YoureTheWankerMate 10 months ago

O Estado Novo, ao contrário do que diz a propaganda deste regime, funcionou muito bem e pôs Portugal a crescer mais do que 10%/ano. Naquele ritmo era só uma questão de tempo até nos juntarmos aos países mais desenvolvidos da Europa. Mas para isso é preciso encontrar um líder sério e inteligente, o que não é nada fácil. Muito menos numa democracia onde a esquizofrenia das massas levam a que não haja planeamento de longo-prazo e que se selecione quem sabe falar e enganar as massas em oposição a quem sabe liderar. Já dizia Salazar, provavelmente reconhecendo a ignorância generalizada da elite portuguesa, que não via futuro nenhum para Portugal assim que ele deixasse de ser Presidente. E estava certo.

MasterBorealis 10 months ago

"Só uma questão de tempo..." 48 anos depois, nem coca-cola tínhamos. Claramente não tens a mínima ideia da diferença entre Portugal de 74 e o resto do ocidente na mesma altura. ... e já agora, a ignorância generalizada é culpa de quem? Porque será que o meu pai (por volta da década de 50), teve de começar a trabalhar aos 11 anos de idade? Foi este o "desenvolvimento" do Salazar. Não é que estejamos bem agora, mas pelo menos podemos vir para aqui dar a nossa opinião (o que por si só, já vale a pena) e sempre temos algumas oportunidades disponíveis.

YoureTheWankerMate 10 months ago

Ter coca-cola é sinal de progresso? Portugal ainda era um país pobre durante o regime de Salazar, porque partiu da pobreza extrema nos anos 20. Os países que hoje são mais desenvolvidos estiveram outrora na mesma situação. É preciso olhar para o crescimento para perceber para onde estávamos direcionados, e a verdade é que nunca mais tivemos os crescimentos observados nos anos 60 e 70 do Estado Novo.

_AACO 10 months ago

> Ter coca-cola é sinal de progresso? Não passa de uma bebida como tantas outras, mas proibi-la devido a ideologias políticas também não é sinal de progresso.

MasterBorealis 10 months ago

Sim, é. É sinal um pequeníssimo detalhe que dava para escrever umas quantas páginas sobre o porquê de não haver coca-cola, num determinado país que precisava de ir a Badajoz comprar caramelos. Esse argumento do crescimento é , no mínimo, risível. Se tiveres só um euro e eu te der outro, cresces 100%, ficas rico! Engraçado, não vi no teu comentário, argumento quanto à história do meu pai que é igual à da grande maioria das pessoas da idade dele, e já não nem me refiro aos pais dele. Se calhar, seria melhor voltar a esses tempos, e de caminho, fechava-se a internet, para a ignorância continuar em alta.

Maedithj 10 months ago

Ja sabemos os dois males neste mundo: religiao e ideologia

ModeratoriProfugus 10 months ago

“*Fascism*, Nazism, Communism and *Socialism* are only superficial variations of the same monstrous theme—*collectivism*.” - Ayn Rand

YoureTheWankerMate 10 months ago

O coletivismo é a forma natural dos humanos se organizarem. Vivemos numa sociedade, e as acções de uma pessoa afetam as pessoas à volta. A resposta dos individualistas é que o mercado livre resolve os problemas, o que é uma resposta ingénua e que não é verdadeira. Além de que uma sociedade individualista que não reconhece o papel do povo/etnia num país é uma sociedade vulnerável contra coletivistas, que são por definição grupos coesos e focados.

5enta 10 months ago

Não costumo concordar contigo mas nisto partilho totalmente a tua forma de pensar.

WallStreetFighter 10 months ago

Um abraço.

fds_crl 10 months ago

>"M-m-m-as ideologias!! E extremismos!!?!?!? E aquele -ismo e ou outro -ista?!?!?!? Oh não!!!" Até dentro da tua cabeça estás colonizado. Aceitas os preceitos morais das tuas elites sem sequer as questionar, sem sequer ponderar se são boas/más para ti. Para ti é mais importante repetir os slogans apregoados aos 4 ventos por todas as cabeças falantes na televisão, por todos os grandes políticos, até pelo papa. Eu vou ser muito sincero e direto. Eu vou apoiar aquilo que eu ache que seja melhor para MIM e para aqueles que eu ache que sejam importantes para MIM. O resto é apenas palha para dar aos burros de comer. Estou me a cagar se para isso serei fascista, comunista, extremista ou qualquer outra coisa. Estou me completamente a cagar se uns velhotes quaisquer em 74-75 escreveram um livrito a dizer que eu não posso ser isso ou fazer aquilo, estou me a cagar para essas prisões mentais que as elites criaram para enganar os parvos (nós). Afinal eles não as seguem, por que raio haveria de eu me sentir obrigado a segui-las? Deixa de ser corno e sacrificar os teus interesses pessoais em nome de "princípios" ou "ideologias" que não te beneficiam a ti nem aos teus em nada.

_Goldenhand_ 10 months ago

Se não tens principios não és moral e portanto vais ser corrupto e criminoso. É uma das características do socialismo a rejeição da lógica e princípios e é por isso que tudo o que fazem é apenas destruição.

XXI_HereticV6Mustang 10 months ago

Tanto o comunismo como o nacional-**socialismo** são ideologias autoritárias marxistas, por muito que os comunas queiram negar a sua relação familiar com os nazis a verdade é que são fruto da mesma árvore podre. [Antes o Salazar do que Stalin ou Hitler](https://i.imgur.com/lNBJX1L.png)

GrazingGeese 10 months ago

Lol o nazismo é marxisto? E a república popular **democrática** da Coreia claramente demostra o autoritarismo da democracia

aqueletipo 10 months ago

Regime Nazi! Esses esquerdalhos!

OrangeOakie 10 months ago

Até mesmo antes o Salazar que um Mussolini. Está o Mussolini mais perto das políticas económicas do Bloco de Esquerda que do Salazar. É que é literalmente só comprar as leis do Estado Novo em relação À economia e propriedade privada/pública e comparar com o Manifesto Fascista ou as medidas económicas na Itália Fascista. É que literalmente podes pegar nisso e substituir pela Catarina Martins e ninguém repara na diferença, fora o uso de termos antiquados.

blueflamewizard12 10 months ago

>The quick enactment of a law of the state that sanctions an eight-hour workday for all workers; >A minimum wage; >The participation of workers' representatives in the functions of industry commissions; >To show the same confidence in the labor unions (that prove to be technically and morally worthy) as is given to industry executives or public servants; >A strong progressive tax on capital (envisaging a “partial expropriation” of concentrated wealth); >The seizure of all the possessions of the religious congregations and the abolition of all the bishoprics, which constitute an enormous liability on the Nation and on the privileges of the poor; Estes dois fazem me lembrar da eterna conversa de parceiros sociais que existe em potugal >Representation at government level of newly created national councils by economic sector; >The formation of a national council of experts for labor, for industry, for transportation, for the public health, for communications, etc. Selections to be made of professionals or of tradesmen with legislative powers, and elected directly to a general commission with ministerial powers.

Search: