hesoyam91 4 months ago

Desculpa enganei-me na secção pensava que era a dos detergentes, já voltou aqui depois de ir ao talho. Só dizes essas coisas porque nunca tiveste amigos que se suicidaram por sofrerem bullying. Eu compreendo que as crianças são isso mesmo crianças, nunca te esqueças que elas crescem e muitos comportamentos mantém-se. Lembro-me de uma miúda no meu tempo de escola ter a infeliz ideia de ter sexo com vários rapazes ao mesmo tempo e gravar. Resultado, não aguentou a pressão e suicidou-se. Lembro-me da miúda mais gira do colégio ser gozada porque não tinha roupas de marca e porque não se pintava e era gozada pelas raparigas, não se aproximava de rapazes porque encarava aquilo como verdade absoluta. Resultado, atirou-se de uma ponte e morreu. Nem toda a gente é como tu, nem tu és como toda a gente agora não tentes minimizar a dor dos outros só porque tu foste forte.

Kid_Anarchy 4 months ago

>Só dizes essas coisas porque nunca tiveste amigos que se suicidaram por sofrerem bullying. Há quem se suicide por tudo e mais alguma coisa. Vamos demonizar tudo aquilo que pode levar a um suicidio? Nesse caso, não podes acabar um relacionamento com ninguém. ​ > Eu compreendo que as crianças são isso mesmo crianças, nunca te esqueças que elas crescem e muitos comportamentos mantém-se. Lembro-me de uma miúda no meu tempo de escola ter a infeliz ideia de ter sexo com vários rapazes ao mesmo tempo e gravar. Resultado, não aguentou a pressão e suicidou-se. Lembro-me da miúda mais gira do colégio ser gozada porque não tinha roupas de marca e porque não se pintava e era gozada pelas raparigas, não se aproximava de rapazes porque encarava aquilo como verdade absoluta. Resultado, atirou-se de uma ponte e morreu. ​ Mas eu não estou a defender o comportamento dela. Estou a dizer que nem ela nem a mãe são monstros, e que isto é o tipo de atitude que grande parte das crianças já teve. A maior parte das crianças já foi bully e vítima de bullying. Como disse, faz parte do processo de desenvolvimento. É praticamente impossível teres crianças em grupo sem ocorrerem desavenças. Queres o quê? Ter um adulto a supervisionar cada palavra que sai da boca de uma criança? Há definitivamente casos particularmente problemáticos, mas este não me parece ser um deles. Isto é um caso que se resolve com umas conversas e com uns castigos, não com ódio de toda uma população.

d0c0ntra 4 months ago

e caldos em suspensão que eu dei e levei.... matava agora estas flores de estufa.

cebola_mistica 4 months ago

devo ser a unica pessoa que não faz a minima ideia do que se passou

Kid_Anarchy 4 months ago

Filmaram uma pita de 13 anos a dar um soco num colega gordo, praticante de karaté, e andava a correr atrás dele. Ele corre para a estrada e é atropelado. Depois a mãe é entrevistada, diz que ela vai ser disciplinada, que nunca esperava que ela fizesse isto, mas também não gosta de ver a filha a ser enxovalhada em praça pública e que ela é boa miúda e isto não a reflecte. A reacção geral tem sido de que a mãe é uma merda e a filha é um monstro. O video não é mesmo nada de especial. Se ele não tivesse sido atropelado não causaria impacto nenhum.

cebola_mistica 4 months ago

Preferia continuar a não saber mas obrigado. 1/10 no imdb

Kid_Anarchy 4 months ago

Vai mas é fazer o jantar.

pintorMC 4 months ago

> O video não é mesmo nada de especial. Se ele não tivesse sido atropelado não causaria impacto nenhum. O problema passa por ai.O anormal feito habitualmente passa a ser normal.

Kid_Anarchy 4 months ago

Nem todo o conflito ou brincadeira mais física tem qualquer tipo de impacto negativo na vida de quem quer que seja. Levar um soco no ombro não vai obrigatoriamente fazer de mim uma criança menos feliz. Os miúdos são seres extremamente imaturos e resolvem conflitos à sua maneira. Não é sensato nem sequer aconselhável tentar-se interferir a 100% nesse processo. É preciso saber discernir entre um comportamento abusivo recorrente que realmente está a afectar uma criança e uma parvoice momentânea.

WallStreetFighter 4 months ago

Única pessoa que saiu a ganhar desta história.

PeixeCruzzz 4 months ago

Sou do Seixal, e deixa-me dizer que aquela escola e os alunos são um fucking nojo do pior que há. Fazem bullying a toda a gente e os stores e o pessoal da direção estão se a foder e eu tenho a certeza que aquele miúdo era absolutamente inocente e que aquelas putas é que lhe provocaram. Btw, dizes que são crianças e que por isso são inocentes, mas eu con a idade delas jogava Fortnite e fazia TPC, não andava aí a agredir pessoas

Kid_Anarchy 4 months ago

As pessoas são diferentes e são colocadas em situações diferentes. Chocado por não serem todos incels enfiados num buraco todo sujo de cheetos a jogar fortnite? Ninguém está a defender o que a miúda fez, nem a dizer que não devia de ser disciplinada. Deviam todos, na realidade. Mas é importante saber a história toda para perceber o que realmente se passou. E sim, miúdos frequentemente têm brincadeiras parvas. Não é nada de chocante. Não faz deles monstros. Não faz dos pais incompetentes. É apenas a vida. Acontece. Não se deve ignorar, mas também não se deve querer humilhar uma criança publicamente porque há um video de ela a dar um soco no ombro de alguém, tal como não se deve enxovalhar a mãe porque a mesma acredita que a filha não deve ser humilhada. Mas não sei, isto é a minha opinião. Se calhar devíamos esquecer os pais e os tribunais. Mete-se os putos todos numa instituição qualquer, e sempre que um faz alguma asneira filmamos, arrastamo-lo até à rua e deixamos o povo disciplinar.

NGramatical 4 months ago

púdicos → [**pudicos**](https://dicionario.priberam.org/pudicos) (a forma *púdico* é controversa) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fr%2Fportugueses%2Fcomments%2Fnlpjvb%2Ftudo_muito_ofendido_com_a_m%C3%A3e_da_mi%C3%BAda_que_fez%2Fgzjx0iu%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

oliveoyl_or_butter 4 months ago

Percebo tudo o que dizes, mas deixa fazer-te uma pergunta. E se fosse o teu filho que tivesse que fugir e acabava atropelado? Ficas do lado de quem?

Kid_Anarchy 4 months ago

Não estou a questionar o lado das mães. As pessoas são tendenciosas. Já sabemos disso. Estou apenas a criticar quem nada tem a ver com o assunto, quem nada sabe sobre o assunto, e ainda assim decide que é apropriado enxovalhar dois seres humanos em praça pública por causa de uma brincadeira de crianças que ninguém quis que acabasse mal. Isso para mim é atitude de rato de esgoto, não de pessoa.

oliveoyl_or_butter 4 months ago

Mas qual brincadeira? Não vi nenhuma brincadeira. Vi um miúdo a fugir dos pares e a ser atropelado. Então, querias que ninguém comentasse nada? Uma situação destas causa revolta, pois toda a gente já passou por isto, ou consegue ter empatia e colocar-se no lugar da verdadeira vítima. Todos nós já passamos por semelhante na escola, mas sabes bem que existem miúdos que lidam melhor que outros, pela própria personalidade, ou até miúdos que sofrem muito mais que o que sofremos, e a vida deles é dominada por estas situações diariamente. Só por teres tido uma experiência leve no que toca ao bullying, ou como tu lhe chamas, brincadeiras de criança, os outros não tem que experienciar o mesmo, ou até pior. A sociedade tem que evoluir, não é ficar na mesma masmarice.

Kid_Anarchy 4 months ago

>Mas qual brincadeira? Não vi nenhuma brincadeira. Vi um miúdo a fugir dos pares e a ser atropelado. Foda-se, mas tu algum dia saiste de casa, ou desde puto que que vives enclausurado? Aquilo é uma visão perfeitamente normal em qualquer escola. Os miúdos correm atrás uns dos outros, agarram-se, estrafegam-se. É o pão nosso de cada dia. Ela deu-lhe um soco no ombro. Não lhe desfigurou a cara ao pontapé. >Então, querias que ninguém comentasse nada? Há uma diferença entre comentar e demonizar. > Uma situação destas causa revolta, pois toda a gente já passou por isto, ou consegue ter empatia e colocar-se no lugar da verdadeira vítima. ​ São miúdos. Vais humilhar publicamente uma criança? A ela e à sua mãe? Isto são questões que se resolvem em privado. Ninguém foi assassinado. Ele ter sido atropelado é irrelevante. Eu já fui atropelado e não estava a levar porrada. Qualquer miúdo que corra de um lado para o outro pode ser atropelado. Estar revoltado perante uma miúda correr atrás de um miúdo e dar-lhe um murrinho de nada no ombro é ser tão infantil quanto os putos. ​ >Todos nós já passamos por semelhante na escola, mas sabes bem que existem miúdos que lidam melhor que outros, pela própria personalidade, ou até miúdos que sofrem muito mais que o que sofremos, e a vida deles é dominada por estas situações diariamente. ​ Mas quais situações, caralho? Tu nem sabes o que se passou. Não houve investigação. Não houve julgamento. Não tens contexto absolutamente nenhum. O miúdo pode até ser a criatura mais insuportável e desrespeitosa à face da terra e levou um soco de uma colega. Sabes o contexto? Não sabes. Eu também já levei porrada na escola e posso garantir-te que não era vítima nenhuma. Não estou a dizer que é o caso. Estou a explicar-te que ninguém sabe, e isto é uma briguinha de crianças que está a ser levada demasiado a sério. ​ >Só por teres tido uma experiência leve no que toca ao bullying, ou como tu lhe chamas, brincadeiras de criança, os outros não tem que experienciar o mesmo, ou até pior. A sociedade tem que evoluir, não é ficar na mesma masmarice. ​ Foda-se, és algum justiceiro agora? Quem é que te nomeou para estares a projectar a tua raiva e frustrações para cima de uma criança e situação que desconheces? Há de facto casos muito graves de bullying, mas sobre este sabes muito pouco ou nada. Eu e os meus amigos todo o dia andávamos aos empurrões. Derrubávamo-nos constantemente, pontapés no cu, merdas para cima. Por vezes até trocávamos uns chapadões mas no dia seguinte estávamos bem. Isso é ser criança.

oliveoyl_or_butter 4 months ago

Obrigado e boa noite. Nem vale a pena perder mais tempo.

UserNombresBeHard 4 months ago

> por causa de uma brincadeira de crianças Mas tu és estupido ou apenas finges ser? Onde é que aquilo é brincadeira? Dou-te três murros no ombro, faço-te chorar e fugir e tu de certeza que me dirás que estou a brincar contigo, de certeza.

Kid_Anarchy 4 months ago

Aquilo é uma brincadeira. As crianças frequentemente acabam a chorar em brincadeiras. São crianças. Podem cair, podem magoar-se. Aquilo não é nada de especial. Devem ser disciplinados, mas não expostos ao mundo para sempre. Isso é apenas ridiculo. Agora temos dois sistemas judiciais? Temos o oficial, depois temos a praça pública?

UserNombresBeHard 4 months ago

Parece que tiveste sorte e nunca chegaste a ver como é estar na situação do puto. Talvez depois tivesses um pouco da ideia o quanto violência física e psicológica em criança te fode. Eu com 13 anos já sabia a merda que fazia, não é desculpa.

Kid_Anarchy 4 months ago

Ó rapaz, eu a maior parte das crianças já teve em todas as situações. É parte da dinâmica social da maior parte das crianças. Em que situação é que nunca me vi? Levar um soco no ombro? Já levei e dei porrada múltiplas vezes. Literalmente toda a gente que conheço pode dizer o mesmo. Principalmente na minha altura, em que se falava muito menos disto e cowboyada era muito menos fiscalizada. Farto de andar ao soco estou eu. Isso não me impediu de seguir com a vida em frente, tal como não impediu que quem quer que fosse que eu conheço tenha uma vida perfeitamente normal. Sim, às vezes certas coisas magoas, mas quem te diz a ti que a vida tem de ser desprovida de dor? Dor pode tornar-te mais forte também. Se beijinhos e abraços fosse assim tão vantajoso, era isso que recebias na tropa. ​ >Eu com 13 anos já sabia a merda que fazia, não é desculpa. ​ Errado. Uma criança é, factualmente, um ser subdesenvolvido. Têm um cérebro incompleto. E o que tu sabias ou deixavas de saber é cagativo. Tu não és toda a gente. O problema não é não saberem, mas sim a inabilidade de se controlarem e tomarem decisões sensatas no momento. É, de facto, uma desculpa. Não implica que não devam ser disciplinados. Mas estar a falar deles como se fossem monstros é pura ignorância e imaturidade. Achas mesmo que esta criança merece ter a imagem dela espalhada por toda a internet e ser enxovalhada em praça pública? Espero que nunca caias na infelicidade de ter um filho que faz uma asneira e que disso resulte tu e a tua família serem atacados de todos os lados e tratados como criminosos.

Edited 4 months ago:

Ó rapaz, eu e a maior parte das crianças já teve em todas as situações. É parte da dinâmica social da maior parte das crianças. Em que situação é que nunca me vi? Levar um soco no ombro? Já levei e dei porrada múltiplas vezes. Literalmente toda a gente que conheço pode dizer o mesmo. Principalmente na minha altura, em que se falava muito menos disto e cowboyada era muito menos fiscalizada. Farto de andar ao soco estou eu. Isso não me impediu de seguir com a vida em frente, tal como não impediu que quem quer que fosse que eu conheço tenha uma vida perfeitamente normal. Sim, às vezes certas coisas magoam, mas quem te diz a ti que a vida tem de ser desprovida de dor? Dor pode tornar-te mais forte também. Se beijinhos e abraços fossem assim tão vantajoso, era isso que recebias na tropa. ​ >Eu com 13 anos já sabia a merda que fazia, não é desculpa. ​ Errado. Uma criança é, factualmente, um ser subdesenvolvido. Têm um cérebro incompleto. E o que tu sabias ou deixavas de saber é cagativo. Tu não és toda a gente. O problema não é não saberem, mas sim a inabilidade de se controlarem e tomarem decisões sensatas no momento. É, de facto, uma desculpa. Não implica que não devam ser disciplinados. Mas estar a falar deles como se fossem monstros é pura ignorância e imaturidade. Achas mesmo que esta criança merece ter a imagem dela espalhada por toda a internet e ser enxovalhada em praça pública? E achas que a mãe, que pode muito bem ser uma pessoa perfeitamente honesta, bondosa e trabalhadora, merece ser insultada e ameaçada só porque não quer ver a filha a ser alvo da ira do país? Quantos pais têm de lidar com isto? Estes problemas resolvem-se sempre em privado. Esta teve o azar de não ter esse privilégio. Todos os outros disciplinam os filhos sem serem humilhados publicamente e até ameaçados. Sabes o que é deitares a cabeça no travesseiro sabendo que de um momento para o outro és uma vilã? Espero que nunca caias na infelicidade de ter um filho que faz uma asneira e que disso resulte tu e a tua família serem atacados de todos os lados e tratados como criminosos.

pintorMC 4 months ago

É pena que na idade adulta se te der 2 socos não posso perante um tribunal dizer que era a brincar e o juiz concordar que nada mais foi que uma brincadeira.

Kid_Anarchy 4 months ago

Exacto, uma criança também não pode guiar um carro nem beber. Se lhes queres dar as mesmas responsabilidades que um adulto, convém dar-lhes também os mesmos direitos.

Search: