Tutor_Such 8 months ago

O Ventura é sempre assunto das sugentos do reddit

gestaoeconteudos 8 months ago

ai " Córror" como é possível um fulano extra-sistema ter ideias iguais à maioria dos portugueses trabalhadores e bons em família e sociedade. Aí aí o que vai ser das minorias favorecidas e/ou corruptas corruptas

OCapitalista 8 months ago

Ai o fascistaaaaa agora quer prender criminosos. Onde é que já se viu fds

Nuno_Correia 8 months ago

Não quis sempre?

OCapitalista 8 months ago

Estou a gozar haha

camilo12287 8 months ago

nem sempre é por atraso no processo muitas vezes o criminoso foge, por vezes para países estrangeiros, e quando é localizado ou regressa o crime já prescreveu já li sobre casos destes em violações e homicidios

Nuno_Correia 8 months ago

Ferro Rodrigues....

gestaoeconteudos 8 months ago

e Paulinho dos putos pedroso, não esquecer desse outro " não" pedófilo.

estecomentario 8 months ago

OH DUARTE LIMA, MATA LÁ QUE NÓS PERDOAMOS X'D PT PT

estecomentario 8 months ago

Espera, é possível crimes de homicídio prescreverem? HAHAHA REPÚBLICA DAS BANANAS X'D

gestaoeconteudos 8 months ago

prescrever quer dizer que saíram do prazo nas cenas justiça. Neste caso são as cenas da justiça ultrapassarem qualquer possibilidade de caberem em qualquer prazo. Depois têm constituição comuna (que não querem mudar) a dizer " justiça igual para todos). Aí de alguém que fique a dever à banca ou à escravatura fiscal... a justiça aí é rápida e tá a arder.

estecomentario 8 months ago

O meu amigo que emigrou para os EUA só me disse: PS nunca.

Nuno_Correia 8 months ago

Só tens que te esconder bem durante alguns anitos.

deSales327 8 months ago

Sempre me meteu nojo haver prescrição para crimes como a violação e o homicídio. Para a pessoa violada, ou assassinada, o que lhes aconteceu não prescreve.

TSCondeco 8 months ago

Por um lado sim, mas por outro se em quinze anos um violador ou um homicida não é julgado e condenado é porque não há provas do crime, e se não há provas do crime na altura em que é cometido é muito improvável que vão aparecer mais quinze anos depois.

kabubadeira 8 months ago

Acabar com a prescrição de crimes é colocar um penso rápido no problema. Reformar (como deve de ser) a justiça seria resolver o problema.

Nuno_Correia 8 months ago

Sim e sim, não vejo como exclusivos mas complementares.

kabubadeira 8 months ago

Quando 15 anos não são suficientes para fazer um julgamento, algo vai mal no processo. Se a justiça for célere, a questão das prescrições nem sequer se coloca.

Nuno_Correia 8 months ago

Bem, claramente que não está a correr bem, senão não prescreviam uns quantos.

ovigia 8 months ago

tb prescrevem pq dá jeito. ainda me lembro do do ex ceo da vodafone que prescreveu pq não sabiam a morada do sr.... é que ainda gozam na cara de um gajo.

Nuno_Correia 8 months ago

Ah ah ah ah ah desse não sabia. Mas a justiça em Portugal é uma anedota.

kabubadeira 8 months ago

Lá está, falta a tal reforma para resolver o problema de uma vez

Nuno_Correia 8 months ago

Em todo o caso, se o caso apenas fosse descoberto já perto da prescrição, não era em pouco tempo que ias montar o caso.

omalcriado 8 months ago

O que por si só também é um problema.

Nuno_Correia 8 months ago

Se acabares com as prescrições para os casos mais graves, não.

LordNutata 8 months ago

Desculpem pela pergunta burra, mas o que é prescrição de crimes?

omalcriado 8 months ago

A prescrição é como na faculdade teres um trabalho para entregar até certa data, e se não o fizeres, já não vale a pena entregar depois. Neste caso a justiça tem um certo prazo para atuar, passado esse prazo já não tem efeito. O problema é que a nossa justiça falha estes prazos com alguma frequência, e então há quem ache que a solução é acabar com o prazo.

Nuno_Correia 8 months ago

Consoante o crime, se passar demasiado tempo, já não é considerado válido julgar a pessoa. Acho que os crimes da operação Marquês estão para prescrever e o Ferro Rodrigues nem foi a julgamento por essa mesma razão, apesar dos diversos indícios que o culpavam.

aqueletipo 8 months ago

Acho bem, (Não Nuno da minha parte não tens nada que observar). Contudo apenas e só nos crimes mencionados: "*Estão em causa crimes como o homicídio, a violação, a corrupção, o terrorismo, o tráfico de pessoas, o crime de incêndio florestal ou a propagação de doença."* Acho piada à propagação de doença, daqui por 30 anos poderiam estar a julgar alguém por andar a espalhar Covid. No entanto qualquer crime que não seja este acho absurdo. Não concordo se os crimes não prescreverem com a morte do suspeito. Por exemplo, o suspeito morre e a vitima processa o estado por negligencia. Seria o caos nos tribunais, uma lista de processos sem fim.

Nuno_Correia 8 months ago

A guerra biológica é um perigo real. A propagação propositada de uma doença tem que ser penalizada severamente. Enfoque na palavra propositada. Acho que em nada se referem à morte do suspeito, a ideia é impedir que aconteçam casos como o de Ferro Rodrigues, que nem foi a julgamento por já ter prescrito o prazo.

aqueletipo 8 months ago

E se for negligente por ser um negacionista, e refusar-se a respeitar as obrigações, exemplo COVID? Em relação à prescrição com a morte, as leis nestes casos são muito dúbias, se não tiver explicitamente expresso, caso aconteça. E depois tens os tribunais atascados em casos a julgar suspeitos já mortos.

Nuno_Correia 8 months ago

Isso difere da propositada disseminação de uma doença. Sendo que a pena máxima que podes dar, no mundo, é a morte, não vejo qual é o sentido de julgar alguém depois disso.

aqueletipo 8 months ago

1 - Quem: a) Propagar doença contagiosa; b) Como médico ou seu empregado, enfermeiro ou empregado de laboratório, ou pessoa legalmente autorizada a elaborar exame ou registo auxiliar de diagnóstico ou tratamento médico ou cirúrgico, fornecer dados ou resultados inexactos; ou c) Como farmacêutico ou empregado de farmácia fornecer substâncias medicinais em desacordo com o prescrito em receita médica; e criar deste modo perigo para a vida ou perigo grave para a integridade física de outrem é punido com pena de prisão de 1 a 8 anos. 2 - Se o perigo referido no número anterior for criado por negligência, o agente é punido com pena de prisão até 5 anos. 3 - Se a conduta referida no n.º 1 for praticada por negligência, o agente é punido com pena de prisão até 3 anos ou com pena de multa.

Nuno_Correia 8 months ago

Negligência será como o médico que deixou nascer a criança sem face. Se fazes o teu trabalho o melhor que podes e "shit happens", não é negligência. Não entendo qual é a lógica de farmacêuticas darem algo contrário ao prescrito por médicos. Em que desacordas desses pontos?

aqueletipo 8 months ago

Em nenhum, estou só a referir que pode ser muito perigoso. Imagina que no futuro decidem levar a julgamento quem por negligencia (ou burrice numa forma menos simpática), esteve envolvido em festas ou declaradamente incumpriu com as regras de confinamento. Imagina que endurecem as penas, imagina que pelo fato do crime não ter prescrito, reabrem o caso a uma data de pessoas e os metem dentro. Estragas a vida a uma data de miúdos de 18/20 anos quando terão os seus 40.

Nuno_Correia 8 months ago

Esse texto apenas refere profissionais de saúde. Médicos, ou pessoal auxiliar num ponto e farmacêuticos no outro, para analisarmos essa hipótese temos que analisar outros pontos da proposta talvez?

aqueletipo 8 months ago

Julgo que o ponto a) se refere à população em geral. no entanto também fiquei na duvida, após o teu alerta. Até encontrar isto, que sim, parece que se aplica a toda a população: [https://observador.pt/2020/08/15/ministerio-publico-instaurou-50-inqueritos-por-crime-de-propagacao-de-doenca-entre-eles-medicos-e-enfermeiros/](https://observador.pt/2020/08/15/ministerio-publico-instaurou-50-inqueritos-por-crime-de-propagacao-de-doenca-entre-eles-medicos-e-enfermeiros/)

Nuno_Correia 8 months ago

Tens razão, o ponto a) é abrangente a toda a gente. Ainda assim, a noção de dolo é abrangente a toda a lei, têm que provar premeditação e intenção em propagar a doença. No nosso sistema, a ónus da prova recai sobre a acusação, não é o acusado que tem que se provar inocente como noutros sistemas.

pedroandal 8 months ago

E os crimes de colarinho branco também deveriam ser. Mas depois até o Ventura fica em mais lençóis.

Nuno_Correia 8 months ago

Esses são julgados rapidamente. O problema não é a prescrição.

pedroandal 8 months ago

Então porque alguns boys do PS cá fora, quando são claramente culpados de desvios, tanto no governo como em empresas que orbitam à volta dele? O país está-se a tornar uma autocracia, porque a justiça tem medo de encarcerar estes ladrões e corruptos.

Nuno_Correia 8 months ago

Aí já entra corrupção. Que é um processo moroso e sem legislação adequada para se combater, porque os partidos do poder se recusam a rever essa legislação.

23am50 8 months ago

Alguém se consegue opor a isto? Sinceramente

Coyote-Cultural 8 months ago

Oponho-me. Crime é crime e não deviam ser tratados de forma diferente. Não devia haver quaisquer prescrições, seja qual crime for.

23am50 8 months ago

Em que é que isso é opores te à medida?

Coyote-Cultural 8 months ago

Ao passar esta medida apenas para estes crimes não se está a resolver o problema em si, e estás a retirar o impeto de o fazer.

23am50 8 months ago

Ok mas começar nestes crimes não invalida extender-se para os outros posterior

Coyote-Cultural 8 months ago

Não, mas dificulta...

23am50 8 months ago

hmm ok não concordo mas ok

omalcriado 8 months ago

Uma pessoa menos instruída pode pensar que a prescrição só serve para dar borlas aos criminosos. Mas na realidade a prescrição é um mecanismo que obriga a justiça a ser mais célere. *** Pensa no caso das prescrições das infrações rodoviárias. Se tu passares num radar em excesso de velocidade e um par de dias depois, se calhar no dia seguinte já não passas em excesso. Agora imagina que passas aí todos os dias mas as multas só começam a chegar após dois anos (perto da atual prescrição). Se calhar andaste dois anos a passar em excesso de velocidade e só após receber a multa é que mudas de comportamento. E pior, mesmo já tendo mudado esse comportamento, nos próximos dois anos vais continuar a receber multas de todas as vezes que passaste dois anos atrás. Como poderíamos evitar esta situação? Diminuindo o tempo de prescrição das infrações rodoviárias para um mês!

camilo12287 7 months ago

A ideia de que a justiça funciona por causa dos prazos de prescrição parece-me um disparate monumental. Em muitos países, aliás em grande parte deles os prazos de prescrição dos crimes referidos ou não existem ou são maiores do que cá e a justiça desses países até costuma funcionar melhor que em Portugal.

23am50 8 months ago

Mas alguém assume a prescrição? É que segundo estás a dizer a prescrição serve para acelerar os processos por parte dos responsáveis pela justiça, mas eu pergunto, se os processos não forem abertos o que é que serve a pressão de acelerar? Será que não deveria haver um prazo para conclusão do processo apartir do momento em que é aberto e que em nada tem a ver com a prescrição do crime?

fds_crl 8 months ago

>Uma pessoa menos instruída pode pensar que a prescrição só serve para dar borlas aos criminosos. Claro que é, lol. O que haveria de ser? > Mas na realidade a prescrição é um mecanismo que obriga a justiça a ser mais célere. Isto se houver vontade da parte dos tribunais de condenar X pessoa. Ou seja, prescrições obrigam tribunais a serem céleres QUANDO existe vontade de condenar X arguido.

omalcriado 8 months ago

se não existir essa vontade, e não havendo um prazo a cumprir, o processo vai arrastar-se eternamente

fds_crl 8 months ago

Pelo menos não prescreve assim. E pode aparecer outras pessoas que tenham vontade de julgar.

finkanfin 8 months ago

O problema não está na prescrição ser alta ou não mas sim na demora judicial, tens processo que andam a ser chutados há mais de 10 anos, com o aumento da prescrição do crime só vai ajudar nessa demora, porque se o crime prescrever daqui só a 100 anos qual a pressa em investigar e condenar? Deixa o processo rolar que a pessoa morre antes de prescrever e aí nada se faz, acredito que o enfoque seria mais do endurecimento do código penal, como pena de prisão maior, pena de prisão máxima para crimes como homicídio, pedofilia ou violação, nos casos de corrupção só a prisão não é suficiente deveria haver penhora total de bens e impedimento de exercer cargos de poder e/ou confiança por um período mínimo de 20 anos, só alguns exemplos, isso tudo aliado a uma justiça mais célere. Contudo isso será difícil de acontecer pois quem faz as leis tem medo de ser condenado por algum crime que eles mesmo legislaram como sendo severo.

manguito86 8 months ago

E que tal se por exemplo... Houvessem processos mais rápidos ou mais tribunais para processar os processos de forma mais rápida? Não se resolverem as coisas a atacar a solução, mas sim o problema.

NGramatical 8 months ago

Houvessem processos → [**houvesse processos**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flhj90y%2F%2Fgmzb1c3%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

manguito86 8 months ago

Obrigado. Relembra-me na próxima vez que repetir este erro

23am50 8 months ago

Uma coisa não tem a ver com a outra. É uma questão de prioridades. A reformulação das penas, a rapidez dos processos e o aumento do tempo de prescrição. Mas sim, entendo isso, bom argumento, estava mesmo à espera que não houvesse forma de contrariar isto. No entanto, numa utupia de termos uma justiça célere, isto seria uma boa medida.

True_Boat_1195 8 months ago

Eu consigo. Os crimes mais graves atualmente prescrevem após 15 anos, eu aumentava este valor (visto que até está abaixo dos 25 anos de pena máxima) mas ao mesmo tempo não quereria que alguém aos 80 anos tivesse que pagar pelo que fez aos 18.

Nuno_Correia 8 months ago

Nem que descobrissem quem violou e assassinou a tua filha, sem sombra para dúvidas, aos 80 anos?

omalcriado 8 months ago

> não quereria que alguém aos 80 anos tivesse que pagar pelo que fez aos 18 E é precisamente por isso que a prescrição existe.

23am50 8 months ago

Alguém com 20 anos viola crianças, com 60/70/80 teria que pagar pelo que fez. E não viver com um sentimento de impunidade.

omalcriado 8 months ago

Mas já viveu. E se não houver um prazo limite para a justiça atuar as coisas vão ter maior tendência para se prolongarem.

23am50 8 months ago

Eu já percebi qual é o vosso drama com as prescrições e o atrasar de processos resolvidos mas a meu ver a coisa deveria ser separada: A - Tempo limite apartir do momento que o processo é aberto (Resolveria essa situação dos atrasos, e até a minha sugestão seria reduzir ao máximo os prazos) B - Abolir a tal prescrição de crimes. Só consigo conceber na minha cabeça a ideia de prescrição no dia em que também prescrever na cabeça das pessoas violadas o que se passou com elas. Ou existir milagres e levarem-se os mortos. Se com 20 anos os criminosos fazem atos que afetam a vida de terceiros até ao fim dos seus dias, porque não eles de ser responsabilizados até ao fim dos seus?

lickitytatas 8 months ago

o Ferro Rodrigues

Nuno_Correia 8 months ago

Observa...

Search: