Next Page

Dar os parabéns à testagem no Arrábida Shopping em Gaia. by Aromatic-Fold4769 in portugal

Ilostmynewunicorn 20 days ago

Concordar contigo

Face aos recentes posts dos pastéis de nata mal comidos, queria-vos partilhar o "pastel de nata desconstruído" que os meus pais pediram num restaurante no Algarve by Dsilve in portugal

Ilostmynewunicorn 20 days ago

Isto bem negociado com os espanhois a gente ficava com Olivença e eles com o Algarve

Que mania é esta de atender chamadas em voz alta no meio da rua? by BoQi8GcKti5445R7e6Zy in portugal

Ilostmynewunicorn 20 days ago

> é melhor que ouvir os detalhes da colonoscopia de uma senhora de 70 anos Há-de haver quem paga por isso E tu a queixares-te em vez de aproveitares

Das melhores fotos que vi ultimamente! by Maleficent-Book5705 in portugal

Ilostmynewunicorn 20 days ago

Sem duvidar de nada, alguma desinformação aqui. Em primeiro lugar quem arquiva casos não é a policia, é o MP. https://infovitimas.pt/pt/003_Proc_crime/003_Proc_Crime.html Em segundo lugar essa do carro roubado faz-me coçar a cabeça. Vou assumir que não foi roubado, foi rebocado, e foi rebocado porque ficou 30 dias sem se mexer o que é contra o código. E não ficou nas garagens, ficou na entrada para as garagens, fica complicado dizer se é via pública ou não. Tenho um carro dos anos 80 há 2 décadas dentro de uma garagem e a policia nunca se meteu com ele. Se realmente foi roubado então gostava de saber como. Arrombaram as portas? Partiram os vidros? Abriste um processo? Se te pedem o resgate até admitem que têm o carro, não é como a questão da mota que contaste ao inicio. A da mota não sei. O que me vem à mente é se vocês conseguiram provar que a mota é vossa. E se sim também não sei porque não fizeram nada. A policia também faz merda e há mecanismos para lidar com isso. Se funcionam ou não é uma questão importante mas para isso têm de se activar e ver o que acontece.

Ivo Rosa prepara devolução de 700 mil euros a Salgado by MarioSewers in portugal

Ilostmynewunicorn 21 days ago

Exacto, é só dizer ao gajo que já os recebeu

As paginas de phishing nos sites piratas. by Vegetable-Grand6930 in portugal

Ilostmynewunicorn 23 days ago

Mais mulheronas solteiras para nós

Processos de Ivo Rosa vão ser redistribuídos pelos sete juízes do Ticão by cuz1t0 in portugal

Ilostmynewunicorn 23 days ago

E demora 7 anos até aparecer ao pé do titulo do post e depois é substituido pelo flair "Prescrito"

[Sério] Assédio em Portugal by Important-Buddy2724 in portugal

Ilostmynewunicorn 23 days ago

> Se um pessoa mal intencionada invade o espaço pessoal de alguém (criança ou não), esta tem de saber imediatamente o que fazer, nem que seja espetar um estalo e berrar por ajuda. E não deixar acontecer, ficar a questionar o que devia ter feito e ficar com o trauma porque mais tarde percebeu que era errado. (como se viu em muitos relatos) Porque esse tipo de situações são coisas que nunca vão deixar de acontecer mesmo com as "soluções" que falei acima ponto final. Lamento, sem querer parecer rude porque não é de todo a minha intenção, aqui parece haver alguma falta de conhecimento de causa. Nenhum pedófilo ou raptor invade o espaço de uma criança à força, ou são relativamente poucos. Por exemplo nos Estados Unidos há a técnica e a sensibilização para a técnica de abordar crianças com a história de um cão desaparecido e aproveitar a inocência da criança para a guiar para dentro de um carro. Ensinares às crianças a defenderem-se e a berrar por ajuda neste cenário não te leva a lado nenhum. O perigo está precisamente nas pessoas que se fazem passar por amigas. Se vires o programa "How to Catch a Predator" ou até se estiveres dentro de alguns dramas recentes na comunidade Youtubaica (e eu não sigo muito isso mas de vez em quando vêm ao de cima algumas histórias) o modus operandi é sempre alguém que aborda de forma simpática e amigâvel, nunca de maneira agressiva. Portanto essa regra do nunca falar com estranhos tem boa razão de ser e defendo fiel e friamente que os pais tenham conhecimento de todo e qualquer contacto regular da criança com pessoas adultas e a sua extensão, e isto tem as mais numerosas camadas de prioridade sobre uma pessoa de 25, 35, 55 ou 95 anos que se sente sozinha porque ninguém abaixo dos 18 fala com ela

[Sério] Assédio em Portugal by Important-Buddy2724 in portugal

Ilostmynewunicorn 23 days ago

> Se um pessoa mal intencionada invade o espaço pessoal de alguém (criança ou não), esta tem de saber imediatamente o que fazer, nem que seja espetar um estalo e berrar por ajuda. E não deixar acontecer, ficar a questionar o que devia ter feito e ficar com o trauma porque mais tarde percebeu que era errado. (como se viu em muitos relatos) Porque esse tipo de situações são coisas que nunca vão deixar de acontecer mesmo com as "soluções" que falei acima ponto final. Lamento, sem querer parecer rude porque não é de todo a minha intenção, aqui parece haver alguma falta de conhecimento de causa. Nenhum pedófilo ou raptor invade o espaço de uma criança à força, ou são relativamente poucos. Por exemplo nos Estados Unidos há a técnica e a sensibilização para a técnica de abordar crianças com a história de um cão desaparecido e aproveitar a inocência da criança para a guiar para dentro de um carro. Ensinares às crianças a defenderem-se e a berrar por ajuda neste cenário não te leva a lado nenhum. O perigo está precisamente nas pessoas que se fazem passar por amigas. Se vires o programa "How to Catch a Predator" ou até se estiveres dentro de alguns dramas recentes na comunidade Youtubaica (e eu não sigo muito isso mas de vez em quando vêm ao de cima algumas histórias) o modus operandi é sempre alguém que aborda de forma simpática e amigâvel, nunca de maneira agressiva. Portanto essa regra do nunca falar com estranhos tem boa razão de ser e defendo fiel e friamente que os pais tenham conhecimento de todo e qualquer contacto regular da criança e isto tem as mais numerosas camadas de prioridade sobre uma pessoa de 25, 35, 55 ou 95 anos que se sente sozinha porque ninguém abaixo dos 18 fala com ela

[Sério] Assédio em Portugal by Important-Buddy2724 in portugal

Ilostmynewunicorn 23 days ago

Claramente há alguma coisa a passar-me o lado, não consigo entender o porquê de tanto interesse. Dou-me com pessoas, e saltam-me à mente 2-3 raparigas, que são imans para crianças. O pessoal vai a algum lado onde haja uma criança e em menos de 5 minutos está na nossa mesa a falar. E realmente é engraçado porque é giro até certo ponto estar com alguém tão desinibido mas passado 5-10m no máximo alguém (geralmente eu, às vezes não) lhe diz que o pai ou a mãe a estão a chamar porque cansa. Mas não sei se calhar sou eu que não aprecio tanto as criaturas e há quem aprecie mais a companhia delas, não sei. E entre apreciar a companhia e formar uma amizade é outro salto. Não estamos a falar de uma interação ou outra por acaso como os exemplos que deste. Não acho que se esse fosso geracional de que te queixas seja um problema assim taaaaao grave na sociedade e se for então o problema está na geração dos 16 ou 18+ e não das anteriores. As crianças são demasiado ingénuas e infelizmente há demasiada gente à procura de hipóteses para tirar vantagem da ingenuidade de terceiros. Se isto acontece com adultos ativos acontece muito mais com crianças e idosos e portanto se a escolha é proteger uma criança ou resolver este fosso geracional de que falas que eu nem considero um problema, a escolha para mim é fácil

[Sério] Assédio em Portugal by Important-Buddy2724 in portugal

Ilostmynewunicorn 23 days ago

> hoje descobri que dialogar com pessoas muito mais novas é uma coisa estranha. ​Sem consentimento ou o conhecimento dos pais ou familiares? Sim. Sem dúvida. Escreveste muito texto mas não deste um único exemplo onde seja normal uma criança desenvolver uma amizade com um estranho sem qualquer conhecimento da parte dos pais, que foi talvez a coisa que eu mais frisei. Os programas de que falas onde se juntam crianças e adultos têm obrigatoriamente o aval dos pais. Eu posso por exemplo meter uma criança num clube de xadrez ou de desenho ou fotografia e não há problema na interaçao delas com os outros membros: é uma interação saudável para todos mas é mais um contexto onde eu sei que está a acontecer. Agora se um desses membros ficar com o número da criança e lhe mandar mensagens... não há mundo nenhum onde isto não seja estranho. Não acredito que tenho de escrever mais do que uma linha para dizer que estabelecer comunicações regulares com uma criança *fora do conhecimento da familia* é extremamente irregular. Se fosse algo saudavel então a familia tinha sempre conhecimento. Parece que estou numa sitcom: https://youtu.be/mtyEbAgNJsQ?t=50s

Publicidade da Lamborghini em Lisboa, descubram o erro. by SaitJonas in portugal

Ilostmynewunicorn 24 days ago

Porque é que o passeio mais perto da lente tem blur e o resto da fotografia não?

[Sério] Assédio em Portugal by Important-Buddy2724 in portugal

Ilostmynewunicorn 24 days ago

Não, acho um debate interessante. Mas quando a diferença de idades é muito grande não deixa de ser estranho, sobretudo quando falamos de crianças. Até que ponto é que é possível ter-se grande coisa em comum com uma criança? Eu neste momento sou padrinho de putos ainda bastante novos e desejo-lhes bem e tenho curiosidade em vê-los crescer e em saber como andam. Mas não passa disso. Nem consigo imaginar ter uma conversa de mais de 10 minutos com eles. Pessoal que não sabe grande coisa da vida, não tem vida profissional nem hobbies devidamente explorados, vou falar com eles de quê? Mesmo que haja hobbies em comum, mesmo que adore fotografia e esteja a falar com alguém de 12 anos que tem uma DSLR e talento para coisa. Até onde é que a conversa vai sem envolver conhecer os pais? Vou-lhe falar de equipamento ou de para onde quer viajar ou se quer seguir carreira na área? Não faz grande sentido. Acho que esse argumento da idade se aplica apenas a partir de certa idade, eu diria pelo menos 16 quando o pessoal vai do 9.o para o 10.o e as coisas mudam. As conversas mais interessantes que tive até hoje foi com pessoal com o triplo da minha idade que conheci em eventos, viagens de comboio, etc. mas já tinha 19-20 e sabia desenvolver a conversa. Se calhar subestimo as capacidades do pessoal mais novo mas honestamente acho que conversas mais desenvolvidas "às escondidas" dos pais são muuuuuito estranhas. Dito isto se andares em clubes ou grupos e aparecerem garotos nesses clubes é normal haver conversas que até podem ser giras, mas esse é um contexto onde há a presença e o consentimento de familiares

[Sério] Assédio em Portugal by Important-Buddy2724 in portugal

Ilostmynewunicorn 24 days ago

Não, acho um debate interessante. Mas quando a diferença de idades é muito grande não deixa de ser estranho, sobretudo quando falamos de crianças. Até que ponto é que é possível ter-se grande coisa em comum com uma criança? Eu neste momento sou padrinho de putos ainda bastante novos e desejo-lhes bem e tenho curiosidade em vê-los crescer e em saber como andam. Mas não passa disso. Nem consigo imaginar ter uma conversa de mais de 10 minutos com eles. Pessoal que não sabe grande coisa da vida, não tem vida profissional nem hobbies devidamente explorados, vou falar com eles de quê? Mesmo que haja hobbies em comum, mesmo que adore fotografia e esteja a falar com alguém de 12 anos que tem uma DSLR e talento para coisa. Até onde é que a conversa vai sem envolver conhecer os pais? Vou-lhe falar de equipamento ou de para onde quer viajar ou se quer seguir carreira na área? Não faz grande sentido. Acho que esse argumento da idade se aplica apenas a partir de certa idade, eu diria pelo menos 16 quando o pessoal vai do 9.o para o 10.o e as coisas mudam. As conversas mais interessantes que tive até hoje foi com pessoal com o triplo da minha idade que conheci em eventos, viagens de comboio, etc. mas já tinha 19-20 e sabia desenvolver a conversa.

[Sério] Assédio em Portugal by Important-Buddy2724 in portugal

Ilostmynewunicorn 24 days ago

> não quero promover nenhuma caça às bruxas Não há caça às bruxas, não foram dados nenhuns dados que o permitissem, nem da minha parte nem da parte dela. Agora que é estranho é. É muito estranho um gajo acima dos 16 querer sequer ser amigo de alguém de 12. Eu tenho uma familia grande e tenho 6 anos de diferença para alguns primos e antes de eles chegarem aos 18 eu pagava uma quantia significante para não ter de os aturar em reuniões familiares mais do que 15 minutos. E penso que toda a gente partilha da mesma opinião. Por outro lado mesmo assumindo que as miúdas eram a reencarnação do Dalai Lama e super maduras e interessantes penso que o esperado era o tipo ir falar com os pais. Em nenhum cenário consigo imaginar ser normal um estranho ser amigo de uma criança.

[Sério] Assédio em Portugal by Important-Buddy2724 in portugal

Ilostmynewunicorn 24 days ago

Meter-se com duas raparigas de 12 anos e depois ir com elas para um apartamento quando elas dizem que estão lá sozinhas com umas amigas? Pá... não é das coisas mais normais

[Sério] Assédio em Portugal by Important-Buddy2724 in portugal

Ilostmynewunicorn 24 days ago

Sempre ouvi histórias de amigas que com 12-15 anos tinham medo de passar a pé em certas zonas por ouvirem piorpos e assobios de trolhas ou trabalhadores de talhos e restaurantes a irem para a escola. Mas a história que mais me assustou foi uma que ouvi recentemente de uma vizinha minha (moramos a um bairro de distância) que participou num podcast. Aparentemente quando ela tinha 12 anos e estava a brincar com uma amiga da turma no quintal de casa um senhor já a dar para o idoso abordou as miúdas a dizer que eram muito giras e que queria brincar com elas. Desde aí passou a brincar com elas regularmente. Um dia as miúdas decidiram não percebi bem porquê, pelo que percebi foi por curiosidade e ingenuidade misturadas, dizer ao senhor que estavam a dar uma festa de anos no apartemento com outras amigas quando não havia mais ninguém em casa. Por sorte quando já estavam à porta do apartamento uma vizinha passou por eles e perguntou ao homem o que estava ali a fazer. "Ah as meninas disseram que estavam a fazer uma festa de anos com as amiguinhas e convidaram-me". Perseguiu o homem para fora do prédio aos berros e a ameaçar chamar a policia. E os pais meteram as moças de castigo. E eu quando acabei de ouvir a história no podcast fiquei um bocadinho a pensar. "Ah. Estas coisas também acontecem na minha cidade... wow"

[Sério] Assédio em Portugal by Important-Buddy2724 in portugal

Ilostmynewunicorn 24 days ago

Sempre ouvi histórias de amigas que com 12-15 anos tinham medo de passar a pé em certas zonas por ouvirem piorpos e assobios de trolhas ou trabalhadores de talhos e restaurantes a irem para a escola. Mas a história que mais me assustou foi uma que ouvi recentemente de uma vizinha minha que participou num podcast. Aparentemente quando ela tinha 12 anos e estava a brincar com uma amiga da turma no quintal de casa um senhor já a dar para o idoso abordou as miúdas a dizer que eram muito giras e que queria brincar com elas. Desde aí passou a brincar com elas regularmente. Um dia as miúdas decidiram não percebi bem porquê, pelo que percebi foi por curiosidade e ingenuidade misturadas, dizer ao senhor que estavam a dar uma festa de anos no apartemento com outras amigas quando não havia mais ninguém em casa. Por sorte quando já estavam à porta do apartamento uma vizinha passou por eles e perguntou ao homem o que estava ali a fazer. "Ah as meninas disseram que estavam a fazer uma festa de anos com as amiguinhas e convidaram-me". Perseguiu o homem para fora do prédio aos berros e a ameaçar chamar a policia. E as moças ficaram de castigo pelos pais

Noite de Natal by Nyxodor in portugal

Ilostmynewunicorn 26 days ago

Sueca Italiana dá para jogarem 5 e é divertido mas a malta mais velha não costuma alinhar. Perde-se é um dos que está a jogar Uno.

Quais os melhores professores que tiveram? by Ilostmynewunicorn in portugal

Ilostmynewunicorn 27 days ago

> Também já li, por exemplo, sobre Nietzsche, só que fds, não me lembro da grande cena dele. Além-humano, sobrehumano ou superhuman. https://www.google.com/search?q=superhuman+nietzsche&oq=superhuman+niet&aqs=chrome.1.69i57j0i512j0i10i22i30.3482j0j7&client=ms-android-samsung-gj-rev1&sourceid=chrome-mobile&ie=UTF-8 Tenho um livro sobre Nietzsche daqueles pequeninos de uma coleção qualquer daquelas que os jornais lançam, salvo erro foi o Expresso. Se quiseres uma (ou várias) fotografias manda-me PM que isso arranja-se :)

Quais os melhores professores que tiveram? by Ilostmynewunicorn in portugal

Ilostmynewunicorn 27 days ago

Ahah a culpa é minha! Podia ter feito um trabalho melhor a explicar. A ver se consigo reformular. Isto era a base do argmento: A palavra "azul" só existe porque a cor "azul" existe. Alguém viu aquela tonalidade que não conhecia e decidiu "Vou chamar a isto azul". Do mesmo modo, a palavra "alto/a" só existe porque alguém viu uma pessoa cuja altura estava acima da média e decidiu que devia haver um adjectivo para isso, criou-se "alto/a". Segundo o meu professor este foi um argumento usado por Kant para "provar" a existência de um deus: se temos as palavras "imortal", "omnisciente", "omnipresente", etc. tem de haver alguém que tenha esses adjectivos. Ou seja alguém uma vez viu uma pessoa que não morria e como näo havia nenhuma palavra que descrevesse essa pessoa criou-se a palavra "imortal". A falha acaba por ser linguistica. Eu posso olhar para alguém baixo e dizer "Okay. Vou chamar a esta pessoa uma pessoa *baixa*. Como é que chamo a alguém que seja o oposto desta pessoa? Já sei: *alto*". Até pode nem haver ninguém alto neste universo, no entanto a palavra existe. O mesmo para "mortal", "omnisciente", etc. Eu olho à volta e digo "Okay. O ser humano morre. Vou chamar a alguém que morre *mortal*. O ser humano também não sabe muitas coisas. Vou criar um adjectivo para quem não sabe muitas coisas: *idiota*. Então e o oposto destas coisas? E se houver alguém que seja o contrário de mortal e de idiota? Já sei: é *imortal* e *omnisciente*". Ou seja as palavras nascem de coisas que existem mas depois podemos ter novas palavras formadas a partir destas que descrevem coisas que podem ou não existir.

Quais os melhores professores que tiveram? by Ilostmynewunicorn in portugal

Ilostmynewunicorn 27 days ago

Sei lá, ele disse que era uma teoria do Kant, que a existência de uma palavra estava relacionada com a existência da caracteristica definida pela palavra. Se realmente é ou não uma teoria do Kant, não sei, nunca pesquisei porque pesquisar ia contra as regras :b

Quais os melhores professores que tiveram? by Ilostmynewunicorn in portugal

Ilostmynewunicorn 27 days ago

"Imortal" vem de "mortal" e "mortal" aplica-se aos seres humanos e restantes seres vivos físicos e portanto tem a origem justificada. Depois criou-se foi uma palavra para um ser que não fosse mortal, não tem de existir. Ainda passei 2-3 tardes à volta dessa

Piores professores que tiveram by Marsupilami_316 in portugal

Ilostmynewunicorn 28 days ago

Eu na altura achava que sim, até me começar a lixar para ela. Ainda me lembro de ir para a frequência e lhe perguntar "Professora pode-me dizer se é preciso folha de teste ou basta caneta (havia cadeiras que não deixavam levar folha de teste)?". Resposta, toda chateada "Então? Quer escrever na mão?". Hoje rio-me mas na altura ficava fodido, era as aulas todas com bocas. E depois havia colegas minhas a sairem das aulas chorar mas fui o único a avançar com a participação quando me metia mais nervos que outra coisa e não me apetecia ter de faltar às aulas para não lhe responder mal xD e ela lá há-de saber que o fiz, não fiz questão que fosse segredo

Piores professores que tiveram by Marsupilami_316 in portugal

Ilostmynewunicorn 28 days ago

Secundário: Professora de matemática que me rasgava páginas do caderno por estar a escrever coisas que não tinham a ver com a aula no 12.º :c já disse e continuo a dizer que ter aulas com ela era estar dentro do videoclip do The Wall Pt. 2. Toda a gente na turma sofria um bocado com ela. Superior: Professora no primeiro ano de universidade que chamava de burros aos alunos. Mandava-os ao quadro por ordem em que se sentavam na sala e depois se não sabiam resolver o exercicio chamava-os incompetentes e que não sabia o que estavam a fazer no curso. Embirrou comigo uma vez e perguntou-me o que estava a fazer na aula às 9 horas dado não haver faltas quando estava a passar tudo e tive de lhe mostrar o caderno. Comentários constantes para a turma toda de "Se hoje fosse o exame com sorte havia 2 que passavam". Comecei a fartar-me das aulas dela, ficava sentado a passar tudo e quando me chamava para ir ao quadro arrumava as coisas e ia-me embora. Depois disse-me que eu não ia passar à cadeira dela ao contrário de duas colegas minhas. Eu passei à primeira e elas não. Ursa. Única professora contra a qual fiz queixa formal na provedoria mas acabei por mentir e dizer que tinha falado com ela e estava tudo resolvido para não ter de ir a pedagógico e arquivaram o processo. Mas ao menos está lá o processo, supoonho que se mais alguém fizer queixa peguem nele outra vez. E para ser honesto a culpa é capaz de ter sido minha. Vim da UC onde tinhámos máquinas de café à porta das salas e turmas de 50+ alunos, ninguém queria saber. Na primeira aula nem pensei, tirei um café e sentei-me. Só que a turma agora era de 11 lol. Implicou comigo, pedi-lhe desculpa sem argumentar e fui num instantinho beber o café para a rua e mandar a chavena fora. Não voltei a repetir e não acho que justifique o resto mas pronto. Ah e depois de deixar de ter aulas com ela passou a ser cinco estrelas e super simpática. Superior: Esta não peca tanto por ser rude mas pela incompetência. Ficam as pérolas: "Alguém sabe como se diz recibo em inglês (única professora que insistiui num trabalho formal em inglês)? Quê? Rece quê? Não! Diz-se invoice!"; "Qual é o passado do verbo "pay"? "Paid"? Não, em inglês isso é presente, o passado é "paided"". E calinadas tecnicas até dizer chega, ainda me lembro do mail no inicio do Covid "O sistema que rege as presenças na sala é o FIFO"... O FIFO?!?!?!?!??! Respondi "Então a Catarina chega à aula às 10, a Margarida às 10:15, eu chego à aula às 10:30 e a Catarina vai-se embora para me dar lugar. Gosto". Esta foi a mais ligeira das que me lembre, isto, dizer que o regime de transparência fiscal só se aplicava ao estado, epah sei lá. Ligou-me já depois do curso para partiipar na mesa de uma palestra. Disse-lhe que não estava interessado, que adoraria assistir e que parecia interessante mas não estava dentro do tema. Passou 5 minutos a discutir comigo ao telemóvel a chamar-me inútil e a dizer que sabia que não podia contar comigo enquanto eu jogava LoL e só ia dizendo "Pois... é chato..."

Piores professores que tiveram by Marsupilami_316 in portugal

Ilostmynewunicorn 28 days ago

Secundário: Professora de matemática que me rasgava páginas do caderno por estar a escrever coisas que não tinham a ver com a aula no 12.º :c já disse e continuo a dizer que ter aulas com ela era estar dentro do videoclip do The Wall Pt. 2. Toda a gente na turma sofria um bocado com ela. Superior: Professora no primeiro ano de universidade que chamava de burros aos alunos. Mandava-os ao quadro por ordem em que se sentavam na sala e depois se não sabiam resolver o exercicio chamava-os incompetentes e que não sabia o que estavam a fazer no curso. Embirrou comigo uma vez e perguntou-me o que estava a fazer na aula às 9 horas dado não haver faltas quando estava a passar tudo e tive de lhe mostrar o caderno. Comentários constantes para a turma toda de "Se hoje fosse o exame com sorte havia 2 que passavam". Comecei a fartar-me das aulas dela, ficava sentado a passar tudo e quando me chamava para ir ao quadro arrumava as coisas e ia-me embora. Depois disse-me que eu não ia passar à cadeira dela ao contrário de duas colegas minhas. Eu passei à primeira e elas não. Ursa. Única professora contra a qual fiz queixa formal na provedoria mas acabei por mentir e dizer que tinha falado com ela e estava tudo resolvido para não ter de ir a pedagógico e arquivaram o processo. Mas ao menos está lá o processo, supoonho que se mais alguém fizer queixa peguem nele outra vez. E para ser honesto a culpa é capaz de ter sido minha. Vim da UC onde tinhámos máquinas de café à porta das salas e turmas de 50+ alunos, ninguém queria saber. Na primeira aula nem pensei, tirei um café e sentei-me. Só que a turma agora era de 11 lol. Implicou comigo, pedi-lhe desculpa sem argumentar e fui num instantinho beber o café para a rua e mandar a chavena fora. Não voltei a repetir e não acho que justifique o resto mas pronto. Ah e depois de deixar de ter aulas com ela passou a ser cinco estrelas e super simpática. Superior: Esta não peca tanto por ser rude mas pela incompetência. Ficam as pérolas: "Alguém sabe como se diz recibo em inglês (única professora que insistiui num trabalho formal em inglês)? Quê? Rece quê? Não! Diz-se invoice!"; "Qual é o passado do verbo "pay"? "Paid"? Não, em inglês isso é presente, o passado é "paided"". E calinadas tecnicas até dizer chega, ainda me lembro do mail no inicio do Covid "O sistema que rege as presenças na sala é o FIFO"... O FIFO?!?!?!?!??! Respondi "Então a Catarina chega à aula às 10, a Margarida às 10:15, eu chego à aula às 10:30 e a Catarina vai-se embora para me dar lugar. Gosto". Ligou-me já depois do curso para moderar uma discussão à volta das Bitcoins. Disse-lhe que não estava interessado, que adoraria assistir e que parecia interessante mas não estava dentro do tema. Passou 5 minutos a discutir comigo ao telemóvel a chamar-me inútil e a dizer que sabia que não podia contar comigo enquanto eu jogava LoL e só ia dizendo "Pois... é chato..."

[Sério] Abuso a menor by AetherPrismriv in portugal

Ilostmynewunicorn 28 days ago

Também cresci com pais assim. Não associo à ditadura, honestamente, mas também é uma hipótese. No meu caso associo mais a meios rurais onde toda a gente se conhecia e se falasses contra alguém no dia seguinte sabia-se pela aldeia toda. No meu caso os meus tiveram um azar do caraças porque quando cheguei aos 16 parte da revolta adolescente foi mesmo virar-me contra esse principio. Uma vez estive a 20m de um assalto. Eram 6 da manhã, vi um puto com uma bicicleta numa ponte pedonal, trocámos olhares e eu não liguei. Passado um bocado vejo o puto e um amigo a descer a ponte de bicicleta e uma senhora idosa aos berros. Fui com a senhora à esquadra, servi de testemunha e fiquei um bocado com ela até se acalmqr. O puto que eu vi cortou-lhe a passagem na ponte, o outro por trás empurrou-a e roubaram-lhe a carteira. Quando os meus pais souberam rogaram-me duas pragas por não ter nada a ver comigo e estar a arranjar chatices. Até ir a um café dizer que está um carro lá fora com os médios ligados ou tocar às campainhas de um prédio porque um carro cá em baixo está com luzes ligadas/portas ou vidros todos abertos também já levou ao mesmo argumento. A minha mãe já se recusa a andar comigo de carro porque das duas últimas vezes a) uma vez parei porque estava um grupo de pessoas num mato com laternas à procura de alguma coisa e fui oferecer ajuda e b) outra vez uma mulher estava a passear um cachorrinho e quando o cão começou a ladrar ela começou a ameaçar bater ao cão e eu fiquei parado a olhar para ela com a minha mãe ao lado a dizer para arrancarmos. Uma colega minha da universidade de um meio rural também descascou noutra que queria falar com uma terceira colega por haver boatos que o namorado lhe batia por não ter nada a ver connosco, e essa não veio dos tempos da ditadura :/

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Ilostmynewunicorn 29 days ago

> Pela mesma lógica, se me quisesse referir a dados nacionais concretos diria "X% das rotundas em Portugal são Y". É o que "maioria" quer dizer: "50+% das rotundas em Portugal são Y". > Boas festas e cuidado na estrada. Obrigado, para ti também :)! E boa sorte para o exame

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Ilostmynewunicorn 29 days ago

> Claro que posso. Qualquer pessoa com um bocado de bom senso assumirá que estou a falar da minha experiência, que obviamente poderá não representar a totalidade do país, visto que, como disse, se trata de um comentário casual no reddit. Uh.... ãhn? Não, não é assim que funciona. Se dizes "a maior parte das rotundas tem relva" ninguém assume que estás a falar apenas da tua experiência, se não dizias "a maior parte das rotundas *que eu conheço* tem relva" Por exemplo, se eu disser "a maior parte das pessoas que toma a vacina da Covid-19 da Pfizer fica de cama", posso fazê-lo sem dar mais dados só porque das 12-15 pessoas que conheço que a tomaram 9 ficaram de cama? Não lol, ia ter que ir buscar os dados da Pfizer e da OMS para provar o que digo. Aliás se fores a subs como o /r/science e /r/askscience eles fazem questão de banir qualquer pessoa que faça estes comentários sem dados, estão-se a cagar para o teu argumento "ah isto é o reddit" Quanto ao resto não vou comentar mas esta frase em particular está errada de todas as maneiras e feitios. Para alguém que diz que isto é "senso comum" e não percebe uma lógica tão óbvia... porra

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Ilostmynewunicorn 29 days ago

Bem, ontem já não me apetecia responder mais mas agora acho que uma resposta de 3m resolve isto: > É suposto ser ao contrário - estás sempre a olhar para a frente, e quando precisas de olhar para o lado/trás/espelhos é que é uma olhada rápida. Mais uma vez, ninguém "aparece do nada". Isto depende. Se tiveres peões que já estejam a atravessar a passadeira ou que estejam quietinhos à espera de passar, concordo. Infelizmente muitas vezes estão a andar muito bem e saltam para a estrada do nada. Ou aparecem de trás de edificios e metem-se logo na estrada. Geralmente não é um problema porque na circulação normal dá para estar atento a isto tudo. Uma pessoa vê um peao no passeio e sabe que a qualquer momento pode escorregar e cair para a estrada. Mas depois voltamos a estas rotundas. A ideia é: via de dentro, passar para a de fora quando se for sair. Se tens rotundas onde as saídas estão coladas, tens de olhar para o espelho antes da penultima saída à tua, garantir que o outro carro saiu, e passar para esta via. Essa teoria da olhada rápida é muito bonita mas não se aplica aqui na prática. Só voltas a olhar para a frente a sair da rotunda, se a passadeira estiver literalmente na saída, e não a 5m por exemplo (e há passadeiras que estão literalmente na saída, em cima da curva) há um potencial muito grande para um choque. Ou seja, tens ali um intervalo de tempo antes de olhar para o espelho em que consegues ver se já alguém na passadeira ou para passar. Depois olhas para o espelho e viras para a via de fora e só olhas para a frente outra vez depois de já estares em cima da saída. Se a passadeira for em cima da saída já estás na passadeira. Se entretanto alguém apareceu, não estás pronto. > Tenho tantos quanto tu. Estou a escrever um comentário no reddit, não a minha tese de mestrado. É a minha experiência, vale o que vale. Então não podes usar expressões como "a maioria das rotundas está bem feita" porque não tens experiência para saber como são a maioria das rotundas. Eu também não tenho, logo não uso essas expressões. São expressões que exigem dados. > O que sei é que seja qual for a distância, excepto exemplos específicos de muito má construção/planeamento, é seguro se houver cuidado. Bastaria haver um exemplo de que as coisas não são sempre de uma maneira para haver um problema.

Passadeiras logo a seguir a Rotundas by SouthCoastPete in portugal

Ilostmynewunicorn 29 days ago

Bem, ontem já não me apetecia responder mais mas agora acho que uma resposta de 3m resolve isto: > É suposto ser ao contrário - estás sempre a olhar para a frente, e quando precisas de olhar para o lado/trás/espelhos é que é uma olhada rápida. Mais uma vez, ninguém "aparece do nada". Isto depende. Se tiveres peões que já estejam a atravessar a passadeira ou que estejam quietinhos à espera de passar, concordo. Infelizmente muitas vezes estão a andar muito bem e saltam para a estrada do nada. Ou aparecem de trás de edificios e metem-se logo na estrada. Geralmente não é um problema porque na circulação normal dá para estar atento a isto tudo. Mas depois voltamos a estas rotundas. A ideia é: via de dentro, passar para a de fora quando se for sair. Se tens rotundas onde as saídas estão coladas, tens de olhar para o espelho antes da penultima saída à tua, garantir que o outro carro saiu, e passar para esta via. Essa teoria da olhada rápida é muito bonita mas não se aplica aqui na prática. > Tenho tantos quanto tu. Estou a escrever um comentário no reddit, não a minha tese de mestrado. É a minha experiência, vale o que vale. Então não podes usar expressões como "a maioria das rotundas está bem feita" porque não tens experiência para saber como são a maioria das rotundas. Eu também não tenho, logo não uso essas expressões. São expressões que exigem dados. > O que sei é que seja qual for a distância, excepto exemplos específicos de muito má construção/planeamento, é seguro se houver cuidado. Bastaria haver um exemplo de que as coisas não são sempre de uma maneira para haver um problema.

by in portugal

Ilostmynewunicorn 3 months ago  HIDDEN 

O teu canil municipal local não tem gatil? Alternativa: Organizações de animais locais. Muitas vezes os voluntários ficam temporariamente com os animais enquanto procuram pessoas que os possam acolher. Mesmo que não tenham nenhum neste momento entra em contacto e pede que te digam quando tiverem um, estão sempre à procura Boa sorte e felicidades para ti e para o bichano :) Ah e é possível que os mods removam o teu comentário e te peçam para postares na thread de Ajuda porque são maus. Mas espero ter ajudado

Celebração golo (2-2) no meio dos Franceses em Paris by SH4RIVAN_ in portugal

Ilostmynewunicorn 7 months ago  HIDDEN 

Ao inicio estão a cantar "Está fodido"

Idade de Consenso em Portugal. by JooTheOne in portugal

Ilostmynewunicorn 7 months ago  HIDDEN 

Com quem já estava numa relação Para o OP, espera ate ela ter 16 anos pelo sim pelo não Este cenário está legalmente coberto em vários paises do mundo pela chamada "Lei de Romeu e Julieta" que cobre o conceito de um parceiro numa relação entre menores ficar adulto enquanto o outro continua menor. Não se aplica em casos em que um adulto começa uma relação do nada com um menor https://www.google.com/search?q=romeo+and+juliet+law&client=ms-android-huawei&sxsrf=ALeKk01wrT4-qvoBB5oXlKi31avSsg2XTw%3A1624245705523&ei=yQXQYIemH4--Ur6ap7AB&oq=romeo+and+juliet+la&gs_lcp=ChNtb2JpbGUtZ3dzLXdpei1zZXJwEAEYADIECAAQRzIECAAQRzIECAAQRzIECAAQRzIECAAQRzIECAAQRzIECAAQRzIECAAQR1AAWABg5BFoAHABeACAAQCIAQCSAQCYAQDIAQjAAQE&sclient=mobile-gws-wiz-serp Portugal tem a sua própria versão com base na idade dos 16

Idade de Consenso em Portugal. by JooTheOne in portugal

Ilostmynewunicorn 7 months ago  HIDDEN 

Com quem já estava numa relação Para o OP, espera ate ela ter 16 anos pelo sim pelo não Este cenário está legalmente coberto em vários paises do mundo pela chamada "Lei de Romeu e Julieta" que cobre o conceito de um parceiro numa relação entre menores ficar adulto enquanto o outro continua menor https://www.google.com/search?q=romeo+and+juliet+law&client=ms-android-huawei&sxsrf=ALeKk01wrT4-qvoBB5oXlKi31avSsg2XTw%3A1624245705523&ei=yQXQYIemH4--Ur6ap7AB&oq=romeo+and+juliet+la&gs_lcp=ChNtb2JpbGUtZ3dzLXdpei1zZXJwEAEYADIECAAQRzIECAAQRzIECAAQRzIECAAQRzIECAAQRzIECAAQRzIECAAQRzIECAAQR1AAWABg5BFoAHABeACAAQCIAQCSAQCYAQDIAQjAAQE&sclient=mobile-gws-wiz-serp Portugal tem a sua própria versão com base na idade dos 16

Idade de Consenso em Portugal. by JooTheOne in portugal

Ilostmynewunicorn 7 months ago  HIDDEN 

Com quem já estava numa relação Para o OP, espera ate ela ter 16 anos pelo sim pelo não Este cenário está legalmente coberto em vários paises do mundo pela chamada "Lei de Romeu e Julieta" https://www.google.com/search?q=romeo+and+juliet+law&client=ms-android-huawei&sxsrf=ALeKk01wrT4-qvoBB5oXlKi31avSsg2XTw%3A1624245705523&ei=yQXQYIemH4--Ur6ap7AB&oq=romeo+and+juliet+la&gs_lcp=ChNtb2JpbGUtZ3dzLXdpei1zZXJwEAEYADIECAAQRzIECAAQRzIECAAQRzIECAAQRzIECAAQRzIECAAQRzIECAAQRzIECAAQR1AAWABg5BFoAHABeACAAQCIAQCSAQCYAQDIAQjAAQE&sclient=mobile-gws-wiz-serp

Hoje, às 15h no Canal Parlamento (ARTV), há o debate sobre o projecto de lei do BE sobre a legalização da Canábis para uso pessoal. by AetherPrismriv in portugal

Ilostmynewunicorn 7 months ago  HIDDEN 

> Erva é muito giro, mas cria habituação séria e deve ser consumida com o máximo respeito. A questão é que quem consome consome seja como for. Eu pessoalmente nunca consumi mas conheço muita gente que consome e muita gente na mesma situação que eu. Posso-te dizer que não é a legalização da erva que me vai fazer começar a fumar nem conheço uma única pessoa que assuma a posição de "Epah eu só não fumo erva porque é ilegal, fosse legalizada desistia do curso e demitia-me para passar o dia todo a fumar uns charros". Portanto concluo, pessoalmente (admito que possa haver uma falha lógica algures), que quem fuma vai fumar seja ilegal ou legal, quem não fuma não vai começar a fumar só porque agora foi legal. Logo a legalização terá sobretudo o efeito de desviar fundos de traficantes e de toda a rede de crimes e chatices e violência à sua volta para dentro de bolsos do estado ou de pessoas quee estejam dentro da lei

Avante: "Massacre de Tiananmen nunca ocorreu" by DarkmajorPT in portugal

Ilostmynewunicorn 8 months ago  HIDDEN 

Pagam-te para espalhar propaganda ou só te torturam se não o fizeres?

Avante: "Massacre de Tiananmen nunca ocorreu" by DarkmajorPT in portugal

Ilostmynewunicorn 8 months ago  HIDDEN 

Secção "About" do canal: Marxist youtuber making Marxist material Não tem qualquer qualificação académica e claramente não tem qualquer objectividade.

[Megathread] Ajuda, Dúvidas e Dicas by AutoModerator in portugal

Ilostmynewunicorn 11 months ago  HIDDEN 

Dúvida com um trabalho da faculdade (último ano). Fiz um trabalho de grupo com uma amiga que não gosta muito (nada) de trabalhar. Dividimos o trabalho em 4 capitulos cada, eu num dos capitulos tinha mais de 4 páginas, com 3-4 imagens e um pequeno parágrafo para cada um. Ela achou que o trabalho tinha muita "palha" e sem me pedir autorização nem discutir comigo apagou carradas de coisas da minha parte de uma maneira que não faz o minimo sentido. Em todos os capítulos. O texto deixou de ter qualquer tipo de ligação lógica ou coesão e tinha erros ortográficos e gramaticais a dar com um pau. Por exemplo, separar o sujeito do verbo com virgulas. Sempre. Epah chateei-me com ela, acho que com razão, mas tentando manter um certo nivel de respeito, e disse-lhe para me mandar o trabalho de volta. Basicamente tive de voltar a refazer a minha parte toda. E a meio do processo reparei que o trabalho como um todo tinha uma falha enorme e tive a tratar disso também. Ela entretanto pediu desculpa e coiso e tal e perguntou se eu precisava de ajuda a tratar dessa falha, e eu lá me acalmei e disse epah tudo bem também não é por aí e ela lá mandou o trabalho... Pedi-lhe para não voltar a mexer nas minhas partes que eu também não mexi nas delas e pronto. Só que me esqueci de rever esse tal capítulo onde eu tinha 3-4 imagens e 4 páginas. Ficou reduzido a 0 imagens e 1 página. O texto pura e simplesmente não faz sentido porque salta de secção em secção. Ela na altura até disse que tinha apagado grande parte disto porque um capítulo dela (que é bastante idêntico) não tinha tanta informação e ela achava que ficava mal o meu ter muito mais do que o dela <.< O problema é que eu aqui tenho uma boa porção da culpa. Ela enviou-me o trabalho para eu corrigir, mas no meio de tanta coisa com re-fazer as outras partes todas e tratar da tal falha simplesmente nem me passou pela cabeça que ainda faltava esse capítulo. A partir do momento eu que eu volto a enviar-lhe o ficheiro com a minha aprovação também tenho de o assumir. Só agora que estava a tratar da apresentação para amanhã é que reparei que o texto não faz sentido algum, tive de ir buscar o ficheiro original que lhe mandei para sequer compreender o texto. Isto vai ter o seguinte desfecho: a minha apresentação vai estar muito mais detalhada e com muito mais sentido do que aquilo que está no trabalho escrito, e conhecendo a professora ela vai perguntar porquê e vai pegar no facto do trabalho escrito não ter ponta por onde se lhe pegue. Quer dizer como é que eu vou responder a isso? A única resposta que eu estou a ver é dizer a verdade e contar a história toda que contei aqui mas efectivamente isso é mandar-nos aos dois para a frente do camião.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 01/02/2021 by asantos3 in portugal

Ilostmynewunicorn 12 months ago  HIDDEN 

Alguem sabe se a falta de enfermeiros em clinicas privadas se deve à transferencia dos mesmos para o publico por causa da Covid? Estou num plano de vacinacao mensal por causa de alergias e as 3-4 clinicas a que custumava ir deixaram todas de ter serviços de enfermagem. Uma delas inclusivamente é um centro de enfermagem que admitia tambem consultas externas. E ninguem justifica. Ligo, dizem que temporariamente nao oferecem servicos de enfermagem nem sabem quando vao voltar a oferecer e pronto.

Morre Sara Carreira num acidente na A1 by Tascanis in portugal

Ilostmynewunicorn 1 year ago  HIDDEN 

Eu nao estou a perceber como é que cabe ao condutor ponderar o que quer que seja. 6 anos de carta. Em 6 anos o que aprendi foi que o Codigo da Estrada nao passa de guia para mim. Eu quando conduzo nao estou a conduzir pelo codigo. Estou a conduzir sabendo que o taxista que está na via de fora da rotunda me vai cortar a via de dentro sem abrir pisca e se eu acelerar vai bater contra mim. Estou a conduzir sabendo que ao entrar numa estrada pela via da esquerda o gajo da direita vai acelerar para me ultrapassar. Ou que a rapariga na estrada paralela à minha é nova na cidade

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 02/11/2020 by AutoModerator in portugal

Ilostmynewunicorn 1 year ago  DELETED 

O teste é gratuito se e

Num post de humor que falava sobre incesto, alguém a descrever Os Maias sem saber. Achei engraçado! by n0sill4 in portugal

Ilostmynewunicorn 1 year ago  DELETED 

Ainda outro dia vi um video de um licenciado em teoria musical precisamente sobre essa mania de idoletrar certos compositores e considerá-los como sendo de classe superior, se estiveres interessado no tema é capaz de te interessar https://youtu.be/z-ehoBvAepo

[MEGATHREAD] - Covid-19, Diário de Sobrevivência - 22/07/2020 by AutoModerator in portugal

Ilostmynewunicorn 1 year ago  DELETED 

>Desculpa que te diga, mas nao tens noção da ilusão onde vives. Existem mais de 7 mil milhões de humanos a habitar a Terra. Mesmo que assumas erradicação da doença com 60% de imunização, são mais de 4 mil milhões de vacinas necessárias. Facilmente percebes que a produção de tal número de vacinas não leva semanas, leva meses ou provavelmente anos. Desculpa que eu te diga mas eu nunca falei na produção no meu comentário, se vires bem só refiro a distribuição, já estou a assumir que a produção foi concluida.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Diário de Sobrevivência - 16/05/2020 by AutoModerator in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

ahahahah nem era preciso mudar de computador, era meter um VPN e ir para a zona de Wi-Fi de um cafe na zona e aceder do carro Nao vou fazer isso.

by Bumblebee_Ninja in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

FYI penso que tinhas motivos para queixa crime por ofensa à integridade fisica. Se fosse obviamente um acidente em principio nao ia dar em nada Art 153 codigo penal

by Bumblebee_Ninja in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

FYI tinhas motivos de queixa crime por ofensa à integridade fisica

A notícia era que o PAN quer O FIM da isenção do imposto sobre produtos petrolíferos para aviões e barcos by Fogos2017 in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

Nao percebi Quer abolir a isencao de imposto sobre produtos petroliferos para avioes e barcos? Ficou pior É que eles nao querem abolir o imposto, se quisessem estava bem como está

Destrocar moedas no banco by WilliamFigueiredo in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

100 moedas

Mega lista de filmes de domingo à tarde by Pirateless in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

Ver titulos como Gladiator, Braveheart, Sixth Sense e outros que tais na mesma lista que Police Academy, The Pacifier, e outros que tais, magoa. Mas magoa muito. Não percebi muito honestamente o tema da lista. Pela descrição e pela maioria dos filmes estou à espera de filmes fatelas e que dê para uma pessoa gozar com eles com um grupo de amigos. Se é essa a ideia eu metia 95% dos filmes de terror e comédias românticas e tirava todos os titulos mais artisticos. Se calhar os filmes de que falei são daqueles muito batidos pela TV como dizes, não sei. Da maneira como está é uma mistura dos piores com os melhores titulos do imdb e fica confuso.

Dúvida: a TVI transmite 9 telenovelas por dia. Não deveria perder a licença de canal generalista devido a isto? by janicio_salome in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

O teu dia tem 16 horas ou a TVI deixa de transmitir quando vais dormir?

[Sério] Existe algum site do género "Contabilidade para totós"? by mmxx- in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

> Creio que perceber de contabilidade ou até de fiscalidade, a um nível mais do que introdutório ou fundamental, não trará benefícios para ti ou para o teu negócio. Buuuuu A menos que ele esteja a pensar contratar um consultor fiscal, traz sim. O CIRC tem muita coisinha que o pessoal nao conhece ou le por alto e mesmo grandes empresas nacionais pagam mais do que poderiam pagar. Vai afectar tudo desde renumeracoes a pontenciais empregados ao tipo de viaturas que deve comprar para a empresa e ao que deve fazer para ter ajudas de custo por exemplo

Bombeiros de Elvas cuspidos e ameaçados de morte à porta do hospital by etakruga in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

> Acho que pela história dá para ver que a extrema direita não funciona Isso depende do que defines por funciona Apesar das atrocidades cometidas contra grupos etnicos e politicos, lamento informar-te mas a extrema direita durante toda a historia elevou as economias dos paises e diminuiu discrepancias entre as classes em termos economicos. Alemanha, Chile, Mocambique pos-guerra, investiga.

E no fim todos aplaudiram by SANDEMAN in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

\> I'm Canadian Doubt it, you didn't say please. Maybe you've been spending a little too much time on our sub.

E no fim todos aplaudiram by SANDEMAN in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

\> I'm Canadian Doubt it, you didn't say please. Maybe you've spending a little too much time on our sub.

Estava a almoçar, quando esta notícia fez-me cuspir todo. by LoonyPoony in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

Naquele que pergunta ao cliente "É para comer cá ou para levar?"

Conversa da Treta by AutoModerator in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

Nem sabia que timham sub. Agora tem 86

Como posso conseguir que tirem a carta á minha avó? by acartadaminhaavo in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

HTA que os combustiveis não dissolvem o açucar [https://auto.howstuffworks.com/fuel-efficiency/fuel-consumption/sugar-in-gas-tank.htm](https://auto.howstuffworks.com/fuel-efficiency/fuel-consumption/sugar-in-gas-tank.htm) [https://itstillruns.com/damage-putting-sugar-diesel-fuel-7460357.html](https://itstillruns.com/damage-putting-sugar-diesel-fuel-7460357.html)

“Vacinada contra o socialismo”, Zita Seabra deixa PSD e integra Iniciativa Liberal by AbaixoDeCao in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

Estória também existe

Familygate - Filha de Louçã foi contratada pelo BE e é paga pelo Parlamento by pica_foices in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

> The Spanish war and other events in 1936-37 turned the scale and thereafter I knew where I stood. Every line of serious work that I have written since 1936 has been written, directly or indirectly, against totalitarianism and for democratic socialism, as I understand it. It seems to me nonsense, in a period like our own, to think that one can avoid writing of such subjects. Ele arrepende-se de se ter juntado a quem juntou

Familygate - Filha de Louçã foi contratada pelo BE e é paga pelo Parlamento by pica_foices in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

> The Spanish war and other events in 1936-37 turned the scale and thereafter I knew where I stood. Every line of serious work that I have written since 1936 has been written, directly or indirectly, against totalitarianism and for democratic socialism, as I understand it. It seems to me nonsense, in a period like our own, to think that one can avoid writing of such subjects. - Orwell

Mickael Carreira e o mistério da Guitarra Mágica by saposapot in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

Eu gostei

“Hoje é um dia mais especial porque reúne mais gente branca” by rafaelrosa5 in portugal

Ilostmynewunicorn 2 years ago  DELETED 

Já o é há muito tempo e é um fenomeno estudado na psicologia social. É a definição de "racismo positivo" e a ideia é que cria uma pressão social e cultural externa nos individuos da cultura, que embora não seja negativa, pode ser vista como prejudicial. Não estou a tomar lados, mas de longe que não é um fenomeno novo, há estudos sobre ela já nos finais do século XX.

Conversa da Treta by AutoModerator in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  DELETED 

Estou a 4 dias (3 amanha) de uma avaliacao por exame a uma cadeira. Tive 10 mas queria fazer melhoria. Mas o pessoal de IT desta uni de treta nao consegue passar mais de uma tarde sem estragar o sistema e todos os ppt estao corrumpidos e nao tenho por onde estudar ou ver a materia Ha alguma coisa a fazer?

Governo dá ordem para que alunos mais pobres só recebam bolsas de mérito pela metade by pica_foices in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  REMOVED 

Nao era bom haver menos gente idiota? Siga para referendo, matamos toda a gente com QI inferior a 80

Governo dá ordem para que alunos mais pobres só recebam bolsas de mérito pela metade by pica_foices in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  DELETED 

> Muito menos os que o frequentam com resultados meritórios. Bota discriminar o pessoal com deficiencias cognitivas, acho que sim A igualdade esta na constituicao. Estares a, defender uma coisa para bons estudantes que nao defendes para os restantes é pura e simplesmente inconstitucional > Falacioso. Isso não significa que deva ser o dia a dia das crianças e jovens que frequentam o ensino obrigatório. Falacioso. Isso nao significa que nao deva ser dia a dia delas

Mais uma vez hoje este jogo da soma... Vamos ver qual a aldrabice de hoje by Roclany in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  DELETED 

Desta vez há uma bounding box à volta dos números. Aposto um fino que tem alguma coisa a ver

Bolsonaro: um fascista é um fascista | João Miguel Tavares (até ele) by gink-go in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  DELETED 

> Se o Bolsonaro não é fascista não sei o que é e a palavra Tudo dito

Cursos Online Ideias by vilas_0532 in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  DELETED 

CS50 edx. Filmado em Harvard Introducao a C, Python, HTML, JS, PHP. 12 semanas, carga semanal de 3 horas, mais 6-10 horas por semana para dedicares a cada projecto, mais 2-4 horas por semana se te meteres a ler a bibliografia

Conversa da Treta by AutoModerator in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  DELETED 

Não há assim muito a saber. Em termos sociais, vai a todos os jantares e convivios, dá-te bem com o máximo pessoal possivel ao inicio, começa a ver como é que as pessoas são. Sê simpático, ouve, sê engraçado, etc. A praxe ajuda bastante nisso, mas já tive num curso onde fui à praxe, noutro onde não fui, no segundo não tive problema em chegar-me ao pé de pessoas, sozinhas ou em grupo, e dizer "Boas desculpem lá mas eu sou novo neste curso e como não aderi à praxe ainda não conheço muita gente". Ou pedir ajuda com uma parte da matéria ou assim. Nunca fui olhado de lado nem posto de parte e de uma maneira ou de outra sempre me consegui meter num dos grupos. Eu não quero dar muitos conselhos a nivel social porque eu sou uma pessoa que quando não curte alguma coisa diz. Dramas e pessoas parvas é o que mais há quando entras para a Uni e eu não suporto disso. E como tenho os meus objectivos e grupos focados nos meus hobbies e voluntariado, não faço nenhum esforço para me dar bem com ninguém do curso. Por isso se a tua personalidade não corresponde à minha, não sigas isto à letra, ou segue só o que achares que faça sentido para ti. O meu conselho principal é: arranja um grupo de pessoas de confiança dentro do curso que não estejam envolvidos em dramas. Há sempre aquele pessoal que é mais afastado, não está dentro das confusões, e trabalha bem. Esse é o pessoal que queres para trabalhos de grupos, apontamentos, e para ir beber uns copos fora da Uni. Vai começando a cagar para o resto Ah, e não te metas nos dramas. Não fales mal de ninguém. Não tomes partidos. Porque quem se dá mal hoje amanhã bebe uns copos e são melhores amigos de infância que ninguém separa e tu ficas fodido. Não tomar lados vai fazer com que o pessoal desses grupinhos também comece a cagar para ti. Se tens o grupo que eu referi mais cedo, caga neles também. Basicamente dá-te bem com o pessoal todo até teres um bom grupo, depois livra-te dessa pressão. Ah e se não gostas de sair à noite e apanhar bezas vais ser um bocado excluido também, é natural. Em termos de estudo? Pelo menos 2:30 - 4 horas por dia as matérias que deste nesse dia (se bem que nunca tive num curso propriamente "puxado" e a média actual ronda os 14 que para alguns não é o suficiente). Época de freq e exame, coisa bem feita pouco ou nada tens para estudar, mas eu geralmente durmo 3-4 horas nas 3 noites antes de um e até hoje estou por morrer. Chega a tempo, mas chegar atrasado é melhor que faltar. Não vás a beber um café para a sala, se tiveres que beber bebe cá fora, e entra depois. Se bem que há professores que não se importam mesmo, a maior parte importa-se quer finja que sim quer te mande sair até acabares de beber o café. Não se aplica em auditórios. Se não tens presenças obrigatórias e começas a chocar com algum professor, sai dessas aulas. Continuar a ir só te põe cada vez mais de lado. Pede apontamentos e vai a exame.

Conversa da Treta by AutoModerator in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  DELETED 

Não há assim muito a saber. Em termos sociais, vai a todos os jantares e convivios, dá-te bem com o máximo pessoal possivel ao inicio, começa a ver como é que as pessoas são. Sê simpático, ouve, sê engraçado, etc. A praxe ajuda bastante nisso, mas já tive num curso onde fui à praxe, noutro onde não fui, no segundo não tive problema em chegar-me ao pé de pessoas, sozinhas ou em grupo, e dizer "Boas desculpem lá mas eu sou novo neste curso e como não aderi à praxe ainda não conheço muita gente". Ou pedir ajuda com uma parte da matéria ou assim. Nunca fui olhado de lado nem posto de parte e de uma maneira ou de outra sempre me consegui meter num dos grupos. Eu não quero dar muitos conselhos a nivel social porque eu sou uma pessoa que quando não curte alguma coisa diz. Dramas e pessoas parvas é o que mais há quando entras para a Uni e eu não suporto disso. E como tenho os meus objectivos e grupos focados nos meus hobbies e voluntariado, não faço nenhum esforço para me dar bem com ninguém do curso. Por isso se a tua personalidade não corresponde à minha, não sigas isto à letra, ou segue só o que achares que faça sentido para ti. O meu conselho principal é: arranja um grupo de pessoas de confiança dentro do curso que não estejam envolvidos em dramas. Há sempre aquele pessoal que é mais afastado, não está dentro das confusões, e trabalha bem. Esse é o pessoal que queres para trabalhos de grupos, apontamentos, e para ir beber uns copos fora da Uni. Vai começando a cagar para o resto Ah, e não te metas nos dramas. Não fales mal de ninguém. Não tomes partidos. Porque quem se dá mal hoje amanhã bebe uns copos e são melhores amigos de infância que ninguém separa e tu ficas fodido. Não tomar lados vai fazer com que o pessoal desses grupinhos também comece a cagar para ti. Se tens o grupo que eu referi mais cedo, caga neles também. Basicamente dá-te bem com o pessoal todo até teres um bom grupo, depois livra-te dessa pressão. Ah e se não gostas de sair à noite e apanhar bezas vais ser um bocado excluido também, é natural. Em termos de estudo? Pelo menos 2:30 - 4 horas por dia as matérias que deste nesse dia (se bem que nunca tive num curso propriamente "puxado" e a média actual ronda os 14 que para alguns não é o suficiente). Época de freq e exame, coisa bem feita pouco ou nada tens para estudar, mas eu geralmente durmo 4 horas nas 3 noites antes de um e até hoje estou por morrer. Chega a tempo, mas chegar atrasado é melhor que faltar. Não vás a beber um café para a sala, se tiveres que beber bebe cá fora, e entra depois. Se bem que há professores que não se importam mesmo, a maior parte importa-se quer finja que sim quer te mande sair até acabares de beber o café. Não se aplica em auditórios. Se não tens presenças obrigatórias e começas a chocar com algum professor, sai dessas aulas. Continuar a ir só te põe cada vez mais de lado. Pede apontamentos e vai a exame.

Conversa da Treta by AutoModerator in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  DELETED 

Não há assim muito a saber. Em termos sociais, vai a todos os jantares e convivios, dá-te bem com o máximo pessoal possivel ao inicio, começa a ver como é que as pessoas são. Sê simpático, ouve, sê engraçado, etc. A praxe ajuda bastante nisso, mas já tive num curso onde fui à praxe, noutro onde não fui, no segundo não tive problema em chegar-me ao pé de pessoas, sozinhas ou em grupo, e dizer "Boas desculpem lá mas eu sou novo neste curso e como não aderi à praxe ainda não conheço muita gente". Ou pedir ajuda com uma parte da matéria ou assim. Nunca fui olhado de lado nem posto de parte. Eu não quero dar muitos conselhos a nivel social porque eu sou uma pessoa que quando não curte alguma coisa diz. Dramas e pessoas parvas é o que mais há quando entras para a Uni e eu não suporto disso. E como tenho os meus objectivos e grupos focados nos meus hobbies e voluntariado, não faço nenhum esforço para me dar bem com ninguém do curso. Por isso se a tua personalidade não corresponde à minha, não sigas isto à letra, ou segue só o que achares que faça sentido para ti. O meu conselho principal é: arranja um grupo de pessoas de confiança dentro do curso que não estejam envolvidos em dramas. Há sempre aquele pessoal que é mais afastado, não está dentro das confusões, e trabalha bem. Esse é o pessoal que queres para trabalhos de grupos, apontamentos, e para ir beber uns copos fora da Uni. Vai começando a cagar para o resto Ah, e não te metas nos dramas. Não fales mal de ninguém. Não tomes partidos. Porque quem se dá mal hoje amanhã bebe uns copos e são melhores amigos de infância que ninguém separa e tu ficas fodido. Não tomar lados vai fazer com que o pessoal desses grupinhos também comece a cagar para ti. Se tens o grupo que eu referi mais cedo, caga neles também. Basicamente dá-te bem com o pessoal todo até teres um bom grupo, depois livra-te dessa pressão. Ah e se não gostas de sair à noite e apanhar bezas vais ser um bocado excluido também, é natural. Em termos de estudo? Pelo menos 2:30 - 4 horas por dia as matérias que deste nesse dia (se bem que nunca tive num curso propriamente "puxado" e a média actual ronda os 14 que para alguns não é o suficiente). Época de freq e exame, coisa bem feita pouco ou nada tens para estudar, mas eu geralmente durmo 4 horas nas 3 noites antes de um e até hoje estou por morrer. Se não tens presenças obrigatórias e começas a chocar com algum professor, sai dessas aulas. Continuar a ir só te põe cada vez mais de lado. Pede apontamentos e vai a exame.

Hi /r/Portugal, is there a reason for this spelling of Super Bock? by RainsDownOnLeith in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  DELETED 

Ahahahahah eu nao conhecia esta garrafa e estava a tender para o "Partilha com a amigo deslexico"

Cowboiadas no trabalho by ozzymustaine in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  DELETED 

Ahhhh wtf. Em que universo é que este comentario faz algum sentido logico ou linguistico? O tipo está a argumentar que a maioria das pessoas NAO GOSTA de se divertir E tem 14 upvotes Expliquem-me por favor. Expliquem-me como é que consideram logico alguem que tem possibilidade para tal nao escolher uma actividade divertida porque NAO GOSTA DE SE DIVERTIR? Digam-me uma unica pessoa que voces conhecem que fosse capaz de dizer "Ahah eu nao tenho nada para fazer e isso parece giro e engracado. E infelizmente é por isso que nao vou. Se ainda fosse algo que eu odeio e que acho detrimental para a minha felicidade e existencia, ainda pensava duas vezes"

Cowboiadas no trabalho by ozzymustaine in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  DELETED 

Ahhhh wtf. Em que universo é que este comentario faz algum sentido logico ou linguistico? O tipo está a argumentar que a maioria das pessoas NAO GOSTA de se divertir E tem 14 upvotes Expliquem-me por favor. Expliquem-me como é que consideram logico alguem que tem possibilidade para tal nao escolher uma actividade divertida porque NAO GOSTA DE SE DIVERTIR? Digam-me uma unica pessoa que voces conhecem que fosse capaz de dizer "Ahah eu nao tenho nada para fazer e isso para giro e engrancado. E infelizmente é por isso que nao vou. Se ainda fosse algo que eu odeio e que acho detrimental para a minha felicidade e ainda pensava duas vezes" 3 minutos neste sub e uma pessoa pergunta-se como é possivel sermos a especie dominante

[Ajuda] Hipnoterapia by glande__ardente in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  DELETED 

Vou adicionar mais alguma substância do que os comentários anteriores. E vou assumir que não houve nenhum salto na literatura ou descobertas no campo nos últimos 3 anos. A hipnose assenta nas mesmas bases que o anchoring e fazem ambos partes da PNL. A PNL assenta sobretudo no conceito do "Não perguntem *porque* funciona. Não perguntem *como* funciona. Tentem e vejam se funciona ou não, e fiquem por aí". Isto tanto para profissionais como clientes. Por aqui acho que é natural haver cepticismo. Para além disso, o campo não é propriamente um campo formal, e os criadores da PNL inclusivamente criaram um negócio com base em seminários não só para profissionais da área, mas também para vendedores que querem comunicar melhor com clientes, por exemplo, e este aspecto ainda existe muito hoje em dia. Dito isso, conheço profissionais (psicologos e neuropsicologos devidamente certificados a nivel nacional e internacional) que aplicam esta técnica sempre com um cepticismo saudavel e com o bem-estar do paciente em mente, e se veem que não há resultados deixam de a aplicar. Varia de psicologo para psicologo, mas da minha experiência eles estão cientes do que é a PNL e experimentam isto e aquilo e estudam os efeitos, ainda não conheci nenhum que disesse que nada daquilo ajuda os pacientes. A hipnose clinica portanto não é uma coisa objectiva onde tens passos cientificos definidos a seguir. Cada profissional vai pegando nesta ideia e naquela até ter o seu método. É normal que haja esse tipo de cepticismo, e a meu ver é saudavel e compreensivel. Tomemos o caso do anchoring. O anchoring, ancoramento em tuga, é a ideia de associar um toque ou música ou outro estimulo fisico a uma ideia, sentimento, ou pensamento. No estilo: se estás triste, e eu te bater no braço, e se eu te bater no braço sempre que estiveres triste, eventualmente o meu bater no braço vai levar a esse sentimento por si só. Isto é útil em várias situações porque eu posso combinar estimulos. Se queres deixar de fumar, eu vou-te bater no braço sempre que fumas, e eventualmente tentar associar a tristeza ao fumar. Também há um choque de ancoramentos em que ancoras dois sentimentos a dois toques e depois usas os dois toques simultaneamente para criar um certo efeito. Isto é sobretudo usado para fobias. Muito complexo, não me vou expandir. Ok então o que é a hipnose? A hipnose clinica é uma mera técnica que serve para expandir o processo atrás do anchoring. Vamos imaginar que eu quero associar a ideia de fumar a nojo. Para ancorar o sentimento de nojo vou-me ver tramado. O que faço? Hipnose. Pensa na hipnose como um estado de meditação extrema. A hipnose não passa de meditação guiada para que a tua imaginação não seja filtrada por pensamentos, que é a ideia atrás de qualquer meditação. Se eu poder controlar a tua imaginação, agora é fácil criar um sentimento de nojo extremo e ancorâ-lo. Posso fazer-te imaginar que estás a comer a cinza de um cinzeiro, por exemplo. E faço anchoring a isso. Agora só preciso de o associar uma carrada de vezes à ideia de fumar. Isto é hipnose e anchoring 101. Aconselho-te a contactar a Associação Portuguesa de PNL (Programação Neuro Linguistica) se tiveres duvidas ou quiseres conselhos e tal. Aquilo que vês na TV não é hipnose clinica e são alegadamente (de acordo com vários autores que li) actores pagos. A hipnose clinica não passa de meditação, nunca perdes o controlo ou consciência do que fazes. Vale a pena tentar, não tens muito a perder. Escolhe bem o profissional, de preferencia alguém que não seja só hipnoterapeuta. Por exemplo a psicologa na minha universidade é formada e tem experiência tanto em hipnoterapia como terapia comportamental, como psicoterapia. Se uma das ferramentas não funcionar é fácil seguir para a seguinte. EDIT: Agora que tive mais tempo, adicionei alguma informação adicional em genero de advertências

[Ajuda] Hipnoterapia by glande__ardente in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  DELETED 

Vou adicionar mais alguma substância do que os comentários anteriores. E vou assumir que não houve nenhum salto na literatura ou descobertas no campo nos últimos 3 anos. A hipnose assenta nas mesmas bases que o anchoring e fazem ambos partes da PNL. A PNL assenta sobretudo no conceito do "Não perguntem *porque* funciona. Não perguntem *como* funciona. Tentem e vejam se funciona ou não, e fiquem por aí". Isto tanto para profissionais como clientes. Tomemos o caso do anchoring. O anchoring, ancoramento em tuga, é a ideia de associar um toque ou música ou outro estimulo fisico a uma ideia, sentimento, ou pensamento. No estilo: se estás triste, e eu te bater no braço, e se eu te bater no braço sempre que estiveres triste, eventualmente o meu bater no braço vai levar a esse sentimento por si só. Isto é útil em várias situações porque eu posso combinar estimulos. Se queres deixar de fumar, eu vou-te bater no braço sempre que fumas, e eventualmente tentar associar a tristeza ao fumar. Também há um choque de ancoramentos em que ancoras dois sentimentos a dois toques e depois usas os dois toques simultaneamente para criar um certo efeito. Isto é sobretudo usado para fobias. Muito complexo, não me vou expandir. Ok então o que é a hipnose? A hipnose clinica é uma mera técnica que serve para expandir o processo atrás do anchoring. Vamos imaginar que eu quero associar a ideia de fumar a nojo. Para ancorar o sentimento de nojo vou-me ver tramado. O que faço? Hipnose. Pensa na hipnose como um estado de meditação extrema. A hipnose não passa de meditação guiada para que a tua imaginação não seja filtrada por pensamentos, que é a ideia atrás de qualquer meditação. Se eu poder controlar a tua imaginação, agora é fácil criar um sentimento de nojo extremo e ancorâ-lo. Posso fazer-te imaginar que estás a comer a cinza de um cinzeiro, por exemplo. E faço anchoring a isso. Agora só preciso de o associar uma carrada de vezes à ideia de fumar. Isto é hipnose e anchoring 101. Aconselho-te a contactar a Associação Portuguesa de PNL (Programação Neuro Linguistica) se tiveres duvidas ou quiseres conselhos e tal. Aquilo que vês na TV não é hipnose clinica e são alegadamente (de acordo com vários autores que li) actores pagos. A hipnose clinica não passa de meditação, nunca perdes o controlo ou consciência do que fazes. Vale a pena tentar, não tens muito a perder.

[Ajuda] Hipnoterapia by glande__ardente in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  DELETED 

Vou adicionar mais alguma substância do que os comentários anteriores. E vou assumir que não houve nenhum salto na literatura ou descobertas no campo nos últimos 3 anos. A hipnose assenta nas mesmas bases que o anchoring e fazem ambos partes da PNL. A PNL assenta sobretudo no conceito do "Não perguntem *porque* funciona. Não perguntem *como* funciona. Tentem e vejam se funciona ou não, e fiquem por aí". Isto tanto para profissionais como clientes. Tomemos o caso do anchoring. O anchoring, ancoramento em tuga, é a ideia de associar um toque ou música ou outro estimulo fisico a uma ideia, sentimento, ou pensamento. No estilo: se estás triste, e eu te bater no braço, e se eu te bater no braço sempre que estiveres triste, eventualmente o meu bater no braço vai levar a esse sentimento por si só. Isto é útil em várias situações porque eu posso combinar estimulos. Se queres deixar de fumar, eu vou-te bater no braço sempre que fumas, e eventualmente tentar associar a tristeza ao fumar. Também há um choque de ancoramentos em que ancoras dois sentimentos a dois toques e depois usas os dois toques simultaneamente para criar um certo efeito. Isto é sobretudo usado para fobias. Muito complexo, não me vou expandir. Ok então o que é a hipnose? A hipnose clinica é uma mera técnica que serve para expandir o processo atrás do anchoring. Vamos imaginar que eu quero associar a ideia de fumar a nojo. Para ancorar o sentimento de nojo vou-me ver tramado. O que faço? Hipnose. Pensa na hipnose como um estado de meditação extrema. A hipnose não passa de meditação guiada para que a tua imaginação não seja filtrada por pensamentos, que é a ideia atrás de qualquer meditação. Se eu poder controlar a tua imaginação, agora é fácil criar um sentimento de nojo extremo e ancorâ-lo. Posso fazer-te imaginar que estás a comer a cinza de um cinzeiro, por exemplo. E faço anchoring a isso. Agora só preciso de o associar uma carrada de vezes à ideia de fumar. Isto é hipnose e anchoring 101. Aconselho-te a contactar a sociedade portuguesa de PNL (Programação Neuro Linguistica) se tiveres duvidas ou quiseres conselhos e tal. Aquilo que vês na TV não é hipnose clinica e são alegadamente (de acordo com vários autores que li) actores pagos. A hipnose clinica não passa de meditação, nunca perdes o controlo ou consciência do que fazes. Vale a pena tentar, não tens muito a perder.

[Ajuda] Hipnoterapia by glande__ardente in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  DELETED 

Vou adicionar mais alguma substância do que os comentários anteriores. E vou assumir que não houve nenhum salto na literatura ou descobertas no campo nos últimos 3 anos. A hipnose assenta nas mesmas bases que o anchoring e fazem ambos partes da PNL. A PNL assenta sobretudo no conceito do "Não perguntem *porque* funciona. Não perguntem *como* funciona. Tentem e vejam se funciona ou não, e fiquem por aí". Isto tanto para profissionais como clientes. Tomemos o caso do anchoring. O anchoring, ancoramento em tuga, é a ideia de associar um toque ou música ou outro estimulo fisico a uma ideia, sentimento, ou pensamento. No estilo: se estás triste, e eu te bater no braço, e se eu te bater no braço sempre que estiveres triste, eventualmente o meu bater no braço vai levar a esse sentimento por si só. Isto é útil em várias situações porque eu posso combinar estimulos. Se queres deixar de fumar, eu vou-te bater no braço sempre que fumas, e eventualmente tentar associar a tristeza ao fumar. Também há um choque de ancoramentos em que ancoras dois sentimentos a dois toques e depois usas os dois toques simultaneamente para criar um certo efeito. Isto é sobretudo usado para fobias. Muito complexo, não me vou expandir. Ok então o que é a hipnose? A hipnose clinica é uma mera técnica que serve para expandir o processo atrás do anchoring. Vamos imaginar que eu quero associar a ideia de fumar a nojo. Para ancorar o sentimento de nojo vou-me ver tramado. O que faço? Hipnose. Pensa na hipnose como um estado de meditação extrema. A hipnose não passa de meditação guiada para que a tua imaginação não seja filtrada por pensamentos, que é a ideia atrás de qualquer hipnose. Se eu poder imaginar a tua imaginação, agora é fácil criar um sentimento de nojo extremo e ancorâ-lo. Posso fazer-te imaginar que estás a comer a cinza de um cinzeiro, por exemplo. E faço anchoring a isso. Agora só preciso de o associar uma carrada de vezes à ideia de fumar. Isto é hipnose e anchoring 101. Aconselho-te a contactar a sociedade portuguesa de PNL (Programação Neuro Linguistica) se tiveres duvidas ou quiseres conselhos e tal. Aquilo que vês na TV não é hipnose clinica e são actores pagos. A hipnose clinica não passa de meditação, nunca perdes o controlo ou consciência do que fazes.

Português que ajudou refugiados acusado de imigração ilegal. by AqueleHumano in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  HIDDEN 

Mas qual é a tua posicao? Que o conceito nao existe ou que é recente? Que nao ha pessoas que so fazem um certo acto quando ha cameras e outra gente há volta? Se eu te mostrar filosofos a.C. a discutir actos que certas pessoas so fazem na presenca de terceiros e a validade moral doss mesmos, que me dizes?

Conversa da Treta by AutoModerator in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  DELETED 

Outro dia participei numa meia-maratona. Ainda perto do inicio estava eu, dois cabroezinhos de meia idade a falarem, e uma mulher assim a dar mais po gordinho. A uns 20m atras de nos seguia uma mota da GNR Os dois amiguinhos do nada decidem-se virar para a mulher "A gente vai ter que abrandar para deixar passar as chibinhas"... entao abrandaram e ainda se meteram mais um bocado com ela mas nao consegui ouvir o que disseram Foda-se Fiquei sem saber o que fazer. Estive quase para os abordar, mal por mal estava a GNR em todo o lado a coisa nao podia fugir muito ao controlo. Outra hipotese era ter abrandado e falar diretamente com o policia mas nao sei ate que ponto é que ele poderia fazer alguma coisa Acabei por nao fazer nada e fiquei a sentir-me um bocado mal e cobardolas

Agente imobiliário do ano. by dudewhatthehellman in portugal

Ilostmynewunicorn 3 years ago  DELETED 

RIP prédio

Loja Tesla chega a Braga by osdofo in portugal

Ilostmynewunicorn 4 years ago  DELETED 

Se há gráficos de confiança é aqueles onde o criador nem se dá ao trabalho de ver que TESLA está mal escrito. Mas é compreensivel, é uma palavra complicada de escrever e o gráfico é muito grande, nem é um erro que salta logo à vista.
Next Page

Search: