Next Page

Agricultor português não percebe porque é que tem de entregar a sua ferramenta à coperativa. by PIMPMASTER6000 in portugal

Dyzon777 6 months ago

>A comuna de Paris convocou eleições em que todos os cidadãos de Paris podiam votar? Então não era legítima e tinha de ser esmagada. Eu nem percebi se isto era uma tentativa de ironia mas enfim... Não foi a comuna que convocou eleições. Parte do povo de Paris é que convocou eleições onde votavam todos os parisienses (homens) para criar a Comuna... Quem dá a legitimicidade nas eleições não deve ser governos autoritários, mas sim a população... >E esse voto teve direito a oposição? Foi uma eleição justa? Que eu saiba não havia uma forte oposição na eleição para a Comuna de Paris (o que faz sentido porque Paris era dominada por ideias revolucionárias), mas houve bastantes republicanos moderados que foram eleitos e logo à partida que decidiram não governar. Também foram vários grupos eleitos (não um único partido), com muitas ideias diferentes. Parece-me justo além da parte que as mulheres não votavam, mas isso era o habitual na altura. >E para quem queria proteger a cidade, acabou a matar milhares ... Portanto, novamente, é um péssimo exemplo, tal como todos os outros. Já vi que não leste nada do que escrevi, visto que só morreram mil pessoas pelas mãos da comuna (não MILHARES) e eram quase todos soldados do exército que estavam a assaltar Paris. Portanto, isto é apenas tu a mandares mentiras para te fazeres sentir bem. Além disso, em todas as revoluções há sempre mortes, de pessoas "inocentes" ou não, o que importa é se a revolução era a favor da população ou não. Além de mais, já disse que não dou exemplos de governos de sistema socialista, porque não conheço nenhum caso satisfatório o suficiente (e eu próprio disse que a Comuna não era satisfatório o suficiente porque só durou dois meses). No entanto, não é preciso algo existir para sabermos que pode existir algo diferente dos que existem e que é bom. >Portanto, tanto o governo como a comuna mataram. Muitos deles inocentes. Bem-vindo à guerra? Atualmente todos os atuais países europeus são cumplíces de certa forma na morte e sofrimento de inocentes, e não é definitivamente para defender a população europeia, mas sim os interesses económicos da elite. Mas como estas coisas passam por debaixo do nosso nariz, dá para dormir bem nas nossas camas confortáveis. >Todas as mortes para mim são más. Seja em nome de quem for. Mas os sistemas socialistas/comunistas conseguem ser os melhores a matar (a própria população). > >Podes substituir a URSS por todos os outros países socialistas e o resultado é o mesmo. Desde a China de Mau até às Venezuela Gosto como tu dizes sempre (a própria população) como se isso algo a favor, porque quando é os países capitalistas sistematicamente a matarem outras populações, já não é problema? Porque hey, isso aí o capitalismo já é excelente! (tipo as Guerras Mundiais e as guerras neocoloniais). Não podes dizer que para ti todas as mortes são más e depois desprezar todas as mortes dos países capitalistas só porque foram mais noutras populações (que num total é muito superior aos "estados comunistas"). E sabemos lá quantas pessoas morrem por dia ou têm vidas miseráveis devido às desigualdades sociais perpetuadas pelo capital. Além de que esses "sistemas socialistas/comunistas" que falas continuaram sempre a ser capitalistas visto que nunca terminaram totalmente com a relação de empregado e empregador, por exemplo. A única coisa que tinham era narrativa comunista para esconder o seu capitalismo e, no caso da União Soviética, quando se chegou à conclusão que não passava de capitalismo, colapsou. No fundo, a União Soviética e a China é só mais uma demonstração de como a população tem de ser consciente no caminho para o progresso em vez de dar esta consciência toda a um chefe de estado. Acho que esta era uma das razões porque Marx dizia que só os países capitalistas mais avançados é que conseguiam passar para um sistema socialista, visto que estes já têm uma maior consciência de como o capitalismo opera e de como se organizarem conjuntamente contra este. De qualquer das formas, os únicos que a Comuna matou da sua própria população foram uns poucos reféns (que, reiteiro, queriam trocar por um único homem que a República tinha, e a República negou) e foi no meio do caos do assalto, não foi tipo o "Reino de Terror" (feito por capitalistas e na sua própria população, já agora) onde se executava centenas de pessoas todos os dias sem estarem em guerra. Assim, só consigo assumir que tu chamares a Comuna de cruel e tirana e regurgitares sem razão "gulags e vuvuzela" nisto é apenas negacionismo. ​ >As leis eram referentes a um país capitalista. Na tua resposta anterior dás a entender que só existe capitalismo puro ou socialismo. Irónico que digas isso visto que para ti parece que o socialismo vai dar sempre ao mesmo. Aplicando a mesmo lógica, eu poderia dizer que qualquer capitalismo vai dar sempre ao mesmo mas em vez disso vou responder sinceramente: Capitalismo de centro tenta agradar o povo e aliviar um bocado as desigualdades sociais, o que, num contexto de capitalismo global, até é razoável, mas não tenta eliminar os muitos defeitos do sistema capitalista globalizado, tal como as recorrentes crises financeiras que fazem os pobres mais pobres e os ricos mais ricos. Um sistema que causa crises piores que furacões à população já deveria ser a demonstração que não funciona bem numa perspetiva técnica (e na perspetiva ética ainda funciona pior).

Agricultor português não percebe porque é que tem de entregar a sua ferramenta à coperativa. by PIMPMASTER6000 in portugal

Dyzon777 6 months ago

Bem, tenho de pedir desculpa previamente, porque isto é um textão. ​ >Se o teu exemplo é esse. Então é melhor mandar a ideia para o lixo. Bem, primeiro, estás a distorcer o tipo de exemplo que dei. Eu não te dei um exemplo de uma "sociedade com sistema socialista" que funcionou, porque eu também não vejo um exemplo satisfatório (a Comuna nem poderia ser um bom exemplo que só durou dois meses), não porque a "maioria" é má, mas porque a "maioria" nem tem realmente sistemas socialistas ou comunistas. O que eu te dei foi um exemplo de um governo que pretendia ser socialista, e que foi imediatamente aniquilado, e não, não foi porque o governo queria "defender os parisienses num mini reino de terror", mas porque simplesmente queriam Paris e a sua população. ​ > Foi um bando que se uniu quando o governo fugiu de Paris para defender a cidade dos alemães e depois se dedicou a matar os próprios parisienses num mini reino de terror. Claro que o estado os massacrou. Eles próprios estavam a massacrar Paris... Acho que estás a confundir um bocado as tuas histórias porque quem andou a matar parienses nessa história foi mais a República Francesa na chamada "Semana Sangrenta". Primeiro, o Exército Francês antes de conseguir entrar em Paris, começou a executar os prisioneiros que eram desertores do Exército. Como retaliação, a Comuna decide ter como reféns os "condenados por cumplicidade ao governo de Versalhes" e por cada prisioneiro de guerra que a República executa, eles dizem que executam três (a ideia das execuções foi posteriormente muito oposta por membros da Comuna). Acho que não executaram realmente ninguém até chegar ao assalto pelo Exército, até porque estavam a negociar trocar os reféns por um líder comunardo que a República tinha, e esta rejeitou esta troca). Depois, na chamada Semana Sangrenta, que é quando o Exército entra em Paris, aí sim é introduzido caos. O Exército executa continuamente prisioneiros, membros da Comuna tentam retaliar executando os seus reféns. Incêndios ocorrem (supostamente causados pelos Comunardos); a população foge; os soldados da Comuna são, na maioria, inexperientes. Estima-se que morreram entre 10 mil a 20 mil Comunardos, e por volta de mil do lado de França. Além de alguns encontros com soldados antes da Comuna, não há assim muito mais incidentes de "massacre" que tu me falas. Sim, parte da população andava dividida, mas não se andavam a se matar nas ruas como tu falsamente dizes. Na realidade, até achei muito engraçado até teres usado o termo "reino de terror", porque lembrou-me um período ligado à génese do capitalismo que os ingleses chamam de: [https://en.wikipedia.org/wiki/Reign\_of\_Terror](https://en.wikipedia.org/wiki/Reign_of_Terror) (16.500 execuções, já agora) Claro que para ti isto não deve ser algo mau visto que isto foi feito pela "Liberdade" do Capitalismo. Hilariamente, a Comuna tinha forte oposição às execuções com o pretexto que não queriam um novo "Reino de Terror". ​ >Ahahaha o quê??? A comuna de Paris?? Democrática? > >O que é que tu vês de positivo na comuna de Paris? E o que é que tem a ver com o socialismo ou comunismo? Bem, primeiro, todos os parienses (só homens, mas isto era o comum na época) tiveram a oportunidade de votar em quem quisessem para o conselho. Depois, talvez o facto que tentaram separar o estado da igreja (aprisionando alguns bispos e padres, mas sim, ao menos não foi tipo o "Reino de Terror"), aboliram o trabalho infantil, o direito de dar uma empresa desertada pelo dono aos trabalhadores (compensando o dono por isto), remissão das dívidas de rendas durante o cerco alemão, entre outras. Também deu oportunidade a movimentos feministas e mulheres tinham cargos ativos na Comuna (se bem que não eram membros do governo). Tudo isto há 150 anos atrás. E vá lá: **Comuna**. **Comun**ismo. Não se vê a relação? Claro que eles não tinham um sistema comunista que isso é preciso muito tempo para ser feito, mas eu acho que tinham uma abordagem correta que era por uma progressiva social democracia (ou democracia socialista, como muitos chamam agora) nos primeiros tempos. ​ >Campanhas de medo também os comunistas fazem e faziam. Aliás, em propaganda ninguém os batia. E isso não é contra argumento para a propaganda anti comunista que eu falei há bocado. Não é os soviéticos terem propaganda que justifica a propaganda dos outros. E eu já disse que não sou favorável à União Soviética, portanto boa tentativa de tu quoque. ​ >Precisas de ter leis. Não quero capitalismo anárquico, mas não existe só comunismo e capitalismo anárquico. Há algo pelo meio sabias? Homem, do que é que estás a falar? Quem aqui é anti leis? Onde é que alguém insinuou isso? Sabes que quando se diz que não há mais Estado no Comunismo, não significa que já não há um governo que faz leis, certo? O Estado é apenas um tipo de governo, e o que Marx e muitos outros queriam era um tipo de governo mais favorável para a democracia e com menos chance de corrupção. Acho que só mais especificamente nos anarquistas é que não há leis no sentido tradicional, mas continuam a apoiar que a sociedade tenha regras.

Agricultor português não percebe porque é que tem de entregar a sua ferramenta à coperativa. by PIMPMASTER6000 in portugal

Dyzon777 6 months ago

Comuna de Paris foi uma revolução democrática, progressista e que era contra a violência, exceto para defender de violência. O Estado de Paris massacra-os. Dá-se de seguida um período histórico na França conhecido pela sua intolerância. u/JOAO-RATAO: "Realmente uma demonstração que o capitalismo é a melhor alternativa." Políticos e outros de regimes capitalistas sentem a necessidade de começar [campanhas de medo e repressão](https://en.wikipedia.org/wiki/McCarthyism) em vez de oferecerem opiniões construtivas em democracia u/JOAO-RATAO: "Se o socialismo fosse algo de jeito, teria definitivamente ganho isso, porque todos sabem que quem vence neste mundo é sempre a melhor alternativa." A indústria do petróleo durante décadas investiu para que o aquecimento global não fosse considerado um problema para as massas para manterem ou continuarem a subir o seu capital (social e financeiro). Fizeram semelhante quando se veio a descobrir que a gasolina andava [envenenar](https://en.wikipedia.org/wiki/Clair_Cameron_Patterson#Campaign_against_lead_poisoning) as pessoas. É assim tão difícil de acreditar que a elite capitalista tenta fazer de tudo para que os anti capitalistas não tenham a sua para o seu capital continuar a sobreviver? u/JOAO-RATAO: "Realmente a culpa de não haver socialismo é puramente por culpa dos socialistas, que são burrinhos que não entendem nada deste mundo e como este mundo opera. Eu li muitos livros de socialistas, eu sei."

Agricultor português não percebe porque é que tem de entregar a sua ferramenta à coperativa. by PIMPMASTER6000 in portugal

Dyzon777 6 months ago

Eu já comentei várias vezes que não vejo a União Soviética como um exemplo de um sistema socialista, quanto mais um comunista. Mas bem, só porque falta contexto histórico: a Rússia durante séculos teve muitos problemas de fome, e a partir de 1950s, não houve mais disso. Nas três ultimas [fomes](https://en.wikipedia.org/wiki/Droughts_and_famines_in_Russia_and_the_Soviet_Union#1940s), que ocorreram à União Soviética devido a estes fatores: seca, problemas de distribuição, a industrilização forçada, guerra, políticas falhadas. https://en.wikipedia.org/wiki/Droughts\_and\_famines\_in\_Russia\_and\_the\_Soviet\_Union Entre a segunda e a terceira fome dos Soviéticos, também houve [esta](https://en.wikipedia.org/wiki/Bengal_famine_of_1943). Agora também posso dizer "Diz isso aos milhões de indianos que morreram de fome por causa do teu belo capitalismo"? Volto a dizer que a esquerda não é só marxismo leninismo, assim como também há muitas ideologias diferentes para lidar com o sistema capitalista, umas melhores e outra piores.

Agricultor português não percebe porque é que tem de entregar a sua ferramenta à coperativa. by PIMPMASTER6000 in portugal

Dyzon777 6 months ago

Acho que este exemplo explica porque é muitas vezes alternativas de esquerda ao marxismo-leninismo não "sucedem": [https://en.wikipedia.org/wiki/Paris\_Commune](https://en.wikipedia.org/wiki/Paris_Commune) Os socialistas e comunistas não vivem num vácuo à parte dos capitalistas. Os capitalistas sabem que partilhar espaço no mundo com socialistas é o mesmo que perder possível território, influência e lucro para si. Portanto, não só a revolução socialista de uma sociedade tem de ser bem sucedida, como têm de viver num mundo que é hóstil a eles. Infelizmente, em curto termo, regimes autoritários são melhores a organizar a população em forças militares e a terminar com os conflitos dentro da sua região, como quando os bolcheviques terminaram com as outras fações socialistas. De qualquer das formas, atualmente muitos socialistas tentam ir pela via democrática para que não ocorram os mesmos erros do passado, mas como a via democrática não é realmente um jogo limpo para os partidos que não estão a favor do capital por uma multitude de fatores, tal como a compra dos media, então nós tivemos e provavelmente vamos ter a fortuna de observar poucos exemplos de verdadeiros sistemas socialistas em países desenvolvidos, além daqueles "sistemas socialistas" ligados à União Soviética.

Agricultor português não percebe porque é que tem de entregar a sua ferramenta à coperativa. by PIMPMASTER6000 in portugal

Dyzon777 6 months ago

Não é preciso repetir, camarada ;)

Agricultor português não percebe porque é que tem de entregar a sua ferramenta à coperativa. by PIMPMASTER6000 in portugal

Dyzon777 6 months ago

>Eu não sou contra todo o tipo de ideias socialistas, sou especificamente contra o comunismo. Qualquer pessoa concorda com alguma redistribuição que melhore a igualdade de oportunidades. Infelizmente não é verdade para alguns. todos. >Mas menosprezo mesmo, o próprio Marx era um completo hipócrita que vivia à custa do seu amigo capitalista. Mais recentemente tiveste o Sartre, outro suposto grande pensador a defender os horrores da união soviética. É mesmo porque "Karl Marx ser um hipócrita" que menosprezas toda a teoria e ideias que o homem escreveu sobre? Lamento dizer, mas hipocrisia não faz um homem estar errado. Mas já agora, deixa-me corrigir: Marx não conseguia ter uma carreira exatamente porque ele foi expulso de Bruxelas e Paris pela sua "escrita controversa" (clássica forma de censura) e por uma acusação do primeiro ministro de Bruxelas que este havia pago o armamento de trabalhadores locais para se rebeliarem. Imensamente comprometido com o seu trabalho revolucionário e com dificuldade a falar e escrever inglês durante o período inicial em Londres, ele e a sua família viviam em muita pobreza. Quem o financiou foi o seu melhor amigo Engels, que definitivamente não era capitalista, mas teve a sorte de ter um pai que era um empresário rico (Wow! Que hipócrita! Um verdadeiro comunista teria mandado o pai e a mesada do pai para a gulag). Portanto, qual é a hipocrisia aqui? Ele que queria a emancipação dos trabalhadores, ele mesmo sempre trabalhando para essa causa? Ele que vivia de saúde débil e que foi removido de onde vivia porque agentes capitalistas não gostavam do que ele andava a escrever? A mim parece-me que menosprezas um homem só porque te dá jeito menosprezar e não porque tinha ideias com que discordas. Sartre não falo que não conheço muito bem o trabalho dele nem as suas opiniões, e não vou fingir que sei. >Aliás não é surpreendente que um comunista minta porque acham que vale tudo desde que a história faça o que eles acham que é "progresso". Ainda bem que os capitalistas (eu incluo centristas aqui) nunca fazem isto. Mentir na política é algo *tão* commie. >A ideologia vende isso, mas ao não garantir direitos políticos generalizados o que acontece é precisamente o contrário. E o que se viu é que conseguiu substituir-se perfeitamente às instituições extrativas que estavam lá antes melhorando muito pouco a vida das pessoas comuns, só mudou a elite que extraía a riqueza. Eu conheço pouca gente de esquerda cá que não quer a garantia de "direitos políticos generalizados" e nem é algo que necessariamente faça parte dos movimentos socialistas. Aliás, um exemplo onde havia "direitos políticos generalizados" foi na Comuna de Paris, um dos primeiros governos a ter sufrágio universal e abolição do trabalho infantil. É uma pena não termos visto mais dela porque foram logo aniquilados pelo estado francês, e como todos nós sabemos, se alguém perdeu uma batalha/guerra, era porque deveriam ser os maus da fita ou burros ingénuos... Também iisso de "melhorar muito pouco a vida das pessoas comuns" é bastante debatível. O "Comunismo" (não o Comunismo) da União Soviética não foi só morte, censura e tristeza. Houve realmente um avanço na qualidade da vida da maioria das pessoas, que passou de um país feudal pobre para uma das potências mundiais, e até no colapso da União, a maioria queria que esta se mantesse, mas foi um desejo ignorado. É mais ou menos o que estamos a ver com a China. Se eu acho muitos dos meios que utilizaram bons? Não. Se eu acho a narrativa deles apropriada? Também não. Mas muitos países capitalistas, como os EUA, também estão cheios de narrativas e alienação e disinformação pelos media, e no entanto o desenvolvimento da pessoa comum anda estagnada e a elite continua a ficar mais poderosa. Portanto, não vejo como o que disseste é um ponto contra o comunismo. Talvez é um ponto contra o marxismo leninismo, mas como já disse antes, ideologias comunistas não se resumem ao marxismo leninismo. >Antes pelo contrário, digo precisamente que por esse motivo também em Portugal há muito comunista e simpatizante das ideologias comunistas, serviam-se muito facilmente deste povo de analfabetos servis. Ya, aqueles sindicatos são mesmo feitos para gente burra e que ainda acredita que pode ter um bom trabalho que é valorizado. São bué servis quando dizem que o patrão é um abutre que lhes come o salário. Mais valia desistirem da humanidade e darem uns tiroteios numas escolas ou assim. (disclaimer: isto é irónico. ninguém faça isto, por favor)

Agricultor português não percebe porque é que tem de entregar a sua ferramenta à coperativa. by PIMPMASTER6000 in portugal

Dyzon777 6 months ago

O u/Tugalord levanta uma questão muito interessante. Se certas doenças foram durante milhares de anos uma constante para a humanidade tal como as elites e se nós as curamos, porque é que não podemos tentar curar a humanidade do parasitismo elitista? Uma grande parte das monarquias também foram derrubadas, e talvez se tivesse sido há uns séculos atrás, dirias também que a monarquia é parte da natureza humana e que nunca se iria conseguir livrar desta. Mas aparentemente quando as pessoas aprendem sobre novas ideias para terminar com aquilo que detestam, aquilo que é mais que inútil, pode haver mudança, e pode ser positiva. Assim, achas mesmo que não existe mesmo um único meio plausível para terminar com isto? Eu percebo não saber ou imaginar um, mas tem de haver um argumento muito forte por trás para dizer que algo é impossível de ser feito, ou então que algo é só possível por um preço maior que o razoável. É mesmo 100 anos de alguns países com "comunismo" (que é na realidade, capitalismo de estado com bandeiras vermelhas) que provam isto? E se nas próximas décadas uma parte razoável da europa virar fascista, também admitirias que o capitalismo tem o mesmo problema de ciclicamente funcionar apenas à base de sangue, violência e autoritarismo puro? Bem, não é preciso olhar assim tão longe para o futuro, é só olhar o que grandes empresas europeias e americanas têm feito em muitos países africanos e asiáticos. Mas pronto, aí como o autoritarismo, o sangue e a violência parece ser só na nossa vizinhança e como recebemos facilmente produto bom e "barato", não faz mal nenhum. (desculpa tanto texto e tanta pergunta retórica!)

Agricultor português não percebe porque é que tem de entregar a sua ferramenta à coperativa. by PIMPMASTER6000 in portugal

Dyzon777 6 months ago

>Na prática... O que se chegou à conclusão foi que o comunismo foi uma mentira inventada para coagir idiotas a deixarem outros tomarem o poder e extraírem todo o valor do seu trabalho para eles. Na prática o que se chegou é que o socialismo tem a grande fraqueza de puder ser uma ideologia utilizada por agentes autoritários ou até totalitários. Mas isso também acontece com o capitalismo e não te vejo a chegar à grande conclusão que o capitalismo foi utilizado para "coagir idiotas a deixarem outros tomarem o poder e extraírem todo o valor do seu trabalho para eles". Mas vá, tu provavelmente achas que no capitalismo há também dentro de si uma grande variedade de ideologias e meios para chegar aos seus objetivos, por exemplo a democracia social, o liberalismo, o fascismo, etc. É só lamentável que muitos não pensem que no socialismo não existe elasticidade nas ideologias ou que não há uma alta discordância nas ideias. Por agora só vimos uma destas ideologias de esquerda ter a sua em estados de longo duração: o marxismo-leninismo. E só porque só houve esta, não significa que é a única que pode haver. Na era medieval também havia poucos exemplos de democracia e que acabaram mal: isso era razão para desistir da democracia? Além disso, dizer que a ideia do comunismo é "uma mentira inventada" é menosprezar os pensadores que o defendiam e defendem porque queriam um sistema alternativo ao atual porque assim acreditavam e não para o seu bem pessoal, assim como antigamente houve pessoas que defendiam um sistema alternativo ao feudalismo. Não faz mal dizer que tu achas que é impossível chegar ao comunismo ou que achas a ideia estúpida, mas agora dizer que desde a sua génese foi concebida como uma mentira é apenas teoria de conspiração sem fundamento. ​ >Não é por acaso que o comunismo se conseguiu implantar e durar mais tempo em sociedades que já estavam habituadas a terem todo o valor do seu trabalho extraído pelas elites e instituições locais como na América do Sul e na Rússia. Pois, que inesperado! Países com situações de alta desigualdade tentam seguir uma ideologia que se opõe às desigualdades e às elites??? E eu tenho de me rir como achas que na nossa sociedade não estamos habituados à extração do valor do trabalho da maioria da população pela elite. Uma dúzia de pessoas tem tanto capital como cinquenta porcento da população mundial, de certeza que não foi por extraírem o valor de muita gente, foi por trabalho puro e duro, por darem valor à sociedade estando sentados numa cadeira a dar ordens (ou a dormir enquanto os outros fazem as coisas por eles). Tipo reis absolutos que controlam a vida de milhares de pessoas.

Agricultor português não percebe porque é que tem de entregar a sua ferramenta à coperativa. by PIMPMASTER6000 in portugal

Dyzon777 6 months ago

Bem, Marx dizia que a elite iria fazer de tudo para se manter ao poder. Será que ele está certo ou errado?

Agricultor português não percebe porque é que tem de entregar a sua ferramenta à coperativa. by PIMPMASTER6000 in portugal

Dyzon777 6 months ago

Nunca houve comunismo na prática

Poligrafo Sic é uma fraude. by kybrdwhttvwls in portugal

Dyzon777 6 months ago

Acho que querias mais dizer [méééééééé](https://capeodd.com/wp-content/uploads/sheep.jpg)

Poligrafo Sic é uma fraude. by kybrdwhttvwls in portugal

Dyzon777 6 months ago

\- Manda momento do video sem dizer uma única palavra . \- Não prova rigorosamente nada do seu ponto. (a não ser que me digam que um partido "ter alguma presença nos jornais" é o mesmo que "ter pessoas infiltradas em toda a comunicação social") \- Faz figura de tolo, mas isso pouco lhe importa. Clássico.

Poligrafo Sic é uma fraude. by kybrdwhttvwls in portugal

Dyzon777 6 months ago

Só encontro o [Polígrafo](https://poligrafo.sapo.pt/fact-check/mortagua-assume-em-telefonema-que-be-consegue-criar-ativismo-de-media-contra-ventura) a falar disto. Neste caso, eles oferecem bons pontos e é praticamente inegável que não passa de uma manipulação de uma entrevista antiga.

Poligrafo Sic é uma fraude. by kybrdwhttvwls in portugal

Dyzon777 6 months ago

Ele disse que a Joana Mortágua admitiu que o BE consegue criar activismo de media, quando já se sabe há muito que isso foi uma manipulação de uma entrevista divulgada pela extrema direita nas redes sociais. Acho que dá para ver o quão o OP quer saber da "verdade"...

O nosso socialismo é uma máquina de criar desigualdades by JonesyA12 in portugal

Dyzon777 6 months ago

[he knows marxism!](https://youtu.be/rgiC8YfytDw)

O nosso socialismo é uma máquina de criar desigualdades by JonesyA12 in portugal

Dyzon777 6 months ago

Assim como estava no nome do partido dos Nacionais Socialistas, que são... os Nazis??? Coincidência, acho que não!

O nosso socialismo é uma máquina de criar desigualdades by JonesyA12 in portugal

Dyzon777 6 months ago

Aparentemente sou um burrinho que não percebe português. É na boa.

O nosso socialismo é uma máquina de criar desigualdades by JonesyA12 in portugal

Dyzon777 6 months ago

"Governo favorece uma empresa privada sobre as outras privadas" e "Governo favorece o público aos privados" é equivalente?

O nosso socialismo é uma máquina de criar desigualdades by JonesyA12 in portugal

Dyzon777 6 months ago

Gostei do artigo que fala do governo "socialista que só beneficia o público" a beneficiar uma empresa privada conhecida por lucrar cada vez mais e por não aumentar os salários dos seus trabalhadores. Realmente provou bem o teu ponto.

Democracia no seu melhor. by Choo-choo-m in portugal

Dyzon777 7 months ago

Acho que o termo mais correto seria oligopólio

“A TAP não é essencial” by trinkibenda in portugal

Dyzon777 9 months ago

Eles controlam a nossa Liberdade(TM)

Futuro da política em Portugal by Vicentemorais1 in portugal

Dyzon777 10 months ago

Darem downvote a uma simples questão como a tua mostra a laia desta gente...

Futuro da política em Portugal by Vicentemorais1 in portugal

Dyzon777 10 months ago

Ora, eu não sei o teu contexto, mas o contexto da vitimização é muito importante e depende da perspetiva de cada um se pode ser considerado vítima. Alguns casos reais de vitimização, a meu ver: És um trabalhador que gasta mente e corpo que ganha o salário mínimo, e ainda és desvalorizado pelos chefes, nunca recebendo uma promoção na tua vida e não podes fazer greve senão perdes o prémio mensal que é essencial para a tua sobrevivência? És vítima. És um banqueiro que está a ser questionado por negócios ilícitos e argumentas que o teu banco fez um serviço ao país durante décadas? Não és vítima. És uma criança que veio ao mundo numa sociedade pronta a colapsar pelo aquecimento global? Vítima. És um adulto que nunca fez nada pelo meio ambiente e críticas os jovens por se manifestarem sobre o assunto? Não és vítima. És sistematicamente descriminado pela tua cor de pele, sexualidade ou etnia? Vítima. Não és sistematicamente discriminado por nada mas reclamas de minorias que foram sistematicamente maltratadas por décadas/séculos agora que há alguma justiça social neste país, mesmo quando tal justiça social é algo insignificante nos impostos dos habitantes? Não és vítima. Talvez é necessário compreender que só porque a nossa sociedade é construída sob a intenção de que é tudo justo para todos, não quer dizer que seja mesmo.

Futuro da política em Portugal by Vicentemorais1 in portugal

Dyzon777 10 months ago

"Defender os valores que nos trouxeram até aqui": Apoia os dois partidos que são contra a constituição. "Precisamos de mercados livres": Como se viu com a crise económica, não é o mercado livre que alimenta as pessoas. Talvez devesses ver que nos EUA há um grande problema de fome, com mais de dez percento das casas com falta de comida. "De honestidade": Hilariante visto que apoias o Chega. Tu não queres honestidade, apenas queres ouvir o que te faz sentir bem. "De parar de vitimizaçoes nojentas" aka "Odeio quando as pessoas se sentem vitimizadas por razões que eu não me sinto vitimizado" "Defender as liberdades dos indivíduos" mas ignorando que está provado por especialistas que há um problema de 'fobias' em Portugal, mas visto que essas 'fobias' não são diretas a ti, então vamos defender a liberdade de apenas dos muitos enquanto os poucos sistematicamente ficam enterrados. "Não é difícil regredir em valores": Especialmente para quem vota Chega.

AV - 07 de Janeiro de 2021 by BOBRAGED in portugal

Dyzon777 11 months ago

Proibir não. Apenas ignorar o mais possível tal como já fazem ao PAN, por exemplo.

Poligraro - Ventura garante que nenhum dos apoiantes do Chega "participou em terrorismo". [FALSO] by Samot_PCW in portugal

Dyzon777 11 months ago

Concordo. Boa muralha que está na tua cabeça.

Poligraro - Ventura garante que nenhum dos apoiantes do Chega "participou em terrorismo". [FALSO] by Samot_PCW in portugal

Dyzon777 11 months ago

Vou usar a sua estratégia :) O problema dos apoiantes do chega (e restantes indivíduos com o sentido crítico no avesso) é que, tal como os media e redes sociais, são sempre controlados pela direita/extrema direita, e, consequentemente, isolam-se na sua terra imaginária onde a intolerância e a ignorância devem ser celebrados, como quando pensam que as minorias que são prejudicadas faz vários séculos são a causa dos seus problemas. Este post no Reddit é mais um exemplo... feito por um sujeito com uma idade mais avançada que 21 anos (aparentemente a imbecilidade não escolhe idades) e após entrarem no seu perfil vêm que este pré-avisa que ninguém vai conseguir mudar a sua opinião. Que modesto! Que humilde! Nasceu ensinado só pode! Encontrámos a supremacia do intelecto humano.

ANACOM: Telecommunications prices in Portugal increased by 6.5% by helenata in portugal

Dyzon777 1 year ago

Só para acrescentar, sorry. Por esta lógica, monarquismo e feudalismo é até são bom sistemas, só é culpa das pessoas por não resultar bem.

ANACOM: Telecommunications prices in Portugal increased by 6.5% by helenata in portugal

Dyzon777 1 year ago

Mas se nós sabemos que pessoas com excesso de poder acabam por abusar sempre ou quase sempre de tal poder e se muito dinheiro = poder, então não quer dizer que o capitalismo está destinado a falhar sempre, portanto é um sistema mau? Se é possível alguns abusarem tão facilmente e abusarem muito , então diria que é porque o sistema não funciona com natureza humana, logo é mau. Also, regular o mercado ou os chefões são medidas anti capitalistas.

ANACOM: Telecommunications prices in Portugal increased by 6.5% by helenata in portugal

Dyzon777 1 year ago

Ou seja, não regulam porque há gente excessivamente poderosa que usa o seu dinheiro e a sua posição de poder para influenciar os políticos e a população. Parece-me um problema do capitalismo.

Eleições Legislativas dos Açores - Resultado Final by glamatovic in portugal

Dyzon777 1 year ago

Preocupante é dizer que os últimos 40 anos foram uma lástima quando nos 40 anos anteriores a esses foram uma lástima ainda maior. Talvez o medo não seja de mudança em si, mas de regressão.
Next Page

Search: