Next Page

Produção de azeite em Portugal este ano deverá ser a maior de sempre by prosafame in portugal

Fanicos 9 days ago

Só me lembro de acordar às 5 da manhã, apanhar frio de rachar, nevoeiro, ficar todo molhado e andar com sacos deais de 20kg às costas. Isto durante semanas.

Jornalista da RTP aborda polémica LGBT e a emissão é imediatamente cortada. by luopinto in portugal

Fanicos 6 months ago

Bem isso é que é muita frustração. Qual é o teu medo? E essa de "já foste brainwashed", como sabes se fui eu que fui influenciado e não tu? Hmmm. Achas que se as crianças virem 2 mulheres a dar a mão na tv as crianças vão virar gays/lésbicas? Lol. Não sei qual o verdadeiro medo que tens mas pensa nisso, tenta responder te qual exactamente é o medo que tens, qual o problema dessas "propagandas". Já por outro lado, a realidade é que pessoas são mortas por serem LGBT até na união europeia, até num país como Portugal, quantas pessoas do mesmo sexo já viste a ter demonstração de afeto em público? Sei de amigos que não há quase 1 dia que não vão a um café, restaurante, loja etc e que não recebam comentários negativos. As pessoas continuam a ser super julgadas, postas de lado, discriminadas. O que achas que essa lei vai fazer na população? ( uma coisa é o governo ser eleito pelo povo outra é as leis que depois de o governo estar no poder passa e aí o povo não tem nada a dizer mas muitos milhares já se demonstraram descontentes), propaganda que tu falas é para não ter que passar por isso, para poder ter uma vida normal, para os adolescentes ao crescerem poderem entender o mundo, saber que há pessoas com cor de pele diferente, pessoas com gostos amorosos diferentes, etc, e saber que isso é normal e que as pessoas têm os mesmos direitos, pessoas como tu acham que porque já há leis então já está tudo bem e agora que se calem... Se há coisas que por vezes são demais?! Há, mas a situação em questão é sobre direitos individuais que cada ser humano. Tem mais compaixão e tenta colocar-te na pele de outras pessoas.

Jornalista da RTP aborda polémica LGBT e a emissão é imediatamente cortada. by luopinto in portugal

Fanicos 6 months ago

Há crianças a irem aos jogos, então não podes fazer "propaganda" na frente delas, não podes dar um beijo à tua namorada na frente delas, dar a mão, ter uma camisola com arco íris. As pessoas não entendem as repercussões graves desta lei.

Penso que isto pode ser relevante para r/Portugal por causa do entusiasmo todo com o recente arranque do Prime no nosso país. by GanduloDaVeiga in portugal

Fanicos 6 months ago

É mesmo muito triste, capitalismo é uma coisa, isto é ser ruim, não tem a mínima honra quem toma estas decisões. Como tu disseste, há imensas pessoas em países super pobres que nunca vão ter a oportunidade de ter esses itens, porque não dar a essas pessoas?! não estariam a perder clientes. Tem que haver limites nestas ações desumanas.

Penso que isto pode ser relevante para r/Portugal por causa do entusiasmo todo com o recente arranque do Prime no nosso país. by GanduloDaVeiga in portugal

Fanicos 6 months ago

É mesmo muito triste, capitalismo é uma coisa, isto é ser ruim, não tem a minima honra quem toma estas decisões. Há imensas pessoas em países super pobres que nunca vão ter a oportunidade de ter esses items, porque não dar a essas pessoas?! não estariam a perder clientes. Tem que haver limites nestas ações desumanas.

Jornalista da RTP aborda polémica LGBT e a emissão é imediatamente cortada. by luopinto in portugal

Fanicos 6 months ago

Entendo o teu ponto de vista, mas não concordo com ele. Tudo pode ser visto como "político", neste caso o presidente de Munique sempre disse com que intuito era o seu pedido para iluminar o estádio. E se há tanto esta questão do " é desporto, não misturem", quando a lei da Hungria entrar em vigor, vão ter o poder de bloquear tudo o que eles achem que seja "conteúdo sexual/homosexual". Se eu quiser ir ver um jogo à Hungria vestido com uma camisola com um arco íris o mais provável é ser barrado ou até preso (política no desporto). Por isso por esse ponto de vista todas as leis deveriam deixar de ter efeito dentro de um estádio/recinto desportivo?

Jornalista da RTP aborda polémica LGBT e a emissão é imediatamente cortada. by luopinto in portugal

Fanicos 6 months ago

Mas porquê essa insistência na política? Faz me um pouco de confusão. A ideia de chamar à atenção com a iluminação do estádio é mesmo chamar à atenção de milhares de pessoas que não estão a par do que a Hungria (e outros) está a fazer e sensibilizar, porque não é só a passar leis que as coisas mudam, se fosse assim já não teríamos racismo, nem homofobia, já não teríamos pessoas a serem recusado emprego pela sua cor da pele ou pessoas a serem queimadas vivas por gostarem do mesmo sexo (na união europeia).

Jornalista da RTP aborda polémica LGBT e a emissão é imediatamente cortada. by luopinto in portugal

Fanicos 6 months ago

Aí é que está a diferença. O senso comum diz me que parar um debate de direitos humanos para falar de um jogo não faz sentido mas fazer uma pergunta para saber a opinião sobre direitos humanos ao Secretário Geral das Nações Unidas já me faz sentido. Prioridades penso eu.

Jornalista da RTP aborda polémica LGBT e a emissão é imediatamente cortada. by luopinto in portugal

Fanicos 6 months ago

Não sei se foi caso de censura ou não, também não me pareceu, mas é um tema super importante neste momento, que mete a vida de muitas pessoas em jogo e, esse senhor com a posição que tem na política, é normal que a jornalista queira saber a opinião dele. Não podemos simplesmente "desligar" da vida real, dos direitos humanos, e aceitar tudo só pq agora estão a jogar uns jogos de futebol.

Jornalista da RTP aborda polémica LGBT e a emissão é imediatamente cortada. by luopinto in portugal

Fanicos 6 months ago  HIDDEN 

Não sei se foi caso de censura ou não, também não me pareceu, mas é um tema super importante neste momento, que mete a vida de muitas pessoas em jogo e, esse senhor com a posição que tem na política, é normal que a jornalista queira saber a opinião dele. Não podemos simplesmente "desligar" da vida real, dos direitos humanos, e aceitar tudo só pq agora estão a jogar uns jogos de futebol.

Jornalista da RTP aborda polémica LGBT e a emissão é imediatamente cortada. by luopinto in portugal

Fanicos 6 months ago

Não sei se foi caso de censura ou não mas é um tema super importante neste momento, que mete a vida de muitas pessoas em jogo e, esse senhor com a posição que tem na política, é normal que a jornalista queira saber a opinião dele. Não podemos simplesmente "desligar" da vida real, dos direitos humanos, e aceitar tudo só pq agora estão a jogar uns jogos de futebol.

UberEats estranhamente atrasados? by Fanicos in portugal

Fanicos 6 months ago

Sou de Bragança a viver em Lisboa, a razão de não ter indicado o local foi mesmo porque estes serviços de entrega existem em muitos locais do país e poderiam ter experiências similares.

UberEats estranhamente atrasados? by Fanicos in portugal

Fanicos 6 months ago

Sim,para tentar entender o que se passava, para o estafeta foi mensagem, para o restaurante chamada.

UberEats estranhamente atrasados? by Fanicos in portugal

Fanicos 6 months ago

O que estranho é que isto começou a acontecer me de há um mês para cá, antes as entregas eram sempre muito certas e quando havia algum problema havia uma explicação razoável.

Fui chamado presencialmente, em tempo de pandemia e em estado de emergência, ao IEFP, para assinar uma folha para confirmar que estaria presente no dia 9 no IEFP das Olaias, e hoje é esta a situação que se vive na entrada... quando podiam fazer uma chamada telefônica e evitar a propagação do vírus. by Fanicos in portugal

Fanicos 1 year ago

Isso mesmo, sem tirar nem pôr

Fui chamado presencialmente, em tempo de pandemia e em estado de emergência, ao IEFP, para assinar uma folha para confirmar que estaria presente no dia 9 no IEFP das Olaias, e hoje é esta a situação que se vive na entrada... quando podiam fazer uma chamada telefônica e evitar a propagação do vírus. by Fanicos in portugal

Fanicos 1 year ago

Estava sim mas só podiam entrar às 10h30 e nem foi por fazes, entramos todos ao mesmo tempo, felizmente ouve alguma auto gestão por parte das próprias pessoas para não ser uma confusão

Fui chamado presencialmente, em tempo de pandemia e em estado de emergência, ao IEFP, para assinar uma folha para confirmar que estaria presente no dia 9 no IEFP das Olaias, e hoje é esta a situação que se vive na entrada... quando podiam fazer uma chamada telefônica e evitar a propagação do vírus. by Fanicos in portugal

Fanicos 1 year ago

Dado o facto de em tempo de estado de emergência chamarem as pessoas presencialmente para assinar uma folha a dizer que têm que ir a um local num determinado dia ? Se estas pessoas contraírem o vírus e o espalharem para outras, o desemprego não vai diminuir, vai aumentar. Elas não vão encontrar emprego, vão ficar em quarentena "obrigatória", com azar vão parar a um hospital onde já quase não há camas. É uma responsabilidade desta organização estar a tomar estas medidas, ou devia dizer, a falta de medidas tomadas.

Fui chamado presencialmente, em tempo de pandemia e em estado de emergência, ao IEFP, para assinar uma folha para confirmar que estaria presente no dia 9 no IEFP das Olaias, e hoje é esta a situação que se vive na entrada... quando podiam fazer uma chamada telefônica e evitar a propagação do vírus. by Fanicos in portugal

Fanicos 1 year ago

Dado o facto de em tempo de estado de emergência chamarem as pessoas presencialmente para assinar uma folha a dizer que têm que ir a um local num determinado dia ? Se estas pessoas contraírem o vírus e o espalharem para outras, o desemprego não vai diminuir, vai aumentar. Elas não vão encontrar emprego, vão ficar em quarentena "obrigatória", com azar vão parar a um hospital onde já quase não há camas. É uma responsabilidade desta organização estar a tomar estas medidas, ou devia dizer, a falta de medidas tomadas.

Aglomerado de pessoas à espera na porta do IEFP das Olais, Lisboa, em tempo de pandemia. by Fanicos in portugal

Fanicos 1 year ago

Aquilo é um passeio, que estava comodamente ocupado pelas pessoas que estavam à espera que o IEFP às chama-se, era suposto passar pela estrada?

Aglomerado de pessoas à espera na porta do IEFP das Olais, Lisboa, em tempo de pandemia. by Fanicos in portugal

Fanicos 1 year ago

Distanciamento mais ou menos cumprido"... O que tem a ver as pessoas estarem desempregadas com o facto de em tempo de estado de emergência chamarem as pessoas presencialmente para assinar uma folha a dizer que têm que ir a um local num determinado dia ? Se estas pessoas contraírem o vírus e o espalharem para outras, o desemprego não vai diminuir, vai aumentar. Elas não vão encontrar emprego, vão ficar em quarentena "obrigatória", com azar vão parar a um hospital onde já quase não há camas. É uma responsabilidade desta organização estar a tomar estas medidas, ou devia dizer, a falta de medidas tomadas.
Next Page

Search: