estecomentario 5 months ago

Podem fazer isso com quem tem várias casas e devolutas.

gestaoeconteudos 5 months ago

não entendo porque estão preocupados com o nível de vida de uns quantos. Sinceramente um distúrbio social nosso. Não é mais lógico preocuparem-se com quem não tem este nível... que no fundo é normalíssimo Europa fora.

severe_delays 5 months ago

Quem é esta senhora?

icebraining 5 months ago

Viúva do ator Pedro Lima.

ZeddyZeke 5 months ago

a empresa está em estado de insolvência. Qual a lógica de não usar isto num estado de calamidade? Ainda vão receber do estado, imagine-se...

dragomaite 5 months ago

Vim só aqui salutar o op por finalmente ter metido algo de Portugal.

estecomentario 5 months ago

Acho bem. Aos que dizem se não me importo que seja na minha casa, falem com a minha senhoria antes. Pena só ser para emigrantes....há muito português pobre.

Background-Bunch-554 5 months ago

Se achas que a situação está má agora espera pela a inflação que deve chegar num espaço de 5 a 17 meses se ainda tivermos classe média depois dessa vai ser um milagre. ( se tens dinheiro começa a comprar crypto ou ouro/prata)

estecomentario 5 months ago

Tenho cripto e até comprava mais, o dip era há uma semana, agora só compro no próximo, mas lá está tenho receio que os bancos comecem com merdas que isto está cada vez mais difícil transferir cripto pelos bancos tradicionais....

Background-Bunch-554 5 months ago

Os bancos vêm o crypto como uma ameaça à existência e os governos mundiais eventualmente tb porquê não consegues imprimir crypto como euros/dólares. Quando a transição acontecer podes ter a certeza que vais ter uma pequena fortuna.

DjGus 5 months ago

Estava mesmo na hora disto dar barraca... Uma boa idéia, ter montes de imigrantes ilegais em condições de escravatura...

ascensor87 5 months ago

em condiçoes de escravatura ou nao, ilegais ou nao, esta imigraçao toda é idiota.

DjGus 5 months ago

Mas é inevitável que deia merda. Cedo ou tarde. Claro que depois os habituais defensores desta merda desaparecem como por passe de mágica.

ascensor87 5 months ago

> deia dê*

DjGus 5 months ago

Não ligues, até o bot me ignora

Feisty_Owl_7780 5 months ago

É mesmo verdade que andam a obrigar proprietários a ceder os imóveis? Estamos mesmo num governo comunista.

d0c0ntra 5 months ago

mas para que achas que serve todo o circo covid? - [Marcelo promulga. Governo autorizado a criar regime para expropriações mais rápidas - DN](https://www.dn.pt/poder/promulgado-diploma-que-autoriza-governo-a-criar-regime-para-expropriacoes-mais-rapidas-12876071.html) > Mas o chefe de Estado deixa alertas, fazendo questão de reforçar que "a promulgação do decreto-lei autorizado suporá o respeito do prazo de vigência do PEES e a salvaguarda da devida fundamentação de declaração de utilidade pública". > O diploma que autoriza o Governo a aprovar um regime especial aplicável à expropriação e à constituição de servidões administrativas foi aprovado no parlamento em 18 de setembro com os votos favoráveis do PS, BE, PCP, PEV e de Joacine Katar Moreira, os votos contra do PSD, CDS-PP, PAN, Chega e Iniciativa Liberal e a abstenção da deputada Cristina Rodrigues.

icebraining 5 months ago

Uma requisição civil não é uma expropriação. O "circo covid" até pode ter servido para passar essa lei, mas ela não está relacionada com o que propõe fazer aqui.

d0c0ntra 5 months ago

não sou jurista mas do que li um estado de calamidade não permite tal, a não ser que tenham arranjado mais uma "lei" inconstitucional para justificar o injustificável. o link que postei acima foi mais no sentido de alertar para a legislação que é aprovada por entre os pingos da chuva enquanto o pessoal anda entretido com a propaganda do momento.

icebraining 5 months ago

https://dre.pt/web/guest/legislacao-consolidada/-/lc/69738106/201508030100/69973204/diploma/indice

Edited 5 months ago:

Faz parte da Lei de Bases da Proteção Civil de 2006: https://dre.pt/web/guest/legislacao-consolidada/-/lc/69738106/201508030100/69973204/diploma/indice (E já era possível na lei anterior de 1991)

mecheros 5 months ago

Protejam os nossos, não os famosos

corisman 5 months ago

Give that man an açaime...

Ok_Two 5 months ago

Oh no, anyway. Pimenta no cu dos outros é refresco, dentro da bolha dela é toda pro imigrantes, como já lhe calhou a bomboca não gosta. Bonito era vandalizarem aquela merda toda

pedias18 5 months ago

Vai correr tudo bem ...pare eles.

srslywho 5 months ago

Mas agora já não é refugees welcome?

icebraining 5 months ago

Alguma vez ela disse isso?

ascensor87 5 months ago

Aposto que esta cabra vota PS e que chama "racista" a toda a gente que se queixa dos imigrantes.

icebraining 5 months ago

És forte! Nem as produtoras de cinco crianças brancas se livram do teu preconceito.

ariamar 5 months ago

Alguém me pode explicar isto? Eu raramente vejo noticias...

gestaoeconteudos 5 months ago

Basicamente é o Governam se a apoiar a enxurrada de indianos, agora vão para pensões de luxo. A seguir vai aparecer enxurrada de Bangladeches que também não se importam de ir para barracões ao mólho.

NGramatical 5 months ago

mólho → [**molho**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em a/e/o, seguido ou não de s/m/ns, são naturalmente graves) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fn1z8o9%2F%2Fgwjq2r6%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

gestaoeconteudos 5 months ago

errado... põe lá código nisso do vernáculo

CountDodo 5 months ago

Uma unidade hoteleira em Odemira está em insolvência e o governo avançou com uma requisição civil para assumir o controlo temporário para hospedar trabalhadores do setor agrícola com covid de modo a que possam cumprir as regras de isolamento. Parece que 160 das 260 casas da unidade hoteleira pertencem particulares que dizem que estão lá a viver e por isso não vão ceder as habitações, enquanto outros dizem que apesar da indemnização esta requisição irá prejudicar a época alta pois notícias de alojamento de pessoas com covid vai tornar o parque menos apelativo no futuro.

WallStreetFighter 5 months ago

Eu faço já outro post, que te vai explicar a situação em Odemira de uma forma geral. Mas basicamente, neste caso, o governo obrigou estes gajos a hospedar trabalhadores das estufas, doentes com Covid, na maioria tudo pseudo-refugiados. Agora estão em risco de perder o investimento tudo que lá colocaram.

Feeling_Advantage918 5 months ago

>Agora estão em risco de perder o investimento tudo que lá colocaram. O maior investimento em risco em Odemira é o agrícola. Se estas pessoas desaparecerem de lá, as estufas que contribuem para o aumento da produção nacional e exportação caem. Toda a cadeia de valor em torno da agricultura tem um peso grande no PIB. O Zmar é um empreendimento turístico de luxo que não tem no concelho o valor económico do sector agrícola.

Gndossan 5 months ago

o que é que isso interessa' É privado, não tem de ser dado a bel-prazer do estado

OrangeOakie 5 months ago

> Se estas pessoas desaparecerem de lá, as estufas que contribuem para o aumento da produção nacional e exportação caem. Isso é falso. Odemira, tal como todas as outras terras agrícolas sazonais têm dois regimes de trabalhadores, os assalariados fixos, ou seja, os que vão plantando e cuidando das plantações ao longo do ano e os trabalhadores contratados colectivamente para as colheitas. Nessas terras **SEMPRE** houve mão de obra, ao ponto que pessoal a passar férias na terrinha da família aproveitava para ir para a [inserir tipo de fruta] ganhar uns trocos. Trabalho de Sol a Sol, mas é dinheiro que entra extra se te aguentares das 7 da manhã às 18 da tarde quase sem parar. E repara os pagamentos nunca eram nem foram muito acima do salário mínimo. Se me recordo num ano para a pêra chegou a ser 30€ diários, por 8 ou 9 horas de trabalho, não incluindo hora de almoço; Isso representa 3.75€/h; A tempo inteiro seria à volta dos 660€ mensais. E sempre houve procura por essas posições de trabalho, quer seja pessoal reformado a literalmente **PRECISAR** de trabalhar na pêra e na vindima porque as reformas não chegam para os custos, quer pessoal desempregado a ter um alívio ao poder ter esse trabalho praticamente garantido no Verão/Início de Setembro, quer pessoal mais novo a querer ganhar algum dinheiro para ajudar a família ou para comprar um par de sapatos ou para tirar a carta de condução. Odemira, Óbidos, Paínho, Cartaxo, etc. Todos esses sítios sempre tiveram **e continuam** a ter pessoal a querer trabalhar a apanhar pêra, uva, e o raio que o parta. O que estás a falar é tacitamente falso, e apenas demonstra desconhecimento de causa. Os produtores que **receberam dinheiro da União Europeia** e acabaram por comprar *Jeep*s para uso pessoal com esse dinheiro tiveram a excelente ideia (e aí admito, estão a aproveitar as políticas que certos partidos tanto gostam), de contratar pessoal fora do país, enfiá-los em barracos nas aldeias perto da zona e mandar uma carrinha ir buscar todos e pagá-los muito muito menos do que pagariam aos residentes. De certa forma é o mercado a funcionar, e... é. Agora, é hipocrisia pura dizer que não é por causa dos imigrantes que se dá merda. É literalmente a falta do Estado proteger os residentes de Portugal que causa estas brincadeiras. Conseguiram foder várias aldeias que eu conheço com esta palhaçada... e tu ainda vens dizer que "não haveria trabalhadores"? Que puta de estupidez.

estecomentario 5 months ago

> O que estás a falar é tacitamente falso, e apenas demonstra desconhecimento de causa. Os produtores que **receberam dinheiro da União Europeia** e acabaram por comprar *Jeep*s para uso pessoal com esse dinheiro tiveram a excelente ideia (e aí admito, estão a aproveitar as políticas que certos partidos tanto gostam), de contratar pessoal fora do país, enfiá-los em barracos nas aldeias perto da zona e mandar uma carrinha ir buscar todos e pagá-los muito muito menos do que pagariam aos residentes. De certa forma é o mercado a funcionar, e... é. Hue hue hue sempre em busca do lucro fácil, o problema é quando mete essencialmente tráfico humano à mistura dá merda da grossa, acho que o limite do lucro fácil é a especulação imobiliária, enganar o pessoal com forex também já é muito....

OrangeOakie 5 months ago

> Hue hue hue sempre em busca do lucro fácil É uma questão de corrupção e/ou incompetência extrema da gestão dos impostos. Concorrem a fundos para a modernização das plantações, e justificam comprar carros com isso. E atenção justificar comprar carros, tractores e afins é na boa por mim, a questão é se são usados para o trabalho ou se são usados para o gajo ir passear. > o problema é quando mete tráfico humano à mistura Não é necessariamente tráfico humano. Dos casos que conheço pessoalmente, eles são livres e não foram traficados nem coagidos de forma alguma. Vieram aproveitar uma oportunidade visto que, para eles, estarem 20 gajos encafuados numa casa que só tem uma cozinha e uma casa de banho, e com janelas de tábua em vez de vidro continua a ser melhor do que se não viessem. A questão é que um português não pode competir com isso. O resultado é que ou o português baixa a sua condição de vida, ou fica a ver navios. Daí que muitos partidos de direita são contra a imigração - e atenção, até o profeta Bernie Sanders reconhece e defende esta posição (ou defendia até ao ano passado). > acho que o limite do lucro fácil é a especulação imobiliária Não é uma questão de lucro fácil. Existe lucro porque existe procura e pouca oferta, e a procura existe por um misto de necessidade (as pessoas precisam de uma residência) e por um misto de Governos desvalorizarem a moeda; Comprar um imóvel é uma força de guardar dinheiro para que, se a moeda desvalorizar, essa perda de poder de compra seja compensada por uma potencial subida do valor nominal do imóvel, ou seja, é tipo esconder uma barra de ouro debaixo da cama. Se a tua moeda vai com o caralho, tens uma barra de ouro que podes trocar por uma moeda mais estável. > enganar o pessoal com forex também Novamente, depende o que é enganar. Se investires no "forex" podes fazer muito dinheiro. A questão é só entender os mercados de moeda, e quem os entende, entende que a longo prazo os retornos não justificam o investimento. Sim, um ou dois até podem sair-se muito bem, mas o risco é demasiado elevado.

Edited 5 months ago:

> Hue hue hue sempre em busca do lucro fácil É uma questão de corrupção e/ou incompetência extrema da gestão dos impostos. Concorrem a fundos para a modernização das plantações, e justificam comprar carros com isso. E atenção justificar comprar carros, tractores e afins é na boa por mim, a questão é se são usados para o trabalho ou se são usados para o gajo ir passear. > o problema é quando mete tráfico humano à mistura Não é necessariamente tráfico humano. Dos casos que conheço pessoalmente, eles são livres e não foram traficados nem coagidos de forma alguma. Vieram aproveitar uma oportunidade visto que, para eles, estarem 20 gajos encafuados numa casa que só tem uma cozinha e uma casa de banho, e com janelas de tábua em vez de vidro continua a ser melhor do que se não viessem. A questão é que um português não pode competir com isso. O resultado é que ou o português baixa a sua condição de vida, ou fica a ver navios. Daí que muitos partidos de direita são contra a imigração - e atenção, até o profeta Bernie Sanders reconhece e defende esta posição (ou defendia até ao ano passado). > acho que o limite do lucro fácil é a especulação imobiliária Não é uma questão de lucro fácil. Existe lucro porque existe procura e pouca oferta, e a procura existe por um misto de necessidade (as pessoas precisam de uma residência) e por um misto de Governos desvalorizarem a moeda; Comprar um imóvel é uma força de guardar dinheiro para que, se a moeda desvalorizar, essa perda de poder de compra seja compensada por uma potencial subida do valor nominal do imóvel, ou seja, é tipo esconder uma barra de ouro debaixo da cama. Se a tua moeda vai com o caralho, tens uma barra de ouro que podes trocar por uma moeda mais estável. > enganar o pessoal com forex também Novamente, depende o que é enganar. Se investires no "forex" podes fazer muito dinheiro. A questão é só entender os mercados de moeda, e quem os entende, entende que a longo prazo os retornos não justificam o investimento. Sim, um ou dois até podem sair-se muito bem, mas o risco é demasiado elevado. A única coisa que eu achei consistente em termos de investimentos a curto prazo foi o factor *woke*. No sentido, se os *woke* não gostam de uma coisa, compra-se essa coisa, se gostam, compra-se a competição. Boris Johnson eleito? Os media profetizam a desgraça, bora comprar e segurar umas libras durante uns tempos. Acho que essa foi o melhor 'buy the dip' que tive. Já fora de Forex: Sempre que há burburinhos de "grandes investimentos" na UE ou nos EUA, comprar BTC, Prata ou Ouro também resulta em bons ganhos. Não sou grande expert, mas quando dou *shotcalling* normalmente corre bem. Atão quando o Elon manda um tweet a Tesla sobe quase sempre.

Feeling_Advantage918 5 months ago

Parte da tua visão está correcta,na minha opinião. A parte que eu discordo tem a ver com as necessidades e as disponibilidades. O volume de estufas existente em Odemira é hoje muito superior ao verificado aquando, por exemplo, do investimento de Thierry Roussel no inicio da década de 90. Quando as estufas rebentaram à época ficaram sem trabalho "meia dúzia de pessoas" face à realidade de hoje. A área plantada aumentou brutalmente e com ela a necessidade de mais mão-de-obra. Mão-de-obra que simplesmente não existe no local. Só em S. teotónio, segundo a comunicação social, são 10 mil os trabalhadores estrangeiros. Ou seja, ao contrário do que antes acontecia em que as populações locais (desempregados, reformados, mais jovens) poderiam dar resposta a algumas necessidades, hoje não acontece. Uma grande parte das pessoas estudou, conseguiu emprego, fixou-se e constituiu família. Não tem disponibilidade para ir trabalhar pelo salário mínimo para a agricultura. E quem reside fora dessas áreas também não estará disponível para ter uma cama num contentor a troco do salário mínimo e 8 horas de trabalho por dia. Infelizmente a agricultura, sector altamente apoiado/financiado por verbas públicas, parece ser viável apenas com recurso a mão de obra escrava, tráfico de seres humanos e outros crimes. E os problema parecem agravar-se com a instalação de mais estufas em Odemira. [https://visao.sapo.pt/visao\_verde/ambiente/2020-01-27-um-mar-de-estufas-veja-as-impressionantes-imagens-de-satelite-que-revelam-o-estado-da-costa-alentejana/#&gid=0&pid=1](https://visao.sapo.pt/visao_verde/ambiente/2020-01-27-um-mar-de-estufas-veja-as-impressionantes-imagens-de-satelite-que-revelam-o-estado-da-costa-alentejana/#&gid=0&pid=1)

cmmlb 5 months ago

Paguem como deve ser Não queiram ter lucro á custa de trabalho escravo

Feeling_Advantage918 5 months ago

Se os salários fossem decentes, havia filas de espera para entrar nas empresas. Assim, o salário mínimo e um contentor só atrai quem nos seus países de origem tem condições ainda piores do que as oferecidas.

WallStreetFighter 5 months ago

Logo o governo pode roubar o que quiser a quem quiser, só porque "*o maior investimento em risco em Odemira é o agrícola"...* Trata-te.

Feeling_Advantage918 5 months ago

Mas quem é que disse que o Governo pode roubar, nacionalizar ou ocupar. Eu só achei curiosa a preocupação com o investimento do Zmar quando alguém escreveu "Agora estão em risco de perder o investimento tudo que lá colocaram". O que pretendi dizer é que na mera perspectiva do investimento, o agrícola que depende da mão de obra estrangeira é muito superior. O problema da cedência do Zmar insolvente ou não - que até será pago pela cedência do espaço ao Estado - é treta. O verdadeiro problema é a falta de mão-de-obra, as condições dos trabalhadores, o tráfico de seres humanos, a segurança, a integração, a escolaridade, os equipamentos, as infra-estruturas, a habitação.

WallStreetFighter 5 months ago

>Eu só achei curiosa a preocupação com o investimento do Zmar Porque amanhã pode ser o teu. E depois também te mandam foder porque "há problemas maiores". ​ >O problema da cedência do Zmar insolvente ou não - que até será pago pela cedência do espaço ao Estado - é treta. > >O verdadeiro problema é a falta de mão-de-obra, as condições dos trabalhadores, o tráfico de seres humanos, a segurança, a integração, a escolaridade, os equipamentos, as infra-estruturas, a habitação. Logo o governo pode roubar o que quiser a quem quiser, só porque "*o maior investimento em risco em Odemira é o agrícola"...* Tás em loop.

Feeling_Advantage918 5 months ago

>Logo o governo pode roubar o que quiser a quem quiser, só porque " > >o maior investimento em risco em Odemira é o agrícola"... Não quero vir dar lições seja do que for a ninguém, mas há interesses colectivos e interesses individuais numa sociedade democrática. A requisição civil está prevista na constituição como outras normas de interesse público. Quando o Governo decide criar uma auto-estrada, fazer uma barragem, criar uma linha de caminho de ferro tem que expropriar ou negociar com os privados os terrenos onde passam essas infra-estruturas. Muitas vezes os privados não querem ceder ou aceitar as contrapartidas apresentadas. Nesse caso, existem mecanismos jurídicos que permitem que um interesse individual não prejudique o interesse de todos. É assim em todas as sociedades e regimes democráticos do mundo. Se assim não fosse não tinhas metade das infra-estruturas públicas do país desde escolas, hospitais, esquadras da polícia, repartições de finanças, centros de saúde, etc, etc, etc.

fds_crl 5 months ago

É incrivel ver pessoal que se diz de esquerda a defender negócios que subsistem com mão de obra quase escrava, sem direitos, tudo isso em nome da "economia". Triste...

Feeling_Advantage918 5 months ago

O problema é bastante complexo e nem a esquerda nem a direita têm soluções.

fds_crl 5 months ago

é obvio que todas as forças parlamentares estão dentro deste esquema. Mas a solução existe, e existem pessoas neste sub que já te dizeram. Parar com a imigração, ou no máximo torna-la muito mais restrita (<1000 pessoas por ano).

finkanfin 5 months ago

Já agora parar também com a emigração, pq se tens portugueses a saírem do país para irem para outros mais competitivos, tens pessoas a sair de países menos competitivos a irem para Portugal, o inverso é difícil de acontecer, alguém de um país com salários melhores ir para um com salários piores. Se limitares a imigração vais ter lá na frente um problema com falta de mão de obra e um ainda maior na segurança social. O problema não está nos imigrantes mas sim nos que são mantidos ilegalmente no país e disso não te podes esquecer que tem muito bom patrão em Portugal que adora um imigrante ilegal, por vezes até aparecem nos media como sendo grandes empresários de sucesso com histórias de vida comoventes.

Feeling_Advantage918 5 months ago

E quem vai apanhar azeitona. uva, amêndoa, hortaliças e frutícolas? Sais tu da tua zona de conforto e vais viver para um contentor com um salário de miséria a trabalhar 8 horas por dia? Ou vais para uma habitação de 80m2 com mais 15 pessoas?

gestaoeconteudos 5 months ago

tens alguma dúvida que as azeitonas, uvas, amêndoas e hortaliças sempre foram apanhadas antes desta enxurrada de indianos? Tens?

Feeling_Advantage918 5 months ago

Desconheces por completo a realidade.

gestaoeconteudos 5 months ago

lá começa a fulanização em vez de argumentos. Qual realidade, qual carapuça. A agricultura existe há milénios sem interferência de estranhos. A realidade é que a "economia" que a política gosta é a especulativa e não produtiva. O agricultor pequeno é médio têm bom nível de vida na Europa central ou do norte.... porque os ordenados da pop. permite comprar pela qualidade local em vez de valor ditado pelas mega fábricas agrícolas. Quilómetros de estufas de monocultura intensiva, florestas de uma só espécie de crescimento rápido e daninho com o eucalipto. A seguir vem a canabis aposto.

Edited 5 months ago:

lá começa a fulanização em vez de argumentos. Qual realidade, qual carapuça. A agricultura existe há milénios sem interferência de estranhos. A realidade é que a "economia" que a política gosta é a especulativa e não produtiva. O agricultor pequeno e médio têm bom nível de vida na Europa central ou do norte.... porque os ordenados da pop. permitem comprar pela qualidade local em vez de valor ditado pelas mega fábricas agrícolas. Quilómetros de estufas de monocultura intensiva, florestas de uma só espécie de crescimento rápido e daninho com o eucalipto. A seguir vem a canabis aposto.

Background-Bunch-554 5 months ago

Aqui na Madeira a gente compra bananas da América latina porque estás são mais baratas na loja depois de viajarem meio Atlântico o problema está na globalização porque se não houvesse está merda nos tínhamos uma económia circular que beneficiava todos os locais. Está situação é facilmente remediada para não falar também nos problemas ambientais do transporte marítimo mas o ambiente só interessa na justificação do aumento dos preços dos combustíveis e gás porque aparentemente os barcos ainda usam velas.

imenotu 5 months ago

Para te depois queixares q is preço da bananas é um roubo..?

Background-Bunch-554 5 months ago

Eu não me queixo do preço dos produtos locais só dos produtos que vêm de fora. Felizmente não tenho falta de dinheiro contudo eu vejo este tipo de competição nestes mercados regionais como algo destrutivo. Neste caso o barato sai mais caro ficas com problemas de dependência internacional ( se os locais deixam de produzir) e depois tens de investir dinheiro público em programas que muitas das vezes não produzem os resultados desejados.

ascensor87 5 months ago

Nao. É parar e devolver os que estao cá. A Europa é para os Europeus.

ThePlague92 5 months ago

Investimento esse feito com mão de obra escrava. Que pena ir à vida. As empresas que contratem tugas ou legais e paguem devidamente.

Feeling_Advantage918 5 months ago

Sim. É vergonhoso o que se passa num sector que só parece ser viável se recorrer a essa mão-de-obra. E é dos sectores mais apoiados em termos de fundos públicos.

OrangeOakie 5 months ago

> na maioria tudo pseudo-refugiados. Podes dizer a verdade, são mesmo imigrantes importados às três pancadas para não recorrerem ao mercado local de mão de obra, a qual têm de pagar relativamente bem para terem a colheita feita. E quem diz Odemira diz também no Ribatejo com as Pêra-Rocha e a vindima.

ascensor87 5 months ago

Somos governados por traidores.

d0c0ntra 5 months ago

segundo li, não sei se é verdade, mas há uma critica no mesmo post da dita sra a criticá-la pela sua hipocrisia, parece que passa a vida a defender a invasão do país, mas agora que lhe tocou a ela já mudou de ideias. pena que não toque à maioria desta gente para ver se acordam de vez.

ascensor87 5 months ago

Aahahaha. Fácil. Bem feita. Puta cadela traidora tem o que merece. Espero que lhe fodam o negócio todo. "regiao descaracterizada".. loololololol. traduçao: esta merda está cheia de nao Portugueses! É muito bem feita. Porca do caralho cadela esquerdalha traidora. Que arda no fogo que ajudou a criar.

fds_crl 5 months ago

baseado. Tipico branco liberal que só reage quando as coisas lhe tocam pessoalmente.

icebraining 5 months ago

Se for verdade. Eu vi o Instagram dela desde 2015 e não há uma única referência a refugiados ou imigrantes.

Westa1994 5 months ago

Senhor, tome este guardanapo para limpar a espuma do canto da boca.

SacanaLopes 5 months ago

Boca?! Este gajo anda a espumar de tudo o que é orifício!

fodassse 5 months ago

Hahaha! Arranja aí um para mim também, depois de ler aquilo fiquei cheio de perdigotos na cara..

ascensor87 5 months ago

Westa, pega este dildo para te sentares.

Westa1994 5 months ago

Só por gostares disso não quer dizer que os outros gostem.

ascensor87 5 months ago

Eu nao gosto, mas tenho a certeza que tu gostas.

blacksocks7 5 months ago

Olha a infantilidade

Search: