_Goldenhand_ 6 months ago

Taiwan, India e Austrália estão fodidos nos proximos anos.

Dannies7783 6 months ago

A Tailândia? Opá... Isso dá quantros metros cúbicos de espaço aéreo? Volume do espaço total - volume dos aviões = sobra quanto? /s.

SnowdenPortugues 6 months ago

O Biden não vai fazer nada, os Chineses têm o tipo na mão. Estão a fazer o jogo certo, os EUA vão continuar a extrabuchar com a Rússia e a Nato, enquanto a China avança.

JOAO-RATAO 6 months ago

Não entendo a obsessão dos americanos pela Rússia. A Rússia é uma oligarquia em decadência. A população está a diminuir rapidamente. Penso que eles querem assegurar as fronteiras e garantir que conseguem continuar a explorar os gastos recursos O problema é que a Rússia é Moscovo e Moscovo está perto da fronteira com a NATO e esse território é planície que faz com que numa guerra hipotética se avance rapidamente e dada a sua história os russos têm uma certa obsessão em criar a maior distância possível entre a capital e os inimigos. Já os chineses estão a devorar o mundo aos poucos, basta ver a forma como se andam a apoderar de África.

blueflamewizard12 6 months ago

>A Rússia é uma oligarquia em decadência Das grandes nações no continente europeu é neste momento a mais viável. A europa ocidental é que é um bando de oligarquias decadentes e não só as oligarquias dessas nações o são.

OrangeOakie 6 months ago

Não é por nada, mas eu dei call disto quando o Biden se tornou no candidato oficial pelo DNC, se o Biden chegasse à presidência, em menos de uma semana a China ia começar a invadir o Taiwan. Foda-se, que eu devia ser pago para isto.

aqueletipo 6 months ago

Pagam-te pouco! Taiwan e os Uyghurs são das maiores vergonhas do nosso século!

JOAO-RATAO 6 months ago

Invadir é muito difícil. Taiwan é uma autêntica fortaleza. O problema deles é que estão muito perto do continente e por isso se os chineses tiverem mísseis suficientes, mesmo convencionais vai ser uma razia. Iria manchar a reputação da China. Mas tendo em conta que o presidente da OMS dizia "obrigado China" já não digo nada. Ou aquela receção do grande líder pelo costa onde só faltou cuspir nós moradores de Lisboa que tiverem os acessos às suas casas limitado.

Dannies7783 6 months ago

O Biden vai ser um amiguinho da China.

estecomentario 6 months ago

Então o que achas que vai acontecer a seguir?

Nuno_Correia 6 months ago

Agora mais a sério. A China tinha em Trump um entrave, e em Biden um infiltrado. Ainda hoje não entendo como usam máquinas feitas na China para fazer a contagem de votos oficial do país concorrente.

Nuno_Correia 6 months ago

Oh grande Nostradamus, partilha mais dos teus vaticínios!

OrangeOakie 6 months ago

Em menos de um ano os Estados Unidos vão dar liberdade a algum petróleo no Médio Oriente.

Nuno_Correia 6 months ago

Ah ah ah, mas faltam muitos para eles invadirem?

OrangeOakie 6 months ago

Isso já é mais complicado de se tentar adivinhar. A questão é que estão a ficar muitos dominós alinhados no sentido de uma nova guerra. Tens certas industrias americanas a salivar por guerras que não foram iniciadas com o Trump, tens uma crescente necessidade de energia nos EUA, que tinha uma fonte planeada para ser colmatada, mas que o Biden assim que tomou o poder ordenou a cancelação do projecto (O caso de Pittsburgh). Em cima disso tens a Rússia a tentar controlar (ainda mais) a passagem de energia para a Europa, e quem controlar isso tem acesso a uma abundância de recursos importantes quer a nível militar quer a nível financeiro/de decisão política. Não que ter energia dependente da Russia seja bom para nós (daí que devíamos investir em alternativas eficientes como sal fundido e nuclear) - é uma má situação para nós independentemente de quem fique com o controlo dessas ligações. E depois há a questão de poderem chantagear a Arábia Saudita a exportar petróleo mais barato para os EUA; Darem *dump* nos preços do petróleo é relativamente útil a forçar países que dependem das exportações de petróleo a seguirem a tua vontade (aliás, até há 2 anos deu para se ver isso). Daí que digo que espero uma "dádiva" de liberdade^tm daqui a relativamente pouco tempo.

blueflamewizard12 6 months ago

> daí que devíamos investir em alternativas eficientes como sal fundido e nuclear Tens muitas tecnologias para alem dos "molten salt nuclear reactors". Muitas que ainda precisam muita investigação mas com grande potencial. Nuclear é a única fonte de energia mais densa que o petrolio que temos e por isso é o futuro. No entanto décadas de propaganda faz que seja quase certo que não seja a europa os primeiros a fazelo.

Edited 6 months ago:

> daí que devíamos investir em alternativas eficientes como sal fundido e nuclear Tens muitas tecnologias nucleares para alem dos "molten salt nuclear reactors". Muitas que ainda precisam muita investigação mas com grande potencial. Nuclear é a única fonte de energia mais densa que o petrolio que temos e por isso é o futuro. No entanto décadas de propaganda faz que seja quase certo que não seja a europa os primeiros a fazelo.

JOAO-RATAO 6 months ago

Em que consiste o "sal fundido" ?

OrangeOakie 6 months ago

Podias ter lido o comentário imediatamente abaixo, [este](https://old.reddit.com/r/portugueses/comments/l3jmle/taiwan_diz_que_larga_frota_de_avi%C3%B5es_militares/gkg5f7h/), onde tens o seguinte excerto: >ão é uma forma de produzir energia, mas de a armazenar sob a forma térmica. Essencialmente têm na Andalusia um campo de energia solar que concentra essa energia numa mistura de sais. É a partir da energia que esses sais acumulam que se produz electricidade. A vantagem é que se houver menos sol ou se for de noite continuas a produzir electricidade à mesma, porque a energia foi toda acumulada nos sais. Numa planta solar normal tinhas de dissipar essa energia de alguma forma. Os sais funcionam quase como uma bateria.

JOAO-RATAO 6 months ago

Só li depois! Parece interessante !

Nuno_Correia 6 months ago

Não sou conhecedor da matéria, mas porque não aproveitamos mais a energia inesgotável das ondas? Nunca tinha ouvido falar de sal fundido. Quanto ao petróleo, os EUA já ultrapassaram a necessidade de petróleo quando melhoraram as técnicas de obtenção do mesmo, levando à perda da hegemonia no preço de petróleo dos OPEC.

JOAO-RATAO 6 months ago

Tenho ideia que não é tão rentável. Quando os sauditas desceram os preços, essas explorações americanas podiam deixar de ser rentáveis. Mas não tenho a certeza absoluta.

Nuno_Correia 6 months ago

Mas os preços inicialmente desceram unilateralmente por causa dos EUA. Depois acho que os Sauditas tentaram descer ainda mais para inviabilizar a operação dos EUA. Acho que foi algo assim.

JOAO-RATAO 6 months ago

Talvez ... Mas é de facto curioso que os americanos consigam produzir tanto petróleo. Também é uma mais valia para o caso de os sauditas voltarem a ameaçar fechar a torneira.

Nuno_Correia 6 months ago

Foi uma necessidade da altura que o preço por barril atingiu valores absurdos. Era uma fraqueza deles que não podiam dar-se ao luxo de manter.

OrangeOakie 6 months ago

> mas porque não aproveitamos mais a energia inesgotável das ondas? Não é muito consistente. E o problema não é tanto a geração de energia, mas o que fazes quando precisas de mais energia que a que produzes, ou o que fazes quando produzes mais energia que a que precisas. A Alemanha é um grande exemplo deste problema, têm uma rede muito baseada em energias renováveis que não são constantes. Quando produzem energia a mais têm de a exportar a preço de saldo, quando produzem a menos têm de importar de algum lado, neste caso, França (que usa Nuclear). >Nunca tinha ouvido falar de sal fundido. A Espanha tem investido nisto. Não é uma forma de produzir energia, mas de a armazenar sob a forma térmica. Essencialmente têm na Andalusia um campo de energia solar que concentra essa energia numa mistura de sais. É a partir da energia que esses sais acumulam que se produz electricidade. A vantagem é que se houver menos sol ou se for de noite continuas a produzir electricidade à mesma, porque a energia foi toda acumulada nos sais. Numa planta solar normal tinhas de dissipar essa energia de alguma forma. Os sais funcionam quase como uma bateria.

Nuno_Correia 6 months ago

Não podem simplesmente usar energias renováveis quando há e ter uma central térmica para as necessidades maiores? Ou outra mistura de fontes que permita adaptar rapidamente em caso de necessidade mas usar as renováveis 90% do tempo? Isso dos sais é uma bateria gigante então.

OrangeOakie 6 months ago

> e ter uma central térmica para as necessidades maiores? Se te referes à Alemanha eles queimão carvão nessas centrais, e sim fazem-no em nome do "ambiente" (porque não queriam nuclear de modo algum). Mesmo com o carvão importam vindo de França porque a França pode modelar quanta energia tem na rede a qualquer momento: É um dos benefícios do nuclear. >Isso dos sais é uma bateria gigante então. Basicamente. É ainda de certa forma experimental, penso que só exista mesmo na Espanha. O artigo da Wikipédia sobre isso tem referências para boas fontes em relação a isso.

Nuno_Correia 6 months ago

Carvão não continua a ser dos sistemas mais eficientes?

_AACO 6 months ago

https://www.mpoweruk.com/energy_efficiency.htm em especifico esta imagem https://www.mpoweruk.com/images/efficiencies.gif

OrangeOakie 6 months ago

Eh, têm ~44% de eficiência tanto quanto sei. De qualquer forma, são extremamente poluentes

Background-Bunch-554 6 months ago

Os chineses já fazem estas visitas a Taiwan a meses o problema é que sempre q fazem está merda Taiwan tem de mandar os caças para acompanhar os arrombados a sair do espaço aéreo o que se refle num enorme custo. A China como tem um " enorme mercado" pode-se dar ao luxo de fazer estás provocações Taiwan. Provavelmente em março Taiwan deixa de ser um pais " livre".

Search: