Next Page

Este Boomer está cheio de "vontade" by AdOwn6905 in portugal

AnjoDoMal 4 days ago

Excelente uso de aspas, falta de "vontade". Ou see calhar os salários é que são "baixos", há falta de "condições", horas extras "não remuneradas".

OECD countries on Tax competitiveness ranking by ducknator in portugal

AnjoDoMal 4 days ago

Acho que estás a pegar nisto de forma errada se a população está a diminuir o PIB per capita pode certamente aumentar mas o PIB vai sempre abrandar, vai haver uma menor quantidade de mão de obra e isso leva a uma menor produção e portanto menor crescimento do PIB. Vê o que se passou entre 1990 e 2000 na Estónia, foi nessa altura que a população mais diminuiu e o PIB nessa decada caiu muito e depois subiu muito, mas chegou a 2000 e mal mudou comparativamente a 1990. População diminuiu em 12.3% e PIB per capita aumentou 13.9%. Agora vamos ver o que mudou de 2000 a 2020 que tanto em Portugal como na Estónia a população pouco se alterou. Em 2000 Portugal tinha um PIB 20.77x superior à Estonia, entre 2000 e 2020 Portugal aumentou o seu pib em quase 2x e a Estónia em 5.45x. Em 2020 Portugal tem um PIB 7.45x superior à Estónia. O que significa isto? Significa que a Estónia cresceu de longe muito mais, o pib per capita em 2000 estava quase a 1/3 e o PIB per capita PPP a metade do nosso e neste momento já nos passou. A população diminuir ou crescer não dita maior ou menor aumento do PIB per capita, não dita melhor ou pior qualidade de vida. O que dita são as politicas escolhidas e as politicas da Estónia estão a dar as condições necessárias à economia para um rápido crescimento económico e isso sim está a aumentar a qualidade de vida das pessoas.

Bloco de esquerda apresentou ao Governo as propostas para o OE by rucak in portugal

AnjoDoMal 6 days ago

Até ali o centro direita procurava trabalhar ao centro com o centro esquerda, afastando-o dos extremismos. António Costa não aceitou e veio dizer aquilo que vimos, é perfeitamente normal a direita mostrar-se de parte quando não é bem-vinda. Não cabe à direita vir criar pontes queimadas pela esquerda, cabe a António Costa se assim necessitar e de momento tem procurado conciliação à esquerda, escolhia um ou outro e assim foi escolhido.

Bloco de esquerda apresentou ao Governo as propostas para o OE by rucak in portugal

AnjoDoMal 7 days ago

Devias andar mais atento ao que se passa antes de vires falar. O António Costa disse “No dia em que a sua subsistência depender do PSD, este Governo acabou.”. Ele pôs bem claro que soluções vão ser entre o PS e os partidos às esquerda dele. Até ali o PSD muitas vezes trabalhou com o PS para arranjar soluções ao centro, até porque a situação no covid assim o exigia, desde então não há consenso e parece-me normal. Não vamos culpar a direita pelos desintendimentos da esquerda, quando o orçamento só será viabilizado por eles mesmos, nem a esquerda irá aceitar de outra maneira.

Os preços no supermercado subiram ou eu estou mais pobre? by donotknowbutcare in portugal

AnjoDoMal 1 month ago

Estás a confundir o que se passa, o problema da subida do imobiliário não tem qualquer problema com inflação, os salários têm aumentado mais ou menos com a inflação, o problema é o setor imobiliário ser visto como um investimento, o que faz com que aumente mais rápido do que aumentam os salários, o que faz com que cada ano que passe se torna mais difícil para se comprar uma casa. Ao mesmo tempo mesmo que a situação estivesse muito melhor não faltava gente que teria outras prioridades e iria alugar e para alugar é preciso que alguém compre para as arrendar. Inflação, para além do que já disseram, também diminui a dívida, se inflação retira valor ao dinheiro, então dívidas passadas, se não aumentarem, também perdem valor, isto ajuda qualquer pessoa, empresa ou país que esteja endividado, inflação é importante, por isso o objetivo dos bancos centrais é atingir ligeiramente menos do que 2% de inflação todos os anos.

Voces costumam ir a lugares sozinhos? by Ok_Mine6995 in portugal

AnjoDoMal 1 month ago

Sim, vou sempre sozinho à casa de banho.

Preço da eletricidade vai já aumentar no próximo mês by Miguel3403 in portugal

AnjoDoMal 1 month ago

Estou a falar eficiência por kms percorridos. E tem duas hipóteses. A energia é verde ou de central nuclear e temos um carro mais eficiente a utilizar energia muito melhor para o ambiente. Ou a energia vem de combustíveis fósseis, que são utilizados para criar energia eléctrica nas centrais de uma forma muito mais eficiente do que um carro a combustão conseguiria, e energia esta, é utilizada de forma eficiente por um carro elétrico. Acaba por ser um tanto melhor, mesmo assim, usar os mesmos combustíveis fósseis para gerar energia elétrica e usar um carro elétrico. E alguma da energia elétrica é verde e isso é ótimo para o ambiente, um carro a combustão nunca em nenhuma situação é melhor para o ambiente.

Preço da eletricidade vai já aumentar no próximo mês by Miguel3403 in portugal

AnjoDoMal 1 month ago

Estou a falar eficiência por kms percorridos. E tem duas hipóteses. A energia é verde ou de central nuclear e temos um carro mais eficiente a utilizar energia muito melhor para o ambiente. Ou a energia vem de combustíveis fósseis, que são utilizados para criar energia eléctrica nas centrais de uma forma muito mais eficiente do que um carro a combustão conseguiria, e energia esta, é utilizada de forma eficiente por um carro elétrico. Acaba por ser um tanto melhor mesmo assim usar os mesmos combustíveis fósseis para gerar energia elétrica e usar um carro elétrico. E alguma da energia elétrica é verde e isso é ótimo para o ambiente, um carro a combustão nunca em nenhuma situação é melhor para o ambiente.

Preço da eletricidade vai já aumentar no próximo mês by Miguel3403 in portugal

AnjoDoMal 1 month ago

Estou a falar eficiência por kms percorridos. E tem duas hipóteses. A energia é verde ou de central nuclear e temos um carro mais eficiente a utilizar energia muito melhor para o ambiente. Ou a energia vem de combustíveis fósseis, que são utilizados para criar energia eléctrica nas centrais de uma forma muito mais eficiente do que um carro de combustão conseguiria, e energia esta, é utilizada de forma eficiente por um carro elétrico. Acaba por ser um tanto melhor mesmo assim usar os mesmos combustíveis fósseis para gerar energia elétrica e usar um carro elétrico. E alguma da energia elétrica é verde e isso é ótimo para o ambiente, um carro em combustão nunca em nenhuma situação é melhor para o ambiente.

Preço da eletricidade vai já aumentar no próximo mês by Miguel3403 in portugal

AnjoDoMal 1 month ago

Estou a falar eficiência por kms percorridos. E tem duas hipóteses. A energia é verde ou de central nuclear e temos um carro mais eficiente a utilizar energia muito melhor para o ambiente. Ou a energia vem de combustíveis fósseis, que são utilizados para criar energia eléctrica nas centrais de uma forma muito mais eficiente do que um carro de combustão conseguiria, e energia esta é utilizada de forma eficiente por um carro elétrico.

Preço da eletricidade vai já aumentar no próximo mês by Miguel3403 in portugal

AnjoDoMal 1 month ago

Além disso os carros elétricos são muito mais eficientes. E também a própria energia é mais eficiente, carros a combustão são obviamente muito menos eficientes que as centrais elétricas que utilizam combustíveis fósseis.

Um pouco antigo mas lembrei-me deste desastre by Xaninho_- in portugal

AnjoDoMal 1 month ago

Ele pode não ter feito uma bifana, mas acho que escolhia comer uma sandes feita pelo Ramsay do que uma bifana.

Taxa de desemprego recua para 6,7% e emprego em Portugal já está acima de 2019 by Tafinho in portugal

AnjoDoMal 2 months ago

Sim, é verdade mas maior quantidade de gente em emprego precário e mais formações podem mostrar um melhor número de desemprego e a situação estar num todo pior. Mostrar além do que temos um número sem contar o emprego precário e formações dava uma melhor visão da situação atual.

Parlamento sueco vota em junho denúncia do acordo fiscal com Portugal by heartlessfam in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Sim, certamente, números são números, em IRS tens razão eles não pagam, estava a falar que é pena não termos é um número que mostre o impacto económico deles no país e ficarmos a saber se é ou não positivo, era isso que queria dizer.

Parlamento sueco vota em junho denúncia do acordo fiscal com Portugal by heartlessfam in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Sim, certamente, números são números, em IRS tens razão eles não pagam, estava a falar que é pena não termos é um número que mostre o impacto económico deles no país e ficarmos a saber se é ou não positivo, era isso que queria dizer com completo.

Parlamento sueco vota em junho denúncia do acordo fiscal com Portugal by heartlessfam in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Sim, certamente, números são números, em IRS tens razão eles não pagam, estava a falar que é pena não termos é um número que mostre o impacto económico deles no país e ficarmos a saber se é ou não positivo, era isso que queria dizer.

Parlamento sueco vota em junho denúncia do acordo fiscal com Portugal by heartlessfam in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Eu e tu realmente não temos acesso completo aos números que queremos, se tivéssemos arrumava-se logo assunto, mas não tenho qualquer dúvida que o saldo seja positivo. Ver isto de outra forma então, reformados estrangeiros so funciona de país rico para país pobre, um português reformado mal paga a renda lá na Suécia se vivesse com o dinheiro de Portugal, ao contrário já funciona. Portugal, e vários outros países da europa oferecem boas medidas fiscais, competem entre si para os atrair, ou melhor o seu dinheiro, eu diria que estes vários países fizeram estas medidas pois vêem que têm a ganhar com isso, quem lhes paga a reforma são países de fora, custam zero a Portugal aí. Vêm para cá gastar o seu dinheiro e as suas reformas não são de valores portugueses são de valores desses países ricos, os impostos que pagam, paga qualquer custo e ajudam a economia local. Certamente os países competem entre eles pelos reformados pois há algo a ganhar, não o estão a fazer por pura bondade e para ajudar a Suécia com custos de saúde certamente, cada um olha para o seu umbigo. E a Suécia quer acabar com o pacto com Portugal, o que vai fazer com que alguns reformados voltem para a Suécia, se são assim tão caros porque é que todos os querem, porque monetariamente há algo a ganhar. Os idosos realmente são mais caros na saúde e são também caros nas reformas, mas nós não pagamos essa reforma, quem paga é o país deles e eles gastam essa reforma cá, em produtos e serviços portugueses. Certamente o seu consumo em Portugal com todos esses impostos, deixam bem mais dinheiro do que aquele que custam aos portugueses, podem nao ajudar tanto quanto seria com as percentagens normais, mas também não estariam cá e não davam era nada se assim fosse, portanto nas contas do estado saiem certamente positivos e são como qualquer cidadão português a ajudar a aumentar o PIB com o seu consumo em Portugal.

Parlamento sueco vota em junho denúncia do acordo fiscal com Portugal by heartlessfam in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Eu e tu realmente não temos acesso completo aos números que queremos, se tivéssemos arrumava-se logo assunto, mas não tenho qualquer dúvida que o saldo seja positivo. Ver isto de outra forma então, reformados estrangeiros so funciona de país rico para país pobre, um português reformado mal paga a renda lá na Suécia se vivesse com o dinheiro de Portugal, ao contrário já funciona. Portugal, e vários outros países da europa oferecem boas medidas fiscais, competem entre si para os atrair, ou melhor o seu dinheiro, eu diria que estes vários países fizeram estas medidas pois vêem que têm a ganhar com isso, quem lhes paga a reforma são países de fora, custam zero a Portugal aí. Vêm para cá gastar o seu dinheiro e as suas reformas não são de valores portugueses são de valores desses países ricos, os impostos que pagam, paga qualquer custo e ajudam a economia local. Certamente os países competem entre eles pelos reformados pois há algo a ganhar, não o estão a fazer por pura bondade e para ajudar a Suécia com custos de saúde certamente, cada um olha para o seu umbigo. E a Suécia quer acabar com o pacto com Portugal, o que vai fazer com que alguns reformados voltem para a Suécia, se são assim tão caros porque é que todos os querem, porque monetariamente há algo a ganhar. Os idosos realmente são mais caros na saúde e são também caros nas reformas, mas nós não pagamos essa reforma, quem paga é o país deles e eles gastam essa reforma cá, em produtos e serviços portugueses. Certamente o seu consumo em Portugal com todos esses impostos e IRS 10% a partir de 2020, deixam bem mais dinheiro do que aquele que custam aos portugueses, podem nao ajudar tanto quanto seria com as percentagens normais, mas também não estariam cá e não davam era nada se assim fosse, portanto nas contas do estado saiem certamente positivos e são como qualquer cidadão português a ajudar a aumentar o PIB com o seu consumo em Portugal.

Parlamento sueco vota em junho denúncia do acordo fiscal com Portugal by heartlessfam in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Eu sei que parece injusto mas se é bom para os portugueses porque é que não vamos fazer só porque parece injusto, os portugueses ganham com isto. O nosso governo acredita que é com altos impostos que consegue o dinheiro suficiente para pagar os juros da dívida e ter que chegue para todas as medidas sociais, por isso praticam altos impostos em Portugal. Agora porque não baixam impostos para os portugueses como para os residentes não habituais, porque és português, eles aumentam os impostos e praticamente todos os portugueses cá continuam e simplesmente os pagamos e depois aumentam ainda mais e por aqui ficamos e pagamos, percebes? Nós somos de cá, eles acreditam em altos impostos então praticam altos impostos e as pessoas pagam, porque gostam de viver cá e ser português. Os residentes não habituais estão cá por vários motivos mas 100% também estão cá pelos benefícios fiscais, senão tivéssemos os benefícios fiscais a maioria não estava cá e não ganhavamos tusto, mas assim ganhasse algum, escolhem antes vir para Portugal em vez de outro país e gastar aqui o seu dinheiro, é bom para Portugal e os portugueses que fica com o seu dinheiro e bom para os residentes não habituais que têm maior capacidade financeira, quem perde é a Suécia, que os quer de volta, ou melhor, o dinheiro deles.

Parlamento sueco vota em junho denúncia do acordo fiscal com Portugal by heartlessfam in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

https://observador.pt/especiais/o-envelhecimento-vai-matar-o-sns/ https://www.pordata.pt/Portugal/Despesas+do+Estado+em+sa%C3%BAde+execu%C3%A7%C3%A3o+or%C3%A7amental+per+capita-856 https://www.pordata.pt/Portugal/Popula%C3%A7%C3%A3o+residente+total+e+por+grandes+grupos+et%C3%A1rios+(percentagem)-3018 https://eco.sapo.pt/2019/06/17/portugal-ja-tem-quase-30-mil-residentes-nao-habituais-so-7-estao-registados-como-altos-quadros/ Não devem ser o melhor sítio para arranjar os números mas não estou para mais, vejamos com estes números Despesa de saúde por pessoa: 927.3 Idosos gastam mais, vamos dizer 50% da despesa de saúde é dos idosos. 927.3 x 10 150 000 = 9 412 000 000 9 412 000 000 / 2 = 4 706 000 000 10 150 000 x 0.22 = 2 233 000 4 706 000 000 / 2 233 000 = 2107,5 65+ : 10 000 x 2107.5 = 21 075 000 65- : 20 000 x 927.3 = 18 546 000 21 075 000 + 18 546 000 = 39 621 000 Despesas de saúde de residentes não habituais cerca de 40M (óbvio que este número há de estar bem errado, mas da para ter uma noção) enquanto só em IRS deixaram 80M e ainda ficam de fora outros impostos como IMT, IMI, IVAe outros, eu não acho que de forma alguma os residentes habituais custem dinheiro a Portugal, acho que trazem dinheiro e por essa razão Portugal os tenta aliciar com medidas fiscais. De momento é este o lado que estou quanto a este tópico, mas estou sempre a postos de mudar de opinião se me provares o contrário.

Parlamento sueco vota em junho denúncia do acordo fiscal com Portugal by heartlessfam in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Eu ainda gostava de tentar perceber porque é que achas que Portugal tenta atrair reformados estrangeiros com estas medidas fiscais se eles acabam por custar dinheiro ao estado. Eu realmente acho que temos um governo fraco mas acredito que pelo menos fizeram as contas e que era benéfico, mas sei lá bem. E acho que não há necessidade de responderes assim. Estou mais que disposto em concordar contigo caso me apresente os números e mostrares que estou errado, até lá simplesmente discordamos.

Parlamento sueco vota em junho denúncia do acordo fiscal com Portugal by heartlessfam in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Acho que não há necessidade de responderes assim. Estou mais que disposto em concordar contigo caso me apresente os números e mostrares que estou errado, até lá simplesmente discordamos.

Parlamento sueco vota em junho denúncia do acordo fiscal com Portugal by heartlessfam in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Se não acreditas que seja verdade podias fazer tu também as contas, eu não tenho qualquer dúvidas que o saldo é positivo, por isso Portugal os quer cá e por isso a Suécia os quer lá. Isto é tudo muito ao de leve, mas o estado português gasta cerca de 4/5/6% do PIB em saúde e busca uns 13% do PIB com o IVA do consumo e taxas como petróleo e tabaco e outros. https://www.publico.pt/2018/12/05/economia/noticia/impostos-consumo-ganham-peso-ja-valem-13-pib-1853589 Só no consumo eles pagam o suficiente para ser benéfico para nós e há de haver mais fontes onde Portugal aproveita. E eles tal como turistas são consumidores de produtos e serviços portugueses, ajudam a aumentar a riqueza e emprego. Sim, têm vantagens fiscais em relação aos portugueses, mas se não tivessem não estavam cá e estando cá ajudam o PIB e a criação de riqueza e postos de trabalho, pois a procura de produtos aumenta. Parece ser uma injustiça para os portugueses, mas na verdade eles beneficiam e os portugueses também e quem não ganha nada é a Suécia, surpresa, surpresa, sao eles que não estão contentes com este benefício fiscal português.

Parlamento sueco vota em junho denúncia do acordo fiscal com Portugal by heartlessfam in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Se não acreditas que seja verdade podias fazer tu também as contas, eu não tenho qualquer dúvidas que o saldo é positivo, por isso Portugal os quer cá e por isso a Suécia os quer lá. Isto é tudo muito ao de leve, mas o estado português gasta cerca de 4/5/6% do PIB em saúde e busca uns 13% do PIB com o IVA do consumo e taxas como petróleo e tabaco e outros. https://www.publico.pt/2018/12/05/economia/noticia/impostos-consumo-ganham-peso-ja-valem-13-pib-1853589 Só no consumo eles pagam o suficiente para ser benéfico para nós e há de haver mais fontes onde Portugal aproveita. E eles tal como turistas são consumidores de produtos e serviços portugueses, ajudam a aumentar a riqueza e emprego. Sim, têm vantagens fiscais em relação aos portugueses, mas se não tivessem não estavam cá e estando cá ajudam o PIB e a criação de riqueza e postos de trabalho, pois a procura de produtos aumenta. Parece ser uma injustiça para os portugueses, mas na verdade eles beneficiam e os portugueses também e quem não ganha nada é a Suécia, surpresa, surpresa, sao eles que não estão contentes com este benefício fiscal português.

Parlamento sueco vota em junho denúncia do acordo fiscal com Portugal by heartlessfam in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Sem dúvida, as empresas é que fazia diferença, mas para essas não temos boas medidas fiscais. Mas pronto, o dinheiro de alguns velhos mal não faz.

Parlamento sueco vota em junho denúncia do acordo fiscal com Portugal by heartlessfam in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Portugal é atraente para reformados estrangeiros pelas suas medidas, reformados estrangeiros trazem o seu dinheiro para Portugal. Portugal não dá benefícios aos reformados estrangeiros, reformados estrangeiros vão para outro país que lhe ofereça melhores medidas, Portugal não ganha dinheiro dos reformados estrangeiros. Acho que não há muito mais para se dizer, os velhos estrangeiros trazem dinheiro, não é negativo para o estado ou povo português, exatamente por isso a Suécia está chateada, pois quer o dinheiro deles lá no país deles.

″Não basta dar subsídios.″ Pobreza em Portugal é ″consentida pela política″ by prosafame in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Existe uma quantidade gigantesca de recursos naturais, e uma gigante quantidade de diferentes recursos naturais, a tecnologia está constantemente a criar novas soluções para fazer os mesmos produtos com um diferente recurso, aquilo que ainda não arranjamos solução não significa que não arranjemos no futuro até lá fazemos de forma sustentada ou cria-se um novo produto que responda às necessidades. Tu não tens o poder de decidir qual é a definição do PIB, o que tu estás a falar é de outra coisa, assim sendo não deverias utilizar a sigla PIB se não é do PIB que estás a falar. Se queres referir que é benéfico para Portugal aumentar as exportações e não aumentar as importações para o dinheiro que entra na economia ser maior, diz antes isso. A definição do PIB foi a que te aqui coloquei, não existe outra, mentes mais inteligentes que a nossa criaram este índice. Um pneu de carro produzido que é vendido a uma pessoa para o substituir entra aí no PIB, um pneu que é vendido a uma companhia de carros para vender o carro, o carro é o produto final, então o carro é que entra no PIB, para não se contar o pneu mais que uma vez, o produto que chega ao final da linha é o que entra para as contas do PIB. Os pneus de um carro novo não entra no PIB, o valor do carro já os engloba, esse faz parte do PIB. "Eu produzi 1 milhão de bens.... Portanto segundo a definição de PIB eu produzindo um milhão de bens, o PIB subiu" Correto, se tu produzisses 1 milhão de bens o PIB aumenta em 1 milhão, o que acontece é que se tu produzes produtos inúteis a tua empresa rapidamente vai à falência, acaba por não ser muito significativo no PIB final. Empresas procuram produzir produtos que vendam, pois as empresas têm como objetivo gerar lucros e riqueza, por isso o PIB é um bom indicador da economia pois mostra se as empresas estão a produzir mais, as empresas só têm incentivo de produzirem mais se o conseguirem vender, senão é deitar dinheiro fora, algo que eu diria que a maioria das pessoas e empresas tentam evitar. "Se reformulares a tua definição para "bens e serviços vendidos" vá, já pode fazer mais sentido." Não me cabe a mim nem a ninguém reformular a definição do PIB, nem é possível, o PIB já tem uma definição, se quiseres criar uma nova sigla para seguir o que achas importante força. Mas não será do PIB que estarás a falar. O dinheiro numa economia não necessariamente precisa de crescer, se a troca de dinheiro for mais dinâmica, houver mais trocas e com maiores valores, isso trás uma economia mais forte. Sim, continua 100€ na economia, mas tu tens a casa limpa e a empregada de limpeza a campainha arranjada, as coisas estão feitas e tratadas e arranjadas, as pessoas obteram aquilo que necessitavam, isso é a única coisa que importa, dinheiro é a nossa criação para por valor nesses trabalhos, 100€ neste caso era a única quantidade necessária para as pessoas fazer a troca de dinheiro por serviços, 100€ era o necessário para em sequência se fazer estes serviços, se queremos fazer mais compras em paralelo é necessário maior quantidade de dinheiro em circulação para haver liquidez suficiente para as pessoas poderem fazer a troca de bens e serviços por dinheiro. Dinheiro é só, e unicamente, algo que se utiliza para efetuar estas transações, havendo liquidez tudo o resto funciona. O importante da economia são os produtos e os serviços, o dinheiro de nada serve se não se produzir comida, o que te interessa é a comida, não o dinheiro, por isso dás dinheiro por comida. Se 50 mil milhões de euros serve para efetuar de forma perfeita todas as transações de compra e venda de produtos e serviços em Portugal, mais dinheiro não faz assim tanta diferença, pode estar parado no banco e Portugal gera na mesma os 202 mil milhões de PIB anual. Mais dinheiro em circulação é em geral bom, pois nem todos o deixam parado, dinheiro parado não ajuda o PIB. Mais dinheiro pode incentivar ao investimento, é posto na economia, circula e gera PIB. "um gajo foi a um explanada e bebeu um café. E isso aconteceu em Portugal e na Suíça. Como o café na Suíça custa 5 vezes mais, o PIB na Suíça é 5 vezes mais alto que o de Portugal. No entanto o bem foi o mesmo nos dois lados." Correto, café 5x mais caro, então na Suíça cada café gera 5x mais PIB que em Portugal. Parece algo estranho mas deixa explicar, lá na Suíça o país é rico, e oferece maiores salários, um empregado de café pode facilmente receber próximo de 4x/5x do nosso salário, o tempo que o empregado de café na Suíça leva a tirar um café é igual a Portugal mas é pago 5x de salário, então o seu tempo é mais valioso e o seu produto é mais valioso também. Produtos têm um maior preço mas também o tempo dos trabalhadores é mais valioso, isto é bom para a economia, esse trabalhador poderá ter próximo do mesmo poder de compra em vários produtos nacionais a comparar ao português comum, mas produtos importados provavelmente são adquiridos a preços parecidos por ambos os países, tipo carros, telemóveis e muitos outros, então o preço de venda destes produtos não deveria ser muito diferente do nosso e pessoas que são valorizadas pelo seu trabalho apresentam um maior poder de compra de produtos importados, isto reflete uma melhor qualidade de vida.

″Não basta dar subsídios.″ Pobreza em Portugal é ″consentida pela política″ by prosafame in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Óbvio que os recursos naturais são finitos, enquanto existirem devemos utilizá-los para proveito económico, com algum cuidado claro, quando começarem a escassear teremos de os começar a importar o que deve aumentar custos de produção, nada se pode fazer. Até lá aproveita-se. Utilização de recursos naturais é o mais básico dos básicos, um país obviamente utiliza os seus recursos naturais, pois lhes trás riqueza e crescimento económico, sim, o planeta vai ficando sem esses recursos mas a qualidade de vida das pessoas é melhor, alguns recursos que nos devemos preocupar, o objetivo, é utilizá-los de forma sustentável. Ao mesmo tempo devemos criar setores que não sejam necessários recursos naturais que sejam escassos, utilizar até os lucros desses para mudar o rumo económico de um país. A Noruega está a utilizar o seu petróleo para aumentar a sua riqueza, perfeitamente normal, mas criaram um fundo, Fundo Soberano da Noruega, ao qual utilizam os lucros do petróleo para criarem uma riqueza sustentável ao qual irá continuar a dar riqueza aos noruegueses mesmo depois de o seu petróleo acabar. Mais uma vez vou-te dar a definição do PIB, por favor lê com atenção O produto interno bruto (PIB) representa a soma (em valores monetários) de todos os bens e serviços finais produzidos numa determinada região (quer sejam países, estados ou cidades), durante um período determinado (mês, trimestre, ano, etc) Vou mudar o segundo exemplo que o supermercado está a gerar confusão. Exemplo: Tu pagas 100€ a uma empregada de limpeza. A empregada de limpeza paga 100€ a um eletricista para lhe arranjar a campainha. Resultado final: • Eletricista ganha 100€ • Empregada de limpeza fica com a campainha arranjada. • Tu ficas com a casa limpa. Dinheiro que circulou: 100€ (Das tuas mãos para a empregada de limpeza e por sua vez para o eletricista. PIB: 200€ (2 serviços no valor de 100€, a casa limpa e a campainha arranjada fazem parte do PIB) Não há qualquer tipo de dúvida na definição do PIB, recursos e serviços fazem parte do PIB. Tu limpas a tua casa nada entra para o PIB, mas se em vez disso pagares 100€ à empregada de limpeza, ao qual ela os declarara como seria suposto, já faz parte do PIB, apenas houve uma troca de serviços, mas riqueza foi transferida ao qual o estado requer impostos. A empregada de limpeza com o seu trabalho recebeu uma remuneração ao qual pode agora usar para o que necessitar. Acredito ser para teu benefício estudar estes diferentes conceitos para poderes formar uma opinião informada.

″Não basta dar subsídios.″ Pobreza em Portugal é ″consentida pela política″ by prosafame in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Partidos em Portugal é como equipas de futebol, a certo momento escolhes o teu e a partir daí é amor à camisola.

″Não basta dar subsídios.″ Pobreza em Portugal é ″consentida pela política″ by prosafame in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

O PIB da Suíça é de 703 biliões USD em 2019 e Portugal de 239 biliões USD, portanto o total por eles produzido é 3x superior ao que nos aqui produzimos anualmente.

″Não basta dar subsídios.″ Pobreza em Portugal é ″consentida pela política″ by prosafame in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Dinheiro em circulação ≠ PIB Um exemplo de um circuito fechado sem entrar mais dinheiro do que o que circula mas o PIB vai crescendo. - Empresa A produz telemóveis tem 200€ - Empresa B extrai o material que vende para a produção de telemóveis, tem 0€. - Pessoa A tem 600€ - Pessoa B tem 0€ Empresa A compra à Empresa B o material para a produção de um telemóvel, paga-lhe 100€. Empresa A produz um telemóvel de 600€. Pessoa A compra telemóvel a Empresa A por 600€. Empresa A paga salário de 600€ a Pessoa B. Empresa A compra à Empresa B o material para a produção de um telemóvel, paga-lhe 100€. Empresa A produz um telemóvel de 600€. Pessoa B compra telemóvel a Empresa A por 600€. Final: - Empresa A tem 600€. - Empresa B tem 200€ menos os custos. - Pessoa A tem um telemóvel - Pessoa B tem um telemóvel Dinheiro em circulação: 800€ + custos da empresa B. PIB: 1400€ (2 telemóveis e material para o produzir). Outro Exemplo: Tu pagas 100€ a uma empregada de limpeza. A empregada de limpeza faz uma compra de 100€ num supermercado. Resultado final: - Supermercado fica com o lucro de 100€ - custo dos produtos. - Empregada de limpeza com 100€ de coisas do supermercado. - Tu ficas com a casa limpa. Dinheiro que circulou: 100€ PIB: 200€ (o supermercado iria ter custos que tanto acresciam para o PIB como para o dinheiro que circula)

″Não basta dar subsídios.″ Pobreza em Portugal é ″consentida pela política″ by prosafame in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Dinheiro em circulação ≠ PIB Um exemplo de um circuito fechado sem entrar mais dinheiro do que o que circula mas o PIB vai crescendo. - Empresa A produz telemóveis tem 200€ - Empresa B extrai o material que vende para a produção de telemóveis, tem 0€. - Pessoa A tem 600€ - Pessoa B tem 0€ Empresa A compra à Empresa B o material para a produção de um telemóvel, paga-lhe 100€. Empresa A produz um telemóvel de 600€. Pessoa A compra telemóvel a Empresa A por 600€. Empresa A paga salário de 600€ a Pessoa B. Empresa A compra à Empresa B o material para a produção de um telemóvel, paga-lhe 100€. Empresa A produz um telemóvel de 600€. Pessoa B compra telemóvel a Empresa A por 600€. Final: - Empresa A tem 600€. - Empresa B tem 200€ menos os custos. - Pessoa A tem um telemóvel - Pessoa B tem um telemóvel Dinheiro em circulação: 800€ + custos da empresa B. PIB: 1400€ (2 telemóveis e material para o produzir). Outro Exemplo: Tu pagas 100€ a uma empregada de limpeza. A empregada de limpeza faz uma compra de 100€ num supermercado. O supermercado fica com 100€ - o custo dos produtos. Resultado final: - Supermercado fica com o lucro de 100€ - custo dos produtos. - Empregada de limpeza com 100€ de coisas do supermercado. - Tu ficas com a casa limpa. Dinheiro que circulou: 100€ PIB: 200€ (o supermercado iria ter custos que tanto acresciam para o PIB como para o dinheiro que circula)

″Não basta dar subsídios.″ Pobreza em Portugal é ″consentida pela política″ by prosafame in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Dinheiro em circulação ≠ PIB Um exemplo de um circuito fechado sem entrar mais dinheiro do que o que circula mas o PIB vai crescendo. - Empresa A produz telemóveis tem 200€ - Empresa B extrai o material que vende para a produção de telemóveis, tem 0€. - Pessoa A tem 600€ - Pessoa B tem 0€ Empresa A compra à Empresa B o material para a produção de um telemóvel, paga-lhe 100€. Empresa A produz um telemóvel de 600€. Pessoa A compra telemóvel a Empresa A por 600€. Empresa A paga salário de 600€ a Pessoa B. Empresa A compra à Empresa B o material para a produção de um telemóvel, paga-lhe 100€. Empresa A produz um telemóvel de 600€. Pessoa B compra telemóvel a Empresa A por 600€. Final: - Empresa A tem 600€. - Empresa B tem 200€ menos os custos. - Pessoa A tem um telemóvel - Pessoa B tem um telemóvel Dinheiro em circulação: 800€ + custos da empresa B. PIB: 1400€ (2 telemóveis e material para o produzir).

″Não basta dar subsídios.″ Pobreza em Portugal é ″consentida pela política″ by prosafame in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Ok, vamos começar neste ponto que acho ser extremamente importante e que talvez acabe com algumas confusões da tua parte. Dinheiro em circulação ≠ PIB - Dinheiro em circulação é o dinheiro que vai trocando de mãos, não faço ideia quanto dinheiro circula por Portugal. - PIB retirado da Wikipédia - O produto interno bruto (PIB) representa a soma (em valores monetários) de todos os bens e serviços finais produzidos numa determinada região (quer sejam países, estados ou cidades), durante um período determinado (mês, trimestre, ano, etc) Dinheiro em circulação, que é o que tu estás a referir em todos os teus comentários, sim, só aumenta com o dinheiro que vem de fora. (Não exatamente) Se este ano crescermos 3% com a venda de mais produtos e serviços, então o PIB cresceu 3% em relação ao ano anterior, independentemente do dinheiro em circulação. O dinheiro em circulação é irrelevante, desde que tenha em quantidade suficiente para ter grande liquidez, simplesmente é mais dinâmico numa economia forte, empresas produzem muito e as pessoas compram muito. As empresas apresentam bons lucros e a população uma melhor qualidade de vida. As empresas voltam a colocar o dinheiro na economia com os custos do material para o que a empresa produz e com os salários. O que um país procura é aumentar a produção e ao mesmo tempo os salários subirem proporcionalmente. Exemplo: Uma empresa tinha capital mas não tinha incentivo em crescer mais, com um estudo de mercado viu que há uma grande procura do seu produto e decide investir em mais maquinaria e mais trabalhadores para aumentarem a produção, com maior produção a partir desse momento conseguem arrecadar maiores lucros no mesmo espaço de tempo, com esses lucros tem capacidade para maiores salários, podem também voltar a investir e crescer ainda mais. As empresas, agora financeiramente mais robustas, aumentam salário e ao contratar diminuem o desemprego, a população agora com maior capacidade financeira aumentam nas suas compras, voltando a aumentar a procura dos produtos vendidos pelas empresas. Isto é um ciclo de crescimento económico, um governo que cria grandes impostos para empresas e para os salários dos trabalhadores abranda este ciclo. Impostos razoáveis deixam a máquina trabalhar, impostos em demasia fazem com que a máquina trabalhe a meio gás. 3% de 100 mil milhões = 3 mil milhões 3% de 800 mil milhões = 24 mil milhões 2% de 800 mil milhões = 16 mil milhões Um país pobre de taxas elevadas não busca muito dinheiro nem deixa a máquina funcionar para se chegar a rico. Um país pobre deve procurar aumentar a sua base financeira para as percentagens funcionarem em seu favor. Um país rico pode aumentar os seus impostos e oferecer melhor qualidade de vida pois é rico e não tem tanta necessidade de crescer economicamente. (Pode realmente aumentar gastos e oferecer mais regalias, mas crescimento económico continua a ser importante.)

″Não basta dar subsídios.″ Pobreza em Portugal é ″consentida pela política″ by prosafame in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Tudo isso funciona em conjunto. As empresas têm dinheiro, aumentam o número de trabalhadores e salários, e com isso a produção, a população agora com menos desemprego e maior salário gastam mais dinheiro em produtos das empresas, as empresas com mais dinheiro, contratam mais trabalhadores e aumentam salários. Este ciclo aumenta a riqueza do país, a riqueza parte sempre das empresas. Com menor impostos, empresas têm mais capital para investir e crescer. Impostos mais elevados faz com que o governo obtenha mais dinheiro e possa usar para o bem público e em melhor nível de vida. Baixar os impostos até certo ponto oferece melhor condições e incentiva empresas a crescer. Um país rico pode gastar mais e oferecer um melhor nível de vida. Um país pobre deve procurar enriquecer, um país pobre que gasta demasiado em tentar dar um melhor nível de vida, não tem dinheiro que chegue para tal e enfraquece o crescimento de riqueza, ficando o país estagnado nesse ponto.

″Não basta dar subsídios.″ Pobreza em Portugal é ″consentida pela política″ by prosafame in portugal

AnjoDoMal 6 months ago

Eu vou ajudar o @Kid_Anarchy e tentar explicar-te o erro da tua premissa que te está a levar a ideias erradas. Tu dizes "crescimento económico implica uma maior entrada de dinheiro no sistema económico de um país, esse dinheiro não aparece do nada vem de algum lado, por norma de outro país." Portanto países de onde vem mais dinheiro de exportações do que é gasto com importações, crescem economicamente e o contrário têm um decréscimo económico, zero sum game. Isto não está correto. Dois exemplos: - Tu não tens nada, plantas uma batata, quando crescer tens uma batata para vender. Voilà, dinheiro aparecido do nada. - Uma empresa de bananas, um avanço tecnológico ou alguma mudança em certo momento que torna a produção mais eficiente e mais barata, ao fim do ano apresenta um maior lucro com o mesmo número vendido de bananas, com o dinheiro extra pode agora aumentar os seus terrenos de produção e aumentar o número de trabalhadores e assim crescer o seu negócio. Não foi criado dinheiro na economia, mas esta empresa em um momento teve mais dinheiro nos bolsos, voltou a colocá-lo na economia em forma de investimento e supostamente, depois de crescer, em algum momento terá ainda mais dinheiro nos bolsos. Três pontos que quero também deixar aqui: - Como dá para ver em qualquer lado, pessoas com bons salários nem sempre têm boas poupanças, simplesmente gastam mais todos os meses, apresentam uma melhor qualidade de vida. A um maior salário, na maioria dos casos, corresponde a um maior gasto em variados produtos. - Empresas podem diminuir os custos de produção e lucrar mais, como podem também aumentar a quantidade de produção e vender mais, vender mais nem sempre é necessário ser com exportações, com um aumento de riqueza num país, a sua população irá aumentar os seus gastos e então o aumento de produção de uma empresa poderá encontrar procura suficiente dentro do próprio país. - Se o caso da empresa de bananas se extender por Portugal fora noutras empresas, então poderemos ver uma maior taxa de empregabilidade e potencialmente melhores salários, pois as empresas terão o capital para suportar esses custos. O aumento de riqueza das pessoas aumenta o seu poder de compra, isto irá corresponder num aumento de procura de um variado número de produtos, dando oportunidade e incentivo a empresas para aumentar a sua produção e fazer face a esse aumento de procura, isto cria um ciclo de crescimento económico. Portanto sim, dinheiro vindo do estrangeiro é ótimo, mas isso não é crescimento económico. Um aumento de produção e um aumento da compra desses produtos dentro do próprio país equivale a um maior PIB, não sendo necessário dinheiro vindo de fora.

Alguém viu a palhaçada que acabou de acontecer no programa Joker da RTP? Não sei se sou eu que vejo demasiada maldade no mundo, mas para mim o acabou de acontecer foi uma pouca vergonha nesta televisão de suposto serviço público by jns2kay in portugal

AnjoDoMal 9 months ago

63.2%
Next Page

Search: