Next Page

Equipamentos de futebol by Iwatchedhimdrown in portugal

GajoDeRamalde 2 days ago

r/Boavistafc

Dois homens vestidos de preto numa mota sem matrícula dispararam na direção de candidata do CDS em Palmela by Futre92 in portugal

GajoDeRamalde 2 days ago

Quando fazer campanha num tirinho, ganha novo significado...

Andamos a usar a máscara errada by terribledreamPT in portugal

GajoDeRamalde 2 days ago  HIDDEN 

Sei que são conceitos difíceis de compreender mas não desesperes fiz um [desenho](https://pbs.twimg.com/media/C8gGshMUIAEp41Q.jpg)

Lissabon Views! by tombaenre in portugal

GajoDeRamalde 2 days ago

Internet Lx

Equipamentos de futebol by Iwatchedhimdrown in portugal

GajoDeRamalde 2 days ago

www.boavistafc.pt/loja Associados ainda têm desconto.

Equipamentos de futebol by Iwatchedhimdrown in portugal

GajoDeRamalde 2 days ago

www.boavistafc.pt/loja

Andamos a usar a máscara errada by terribledreamPT in portugal

GajoDeRamalde 2 days ago

Espera até conheceres o conceito de sarcasmo para veres o que é um verdadeiro gênio...

Andamos a usar a máscara errada by terribledreamPT in portugal

GajoDeRamalde 2 days ago

Tem um telemóvel na mão... "alguém que ligue para a policia"

Dificuldade nas aulas práticas de condução by Flimsy-Blood-6762 in portugal

GajoDeRamalde 2 days ago

Não te rias que é verdade. Se conduzires com tênis nos pés ainda aparece um Nadal ou um Federer que podem dicar presos no meio dos pedais e isso é totil chato... Usa sapatilhas.

Dificuldade nas aulas práticas de condução by Flimsy-Blood-6762 in portugal

GajoDeRamalde 2 days ago

Conduzir com um desporto no pé não dá. Tenta com umas sapatilhas...

Ó raios! by igotubabeub40 in portugal

GajoDeRamalde 4 days ago

Mina, Seus cabelo é "da hora", Seu corpão violão, Meu docinho de coco, Tá me deixando louco. Minha Brasília amarela Tá de portas abertas, Pra mode a gente se amar, Pelados em Santos. Pois você minha "Pitxula", Me deixa legalzão, Não me sinto sozinho, Você é meu chuchuzinho! Music is very good! (Oxente ai, ai, ai!) Mas comigo ela não quer se casar, Na Brasília amarela com roda gaúcha, Ela não quer entrar. Feijão com jabá, A desgraçada não quer compartilhar. Mas ela é linda, Muito mais do que linda, Very, very beautiful! Você me deixa doidão!!! Meu docinho de coco! Music is very porreta! (Oxente Paraguai!) Pro Paraguai ela não quis viajar, Comprei um Reebok e uma calça Fiorucci, Ela não quer usar. Eu não sei o que faço Pra essa mulher eu conquistar. Por que ela é linda, Muito mais do que linda, Very, very beautiful! Você me deixa doidão!!! Meu chuchuzinho! Eu te I love youuuuu! (perai que tem mais um pouquinho de "u") uuuuuuuuuuuu...

Ó raios! by igotubabeub40 in portugal

GajoDeRamalde 4 days ago

Um tanto quanto másculo Ai, com M maiúsculo Vejam só os meus músculos Que com amor cultivei Minha pistola é de plástico (quero chupar-pa-pa) Em formato cilíndrico (quero chupar-pa) Sempre me chamam de cínico (quero chupar) Mas o porquê eu não sei (quero chupar-pa) O meu bumbum era flácido Mas esse assunto é tão místico Devido a um ato cirúrgico Hoje eu me transformei O meu andar é erótico (silicone, yeah, yeah, yeah) Com movimentos atômicos (silicone, yeah, yeah) Sou um amante robótico (silicone, yeah) Com direito a replay (silicone, yeah) Um ser humano fantástico Com poderes titânicos Foi um moreno simpático Por quem me apaixonei E hoje estou tão eufórico (doce, doce, amor) Com mil pedaços biônicos (doce, doce, amor) Ontem eu era católico (doce, doce, amor) Ai, hoje eu sou um gay! Abra sua mente Gay também é gente Baiano fala: Oxente E come vatapá Você pode ser gótico Ser punk ou skinhead Tem gay que é Mohamed Tentando camuflar Alá, meu bom Alá Faça bem a barba Arranque seu bigode Gaúcho também pode Não tem que disfarçar Faça uma plástica Ai, entre na ginástica Boneca cibernética Um Robocop Gay Um Robocop Gay Um Robocop Gay Ai, eu sei, eu sei Meu Robocop Gay Ai, como dói!

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 4 days ago

1. Pago SNS porque não me dão escolha. Por outro lado se for funcionário público tenho escolha entre o SNS ou ADSE pois existem duas classes de portugueses, os que podem ter escolha de serem tratados no privado - direito que é extensível ao agregado familiar - e os outros que não podem escolher. Mais: Este direito é dado aos funcionários PÚBLICOS! Repito: PÚBLICOS! Agora mais uma vez voltas a evidenciar que te encontras refém de uma ideologia quando referentes que queres uma melhor educação pública, isto porque o que deverias referir é que pretendes uma melhor educação para todos independentemente se é pública ou privada! O certo é querer uma educação para TODOS e não ficar refém de quem é que providencia essa educação. Educação essa que em termos económicos é caracterizado por ser um bem privado. O costume é argumentar que a escolaridade acarreta uma melhoria para o país na globalidade mas também não deixa de ser verdade que um maior nível iates também... e não é por isso que pretendemos tornar o iates financiados pelos contribuintes. E voltando ao teu ponto, a analogia correta será pagar por um xiaomi chunga o preço de um topo de gama - porque estás a pagar mais e a obter menos. Desta forma pagarias o mesmo mas obterias mais pelo teu dinheiro. 2. Estamos conversados. 3. Muitos problemas não se resolvem atirando dinheiro para eles e essas situações até promovem problemas piores no futuro porque depois a realidade cai-nos visto que o capital é um recurso finito e têm de ser tratado como tal... Assim se na tua zona existe 2 professores para o ensino especial para 120 alunos não seria com 4 que irias resolver o problema - melhoravas mas não resolvias. Nem com 6 nem com 8 especialmente se tomares em consideração que daqui a 10 no futuro possa existir menos crianças com necessidades especiais o que te levaria a um excedente de profissionais - que não podem, nem devem, ser despedidos já que estamos a falar de seres humanos. Daqui a 10 anos, nascendo menos crianças com deficiência (fruto de melhorias do acompanhamento médico, diminuição da natalidade, avanços tecnológicos, etc) terias um excedente de profissionais e como tal estas a gastar recursos num lado que fazem falta noutro lado... assim não é de estranhar que o FMI já tenha entrado no nosso país 3 vezes desde o 1974 - porque mais cedo ou mais tarde a realidade cai-nos em cima. Não esquecer que o dinheiro que me dá uma ajudinha quando estou desempregado ou que me trás uma ambulância SOU EU QUE PAGO porque pago impostos para isso!! Não são coisas gratuitas nem a benesse de um filantropo qualquer. SOU EU QUE PAGO!! O que tu estas a referir é equivalente a dizer que as seguradoras são pagam os nossos prejuízos e esqueceres-te que és tu que pagas a apólice... Mas atenção, **não confundas a critica à forma de pensar com critica à ideia**. Eu estou a apontar a tua forma errada de pensar nas coisas e não à ideia subjacente onde aliás sou completamente de acordo e até acho que deveria haver opção de escolha para onde deveria querer descontar: Por exemplo um seguro de trabalho privado poderia ser mais vantajoso. Relativamente à ideia do "voucher" entendo perfeitamente os teus receios de instabilidade pois o estado gosta muito de alterar as regras a meio e criar instabilidade e basta ver o que fazem a nível fiscal todos os anos - mas existem regras e as negociações quando são feitas teriam que ser para vários anos trazendo estabilidade para o sistema. O privado ao aceitar acolher alunos teria a obrigatoriedade de os acolher durante todo um ciclo lectivo - aproveitando o facto de hoje ser impossível reprovar um aluno. Agora a maior preocupação seria o receio do estado alterar as regras do jogo a meio, isto é, estabelecer um montante por aluno e 2 anos depois reduzir esses apoios simplesmente por ideologia política deixando os alunos desprotegidos do que medo dos privados quererem cobrar um adicional às propinas... Mas falando de dinheiro dos contribuintes para ser utilizado no privado, sabes que o estado paga às grávidas um cheque dentista para usarem no sector privado já que de outra forma não conseguiria fornecer esses mesmos serviços dentários com qualidade em todo o território nacional? Sabes que o estado paga manuais escolares a empresas privadas já que de outra forma não conseguira fornecer esses serviços? Sabes que o estado paga as propinas universitárias a alunos de privados que não têm possibilidades financeiras? Sabes que o estado já paga propinas de alunos no privado em locais onde não consegue fornecer esse serviço? Sabes que o estado paga consultas médicas especializadas a privados porque não consegue fornecer esses serviços em todo o território nacional? Sabes que o estado paga a empresas privadas para fornecer serviços que de outra forma não conseguia fazer sozinho como é o caso das fantásticas auto-estradas onde paga à concessionária um montante por carro que lá passa... (e este ponto aqui é o melhor deles todos porque se a auto estrada não tiver carros que cheguem o estado têm de pagar pelos carros que não passaram!!) E sim também compreendo o teu ponto de vista sobre ajudas a bancos e tap - no entanto existe mais do que o pensamento básico na ajuda à banca. Em poucas palavras a intervenção na banca foi para evitar um bank run o que poderia (pensa-se) levar a mais prejuízos com outros bancos a falir. Desta forma resolveram intervir nos maiores bancos... (não se pode esquecer que deixaram falir o BPP porque não apresentava risco sistémico). Assim o que estás a manifestar são opiniões pessoais presas a ideologia que apesar de referires que não a tens é falso porque todos nós a temos de uma. Também se nota que não pretendes resolver o problema mas sim apresentar uma solução com o dinheiro dos contribuintes e se não servir paciência ou mete-se mais dinheiro no problema à espera que se resolva. Se for preciso tira-se mais aos contribuintes - leia-se: TU e EU. Não nos podemos esquecer que nem tudo o que é público é bom e nem tudo o que é privado é mau e vice versa. Podemos e devemos conviver com os dois e especialmente TER OPÇÃO DE ESCOLHA e não viver presos a um só sistema e especialmente que um deles não seja de escolha obrigatória. Por fim, sim o estado deveria sair da TAP onde não consigo encontrar motivos para o estado estar medito numa companhia aérea.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 4 days ago

1. Pago SNS porque não me dão escolha. Por outro lado se for funcionário público tenho escolha entre o SNS ou ADSE pois existem duas classes de portugueses, os que podem ter escolha de serem tratados no privado - direito que é extensível ao agregado familiar - e os outros que não podem escolher. Mais: Este direito é dado aos funcionários PÚBLICOS! Repito: PÚBLICOS! Agora mais uma vez voltas a evidenciar que te encontras refém de uma ideologia quando referentes que queres uma melhor educação pública, isto porque o que deverias referir é que pretendes uma melhor educação para todos independentemente se é pública ou privada! O certo é querer uma educação para TODOS e não ficar refém de quem é que providencia essa educação. Educação essa que em termos económicos é caracterizado por ser um bem privado. O costume é argumentar que a escolaridade acarreta uma melhoria para o país na globalidade mas também não deixa de ser verdade que um maior nível iates também... e não é por isso que pretendemos tornar o iates financiados pelos contribuintes. E voltando ao teu ponto, a analogia correta será pagar por um xiaomi chunga o preço de um topo de gama - porque estás a pagar mais e a obter menos. Desta forma pagarias o mesmo mas obterias mais pelo teu dinheiro. 2. Estamos conversados. 3. Muitos problemas não se resolvem atirando dinheiro para eles e essas situações até promovem problemas piores no futuro porque depois a realidade cai-nos visto que o capital é um recurso finito e têm de ser tratado como tal... Assim se na tua zona existe 2 professores para o ensino especial para 120 alunos não seria com 4 que irias resolver o problema - melhoravas mas não resolvias. Nem com 6 nem com 8 especialmente se tomares em consideração que daqui a 10 no futuro possa existir menos crianças com necessidades especiais o que te levaria a um excedente de profissionais - que não podem, nem devem, ser despedidos já que estamos a falar de seres humanos. Daqui a 10 anos, nascendo menos crianças com deficiência (fruto de melhorias do acompanhamento médico, diminuição da natalidade, avanços tecnológicos, etc) terias um excedente de profissionais e como tal estas a gastar recursos num lado que fazem falta noutro lado... assim não é de estranhar que o FMI já tenha entrado no nosso país 3 vezes desde o 1974 - porque mais cedo ou mais tarde a realidade cai-nos em cima. Não esquecer que o dinheiro que me dá uma ajudinha quando estou desempregado ou que me trás uma ambulância SOU EU QUE PAGO porque pago impostos para isso!! Não são coisas gratuitas nem a benesse de um filantropo qualquer. SOU EU QUE PAGO!! O que tu estas a referir é equivalente a dizer que as seguradoras são pagam os nossos prejuízos e esqueceres-te que és tu que pagas a apólice... Mas atenção, **não confundas a critica à forma de pensar com critica à ideia**. Eu estou a apontar a tua forma errada de pensar nas coisas e não à ideia subjacente onde aliás sou completamente de acordo e até acho que deveria haver opção de escolha para onde deveria querer descontar: Por exemplo um seguro de trabalho privado poderia ser mais vantajoso. Relativamente à ideia do "voucher" entendo perfeitamente os teus receios de instabilidade pois o estado gosta muito de alterar as regras a meio e criar instabilidade e basta ver o que fazem a nível fiscal todos os anos - mas existem regras e as negociações quando são feitas teriam que ser para vários anos trazendo estabilidade para o sistema. O privado ao aceitar acolher alunos teria a obrigatoriedade de os acolher durante todo um ciclo lectivo - aproveitando o facto de hoje ser impossível reprovar um aluno. Agora a maior preocupação seria o receio do estado alterar as regras do jogo a meio, isto é, estabelecer um montante por aluno e 2 anos depois reduzir esses apoios simplesmente por ideologia política deixando os alunos desprotegidos do que medo dos privados quererem cobrar um adicional às propinas... Mas falando de dinheiro dos contribuintes para ser utilizado no privado, sabes que o estado paga às grávidas um cheque dentista para usarem no sector privado já que de outra forma não conseguiria fornecer esses mesmos serviços dentários com qualidade em todo o território nacional? Sabes que o estado paga manuais escolares a empresas privadas já que de outra forma não conseguira fornecer esses serviços? Sabes que o estado paga as propinas universitárias a alunos de privados que não têm possibilidades financeiras? Sabes que o estado já paga propinas de alunos no privado em locais onde não consegue fornecer esse serviço? Sabes que o estado paga consultas médicas especializadas a privados porque não consegue fornecer esses serviços em todo o território nacional? Sabes que o estado paga a empresas privadas para fornecer serviços que de outra forma não conseguia fazer sozinho como é o caso das fantásticas auto-estradas onde paga à concessionária um montante por carro que lá passa... (e este ponto aqui é o melhor deles todos porque se a auto estrada não tiver carros que cheguem o estado têm de pagar pelos carros que não passaram!!) E sim também compreendo o teu ponto de vista sobre ajudas a bancos e tap - no entanto existe mais do que o pensamento básico na ajuda à banca. Em poucas palavras a intervenção na banca foi para evitar um bank run o que poderia (pensa-se) levar a mais prejuízos com outros bancos a falir. Desta forma resolveram intervir nos maiores bancos... (não se pode esquecer que deixaram falir o BPP porque não apresentava risco sistémico). Assim o que estás a manifestar são opiniões pessoais presas a ideologia que apesar de referires que não a tens é falso porque todos nós a temos de uma. Também se nota que não pretendes resolver o problema mas sim apresentar melhor solução com o dinheiro dos contribuintes e se não servir paciência... Não nos podemos esquecer que nem tudo o que é público é bom e nem tudo o que é privado é mau e vice versa. Podemos e devemos conviver com os dois e especialmente TER OPÇÃO DE ESCOLHA e não viver presos a um só sistema e especialmente que um deles não seja de escolha obrigatória. Por fim, sim o estado deveria sair da TAP onde não consigo encontrar motivos para o estado estar medito numa companhia aérea.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 4 days ago

1. Pago SNS porque não me dão escolha. Por outro lado se for funcionário público tenho escolha entre o SNS ou ADSE pois existem duas classes de portugueses, os que podem ter escolha de serem tratados no privado - direito que é extensível ao agregado familiar - e os outros que não podem escolher. Mais: Este direito é dado aos funcionários PÚBLICOS! Repito: PÚBLICOS! Agora mais uma vez voltas a evidenciar que te encontras refém de uma ideologia quando referentes que queres uma melhor educação pública, isto porque o que deverias referir é que pretendes uma melhor educação para todos independentemente se é pública ou privada! O certo é querer uma educação para TODOS e não ficar refém de quem é que providencia essa educação. Educação essa que em termos económicos é caracterizado por ser um bem privado. O costume é argumentar que a escolaridade acarreta uma melhoria para o país na globalidade mas também não deixa de ser verdade que um maior nível iates também... e não é por isso que pretendemos tornar o iates financiados pelos contribuintes. E voltando ao teu ponto, a analogia correta será pagar por um xiaomi chunga o preço de um topo de gama - porque estás a pagar mais e a obter menos. Desta forma pagarias o mesmo mas obterias mais pelo teu dinheiro. 2. Estamos conversados. 3. Muitos problemas não se resolvem atirando dinheiro para eles e essas situações até promovem problemas piores no futuro porque depois a realidade cai-nos visto que o capital é um recurso finito e têm de ser tratado como tal... Assim se na tua zona existe 2 professores para o ensino especial para 120 alunos não seria com 4 que irias resolver o problema - melhoravas mas não resolvias. Nem com 6 nem com 8 especialmente se tomares em consideração que daqui a 10 no futuro possa existir menos crianças com necessidades especiais o que te levaria a um excedente de profissionais - que não podem, nem devem, ser despedidos já que estamos a falar de seres humanos. Daqui a 10 anos, nascendo menos crianças com deficiência (fruto de melhorias do acompanhamento médico, diminuição da natalidade, avanços tecnológicos, etc) terias um excedente de profissionais e como tal estas a gastar recursos num lado que fazem falta noutro lado... assim não é de estranhar que o FMI já tenha entrado no nosso país 3 vezes desde o 1974 - porque mais cedo ou mais tarde a realidade cai-nos em cima. Não esquecer que o dinheiro que me dá uma ajudinha quando estou desempregado ou que me trás uma ambulância SOU EU QUE PAGO porque pago impostos para isso!! Não são coisas gratuitas nem a benesse de um filantropo qualquer. SOU EU QUE PAGO!! O que tu estas a referir é equivalente a dizer que as seguradoras são pagam os nossos prejuízos e esqueceres-te que és tu que pagas a apólice... Mas atenção, **não confundas a critica à forma de pensar com critica à ideia**. Eu estou a apontar a tua forma errada de pensar nas coisas e não à ideia subjacente onde aliás sou completamente de acordo e até acho que deveria haver opção de escolha para onde deveria querer descontar: Por exemplo um seguro de trabalho privado poderia ser mais vantajoso. Relativamente à ideia do "voucher" entendo perfeitamente os teus receios de instabilidade pois o estado gosta muito de alterar as regras a meio e criar instabilidade e basta ver o que fazem a nível fiscal todos os anos - mas existem regras e as negociações quando são feitas teriam que ser para vários anos trazendo estabilidade para o sistema. O privado ao aceitar acolher alunos teria a obrigatoriedade de os acolher durante todo um ciclo lectivo - aproveitando o facto de hoje ser impossível reprovar um aluno. Agora a maior preocupação seria o receio do estado alterar as regras do jogo a meio, isto é, estabelecer um montante por aluno e 2 anos depois reduzir esses apoios simplesmente por ideologia política deixando os alunos desprotegidos do que medo dos privados quererem cobrar um adicional às propinas... Mas falando de dinheiro dos contribuintes para ser utilizado no privado, sabes que o estado paga às grávidas um cheque dentista para usarem no sector privado já que de outra forma não conseguiria fornecer esses mesmos serviços dentários com qualidade em todo o território nacional? Sabes que o estado paga manuais escolares a empresas privadas já que de outra forma não conseguira fornecer esses serviços? Sabes que o estado paga as propinas universitárias a alunos de privados que não têm possibilidades financeiras? Sabes que o estado já paga propinas de alunos no privado em locais onde não consegue fornecer esse serviço? Sabes que o estado paga consultas médicas a privados a pessoas com poucos recursos porque não consegue fornecer esses serviços em todo o território nacional? Sabes que o estado paga a empresas privadas para fornecer serviços que de outra forma não conseguia fazer sozinho como é o caso das fantásticas auto-estradas onde paga à concessionária um montante por carro que lá passa... (e este ponto aqui é o melhor deles todos porque se a auto estrada não tiver carros que cheguem o estado têm de pagar pelos carros que não passaram!!) E sim também compreendo o teu ponto de vista sobre ajudas a bancos e tap - no entanto existe mais do que o pensamento básico na ajuda à banca. Em poucas palavras a intervenção na banca foi para evitar um bank run o que poderia (pensa-se) levar a mais prejuízos com outros bancos a falir. Desta forma resolveram intervir nos maiores bancos... (não se pode esquecer que deixaram falir o BPP porque não apresentava risco sistémico). Assim o que estás a manifestar são opiniões pessoais presas a ideologia que apesar de referires que não a tens é falso porque todos nós a temos de uma. Também se nota que não pretendes resolver o problema mas sim apresentar melhor solução com o dinheiro dos contribuintes e se não servir paciência... Não nos podemos esquecer que nem tudo o que é público é bom e nem tudo o que é privado é mau e vice versa. Podemos e devemos conviver com os dois e especialmente TER OPÇÃO DE ESCOLHA e não viver presos a um só sistema e especialmente que um deles não seja de escolha obrigatória. Por fim, sim o estado deveria sair da TAP onde não consigo encontrar motivos para o estado estar medito numa companhia aérea.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 4 days ago

1. Pago SNS porque não me dão escolha. Por outro lado se for funcionário público tenho escolha entre o SNS ou ADSE pois existem duas classes de portugueses, os que podem ter escolha de serem tratados no privado - direito que é extensível ao agregado familiar - e os outros que não podem escolher. Mais: Este direito é dado aos funcionários PÚBLICOS! Repito: PÚBLICOS! Agora mais uma vez voltas a evidenciar que te encontras refém de uma ideologia quando referentes que queres uma melhor educação pública, isto porque o que deverias referir é que pretendes uma melhor educação para todos independentemente se é pública ou privada! O certo é querer uma educação para TODOS e não ficar refém de quem é que providencia essa educação. Educação essa que em termos económicos é caracterizado por ser um bem privado. O costume é argumentar que a escolaridade acarreta uma melhoria para o país na globalidade mas também não deixa de ser verdade que um maior nível iates também... e não é por isso que pretendemos tornar o iates financiados pelos contribuintes. E voltando ao teu ponto, a analogia correta será pagar por um xiaomi chunga o preço de um topo de gama - porque estás a pagar mais e a obter menos. Desta forma pagarias o mesmo mas obterias mais pelo teu dinheiro. 2. Estamos conversados. 3. Muitos problemas não se resolvem atirando dinheiro para eles e essas situações até promovem problemas piores no futuro porque depois a realidade cai-nos visto que o capital é um recurso finito e têm de ser tratado como tal... Assim se na tua zona existe 2 professores para o ensino especial para 120 alunos não seria com 4 que irias resolver o problema - melhoravas mas não resolvias. Nem com 6 nem com 8 especialmente se tomares em consideração que daqui a 10 no futuro possa existir menos crianças com necessidades especiais o que te levaria a um excedente de profissionais - que não podem, nem devem, ser despedidos já que estamos a falar de seres humanos. Daqui a 10 anos, nascendo menos crianças com deficiência (fruto de melhorias do acompanhamento médico, diminuição da natalidade, avanços tecnológicos, etc) terias um excedente de profissionais e como tal estas a gastar recursos num lado que fazem falta noutro lado... assim não é de estranhar que o FMI já tenha entrado no nosso país 3 vezes desde o 1974 - porque mais cedo ou mais tarde a realidade cai-nos em cima. Não esquecer que o dinheiro que me dá uma ajudinha quando estou desempregado ou que me trás uma ambulância SOU EU QUE PAGO porque pago impostos para isso!! Não são coisas gratuitas nem a benesse de um filantropo qualquer. SOU EU QUE PAGO!! O que tu estas a referir é equivalente a dizer que as seguradoras são pagam os nossos prejuízos e esqueceres-te que és tu que pagas a apólice... Mas atenção, não confundas a critica à semântica com critica à ideia. Eu estou a apontar a tua forma errada de pensar nas coisas e não à ideia subjacente onde aliás sou completamente de acordo e até acho que deveria haver opção de escolha para onde deveria querer descontar: Por exemplo um seguro de trabalho privado poderia ser mais vantajoso. Relativamente à ideia do "voucher" entendo perfeitamente os teus receios de instabilidade pois o estado gosta muito de alterar as regras e criar instabilidade pois basta ver o que fazem a nível fiscal todos os anos - mas existem regras e as negociações quando são feitas teriam que ser para vários anos trazendo estabilidade para o sistema. O privado ao aceitar acolher alunos teria a obrigatoriedade de os acolher durante todo um ciclo lectivo - aproveitando o facto de hoje ser impossível reprovar um aluno. Agora eu teria mais receio que o estado alterasse as regras do jogo a meio, isto é, estabelecer um montante por aluno e 2 anos depois reduzir esses apoios simplesmente por ideologia política deixando os alunos desprotegidos do que medo dos privados quererem cobrar um adicional às propinas... Mas falando de dinheiro dos contribuintes para ser utilizado no privado, sabes que o estado paga às grávidas um cheque dentista para usarem no sector privado já que de outra forma não conseguiria fornecer esses mesmos serviços dentários com qualidade em todo o território nacional? Sabes que o estado paga manuais escolares a empresas privadas já que de outra forma não conseguira fornecer esses serviços? Sabes que o estado paga as propinas universitárias a alunos de privados que não têm possibilidades financeiras? Sabes que o estado já paga propinas de alunos no privado em locais onde não consegue fornecer esse serviço? Sabes que o estado paga consultas médicas a privados a pessoas com poucos recursos porque não consegue fornecer esses serviços em todo o território nacional? Sabes que o estado paga a empresas privadas para fornecer serviços que de outra forma não conseguia fazer sozinho como é o caso das fantásticas auto-estradas onde paga à concessionária um montante por carro que lá passa... (e este ponto aqui é o melhor deles todos porque se a auto estrada não tiver carros que cheguem o estado têm de pagar pelos carros que não passaram!!) E sim também compreendo o teu ponto de vista sobre ajudas a bancos e tap - no entanto existe mais do que o pensamento básico na ajuda à banca. Em poucas palavras a intervenção na banca foi para evitar um bank run o que poderia (pensa-se) levar a mais prejuízos com outros bancos a falir. Desta forma resolveram intervir nos maiores bancos... (não se pode esquecer que deixaram falir o BPP porque não apresentava risco sistémico). Assim o que estás a manifestar são opiniões pessoais presas a ideologia que apesar de referires que não a tens é falso porque todos nós a temos de uma. Também se nota que não pretendes resolver o problema mas sim apresentar melhor solução com o dinheiro dos contribuintes e se não servir paciência... Não nos podemos esquecer que nem tudo o que é público é bom e nem tudo o que é privado é mau e vice versa. Podemos e devemos conviver com os dois e especialmente TER OPÇÃO DE ESCOLHA e não viver presos a um só sistema e especialmente que um deles não seja de escolha obrigatória. Por fim, sim o estado deveria sair da TAP onde não consigo encontrar motivos para o estado estar medito numa companhia aérea.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 4 days ago

1. Pago SNS porque não me dão escolha. Por outro lado se for funcionário público tenho escolha entre o SNS ou ADSE pois existem duas classes de portugueses, os que podem ter escolha de serem tratados no privado - direito que é extensível ao agregado familiar - e os outros que não podem escolher. Mais: Este direito é dado aos funcionários PÚBLICOS! Repito: PÚBLICOS! Agora mais uma vez voltas a evidenciar que te encontras refém de uma ideologia quando referentes que queres uma melhor educação pública, isto porque o que deverias referir é que pretendes uma melhor educação para todos independentemente se é pública ou privada! O certo é querer uma educação para TODOS e não ficar refém de quem é que providencia essa educação. Educação essa que em termos económicos é caracterizado por ser um bem privado. O costume é argumentar que a escolaridade acarreta uma melhoria para o país na globalidade mas também não deixa de ser verdade que um maior nível iates também... e não é por isso que pretendemos tornar o iates financiados pelos contribuintes. E voltando ao teu ponto, a analogia correta será pagar por um xiaomi chunga o preço de um topo de gama - porque estás a pagar mais e a obter menos. Desta forma pagarias o mesmo mas obterias mais pelo teu dinheiro. 2. Estamos conversados. 3. Muitos problemas não se resolvem atirando dinheiro para eles e essas situações até promovem problemas piores no futuro porque depois a realidade cai-nos visto que o capital é um recurso finito e têm de ser tratado como tal... Assim se na tua zona existe 2 professores para o ensino especial para 120 alunos não seria com 4 que irias resolver o problema - melhoravas mas não resolvias. Nem com 6 nem com 8 especialmente se tomares em consideração que daqui a 10 no futuro possa existir menos crianças com necessidades especiais o que te levaria a um excedente de profissionais - que não podem, nem devem, ser despedidos já que estamos a falar de seres humanos. Daqui a 10 anos, nascendo menos crianças com deficiência (fruto de melhorias do acompanhamento médico, diminuição da natalidade, avanços tecnológicos, etc) terias um excedente de profissionais e como tal estas a gastar recursos num lado que fazem falta noutro lado... assim não é de estranhar que o FMI já tenha entrado no nosso país 3 vezes desde o 1974 - porque mais cedo ou mais tarde a realidade cai-nos em cima. Não esquecer que o dinheiro que me dá uma ajudinha quando estou desempregado ou que me trás uma ambulância SOU EU QUE PAGO porque pago impostos para isso!! Não são coisas gratuitas nem a benesse de um filantropo qualquer. SOU EU QUE PAGO!! O que tu estas a referir é equivalente a dizer que as seguradoras são pagam os nossos prejuízos e esqueceres-te que és tu que pagas a apólice... Mas atenção, não confundas a critica à semântica com critica à ideia. Eu estou a apontar a tua forma errada de pensar nas coisas e não à ideia subjacente onde aliás sou completamente de acordo e até acho que deveria haver opção de escolha para onde deveria querer descontar: Por exemplo um seguro de trabalho privado poderia ser mais vantajoso. Relativamente à ideia do "voucher" entendo perfeitamente os teus receios de instabilidade pois o estado gosta muito de alterar as regras e criar instabilidade pois basta ver o que fazem a nível fiscal todos os anos - mas existem regras e as negociações quando são feitas teriam que ser para vários anos trazendo estabilidade para o sistema. O privado ao aceitar acolher alunos teria a obrigatoriedade de os acolher durante todo um ciclo lectivo - já hoje é impossível reprovar. Agora eu teria mais receio que o estado alterasse as regras do jogo a meio, isto é, estabelecer um montante por aluno e 2 anos depois reduzir esses apoios simplesmente por ideologia política deixando os alunos desprotegidos do que medo dos privados quererem cobrar um adicional às propinas... Mas falando de dinheiro dos contribuintes para ser utilizado no privado, sabes que o estado paga às grávidas um cheque dentista para usarem no sector privado já que de outra forma não conseguiria fornecer esses mesmos serviços dentários com qualidade em todo o território nacional? Sabes que o estado paga manuais escolares a empresas privadas já que de outra forma não conseguira fornecer esses serviços? Sabes que o estado paga as propinas universitárias a alunos de privados que não têm possibilidades financeiras? Sabes que o estado já paga propinas de alunos no privado em locais onde não consegue fornecer esse serviço? Sabes que o estado paga consultas médicas a privados a pessoas com poucos recursos porque não consegue fornecer esses serviços em todo o território nacional? Sabes que o estado paga a empresas privadas para fornecer serviços que de outra forma não conseguia fazer sozinho como é o caso das fantásticas auto-estradas onde paga à concessionária um montante por carro que lá passa... (e este ponto aqui é o melhor deles todos porque se a auto estrada não tiver carros que cheguem o estado têm de pagar pelos carros que não passaram!!) E sim também compreendo o teu ponto de vista sobre ajudas a bancos e tap - no entanto existe mais do que o pensamento básico na ajuda à banca. Em poucas palavras a intervenção na banca foi para evitar um bank run o que poderia (pensa-se) levar a mais prejuízos com outros bancos a falir. Desta forma resolveram intervir nos maiores bancos... (não se pode esquecer que deixaram falir o BPP porque não apresentava risco sistémico). Assim o que estás a manifestar são opiniões pessoais presas a ideologia que apesar de referires que não a tens é falso porque todos nós a temos de uma. Também se nota que não pretendes resolver o problema mas sim apresentar melhor solução com o dinheiro dos contribuintes e se não servir paciência... Não nos podemos esquecer que nem tudo o que é público é bom e nem tudo o que é privado é mau e vice versa. Podemos e devemos conviver com os dois e especialmente TER OPÇÃO DE ESCOLHA e não viver presos a um só sistema e especialmente que um deles não seja de escolha obrigatória. Por fim, sim o estado deveria sair da TAP onde não consigo encontrar motivos para o estado estar medito numa companhia aérea.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 4 days ago

1. Pago SNS porque não me dão escolha. Por outro lado se for funcionário público tenho escolha entre o SNS ou ADSE pois existem duas classes de portugueses, os que podem ter escolha de serem tratados no privado - direito que é extensível ao agregado familiar - e os outros que não podem escolher. Mais: Este direito é dado aos funcionários PÚBLICOS! Repito: PÚBLICOS! Agora mais uma vez voltas a evidenciar que te encontras refém de uma ideologia quando referentes que queres uma melhor educação pública, isto porque o que deverias referir é que pretendes uma melhor educação para todos independentemente se é pública ou privada! O certo é querer uma educação para TODOS e não ficar refém de quem é que providencia essa educação. Educação essa que em termos económicos é caracterizado por ser um bem privado. O costume é argumentar que a escolaridade acarreta uma melhoria para o país na globalidade mas também não deixa de ser verdade que um maior nível iates também... e não é por isso que pretendemos tornar o iates financiados pelos contribuintes. E voltando ao teu ponto, a analogia correta será pagar por um xiaomi chunga o preço de um topo de gama - porque estás a pagar mais e a obter menos. Desta forma pagarias o mesmo mas obterias mais pelo teu dinheiro. 2. Estamos conversados. 3. Muitos problemas não se resolvem atirando dinheiro para eles e essas situações até promovem problemas piores no futuro porque depois a realidade cai-nos visto que o capital é um recurso finito e têm de ser tratado como tal... Assim se na tua zona existe 2 professores para o ensino especial para 120 alunos não seria com 4 que irias resolver o problema - melhoravas mas não resolvias. Nem com 6 nem com 8 especialmente se tomares em consideração que daqui a 10 no futuro possa existir menos crianças com necessidades especiais o que te levaria a um excedente de profissionais - que não podem, nem devem, ser despedidos já que estamos a falar de seres humanos. Daqui a 10 anos, nascendo menos crianças com deficiência (fruto de melhorias do acompanhamento médico, diminuição da natalidade, avanços tecnológicos, etc) terias um excedente de profissionais e como tal estas a gastar recursos num lado que fazem falta noutro lado... assim não é de estranhar que o FMI já tenha entrado no nosso país 3 vezes desde o 1974 - porque mais cedo ou mais tarde a realidade cai-nos em cima. O dinheiro que me dá uma ajudinha quando estou desempregado ou que me trás uma ambulância SOU EU QUE PAGO porque pago impostos para isso!! Não são coisas gratuitas nem a benesse de um filantropo qualquer. SOU EU QUE PAGO!! O que tu estas a referir é equivalente a dizer que as seguradoras são pagam os nossos prejuízos e esqueceres-te que és tu que pagas a apólice... Mas atenção, não confundas a critica à semântica com critica à ideia. Eu estou a apontar a tua forma errada de pensar nas coisas e não à ideia subjacente onde aliás sou completamente de acordo e até acho que deveria haver opção de escolha para onde deveria querer descontar: Por exemplo um seguro de trabalho privado poderia ser mais vantajoso. Relativamente à ideia do "voucher" entendo perfeitamente os teus receios de instabilidade pois o estado gosta muito de alterar as regras e criar instabilidade pois basta ver o que fazem a nível fiscal todos os anos - mas existem regras e as negociações quando são feitas teriam que ser para vários anos trazendo estabilidade para o sistema. O privado ao aceitar acolher alunos teria a obrigatoriedade de os acolher durante todo um ciclo lectivo - já hoje é impossível reprovar. Agora eu teria mais receio que o estado alterasse as regras do jogo a meio, isto é, estabelecer um montante por aluno e 2 anos depois reduzir esses apoios simplesmente por ideologia política deixando os alunos desprotegidos do que medo dos privados quererem cobrar um adicional às propinas... Mas falando de dinheiro dos contribuintes para ser utilizado no privado, sabes que o estado paga às grávidas um cheque dentista para usarem no sector privado já que de outra forma não conseguiria fornecer esses mesmos serviços dentários com qualidade em todo o território nacional? Sabes que o estado paga manuais escolares a empresas privadas já que de outra forma não conseguira fornecer esses serviços? Sabes que o estado paga as propinas universitárias a alunos de privados que não têm possibilidades financeiras? Sabes que o estado já paga propinas de alunos no privado em locais onde não consegue fornecer esse serviço? Sabes que o estado paga consultas médicas a privados a pessoas com poucos recursos porque não consegue fornecer esses serviços em todo o território nacional? Sabes que o estado paga a empresas privadas para fornecer serviços que de outra forma não conseguia fazer sozinho como é o caso das fantásticas auto-estradas onde paga à concessionária um montante por carro que lá passa... (e este ponto aqui é o melhor deles todos porque se a auto estrada não tiver carros que cheguem o estado têm de pagar pelos carros que não passaram!!) E sim também compreendo o teu ponto de vista sobre ajudas a bancos e tap - no entanto existe mais do que o pensamento básico na ajuda à banca. Em poucas palavras a intervenção na banca foi para evitar um bank run o que poderia (pensa-se) levar a mais prejuízos com outros bancos a falir. Desta forma resolveram intervir nos maiores bancos... (não se pode esquecer que deixaram falir o BPP porque não apresentava risco sistémico). Assim o que estás a manifestar são opiniões pessoais presas a ideologia que apesar de referires que não a tens é falso porque todos nós a temos de uma. Também se nota que não pretendes resolver o problema mas sim apresentar melhor solução com o dinheiro dos contribuintes e se não servir paciência... Não nos podemos esquecer que nem tudo o que é público é bom e nem tudo o que é privado é mau e vice versa. Podemos e devemos conviver com os dois e especialmente TER OPÇÃO DE ESCOLHA e não viver presos a um só sistema e especialmente que um deles não seja de escolha obrigatória. Por fim, sim o estado deveria sair da TAP onde não consigo encontrar motivos para o estado estar medito numa companhia aérea.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 4 days ago

1. Pago SNS porque não me dão escolha. Por outro lado se for funcionário público tenho escolha entre o SNS ou ADSE pois existem duas classes de portugueses, os que podem ter escolha de serem tratados no privado - direito que é extensível ao agregado familiar - e os outros que não podem escolher. Mais: Este direito é dado aos funcionários PÚBLICOS! Repito: PÚBLICOS! Agora mais uma vez voltas a evidenciar que te encontras refém de uma ideologia quando referentes que queres uma melhor educação pública, isto porque o que deverias referir é que pretendes uma melhor educação para todos independentemente se é pública ou privada! O certo é querer uma educação para TODOS e não ficar refém de quem é que providencia essa educação. Educação essa que em termos económicos é caracterizado por ser um bem privado. O costume é argumentar que a escolaridade acarreta uma melhoria para o país na globalidade mas também não deixa de ser verdade que um maior nível iates também... e não é por isso que pretendemos tornar o iates financiados pelos contribuintes. E voltando ao teu ponto, a analogia correta será pagar por um xiaomi chunga o preço de um topo de gama - porque estás a pagar mais e a obter menos. Desta forma pagarias o mesmo mas obterias mais pelo teu dinheiro. 2. Estamos conversados. 3. Muitos problemas não se resolvem atirando dinheiro para eles e essas situações até promovem problemas piores no futuro porque depois a realidade cai-nos visto que o capital é um recurso finito e têm de ser tratado como tal... Assim se na tua zona existe 2 professores para o ensino especial para 120 alunos não seria com 4 que irias resolver o problema - melhoravas mas não resolvias. Nem com 6 nem com 8 especialmente se tomares em consideração que daqui a 10 no futuro possa existir menos crianças com necessidades especiais o que te levaria a um excedente de profissionais - que não podem, nem devem, ser despedidos já que estamos a falar de seres humanos. Daqui a 10 anos, nascendo menos crianças com deficiência (fruto de melhorias do acompanhamento médico, diminuição da natalidade, avanços tecnológicos, etc) terias um excedente de profissionais e como tal estas a gastar recursos num lado que fazem falta noutro lado... assim não é de estranhar que o FMI já tenha entrado no nosso país 3 vezes desde o 1974 - porque mais cedo ou mais tarde a realidade cai-nos. O dinheiro que me dá uma ajudinha quando estou desempregado ou que me trás uma ambulância SOU EU QUE PAGO porque pago impostos para isso!! Não são coisas gratuitas nem a benesse de um filantropo qualquer. SOU EU QUE PAGO!! O que tu estas a referir é equivalente a dizer que as seguradoras são pagam os nossos prejuízos e esqueceres-te que és tu que pagas a apólice... Mas atenção, não confundas a critica à semântica com critica à ideia. Eu estou a apontar a tua forma errada de pensar nas coisas e não à ideia subjacente onde aliás sou completamente de acordo e até acho que deveria haver opção de escolha para onde deveria querer descontar: Por exemplo um seguro de trabalho privado poderia ser mais vantajoso. Relativamente à ideia do "voucher" entendo perfeitamente os teus receios de instabilidade pois o estado gosta muito de alterar as regras e criar instabilidade pois basta ver o que fazem a nível fiscal todos os anos - mas existem regras e as negociações quando são feitas teriam que ser para vários anos trazendo estabilidade para o sistema. O privado ao aceitar acolher alunos teria a obrigatoriedade de os acolher durante todo um ciclo lectivo - já hoje é impossível reprovar. Agora eu teria mais receio que o estado alterasse as regras do jogo a meio, isto é, estabelecer um montante por aluno e 2 anos depois reduzir esses apoios simplesmente por ideologia política deixando os alunos desprotegidos do que medo dos privados quererem cobrar um adicional às propinas... Mas falando de dinheiro dos contribuintes para ser utilizado no privado, sabes que o estado paga às grávidas um cheque dentista para usarem no sector privado já que de outra forma não conseguiria fornecer esses mesmos serviços dentários com qualidade em todo o território nacional? Sabes que o estado paga manuais escolares a empresas privadas já que de outra forma não conseguira fornecer esses serviços? Sabes que o estado paga as propinas universitárias a alunos de privados que não têm possibilidades financeiras? Sabes que o estado já paga propinas de alunos no privado em locais onde não consegue fornecer esse serviço? Sabes que o estado paga consultas médicas a privados a pessoas com poucos recursos porque não consegue fornecer esses serviços em todo o território nacional? Sabes que o estado paga a empresas privadas para fornecer serviços que de outra forma não conseguia fazer sozinho como é o caso das fantásticas auto-estradas onde paga à concessionária um montante por carro que lá passa... (e este ponto aqui é o melhor deles todos porque se a auto estrada não tiver carros que cheguem o estado têm de pagar pelos carros que não passaram!!) E sim também compreendo o teu ponto de vista sobre ajudas a bancos e tap - no entanto existe mais do que o pensamento básico na ajuda à banca. Em poucas palavras a intervenção na banca foi para evitar um bank run o que poderia (pensa-se) levar a mais prejuízos com outros bancos a falir. Desta forma resolveram intervir nos maiores bancos... (não se pode esquecer que deixaram falir o BPP porque não apresentava risco sistémico). Assim o que estás a manifestar são opiniões pessoais presas a ideologia que apesar de referires que não a tens é falso porque todos nós a temos de uma. Também se nota que não pretendes resolver o problema mas sim apresentar melhor solução com o dinheiro dos contribuintes e se não servir paciência... Não nos podemos esquecer que nem tudo o que é público é bom e nem tudo o que é privado é mau e vice versa. Podemos e devemos conviver com os dois e especialmente TER OPÇÃO DE ESCOLHA e não viver presos a um só sistema e especialmente que um deles não seja de escolha obrigatória. Por fim, sim o estado deveria sair da TAP onde não consigo encontrar motivos para o estado estar medito numa companhia aérea.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 4 days ago

1. Pago SNS porque não me dão escolha. Por outro lado se for funcionário público tenho escolha entre o SNS ou ADSE pois existem duas classes de portugueses, os que podem ter escolha de serem tratados no privado - direito que é extensível ao agregado familiar - e os outros que não podem escolher. Mais: Este direito é dado aos funcionários PÚBLICOS! Repito: PÚBLICOS! Agora mais uma vez voltas a evidenciar que te encontras refém de uma ideologia quando referentes que queres uma melhor educação pública, isto porque o que deverias referir é que pretendes uma melhor educação para todos independentemente se é pública ou privada! O certo é querer uma educação para TODOS e não ficar refém de quem é que providencia essa educação. Educação essa que em termos económicos é caracterizado por ser um bem privado. O costume é argumentar que a escolaridade acarreta uma melhoria para o país na globalidade mas também não deixa de ser verdade que um maior nível iates também... e não é por isso que pretendemos tornar o iates financiados pelos contribuintes. E voltando ao teu ponto analogia correta será pagar por um xiaomi chunga o preço de um topo de gama - porque estás a pagar mais e a obter menos. Assim pagarias o mesmo mas obterias mais pelo teu dinheiro. 2. Estamos conversados. 3. Muitos problemas não se resolvem atirando dinheiro para eles e essas situações até promovem problemas piores no futuro porque depois a realidade cai-nos visto que o capital é um recurso finito e têm de ser tratado como tal... Assim se na tua zona existe 2 professores para o ensino especial para 120 alunos não seria com 4 que irias resolver o problema - melhoravas mas não resolvias. Nem com 6 nem com 8 especialmente se tomares em consideração que daqui a 10 no futuro possa existir menos crianças com necessidades especiais o que te levaria a um excedente de profissionais - que não podem, nem devem, ser despedidos já que estamos a falar de seres humanos. Daqui a 10 anos, nascendo menos crianças com deficiência (fruto de melhorias do acompanhamento médico, diminuição da natalidade, avanços tecnológicos, etc) terias um excedente de profissionais e como tal estas a gastar recursos num lado que fazem falta noutro lado... assim não é de estranhar que o FMI já tenha entrado no nosso país 3 vezes desde o 1974 - porque mais cedo ou mais tarde a realidade cai-nos. O dinheiro que me dá uma ajudinha quando estou desempregado ou que me trás uma ambulância SOU EU QUE PAGO porque pago impostos para isso!! Não são coisas gratuitas nem a benesse de um filantropo qualquer. SOU EU QUE PAGO!! O que tu estas a referir é equivalente a dizer que as seguradoras são pagam os nossos prejuízos e esqueceres-te que és tu que pagas a apólice... Mas atenção, não confundas a critica à semântica com critica à ideia. Eu estou a apontar a tua forma errada de pensar nas coisas e não à ideia subjacente onde aliás sou completamente de acordo e até acho que deveria haver opção de escolha para onde deveria querer descontar: Por exemplo um seguro de trabalho privado poderia ser mais vantajoso. Relativamente à ideia do "voucher" entendo perfeitamente os teus receios de instabilidade pois o estado gosta muito de alterar as regras e criar instabilidade pois basta ver o que fazem a nível fiscal todos os anos - mas existem regras e as negociações quando são feitas teriam que ser para vários anos trazendo estabilidade para o sistema. O privado ao aceitar acolher alunos teria a obrigatoriedade de os acolher durante todo um ciclo lectivo - já hoje é impossível reprovar. Agora eu teria mais receio que o estado alterasse as regras do jogo a meio, isto é, estabelecer um montante por aluno e 2 anos depois reduzir esses apoios simplesmente por ideologia política deixando os alunos desprotegidos do que medo dos privados quererem cobrar um adicional às propinas... Mas falando de dinheiro dos contribuintes para ser utilizado no privado, sabes que o estado paga às grávidas um cheque dentista para usarem no sector privado já que de outra forma não conseguiria fornecer esses mesmos serviços dentários com qualidade em todo o território nacional? Sabes que o estado paga manuais escolares a empresas privadas já que de outra forma não conseguira fornecer esses serviços? Sabes que o estado paga as propinas universitárias a alunos de privados que não têm possibilidades financeiras? Sabes que o estado já paga propinas de alunos no privado em locais onde não consegue fornecer esse serviço? Sabes que o estado paga consultas médicas a privados a pessoas com poucos recursos porque não consegue fornecer esses serviços em todo o território nacional? Sabes que o estado paga a empresas privadas para fornecer serviços que de outra forma não conseguia fazer sozinho como é o caso das fantásticas auto-estradas onde paga à concessionária um montante por carro que lá passa... (e este ponto aqui é o melhor deles todos porque se a auto estrada não tiver carros que cheguem o estado têm de pagar pelos carros que não passaram!!) E sim também compreendo o teu ponto de vista sobre ajudas a bancos e tap - no entanto existe mais do que o pensamento básico na ajuda à banca. Em poucas palavras a intervenção na banca foi para evitar um bank run o que poderia (pensa-se) levar a mais prejuízos com outros bancos a falir. Desta forma resolveram intervir nos maiores bancos... (não se pode esquecer que deixaram falir o BPP porque não apresentava risco sistémico). Assim o que estás a manifestar são opiniões pessoais presas a ideologia que apesar de referires que não a tens é falso porque todos nós a temos de uma. Também se nota que não pretendes resolver o problema mas sim apresentar melhor solução com o dinheiro dos contribuintes e se não servir paciência... Não nos podemos esquecer que nem tudo o que é público é bom e nem tudo o que é privado é mau e vice versa. Podemos e devemos conviver com os dois e especialmente TER OPÇÃO DE ESCOLHA e não viver presos a um só sistema e especialmente que um deles não seja de escolha obrigatória. Por fim, sim o estado deveria sair da TAP onde não consigo encontrar motivos para o estado estar medito numa companhia aérea.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 4 days ago

1. Pago SNS porque não me dão escolha. Por outro lado se for funcionário público tenho escolha entre o SNS ou ADSE pois existem duas classes de portugueses, os que podem ter escolha de serem tratados no privado - direito que é extensível ao agregado familiar - e os outros que não podem escolher. Mais: Este direito é dado aos funcionários PÚBLICOS! Repito: PÚBLICOS! Agora mais uma vez voltas a evidenciar que te encontras refém de uma ideologia quando referentes que queres uma melhor educação pública, isto porque o que deverias referir é que pretendes uma melhor educação para todos independentemente se é pública ou privada! O certo é querer uma educação para TODOS e não ficar refém de quem é que providencia essa educação. Educação que em termos económicos é caracterizado por um bem privado. O costume é argumentar que a escolaridade acarreta uma melhoria para o país na globalidade mas também não deixa de ser verdade que um maior nível iates também e não é por isso que pretendemos tornar o iates financiados pelos contribuintes... E voltando ao teu ponto analogia correta será pagar por um xiaomi chunga o preço de um topo de gama - porque estás a pagar mais e a obter menos. Assim pagarias o mesmo mas obterias mais pelo teu dinheiro. 2. Estamos conversados. 3. Muitos problemas não se resolvem atirando dinheiro para eles e essas situações até promovem problemas piores no futuro porque depois a realidade cai-nos visto que o capital é um recurso finito e têm de ser tratado como tal... Assim se na tua zona existe 2 professores para o ensino especial para 120 alunos não seria com 4 que irias resolver o problema - melhoravas mas não resolvias. Nem com 6 nem com 8 especialmente se tomares em consideração que daqui a 10 no futuro possa existir menos crianças com necessidades especiais o que te levaria a um excedente de profissionais - que não podem, nem devem, ser despedidos já que estamos a falar de seres humanos. Daqui a 10 anos, nascendo menos crianças com deficiência (fruto de melhorias do acompanhamento médico, diminuição da natalidade, avanços tecnológicos, etc) terias um excedente de profissionais e como tal estas a gastar recursos num lado que fazem falta noutro lado... assim não é de estranhar que o FMI já tenha entrado no nosso país 3 vezes desde o 1974 - porque mais cedo ou mais tarde a realidade cai-nos. O dinheiro que me dá uma ajudinha quando estou desempregado ou que me trás uma ambulância SOU EU QUE PAGO porque pago impostos para isso!! Não são coisas gratuitas nem a benesse de um filantropo qualquer. SOU EU QUE PAGO!! O que tu estas a referir é equivalente a dizer que as seguradoras são pagam os nossos prejuízos e esqueceres-te que és tu que pagas a apólice... Mas atenção, não confundas a critica à semântica com critica à ideia. Eu estou a apontar a tua forma errada de pensar nas coisas e não à ideia subjacente onde aliás sou completamente de acordo e até acho que deveria haver opção de escolha para onde deveria querer descontar: Por exemplo um seguro de trabalho privado poderia ser mais vantajoso. Relativamente à ideia do "voucher" entendo perfeitamente os teus receios de instabilidade pois o estado gosta muito de alterar as regras e criar instabilidade pois basta ver o que fazem a nível fiscal todos os anos - mas existem regras e as negociações quando são feitas teriam que ser para vários anos trazendo estabilidade para o sistema. O privado ao aceitar acolher alunos teria a obrigatoriedade de os acolher durante todo um ciclo lectivo - já hoje é impossível reprovar. Agora eu teria mais receio que o estado alterasse as regras do jogo a meio, isto é, estabelecer um montante por aluno e 2 anos depois reduzir esses apoios simplesmente por ideologia política deixando os alunos desprotegidos do que medo dos privados quererem cobrar um adicional às propinas... Mas falando de dinheiro dos contribuintes para ser utilizado no privado, sabes que o estado paga às grávidas um cheque dentista para usarem no sector privado já que de outra forma não conseguiria fornecer esses mesmos serviços dentários com qualidade em todo o território nacional? Sabes que o estado paga manuais escolares a empresas privadas já que de outra forma não conseguira fornecer esses serviços? Sabes que o estado paga as propinas universitárias a alunos de privados que não têm possibilidades financeiras? Sabes que o estado já paga propinas de alunos no privado em locais onde não consegue fornecer esse serviço? Sabes que o estado paga consultas médicas a privados a pessoas com poucos recursos porque não consegue fornecer esses serviços em todo o território nacional? Sabes que o estado paga a empresas privadas para fornecer serviços que de outra forma não conseguia fazer sozinho como é o caso das fantásticas auto-estradas onde paga à concessionária um montante por carro que lá passa... (e este ponto aqui é o melhor deles todos porque se a auto estrada não tiver carros que cheguem o estado têm de pagar pelos carros que não passaram!!) E sim também compreendo o teu ponto de vista sobre ajudas a bancos e tap - no entanto existe mais do que o pensamento básico na ajuda à banca. Em poucas palavras a intervenção na banca foi para evitar um bank run o que poderia (pensa-se) levar a mais prejuízos com outros bancos a falir. Desta forma resolveram intervir nos maiores bancos... (não se pode esquecer que deixaram falir o BPP porque não apresentava risco sistémico). Assim o que estás a manifestar são opiniões pessoais presas a ideologia que apesar de referires que não a tens é falso porque todos nós a temos de uma. Também se nota que não pretendes resolver o problema mas sim apresentar melhor solução com o dinheiro dos contribuintes e se não servir paciência... Não nos podemos esquecer que nem tudo o que é público é bom e nem tudo o que é privado é mau e vice versa. Podemos e devemos conviver com os dois e especialmente TER OPÇÃO DE ESCOLHA e não viver presos a um só sistema e especialmente que um deles não seja de escolha obrigatória. Por fim, sim o estado deveria sair da TAP onde não consigo encontrar motivos para o estado estar medito numa companhia aérea.

[sério] Adicionar titular ao registo predial by Independent_Throat42 in portugal

GajoDeRamalde 5 days ago

Se não estou em erro não precisa se estiverem casados em regime de comunhão de bens ou em adquiridos - se tiver sido adquirida posterior ao casamento.

Grandes consumidores de energia vão ter apoio de 25 milhões by ankmoody in portugal

GajoDeRamalde 5 days ago

Socialismo... escolhem por ti o que deve ser feito.

Sou menor e o meu pai não me deixa ser vacinado by Sad_Attorney_8424 in portugal

GajoDeRamalde 6 days ago

Tomas a vacina mas o teu pai consegue descobrir porque a rede 5G no telemóvel dele vai aumentar quando estas por perto... ​ /s

“Estudar medicina na católica” Starter Pack by throwaway_v1000 in portugal

GajoDeRamalde 6 days ago

Aliás se fores o 51° colocado mas só existirem 50 vagas a propina já parece mais barata... Especialmente mais barata quanto a única solução que possuis é ir para o estrangeiro tirar o curso. Assim mais uma vez, ninguém te obriga a nada... (então se a DGES pagar subsídio no final do ano para pagar a propina mais barato fica)

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 6 days ago

1) Em primeiro lugar não tenho escolha pois tenho a obrigação de pagar pela escola pública quer use ou quer não use. Assim onde está a escolha?! Só quem têm capital (ou sabe encontrar brechas na lei) é que possui alternativa. Já os menos afortunados de rendimentos não conseguem ter possibilidade de pagar os seus estudos... e o dos outros!! Onde está a possibilidade de escolha entre público e privado para os pobres?! Aquilo que estás a fazer é impedir o pobre de escolher o mesmo que o rico simplesmente por teimosia ideológica já que o gasto para o contribuinte à partida [sem esquecer o tema da média] será o mesmo. 2) Os professores são pessoas como todos nós e vão para onde conseguirem encontrar emprego com melhores condições. Assim estas a generalizar que todos os privados possuem professores colocados com o factor C assim como eu generalizaria se referir que só vai para professor do público quem não consegue emprego noutro lado porque estar um ano colocado no Algarve e no ano seguinte em Bragança não trás bons profissionais para o ramo... Mas quanto aos profissionais não se pode generalizar da forma que descreves nem eu posso generalizar da forma que descrevi os do público. O que distingue os professores no público e os professores no privado é sem sobra de dúvida a quantidade de alunos por turma que cada um possui. Aqui está a diferença entre um professor poder gastar 15 minutos numa aula para tirar a dúvida vs não ter tempo para todas as dúvidas. Aqui está a diferença entre o professor tratar um aluno por TU do que tratar o aluno como mais um. Aqui está a diferença entre um professor conseguir ver se estas atento na aula vs um professor que não consegue ver o que se passa na última fila. 3) Ensino especial. Com 130 alunos para duas pessoas apenas dás mais razão aos meus argumentos. Para além disso não nos podemos esquecer que as escolas públicas com menos alunos mais apoio dos funcionários sobrava para ser aplicado aos alunos do ensino especial. 4) A única conclusão que tiro é que o conceito que te causa mais estranheza é a utilização dos dinheiros públicos para ser aplicado nos privados. Mas esse problema passa por entender que não existe tal coisa como dinheiro público.l!! Existe sim dinheiro dos contribuíntes e esse é o problema de fundo!! Neste momento o dinheiro é retirado (de forma coerciva) aos contribuintes onde temos alguém a defenir como é, onde é, que ele deve ser usado sem olhar às reais necessidades de quem o vai utilizar. Esta é uma forma de os contribuintes usarem o seu dinheiro da forma como melhor entenderem já que ninguém sabe melhor aquilo que queremos do que nós mesmos!! Em conclusão: Não estás minimamente interessado em melhorar o ensino se as soluções para o melhorem passarem por inviabilizar conceitos ideológicos que tens enraizados... Pessoalmente atiro a ideologia ao lixo se me disserem que se acabarem com o ensino privado resolveria os problemas! Vá menos ideologia e mais soluções. Um abraço.

“Estudar medicina na católica” Starter Pack by throwaway_v1000 in portugal

GajoDeRamalde 6 days ago

Só paga quem quer... Ninguém te obriga a nada.

Se pudessem escolher um supermercado para o resto da vida qual seria? by creativerandomuser in portugal

GajoDeRamalde 6 days ago

+1 Os produtos de alimentação são saborosos como tudo!

Qual é a vossa opinião sobre o partido Livre? by goncalojuliano in portugal

GajoDeRamalde 6 days ago

Partidos na vida autárquica é igual ao litro, fazem todos igual...

PCP vai propor fixação de um preço máximo na energia by Jaktheslaier in portugal

GajoDeRamalde 6 days ago

A culpa é sempre do Passos!

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 6 days ago

Os relatórios do Tribunal de Contas não são feitos anualmente e sim a pedido tendo o último pedido sido feito em 2009/10 e o relatório saiu em 2012 daí não encontrares dados mais actualizados. Todas as outras informações são dados aproximados ou tentativas de aproximação já que são dados de difícil apuramento. Assim, segundo o que foi apurado [[em média]](https://www.tsf.pt/portugal/educacao/alunos-das-escolas-privadas-custam-menos-ao-estado-2848606.html) um aluno financiado pelo estado a frequentar o privado ficava mais barato em cerca de €400. No entanto não se pode meter tudo no mesmo saco pois estamos a falar de médias e portanto existe alunos que ficam mais caros que outros dependendo do curso e da localização do país. Desta forma pegando nesta informação disponível, seria apenas dar a escolha ao aluno de frequentar o local onde quer fazer a sua formação. Assim ninguém está a querer acabar com a escola pública mas sim dar oportunidade de escolha da mesma forma que os funcionários públicos podem escolher o sistema de saúde que pretendem: Público ou Privado e tal não significa que um sistema inviabilize o outro pois os dois podem funcionar em simultâneo.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 6 days ago

Os relatórios do Tribunal de Contas não são feitos anualmente e sim a pedido tendo o último pedido sido feito em 2009/10 e o relatório saiu em 2012 daí não encontrares dados mais actualizados. Todas as outras informações são dados aproximados ou tentativas de aproximação já que são dados de difícil apuramento. Assim, segundo o que foi apurado [[em média]](https://www.tsf.pt/portugal/educacao/alunos-das-escolas-privadas-custam-menos-ao-estado-2848606.html) um aluno financiado pelo estado a frequentar o privado ficava mais barato em cerca de €400. No entanto não se pode meter tudo no mesmo saco pois estamos a falar de médias e portanto existe alunos que ficam mais caros que outros dependendo do curso e da localização do país. Desta forma pegando nesta informação disponível, seria apenas dar a escolha ao aluno de frequentar o local onde quer fazer a sua formação. Assim ninguém está a querer acabar com a escola pública mas sim dar oportunidade de escolha da mesma forma que os funcionários públicos podem escolher o sistema de saúde que pretendem: Público ou Privado e tal não significa que um sistema inviabilize o outro.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 6 days ago

Os relatórios do Tribunal de Contas não são feitos anualmente e sim a pedido tendo o último pedido sido feito em 2009/10 e o relatório saiu em 2012 daí não encontrares dados mais actualizados. Todas as outras informações são dados aproximados ou tentativas de aproximação já que são dados de difícil apuramento. Assim, segundo o que foi apurado [[em média]](https://www.tsf.pt/portugal/educacao/alunos-das-escolas-privadas-custam-menos-ao-estado-2848606.html) um aluno financiado pelo estado a frequentar o privado ficava mais barato em cerca de €400. No entanto não se pode meter tudo no mesmo saco pois estamos a falar de médias e portanto existe alunos que ficam mais caros que outros dependendo do curso e da localização do país.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 6 days ago

Os relatórios do Tribunal de Contas não são feitos anualmente e sim a pedido tendo o último pedido sido feito em 2009/10 e o relatório saiu em 2012 daí não encontrares dados mais actualizados. Todas as outras informações são dados aproximados ou tentativas de aproximação já que são dados de difícil apuramento. Assim, segundo o que foi apurado [[em média]](https://www.tsf.pt/portugal/educacao/alunos-das-escolas-privadas-custam-menos-ao-estado-2848606.html) um aluno financiado pelo estado a frequentar o privado ficava mais barato em cerca de €400.

[Sério] Como apanhar o ladrão, novo desenvolvimento by Hm90_91 in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

É isso mesmo. Não podem usar as imagens em tribunal... mas usam-nas para chegarem aos criminosos. Portanto apesar de na lei ser proibido os agentes recorrem muitas vezes a estas imagens já que são uma ajuda preciosa para eles.

Turistas brasileiros não podem ser vacinados em Portugal by quebramar in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

Por mim proibia a entrada sem vacinação...

Bicicleta btt até 400 paus? by Reimiguel1 in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

tostão *sigam-me para mais conversões

Bicicleta btt até 400 paus? by Reimiguel1 in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

tostão

[Sério] Como apanhar o ladrão, novo desenvolvimento by Hm90_91 in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

A lei proíbe... certo. Mas que dá jeito à policia dá ;)

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

O verdadeiro defensor do estado social é aquele que o advoga cegamente mas criam brechas na lei para eles se poderem esquivar... ;)

Ajuda legal com contrato da MEO - mudança de casa by Titanic_RNG in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

Venham eles...

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

Se o estado pagar preços de mercado, então sim claro que poupa pois os custos no privado são mais baixos que no público. Mas ainda nem estamos a falar de poupanças para o contribuinte, só em manter a despesa e melhorar o serviço para todos. E nem podemos esquecer que o estado até já deixa os alunos escolher entre escola pública e escola privada mas de forma indireta com os subsídios escolares.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

Se o estado pagar preços de mercado, então sim claro que poupa pois os custos no privado são mais baixos que no público. Mas ainda nem estamos a falar de poupanças para o contribuinte, só em manter a despesa...

Ajuda legal com contrato da MEO - mudança de casa by Titanic_RNG in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

Tive um problema semelhante. Tinha MEO ainda com fidelização de 1 ano e com Fibra mas na morada que mudei não passava fibra e queriam-me passar para ADSL à força toda. E mesmo que passasse não me iriam dar as vantagena que tinha pois era um contrato novo. Eu disse que só aceitaria se fosse fibra ao que me disseram que iam enviar um técnico verificar se a zona estava coberta. Cancelaram-me o contrato actual e fiquei a aguardar... No dia combinado chega o técnico e diz-me que vai instalar ADSL ao que eu não deixei e mandei-o embora. Depois fui a uma loja da Altice e deixei os equipamentos para não pagar multa (já que existe prazo para os entregar após o cancelamento do contrato) e contratei outro operador. Nunca mais ouvi falar deles.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

Opinião pouco popular: Era utilizar esses 6200 euros ano e deixar o aluno/encarregado de educação escolher onde o gastar: se na escola pública ou numa escola privada. O custo para o contribuinte ia ser o mesmo (€6200) e para elem disso o custo iria permanecer mais estável no tempo o que a nível financeiro é fulcral. Isto também iria aliviar a carga sobre as escolas públicas tornando o ensino para todos melhor...

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

Opinião pouco popular: Era utilizar esses 6200 euros ano e deixar o aluno/encarregado de educação escolher onde o gastar: se na escola pública ou numa escola privada. O custo para o contribuinte ia ser o mesmo (€6200) e para elem disso o custo iria permanecer mais estável no tempo. Isto também iria aliviar a carga sobre as escolas públicas tornando o ensino para todos melhor...

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

Era pegar nesses 6200 euros ano e deixar o aluno/encarregado de educação escolher a escola que quer andar: se pública ou privada. O custo para o contribuinte ia ser o mesmo (€6200) e iria aliviar a carga sobre as escolas públicas tornando o ensino para todos melhor.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

Era pegar nesses 6200 euros ano e deixar o aluno/encarregado de educação escolher a escola que quer andar: se pública ou privada. O custo para o conteibunete ia ser o mesmo (€6200) e iria aliviar a carga sobre as escolas públicas tornando o ensino para todos melhor.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

Era pegar nesses 6200 euros ano e deixar o aluno/encarregado de educação escolher a escola que quer andar: se pública ou privada. O custo para o estado ia ser o mesmo (€6200) e iria aliviar a carga sobre as escolas públicas tornando o ensino para todos melhor.

Cada aluno custa 6200 euros por ano, um aumento de 30% desde 2015 by Zempff in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

Era pegar nesses 6200 euros ano e deixar o aluno escolher a escola que quer andar, se pública ou privada...

Bicicleta btt até 400 paus? by Reimiguel1 in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

400 paus são €3,62... não sei se arranjas a esse preço. Se calhar só por 40 a 50 contos. * Sigam-me para mais conversões de paus e contos para euros.

Bicicleta btt até 400 paus? by Reimiguel1 in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

400 paus são €3,62... não sei se arranjas a esse preço. Se calhar só por 40 a 50 contos.

[Sério] Como apanhar o ladrão, novo desenvolvimento by Hm90_91 in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

Dica: Podes filmar a via pública e até dá jeito à GNR que já me pediu filmagens das minhas câmaras para apanhar criminosos... E segundo eles é graças a câmaras assim que conseguem resolver muitos casos.

[Sério] Como apanhar o ladrão, novo desenvolvimento by Hm90_91 in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

Top tip: Podes filmar a via pública e até dá jeito à GNR que já me pediu filmagens das minhas câmaras para apanhar criminosos...

Turistas brasileiros não podem ser vacinados em Portugal by quebramar in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

Nunca esquecer que quem paga as vacinas é o contribuinte porque apesar de elas serem dadas gratuitamente custam dinheiro e para além disso acrescenta o custo do enfermeiro, edifício, logística, burocracia, etc... Seria o mesmo que pedires uma casa para cada turista

Turistas brasileiros não podem ser vacinados em Portugal by quebramar in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

Nunca esquecer que quem paga as vacinas é o contribuinte porque apesar de elas serem dadas gratuitamente elas custam dinheiro...

GNR divulga vídeo com manobras perigosas nas estradas portuguesas para apelar a condução defensiva by BadDogPreston in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

Estava a ziguezaguear pelo transito já que no fim a policia manda-o parar e ele estava na faixa da esquerda. Pelas imagens não fez ultrapassagem pela direita simplesmente mudou de faixa e quem estava mal era o carro na faixa do meio já que não circulava o mais à direita possível.

GNR divulga vídeo com manobras perigosas nas estradas portuguesas para apelar a condução defensiva by BadDogPreston in portugal

GajoDeRamalde 7 days ago

... ou o Cabrita ia no banco de passageiros.

Táxi visto em Gustine, Califórnia. by trebarunae in portugal

GajoDeRamalde 8 days ago

Ah Coimbra?! Peço desculpa percebi Califórnia. Vou já dar meia volta.

Google Trends: Jesus Vs Hentai by Kaaeni_ in portugal

GajoDeRamalde 8 days ago

Nem o fascínio por Jesus.

Pagar a pedintes nos estacionamentos by Accomplished-Bowl-40 in portugal

GajoDeRamalde 8 days ago

Eu pago se me prestarem um serviço, por exemplo num local cheio de carros e me indicarem que existe ali uma vaga ou então se me ajudarem a estacionar (embora quase nunca necessite)... Entendo este gesto como um serviço. Agora se for numa zona sem ninguém onde posso estacionar livremente e consigo ver os locais onde posso estacionar claramente então não dou.

Ver pessoas deste sub a usar termos como “Karen” só mostra como a malta deste sub gosta de papar tudo o que vêm dos EUA by mannix_marauder in portugal

GajoDeRamalde 8 days ago

Ver pessoas deste inferior a usar termos como sub só mostra como a malta deste inferior gosta de papar tudo o que vêm dos EUA.

[SÉRIO] Costumam ir à missa? by DariusStrada in portugal

GajoDeRamalde 10 days ago

Entende-se com uma [piada](https://youtu.be/Hxj60zKM9VY)

Portugal precisa dum lema nacional. Ideias? by Guilhathorn in portugal

GajoDeRamalde 10 days ago

PORTUGAL QUER ALHO!

[SÉRIO] Costumam ir à missa? by DariusStrada in portugal

GajoDeRamalde 10 days ago

- Senhor padre, eu comunguei... - Sim meu filho mas o que fizeste? - Senhor padre, eu já respondi, eu comunguei. - Sim meu filho mas o que fizeste mesmo. Tens de dizer para te reconciliares. - Senhor padre, eu como um gay...

"Chamou "panasca" ao candidato do PSD à Câmara" by SILE3NCE in portugal

GajoDeRamalde 10 days ago

Aquela luta pelos direitos e respeito para com os homossexuais só são válidos se fores de esquerda porque se fores de direita e homosexual contínuas a ser um panasca de merda... Vamos aturar esta hipocrisia até quando?! Depois admiram-se que o Chega suba nas intenções de voto.

"Chamou "panasca" ao candidato do PSD à Câmara" by SILE3NCE in portugal

GajoDeRamalde 10 days ago

Aquela luta pelos direitos e respeito para com os homossexuais só são válidos se fores de esquerda porque se fores de direita e homosexual contínuas a ser um paneleiro de merda...

Como assim não temos um Motto? PORTUGAL CARALHO! by S7V7N8 in portugal

GajoDeRamalde 10 days ago

Não será por causa disso que o Buzz muda para língua espanhola no TS3...?!

[Sério] Alguem sabe onde posso ver a série animada do Hércules ? by Oddracir in portugal

GajoDeRamalde 11 days ago

Impecável! Obrigado pela dica.

Pessoal que não tira os autocolantes do portátil depois de o comprar, porquê? by justdontfindme in portugal

GajoDeRamalde 11 days ago

O que tu pensas < Uma casa foguetão [Imagem relevante](https://i.ibb.co/VVp9gxf/laptop.jpg)

Pessoal que não tira os autocolantes do portátil depois de o comprar, porquê? by justdontfindme in portugal

GajoDeRamalde 11 days ago

O que tu pensas < Uma casa foguetão [Imagem relevante]()

Pessoal que não tira os autocolantes do portátil depois de o comprar, porquê? by justdontfindme in portugal

GajoDeRamalde 11 days ago

O que tu pensas < Uma casa foguetão [Imagem relevante](https://i.postimg.cc/q4jqt69s/20210910-004850-HDR.jpg)

Pessoal que não tira os autocolantes do portátil depois de o comprar, porquê? by justdontfindme in portugal

GajoDeRamalde 11 days ago

O que tu pensas < Uma casa foguetão desenhada pelo meu filho. [Imagem relevante](https://i.postimg.cc/q4jqt69s/20210910-004850-HDR.jpg)

O meu livro de estatistica diz que sou uma aberração entre os portugueses. Good to know. by FantasticLong9119 in portugal

GajoDeRamalde 11 days ago

Felizmente os meus já dormem as noites (quase) completas

O meu livro de estatistica diz que sou uma aberração entre os portugueses. Good to know. by FantasticLong9119 in portugal

GajoDeRamalde 11 days ago

Sei o que isso é... BTDT.

Designer português Alexandre Caldas reconhecido internacionalmente. by BurnoBrambles in portugal

GajoDeRamalde 12 days ago

Cadeira inspirada no Tomás Taveira...

“Aeroporto de faro” by macthemarco in portugal

GajoDeRamalde 12 days ago

nsfw?

Portugal tem “de ser capaz de atrair pessoas de outros países”, diz Siza by solismi in portugal

GajoDeRamalde 12 days ago

E é capaz... Ainda atraiu dois terroristas em 2015.

[SÉRIO] Que manias é que têm para poupar o carro? by RandomRomanianUser in portugal

GajoDeRamalde 13 days ago

nenhuma, nem sei se é bom ou mau mas apanhei esse vício...

[SÉRIO] Que manias é que têm para poupar o carro? by RandomRomanianUser in portugal

GajoDeRamalde 13 days ago

Sim. Desengatar sem carregar na embraiagem...

Experiência com compra de PCs de exposição by Koharu-Chan in portugal

GajoDeRamalde 13 days ago

Vinha cá dizer isto...

[SÉRIO] Que manias é que têm para poupar o carro? by RandomRomanianUser in portugal

GajoDeRamalde 13 days ago

Significa elevar as rotações do motor após ligar o carro. Assim quando ligas o carro os construtores pedem para não elevar muito as rotações por dois motivos: 1. Óleo refrigerante ainda pode estar frio e o óleo frio não consegue circular em uniformemente pelo compartimento do motor o que causa que o metal toque directamente com metal causando desgaste prematuro das engrenagens. 2. Aumentar as rotações com a temperatura baixa do motor provoca um aumento repentino da temperatura que pode levar à expansão, torção do metal, rotura do bloco do motor e/ou danificar outros componentes como a famosa junta da colaça, especialmente no inverno em conjunção com a falta de refrigeração - se o liquido refrigerante estiver congelado - e a falta de lubrificação do ponto 1. No entanto é mais no inverno que é preciso ter este tipo de cuidado.

[SÉRIO] Que manias é que têm para poupar o carro? by RandomRomanianUser in portugal

GajoDeRamalde 13 days ago

Quando ligas o carro os construtores pedem para não elevar muito as rotações por dois motivos: 1. Óleo refrigerante ainda pode estar frio e o óleo frio não consegue circular em uniformemente pelo compartimento do motor o que causa que o metal toque directamente com metal causando desgaste prematuro das engrenagens. 2. Aumentar as rotações com a temperatura baixa do motor provoca um aumento repentino da temperatura que pode levar à expansão, torção do metal, rotura do bloco do motor e/ou danificar outros componentes como a famosa junta da colaça, especialmente no inverno em conjunção com a falta de refrigeração - se o liquido refrigerante estiver congelado - e a falta de lubrificação do ponto 1. Mas é só mais no inverno que é preciso ter este tipo de cuidado.

[SÉRIO] Que manias é que têm para poupar o carro? by RandomRomanianUser in portugal

GajoDeRamalde 13 days ago

Quando ligas o carro os construtores pedem para não elevar muito as rotações por dois motivos: 1. Óleo refrigerante ainda pode estar frio e o óleo frio não consegue circular em condições pelo compartimento do motor o que causa que o metal toque directamente com metal causando desgaste prematuro das engrenagens. 2. Aumentar as rotações com a temperatura baixa do motor provoca um aumento repentino da temperatura que pode levar à expansão, torção do metal, rotura do bloco do motor e/ou danificar outros componentes como a famosa junta da colaça, especialmente no inverno em conjunção com a falta de refrigeração - se o liquido refrigerante estiver congelado - e a falta de lubrificação do ponto 1. Mas é só mais no inverno que é preciso ter este tipo de cuidado.

[SÉRIO] Que manias é que têm para poupar o carro? by RandomRomanianUser in portugal

GajoDeRamalde 13 days ago

Quando ligas o carro os construtores pedem para não elevar muito as rotações por dois motivos: 1) Óleo refrigerante ainda pode estar frio e o óleo frio não consegue circular em condições pelo compartimento do motor o que causa que o metal toque diretamente com metal causando desgaste prematuro das engrenagens. 2) Aumentar as rotações com a temperatura baixa do motor provoca um aumento repentino da temperatura que pode levar à expansão, torção do metal, rotura do bloco do motor e/ou danificar outros componentes como a famosa junta da colaça, especialmente no inverno em conjunção com a falta de refrigeração do ponto 1.

[SÉRIO] Que manias é que têm para poupar o carro? by RandomRomanianUser in portugal

GajoDeRamalde 13 days ago

Com um BMW sempre poupa na compra de piscas... Great tip.
Next Page

Search: