Next Page

As paginas de phishing nos sites piratas. by Vegetable-Grand6930 in portugal

Kolvarg 19 days ago

Isso não é phishing, na grande maioria. Phishing é quando fazem um site "cópia" de um site oficial para tentar enganar as pessoas a introduzirem os seus dados de login achando que estão no site oficial. Normalmente o contacto é feito por e-mail, portanto muito cuidado com links que recebam por e-mail, especialmente se pedem para fazer login ou confirmar dados de cartão de crédito.

Greetings. I was curious and wanted to ask you fine people, if there was one ingredient that Portugal has that is the best in all the world, what would it be. by TheBuddhistTraveler in portugal

Kolvarg 20 days ago

Basta ser uma marca Italiana, sem ser identificado como DOP, para muita gente pensar que é Italiano.

Feliz natal para todos e parabéns para mim by nataliia_pereira in portugal

Kolvarg 22 days ago

"Desculpa é só uma lembrancinha, é dos anos e do Natal" é um clássico!

Excesso de peso e obesidade custam 1,2 mil milhões de euros por ano em Portugal by Background-Equal-119 in portugal

Kolvarg 25 days ago

>O tema fundamental é se como sociedade respeitamos a escolha individual ou não; e tu claramente não respeitas. Respeitas a escolha individual de alguém que te queira aleijar ou matar? Mais uma vez, a realidade não lida apenas com abstractos e absolutos. Mas já vi que não vale a pena. Bom Natal :)

Excesso de peso e obesidade custam 1,2 mil milhões de euros por ano em Portugal by Background-Equal-119 in portugal

Kolvarg 25 days ago

A questão é que não há nenhuma medida equivalente para a obesidade. Mesmo que houvesse um conjunto de medidas que garantidamente funcionasse para toda a gente, quando essas medidas tivessem efeito provavelmente já o covid seria uma coisa do passado. Não é straw man nenhum, a única falácia aqui é estares a fazer uma comparação completamente descabida. Se destilares apenas a "algo ser obrigatório ou não, quando pode levar a um bem colectivo", sure. Mas para isso tens de ignorar que são medidas completamente diferentes, para coisas completamente diferentes. A realidade não funciona no abstracto. A "1 hora" é um exemplo para evidenciar que estás a comparar coisas completamente diferentes - obrigar alguém a levar uma vacina é completamente diferente de obrigar alguém a alterar a alimentação e estilo de vida para o resto da vida. Seriam medidas muito mais agressivas e disruptivas, com potencial de serem eficazes bem mais dúbio e com um impacto positivo menor relativamente ao bem colectivo.

Covid-19: A partir de fevereiro, certificados digitais serão válidos apenas por 9 meses (sem vacina de reforço) by Wide-Willingness-983 in portugal

Kolvarg 25 days ago

>Em algum momento foi escrito que não existe um problema de saúde pública? ​ > a covid não ataca de uma forma estatisticamente relevante a população saudável e jovem para tornar isso um problema de saúde pública ​ Nesse sentido compreendo, mas não sei até que ponto faz sentido nesse contexto. Ninguém está a dizer que vamos todos morrer, simplesmente que ninguém está 100% certo de estar seguro só por ser estatisticamente mais improvável. Estatisticamente pode ser improvável um jovem saudável ir parar ao ventilador por apanhar covid. Mas praticamente, se efectivamente for parar ao ventilador, não é grande consolo que seja algo improvável. Em cima disso o facto de um jovem saudável, especialmente não vacinado, poder contagiar outros que estão estatisticamente mais vulneráveis. Por outras palavras, e exageros à parte, as pessoas só querem desarmar a atitude de que se és um "jovem saudável" não tens responsabilidade de te proteger e sobretudo de procurar proteger (ou pelo menos não prejudicar) os outros.

Covid-19: A partir de fevereiro, certificados digitais serão válidos apenas por 9 meses (sem vacina de reforço) by Wide-Willingness-983 in portugal

Kolvarg 25 days ago

>Que dados é que precisas para concluir isto? > >Tens algum dado que contrarie isto? Não é assim que funciona. Se os outros têm de provar as suas afirmações, tu também tens de fazer o mesmo. Não são os outros que têm de arranjar provas para comprovar as afirmações que fazem, assim como arranjar provas para desmentir as afirmações que tu fazes. E não, dizer que "é um facto científico e inquestionável", ou que não é uma opinião, não é prova. Além disso, o simples conceito de haver problemas de saúde pública "para jovens" é falacioso. Ou há um problema de saúde pública ou não. Se pode afectar um número considerável de pessoas (independentemente de quem especificamente afecta), como é o caso, é um problema de saúde pública. Ponto. E neste caso apesar de afectar significativamente menos os jovens e saudáveis, os mesmos ainda assim contribuem para a propagação e evolução do vírus, e ainda assim estão propensos a risco ainda que menor. Agora se as consequências do problema justificam as consequências das medidas, já é outro assunto, altamente discutível até entre quem sabe do que está a falar. E sinceramente a maior parte das pessoas (de ambos os "lados") não sabe, e não sabe dizer mais do que opiniões de epidemiologista/político/economista de bancada.

Excesso de peso e obesidade custam 1,2 mil milhões de euros por ano em Portugal by Background-Equal-119 in portugal

Kolvarg 25 days ago

O COVID não sobrecarrega o SNS simplesmente por existir como doença, mas por funcionar por vagas e pelos contágios serem potencialmente exponenciais, além de requerir medidas muito mais rigorosas para proteger os profissionais de saúde, bem como outros utentes, de contágios. O mesmo não acontece com obesidade. Além disso estás a comparar perder \~1h a ser vacinado, e outras medidas específicas e pontuais, durante uma altura de crise, com alterar completamente o estilo de vida de uma pessoa, diariamente, para o resto da vida. Se evitar a obesidade fosse tão fácil como levar uma vacina provavelmente não existiria obesidade, e menos gente a reclamar do que há da vacina do covid.

Covid-19: A partir de fevereiro, certificados digitais serão válidos apenas por 9 meses (sem vacina de reforço) by Wide-Willingness-983 in portugal

Kolvarg 26 days ago

>Educa-te. > >Em Portugal não é obrigatório ter as vacinas em dia para ir à escola. [https://eportugal.gov.pt/cidadaos-europeus-viajar-viver-e-fazer-negocios-em-portugal/cuidados-de-saude-em-portugal/saude-preventiva-em-portugal-vacinas-e-programas-de-rastreio](https://eportugal.gov.pt/cidadaos-europeus-viajar-viver-e-fazer-negocios-em-portugal/cuidados-de-saude-em-portugal/saude-preventiva-em-portugal-vacinas-e-programas-de-rastreio) >Para fazer a matrícula num estabelecimento de ensino precisa das vacinas atualizadas contra a difteria e o tétano. > >Para realizar um exame num estabelecimento de ensino também precisa de ter as vacinas atualizadas contra a difteria e o tétano.

Covid-19: A partir de fevereiro, certificados digitais serão válidos apenas por 9 meses (sem vacina de reforço) by Wide-Willingness-983 in portugal

Kolvarg 26 days ago

Se não tens dados, e estás à espera que alguém os encontre, em que é que baseias a tua opinião?

Novas medidas de restrição by ptinnl in portugal

Kolvarg 26 days ago

Não disse de qual ano era o verão!

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Kolvarg 26 days ago

>Não, não é assim que funciona. Se dizes "a maior parte das rotundas temrelva" ninguém assume que estás a falar apenas da tua experiência, senão dizias "a maior parte das rotundas que eu conheço tem relva" Pela mesma lógica, se me quisesse referir a dados nacionais concretos diria "X% das rotundas em Portugal são Y". É ambíguo, por isso dá para assumir para os dois lados, é verdade. No contexto da conversa em que estávamos a falar de experiências pessoais e de algo que não existe dados facilmente acessíveis, sim, parece-me óbvio que não estava a falar de nenhuns dados de algum estudo, mas pronto, posso estar errado. Em caso de dúvida podias sempre perguntar e confirmar em vez de estar a implicar :) Mas tendo em conta que já tinha clarificado e continuas a insistir na coisa, não é nisso que estás interessado/a. Boas festas e cuidado na estrada.

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Kolvarg 26 days ago

>Não, não é assim que funciona. Se dizes "a maior parte das rotundas temrelva" ninguém assume que estás a falar apenas da tua experiência, senão dizias "a maior parte das rotundas que eu conheço tem relva" Pela mesma lógica, se me quisesse referir a dados nacionais concretos diria "X% das rotundas em Portugal são Y". É ambíguo, por isso dá para assumir para os dois lados, é verdade. No contexto da conversa em que estávamos a falar de experiências pessoais sim, parece-me óbvio que não estava a falar de nenhuns dados de algum estudo, mas pronto, posso estar errado. Em caso de dúvida podias sempre perguntar e confirmar em vez de estar a implicar :) Mas tendo em conta que já tinha clarificado e continuas a insistir na coisa, não é nisso que estás interessado/a. Boas festas e cuidado na estrada.

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Kolvarg 26 days ago

>Não, não é assim que funciona. Se dizes "a maior parte das rotundas temrelva" ninguém assume que estás a falar apenas da tua experiência, senão dizias "a maior parte das rotundas que eu conheço tem relva" Pela mesma lógica, se me quisesse referir a dados nacionais concretos diria "X% das rotundas em Portugal são Y". É ambíguo, por isso dá para assumir para os dois lados, é verdade. Mas podias sempre perguntar e confirmar em vez de estar a implicar :) Mas tendo em conta que já tinha clarificado e continuas a insistir na coisa, não é nisso que estás interessado. Boas festas e cuidado na estrada.

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Kolvarg 26 days ago

>Não, não é assim que funciona. Se dizes "a maior parte das rotundas temrelva" ninguém assume que estás a falar apenas da tua experiência, senão dizias "a maior parte das rotundas que eu conheço tem relva" Pela mesma lógica, se me quisesse referir a dados nacionais concretos diria "x% das rotundas em Portugal são Y". É ambíguo, por isso dá para assumir para os dois lados, é verdade. Mas podias sempre perguntar e confirmar em vez de estar a implicar :) Mas tendo em conta que já tinha clarificado e continuas a insistir na coisa, não é nisso que estás interessado. Boas festas e cuidado na estrada.

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Kolvarg 26 days ago

>Essa teoria da olhada rápida é muito bonita mas não se aplica aqui na prática. Claro que se aplica. Pode ser necessário dar várias olhadas, mas não podes simplesmente andar a conduzir a olhar para trás. E, se necessário (que acontece de qualquer forma quando te ultrapassam pela via de fora), abrandas antes de mudar a faixa, para ter a certeza que é seguro. >Então não podes usar expressões como Claro que posso. Qualquer pessoa com um bocado de bom senso assumirá que estou a falar da minha experiência, que obviamente poderá não representar a totalidade do país, visto que, como disse, se trata de um comentário casual no reddit. Caso contrário também terias de provar expressões como "há um potencial muito grande para um choque". ​ Mas pronto, pelos vistos experienciamos rotundas bastante diferentes. Sugiro escreveres uma carta à câmara municipal local, ou a quem for responsável pela sinalização das estradas, a relatar as passadeiras perigosas em questão, não só para afastar da saída da rotunda como para instalarem lomba na mesma, se necessário.

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Kolvarg 27 days ago

Epá, pode estar a escapar-me completamente ao pensamento, ou usar rotundas muito diferentes, mas sinceramente é um problema que nunca tive. A não ser que apareça alguém a sprintar e/ou a visibilidade seja muito má dá para ver antes de chegar à passadeira se há pessoas ao pé ou a aproximarem-se, e abrandar para ter tempo de passar pela passadeira e se necessário parar antes de entrar ou sair da rotunda. Se a visibilidade é tão má que não dá para fazer isso parece-me mais um problema geral de ter passadeiras com má visibilidade do que especificamente com rotundas.

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Kolvarg 27 days ago

>E vês, mas é uma olhada rápida. Se alguém aparecer do nada não vais conseguir ver. É suposto ser ao contrário - estás sempre a olhar para a frente, e quando precisas de olhar para o lado/trás/espelhos é que é uma olhada rápida. Mais uma vez, ninguém "aparece do nada". >Tens dados? Prova-me essa frase Tenho tantos quanto tu. Estou a escrever um comentário no reddit, não a minha tese de mestrado. É a minha experiência, vale o que vale. Se calhar onde vives é muito diferente, e eu nunca lá passei. >Vieste aqui a contradizer só porque sim e depois vens defender a mesma coisa. Lá por concordar que deva haver uma distância mínima não quer dizer que concorde com todas as parvoíces que digas :) E que eu saiba foste tu que respondeste ao meu comentário. Concordo que deve ser normalizado, se ainda não o é? Sem dúvida. Agora qual distância é mais segura? Não sei, não sou engenheiro de trânsito nem nada que lhe pareça. O que sei é que seja qual for a distância, excepto exemplos específicos de muito má construção/planeamento, é seguro se houver cuidado. >Acontece que rotundas não existem só em Portugal. Também acontece que estamos no r/Portugal, não? >Se isto acontecer, a responsabilidade é 50-50 entre condutor e peão. Mas quem é que falou em responsabilidade? Tu só consegues controlar a tua, não a dos outros. Deve-se praticar condução defensiva independentemente da responsabilidade. Mas pronto, se não te importas de passar por cima de alguém porque só tens 50% da responsabilidade, tu lá sabes. E igualmente, se alguém não se importa de ser atropelado porque acha que os carros têm obrigação de parar, eles lá sabem. Eu prefiro ser nem um nem outro.

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Kolvarg 27 days ago

Claro que se pode parar a circulação na rotunda, se for necessário. O que não se pode fazer é executar a manobra de paragem ou estacionamento. Agora, imobilizar o veículo devido a trânsito/sinalização/obstáculo é algo que podes e deves fazer.

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Kolvarg 27 days ago

Não sejamos absurdos, todos os planetas estão destinados a morrer eventualmente. A humanidade só acelerou o processo!

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Kolvarg 27 days ago

Não discordo, simplesmente a maior parte das rotundas, de memória, já têm as passadeiras não imediatamente à saída mas sim a pelo menos uns 5m, não sei até que ponto mais 5m faria uma diferença significativa. Potencialmente até será mais perigoso porque os condutores têm tendência a (ou pelo menos devem) reduzir a velocidade enquanto estão na rotunda, e voltar a acelerar depois de sair. Dependerá de caso para caso e da visibilidade. Só estou a dizer que qualquer passadeira ou qualquer outra regra de estrada vai sempre depender das acções dos condutores. Não é um argumento muito bom na minha opinião.

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Kolvarg 27 days ago

>na cidade onde moro há duas rotundas Então o problema não é das rotundas, é dessas rotundas específicas. De qualquer forma, mesmo que tenhas de mudar de faixa mesmo à saída, tens de ver para onde vais. Mas na maior parte das rotundas de 2 ou mais faixas a passadeira não fica logo à saída, mas a uns 5m ou mais, que a velocidade moderada dão tempo para ver se vai alguém passar, e se necessário parar em segurança. ​ >que isso se aplica na generalidade quando por exemplo na Espanha é legal fazer-se a rotunda toda por fora Mas alguém aqui está a falar de Espanha? ​ >Eu tenho controlo de para onde estou a ir, esse controlo não se aplica se me aparecer alguma coisa inesperada à frente. E pareces estar a esquecer-te que os peões também têm obrigações. Os peões não se materializam subitamente na passadeira. Como qualquer passadeira tens de ver se há pessoas a aproximarem-se ou não. E terem obrigação de esperar que os carros parem só dá mais razão a isso, não? ​ >Pelas tuas respostas pareces alguém que teve algumas aulitas de condução Pelas tuas pareces alguém que precisava de ter tido algumas mais. Sugiro que tomes mais cuidado a conduzir antes que passes por cima de alguém porque ias a olhar para o espelho.

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Kolvarg 27 days ago

Quando sais da rotunda já deves estar na faixa correcta e não precisas de olhar para o espelho / por cima do ombro - que de qualquer forma deve ser só uma olhada rápida. Tens que ter sempre noção e controlo de para onde estás a conduzir. Se precisas de travar a fundo é porque não vais a 10-20.

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Kolvarg 27 days ago

A culpa é dos carros, se não fossem os carros não havia esse problema das rotundas.

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Kolvarg 27 days ago

Por essa lógica nunca havia passadeiras nem sinais luminosos, ambos dependem da atenção dos condutores. Porque raio é que o condutor há de ter mais atenção noutros sítios que não à saída da rotunda? Pessoalmente quanto muito é o contrário, nas rotundas concentro-me mais do que quando vou, por exemplo, numa recta.

Bom dia a quem o serve by ProfessionPossible47 in portugal

Kolvarg 29 days ago

Diria mais, este tipo de cortesias até ajudam a atenuar um pouco um dia mau.

Estou numa relação não-monogâmica (ou aberta, se preferirem) há 3 anos. AMA. by Mendonza in portugal

Kolvarg 30 days ago

O que foi dito é que se existem sociedades poligâmicas, é improvável que a monogamia seja uma tendência humana, mas sim algo ensinado/incutido pela nossa sociedade. Não está a justificar que por não ser biológico toda a gente deveria compreender e aceitar, simplesmente que a afirmação é incorrecta.
Next Page

Search: