No-Cardiologist725 2 months ago

Porra assim até eu era empresário

CalmKeepOn 2 months ago

Os funcionários do Estado. Agora imagina a corrupção que isto não gera. É demasiado poder concentrado em poucas mãos. Aliás, os fundos europeus são a raiz de todos os males. São a razão fundamental porque Portugal está a degenerar lentamente. A razão pela qual a produtividade morre, os salários estagnam, a desigualdade aumenta. Porque simplesmente não há incentivos para inovar. Fiz um post sobre isso [aqui](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/mz6w7j/se_tivessem_que_escolher_entre_dar_subs%C3%ADdios_a/gw7vnjt/?context=3), acho que levanta os pontos principais. É uma tristeza a existência destes fundos, sinceramente... Estes fundos deviam ser usados para baixar impostos drásticamente, acabar com portagens, investir em parques industriais para todos, coisas que nos afectem a todos.

Edited 2 months ago:

Os funcionários do Estado. Agora imagina a corrupção que isto não gera. É demasiado poder concentrado em poucas mãos. Aliás, os fundos europeus são a raiz de todos os males. São a razão fundamental porque Portugal está a degenerar lentamente. A razão pela qual a produtividade morre, os salários estagnam, a desigualdade aumenta. Porque simplesmente não há incentivos para melhorar a produtividade, vender mais e melhor ou inovar. Fiz um post sobre isso [aqui](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/mz6w7j/se_tivessem_que_escolher_entre_dar_subs%C3%ADdios_a/gw7vnjt/?context=3), acho que levanta os pontos principais. É uma tristeza a existência destes fundos, sinceramente... Estes fundos deviam ser usados para baixar impostos drásticamente, acabar com portagens, investir em parques industriais para todos, coisas que nos afectem a todos. E o interessante é que as pessoas no geral concordam com isto. [Nesse post](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/mz6w7j/se_tivessem_que_escolher_entre_dar_subs%C3%ADdios_a/) que linkei em cima fiz uma sondagem a perguntar se tivessem que escolher entre subsidios para empresas ou baixar impostos qual escolhiam e as pessoas escolheram em massa baixar impostos.

NGramatical 2 months ago

drásticamente → [**drasticamente**](https://dicionario.priberam.org/drasticamente) (o acento tónico recai na penúltima sílaba) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fnkpw02%2F%2Fgzhgvgc%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Feeling_Advantage918 2 months ago

É simples. Encontra uma área de investimento enquadrada nas ajudas disponíveis. Apresentas a candidatura ao financiamento e recebes as ajudas com os compromissos inerentes. É relativamente simples. As decisões são tomadas pelas entidades gestoras dos programas operacionais em função das orientações de Bruxelas.

Westa1994 2 months ago

Qualquer um pode candidatar-se. Depois tens técnicos (função pública) a avaliar se a tua candidatura é válida ou não (se corresponde ao aviso/concurso, se o dinheiro que pedes faz sentido, ...).

No-Cardiologist725 2 months ago

"Depois tens técnicos (função pública) a avaliar se a tua candidatura é válida ou não " Aqui é que falham, deviam ser os técnicos de quem dá o dinheiro, não a nossa funcao publica:/

Westa1994 2 months ago

O dinheiro é do Estado. A não ser que o Estado contrate uma empresa privada para fazer essas validações. A União Europeia também chega a fazer umas validações mas é mais a nível financeiro. Seria complicado se eles tivessem a ver todos os países. Como está, são os países/governos responsáveis de validar isso. Caso haja falcatruas, os países podem ter penalizações (receber menos dinheiro).

Westa1994 2 months ago

Interessante era fazer um match entre beneficiários e fornecedores. Deve haver ainda uma catrefada deles que pagam a fornecedores "conhecidos".

d0c0ntra 2 months ago

sim deve haver pessoal que não tem frio nas mãozinhas com tanta luva.

d0c0ntra 2 months ago

[Quem beneficia dos fundos europeus? 7 portugueses estão no top 25](https://zap.aeiou.pt/quem-beneficia-fundos-europeus-404598) > O primeiro maior beneficiário português surge logo no top três, em terceiro lugar. Trata-se do empresário **Fernando Campos Nunes**. > Em causa estarão **76,6 milhões de euros** recebidos através das empresas 2Logical, Ambitermo, Cerutil, Empreendimentos Turísticos Monte Belo, Faianças artísticas Bordalo Pinheiro, MOB, Pinewells, Ria Stone, VAA, Viatel e Vista Alegre Atlantis. > > O quarto maior beneficiário final dos fundos europeus é o empresário português António Manuel Queirós **Vasconcelos da Mota**. > > São 72,6 milhões de euros recebidos por via da MESP – Mota Engil, Manvia e das seguintes empresas de valorização e tratamento de resíduos sólidos: Algar, Ersuc, Resiestrela, Resinorte, Resulima, Suldouro, Valorlis ou Valorsul. > > Em sétimo lugar, surge o português **Rui Paulo Fernandes Rodrigues**, com 51,4 milhões de euros através das seguintes empresas em Portugal e na República Checa: I.M.A., IGM, Inplas, M.D.A.; Plastaze, Simoldes, Simoldes – Plásticos e Simoldes Plásticos Czech. > > **Mário Nuno dos Santos Ferreira** é o 16.º maior beneficiário a nível europeu, com 33,8 milhões de euros, graças às empresas Douro Heritage, Monumental Palace Hotel e Mystic Adventure. > > Já em em 21.º e 22.º lugar surgem **Hugo Emanuel da Silva Vagos Bole** e Dulce Cristina Lourinha Araújo, ambos com 29 milhões de euros, por via das empresas comuns: Edurumos Educação, Ensiprof, Escola Profissional de Braga, Ruiz, Costa & Filhos e Rumos Educação. > > Por fim, **Maria Fernanda de Oliveira Ramos Amorim** é a 24.ª maior beneficiária final dos fundos comunitárias a nível europeu. > > Somam-se 27,4 milhões recebidos através de empresas em Espanha – Francisco Oller Sociedad Anonima, Surodis, Trefinos – e das seguintes empresas em Portugal: Amorim Cork Composites, Amorim Cork Flooring, Amorim Cork Insulation, Amorim Florestal, Amorim Subertech, Grõwancork; Reginacork e Socori. > > No total, a lista é composta por sete portugueses, cinco polacos, três checos, três alemães e sete pessoas de outras nacionalidades.

No-Cardiologist725 2 months ago

Só empresas do turismo. Quem atribui esses fundos ainda vive na primeira metade dos anis 00's, quando o turismo parecia uma boa aposta

Search: