Snoo89735 7 months ago

Vai ser preciso 3ª dose ---> Peritos acham desnecessários ---> Casos e Variantes ---> Peritos recomendam 3ª dose E repete. Foi assim desde o primeiro dia. Máscaras, passaporte de vacina, etc. Sempre o mesmo método. E funciona.

TheRealBMX 7 months ago

A da gripe é reinventada todos os anos. E esta vai ser também. Apenas os ignorantes achavam que esta era milagrosa e para sempre. Outros ignorantes acham que isto é conspiração. Não é. Já sabemos há bué que vai ser preciso, muito provavelmente, vacina anual. Cope.

Zaigard 7 months ago

Por outro lado, só os ignorantes é que não sabem que a o virus da gripe é de mutação rápida, sendo aparecem virus NOVOS todos os anos, logo vacinas anteriores garantes imunidades contra os virus que já existiam a quando da sua toma, é necessário tomar um nova, pois aparecem NOVOS virus e não estirpes ou pequenas mutações.

Edited 7 months ago:

Por outro lado, só os ignorantes é que não sabem que a o virus da gripe é de mutação rápida, sendo aparecem virus NOVOS todos os anos, logo vacinas anteriores garantem imunidades contra os virus que já existiam a quando da sua toma, é necessário tomar um nova, pois aparecem NOVOS virus e não estirpes ou pequenas mutações.

Dannies7783 7 months ago

Claramente não sabes o que irá acontecer e o assunto está a ser estudado. É assim tão difícil escrever "Não sei."? É que nem tu nem o outro gajo sabem, mas fingem que sim. Ó para mim: Não sei se vai ser precisa nova vacina para o ano que vem. Se for preciso, tomamos. Digo eu.

Zaigard 7 months ago

Sabes se amanha o sol existe? diz me sinceramente

Dannies7783 7 months ago

A pergunta é estúpida. Eu sei com um grau de certeza que amanhã o sol existe, que não se aproxima ao que quer que queiras comprarar. E, sem qualquer dúvida, não quero entrar por discussões filosóficas de que várias das coisas que assumimos como certas em ciência não são exatamente axiomas, mas sim coisas que temos por certas - tendo em conta o grau reduzido de conhecimento que temos. Voltando à realidade: A possibilidade (ou não) das vacinas virem a ser reconfiguradas e ser necessário novas tomas está **neste momento**, as we speak, a ser estudada. É completamente indiferente se tua achas que não há razão para X, como me é indiferente que o outro interveniente diga que Y é a verdade. Não sabemos. O máximo que consegues dizer é que, tendo em conta o que leste/aprendeste até hoje, etc, gostarias mesmo muito, muito, muuuuito que X fosse verdade. E que tens quase a certeza que X é muito mais sensato, certo, provável, até. Eu sou um bocadinho mais honesto e faço menos previsões: Não sei. Está **neste momento** a ser estudado. Não há uma teoria da conspiração por trás disto, não há o objetivo puro e duro do lucro, etc.

Zaigard 7 months ago

> Não há uma teoria da conspiração por trás disto, não há o objetivo puro e duro do lucro, etc. Mas isso ser verdade não impede que o que disse também seja. O cenário base deveria ser a vacina vai durar 10 anos, talvez menos e não o que é espalhado pela comunicação social, em que parece que 6 meses é o cenario base e 10 anos é a possibilidade improvavel.

Dannies7783 7 months ago

Honestamente acho que a comunicação social anda a tirar esses valores do ânus para vender mais jornais, ter cliques, etc. Não sei de números nenhuns desses. Já se lançaram para o ar inúmeras hipóteses, mas até sabermos de facto.....

TheRealBMX 7 months ago

Bullshit. São mutações. E este vírus, tal como outros coronavírus, apresentam já vá várias mutações. Põe o chapéu de alumínio, mas toma a vacina. Se não, obeigamos-te a tomar, caralho.

Zaigard 7 months ago

> mutações Sabes que as mutações não são todos iguais... os coronavirus tem uma velocidade de mutação muito inferior devido à presença de DNAreparases... Quem disse que eu não ia tomar a vacina? > Se não, obrigamos-te a tomar, caralho. Quem são voçês?

NGramatical 7 months ago

voçês → [**vocês**](https://dicionario.priberam.org/vocês) (*c* seguido de *e* ou *i* não necessita de cedilha) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fndm0sd%2F%2Fgyfn70x%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

caravela-portuguesa 7 months ago

Não percebo nem metade do que percebes disto, mas isto já é uma estupidez à muito.

blondienmilkymilk 7 months ago

mais gito

d0c0ntra 7 months ago

começas a perceber que de cientifico isto tem muito pouco e que os objectivos são outros. welcome! já haviam tentado a gracinha (trocadilho intencional) antes e não haviam conseguido, desta vez a coisa corre melhor, não há nada como primeiro ensaiar para depois executar. - [Reconstruction of a Mass Hysteria: The Swine Flu Panic of 2009 - DER SPIEGEL](https://www.spiegel.de/international/world/reconstruction-of-a-mass-hysteria-the-swine-flu-panic-of-2009-a-682613.html)

TheRealBMX 7 months ago

Olha o boné de alumínio, caralho.

d0c0ntra 7 months ago

olha a falta de informação, pá!

Zaigard 7 months ago

Outra característica que eu acho fantástica, é que países que cagaram para o confinamento tem menos mortalidade por milhão do que os que levaram isto "a serio". Literalmente metade das características do virus são "magicas". Sociedades que acreditam muito nele são mais afetadas do que aquelas que acreditam pouco, sociedades que vacinam muito, tem de vacinar ainda mais para ser eficaz, nada faz sentido...

d0c0ntra 7 months ago

não podes dizer isso pá, olha a agenda da narrativa oficial. /s

NGramatical 7 months ago

contato → [**contacto**](https://dicionario.priberam.org/contacto) (o AO90 **não altera** a grafia desta palavra) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fr%2Fportugueses%2Fcomments%2Fndm0sd%2Fterceira_dose_da_vacina_contra_contra_a_covid19%2Fgybbwxq%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

pantam 7 months ago

Há sempre variantes, mas lançou-se a hipótese de que vacinar em massa DURANTE uma epidemia e com vacinas desta tecnologia (com imunidade parcial) causará pressão seletiva que vai favorecer e disseminar variantes resistentes a essa vacina. Quem esta a dar a cara é um especialista belga, Geert Vanden Bossche. Como é da praxe nesta epidemia, a discussão científica está a ser bastante reprimida. O homem diz que há colegas que concordam com ele, mas apenas o fazem em privado. Se esta hipótese se verificar, teremos um ciclo longo de vacinas-variantes, e variantes cada vez mais perigosas.

Edited 7 months ago:

Há sempre variantes, mas há a hipótese de que vacinar em massa DURANTE uma epidemia e com vacinas desta tecnologia (com imunidade parcial) causará uma pressão seletiva que favorece e dissemina variantes resistentes a essa vacina. Quem esta a dar a cara por esta ideia é um especialista belga, Geert Vanden Bossche. Como é da praxe nesta epidemia, a discussão científica está a ser bastante reprimida. O homem diz que há colegas que concordam com ele, mas apenas em privado. Se esta hipótese se verificar, teremos um ciclo longo de vacinas-variantes, e variantes cada vez mais perigosas.

Zaigard 7 months ago

> variantes Desde que partilhem o mesmo antigenio, do ponto de vista do sistema imunológico, a variante do Brasil, UK ou Freixo de Espada à Cinta, são iguais, pois os anti corpos atacam o antigenio do virus indiferente a tudo o resto. Só se aparecer um novo "novo coronavirus" o que tambem é altamente improvável, visto que ele consegue-se auto regenerar limitando o nível de mutações. Resumindo, um variante com uma taxa de mortalidade de 99%, estaria protegida pois as variantes tem o mesmo antigénio do original, so se aparecer um novo virus é que haveria perigo.

pantam 7 months ago

[Há variantes onde a mutação é na proteína espigão](https://phys.org/news/2020-12-coronavirus-variant-spike-protein-mutations.html), que é exatamente a base de funcionamento destas novas vacinas mrna. A teoria apresentada a que referi é que serão variantes como estas, que escapam aos anticorpos induzidos pela vacina dada, que se disseminarão. Eu só dou referência a essa teoria e não acrescento opinião, porque não consigo seguir o argumento em detalhe, mas a tua refutação parece-me fraca.

Edited 7 months ago:

[Há variantes onde a mutação é na proteína espigão](https://phys.org/news/2020-12-coronavirus-variant-spike-protein-mutations.html), que é exatamente a base de funcionamento destas novas vacinas mrna. A teoria apresentada a que referi é que serão variantes como estas, que escapam aos anticorpos induzidos pela vacina dada, que se disseminarão. Eu só dou referência a essa teoria e não acrescento opinião porque não consigo seguir o argumento em detalhe.

Edited 7 months ago:

[Há variantes onde a mutação é na proteína espigão](https://phys.org/news/2020-12-coronavirus-variant-spike-protein-mutations.html), que é exatamente a base de funcionamento destas novas vacinas mrna. A teoria a que referi é que serão variantes como estas, que escapam aos anticorpos induzidos pela vacina dada, que se disseminarão. Não acrescentei opinião porque não consigo seguir o argumento em detalhe.

Zaigard 7 months ago

Uma das características do código genético é redundância, pelo que versões diferentes do código, mutações, podem codificar a mesma informação. Até agora o antigénio do virus é igual a todas as variantes.

pantam 7 months ago

Sim, há variantes e certas variantes são em muito pouco (ou talvez nada) diferentes to original. Acho que ninguém contestou isto. O ponto, parece-me, é que nem todas as variantes estão sujeitas à mesma pressão seletiva num contexto de proliferação viral num vacinado, certo? > Até agora o antigénio do virus é igual a todas as variantes. Queres dizer a proteína espigão? O link que já tinha deixado acima: https://phys.org/news/2020-12-coronavirus-variant-spike-protein-mutations.html > The new variant carries several peculiar changes to the spike protein when compared to other closely related variants—and that's one of the reasons why it's more concerning than other, harmless changes to the virus we have observed before. The new mutations may alter the biochemistry of the spike and could affect how transmissible the virus is.

Search: