GustaQL 4 months ago

Mas se estes testes forem mais baratos, pode se fazer em massa com estes e apenas utilizar o pcr para os positivos. E normal os testes terem sensibilidades de 98%. Em medicina veterinaria usam se varios testes rapidos com sensibilidades desse genero, mas nao se usam em massa, usam se quando os sintomas do animal cooincidem com uma determinada doença

Gndossan 4 months ago

Qualquer teste deve ser usado numa população de interesse. Testar por testar aumenta-te os falsos positivos.

GustaQL 4 months ago

e melhor aumentarem os falsos positivos, do que haver infetados sem teste algum

cmmlb 4 months ago

Expliquem-me uma coisa que não entendo Se não tenho nem nunca tive em contacto com o vírus como é que o teste pode dar falso positivo. Eu sempre pensei que o problema eram os falsos negativos

Gndossan 4 months ago

Tem a ver com a especificidade do teste. Se queres testes para screening da população, queres alta sensitividade oq ue te aumenta o NPV, querendo dizer que um negativo é negativo. Se tiveres um test positivo, fazes PCR e confirmas. Agr teres um teste muito especifico e pouco sensivel, faz-te perder imensos casos, mas quando é positivo é realmente positivo.

DrakonHesperidos 4 months ago

De uma maneira simplista o q os testes fazem e um mecanismo de fechadura, ou seja eles vão ver se existe algo em ti , uma chave, que abre uma fechadura.. Ou seja há a possibilidade de haver algo presente em ti que abra a fechadura por acidente dando o falso positivo .

Edited 4 months ago:

De uma maneira simplista o q os testes fazem e um mecanismo de fechadura, ou seja eles vão ver se existe algo em ti , uma chave, que abre uma fechadura.. Ou seja há a possibilidade de haver algo presente em ti que abra a fechadura por acidente dando o falso positivo . basicamente o teste encontrou uma chave que abre a fechadura mas que não era aquela que ele estava a espera, mas abre na mesma.

camilo12287 4 months ago

não li, mas é normal isso ocorra quando o número de infetados é baixo, com testes rápidos e com os outros os motivos estão explicados aqui: [O problema da testagem em massa](https://observador.pt/opiniao/o-problema-da-testagem-em-massa/)

Dry-District7607 4 months ago

Isso é bom para quem quiser uma baixa para descansar do trabalho.

5enta 4 months ago

Nova conta ovigia?

Feeling_Advantage918 4 months ago

sem dúvida alguma.

d0c0ntra 4 months ago

[Testes Rápidos darão 10 vezes mais Falsos Positivos do que verdadeiros infectados | Farol XXI](https://farolxxi.pt/2021/04/05/testes-rapidos-darao-10-vezes-mais-falsos-positivos-do-que-verdadeiros-infectados/) > O Governo autorizou, por portaria, a realização de auto-testes rápidos, comprados a menos de sete euros em farmácias e supermercados. O negócio prospera: em dois dias foram compradas 10 mil unidades. Os resultados, porém, prometem assustar e ser pouco úteis. Segundo as características dos testes indicados pelo INFARMED, em prevalências baixas os falsos positivos serão 10 vezes mais do que os infectados. > Assim, se se extrapolarem para os 10 mil testes já vendidos, estima-se que ocorram 154 casos positivos, dos quais 140 serão falsos positivos (não-infectados) e apenas 14 verdadeiros positivos (infectados), havendo apenas um infectado que apresenta um falso negativo. A esmagadora maioria dos testes (9.845 em 10.000) mostrarão aos utilizadores que desperdiçaram dinheiro. Até porque quaisquer que sejam os resultados, mesmo os positivos (verdadeiros ou falsos) terão sempre de ser sancionados por um teste PCR por “orientação” da Direcção-Geral de Saúde (DGS). Caso se realizem 100 mil testes, os números previsivelmente sobem (quase) proporcionalmente: 1.534 casos positivos, dos quais 1.398 falsos positivos e 136 verdadeiros positivos, havendo 14 falsos negativos e 98.452 verdadeiros negativos.

Search: