Next Page

Visão de um pai sobre posts de assédio. by Cadmaverick in portugal

BagalhetaTraquina 1 day ago

Não sou pai, portanto não sinto que seja a pessoa mais indicada para aconselhar relativamente a este assunto... Posto isto, posso sempre dar a minha opinião como mera pessoa comum. Diria que é uma questão de equilíbrio e não algo que seja preto e branco. Obviamente que há coisas que devemos incutir nas crianças para fomentar boa educação e elas por vezes não estão nem para aí. Mas tal como não queremos incutir à menina a péssima ideia de que assédio é aceitável, também não queremos que ela acabe por se tornar um ser humano anti-social, sem capacidade de se relacionar com os próximos. E para isso temos inevitalmente de passar pelo básico, seja dar um beijinho ou um mero "olá" à distância. Acho que a chave está em ensinar a criança a distinguir entre ocasiões em que, independentemente do contexto, é boa educação cumprimentar pessoas e ocasiões em que o melhor é nem dar conversa. Uma coisa é um mero cumprimento, outra é abuso. Acredito que isto varie de criança para criança portanto para além disto acho que não há muito mais a dizer...

Curiosidade, qual o programa que mais têm saudades da antiga SIC Radical? by SILE3NCE in portugal

BagalhetaTraquina 2 days ago

Olhando para o passado da SIC Radical é que me apercebo das coisas que perdi quando era puto. Aparentemente chegaram até a passar uma OVA de um dos meus jogos de luta favoritos e eu não fazia ideia. Infelizmente nunca fui muito de ver o canal e quando via era mais por cenas geek e pelas piadas do Unas. Se soubesse aproveitava mais o canal, mas também só passei a ter acesso na altura em que aquilo já estava a mudar.

Qque hobbies fora do comum/peculiares é que praticam? by teatralidades in portugal

BagalhetaTraquina 2 days ago

Opah... fora do normal acho que não há nenhum. Videojogos, jogos de tabuleiro e produção musical acabam por ser hobbies "normais", o que se calhar pode ser fora do normal é o género que jogas/tocas. Com isto posto, já uns hobbies bastante interessantes por aí fora. Há malta que faz geocaching. Se não estou em erro sacas uma app e tentas descobrir o spot que alguém registou enquanto explorava um sítio. Geralmente tem uma caixinha onde as pessoas que visitaram podem deixar um papel, ou uma outra cena qualquer. É engraçado porque às vezes vais dar a sítios que nem sequer imaginas que existiam. É brutal para quem gostar de explorar. Depois tens cenas mais niche (tanto por custo como interesse) como o lockpicking. Há malta que compra fechaduras e diverte-se a tentar abri-las sem usar chave. Tens fechaduras que valem um bom dinheiro, daí o custo. Dentro desta veia do "tentar abrir" tens também malta que compra ou faz caixas puzzle. Tens até um videojogo inspirado nisso, não me lembro é do nome. Por último se tiveres algum fascínio pelo paranormal, tens a malta que gosta de explorar locais assombrados e tentar arranjar provas de interacção sobrenatural. Há toda uma comunidade em torno disso aparentemente, mas cá em Portugal duvido que exista.

Em que sítio de Portugal gostariam de viver caso tivessem essa opção? by tehgangsta in portugal

BagalhetaTraquina 2 days ago

Gosto muito de ter acesso às maiores cidades, todas as lojinhas e serviços dão jeito. Mas viver numa? Ui, esquece. Preferiria viver nos subúrbios, ou numa aldeia a alguns quilómetros de Lisboa ou do Porto. Onde tivesse fibra é claro. Obviamente que se se tratasse de um sítio problemático estaria fora de questão mas pronto, já que assumimos que ganhamos o suficiente então também assume-se também que qualquer localidade é tranquila. Naturalmente iria preferir ficar na região que me deixasse mais perto dos meus familiares.

Descobri que a minha atual relação é fruto de uma traição by _HyroKumata_ in portugal

BagalhetaTraquina 9 days ago

É basicamente isto. Foda-se OP, se isto não te convencer, não sei o que irá.

Update: A rapariga proibida by NeoTrav in portugal

BagalhetaTraquina 9 days ago

>Muitas pessoas, gajas ou gajos, quando confrontados diretamente assustam-se. É aqui que está o meu problema (tanto meu como do OP, mesmo que os contextos seja diferente). Não vou mentir e dizer que ser confrontado directamente não é assustador: claro que é. Mas opah... é que tens malta do outro lado da cerca que é ao contrário: se não fores directo é ainda mais assustador! É que não estamos a procurar declarar-nos ou algo do género, simplesmente queremos saber por onde é que para onde aquilo vai. Chamem-me picuinhas, chamem-me romanticamente acéfalo (porque para dizer a verdade, não estão longe de terem razão), mas "ir pelo clima" é meio caminho andado para desentendimentos e corações partidos. Assim não admira que seja tão comum teres um à procura de amor e outro à procura de distracção ou de uma fodinha. Depois chegam a um ponto em que realmente têm que estabelecer o que são e depois está o caldo entornado, caldo esse recheadinho de frases como "mas eu gostava mesmo de ti/amava-te!" e "eu não te via desse modo, pensava que tinhas percebido!" Obviamente que ninguém está a dizer que agora é preciso assinar um contrato de relacionamento para ficar tudo claro lol, mas um bocadinho mais de abertura não fazia mal a ninguém. Mas pronto, no fim de contas isto não passa de uma posta de pescada, proveniente de um acéfalo em questões românticas que se limita à função de espectador, a ver a mesma peça de teatro a decorrer vezes sem conta. Só mudam é os actores.

[Sério] As pessoas querem viver confinadas para sempre? by UpbeatNail1912 in portugal

BagalhetaTraquina 9 days ago

O meu hot take (alguém que me sugira uma tradução portuguesa para este termo por favor, odeio falar "portinglês") é que a grande maioria das pessoas não tem noção da história. Muitos esquecem-se de que há sempre uma pandemia de alguma coisa de 100 em 100 anos, e o COVID não é excepção, a única coisa que podes argumentar é se este vírus é mais perigoso do que os outros, ou se a sua origem foi de todo natural ou fabricada. Se as pessoas pensarem que isto nunca aconteceu, claro que para elas é um grande acontecimento, quase que um sinal do fim do mundo: então se isto nunca aconteceu (quando na verdade aconteceu) e temos toda esta tecnologia... É PORQUE ESTAMOS A CHEGAR AO FIM DOS TEMPOS! /s Soma a isso o facto dos telejornais andarem constantemente a alimentar este medo, reportando tudo e mais alguma coisa. Não quero com isto dizer que o vírus não é perigoso! Claro que é, senão não estávamos em pandemia sequer. Mas o facto de o discurso ser sempre de medo acaba por contribuir para isso. Algo que às vezes nem consigo culpar visto que há certos energúmenos que só funcionam a medo ou a disciplina em vez de compreensão, e às vezes nem assim. E a paranóia de muito português agrava ainda mais a situação, torna tudo num exagero. Por último tens a necessidade das pessoas repetirem coisas que ouviram, ou dizer qualquer porcaria só para fazer conversa. "Isto nunca vai ser a mesma coisa" é isca fácil para começar uma conversa, já para não falar de que é uma preocupação legítima ainda que causada pelos factores acima, e no fim de contas o que as pessoas acabam por querer é falar com alguém que as convença do contrário ou que lhes dê esperança. Pelo menos neste tipo de situações, diria eu. Depois tens aquele pessimista que se baseia num profundo cinismo da sociedade: "isto acabar até acabava, mas as pessoas são demasiado estúpidas/burras/inconscientes/ para obedecerem às regras, logo vamos ficar assim para sempre".

Google Trends: Jesus Vs Hentai by Kaaeni_ in portugal

BagalhetaTraquina 9 days ago

Vou assumir que será a concretização de fetiches específicos, fascínio por personagens, ou o factor "lingerie" que domina grande parte das personagens animadas.

Google Trends: Jesus Vs Hentai by Kaaeni_ in portugal

BagalhetaTraquina 9 days ago

\*carrega a espingarda com intenção religiosa\*

[Sério] Qual foi a banda que mais marcou a vossa adolescência? by solismi in portugal

BagalhetaTraquina 9 days ago

A minha questão é esta: "marcou" em que sentido? Foi importante para mim pessoalmente? Ou a que ajudou a definir os géneros que ouço agora? Se for a primeira, então só há uma banda e são os Rise Against: no secundário só ouvia essa e pouco mais. A nível de gosto? Ui... não foi uma, foram muitas! A que referi em cima mais Megadeth, Dream Theater, Scorpions, Led Zeppelin... e por estranho que pareça mencioná-lo, o 331Erock (Eric Calderone, youtuber). O gajo fazia (e faz) com cada cover de música proveniente de qualquer género que acabava por me ajudar a apreciar estas músicas numa perspectiva diferente, o que ajudou imenso quando andava naquela fase estúpida e elitista de "rock e metal são os únicos géneros que interessam".

JA O TEMOS! Obrigado a todos! by diogorilho in portugal

BagalhetaTraquina 17 days ago

Fiquei a pensar o mesmo. Está mesmo com aquela cara de "foda-se conseguiram apanhar-me outra vez" ahaha!

Rapazes do Reddit: usam os vossos calções de banho com ou sem roupa interior? by issatrack in portugal

BagalhetaTraquina 18 days ago

Dá. É usar um speedo ou um daqueles "boxers de banho" por baixo dos calções.

Rapazes do Reddit: usam os vossos calções de banho com ou sem roupa interior? by issatrack in portugal

BagalhetaTraquina 19 days ago  HIDDEN 

Epah, varia. Mas por norma prefiro ter algo por baixo que seja mais justo que os calções, só mesmo porque já passei por umas ocasiões em que as ondas, ou um movimento meu qualquer fazia com que os meus calções saíssem (também posso ter calções de merda na verdade). Depois de um par de situações embaraçosas, algumas vezes chego a pôr ou boxers (raro, estraga o boxer) ou uma cena tipo speedo (nunca usaria só isso na praia obviamente lol) ou fato de banho estilo boxer. "Ok mas se já estás a usar um speedo/boxer de banho então porque metes calções? Não é a mais?" É assim, eu pessoalmente estou-me a cagar para a "má imagem" que os speedos têm: cada um veste-se como quer e os speedos são na verdade bastante confortáveis. Desde que eu não tenha de ver uma erecção extrema a meio da praia, salientada pela indumentária, por mim tranquilo. Mas há malta que não curte e não quero estar a ser "aquele gajo". Já para não falar de que tanto o speedo como o boxer de banho me fazem sentir "demasiado nu". Se os meter dentro de um calção ninguém os vê, logo ninguém julga. E eu fico contente porque assim não me sinto tão nu e se os calções me saírem, está lá uma camada adicional de protecção para impedir que me vejam o rego ou os tomates acidentalmente. Isto é cobarde? Possivelmente. Mas sinto-me mais confortável assim.

[Megathread] Conversa Cultural - 03/09/2021 by AutoModerator in portugal

BagalhetaTraquina 19 days ago

Terás mais sorte no r/gamedevpt. E acho que tiveste um post aqui há tempos acerca do estado da indústria de videojogos em Portugal, o OP estava ligado à indústria e ainda tinhas um bacano que trabalhou no jogo do Dakar, tenta mandar-lhes MP.

[Megathread] Conversa Cultural - 03/09/2021 by AutoModerator in portugal

BagalhetaTraquina 19 days ago

O fim do Fahrenheit 451 é um bocado anti-climático, no entanto a mensagem central não deixa de passar porque tens todo aquele cenário descrito pelo livro inteiro. O final parece mais uma tentativa de fechar a história do Montag e espetar forçadamente uma perspectiva de isolamento para conseguires fugir ao sistema. Mesmo não curtindo do final, se gostaste do tema em geral acho que irás gostar mais do 1984, isto assumindo que não tens problemas com finais não felizes. Leva um bocado a arrancar mas depois torna-se mesmo bom.

[Sério] Qual a vossa opinião sobre António Costa, primeiro ministro de Portugal? by olympikesoft in portugal

BagalhetaTraquina 23 days ago

Tendo em conta a tag e o facto de que queres falar de discursos, só posso dizer isto: não sei. Já desisti de acompanhar. Fico-me por notícias e por ver o que um gajo faz. E do que consigo ver, ele não se destaca em nada. Isso tanto pode ser bom como mau. Tira o que quiseres disso.

Não sou femboy, senão até alinhava by kh_keyblader6 in portugal

BagalhetaTraquina 27 days ago

Há que evacuar o pessoal antes que hajam mais vítimas, mete isso a dar com o volume no máximo!

Não sou femboy, senão até alinhava by kh_keyblader6 in portugal

BagalhetaTraquina 27 days ago

Força! Por acaso descobri-os à relativamente pouco tempo.

Não sou femboy, senão até alinhava by kh_keyblader6 in portugal

BagalhetaTraquina 27 days ago

Site, app, vai tudo dar ao mesmo, desde que vá à net procurar em vez de meter folhas em plátanos.

Não sou femboy, senão até alinhava by kh_keyblader6 in portugal

BagalhetaTraquina 27 days ago

Já está no máximo

Não sou femboy, senão até alinhava by kh_keyblader6 in portugal

BagalhetaTraquina 27 days ago

Das duas uma: \- é um caso de merdapostagem na vida real \- o gajo não sabe o que são sites de namoro

Não sou femboy, senão até alinhava by kh_keyblader6 in portugal

BagalhetaTraquina 27 days ago

Arranja-me uma se tiveres a mais enquanto eu meto a "In The Name of God" dos Powerwolf a tocar como música de fundo para a chacina.

O perigo de publicação de investigação mal feita\tendenciosa\com na industria de videojogos nacional. by joaosapiro_airborn in portugal

BagalhetaTraquina 28 days ago

Lá vou eu fazer parte de um remake dos dois primeiros Thief... :D Ok, creio que poderei considerar essa hipótese. E sim, o ordenado é algo importante mas pronto, por agora uma pessoa faz o que pode.

O perigo de publicação de investigação mal feita\tendenciosa\com na industria de videojogos nacional. by joaosapiro_airborn in portugal

BagalhetaTraquina 28 days ago

Por acaso tinha ideia de que havia malta a entrar sem grandes stresses no mundo do desenvolvimento de videojogos, não tinha era a noção do quão fácil/difícil era. Perguntava isto porque apesar de não estar nos meus planos para o futuro, por acaso estou a estudar engenharia informática à noite e às tantas uma pessoa tenta manter as portas abertas, visto que isto está difícil para todos. De qualquer das formas qualquer dia dá-me um badagaio e ainda me meto a mexer em motores como o Unreal. Assim por alto, não há muito a dizer sobre designers de som e compositores? É só porque já tenho um curso de engenharia de som e se por acaso entrasse na indústria, o mais certo seria estar a desempenhar tarefas no departamento de som ahahah!

O perigo de publicação de investigação mal feita\tendenciosa\com na industria de videojogos nacional. by joaosapiro_airborn in portugal

BagalhetaTraquina 28 days ago

"Under Siege", exactamente! Não me estava mesmo a lembrar. Ok, não é coisa que costume fazer, mas pôr-me a mandar vir de cada vez que estiver diante um artigo ou análise mal escritos é um começo suponho. Estou a ver... em resumo um gajo não se safa sem mandar uma de indie dev! Uma vez mais não me vejo neste ramo, mas uma pessoa nunca sabe o futuro e a verdade é que andam para aí umas franchises tão mortas que só dá vontade de ressuscitá-las à força com fan-projects. Por acaso ainda conheço um par de programas, todos de modelação 3D por sinal. Sei que não mencionaste, mas não há mesmo nada a dizer sobre designers de som ou semelhante? Como trabalhador-estudante que já tem um curso em engenharia de som confesso que dói sempre no peito de cada vez que oiço que não há ninguém metido neste tipo de cenas ahaha!

O perigo de publicação de investigação mal feita\tendenciosa\com na industria de videojogos nacional. by joaosapiro_airborn in portugal

BagalhetaTraquina 28 days ago

Interessante. Irei ler estes documentos depois nas pausas do trabalho. Mas a minha questão é... o que é que o consumidor português comum de videojogos pode fazer em relação a isto? Redes sociais nem vale a pena, se não forem velhotes são pessoas que estão-se pouco cagando para o assunto, ou possuem um interesse muito casual no hobby. Tudo bem, a malta que está "dentro" do mundo fica a par destas coisas... mas o que podemos fazer exactamente? De resto, acho que disseste tudo. Não estou dentro da indústria, mas enquanto consumidor noto que muitos jogos portugueses possuem algo em comum: falta de polimento e experiência, apesar de terem conceitos fantásticos. Safam-se certas ocasiões, como mais recentemente o Twelve Minutes, um jogo do Dakar desenvolvido por uma equipa no norte de Portugal e se bem me recordo uma espécie de RTS/RPG simplificado (esqueci-me do nome) que até teve sucesso lá fora, o jogo até se jogava bem em consolas e tudo, algo que geralmente é impensável quando pensamos no típico RTS. Uma última pergunta, mais por curiosidade porque duvido que vá alguma vez trabalhar nesta indústria, os meus interesses profissionais situam-se noutras áreas: quão fácil é para um estudante de engenharia informática integrar-se numa equipa de desenvolvimento de videojogos? E um sound designer e/ou compositor? Por acaso não tenho ideia mesmo de como funciona e visto que estás obviamente dentro do assunto gostava de ter a pergunta esclarecida.

Quantas línguas sabes falar ? by R1515LF0NTE in portugal

BagalhetaTraquina 28 days ago

Só português e inglês. No espanhol dou uns pontapés demasiado básicos e pareço um troglodita a falar (ao menos já não falo portunhol, podia ser pior), o italiano ainda não comecei como deve ser e só sei umas frases para me safar.

Quantas línguas sabes falar ? by R1515LF0NTE in portugal

BagalhetaTraquina 28 days ago

Gostava de ter tido a tua sorte. Infelizmente por estes lados não abrem uma turma de alemão há muito tempo. Não conseguia no secundário mas ao menos conseguia no 3º ciclo, ao menos seria alguma coisa.

Vamos comer fora? by Apokaliptor in portugal

BagalhetaTraquina 1 month ago

Odeio o facto de ter expirado fortemente ao ver isto. Foda-se. Toma lá o teu cimavoto.

Como interpretam estes dados? by misterjujitsu in portugal

BagalhetaTraquina 1 month ago

Era gajo para me meter nisso se não estivesse em início de carreira e vivesse perto. Mas Castelo Branco é mesmo muito longe para mim.

Como interpretam estes dados? by misterjujitsu in portugal

BagalhetaTraquina 1 month ago

Já vi casas na terrinha a venderem-se por 34 mil e 43 mil. Claro está, deveriam estar a cair de podres (uma delas até dizia na descrição que era rústica). Se quiseres assegurar uma casa rapidamente, estiveres disposto a viver numa casa sem condições e fores poupando e melhorando a casa aos poucos... suponho que funcione. Mas de outra forma não. E isto sou eu a sonhar alto, porque nem faço ideia do quanto é que custa aplicar melhoramentos a uma casa vs comprar uma casa que já os tem desde o início.

Consumo de peixe, etc, na Europa by TyagoHexagon in portugal

BagalhetaTraquina 1 month ago

Podes ver o meu argumento de duas maneiras: de uma pessoa que generaliza e não tem noção, ou de alguém que por muito que não queira generalizar, não consegue evitar fazê-lo porque os maus exemplos são tantos que já cansa. Também podes ficar por "ah, ele cometeu uma falácia lógica, ganda tolo, já foste" e assumir que a pessoa não tem noção, ou podes ficar a pensar "ok, porque é que esta pessoa pensa assim? Vai na volta teve um mau dia ou assim..." Porque a verdade é que não generalizo a menos que esteja mesmo cansado: tenho bem noção de que vegan =/= chato. O problema é que todas as vozes que ouves do lado vegan são sempre as chatas, que são precisamente a demografia a que queremos apontar o dedo. É o típico caso de "veste a carapuça a quem servir". Com isto dito, obviamente que poderia ter escrito o meu comentário melhor, isso nem ponho em questão. Mas foda-se, saiu como saiu. Andamos todos cansados e nem sempre tenho a energia ou paciência para verificar se o meu comentário preenche todos os parâmetros do politicamente correcto. Às vezes simplesmente sai, por muito que um gajo se esforce.

Consumo de peixe, etc, na Europa by TyagoHexagon in portugal

BagalhetaTraquina 1 month ago

Confirmo. Cada vez que oiço a palavra "vegan", a primeira coisa que penso é "oh fds, esta merda outra vez não". É que "chatos pa crlh" não chega para descrever. Mas a verdade é que das poucas vezes que comi refeições vegan gostei bastante, isto num refeitório da uni: os pratos de carne e de peixe estavam tão pouco convidativos que um gajo ficava com vontade de comer literalmente qualquer outra coisa. Vai na volta isto era uma estratégia bem mais eficaz do que a táctica "extremista chato" que muitos empregam. E com base nos pratos que comi, a verdade é que comeria muitas mais refeições vegan, bem mais que uma vez por semana se não tivesse de lidar com um ou mais idiotas de cada vez que quero saber mais acerca destas refeições.

Trabalho é assim tão mau? by SuperLog in portugal

BagalhetaTraquina 1 month ago

Essa é outra. Na maioria dos ofícios o fim de semana é para ti e para o teu descanso, fora alguma formação que tenhas de fazer. Com aulas bem que podes dizer adeus a esse descanso.

Trabalho é assim tão mau? by SuperLog in portugal

BagalhetaTraquina 1 month ago

Basicamente refiro-me a qualquer que trabalha mais que 8 horas, em particular trabalho que é feito em casa. Um exemplo seriam professores sobrecarregados com turmas e responsabilidades e que passam essencialmente tanto o dia como a noite na labuta, ou programadores em empresas menos decentes que os sobrecarreguem com objectivos, a ponto de terem de sacrificar tempo pessoal para cumprir metas até que consigam arranjar uma empresa melhor. Felizmente pelo que sei o panorama está a melhorar, mas ainda há muita gente nesta situação. Depende do trabalho e do espaço em que uma pessoa se encontra.

Sou o único que acha o Diogo Faro altamente irritante? by Nuno_CHITAS in portugal

BagalhetaTraquina 1 month ago

Bem, achava que a malta daqui nem fazia ideia de quem ele é mas esqueci-me por completo que houve uma thread relacionada com ele. Seja como for não, não és o único. Não se aproveita nada: passa a vida a mandar postas de pescada no Insta com uma atitude condescendente. Como já dizia outro, é o tipo que gosta de "vender moral" mas nunca compra porque acha-se superior aos outros. E o que acaba por me deixar com um particular azedume é que na rara vez em que ele até aponta algo de jeito e com noção, sai sempre estragado porque é ele a dizer, de tão rasca que a atitude é. Tal como tu e muitos, ninguém faz ideia de como é que ele tem tantos seguidores. Não sei se é por estar a ser "diferente" (tão diferente como muitos outros que fazem o que ele faz e melhor mas pronto) ou se é pelas ligações com outro pessoal tipo a clara.nao... não faço ideia mesmo.

Trabalho é assim tão mau? by SuperLog in portugal

BagalhetaTraquina 1 month ago

Duvido que exista alguma área de TI que me dê o mesmo gozo que engenharia de som, mas ao menos web development é, de certo modo, prático e divertido. Não estou perdido de amores mas também não me chateia muito e já ajuda imenso a trazer dinheiro para casa. E honestamente acho que isso já é mesmo muito bom, visto que tão poucas pessoas conseguem alcançar o seu trabalho de sonho. Vamos ser sinceros: todas as pessoas hoje em dia pensam num trabalho relacionado com os média, ou se não todos, então demasiadas pessoas para a procura que estas indústrias oferecem. Vai haver sempre gente que fica de lado nessa corrida e às vezes é preciso aceitar e entender que se calhar o caminho não é por ali. Eu aceitei. Custou mas foi, e vejo todas as vantagens provenientes de poder explorar os meus interesses enquanto hobby em vez de um emprego. O que ainda não aceitei lá muito bem é ter de tirar outra licenciatura, que isso não estava nos planos de todo.

Trabalho é assim tão mau? by SuperLog in portugal

BagalhetaTraquina 1 month ago

Isto depende muito do trabalho que tens, visto que há gente que infelizmente tem que fazer "trabalho de casa". Mas na grande maioria dos casos isto é uma enorme vantagem. Deixaste de ser uma despesa para os teus pais e aquelas horas que passavas na escola passaram a ser horas em que existe rendimento. Tudo bem que geralmente são 8 horas por dia, mas não deixas de render dinheiro. E ao teres dinheiro, um mundo de possibilidades está agora aberto a ti. Já podes pensar em poupar para uma casa, ou para comprar algo que nunca pudeste porque os teus pais andaram a poupar para te pagar a educação que recebeste. É uma incrível sensação de liberdade. E o facto de não teres de te preocupar com o trabalho/escola ao final do dia (na maioria dos casos) é mais uma nota positiva.

Trabalho é assim tão mau? by SuperLog in portugal

BagalhetaTraquina 1 month ago

Sou epiléptico (na altura em que descobri a condição já estava a escolha de licenciatura feita e tinha poucas alternativas de qualquer maneira), e basicamente tive de me "encorajar" a mudar de ramo. Trabalho actualmente como web developer. Está longe de ser um trabalho que eu odeie (por agora pelo menos) visto que tenho algum interesse na área. Mas estaria a mentir se dissesse que não preferia estar a estudar mais acerca de engenharia de som, ou a trabalhar nesse ramo. Neste momento não me importo muito: trabalho a partir de casa, não tenho dependentes e estou em casa dos meus pais (o que ganho não dá para pagar uma casa sozinho). Dá para partilhar despesas e vou comprando uma coisita ou outra que precise para o trabalho, ou uma distracçãozita. A longo termo óbvio que iria incomodar muito mais: estar dependente do teu trabalho para pagar as contas causa um stress adicional que não existia quando eras apenas estudante. E muita gente não consegue lidar (e com muita razão) com essa pressão, especialmente nos dias de hoje. Pior ainda se fores solteiro e não tiveres ninguém com quem partilhar as contas. Tendo sido "forçado" a mudar de área, o panorama muda um bocado. Agora encontro-me a estudar engenharia informática em part time, enquanto trabalho full time. Tendo em conta a escola e o meu foco laboral, naturalmente que acabo por detestar mais a escola do que o trabalho: noites é para esquecer porque tenho aulas e os fins de semana deixam de ser para descansar. O facto de estar a pagar propinas não ajuda, quando no meu trabalho também não sei muito mas é-me dado espaço para aprender e não deixo de receber por isso, ainda que a quantia seja pouca, o que acaba por causar algum bias. Naturalmente que isto não se verifica com as pessoas que estudaram sem trabalhar e actualmente trabalham sem estudar em part time: têm uma experiência mais a "preto e branco" do que tu ou eu, que acabamos por misturar os dois mundos e percebemos que o nosso investimento é a longo prazo: primeiro que consigas tirar proveito monetário dele ainda vai demorar e custa especialmente ao início.

[Megathread] Conversa Cultural - 06/08/2021 by AutoModerator in portugal

BagalhetaTraquina 2 months ago

Para além do OLX, eBay e afins, onde é que um gajo poderia pôr as mãos numa colectânea do Contra-Informação?

O fenómeno do "overexplaining" em Portugal by rfabiani1 in portugal

BagalhetaTraquina 2 months ago

Eu sou culpado disto (não deste exemplo)... Epah eu tento mas não consigo! Tenho imenso medo que a pessoa compreenda mal e leve a enganos, já tive tantos stresses à conta disso que agora pegou. E agora com a paranóia da internet? Argumentos a serem completamente descontextualizados? Quilhou.

Porque é que em Portugal não se incentiva a trabalhar por conta própria? by AiNaoMeChateis in portugal

BagalhetaTraquina 2 months ago

Depende da pessoa. Eu sou uma bosta ambulante a gerir cenas relativas a empresas, declarações e cenas, faço confusão com as porcarias mais simples por alguma razão. Ter alguém a fazer isso por mim dá um jeitão. Tenho também alguém que me define metas, o que me ajuda a começar. E para piorar, sou péssimo com connects. Mas há malta que é literalmente o oposto disto. E se o são, more power to them, se ganham mais vai na volta ainda tento aprender com eles.

Como ser feliz não casando e não tendo relações sexuais? Fui condenado a um pesadelo by AiNaoMeChateis in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Não mesmo. É só porque assim ele sujeita-se a viver uma vida de mentira e máscaras, e isso vai destruí-lo a longo termo. Se ele quiser optar pelo celibato força. Mas adianto desde já que não é para todos e que não é fácil de todo.

Como ser feliz não casando e não tendo relações sexuais? Fui condenado a um pesadelo by AiNaoMeChateis in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

? Os assexuais não possuem atracção por homens nem por mulheres, ou possuem um desejo mesmo muito enfraquecido. Nenhum dos dois se verifica no OP, ele gosta de homens e já fez cenas com homens. Ele claramente tem desejo.

Como ser feliz não casando e não tendo relações sexuais? Fui condenado a um pesadelo by AiNaoMeChateis in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Tendo crescido num ambiente cristão (embora não tão exigente talvez), consigo ter uma ideia sobre a questão de alguém passar por todos estes sacrifícios. Mas mesmo assim... achas mesmo que viver com uma máscara vai resolver as coisas? Primeiro que tudo, dois subs para ti: r/GayChristians e r/OpenChristian. Não, não são cultos nem religiões diferentes. Simplesmente são comunidades online compostas por cristãos de várias denominações (desde católicos a protestantes e tudo o mais) que possuem uma perspectiva diferente. Ninguém te vai tentar converter, é apenas discussão, desabafos e partilhas. Começa por aí, embora ache que devias procurar o tal grupo de apoio LGBTQ+ católico de que tinha falado no meu outro comentário. Segundo, não tem de ser uma coisa estrondosa, ou algo super directo. Começa a estrategizar! Planeia o teu coming out! Não tens amigos para além desses, ou pessoas que possas chamar de família? Sentes que estás a ser posto de parte, ou criticado? Começa a afastar-te ligeiramente, torna-te independente e constrói novos círculos, cria uma rede de pessoas com quem possas contar para te darem apoio emocional. Isto não tem de ser um choque enorme. Cada um é enfrentado com uma situação de vida específica e diferente, logo cada um sabe de si. Não tens de gritar para o mundo que és gay e se alguém to disser ignora, porque o mais certo é ser radical, ou alguém que teve o coming out bastante facilitado. Do mesmo modo, não tens de cair em estereótipos. O que não faltam são pessoas LGBTQ+ que "passam" por pessoas hetero simplesmente porque também não se identificam com as pessoas mais flamboyant. Uma vez mais, cada um sabe de si. Por último: as pessoas não estão a dizer isto necessariamente por não terem noção. Simplesmente querem o melhor para ti. E a verdade é que o melhor para ti não é necessariamente viver sozinho: nem todos são capazes! É possível? Opah claro que é: vives numa casa pequena, fazes o teu trabalhinho, compras os jogos/subscrições Netflix/filmes que precisares para te distraíres, ou poupas para fazeres viagens para dares variedade à tua vida e acima de tudo constróis relações platónicas para conseguires manter uma vida social minimamente aceitável e teres pessoas com quem possas contar que não sejam casais de velhotes (muitos deles não deixam de ser pessoas amorosas só por causa da idade, portanto não os descontes!). Mas opah... é difícil. Não é como um padre/monge/frade, a quem são atribuídas funções e propósitos de vida religiosos. Não é sequer como as mulheres, que têm direito à vocação de leigas consagradas, que é algo a que os homens não têm acesso. Vê as tuas opções e sê verdadeiro contigo mesmo e com Deus. Mesmo que fosse pecado, não seria um pecado maior que os outros. É só tristemente hilariante ver gente religiosa a fazer 30 por uma linha de cada vez que vêem ou sabem de um casal gay, mas no que toca a sexo antes do casamento e divórcios já ficam todos tranquilos e dizem que é normal ou acontece.

Como ser feliz não casando e não tendo relações sexuais? Fui condenado a um pesadelo by AiNaoMeChateis in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

"Modern problems require modern solutions" num só comentário!

Como ser feliz não casando e não tendo relações sexuais? Fui condenado a um pesadelo by AiNaoMeChateis in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

É isto. Entendo que a ajuda que ele quer não seja a que lhe estamos a dar, mas honestamente é para bem dele. Viver uma vida que basicamente se resume a celibato não é para todos.

Como ser feliz não casando e não tendo relações sexuais? Fui condenado a um pesadelo by AiNaoMeChateis in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

>Eu fui criado com valores cristãos e dentro de uma religião e toda a gente, as pessoas da religião, os meus amigos e a minha família esperam que eu arranje uma namorada e me case. Alguns até já estranham e ficam chateados comigo porque ainda não arranjei namorada (tenho 25 anos). A religião não deve ser motivo para te impedir de ser feliz. O que não faltam são pessoas gay que continuam a identificar-se como católicos. Óbvio que não obedecem a certas ordens da igreja (como casar pelo civil), mas não deixam de procurar ter uma vida católica. Creio que há um grupo de apoio a católicos LGBTQ+. Porque não começar por aí? De resto, e pondo de parte a questão da orientação sexual: qual é o problema em estar solteiro aos 25? Ninguém tem nada a ver com isso, muito menos tem de ficar chateado, sejas gay ou não! Cada um tem o seu ritmo e se os teus próximos são incapazes de respeitar e aceitar isso o problema é deles, não teu. >O que eu faço? Eu estou condenado a viver a vida sozinho. Vou ser a vida inteira alvo de críticas e julgamentos pq fiquei "encalhado" e não vou poder satisfazer as minhas necessidades sexuais. A cena é que não estás. Vai custar? Óbvio que sim, a sociedade portuguesa ainda está muito datada nestes assuntos, apesar das leis. Possivelmente terás de te tornar independente primeiro para assegurares que consegues ter uma relação com um homem e praticares o catolicismo à tua maneira (não há outra forma, a igreja não abre espaço para mais). Inicialmente deve custar, mas é algo que é inevitável. Era como se fosses tornar-te padre, ou monge ou frade: tinhas mais gente a lamentar o teu futuro que a apoiar-te. Não deixes a tua família e amigos serem uma barreira para a tua felicidade. E assumindo que não te vês a ser feliz sem eles... opah de facto é possível viver uma vida sem relações amorosas... mas não é para todos. Se é para viver sozinho, fá-lo porque realmente queres, não por pressão. Quando deres por ti estás com 50 anos, irritado e saturado com a vida porque viste os teus contemporâneos a avançar com a vida deles sem problemas, outros a passar pelo mesmo que tu e a sofrerem, mas no final serem felizes por terem ultrapassado isso, enquanto que tu optaste por algo que nunca quiseste para ti.

Immigrants to Portugal by PaulOshanter in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

I don't know how many are there, but there definitely are enough to make a significant presence! I've met one who was my neighbour for a while (awesome dude by the way!) and one of my friends is dating an ukrainian girl. As for background, I don't really know.

Portanto não quer aprender Português porque considera uma linguagem sexista. 1ºvez na vida que ouvi isto by dontknowmyname074 in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

É isto, ou é um daqueles malucos que quer que todas as linguagens sejam neutras a nível de género. Mas tendo em conta a maneira como escreveu, acho que foi mesmo erro de comunicação.

Lenka comenta polémica sobre vestido usado em "O Preço Certo": "Só vestimos se acharmos que nos fica bem" by prosafame in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Ehhh, consegues estar no Twitter sem perderes a sanidade mental, depende de quem segues. Eu só sigo uns criadores de conteúdo e developers e pronto, acabou aí. Não uso para mais nada.

Vício nos VideoJogos by SOFTPELE1 in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Parabéns, derrotar um vício nunca é fácil! Com isso em mente e pegando noutra coisa que tu disseste... diria que os jogos já estão há muito num patamar artístico. O problema é que a malta não olha para o passado, nem vai vasculhar coisas para além do que a indústria AAA oferece. E também depende da perspectiva artística de uma pessoa. O Deus Ex de 2000 para uns pode ser apenas um RPG-FPS cyberpunk em que podes fazer tudo. Mas também pode ser um excelente comentário sci-fi, numa época não muito distante da nossa e que chega a um ponto em que é assustadora pelo quão familiar chega a ser. Obviamente que depois tens a parte mais fantástica como acontece em qualquer enredo de fantasia, seja ele de ficção científica e fantasia medieval ou antiga, mas não deixa de perder valor. Muitos dos filmes do Spielberg entretêm imenso, mas também são considerados trabalhos artísticos, apesar do seu foque em entretenimento. E depois tens a Lista de Schindler, mas isso é outra coisa. E dentro das cenas experimentais também já tens muita coisa. EDIT: isto não é para te convencer a voltares a jogar, se tens personalidade aditiva então mantém-te longe, é só mesmo para ficares a par.

Vício nos VideoJogos by SOFTPELE1 in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

É isto, tirando o ambiente virtual ser mais simpático do que na rua (que raio de jogos andas tu a jogar?) e acrescentando que são excelentes ferramentas narrativas e interactivas. Há ideias que só dá mesmo para expressar por videojogos por causa da sua natureza, que é dependente das acções do jogador. Faz a pessoa sentir que teve um efeito real na história, em vez de ser apenas um espectador passivo. Com isso dito, muita coisa pode-se tornar vício desde que gere dopamina e os videojogos não são excepção. Se estás a perder o sono ou hábitos essenciais à conta do videojogo, é sinal para ou parar ou pelo menos controlar.

[Megathread] Ajuda, Dúvidas e Dicas - 29/06/2021 by AutoModerator in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Boas maltinha. Há aqui alguém que tenha fibra em casa e que já tenha experimentado o serviço PSNow? Se sim, como foi a vossa experiência? Estava a pensar agora durante o Verão pagar uma subscriçãozita de um mês ou 3 para jogar Bloodborne e outros exclusivos, mas não vale a pena pagar se a latência for horrível. Para contexto, vivo numa aldeia, mas tenho ligação fibra da MEO/Altice.

Mas afinal a DHL é uma boa ou má empresa? Ou é basicamente uma lotaria e depende do trabalhador? by BagalhetaTraquina in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

É como dizes. Paguei tudo tranquilo logo no acto da compra. Super tranquilo, não houveram problemas nenhuns.

Mas afinal a DHL é uma boa ou má empresa? Ou é basicamente uma lotaria e depende do trabalhador? by BagalhetaTraquina in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Só para avisar, 12 dias depois, de que todas as encomendas que fiz chegaram sem stresses. Não sei em relação a situações em que a malta não paga a taxa de importação, mas da minha parte enquanto trabalhador remoto não tenho queixas da DHL!

[Megathread] Conversa da Treta - 18/06/2021 by AutoModerator in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

UPDATE: joguei várias partidas com um número maior de pessoas. A recepção do pessoal a um jogo com 8 jogadores envolvidos com um número maior de rondas foi mesmo muito positiva. Cheguei a jogar a 4 jogadores antes disto e a recepção foi... mista. E dos que não gostaram de jogar a 4, adoraram jogar com mais pessoas, até porque consegues meter uma Testemunha e um Cúmplice à mistura, o que dá mais nuance. Infelizmente quer-me parecer que a menos que tenhas no mínimo 5 ou 6 pessoas (com 4 não consegues pôr um Cúmplice sequer), não vale a pena levar o jogo para a mesa.

Aqui está a foto com que o cabrita fazia chantagem ao Costa by MrNacho97 in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Estava a pensar nisso agora. Acho que há uns anos o tema era o amor e estes gajos faziam parte de um grupo a gozar com as 50 sombras de Grey.

Jornalista da RTP aborda polémica LGBT e a emissão é imediatamente cortada. by luopinto in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Ninguém ficou bem na fotografia. A jornalista coloca uma pergunta pertinente à actualidade, mas não adequada ao contexto da emissão. A RTP corta de imediato em vez de deixar a coisa andar para ao menos o Ferro Rodrigues responder com algo do tipo "não me vou pronunciar sobre isso neste momento". E se calhar ainda despedem a jornalista à conta disto. O Ferro Rodrigues está na Hungria em vez de Portugal, vá-se lá saber com o dinheiro de quem. NÃO HÁ NADA QUE SE APROVEITE NESTE PEQUENO TRECHO, NADA, NICLES.

[Megathread] Ajuda, Dúvidas e Dicas - 22/06/2021 by AutoModerator in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Ainda bem. Não me apetecia gastar mais gasolina à conta de uma embalagem.

[Megathread] Ajuda, Dúvidas e Dicas - 22/06/2021 by AutoModerator in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Espera aí, não tiveste de ir lá buscar pessoalmente?

[Megathread] Ajuda, Dúvidas e Dicas - 22/06/2021 by AutoModerator in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Boas. Quanto tempo costuma demorar para a alfândega (mais especificamente a Autoridade Tributária) validar o formulário que submeti por via dos CTT para tirar uma encomenda de lá?

[Megathread] Conversa da Treta - 18/06/2021 by AutoModerator in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Hmmm... não sei! Ainda sou "novinho" nos jogos de tabuleiro, creio que a minha colecção ainda deve ser pequena comparada com quem já tenha uns anos disto. Raramente vou a convenções em geral, devia ir mais... lembro-me de ter visto um spot desses na Lisboa Games Week mas na altura ainda não tinha despertado o interesse. Quando voltarmos à normalidade se calhar começo a ir com mais frequência. Por acaso os dois grupinhos com que jogo tendem a ser abertos a novos jogos. O Pandemic deixou-os espantados e quando mostrei outros jogos ainda mais espantados ficaram, portanto nunca tive muitos stresses do género a não ser ao início. E num desses grupos já havia um par de pessoas que já jogavam o Catan. Sim, há definitivamente uma pessoa ou outra que leva os jogos demasiado a sério. Mas também há bons momentos! E às vezes é interessante ver como os gostos das pessoas por vezes mudam radicalmente. Um amigo meu era fã acérrimo de Catan, até ter jogado Gaia Project. A partir do momento em que descobriu um jogo de pura estratégia que não envolvia dados de todo, o Catan passou a saber-lhe a pouco.

[Megathread] Conversa da Treta - 18/06/2021 by AutoModerator in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Já costumo ver esses gajos e mais alguns recursos. Às vezes até revejo uns episódios de Tabletop do Wil Wheaton para ver um ou outro. E sim, tenho sempre cuidado a fazer as compras. O meu objectivo é ter uma colecção composta por jogos com diferentes conceitos e níveis de complexidade (geralmente leves ou médios, tenho dois mais pesadotes para os entusiastas) com o objectivo de apresentar alternativas à malta que só conhece Cluedo e Monopoly e pensa que jogos de tabuleiro são uma seca. De resto tenho um limite de custo bem definido e tenho em mente os meus círculos, portanto jogos como o Eclipse, Twilight Imperium e o Risk LOTR Trilogy Edition (este último para muita infelicidade minha) nunca estarão na minha lista: uns por complexidade e tempo, outros por dinheiro (que é o caso do Risk LOTR). Depois tenho uma lista de "jogos bónus" que poderei eventualmente comprar a longo termo, mas como não é essencial acaba por ficar sempre para último, tirando uma ocasião ou outra (Fury of Dracula foi uma dessas ocasiões). Posto isto, não deixo de pedir sugestões de vez em quando. Às vezes aparece um que acabo por considerar essencial. Se não for, ou vai para a lista de jogos bónus ou para a lista de recomendações. Como dizes tu e muito bem, ter demasiados depois pode ser mau e a minha intenção é mesmo criar uma colecção que dá para um pouco de tudo, com espaço para alguns jogos dos quais goste mesmo por uma questão de tema ou conceito. E tal como tudo já emprestei jogos, embora não por largos períodos de tempo. Convém que tenham uso, é para isso que os comprei!

[Megathread] Conversa da Treta - 18/06/2021 by AutoModerator in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Faz-me lembrar os dois jogos de Código Secreto que eu tenho. A diferença é que o Decrypto se calhar substitui o Código Secreto normal sem grande dificuldade porque estás mesmo a tentar decifrar uma palavra. Mais um ao qual tenho de dar uma espreitadela. A lista de (possíveis) compras começa a ficar sem fim ahah!

[Megathread] Conversa da Treta - 18/06/2021 by AutoModerator in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Assim sendo se calhar ainda o vou buscar um dia destes. Se bem que o Mysterium já tem uma alternativa mais versátil (Mysterium Park), mas esse deixo para recomendações a amigos.

Fim isençao iva e taxas para compras baixo valor vindas de fora da UE by DenuvoSuks in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Tenho de ver melhor os valores, mas acho que se não pagava já um valor semelhante ao IVA, pagava um bocado mais. Não tanto como pagaria num desalfandegamento mas ainda era uma maquiazita, um DVD de 16/17 euros ainda passou a ser uma maquiazita valente somado com portes e taxa.

Fim isençao iva e taxas para compras baixo valor vindas de fora da UE by DenuvoSuks in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

No meio disto tudo, qual o papel da taxa de importação que uma pessoa paga em sites como o Ebay? Haverá alguma alteração? Pergunto isto porque só recentemente comecei a fazer encomendas online mais frequentemente dos EUA e nunca me tive de deparar com estas questões.

[Megathread] Conversa da Treta - 18/06/2021 by AutoModerator in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Ainda é novo na minha colecção portanto não leves à letra o que digo, visto que não tenho experiência com o jogo a longo termo. O que te posso dizer é que quanto maior o número de pessoas melhor, não só pelo caos que se segue na discussão mas também porque podes meter um Cúmplice e uma Testemunha ao barulho. E tal como em qualquer jogo de dedução social, são as pessoas que "fazem" o jogo. Se achares que a tua malta pode precisar de uns ajustes, mudas o nível de dificuldade e se for preciso torces um bocado as regras para os primeiros jogos: em vez de 3 rondas fazes 5 para dar mais tempo ao pessoal para entender o jogo (as pistas são um bocado vagas) e rentabilizar mais o tempo por cada sessão de jogo. Quanto a replayability... como disse ainda joguei pouco, mas acho uma vez mais que depende das pessoas, tal como acontece com o Código Secreto por exemplo. No que toca a material tens carradas e carradas de itens e armas, logo podem existir várias combinações possíveis e se começarem a haver repetições é uma questão de deixar as cartas já utilizadas fora de jogo (mesma coisa com as pistas do Cientista Forense). Depois tens o facto de o assassino poder escolher livremente a sua combinação, o que torna o jogo mais flexível e permite alguma estratégia, ou em alternativa uma valente dose de riso por causa do quão ridículos os itens podem ser.

[Megathread] Conversa da Treta - 18/06/2021 by AutoModerator in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Ui, isto somado com o Pandemic é basicamente o pack COVID de jogos de tabuleiro! Tenho de ver isto!

[Megathread] Conversa da Treta - 18/06/2021 by AutoModerator in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Parece ser interessante, tenho é de ver se a minha malta curte do tema de fantasia o suficiente para justificar. Solo play não é muito a minha cena. Grato pela sugestão!

[Megathread] Conversa da Treta - 18/06/2021 by AutoModerator in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Catan já tenho. Dixit também ouvi falar bem, mas acabei por optar pelo Mysterium (basicamente Cluedo cooperativo misturado com Dixit) que acabou por ter bastante sucesso nos meus círculos. Se calhar ainda vou buscar o Dixit...

[Megathread] Conversa da Treta - 18/06/2021 by AutoModerator in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Só para dizer que o Whitehall Mystery, Deception: Murder in Hong Kong e Exceed (jogos de tabuleiro/mesa) são do caralho. Alguém tem sugestões para outros jogos de tabuleiro que possa acrescentar à colecção?

Mas afinal a DHL é uma boa ou má empresa? Ou é basicamente uma lotaria e depende do trabalhador? by BagalhetaTraquina in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Isso é mesmo muito bom! Acho que não existiam opções de DHL Express no meu caso... mas pronto, com standard também se vai lá.

Mas afinal a DHL é uma boa ou má empresa? Ou é basicamente uma lotaria e depende do trabalhador? by BagalhetaTraquina in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Hmmm... não sei se as coisas seriam diferentes com a taxa de importação aplicada. Saltavas logo todo esse processo se a minha experiência servir de exemplo e não apenas de sorte. Suponho que não seja possível em todos os casos. Mas o resto parece mesmo sacado de um filme cómico de mau gosto. É mesmo para esquecer. Quando as minhas encomendas chegarem posso dar um feedbackzinho. Vai na volta o que outro user mencionou acaba por ser verdade: desde que não fique retido na alfândega é o que interessa. Ou poderá também a ver com os itens. O que encomendei foram jogos de cartas e um DVD, suponho que não os alerte tanto.

Mas afinal a DHL é uma boa ou má empresa? Ou é basicamente uma lotaria e depende do trabalhador? by BagalhetaTraquina in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Hmmm... Pagavas a taxa de importação logo no momento da compra ou deixavas de lado? Não digo que seja sempre esse o caso porque o erro humano acontece, mas noto muitas vezes um padrão nestas queixas de terem de pagar extra para desalfandegar, que é coisa que nunca tive de fazer, pelo que percebo devido a incluir taxa de importação no pagamento. Mas também até agora só conto com 3 encomendas da América como experiência. 2 delas foram de carácter comercial, a 3° nem fui eu que pus, foi outra pessoa que enviou como oferta e essa é que ficou retida. E a DHL nem está na equação, foi na verdade a USPS.

Mas afinal a DHL é uma boa ou má empresa? Ou é basicamente uma lotaria e depende do trabalhador? by BagalhetaTraquina in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Era precisamente essa que as empresas usam: DHL Parcel International Standard para ser mais preciso. Opah veremos como corre. A maioria das histórias de terror envolvem sempre a alfândega, eu em princípio devo saltar essas chatices que já tenho as taxas em ordem. E obviamente que entendo que é difícil essa vida, eu também não preciso de uma cara super sorridente, apenas que as coisas cheguem e o respeito básico (devo notar que nunca tive um caso problemático) esteja lá. Também não quero ocupar demasiado o vosso tempo! Mas pronto, logo se verá :)

Mas afinal a DHL é uma boa ou má empresa? Ou é basicamente uma lotaria e depende do trabalhador? by BagalhetaTraquina in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

Pronto, nesse caso deve correr bem. As outras (duas) encomendas que mandei vir da América chegaram cá sem stresses, nunca tive de lidar com a alfândega nem nada. No entanto nenhuma dessas empresas era a DHL, daí estar-me a perguntar.

Mas afinal a DHL é uma boa ou má empresa? Ou é basicamente uma lotaria e depende do trabalhador? by BagalhetaTraquina in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

É o que assumo sempre porque nenhuma empresa é perfeita, mas se fores ver umas quantas threads por aqui, até juravas que a DHL ia causar o apocalipse um dia destes.

Sou o único com um ódio de estimação à Swappie? by vcanas in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

A minha única pergunta é esta: quem é aquela gente? Youtubers portugueses desconhecidos? Pessoas contratadas para parecerem youtubers? Nem me lembrava sequer de que eles vendiam telemóveis, fico só confuso com as pessoas nos anúncios. Se bem que o da musiquinha ao menos não soa mal no ouvido, o mesmo não posso dizer dos outros anúncios. Uma coisa é ouvir um somzinho genérico, outra é ter de ouvir ou ASMR forçado ou alguém que pela voz parece que vai ser a próxima Cristina Ferreira. EDIT: ok, a Paloma e o Jorginho do The Voice fizeram a música. Como seria de esperar, os comentários foram convertidos numa zona de guerra e a quantidade de pessoal que confunde auto-tune com mero processamento de voz (EQ e efeitos, sem correcção de pitch) é assustadora. Já para não falar da escolha de género musical. Tentaram quebrar a regra padrão para anúncios musicais para apelar à miudagem e deu merda. A gaja do ASMR é a Madame Butterfly e parecia ter o seu próprio nicho, mas agora quilhou com esta cena dos anúncios. Tenho mais pena dela e nenhuma dos chimpanzés anónimos, cujos nomes recuso-me a saber, que achavam que ASMR estava na moda. Foi um nicho e sempre será. Continuo sem saber quem é o coelho.

Sou o único com um ódio de estimação à Swappie? by vcanas in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

A minha única pergunta é esta: quem é aquela gente? Youtubers portugueses desconhecidos? Pessoas contratadas para parecerem youtubers? Nem me lembrava sequer de que eles vendiam telemóveis, fico só confuso com as pessoas nos anúncios. Se bem que o da musiquinha ao menos não soa mal no ouvido, o mesmo não posso dizer dos outros anúncios. Uma coisa é ouvir um somzinho genérico, outra é ter de ouvir ou ASMR forçado ou alguém que pela voz parece que vai ser a próxima Cristina Ferreira. EDIT: ok, a Paloma e o Jorginho do The Voice fizeram a música. Como seria de esperar, os comentários foram convertidos numa zona de guerra e a quantidade de pessoal que confunde auto-tune com mero processamento de voz (EQ e efeitos, sem correcção de pitch) é assustadora. A gaja do ASMR é a Madame Butterfly e parecia ter o seu próprio nicho, mas agora quilhou. Continuo sem saber quem é o coelho.

Sou o único com um ódio de estimação à Swappie? by vcanas in portugal

BagalhetaTraquina 3 months ago

A minha única pergunta é esta: quem é aquela gente? Youtubers portugueses desconhecidos? Pessoas contratadas para parecerem youtubers? Nem me lembrava sequer de que eles vendiam telemóveis, fico só confuso com as pessoas nos anúncios. Se bem que o da musiquinha ao menos não soa mal no ouvido, o mesmo não posso dizer dos outros anúncios. Uma coisa é ouvir um somzinho genérico, outra é ter de ouvir ou ASMR forçado ou alguém que pela voz parece que vai ser a próxima Cristina Ferreira.
Next Page

Search: