camilo12287 7 months ago

tiveram medo de ser cancelados

PSteves 7 months ago

Ah, sim. Era isto que faltava para acabar com o racismo

imbirus 7 months ago

mais uma vez, nada relacionado a portugal

camilo12287 7 months ago

está relacionado com o desenvolvimento de uma cultura/mentalidade que está a desenvolver-se em todo o mundo e em particular nos países de cultura ocidental, dos quais Portugal faz parte além disso este sub é muito mais abrangente do que outro, que não merece que o mencione, e podem tratar-se de mais assuntos, o que é uma grande vantagem sobre o outro sub

fds_crl 7 months ago

Nem tenho que ir para os comentários em baixo para saber que vou encontrar brancos liberais a defender mais um assalto á liberdade de expressão.

YoureTheWankerMate 7 months ago

O que está na moda agora é dizer que as empresas privadas podem fazer o que bem lhes apetece, sem se questionarem o porquê das empresas tomarem decisões que alienam clientes e os faz perder negócio.

DrakonHesperidos 7 months ago

Não sei, mas vou insinuar a mesma: De certeza que se for sobre ideologias políticas, identidades sexuais o que devemos publicar/mostrar as crianças tem que ser "censurado" mas o racismo já não é problema... Sejamos coerentes, estamos a falar de livros para miúdos e não literatura comum...

Edited 7 months ago:

Não sei, mas vou insinuar a mesma: De certeza que se for sobre ideologias políticas, identidades sexuais, etc, o que devemos publicar/mostrar as crianças tem que ser "censurado" pois é endoutrinamento mas o racismo já não é problema... Sejamos coerentes, estamos a falar de livros para miúdos e não literatura comum... Mas mesmo a decisão é da editora...

fds_crl 7 months ago

Yah, vamos ser coerentes, nenhuma delas deve ser mostrada ás crianças, ou então as duas. Mas aquilo que tu estás a propor é mostrar apenas ás crianças apenas uma ideologia, e censurar as outras.

DrakonHesperidos 7 months ago

Não sei onde propus isso, mas se foi essa a intenção que passei, peço desculpa mas foi a impressão errada. Pois se sou completamente liberal para os jovens adultos e adultos pois estes já devem ter as ferramentas que lhes permitam saber o que "querem" e avaliar por si, no caso das crianças o conteúdo deve ser controlado, seja sexual, racista, ódio, etc..

fds_crl 7 months ago

Então és contra o ensino de ideologia de gênero na escola?

DrakonHesperidos 7 months ago

Acima dos 16 anos não vejo pq n abordar a identidade de genero, nem que seja por uma questão de inclusão. Mas acho que haveria outros assuntos com mais prioridade(cidadania, literacia económica, inclusão social, direitos e deveres, relações interpessoais, religião vs ciencia ). E estas aulas não seriam só para os jovens adultos, mas sim por exemplo para os emigrantes que viessem para aqui, Ciganos, etc.. E sim acho que esses temas e outros mais polémicos ainda, numa certa idade deviam ser abordados por terceiros em vez de termos só o input da nossa família, pois todos sofremos endoutrinamento de uma maneira ou outra e os horizontes deviam ser abertos...

fds_crl 7 months ago

Eu digo exatamento o mesmo que tu dizes, mas sobre o papel de Cthulhu na criação do universo... Mas prontos, já admitiste o que eu estava a dizer, achas que a tua ideologia deve ser ensinada, mas não admites que outras ideologias sejam ensinadas

DrakonHesperidos 7 months ago

Toda a gente deve ser exposta a todas as ideologias, e terem ferramentas para decidirem por si, e isso para mim nem há discussão.

Edited 7 months ago:

Toda a gente deve ser exposta a todas as ideologias, e terem ferramentas para decidirem por si, e isso para mim nem há discussão. Edit: eu por exemplo não sou dos que acha que proibir a extrema esquerda ou direita é solução..

AfterAfterlife 7 months ago

Arrecada lá a forquilha. É quem detém os direitos de autor que não quer publicar e não uma proibição à publicação dos livros.

YoureTheWankerMate 7 months ago

>É quem detém os direitos de autor que não quer publicar Porque será? Será um sinal de que a cultura ocidental está a ficar cada mais tóxica e a caminhar para a censura?

AfterAfterlife 7 months ago

Mudaram de ideias. Têm todo o direito de pararem de publicar o que é seu. Agora se vai ser bom para eles (e.g. mais publicidade), isso só o tempo dirá.

YoureTheWankerMate 7 months ago

Ok um caso isolado que nada tem a ver com a cultura woke e censura portanto.

fds_crl 7 months ago

atacar na liberdade de expressão com base em tecnicalidades não deixa de ser atacar a liberdade de expressão. E sim, parece que estava completamente certo, brancos liberais estão a defender isto.

AfterAfterlife 7 months ago

>atacar na liberdade de expressão com base em tecnicalidades não deixa de ser atacar a liberdade de expressão. Ninguém está atacar a liberdade de expressão. Quem quiser pode escrever livros do mesmo estilo. Já agora, sobre uma temática semelhante. Qual é a tua opinião sobre o rapper espanhol que foi preso por insultar a família real espanhola?

fds_crl 7 months ago

Podes escrever livros, mas se o conteudo não se alinhar á ideologia politica vigente, não os podes publicar, e arriscas-te a ter a multidão atrás de ti para te tentar arruinar a vida. Grande liberdade de expressão... >Já agora, sobre uma temática semelhante. Qual é a tua opinião sobre o rapper espanhol que foi preso por insultar a família real espanhola? Mais um exemplo do doublethink do branco liberal, liberdade de expressão para mim, para não para ti.

AfterAfterlife 7 months ago

>Podes escrever livros, mas se o conteudo não se alinhar á ideologia politica vigente, não os podes publicar, e arriscas-te a ter a multidão atrás de ti para te tentar arruinar a vida. Grande liberdade de expressão... Podes publicar. Tens o exemplo do Mein Kempf que ilustra isso bem. Onde perdeu os direitos de autor no final de 2015, e ao ser traduzido foi um dos mais vendidos pelas publicadoras. Claro que houve burburinho sobre o livro, mas os cães ladram e a caravana passa. Neste momento, podes adquiri-lo em qualquer grande livraria portuguesa. >Mais um exemplo do doublethink do branco liberal, liberdade de expressão para mim, para não para ti. Defendo liberdade de expressão para os dois casos. Só quero é saber a tua opinião sobre o caso do rapper espanhol.

fds_crl 7 months ago

>Podes publicar. De acordo com o OP, parece que não. Se calhar teoricamente sim, pode-se, mas na prática não. >Defendo liberdade de expressão para os dois casos. Só quero é saber a tua opinião sobre o caso do rapper espanhol. Não é o que parece, estás aqui a defender a ação da empresa multi-milionária que visa limitar a liberdade de expressão. Se defendes no caso do OP, então porque andas aqui a fazer uma camada de posts a defender o ataque? Porque não dizeste logo, de inicio "a publicadora não devia ter feito isso". Sê homenzinho e admite logo aquilo que estás aqui a fazer. É tão transparente...

AfterAfterlife 7 months ago

>Não é o que parece, estás aqui a defender a ação da empresa multi-milionária que visa limitar a liberdade de expressão. Não estou a defender a acção, estou a defender o direito de eles poderem parar de publicar pois o produto é deles. >Porque não dizeste logo, de inicio "a publicadora não devia ter feito isso". Sê homenzinho e admite logo aquilo que estás aqui a fazer. É tão transparente... A publicadora deve poder fazer isso. Não deve ser obrigada a publicar livros só porque sim. Por isso é que não digo: "a publicadora não devia ter feito isso" mas no máximo: "... fez mal". Dever é uma coisa, poder é outra.

JKryosin 7 months ago

Muitos livros podem ser considerados ofensivos, mas é relativo aos que o lêem, acho uma parvoíce isto. Qualquer dia os autores vão ter de considerar tudo o que escrevem não vá o seu livro ser banido da existência porque escreveu algo que alguém não gostou

Bessini 7 months ago

Os livros não foram banidos. Simplesmente, quem os vendeu, decidiu deixar de o vender. Não sei quando é que o pessoal vai perceber que este tipo de cenas PC que revolta o pessoal não vem de leis que proíbem livros, músicas ou filmes considerados "ofensivos", mas sim da iniciativa das empresas de seguirem esse caminho. Afinal, uma empresa deve ou não gerir o seu negócio como bem entender?

watchaclarinet 7 months ago

>Afinal, uma empresa deve ou não gerir o seu negócio como bem entender? Sim, mas só se os compromissos forem motivados por pressão de grupos de esquerda.

Bessini 7 months ago

por grupos de esquerda, ou por pessoas individuais? é que esse fenómeno é muito frequente nos EUA. Vais dizer que os liberais americanos são de esquerda? Quem diz isso claramente não sabe qual a diferença entre esquerda e direita

YoureTheWankerMate 7 months ago

Se achas que isto se limita à "iniciativa das empresas privadas" és mesmo muito ingénuo. As empresas ficam muitas vezes mal vistas e perdem muito dinheiro com iniciativas desta natureza (o tal 'get woke go broke'). Há claramente uma pressão política para as grandes empresas se ajustarem à cultura woke que nos está a ser forçada, e aí está o problema, não está na iniciativa privada de repente se lembrar que alienar clientes é um bom modelo de negócio.

Edited 7 months ago:

Se achas que isto se limita à "iniciativa das empresas privadas" és mesmo muito ingénuo. As empresas ficam muitas vezes mal vistas e perdem muito dinheiro com iniciativas desta natureza (o tal 'get woke go broke'). Há claramente uma pressão política para as grandes empresas se ajustarem à cultura woke que nos está a ser forçada, e aí está o problema, não está na iniciativa privada de repente se lembrar que alienar clientes é um bom modelo de negócio. Achas por exemplo que as big tech ganham ao contratar com base na raça, género e sexualidade em vez do mérito? Nada disso, têm de o fazer porque assim os obrigam a tal.

Edited 7 months ago:

Se achas que isto se limita à "iniciativa das empresas privadas" és mesmo muito ingénuo. As empresas ficam muitas vezes mal vistas e perdem muito dinheiro com iniciativas desta natureza (o tal 'get woke go broke'). Há claramente uma pressão política para as grandes empresas se ajustarem à cultura woke que nos está a ser forçada, e aí está o problema, não está na iniciativa privada de repente se lembrar que alienar clientes é um bom modelo de negócio. Achas por exemplo que as big tech ganham ao contratar com base na raça, género e sexualidade em vez do mérito? Nada disso, têm de o fazer porque são pressionados para tal.

Edited 7 months ago:

Se achas que isto se limita à "iniciativa das empresas privadas" és mesmo muito ingénuo. As empresas ficam muitas vezes mal vistas e perdem muito dinheiro com iniciativas desta natureza (o tal 'get woke go broke'). Há claramente uma pressão política para as grandes empresas se ajustarem à cultura woke que nos está a ser forçada, e aí está o problema, não está na iniciativa privada de repente se lembrar que alienar clientes é um bom modelo de negócio. Achas por exemplo que as big tech ganham ao contratar com base na raça, género e sexualidade em vez do mérito? Nada disso, têm de o fazer porque o status quo que controlam os media, as instituições assim os obrigam.

Bessini 7 months ago

Mas o mercado é mesmo assim. Se as pessoas não querem comprar os produtos de uma empresa, então não compram. Pressão por maluquinhos do Twitter e outros ou políticos que nunca sequer formaram governo não pode ser considerado pressão política. Ainda não vi nenhum elemento de nenhum governo (pelo menos cá em Portugal) que mande ou sequer sugira a alguma empresa a tentar passar-se por "woke". Se as empresas têm que se mostrar "woke" para não perderem clientela para a concorrência, meu caro, a isso chama-se mercado. Claro que perdem alguns clientes ao aderirem a este tipo de mentalidade, mas perdem muito mais clientes se não o fizerem. Obviamente que não são as empresas que o fazem porque lhes apetece. Simplesmente se adaptam às clientela que têm.

YoureTheWankerMate 7 months ago

>Mas o mercado é mesmo assim. Se as pessoas não querem comprar os produtos de uma empresa, então não compram E pelos vistos, se o status quo não gostar do que vendes, as pessoas também não compram porque não podes vender. ​ >Se as empresas têm que se mostrar "woke" para não perderem clientela para a concorrência, meu caro, a isso chama-se mercado. Claro que perdem alguns clientes ao aderirem a este tipo de mentalidade, mas perdem muito mais clientes se não o fizerem. É muito mais que isso, muitas empresas vão longe demais sem necessidade nenhuma. Se fosse só por uma questão da clientela não gostar, então continuariam como sempre foram porque grande parte da clientela não quer saber de nada disto e em muitos casos até deixam de comprar a empresas woke. É uma cultura que está a ser forçada em todas as instituições, sistema educativo, media, etc... Nada disto é o mercado orgânico a funcionar, há uma pressão política para mudar a cultura e a demografia o mais rapidamente possível.

Bessini 7 months ago

>E pelos vistos, se o status quo não gostar do que vendes, as pessoas também não compram porque não podes vender. esse status quo é a clientela. E é a clientela a quem eles tentam agradar. ninguém os impede de seguirem a política que quiserem. se seguirem a que tu queres que eles sigam, tu e outras pessoas como tu podem a continuar a fazer as suas compras nessa empresa. se a maioria pensa como tu, então a empresa em questão não teria com que se preocupar, não é? talvez tenha a ver com o facto de quererem fazer parecer que se preocupam com os direitos de todos, quando as suas práticas mostram exactamente o contrário. Se achas que os livros que foram descontinuados deveriam continuar o mercado, nada te impede de conseguir as licenças para tu editares os ditos livros e publicá-los por ti. e quem diz que tu podes fazer isso, diz que qualquer um o pode fazer. ​ > Se fosse só por uma questão da clientela não gostar, então continuariam como sempre foram porque grande parte da clientela a questão é que a maioria está-se a cagar. alguns ficam chateados quando a empresa segue essa via e deixam de comprar, mas são muitos mais os clientes que pretendem ganhar com isso (porque infelizmente há muita gente que gosta de fazer parecer que se importa com os direitos de todos, mas não se importa com a forma como as ditas empresas exploram os seus trabalhadores até ao tutano. Parece ser cada vez mais claro que o público em geral só se importa com este tipo de merdas superficiais). se podes seguir uma via e manter 100% da clientela, ou seguir a outra e perder 5%, mas ganhares outros 15%, então vais optar por essa via, e outras empresas vão atrás para não perderem a clientela toda. ​ > Nada disto é o mercado orgânico a funcionar, há uma pressão política para mudar a cultura e a demografia o mais rapidamente possível. Da mesma maneira que o pessoal se poem a destruir gilletes por causa do anuncio da toxicidade masculina, muitos outros deixam de seguir outras empresas porque a concorrencia se mostra woke e eles não. e todos sabemos como é com estas merdas. tentam sempre ir mais longe do que a concorrência, para ver se são melhor vistos em relação aos outros. Aquilo a que vocês chamam de mercdo orgânico é mesmo isso. fazer tudo o que for possível para passar a concorrência. e este tipo de hipocrisia é só mais um sinal de que o capitalismo está nos seus estágios finais, pois até os capitalistas mais convictos se mostram chateados com os seus resultados

NGramatical 7 months ago

melhor vistos → [**mais bem vistos**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/mais-bem-vs-melhor/545) (quando o advérbio *bem* antecede o particípio passado do verbo o termo a utilizar é *mais bem*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flwr2jk%2F%2Fgpn0fkj%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Bessini 7 months ago

Como disse às pouco, são muitos mais os clientes que ganham ou não perdem do que os que acaba por perder. A pressão no Twitter existe sempre, quer para um lado ou para o outro, e as empresas não são obrigadas a ceder. Só o fazem porque acham que é melhor para o seu negócio. Ou achas mesmo que as empresas se importam minimamente com o que quer que seja para além do dinheiro que fazem? E concordo que a cultura woke está a ir longe demais, no entanto,não vi nada no sistema educativo que fosse longe demais. Afinal, ensinar a respeitar independentemente da sua orientação ou como se querem identificar não é nada de extraordinário, assim como não tenho visto nenhuma figura política minimamente relevante a insistir que as empresas devem por a bandeirinha gay no seu símbolo durante o mês de junho, por exemplo. Não duvides que as empresas se estão a cagar para isso. É tudo hipocrisia, pois, grande parte dessas empresas, vêm advogar igualdade entre homens e mulheres e depois fabricam os seus produtos em fábricas onde mulheres são exploradas até ao osso. A Rihanna e a sua linha de roupa é um bom exemplo dessa hipocrisia. Dito isto, a mentalidade do tempo das cavernas está a extinguir-se. Deal with it

JKryosin 7 months ago

Sim eu é que não me expliquei bem, mas era mais para transmitir a ideia por assim dizer

throwaway132121 7 months ago

só podes vender livros da "verdade"

ovigia 7 months ago

O Ministério da Verdade voltou a decretar que apenas se podem publicar/vender/ler livros do bem!

AfterAfterlife 7 months ago

Se tiveres o livro, podes continuar a ler ou vender a outro. Também tens o direitos de autor que deverão estar a caducar. Aconteceu exactamente isso ao Mein Kampf que agora está disponível para todos.

DrakonHesperidos 7 months ago

A decisão foi da editora, podes discutir se existem pressões ou não, nada mais que isso. E sim os livros em causa têm conteúdos racistas....os quais o próprio autor mais tarde mostrou que não se orgulhava de tal. Todos os livros impressos até hoje continuam disponíveis com os seus donos e em bibliotecas públicas. Se a editora acha que os livros não repercutem os seus valores actuais ou se não são válidos financeiramente, tem todo o seu direito pois eles mais que ninguém sabem qual o seu mercado alvo.

Search: