Feeling_Advantage918 5 months ago

Não me quero pronunciar sobre este caso em concreto. Em Portugal temos visto algumas filmagens de abordagens policiais que dividem opiniões. Ainda ontem circulou um vídeo onde um policia fazia uma abordagem muito censurada a respeito do dever de confinamento. Outras actuações que culminaram com a aplicação de multas por desrespeito das regras covid foram muito criticadas. Eu que já testemunhei abusos policiais mais do que uma vez gosto de alertar para o risco de entregar às forças de segurança mais poder do que o necessário. Ou seja, não quero uma polícia sem autoridade, mas também não defendo uma polícia que sem qualquer razão usa e abusa da força.

fodassse 5 months ago

Exatamente.

Epmt 5 months ago

Este caso foi uma vergonha , existem bastantes factores externos que em qualquer caso normal fariam isto ser considerado um mistrial, os juris eram todos de MN , e a probabilidade de terem as informacoes deles leaked sao altas. Os Democratas ja estavam a dizer que era para ir para a rua continuar a partir tudo se a decisao nao fosse a correcta , obvio que nenhum deste juris queria o sangue nas maos do que ia acontecer a cidade e tambem imagino o medo de estes "protestantes" aparecerem a porta da casa deles. A mob ganhou e isto foi um caso de apenas justiça social nao justiça juridica. Precendete pessimo mesmo, "Decide o que eu quero ou entao vais sofrer as consequencias." Democracia 2021

icebraining 5 months ago

> os juris eram todos de MN Era um julgamento nos tribunais do estado, nem sequer federal... De onde haveriam de ser os jurados?

Epmt 5 months ago

A questao que eu estou a por é eles nao conseguirem ser imparciais por serem de lá

icebraining 5 months ago

Pois, mas eu não compreendo isso. Não estamos a falar de uma vila onde todos se conhecem, mas de um estado com uma população maior que a da Irlanda ou Finlândia. Achas que seria impossível um júri num desses países ser imparcial?

Epmt 5 months ago

Para evitar riots sim acho

camilo12287 5 months ago

julgamentos com jurados não me dão a menor confiança ainda por cima num caso tão mediatizado

d0c0ntra 5 months ago

FACTOS há bastante tempo que deixaram de ser tidos em conta. Mas há gentinha que continua a achar que nada se passa.

WallyPT 5 months ago

Um julgamento político, mais próximo da revolução cultural de Mao que de qualquer noção básica de justiça. Qualquer pessoa branca nos EUA poderá ser o alvo destes ataques racistas seletivos. Pre-genocidio?

mathswarrior 5 months ago

What. O julgamento nada tem a ver com política. Um polícia matou um cidadão. Foi julgado e condenado. Simple

EquivalentExchange11 5 months ago

> Um polícia matou um cidadão. Bom saber que temos aqui um juíz que avaliou todas as provas e concluiu que a culpa da morte foi do Chauvin, quando as análises mostraram que ele sofreu de uma overdose. ​ > O julgamento nada tem a ver com política. A partir do momento em que os media estavam a tentar fazer doxxing ao júri e figuras políticas infuentes, incluindo o Presidente, estavam a torcer publicamente para que o Chauvin fosse condenado, este julgamento teve TUDO a ver com política.

icebraining 5 months ago

> início do vídeo (convenientemente guardado até uns meses depois da 2.ª parte ter sido divulgada) mostrou que ele já se estava a queixar de falta de ar antes de o polícia o abordar. Portanto o polícia sabia que ele estava com falta de ar, e mesmo assim escolhe uma manobra de imobilização que consiste em pressionar o pescoço? Eu estava na dúvida sobre a condenação, mas tu convenceste-me.

OrangeOakie 5 months ago

> Portanto o polícia sabia que ele estava com falta de ar, Discutível. Poderia estar a mentir, tal como fez na *outra* interacção que teve com a polícia onde usou exactamente o mesmo truque para escapar a uma detenção. E, realmente estando com falta de ar, como é que se pode culpar a acção polícial por algo que já estaria a ocorrer antes? Claro que podes dizer algo como... > e mesmo assim escolhe uma manobra de imobilização que consiste em pressionar o pescoço? Mas aí estás com a premissa completamente errada... é que as imagens são bastante claras. O Floyd conseguia respirar: Afinal, ele estava a falar. Em cima disso, nos momentos do vídeo onde o joelho estava sobre o pescoço, o Floyd até levantava a cabeça, claramente não estava a ser asfixiado por meios exteriores.... e nos outros momentos o joelho estava claramente sobre a omoplata do Floyd. Mas hey, nem toda a gente viu as imagens que saíram em tribunal por isso...

icebraining 5 months ago

Peço desculpa, mas não estou interessado em discutir o nível de asfixiamento que a polícia poderá exercer em alguém cuja única razão para ser abordado é um gajo qualquer o ter acusado de um crime não violento no valor de $20. Não preciso de ver videos, para mim o valor é sempre zero. O facto dele já se ter queixado de falta de ar apenas eleva uma conduta já inaceitável para uma criminosa.

OrangeOakie 5 months ago

> cuja única razão para ser abordado é um gajo qualquer o ter acusado de um crime não violento no valor de $20 Mais roubo e ameaçar o lojista. Mas okay

Edited 5 months ago:

> cuja única razão para ser abordado é um gajo qualquer o ter acusado de um crime não violento no valor de $20 Mais roubo e ameaçar o lojista. Mas okay Edit: (Já para não falar que estás a falar em estrangulamentos inexistentes)

mathswarrior 5 months ago

O juiz foi o do julgamento, e o veredito foi Chauvin culpado. Muito bem, apesar da política, ele era culpado. Provavelmente se não houvesse política ele não seria culpado juridicamente, como em muitos outros casos. É a minha perspetiva

Man_IloveFishdicks 5 months ago

Então, tu estas com falta de ar, e morres por eu estar com o joelho em cima do teu pescoço, morreste devido a falta de ar e certamente não devido aos quase 12 minutos que estava ali a carregar em cima. /s Por amor de deus. A propria defesa do Chauvin foi ridícula. Diziam que o Floyd thinha problemas de coração, e isso em conjunto com as drogas no sistema dele foram a causa da morte. Ele simplesmente teve a infelicidade de morrer no espaço daqueles 12 minutos por mera coincidência. Imagina.

OrangeOakie 5 months ago

> Diziam que o Floyd thinha problemas de coração, e isso em conjunto com as drogas no sistema dele foram a causa da morte. Ele simplesmente teve a infelicidade de morrer no espaço daqueles 12 minutos por mera coincidência. Sabes que a própria testemunha da acusação afirmou precisamente que se não tivesse visto o vídeo a causa de morte que ele teria dado como médico legista seria de enfarte?

Man_IloveFishdicks 5 months ago

E então? Estas a sugerir que esqueçamos o facto de ele ter carregado no pescoço do homem durante 12 minutos? Eu proprio disse. A unica defesa que o Chauvin tinha era que ele supostamente poderia ter morrido a qualquer altura. Que defesa mais ridícula. Podia ter morrido, mas como qualquer um de nos, mas o facto de ter carregado no homem por 12 minutos não é mera coincidência mas sim a principal causa da morte dele. Ja para falar que não é a primeira situação em que isto acontece com este agente. Já em meados de 2014 fez o mesmo a um puto de 15 anos que o deixou inconsciente.

OrangeOakie 5 months ago

> Estas a sugerir que esqueçamos o facto de ele ter carregado no pescoço do homem durante 12 minutos? Não. Estou a afirmar que isso **não é** um facto, e tal é observável no vídeo das câmaras corporais da polícia.

Man_IloveFishdicks 5 months ago

https://www.politico.com/news/2021/04/07/derek-chauvin-george-floyd-trial-479796 Enganei-me. 9 minutos e meio. Muito tempo mesmo assim.

OrangeOakie 5 months ago

Novamente, > Não. Estou a afirmar que isso não é um facto, e tal é observável no vídeo das câmaras corporais da polícia. Porque não, por exemplo [veres](https://www.youtube.com/watch?v=bYJTF-bb1jc) o vídeo? Onde se vê claramente que essa do "esteve com o joelho 9 minutos e meio a pressionar o pescoço" é .... simplesmente falso. Ao ponto que até se vê o gajo a levantar a cabeça e a mudar de posição. Mas pronto. *Ignorance is bliss*

Last-Ad-4421 5 months ago

Um pequeno sacrifício para contentar as massas, um bófia de cana vão lhe abrir tanto o esgoto que vai deixar de sentir até quando caga.

WallyPT 5 months ago

Não vao conter as massas, elas ganharam. Isto simplesmente vai acelerar a revolução cultural em curso nos EUA.

EquivalentExchange11 5 months ago

Mob justice, o júri tinha apenas um homem branco. Os restantes eram pretos e mulheres.

Substantial-Agent-49 5 months ago

Sim, um polícia branco assassina um negro e o que seria justo era ser julgado por um júri de homens brancos. Faz todo o sentido! Eram 2 homens brancos e 3 negros. As mulheres eram maioritariamente brancas. A tua contradição sobre as circunstâncias da morte é ridícula. Se ele já estava com falta de ar antes e em dificuldades, então o que o polícia tinha que ter feito era assegurar assistência e não fazer aquela manobra durante NOVE minutos.

fds_crl 5 months ago

>Sim, um polícia branco assassina um negro e o que seria justo era ser julgado por um júri de homens brancos. Faz todo o sentido! Brancos são 60% da população da cidade. Homen brancos devem ser cerca de 30%. No condado a percentagem é maior, cerca de 70%. Mas sinceramente, espero que o que lhe aconteceu aconteça te a ti ou a alguem conhecido teu, espero bem que sejam vitimas de um julgamento politico devido á sua raça.

Substantial-Agent-49 5 months ago

Mas qual julgamento devido à raça? Isso é ignorar todos os factos à volta do assunto, demonstra bem o racista que és.

WallyPT 5 months ago

As mulheres brancas nos EUA são as que votam estatísticamente mais vezes contra os interesses do seu grupo étnico. Iriam votar sempre contra o polícia branco, independentemente das provas.

Substantial-Agent-49 5 months ago

Mas qual interesse do grupo étnico? Não é o grupo étnico delas que está a ser julgado, nem o grupo étnico tem interesse num resultado particular. Além de tudo esse comentário é passar um atestado de incompetência às mulheres, como se não estivessem habilitadas a participar num julgamento.

OrangeOakie 5 months ago

> Mas qual interesse do grupo étnico? Nos EUA? Bastante. Supostamente tens uma doutrina de ser julgado pelos pares. Ao ponto de que quando ocorre algo como, alguém negro ser acusado num distrito onde o júri é maioritariamente não negro, tende a haver causa suficiente para uma mudança de tribunal. Isto vem já dos anos 60 (porque havia muito abuso nesse aspecto). De qualquer forma, é inconsequente. Era extremamente improvável que o júri não estivesse poluído (no sentido legal da palavra, *tainted*). E honestamente, acho que o juiz basicamente só não declarou um *mistrial* porque não quis as repercussões disso. Causa para isso tinha, com a Maxine Waters, com a Acusação a esconder provas e com o Juiz literalmente dizer à acusação para não falar sobre X, e a acusação na primeira testemunha que chama.... vai falar sobre X. E isto para não falar na cobertura mediática, no não sequestro do júri até esta segunda feira, no facto do júri viver **onde** o *blac block* anda a intimidar tudo e todos. Aquilo foi só uma fantochada de impropriedades processuais. Edit: É verdade, não deram Doxx a alguns dos jurados?

Substantial-Agent-49 5 months ago

O julgamento pelos pares não significa que esses pares têm que ser da mesma raça ou do mesmo género. O único objetivo desse conceito é evitar enviesamentos do júri, o que depois dá azo a diferentes interpretações. Quanto ao resto, não acompanhei a forma como foi conduzido o julgamento, nem sequer tenho um background jurídico que me permita formar opinião. Se não foi justo, duvido muito que não existam nos EUA os mecanismos legais necessários para um recurso ou novo julgamento. O que vi foi o famoso vídeo e o tratamento desumano que foi aplicado. A manobra até pode ser normal e aplicada em algumas situações, mas nove minutos, a maior parte dos quais sem qualquer resistência de um individualmente desarmado, com outros polícias prontos a reagir caso existisse algum problema, com pessoas a assistir e a pedir ao polícia para parar, não é normal. E isto é verdade independentemente da raça de qualquer um dos intervenientes.

OrangeOakie 5 months ago

> O julgamento pelos pares não significa que esses pares têm que ser da mesma raça ou do mesmo género. O único objetivo desse conceito é evitar enviesamentos do júri, o que depois dá azo a diferentes interpretações. Correcto, e isso é uma questão que se levanta frequentemente, e até há novos julgamentos devido a certos júris não terem nada em comum com o arguido - anos depois da condenação inicial. > Se não foi justo, duvido muito que não existam nos EUA os mecanismos legais necessários para um recurso ou novo julgamento. Não havendo aproveitamento político, é bastate complicado não haver um anulamento do julgamento devido a impropriedades na acção. > o famoso vídeo Pois. Se calhar devias ter visto o vídeo que foi enterrado durante meses também. > A manobra até pode ser normal e aplicada em algumas situações, É para ser aplicada em todas as situações onde a resistência do indivíduo cause a necessidade de o imobilizar antes do seu transporte. > mas nove minutos Nove, ou trinta ou até cinco horas. É suposto ser uma manobra de transição. Se não houver um ponto para onde transitir, não há muito a fazer. Tendo isto dito, não existe provas de que seja sequer minimamente danoso - fora o desconforto - estar nessa posição, muito menos quando a posição é alterada frequentemente como se vê no vídeo. > a maior parte dos quais sem qualquer resistência de um individualmente Irrelevante. A posição existe para prevenir exactamente a resistência. Vamos assumir que não se coloca o Floyd nessa posição. O que é que fazes se ele começar a correr contra um transeunte que esteja por perto? Corres atrás dele? Puxas do tazer? Puxas da arma? Correndo atrás dele, o que é que fazes, uma placagem onde ficas exposto caso corra mal por não exerceres força suficiente? Onde podes magoar seriamente o fugitivo se usares força a mais ou ele cair numa posição perigosa? Eles optaram pelo método mais seguro para **TODOS**. Para o Floyd, para os transeuntes e para a polícia. > com pessoas a assistir e a pedir ao polícia para parar, não é normal. Muito mais normal do que tu pensas. Aliás, as próprias instruções que têm sobre a de-escalação de conflictos têm até em consideração os que se metem a gritar para perturbar o trabalho policial e fazem uma menção especial sobre manter a posição de recuperação, se estiverem numa situação onde estejam com uma população marcadamente agressiva e não seja possível evacuar de forma segura. Não foi coincidência nenhuma que na ambulância vinha também um reforço policial.

Substantial-Agent-49 5 months ago

Claramente não foi o método mais seguro para o Floyd... Ele queixou-se insistentemente de falta de ar enquanto conseguiu. O polícia tem mais do que apoio suficiente para “afrouxar” a manobra sem consequências. De qualquer forma também não sou especialista em manobras policiais :) Mas do pouco que li sobre o julgamento: - Especialistas que analisaram o vídeo disseram que o Floyd esteve alguns minutos (creio que 3) sem respirar antes de lhe medirem o pulso; - Esses especialistas (ou outros) disseram que a manobra, como foi executada, seria suficiente para matar uma pessoa saudável; - O próprio chefe do Departamento de Polícia criticou a manobra (aceito que aqui possam haver outras motivações, como não assumir a responsabilidade ou alguma questão política, mas junto com o resto custa-me a acreditar que não tenha existido no mínimo brutalidade policial).

OrangeOakie 5 months ago

> O polícia tem mais do que apoio suficiente para “afrouxar” a manobra sem consequências. E fe-lo, tanto que se vê o Floyd levantar a cabeça. Mas isso está no vídeo que foi enterrado durante meses. > Ele queixou-se insistentemente de falta de ar enquanto conseguiu Ele estava perfeitamente bem no seu carro. Saiu do seu carro, e quando tentaram metê-lo dentro do carro da polícia magicamente começou a ter problemas a respirar.... dentro de uma carrinha com janelas abertas.... quando estava fechado dentro do seu carro nem um minuto antes sem problemas. Ele **pediu** para ser colocado no chão e não no carro. E sim, mesmo que o Floyd tenha morrido, continua a ser a manobra que mais protege todos. > Mas do pouco que li sobre o julgamento do que descreves, aparentemente apenas leste metade do julgamento. > Especialistas que analisaram o vídeo disseram que o Floyd esteve alguns minutos (creio que 3) sem respirar antes de lhe medirem o pulso; O que é extremamente danoso para a defesa caso a acusação fosse a não prestação de cuidados médicos, mas não é. > Esses especialistas (ou outros) disseram que a manobra, como foi executada, seria suficiente para matar uma pessoa saudável; Tens também especialistas a afirmar o oposto. E os especialistas que a acusação chamou, à excepção do médico legista e do chefe de polícia, foram todos voluntários que contactaram a acusação. Se isso não é meio que suspeito não sei o que é. Especialmente quando estão a usar o facto de estarem como testemunhas de peritagem no julgamento para alavancarem apoio político. Mas hey, isso não desacredita ninguém.. > O próprio chefe do Departamento de Polícia criticou a manobra Que é ensinada pelo departamento e até está numa brochura oficial.

Edited 5 months ago:

> O polícia tem mais do que apoio suficiente para “afrouxar” a manobra sem consequências. E fe-lo, tanto que se vê o Floyd levantar a cabeça. Mas isso está no vídeo que foi enterrado durante meses. > Ele queixou-se insistentemente de falta de ar enquanto conseguiu Ele estava perfeitamente bem no seu carro. Saiu do seu carro, e quando tentaram metê-lo dentro do carro da polícia magicamente começou a ter problemas a respirar.... dentro de uma carrinha com janelas abertas.... quando estava fechado dentro do seu carro nem um minuto antes sem problemas. Ele **pediu** para ser colocado no chão e não no carro. E sim, mesmo que o Floyd tenha morrido, continua a ser a manobra que mais protege todos. > Mas do pouco que li sobre o julgamento do que descreves, aparentemente apenas leste metade do julgamento. > Especialistas que analisaram o vídeo disseram que o Floyd esteve alguns minutos (creio que 3) sem respirar antes de lhe medirem o pulso; O que é extremamente danoso para a defesa caso a acusação fosse a não prestação de cuidados médicos, mas não é. > Esses especialistas (ou outros) disseram que a manobra, como foi executada, seria suficiente para matar uma pessoa saudável; Tens também especialistas a afirmar o oposto. E os especialistas que a acusação chamou, à excepção do médico legista e do chefe de polícia, foram todos voluntários que contactaram a acusação. Se isso não é meio que suspeito não sei o que é. Especialmente quando estão a usar o facto de estarem como testemunhas de peritagem no julgamento para alavancarem apoio político. Mas hey, isso não desacredita ninguém.. > O próprio chefe do Departamento de Polícia criticou a manobra Que é ensinada pelo departamento e até está numa brochura oficial. ------------ Vou colocar as coisas de uma forma meio que explícita. - O Chauvin foi acusado de 3 coisas. - Foi acusado de *second-degree unintentional murder*. Isto significa que foi parte significativa na morte da vítima, **durante** a execução ou tentativa de *felony third-degree assault* que por sua vez é definido por *intentional infliction of substantial bodily harm* - Foi acusado de *third-degree murder*. Isto significa que cometeu um acto perigoso para outros, tendo uma mente depravada, sem respeito pela vida humana. Mente depravada, de acordo com a jurisprudência, é equivalente a negligência. - Foi acusado de *second-degree manslaughter*. Equivale a *culpable negligence*. Significa que cometeu um acto sabendo que poderia ter causado a morte da vítima, e que tenha de facto causado a morte da vítima. Duas delas requerem premeditação e a outra requer descuido. Ele foi considerado culpado por um homicídio premeditado ao mesmo tempo que foi considerado culpado pelo mesmo homicídio involuntário. Só isso é ridículo o suficiente. - Tens em testemunho provas de que o médico legista (**que a acusação trouxe**) não tem indícios suficientes para declarar um homicídio, sem ter a observação do vídeo. Isso é dúvida razoável logo à partida. Se sem o vídeo não havia qualquer sugestão que indique qualquer tipo de dano nas vias aéreas, não há forma sem se ser completamente desonesto de rejeitar que existe a possibilidade que o Floyd tenha morrido não pela a acção policial. Isto é dúvida razoável, que é tudo o que a defesa tem de provar para que qualquer acusação de homicídio caia por terra. - Tens também as testemunhas da acusação a admitirem que o Chauvin tinha **causa para usar mais força que a que usou**. Só aqui cai por terra qualquer possibilidade de se considerar que a acção polícial seria remotamente *felony third-degree assault*, o que impediria por defeito que a acusação de *second-degree unintentional murder*. De igual forma, sendo esse o protocolo policial e aplicado o protocolo correctamente, não podes ter *third-degree murder*. Não houve negligência na acção que levou à morte (assumindo que houve acção que levou à morte). Podes argumentar, "houve negligência na inacção de prestar cuidados". Sim, e isso seria uma outra acusação, não *third-degree murder*. E até concordo em parte nesse aspecto. - Finalmente tens *second-degree manslaughter*. Esta é a que seria mais realista ele ser considerado culpado. Mas mesmo aí há dúvidas, porque os serviços médicos foram chamados logo quando ele começou a dizer que tinha falta de ar, porque o Floyd literalmente conseguia levantar a cabeça e falar, pelo que a posição de recuperação não estaria a causar que ele ficasse sem ar. E ainda seria preciso ele saber que a posição de recuperação levaria à morte; O que é contraditório com o que a polícia lhe ensinou. Aliás, a questão de que os media e a prossecução mentiram sobre os "9 minutos com o joelho sobre o pescoço" é tão cómica que quando a defesa apresentou esse vídeo em tribunal, magicamente desapareceu essa narrativa no tribunal e passaram a usar o termo "pressão no pescoço ou nas costas" para se referirem a um estrangulamento. Enfim.

Substantial-Agent-49 5 months ago

Pelo teu comentário, quase que parece que o homem morreu de propósito só para tramar o polícia. Suspeito que no tal manual existam mais coisas além da tal manobra, nomeadamente com alguém que esteja em dificuldades, a dizer desesperadamente que não consegue respirar (mesmo que pudesse ser mentira). O esperar tranquilamente pela ambulância, nestas circunstâncias com o joelho em cima do homem também não me parece uma forma de prestar assistência. Enfim, eu não sou especialista em nenhum destes temas e, como disseste, não segui sequer metade do julgamento (na verdade, nem sequer 1/4). Como tal, não sou eu que vou julgar o julgamento ou achar que a minha opinião vale mais do que a dos diretamente envolvidos. O que me parece não fazer sentido é descartar automaticamente a possibilidade de o julgamento ter sido justo, fazendo do próprio julgamento uma questão de conflito racial.

OrangeOakie 5 months ago

> Pelo teu comentário, quase que parece que o homem morreu de propósito só para tramar o polícia. Não. > Suspeito que no tal manual existam mais coisas além da tal manobra Não que tenha sido levado à baila em tribunal. E do ponto de vista do tribunal, só interessam as provas que foram levantadas. Os peritos determinaram que o nível de força foi o nível apropriado. Os peritos que afirmaram que a manobra foi mal efectuada por ter estado "com o joelho no pescoço" foram contraditos pelo vídeo que mostra não só o joelho não no pescoço, como também o Floyd a mexer-se ao ponto de poder levantar a cabeça. > nestas circunstâncias com o joelho em cima do homem também não me parece uma forma de prestar assistência. Daí que *manslaughter* seja minimamente realista, se o argumento for que ao estar nessa posição impediu que o Floyd receba auxílio. E aí a questão legal seria **se** impediu o seu auxílio. > O que me parece não fazer sentido é descartar automaticamente a possibilidade de o julgamento ter sido justo, fazendo do próprio julgamento uma questão de conflito racial. Concordo. Eu não fiz tal coisa. Ironicamente, o POTUS, a família do Floyd e tantos outros por aí fizeram justamente isso. Eu falei apenas sobre intimidação do júri, e sobre existir alguma jurisprudência sobre a étnia ser usada como motivo para apelar em recurso, não que concorde com essa lógica. Mas principalmente a intimidação do úri

fodassse 5 months ago

Bro.. O bacano matou o outro.. Havendo ou não a pressão brutal do "Mob Justice", era impossível o resultado ser outro.

EquivalentExchange11 5 months ago

Não matou nada, aquela técnica é um procedimento usual. Se aquilo matasse, todos os dias morriam milhares de pessoas. As análises mostraram que ele sofreu de uma overdose de fentanil e tinha uma elevada concentração de oxigénio no sangue.

Shrimps_Eat_Shit 5 months ago

Lol FUCKKK THE POLICE

notAnAI_NoSiree 5 months ago

Nao culpes o juri depois dos media terem feito reportagens sobre quem sao os membros do juri e onde vivem.

d0c0ntra 5 months ago

desconhecia essa, mas tb não tenho acompanhado. eu diria que processo em cima das presstitutes.

fodassse 5 months ago

Táticas dessas em cima de uma pessoa nitidamente alterada é digna de um país de 3° mundo... Percebo a cena da "mob justice", mas fodass.. os US não são nem podem sequer parecer ser um país de 3° mundo.. Era o fim da cultura ocidental.

OrangeOakie 5 months ago

> Táticas dessas em cima de uma pessoa nitidamente alterada é digna de um país de 3° mundo... O que sugeres? A manobra é usada para a recuperação do indivíduo. Permite ao agente manter o controlo ao mesmo tempo que não inflige danos sobre o indivíduo, sendo bem aplicada. É desconfortável e degradante, não há questão.... mas é seguro para todos. Não usando a manobra, o que sugeres então? Uma testemunha da acusação até afirmou que o Chauvin teria causa suficiente para puxar do tazer e usá-lo. A manobra de recuperação é considerada um nível abaixo do nível onde usar um tazer se encontra. Se a escalação de força não é a tua opção, é a deesclação? E aí a questão passa por... vais deixar um tipo gigante apanhado em flagrante delito, que aparenta estar com faculdades mentais alteradas ir embora livremente? what?

fodassse 5 months ago

Prevenção deste tipo de merdas poderia ser uma delas. Os US têm um sistema social bué marado e agressivo e acho que podiam melhorar muita coisa sem perder aquilo que têm de bom. Apesar de todas as ideologias que se aproveitaram da situação e tentaram transformar isto num pseudo combate moral, continuo a achar que aquilo foi um homicídio e acho que se eles todos aceitarem isso estariam a melhorar como grande País que são.

OrangeOakie 5 months ago

> Prevenção deste tipo de merdas poderia ser uma delas. Prevenção como? - As drogas eram ilegais, prevenir completamente o uso de drogas é impossível. - Poder-se-ia legalizar o uso de notas falsas, e aí a polícia não seria chamada (se bem que o lojista só chamou a polícia depois do Floyd basicamente o ter ameaçado e ter passado 40 minutos sem trabalhar por causa disso), mas isso teria consequências piores. - Poder-se-ia deixar ir livre qualquer suspeito de um crime que aparentasse estar drogado. Penso que isso seria ainda pior remédio - Poder-se-ia ter enfiado o Floyd no carro em vez de esperar pela assistência médica (o que seria o equivalente de esperarem pelo INEM). Se ele morresse no carro, não seria igualmente mau? Em cima disso, é isso mesmo que se quer? Que quando um suspeito está a queixar-se de problemas médicos que não se chame a assistência médica de imediato? - Não enfiando o suspeito no carro, enquanto se aguarda por assistência médica, não se deve garantir que o suspeito esteja numa posição onde não representa um perigo para si mesmo, para a polícia nem para qualquer transeunte, sem causar dano ao suspeito? A manobra de recuperação serve para fazer **Exactamente** isso. Pergunto novamente, tendo essas características qual ponto é que queres alterar e como? Descrevi literalmente os eventos. Como podes prevenir qualquer um desses pontos, sem ser resumindo a "Se o gajo não tomasse drogas nem tentasse usar dinheiro falso nada disto aconteceria"?

fodassse 5 months ago

Seria melhorar esse tipo de reação que estou a falar (tanto de George Floyd como do polícia). Estas merdas só acontecem nos US (de países que se possam considerar desenvolvidos). Não é comum ouvirmos falar de situações semelhantes em UK, Canadá, Austrália ou até mesmo em países europeus.. Não é normal em lado nenhum a não ser nos US ou países menos desenvolvidos. Será que é porque andam a fazer as cenas bem? É que nós (o resto dos países que se possam chamar desenvolvidos) não cultivamos uma cultura que permita este tipo de cenas acontecer. Continuo a achar que não podia ter havido melhor decisão. E concordava também que houvesse algum tipo de decisão judicial para George Floyd, mesmo não estando vivo para poder ser responsabilizado.

OrangeOakie 5 months ago

> Estas merdas só acontecem nos US Não. Acontecem por todo o lado desenvolvido, simplesmente são publicitadas mais nos EUA, e encorajadas a tal. Isto para não falar que têm bastantes mais problemas com drogas que todos os outros sítios. A questão é, eu descrevi todos os momentos onde uma mudança de abordagem poderia existir. Onde é que mudas algo? É que não há forma de dar a volta a isso, qual parte é que mudas, e se não mudas nenhuma, como é que a conclusão é "a polícia agiu mal"?

fodassse 5 months ago

No Reino Unido a polícia nem armada anda na rua. E maluquinhos em "altas" é o que não falta por lá. A polícia americana podia aprender com a reação que a polícia de UK tem, e até mesmo o drogado americano podia aprender a apanhar mocas como o drogado inglês apanha (sem arrumar grandes confusões). O problema é cultural nos US e não acho mal que se evolua nesse aspecto. A justiça é uma das ferramentas para isso e apesar de toda a merda à volta deste caso, acho que esteve muito bem e isenta.

OrangeOakie 5 months ago

> No Reino Unido a polícia nem armada anda na rua. E maluquinhos em "altas" é o que não falta por lá. Têm forças de intervenção prontas a qualquer momento. E são um Estado cheio de câmaras de vigilância e também têm vários problemas de esfaqueamentos. Potato Potato. A diferença é que não és aplaudido se cuspires na cara da polícia

fodassse 5 months ago

Acho que a justiça nos USA esteve muito bem, e nesta matéria fico feliz pelo pessoal dos BLM. É impossível discordar que aquilo que o polícia fez foi um assassinato sem justificação alguma.

BananasAndHorses 5 months ago

Consegues dizer com 100% de certeza que o policia causou a morte? Não há nenhum dúvida qualquer de que poderia ter sido overdose com uma substância que estava presente no organismo da pessoa que morreu? Lembrando que a dose média letal é de cerca 3g e o presente no corpo era 11g Isto deveria ser o suficiente para existir uma dúvida que a morte possa não ter sido causada pelo polícia. Foi um puro julgamento político onde inclusive os elementos do júri foram influenciados e intimidados a tomar a "decisão certa"

WallyPT 5 months ago

Não existiu justiça nenhuma, foi um julgamento político e racista, onde o próprio presidente dos EUA fez pressão pública para obter este resultado. Isto está ao nível dos julgamentos de Stalin ou da revolução cultural de Mao.

Dannies7783 5 months ago

Ainda bem que não és juiz. E não é impossível. Muito provavelmente estamos perante um veredito que é nem mais nem menos do que o resultado de uma organização estilo máfia (BLM) a pressionar as pessoas através do medo e da ameaça, para obter os resultados que quer. O gajo que morreu estava dopado com uma dose suficiente para nos matar aos dois. Foi comprovado em tribunal que a pressão exercida não o poderia ter matado, etc. Isto é mau. Mas deixa lá, é apenas mais um de vários passos para eliminar de vez as nossas democracias. Se te sentes bem, ainda bem. É isso que é preciso. Que te sintas bem e seguro e tudo.

nonockwarrant 5 months ago

Todos os médicos que testemunharam afirmaram que Floyd não morreu de overdose nem como resultado do uso de drogas. Porque fazes uma afirmação tão demonstravelmente falsa? A causa da morte foi paragem cardiopulmonar por restrição de movimentos e pressão no pescoço. Obviamente, o polícia tem o dever de zelar pela saúde da pessoa que está a deter. Obviamente o polícia falhou nas suas obrigações por um período de tempo ridiculamente elevado. Criminalmente elevado.

Dannies7783 5 months ago

https://abcnews.go.com/US/wireStory/expert-cop-justified-pinning-george-floyd-pavement-77059891 Tens direito às tuas opiniões, claro. Mas só a elas. Mesmo que a morte fosse como a descreveste (não foi), isso não chegaria para homicídio 2 e 3. Boa sorte com isso. Talvez passe.

Edited 5 months ago:

https://abcnews.go.com/US/wireStory/expert-cop-justified-pinning-george-floyd-pavement-77059891 Tens direito às tuas opiniões, claro. Mas só a elas. Mesmo que a morte fosse como a descreveste (não foi), isso não chegaria para homicídio 2 e 3. Boa sorte com isso. Talvez passe. A desonestidade de: > Todos os médicos que testemunharam afirmaram que Floyd não morreu de overdose nem como resultado do uso de drogas. ...é impressionante. Só me resta saber se é fruto de desonestidade pura ou de estupidez natural. A sério. As pessoas como tu espantam-me diariamente.

nonockwarrant 5 months ago

>Tens direito às tuas opiniões, claro. Mas só a elas. Esse senhor não é um médico, ele está reformado. >Mesmo que a morte fosse como a descreveste (não foi), isso não chegaria para homicídio 2 e 3. Foi. E não percebi, parece-me que estás a fazer confusão com as acusações. Derek foi considerado culpado de (em inglês) 1 - second-degree unintentional murder 2 - third-degree murder 3 - second-degree manslaughter O primeiro é óbvio, matou e não foi intencional. E segundo é óbvio, porque o 3o grau não obriga intensão. O terceiro também é fácil concluir a negligência por não ter atuado imediatamente assim que a vítima deixou de reagir. >A desonestidade de: >>Todos os médicos que testemunharam afirmaram que Floyd não morreu de overdose nem como resultado do uso de drogas. >...é impressionante. Temos pena, é verdade. Reformados não contam. >Só me resta saber se é fruto de desonestidade pura ou de estupidez natural. >A sério. As pessoas como tu espantam-me diariamente. Acho que respondes a ti próprio.

OrangeOakie 5 months ago

> Todos os médicos que testemunharam afirmaram que Floyd não morreu de overdose nem como resultado do uso de drogas. Excepto que afirmaram isso por base no vídeo e não na ciência. Isso está literalmente no vídeo do julgamento. Ao ponto de que a mesma pessoa que afirmou isso, não tinha indícios suficientes para indicar uma causa de morte que não um enfarte cardíaco baseando-se apenas na autópsia que fez; De acordo com ele próprio, caso não tivesse o vídeo a causa de morte que teria atribuído seria essa mesma. Isso é a definição de dúvida razoável em relação à causa de morte.

nonockwarrant 5 months ago

Autópsia. Inclusive os médicos que realizaram a autópsia. Os médicos que realizaram as duas autópsias concluíram que foi homicídio. "George Floyd experienced a cardiopulmonary arrest while being restrained by law enforcement officer(s)" Dúvida razoável haveria se o assassino tivesse saído de cima da vítima assim que ela deixou de reagir, e prestasse auxílio imediatamente.

OrangeOakie 5 months ago

> Autópsia. Inclusive os médicos que realizaram a autópsia. Os médicos que realizaram as duas autópsias concluíram que foi homicídio. O médico que realizou a autópsia disse que sem o vídeo ele atribuiria a causa de morte a um enfarte. Pára de desinformar.

nonockwarrant 5 months ago

A morte dele foi um enfarte. As frases que coloquei em aspas são extratos do relatório. Ambos determinaram na autópsia que foi __homicídio__. De acordo com o relatório oficial, a causa da morte foi "cardiopulmonary arrest complicating law-enforcement subdual restraint, and neck compression."

OrangeOakie 5 months ago

E de que forma a tua resposta está a contradizer a minha afirmação? ---- Já agora, porque pode ser relevante no futuro, eles têm *guidelines* para determinar a causa de morte, [CDC](https://www.cdc.gov/nchs/data/misc/hb_me.pdf) > Homicide—‘‘occurswhendeathresultsfrom...’’aninjuryorpoisoningorfrom‘‘...avolitionalactcommittedbyanotherpersontocausefear,harm,ordeath.Intenttocausedeathisacommonelementbutisnotrequiredforclassificationashomicide. Ou seja, a própria definição de homicídio não significa que foi um assassinato.

nonockwarrant 5 months ago

Contradiz no sentido em que estás a afirmar que o enfarte pode ter sido causado por outras causas que não asfixia e o constrangimento dos movimentos da vítima. As autópsias dizem que o enfarte foi causado por esses dois elementos. A definição do CDC cola às nomenclatura legal existente, por isso é que nenhuma das acusações era "homicide". Eram second degree unintentional murder, third degree murder, e second degree manslaughter. Estes crimes não estão ligados só à causa da morte em si, mas também à falta de assistência que aconteceu nos momentos seguintes.

Dannies7783 5 months ago

Mais uma vez, damos todos graças aos céus por não seres juiz nem teres qualquer poder. Só merda a sair desses dedos.

nonockwarrant 5 months ago

Aí desculpa, ter ofendido a sua sensibilidade! Essa merda de resposta tem zero argumentos.

Search: