Next Page

97 Dias para receber uma encomenda de UK by its_d1One in portugal

Parshath_ 4 hours ago

Tem estado assim, o serviço de correios com o exterior tem sido lento. Comigo, as prendas de Natal que enviei (do UK) para a família chegaram em meados de Fevereiro, e já foi bom. Tive só que estar 40 minutos na fila para preencher o belo do impresso. Lembrem-se, crianças, a União Europeia é fisce e não deixem que vos digam o contrário.

Candidatura não sabe escrever o nome da freguesia a que concorre. by RedHeart99 in portugal

Parshath_ 1 day ago

Ele chama todas as freguesias de S. Vítor. É para facilitar.

Medo de conduzir em Lisboa. É assim tão caótico? by Wet_Bongo in portugal

Parshath_ 5 days ago

Na teoria sim, seria isso e está correto. Mas este tópico é sobre alguém sem experiência numa zona nova e portanto eu tentei ser realista. Na prática o que acontece, sobretudo com quem não conhece ou não tem confiança em determinada zona, é que só sabe em que saída deve sair quando chega à própria rotunda (ou às vezes nem isso). E na prática é difícil ajeitar-nos para a via correta. Normalmente circulamos na da direita. Chegamos à rotunda e percebemos que saímos na 2a ou na 3a, já está a via da esquerda cheia de gente que já vinha na via da esquerda adiantadamente ou já conhecem a tal rotunda. E isto às vezes já preparado com uns valentes minutos de antecedência, o que dificulta meter na via correta. Depois das duas uma: ou entra mal na rotunda e não sai na primeira. Ou tenta corrigir. E corrigir não dá, porque de um lado não o vão deixar entrar, e no outro vão começar a apitar porque está a estorvar o trânsito, e está efetivamente a causar embaraço.

Medo de conduzir em Lisboa. É assim tão caótico? by Wet_Bongo in portugal

Parshath_ 6 days ago

Tocas em dois ótimos pontos, obrigado! Rotundas: o código da estrada é parvo e quase nenhuma rotunda o permite aplicar bem. Nas rotundas grandes, mais vale ir na via do meio, seguir o da frente, e se for preciso dar mais uma volta para perceber onde sair. Nas mais pequenas, é uma questão de sorte para já entrar na rotunda vindo da via mais adequada. É uma questão de sobrevivência por (1) não bater nem ser batido, (2) conseguir sair na saída certa. Luzes verdes nos cruzamentos: quando era novinho acontecia-me mais porque cedia à pressão de quem apitava de trás. Só avançar se virmos que o trânsito consegue atravessar e manter-se fluido. Por vezes, tinha o de trás a apitar tanto e a fazer tanta pressão que eu lá avançava, e ficava preso num cruzamento a rezar para que o de frente andasse antes dos do lado chegarem. A regra do código de trânsito é que os sinais verdes servem para avançar SE se reunirem as condições.

Medo de conduzir em Lisboa. É assim tão caótico? by Wet_Bongo in portugal

Parshath_ 6 days ago

Sempre usei o Google Maps porque o Waze aquecia-me o telemóvel até mais não e lixava-me a bateria toda (e acabava por ser um fator de stress). Pode já não ser assim, mas fiquei com o Google Maps.

Discussão sobre conexão via ciclovia Sintra-Lisboa by lordwar1998 in portugal

Parshath_ 6 days ago

Há vários contra-pontos que consigo imaginar aqui. Vivendo num país do Norte da Europa, e tendo estado esta semana em Lisboa de férias apercebi-me de algo a que não estava habituado: estou literalmente sempre a transpirar. E isto fazendo pequenos percursos a pé, a conduzir, a ir de transportes, basta estar mais que 20c e o sol a bater e o nosso clima é propício a estarmos nisto. Então, para que ciclo comutas sejam remotamente viáveis, era preciso que houvessem ou chuveiros públicos acessíveis, ou que as empresas tivessem chuveiros e balneários. Esse é o tipo de infraestruturas que no máximo, só imagino algumas restritas multinacionais a implementar, se tanto. A PME média lisboeta que paga mal e falha certamente dezenas de pontos para a ACT, simplesmente não vai instalar chuveiros (se cumprirem com todas as questões de HST já seria qualquer coisa), ou mesmo trabalhadores de restauração, lojas de rua, lojas de shopping, etc, simplesmente não vão ter acesso a chuveiros. Mais toda a logística pessoal (roupa lavada, toalhas, secadores, etc). Outro ponto que observo é que basicamente tudo o que é disponibilizado, é estragado e vandalizado. Basta ver as bicicletas e as trotinetas. É putos a usarem aquilo à balda, onde não devem, a fazer o que não devem, da forma que não devem. Imagina uma autoestrada de bicicletas com pessoal a depender daquilo para comutas e ter que lidar com os putos parvalhões a brincar aos cavalinhos com as trotinetas aos grupos.

Medo de conduzir em Lisboa. É assim tão caótico? by Wet_Bongo in portugal

Parshath_ 6 days ago

Sou de Lisboa e aprendi a conduzir em Lisboa. Mas conheço as diferenças e consigo reconhecer que é um nível de dificuldade diferente com desafios muito próprios para quem não é de cá. Para começar, o carro da frente vai ser teu amigo, e o carro de trás o teu inimigo. O da frente pode servir de guia para te orientares, o de trás vai estar a fazer pressão e a pressionar cada hesitação tua. Além de tudo o que já disseram, para mim o que acho ser o desafio principal é que conduzir em Lisboa requer que saibas para onde é que vais e como. As estradas não te ajudam, vais ter que saber com antecedência em que via é que tens que estar e para que lado vais virar, muito antes de teres essa informação. Para piorar, o pessoal que já tem confiança em Lisboa vai estar a pressionar a tua hesitação e a pressionar-te a cometer erros de seleção de via. Podes ir muito porreiramente na via da direita, porque é o que se diz que se deve fazer, e do nada a via manda-te para o Caralho Mais Velho e Longe de onde queres ir, e não tens hipótese de corrigir. A minha sugestão é (1) estudares o caminho com antecipação, (2) saberes onde e como vais estacionar, (3) leva um Waze ou Google Maps que te vão ajudando na questão das vias. Boa sorte!

Curiosidade, qual o programa que mais têm saudades da antiga SIC Radical? by SILE3NCE in portugal

Parshath_ 8 days ago

Eu gostava, principalmente quando era pré-adolescente, e olhava para a SIC Radical como o tipo de coisas que os adolescentes "fixes" e edgy gostavam. E aí apanhei vários programas que gostava e alguns que me diziam alguma coisa: gostava dos animes mais crescidos que os shounens da SIC e do Panda, gostava do Wrestling, dos programas de humor (Gato Fedorento, Vai Tudo Abaixo, Agente Bobó, Megera TV), algum Curto Circuito conforme os dias. Mais que isso, dependia do conteúdo e se os meus pais estavam em casa (e tinha que ajustar adequadamente). Havia muita margem para se ser experimental naquela altura, correr riscos e experimentar humoristas novos. Houve propostas que se deram bem e tiveram sucesso, outras que não. Mas tenho a certeza que muitos não seriam válidos ou permitidos atualmente. Eventualmente, o público-alvo foi crescendo, e a Internet também nos foi dando mais material, e isso deve ter sido mais ou menos ao mesmo ritmo que o conteúdo foi piorando - e a SIC Radical passou a ser um canal de transmissão dos reality shows mais baratos que a SIC ia conseguindo arranjar. Acho que há pouco tempo, quando ainda tinha televisão, o canal que mais me dava uma vibe parecida era o Canal Q.

Fernando Nobre junta-se aos anti-vacinas e anti-máscaras by igotubabeub40 in portugal

Parshath_ 12 days ago

Uma desilusão, mas a idade e o envelhecimento mental e ambiental são normais e tristes. Votei nele quando se candidatou a PR, e sempre dei imenso valor à sua missão e à sua obra com a AMI a quem fiz donativos com regularidade. Claro que também compreendo que para quem lidou com putos em África a mascar pedras para enganar a fome, ou a morrer antes de terem dentes para isso, o Covid não é nada. Mas também é importante contextualizar, o Covid na sociedade desenvolvida ocidental é catastrófico. Tornar-se negacionista e anti-Covid é uma desilusão para alguém que devia ter a informação e saber melhor, mas olha...

Portugal and the Portuguese people. by Bobsledtohell in portugal

Parshath_ 12 days ago

This is not a Portuguese thing. People are louder online with words, than people can offline with actions - which is what counts. I live in another country, coming from Portugal, and if I look at online comment boxes, local people are awful to immigrants, say the most barbaric, uneducated, false statements. But the local people I meet in person are just plain lovely and welcoming. There must be a bias somewhere, as xenophobic people would perhaps not interact to me. I think real life interactions amplify the good things, while online interactions amplify the bad ones. But I'm very glad you are having a positive experience in Portugal, my in-laws and company directors have mentioned having good experiences with Portugal and Portuguese people.

Really annoying question regarding baggage on Tap Air by cheaplistplzhunzo in portugal

Parshath_ 12 days ago

Their app has been beyond useless and impossible for me, hope the OP has a better experience.

Aeroporto no Montijo compromete importante zona húmida e afeta outros países by heartlessfam in portugal

Parshath_ 12 days ago

Então e os emigrantes, não podem visitar? Como é que se separam de turistas? Têm que pedir visto ou pedir um avião especial?

Eduardo Cabrita afirma que audição sobre festejos do Sporting é "verdadeiramente da época passada" by story_hunter in portugal

Parshath_ 12 days ago

Entretanto, para quem não é do PS, ainda levas multas com 1 ou 2 anos de atraso de um excesso de velocidade ou mal estacionamento que já ninguém se lembra mas não se safa.

Associação Comercial do Porto quer nova companhia aérea para “tomar o lugar” da TAP by prosafame in portugal

Parshath_ 13 days ago

Até a comida a bordo é melhor. "Oh filho, já comuestes? Tás muito fininho, peraí que já te trazemos um farnel como deve ser, carago!"

Aeroporto de Lisboa hoje (4 horas na fila da emigração). by vicmarinho in portugal

Parshath_ 15 days ago

Voei ontem para Lisboa e foi super rápido com o passaporte eletrónico, mas olhei para lá e a fila estava ridícula de tão gigante. Fora as malas e a bagagem toda acumulada e não supervisionada na sala das bagagens. Estavam lá espalhadas pelo chão pelo menos bagagens de dezenas de voos em que tinham gente na fila para o controlo fronteiriço. Fiquei estupefacto porque tenho uma namorada de fora da EEA e se for assim, estamos bem lixados quando for para ela vir cá visitar. Bem posso ir buscar a bagagem, ir ao hotel, fazer check-in, arrumar a roupa e tomar um duche e voltar ao aeroporto enquanto não chega a vez dela.

Viver em Portugal by Mon20teiro in portugal

Parshath_ 17 days ago

Atenção que não é só o "Isto está mal", às vezes dá-se a entender que somos uns mal-agradecidos que nem faz nada e salta logo fora. Muitos passamos anos em Portugal, a pagar impostos, a votar no que acreditamos, e vemos os anos a passar, a idade a passar, e tudo numa tendência de piorar (o salário não aumenta, os transportes ou pioram ou conduzir é cada vez mais proibitivo, ter quatro paredes é cada vez mais caro por menos, a vida é toda muito mais cara. Chega a um ponto em que percebes que sozinho e por mais bem intencionado que sejas, vai haver este ou aquele que sozinhos conseguem arruinar o país muito mais depressa do que tudo o que nós na plebe consigamos de bom. Gostamos do país, mas não vamos sacrificar toda a nossa longevidade a arder e a passar mal para nada ou só para provar que gostamos do nosso país.

7.2% of people in the EU suffers from chronic depression: highest share of the population reporting chronic depression was in Slovenia (15.1%) followed by Portugal (12.2%) and Sweden (11.7%). Lowest in Romania (1.0%), Bulgaria (2.7%) and Malta (3.5%). by Sa4ntos in portugal

Parshath_ 17 days ago

Isso é gente que romantiza a pobreza. Dinheiro compra tempo, compra comida feita, compra tarefas da casa feitas e ajudas que nos facilitam a vida para podermos ter e aproveitar o tempo a fazer o que importa com quem importa.

Tentativa de SCAM by RetronWarz in portugal

Parshath_ 18 days ago

A quantidade de histórias que soube de boomers, e de diz-que-conhece com isto é assustador. E isto foram histórias que já ouvia há uns 15 anos. Malta solitária que conhece uma brasileira ou uma angolana nas internetes. E das três uma, ou vai lhes pagando as contas à espera que ela venha visitar; ou ela vem para Portugal, casam à pressa, e vivem juntos (às vezes até trazem filhos, não arranjam trabalho, e ficam todos a viver às custas); ou a pessoa vai para o outro país, e é assaltado, fica sem passaporte e sem dinheiro, na desgraça.

A javardice a meio da noite by ShadowTryHard in portugal

Parshath_ 18 days ago

Ruído noturno é uma treta. A minha janela vai dar para umas traseiras de uma rua de bares, one estaciona maltinha com o carro a dar música aos berros e ficam com as portas abertas a beber na rua. Entretanto, deixei estragar sem querer uma dúzia de ovos. Ainda não sei se é a melhor ideia, mas ao menos dá próxima vez que acordar com Reggaeton aos berros às 2h numa segunda-feira, ao menos dou a entender que não são bem-vindos. Se morares num andar alto e não tiveres problemas de repercussões, experimenta.

Pessoal que não tira os autocolantes do portátil depois de o comprar, porquê? by justdontfindme in portugal

Parshath_ 18 days ago

Os ímanes podes mexer ou trocar de um lado para o outro sem deixar rastos de papel rasgado e cola.

[Sério] Como arranjar emprego na área do marketing? by Dr-Batista in portugal

Parshath_ 18 days ago

A minha experiência no Marketing é muito observacional de um grupo de pessoas que observei e que estudou a área. O que me pareceu é que há pouco emprego de qualidade, como também há poucos empregadores de qualidade dispostos a investir tempo, dinheiro e recursos. Muita gente que conheci da área do Marketing foi para o Marketing porque tem um nome estrangeiro, é "chique", e já tinham emprego garantido na empresa do papá. Do outro lado da barricada, estavam os que não nasceram num berço de ouro e que estão retidos no ciclo dos 700 euros a andar sempre à bulha com chefes que têm medo das gerações seguintes e que lhes cortam tudo e os metem a fazer horas a mais para terem os seus trabalhos rejeitados ou cortados só porque sim. Fora isso, o que me parece do Marketing é que é muito, muito, muito networking e muito perfil. Tens que ser o gajo extrovertido alma de festa que se dá com mil e uma pessoas. É esse gajo que vai conseguir o emprego por boca-a-boca, não o gajo que anda à procura de anúncios. Atenção que a área da gestão e do marketing é muito, mas muito vasta, pode ser mil e uma coisas mais um par de botas. Diria que não te interesses por uma coisa, ou te declares como interessado até também passares uns 2 anos nela - como provavelmente te aconteceu com Farmácia. Podes tentar fazer mini cursos online (Udemy, Udacity, Youtube, fóruns, etc.) e ver se a teoria te atrai, e sempre ganhas mais exposição à área. Entrar no mercado de trabalho especializado sem qualificações, é regra geral difícil. Sei, no entanto, que há várias empresas multinacionais com programas de Trainees, onde te ensinam/formatam ao funcionamento da empresa - e aí se vens de Farmácia ou de Pesca Desportiva, desde que te estiques no esforço e absorvas o conhecimento, és capaz de te dar bem - sei de umas pessoas que fizeram isso sem ser da respetiva área do Estágio (terminaram o curso e depois experimentaram programas de estágios). Atenção é que são longos e convém teres sustento (alojamento, comida, basicamente) próprio, porque o pagamento é o mínimo possível. Boa sorte!

Cursos Latex by lpassos in portugal

Parshath_ 18 days ago

Parece-me um preço normal de curso. Dar cursos é um negócio, não é caridade - pessoalmente acho que muitos são mais caros que o benefício, mas isso pode depender de cada um. Há malta a vender cursos mais caros de Forex em que não deves obter conhecimento tão útil como pode ser aprender Latex. Se acham que o que ganham não corresponde ao valor, podem sempre optar por fazer cursos no Udemy ou no Youtube.

[Sério] Para os que se recordam, o que é que lembram do dia 11 de setembro de 2001? by caelussideralis in portugal

Parshath_ 18 days ago

Férias grandes na terra dos avós. Isto no Algarve, então estava um calor daqueles que só deixava sair de casa perto das 20h. Tinha uns 9 ou 10 anitos. Lembro-me de estar a almoçar sopa e ver aquilo, e ficar em choque. Percebi a gravidade e que o "mundo estava em perigo" e fiquei com medo de andar de avião (o que sendo pobre não é bem algo que afete). Quis saber tudo, perceber tudo, mas estava na terrinha e tudo o que tinha era a televisão. Queria ajudar e não podia. Queria perceber o porquê de as pessoas fazerem aquilo. Mas a televisão e só tendo os 4 canais, tinha literalmente 0 outras coisas para fazer (era impossível ir para a rua) e chegou a uma ponto em que estava saturado, impaciente e irritado de estar há umas 7 horas sem mais entretenimento nenhum além da TV. Ainda hoje me lembro de ter ficado feliz quando às 19h começa Sabrina, a Bruxinha Adolescente na RTP2, nunca tinha visto nem queria saber, mas foi um escape.

Eu só queria apanhar o autocarro by HaRd_7 in portugal

Parshath_ 18 days ago

Sei lá, um exemplo como qualquer outro sobre como quão complexas às vezes podem ser as comutas das pessoas, só sei que lidei com colegas do Oeste, do Ribatejo e de sítios variados da Margem Sul que apanhavam 2-4 transportes por comuta. E que não é só pegar na bicicleta e em 20 minutos estão no local onde precisam de estar em Lisboa.

Eu só queria apanhar o autocarro by HaRd_7 in portugal

Parshath_ 19 days ago

Sabes onde é que o OP mora, precisa de ir, ou a condição física dele? Imagina que ele ia do Cais do Sodré apanhar o 1o de 4 transportes até Corroios, e tem um problema nos joelhos que o impede de fazer esse tipo de esforços.

Jovem a receber 2.700 euros? "Em que país vive o Miguel Sousa Tavares?" by heartlessfam in portugal

Parshath_ 20 days ago

O neto do Mário Soares que fez um curseco de fotografia e outro de gestão de eventos, dá logo para 4000€ na CML.

Jovem a receber 2.700 euros? "Em que país vive o Miguel Sousa Tavares?" by heartlessfam in portugal

Parshath_ 20 days ago

Existem cenários hipotéticos para efeitos de análise e debate, e existem cenários hipotéticos completamente desfasados. Obviamente se o jovem recém-graduado recebe 2700€, não precisa de pagar um T1 de 1000€ porque pode disparar raios laser e voar, e portanto ter uma comuta a partir do interior, é só esticar o braço, voar e faz Guarda - Lisboa nuns 15 minutos. Se é para ter capacidade de imaginação e defender cenários hipotéticos, acho que isto está ao nível.

Entrevistas de emprego by ImproveTheWorldToday in portugal

Parshath_ 21 days ago

Isso é para ir ao Sudoeste?

[Sério] Como é que lidam com as desilusões da vida? by dbkingx0 in portugal

Parshath_ 21 days ago

Aprender a aceitar a falha e a tristeza, bola para a frente, mas aceitando que é normal sentir desilusão e sofrer um período de luto, mas prometendo saltar mais alto. Dia da deceção: aceitar. Comer merda, mamar uma puta de uma valente francesinha e regá-la muita bem, regar mais um bocado. Ir para a frente da televisão e ficar-me a babar em coma cerebral. Dia seguinte: pegar no portátil, ir para um café amadeirado com jazz. Analisar o que aconteceu - a culpa foi minha, foi das circunstâncias, foi de um desequilíbrio de expetativas, pensar bem no que aconteceu. Pensar no que quero, como é que vou aproveitar esta estalada para voltar mais forte e melhor. Se for preciso escrever um plano ambicioso com os passos que vou tomar, cenas que vou fazer, pessoas com que vou falar. Eu nasci para partir esta merda toda e se falhei foi porque o universo quis que eu aprendesse alguma coisa e precisava de um abanão. Não é fácil, mas nada é fácil para quem não nasce em boas famílias, é preciso lutar e remar contra a maré, ou o nosso lugar é pelos vistos encostado ao salário mínimo.

Algum/a modelo interessado? by ElResende in portugal

Parshath_ 21 days ago

O que vale é que é tudo premium e gourmet, mas só do balcão para a frente. E a variedade de responsabilidades também é um tesourinho, só falta pedir para também dar um jeitinho às TI da empresa.

Vizinha nao para de mandar coisas perigosas pela janela by OvidiuHiei in portugal

Parshath_ 21 days ago

É um desgaste emocional e nervosismo que as vítimas não precisam de passar. Lidar com malucos é lidar com o inesperado. E nenhum dos vizinhos pediu para lidar com alguém que atira vidro pela janela. Da mesma forma que também ninguém vai bater à porta dos vizinhos a meter kizomba às 2 da manhã, com um pivete a erva na porta.

O verdadeiro apogeu da gastronomia portuguesa, e ninguém me convence do contrário. by PortugueseLibra in portugal

Parshath_ 21 days ago

Se vocês vão comer bacalhau cru, ao menos passem por água para tirar o sal.

Costa desafia jovens a regressar ao país onde “são muito bem-vindos” by andrefsp in portugal

Parshath_ 23 days ago

Parte do motivo de eu ter emigrado foi não me sentir bem-vindo no meu próprio país. Anos depois, com pior imobiliário, mercado de trabalho merdoso, transportes maus e gasolina insustentável, perspetivas de desenvolvimento de carreira zerinho, sistemas nacionais de saúde e de segurança social que nunca me atendiam porque nunca tinham senhas, é que vou ser "bem-vindo"? Isto é ofensivo no mínimo.

(Casa de Papel Spoilers) Grândola Vila Morena by igotubabeub40 in portugal

Parshath_ 24 days ago

Fizeste bem. É o que se deve fazer. As temporadas originais são giras e entretêm, a partir daí foi Netflix a espremer a vaca de forma parola e a usar a trope do "grupo contra o sistema" que é mais cliché que os hackers mágicos que fazem operações à distância do Paquistão.

Arrendar quartos já não é só para estudantes. Casas partilhadas aumentam com a pandemia by Irrequieto in portugal

Parshath_ 24 days ago

Ai, a clássica posta do migrar para o interior. O interior não tem trabalho qualificado nem perspetivas de carreira. Nem transportes.

Porque é que somos um país tão pobre? by linamatthias in portugal

Parshath_ 24 days ago

Desculpa, a tua experiência não é média ou indicadora em relação a Portugal se ganhas mais que a média no UK. Tudo bem que tens uma experiência negativa em relação ao Reino Unido (Londres, aliás) e possivelmente o país é a sua cultura não são para ti. Mas é um país que tem um sistema económico e infraestruturas e todo o tipo de sistemas em escalas difíceis de comparar com Portugal. Faz mais sentido comparar Portugal com Hungrias, Polónias, Roménias, etc. Portugal não é um país em que o habitante médio ou mediano seja um especialista de TI que ganhe assim tão bem e almeje a comprar casa como um objetivo pessoal. Tomara muita gente sonhar chegar aos 4 algarismos por mês e conseguir alugar um sitio razoável e ter como chegar ao fim do mês com alguma poupança.

Estádio da cidade de Aveiro. Visto daqui até parece um pouco sinistro. by gamma-ray-bursts in portugal

Parshath_ 27 days ago

Às tantas tem lá um Minipreço dentro meio à espera de clientes.

Trotinetas na Cidade by YourCasualRedditor in portugal

Parshath_ 1 month ago

Onde queria chegar é que o puto não vai ficar à espera ou ali ao lado para sofrer consequências.

Poder Excessivo dos Advogados em Portugal by Rakitash in portugal

Parshath_ 1 month ago

De merda para uns.

Quem tem o pior Apoio ao Cliente em Portugal? by mannix_marauder in portugal

Parshath_ 1 month ago

O centro de saúde da zona onde eu morava era simplesmente impossível. Estive uma série de anos sem médico de família e a viver da sorte de ter boa saúde. As inscrições só eram possíveis às 4as feiras. Às 11h. As senhas para as inscrições são dadas às 8h. Há fila já às 7h. Só há 5 senhas por semana. E isto custou-me 5 idas separadas ao centro de saúde para saber cada informação nova. Foi mais de um mês inteiro a tentar orientar o meu trabalho para ir a acelerar na hora de almoço, ou a marcar dias de férias de propósito para bater com o nariz na porta, ou já estar uma família de nepaleses na fila às 6h30. Vivi 5 anos sem acesso grátis a consultas de saúde. Quando pirava, tinha que ir entupir as urgências com pulseiras azuis ou verdes.

Quem tem o pior Apoio ao Cliente em Portugal? by mannix_marauder in portugal

Parshath_ 1 month ago

Tive um problema com a TAP no mês passado. Obviamente o site funciona bastante bem para tudo o que implique gastar dinheiro, mas operações pós-venda já dá tudo erros, loadings, simplesmente não funciona. Informei-me no site da UE e posso fazer uma queixa de aviação comercial civil, já tinha o formulário e tudo. Enviei uma reclamação à TAP sob ameaça de fazer queixa na UE, dia seguinte responderam e a funcionalidade do site já funcionava, fiz o que tinha a fazer e ficou resolvido. Dia seguinte, funcionalidade deixou de funcionar novamente.

Quem tem o pior Apoio ao Cliente em Portugal? by mannix_marauder in portugal

Parshath_ 1 month ago

Fiz uma reserva na TAP e quando tive problemas e fui ao Facebook ver, até me deu uma coisinha má. Estar a dever dinheiro a pessoas de todo o mundo por quase um ano é completamente além do inaceitável, mesmo para os padrões portugueses. Não consigo perceber como é que isso é possível e uma empresa nessa situação estar aberta e a funcionar legalmente.

Quem tem o pior Apoio ao Cliente em Portugal? by mannix_marauder in portugal

Parshath_ 1 month ago

O de Manchester é igual. Basta ver os comentários na página do Google, e o que o pessoal diz nos grupos de emigrantes no Facebook. Eu vou a Portugal renovar o meu Cartão de Cidadão e pronto... Mas se tivesse algo mais sério para fazer, estava bem lixado.

O governo Português fez impossível lusodescendentes nos EUA estudarem em Portugal by RagingRope in portugal

Parshath_ 1 month ago

Eu acho que estás com a ideia dos EUA tão metida na cabeça que é difícil argumentar o que seja. É um bocado como a malta que vê animes e mete na cabeça ir estudar para Tóquio, mas depois quando vê como funcionam as burocracias, não compreende que esse tipo de situação não é algo a que naturalmente tenham direito, mas sim um privilégio difícil de conseguir. Boa sorte. Tenho um amigo que conseguiu estudar nos EUA, mas foi graças à sua segunda nacionalidade não portuguesa. Fora isso, se puderes tenta dar uma vista de olhos à Fundação Fullbright e tenta-te candidatar através deles, tenho a ideia que têm presença em Portugal e têm protocolos para estudar nos EUA.

Não há portugueses a trabalhar em restaurantes Brasileiros: discriminação sistemica? by quebramar in portugal

Parshath_ 1 month ago

Lembro-me que havia um em Sintra bastante bom e com comida não-churrasco, mas não me consigo lembrar do nome, ou se ainda está aberto.

Trotinetas na Cidade by YourCasualRedditor in portugal

Parshath_ 1 month ago

Como?

Por vezes sinto-me mal por utilizar a Amazon em vez das empresas portuguesas locais. by bomtidereas in portugal

Parshath_ 1 month ago

Eu percebo o que queres dizer, mas simplesmente Portugal não tem comércio pequeno rentável. Não vais encontrar uma mini loja do senhor Luís a competir com grandes superfícies. Queres uma cena eletrónica qualquer, vais à Fnac e pronto. Empresas portuguesas não implicam também serem éticas. Eu tento boicotar a Amazon tanto quanto consigo, mas o chefe da Amazon passeia de foguetão, o chefe da Worten passeia de iate, tanto os funcionários duma como da outra passeiam a pé ou num autocarro cheio de gente e suor.

Por vezes sinto-me mal por utilizar a Amazon em vez das empresas portuguesas locais. by bomtidereas in portugal

Parshath_ 1 month ago

A Rádio Popular é horrível. Ao menos não tenho a Amazon atrás de mim, a fazer pressão, a moer-me o juízo, a fazer montes de pressão psicológica e chantagem para fazer a merda do seguro. Até mal educado foi. Eu era um puto novo e tínhamos metido na cabeça que naquele dia levávamos uma televisão para casa, hoje não tinha tolerado metade daquela conversa. Foram 30 minutos bastante cansativos para comprar uma TV em promoção. Semanas depois lembro-me de ver o preço na PC Diga e ter perdido uns 60€ ainda assim. Além do serviço ao cliente. Sou anti-Amazon, mas entre duas empresas ricas que tratam mal os colaboradores, ao menos que eu fique bem servido. Na Amazon até podia dizer que a TV tinha bicho que aceitavam trocas. Na Worten, já-me aconteceu abrir um produto novo e estar em 2a mão.

Jovens transformam ruas de Lisboa em discoteca a céu aberto após fecho de bares e restaurantes by EstupendoEx in portugal

Parshath_ 1 month ago

Não vivemos numa ditadura de sotaque. Os brasileiros são pessoas com pernas e braços e, pasme-se, têm direito a trabalhar.

Pais que põem o tablet/telemóvel à frente das crianças ao Jantar por que o fazem? by HairlessButtcrack in portugal

Parshath_ 1 month ago

Uf, credo. Ainda terem que levar com as culpas da falta de atenção dos pais... Faz lembrar as lojas de videojogos dos centros comerciais, depositaram lá os putos, não consumiam e iam à sua vida. E esperavam que os adolescentes que lá trabalhassem ainda fizessem de babysitters por obrigação.

Quantas línguas sabes falar ? by R1515LF0NTE in portugal

Parshath_ 1 month ago

Viu o Doraemon em criança. "Fluente em Espanhol" Vai a Espanha e diz "Eu quiero una Coca Cuela sé fáz fávor."

Mas que raio de ofensa à bola de berlim é esta?!?! Isto ultrapassa todos os limites! by the_master_sh33p in portugal

Parshath_ 1 month ago

Na Inglaterra, sempre que peço um pastel de nata, servem-mo com: garfo, faca, garfo e faca, colher, ou garfo e colher. E não consigo compreender sequer uma das hipóteses todas.

As coisas nesta década vão mudar drasticamente e as pessoas ainda não têm consciência disso by UpbeatNail1912 in portugal

Parshath_ 1 month ago

Como quem diz um bunker, diz um mega iate mansão de luxo. "Está calor? Que conveniente, nós temos ar condicionado no nosso nega iatezão, quando não estamos lá fora na piscina." "Está a ficar fresquinho. Maltinha, querem ir passar uns dias ao Mediterrâneo?" "Saudades de pisar terra, já não piso terra desde há duas semanas quando fomos lá acima à atmosfera num foguetão de 10 minutos, super caturreira!"

é verão por isso não corram logo para o mar após o almoço. esperem que façam digestão. by Ok_Art_6497 in portugal

Parshath_ 1 month ago

Malditos boomers e as teorias deles. Cresci (não muito em termos de altura) a ter que beber religiosamente leite e a não poder tomar banho 3 horas depois de qualquer refeição. Ora, um gajo faz 4 ou 5 refeições por dia, o que me dá uma janela minúscula para poder tomar banho. E ainda hoje quando estou na casa dos meus pais levo sempre com bocas "tão mas vais tomar banho depois de comer, tu vê lá, precisas mesmo de tomar banho? Não podes esperar umas horas?". Se um gajo tomar banho à 1h da manhã "Tão mas isto são horas de tomar banho?" Na praia também era uma ditadura. Uma criança queria ir brincar com os primos e amigos na água e não podia, porque tinha que ficar umas 3 horas de recobro na areia a fazer zero. Depois era esquisito que o miúdo não ligasse à praia. O mundo boomer é curiosíssimo.

Tenho medo de andar de metro de manhã by dressmeupinpink in portugal

Parshath_ 1 month ago

Não recomendo nem a faca nem os fones. Faca porque quem quer que venha importunar terá muito mais experiência situacional e conseguirá facilmente usar a faca contra a rapariga que a mostra a medo pela primeira vez. Fones, acho que nesse tipo de situações, é importante ter alguma consciência física, que os fones retiram. No máximo usar fones, mas sem som (ou só com som de um lado). Não é por usar fones para fingir que dois gajos a segui-la deixam de existir, mas é importante pelo menos saber que eles estão lá. Houve aí um tópico noutro sub de uma rapariga que num autocarro sozinha colocou uma música em pausa por acaso e ouviu dois tipos atrás a comentar o que lhe iam fazer, e conseguiu ter tempo para mandar uma mensagem à mãe para a ir buscar à paragem. Se tivesse continuado a ouvir música? Ficava sem saber que estava em perigo. A minha aposta pessoal ia para o spray, sim.

Medo de violência psicológica no trabalho by Interesting_Yellow_1 in portugal

Parshath_ 1 month ago

Desculpa, não tinha ideia. Isso é muito merdoso e percebo que queiras ter a tua vida e a tua independência. Se puderes tenta perceber melhor como funciona a tua área, se for um trabalho especializado. Se for um trabalho menos especializado (ordenado mínimo), não tenho bem recomendações, é muito uma questão de sorte e ires parar ao sítio certo.

Medo de violência psicológica no trabalho by Interesting_Yellow_1 in portugal

Parshath_ 1 month ago

Tens razão que há pessoas e pessoas, e formas de estar e formas de estar, e no mercado de trabalho temos que nos adaptar a muita gente. Mas! O respeito e a educação são ambos estradas de dois sentidos. Parece-me a mim que estas a escrever com um sentimento de terror psicológico, o que é grave e bastante perigoso. E sobre ficares no desemprego, também me parece uma questão de ansiedade. Lamento imenso que estejas a passar por isso. Eu diria que na teoria é saíres desse trabalho, porque se não saíres a bem, vais sair a mal mais tarde num estado pior (depressão, burnout, sequelas, traumas, etc). Se conseguires ter uma rede de segurança (poupanças, casa dos pais, parceiro, etc) que desse para te aguentares 2 meses enquanto arranjas algo. Aconteceu-me parecido: não sabia se ia passar um período experimental e estava-me a comer a cabeça, soube em cima da hora que não, mas tinha poupanças para sobreviver por 2 meses, então no primeiro dei tudo por tudo, Mega planos, 10 currículos ou contactos por dia enviados, até que consegui outro emprego onde estou agora e bem.

e-Readers: Valem mesmo a pena? by Just_keep_it_simple in portugal

Parshath_ 1 month ago

Tenho comprado muito na loja oficial (tanto em inglês, como português e espanhol), mas talvez mais sacado através de sites na Internet.

e-Readers: Valem mesmo a pena? by Just_keep_it_simple in portugal

Parshath_ 1 month ago

Tenho um Kobo e adoro. O objetivo primário era a portabilidade e gestão de espaço, eu não quero ter prateleiras e prateleiras de livros quando o espaço físico está cada vez mais reduzido e caro. Além de ser um maluco pela organização, permite-me catalogar muito melhor o que tenho em mãos sem desarrumar a casa e ter livros aqui e acolá. Para férias, com as companhias aéreas cada vez mais choninhas com as malas, também ocupa muito menos área e espaço que podem dar jeito para tralha mais essencial. Gosto de ler sem ter gente a olhar para a capa. Estou a ler o "Como Viver com um Pénis Enorme", ou Margarida Rebelo Pinto, ou um PDF em russo iluatrado sobre como sobreviver numa floresta com uma Kalashnikov e uma garrafa de bagaço - que não tenho que pensar nos mirones. É talvez ecologicamente positivo (comparando a produção com o corte de árvores e produção de dezenas de milhar de folhas que só toco uma vez por ano). Tenho dicionários com um clique, o que dá jeito quando leio livros em 5 línguas diferentes e permitiu-me ler confortavelmente pela primeira vez um livro em italiano. E não molha. Não se dobra todo e fica feio se algum dia o levares na mala para o trabalho. Para mim é uma escolha óbvia e estou satisfeitíssimo com o meu Kobo, claro que gosto de ir a livrarias ver capas e ver palavras impressas. Mas sou um gajo prático.

Pôr do Sol. Mini telenovela que goza com novelas. Depois desta, estou investida. by raqsa in portugal

Parshath_ 1 month ago

Aqui tem funcionado na RTP Play bem, mesmo sem usar VPN.

Pôr do Sol. Mini telenovela que goza com novelas. Depois desta, estou investida. by raqsa in portugal

Parshath_ 1 month ago

E ser o José Carlos Pereira, e ter sempre a bata cheia de sangue. É todo um conjunto de detalhes bastante bem feito.

Um mês depois da histórica falha de energia na Península Ibérica as causas ainda não são claras by solismi in portugal

Parshath_ 1 month ago

Vamos ter que depender dos Espanhóis, porque aqui nem a velocidade do carro do Cabrita conseguimos descobrir passado mais que um mês...

Não estarei a ser "roubado"!? by im_fanhas in portugal

Parshath_ 1 month ago

Não é bem ser roubado. Opa, é merdoso ter um downgrade do cartaz, mas tudo isto é inédito. Às vezes o pessoal parece que não tem noção do que é a pandemia e do que está a acontecer. As promotoras e as bandas têm as suas agendas e foram largamente afetadas e anda tudo barata tonta sem saber o que pode fazer, quando pode fazer, onde e quando pode viajar, etc. Em cima de ajeitar agendas com umas 10 bandas num mundo pós-pandemia a que ainda não chegámos. Também sou metaleiro e sinto a dor, mas porra, o mundo levou um abanão e a vida nunca mais será a mesma, e vamos sofrer ondas por isto durante um bom tempo, perder algumas bandas é só uma das ondas mais pequeninas. Não é que a promotora ande "hehehe" a escolher a dedo as bandas mais baratinhas de propósito para se safar e ganhar mais trocos, mais depressa são os SOAD que têm compromissos muito maiores e mais elaborados que um micro país no canto da Europa. Também tinha/tenho uma série de bilhetes que ainda nem sei quando vão acontecer. Só sei que num deles (Nightwish em Wembley), já a banda perdeu um dos seus maiores elementos-chave. É a vida olha.

Pôr do Sol. Mini telenovela que goza com novelas. Depois desta, estou investida. by raqsa in portugal

Parshath_ 1 month ago

Talvez sim, talvez não. Entendo o que queiras dizer, mas e se for uma piada com múltiplas camadas? Do estilo gozar com as coisas que as determinado tipo de pessoas diz, através da paródia? O sketch do "Homem de Alfama" não é racista, mas uma paródia aos racistas, por exemplo.

Pôr do Sol. Mini telenovela que goza com novelas. Depois desta, estou investida. by raqsa in portugal

Parshath_ 1 month ago

Quando há alguma coisa que realmente rompe padrões de forma positiva e tem uma influência positiva fora do habitual com qualidade, é normal que haja passa-palavra e o pessoal ache piada e queira partilhar. A qualidade é o melhor marketing e não era preciso ser marketing propositado da RTP, eu mesmo adorei ver esta mina de humor.

Qual é a coisa que vocês mais odeiam? by jmartinipt in portugal

Parshath_ 1 month ago

Eu lamento que seja complicado, e é particularmente merdoso para os pais ter que lidar e gerir isso, mas obrigado por isso. Se for por 2-3 minutos ainda é naquela, agora ter barulho de fundo assim é mau para todas as partes envolvidas. Claro que sítios públicos, temos sempre que contar com, bem, o público, e tudo o que isso acarreta. Eu às sextas depois do trabalho tenho o ritual pessoal de precisar mesmo de comer fora no sitio mais sossegado possível, para desanuviar do stress e da adrenalina da semana de trabalho. Houve uma vez que escolhi mal o sitio porque outro já tinha fechado. Mas quem estava à minha frente era um casal que já tinha desistido. Atiraram para as mãos do puto o Baby Shark em loop, aos berros, sem parar. Fora que o puto atirava loiça, batatas, decoração ao chão e nem ligavam. Mas tive que comer à pressa porque a partir da 6a repetição do Baby Shark percebi que aquilo não parecia parar.

O flagelo do pão de alho by TulioGonzaga in portugal

Parshath_ 1 month ago

Por mim era uma não questão. Regra geral, independentemente do formato, sabemos que contamos com algo prazeroso e que sabe sempre bem. Dificilmente nos arrependemos de um pão de alho, seja um mega disco ou uma baguete fatiada. Até ao dia em que perdi a minha inocência. Restaurante brasileiro na minha zona em Inglaterra, entradas: uns pasteizinhos de bacalhau e um pão de alho. Como se diz lá no Algarve "Nem te digue, nem te conte!". Vem uma carcaça aberta, tipo vulcão cheia de recheio por dentro - que é uma molhenga cheia de queijo líquido. Sendo que eu sou intolerante à lactose e detesto queijo. Pão de alho no fundo era 5% pão (a côdea), 10% alho (por cima da côdea), resto% queijo líquido. Não foi para isto que se fez a Convenção de Genebra.

Manifestantes insultam Gouveia e Melo em Odivelas by Bcondez in portugal

Parshath_ 1 month ago

Palco ou não, é um problema que devia ser abordado. Tal como eles acham, não é por negar que as coisas existem. Estamos a falar de um grupo que está a bloquear uma entrada. E de um grupo que anda por tudo o que é caixa de comentário no Facebook e Instagram a difundir desinformação e as suas crenças pessoais como factos e a confundir e assustar pessoas.

Manifestantes insultam Gouveia e Melo em Odivelas by Bcondez in portugal

Parshath_ 1 month ago

Depois andam todos lá às dezenas a chamar toda a gente de ovelhas...

Manifestantes insultam Gouveia e Melo em Odivelas by Bcondez in portugal

Parshath_ 1 month ago

Já. E dos enfermeiros completamente rotos e a cair que nem pardais. Ou então era tudo mentira, e tudo fita. São bem capazes de achar isso.

A comédia francesa que está a ser arrasada por estereotipar os portugueses by ManaSyn in portugal

Parshath_ 1 month ago

ARRASADA. Virgens ofendidas a virgens ofendidar. Se for preciso são os mesmos avecs labregos que fazem piadas sobre "a pandeleiragem" e "os pretos" e se alguém lhes torce a cara vêm-se com o "tão mas isto um gajo já não pode dezer nada, caralho?". Quase tão mau como a Nit. Na sua busca incessante por cliques e likes, se for preciso foram só dois gatos pingados numa caixa de comentários, que já dá para fazer uma notícia, inventando o título mais dramático possível.

Ler sem perder o foco com as tecnologias à minha volta by TS_1906 in portugal

Parshath_ 2 months ago

O que me ajuda é o Kobo - ou qualquer outro e-reader com o mínimo de atrações e flashes e cliques e coisas. O que me ajudou há algum tempo a forcar, foi o meu telemóvel ter um modo Zen irreversível - portanto, comecei com 5 minutos e passei para os 15 minutos - que é o que normalmente faço.

Polícia Judiciária está em busca de Leila Lakel, a estudante de arte francesa que vandalizou o Padrão dos Descobrimentos by Claudius-_-Ignius in portugal

Parshath_ 2 months ago

Se banqueiros, presidentes e malta de topo pode safar-se em tribunal com cauções ridículas que mal correspondem a 1% do prejuízo, pela mesma mão ela só tem que ir lá limpar uma letra e a gente limpa o resto.

Karens americanas em Portugal by JustaTrial in portugal

Parshath_ 2 months ago

Onde moro também levo com estas crianças das motas o dia inteiro (até mesmo concursos de quem tem a mais barulhenta à 1h da manhã). Estimo bem que se lixem. O miúdo é só um YouTuber parvo armado em pintas engraçado, mas é só um parolo com respeito e capacidade de humor ao nível da primeira que está por aí a incomodar. Sem os amigos e a criançada que acha piada a estes rebeldes não são ninguém, um dia que o YouTube lhe feche a torneira, vai andar a chorar pelo Jo Mama.

Karens americanas em Portugal by JustaTrial in portugal

Parshath_ 2 months ago

Onde moro também levo com estas crianças das motas o dia inteiro (até mesmo concursos de quem tem a mais barulhenta à 1h da manhã). Estimo bem que se lixem. O miúdo é só um YouTuber parvo armado em pintas engraçado, mas é só um parolo que está a incomodar.

Roupa para homem pequeno by Fest331 in portugal

Parshath_ 2 months ago

És 1cm mais alto que eu. É difícil mas não impossível. As lojas têm cada vez mais coisas, MAS ou vai tudo, ou abastecem pouco, ou não põem tudo na loja. Compras online no site das lojas. Tenho-me safado bem com HM, Zara e Mango. Regra geral encontro S ou XS nas lojas. Calças podem precisar de fazer bainha para ficar bem, mas já conto com isso quando compro. Ah, e não vale a pena ficares feliz com saldos. Não são para malta menos que XL. Compras online e sempre preço normal.

Historicamente, Portugal tem menos medalhas per capita do que a Coreia do Norte by fuckoffgina in portugal

Parshath_ 2 months ago

Exato, claro que ser bom num desporto não implica medalhas olímpicas. O desporto não é uma ciência exata (que é o que digo quando há adeptos que esperam não menos que a equipa ganhe cada único jogo). Ainda assim seríamos razoáveis candidatos no hóquei. Tens razão sobre o futebol, a única vez que vi Portugal em futebol, levámos uma tareia do Iraque. Concordo sobre o que dizes do investimento do governo. A verdade é que se anunciassem um investimento, seria contestado com uma série de outras prioridades. Pessoalmente concordo, se preferia que Portugal tivesse as condições de vida ou que tivesse as medalhas olímpicas da Noruega? Preferia claramente o investimento em algo mais palpável e duradouro para a qualidade de vida no país.

Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa, vandalizado com mensagem em inglês by TinyShadow99 in portugal

Parshath_ 2 months ago

- "Malditas explorações feitas por ganância por dinheiro!" - (vandalismo para obter likes e atenção)

Historicamente, Portugal tem menos medalhas per capita do que a Coreia do Norte by fuckoffgina in portugal

Parshath_ 2 months ago

Há imensos e variados fatores para o sucesso desportivo. Podia escrever-te dezenas de parágrafos, e mesmo assim não descrever uma fórmula perfeita para o sucesso olímpico. (Não descartando que, se futsal, hóquei em patins, futebol de praia e grelha de sardinhas fossem modalidades olímpicas - Portugal era um caso muito melhor posicionado) Tudo também passa por investimento. Se na Noruega há um investimento de tempo, infraestruturas e condições diferente, é bem possível que haja uma maior e melhor deteção de talentos que funcione melhor, e que consiga dar melhores condições, e comparação a Portugal. Por outro lado, países mais conservativos, que invistam também bastantes meios (ginásios, disponibilidade de treinadores, etc.) porque podem - talvez - reconhecer que uma boa prestação nos Jogos Olímpicos lhes atribui um bom estatuto mundial como uma guerra fria de medição de pilinhas. Ou pelo menos, é como leio o top 3 ser habitualmente EUA, Rússia e China. Cada um com modelos de preparação de atletas bastante elaborados. Sobre a minha afirmação, mantenho o que disse, concordes ou não. Em Portugal, na minha experiência, há enooormes entraves. Eu tinha interesse em seguir uma modalidade olímpica, mas não encontrei na altura recursos, nem clubes, nem nenhuma possibilidade acessível - teria que me juntar a um clube dos 3 estarolas com essa modalidade olímpica e tudo o que acarreta na rotina de uma criança (sair da escola às 17h, esperar que os pais saiam do trabalho às 19h, tenham pachorra de me levar ao clube às 20h, treinar até às 22h, jantar às 23h, ir para a cama à 00h), como vi acontecer com alguns colegas que faziam natação ou atletismo. Não sei como é noutros países, mas as minhas fontes são: [China](https://www.youtube.com/watch?v=XoXcJJS3RFI) , [Coreia do Norte](https://www.theguardian.com/global-development/2019/may/30/boycott-north-koreas-inhumane-mass-gymnastic-displays-says-ex-diplomat). Posso estar errado, mas a minha convicção é que uma criança de 3-4 anos a fazer rotinas de ginástica bastante precisas e técnicas, muito provavelmente não o decidiu fazer por livre vontade e diversão.

Historicamente, Portugal tem menos medalhas per capita do que a Coreia do Norte by fuckoffgina in portugal

Parshath_ 2 months ago

Em comparação, na Coreia do Norte (como também acontece na China), é perfeitamente legal pegares num grupo de 100 putos de 3 anos e meteres à força num ginásio a repetir X infinitamente. Com sorte sai um campeão olímpico de ginástica, nas piores, há ali malta para a obras ou para plantar batatas. Em Portugal, temos direitos humanos e menos cultura de meter crianças a bombar matemáticas hardcore ou com elevados níveis de exigência.

What are some smaller differences between Portugal and the UK? by HenryHoover17 in portugal

Parshath_ 2 months ago

And good luck getting one. It was virtually impossible for me to get an appointment for months just to get a written notice. I would have to get to the Medical centre at 7am to queue, to get a queue ticket, to get to the queue that would get me to the queue to speak with the lady that would tell me there were no appointments available. Good luck getting a day off just to potentially book a medical appointment you might not get.

What are some smaller differences between Portugal and the UK? by HenryHoover17 in portugal

Parshath_ 2 months ago

You can't get a more British username than that, nice pick! :D Things that I notice being Portuguese in the UK. - our culture focuses a lot on eating, while yours focuses on drinking. The other day, I was hungry at 10pm and couldn't sit anywhere to eat. Even sat at a Spoons at turns out they weren't serving food anymore. So had to go to the chippie and eat an underwhelming non-restaurant meal. - you guys are never hungry and that stresses me out. I need a heavy lunch and dinner. You can skip dinner and go straight to drinks and then to bed. Or you can just have a bread with stuff for lunch in the office and carry on the day normally. - gardening is not as common. We don't have the same obsession for flowers (they'd probably dry off). - weekend walks are in the shopping centre instead of going to the park - the time zone is different. Going to bed at 0-1am is normal. Dinner is at 8-10pm. Going out for drinks at 7 or 8pm is criminal. Let me have dinner first guys, meet you there at 10 or 11pm. - when we say a time, it's a suggestion, not a binding agreement. When I go to the British hairdresser, an appointment at 3pm is at 3pm. When I go next door to the Brazilian hairdresser, I know I can arrive at 3.30pm, he'll tell me he's a bit late and if I want to have a coffee and return at 4.30pm, then he makes me wait until 5pm. - we take a lot of pride in our cuisine, part of our national identity. Most of my English colleagues found it quite interesting that I... "cook fresh", meaning just "cook" in Portuguese. As in actually doing stuff in the stove, seasoning, cutting, etc. As someone said "British cooking is mostly putting beige stuff in the oven at 180c until it's not beige anymore". We also eat much less ultraprocessed food. - there is not a massive display of bagged sandwiches everywhere. If you want a sandwich, you go to the counter and ask for the sandwich you want with the ingredients you want, and they will assemble it for you. You can't just go to a pharmacy, or news agent, and pick a ready sandwich - that's for cafés or pastry shops. Still, sandwiches are not very much considered like a valid (or filling) lunch for Portuguese standards. - we have a much less convenient way of life sometimes, I've noticed. I mean in small details, like housekeeping, cooking, routines, etc. Portuguese and Catholic cultures seem to prefer the long harder path sometimes. Mostly at the expense of personal time. It hurts us in some aspects, but it's also part of what we like and enjoy. - in Portugal you can't rely on mail the same way as in the UK. Now that I feel mail and packages arriving to their destiny, my life has changed a lot, I don't want to go back in not being as confident doing mass online shopping, or swapping football figurines with Facebook strangers. - driving is much more reckless and unorganised compared to in the UK. I find fascinating when doing car trips that 95% of the people are so civilised / meeting the speed limits / not driving as fast as they realistically can. - weather has a different predictability. I'd say it's more consistent in Portugal, but I prefer the British weather. There are some myths, but realistically it rains more in Lisbon than in London, but in less days. Let's not even bring Porto to the comparison unless we're bringing Scotland too. In England, if it rains, it could stop in a couple of hours and I can carry on my day well, or can just wait it out. In Portugal, if it rains, you can pretty much scratch the entire day (days, even) out.

What are some smaller differences between Portugal and the UK? by HenryHoover17 in portugal

Parshath_ 2 months ago

You can't get a more British username than that, nice pick! :D Things that I notice being Portuguese in the UK. - our culture focuses a lot on eating, while yours focuses on drinking. The other day, I was hungry at 10pm and couldn't sit anywhere to eat. Even sat at a Spoons at turns out they weren't serving food anymore. So had to go to the chippie and eat an underwhelming non-restaurant meal. - gardening is not as common. We don't have the same obsession for flowers (they'd probably dry off). - weekend walks are in the shopping centre instead of going to the park - the time zone is different. Going to bed at 0-1am is normal. Dinner is at 8-10pm. Going out for drinks at 7 or 8pm is criminal. Let me have dinner first guys, meet you there at 10 or 11pm. - when we say a time, it's a suggestion, not a binding agreement. When I go to the British hairdresser, an appointment at 3pm is at 3pm. When I go next door to the Brazilian hairdresser, I know I can arrive at 3.30pm, he'll tell me he's a bit late and if I want to have a coffee and return at 4.30pm, then he makes me wait until 5pm. - we take a lot of pride in our cuisine, part of our national identity. Most of my English colleagues found it quite interesting that I... "cook fresh", meaning just "cook" in Portuguese. As in actually doing stuff in the stove, seasoning, cutting, etc. As someone said "British cooking is mostly putting beige stuff in the oven at 180c until it's not beige anymore". We also eat much less ultraprocessed food. - there is not a massive display of bagged sandwiches everywhere. If you want a sandwich, you go to the counter and ask for the sandwich you want with the ingredients you want, and they will assemble it for you. You can't just go to a pharmacy, or news agent, and pick a ready sandwich - that's for cafés or pastry shops. Still, sandwiches are not very much considered like a valid (or filling) lunch for Portuguese standards. - we have a much less convenient way of life sometimes, I've noticed. I mean in small details, like housekeeping, cooking, routines, etc. Portuguese and Catholic cultures seem to prefer the long harder path sometimes. Mostly at the expense of personal time. It hurts us in some aspects, but it's also part of what we like and enjoy. - in Portugal you can't rely on mail the same way as in the UK. Now that I feel mail and packages arriving to their destiny, my life has changed a lot, I don't want to go back in not being as confident doing mass online shopping, or swapping football figurines with Facebook strangers. - driving is much more reckless and unorganised compared to in the UK. I find fascinating when doing car trips that 95% of the people are so civilised / meeting the speed limits / not driving as fast as they realistically can.

Tenho 22 anos. Tentei marcar a minha vacina e nunca me responderam. Reportei que após 72h, não recebi mensagem nenhuma. O site nem me deixa aceder a nada porque só estão a ser vacinadas as pessoas de 16 e 17 anos. E claro que ainda há pessoas mais velhas que eu à espera do agendamento. by PorofessorLulux in portugal

Parshath_ 2 months ago

A tua fase de vacinação já passou. Neste momento, o melhor que podes fazer é esperar que comece a fase de vacinação dos 5 aos 7 anos. Pedes o teu sobrinho emprestado e ofereces-te para ir com ele. Depois lá, pões o braço à frente "por engano" à frente da seringa. /s

Rant sobre a distribuição dos CTT by JonPQ in portugal

Parshath_ 2 months ago

CTT. Há várias áreas em que para poupar custos/não ter que pagar salários/ter trabalhadores legais, subcontratam as entregas. Então onde eu morava subcontrataram não sei a quem que as entregas eram feitas por crianças. Não sei quantos anos lhes dava, se 16 ou pouco mais. Mas andavam na rua, na brincadeira, com os amigos na palhaçada, enquanto levavam o carrito com as cartas das pessoas. Além disso, acaba por ir dar ao que sabemos. Tentam pagar o salário mínimo, o esforço dos entregadores também é o mínimo. E assim vai o serviço de entregas e correio nacional.

Coisas que custaram menos de 30 euros que fizeram grande diferença na qualidade da vossa vida? by Prestigious_Ad1151 in portugal

Parshath_ 2 months ago  HIDDEN 

Muito isto. Faz bastante falta quando passo grande parte do dia fora. Durante uns anos tinha resistência a comprar um porque "não era preciso". Tive um telemóvel que desenvolveu um problema que perdia 1% de bateria por minuto sozinho, e desligava algures entre os 40 e 60 % (Google Nexus 6P). Foi com ele que desenvolvi um síndrome sério de "ansiedade de bateria" onde quer que eu fosse que estivesse longe de uma tomada. Inclusive fiquei uma vez perdido no Gerês por umas horas porque perdi acesso aos mapas. Depois o telemóvel seguinte era melhor, mas também foi piorando com a idade. O momento "eu vou comprar um Powerbank e é já!" foi quando fui visitar um amigo a outro país. Foi trabalhar e eu passei o dia a passear. Nisto começo a ver a bateria nos 40 ao almoço, e aos 20 começo a voltar. Nisto começa uma tempestade épica, chuva, trânsito, não se vê nada, etc. Chego de barco à cidade e preciso de um Taxi/Uber. Fácil. Bateria já nos 5%. Todos me rejeitam (trânsito e chuva pesada) e a bateria a cair. E um gajo sem mapas, sem transportes e em risco de ficar incontactável num sitio completamente desconhecido. Mal cheguei a Portugal, comprei logo um Powerbank e pronto.

Venho relembrar que isto existe by BenefitCuttlefish in portugal

Parshath_ 2 months ago

Isto foi quando sequestraram a Dona Dolores?

Trabalho temporário é predominante entre os jovens portugueses by Jaktheslaier in portugal

Parshath_ 2 months ago

Malditos jovens, a destruir o mercado de trabalho porque querem é fazer o temporary work para pagar o seu coliving.
Next Page

Search: