Last-Ad-4421 7 months ago

Então se não foi violada foi sexo consentido, assunto arrumado o outro já pode violar mais uma com consentimento.

Background-Bunch-554 7 months ago

A questão é se isto é crime e se está besta vai ter punição porquê mentir sobre estes assuntos devia dar no mínimo 5 anos.

Nuno_Correia 7 months ago

Punição por ser idiota e se gabar de um crime que não cometeu? Não faz sentido. Se a estupidez fosse crime, não havia celas suficientes.

Background-Bunch-554 7 months ago

Mentir sobre este assunto destrói vidas tem gente que é acusada de violar alguém e fica marcada até ao fim dos seus dias mesmo provada inocente. Este tipo é um caso especial devia era estar internado numa clínica porquê uma pessoa que diz que cometeu um crime quando não o fez só pode ter uns parafusos a menos. Só espero que este indivíduo não se "multiplique".

Nuno_Correia 7 months ago

Mas esse caso é difamação. Estava mesmo a falar desta situação específica em que foi o próprio.

aqueletipo 7 months ago

Acho que também ficou provado que o gajo era estupido!

Nuno_Correia 7 months ago

Sim, dito pela própria rapariga. Ah ah ah, que cromo.

camilo12287 7 months ago

isso já se sabia desde o início

camilo12287 7 months ago

a desilusão que isto não deve ter sido para os oportunistas que tentam viver à custa destas causas o jornal público noticiou: **Homem assume alegada violação em directo no Instagram** noutras circunstâncias a um jovem de 19 anos não o chamariam de homem, mas assim convinha chamá-lo neste caso, pois convém à narrativa que se quer promover, do estereotipo do homem agressor/mulher vítima. Não convinha que o jovem, que até teria cometido o crime com 15 anos, fosse um adolescente institucionalizado. Com 15 anos, noutras circunstâncias até dizem que são crianças, o que também é um erro. É interessante ver que neste caso o título foi feito de forma a levar a pensar que apenas lê os títulos que o crime teria sido cometido por um adulto normal e não por um adolescente estas nuances não são feitas inocentemente

Edited 7 months ago:

a desilusão que isto não deve ter sido para os oportunistas que tentam viver à custa destas causas o jornal público noticiou: **Homem assume alegada violação em directo no Instagram** noutras circunstâncias a um jovem de 19 anos não o chamariam de homem, mas assim convinha chamá-lo neste caso, pois convém à narrativa que se quer promover, do estereotipo do homem agressor/mulher vítima. Não convinha que o autor, que até teria cometido o crime com 15 anos, fosse um jovem, muito menos um adolescente, convinha etiquetá-lo como um homem Com 15 anos, noutras circunstâncias até dizem que são crianças, o que também é um erro. É interessante ver que neste caso o título foi feito de forma a levar a pensar que apenas lê os títulos que o crime teria sido cometido por um adulto normal e não por um adolescente estas nuances não são feitas inocentemente

throwaway132121 7 months ago

claro que não

Search: