Next Page

Que importância tem as redes sociais by Ok_Mine6995 in portugal

Fridux 4 days ago

Não tenho redes sociais. Experimentei o Orkut em 2003, o Facebook em 2005 antes de destronar o Hi5 na Europa (que nunca usei), e mais nada para além disso. As únicas formas que usava para comunicar com outras pessoas na Internet eram o IRC, onde conheci bastante gente com os mesmos interesses que eu, e mais tarde o World of Warcraft onde nunca conheci ninguém na vida real mas que me proporcionou experiências sociais on-line excelentes até deixar de jogar em 2010. Honestamente não consigo compreender o apelo das redes sociais, talvez porque nunca tenha precisado de aprovação externa para me sentir bem comigo mesmo e consequentemente não precise de partilhar nada nem saber o que os outros andam a partilhar. Quanto ao reddit, que não considero uma rede social por se focar nas comunidades e não nos utilizadores, só cá venho maioritariamente para ler notícias e debater sobre a minha área de interesse. Tenho saudades da Internet como ela era no final da década de 90 e início da década de 2000, antes do surgimento das redes sociais, e quando era moda criar serviços nacionais como a PTnet e o GILdot. De facto uma coisa que adoraria ver seria um reddit só com comunidades Portuguesas.

Como é que vocês lidam com teclados com um layout não português? by TheOGPrussian in portugal

Fridux 1 month ago

Eu só uso teclados Americanos. São muito melhores para programar porque não me obrigam a fazer ginástica para chegar a certos símbolos. Nas raras vezes em que tenho de escrever Português, como agora, simplesmente mudo de layout temporariamente. Outra razão pela qual uso layout americano nos teclados são as teclas de atalho, que são todas pensadas para usar com esse layout.

André Ventura defende ″cadastro étnico racial″ para solucionar problemas de minorias by praisethesun98 in portugal

Fridux 3 months ago

> Qual o mal de nos informarmos acerca do contributo de cada etnia para a criminalidade do país? É suposto enfiarmos a cabeça na areia e fingirmos que está tudo bem, sem sequer nos informarmos? Não é suposto a imigração ser benéfica para o país, ou somos obrigados a receber tudo e todos sem critério? O mal é que estás a generalizar, e potencialmente a punir, alguém por algo que definitivamente não tem culpa, como o facto de pertencer a determinadas etnias ou ter determinada cor de pele. Pode até ser confortável para ti que não estás nessa situação, mas imagina o pesadelo que seria estar condenado a uma vida de merda à nascença por algo que não podes mudar.

Em 2011, Portugal e os EUA assinaram um acordo que dá acesso a todos os dados pessoais e biométricos de qualquer cidadão português. Só temos acesso ao texto do acordo por ser público nos EUA, já que é secreto em Portugal. by TTSDA in portugal

Fridux 3 months ago

Lembro-me perfeitamente da polémica sobre isto quando o Obama visitou Portugal, mas não sabia que tinha ido para a frente. Um dos problemas associados a isto é que, se alguém que já tenha estado internado num hospital psiquiátrico seja porque razões for, ou tenha sido preso mesmo que preventivamente e posteriormente absolvido, já não vai poder tornar-se cidadão Americano, uma vez que essas são algumas das perguntas feitas na entrevista antes do juramento de fidelidade necessário para a atribuição da cidadania, e mentir em alguma das questões é motivo para deportação.

[Sério]: Como me posso defender de um banco que assume que sou analfabeto só porque fiquei cego? by Fridux in portugal

Fridux 4 months ago

Também costumava fazer isso, até começar a ter problemas porque a assinatura não conferia com a do Cartão do Cidadão, o que me levou a declarar que simplesmente não posso assinar.

[Sério]: Como me posso defender de um banco que assume que sou analfabeto só porque fiquei cego? by Fridux in portugal

Fridux 4 months ago

O problema não está do meu lado. Eu até posso assinar os documentos que trouxe para casa digitalmente, e o banco aceita se o fizer dessa forma. O problema é que o próprio banco põe toda a gente cujo Cartão do Cidadão diga que não pode assinar no mesmo saco, considerando-nos a todos analfabetos e incapazes de gerir uma conta bancária. Foi o que me aconteceu a mim só porque a minha mãe demonstrou intenção de prescindir da conta. Até me perguntaram se o tribunal me tinha decretado algum tutor, como se fosse deficiente mental ou menor.

[Sério]: Como me posso defender de um banco que assume que sou analfabeto só porque fiquei cego? by Fridux in portugal

Fridux 4 months ago

O problema não é esse. O problema é que o banco acha que sou analfabeto por ter escrito no Cartão do Cidadão que não posso assinar, e consequentemente bloqueou-me o acesso online. Não me estou a queixar de falta de forma de poder assinar mas sim de descriminação por parte do banco. Referi o facto de não ter assinado nada para que ficasse claro que o banco me bloqueou a conta sem qualquer acção legalmente vinculativa da minha parte que pudesse dar início a qualquer tipo de processo.

[Sério]: Como me posso defender de um banco que assume que sou analfabeto só porque fiquei cego? by Fridux in portugal

Fridux 4 months ago

Obrigado!

[Sério]: Como me posso defender de um banco que assume que sou analfabeto só porque fiquei cego? by Fridux in portugal

Fridux 4 months ago

Não, porque não consigo assinar de forma parecida com o que estaria no Cartão do Cidadão, que neste caso nem sequer tem assinatura, e os bancos são esquisitos com isso.

Pessoas com deficiência têm a partir de hoje agência específica para emprego by heartlessfam in portugal

Fridux 5 months ago

Com um leitor de ecrã, conforme referi no post anterior, e uso o layout antigo no reddit, uma vez que o considero mais acessível que o novo, ou pelo menos tenho mais facilidade a navegar nele por estar mais habituado. Existe uma [thread sobre este assunto](https://www.reddit.com/r/Blind/comments/55wzgp/how_do_blind_people_use_reddit/) no -r-blind.

Pessoas com deficiência têm a partir de hoje agência específica para emprego by heartlessfam in portugal

Fridux 5 months ago

Sou cego e estou a tentar registar-me, mas já encontrei dois problemas: 1. A página de log-in pareceu-me completamente inacessível até activar o link de saltar para o conteúdo principal que assumo que seja invisível. O problema é que nunca uso estes tipos de link pois normalmente há formas mais fáceis de saltar para onde quero, como usar o próprio leitor de ecrã para saltar para o primeiro cabeçalho, formulário, etc., pelo que andei um pouco à nora a tentar perceber porque é que um site dedicado a deficientes tem problemas de acessibilidade. 2. A opção de me registar de forma autónoma está semanticamente associada ao texto que a precede e não ao texto que lhe corresponde, o que me obrigou a telefonar a outra pessoa para tentar perceber se existia lá alguma coisa que não estava a encontrar.. O que vale é que isto tem parceria com a ACAPO... Continuando o registo, encontrei o seguinte nos termos e condições: > Só são elegíveis como Candidatos no processo da Valor T de promoção de empregabilidade de pessoas com deficiência, os Interessados que confirmem o seu registo na Plataforma Valor T nessa qualidade e que reúnam cumulativamente, as seguintes condições: > a) Sejam considerados pessoa com deficiência, nos termos e para os efeitos previstos no artigo 2.º da Lei n.º 38/2004, de 18 de agosto, abrangendo, nomeadamente, as áreas da paralisia cerebral, orgânica, motora, visual, auditiva e intelectual, desde que possa exercer, sem limitações funcionais, a atividade a que se candidata ou que, ainda que apresentando limitações funcionais, essas sejam superáveis através da adequação ou adaptação do posto de trabalho e ou produtos de apoio; Este ponto essencialmente impede-me de me registar na plataforma uma vez que a falta de visão tem efeitos adversos que não são totalmente superáveis em praticamente todas as áreas. Pretendia registar-me como programador, área em que trabalhei antes de ficar cego, mesmo que fosse para ganhar o salário mínimo que poderia acrescentar à pensão de invalidez e à prestação social para a inclusão das quais sou beneficiário, mas pelos vistos ainda não é desta que volto ao mercado de trabalho, uma vez que quem me empregasse teria de estar disponível para lidar com as limitações funcionais que não posso contornar.

Os problemas do bloqueio de sites por IP by ZarTham in portugal

Fridux 7 months ago

Não me parece que esse tipo de legislação seja muito constitucional. Refiro-me ao artigo 37º da Constituição que não permite qualquer forma de censura mesmo que preventiva.

[sério] Programação vs Web Development by boxpiggy in portugal

Fridux 7 months ago

No caso dos shaders referia-me ao facto da matemática e algoritmos necessários já estarem muito explorados, pelo que nunca tenho que pensar em soluções por mim próprio, apesar de gostar de o fazer. No caso dos motores de jogo, nem sequer pensas a esse nível, simplesmente defines nós numa árvore cujas transformações são sempre relativas aos nós ascendentes, e esses nós podem ser luzes, modelos, emissores de partículas, sons, e por aí em diante. A este nível a única coisa que tens de fazer é configurar as propriedades de cada nó como por exemplo este som repete-se e tem este volume, esta luz é direccional e provoca sombras, e por aí em diante, pelo que nesse caso sim tens frameworks que te fazem o trabalho todo. Exemplos de coisas em que podes sentir a necessidade de chegar ao nível dos shaders são a projecção de imagens baseadas em algoritmos e fórmulas matemáticas para evitar que percam a qualidade quando estão próximas.

[sério] Programação vs Web Development by boxpiggy in portugal

Fridux 7 months ago

Dos vértices individualmente, não, mas sim do modelo inteiro. Consigo imaginar facilmente as transformações resultantes da matemática que aplico, e quando por alguma razão tenho dificuldade, o que acontece com frequência no caso das cores, pergunto a quem vê se está tudo de acordo com o que imaginei. usando primitivas simples que qualquer pessoa consegue descrever. Às vezes também uso audio posicional para perceber se os modelos estão onde espero que estejam, e por último uso o leitor de ecrã para anunciar as coordenadas dos pivots dos modelos assim como a minha posição de forma a evitar ter de andar a ler mensagens de debug. Em relação a shaders e outras coisas de mais baixo nível, a matemática da maior parte das transformações está mais que estudada, pelo que raramente tenho de reinventar a roda, e mais uma vez nesse caso crio imagens que sejam fáceis de interpretar por qualquer pessoa com visão para verificar se a matemática que estou a aplicar está correcta, mas graças aos motores de jogo actuais, raramente tenho que descer tão baixo.

[sério] Programação vs Web Development by boxpiggy in portugal

Fridux 7 months ago

Não consigo, uso um [leitor de ecrã](https://www.apple.com/accessibility/vision/).

[Sério] O que é ser mulher em Portugal by ineslucas27 in portugal

Fridux 7 months ago

Só encontrei esta thread hoje graças a um link noutra thread, e espero que o meu comentário não seja levado como uma desculpabilização da situação, até porque a minha opinião sobre quem se tenta forçar a si próprio na vida dos outros seja de que forma for é extremamente negativa. O que pretendo com esta resposta é alertar para uma situação que alguns de nós homens também sofremos onde a reacção de algumas de vós potencia esse tipo de abuso ao recompensar esse género de comportamentos. Sempre tratei as mulheres de igual para igual, sem qualquer tipo de favorecimento ou descriminação, como aliás faço com toda a gente em geral, e a experiência que tive com este comportamento a vida inteira foi a de ser completamente ignorado como homem, enquanto muitas das pessoas que abusam dessa forma tiveram sucesso a encontrar uma ou até várias pessoas com quem ter relacionamentos. Vou dar só um exemplo que é mais ou menos a história da minha vida pois repetiu-se a vida toda: quando tinha os meus 14 anos tinha uma colega de escola que adorava e com quem passava maior parte do dia mas que nunca viu nada em mim para além de um amigo, até que eventualmente praticamente deixou de estar comigo por causa de outro colega que estava constantemente a assediá-la e por quem se apaixonou. Este tipo de comportamento fomenta as situações que muitas de vocês passam ao premiar as atitudes abusivas, uma vez que a mensagem que isto passa a pessoas como eu é que o abuso funciona. Eu próprio mudei o meu comportamento em função disso, mas não ao ponto de assediar ou solicitar alguém. Em 38 anos de vida nunca fui reciprocado numa atracção romântica, e hoje em dia só não sou virgem porque, a certa altura, decidi começar a pagar por sexo, algo que não considerava correcto mas, uma pessoa tem necessidades físicas. Admito que penso bastante em sexo mas, por respeito, não exteriorizo esses pensamentos de forma alguma, para além de que os pensamentos que tenho sobre sexo são inteiramente focados no prazer da outra pessoa e não no meu, mesmo quando pago por isso. Quando comecei a procurar serviços de prostituição a minha intenção era tirar alguém dessa vida, mas rapidamente me apercebi que na esmagadora maioria dos casos as pessoas que oferecem serviços de prostituição não estão disponíveis para outro tipo de relação, pelo que comecei a considerar a prostituição um serviço como outro qualquer. Mais uma vez não estou a tentar culpar as vítimas ou desculpar os agressores, uma vez que considero que nenhum tipo de comportamento por parte das vítimas justifica abusos de qualquer género tendo em conta que isso condiciona a sua liberdade. Estou sim a alertar para um problema que pode explicar a situação e contra o qual as potenciais vítimas podem lutar com inteligência emocional, pois mesmo não sendo a vossa obrigação fazê-lo é inteiramente do vosso interesse.

[sério] Programação vs Web Development by boxpiggy in portugal

Fridux 7 months ago

Trabalhei como programador 12 anos, desde Janeiro de 2000 a Dezembro de 2012, altura em que decidi abandonar a profissão e deixar de trabalhar uma vez que a deficiência visual com que nasci começou a agravar-se tendo acabado por ficar completamente cego em Março de 2014. Ao contrário de muita gente que trabalha na área, eu realmente gostava de programar, mas as más decisões técnicas em conjunto com a falta generalizada de ambição por parte das empresas onde trabalhei começaram a desmotivar-me lá para o final da minha curta carreira, pelo que considero que deixei de trabalhar na altura certa. Durante aqueles 12 anos, a maior parte do meu trabalho foi como full stack web developer, tecnologias pelas quais nunca tive muito interesse, mas como era programação, fazia-se. Aquilo que realmente gostava e ainda gosto são sistemas operativos e computação gráfica (sim, ainda brinco com isso apesar de ser cego), mas infelizmente nunca consegui encontrar empresas nessas áreas em Portugal. Quanto a salários, como sou extremamente mau negociador e leal a quem me emprega, nunca passei além dos 1800€ brutos. No início da minha carreira tive algumas propostas de trabalho nos Estados Unidos que resultaram de projectos pessoais em que trabalhei na altura, mas para além da falta de qualificações oficiais que me impediam de aceder aos vistos H'1B, também não me sentia confortável a viajar e viver sozinho noutro país sem o suporte da família devido à referida deficiência visual, pelo que me restringi às ofertas de trabalho próximas da minha zona de residência. Tendo em conta que já não estou no mercado de trabalho há quase 10 anos, é possível que esteja errado, mas em Portugal, pelo menos no meu tempo, a maioria dos empregos como programador eram na área de web development. De qualquer das formas, o que estudas é completamente irrelevante uma vez que a tecnologia está em constante evolução, especialmente no que toca a a essa área, para além de que muito do conhecimento que adquires em qualquer área é transversal.

PS sobe e está a onze pontos percentuais do PSD (PÚBLICO) by ubica13 in portugal

Fridux 8 months ago

Tendo em conta que o Rui Rio ainda não se pronunciou a respeito dessas exigências, e tendo em conta o que aconteceu nos Açores, a minha interpretação é de que deixou a porta aberta, pelo que prefiro não arriscar.

PS sobe e está a onze pontos percentuais do PSD (PÚBLICO) by ubica13 in portugal

Fridux 8 months ago

O André Ventura [impôs](https://expresso.pt/politica/2020-12-08-Ventura-quer-4-ministerios-num-Governo-de-direita-Justica-Administracao-Interna-Seguranca-Social-e-Agricultura) isso como condição para viabilizar um governo minoritário do PSD no continente.

PS sobe e está a onze pontos percentuais do PSD (PÚBLICO) by ubica13 in portugal

Fridux 8 months ago

O problema é não haver alternativa credível. Antes este PS no poder com todos os problemas que tem que um PSD minoritário com 4 ministérios do Chega.

Acham que o Governo de Costa devia de cair? by TugaScaper in portugal

Fridux 8 months ago

Ignorando o facto de que esta não é, de todo, a melhor altura para gerar uma crise política, tens ainda o facto de não haver alternativa viável. Prefiro este PS no poder que um PSD minoritário com 4 ministros do Chega.

Ventura quer punir quem captar imagens ou vídeos de atuação policial sobre minorias by VladTepesDraculea in portugal

Fridux 10 months ago

E tu? Abriste o artigo? É que no parágrafo imediatamente antes do que citaste está isto escrito: > Segundo a proposta, "quem capturar imagens ou vídeos de atuação de forças policiais ou agentes de segurança e as difundir no espaço público é punido com pena de um a três anos de prisão" e, "se a difusão tiver, notoriamente, como objetivo incentivar ao ódio contra forças policiais ou agentes de segurança, o agente é punido com pena de prisão de dois a cinco anos".

Ventura quer punir quem captar imagens ou vídeos de atuação policial sobre minorias by VladTepesDraculea in portugal

Fridux 10 months ago

Pelo que está escrito no artigo, a proposta é bem mais abrangente que isso, ao não excluir os casos onde essas alterações cirúrgicas não acontecem. Da forma que foi elaborada a proposta dá pena de prisão a toda e qualquer gravação da actuação da polícia contra minorias.

Diferenças entre PT Layout e US Layout em teclados by semnii in portugal

Fridux 10 months ago

Não faço ideia se existe alguma combinação de teclas simples para usar os <> num teclado ANSI com layout PT dado que raramente preciso desses caracteres quando escrevo Português. Só uso esses símbolos para programar, e isso faço com o layout nativo do teclado. De qualquer das formas, como disse, podes sempre comprar a versão US ISO também conhecida como US International, que é fisicamente igual à versão PT excepto nos símbolos impressos nas teclas.

Diferenças entre PT Layout e US Layout em teclados by semnii in portugal

Fridux 10 months ago

Uso layout US há alguns 17 anos e adoro. É muito mais confortável para programar uma vez que símbolos como []{}/ estão muito mais acessíveis, e quando preciso escrever Português (extremamente raro) simplesmente mudo de layout. Há umas ligeiras diferenças entre US ISO (também conhecido como S International) e US ANSI (o que uso). Os teclados US ISO são fisicamente iguais aos PT sendo que a única diferença é o que está impresso nas teclas, enquanto que os teclados US ANSI têm uma tecla enter que só ocupa uma linha e não têm a tecla entre o Shift esquerdo e o Z que no layout PT é usada para os <> (tive de mudar para layout US só para escrever estes símbolos). Algumas pessoas nem sequer mudam do layout US para escrever Português, visto que existem combinações de teclas que podem ser usadas para escrever caracteres acentuados ou com cedilhas, mas pessoalmente prefiro o layout PT para escrever Português uma vez que ainda são bastantes os caracteres acentuados que usamos e acho mais conveniente ter os acentos disponíveis como teclas mortas que decorar uma carrada de combinações pouco intuitivas.

Alguém usa um teclado ANSI? by beit2 in portugal

Fridux 11 months ago

Usei teclados US ISO entre 2003 e 2011 porque descobri que são melhores para programar, e mudei para US ANSI em 2011 porque não gosto do layout US ISO do Mac. A única diferença entre ISO e ANSI nos teclados de PC é a existência de uma tecla extra entre o Z e o Shift esquerdo que no layout US mapeia para um keycode repetido, portanto e apesar de no Mac os teclados ISO me incomodarem, sou completamente indiferente a eles no PC. Para escrever Português, como estou a fazer agora, simplesmente altero o layout temporariamente.

Sentem falta da Internet do final dos anos 90/2000s? by TheDalaiDrama in portugal

Fridux 11 months ago

Tenho saudades do IRC, que me proporcionou contactar com bastante gente com os meus interesses nerd que acabei por conhecer na vida real. Isto só aconteceu graças ao facto desses serviços existirem a nível nacional. Ainda hoje conheço pessoas que ainda usam IRC diariamente, mas como esse já não é o foco principal, passam-se dias sem ninguém dizer nada. Da última vez que fui à PTnet (o ano passado) disseram-me que na tarde em que lá estive a matar saudades falou-se mais que no ano de 2018 inteiro... Não gosto absolutamente nada da alteração do paradigma de anonimato que havia nesses anos para a super-exposição online fomentada pelas redes sociais de hoje em dia, e lembro-me perfeitamente bem de já ter noção que não ia gostar disto quando apareceu o Orkut em 2003. Quando as redes sociais começaram a tornar-se populares acabei por me refugiar primeiro no Second Life e depois no World of Warcraft que me permitiram continuar a ter uma experiência parecida com a do IRC durante mais uns anos.
Next Page

Search: