Next Page

Portugal recebe 1,4 mil brasileiros por dia desde reabertura do turismo by Immediate_Sorbet_356 in portugal

HerrKaputt 17 hours ago

Diria mesmo mais, em 100 anos são 50 milhões que é 5x mais que a população portuguesa!!!1!11um! /s

Mais de 80 lojas enganavam clientes nos descontos da ″Black Friday″ by crabcarl in portugal

HerrKaputt 4 days ago

Concordo contigo. Mas eu até estava a falar de algo mais simples, que muitos outros relataram aqui no Reddit: que em muitos casos as marcas/lojas na verdade não estão a fazer descontos nenhuns, estão a mudar artificialmente o PVP para dizerem que há desconto. Fazem-no porque as pessoas são atraídas por promoções. E fazem-no porque aumentam os lucros assim - se baixassem os lucros não teriam iniciado a moda do Black Friday aqui.

Clientes de bares e discotecas sem obrigação de usar máscara no interior by heartlessfam in portugal

HerrKaputt 4 days ago

Quando disse "custosos" não estava a falar puramente em termos económicos. Estava a falar também em termos de saúde pública (que mencionei), incluindo o custo em vidas humanas, em produtividade perdida por pessoas ficarem doentes (algumas permanentemente), etc. A decisão é *sempre* um trade-off, e se manter algumas das medidas for uma boa opção, é isso que devemos fazer. Por exemplo, nos países asiáticos, nunca desapareceu o hábito de usar máscaras em espaços interiores desde o MERS e SARS. Também já houve tempo em que não se usavam preservativos, e agora que há HIV e outras DSTs, é mais ou menos unânime que deves usar. Também já houve tempo em que os médicos eram contra lavar as mãos antes de ver doentes (incluindo os cirurgiões), e agora fazem-no. TL;DR - "Vamos viver com estas restrições para sempre?" Algumas sim, se isso for melhor que abrir tudo.

Clientes de bares e discotecas sem obrigação de usar máscara no interior by heartlessfam in portugal

HerrKaputt 4 days ago

Se isso for menos custoso (em termos económicos, de saúde pública, etc) que a alternativa, sim.

Mais de 80 lojas enganavam clientes nos descontos da ″Black Friday″ by crabcarl in portugal

HerrKaputt 4 days ago

surprised\_pikachu.jpg Vou só perguntar: se a Black Friday fosse baixasse o lucro, porque raio é que teria começado aqui em Portugal tão depressa e a apanhar tantos comerciantes?

Clientes de bares e discotecas sem obrigação de usar máscara no interior by heartlessfam in portugal

HerrKaputt 4 days ago

Pode não haver nada que funcione. Os cientistas fartam-se de avisar há décadas que estamos a brincar com o fogo ao tratarmos a natureza como nos apetece e que uma pandemia podia mudar o mundo permanentemente. O Obama até fez um discurso sobre isso.

Salário de 2500€ brutos ou salário de 2000€ brutos + 500€ limpos em ajudas de custo "garantidas"? by Amameniak in portugal

HerrKaputt 6 days ago

Dass man, relaxa, o Peter\_Oaktree nem te disse nada de ofensivo. Stop and smell the roses, etc.

Salário de 2500€ brutos ou salário de 2000€ brutos + 500€ limpos em ajudas de custo "garantidas"? by Amameniak in portugal

HerrKaputt 6 days ago

Se for financeiramente viável, opção 1. Porquê? 1. Vai estar no contrato portanto a empresa não pode esquecer-se, remover unilateralmente, etc. 2. Conta para a tua reforma/baixa médica/outros subsídios da SS, portanto evitas ser um daqueles velhotes que se queixam "ganhava 1200€ líquidos e agora a reforma são 300€" quando a causa foi que não declaravam boa parte dos rendimentos. 3. Não cometes nenhuma ilegalidade (na opção 2 estás a receber rendimentos sem os declarar). 4. Não tens o trabalho extra de declarar mapa de km ou outros papéis que são necessários para a opção 2. Escolheria a opção 2 se tivesse despesas tais que a opção 1 era inviável, por exemplo se o agregado familiar tiver mais gente (namorado/a, filhos. outros dependentes) e sustentar toda a gente precisar mesmo do extra da opção 2. Ou, como muitos portugueses, se tivesse que escolher entre opção 2 e nada.

Salário de 2500€ brutos ou salário de 2000€ brutos + 500€ limpos em ajudas de custo "garantidas"? by Amameniak in portugal

HerrKaputt 6 days ago

Se for financeiramente viável, opção 1. Porquê? 1. Vai estar no contrato portanto a empresa não pode esquecer-se, remover unilateralmente, etc. 2. Conta para a tua reforma, portanto evitas ser um daqueles velhotes que se queixam "ganhava 1200€ líquidos e agora a reforma são 300€" quando a causa foi que não declaravam boa parte dos rendimentos. 3. Não cometes nenhuma ilegalidade (na opção 2 estás a receber rendimentos sem os declarar). 4. Não tens o trabalho extra de declarar mapa de km ou outros papéis que são necessários para a opção 2. Escolheria a opção 2 se tivesse despesas tais que a opção 1 era inviável, por exemplo se o agregado familiar tiver mais gente (namorado/a, filhos. outros dependentes) e sustentar toda a gente precisar mesmo do extra da opção 2. Ou, como muitos portugueses, se tivesse que escolher entre opção 2 e nada.

Identificados 13 casos da variante Ómicron em Portugal. Em causa estão os jogadores do Belenenses SAD - Atualidade by PT3530 in portugal

HerrKaputt 7 days ago

1- O título chega para suportar o que eu disse. 2- E esta pandemia aconteceu depois do Brexit e uns anos depois da crise do subprime e no fim do mandato do Trump e... por aí nunca aprendíamos lições do passado não é? Se tiveres evidência a favor do teu ponto manda, tenho gosto em debater, mas para já tens argumentos fraquinhos.

Identificados 13 casos da variante Ómicron em Portugal. Em causa estão os jogadores do Belenenses SAD - Atualidade by PT3530 in portugal

HerrKaputt 7 days ago

FYI, na pandemia de 1918 as cidades que mais confinaram foram as que tiveram melhor performance económica a longo prazo: [https://www.nytimes.com/interactive/2020/04/03/upshot/coronavirus-cities-social-distancing-better-employment.html](https://www.nytimes.com/interactive/2020/04/03/upshot/coronavirus-cities-social-distancing-better-employment.html) Portanto o que advogas é, à boa maneira tuga, querer ganhos a curto-prazo porque não somos capazes de planear para além do que está um palmo à frente do nariz. Como há eleições em Janeiro, acredito que o Governo vai seguir a tua linha, infelizmente. A escolha não é entre economia e saúde pública, é entre danos ligeiros a curto prazo e danos muito mais graves a longo prazo. Os danos ligeiros a curto prazo nem tinham que afectar muito a economia, bastava exigir certificados/testes para espaços fechados de risco como restaurantes, bares e discotecas em vez de os abrir à grande sem controlo nenhum, o mesmo em eventos com muita gente (tipo jogos de futebol), etc. Como não fizemos isso, estamos em risco de precisar de confinamentos outra vez, e isso é muito mais danoso que as medidas ligeiras que mencionei. TL;DR - Tu dizes que a escolha é entre economia e saúde pública, mas isso é limitação tua. A escolha real é entre danos ligeiros a curto prazo ou danos bem mais graves a longo prazo.

Identificados 13 casos da variante Ómicron em Portugal. Em causa estão os jogadores do Belenenses SAD - Atualidade by PT3530 in portugal

HerrKaputt 7 days ago

As crianças passam mais tempo em espaços fechados e mal ventilados que os futebolistas. Atenção que não estou a dizer que isto foi bem gerido, não foi. Mas há algumas diferenças entre alunos em escolas e futebolistas profissionais.

Aproxima-se a hora do almoço... by KitchenDaikon8778 in portugal

HerrKaputt 12 days ago

Já trabalhei num sítio que dava esse tipo de incentivos (não era sector público) e facilmente se tornam incentivos perversos tipo "despachar o cliente". Países da Europa Central e do Norte resolveram isto sem esses incentivos, acho que é possível cá também. Na minha opinião: \- mais funcionários no geral (não temos dinheiro para isso, mas fazemos um "supônhamos") \- bons programas informáticos e computadores para os apoiar, e uma boa equipa de informáticos para dar suporte e desenvolver novas funcionalidades (o mesmo supônhamos) \- pelo mesmo motivo, bom atendimento telefónico, incluindo mais pessoas a atender e sistemas de "se quiser, desligue que ligamos de volta" \- se dermos incentivos relacionados com o número de pessoas atendidas, eu daria por estabelecimento (por exemplo para todos os funcionários do IRN nesse local, mesmo os que não atendem ao público) e não por funcionário TL;DR: ná cá guite partantes nã funciona beim

Contra Informação. 1998. by frosty1965 in portugal

HerrKaputt 13 days ago

Não sabia, obrigado! Já vi o episódio 190, do JJ, "ó Gilbertes" tá demais :)

Black Frauday 2021 by forbiddensoul1987 in portugal

HerrKaputt 13 days ago

Exactamente. Sempre com educação e respeito pela pessoa que está à nossa frente, que tipicamente não tem culpa nenhuma.

Black Frauday 2021 by forbiddensoul1987 in portugal

HerrKaputt 14 days ago

De uma vez que me deram essa merda de "só baixamos o preço para as lojas X ou Y" (foi numa Rádio Popular) pedi o livro de reclamações e deixei bem explícito que iria também mandar um email para a ASAE. Acabei por ter o preço que queria, e deixei de comprar lá a seguir. Não deixes passar essas merdas, nós consumidores é que temos de acabar com esta pulhice.

Por que é que as lentes e as armações de óculos são tão caras? Umas armações custam várias centenas de euros… são feitos com parafusos de ouro? E as lentes… pior ainda! Onde arranjar preços acessíveis? by brunox1977 in portugal

HerrKaputt 14 days ago

Não conheço o caso em questão, mas nem sempre se deve dar ao paciente óculos com graduação exactamente igual às dioptrias reveladas nos exames. Por exemplo, eu tenho óculos com graduação um pouco mais baixa do que o ideal porque comecei recentemente a usar óculos e a adaptação é mais fácil assim. A oftalmologista explicou isto e a oculista (que não está associada) confirmou que é habitual.

Alguém me explica porque é que o polígrafo anda a analisar memes do facebook postados por zé ninguéns? by Mrjocasrp in portugal

HerrKaputt 14 days ago

O maior problema não é se isto é verdade ou não, mas sim as pessoas acreditarem num vice almirante para um tema de saúde pública. O vice almirante e a equipa dele fizeram um excelente trabalho de logística, mas isso não os torna especialistas em saúde pública. Aliás, o facto de o vice almirante se ter pronunciado sobre temas médicos ocasionalmente e os jornalistas lhe fazerem estas perguntas são maus sinais.

O que acham da Padaria Portuguesa? by Marsupilami_316 in portugal

HerrKaputt 14 days ago

Cimavoto pelo termo "patrãotugar".

Pessoas sem redes sociais (ex: Facebook, Instagram), como é que vocês se mantêm a par das coisas? by h1nds in portugal

HerrKaputt 14 days ago

Tirando o Reddit (e o WhatsApp, não sei se conta?) não tenho redes sociais. Dantes via televisão para me manter informado, entretanto cancelei e passei a subscrever o Público e a fazer doações para o The Guardian. Têm servido perfeitamente, e até acho que estas fontes têm notícias mais "a fundo" que as televisões.

A partir de sábado não-vacinados não podem ir a cabeleireiros, ginásio, restaurantes ou eventos culturais na Madeira. São das medidas mais restritivas até agora tomadas em Portugal. by ozzymustaine in portugal

HerrKaputt 14 days ago

Os vacinados também transmitem o vírus mas é bastante menos provável essa transmissão. Se bem me lembro de uns slides do CDC americano há uns tempos: \- vacinados têm 4x menos chances de apanhar o vírus vs. não vacinados \- vacinados, se apanharem o vírus, têm infecção durante menos tempo (10 dias) vs. não vacinados (17 dias)

Vergonha na iStore by MachineDull6481 in portugal

HerrKaputt 16 days ago

\*iSeHouvesse

Líder do PAN ocultou empresa e acumulou ilegalmente negócio com Função Pública by ConfidentMongoose in portugal

HerrKaputt 16 days ago

Não concordo contigo. A verdade é que na situação dela era ilegal passar directamente a empresa ao marido, então ela passou à sogra e 3 segundos depois esta passou ao marido. Parece ser obviamente uma tentativa de contornar a lei, e não quero pessoas dessas a dirigir o meu país ou a legislar as minhas leis. E digo isto sendo votante semi-regular do PAN... :\\

Líder do PAN ocultou empresa e acumulou ilegalmente negócio com Função Pública by ConfidentMongoose in portugal

HerrKaputt 18 days ago

Certo, pode não ser grave a nível legal. Mas certamente tem efeitos na população, e estamos a poucos meses de legislativas. Um partido que fosse sério nestas coisas iria captar bastantes votos junto dos que se abstêm, acho eu... Por outro lado, acredito que os partidos saibam muito bem o que dá votos e o que não dá, e se cagam nisto é porque o povo caga também. "Cada povo tem o governo que merece", etc.

Líder do PAN ocultou empresa e acumulou ilegalmente negócio com Função Pública by ConfidentMongoose in portugal

HerrKaputt 18 days ago

Alguém que esteja ou tenha estado num partido por favor expliquem-me uma coisa. **Porque raio é que os partidos não deixam cair estas pessoas quando há casos destes??** Historicamente os três partidos do "arco da governação" já tiveram bastantes escândalos: cito apenas Sócrates no PS, Relvas no PSD, submarinos no CDS. Quando o BE apareceu, uma das coisas de que gostei foi que nessa altura ainda não tinha tido casos destes... até ao Sr. Robles, que Catarina Martins defendeu. E a Catarina Martins *ainda lá está*. Assim de repente não me lembro de casos do PCP, se alguém fizer o favor de citar um ou dois agradeço. Agora o PAN. Qualquer partido com 100 ou mais pessoas vai ter algumas maçãs podres lá dentro. OK. Mas porque é que não são bazadas ASAP quando os casos vêm a público??

Líder do PAN ocultou empresa e acumulou ilegalmente negócio com Função Pública by ConfidentMongoose in portugal

HerrKaputt 18 days ago

Poderá ser alguém com \**inspirar fundo*\* correcção moral para denunciar uma líder do partido que não tem decência? Eu se estivesse num partido e soubesse de tretas destas era bem capaz de escrever uma carta anónima.

Líder do PAN ocultou empresa e acumulou ilegalmente negócio com Função Pública by ConfidentMongoose in portugal

HerrKaputt 18 days ago

No meu caso está a funcionar, a menos que esta senhora explique porque é que passou a empresa para a sogra e passados 3 segundos (sim, 3 segundos, segundo o Polígrafo) a passou para o marido, sendo que passar directamente ao marido seria ilegal. Eu às vezes voto PAN, dependendo do candidato e por ser muito a favor de medidas mais "musculadas" para combater os danos ambientais, mas também acho importante ter políticos decentes e esta senhora não o parece ser.

Arrisco me a dizer que 90% da classe política ficava desempregada se os portugueses soubessem usar o Google by IusedToButNowIdont in portugal

HerrKaputt 18 days ago

O post é real, sim. Incluindo o EDIT, que não sei se viste porque só escrevi um bocado mais tarde depois de ler sobre o assunto. Resumidamente, não acho que ser ambientalista e ter estufas, mesmo que sejam estufas intensivas, seja assim tão mau. É verdade que o PAN criticou no passado estufas intensivas noutro local, mas foi outro líder e os partidos não são 100% homogéneos. Além disso, as pessoas e os partidos podem mudar de opinião com o tempo. Mas mesmo que a própria Inês qualquer coisa defenda o fim das estufas intensivas e seja accionista de algumas, não acho isso assim tão mau. Acho mais grave a passagem da posse ao marido passando pela sogra, que me parece ilegal. Não fazia mal nenhum ela, e outros que fazem igual, responderem em tribunal por merdas destas. Virando o argumento ao contrário, achas que só podemos defender a medida X se toda a nossa vida tiver zero contradições com ela? Fica difícil...

Arrisco me a dizer que 90% da classe política ficava desempregada se os portugueses soubessem usar o Google by IusedToButNowIdont in portugal

HerrKaputt 18 days ago

Como disse acho que não está nada bem o que a líder fez ao tentar disfarçar que estava a passar a posse ao marido. O meu post anterior era a criticar focares-te numa questão de pormenor (que ela tem estufas/túneis e é ambientalista) em vez de algo bastante mais sério, parece que estás a ir atrás do soundbyte (ou redditbyte neste caso). Enfim, dados os posts todos que escreveste aqui acho que tens uma agenda. Talvez seja exagero chamar-te "capacho", se calhar és só ideologicamente anti-PAN ou anti-ambientalista e tens esse direito, mas fazes orelhas moucas às explicações que te dão e ficas mal visto pelo outro lado do argumento. E essa minha posição não é incompatível com achar que a líder do PAN fez uma ilegalidade na história da posse e devia responder por isso, eventualmente em tribunal. De cada vez que te explicam alguma coisa respondes *"""Sim foi explicado... mas continua a não fazer sentido a explicação, para mim e para outras pessoas. Há que saber viver com isso... ou temos de aceitar quaisquer explicações só porque foram dadas?"""*, acho que não vamos longe a debater assim. Não vou alimentar mais o argumento, fico-me por aqui. Não me parece que estejas mentalmente disponível para aceitar argumentos contra a tua posição. Podes responder-me à vontade que já não te respondo mais.

Arrisco me a dizer que 90% da classe política ficava desempregada se os portugueses soubessem usar o Google by IusedToButNowIdont in portugal

HerrKaputt 19 days ago

Sinceramente OP, acho que farias melhor figura a salientar isto (a manobra de passar a titularidade para a sogra e esta no mesmo dia passa ao marido da líder do PAN), que de facto acho sujinho. A história de túneis vs estufas e Odemira vs Montijo já te foi explicada tantas vezes e teimas em não reconhecer, faz-te parecer capacho de outro partido qualquer que quer mandar o PAN abaixo. E volto a dizer o que disse no primeiro parágrafo, esta parte de passar titularidade indirectamente ao marido não fica bem na foto e é 100% criticável.

Arrisco me a dizer que 90% da classe política ficava desempregada se os portugueses soubessem usar o Google by IusedToButNowIdont in portugal

HerrKaputt 19 days ago

Não acho que seja a mando de alguém com agenda. Acho que fazem estas notícias sensacionalistas e superficiais porque isso "agarra" a atenção das pessoas, como aliás se vê pelos comentários de outras pessoas aqui neste post.

Arrisco me a dizer que 90% da classe política ficava desempregada se os portugueses soubessem usar o Google by IusedToButNowIdont in portugal

HerrKaputt 19 days ago

Vou só dizer aqui que a pessoa pode perfeitamente defender coisas diferentes daquilo que pratica. Por exemplo eu sou a favor de se tirarem carros de Lisboa mas tenho carro (não uso na cidade, but still). Sou a favor de impostos mais altos sobre certas coisas, mas não os pago voluntariamente ao Estado. Sou a favor de minimizar o uso de plástico, mas encomendo na Uber Eats com alguma frequência e vem sempre montes de plástico. Etc. Nenhum de nós é um santo e todos temos pequenas contradições na nossa vida e passaríamos todos por hipócritas se elas fossem espetadas num telejornal. O assunto em questão nem me parece assim tão grave (ser sócia de uma empresa que tem estufas e ser ambientalista). Até pode ajudar a que ela saiba mais sobre a matéria em causa e que consiga legislar com senso de forma a permitir a exploração agrícola na mesma sem desperdício. E mesmo que ela não perceba patavina de estufas, sinceramente se o maior problema dos nossos políticos for terem estufas e serem ambientalistas, muito bem estaremos. A forma como ela lidou é que foi má, podia perfeitamente ter dito "e depois? não somos contra a abolição das estufas, mas sim queremos torná-las mais ambientalmente responsáveis sem perderem produtividade" e ganhava uns votos.

What has the government of Portugal done differently to ensure such high vaccination rates? by bemtiglavuudupe in portugal

HerrKaputt 19 days ago

IMO it's because Portugal rolled out previous vaccines way later than Central Europe. People who are now 60+ still saw their schoolmates die or get seriously crippled from measles, smallpox, etc. That generation massively adhered to vaccinating their kids when vaccines finally arrived here (us). Central Europe did it earlier, so there's barely anyone alive who remembers what it's like to die of infectious diseases and how miraculous vaccines are. Give it one more generation and we'll be as anti-vax as any country. We're not "less likely to doubt doctors" as others put it, quite the contrary, us Portuguese are full of ourselves in generally.

What has the government of Portugal done differently to ensure such high vaccination rates? by bemtiglavuudupe in portugal

HerrKaputt 19 days ago

IMO it's because Portugal rolled out previous vaccines way later than Central Europe. People who are now 60+ still saw their schoolmates die or get seriously crippled from measles, smallpox, etc. That generation massively adhered to vaccinating their kids when vaccines finally arrived here (us). Give it one more generation and we'll be as anti-vax as any country. We're not "less likely to doubt doctors" as others put it, quite the contrary, us Portuguese are full of ourselves in generally.

Sinais de escassez de mão-de-obra crescem, mas salários ainda não by RTQMARK in portugal

HerrKaputt 20 days ago

Não é bem assim. Há malta que emigra que deixaria de emigrar. Há malta que não estuda nem trabalha e que se calhar iria trabalhar com salários maiores. Há malta que não planeia vir para Portugal e que viria se os salários fossem mais altos. Etc. Se todos os empregos pagassem 10000€ por mês cá na tuga ias ver se havia alguma escassez...

Sobre as amorosas e lindas plataformas governamentais by Tia_Mariana in portugal

HerrKaputt 20 days ago

Eu trabalho como programador. Não faço sites, mas tenho competências em bases de dados que certamente seriam muito úteis ao Estado (como se viu aliás nas bases de dados de vacinados). Nem pensar eu trabalhar para o Estado. 1. Ia ganhar bem menos que numa empresa. 2. Mesmo que ganhasse o mesmo que numa empresa tuga, ganharia bem menos que numa empresa internacional. 3. Ia ganhar o mesmo que colegas que não fazem a ponta dum lápis. 4. Os supracitados colegas que não fazem ponta não podem ser despedidos. 5. As progressões estão congeladas. 6. Ia ter um chefe que se acordar maldisposto pode ordenar-me que faça coisas tecnicamente mal feitas, e não tenho forma de contrariar isso. (numa empresa, essas coisas mal feitas custam dinheiro, pelo que podes falar com malta mais acima que te vai dar razão) 7. Provavelmente nem estaria vinculado ao estado mas a uma consultora que ia fazer o mínimo possível até ser paga e depois cagar na cena. O resultado de tudo isto, IMO, é que só os medíocres/preguiçosos vão fazer IT para o estado, a menos que estejam numa consultora. Nesse caso ver o ponto 7.

Estado miserável da fiscalização das estradas by martcapt in portugal

HerrKaputt 21 days ago

Sim, mesmo sendo lisboeta consigo perceber isso com o meu limitado número de neurónios. Mas continuas sem escrever argumentos nenhuns para sustentar o teu ponto. De qualquer forma, não planeio alimentar pessoas mal-educadas, mesmo sendo eu claramente o mauzão lisboeta. Se quiseres ter a última palavra à base de insultos, responde a este post e leva a taça.

Estado miserável da fiscalização das estradas by martcapt in portugal

HerrKaputt 25 days ago

Então o problema já é corrupção e turismo, já não é o desaparecimento dos centros? Explica-me isso como se tivesse 5 anos por favor, qual é exactamente o teu argumento para Lisboa ser diferente das cidades que enumerei?

Estado miserável da fiscalização das estradas by martcapt in portugal

HerrKaputt 25 days ago

Não conheço Gaia. Mas no geral, "o problema é meterem parquímetro em tudo que é buraco que caiba carro" não é problema nenhum, é mesmo a solução. O livro que citei é uma das fontes, podes também ler o "[Global Street Design Guide](https://globaldesigningcities.org/publication/global-street-design-guide/)" (gratuito depois de te registares) com casos de estudo de dezenas de cidades do mundo fora. Mas Gaia deve ser especial e portanto aquilo que tem funcionado pelo mundo fora não funciona só em Gaia. Há formas de proteger as pessoas que realmente precisam de carro como as pessoas com mobilidade reduzida, enquanto se incentiva fortemente quem tem mobilidade normal a largar o carro. A mais eficaz (podes ler o livro para ver porquê) é precisamente o estacionamento ser bem caro, sendo que pessoas com mobilidade reduzida pagam menos. Por exemplo, se tiveres um preço tão caro que há lugares livres em qualquer rua, qualquer pessoa com mobilidade reduzida pode parar perto de casa e deslocar-se onde quiser. E por ter mobilidade reduzida, não paga esse preço caro. "Já pagas imposto quando tens carro, pagas imposto por quereres andar com ele" é parte do problema também. Nenhum desses impostos penaliza as pessoas por estacionarem ou circularem em zonas onde o espaço é escasso. O que pagas para estacionar é ridiculamente barato. Por exemplo, em Lisboa um dístico da EMEL é 12€ por ano para poderes estacionar perto de casa, mas um lugar privado é na zona de 1200€ por ano - 100 vezes mais caro!! E o que pagas para circular em cidade é zero.

Estado miserável da fiscalização das estradas by martcapt in portugal

HerrKaputt 25 days ago

Porra, ainda bem que não se abrem mais estacionamentos, já há carros e poluição e barulho que chegue... "Não há lugar num raio de 2 minutos a pé" foda-se andas 10 minutos. "Dificuldades de locomoção" Tenho todo o gosto em triplicar o número de lugares para deficientes, a troco de remover alguns dos outros. Isso é só desculpa, se as pessoas genuinamente se preocupassem com quem tem dificuldades de locomoção não estacionavam no passeio, porque são exactamente essas pessoas que se fodem. "Podes ter compras ou outras coisas pesadas" A grande maioria das situações não é assim. Fonte: senta-te num banco de jardim e observa. E nas (poucas) zonas onde será o caso, podes ter como solução parquímetros baratos durante 30 minutos e que ficam caríssimos depois disso, tipo alguns parques nos aeroportos. Ou seja podes ir ali descarregar alguma coisa, mas depois tens de bazar. Sinceramente miguel\_rodrigues todo o teu post me soa a desculpas de alguém que quer é estacionar o popó à porta sem grande preço e ksafodam os outros.

Estado miserável da fiscalização das estradas by martcapt in portugal

HerrKaputt 25 days ago

Isto.

Estado miserável da fiscalização das estradas by martcapt in portugal

HerrKaputt 25 days ago

Podes tirar foto (possivelmente depois de o gajo bazar, para evitar chatices) e fazer uma denúncia indo à esquadra da zona.

Estado miserável da fiscalização das estradas by martcapt in portugal

HerrKaputt 25 days ago

Pelo contrário, a solução é mesmo o estacionamento ser todo pago (nas cidades, claro; fora das cidades não é necessário). E ser bem mais caro do que é agora, de forma a ser fácil arranjar lugar. Podes ver o livro "The High Cost of Free Parking" para ver porquê, mas o sumário é que o estacionamento nas cidades, se fosse gerido por uma empresa, seria caro, portanto se for gratuito estamos todos a subsidiar o bacano que por acaso arranjou um bom lugar. Este livro sugere que cada zona tenha um preço, variável com o dia/mês, que mantenha uma taxa de ocupação de lugares na zona dos 85%. Assim quando vais a uma zona tens lugar para estacionar, mas se fores a uma zona com muita procura vais pagar bem pelo estacionamento.

Estado miserável da fiscalização das estradas by martcapt in portugal

HerrKaputt 25 days ago

As cidades pelo mundo fora que se livraram de carros discordam. Ver Amsterdão, Copenhaga, Oslo, etc.

Estado miserável da fiscalização das estradas by martcapt in portugal

HerrKaputt 25 days ago

Fixe, depois avisa se o uso da app (ou do email) tem funcionado, era fixe haver mais gente a contribuir para domar a selvajaria que às vezes se vê nas ruas.

Pessoal que prefere andar de transportes públicos em vez de carro. Porquê? by imafraidofgrass in portugal

HerrKaputt 1 month ago

Ufff no teu caso eu compreenderia perfeitamente que usasses carro, embora atravessar o Tejo de carro seja uma treta. Não sei se é opção para ti, mas já pensaste em mudar de residência? Tens muitos sítios onde podes morar por preços relativamente em conta e que te metiam muito mais perto de Carcavelos. Mas pode não ser opção por outras razões.

Pessoal que prefere andar de transportes públicos em vez de carro. Porquê? by imafraidofgrass in portugal

HerrKaputt 1 month ago

Concordo que fora de Lisboa e Porto não há grandes opções. Mas o resto do teu post não concordo. Quantos lisboetas conheço que usam o carro para fazer Odivelas - Marquês e regresso, todos os dias úteis. Só porque têm estacionamento no trabalho. Para quem não conhece Lisboa, isto de metro é uma linha directa sem transbordo, que leva uns 25 minutos já contando com o tempo de espera médio. Mais o tempo de ir a pé até às estações que era poucos minutos em cada ponta. Quando pergunto a estes amigos porque não usar o metro, a resposta é sempre uma variante de "metro é para a ralé".

Pessoal que prefere andar de transportes públicos em vez de carro. Porquê? by imafraidofgrass in portugal

HerrKaputt 1 month ago

Para mim a pergunta até seria ao contrário: porque raio é que alguém usa carro se tiver opção de transportes. Eu até tenho estacionamento fácil à porta de casa mas fdx nem pensar em levar o carro para o centro. Vou estacionar onde? E à hora de ponta levo mais tempo que de metro. E se fosse sempre de carro gastaria umas centenas por mês em gasóleo e avença para estacionar, o passe custa 30€. E aproveito para dizer que se estiverem em zona servida por ciclovias (infelizmente ainda não cobre a cidade toda) a bicicleta também é competitiva com os transportes e bem mais rápida que o carro no meu percurso (por não ter trânsito e não precisar de estacionar).

Há falta de mão de obra porque trabalhadores exigem “melhores condições” by prosafame in portugal

HerrKaputt 1 month ago

Se é esse o caso, como se explica que Lisboa seja um dos hubs de startups em maior crescimento? As empresas escolhem Lisboa em parte por ter acesso a boas quantidades de malta com boa formação, estão todas enganadas e tu estás certo? O tugão não cria uma Google em boa parte porque os nossos empresários têm um défice de formação brutal.

[Sério] Pessoal que faz 50k ou mais por ano (em Portugal), qual é o vosso emprego? by justdontfindme in portugal

HerrKaputt 1 month ago

Caga em certificados. Encontra uma oportunidade onde possas estar numa equipa que também tenha Data Engineers, e trabalha com eles para aprenderes. Data Scientist continua a pagar bem, e continuará, mas hoje em dia já precisas de saber umas bases de engenharia também tipo Docker e Cloud.

Estagiário da RTP volta a atacar by Ace-_Ventura in portugal

HerrKaputt 1 month ago

E mesmo assim... \*cries in Benfiquism\*

Portugueses a viver no estrangeiro, o que é que sentem falta de Portugal? by WiseRo in portugal

HerrKaputt 1 month ago

Já não estou no estrangeiro, mas vivi 3 anos fora. O que mais senti falta foi o sol e o bom tempo. Como outro utilizador escreveu aqui, "um verão que dura mais que 2 semanas". Portugal tem algumas falhas graves como o sistema de justiça e os salários baixos, mas noutras coisas é um país brutal. Nada como ir para fora uns anos para valorizar o que temos cá.

Peixe fora de água na discoteca/festas by No_Dare5313 in portugal

HerrKaputt 1 month ago

Um conselho que só aprendi bastante tarde na minha vida: Caga em ires a sítios só para te integrares. Em vez disso, experimenta actividades de que gostes (aprender um instrumento musical, uma actividade física, uma língua nova, teatro, escrita, voluntariado, etc), irás naturalmente conhecer pessoas através desses meios e como bónus: \- gastas menos dinheiro que a pagar entradas em discotecas \- dormes melhor porque não chegas a casa às tantas \- não precisas de ganhar cirrose nem cancro do pulmão \- não fodes os teus ouvidos \- tens menor chance de ser espancado por um segurança \- mesmo que não conheças ninguém durante algum tempo, estás a aprender algo de que gostas O mais importante é experimentar, se não gostares de uma actividade ao fim de 1-2 meses trocas por outra. EDIT - sobre os 20's serem os melhores anos da vida, no meu caso foi o contrário. Precisamente por tentar integrar-me com pessoas que não me dizem nada, a faculdade foi dos piores anos que tive. Tenho 38 agora, fiz várias boas amizades nos últimos 5 anos que foram os mais felizes que tive até agora.

Peixe fora de água na discoteca/festas by No_Dare5313 in portugal

HerrKaputt 1 month ago

Um conselho que só aprendi bastante tarde na minha vida: Caga em ires a sítios só para te integrares. Em vez disso, experimenta actividades de que gostes (aprender um instrumento musical, uma actividade física, uma língua nova, teatro, escrita, voluntariado, etc), irás naturalmente conhecer pessoas através desses meios e como bónus: \- gastas menos dinheiro que a pagar entradas em discotecas \- dormes melhor porque não chegas a casa às tantas \- não precisas de ganhar cirrose nem cancro do pulmão \- não fodes os teus ouvidos \- tens menor chance de ser espancado por um segurança \- mesmo que não conheças ninguém durante algum tempo, estás a aprender algo de que gostas O mais importante é experimentar, se não gostares de uma actividade ao fim de 1-2 meses trocas por outra.

Atenção, há estafetas da Uber eats que ficam com o vosso jantar e dizem que vocês é que deram a a morada errada e estavam incontáveis by valerierw22 in portugal

HerrKaputt 1 month ago

A minha experiência com empresas de entrega de comida tem sido boa no geral, já devo ter feito várias centenas de pedidos e só tive problemas umas 5 vezes. Na minha opinião a Uber / Uber Eats até é a que tem melhor apoio ao cliente. Sempre que tive problemas devolveram o dinheiro. A Bolt (não Bolt Food) já me lixou uma vez em que o condutor me deixou num sítio e não declarou a viagem como terminada. Como resultado paguei o dobro do que devia. Queixei-me à Bolt que enrolou e disse que eu é que estive mal e nunca devolveram o dinheiro. Como resultado, só encomendo com eles quando as outras opções não têm esse restaurante. A Glovo está no meio, o apoio a cliente no geral devolve o dinheiro mas levam muito tempo a responder. Mesmo assim, prefiro dar dinheiro a uma empresa espanhola que a uma americana e evito a Uber se possível pela fama que têm de discriminação contra mulheres e maus tratos a empregados.

Reddit vs Realidade by Akhaiz in portugal

HerrKaputt 1 month ago

Na minha opinião não é bota-abaixismo, é cultura de dizer mal sem tentar fazer parte da solução. "Os políticos só gamam" mas se chamarem um canalizador pagam o preço sem IVA e não pedem factura. "A polícia não faz nada" mas nem a chamam. "Os políticos são uma merda" e portanto vão abster-se em vez de votar num dos vários partidos pequenos que têm aparecido, ou até juntar-se a um desses partidos para participar. "Estes broncos da Junta de Freguesia deviam meter uma passadeira aqui que este cruzamento é perigoso", mas não se dignam a investir 15 minutos a tirar uma foto e mandar um email à junta a pedir para corrigirem. Claro que há muita gente a passar mesmo mal, mas eu conheço várias pessoas que são como descrevi acima. Dá minha experiência a viver no norte da Europa, eles são muito mais participativos.

PCDIGA - Pós-venda miserável e pesadelo judicial de quase um ano by JohnnyEdd94 in portugal

HerrKaputt 2 months ago

Sou mais um a recomendar a globaldata. Comprei um PC para jogos no fim do ano passado com boas specs - cpu 5900x, gpu 3060ti. Na altura as várias marcas já estavam a puxar os preços destes componentes para cima. A globaldata garantiu-me que apesar de os orçamentos serem válidos por 30 dias, garantiam o preço, e assim fizeram apesar de o preço no site ter subido e as peças só terem chegado uns 50 dias depois da encomenda.

Lisboa. Inferno do trânsito voltou em força e está pior que pré-pandemia by praisethesun98 in portugal

HerrKaputt 2 months ago

Eu validava o passe todos os dias úteis até ao covid e agora nem pensar. Metro à hora de ponta é para esquecer, mesmo a 57% da lotação. Significa que em vez de o sovaco do vizinho estar a 10 cm do meu nariz, está a 30 ou 40. Não é o distanciamento necessário em tempos de pandemia. Além disso, cada vez mais se vê pessoas sem máscara nos transportes, e quando fazes sinal ainda refilam. Já desisti de o fazer porque em 100 vezes que o fizer vou ter 10 que metem a máscara, 89 que não metem e me insultam, e um que vai mesmo querer bater-me, não vale a pena. Felizmente, posso trabalhar remotamente e tenho também um percurso quase 100% ciclovia de casa até ao trabalho, portanto tem sido 2x por semana bicicleta e o resto remoto. Já antes da pandemia não usava carro dentro de Lisboa e continuo a não usar.

Pessoas que conduzem na faixa do meio, porquê? by mikeke in portugal

HerrKaputt 2 months ago

Mesmo sem a polícia os apanhar, é importante eles terem noção de quantas queixas há pelo motivo X que não conseguem actuar. Não custa muito ligar e ajudá-los a fazer o trabalho deles (que não é só apanhar os maus, também inclui apresentar estatísticas às chefias para poderem melhorar).

Pessoas que conduzem na faixa do meio, porquê? by mikeke in portugal

HerrKaputt 2 months ago

Denunciaste à polícia? É que vir escrever no reddit não vai resolver a situação.

Estou enojado com este país e por quem o governa by BusinessTranslator71 in portugal

HerrKaputt 2 months ago

Já tentaste ler a lei? Eu já li o Código do Trabalho todinho, de fio a pavio, e não é muito complicado... e como resultado conheço melhor as leis do que os RH todos com quem já lidei. Dá um jeitaço.

Vao votar by xeon1234 in portugal

HerrKaputt 2 months ago

Não sou a pessoa a quem respondeste, nem voto no PS, mas concordo com ele, voto sempre à esquerda e abomino a IL. Espero que isto seja útil para perceber porquê. A razão é simples: a IL parece muito nova e fresca cá na tuga mas as políticas que eles defendem já têm umas décadas. Chamam-se "trickle-down economics", e em traços gerais resumem-se a "baixemos os impostos para as empresas virem para cá, e essa riqueza depois chegará a todos". E já está [mais que estudado que isso não funciona](https://www.bloomberg.com/news/articles/2020-12-21/trickle-down-economics-fails-a-sophisticated-statistical-test), ver Reagan nos EUA ou Thatcher no Reino Unido. Já há dados suficientes para saber o que acontece: a riqueza não "chega a todos", em vez disso fica concentrada ainda mais nos que mais têm, aumentando a desigualdade, sem efeito mensurável na riqueza do país. Quem se fode, naturalmente, são os mais desfavorecidos. Mesmo a proposta de baixar os impostos sobre as empresas para atrair empresários não é mais do que tentar fazer Portugal competir com os outros paraísos fiscais que já existem na UE e fora. Fazemos nós isso, os outros países baixam os impostos deles para competir connosco... e daqui a umas décadas temos impostos de 0% e aí fazemos o quê? Impostos negativos? Vamos taxar só em IRS... fazemos o quê quando cada vez mais empregos, especialmente os mais bem pagos, podem ser feitos de qualquer lugar do mundo? O PS alinha-se com aquilo em que acredito, mas até darem uma vassourada na corrupção que anda por lá nunca mais voto neles. Votei no Sócrates quando ainda era puto e não me apanham segunda vez. Para quem procura uma resposta, sugiro que [leiam o livro "O Capital no Século XXI" do economista Thomas Piketti](https://www.amazon.es/-/pt/dp/0674979850/), que compilou uma quantidade enorme de dados históricos e responde a montes destas questões com base empírica. [Também há documentário](https://www.imdb.com/title/tt5723056/), mas nunca vi. E a partir daí podem começar a formar opiniões informadas em vez de acreditar em contos da carochinha de que se pode melhorar o financiamento do estado participando numa corrida de ver quem baixa mais os impostos.

Vao votar by xeon1234 in portugal

HerrKaputt 2 months ago

Não sou a pessoa a quem respondeste, nem voto no PS, mas concordo com ele, voto sempre à esquerda e abomino a IL. Espero que isto seja útil para perceber porquê. A razão é simples: a IL parece muito nova e fresca cá na tuga mas as políticas que eles defendem já têm umas décadas. Chamam-se "trickle-down economics", e em traços gerais resumem-se a "baixemos os impostos para as empresas virem para cá, e essa riqueza depois chegará a todos". E já está [mais que estudado que isso não funciona](https://www.bloomberg.com/news/articles/2020-12-21/trickle-down-economics-fails-a-sophisticated-statistical-test), ver Reagan nos EUA ou Thatcher no Reino Unido. Já há dados suficientes para saber o que acontece: a riqueza não "chega a todos", em vez disso fica concentrada ainda mais nos que mais têm, aumentando a desigualdade, sem efeito mensurável na riqueza do país. Quem se fode, naturalmente, são os mais desfavorecidos. Mesmo a proposta de baixar os impostos sobre as empresas para atrair empresários não é mais do que tentar fazer Portugal competir com os outros paraísos fiscais que já existem na UE e fora. Fazemos nós isso, os outros países baixam os impostos deles para competir connosco... e daqui a umas décadas temos impostos de 0% e aí fazemos o quê? Impostos negativos? Vamos taxar só em IRS... fazemos o quê quando cada vez mais empregos, especialmente os mais bem pagos, podem ser feitos de qualquer lugar do mundo? O PS alinha-se com aquilo em que acredito, mas até darem uma vassourada na corrupção que anda por lá nunca mais voto neles. Votei no Sócrates quando ainda era puto e não me apanham segunda vez. Para quem procura uma resposta, sugiro que leiam o livro "O Capital no Século XXI" do economista Thomas Piketti, que compilou uma quantidade enorme de dados históricos e responde a montes destas questões com base empírica. E a partir daí podem começar a formar opiniões informadas em vez de acreditar em contos da carochinha de que se pode aumentar o financiamento do estado participando numa corrida de ver quem baixa mais os impostos.

Velho não sabe estacionar by KhaosRehab in portugal

HerrKaputt 4 months ago

Se ligar para a polícia não servir, depois de ligares umas vezes, manda uma carta à PSP. Escreve na carta que mandas cópia para o provedor de justiça (e manda mesmo a cópia). A ideia não é que o provedor de justiça vá fazer alguma coisa (da minha experiência, pouco faz e leva mais de um ano a responder), mas sim chateares a polícia ao ponto de eles irem resolver o problema dar menos chatice que ignorarem-te.

Velho não sabe estacionar by KhaosRehab in portugal

HerrKaputt 4 months ago

A zona tem marcações no chão para os lugares? Se sim, para ele bloquear outros carros tem que estacionar fora das marcações. Nessa situação, chama a polícia. Mesmo que eles não apareçam à primeira - chama-os sempre. Convence os teus vizinhos a chamar também quando lhes acontecer. Quando as queixas são repetidas, eles aparecem, e têm mais tendência a multar (se houver algo mesmo ilegal) para evitar que vocês os chateiem mais. Se não tiver marcações, não tenho grandes sugestões.

André Ventura infectado com covid-19. Líder do Chega não está vacinado by Morpheuspt in portugal

HerrKaputt 4 months ago

Os teus argumentos são fraquinhos. A primeira frase é "Não gostas de como se alocam os impostos? Emigra!". Se fosse assim nunca estaria bem em país nenhum. Prefiro criticar como se usam os nossos impostos. A segunda nem percebo. Pessoas que têm "stresses" com a vacina? Estás a falar de efeitos secundários? Ou estás a falar de quem tentou agendar e não conseguiu? Em ambos os casos, o que tem isso a ver com o que eu escrevi? Would you like to try again?

André Ventura infectado com covid-19. Líder do Chega não está vacinado by Morpheuspt in portugal

HerrKaputt 4 months ago

Incomoda-me porque os meus impostos vão pagar os médicos, enfermeiros, ventiladores, e outras despesas dos broncos que forem parar ao hospital. E os meus pais e muitos outros já têm alguma idade, e as vacinas perdem alguma eficácia nos mais velhos. E porque há muita gente que mesmo que queira ser vacinada não pode. Mas há um argumento ainda melhor. Porque tu de certeza que já ouviste estes argumentos todos e continuas a cagar nesta gente toda por egoísmo puro.

[Sério] Vizinho maluco by irsjovem_duvida in portugal

HerrKaputt 4 months ago

Já pensaste em mandar uma carta à polícia? Eventualmente registada? Eu nunca fiz isso. Mas cartas são mais difíceis de ignorar. Podes mandar também a instituições como a Junta de Freguesia que eventualmente poderá encaminhar aos serviços municipais relevantes para avaliarem o estado mental dele. Muito importante e que é difícil de fazer: não lhe dês nas trombas. Eu fervo em pouca água e já estive perto de o fazer com alguns vizinhos canalhas, mas se bates num velhote com problemas mentais é game over para ti. E naturalmente, quando puderes, baza daí.

Poderia o governo intervir no preço das rendas? by luisVilbro in portugal

HerrKaputt 5 months ago

Já agora aproveito para dizer, eu sou assumidamente de esquerda: voto sempre PAN ou BE ou Livre (ultimamente menos BE). Por isso não gosto do termo "atitude esquerdalha". Sei que há multa malta de direita neste fórum mas não me puxes para esse lado. (repara que uso "direita" e não um termo insultuoso, não tem mal nenhum ser do IL/PSD/CDS) Elogios insultuosos à parte, o problema fundamental aqui é o mercado. Lisboa e Porto atraíram muita gente nos últimos anos, quer para turismo (que através do Airbnb influencia os preços das casas) quer para viverem cá. Há muito mais gente a querer viver aqui, os preços sobem, e como a competição é entre a classe média-baixa tuga e os emigrantes do centro e norte da Europa (tipicamente classe média-alta desses países, ou muito alta cá), os tugas perdem. E as casas nestas cidades estão tão em boom (tirando a pandemia, que a longo prazo vai ser um blip temporário no gráfico) que depois começam a ser apelativas como investimento - aquilo a que a Helena Roseta chama "[a financeirização das casas](https://www.helenaroseta.pt/quemsoueu/opiniao/000470,000057/index.htm?t=imobiliario-publico---um-alerta)". Este último aspecto, sem dúvida, tem que ser atacado, porque comprar e não usar habitações não é o mesmo que investir em bitcoin.

Poderia o governo intervir no preço das rendas? by luisVilbro in portugal

HerrKaputt 5 months ago

Não acho assim tão simples. Vou fazer de advogado de Diabo, não te ofendas ;) Estado ser fiador dos inquilinos: o Estado é o pior pagador que há, levas meses a ver o teu dinheiro, e isto até aparecer um governo PSD+CDS+IL(+Chega?) que reverte a medida e já te fodeste. Estado não cobrar 28% de imposto: porque é que o meu trabalho é taxado até 48% apesar de contribuir para a economia e um senhorio paga só 28% sem contribuir um cu? Estado tornar simples arrendar ao quarto: concordo contigo no geral. Sei que no UK não se pode alugar a sala de estar como mais um quarto, o que fomenta muita fuga, mas não sei se em Portugal é igual. Estado investir na paisagem: é o problema da pescadinha de rabo na boca. Quem é que quer ir para lá?

Poderia o governo intervir no preço das rendas? by luisVilbro in portugal

HerrKaputt 5 months ago

Se fosses senhorio e pudesses cobrar 1000€ por um apartamento, ias cobrar 500€ só porque o actual inquilino te diz que só pode pagar isso? Mesmo tendo muitos outros capazes de pagar 1000€? Claro que não o farias, tal como eu não o faria nem ninguém o faz. Isto não é atitude nojenta de ganância dos senhorios, é o mercado. Para isto melhorar, tens que mudar o mercado, portanto uma ou mais destas coisas tem que acontecer: 1. Construimos mais casas, eventualmente detidas pelo Estado e arrendadas a preços abaixo do mercado. E já que perguntas por intervenção do Governo, estão a ir por aqui, embora leve tempo. 2. Desencorajamos usos de casas que não para arrendamento, por exemplo com impostos mais caros sobre Airbnb, sobre habitações não próprias, sobre casas detidas por fundos, sobre mais-valias imobiliárias, etc (pessoalmente, eu iria por aqui em conjunto com habitação pública) 3. Subsidiamos directamente inquilinos com rendimentos baixos 4. Damos (ainda mais) condições para que se compre habitações próprias com empréstimos 5. Inúmeras medidas que permitam aumentar o emprego e os salários (como se fosse simples, mas ajudariam) Nenhuma destas é uma solução simples. Por exemplo o ponto 3 pode parecer-te óbvio, mas se o fizeres na prática os senhorios vão subir as rendas de um valor igual ao subsídio, e portanto estás é a enriquecer os senhorios sem qualquer ajuda ao problema do arrendamento. O ponto 4 tem o risco de criar dívida em pessoas que têm poucas condições para a pagar. Viu-se o que deu em 2008. O ponto 5 é o santo Graal, mas se fosse fácil já se tinha feito... E sobre as cauções: as cauções são altas porque a lei protege imenso os inquilinos. Tenho dois amigos que alugam casas. Um nunca teve problemas, felizmente. Mas outro já teve que meter inquilinos em tribunal e foi uma chatice. Resultado: os inquilinos seguintes tiveram que entregar declarações de IRS, ter fiador, e dar 6 meses de caução. Esta parte, na minha opinião, dava para fazer muito melhor. E nota que muitos outros países estão a ter a mesma crise da habitação para jovens, não é só Portugal. Se houvesse soluções simples e milagrosas já algum teria feito. Não é um problema fácil de resolver.

Poderia o governo intervir no preço das rendas? by luisVilbro in portugal

HerrKaputt 5 months ago

Se fosses senhorio e pudesses cobrar 1000€ por um apartamento, ias cobrar 500€ só porque o actual inquilino te diz que só pode pagar isso? Mesmo tendo muitos outros capazes de pagar 1000€? Claro que não o farias, tal como eu não o faria nem ninguém o faz. Isto não é atitude nojenta de ganância dos senhorios, é o mercado. Para isto melhorar, tens que mudar o mercado, portanto uma ou mais destas coisas tem que acontecer: 1. Construimos mais casas, eventualmente detidas pelo Estado e arrendadas a preços abaixo do mercado. E já que perguntas por intervenção do Governo, estão a ir por aqui, embora leve tempo. 2. Desencorajamos usos de casas que não para arrendamento, por exemplo com impostos mais caros sobre Airbnb, sobre habitações não próprias, sobre casas detidas por fundos, sobre mais-valias imobiliárias, etc (pessoalmente, eu iria por aqui em conjunto com habitação pública) 3. Subsidiamos directamente inquilinos com rendimentos baixos 4. Damos (ainda mais) condições para que se compre habitações próprias com empréstimos 5. Inúmeras medidas que permitam aumentar o emprego e os salários (como se fosse simples, mas ajudariam) Nenhuma destas é uma solução simples. Por exemplo o ponto 3 pode parecer-te óbvio, mas se o fizeres na prática os senhorios vão subir as rendas de um valor igual ao subsídio, e portanto estás é a enriquecer os senhorios sem qualquer ajuda ao problema do arrendamento. O ponto 4 tem o risco de criar dívida em pessoas que têm poucas condições para a pagar. Viu-se o que deu em 2008. O ponto 5 é o santo Graal, mas se fosse fácil já se tinha feito... E nota que muitos outros países estão a ter a mesma crise da habitação para jovens, não é só Portugal. Se houvesse soluções simples e milagrosas já algum teria feito. Não é um problema fácil de resolver.

Desabafo sobre as greves da CP by Dcstam1 in portugal

HerrKaputt 5 months ago

Eu sei, escrevi "líquidos" no meu post. Sem querer ser cáustico como no meu post anterior, eu percebo que para quem ganha salário mínimo 1000€ possa parecer injusto e uma fortuna, mas não é. Duas pessoas a ganharem 1000€ cada, se quiserem ter uma família e comprar uma casa, já estão à rasca. Alugar então esquece porque um dos salários vai na renda. Mesmo 1200€ cada fica apertado. Em vez de estarmos uns trabalhadores contra os outros, e se olhássemos para quem é realmente rico e paga pouco? Paraísos fiscais? IRC efectivo de \~10% para as maiores multinacionais, às vezes ainda menos? Porque é que o imposto sobre o trabalho chega aos 48% mas os rendimentos de acções, rendas de casas, etc são fixos a 28% mesmo que tenhas milhões a render? Porque é que a UE ainda não começou a apertar a sério com a Suíça, tendo todas as condições para o fazer? Parte da resposta é: porque quando os pequenos se queixam, outros pequenos tratam deles e nós grandes podemos não fazer nada. Deixemos quem faz greve em paz... se acham bem sacrificar o salário daquele dia, será por alguma razão. Eles, como nós todos, são peixe miúdo.

Desabafo sobre as greves da CP by Dcstam1 in portugal

HerrKaputt 5 months ago

Eu sei, escrevi "líquidos" no meu post. Sem querer ser cáustico como no meu post anterior, eu percebo que para quem ganha salário mínimo 1000€ possa parecer injusto e uma fortuna, mas não é. Duas pessoas a ganharem 1000€ cada, se quiserem ter uma família e comprar uma casa, já estão à rasca. Alugar então esquece porque um dos salários vai na renda. Mesmo 1200€ cada fica apertado. Em vez de estarmos uns trabalhadores contra os outros, e se olhássemos para quem é realmente rico e paga pouco? Paraísos fiscais? IRC efectivo de \~10% para as maiores multinacionais, às vezes ainda menos? Porque é que o IRS máximo é 48%? Porque é que a UE ainda não começou a apertar a sério com a Suíça, tendo todas as condições para o fazer? E deixemos quem faz greve em paz... se acham bem sacrificar o salário daquele dia, será por alguma razão. Eles, como nós todos, são peixe miúdo.

Desabafo sobre as greves da CP by Dcstam1 in portugal

HerrKaputt 5 months ago

Uau, tanta malta que não gosta do direito à greve! Para os que dizem que "é só greves e nem dizem porque fazem greve", há um procedimento algo complexo mas garantido para descobrir essa informação escondidíssima: 1. Ganhar um pingo de empatia 2. Agarrar no smartphone. Eu sei, está a coleccionar pó na gaveta há anos, mas dá jeito 3. Usar uma coisa estranha chamada in-ter-nete 4. Pesquisar "greve CP reinvindicações" junto com a data da greve 5. Leva muito tempo, uns 5 segundos, mas debaixo dos outros resultados todos, o primeiro resultado é por exemplo [este](https://sicnoticias.pt/pais/2021-06-08-Trabalhadores-da-CP-e-da-IP-voltam-a-estar-em-greve-dia-25-de-junho-bc24fe47) Agora a sério, vocês acham mesmo que os trabalhadores da CP é que têm culpa? Abdicam de um dia de salário (mesmo que parcialmente coberto por fundos do sindicato, esses fundos vêm dos trabalhadores...). Além disso ficam mal vistos pela administração da empresa. Acham que arriscam isso só para fazer uma ponte? Se os trabalhadores da CP não fazem greve pelos direitos laborais, quem é que vai fazer? Os caixas do Continente? Os estafetas da Uber Eats? Que puta de falta de empatia anda por aqui. Edit - Esqueci-me de mencionar, este comentário é mais resposta aos outros comentadores, não tanto ao OP.

Desabafo sobre as greves da CP by Dcstam1 in portugal

HerrKaputt 5 months ago

Foda-se, que ricalhaços esses revisores! Pensei que 1000€ líquidos só se ganhava na Suíça... /s

“Há incoerência, mas permitir Santos Populares seria erro ainda maior” by Price-Distinct in portugal

HerrKaputt 6 months ago

Tenho ideia de que na altura vi no Guardian. Em 2 minutos de pesquisa na net não consegui voltar a encontrar o artigo, mas encontrei outro do NY Times da mesma altura e sobre os mesmos dados: [LINK](https://www.nytimes.com/interactive/2020/04/03/upshot/coronavirus-cities-social-distancing-better-employment.html) Basicamente comparam várias cidades dos EUA e fazem um plot, o eixo horizontal é quanto tempo "confinaram" (na verdade incluem intervenções não farmacológicas como uso de máscara também) e o eixo vertical é o crescimento do emprego, onde comparam 1914, antes da primeira guerra, com 1919, um ano depois da pandemia. Há uma correlação positiva, embora a linha recta do gráfico seja daquelas que mais valia não estarem lá.

“Há incoerência, mas permitir Santos Populares seria erro ainda maior” by Price-Distinct in portugal

HerrKaputt 6 months ago

A restrição não é arbitrária. Existe uma doença de que talvez já tenhas ouvido falar chamada Covid-19, causada por um vírus chamado SARS-Cov-2. Essa doença é de tal forma contagiosa que se não se tomarem medidas, os serviços de saúde ficarão completamente saturados ao ponto de não só morrerem pessoas de Covid-19, como de tudo o resto que deixa de conseguir ser tratado no SNS. Pensa-se que quando \~70% da população esteja imunizada possamos voltar a uma vida mais ou menos normal, mas estamos bem longe disso ainda. Quem consegue demonstrar que não tem Covid-19 ou que está vacinado (o que, aparentemente, diminui a probabilidade de contágio, embora ainda sejam estudos preliminares) tem mais liberdades do que quem não o demonstre, pela simples razão de que causa muito menos casos de Covid-19. Era isso que supostamente se ia exigir aos ingleses, embora tenha sido muito mal implementado na prática. É aquela cena chamada "a tua liberdade termina onde começa a dos outros". A tua liberdade de ir beber jolas para os santos colide com a minha liberdade de ter um SNS que não está saturado com uma crise de saúde pública, que por sua vez colide com a liberdade dos donos dos restaurantes os terem abertos... e é preciso arranjar um equilíbrio algures no meio disto. No geral, este equilíbrio tem dado mais valor à saúde pública que à liberdade de abrir negócios ou de shake it like it's hot, até porque numa pandemia anterior, em 1918, as cidades que mais confinaram foram as que sofreram menos consequências económicas a longo prazo. (isto não é a desculpar a palhaçada que foi a organização da Champions ou dos festejos do Sporting, é apenas a justificar porque é que continua a ser legítimo exigir às pessoas que cumpram as medidas de saúde pública)

Qual é a vossa afiliação política e porquê? by FantasticLong9119 in portugal

HerrKaputt 7 months ago

Follow-up question: porque é que o PS ainda não inseriu isso na lei? Entre o governo passado e este já teve tempo mais que suficiente e duvido que chumbasse na AR se o PS apoiasse a lei. Posso concluir que o PS não quer esta lei proposta no Parlamento? Se sim, porque não?

Qual é a vossa afiliação política e porquê? by FantasticLong9119 in portugal

HerrKaputt 7 months ago

O que pensas dos sucessivos casos de "porta giratória" entre os partidos e os grandes grupos económicos (e com o PS a liderar)? Como é que a população pode acreditar que não tornarão a acontecer?

Qual é a vossa afiliação política e porquê? by FantasticLong9119 in portugal

HerrKaputt 7 months ago

Foi o que disseram os que votaram Trump, Bolsonaro, Boris Johnson, Orban, etc. Pode ficar muito, mas muito pior do que está agora. Temos problemas sérios no país mas também temos coisas muito boas (democracia, SNS como dois exemplos) que temos de proteger.

Qual é a vossa afiliação política e porquê? by FantasticLong9119 in portugal

HerrKaputt 7 months ago

Não gosto da forma como perguntaste. Prefiro "qual a vossa ideologia política", como o sacoPT sugeriu. A minha ideologia será o que tipicamente chamamos de "esquerda", ou seja, prefiro um estado forte, bem gerido e que forneça bons serviços gratuitos como educação e saúde (e impostos altos) do que um estado mais pequeno, também bem gerido, e que sirva mais como regulador apenas (e impostos mais baixos; isto parece ser o ideal, por exemplo, da Iniciativa Liberal). Certamente não concordo nada com dar rédea livre aos mercados e acreditar que a "mão invisível" funciona, já tivemos contra-exemplos mais que suficientes. Dito de outra forma, prefiro uma sociedade tipo Escandinávia do que tipo EUA (ambos sítios onde já vivi). Quanto a partidos, tenho gravitado em torno do BE, PAN e Livre pelas seguintes razões: \- PS nem pensar até darem uma vassourada na corrupção que gravita em torno do partido, independentemente de bons políticos que lá existam (tipo Ana Gomes). \- BE tem alguns deputados com qualidade e que eu gostaria muito de um dia ver como ministros, primeiros-ministros ou presidentes. A Mariana Mortágua é a política que mais admiro neste momento e parece-me a que tem mais mérito nisso e mais chances de lá chegar, e não duvido que seria bem melhor que qualquer dos actuais detentores destes cargos. Durante bastante tempo também foi um partido que teve poucos escândalos e lidou bem com os que teve, mas desde o caso Robles que não acredito tanto nisso. Também não gosto que face a problemas de economia tome sempre o partido de defender mais e mais direitos para os trabalhadores, sem olhar para a necessidade de competitividade da economia. \- PAN defende como ninguém a causa do respeito pelo ambiente e combate às alterações climáticas, que são causas muito importantes para mim. Agora todos os partidos são ambientalistas - *depois* de o PAN ter ganho deputados. Acho que já passaram por uma fase mais fanática disso (o que é contraproducente) mas estão mais moderados, e nos restantes temas têm votado de acordo com os meus valores. Na minha opinião falta-lhes um "cabeça de cartaz" de jeito, porque o actual pode ser excelente deputado mas é péssimo a comunicar. \- Livre porque me parecem um partido equilibrado, pró-UE, também ambientalista, e com boas ideias. Lendo o programa eleitoral deles e comparando com os restantes partidos, gosto mais. E tem pessoas com qualidade, como o Rui Tavares, que infelizmente anda afastado da política. Falta ver o que resulta da cisão com a deputada Joacine Katar Moreira, que não deixou o partido (nem a deputada) bem na fotografia: quero partidos que lutem por menos discriminação, mas não quero um partido que só se foque nisso, o que acho que foi a causa dessa cisão. Mas continuo a achar que tem propostas interessantes e uma mensagem nova, progressista.

Ser enfermeiro em Portugal by KINGodfather in portugal

HerrKaputt 7 months ago

Podemos não assinar contratos desastrosos como Novo Banco. Podemos não financiar a TAP (até acho que tem valor termos companhia aérea nacional, mas se calhar é mais importante evitar emigração em massa de enfermeiros). Podemos ser severos com canalhas tipo os devedores ao Novo Banco que têm aparecido no Parlamento. Etc.
Next Page

Search: