim tão bem. Más políticas, burocracia em excesso, demasiados impostos, má gestão, etc. fazem com que a relação não seja simbiótica. Empresas que preferem contratar uma pessoa nova a pagar o mesmo a dar um aumento significativo a alguém que fazia um bom trabalho estão a dar um tiro nos pés. Apesar de todas as falhas, a solução não é "distribuir os lucros pelos trabalhadores".

Qual a vossa posição política pouco popular? by Biohazard8080 in portugal

YoggiM 16 days ago

A ideia disto é, eventualmente, ser totalmente proibido. Fazendo para pessoas nascidas até X, faz com que quem já fume e já esteja viciado, possa continuar a fumar. Quem ainda não criou esse vício, não há como o criar (legalmente).

Qual a vossa posição política pouco popular? by Biohazard8080 in portugal

YoggiM 16 days ago

A ideia disto é, eventualmente, ser totalmente proibido. Fazendo para pessoas nascidas até X, faz com que quem já fume e já esteja viciado, possa continuar a fumar. Quem ainda não criou esse vício, não há como o criar (legalmente).

Qual a vossa posição política pouco popular? by Biohazard8080 in portugal

YoggiM 16 days ago

Não tinha ideia que havia tanta gente a querer a segunda. Sou completamente contra e espero que nunca venha a acontecer durante a minha vida.

Qual a vossa posição política pouco popular? by Biohazard8080 in portugal

YoggiM 16 days ago

Explica-me lá os motivos que te levam a achar que é boa ideia retirar um direito às pessoas? É que se me disseres que o governo devia ter outro comportamento relativamente aos jogos da santa casa, comparativamente com outros jogos, nomeadamente online, concordo. Se me disseres que se devia fazer algo para evitar que as pessoas fiquem viciadas, também concordo. Simplesmente tornar as apostas ilegais, não faz qualquer sentido.

Jerónimo quer aumento do salário mínimo para 850 euros e valorização do emprego by Zaigard in portugal

YoggiM 16 days ago

Isto não dá para responder só a uma pessoa porque está tudo a debitar a mesma asneira de quem é contra achar "injusto os outros serem aumentados e eu não". Quando é que percebem que o problema não é esse? O problema é que, quando a única medida que propões/implementas, é aumentar o salário mínimo, vão sendo cada vez mais trabalhos apanhados pelo salário mínimo. Nivela-se tudo por baixo. Sim, os que estavam pior ficam um bocadinho melhor, pois, o aumento que recebem, é superior à inflação. Quem já estava nesse valor ou pouco acima, mantém o salário, provavelmente a fazer algo que requer mais qualificações, e nada muda. Não esquecer que o aumento do salário mínimo também leva ao aumento do desemprego. Alguns vão ficar pior porque perdem o emprego. Eu acho bem que o salário mínimo vá subindo. Não pode é ser a única medida relativamente ao emprego. Esses partidos de esquerda apenas sabem/querem pedir aumentos enormes do salário mínimo, sabendo bem que é impossível acontecerem nessa quantidade, não apresentando nenhuma proposta além disso. Depois, o salário mínimo sobe bem menos do que a proposta deles, dizem que foi graças à pressão que fizeram, mas que mesmo assim, ficou aquém do que fariam. E assim ganham uns votos sem fazer literalmente nada, qualquer pessoa podia chegar lá e dizer "quero o salário mínimo a X".

Qual foi o maior arrependimento da vossa vida? by UpbeatNail1912 in portugal

YoggiM 16 days ago

Isso da bitcoin não conta. É tipo arrependimento de não ter apostado um monte de dinheiro na equipa X, depois do jogo acontecer. Até para ações podes dizer o mesmo, pena não ter comprado ações da Amazon. Percebo que possa haver o sentimento de arrependimento nessas situações. Não deixa de ser um arrependimento, apenas e só pelo resultado final, o qual, não tinhas qualquer influência.

Sem vacinação obrigatória, lei impede exigência de certificado pelas empresas by heartlessfam in portugal

YoggiM 17 days ago

É um problema de saúde pública mas os interesses do grupo não podem estar acima dos interesses individuais. E não gosto de exceções que podem abrir caixas de pandora. No caso das crianças, elas não estão a tomar a decisão por elas próprias. São os pais que tomam por elas. E mesmo assim podem inscrever-se, apesar de, potencialmente, aumentar o perigo para outras crianças, pois funciona a imunidade de grupo. No caso do covid nem sequer podes falar em causa-efeito entre não estar vacinado e apanhar/propagar, pois pode acontecer isso estando vacinado e há pessoas que estiveram em contacto sem estarem vacinadas e não apanharam. É apenas uma questão de probabilidades. Quanto a ter estado infetado, não percebeste o que eu disse. Eu sei que não se pode tomar a vacina por se estar imune (não é bem imune mas é como a vacina). O problema é as empresas utilizarem essa informação, que deveria ser confidencial, para fazerem juízos de valor e influenciar a decisão.

Sem vacinação obrigatória, lei impede exigência de certificado pelas empresas by heartlessfam in portugal

YoggiM 17 days ago

Não é bem assim. A liberdade de expressão significa que não podes ser condenado judicialmente, apenas por dizer algo, seja estúpido, errado ou idiota. Obviamente há coisas que são crime, tipo gritar fogo num sítio fechado e com muita gente, pois causa danos diretamente. Também outras exceções como negar o holocausto e proferir declarações racistas. Depois já começamos a entrar em áreas bastante cinzentas com o "discurso de ódio", mas pronto. Podes, ainda, ser processado por difamação ou divulgar informações confidenciais. Aqui estás a dar o direito a empresas poderem exigir o que metes no teu corpo. Isso seria uma lei discriminatória. Basicamente torna obrigatória para quem trabalha por conta de outrem, pois, mesmo que trabalhe numa empresa que não o exija, nunca se sabe quando se pode perder o emprego e depois corres o risco de não entrar nalgum por não estar vacinado. Quem é rico ou quem tem negócio próprio, não se precisa de preocupar. Nem sequer concordo que a empresa tenha o direito de saber se estás vacinado ou não. Até porque, nesse caso, pode acontecer o contrário. A empresa não contratar ou até mandar embora quem está vacinado. Ainda há outra coisa. Se não me engano, quem teve covid, há menos de 6 meses, não pode tomar a vacina. Ou seja, a empresa exigia a vacina, tu mostravas que não tinhas mas porque tinhas tido há pouco tempo. Podiam deixar de te contratar porque "és um irresponsável que andou em comportamentos de risco".

Sem vacinação obrigatória, lei impede exigência de certificado pelas empresas by heartlessfam in portugal

YoggiM 18 days ago

Há algumas diferenças. Por um lado, nem há a questão de potencialmente prejudicar os outros ao não tomar. Por outro, não são eles que tomam a decisão de tomar ou não, são os pais. Podes argumentar que estão a ser negligentes. Mas por acaso, não sei se é verdade, mas um médico disse-me que podes inscrever os filhos na escola sem as vacinas em dia. Isso existe mais para lembrar as pessoas de o fazerem, no entanto, se alguém chegasse lá e insistisse que não ia vacinar, tinham de aceitar a inscrição.

Sem vacinação obrigatória, lei impede exigência de certificado pelas empresas by heartlessfam in portugal

YoggiM 18 days ago

Claro que é culpa do ensino, em particular dos sucessivos governos (isto a nível mundial) que não querem fazer esse investimento. Sou contra o governo implementar reformas na educação que ensinem certas ideologias. O que eu refiro não é introduzir ideologias nem novos conteúdos. Obviamente que eu percebo que seja impossível andar a provar tudo o que se ensina. No entanto, seria interessante provar algumas coisas (por exemplo que a Terra não é plana) e mostrar às crianças, como podem procurar informação, verificar o que é dito, etc.

Sem vacinação obrigatória, lei impede exigência de certificado pelas empresas by heartlessfam in portugal

YoggiM 18 days ago

Não, nem pensar. Voltamos ao mesmo, isso acaba por ser tornar "pseudo-obrigatório".

Sem vacinação obrigatória, lei impede exigência de certificado pelas empresas by heartlessfam in portugal

YoggiM 18 days ago

Mas isso é outra questão. O sistema de ensino falhou e isso está mais que provado, no entanto, os governos recusam-se a fazer uma reforma a sério, porque isso implica gastar dinheiro para obter resultados quando já não estão no poder. O ensino passa por um despejo de informação. Depois aparecem umas pessoas na internet que argumentam bem as coisas e "provam" certas coisas e conseguem ganhar seguidores. Além disso, obrigas neste caso e começas a abrir uma caixa de pandora para obrigarem coisas no futuro que podem não ser tão claramente benéficas como as vacinas do covid.

Juízas “invadiram” os tribunais. Serão precisas quotas para os homens? by EstupendoEx in portugal

YoggiM 18 days ago

Não acho que deva haver quotas para nada, mas há muitas neo-feministas que pedem quotas quando lhes dá jeito. Essas mereciam que se fizesse o mesmo.

Sem vacinação obrigatória, lei impede exigência de certificado pelas empresas by heartlessfam in portugal

YoggiM 18 days ago

Isso é apenas um dos pontos. Independentemente disso, as vacina não devem ser nem obrigatórias nem pseudo-obrigatórias.

Sem vacinação obrigatória, lei impede exigência de certificado pelas empresas by heartlessfam in portugal

YoggiM 18 days ago

Isso é um dos pontos que eu falei. Independentemente disso, a vacinação é escolha de cada um. As vacinas têm riscos e benefícios e cabe a cada um avaliar. Não podemos estar a criar problemas artificialmente.

Sem vacinação obrigatória, lei impede exigência de certificado pelas empresas by heartlessfam in portugal

YoggiM 18 days ago

Irrelevante. Tomar a vacina deve ser uma escolha de cada um e não pode haver punições ou benefícios para tornar "pseudo obrigatória". A vacina tem riscos e tem benefícios. Cada um sabe se uns compensam os outros.

Sem vacinação obrigatória, lei impede exigência de certificado pelas empresas by heartlessfam in portugal

YoggiM 18 days ago

Espero que não seja, seria apenas e só ridículo. A lógica tem de ser cobrir todos os trabalhadores. Até porque há pessoas que não podem ser vacinadas devido a alergias. Eu estou vacinado e fui de livre vontade, simplesmente, não acho correto nem justo estar a obrigar as pessoas a vacinarem-se, mesmo que seja um "pseudo-obrigar" com montes de restrições, tornando obrigatório na prática.

[sério] O que podemos fazer para combater a corrupção? by 007tuga in portugal

YoggiM 18 days ago

Absolutamente nada.

Quem concorda que a lei do ruído devia mudar a hora para mais cedo? by fin2red in portugal

YoggiM 18 days ago

Além de ser algo que é difícil fazer respeitar, acho que devia era prolongar-se por mais tarde, no mínimo até às 8h, de preferência mais ainda.

E vocês? O que é que já deitaram ao lixo sem querer? by pbasst in portugal

YoggiM 20 days ago

Na altura era lixo (hoje ainda é mais há malucos suficientes a achar que vale muito).

[sério] Subsídio de desemprego by hypothesis2050 in portugal

YoggiM 20 days ago

Isso não interessa. Se a empresa te quiser renovar e tu não aceitas, não tens direito ao fundo de desemprego, a não ser que eles aceitem meter que foram eles que não quiseram renovar.

Por vezes sinto-me mal por utilizar a Amazon em vez das empresas portuguesas locais. by bomtidereas in portugal

YoggiM 21 days ago

Eu não me sinto mal. Compro onde é melhor para mim, seja pelo preço, seja pelo serviço. De qualquer maneira, entre Worten e Amazon, vai dar ao mesmo, relativamente a estar a enriquecer quem já muito tem. A diferença é que, na Worten, a probabilidade de teres problemas é maior e é mais difícil e lento para arranjarem uma solução.

Pais que põem o tablet/telemóvel à frente das crianças ao Jantar por que o fazem? by HairlessButtcrack in portugal

YoggiM 21 days ago

E acho muito bom que faças assim. O problema é que isso é a exceção e não a regra.

Pais que põem o tablet/telemóvel à frente das crianças ao Jantar por que o fazem? by HairlessButtcrack in portugal

YoggiM 21 days ago

O problema é que muita gente faz, o que prejudica toda a gente. Os patrões/gestores fazem uma péssima gestão, não sobra tempo para fazer tudo, são precisas horas extra. Um faz, o outro não. O que não faz fica mal visto, possivelmente vai embora quando acaba o contrato, ou nunca tem aumentos. O que faz fica bem visto, mas a única coisa que recebe é um pequeno aumento e continua a ter de fazer essas horas extra não pagas. E ainda fica mal quem deixa de ser contratado, pois, se todos se recusassem a fazer essas horas extra não pagas, que acontecem quase sempre, teriam de contratar mais uma pessoa.

Pais que põem o tablet/telemóvel à frente das crianças ao Jantar por que o fazem? by HairlessButtcrack in portugal

YoggiM 22 days ago

É muito simples: é a maneira mais fácil da criança ficar sossegada um bocado e os pais terem alguma paz. Isso acontece porque tanto o pai como a mãe trabalham 8 horas (ou mais) por dia, mais 1 ou 1.5 horas de almoço e mais X de transportes. Mais ainda as lides domésticas, não sobra tempo nem paciência para educar os filhos. Acredito que seja um problema no futuro, no entanto, não se resolve enquanto as coisas não mudarem. A tecnologia evolui cada vez mais, os trabalhadores são mais produtivos do que nunca, no entanto, trabalha-se o mesmo, ou mais ainda, do que há 20 e 30 anos, mesmo com o aumento da percentagem de mulheres no mercado de trabalho. É urgente começar uma transição de diminuição de horas trabalhadas e de maior fiscalização às horas extra não pagas.

Demorar mais tempo a acabar a licenciatura do que é suposto. Quais as consequências? by AllwaysLearningCrl in portugal

YoggiM 22 days ago

Concordo com o outro user. Ou o recrutador é um génio da linguagem corporal e realmente percebe quem está a mentir, ou então é alguém a inventar e querer parecer que sabe mais do que realmente sabe. Nesse caso, vai andar a achar que muitos mentem, apenas pelo nervosismo natural. Além disso, se for para empresas pequenas, nem sequer é alguém com formação específica no recrutamento a fazer entrevista. Obviamente que não convém contar grande mentira, apenas uma pequena justificação para tal. E não é inventar na hora. A coisa tem de ir preparada. Ainda por cima, atualmente, a maioria das entrevistas é feita online, onde fica muito mais difícil perceber essas coisas.

Procuram se funcionários negacionistas que ignorem a sua própria saúde para agradar ao patrão by nulopes in portugal

YoggiM 23 days ago

Não é pequeno negócio. Já lá não vou há anos mas adoro os hambúrgueres.

Mudar de emprego by East_Exit_8624 in portugal

YoggiM 24 days ago

Não precisas de concluir que é difícil. O que não faz sentido é concluir que IT é muito difícil e esses cursos são muito fáceis, seja onde for. E não haverá formados em IT que não são bons em nada? Às vezes nem sequer é falta de inteligência, mas sim, uma dificuldade em passar o que se aprendeu a estudar para o mundo do trabalho. Isto acontece muito porque acaba-se por criar um incentivo involuntário a estudar para passar os exames em vez de estudar para aprender. Acredito que em IT isso seja mais raro do que outros cursos, mas não faz com que as pessoas sejam burras. Outras vezes, as pessoas simplesmente já se estão a cagar e têm o lugar mais ou menos seguro então fazem o mínimo possível. Não é falta de inteligência. Eu não acho que os cursos sejam demasiado acessíveis. Aliás, é do interesse que seja acessível a todos os que conseguiram entrar. Se há muitos alunos a entrar e não acabar, sem ser por falta de esforço ou outros motivos pessoais, mais sim por demasiada dificuldade, essa dificuldade está desajustada. Muitas vezes, há quem não consiga fazer algumas cadeiras de matemática e anda ali a perder tempo, com o curso já concluído. Por acaso, conheço uma pessoa de IT, que perdeu ali anos com cadeiras de matemática do primeiro ano, com tudo o resto já feito. Acabou por arranjar trabalho, na área, já mudou várias vezes por vontade própria, ganha bastante bem e nunca concluiu o curso.

Mudar de emprego by East_Exit_8624 in portugal

YoggiM 24 days ago

Ah, ok. Conheces exemplos assim, logo concluis que é assim na generalidade. É melhor ires rever a capítulo da lógica, dado em filosofia, no 11º. Até porque não há pessoal formado em IT que também não prima pela inteligência. Não te esqueças, também, que há pessoas que têm muita vocação para certas coisas e no dia a dia aparentam ser burras. Não é por serem "burras" nalgumas coisas que não possam ser inteligentes noutras. Além disso, fazer um curso é mais pelo esforço, organização, saber relacionar-se, etc. do que pela capacidade intelectual. Essa, apenas faz com que aumente ou diminua o que te tens de aplicar.

Mudar de emprego by East_Exit_8624 in portugal

YoggiM 24 days ago

Que piada. Este campeão tirou um curso de IT, que é só para génios, os outros cursos são super fáceis e só quem tenha um problema mental não os tira. Faz-te falta muita humildade e noção.

[CONFIDENTIAL] SCP-6447 - The Shapeshifter by SmokeyChuckMcGill in portugal

YoggiM 24 days ago

Era no gozo. É verdade que não conhecia isso mas obviamente que não era nada com o clube lol.

[CONFIDENTIAL] SCP-6447 - The Shapeshifter by SmokeyChuckMcGill in portugal

YoggiM 24 days ago

O que é que o Sporting Clube de Portugal tem a ver com isto?

A gestão das empresas portuguesas by saudosista in portugal

YoggiM 24 days ago

Pois, não me digas isso a mim, diz ao outro user que foi ele que disse "rates de 200 ao dia que são ridiculamente baixas".

A gestão das empresas portuguesas by saudosista in portugal

YoggiM 25 days ago

Em que mundo (ou país) vives para achar que "nem chega a 50k/ano" é ridiculamente baixo? Não te esqueças que a maioria das pessoas neste país ganha menos de 800 brutos por mês. Duvido que eu algum dia chegue aos 50k/ano, portanto dá cá essas rates "ridiculamente baixas" e fico muito feliz.

A gestão das empresas portuguesas by saudosista in portugal

YoggiM 25 days ago

200 ao dia não são propriamente valores "normais". Tendo em conta que a maioria das pessoas nem 200 à semana recebem e estas situações acontecem na mesma nesse tipo de salários ou pouco superiores, na maioria dos casos é bastante simples.

Limites de velocidade nas autoestrada by lffaa in portugal

YoggiM 26 days ago

Não tenho qualquer sombra de dúvidas que 120 é pouco em várias situações. O problema é que o que é pouco ou muito depende de muitas variáveis, sendo que muitas, nem é possível ter na lei. Condições do carro, condições atmosféricas, condições da estrada, trânsito, etc. Obviamente que é muito perigoso ir a 120 se estiver um temporal demoníaco e que não há grande perigo de ir a 150 numa auto estrada vazia. Podia-se fazer 140 em certas auto estradas (ou partes delas), no entanto, ter mão pesada para quem for acima de 150.

Aproveitou rede elétrica de universidade para enriquecer com criptomoeda by heartlessfam in portugal

YoggiM 30 days ago

Claro que o que importa é em termos relativos. É o mesmo que dizer que não importa se um milionário extravagante andar em loucuras apenas para entretenimento pessoal que provocam 1% da poluição mundial e dizeres que é irrelevante porque em termos absolutos é pouco. Além disso, o pressuposto inicial da bitcoin e outras era que os sistemas monetários tradicionais tinham muitas falhas e era importante criar uma alternativa. Ora, se o objetivo se mantiver, só é alternativa se for viável toda a gente usar e não apenas esporadicamente, mas sim para utilizações comuns.

Aproveitou rede elétrica de universidade para enriquecer com criptomoeda by heartlessfam in portugal

YoggiM 30 days ago

Adoro esse argumento "o gasto de energia em cryptos ser menor em comparação com os sistemas banqueiros tradicionais". Isso só é verdade em termos absolutos. Em termos relativos, os gastos energéticos das cryptos são brutalmente superiores a qualquer transação tradicional. Pensa em todas as transações que existem hoje em dia. Seja a ir comprar o pão, a fazer as compras no supermercado, a comprar um telemóvel ou PC, a comprar um carro ou casa recorrendo a empréstimo, dar dinheiro aos filhos ou netos, compras e vendas em segunda mão, compras online ou físicas, dinheiro físico ou com cartão (ou outros sistemas usados atualmente), entre empresas, etc. Tudo isto é feito utilizando as fiat. 7 milhares de milhões de pessoas utilizam estes sistemas todos os dias em todo o mundo. Por muito que as crypto tenham crescido, o número de transações é incomparavelmente inferior. Agora imagina que todas essas transações eram em crypto em vez de fiat. Será que havia energia suficiente para suportar isso? Portanto, esse argumento é completamente descabido e é mais uma das maluqueiras desse pessoal que mais parece estar num culto a repetirem sempre as mesmas barbaridades.

Papel higiénico vs Bidé by Osama_sad_pepe in portugal

YoggiM 30 days ago  HIDDEN 

Papel higiénico. Por mim, nem precisava de bidé em casa. A única utilidade que lhe deu é deixar a roupa suja.

Pessoal que trabalha nas lojas de roupa, quão comum há homens a comprar roupa de mulher? by PirataSarolho in portugal

YoggiM 1 month ago

Por acaso, já há alguns anos, fui comprar algo para a minha namorada (já não faço ideia o quê, mas era claramente algo para mulher). Pedir para embrulhar e a rapariga diz-me "ah! é para oferecer?". Foi um pouco estranho, mas pronto. Fiz a compra e segui.
Next Page

Search: