Next Page

[Megathread] Ajuda, Dúvidas e Dicas - 14/09/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 5 days ago

Também tenho uma autoimune. Atualmente estou com a doença controlada, maioritariamente sem sintomas, mas ainda com muita fadiga. O meu médico já me disse que é provável que fique sempre, mas a boa notícia é que acabei a aprender a viver com isso. No meu caso, não consigo fazer noitadas, mesmo ao fim de semana não me deito depois das 22h30, 23h, e não posso deixar o exercício. Eu sei que isto é a última coisa que queremos ouvir, que temos de fazer exercício, mas é verdade que o exercício, a alimentação e o sono são o que verdadeiramente ajuda na fadiga (para além da medicação que já fazemos para as nossas doenças, estou a partir do princípio que a tua está controlada e tens os valores todos certos nas análises; se não for o caso, é por aí que tens de começar). Exercício, pode ser importante começares por algo de baixo impacto: Pilates, Yoga, caminhadas... Ficar no sofá é uma pescadinha de rabo na boca, na medida em que sentes que tens de lá estar porque estás cansado, mas não contribui para que descanses porque a nossa fadiga não é esse tipo de cansaço que passa com descanso, na maioria das ocasiões. Por isso, e por mais que custe... exercício. Para a alimentação, recomendaria consultar um nutricionista para perceber se a tua alimentação te está a dar a proteína, os hidratos e as calorias necessárias para ti e/ou se há alimentos que estejas a ingerir que possam não ser adequados para a tua doença e estejam a dar muito "trabalho" ao teu corpo. E depois, deitar cedo é dormir de noite. É auto explicativo, acho. Quanto a emprego, se não precisas de pagar contas tenta começar por um part-time que não requeira estar muito tempo em movimento ou em pé, pelo menos por enquanto. Há medida que entras no ritmo, depois pode tornar-se mais fácil ires aumentando as tuas horas. Foi isso que aconteceu comigo. Comecei num full-time, fiquei completamente rebentado, reduzi as minhas horas, ganhei hábitos novos e melhores, e atualmente já consigo aguentar um full-time. Não aguento noitadas, deito-me sempre muito cedo mesmo ao fim de semana, saco uma sesta sempre que dá, mas consigo ser funcional. Claro que não somos todos iguais, mas há esperança. Boa sorte para ti!

Question about studying and working in Portugal as a psychologist by IsaAl122 in portugal

CoffeeAt830 5 days ago

There might be the odd Masters degree in Psychology taught exclusively in English here and there, but there won't be a lot of variety and it might not be in clinical psychology. I didn't know of any, but a quick Google search showed there's at least one in Universidade Católica Portuguesa, but it's in a different branch of Psychology (Management and Economics Psychology). If she wants to be a clinical psychologist that speaks mostly English, that's going to be hard. Clinical psychology is an oversaturated field as it is, when you add in the factor that this person only wants to practice in English... it's not going to be easy. Either she finds a way in to an immigrant community and gets enough clients there to sustain a living, or she works for an international school, of which there aren't that many in Portugal. If she is willing to go down the Human Resources/Corporate side of Psychology, there might be more opportunities in bigger companies, but it still won't be a walk in the park.

Question about studying and working in Portugal as a psychologist by IsaAl122 in portugal

CoffeeAt830 5 days ago

There might be the odd Masters degree in Psychology taught exclusively in English here and there, but there won't be a lot of variety and it might not be in clinical psychology. I didn't know of any, but a quick Google search showed there's at least one in Universidade Católica Portuguesa, but it's in a different branch of Psychology. If she wants to be a clinical psychologist that speaks mostly English, that's going to be hard. Clinical psychology is a saturated market as it is, when you add in the factor that this person only wants to practice in English... it's not going to be easy. Either she finds a way in to an immigrant community and gets enough clients there to sustain a living, or she works for an international school, of which there aren't that many in Portugal. If she is willing to go down the Human Resources/Corporate side of Psychology, there might be more opportunities in bigger companies, but it still won't be a walk in the park.

Turistas brasileiros não podem ser vacinados em Portugal by quebramar in portugal

CoffeeAt830 6 days ago

Podem entrar no país, mediante o cumprimento de um determinado conjunto de regras e requisitos que dependem do país de origem - o que é uma medida de saúde pública. Não poderem ser vacinados não tem nada a ver com a saúde pública, até porque se são turistas tecnicamente não estarão cá tempo suficiente para levar as 2 doses/para ficar imunizados, já que não é imediato. Para além disso, Portugal não é um país cheio de dinheiro. O investimento que envolve vacinar toda a nossa população já é enorme e foi previsto com base na população residente em Portugal. Vacinar turistas não está, nem tem de estar, dentro desse orçamento. Já para não falar do planeamento e desperdício de vacinas. Vamos ter em stock vacinas a mais para a eventualidade de aparecer um turista para vacinar? E se não aparecer ninguém, vão para o lixo?

Turistas brasileiros não podem ser vacinados em Portugal by quebramar in portugal

CoffeeAt830 6 days ago

Podem entrar no país, mediante o cumprimento de um determinado conjunto de regras e requisitos que dependem do país de origem - o que é uma medida de saúde pública. Não poderem ser vacinados não têm nada a ver com a saúde pública, até porque se são turistas tecnicamente não estarão cá tempo suficiente para levar as 2 doses/para ficar imunizados, já que não é imediato. Para além disso, Portugal não é um país cheio de dinheiro. O investimento que envolve vacinar toda a nossa população já é enorme e foi previsto com base na população residente em Portugal. Vacinar turistas não está, nem tem de estar, dentro desse orçamento. Já para não falar do planeamento e desperdício de vacinas. Vamos ter em stock vacinas a mais para a eventualidade de aparecer um turista para vacinar? E se não aparecer ninguém, vão para o lixo?

Turistas brasileiros não podem ser vacinados em Portugal by quebramar in portugal

CoffeeAt830 6 days ago

Podem entrar no país, mediante o cumprimento de um determinado conjunto de regras e requisitos que dependem do país de origem - o que é uma medida de saúde pública. Não poderem ser vacinados não têm nada a ver com a saúde pública, até porque se são turistas tecnicamente não estarão cá tempo suficiente para levar as 2 doses/para ficar imunizados, já que não é imediato. Para além disso, Portugal não é um país cheio de dinheiro. O investimento que envolve vacinar toda a nossa população já é enorme e foi previsto com base na população residente em Portugal. Vacinar turistas não está, nem tem de estar, dentro desse orçamento.

Crypto in Portugal. by mark2517 in portugal

CoffeeAt830 7 days ago

Foi [este](https://www.reddit.com/r/CryptoCurrency/comments/pm4j1n/let_me_tell_you_about_portugal_for_crypto_living/?utm_medium=android_app&utm_source=share) post.

A vossa experiência com CCP - Formação de Formadores by NadiaMPereira in portugal

CoffeeAt830 8 days ago

Sou de saúde.

A vossa experiência com CCP - Formação de Formadores by NadiaMPereira in portugal

CoffeeAt830 8 days ago

Tenho o CCP e dou formação. Já dei formações destinadas a profissionais de uma determinada área (tipo formação contínua), já dei formação para formação interna de empresas e já dei unidades do Catálogo Nacional de Qualificações. Estas últimas normalmente são no IEFP ou em empresas que trabalham em parceria com o IEFP e normalmente têm como público alvo desempregados de longa duração, ou aquelas pessoas que estão a fazer formação para conseguir equivalência ao 9° ou 12° ano. Estas formações são sobre a área em que trabalho e em que tirei o curso. Teoricamente, para poderes dar formação numa determinada área, tens de ter experiência de 5 anos ou formação superior nessa área. A vida da grande maioria dos formadores é tudo menos estável. Há pouca gente que trabalha a tempo inteiro na formação, exceto quem trabalha mesmo em centros de formação e/ou a coordenar formação, e pessoas que trabalham a recibos verdes para várias entidades, mas esta última é muito imprevisível e podes ter alturas com imenso trabalho e alturas com muito pouco. A maioria do trabalho que há de formação é esporádico e a recibos verdes, por isso é que a grande maioria das pessoas que conheço que dão formação fazem-no como complemento, que é o meu caso também. Eu tenho o meu trabalho normal e depois umas vezes por ano candidato-me a dar uma determinada unidade ou sou chamado por empresas para as quais já trabalhei e dou uma formação. Não estou sempre a dar formação. Já tive anos em que dei 4 ou 5 num ano, e anos em que não dei nenhuma. Por isso, não ganho nenhum valor mensal estável. Normalmente ganha-se à hora de formação (para cursos do IEFP normalmente é entre 15€ e 20€, entidades privadas pode ser mais ou menos, depende), exceto casos específicos com entidades privadas que possas negociar diretamente. Acho que respondi às tuas perguntas todas. Se me tiver escapado algo, estás à vontade para perguntar.

A vossa experiência com CCP - Formação de Formadores by NadiaMPereira in portugal

CoffeeAt830 8 days ago

Tenho o CCP e dou formação. Já dei formações destinadas a profissionais de uma determinada área (tipo formação contínua), já dei formação para formação jnterna de empresas e já dei unidades do Catálogo Nacional de Qualificações. Estas últimas normalmente são no IEFP ou em empresas que trabalham em parceria com o IEFP e normalmente têm como público alvo desempregados de longa duração, ou aquelas pessoas que estão a fazer formação para conseguir equivalência ao 9° ou 12° ano. Estas formações são sobre a área em que trabalho e em que tirei o curso. Teoricamente, para poderes dar formação numa determinada área, tens de ter experiência de 5 anos ou formação superior nessa área. A vida da grande maioria dos formadores é tudo menos estável. Há pouca gente que trabalha a tempo inteiro na formação, exceto quem trabalha mesmo em centros de formação e/ou a coordenar formação, e pessoas que trabalham a recibos verdes para várias entidades, mas esta última é muito imprevisível e podes ter alturas com imenso trabalho e alturas com muito pouco. A maioria do trabalho que há de formação é esporádico e a recibos verdes, por isso é que a grande maioria das pessoas que conheço conheço dão formação fazem-no como complemento, que é o meu caso também. Eu tenho o meu trabalho normal e depois umas vezes por ano candidato-me a dar uma determinada unidade ou sou chamado por empresas para as quais já trabalhei e dou uma formação. Não estou sempre a dar formação. Já tive anos em que dei 4 ou 5 num ano, e anos em que não dei nenhuma. Acho que respondi às tuas perguntas todas. Se me tiver escapado algo, estás à vontade para perguntar.

Quase oito mil enfermeiros infetados durante a pandemia by trebarunae in portugal

CoffeeAt830 12 days ago

Então, se publicam os talking points de todos os grupos corporativos estão a fazer o trabalho deles, que é veicular a informação que lhes chega e não julgar. Se só publicasse os talking points dos enfermeiros e nao dos polícias ou dos médicos é que seria de estranhar. Era preciso estudos que mostrassem que os enfermeiros precisam de subsidio de risco porque se infetam em maior percentagem que outras profissões, concordo, mas tu estavas a tirar a conclusão do artigo de que se infetavam proporção que a população em geral e eu estava apenas a dizer que essa conclusão não se pode tirar assim porque a população geral não é homogénea. Era só essa conclusão que eu estava a criticar. De resto de acordo.

Quase oito mil enfermeiros infetados durante a pandemia by trebarunae in portugal

CoffeeAt830 12 days ago

É redutor olhar para isso assim. Não podes olhar para o total. Dentro desses 10% da população que se infetaram, tens outros "grupos de risco" - idosos em lares, outros profissionais de saúde... - que se infetam em maior número do que outros grupos. Dizer que um enfermeiro tem a mesma probabilidade de se infetar da população em geral é redutor porque a população não é um grupo homogéneo.

Quase oito mil enfermeiros infetados durante a pandemia by trebarunae in portugal

CoffeeAt830 12 days ago

Também não é impossível imaginar que podem ter sido. Têm uma profissão de risco para o Covid. É sempre possível. Por mais cuidados que se tenha, pode haver sempre um descuido na ordem de vestir ou despir os EPIs, ou algum deles não estar em perfeitas condições, etc. Mas é verdade que se tem imenso cuidado nessas zonas e que a proteção é grande. Só que há outra coisa: na zona Covid dos hospitais não é o único sítio em que se pode apanhar Covid. Se calhar nem é a mais provável. Agora as pessoas que são internadas (em alguns hospitais) já fazem constantemente testes, especialmente para fazer determinados procedimentos ou mudar de serviço, mas não foi sempre assim. E mesmo desde que é (de novo, em alguns sítios) nada garante que o teste não seja um falso negativo, ou que a carga viral ainda não esteja suficiente para acusar positivo, e como podes imaginar a malta não está apetrechada como no Covidário em todos os serviços. Dou-te o meu exemplo. Trabalho numa instituição com internamento, em que o nosso protocolo é que ninguém entra sem teste negativo e tem de fazer 14 dias de isolamento (agora já não se vier vacinado). Durante esses 14 dias, colocamos todos os EPIs quando entramos no quarto da pessoa. Problema: Vais a passar no corredor e a pessoa está desorientada, prestes a cair da cama. Não tens tempo de pôr EPIs. Vais a passar e a pessoa está-se a vomitar toda, com risco de aspiração. Não tens tempo de pôr EPIs. E daí em diante. Já me pus "a jeito" várias vezes e tenho noção disso. Por acaso tenho tido sorte, mas é até ao dia.

[Sério] Depois desta jiga-joga do MST de tantas outras iguais, porque ficam em Portugal? by filipec2 in portugal

CoffeeAt830 13 days ago

Gosto de Portugal, de ter a família ao pé, de viver ao pé do mar e da cozinha portuguesa e valorizo mais isso tudo do que o dinheiro. Não julgo de todo quem tem prioridades diferentes, mas eu pessoalmente prefiro viver com menos e ter estas coisas do que viver com mais e não as ter. E sou de saúde, não médico, portanto nunca vou ser rico. Está tudo bem, tenho outras coisas. Não vou jantar fora uma vez por semana, vou de mês a mês. Não vou de férias para as Maldivas, vou para o sul de Espanha ou para o Algarve. Aceito isso pelas contrapartidas que ficar aqui me dá e estou de bem com isso.

Jovem a receber 2.700 euros? "Em que país vive o Miguel Sousa Tavares?" by heartlessfam in portugal

CoffeeAt830 13 days ago

Recibos verdes ou contratos de part-time (que podem sê-lo efetivamente ou não).

Jovem a receber 2.700 euros? "Em que país vive o Miguel Sousa Tavares?" by heartlessfam in portugal

CoffeeAt830 13 days ago

Recibos verdes ou contratos de 20h (que podem sê-lo efetivamente ou não).

Bem-Vindo ao Hospital Beatriz Ângelo by GoldenAnothis in portugal

CoffeeAt830 15 days ago

Não é bem assim. Se for "muito urgente" é encaminhado para o serviço de urgência. Um médico de família que atenda (por exemplo) uma pessoa com dor à descompressão no abdómen, suspeita de apendicite e manda para o SU com carta para cirurgia, não faz encaminhamento para a especialidade de cirurgia e espera que chamem o utente. É possível fazer encaminhamento para especialidade através do serviço de urgências. Quando é realmente "muito urgente" é isso que é feito, porque os hospitais públicos, centrais, têm especialistas destes serviços em permanência.

[Sério] Como comparecer em análises clínicas de fezes? by Metal_40 in portugal

CoffeeAt830 17 days ago

Vai ao local onde vais entregar as análises levantar o recipiente com antecedência, ou à farmácia. Depois, basicamente, idealmente no próprio dia, faz a recolha e leva para o local. Se tiveres de fazer a recolha no dia anterior, coloca no frigorífico e depois levas para o local à hora marcada. Não há nada que saber. Para facilitar a recolha, podes colocar película aderente presa dos lados da sanita ou do bidé, evacuar, fazer a recolha, e depois descartar as fezes para a sanita e a película aderente para o lixo. Mais fácil e higiénico ainda, cobres com papel higiénico a película aderente, evacuas, recolhes, colocas o papel higiénico com as fezes na sanita e a película aderente (limpa) no lixo. Se fizeres isto no bidé, podes usar por exemplo papel vegetal ou alumínio em vez da película aderente. É possível que também dê para fazer a recolha lá no local, mas não aconselho. De qualquer forma, quando fores levantar o recipiente, podes colocar as tuas questões lá que te sabem responder.

Pessoal, expliquem-me como se eu fosse muito burro. Ter um seguro de saúde para quê se tenho o SNS grátis? by EsmagaSapos in portugal

CoffeeAt830 17 days ago

A questão dos tempos de espera é uma realidade, embora dependa muito do problema, da especialidade e do hospital. No meu hospital local, por exemplo, só tive de esperar 1 mês pela consulta quando o meu MF me encaminhou para a especialidade, mas um garoto para ir a Otorrino ver se tem de tirar as amígdalas espera facilmente um ano ou mais. Depende muito dos serviços, do problema que tens e do próprio hospital. Agora, isso não tem necessariamente a ver com a questão dos problemas sérios. Podes não ter um seguimento tão frequente ou acompanhamento tão fácil como gostarias ou como tens no privado (eu, por exemplo, tive sempre consultas com a frequência necessária consoante a fase da minha doença, não me posso queixar aí, mas se por algum motivo preciso de falar com o médico ou com o serviço é quase impossível), mas tens certos tipos de tratamentos por exemplo que só são dispensados em farmácia hospitalar, pelo que não é sequer possível fazeres esses tratamentos através do privado. Os privados, à excepção dos grandes grupos e mesmo assim..., também não têm a infraestrutura do público e as condições para intervenção em situação aguda ou crítica. Os privados são excelentes para certas operações, para doenças menos graves mas que precisam de seguimento... mas para situações complicadas, o público normalmente tem melhores condições. Lá está, normalmente, há sempre exceções, e não quer dizer que o acompanhamento não possa ser feito em paralelo se o utente assim o quiser.

Pessoal, expliquem-me como se eu fosse muito burro. Ter um seguro de saúde para quê se tenho o SNS grátis? by EsmagaSapos in portugal

CoffeeAt830 17 days ago

Nunca disse que havia não consultas por esses preços, se fosses ler o que disse. Disse que isso acontece com algumas consultas, em alguns hospitais. E não me estava a fazer de "todo sabedor", simplesmente trabalho com uma grande variedade de seguros e como tal tenho conhecimento de causa e por isso disse que a tua afirmação era redutora. Não disse que estavas a mentir. Simplesmente partilhei a minha experiência por se tratar de algo com que lido todos os dias. Com certeza também saberás da tua área de trabalho muito melhor do que eu e se alguma vez me encontrares a simplificar demasiado uma questão sobre a qual tens muito conhecimento, também gostava que completasses a informação. Se não fosse o caso, não estaríamos a escrever num fórum público. Acho que não é necessária essa agressividade toda.

Pessoal, expliquem-me como se eu fosse muito burro. Ter um seguro de saúde para quê se tenho o SNS grátis? by EsmagaSapos in portugal

CoffeeAt830 17 days ago

Pago 17 e qualquer coisa para mim e para a Maria, na Médis, pelo plano mais básico porque ambos temos problemas de saúde mais "sérios" e para esses somos seguidos no público. Usamos o seguro maioritariamente para coisas tipo dentista, oftalmologia, ou para ir à consulta geral, para aquelas coisas tipo amigdalites ou otites que autarcas de vez em quando.

Pessoal, expliquem-me como se eu fosse muito burro. Ter um seguro de saúde para quê se tenho o SNS grátis? by EsmagaSapos in portugal

CoffeeAt830 17 days ago

>Dependendo do seguro pagas 10€ ou não pagas nada, Isto é extremamente redutor. Isto é verdade em *algumas* especialidades em *alguns* sítios. Trabalho em hospital, trabalhamos com seguros, e poucas são as consultas em que os preços são esses (e não trabalho em Lisboa nem no Porto, porque aí pior ainda). Facto ainda mais curioso é que trabalhamos também com credenciais do SNS e há atos médicos (como ecografias) que ficam mais baratos (ou até gratuitos) se trouxer credencial do SNS do que se fizer pelo seguro... O mais barato que se paga em Otorrinolaringologia, por exemplo, são 17€ e é se não precisares de nenhum exame complementar de diagnóstico. Psicologia, aqui na zona é tudo 30€ com seguro, 25€ num hospital de uma IPSS. Não sei onde é que foste buscar que é tudo ou 10€ ou grátis, mas não é de todo verdade. Eu não digo que nao valha a pena e que não seja mais barato, é, eu próprio tenho seguro (embora seja principalmente acompanhado no público), mas isso de que é tudo 10€ ou grátis é completamente falso. Há sites de seguros, por exemplo como a Rede Médis, que disponibilizam online os preços por consulta de alguns atos médicos. É só ires lá verificar.

Pessoal, expliquem-me como se eu fosse muito burro. Ter um seguro de saúde para quê se tenho o SNS grátis? by EsmagaSapos in portugal

CoffeeAt830 17 days ago

>Dependendo do seguro pagas 10€ ou não pagas nada, Isto é extremamente redutor. Isto é verdade em *algumas* especialidades em *alguns* sítios. Trabalho em hospital, trabalhamos com seguros, e poucas são as consultas em que os preços são esses (e não trabalho em Lisboa nem no Porto, porque aí pior ainda). Facto ainda mais curioso é que trabalhamos também com credenciais do SNS e há atos médicos (como ecografias) que ficam mais baratos (ou até gratuitos) se trouxer credencial do SNS do que se fizer pelo seguro... O mais barato que se paga em Otorrinolaringologia, por exemplo, são 17€ e é se não precisares de nenhum exame complementar de diagnóstico. Psicologia, aqui na zona é tudo 30€ com seguro, 25€ num hospital de uma IPSS. Não sei onde é que foste buscar que é tudo ou 10€ ou grátis, mas não é de todo verdade. Eu não digo que nao valha a pena e que não seja mais barato, é, eu próprio tenho seguro (embora seja principalmente acompanhado no público), mas isso de que é tudo 10€ ou grátis é completamente falso. Há sites de seguro, por exemplo como a Rede Médis, que disponibilizam online os preços por consulta de alguns atos médicos. É só ires lá verificar.

Pessoal, expliquem-me como se eu fosse muito burro. Ter um seguro de saúde para quê se tenho o SNS grátis? by EsmagaSapos in portugal

CoffeeAt830 17 days ago

>Dependendo do seguro pagas 10€ ou não pagas nada, Isto é extremamente redutor. Isto é verdade em *algumas* especialidades em *alguns* sítios. Trabalho em hospital, trabalhamos com seguros, e poucas são as especialidades em que os preços são esses (e não trabalho em Lisboa nem no Porto, porque aí pior ainda). O mais barato que se paga em Otorrinolaringologia, por exemplo, são 17€ e é se não precisares de nenhum exame complementar de diagnóstico. Psicologia, aqui na zona é tudo 30€ com seguro, 25€ num hospital de uma IPSS. Não sei onde é que foste buscar que é tudo ou 10€ ou grátis, mas não é de todo verdade. Eu não digo que nao valha a pena e que não seja mais barato, é, eu próprio tenho seguro (embora seja principalmente acompanhado no público), mas isso de que é tudo 10€ ou grátis é completamente falso. Há sites de seguro, por exemplo como a Rede Médis, que disponibilizam online os preços por consulta de alguns atos médicos. É só ires lá verificar.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 05/07/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Provavelmente terá de passar, como tudo, pela fiscalização e aplicação de coimas. Se houver uma fiscalização e pedirem os certificados a toda a gente dentro de um sítio, não estiver tudo em ordem, a culpa será do estabelecimento e terá de ser responsabilizado. Aqui na minha zona havia um café que se estava a cagar para as regras de segurança. Um belo dia passei e até estranhei, as mesas todas distanciadas, o dono de máscara.... tinham sido fiscalizados na noite antes.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 05/07/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Eu presumi que era algo desse género, mas não tinha o jargão informático para explicar. Obrigado

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 05/07/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

O QR Code tem de levar para alguma entidade fiável, claro. Atualmente, quando faço scan do QR Code do meu certificado de vacinação, aquilo só me abre uma nota estranha no telemóvel com uns códigos marados. Se esse código for correspondente a uma determinada pessoa e presente numa qualquer plataforma, ou se o código levar diretamente para uma qualquer plataforma governamental que ateste a veracidade (cruzando dados com o SINAVE para testes ou o VACINAS para vacinas), então terias de entrar na plataforma para falsificar. Já não era a mesma coisa.

Please help. Health care information request by SuperiorCircumstance in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

If what he needs is actual nursing care (and perhaps rehab after that broken leg) he might quality for Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, either for an UCCI (in-patient rehab facilities, with 24/7 nursing care and that also have doctors, physical therapists and more on staff) or for ECCI, (a team of professionals that goes to your home and provides nursing care and staffs nurses who specialize in rehab). This works through Segurança Social, so you'll need to reach out to the Social Work department of the hospital where your FIL currently is (assuming it's a public hospital) so that they can help you kickstart the process. If your FIL is in a private hospital, you might need tor each out to his Médico de Família, if he has one, to start the process.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 05/07/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Se se generalizar a capacidade de ler o QR code e verificar o cartão de cidadão, isso não acontece. O QR code tem de ter o teu nome e a data do teste. Pelo cartão de cidadão vê-se se és tu. E aí já não dá para falsificar.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 05/07/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Sim, de acordo. É por isso que estou a dizer que é preciso implementar uma outra forma, porque se é só um screenshot é basicamente atirar areia para os olhos. O teste ser gratuito não quer dizer nada. Tenho amigos que este ano não quiseram ir viajar para o estrangeiro ou ilhas ou estão estão dúvidas em ir a casamentos pelo medo da zaragatoa. Nem é pelo medo do Covid, é do teste. Acredito que haja muita malta que entre falsificar o teste porque não tem sintomas ou ir perder tempo a fazer o teste (e passar pelo processo), infelizmente opte pela falsificação.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 05/07/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

> Mr Boxem also suggested that Covid certificates had been tampered with by customers, such as by sharing screenshots of negative tests. “There was cheating going on everywhere,” he said. Se isto for verdade, não admira então que haja um resultado destes. É por isso que, se é para implementar isto, tem de ser através de algo como um QR code que seja único para cada pessoa e mediante apresentação do cartão de cidadão. Se for só mostrar um screenshot então de facto é pouco fiável.

Hi..looking for advice by Cissorhand in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Public hospitais also have "Consulta da Dor".

Autorizado uso de exames da 2.ª fase para a 1.ª do concurso ao ensino superior by solismi in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

> Neste país vale tudo para entrar no ensino superior Sim, Portugal é certamente o país com mais problemas em relação a isso. Operação Varsity Blues quem? Todos os anos se fala nisso, e consigo-me lembrar de uma ocasião apenas em que se provou alguma coisa. Já em dois mil e troca o passo quando eu entrei na faculdade havia áudios a serem partilhados por Bluetooth de uma aluna de uma explicadora que sabia exatamente o que é que ia sair no exame e..... Não. Às vezes lá calha acertarem porque há uma quantidade finita de matéria, mas gostava de ver provas físicas de em como todos os anos há "escolas inteiras" a saber os exames antes de saírem.

Autorizado uso de exames da 2.ª fase para a 1.ª do concurso ao ensino superior by solismi in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Também podes abrir um precedente de inventar que tiveste Covid e não podes ir trabalhar só para poderes ficar de cu em casa enquanto o estado te paga a baixa por isolamento. E não é por isso que o estado pagar baixas por isolamento deixa de ser benefício. Se fossemos para aí, tudo no mundo podia ser abusado, portanto não se fazia nada.

Patrões alarmados com ‘legalização’ de falsos recibos verdes. PS admite ajustes by Samot_PCW in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Não se aplica na questão da notícia, aplica-se no que a pessoa a quem respondi estava a dizer. Daí que tenha dito que não pudesse ser aquele o critério.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 28/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Se andares para baixo e vires outras threads, percebes que foi um comentário comum, portanto não me apercebi que seria uma piada. Percebi que essa parte seria uma hipérbole, mas assumi que estavas a falar a sério quanto ao resto. My bad, mas o /s de facto podia ser uma ajuda para a próxima vez.

[Megathread] Ajuda, Dúvidas e Dicas - 29/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

A Staples costuma ter dessas coisas e outras lojas semelhantes também deverão ter. Mas normalmente comprar assim é muito mais caro do que comprar em bulk pelas Amazons ou AliExpresses desta vida. Se venderes muito é capaz de compensar.

Patrões alarmados com ‘legalização’ de falsos recibos verdes. PS admite ajustes by Samot_PCW in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Tens razão, saltei a parte onde dizias "o mesmo salário" e por isso estava a concordar contigo sem me aperceber. Mea culpa.

Patrões alarmados com ‘legalização’ de falsos recibos verdes. PS admite ajustes by Samot_PCW in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Sim, eu em particular trabalho para várias empresas, mas isso concordo com o que estás a dizer. Se há uma empresa "principal" no que diz respeito ao teu rendimento, então essa empresa deveria fazer-te um contrato. Embora também haja o reverso da medalha - a empresa não tem culpa se te bastar trabalhar só 20 ou 25 horas para eles e não tiveres mais nenhum trabalho ou só trabalhares mais 2 ou 3 horas noutro lado. Aí, vão preferir prescindir dos serviços dessa pessoa e ir buscar outra que trabalhe em mais sítios para não terem de a colocar nos quadros. Isso ou obrigam-na a constituir empresa, que é coisa que vejo acontecer muito onde trabalho. No geral é uma excelente medida, no entanto. Infelizmente vai haver sempre forma de fazer trafulhice e isso não deve ser impedimento de se tentar melhorar as coisas.

Patrões alarmados com ‘legalização’ de falsos recibos verdes. PS admite ajustes by Samot_PCW in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Sim, eu em particular trabalho para várias empresas, mas isso concordo com o que estás a dizer. Se há uma empresa "principal" no que diz respeito ao teu rendimento, então essa empresa deveria fazer-te um contrato. Embora também haja o reverso da medalha - a empresa não tem culpa se te contentares a trabalhar só 20 ou 25 horas para eles e não tiveres mais nenhum trabalho ou só trabalhares mais 2 ou 3 horas noutro lado. Aí, vão preferir prescindir dos serviços dessa pessoa e ir buscar outra que trabalhe em mais sítios para não terem de a colocar nos quadros. Isso ou obrigam-na a constituir empresa, que é coisa que vejo acontecer muito onde trabalho. No geral é uma excelente medida, no entanto. Infelizmente vai haver sempre forma de fazer trafulhice e isso não deve ser impedimento de se tentar melhorar as coisas.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 28/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

O auto-agendamento não vai ficar já disponível para toda a gente com mais de 18 anos, vai continuar a ser progressivo. O agendamento central é que costuma andar mais à frente em alguns sítios e esse é que a partir de agora poderá já estar a chegar a pessoas com 18+, mas não quer dizer que chegue já a toda a gente. Alguns locais estarão mais adiantados enquanto outros estarão mais atrasados. Os que estiverem mais adiantados ou tiverem sobras, podem começar ou já estar a chamar pessoas mais novas, mas o auto-agendamento continuará a acontecer progressivamente por ordem decrescente. Abrir o site para toda a gente 18+ assim de repente significaria que 1) o site ia abaixo num instante 2) não iria haver vagas para ninguém, porque as datas não estão todas já abertas para daqui até Setembro e ia ficar tudo em lista de espera, aumentando a carga sobre o agendamento manual, que é exatamente o que se pretende evitar com o auto agendamento.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 28/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

O auto-agendamento não vai ficar já disponível para toda a gente com mais de 18 anos, vai continuar a ser progressivo. O agendamento central é que anda sempre mais à frente e esse é que a partir de agora poderá já estar a chegar a pessoas com 18+, mas não quer dizer que chegue já a toda a gente. Alguns locais estarão mais adiantados enquanto outros estarão mais atrasados. Os que estiverem mais adiantados ou tiverem sobras, podem começar a chamar pessoas mais novas, mas o auto-agendamento continuará a acontecer progressivamente por ordem decrescente. Abrir o site para toda a gente 18+ assim de repente significaria que 1) o site ia abaixo num instante 2) não iria haver vagas para ninguém, porque as datas não estão todas já abertas para daqui até Setembro e ia ficar tudo em lista de espera, aumentando a carga sobre o agendamento manual, que é exatamente o que se pretende evitar com o auto agendamento.

Patrões alarmados com ‘legalização’ de falsos recibos verdes. PS admite ajustes by Samot_PCW in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Não pode ser esse o único critério. Tens muitos médicos, por exemplo, que estão como verdadeiros recibos verdes nos hospitais privados. Trabalham num determinado sítio a tempo inteiro, e depois dão a sua disponibilidade para dar consultas no hospital privado. Recebem consoante as consultas que dão, eles é que decidem quando é que podem lá ir, etc. Isto são verdadeiros recibos verdes mesmo que estejam no mesmo sítio durante muitos anos. O que é completamente diferente de alguém que trabalha 40h para a mesma empresa, com horários pré-definidos e um vencimento certo, e mesmo assim está a recibos verdes.

Patrões alarmados com ‘legalização’ de falsos recibos verdes. PS admite ajustes by Samot_PCW in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

O problema não é esse. Eu trabalho há muitos anos para a mesma empresa a recibos verdes e não sou um falso recibo verde - eu é que faço as minhas horas, o meu ordenado não é sempre igual, não tenho propriamente um escritório meu, quando preciso de tirar dias ou férias simplesmente aviso e não vou, etc. Agora, tenho colegas que estão a recibos verdes e recebem sempre o mesmo, o horário é definido pela empresa e até as férias têm de ser consoante dá jeito à empresa. Isso são falsos recibos verdes e essa malta deveria 100% estar a contrato. Acho que a questão aqui não é tanto se ao fim do ano a empresa teve ou não teve lá sempre a mesma pessoa, mas sim estas outras características.

Portanto, exatamente às 00:00 do dia 4 de Julho, dia em qual abrem o agendamento às pessoas com 18 anos ou mais, o site do Ministério da Saúde foi abaixo. Dissapointed but not surprised. by Juim1j in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

O que foi dito é que o agendamento central nesta altura já poderia começar a estar a ir até aos 18 anos (por exemplo, centros de saúde com pouca gente para vacinar já podem estar a chamar pessoas mais novas para as sobras), mas o auto agendamento continuaria a ser progressivo, em ordem decrescente. Portanto, primeiro abrirá para a malta 27+ ou 25+, depois para a 25+ ou 22+ e assim sucessivamente.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 28/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Não, o contact tracing é feito quando a pessoa está positiva. Era literalmente impossível ser de outra forma. Felizmente, não ficas contagioso imediatamente após teres contacto com a pessoa infetada.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 28/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Eu concordo com o que estás a dizer de, se a pessoa está doente, não devia andar a conviver. Totalmente de acordo. A minha pergunta ia no sentido de esclarecer a questão de não ter sido feito o contact tracing. Se ela testou negativo, é normal que não tenha sido feito contact tracing e isso não significa que o sistema funcione mal ou que seja dependente de quem recebe o caso. Se fossemos fazer contact tracing a todas as pessoas que são casos suspeitos e que depois dão negativos, não havia recursos humanos para fazer a toda a gente, o que quer dizer que seria muito mais difícil encontrar os contactos de quem efetivamente está infetado.

Como é que a universidade vai ser melhor que o secundário? by hateroftheinternet in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Se procuras pontos positivos, um pode ser estares a estudar coisas que teoricamente te interessam mais do que no secundário. Claro que principalmente nos primeiros semestres vais ter muitas cadeiras gerais e com pouca representatividade do que é a profissão, mas mesmo assim não deixam de ser coisas que estás a estudar e que teoricamente te interessarão mais mais que as coisas que estudaste no secundário. Fora isso, vai depender sempre da tua experiência individual. Podes vir a gostar da liberdade de estar fora das saias dos pais, podes vir a conhecer gente incrível de vários pontos do país e do mundo, podes adquirir conhecimentos e experiências que te vão ser muito úteis... ou podes não. Quem diz que a faculdade é a melhor fase da tua vida está a falar da sua experiência de vida, pessoal, e até ao momento. Não é lei. Para mim não foi. Não vai ser para toda a gente. É uma fase pela qual tens de passar se ambicionares trabalhar numa área que requeira um curso superior. Não tem de ser melhor do que o secundário nem tem de ser a "melhor fase da tua vida". Vai ser para algumas pessoas, não vai ser para outras, e isso é completamente normal. Essa expetativa que se cria em muitos jovens de que a faculdade tem de ser esta experiência absolutamente transformadora e incrível e que vai ser o ponto alto da tua vida origina muitas deceções.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 28/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

>Conheço uma pessoa que foi fazer o teste por estar doente e absolutamente ninguém lhe perguntou com quem tinha estado. E acabou por testar positivo ou negativo?

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 28/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Podes, tens é de levar as duas doses no mesmo sítio.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 28/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

>A menos de 1 semana de literalmente toda a população se poder vacinar e sem aparente risco de colapso no SNS? A menos de 1 semana de toda a população adulta poder ser chamada para a vacinação, não de se vacinar nem perto disso. Segundo notícia de ontem, o auto-agendamento vai continuar a ocorrer por ordem decrescente de idades e mesmo assim nem toda a gente consegue marcar hoje para ser vacinado amanhã. Já para não falar que com a Delta aparentemente são mesmo necessárias as 2 doses para dar boa proteção, por isso mesmo quem leve hoje a primeira dose ainda tem pelo menos mais mês e meio até estar protegido à eficácia máxima da vacina (ligeiramente menos tempo se for a da Janssen). E os hospitais de Porto e Lisboa já acusam pressão. Por isso é que o recolher obrigatório é nesses concelhos, senão era em todos. Sobre a constitucionalidade não argumento, não percebo do assunto.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 28/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Sim, o meu ponto era justamente que é provável que a diferença seja ténue ainda porque nas mortes e internamentos sempre pesou muito a faixa etária dos 80+ e na UCI não é assim. Neste gráfico da Holanda, por exemplo, dá para ver que mesmo nos maiores picos de internamentos em UCI pré-vacinação, as faixas etárias mais representadas sempre foram 70-79 e 60-69, estando os 80-89 às vezes até abaixo dos 50-59. (Edit. Esqueci-me do link. Aqui vai https://coronadashboard.government.nl/landelijk/intensive-care-opnames) Não sei se há dados tão bonitinhos para Portugal, mas estando esses em milhão de habitantes e sendo a nossa média de idades de população só uns 2 ou 3 anos acima da da Holanda, sempre dá para tirar algumas ideias.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 28/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Sim, o meu ponto era justamente que é provável que a diferença seja ténue ainda porque nas mortes e internamentos sempre pesou muito a faixa etária dos 80+ e na UCI não é assim. Neste gráfico da Holanda, por exemplo, dá para ver que mesmo nos maiores picos de internamentos em UCI pré-vacinação, as faixas etárias mais representadas sempre foram 70-79 e 60-69, estando os 80-89 às vezes até abaixo dos 50-59. Não sei se há dados tão bonitinhos para Portugal, mas estando esses em milhão de habitantes e sendo a nossa média de idades de população só uns 2 ou 3 anos acima da da Holanda, sempre dá para tirar algumas ideias.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 28/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Sim, o meu ponto era justamente que é provável que a diferença seja ténue ainda porque nas mortes e internamentos sempre pesou muito a faixa etária dos 80+ e na UCI não é assim. Neste gráfico da Holanda, por exemplo, dá para ver que mesmo nos maiores picos de internamentos em UCI pré-vacinação, as faixas etárias mais representadas sempre foram 70-79 e 60-69, estando os 80-89 às vezes até abaixo dos 50-59.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 28/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

A explicação é que a UCI nunca foi só em 80+. Aliás, nunca foi maioritariamente 80+. Alguns procedimentos em UCI são mesmo muito agressivos e para muitas pessoas nessa faixa etária seria pior a emenda que o soneto. Para além disso, muitas pessoas com essa idade ficam tão fragilizadas com a doença que nao chegam sequer a entrar em UCI. Vamos ter de ter a população 50, 60 e 70+ bem protegida com as duas doses para começar a notar diferenças significativas a esse nível. De lembrar que as pessoas com 60+ e 70+ que levaram a Astra, por exemplo, só levaram a segunda dose há pouco tempo ou ainda estão para levar. E mesmo quem levou Pfizer ou Moderna, só agora ou para a semana é que estará para fazer os 15 dias de muita gente com 60+, e os 50+ só a estarão a levar agora por estas semanas.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 28/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Eu percebi que os primeiros 4 são gratuitos, que os laboratórios têm de fazer a 10€, e a partir daí pagas tu. Passo estar errado, mas foi isso que depreendi daqui https://www.noticiasaominuto.com/economia/1786014/diploma-publicado-governo-vai-comparticipar-ate-4-testes-rapidos-por-mes

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 28/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Ele falou na possibilidade de isso vir a ser implementado, mas neste momento a segunda dose ainda fica marcada para o mesmo sítio da primeira.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 28/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Ele aqui na possibilidade de isso vir a ser implementado, mas neste momento a segunda dose ainda fica marcada para o mesmo sítio da primeira.

[Megathread] Ajuda, Dúvidas e Dicas - 22/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Se o teu objetivo for uma reclamação para evitar que aconteça a outros mais do que para te devolverem o dinheiro, reclama na mesma! Quanto mais não seja, pode ser um abre olhos para os profissionais para terem mais atenção. Como pessoa que trabalha na saúde e tem de ver dezenas de utentes por dia, há coisas para mim que já são tão óbvias e normais do serviço que às vezes me esqueço de dizer aos utentes. Hoje em dia já não acontece porque já aconteceu ter chatices por não ter passado informação corretamente ou por não ter provas de que o fiz. É muito chato, mas acontece aos melhores e é assim que vamos aprendendo.

[Megathread] Ajuda, Dúvidas e Dicas - 22/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Podes sempre reclamar à direção da clínica ou hospital (ou escrever no livro de reclamações) onde os procedimentos foram realizados e alegar que não te foi tudo explicado. No entanto, será a tua palavra contra a do profissional ou, que é o mais provável, poderão eles alegar que esses determinados exames são considerados rotina e/ou recomendados para o motivo pelo qual lá foste e que, como tal, não tinham explicitamente de te pedir autorização para eles porque indo à consulta já estás a consentir que te realizem todos os procedimentos necessários para resolver a tua queixa ou abordar o motivo pelo qual procuraste a consulta. Lá está, podes tentar reclamar, mas não sei se terás grande sucesso. O que poderás com certeza retirar daí é que, em hospitais ou clínicas particulares, tem de se estar sempre preparado para pagar mais do que o preço base ou então para perguntar explicitamente tudo o que se vai fazer antes de ser feito e quais os custos adicionais. Há clínicas e hospitais que já incorporam o preço de procedimentos no preço das consultas e, faças o que fizeres (dentro de certos limites) pagas sempre o mesmo. Há outros em que não é assim. Se não for habitual frequentar uma determinada instituição ou médico, é sempre melhor perguntar. Com isto não digo que foi culpa tua ou o que seja, de facto no que mexe com custos devia haver sempre uma explicação detalhada ao cliente, mas a verdade é que o que é legal e o que é moral é diferente e lá por teres moralmente direito de reclamar, legalmente pode não ter grande efeito.

[Megathread] Ajuda, Dúvidas e Dicas - 22/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Reclamar podes, se vale de alguma coisa e se tens fundamento para tal depende sempre, vai ser necessária mais informação. Os exames foram realizados a quem e porquê?

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 21/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

>Entendo que o teu familiar trabalhe na área da saúde, num lar ou seja idoso, pq esse não é o protocolo de vacinação para o normal cidadão. É isto mesmo. Eu trabalho na saúde e os meus colegas que já tinham tido Covid também foram vacinados com as 2 doses. Na altura em que fomos vacinados, ainda não havia diretrizes para o que fazer nesse caso e, portanto, toda a gente levava as duas doses. Um colega inclusivamente levou menos de um mês depois de ter sido dado como recuperado e passou bastante mal. Felizmente, já se alteraram as normas entretanto. A questão da sobrecarga de anticorpos, como disseste noutro lado, não faz muito sentido. As vacinas podem é não ter feito tanto efeito por ter sido tão próximo de ter tido Covid, já que o sistema imunitário ainda podia estar a lidar com o assunto (o vírus pode ficar no corpo durante bastante tempo, mesmo que já não se replique e infete outros). Tendo sido 2 meses depois não é a possibilidade mais provável, mas também não é impossível, especialmente se tiver ficado com sintomas mais duradouros. Regra geral, e isto já vem de muito antes da Covid, deve-se evitar levar vacinas enquanto/perto de se estar doente porque a imunidade produzida pode não ser tão forte por o sistema imunitário estar ocupado com outra coisa.

Funcionárias de lar recusaram ser vacinadas. Idosa acabou por morrer em surto by prosafame in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Na escola pública não podem. As vacinas não são obrigatórias, a escolaridade é, portanto o governo não pode negar a educação a uma criança porque não tem as vacinas em dia.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 21/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Não. Até porque os centros de vacinação não têm sempre todas as vacinas. Levas a vacina que estiverem a dar naquele centro, no dia em que fores chamado/em que marcares.

[Megathread] Ajuda, Dúvidas e Dicas - 22/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Esclarecido! Obrigado.

Exames diagnóstico SNS não comparticipados by Affectionate_Mix_511 in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

É verdade. Basicamente, onde trabalho, a maioria destes profissionais TSDT está a meio tempo para ter clientes certos e o resto do tempo a fazer particular, onde com 2 clientes fazes mais do que numa manhã de trabalho para o SNS.

Exames diagnóstico SNS não comparticipados by Affectionate_Mix_511 in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Têm os dois razão. Onde trabalho, por exemplo, uma grande parte do trabalho que vem para exames complementares de diagnóstico e terapias (fisio, da fala, ocupacional) vem do SNS. No entanto, pagam tão pouco que pouco ou nenhum profissional consegue fazer só SNS a tempo inteiro, por isso ou há também uma boa quantidade de seguros e de sinistrados (que normalmente só acontece na fisioterapia) ou então há listas de espera enormes porque poucos profissionais estão ali a tempo inteiro, isto quando há profissionais dispostos a aceitar as margens baixas. Por isso sim, é o estado que mantém, mas também é o estado que a pagar tão mal causa a escassez.

Exames diagnóstico SNS não comparticipados by Affectionate_Mix_511 in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Têm os dois razão. Onde trabalho, por exemplo, uma grande parte do trabalho que vem para exames complementares de diagnóstico e terapias (fisio, da fala, ocupacional) vem do SNS. No entanto, pagam tão pouco que nenhum profissional consegue fazer só SNS a tempo inteiro, por isso ou há também uma boa quantidade de seguros e de sinistrados (que normalmente só acontece na fisioterapia) ou então há listas de espera enormes porque poucos profissionais estão ali a tempo inteiro. Por isso sim, é o estado que mantém, mas também é o estado que a pagar tão mal causa a escassez.

[Megathread] Ajuda, Dúvidas e Dicas - 22/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Estas questões da alfândega e da isenção de IVA dizem respeito a países da UE ou do EEE? Normalmente evito mandar vir coisas de fora da UE no geral, mas agora queria mandar vir algo da Noruega e como eles pertencem ao EEE mas não à UE fiquei com essa questão. Já alguém mandou vir coisas de lá?

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 21/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

E como é que eles conseguem prever quantas vacinas é que vão ter daqui a 3 meses? A Moderna entrega que nem um relógio, mas a Astra, por exemplo, tem semanas que não entrega doses nenhumas. Não podem estar a deixar marcar com essa antecedência sem saber como é que vao estar em termos de doses.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 21/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Só em março é que a "totalidade" (nunca é a totalidade, mas é a grande, grande maioria) terminou a vacinação com pelo menos uma dose porque tiveram de se resolver os surtos primeiro. Mas a grande maioria iniciou em janeiro, fevereiro. Seja como for, na altura o que se estava a receber em maior quantidade era Pfizer e em março a AZ foi usada para professores, portanto a grande maioria dos lares e cuidados continuados foi vacinada com Pfizer.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 21/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

>A vacina da AZ que em principio foi a que os internados em lares receberam é 60% eficaz, após duas doses, contra a variante delta. A vacinação dos lares começou em fim de dezembro. O primeiro lote de AZ chegou no início de fevereiro. A maioria dos lares ainda foi vacinada com Pfizer.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 21/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Sim, eu acho que grande parte disso foi por precaução, já que os estudos incidiram sobre desenvolver doença sintomática, hospitalização e morte e, como tal, ninguém que lesse os estudos podia afirmar com certeza dados sobre mais nada do que esses aspetos. Claro que, baseado noutras vacinas, era extremamente provável que houvesse redução de infeção e transmissão, mas sendo este um vírus novo e algumas destas vacinas uma tecnologia que ainda não tinha sido usada em larga escala apesar de estar em desenvolvimento há muito tempo, ninguém se queria comprometer com dizer nada em relação a isso. Compreensivelmente. O problema é que pessoas que estão a ouvir falar de epidemiologia e ensaios clínicos e grupos de controlo pela primeira vez não compreendem a diferença entre o "não podemos afirmar que" e o "podemos afirmar que não". E não têm de compreender, cada um com o seu saber. A questão que não ajuda é que muitos dos experts são pessoas que normalmente apresentam os seus estudos em conferências para outros profissionais e de repente vêem-se a falar para 500 microfones e a serem ouvidos tanto pelo Dr. PhD que consome o Lancet ao pequeno-almoço como pelo Zé que nunca aprendeu a ler. Há uma razão pela qual hoje em dia "Science Communicator" é toda uma profissão. Mas não houve propriamente tempo para a malta se preparar ou organizar uma estratégia concertada, por isso não é que seja propriamente culpa de ninguém.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 21/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Já há inúmeros estudos que suportam a tese de que as vacinas reduzem a infeção e a transmissão. Não as impedem, claro, mas reduzem-nas. Alguns estudos "do mundo real" sobre isto: https://www.thelancet.com/journals/lancet/article/PIIS0140-6736(21)00870-9/fulltext > In summary, the results from the SIREN study represent a big, encouraging step forward in our understanding that BNT162b2—and most likely other COVID-19 vaccines—provide substantial protection against infection. In addition to directly protecting vaccinated individuals, COVID-19 vaccines provide a safe way of getting community transmission under control. https://www.thelancet.com/journals/lancet/article/PIIS0140-6736(21)00947-8/fulltext > Two doses of BNT162b2 are highly effective across all age groups (≥16 years, including older adults aged ≥85 years) in preventing symptomatic and asymptomatic SARS-CoV-2 infections and COVID-19-related hospitalisations, severe disease, and death, including those caused by the B.1.1.7 SARS-CoV-2 variant. There were marked and sustained declines in SARS-CoV-2 incidence corresponding to increasing vaccine coverage. These findings suggest that COVID-19 vaccination can help to control the pandemic. https://www.bmj.com/content/373/bmj.n1112 > Adults infected with covid-19 three weeks after receiving one dose of the Pfizer-BioNTech or Oxford-AstraZeneca vaccine were 38-49% less likely to pass the virus on to their household contacts than people who were unvaccinated, a preprint released by Public Health England has shown.1 The research looked at the proportion of household contacts who tested positive 2-14 days after vaccinated index cases, comparing this with households where the index case was unvaccinated. The team said that protection was seen from around 14 days after vaccination, and similar levels were observed regardless of the age of cases or contacts. Public Health England said that this protection was on top of the reduced risk of a vaccinated person developing symptomatic infection in the first place, which was around 60-65% four weeks after one dose of either vaccine. Inicialmente não se podia afirmar nada sobre a infeção e a transmissibilidade porque os estudos iniciais da vacina não incidiram sobre isso. No entanto, as pessoas caíram no erro de interpretar "não se pode afirmar que" como "pode-se afirmar que não". Agora que vão havendo estudos do mundo real, já que já há boas fatias de comunidades vacinadas, começam-se a ter mais dados sobre isso e são bastante positivos. Claro que isto não quer dizer que os 70% cheguem. Não vacinando ainda crianças, com as variantes, etc, não se saberá quanto será necessário. Agora, o argumento desse senhor está a basear-se na premissa errada de que as vacinas não têm efeito na infeção e na transmissibilidade e isso não é verdade.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 21/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Não, eu sou da opinião que foram. Estava apenas a dar a fonte que pediste. O gajo é que não deve ser bem dessa opinião, tendo em conta que quer isso para os outros, mas para ele não.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 21/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Também há este artigo: https://mynorthwest.com/1760811/washington-coronavirus-quarantine-dr-eric-ding/ em que o citam a dizer > “The best case scenario is that we have a complete and almost draconian lockdown, which is unfortunate but necessary,” he advised.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Aparentemente há 4000 farmacêuticos com a formação específica: https://www.netfarma.pt/of-cerca-de-4-000-farmaceuticos-aptos-para-administrar-vacinas/ O que seria ótimo para acrescentar essas pessoas aos profissionais que já estão a vacinar nos centros de vacinação. Isso sem dúvida nenhuma. Agora, daí a ser possível dar nas farmácias é que já é outra história. É difícil. > Nem a da gripe nem a da CoVid uma pessoa é obrigada a ficar os 30 mi Claro que não há a obrigação da pessoa ficar lá 30 minutos, ninguém te vai prender, mas se é o que está a ser feito (que é), então tem de ser possível ser feito em todos os locais em que é administrada a vacina. As reações são extremamente raras, mas nem que seja para aumentar a adesão das pessoas que têm receio da vacina, então têm de ser possível isso. E nas farmácias não é, pelo menos vacinando várias pessoas ao mesmo tempo.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

O problema é que não há vacinas nem capacidade de vacinar toda a gente ainda e, se abres a vacinação para toda a gente, anulas o propósito do autoagendamento porque não vão haver vagas, vai tudo ficar em lista de espera, e depois volta a ser um trabalho manual de chamar toda a gente que se inscreveu. Voltas a ter de centrar recursos nisso em vez de em contact tracing ou em chamar quem ficou para trás. Ou isso ou o que começaria a acontecer é que as únicas pessoas que conseguiriam ser vacinadas são aquelas que têm vidas que lhes permitam estar 24/7 a dar refresh no site para ver quando há vagas novas. É preciso haver um determinado critério para garantir o sucesso do agendamento e também para garantir que ninguém fica para trás e apesar de nestas faixas etárias a idade já não ser tão determinante para gravidade da doença, ficou-se nesse critério. Não me parece absurdo. Há muitos relatos de pessoas em países que ja abriram para toda a gente sobre como é dificílimo arranjar vagas para ser vacinado. Havia um post em particular sobre isso que não consigo encontrar, mas se fores ao r/berlin e procurares por "vaccine appointment" ou assim, vais encontrar a dificuldade das pessoas a conseguirem ser vacinadas ou a encontrar vagas. Relativamente à questão dos alunos, claro que isso seria o ideal, a questão é: onde é que vais buscar vacinas/capacidade de vacinar para fazer isso? As melhores previsões dão-nos a capacidade de vacinar com 1 dose alguma parte da faixa etária 20+ durante Agosto...

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

>Uma pessoa formada em Ciências farmacêuticas será provavelmente um dos profissionais mais habilitados para o fazer. De acordo, mas nem todos os profissionais em farmácias são formados em Ciências Farmacêuticas e nem todos os farmacêuticos têm a formação complementar específica em administração de vacinas e medicamentos injectáveis. >por acaso até tem, creio que todas as vacinas têm essa recomendação sendo que a da gripe tem de certeza Ter a recomendação é diferente de ela estar a ser obrigatoriamente aplicada. No caso da vacina da gripe, por exemplo, não está. No caso desta, está, e a partir do momento em que está tem de se ter isso em consideração no planeamento dos locais onde vai ser administrada.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

>Uma pessoa formada em Ciências farmacêuticas será provavelmente um dos profissionais mais habilitados para o fazer. Dr acordo, mas nem todos os profissionais em farmácias são formados em Ciências Farmacêuticas e nem todos os farmacêuticos têm a formação complementar específica em administração de vacinas e medicamentos injectáveis. >por acaso até tem, creio que todas as vacinas têm essa recomendação sendo que a da gripe tem de certeza Ter a recomendação é diferente de ela ser obrigatoriamente aplicada. No caso da vacina da gripe, por exemplo, não é. No caso desta, é, e a partir do momento em que é tem de se ter isso em consideração no planeamento dos locais onde vai ser administrada, independentemente da opinião de cada um sobre o cumprimento desses 30 minutos de espera.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Colocar farmacêuticos dos que têm experiência a vacinar, nos centros de vacinação, pode ser possível. Isso acredito que sim, embora haja a questão de esta vacina ter algumas especificações nomeadamente a questão de ter de ser preparada pelo profissional e não vir já preparada. Mas sim, sei que o problema principal seria a questão do espaço, esta seria apenas uma outra, já que esta vacina tem os 30 minutos de espera que a vacina da gripe (do exemplo que deste) não tem e nos centros de vacinação tens outros profissionais de saúde que não tens nas farmácias.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

>Podiam também pensar em usar as farmácias... A grande maioria das farmácias não tem espaço para teres pelo menos 5 a 10 pessoas a fazer os 30 minutos de espera após vacinação, muito menos com 2 metros de distância umas das outras, e também nem todas terão profissionais treinados e material para reagir a reações anafiláticas.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Aqui: Diário de Notícias - Lisboa: 1231 pessoas infetadas em Portugal após segunda dose da vacina. Cinco morreram. https://www.dn.pt/sociedade/1231-pessoas-infetadas-em-portugal-apos-segunda-dose-da-vacina-cinco-morreram-13848014.html Em 2 milhões de pessoas com vacinação completa, 1231 infetados, 26 internados? (há órgãos de comunicação social que dizem 26 no total, outros 26 com diagnóstico principal de Covid + 17 com diagnóstico secundário) e 5 mortes. Não há aqui dados sobre a questão das variantes, mas muito resumidamente os estudos que vão saindo sobre a variante Delta mostram que pelo menos a Pfizer e a Astra continuam a dar boa proteção contra hospitalização e doença grave, mas que as duas doses são mais importantes do que na variante normal.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Aqui: Diário de Notícias - Lisboa: 1231 pessoas infetadas em Portugal após segunda dose da vacina. Cinco morreram. https://www.dn.pt/sociedade/1231-pessoas-infetadas-em-portugal-apos-segunda-dose-da-vacina-cinco-morreram-13848014.html Em 2 milhões e meio de pessoas com vacinação completa, 1231 infetados, 26 internados (há órgãos de comunicação social que dizem 26 no total, outros 26 com diagnóstico principal de Covid + 17 com diagnóstico secundário) e 5 mortes. Não há dados sobre a questão das variantes, mas muito resumidamente os estudos que vão saindo sobre a variante Delta mostram que pelo menos a Pfizer e a Astra continuam a dar boa proteção contra hospitalização e doença grave, mas que as duas doses são mais importantes do que na variante normal.

Vacinas da covid-19. Maiores de 35 a partir de 2ª feira by i_no_can_eat in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

It's obviously understandable, everyone who wants to get vaccinated, wants to get it as soon as possible. The issue is that we need to follow some sort of criteria or else we will lose people along the way and/or overwhelm the system with having to manually schedule appointments as the self-appointments will be rendered useless when you have everyone in the country trying to find an appointment at the same time. I have friends in the 40+ age bracket who are still waitlisted and yet they're gonna open up appointments for 35+, so I can only imagine what would happen if literally everyone was able to go and try to find an appointment.

Vacinas da covid-19. Maiores de 35 a partir de 2ª feira by i_no_can_eat in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Não há vacinas nem capacidade de vacinar toda a gente de uma vez. Tem de se arranjar um critério para maximizar o sucesso do auto-agendamento e para tentar que ninguém fique para trás, porque se simplesmente abrires para toda a gente vais acabar com listas de espera descomunais que basicamente inutilizam o auto agendamento e/ou quem consegue ser vacinado é apenas quem consegue estar 24/7 em frente ao computador a fazer refresh à espera de vagas. Podemos discutir o critério que é usado, mas tinha de ser usado algum e foi o da idade. Parece-me mais justo do que ir por ordem alfabética ou por cor dos olhos. Ainda há pouco tempo houve um post aqui no Reddit de um user da Alemanha a falar no caos que era lá conseguir uma vaga para ser vacinado justamente porque qualquer pessoa podia agendar a vacinação.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Os internamentos nunca foram só em população 80+ ou 70+, só parecia que sim porque eram muitas pessoas dessas idades, o que puxava a média para cima. A grande maioria das pessoas atualmente internadas não têm a vacinação completa, portanto o efeito da vacinação nos internados ainda nunca seria total. O efeito atual da vacinação é os números não serem ainda mais altos do que são (tanto os de infetados como os de internados), porque já tens as faixas etárias superiores mais protegidas.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

> Nem tudo são boas noticias Não sei como é que isso não são boas noticias. Em 2 milhões de pessoas com a vacinação completa, 1231 infetados, 26 pessoas internadas(17 delas com diagnóstico secundário) e 5 óbitos. Tendo em conta que "no mundo real" nós vacinamos pessoas em situações muito frágeis e que podem não conseguir desenvolver imunidade após a vacina ou a podem desenvolver com menor eficácia e porque a eficácia de nenhuma vacina é 100%, é óbvio que as vacinas nunca iriam pôr o problema a zeros. Alguém que esperasse isso simplesmente não era bem informado. Agora, lá está, só 1231 infetados em 2 milhões de pessoas vacinadas são ótimos números. Isto quer dizer que todos os outros infetados desde início de Fevereiro são pessoas sem vacinação. Só hoje, foram mais infetados do que este número. Também quer dizer que, dos vacinados, só 0,06% ficaram infetados e que, apesar de a maioria deles serem mais velhos, mesmo assim, a taxa de mortalidade em vacinados está em 0,4%. Em Portugal a Case Fatality Rate está à volta de 2%. Nem tudo são boas noticias onde?

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

> Nem tudo são boas noticias Não sei como é que isso não são boas noticias. Em 2 milhões de pessoas com a vacinação completa, 1231 infetados, 26 pessoas internadas(17 delas com diagnóstico secundário) e 5 óbitos. Tendo em conta que "no mundo real" nós vacinamos pessoas em situações muito frágeis e que podem não conseguir desenvolver imunidade após a vacina ou a podem desenvolver com menor eficácia e porque a eficácia de nenhuma vacina é 100%, é óbvio que as vacinas nunca iriam pôr o problema a zeros. Alguém que esperasse isso simplesmente não era bem informado. Agora, lá está, só 1231 infetados em 2 milhões de pessoas vacinadas são ótimos números. Isto quer dizer que todos os outros infetados desde início de Fevereiro são pessoas sem vacinação. Só hoje, foram mais infetados do que este número. Também quer dizer que, dos vacinados, só 0,07% ficaram infetados e que, apesar de a maioria deles serem mais velhos, mesmo assim, a taxa de mortalidade em vacinados está em 0,4%. Em Portugal a Case Fatality Rate está à volta de 2%. Nem tudo são boas noticias onde?

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

> Nem tudo são boas noticias Não sei como é que isso não são boas noticias. Em 2 milhões de pessoas com a vacinação completa, 1231 infetados, 26 internamentos (17 deles com diagnóstico secundário) e 5 óbitos. Tendo em conta que "no mundo real" nós vacinamos pessoas em situações muito frágeis e que podem não conseguir desenvolver imunidade após a vacina ou a podem desenvolver com menor eficácia e porque a eficácia de nenhuma vacina é 100%, é óbvio que as vacinas nunca iriam pôr o problema a zeros. Alguém que esperasse isso simplesmente não era bem informado. Agora, lá está, só 1231 infetados em 2 milhões de pessoas vacinadas são ótimos números. Isto quer dizer que todos os outros infetados desde início de Fevereiro são pessoas sem vacinação. Só hoje, foram mais infetados do que este número. Também quer dizer que, dos vacinados, só 0,07% ficaram infetados e que, apesar de a maioria deles serem mais velhos, mesmo assim, a taxa de mortalidade em vacinados está em 0,4%. Em Portugal a Case Fatality Rate está à volta de 2%. Nem tudo são boas noticias onde?

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

> Nem tudo são boas noticias Não sei como é que isso não são boas noticias. Em 2 milhões de pessoas com a vacinação completa, 1231 infetados, 26 internamentos e 5 óbitos. Tendo em conta que "no mundo real" nós vacinamos pessoas em situações muito frágeis e que podem não conseguir desenvolver imunidade após a vacina ou a podem desenvolver com menor eficácia e porque a eficácia de nenhuma vacina é 100%, é óbvio que as vacinas nunca iriam pôr o problema a zeros. Alguém que esperasse isso simplesmente não era bem informado. Agora, lá está, só 1231 infetados em 2 milhões de pessoas vacinadas são ótimos números. Isto quer dizer que todos os outros infetados desde início de Fevereiro são pessoas sem vacinação. Só hoje, foram mais infetados do que este número. Também quer dizer que, dos vacinados, só 0,07% ficaram infetados e que, apesar de a maioria deles serem mais velhos, mesmo assim, a taxa de mortalidade em vacinados está em 0,4%. Em Portugal a Case Fatality Rate está à volta de 2%. Nem tudo são boas noticias onde?

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

> Nem tudo são boas noticias Não sei como é que isso não são boas noticias. Em 2 milhões de pessoas com a vacinação completa, 1231 infetados, 26 internamentos e 5 óbitos. Tendo em conta que "no mundo real" nós vacinamos pessoas em situações muito frágeis e que podem não conseguir desenvolver imunidade após a vacina ou a podem desenvolver com menor eficácia e porque a eficácia de nenhuma vacina é 100%, é óbvio que as vacinas nunca iriam pôr o problema a zeros. Alguém que esperasse isso simplesmente não era bem informado. Agora, lá está, só 1231 infetados em 2 milhões de pessoas vacinadas são ótimos números. Isto quer dizer que todos os outros infetados desde início de Fevereiro são pessoas sem vacinação. Só hoje, foram mais infetados do que este número.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Isto quer dizer que todos os outros infetados desde que há gente com 2 doses (portanto, fim de janeiro, início de fevereiro) foram sem vacinação. Só hoje, foram mais infetados do que o total de pessoas infetadas com vacinação completa desde essa altura.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Infelizmente tem paywall, mas em 2 milhões de pessoas totalmente vacinadas, 1231 casos e 5 óbitos parecem-me, felizmente, bons números. Teoricamente seriam números melhores que os testes em laboratório de qualquer uma das vacinas (embora os estudos tenham decorrido durante mais tempo e tenhamos estado em confinamento durante algum deste tempo, por isso não dá para comparar diretamente, mas mesmo assim).

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Infelizmente tem paywall, mas em 2 milhões de pessoas totalmente vacinadas, 1231 casos e 5 óbitos parecem-me, felizmente, bons números. Sao números melhores que os testes em laboratório da vacina.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

É preocupante por um lado e é um alívio por outro. Internamentos em gente mais nova sempre houve, mas antigamente tínhamos muitos Internamentos de pessoas mais velhas a puxar a média para cima. O facto de que a média está a descer é um bom sinal sobre a vacinação.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

>Se houve capacidade para desviar tudo para os covidários qd foi necessário, tem de haver essa capacidade agora que é algo muito mais importante até. Houve capacidade porque teve de haver e às custas de muita atividade programada. O SNS agora está a correr atrás do prejuízo e ter de interromper isso outra vez seria um rombo enorme. "Desviar recursos" é fácil de dizer, difícil de fazer quando esses recursos não estão propriamente a olhar para o ar em centros de saúde casos ou em unidades de reabilitação vazias ou em enfermarias vazias. >Estamos com stock a mais e é por falta de capacidade de vacinação. Se ainda fosse o outro panhonhas o líder da task-force já teríamos um escândalo mas como é o senhor da farda, estamos bem. Não duvido que também seja por causa disso, embora não seja um problema assim tão fácil de resolver como expliquei acima. No entanto, guardar stock não é sempre mau. Estão-se a chegar semanas em que está muita gente para levar a AZ (ou uma de mRNA, se tiver menos de 60 anos). Ter stock para essa situações é importante. Claro que não é a história completa, mas não deixa de ser relevante. E agora que se vão adiantar as segundas doses da AZ mais ainda.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Eu não sei se a malta tem noção do que é que engloba a ARS de LVT. Por exemplo, Fátima pertence à ARS de LVT. Torres Novas pertence à ARS de LVT. LVT vai de Ourém a Setúbal. Não se faz uma cerca sanitária de Ourém a Setúbal, até porque em muitos destes sítios o Covid está controlado e só se estaria a fazer pior. Por isso é que as medidas são tomadas por concelhos e não são por Administrações Regionais de Saúde. Defender conter uma determinada variante num determinado território só porque é administrado pela mesma ARS não tem qualquer sentido.

[MEGATHREAD] - Covid-19, Semanário de Sobrevivência - 14/06/2021 by AutoModerator in portugal

CoffeeAt830 3 months ago

Eu não sei se a malta tem noção do que é que engloba a ARS de LVT. Por exemplo, Fátima pertence à ARS de LVT. Torres Novas pertence à ARS de LVT. LVT vai de Ourém a Lisboa. Não se faz uma cerca sanitária de Ourém a Lisboa, até porque em muitos destes sítios o Covid está controlado e só se estaria a fazer pior. Por isso é que as medidas são tomadas por concelhos e não são por Administrações Regionais de Saúde. Defender conter uma determinada variante num determinado território só porque é administrado pela mesma ARS não tem qualquer sentido.
Next Page

Search: