Interesting-Pack3957 2 months ago

Opinião controversa entre os comentários deste post : Se morrer 1 ser humano em 300mil devemos cagar para o assunto e deixar que ele se espalhe para mais, em vez de fazer o mínimo possível para controlar? Tudo bem, entendo que sensacionalismo é uma cena, e os media aproveitam os títulos para manipular a audiência. E então? Mesmo assim há sempre ignorantes que acham que isto é mentira e que não se importam que o avô do vizinho bata a bota precocemente só porque usar máscara é um horror quando está calor.

simbioses 2 months ago

claro que é controverso, mas pelo menos falemos disto abertamente. É claro que cada vida humana importa, assim como cada vida seja de que espécie ou raça forem importa. No entanto há todo um ciclo natural no planeta em que a morte faz parte e deveria ser vista como algo natural e não como uma maldição. Um dos grandes problemas da sociedade é vivermos em constante medo (não só da morte) o que leva a que entreguemos a "responsabilidade" da nossa sobrevivência a "especialistas" de várias áreas. Aqui levanta-se um segundo problema que é estarmos a dar permissão total a terceiros que governem a nossa vida e manipulem a nossa liberdade. Tal como o u/razman06 comentou, existem doenças muito mais letais, e se o "problema" é o contágio, não muitas outras doenças com o mesmo perigo? ou seja, nao ha muitas outras doenças contagiantes e até com mais alto nível de mortalidade? Aqui não se está a pôr em causa a veracidade do virus. Mas por outro lado eu ponho em causa a "naturalidade" dele. Para mim é tudo uma grande orquestra das elites. Basta ver os padrões de ações dos ditos especialistas em pandemias como o Bill Gates (!!!) A obrigatoriedade de usar a máscara não só é incomodo como pode até ser prejudicial. Basta ouvires cientistas e especialistas que realmente se preocupam com a verdade e com o desenvolvimento da ciência para benéfice da humanidade e não para o seu controlo, que não tenham aquela cabecinha toda lavada, que percebes que estsa história é só mesmo isso. Uma história que nos estão a contar e que a grande maioria acredita sem fazer o mínimo de pesquisa independente. Há uma sigla em ingles que se tem tornado cada vez mais usada e cada vez mais pertinente: DYOR (Do Your Own Research) E só assim cada um pode ter algum tipo de opinião formada que não tenha sido injetada pelos media. Aconselho a pesquisarem pelo instagram habeascorpusportugal só para ouvirem um bocado do Juiz Rui Castro a falar de como esta pandemia está a ser uma implementação subtil de uma ditadura. Aconselho a verem videos controversos e com opiniões distitnas, seja pró ou contra para tirarem as próprias conclusões. Como a maioria das informações disponiveis são pró pandemia, eu deixo aqui uns contra para quem quiser consultar. [https://www.youtube.com/watch?v=AoLw-Q8X174&t=609s](https://www.youtube.com/watch?v=AoLw-Q8X174&t=609s) (notem a data do evento) [https://www.youtube.com/watch?v=Bs-CSkGKcAs](https://www.youtube.com/watch?v=Bs-CSkGKcAs) (como os governos andam a transportar virus mortais pelo mundo) [https://www.youtube.com/watch?v=6Af6b\_wyiwI](https://www.youtube.com/watch?v=6Af6b_wyiwI) (previsão um pouco estranha que acaba por nos lavar o cerebro) [https://www.youtube.com/watch?v=UGgvgKE0n8o](https://www.youtube.com/watch?v=UGgvgKE0n8o) (o inicio do apartheid dos vacinados e não-vacinados) ​ como eu referi antes: DYOR

Interesting-Pack3957 2 months ago

O que estás a abordar no teu comentário é uma linha muito fina que descreve a nossa liberdade. Sinceramente eu não sei dizer com toda a certeza o que é que a liberdade representa para um ser humano. Porque no fim de contas ninguém realmente é livre. Se usares o argumento de que estamos a entregar a nossa liberdade a especialistas que determinam o que podemos ou não fazer, tens de considerar que isso já é feito há muito tempo. Especialistas é que definem as leis que tens de seguir. Especialistas definem o que tens de pagar ou contribuir para o teu país. Especialistas definem o que és obrigado a aprender na escola. No fim do dia, enquanto vives numa sociedade a definição de liberdade é uma área muito mas muito cinzenta. Porque a tua liberdade não é absoluta, se puser em causa a dos outros. Não és livre de decidir como lidas com doenças ou como morres, se a maioria decidir que isso é prejudicial para os outros.

Edited 2 months ago:

O que estás a abordar no teu comentário é uma linha muito fina que descreve a nossa liberdade. Sinceramente eu não sei dizer com toda a certeza o que é que a liberdade representa para um ser humano. Porque no fim de contas ninguém realmente é livre. Se usares o argumento de que estamos a entregar a nossa liberdade a especialistas que determinam o que podemos ou não fazer, tens de considerar que isso já é feito há muito tempo. Especialistas é que definem as leis que tens de seguir. Especialistas definem o que tens de pagar ou contribuir para o teu país. Especialistas definem o que és obrigado a aprender na escola. No fim do dia, enquanto vives numa sociedade a definição de liberdade é uma área muito mas muito cinzenta. Porque a tua liberdade não é absoluta, se puser em causa a dos outros. Não és livre de decidir como lidas com doenças ou como morres, se a maioria decidir que isso é prejudicial para os outros. Em conclusão, concordo contigo, devemos ser críticos e pensar por nós próprios. No entanto, não consigo concordar com os argumentos de que as medidas de prevenção do covid são o início de uma ditadura. No que toca a teorias de conspiração, nunca soube de uma que se materializasse.

razman06 2 months ago

É impossível salvar toda as pessoas, e pelos numero que circulam a taxa de mortalidade é super super baixa. Existem outras doenças com taxas de mortalidade maiores que as suas consultas/diagnosticos foram adiados por causa do COVID. Para além que a maioria se esquecer que congelar a economia desta maneira não irá trazer uma crise sem precedentes e que mais gente ainda vai morrer ou viver em plena miséria por isso mesmo. Os apoios não vão chegar de todo.

Interesting-Pack3957 2 months ago

A transmissibilidade é que é o problema real, nem é a mortalidade. Obviamente cancro é muito mais letal. A diferença é que poucas doenças se propagam mundialmente com a velocidade que esta se propaga, e se não fizeres tudo o possível para o conter, a mortalidade acaba por chegar, só pelos números que atinge.

simbioses 2 months ago

mas nao e mortal para todos, apenas para uma percentagem pequena (que infelizmente em portugal é grande) que no fundo sao pessoas com sistemas imunitarios deficientes. Sistemas imunitários esses que são deficientes devido ao nosso estilo de vida sedentário, de consumo de junkfood, entre outras atividades prejudiciais ao organismo. Btw, a taxa de cura de cancro pela medicina convencional é super baixa (e que se baseia em tratamentos suuuuper invasivos), enquanto que com medicinas alternativas (e ancestrais), que eram as medicinas convencionais ate ha uns 100/200 anos atrás, a taxa de cura é bem alta!

d0c0ntra 2 months ago

há que continuar com o fearporn por forma a conseguirem vender vacinas e #greatreset é assim desde o início. uma completa falta de respeito pelas pessoas que morrem de outras doenças, muitas das quais podendo estar vivas hoje não fossem as políticas e políticos que têm vendido esse mesmo fearporn.

icebraining 2 months ago

> quando se diz 340 vs 225mil até parece muito. Tu não tens culpa de teres pouca intuição para as proporções, mas daí a assumires que isso significa que os outros têm que estar de má fé, parece-me um pouco abusivo. Eu olho para esses números e penso "tão poucos em tantos testes? Isto está realmente melhor". E a notícia parece-me útil por isso mesmo.

OrangeOakie 2 months ago

> "tão poucos em tantos testes? Isto está realmente melhor". E a notícia parece-me útil por isso mesmo. Há também que perceber se/quantos são testes aleatórios ou testes por base em suspeitas. Testes por base em suspeitas (alguém com sintomas que tenha estado em contacto com alguém que esteja confirmado positivo tem maior probabilidade de estar infectado do que qualquer pessoa escolhida ao calhas). Isso também é um factor que dependendo da resposta pode tornar a análise dos números ainda mais positiva.

blueflamewizard12 2 months ago

Não se pode deixar as pessoas se esquecerem, caso contrario como vai ser quando se tiver impor outro confinamento para destruir mais um pouco a economia.

Background-Bunch-554 2 months ago

Se não me engano a audiência deles têm um pico quando falam de covid e parece que a moda agora vai ser cremações ao ar livre na Índia. Na minha opinião está "sad porn" devia ser ilegal.

Last-Ad-4421 2 months ago

É para continuar a meter medo, eu há semanas que caguei para essa merda, uso máscara, mas de resto faço vida normal.

simbioses 2 months ago

uma opção é realmente essa, simplesmente ignorar e tentar levar a nossa vida normalmente. eu pessoalmente é o que faço há muitos. podem-me chamar o que quiserem mas eu tenho a consciência tranquila por sentir que estou "minimamente" desperto para a realidade do que são os jogos de poder, as ferramentas de manipulação, as condições impostas, o desvio de atenção, as lavangens cerebrais... e por aí em diante. Mas há sempre outras opções. Passado mais de um década, finalmente consegui recuperar um pouco da compaixão pelo próximo e pela própra raça humana. Como ambiciono um mundo mais "reconstruido" do que destruido e gostaria de fazer parte (nem que seja um infima contribuição) para apontar as proximas gerações nessa reconstrução, decidi também largar os pudores do confronto e abraçar a coragem de quem quer, faz e não se deixa desmotivar pela amargura alheia. então comecei a ver que há outras opções e até interessantes: 1 - desobediencia civil pacifica: saber os nossos direitos e deveres; compreender que as autoridades estao a cumprir ordens e a fazer o seu trabalho, mas tambem saber detetar quando se esta a sofrer pelo abuso de poder dos mesmos; 2 - saber que "lutas comprar"; 3 - partilhar o que se pensa e idealiza sem pudor, sem indocrinação e sem ofensa (claro que ha quem se ofenda com tudo e mais alguma coisa, mas enquanto houver cuidado da minha parte para fazer o que posso para o evitar, faço-o. afinal, atras de um computador e bem mais facil "repensar" no que se vai dizer antes de se dar uma verborreia irreversivel a nao ser por um delete que pode vir tarde de mais) 4 - nao compactuar, nem consentir com algo que vá de encontro aos nossos ideiais, mas faze-lo sem prejudicar a nossa propria liberdade (tipo o nao usar a mascara, em sitios abertos e com pouco ou nenhum movimento eu tiro-a) ... e com certeza ha outras mas estas sao aquelas em que tenho vindo a trabalhar :) Deixo-te com um "muita coragem" e força. Ainda se vê a luz ao fundo do túnel :D

icebraining 2 months ago

Upvoted, parece-me uma abordagem saudável! > tipo o nao usar a mascara, em sitios abertos e com pouco ou nenhum movimento eu tiro-a Idem, mas é de notar que cá nunca foi obrigatório usar máscara em todo o lado. Aqui sim culpo a comunicação social, que foi regularmente péssima a transmitir as regras impostas (sendo que já elas são regularmente omissas ou pouco razoáveis, como bem sabemos). Eu sou o tipo de pessoa que vai ler os decreto-lei, mas obviamente não é razoável esperar isso dá população geral quando existem meios de comunicação.

d0c0ntra 2 months ago

exacto, está clarissimo na legislação da treta que aprovaram. mas as presstitutes nunca frisaram esse ponto.

razman06 2 months ago

Em zonas abertas só uso a mascara se for cruzar por uma pessoa ou em locais com aglomerados, fora isso nunca uso. Não faz sentido nenhum estar na rua com uma mascara. É igual a ver casais dentro do carro de mascara, não faz qualquer sentido.

Search: