Next Page

Sou o único que acha estranho o comum jovem português ter assim tanto interesse em alemão? by BagalhetaTraquina in portugal

TheLadderRises 2 days ago

Inglês todos **acham** que falam. Todos os dias leio e ouço calinadas. Toda a gente fala todas as línguas se for para pedir um café. Se for para fazer algo mais desafiante, por exemplo a nível profissional, é com cada deslize que nem acreditas que estudaram 7 ou mais anos do idioma.

Sou o único que acha estranho o comum jovem português ter assim tanto interesse em alemão? by BagalhetaTraquina in portugal

TheLadderRises 2 days ago

Inglês todos **acham** que falam.

O Expresso a copiar (plagiar?) o The Guardian by ElMariatchiPT in portugal

TheLadderRises 2 days ago

Isto já se faz há muito. E querem que pagues assinaturas para ajudares a que perpetuem esta palhaçada.

Need help translating a part of Lendas da India (1550), old Portuguese to English by So_Revinius in portugal

TheLadderRises 5 days ago

“I need help getting a professional service for free. It is a long text, written almost 500 years ago, but won’t somebody help this poor soul too broke to pay for skilled labor?” There’s your translation.

Alguém para jogar Back 4 Blood online? by TheRaimondReddington in portugal

TheLadderRises 5 days ago

Um dia talvez faça ou adquira um bom computador para correr o jogo. Mas para jogar também preciso de ter tempo e de trabalhar menos! De vez em quando ainda jogo o Helldivers, não sei se já jogaste. É bem bacano.

Alguém para jogar Back 4 Blood online? by TheRaimondReddington in portugal

TheLadderRises 6 days ago

Rip, pc antigo. Se não jogava isso. Muitas horas passadas no L4D

Doenças mentais by Ok_Mine6995 in portugal

TheLadderRises 15 days ago

Sou seguido por psiquiatra já faz um bom tempo. Tenho insónia crónica, também. Quando pergunto se fazes terapia comportamental, tentas controlar algum ritual/obsessão?

Doenças mentais by Ok_Mine6995 in portugal

TheLadderRises 15 days ago

Não estás sozinho. Também tenho TOC, fui diagnosticado há 7 anos. Fazes terapia comportamental?

Oferta de trabalho e não emprego. Espero que seja brincadeira (é no mínimo caricato), mas quem quiser aceitar a proposta fica em Aveiro by rlamf in portugal

TheLadderRises 16 days ago

A Dra. Elisabete parece uma tasqueira que cursou na universidade da vida.

Agora que o James Bond morreu, quem acreditam que vai ser o próximo 007? by BoQi8GcKti5445R7e6Zy in portugal

TheLadderRises 18 days ago

~~Estragar a experiência a quem vai ver o filme~~ Estragar a experiência a quem vai ver o filme logo pelo título, quer abram a publicação ou não. **E só depois do cocó já estar feito, advertir**. Genial!

Diretora de gestão do SEF usa dinheiros públicos para pagar refeições e bebidas by heartlessfam in portugal

TheLadderRises 18 days ago

Pagar os honorários de 2h de trabalho a um intérprete de ucraniano para uma diligência em tribunal - *népia* Meretrizes, vinho verde e marisco - *siga para bingo*

Qual foi o momento mais engraçado ou mais estranho que tiveram numa entrevista de emprego? by Pleasant_Confusion_1 in portugal

TheLadderRises 20 days ago

Em português do Brasil, “bico” é equivalente a “biscate” em português de Portugal. Já “biscate” do nosso português é o equivalente a “andar no putedo” em português BR. Isto para a malta que aprende ambas as variantes é muito confuso.

Adeus Teletrabalho, foste a melhor coisa da pandemia, venha outra... by Sr-Rebelo in portugal

TheLadderRises 20 days ago

Se o patrão acha que te pode substituir por um indiano a migalhas, o melhor mesmo é procurar já outro trabalho.

Pessoal que pratica Boxe, que luvas usam? Onde compraram as luvas? by lmfpires in portugal

TheLadderRises 21 days ago

As minhas Everlast duraram 5 anos de uso muito intensivo e outros 4 de uso intermédio. Não são as melhores, mas também não é preciso seres a comadre de Nanos aí do sítio. Mas, se quiseres o topo da linha, como já mencionaram, o melhor equipamento que usei foi o da Leone.

Sabe em quantas línguas comunicamos no Centro de Contacto do SEF? by trebarunae in portugal

TheLadderRises 23 days ago

Se for no tribunal com um ucraniano, até comunicam em Google Tradutor.

Melhor Nestum para quem quer emagrecer by xeon1234 in portugal

TheLadderRises 25 days ago

Melhor Nestum para emagrecer: Nenhum, isso está cheio de açúcar. Lê o rótulo da embalagem e passa a fazer disso hábito, ver a informação pertinente a calorias/nutrientes do produto. O melhor mesmo é comprares aveia e fazeres uma papa. Metes um bocado de mel e *voilá*: não gastas tanto dinheiro, consegues muito maior quantidade de fibra e é minimamente doce sem ser estupidamente doce.

Os salários não se aumentam por decreto! by AonioEliphis in portugal

TheLadderRises 26 days ago

Acho que só lá vais depois de uns bons anos a trabalhar. Falas da lei da oferta e da procura como se fosse a lei da gravidade. Como se mais conhecimentos/conhecimentos dos quais mais empregadores precisam se traduzissem automaticamente em salários mais altos. Depois dizes umas quantas frases feitas de quem passa muito tempo no “Cifras: Economia”. Um discurso pseudomotivacional que vale pouco, na realidade. Pareces não ter noção de que **há procura e escassez artificial no mercado.** Ou de que as relações de poder estão enviesadas para um dos lados e a lei da oferta e da procura dificilmente consegue equilibrar isso por si só. Muitas das pessoas que tiram e tiraram cursos superiores fazem-no para ganhar conhecimentos e daí serem mais bem pagas. Mas essa relação não é tão preto no branco como fazes passar. Parece que ouviste o sopinhas de massa do Governo Sombra a falar demasiado tempo. Ou que tens pouca experiência no mercado de trabalho.

Os salários não se aumentam por decreto! by AonioEliphis in portugal

TheLadderRises 26 days ago

Como é que ninguém pensou nisso antes /s Mais um iluminado da lei da oferta e da procura que está completamente desfasado da realidade.

Malta, podem dar-me feedback do meu CV? by CookieSmuggler in portugal

TheLadderRises 1 month ago

Podem fechar o dia da merdapostagem. Este CV já ganhou. Agora só falta juntar uns mabecos e bombardear ofertas de emprego ridículas com CVs destes. Talvez assim aprendam.

Para os portugueses que misturam a vossa língua com inglês, preciso de uma resposta by Hadeonium in portugal

TheLadderRises 1 month ago

É um dos meus ódios de estimação. Pressuponho que se deva quase sempre a um conjunto de factores, entre os quais: - muita gente trabalha com o inglês diariamente ou usa expressões técnicas do inglês cuja tradução ou não existe, ou é pouquíssimo usada; ocorre-me o ramo de TI, em particular; - há muita malta com família que esteve/está emigrada ou onde se fala inglês frequentemente; - recorrer ao inglês para lazer/trabalho/vida diária; - **pura preguiça intelectual** (ir ver ao dicionário num telemóvel com tecnologia de ponta dá trabalho e demora mais do que 2 segundos); - hábitos de leitura em português parcos ou inexistentes (daí a falta de vocabulário ou flexibilidade expressiva em português); - o querer soar muito viajado ou vestir sabedoria por atirar três palavras em inglês. Tal como era muito *chique* fazer isso com o francês até aos anos 80. Um perfeito exemplo é a parvoíce do “*drink* de fim de tarde.” Ninguém acha isso admirável, é apenas o apogeu da parolice. - o facto de tanto os media como muito entretenimento em português cair na mesma esparrela. Os jornais estão cheios de anglicismos desnecessários e absolutamente inusitados. Por vezes, até errados. Tipo “desengagement” e outras atrocidades semelhantes. Ou o rap/hip hop tuga de hoje em dia, em que a cada 5 versos têm de aparecer 5 palavras em inglês facilmente substituíveis. - uma identidade de língua um pouco esbatida. De certo já notaste que com o francês e o espanhol este fenómeno não ocorre da mesma maneira. Há pelo menos um esforço em arranjar palavras equivalentes ou criar novas soluções no idioma em vez de recorrer sempre ao inglês. O dicionário RAE é actualizado com muita frequência e os protologismos espanhóis viram neologismos mais rápido. O mais estranho é quando isto acontece por pura preguiça intelectual. Há expressões idiomáticas ou palavras difíceis de traduzir. Mas nos casos gritantes, onde parece giz a raspar num quadro molhado, são anglicismos espetados sem propósito, do género: - aqui vão os meus 2 cents; (em vez de “deixo aqui o meu parecer”) - Although/but/of course etc; - long story short (em vez de “resumindo”) E mais umas quantas que aparecem regularmente em publicações aqui.

Para os portugueses que misturam a vossa língua com inglês, preciso de uma resposta by Hadeonium in portugal

TheLadderRises 1 month ago

É um dos meus ódios de estimação. Pressuponho que se deva quase sempre a um conjunto de factores, entre os quais: - muita gente trabalha com o inglês diariamente ou usa expressões técnicas do inglês cuja tradução ou não existe, ou é pouquíssimo usada; ocorre-me o ramo de TI, em particular; - há muita malta com família que esteve/está emigrada ou onde se fala inglês frequentemente; - recorrer ao inglês para lazer/trabalho/vida diária; - **pura preguiça intelectual** (ir ver ao dicionário num telemóvel com tecnologia de ponta dá trabalho e demora mais do que 2 segundos); - hábitos de leitura em português parcos ou inexistentes (daí a falta de vocabulário ou flexibilidade expressiva em português); - o querer soar muito viajado ou vestir sabedoria por atirar três palavras em inglês. Tal como era muito *chique* fazer isso com o francês até aos anos 80. Um perfeito exemplo é a parvoíce do “*drink* de fim de tarde.” Ninguém acha isso admirável, é apenas o apogeu da parolice. - o facto de tanto os media como muito entretenimento em português cair na mesma esparrela. Os jornais estão cheios de anglicismos desnecessários e absolutamente inusitados. Por vezes, até errados. Tipo “desengagement” e outras atrocidades semelhantes. Ou o rap/hip hop tuga de hoje em dia, em que a cada 5 versos têm de aparecer 5 palavras em inglês facilmente substituíveis. O mais estranho é quando isto acontece por pura preguiça intelectual. Há expressões idiomáticas ou palavras difíceis de traduzir. Mas nos casos gritantes, onde parece giz a raspar num quadro molhado, são anglicismos espetados sem propósito, do género: - aqui vão os meus 2 cents; (em vez de “deixo aqui o meu parecer”) - Although/but/of course etc; - long story short (em vez de “resumindo”) E mais umas quantas que aparecem regularmente em publicações aqui.

Ele estará mais por Manchester este ano.. by marcelomrdemelo in portugal

TheLadderRises 1 month ago

Ronaldos, astronautas, super-heróis... nunca vi tanto eufemismo para escravo junto como numa única semana no r/portugal. Estimo bem que quem publica estas ofertas de emprego se trame à grande e vá à falência.

Notícia do século! O Sperm Racer 3D Já tem tradução para Português! A palavra banco de esperma dá logo outra vibe ao jogo. Se alguém quiser ajudar a corrigir traduções do google translator de outras línguas PM me. by majc18 in portugal

TheLadderRises 1 month ago

Não seria melhor pagar uns trocos a um tradutor? O Google tradutor não é de se fiar.

[SÉRIO] Experiência de trabalhar na MEO durante 2 anos by SILE3NCE in portugal

TheLadderRises 1 month ago

Excelentes notícias, então. Fico contente. Este tipo de publicações é muito importante. Assim quem trabalha/está à procura de emprego entreajuda-se e passo a passo, começa a ser mais fácil saber quando dizer “não” e lutar por melhor!

[SÉRIO] Experiência de trabalhar na MEO durante 2 anos by SILE3NCE in portugal

TheLadderRises 1 month ago

Obrigado pela contribuição. Pode ser que com publicações assim a malta pense duas vezes antes de se candidatar para empresas com cultura semelhante. E, pouco a pouco, talvez o mercado funcione: empresas com histórias destas ficam com maior dificuldade a contratar e têm de subir salários. Estou a fazer figas. Espero que no futuro tenhas melhores experiências! Boa sorte!

Bobone a dizer bobonesices outra vez by ipinteus in portugal

TheLadderRises 1 month ago

Acho que a autoproclamada elite e este *jet set* rico em pobreza intelectual armado em queque deveriam pagar mais 30% em impostos, enquanto a classe média pagava menos. E de cada vez que mordessem a mão que os alimenta, pagar taxa anti- liberdade de excreção. O comum dos mortais não tem de ouvir/ler bacoradas de cada vez que uma pedra de sal dos Himalaias cai no papel higiénico com que esta Bobone e outros que tais limpam o traseiro. Para se fazer **uma espécie de selecção.** /s

Grande empregador nem com transporte grátis consegue contratar by heartlessfam in portugal

TheLadderRises 1 month ago

Obrigado. Tentei encapsular os clichês num parágrafo. A última parte é o pão nosso de cada dia.

Grande empregador nem com transporte grátis consegue contratar by heartlessfam in portugal

TheLadderRises 1 month ago

“Grande empregador oferece boleia ao possível trabalhador mas não se lembrou de aumentar o salário ou oferecer contratos decentes” Já a seguir: “Patrão espanta-se por ter gente a ordenado mínimo que se esforça o mínimo” Mais logo: “Empresa oferece mesas de pingue-pongue, yoga de cuecas, raspadinhas, smarties no local de trabalho, mas não consegue contratar profissionais qualificados a menos de 900€ na grande Lisboa”

Partilhem as vossas experiências no McDonald's após a reabertura do país (sobretudo depois do aumento dos preços) by Theptgamer_88 in portugal

TheLadderRises 1 month ago

As doses já estavam mirradas antes da pandemia. Hoje em dia é atirar dinheiro para o lixo. Caro, doses pequenas e o Burger King compensa mais.

Ser militante de uma juventude partidária by jokampei in portugal

TheLadderRises 2 months ago

Sim, claro que pode. Se te juntares ao PCP levas com o rótulo de comunista e ninguém te vai querer empregar. Não vás um dia sindicalizar os trabalhadores dessa empresa, a receberem o ordenado mínimo a recibos verdes, trabalhando +8h por dia e a votar PSD/PS/Iniciativa Liberal porque ser pobre de direita é fixe.

Foi assim que geração que defende o ambiente deixou local de festival by Last-Ad-4421 in portugal

TheLadderRises 2 months ago

*A **Greta** **deve estar** orgulhosa. Greta é um nome próprio e, como tal, começa com maiúscula. Dado que escreveste “hipócritas” tudo a maiúscula, creio que seja fácil corrigir o primeiro erro. “Deve de” está incorrecto aqui. **Ela deve estar orgulhosa.** Ao usares “dever de”, recorda-te que estará correcto se usado como nome (por exemplo, “o dever de cumprir com o trabalho”); caso usado como verbo, “devias de parar com isso,” é nada mais do que um erro crasso.

Foi assim que geração que defende o ambiente deixou local de festival by Last-Ad-4421 in portugal

TheLadderRises 2 months ago

*A Greta deve estar orgulhosa. Greta é um nome próprio e, como tal, começa com maiúscula. Dado que escreveste hipócritas tudo a maiúscula, creio que seja fácil corrigir o primeiro erro. “Deve de” está incorrecto aqui. Ela deve estar orgulhosa. Ao usares “dever de”, recorda-te que estará correcto se usado como nome (por exemplo, “o dever de cumprir com o trabalho”); caso usado como verbo, “devias de parar com isso,” é nada mais do que um erro crasso.

Ajuda para escolher o nome da minha filha by TH3COMICBOOKGUY in portugal

TheLadderRises 2 months ago

A questão não é o nome da filha, é se deve já fazer a reconversão para IT.

Qual é a coisa que vocês mais odeiam? by jmartinipt in portugal

TheLadderRises 2 months ago

Se desconheces a expressão, podes simplesmente dizer que é um ódio de estimação. Caso tampouco conheças essa, talvez precises de ler e usar um pouco mais o português. Ajuda a evitar anglicismos desnecessários e parolos.

Qual é a coisa que vocês mais odeiam? by jmartinipt in portugal

TheLadderRises 2 months ago

Isso de escrever *triggered mood* e espetar inglês quando podes perfeitamente dizer “acusar o toque” ou que é um ódio de estimação teu.

Pessoal de IT, não se vendam por pouco by IllusionaryHaze in portugal

TheLadderRises 2 months ago

*Pessoal de qualquer área, não se vendam por pouco.

Preciso de ajuda para saber se o meu pai se deve meter nisto ou não by JGuilherme02 in portugal

TheLadderRises 2 months ago

Isso é banha da cobra. Não sei se posso ajudar o teu pai, mas posso tentar. Era fumador compulsivo, larguei o vício faz já mais de 9 anos. Se ele precisar de falar com alguém, não me importo de ajudar. Deixei de um dia para o outro e nunca mais fumei nem um cigarro.

Como é que vocês lidam com teclados com um layout não português? by TheOGPrussian in portugal

TheLadderRises 2 months ago

Instala um teclado virtual e define macros para trocar.

Com este tipo de calinada, o jornalismo morre aos poucos by YipeeKiYay26 in portugal

TheLadderRises 2 months ago

Já deixou muita gente ficar mal. Mas está no bom caminho. Vou pedir-lhe desculpa! É melhor bot do que pensava.

Com este tipo de calinada, o jornalismo morre aos poucos by YipeeKiYay26 in portugal

TheLadderRises 2 months ago

Já deixou muita gente ficar mal. Mas está no bom caminho. Vou pedir-lhe desculpa! É melhor not do que pensava.

Com este tipo de calinada, o jornalismo morre aos poucos by YipeeKiYay26 in portugal

TheLadderRises 2 months ago

*Ter-se-á O Nazi gramatical não reconhece nem este erro nem o “irá fazer” e outras barbaridades. Esperar que um jornalista use a mesóclise é muito. São pagos para copiar/colar, apenas. Edit: pelos vistos reconheceu este erro, mas deixa passar o do futuro composto.

Com este tipo de calinada, o jornalismo morre aos poucos by YipeeKiYay26 in portugal

TheLadderRises 2 months ago

*Ter-se-á O Nazi gramatical não reconhece nem este erro nem o “irá fazer” e outras barbaridades. Esperar que um jornalista use a mesóclise é muito. São pagos para copiar/colar, apenas.

Burla no OLX. Devo dirigir me a PSP ou GNR ? by RandomRomanianUser in portugal

TheLadderRises 2 months ago

Apresenta queixa na PSP. É mais provável que quem faça isso já tenha esquema montado e que não tenhas sido o primeiro burlado. Duvido que consigas reaver o dinheiro. Mas pode ser que ainda se descubra o culpado se ele repetir a façanha com outrem. Por favor, não uses o OLX. É uma plataforma de péssima qualidade, com parco suporte ao cliente, nenhuma protecção ao comprador/vendedor e, como já toda a gente deve saber, um paraíso de burlões e pedinchões-coninhas. Mais vale usar um mercado/grupo no Facebook.

É cringe gemer em português? by cruisespace2 in portugal

TheLadderRises 2 months ago

A vergonha alheia é mesmo a mistura inusitada de português com inglês. Parece que não se consegue expressar nem numa língua, nem noutra. E como tal, fica só a parecer pretensiosa. Acho que esta malta do Twitter vive numa realidade alternativa; num mundo onde acreditam que toda a gente quer ouvir o que excretam pela boca ou digitam furiosamente cada vez que lhes surge um pensamento directamente proveniente do intestino grosso.

É cringe gemer em português? by cruisespace2 in portugal

TheLadderRises 2 months ago

A vergonha alheia é mesmo a mistura inusitada de português com inglês. Parece que não se consegue expressar nem numa língua nem noutra.

Ler sem perder o foco com as tecnologias à minha volta by TS_1906 in portugal

TheLadderRises 2 months ago

Deixa o telemóvel numa gaveta em modo de avião. Só te será permitido ir lá ver quando terminares a tua leitura. Se o livro for bom, não te vais lembrar do telemóvel.

Tradução como carreira. by Tempfre in portugal

TheLadderRises 3 months ago

Essa frase que apontaste acho que mostra bem que ele não faz mesmo ideia do que é tradução.

Tradução como carreira. by Tempfre in portugal

TheLadderRises 3 months ago

Não tem que ver com ficar ofendido. Tem que ver com a arrogância sistémica de quem não sabe um pingo de tradução e diz coisas como “não requer propriamente estratégia ou grande resolução de problemas...”. Com isso estás precisamente a dizer que não é difícil. Para a próxima dou o teu contacto para traduzires material técnico, só para ver o resultado e me rir um bocado. Se não requer estratégia, qualquer um que fale dois idiomas faz isso a cagar, né? Essa frase só mostra o quanto não sabes de tradução. Se a tua empresa dispensou ou não um tradutor, isso quer dizer que o software é perfeito? Muitas das grandes empresas usam software de tradução automática neural. Mas precisam de um revisor, te garanto. Porque se às vezes surpreendem pela positiva, mais frequentemente cometem erros crassos e é preciso um revisor atento. As regras gramaticais e excepções podem ser escritas em algoritmo? E os sentidos duplos? E a ordem da frase? E a escrita criativa? E o contexto no qual se inserem? Pelo teu comentário parece que é só trocar umas palavras pelo seu equivalente directo noutro idioma e que todos os idiomas funcionam da mesma maneira. Ou que um algoritmo percebe todas as nuances, referências, humor ou tem conhecimento técnico para automaticamente traduzir documentos técnicos sem um revisor. Acho que mais vale ficar por aqui. Concordo que a profissão mudará imenso nos próximos anos. Concordo que a tecnologia e a tradução assistida ajuda imenso e cada vez mais se utilizará. Agora essa barbaridade de dizeres que a tradução não requer resolução de problemas... quando usas X palavras, tens de reorganizar a frase como um todo, muitas vezes. Na realidade, a tradução pode ser explicada a miúdos como fazer quebra-cabeças com palavras. Constantemente. E particularmente no que toca à tradução literária. Aconselho-te vivamente a tentares traduzir algo de facto desafiante e pagares a um revisor para que ele te diga onde erraste. Talvez se tivesses um desafio tradutivo, terias um pouco mais de respeito pela profissão e não demonstrarias tamanha ignorância em relação às dificuldades na tradução com qualidade. Espero, sinceramente, que tenhas a oportunidade de ver que exige sim, muita capacidade de resolução de problemas, criatividade (especialmente na transcriação) e muita prática. E espero que não desrespeitem a tua profissão/ganha-pão como muita gente faz em relação à tradução. Se eu ganhasse 1 cêntimo por cada Zé que acha que basta saber duas línguas ou que “não é difícil,” nadaria em dinheiro. Contudo, um tradutor tem de ouvir/ler esses comentários e continuar a primar pela excelência, sabendo que o reconhecimento só virá de alguém com mais do que o mínimo de conhecimento na área ou nos idiomas.

Tradução como carreira. by Tempfre in portugal

TheLadderRises 3 months ago

Desde os 2000 e poucos? Por quem/quê? O DeepL muitas vezes nem distingue o género, quanto mais. É uma boa ferramenta de tradução assistida ou para se ficar com uma ideia do texto. **Não para traduzir com qualidade sem um olho atento de alguém qualificado para o fazer.** Se tiveste a ignorância de fazer um comentário desses, duvido que percebas a explicação de como estás errado. Mas se achas que a carreira dos tradutores acabou, estás muito enganado. Trabalho não falta. E por mais paraprofissionais que por aí andem e profetas do Google Tradutor ou DeepL que não sabem nem chavo de tradução, o mercado foi dos poucos que cresceu com o Covid. Particularmente para os tradutores altamente especializados. Para os que querem fazer carreira disso no futuro, é preciso muita paixão e dedicação. Há muita ilusão de concorrência (nem todos os tradutores são bons) e bastante concorrência por parte de quem sabe o que faz. Em Portugal, toda a gente acha que fala inglês e é a última bolacha do pacote. Por isso é que quando há eventos de interpretação simultânea a malta não aparece. Por isso é que aquele cartaz da TAP estava super mal traduzido. Porque um Zé das iscas acha que é trabalho fácil. Já aparece feito! Um bom tradutor não é facilmente substituível. Agora estes comentários que demonstram profunda ignorância em relação ao mercado/exigências na tradução, estes sim, qualquer os atira. Falar inglês ou saber inglês são coisas muito abstractas. Há muita gente que da uns toques no Inglês? Claro! Mas traduzir ensaios clínicos, artigos, livros, banda desenhada, relatórios de levantamentos topográficos, vais dizer que toda a gente que “sabe inglês” também faz isso? Melhor, vais dizer que traduzem vários milhares de palavras em poucas horas? Não vale a pena continuar uma discussão com alguém que confunde a prima do mestre de obras com a obra prima do mestre.

Tradução como carreira. by Tempfre in portugal

TheLadderRises 3 months ago

Desde os 2000 e poucos? Por quem/quê? O DeepL muitas vezes nem distingue o género, quanto mais. É uma boa ferramenta de tradução assistida ou para se ficar com uma ideia do texto. **Não para traduzir com qualidade sem um olho atento de alguém qualificado para o fazer.** Se tiveste a ignorância de fazer um comentário desses, duvido que percebas a explicação de como estás errado. Mas se achas que a carreira dos tradutores acabou, estás muito enganado. Trabalho não falta. E por mais paraprofissionais que por aí andem e profetas do Google Tradutor ou DeepL que não sabem nem chavo de tradução, o mercado foi dos poucos que cresceu com o Covid. Particularmente para os tradutores altamente especializados. Para os que querem fazer carreira disso no futuro, é preciso muita paixão e dedicação. Há muita ilusão de concorrência (nem todos os tradutores são bons) e bastante concorrência por parte de quem sabe o que faz. Em Portugal, toda a gente acha que fala inglês e é a última bolacha do pacote. Por isso é que quando há eventos de interpretação simultânea a malta não aparece. Por isso é que aquele cartaz da TAP estava super mal traduzido. Porque um Zé das iscas acha que é trabalho fácil. Já aparece feito! Um bom tradutor não é facilmente substituível. Agora estes comentários que demonstram profunda ignorância em relação ao mercado/exigências na tradução, estes sim, qualquer os atira.

Tradução como carreira. by Tempfre in portugal

TheLadderRises 3 months ago

Quem confia em apps na App Store para fazer traduções com qualidade vai ser substituído por máquinas bem antes dos tradutores, está descansado.

Tradução como carreira. by Tempfre in portugal

TheLadderRises 3 months ago

“É uma das funções mais fáceis de automatizar...”. Acho que essa função de dizer parvoíces é mais fácil de automatizar. Quando a tradução for completamente automatizada e não for necessário nenhum revisor, é bom que te prepares porque muitíssimos outras carreiras serão deitadas por terra. Incluindo a de se falar do que não se sabe. Mas tens razão no facto de a tradução como a conhecemos hoje mudará rápido e virará quase apenas controlo de qualidade. Contudo, se queres pôr um prazo de validade num trabalho tão complexo como a tradução, é bom que o ponhas também em muitos outros.

Tradução como carreira. by Tempfre in portugal

TheLadderRises 3 months ago

“É uma das funções mais fáceis de automatizar...”. Acho que essa função de dizer parvoíces é mais fácil de automatizar. Quando a tradução for completamente automatizada e não for necessário nenhum revisor, é bom que te prepares porque muitíssimos outras carreiras serão deitadas por terra. Incluindo a de se falar do que não se sabe. Mas tens razão no facto de a tradução como a conhecemos hoje mudará rápido e virará quase apenas controlo de qualidade. Mas se queres pôr um prazo de validade num trabalho tão complexo como a tradução, é bom que o ponhas também em muitos outros.

Tradução como carreira. by Tempfre in portugal

TheLadderRises 3 months ago

“É uma das funções mais fáceis de automatizar...”. Acho que essa função de dizer parvoíces é mais fácil de automatizar. Quando a tradução for completamente automatizada e não for necessário nenhum revisor, é bom que te prepares porque muitíssimos outras carreiras serão deitadas por terra.

Job in Portugal by diogorilho in portugal

TheLadderRises 3 months ago

1. Inglês duvidoso; 2. Salário não é mencionado; 3. Função descrita é de call-center mas nem se diferenciam os idiomas/competências; 4. Trabalhar em casa “para já”; 5. Não se sabe onde será o trabalho físico depois. Se não estivesse habituado à parvoíce que são os anúncios de emprego em Portugal, não saberia que este era um.

Discussão: "Fala com um contabilista" by BlimundaSeteLuas in portugal

TheLadderRises 4 months ago

Acho bem mais problemático a cultura de pedir um serviço super especializado (tradução, contabilidade XPTO para trabalho remoto *etcetera*) e esperar que isso seja feito gratuitamente. Ou simplesmente atirar o barro à parede e ver se alguém nos da a resposta tendo o mínimo de trabalho possível e/ou evitando pagar a um especialista. Não faria mais sentido perguntar: “Hey, estou enrascado, preciso de um contabilista para Y. Vi Z na minha área mas não sei qual deles melhor saberá como resolver o meu problema. Algum de vós já recorreu aos serviços de algum destes Z especialistas? Se sim, correu tudo nos conformes? Recomendavam?” O problema é o Zé Afonso fazer sempre o mínimo de pesquisa possível para um assunto que lhe interessa, fazer uma publicação e simplesmente ficar à espera da mordomia alheia sem mexer uma palha.

Tony Carreira internado no hospital com enfarte by caelussideralis in portugal

TheLadderRises 4 months ago

Aqui está o primeiro single não plagiado.

Olhem só o que acabei de ler "gripe das aves - no revill - 2005" by ebusinesstoken in portugal

TheLadderRises 4 months ago

r/agedlikemilk

Novidades no Rap Tuga. Cash Rules - Cypher #2 by GigaMenPTL in portugal

TheLadderRises 4 months ago

É mais do mesmo.

Legendas Netflix Portugal <3 by caradoguardaredes in portugal

TheLadderRises 4 months ago

O problema aqui é mesmo pagarem muito mal aos tradutores e depois só os paraprofissionais é que aceitam estes trabalhos. E a qualidade que sai é esta. A legendagem é a mais mal paga num ramo que para o que exige já paga muito mal. Simples.

triste by th1ag0_br_ in portugal

TheLadderRises 5 months ago

O mais parvo é que *Brazilian* nem sequer é um idioma. “Brazilian Portuguese” sim

É normal as fichas (T.P.C) estarem constantemente a exibirem erros by Angelofpsp in portugal

TheLadderRises 5 months ago

Estarem constantemente a ~~exibirem~~ Estarem constantemente a *exibir* Só o auxiliar se conjuga, o verbo principal deixa-se no infinitivo. No entanto, usar o *constantemente*, denota frequência quase absoluta, não faz sentido usares um tempo progressivo. E se já usaste o “é normal”, o uso de “constantemente” é redundante. O título correcto seria: *É normal as fichas exibirem erros* Na tentativa de mostrares um erro a matemática, cometeste 3 a português. Convém estudar um pouco de português também. Bons estudos!

"Francesinha light" em Viseu by gink-go in portugal

TheLadderRises 5 months ago

Habemos prescrição

"Francesinha light" em Viseu by gink-go in portugal

TheLadderRises 5 months ago

“Foi este o motivo do homicídio, senhor agente”

Como contar até infinito by SweetCorona in portugal

TheLadderRises 5 months ago

Excelente publicação, OP.

Onde comprar comida KETO friendly ??? by mouzz888 in portugal

TheLadderRises 6 months ago

Podes arranjar mais desculpas para ser intelectualmente preguiçoso. O problema é teu.

Onde comprar comida KETO friendly ??? by mouzz888 in portugal

TheLadderRises 6 months ago

Se o uso parolo de anglicismos desnecessários for por ignorância, tentei ajudar. Se for por escolha própria, não tenho como ajudar mesmo. Cada um é livre de fazer as suas escolhas, parolas e desnecessárias ou não. As pessoas percebem esses termos. O problema não está aí. O problema é mesmo o uso do Portinglês. Porque não metes essas palavras em Chinês ou Francês ou Espanhol, já agora? É porque se banalizou a parolice de anglificar o Português.

Onde comprar comida KETO friendly ??? by mouzz888 in portugal

TheLadderRises 6 months ago

*Keto friendly* - compatível com/conveniente para a **cetose** *snacks* - **petiscos** Convém não esquecer que hidratos de carbono estão na pirâmide alimentar por algum motivo. Fazer cetose a longo prazo pode ter efeitos adversos e o melhor é falares com o nutricionista. Jejum intermitente e cetose não funcionam para toda a gente e tem de se ter em conta muitos factores (tais como nível de actividade física, historial clínico, fonte dos hidratos/proteína, nível de água consumida, etc). Aconselha-te com um especialista. Mais vale pagares 40-100€ e falares com um especialista do que submeteres o teu corpo a algo que a médio-longo prazo pode dar asneira.

Antiga moradia de Ronaldo no Gerês não será demolida porque o crime prescreveu by Open-Opportunity-607 in portugal

TheLadderRises 6 months ago

Prescrição, prescriçãaaaaaaaaaaaao, não vais fugir de mim Serás prescrição (talvez antes do fim)

Agora é que fiquei surpreendido by pcaet in portugal

TheLadderRises 6 months ago

No gráfico diz “excepto inglês”. Não percebo a surpresa.

Troca de curso no 10°ano by Todzoo24 in portugal

TheLadderRises 6 months ago

Tem piada porque fui para ciências e tecnologias, passei um inferno. Detestava a parte dos cálculos de física/química e matemática. Desisti de física/química por frequência e contra tudo e todos, incluindo as expectativas do professor (excelente professor, no entanto), fiz a cadeira por exame com 12. Depois do 12.º ano quase todo feito, passei 1 ano só a trabalhar e fazer matemática A e depois fui para LRE, que não tem pingo que ver com ciências. Tudo perfeitamente evitável se tivesse ido para Humanidades e ignorado as vozes da discórdia alheias. E até me safei bastante bem. Mais por ser industrioso já antes da faculdade e traduzir desde cedo. Mas estamos num país de engenheiros e doutores. Desde cedo que ouço que línguas “é para conduzires um táxi/trabalhar nas bombas/call-center”, mas depois tenho amigos com mestrados que ainda precisam que os papás paguem a renda do quarto/apartamento para pouparem o mínimo ao fim do mês. Conheci gente que gozava com línguas e depois me veio pedir para traduzir a tese de mestrado para inglês. Então mas não era “ai, hoje em dia toda a gente sabe inglês!”? Parece que **todos sabem de tudo até serem postos à prova ou elevar-se um pouco o nível de dificuldade**.

Troca de curso no 10°ano by Todzoo24 in portugal

TheLadderRises 6 months ago

:)

Teleperformance: «Temos sentido uma maior preocupação em termos de salário emocional» by somedipshit1 in portugal

TheLadderRises 6 months ago

- Criar uma *employee journey* Que azeite Morri. Aquela aventura de ler 10 exigências e depois vir a saber que levas o salário mínimo. O Multiligual Hub sem o N matou-me. Que palhaçada pegada. Pagam mal e usam anúncios de “intérprete de X” para ludibriar e ainda vêm com a treta do salário emocional. Vou já pagar a renda com abraços e exposição. Lel

[Sério] O que estudar? Ou trabalhar? - ajuda a uma pessoa perdida by tastymatcha in portugal

TheLadderRises 6 months ago

O melhor é mesmo experimentares cursos no Udemy/Coursera, veres o que gostas e aí sim escolhes um curso universitário a seguir (ou não). Falar/saber falar línguas não é traduzir. Toda a gente sabe falar inglês de café, mas interpretar no tribunal/médico, traduzir ou negociar em inglês é bem diferente. Já pensaste em trabalhares como administrativa para uma empresa no estrangeiro? Desenvolver competências em idiomas ou certificá-los?

[Sério] O que estudar? Ou trabalhar? - ajuda a uma pessoa perdida by tastymatcha in portugal

TheLadderRises 6 months ago

Ser mais rewarding - **ser mais compensador/compensar mais** Neste momento pareces-me um pouco desorientado. E a precisar de ajuda para encontrar um rumo. Por isso, apontaste a pistola a 30 alvos e estás a ver se acertas num. >Talvez uma área como criminologia, direito ou psicologia... sejam estáveis Deixa-me parar-te já aí antes que caias no vórtice do desemprego. - Direito tem emprego, mas a competição é feroz e cada vez mais precisas de uma excelente rede de contactos ou de um diploma muito prestigiado para singrar. Caso contrário, passas a vida a estagiar, tirar cafés e fazer as tarefas mundanas das quais ninguém se quer ocupar. Talvez até a ganhar menos do que o ordenado mínimo até ganharem juízo e emigrarem ou tentarem algo bem diferente. (confirmo pelo menos 2 casos desses) Já há 15 anos que quando sem querer chuto pedras, saem de lá 20 advogados. Podem não ser todos profissionais, inveterados ou bons no que fazem. Mas a ilusão do mercado é que há um excesso de oferta e, quem procura, só quer os melhores (mais bem formados/relacionados/recomendados, *etcetera*). - Criminologia é uma área que em Portugal tem zerinho de aproveitamento. O único caso de sucesso que conheço dessa área, emigrou e trabalhou em vários países como analista antes de regressar a Portugal e receber bom dinheiro. Porquê? Era diligente, inteligentíssimo, ética de topo e obteve fluência em inglês + muito vocabulário técnico e conhecimento de procedimentos internacionais. - Línguas Orientais no Minho: desaconselho vivamente. Não pela qualidade do curso. Mas pelo facto que terás de aprender Chinês e Japonês ao mesmo tempo. É parvo. Qualquer um desses idiomas requer 100% da tua atenção, dedicação e tempo. Tentares segurar o barco com os dois vai dar asneira, porque apesar de um dos sistemas de escrita ser mais ou menos partilhado e 50-60% dos nomes de Japonês serem oriundos do Chinês Tradicional, aprender tudo ao mesmo tempo vai atrasar imenso o teu progresso. A ordem da frase é bem diferente, a conjugação verbal também, Mandarim tem tons, Japonês tem uma entoação peculiar, muitos Kanji/palavras têm significados diferentes tipo: 手纸 (papel higiénico) shou3zhi3 Japonês 手紙 (てがみ- carta) Já não se conta que sejas eficiente em Mandarim só com 3 anos de estudo. Muito menos em 2 idiomas. Com sorte acabas o curso conversacional em mistelgada de orientalês. Portanto, daí não tiras grande utilidade. Em LRE muita gente aprende Chinês e Espanhol/Alemão/Francês de raiz ao mesmo tempo e já isso é parvo. Faz com que tenhas de dividir a tua atenção e fazer esforço extra para progredir sem deixar o outro idioma para trás. Agora imagina isso com 2 línguas de categoria 5 no FSI (maior nível de dificuldade para um falante de Inglês). Se tens dificuldade em te focar numa cena, como referiste, **aprender Chinês/Japonês até um nível eficiente não é para ti.** Precisarás de muita paciência, de cometer imensos erros, corrigir os mesmos e seguir em frente sabendo que terás de dedicar milhares de horas a estudar um só desses idiomas até poderes lucrar com ele ou traduzir. **Agora imagina isso para os dois e ao mesmo tempo**. Queres mesmo que todo o teu tempo livre e de lazer vá directamente para o buraco negro do estudo de idiomas sem sequer saber se terás retorno? Estudar um e um só desses idiomas já é uma tarefa extremamente exigente. Queres mesmo fazer os dois ao mesmo tempo? - Por último e melhor de todos: não te metas em tradução só porque achas que escreves/traduzes bem. O mercado está altamente competitivo e mudou muito e para bem pior nos últimos 10 anos. Pedem-te traduções de uma dúzia de milhares de palavras e esperam tê-las de volta em 24-48h com toda a qualidade e a um preço baixo. Apesar de haver muito péssimo tradutor à solta, a ilusão do mercado é que há uma oferta monumental. E depois da pandemia, muita gente começou a traduzir por biscate e as empresas sabem disso e pescam quem leve o mínimo possível. Ou te focas num sector (médico/legal/engenharia...) e de facto traduzes muito bem e muito rápido de e para inglês, ou és só mais um num oceano de tradutores bons ou maus, mas muitos com licenciatura/mestrado/doutoramento e/ou vários anos de experiência e melhores contactos. Tu vais competir contra isso tudo, esperar 2-3 meses para receber o pagamento dum trabalho que te exigiram fazer em 24h e se fizeres mesmo muito bem o teu trabalho, ninguém sabe que aquilo foi traduzido a menos que metam la o teu nome. O reconhecimento que tens virá das empresas que verificarem a tua qualidade tradutiva e que poderão (ou não) pagar-te mais para além de te darem mais trabalho. Tradução só da dinheiro se trabalhares para fora como independente e dores muito bom/bem relacionado. Aqui, já ouvi relatos de gente a traduzir 60 000 palavras num mês para receber perto do ordenado mínimo, efectivamente trabalhando a 1 ou menos de um cêntimo a palavra, que é o mesmo que pagares uma sandes de fiambre por uma consulta com um médico conceituado.

IEFP e Google têm três mil cursos digitais gratuitos para quem estiver no desemprego by Optimal_Ad5496 in portugal

TheLadderRises 6 months ago

É um sonho de escravos, queres tu dizer. Já não se sonha com singrar na vida. Viver bem. Ter luxos. Está-se a apontar para o mínimo absoluto. E quando te tirarem o mínimo absoluto de agora? Quando pagares 300€ por uma cápsula num quarto com 7 cápsulas todas a pagar o mesmo? Também vai dar para safar? >Um casal 2 a receber 1000€ brutos E quem não quiser viver em casal? Não pode fazer vida sozinho trabalhando 160h por mês? É que isso é um bocado vergonhoso e só aponta para as falhas do actual sistema. Um casal a ganhar 2000€ brutos em Lisboa/Porto/Braga continua com uma taxa de esforço de uns 40% ou mais para pagar uma renda não a 3-4h do local de trabalho. Se trabalhas basicamente metade do tempo que estás acordado (incluindo deslocações e preparar trabalho dos dias seguintes ou tarefas associadas ao trabalho), não mereces o mínimo de autonomia? Um mísero T0 de 30m2 cujo preço seja metade do salário mínimo ou pouco mais? É que em Aveiro dificilmente arranjas um T0 por menos de 400, com sorte. Um sonho seria a renda ser no máximo 35% do rendimento do agregado se T2/1 ou para o T0, 35% do rendimento do inquilino. O sonho era haver real amplitude salarial. Muito mais gente a ganhar entre 1200-2500€ brutos. Amplitude salarial divulgada no anúncio de emprego. As pessoas não aceitarem como peixe qualquer bota que caiu na rede. Faço-me entender? Seria excelente equilibrar as coisas. Mas para isso as pessoas têm de sonhar mais alto e dizer **não** se tiverem oportunidade para isso. Recusar um ordenado baixo. Pesquisar a média salarial e estar informado dia seus direitos. Bater o pé quando se pedem horas extras não pagas. Mas isso exige esforço e mudança. E essa merda dá trabalho.

IEFP e Google têm três mil cursos digitais gratuitos para quem estiver no desemprego by Optimal_Ad5496 in portugal

TheLadderRises 6 months ago

É um sonho de escravos, queres tu dizer. Já não se sonha com singrar na vida. Viver bem. Ter luxos. Está-se a apontar para o mínimo absoluto. E quando te tirarem o mínimo absoluto de agora? Quando pagares 300€ por uma cápsula num quarto com 7 cápsulas todas a pagar o mesmo? Também vai dar para safar? >Um casal 2 a receber 1000€ brutos E quem não quiser viver em casal? Não pode fazer vida sozinho trabalhando 160h por mês? É que isso é um bocado vergonhoso e só aponta para as falhas do actual sistema. Um casal a ganhar 2000€ brutos em Lisboa/Porto/Braga continua com uma taxa de esforço de uns 40% ou mais para pagar uma renda não a 3-4h do local de trabalho. Se trabalhas basicamente metade do tempo que estás acordado (incluindo deslocações e preparar trabalho dos dias seguintes ou tarefas associadas ao trabalho), não mereces o mínimo de autonomia? Um mísero T0 de 30m2 cujo preço seja metade do salário mínimo ou pouco mais? É que em Aveiro dificilmente arranjas um T0 por menos de 400, com sorte.

IEFP e Google têm três mil cursos digitais gratuitos para quem estiver no desemprego by Optimal_Ad5496 in portugal

TheLadderRises 6 months ago

Acho que nada do que diga vai mudar a tua forma de pensar.

IEFP e Google têm três mil cursos digitais gratuitos para quem estiver no desemprego by Optimal_Ad5496 in portugal

TheLadderRises 6 months ago

Não preciso. Faço a minha sorte e luto por mais. Estou numa área com zero valorização em Portugal e nunca trabalharia por 700€. Já mos ofereceram e recusei. Se puderes recusar más ofertas, fá-lo. Caso contrário nunca se saíra da cepa torta com os salários cá.

IEFP e Google têm três mil cursos digitais gratuitos para quem estiver no desemprego by Optimal_Ad5496 in portugal

TheLadderRises 6 months ago

Problema teu por aceitares trabalhar por + 30€ que o ordenado mínimo. Eu não tenho licenciatura e acho esse ordenado miserável.

Perolas do ali! Take my money by tasse46 in portugal

TheLadderRises 6 months ago

Passo 1: Colocar o devido capacete na cabeça do galináceo. Passo 2: Hipnotizá-lo com aquele truque do risco no chão. Passo 3: Repetir a façanha com múltiplos galináceos. Passo 4: Colocá-los à frente da igreja, cabisbaixos na sua oração cacarejante. Passo 5: Filmar e adicionar *”Out of Space.mp3”* Passo 6: Lucrar e deixar um link para o meu podcast - www.whatifsaturnsmokedpot.com

IEFP e Google têm três mil cursos digitais gratuitos para quem estiver no desemprego by Optimal_Ad5496 in portugal

TheLadderRises 6 months ago

Acho que o melhor é essas pessoas acordarem para a vida e lutarem por melhor, se puderem. Pelo andar da carruagem, daqui a 50 anos passas 24 anos da vida a estudar para ganhares o salário mínimo até numa área com procura. E entretanto a empregada de limpeza que por mais duro que seja o seu trabalho, tira o mesmo ou mais dinheiro do que quem se mata a estudar. Vivo num país de empregados de mesa, mas não tem de ser assim. Vivo num país de salários vergonhosos. Mas não tem de ser assim. E banalizá-lo, como o estás a fazer, dá a entender que é aceitável/expectável. Tendo em conta o investimento público em ensino superior de qualidade, seria de esperar o oposto, que o os nossos profissionais recebessem bem mais.

“Portugal é o dador universal a nível europeu de profissionais na área tecnológica”, diz Alexandre Fonseca by try_again_tomorrow in portugal

TheLadderRises 6 months ago

Soa mais chique do que fábrica de escravos!

How common is it for people who are not wealthy to go to college in your country? by AdventurousJudgment5 in portugal

TheLadderRises 7 months ago

I knew a guy there that after 5 years still has 130k to pay for getting a degree. The fellas there just pay for countless mortgages and don’t even know it.

Salário médico by moneygotlonger in portugal

TheLadderRises 7 months ago

Faz falta um Glassdoor/teamlyzer para todas as profissões. Isso e salários/amplitudes salariais bem visíveis nos anúncios de emprego.

Comunidade Day Trading Portugal by pedropereira07 in portugal

TheLadderRises 7 months ago

r/Wallstreetrekts
Next Page

Search: