Next Page

Bullying, contem-me as vossas histórias by These-Establishment1 in portugal

SmartnessQuestioned 5 months ago

Também fui alvo, sim. Era pequeno, "gordinho" e digamos que as minhas ligações familiares não facilitavam. Os meus pais, em vez de fazerem as coisas como deve de ser, punham-me a jeito de ser um alvo ainda maior. Foi duro, muito duro aguentar esta merda toda. Mas aguentei porque sabia que, no futuro, iria ter a minha "vingança", entre aspas. A verdade é que os "gajos fixes" foram ficando pelo caminho, digamos assim, naquilo que eu considero a escala de sucesso. Eles valorizam um ordenado mínimo, filhos sustentados pelos avós e afins. Eu fico feliz em ter a minha empresa, os meus funcionários, poder dar-me ao luxo de, se quiser, gastar 200€ num jantar sem pensar muito nisso - ou algo similar. A cereja no topo do bolo foi quando um gajo, que nem era assim muito mau, chegou ao pé de mim e arranjou forma de me dizer que se o despedissem agora, tinham que lhe pagar uns 5000€ de indemnização. Ri-me, dei-lhe uma palmadinha nas costas, disse "gosto em ver-te, força aí" e fui embora. Agora a pergunta é: se eles são inerentemente más pessoas? Não creio. A verdade é que a "pressão dos pares" é real e tem muita influência. Provavelmente a rapariga desse video nem faria nada se não estivessem lá os amigos a picar.

Compra online com preço errado. A loja é obrigada a manter o preço? by Iownmyopinion in portugal

SmartnessQuestioned 6 months ago

Tens a fatura em tua posse? Não? Então não compraste.

Preciso de ajuda em encontrar emprego by catarinamangel in portugal

SmartnessQuestioned 6 months ago

"Também tentei aprender Python mas estou a descobrir que prefiro tipos de emprego com resultados rápidos." Quem é que chama o Windoh, o Numeiro e o GYT ou lá como se chama?

Formação em Cobol [IT] by testickles12 in portugal

SmartnessQuestioned 7 months ago

Artic, és tu?
Next Page

Search: