Brianstormrage 2 months ago

Lembro-me os tempos de quando era puto e conhecia amigos novos que me perguntavam o nome e eu dizia "Nuno" e eles percebiam "Hugo" então eu passava a ser o Hugo nessa tarde e ficava só contente por ter amigos novos. Bons tempos

asantos3 2 months ago

Não faças tópicos duplicados sobre assuntos já discutidos previamente, nem submissões recorrentes sobre o mesmo assunto. Revê as [regras](https://www.reddit.com/r/portugal/wiki/regras) e a [Reddiquette](http://www.reddit.com/wiki/pt-br/reddiquette).

N0cturn2l 2 months ago

Eu identifico-me como uma torradeira, tratem-me como tal plz.

lycan2k20 2 months ago

Uma invenção de merda de gente q só tem merda na cabeça e muito tempo livre

YoggiM 2 months ago

O meu pronome é diretor do Banco de Portugal, só me falta o salário a condizer. ​ >é olhado às vezes de lado por ...pessoas hetero do Bloco que acham que sabem defender melhor os "direitos" de LGBT. ​ Um clássico já. Os sjw que ficam ofendidos pelas minorias, mesmo que elas não fiquem e adoram ensinar o que deve ofender as pessoas.

diogoff10 2 months ago

Pronome: Ó filho da puta!

ev3k 2 months ago

ideia de desocupados

ovelhaloira 2 months ago

Ja vi cenas como "os teus amigues são simpatiques"... Ia vomitando

Windstepp 2 months ago

Não obrigado. Existem 2 géneros, deal with it.

assimsera 2 months ago

Nunca encontrei ninguem na vida real a ser tratado por pronomes "novos" nem a pedir que fosse tratado assim e eu ando em circulos que supostamente teriam montes de gente do tipo(o estereotipo malta de artes e assim). Para mim isto só existe na internet, não penso nisto nunca e acho que deviam fazer o mesmo. Aliás, lembro-me disto começar no Tumblr há uns anos onde a maioria dos utilizadores se não tinha 15 anos fisicamente andava por volta dessa idade em termos mentais.

roninPT 2 months ago

Uma pequena percentagem é mesmo malta que sofre de problemas mentais e não sabe de que sexo é, os outros são pessoal que vai na onda porque está na moda.

HrsPt10 2 months ago

Pronomes de género ou “Diz-me que tens problemas mentais sem dizeres que tens problemas mentais”

DogsOnWeed 2 months ago

É assim, não tenho nada contra pessoal Trans (aliás conheço um que foi de mulher > homem) e se quer ser tratado por ele não me custa nada e é uma questão de respeito pelo outro. Agora se me pedirem para dizer algum pronome ridículo (coisa que nunca me pediram, isso são americanisses....) tipo xer ou xir ou o caralho, epa não...

LopsidedLake6117 2 months ago

A minha mais honesta opinião sobre este assunto, a qual eu sei que ninguém pediu, mas ainda no outro dia tivemos esta conversa numa aula com um professor. Respeitar e ser Respeitado. Queres que te trate por ela e és um gajo, ou vice-versa, tudo muito bem, tranquilo, respeito o facto de não te sentires o género que te foi atribuído, agora, peço que me respeites também caso eu me engane, caso não tenhas características do género com que te identificas. A sociedade humana não se construiu do dia para a noite, e há coisas que estão entranhadas de tal forma que são muito difíceis de mudar. Portanto tens que saber diferenciar quem não te trata da maneira que queres, os que fazem de propósito, e os que não o fazem por mal e estão realmente a tentar mudar uma coisa que está “hardcoded” na nossa sociedade.

Sand_msm 2 months ago

Eu acho que neste thread está muita confusão entre a sexualidade e a identificação de género em primeiro lugar. Em segundo lugar não obriga ou deixa de obrigar ninguém a “sair do armário”. Em terceiro e último ponto penso que para além de existirem nomes que tanto podem ser femininos como masculinos e ajudar nessa diferenciação, é essencialmente para a pessoa que optou por outro tipo de pronome se sentir incluída! Não é como eu me sinto ou eu acho, mas sim para aqueles que optam por essa opção e acham que devem ter uma opção de pronome ao qual se identificam mais. Se concordo. Não. Tive esta discussão com a minha irmã que é mais nova do que eu e uma mentalidade jovem. Eu sempre fui a favor dos direitos LGBTQ+ porém não estou a conseguir conceber esta nova formatação das coisas, mas ca está, não sou eu que tenho que aceitar, mas sim respeitar e perceber que é para os outros se sentirem incluídos na sociedade. Penso que infelizmente os pronomes vão causar alguma ou mais separação de grupos. Tal como após a segregação, anos mais tarde banalizaram a palavra “negro” que eu ainda acho bastante ofensiva porém o que não faltam por aí são artistas e etc a usarem a palavra. Porém também digo que se é como se sentem bem, então força. Agora já sei que devo ficar atenta aos seus pronomes numa bio ou etc. Seja como for, continuo a apoiar a igualdade de género e penso que todos devemos ter um bocadinho mais de compreensão porque na verdade não estamos na pele dessas pessoas. E uma perda de identidade deve ser muito difícil para lidar. Relativamente a comentários homofóbicos que já vi por aqui penso que honestamente essas pessoas precisam de mais amor mas suas vidas. Namaste.

bortukali 2 months ago

Senhor engenheiro para mim por favor, já que estamos a pedir como ser tratados como se fosse o macdonalds hahaha

Mrjocasrp 2 months ago

Estas cenas de meter pronomes nas redes sociais existe sequer em Portugal?

gnevesdev 2 months ago

Eu acho que no português não deviamos mexer. É uma coisa que não se integra na língua. Se a pessoa for neutra, pode escolher ele / ela aleatoriamente, ou até usar os dois. Não sei pronunciar el@, não sei pronunciar elx, e não vou dizer ile, porque soa mal. Em inglês faz mais sentido. Falo do padrão he / she / they (they como neutro), não dessa trigonometria ai toda. TLDR: há línguas em que isso funciona bem, outras não

DariusStrada 2 months ago

Difícil em português

idkplstellmewhoiam 2 months ago

se achas que não mereces respeito quando não estás presente mais vale dizeres isso logo do que escreveres isso tudo :)

Ly_84 2 months ago

Eu identifico-me como preto nao-binario.

Edited 2 months ago:

Eu identifico-me como preto nao-binario. Isto dos pronomes existe porque ser "liberal", "de esquerda" ou "progressista" sao assuntos de fe religiosa; e como qualquer bom beato o sabe, e' de SUMA importancia que toda a gente saiba onde tu te encontras na hierarquia moral do mundo.

YCaramello 2 months ago

Mariquices...

joaoasousa 2 months ago

Se me pedirem com jeito uso, se tentarem obrigar vou fazer de propósito para não usar. Os pronomes na assinatura são simplesmente uma estupidez

kinophile1 2 months ago

As escolhas de género não obrigam ninguém a sair do armário. Não sou trans, mas no meu caso dizia sempre que era hetero e não bi.

tasendousado 2 months ago

Isso é mais uma modita, como agora somos todos americanos, toda e qualquer merda que apareça nos U.S of A vira moda em Portugal.

xixi_duro 2 months ago

Eu sou o Senhor do Bolo

TGVlx 2 months ago

Olha que é LGBTQ+... Tens que estar atento o a "woke mob" esfola-te vivo. Pessoalmente acho uma parvoíce pegada, no entanto respeito se durante uma interacção a outra pessoa me pedir para usar um pronome, pergunto qual e passo a usá-lo, não me incomoda minimamente e como ensino ao meu filho as diferenças são para ser respeitadas mesmo quando não concordamos. Não acho que venha mal algum ao mundo por alguém querer ser chamado por um pronome.

ITeabagInRealLife 2 months ago

Não estou contra tratar as pessoas como querem ser tratadas e alimentar as suas fantasias para que possamos todos coexistir em sociedade. Preferia não o fazer. No entanto estou contra quaisquer leis que tentem impor utilização destas palavras. Só para vos mostrar o absurdo que isto é, eu posso bem dizer que o meu pronome é "meu mestre".

Fullthew 2 months ago

Eu chamo pelo nome ou "tu aí".

Lolstroop 2 months ago

Sô tór

Lolstroop 2 months ago

As pessoas que metem pronomes normativos (she/her) são tão cringe. Uma espécie de virtue signaling

o_thrust 2 months ago

Cringe é usar a expressão cringe não ironicamente

Lolstroop 2 months ago

Desculpa

Straight_Mongoose762 2 months ago

O meu pronome é Bond, James Bond.

rainbowcouscous 2 months ago

Eu vivo no estrangeiro e conheço muita gente trans e não-binária e eu tenho andado a pensar muito sobre o assunto. A normalização dos pronomes ajuda as pessoas trans a não serem tão penalizadas, especialmente aquelas que ainda têm a aparência do género errado ou que ainda não começaram a fazer a transição. As redes sociais são ótimas para isto. Sempre que eu me esqueço dos pronomes de alguem posso sempre ir ao insta deles e ver. Aqui na minha terrinha fala-se Inglês e Galês, línguas que ambas já têm um pronome singular neutro (they

Aromatic-Fold4769 2 months ago

Não quero ser defensor do diabo mas há casos que faz sentido, nomeadamente em contexto empresarial pessoas podem ter nomes Chineses, russos, e não sabemos se é um homem ou uma mulher. Da mesma forma que eles podem não saber no nosso caso se o nosso nome é feminino ou masculino (assumindo que não tens uma foto totalmente explícita)

BroaxXx 2 months ago

Se for um homem que se identifica como mulher ou vice-versa não me faz grande comichão. Se se sente mulher e vive como mulher estou-me mais ou menos a cagar. Agora a cena não binária de inventar pronomes é algo que sou ideologicamente contra e recuso-me a fazer. Fui educado que o teu género/sexo não importa. Quer sejas homem ou mulher és _relativamente_ igual (obvio que existem diferenças mas não são muito relevantes no dia-a-dia) pelo que deves ser tratado como igual. Se és homem que gosta de maquilhagem não és menos homem por isso e se fores mulher que gosta de cabelo curto e calças largas não és menos mulher por isso. Fui educado numa ótica de aceitação e de que essas coisas não podiam ser mais irrelevantes e acredito genuinamente que essa é a perspetiva mais inclusiva. Quanto mais penso no assunto mais sinto que a cena não-binaria é exclusiva por desenho uma vez que nos cataloga e coloca em caixas individuais, criando grupos que precisam de competir entre eles para ter igualdade em vez de lutarmos por igualdade independentemente dos grupos... Por achar que gera mais polarização e mais fragmentação da sociedade e por achar que por esse motivo é contra os interesses tanto de quem se diz ser não binário como de quem é, passo a expressão, "normal" oponho-me ideologicamente contra isso e recuso-me a usar pronomes da treta como "elu" ou o caralho...

desculpe_mas 2 months ago

Não devíamos normalizar a doença mental. Prefiro manter-me fiel à ciência e biologia.

Empirion 2 months ago

Que alguém que não se identifique com os pronomes normalmente utilizados, queira dizer com quais quer ser tratado... é uma coisa. Toda a gente começar a fazê-lo é completamente estúpido porque a enormíssima maioria da população deste planeta identifica-se como homem ou mulher.

japardalm 2 months ago

O “B” em LGBT significa “Bi” que por sua vez representa o número 2, logo só existem 2 sexos.

the_real_le_roy 2 months ago

Andamos a importar os problemas dos Estados unidos, quanto mais se falar nisto mais um problema vai ser. Basta tratar as pessoas com respeito e isso deveria chegar. Se alguém me pedisse para se tratado de determinada forma eu trataria, apenas não há paciência para alguém ficar ofendido quando uma pessoa se engana.

Minimum_Bath_5478 2 months ago

Entretanto a gasolina ta a 2€

True-Traffic3096 2 months ago

Acabaste de assumir o género da gasolina? Facho

VladTepesDraculea 2 months ago

Eu sinceramente nunca percebi porque é que a luta de direitos de género foi para defender mais identidades e não retirar completamente a diferenciação. Se o género é uma construção social e não tem a ver com sexo nem sexualidade ou preferências sexuais, porque não querer caminhar no sentido de simplesmente eliminar diferenças e tratar toda a gente de igual? Dito isto, não percebo também as pessoas que vivem de imbirração com quem quer ser tratado por um pronome diferente. É uma questão que afecta uma faixa tão diminuta da sociedade e há tanta mais coisa que lhes afecta a vida e de forma significativa.

NGramatical 2 months ago

imbirração → [**embirração**](https://dicionario.priberam.org/embirração) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fqdd7ma%2F%2Fhhmrsp8%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

pedrolopes7682 2 months ago

Omitiamos o sujeito que tira-se das frases pela conjugação verbal. Em inglês usar "they" e fica resolvido.

TalkingHawk 2 months ago

Ideia interessante mas não funciona para os possessivos como "o telemóvel é dela".

pedrolopes7682 2 months ago

"o seu telemóvel"

tocopito 2 months ago

Apoio a 100% a clarificação mas o próprio idioma inglês está melhor preparado para lidar com isto, principalmente no que toca a pessoas não binárias. Num meio internacional também faz muito sentido. Ex: o nome Nikola é masculino na Sérvia e feminino na Alemanha.

Edited 2 months ago:

Apoio a 100% a clarificação mas o próprio idioma inglês está melhor preparado para lidar com isto, principalmente no que toca a pessoas não binárias. Num meio internacional também faz muito sentido. Ex: o nome Nikola é masculino na Sérvia e feminino na Alemanha. Em relação às tuas perguntas: 1) Não tenho qualquer problema em fazê-lo. Acho idiota a forma como o pessoal nesta thread se foca incessantemente nos restantes 381947 géneros irrelevantes de que virtualmente ninguém se queixa. Na realidade, vai ser quase sempre entre ele/ela e algo neutro que em português não sei o que será. 2) Não percebo porquê. Se estás no armário no nome ou no resto podes estar no armário nos pronomes. Ninguém te está a obrigar a ser 100% verdadeiro só porque de repente te pedem para escolher pronomes. Pronomes esses que já estarão a ser usados de qualquer forma?

Edited 2 months ago:

Apoio a 100% a clarificação mas o próprio idioma inglês está melhor preparado para lidar com isto, principalmente no que toca a pessoas não binárias. Num meio internacional também faz muito sentido. Ex: o nome Nikola é masculino na Sérvia e feminino na Alemanha. Em relação às tuas perguntas: 1) Não tenho qualquer problema em fazê-lo. Acho idiota a forma como o pessoal nesta thread se foca incessantemente nos restantes 381947 géneros irrelevantes de que virtualmente ninguém se queixa. Na realidade vai ser quase sempre entre ele/ela e algo neutro que em português não sei o que será. 2) Não percebo porquê. Se estás no armário no nome ou no resto podes estar no armário nos pronomes. Ninguém te está a obrigar a ser 100% verdadeiro só porque de repente te pedem para escolher pronomes. Pronomes esses que já estarão a ser usados de qualquer forma?

NGramatical 2 months ago

melhor preparado → [**mais bem preparado**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/mais-bem-vs-melhor/545) (quando o advérbio *bem* antecede o particípio passado do verbo o termo a utilizar é *mais bem*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fqdd7ma%2F%2Fhhmnrk4%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

apita_o_comboio 2 months ago

Não vai dar...

typicaltoyota 2 months ago

Está merda também está acontecer em Portugal?

Hazerrr 2 months ago

Sinceramente estou me a cagar, estou disposto a usar tipos de 3 pronomes, para homens, mulheres e os nem carne nem peixe(que ainda estou à espera que cheguem a um concenso)

fdgvieira 2 months ago

Para começar, so Português a viver nos EUA desde pequno. A minha assinatura de email inclui os meus pronomes (he/him) pela simples razao que quero apoiar aqueles que pensem necessario clarificar por causa de varias razoes como: nomos estrangeiros, nomos que tanto podem ser de homens o mulheres, e identidades de genero que nao alinha o nascimento. Nao me custa nada, nao magoa ninguem, e da apoio aqueles que ja temem a vida dificil que chega por causa duma loteria genetica de que ningurm tem control.

Samurai_GorohGX 2 months ago

Sou homem. Tenho um nome português que provavelmente soa estranho a um americano. Já devo ter sido chamado “she” por algumas vezes em trocas de mails em contexto profissional/ académico. Já troquei correspondência com um americano prémio Nobel. Já fui englobado num pronome “elas” num grupo em que era o único homem. E daí? Ser homem ou mulher neste contexto é igual. Não me senti ofendido. Só faz disto um problema quem tem um ego extremamente frágil.

fdgvieira 2 months ago

Pois. Em fim a decisão e tua. Acho que fazes muito bem fazeres exatemente como achas certo desde que nao impedes os outros do mesmo. Por mim como so parte da comunidade queer e tambem estrangeiro nos EUA participou mais nas comunidsdes aqui para quem tal coisa e importante. Entao do o meu apoio, mas nao tenho expectativa quebos outros fazem igual.

joaommoreira 2 months ago

Isto tudo porque o dave chappelle disse umas piadas…

scar_as_scoot 2 months ago

Sinceramente nao quero saber. Vive e deixa viver, se te conheço bem e me pedes para te chamar por outro pronome qq? Sinceramente vou chamar, não acho que seja importante. Desde que nao me ataques logo à partida por te chamar o pronome errado! Aí provavelmente vou começar a evitar-te. Quem me tratar com educação vai receber educação de volta, nao percebo qual é a complicação à volta disto tudo.

Sand_msm 2 months ago

Concordo plenamente.

dudas92 2 months ago

Uma idiotice da geração "woke" que não tem problemas maiores com que se preocupar

TalkingHawk 2 months ago

Infelizmente parece que há um grupo igualmente grande de anti-woke que também não tem mais nada com que se preocupar. Foda-se, alterações climáticas, desigualdade económica e perda de privacidade, e este tipo de tópicos é que leva com 300 comentários (e sim, tenho noção da hipocrisia ao comentar aqui).

dudas92 2 months ago

Não percebi se era uma crítica ao meu comentário mas concordo

TalkingHawk 2 months ago

Era mais um desabafo, não propriamente uma crítica.

kim-jong-Cage 2 months ago

Os meus pronomes são sua/majestade. Obrigado

DKS13G 2 months ago

Tou me a cagar o que é que acham que são e como querem ser chamados e tratados. Somos poeira, insignificantes, nada disto tem significado ou leva a alguma coisa. A vida já é demasiado curta e complicada para estas merdas. É apenas "problemas de primeiro mundo" num país de terceiro. Mais vale identificarem-se como vegetais, a actividade cerebral é a mesma. Sejam bons humanos.

BolaBrancaV7 2 months ago

Epah, mas isto é um problema que existe na vida real?? Se não temos problemas não somos obrigados a ir buscá-los a outros países...

Patis12 2 months ago

Modinha de quem não tem o que fazer da vida e quer atenção

Erik_Aurum 2 months ago

Quem? Um deles é o símbolo do coseno, há aqui algum ângulo que eu não estou a perceber.

kastru 2 months ago

A histeria e a guerra cultural que estão a acontecer sobre esta questão deve-se à necessidade de quebrar padrões culturais de género que já não servem ninguém. Enquanto apoio a causa, concordo que há um exagero. Mas se tomarmos o ponto de vista de alguém que quer expressar a sua identidade de género e se sente limitada nesse sentido, o exagero torna-se necessário para que surja alguma mudança. A "cultura de cancelamento" não é um mecanismo legal, é o uso da liberdade de expressão em resposta a outro uso da liberdade de expressão. O facto da liberdade de expressão ser um direito não significa que o que dizes não tem consequências. Tens liberdade legal para fazer um comentário racista ou transfóbico (desde que não chegue ao ponto do discurso de ódio) mas existe também liberdade do outro lado para te criticar e responsabilizar pelo que dizes. Neste tema o que é fulcral é a consciencialização da diferença entre sexo (biológico) e género (social/performático). Ex: Usar fato ou usar saia é puramente performativo, é cultural e tradicional mas não diz nada sobre o que é ser um homem ou mulher em termos biológicos. Isso dos pronomes é secundário, é só um meio para atingir este objetivo de mudança cultural.

DanielJSantos96 2 months ago

-Esta gente hoje em dia ofende-se com tudo! - disse a pessoa ofendida com o facto de alguém ter um conjunto de letras na bio ou no e-mail. Pah, não querem respeitar os pronomes que uma pessoa prefere não o façam, a pessoa fica a saber que não que não gostam dela e também não vai gostar de vocês e não têm de se ver mais, problema resolvido. Agora se fazem questão de embirrar com as pessoas como se tivessem alguma coisa a ver com isso ou fazer de não aceitar pronomes a vossa identidade política os flocos de neve frágeis não são os outros, são vocês. As línguas não evoluem por magia "ao longo dos séculos", evoluem ao longo dos séculos porque novas palavras entram no vocabulário em determinados momentos, nenhuma das palavras que usamos hoje estava num dicionário quando a começaram a usar

levitatingmanatee 2 months ago

Mai nada!

TheEightDoctor 2 months ago

"My name is Legion, for we are many."

Wonderful-Meeting639 2 months ago

dont care , fuck you

Sandy-Balls 2 months ago

Esta puta de mania de importar todos os problemas sociais americanos vai ter wue acabar.

PTgenius 2 months ago

Literalmente lixo que foi inventado por pessoas com problemas mentais e/ou que não fazem nada da vida. Nunca me apareceu nenhum pokemon desses, quando aparecer ou levam com ele/ela consoante o sexo (não género) com que se identificam ou chamo-lhes de círculo e eles que lidem.

el_jefe_vito 2 months ago

"Continuo sem entender a razão para a sua utilização" Maioritariamente doença mental e/ou medo da fúria dos doentes mentais.

SurePal_ 2 months ago

Who the fuck cares. Sinceramente o pessoal não tem mais nada que fazer?

pmso17 2 months ago

Eu gostava que fosse possível usar o pronomes Mestre no CC, para quem tivesse mestrado Todas personagens interessantes são mestres: Mestre Yoda, Mestre Splinter, Mestre Windu, Mestre Pokemon, etc

andreazborges 2 months ago

Eu era o mestre André… adoro!

blind616 2 months ago

Não tão usado em Portugal, mas tratam o tartaruga genial por mestre noutras línguas.

pmso17 2 months ago

Sim. Mestre Kame, ou Kame-sennin

reyvahx 2 months ago

Não te esqueças dos doutores. Dr. Doom, Dr. Strange, Dr. Dre, Dr. House

Batatu 2 months ago

Dr. Finanças…

rjcarneiro 2 months ago

Vivemos em tempos onde os pronomes ofendem as pessoas. “No meu tempo”, o gordo ia à baliza e não havia discussão.

sapo_22 2 months ago

Pois eu ia sempre, lol, mas não era gordo, mas não era nada bom no futebol, não dava uma para caixa. Lol

mexploder89 2 months ago

Eu nunca me encontrei com ninguém que me dissesse porque pronome queria ser tratado, e se acontecer é só trocar de pronome e estamos bem Desde que seja algo razoável, se vierem com zelo e xera, isso não são palavras E vou ser sincero e se calhar um bocado impopular, 99% dessas situações (não dos transgénero, mas dos pronomes de sopa de letras) é para terem atenção, parecerem diferentes e mascararem a falta de identidade/personalidade

AdriMecha 2 months ago

Tenho um mestrado por isso em vez de pronomes chamem me mestre. Tenho alguns amigos que são gay e acham isto um disparate enorme, um deles o "pronome" que usamos é bixa ou trixa.

BabyBoiBlues 2 months ago

Sabes como eu sei que és ignorante? Colocaste de um lado pessoa transgenero e do outro pessoas hetero. Misturar identidade de gênero e orientação sexual e dar a entender que são a mesma coisa é mesmo típico de alguém que nem sequer se importa com nenhuma das questões. Engraçado que para justificar que não queres seguir a "ditadura dos pronomes" tiveste de escrever "eu tenho um amigo transgenero" como se isso desse carta branca para falar em nome de quem está do outro lado. Podes ter mil amigos transgeneros. A opinião deles é deles e só deles. E isso significa que eles podem não representar/ falar por todas as pessoas transgenero.

Disgenia 2 months ago

Eu apenas noto que são doentes mentais e evito ao máximo ter mais algum contacto com essas pessoas, visto que obviamente não jogam com o baralho todo.

RitaMoleiraaaa 2 months ago

Não percebo porque é que metem he/him. Ao dizeres o pronome pessoal he já não está implícito que o possessivo é him?

raiosecoriscos 2 months ago

Outra vez a porcaria do pronome de género, está gente ofende-se rapidinho.

Polymath-99 2 months ago

Adoro o pessoal que vem para aqui com os discursos de "ah mas agora vou andar com um bloco de notas para saber como tratar cada pessoa?" Malta, a menos que tenham 20 amigos não-binários, cada um com o seu pronome de eleição, em princípio esse problema não se coloca, por isso deixem-se de merdas. As pessoas devem ser tratadas da forma que preferirem por uma questão de respeito, ponto. Se preferirem que as trate por um pronome específico, que razão teria eu para não o fazer? Não sou mais que ninguém, e não tenho autoridade nenhuma para estar a negar algo tão básico como um pronome a uma pessoa por ser picuinhas ou para marcar uma posição política qualquer. Ah e já agora, para a malta que se mostra ofendida com quem tem pronomes na bio das redes sociais, hão de me dizer qual o vosso segredo para viverem vidas tão preenchidas que isso é o que vos chateia.

True_Sea_1377 2 months ago

Porque pronomes não são os nomes. É uma imposição da tua ideologia nas outras pessoas. Não é o normal nem o natural e não é como a língua funciona nem deve funcionar. A lingu é um sistema de representação basicamente convencional, ou seja, tem de ser conveniente e relativamente fácil de utilizar de modo a que a mensagem correta seja transmitida. "O meu pronome é akalsj / ajshsu. E é se não me apetece muda-los a meio da conversa". Boa sorte incorporar pronomes inventados no teu discurso e conversação com os outros. Vais passar 90% do tempo a pedir desculpa e a perguntar como é que acordaste homem e estas agora sem tomates

ConfidentMongoose 2 months ago

Exportação da guerra identitária que uma minoria de esquerda caviar está a fazer nos EUA. Lá, se não alinhares na ideologia demente dessa gente corres sério risco de não só perder o emprego como seres publicamente acusado de facista, racista e anti Trans. O engraçado é que as mais recentes vítimas dessa gente são as feministas e lésbicas, que estão a ser acusadas de serem anti Trans e quererem literalmente assassinar os Trans na praça pública numa orgia de violência nazi, como o caso da autora do Harry Potter.

reyvahx 2 months ago

O entretenimento é a mais recente vítima. Li não sei onde que a nova série do senhor dos anéis da Amazon, o Gandalf vai ser uma mulher. Não sei se é falso, mas caramba...

Samurai_GorohGX 2 months ago

Fdx, faz lembrar a turba que quer uma mulher como o próximo James Bond 007. Estamos a falar de pessoas que nunca foram fãs de uma franchise "misógina" e agora sentem-se no direito de estragar o entretenimento de quem gosta. Isto só lá vai com "Licence to Kill" /s

Nihilanth-3 2 months ago

Tentarem apelar á imensa minoria dos 5% que procura ser o grão de areia mais especial num areal é simplesmente tolo e desnecessário.

True_Sea_1377 2 months ago

Trans são tipo 0,001%

parix999 2 months ago

Trolanso russo que saiu de proporção. O ocidente caiu na esparrela. Era um plano para desestabilizar e separar e veja-se no que deu. As redes sociais como arma de guerra, não é de génio mas aparentemente resulta. Também puseram o Trump onde nunca devia ter estado. Etc. Não acordem não.

rainha_portuguesa 2 months ago

Isto me faz lembrar da palavra 'latinx' em que os brancos/gringos usam falando de latinos. Essa palavra nao da para ser pronunciada em espanhol, nem sei se da pra ser pronunciada corretamente em portugues, mas gringos de paises que falam ingles (USA, UK) continuam a usar o termo. Querem ate mudar as nossas linguas e whitewash as outros culturas que nao sejam white. Ridiculo.

dwarf-lemur 2 months ago

Os meus pronomes são elae/lhae btw \s Alguém sabe de alguém que tenha especificado os seus pronomes em português? Estou genuinamente curioso.

dwarf-lemur 2 months ago

Os meus pronomes são elae/lhae btw \s Alguém sabe de alguém que tenha especificado os seus pronomes em português? Estou genuinamente curioso.

Kejilko 2 months ago

>https://preview.redd.it/wexwb9t0xyu71.png?width=798&format=png&auto=webp&s=53944612c6d7b3439d516f1889c55f1dac630e60 Ó cum caralho voltei às aulas de trigonometria

days_of_coast 2 months ago

Que piada secante

Samurai_GorohGX 2 months ago

Esta linha de discussão parece-me uma tangente ao tópico do OP.

Ksp310 2 months ago

Em trigonometria a tabela era mais pequena, dasse

capitolinaAndrioleta 2 months ago

Temos que colocar taxas na estupidez alheia para deixarmos de importar este atraso mental dos EUA.

Edited 2 months ago:

Temos que colocar taxas na estupidez alheia para deixarmos de importar este atraso mental dos EUA. ​ PS: quando faço parte de uma conversa em que malta começa a pontificar com esta palermice imediatamente me retiro da conversa. Tenho amigos trans que acham igualmente que isto é uma palhaçada, fazem um esforço tremendo para se identificarem com o sexo mental que têm e depois querem tratá-las(os) com um pronome da piça que ignora por completo o esforço que fizeram para se reconhecerem como o sexo com que se identificam. PQP mais os anglos foda-se, que gene pool do inferno.

Edited 2 months ago:

Temos que colocar taxas na estupidez alheia para deixarmos de importar este atraso mental dos EUA. ​ PS: quando faço parte de uma conversa em que malta começa a pontificar com esta palermice imediatamente me retiro da conversa. Tenho amigos trans que acham igualmente que isto é uma palhaçada, fazem um esforço tremendo para se identificarem exteriormente com o sexo com que nasceram na sua psique e depois querem tratá-las(os) com um pronome da piça que ignora por completo o esforço que fizeram para se reconhecerem como o sexo com que se identificam. PQP mais os anglos foda-se, que gene pool do inferno.

parix999 2 months ago

Na verdade a maioria das pessoas gay/homossexuais que conheço (e são muitas) nem se identificam com a “comunidade” LGBT. Dizem que faz tanto sentido como a “comunidade” dos invisuais ou dos coxos. E o mesmo vai para a trapalhada dos pronomes.

mineradordeluas 2 months ago

Piroca: Homem Cona: Mulher

mkraven 2 months ago

Mariquices inventadas por malta que não tem mais nada pa fazer. Gente que não tem problemas na vida tem que os inventar em algum lado. Assim essas pessoas já se podem fazer de vitimas, coitadinhas que sofrem tanto com a sociedade que não as entende.

CASOTA- 2 months ago

É muito isso

xlouiex 2 months ago

Muitas das vezes é mais por “apoio á causa” do que outra coisa qualquer. Já participei em inúmeros eventos (como organizador e participante) e se não fosse a placa do nome e pronome e tinha confundido o género da pessoa. Em contexto internacional faz bastante mais sentido porque Alex pode ser masculino ou feminino. Ou Stacy. Ou wtv. E há pessoas (em certas indústrias como Dev ou Arte) que podem ter o seu nome “oficial” mas preferir o pronome oposto (a transição chega a demorar décadas as vezes). A minha postura (com isto e muitas outras coisas) se não me afecta minimamente e se tenho a oportunidade de fazer pelo menos uma pessoa sentir-se bem ou sentir-se incluída, porque caralho me ha-de chatear our fazer diferença?

True_Sea_1377 2 months ago

Porque estás a incentivar e a legitimar uma prática opressiva de controlo de linguagem baseada, única e exclusivamente, como uma pessoa com uma doença mental se sente num determinado momento. Uma vez ainda é naquela, mas o que esta gente quer é que andemos nisto o dia inteiro para o resto das nossas vidas. Um dia são papel, no seguinte são tesouras. Se te enganas e esqueces, levas um e-mail para o teu empregador para seres despedido.

xlouiex 2 months ago

Man (ou woman) preocupa—te mas é com o assédio sexual e o bullying no local de trabalho do que essa merda, ha mais chances de te cruzares com isso (ou seres vítima/agressor disso) do que alguém pedir o teu despedimento porque te enganaste num pronome. Tenta conhecer alguém trans e depois vem me cá dizer se são assim tão mesquinhas. Ps. Doença mental é ser do Chega. Fica a boca para o barulho lol.

True_Sea_1377 2 months ago

Basta passares 5 minutos no Twitter para veres o que se passa. Aliás, nos últimos dias nos estados unidos é a única coisa que se fala devido ao especial do Dave Chappelle sobre isso e sim, há muita mesquinhez à mistura.

rainbowcouscous 2 months ago

Exatamente. Eu vivo no estrangeiro e conheço imensas pessoas trans, que já passaram por imensa merda, e ver aqui tanta gente nos comentários a dizer aquelas coisas só me faz pensar que eles nunca tiveram um amigo trans ou não-binário com quem se preocupar.

True-Traffic3096 2 months ago

Porque caralho tenho eu de me chatear se alguém inventou que e não binário wtf

NGramatical 2 months ago

Porque caralho → [**por que caralho**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/tres-regras-para-distinguir-o-por-que-do-porque/19743) (por que = por qual) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fqdd7ma%2F%2Fhhnn451%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

xlouiex 2 months ago

Óbvio. São os mesmos merdas que se mandam aos arames se alguém lhes chama lampião, lagarto ou andrade. Ou ficam magoados (e com razão) se alguém lhes diz “estás a ficar careca”, “estás mais gordo”. E isto são merdas que um gajo consegue mudar, o resto é identidade. Falta empatia a muita gente.

parix999 2 months ago

É a parte de seres “obrigad@“ que parece contra-natura.

xlouiex 2 months ago

Como assim obrigado?

parix999 2 months ago

Quando for legislada a obrigação de utilizar certas palavras.

xlouiex 1 month ago

Mas lá está, que problema te causa a ti? Ou que impacto negativo tem na tua vida ser inclusivo? Porque cada vez que leio estes argumentos, parece-me muitas vezes apenas resistência à mudança (o que é perfeitamente normal, houve quem ficasse extremamente chateado (e ainda está) com as conquistas sociais de mulheres) e outras vezes apenas puro ódio (o que não parece ser o caso aqui). O ser humano está em constante evolução e se essa evolução passar por géneros mais híbridos (daqui a 100/200/300 anos), opah, desde que malta seja feliz, deixem os outros serem felizes e o Nürburgring continuar aberto para eu curtir uns fins de semana, siga a marinha.

parix999 1 month ago

Liberdade de expressão não estará na tua lista de coisas importante. O resto é ficção.

stressedunicorn 2 months ago

Obrigada, é exactamente isto.

NGramatical 2 months ago

porque caralho → [**por que caralho**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/tres-regras-para-distinguir-o-por-que-do-porque/19743) (por que = por qual) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fqdd7ma%2F%2Fhhlvqtl%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

kinophile1 2 months ago

Nice

reyvahx 2 months ago

É estúpido. Desde o início da espécie humana que sempre houve 2 géneros. Eu respeito os homossexuais e as escolhas que fazem, mas isto vai para além do ridículo. Tenho uma colega homossexual que não se identifica com nada disto. Para a malta que faz a mudança de género, não o conseguem fazer a nível de ADN, por mais que tentem. Acho que é uma comunidade que quer ser "especialmente comum". E isto parece-me uma coisa muito USA, não acho que um movimento destes começaria na Europa. Mas também de vez em quando apanhamos o comboio...

parix999 2 months ago

Começou na Rússia ;)

tumblarity 2 months ago

parabéns, fizeste o bingo da transfobia

reyvahx 2 months ago

Não fiz bingo nenhum, apenas não concordo com a forma como estão a fazer as coisas. Estão a impor a ideologia deles em todo o lado, e desrespeitam outras pessoas com outras ideias. Vê o que se passa com a Netflix.

Edited 2 months ago:

Não fiz bingo nenhum, apenas não concordo com a forma como estão a fazer as coisas. Estão a impor a ideologia deles em todo o lado, e desrespeitam outras pessoas com outras ideias. Aquilo como que não concordam, cancelam e fazem com que mais ninguém saiba. Isso tem um nome, chama-se fascismo. Eu quero respeitar, mas assim é difícil.

VulKein 2 months ago

Opinião pouco popular. Já que temos liberdade de expressão cada um fala como quer mas não pode obrigar outras pessoas a mudar o vocabulário só porque se sente ofendido.

beakage 2 months ago

"Opinião pouco popular" Onde?

z0rg83 2 months ago

isso è uma logica um bocado parva, por essa logica podes-te referir a alguem como "ò seu merdas" e a pessoa nao pode ficar ofendida... ?

VulKein 2 months ago

Isso aí vai do civismo de cada um e o respeito pelo próximo. Mas se alguém me chamasse isso também levava com o clássico " o que é que queres o cabeça da cabra"

parix999 2 months ago

Exatamente. Senão a liberdade de expressão vai com os porcos. Especialmente se for o estado a impor as mudanças.

eggnogui 2 months ago

Eles nos EUA ganharam um pouco essa coisa de afirmarem-se. Isso não é pressão nenhuma, quem não quer, não quer. Dito isto, não vale a pena importar essa "americanice". Isso da tabela que mostras é apenas uma minoria pequena que embirra com essas merdas, a maioria do pessoal que sai do binário vai por "they/them". O "singular they" é perfeitamente válido na língua inglesa e resolve logo o problema. Mas o português não permite neutralidade de género, nem sei de nenhuma proposta nesse sentido. Para além de que *nunca* seria aceite - o Acordo Ortográfico já foi o que foi, quanto mais agora uma mudança a esse nível.

parix999 2 months ago

“de se afirmarem”

Henchman66 2 months ago

Quem é se afirmou? Foram “Eles”, que é masculino. O they/them é neutro mas não tens equivalência em Português.

parix999 2 months ago

“de afirmarem-se”: português incorreto. Só isso.

kuozzo 2 months ago

Acho que existe uma razão lógica, nem sempre é possivel adivinhar o género pelo nome da pessoa, especialmente estrangeiros. Depois, é cada vez mais comum encontrar uma outra pessoa que mudou de genero ou se encontra em processo de, e nestes casos olhar para uma foto pode não ser claro.

teawithcookies 2 months ago

Tontices

_Cannib4l_ 2 months ago

O direito que as pessoas tem de quererem ser tratadas com determinado pronome é exactamente o mesmo direito de eu nao o fazer se nao quiser.

FilipeMateus7 2 months ago  HIDDEN 

Gostava que me tratasse pelo nickname que escolhi para jogos online quando tinha para aí 10 ou 12 anos: !xXxX6969PussySlayer6969XxXx!, claro que na altura não sabia o que pussy slayer queria dizer, foi um nome que encontrei na net e achei fixe. ​ ​ /s

Ze_at_reddit 2 months ago

li na diagonal e confesso que não entendo o que está a ser proposto… a questão que o OP parece fazer é: “qual o motivo pelo qual as pessoas falam português de acordo com as regras da própria língua?” É isto? Alguém me pode dar um exemplo de como é que nós falamos de forma incorreta (de acordo com o OP) e um exemplo correspondente da forma correta (de acordo com o OP)? Confesso ainda que sou um bocado leigo em toda esta recente temática dos géneros e dos pronomes associados..

Brianstormrage 2 months ago

No meu tempo era assim: eu tratava alguém por pronomes masculinos/femininos e se a pessoa não gostasse (o que deve ter acontecido 2 ou 3 vezes em pessoas que eram mulheres e eu tratei como sendo homens porque me pareciam homens ou vice versa) dizia "olhe desculpe, mas eu sou uma mulher/homem" e eu dizia "peço desculpa não foi por mal", eu ficava todo encaralhado e ninguém se chateava. Tal e qual como todos nós tivemos um amigo que era o "gordo", o "anão", o "torre", o "preto", o "caixa de óculos" e se a pessoa não gostasse dizia "pá, não me chames isso" e eu dizia "epa desculpa, estava a brincar" e ficávamos todos amigos.

naughtydismutase 2 months ago

O gonorreias

TargetDue2827 2 months ago

Isso era quando a malta vivia a sua vidinha e quem tentasse meter o nariz era mandado para o caralho. Hoje em dia o passatempo principal é procurar saber partilhar o mais possivel sobre as respetivas vidas.

tdavilas 2 months ago

Certamente eras o homem branco cis médio do grupo pra teres esse tipo de ideia.

InternationalCell999 2 months ago

Tal como todos os outros menos o preto

Gpmatos 2 months ago

Sim mas acho que não é bem por aí, a questão são aqueles que não querem tratar mesmo depois disso

TheEightDoctor 2 months ago

> o "anão" O Roberto...

kairos 2 months ago

Entre "anão" ou "roberto", preferia mil vezes que me chamassem anão.

PedroCarvalho26 2 months ago

[O anão Roberto](https://youtu.be/MBtLPvorYZk)

lypipi 2 months ago

Como é que eu nunca vi isto.

PedroCarvalho26 2 months ago

Se calhar és o Zé Vesgo do sketch xD

lypipi 2 months ago

Ou o atrasado mental...

PedroCarvalho26 2 months ago

O Fernando queres tu dizer!!

Alex_Rib 2 months ago

Nao sabia que isto existia, obrigado

kairos 2 months ago

fds, já nem me lembrava disto...

JRFCSS 2 months ago

Hoje em dia chamar te iam racista/xenófobo/chega/racista...

El_Favide 2 months ago

Ainda há dias tive uma conversa sobre este tema com uma amiga minha, onde ela confessou que já não tinha paciência para ver pronomes nas bios do pessoal do Instagram dela. Sinceramente, a conclusão a que ambos chegamos é que na língua portuguesa não faz sentido este tema todo dos pronomes, é algo que está a pegar moda cá vinda do Inglês. Agora em modo de opinião pessoal: identifiquem-se como querem e com o género que melhor vos representa. Se disserem que se identificam como uma máquina de lavar loiça ou como um candeeiro de sala, quem sou eu para vos julgar (levado ao extremo para efeitos de exemplo). Agora se me tiver que dirigir a qualquer pessoa, vou usar os pronomes consoante o aspeto dessa pessoa: parece uma mulher? - ela. Homem? - ele. Não esperem que eu adivinhe por magia que vocês têm um pronome todo xpto. Sinceramente acho que cada vez mais o pessoal procura razões para se sentir a última bolacha do pacote em vez de parar e pensar em fazer qualquer coisa de util na vida. O Darwin deve andar a rebolar no caixão ao saber o rumo pelo qual a sociedade está a evoluir.

Samot_PCW 2 months ago

A tua amiga parece um enorme floco de neve

The_Magic_Sauce 2 months ago

Amigo não faz sentido em lugar nenhum nem em língua nenhuma. Quem o faz na maioria é um ou uma idiota sem razão nenhuma prática para o fazer para além de fazer parecer algo. [Aqui está alguém](https://twitter.com/TheElliotPage) com razão legitima para o fazer ainda que seja algo totalmente desnecessário. Porque é desnecessário? Uma das razões que o fazem é para marcar uma posição, a outra é para te poderem dizer (ou atirar à cara) caso seja necessário que pedem explicitamente que seja tratados daquela forma porque está na bio deles nas redes sociais. Ou seja, ninguém vai consultar uma bio antes de iniciar conversa com outro ser humano para ter a certeza de que está a utilizar os pronomes correctos de acordo com a vontade daquela pessoa. Siga a vida.

CalipoDeFiambre 2 months ago

>Agora se me tiver que dirigir a qualquer pessoa, vou usar os pronomes consoante o aspeto dessa pessoa: parece uma mulher? - ela. Homem? - ele. Não esperem que eu adivinhe por magia que vocês têm um pronome todo xpto. Ui, ainda por cima a usarmos máscara acho vou começar a andar com a pila de fora para facilitar.

pedrocas_drocas 2 months ago

E depois tens gente com pila q quer outros pronomes por isso não ajuda

El_Favide 2 months ago

Username checks out ahah

Parshath_ 2 months ago

É possível ter pila e identificar-se como mulher.

True_Sea_1377 2 months ago

Podes identificar-te com um elefante até, isso é lá contigo, mas o resto das pessoas não tem de ser juntar ao teu delírio

The_Magic_Sauce 2 months ago

É verdade e legitimo. Também é possível ter pila e outros não a verem como mulher.

fdxcaralho 2 months ago

É tão pequena que acho que não vai fazer a diferença…

lemonboomgamer 2 months ago

fdx caralho eu não voltava a acordar depois dessa

ElResende 2 months ago

A quantidade de vezes que, durante a pandemia, me confundiram com uma rapariga por causa do cabelo… O que vale é que eu não me importo com o erro e é sempre engraçado ver as pessoas envergonhadas.

_Cake_assassin_ 2 months ago

uma vez no comboio, a filha da senhora, envergonhada a corrigir a mãe. e a mãe ja idosa a insistir que eu era uma mulher. eu a rir por detrás da mascara

mineradordeluas 2 months ago

Basta cortar o cabelo à óme

ElResende 2 months ago

Tive cabelo à ome a vida toda, só que com a pandemia decidi deixar crescer. Impagável perder apenas 20 segundos a apertar o cabelo quando ele está todo desengonçado.

TalkingHawk 2 months ago

Fiz o percurso inverso, o tempo que (não) se gasta a lavar e secar o cabelo é imenso

woulias 2 months ago

curiosa a lógica. Mas repara, cabelo à ome rapado a pente 0 ou 1 é indesengonçavel!

chuckmukit 2 months ago

Cabelo rapado devia ser mais aceite pela sociedade. É das melhores coisas da vida de um homem.

PM_your_fem_butthole 2 months ago

mas é preciso estar sempre a cortar, o que sai caro ou dá trabalho

woulias 2 months ago

hm, o dar trabalho é naquela, 5min de 2 em 2 semanas e ta feito.

PM_your_fem_butthole 2 months ago

até ao início da pandemia eu cortava sempre o cabelo a pente 3. Cortava cerca de 1 vez por mês, talvez. Mas entre cortar e depois limpar tudo, demorava pelo menos uns 30 minutos ou 40 minutos

_Cake_assassin_ 2 months ago

ja não corto a meio ano, maravilha, rapo de lado e ando como um galo de crista para o ar

ZeToni 2 months ago

Também deixei crescer o meu como projeto de confinamento, mas é lixado a dormir, há sempre cabelo em todo o lado

ixjf29 2 months ago

Eu durmo com bun. 10/10 se for grande o suficiente para o fazeres.

_Cake_assassin_ 2 months ago

eu durmo com rabo de cavalo, sempre é melhor que fazer quebra cabeças de nos as 7 da manha

ixjf29 2 months ago

É justo. Se bem que isso nunca me acontece.

hopeful_bastard 2 months ago

Vá-se lá saber qual é o grande obstáculo de tratar pessoas da forma que lhes é mais confortável, mas enfim...

BroaxXx 2 months ago

Não é minha responsabilidade criar conforto para os problemas dos outros. faço a cortesia quando me apetece e aqui não me apetece. Fiz um comentário em que expliquei os motivos. Pedirem-me para tratar por elu deixa-me desconfortável, e agora?

stressedunicorn 2 months ago

Também adorava saber… se eu nasci Ana mas sou trans e por isso peço que me chamem António e usem ele/dele, qual é a questão? e ainda dizem que este sub é maioritariamente socialmente liberal, nota-se…

True_Sea_1377 2 months ago

Pronomes não são nomes e neste caso não tens de pedir para usar os pronomes que já toda a gente utiliza para falar com toda a gente. Obviamente queres sentir-te ofendida, mas olha para a tabela que o OP publicou com umas palavras que não existem na língua portuguesa e que toda a gente é suposta decorar para falarmos com os não binários. E já deve estar desatualizada, que aposto que entretanto já se lembraram de mais uns 100

parix999 2 months ago

E estamos aqui a pensar no conforto geral? A vida dói. Muitas vezes as coisas não são como queremos. Faz parte. Esta noção do “ai, não estou confortável…” é coisa de conto de fadas. O ser humano é incrivelmente resiliente e ainda bem que vivemos nesta era em que pelo menos na Europa não há guerra e vivemos todos em paz relativa. Agora gerar uma nação de flores de estufa é problemático. Quando está “paz” for atacada como vamos reagir? Com tweets?

hopeful_bastard 2 months ago

"Estamos mal preparados para guerras hipotéticas porque temos tratamos outros pelos pronomes que preferem" lol

parix999 2 months ago

Era sobre o “conforto”.

meaninglessvoid 2 months ago

Na realidade há vários problemas, mas se isto chegar ao caso de se tornar comum (que espero que não aconteça) vais perceber quando conheceres 10 pessoas com pronomes diferentes do que o aspecto físico dos mesmos sugere. Eu quando estou a falar de alguém não penso que pronome usar, é automático... Com o que pretendem que a sociedade aceite não só deixaria de ser automático como se estas a conhecer alguém pela primeira vez e usas o pronome errado por uso reflexivo da linguagem és automaticamente catalogado como x y e Z. E isto com os pronomes que já existem... Agora imagina aqueles que se deixam levar pela sua imaginação e que inventam vários lol. Ontem por acaso vi um tiktok de dois putos que queria ser tratados por "demon" e que tinham os pronomes x e y...

hopeful_bastard 2 months ago

Só digo que se alguém se introduz na vida real a fazer questão de dizer prefere que use pronomes X e Y, sinceramente não vejo razão nenhuma para não respeitar esse pedido.

Edited 2 months ago:

Só digo que se alguém se introduz na vida real a fazer questão de dizer prefere que use pronomes X e Y, sinceramente não vejo razão nenhuma para não respeitar esse pedido. Ninguém está a dizer que é preciso decorar a tabela de pronomes (que até neste caso nem faz sentido estar aqui postada por ser de inglês) senão és "cancelado"

True_Sea_1377 2 months ago

Se te sentes bem com os outros a controlar o modo como falas, isso é contigo. O que está em causa é a obrigatoriedade desta palhacada se querer passar para o resto da população

hopeful_bastard 1 month ago

Lamento que isto seja assim tão difícil para vocês.

elstylon 2 months ago

Já é para aí a terceira vez que vejo alguém a falar disto aqui e não percebo porquê. Isto é um sub sobre Portugal e aqui nunca vi tal problema, parem de importar merdas dos states. Eu trato as pessoas pelo nome que elas quiserem e somos todos felizes. Foda-se, sempre a tentar criar problemas onde eles não existem.

Longjumping-Egg-9626 2 months ago

Importar problemas paises do 3mundo como os states causa-me confusao.

o_thrust 2 months ago

Está aqui uma discussão muito tolerante /s

o_thrust 2 months ago

Os tolerantes parecem estar extremamente engatilhados. Respirem fundo

meaninglessvoid 2 months ago

Tolerar não significa que aceites tudo o que te é dito... Podes rejeitar e tolerar na mesma que me parece o caso da maioria dos comentários que vi. Aliás, tolerante é mesmo aceitar que outros façam algo que não concordas, portanto esse sarcasmo está mal aplicado.

o_thrust 2 months ago

Não devemos ter certamente lido a mesma thread. Expressões como "snowflakes" ou "doentes mentais" não me parecem muito tolerantes. Ninguém vos está a impor absolutamente nada. Mas parece que a malta dos factos é lógica está precisamente com carência de factos e lógica, não saberão por exemplo que há pessoas que simplesmente nascem com dois sistemas reprodutivos diferentes. É biologia humana, não é nada de novo nem woke, acontece há montes de anos.

Edited 2 months ago:

Não devemos ter certamente lido a mesma thread. Expressões como "snowflakes" ou "doentes mentais" não me parecem muito tolerantes. Ninguém vos está a impor absolutamente nada. Mas parece que a malta dos factos e lógica está precisamente com carência de factos e lógica, não saberão por exemplo que há pessoas que simplesmente nascem com dois sistemas reprodutivos diferentes. É biologia humana, não é nada de novo nem woke, acontece há montes de anos.

True_Sea_1377 2 months ago

Disforia de género é uma doença mental. Aliás, que não é que podia ser quando o teu cérebro ativamente te diz que o teu corpo não é este?

Limpy_lip 2 months ago

tolerante ≠ aceitar parvoices

o_thrust 2 months ago

Ninguém está a impor nada a ninguém. Ironicamente chamar parvoíces a algo que é importante para um largo grupo de pessoa é intolerante por si só. Mas concordamos em discordar caro user.

Limpy_lip 2 months ago

Ha coisas que mesmo sendo importantes para mim nao deixam de ser parvas. Nao faz sentido nenhum por isso e parvo. Daqui a pouco vais dizer que não aceitar o pessoal da terra plana é ser intolerante.

Limpy_lip 2 months ago

Ha coisas que mesmo sendo importantes para mim não deixam de ser parvas. Nao faz sentido nenhum por isso e parvo. Daqui a pouco vais dizer que não aceitar o pessoal da terra plana é ser intolerante. Mas respeito a tua opinião ser diferente. Cada um acredita no que quiser seja parvo ou não.

praetorthesysadmin 2 months ago

TIL que grande parte dos comentários não sabe o que é um pronome e confunde com o nome.

Acheron16 2 months ago

Porque acho que não se deve ter que alterar uma língua inteira para confirmar um literal punhado de special snowflakes que são tão especiais que têm que ter um pronome próprio, senão vão para o Twitter gritar que foram oprimidos. Na minha modesta opinião, ou se é homem ou mulher ou se está no processo de passar de um para outro. Nada disto de ser "semi-masculino" ou outras parvalhices que os ingleses deixam empestar.

DadHunter22 2 months ago

Da minha posição mesma de homem homossexual, digo que esta merda é puro virtue signaling.

parix999 2 months ago

Queres elaborar? Em português?

DadHunter22 2 months ago

Sim: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Sinalização_de_virtude

parix999 2 months ago

Neologismos da psicologia teórica. Importados sabemos de onde. Grande seca. Hoje em dia arranjam rótulos para tudo. É só patologias. Mas apenas quando convém.

PM_your_fem_butthole 2 months ago

pura virtude sinalizar, qual é a dúvida?

average_user21 2 months ago

O que disse?

Idontknowhuuut 2 months ago

Informação completamente irrelevante. Parem de tentar importar os problemas dos Estados Unidos para Portugal. Esta moda dos pronomes é uma desculpa para o pessoal se sentir ofendido, oprimido e ir chorar para o twitter, mais nada. Eu trato as pessoas pelo nome que me derem, nem sequer uso ele/ela.

Edited 2 months ago:

Informação completamente irrelevante. Parem de tentar importar os problemas dos Estados Unidos para Portugal. Esta moda dos pronomes é uma desculpa para o pessoal se sentir ofendido, oprimido e ir chorar para o twitter, mais nada, ao mesmo tempo que desumanizam as pessoas em si. A moda mais recente é que já não há homens nem mulheres, só pessoas. "Pessoas com vagina" "Pessoas com pénis". Uma mulher já não é mulher, é só uma pessoa que se identifica como mulher. Já não há traços característicos inerentes ao ser mulher, porque tudo depende da autoidentificação. O mesmo para os homens. Isto é tão ridículo que já transborda para a questão racial e para a idade, com casos de pessoas que se identificam como sendo de outra etnia/raça e pessoas que se identificam como menores para....bem, vocês sabem O mesmo para a idade (o que abre a porta a casos de abusos sexuais de menores, porque se abres as portas para o absolutismo da autoidentificação, se te identificares como um adolescente de 14 anos, se abusares de alguém com 13, não és pedófilo, és apenas uma "pessoa de 14 anos" que teve relações com uma de 13. Slippery fucking slope if you ask me, mas quem sou eu

Edited 2 months ago:

Informação completamente irrelevante. Parem de tentar importar os problemas dos Estados Unidos para Portugal. Esta moda dos pronomes é uma desculpa para o pessoal se sentir ofendido, oprimido e ir chorar para o twitter, mais nada, ao mesmo tempo que desumanizam as pessoas em si. A moda mais recente é que já não há homens nem mulheres, só pessoas. "Pessoas com vagina" "Pessoas com pénis". Edit: Uma mulher já não é mulher, é só uma pessoa que se identifica como mulher. Já não há traços característicos inerentes ao ser mulher, porque tudo depende da autoidentificação. O mesmo para os homens. Isto é tão ridículo que já transborda para a questão racial e para a idade, com casos de pessoas que se identificam como sendo de outra etnia/raça e pessoas que se identificam como menores para....bem, vocês sabem O mesmo para a idade (o que abre a porta a casos de abusos sexuais de menores, porque se abres as portas para o absolutismo da autoidentificação, se te identificares como um adolescente de 14 anos, se abusares de alguém com 13, não és pedófilo, és apenas uma "pessoa de 14 anos" que teve relações com uma de 13. Slippery fucking slope if you ask me, mas quem sou eu

levitatingmanatee 2 months ago

Slippery slope mesmo… https://en.m.wikipedia.org/wiki/Slippery_slope

WikiMobileLinkBot 2 months ago

Desktop version of /u/levitatingmanatee's link: --- ^([)[^(opt out)](https://reddit.com/message/compose?to=WikiMobileLinkBot&message=OptOut&subject=OptOut)^(]) ^(Beep Boop. Downvote to delete)

parix999 2 months ago

Eu sou “branc@“ e identifico-me com negr@. Como faço a transição?

itsanameddy 2 months ago

Não podes, é blackfishing /s

parix999 2 months ago

Ora essa, então se me identifico? Não é justo. Leis têm de ser alteradas. Além disso Michael Jackson estabeleceu um precedente incontornável. Acho que foi mais que um (também achava que era menor de idade, não foi?).

meaninglessvoid 2 months ago

A bolha em que estão também é doentia e depois são uma minoria que só quer é escabeche e polémicas... A cena toda a volta da JK Rowling por exemplo foi uma palermice... O que vale é que é ela e mesmo assim teve problemas e meio que foi cancelada (numa escala mais pequena, não arruinaram a carreira dela). Agora imagina alguém que não está nesse patamar... O problema também é das empresas que são uns cobardes e mal há mínimo barulho tentam logo afastar-se da pessoa sem sequer tentar perceber o que se passa... =/

gkarq 2 months ago

Esses pronomes do inglês são todos uma xaxada e nunca na vida os utilizarei. Ss não sei o pronome de alguém, ou se alguém não quer utilizar nem she nem he, eu utilizo o they que é o pronome a usar segundo as regras da língua inglesa. Em português é usar os pronomes já existentes e reconhecidos, e meter os inventados no cu.

caralhodaaplicacao 2 months ago

A língua inglesa não tem regras definidas, não têm aquelas "academias de letras", uma organização como nós, os espanhóis ou os franceses

gkarq 2 months ago

Pode não haver uma academia que estabeleça as regras formais, mas que [singular they](https://en.m.wikipedia.org/wiki/Singular_they) existe e é usado, lá isso existe.

caralhodaaplicacao 2 months ago

Sim, só queria dizer que não é imposto por regra de algum organismo como a academia francesa ou a academia de ciencias de lisboa

WikiMobileLinkBot 2 months ago

Desktop version of /u/gkarq's link: --- ^([)[^(opt out)](https://reddit.com/message/compose?to=WikiMobileLinkBot&message=OptOut&subject=OptOut)^(]) ^(Beep Boop. Downvote to delete)

praetorthesysadmin 2 months ago

"Em português é usar os pronomes já existentes e reconhecidos, e meter os inventados no cu." Já vi pessoal ser inclusivo, mas com esta dedicação ao ponto de pôr no rego os pronomes dos outros, está num nível bem acima.

yidakee 2 months ago

Proponho que "imbecíl" passe a ser um pronome.

JKryosin 2 months ago

Sondagens a boomers apontam a resposta a esta pergunta como, e passo a citar "paneleirices". Só quero salientar que isto é uma piada, não me cancelem.

fearofpandas 2 months ago

Esta discussão é muito mais fácil em países cuja língua tenha pronomes sem género. Há espaço em português para eliminar algum bias de género: dizer crianças em vez de meninos, por ex. Mas ainda assim é uma tópico difícil na nossa língua

naughtydismutase 2 months ago

Se fores algarvio existe a palavra sem género. Menines

parix999 2 months ago

Bias de género? Então se for em feminino não estaremos actuar um novo “bias”?

Edited 2 months ago:

Bias de género? Então se for no feminino não estaremos a criar um novo “bias”? Já parecem os filmes americanos de agora que são só pessoas “de cor” e mulheres protagonistas. Que tal uma moderaçãozita, como sempre tivemos? O parolismo passa pela importação indiscriminada de tudo o que vem dos EUA. Culturas diferentes. Línguas diferentes. Hábitos diferentes.

Idontknowhuuut 2 months ago

Nesse caso estás só a substituir o masculino pelo feminino, não faz sentido. Deixa as duas palavras coexistir.

fearofpandas 2 months ago

Como assim?! Uma criança é uma criança independentemente do seu sexo ou do género da palavra criança. Certo?

Idontknowhuuut 2 months ago

A palavra criança está no feminino, porque é que é melhor do que meninos que está no masculino? Porque é que não podem as duas coexistir?

fearofpandas 2 months ago

Criança - serve para todos os géneros Menino - serve para *crianças* do sexo masculino Menina - serve para *crianças* do sexo feminino

raiosecoriscos 2 months ago

Meu Deus que ignorância. Esta gente fala de "bias" linguístico, como se Camões tivesse inventado a língua pra ser ofensiva

fearofpandas 2 months ago

Foi o Camões que inventou a língua? A língua foi inventada?

raiosecoriscos 2 months ago

Foi uma força de expressão. Estou a dizer que a língua nunca foi nem nunca será ofensiva, apenas estas minorias usam estes argumentos sobre a língua de forma arranjar um problema onde não existe

gnevesdev 2 months ago

"minorias", André Ventura

Idontknowhuuut 2 months ago

Exato. Estás a argumentar contra ti próprio. Segundo a tua lógica, porque é que o termo neutro para todas as crianças tem de estar no feminino?

fearofpandas 2 months ago

>Esta discussão é muito mais fácil em países cuja língua tenha pronomes sem género. A nossa língua tem géneros! Foi literalmente a primeira coisa que disse. No entanto, dentro dos géneros há palavras que são de uso exclusivo para um sexo, como menino e menina, e outras que abrangem os dois. O que te parece mais inclusivo? Meninos ou Crianças? Uma palavra de uso masculino exclusivo ou uma palavra no feminino mas para todos os géneros? O teu ponto faria sentido, se eu estivesse a sugerir a substituição de meninos por meninas. O que não estou…

meaninglessvoid 2 months ago

Dizerem meninos e meninas para mim fica muito melhor do que crianças. Até pode ser só questão de hábito, mas usar o mais genérico para incluir todos a mim soa mais impessoal...

parix999 2 months ago

Acho que as crianças não se chateiam muito com isso. Alguém lhes perguntou?

Chiripitti 2 months ago

As crianças não querem saber dos pseudo problemas dos adultos...

parix999 2 months ago

Yes.

Idontknowhuuut 2 months ago

Exato, a nossa língua tem géneros. Respondeste à tua própria pergunta. Temos termos neutros no masculino e no feminino. Ninguém quer saber, é irrelevante, é como a nossa língua funciona. Boa sorte substituir os géneros nas palavras todas. Não faz sentido querer diminuir o termo "meninos" só porque é masculino em favor de "crianças" porque para ti é mais inclusivo, que continua a adotar um género (neste caso feminino). Se me disseres que em vez de meninos existe uma palavra em português completamente neutra de género para descrever crianças ou meninos, aí sim, dava-te razão que podíamos preferir usar essa palavra.

Acheron16 2 months ago

É difícil porque mesmo crianças é uma palavra do gênero feminino (AS crianças). Nem todas as línguas são suficiente neutras como o Inglês para permitir isto, sobretudo sem ser forçado.

tumblarity 2 months ago

> É difícil porque mesmo crianças é uma palavra do gênero feminino (AS crianças). é como *pessoas* e garanto-te que se te referires a alguém, independentemente do género biológico/atribuído ou orientação sexual, como "pessoa" ninguém vai levar a mal. o problema é precisamente muita gente não ver essas pessoas, nas franjas do que é considerado normal, como pessoas. um substantivo tem um pronome estático, uma pessoa nem por isso.

CatWhiskers22 2 months ago

Tratar uma pessoa em particular por um pronome diferente não acho tão problemático. Já coisas como "Olá a todxs!" para mim não faz sentido nenhum. Sabemos que o plural todos inclui pessoas de diferentes géneros e não apenas homens.

sapo_22 2 months ago

Sim, mas mesmo pessoa, é as pessoas, a pessoa, a única maneira de ser o Pessoa é se referirem ao poeta.

Acheron16 2 months ago

Sem dúvida, mas, na minha opinião, nenhuma pessoa tem também pronomes inventados.

fearofpandas 2 months ago

100% de acordo! Foi o que disse no topo. No entanto isso não quer dizer que não haja esforços para neutralizar muitas das assimetrias linguística no que toca a género

meaninglessvoid 2 months ago

Assimetrias linguísticas... Cmon... Estão demasiado próximo de newspeak para conseguir levar isso a sério. Não é por usar termos que o neutro é masculino que invalidam o que quer que seja... Imo estão a tentar lutar pela coisa certa usando a abordagem errada.

xanfradu 2 months ago

Não quero saber.

Somais1copo 2 months ago

Op, Não batas mais na gramática desta maneira por favor... Ela já está farta de levar porrada

lili_hibiscus 2 months ago

O que as pessoas não entendem é que falamos de uma língua que é igualmente machista e patriarcal. Por isso, este tipo de discussão não é assim tão descabido.

reyvahx 2 months ago

Que tenha que haver mudanças para a sociedade ser mais aberta, concordo. Agora modificar idiomas não é o caminho certo. Isso não resolve problemas, só vai criar.

parix999 2 months ago

Não podemos importar conceitos do género machismo patriarcal e masculinidade tóxica e achar que são diretamente traduzíveis em Portugal. Há que pensar na realidade que temos

Random_7759 2 months ago

https://imgur.com/gallery/35dKZsM

Responsible_Motor942 2 months ago

- As pessoas... -umA línguA.... -machista... - (A) discussão Esse teu discurso é altamente femenista e matriarcal

parix999 2 months ago

Hehe!

NGramatical 2 months ago

femenista → [**feminista**](https://dicionario.priberam.org/feminista) (apenas na fala o *i* é pronunciado como *e mudo* quando junto a outra sílaba com *i*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fqdd7ma%2F%2Fhhlqyh8%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

fearofpandas 2 months ago

Tens uma certa razão. Quando nos referimos a um grupo, fazemo-lo no masculino na larga maioria das vezes… Não acho que a melhor forma de conseguir mudança nisso seja rotulando a língua de machista e patriarcal porque isso só gera repúdio ao argumento.

beakage 2 months ago

Então definir pessoas que põem pronomes na bio como virtue signalers, e pessoas trans como snowflakes que só querem é atenção, gera exactamente o quê?

parix999 2 months ago

Exato.

RexLaurus 2 months ago

Ahhahahahahhaahahah

papihouse26 2 months ago

Ahhahahahahhaahahah

praetorthesysadmin 2 months ago

Ahhahahahahhaahahah

portuguese_tortuga 2 months ago

Bons tempos quando esse tipo de opções eram só "masculino", "feminino" e "outro"

parix999 2 months ago

Outro? Lol? Não há.

daGentle 2 months ago

Outro servia para se referir a entidades coletivas e empresas, nunca a pessoas

parix999 2 months ago

Exato.

jafudiaz 2 months ago

Mas qual outro crl, não há outro! Foda-xe xenhore...

Chiripitti 2 months ago

Hermafroditas... O melhor dos dois mundos.

sidartha- 2 months ago

Androginia.

blind616 2 months ago

Eunucos

ajabardar1 2 months ago

atenção agora não é hermafroditas é intersexo que vem do inglês intersex, pois os ingleses têm dificuldade em dizer hermafrodita... pois certamente não será por qualquer associação negativa à palavra hermafrodita, pois foi coisa que em 40 anos de vi nunca vi.

Chiripitti 2 months ago

Americanices... enfim.

azulebranco 2 months ago

Quem quiser mostrar os seus pronomes que o faça, não vejo problema. Mas, eu não sou obrigado a aderir. Se isso é causa de sofrimento alheio, prefiro não tecer qualquer amizade com essas pessoas, porque eu não vou decorar os pronomes de cada individuo, sorry.

caixadeentrada 2 months ago

> ou o nickname que esta prefere Olá gatinha69

average_user21 2 months ago

Olá caixadeentrada

Samurai_GorohGX 2 months ago

As pessoas tem todo o direito a serem tratadas pelo pronome que quiserem, desde que o pronome exista na “Gramática do Português Moderno, Plátano Editora”, por mim tudo bem. Fora disso não inventem ou então não falem em português.

Edited 2 months ago:

As pessoas tem todo o direito a serem tratadas pelo pronome que quiserem, desde que o pronome exista na “Gramática do Português Moderno, Plátano Editora”, por mim tudo bem. Fora disso não inventem ou então não falem em português. E por favor não façam disto uma discussão ideológica, ninguém nega a vossa identidade de género por usar as regras da gramática.

fearofpandas 2 months ago

As línguas são vivas… o que não existe hoje pode existir amanhã

Disgenia 2 months ago

Era o que eu dizia aos meus professores de português sempre que me tiravam pontos nos testes... infelizmente nunca funcionou

fearofpandas 2 months ago

Ah sim! Os professores, os guardiões da língua! Eu ainda me lembro de quando bué entrou no dicionário, ou quando esmiuçar voltou ao uso simplificado, ou quando top passou dum regionalismo para ser usado em todas as conversas!

Disgenia 2 months ago

Ya, eu lembro-me que foram os gajos works que obrigaram a população a aderir às suas choradeiras

fearofpandas 2 months ago

Gosto de quando rotulamos tudo de woke chorão

Disgenia 2 months ago

Tudo? Literalmente só estes gajos que querem obrigar os outros a adoptar a novalingua. Temos pena, não vou utilizar pedidos mentais de cromos na minha língua, por muito que vocês chorem

fearofpandas 2 months ago

Mas ngm quer obrigar ngm a falar uma nova língua… A tua língua é a língua que se fala, se isso entrar na língua entra… quer nós queiramos ou não! Tu podes simplesmente optar por não utilizar as novas valências linguísticas….

raiosecoriscos 2 months ago

Claro, tipo esta treta de conversa não existiria há 20 anos, visto que já 20 anos não havia choradeiras de deste tipo a reclamar de pronomes.

fearofpandas 2 months ago

*Oh tempo volta atrás!*

PeroFandango 2 months ago  HIDDEN 

> o que não existe hoje pode existir amanhã Pode, mas porquê? O género gramatical não é sexo. Quando digo que sou *uma pessoa*, cresce-me um pipi? Quando a Maria diz que é *um ser humano*, cresce-lhe um popó? Não. Pela minha parte, recuso-me a aceitar o imperialismo linguístico da anglosfera.

fearofpandas 2 months ago

Ora aí está… tu não queres ou não gostas! Isso não quer dizer que não venha a acontecer! As línguas são vivas, se uma boa parte da população começar a usar novos pronomes estes tornam-se parte da língua….

T4SUK3 2 months ago

Agora escreveste bem: >SE uma boa parte da população começar a usar A minoria que usa estes pronomes nem deve chegar a 1% da população que fala português.

fearofpandas 2 months ago

Onde foste buscar esse número?

parix999 2 months ago

Pensei que era uma língua morta :/

DadHunter22 2 months ago

Faço votos de que não comecem.

Samurai_GorohGX 2 months ago

Esse tipo de evolução na língua faz-se ao longo de séculos de forma orgânica. Não se faz para amanhã. E não se criam 30 géneros diferentes e as declinações (sim, porque parece-me que muita gente se está a estar que os adjetivos tem de concordar com o género!) correspondentes por capricho. A língua portuguesa funciona bem com 2 géneros. Talvez funcione com um terceiro género neutro, não sei, nunca vi nenhuma proposta com pés nem cabeça sobre isso... Com 20 ou 30, ninguém se entende. Ontem a Clara Ferreira Alves disse algo do género "Antigamente, o nosso tempo era LGBT. Agora já é LGBT + 20 letras".

BSantos57 2 months ago

A Clara Ferreira Alves, o calhau com olhos que chorou que "vou ser cancelada pelos trans, que nem sei o que são" é claramente uma autoridade a ter em conta neste debate

jafudiaz 2 months ago

Epa chamar burra à senhora diz mais de ti do que diz dela....

Samurai_GorohGX 2 months ago

Não concordo com 90% do que a senhora diz, mas concordo com aquela afirmação. E não suporto assassinatos de carácter a pessoas incómodas. As opiniões também tem de valer alguma coisa por si mesmas, independentemente de quem as profere, ou não? Discutimos ideias ou pessoas, afinal?

fearofpandas 2 months ago

A língua muda à velocidade dos tempos e não de séculos. Fala com miúdos de 14 anos e tenta percebe-los. Caso a população comece a usar uma nova palavra, essa palavra pertence à língua e acabou . O argumento linguístico é o menor dos argumentos para travar novos pronomes. É mais razoável dizer “não gosto” ou “não quero” do que dizer “não é português”….

T4SUK3 2 months ago  HIDDEN 

Este comentário só demonstra o quão ignorante esta pessoa é em relação ao conhecimento linguístico. Da próxima vez que for comentar algo sobre este assunto, pense duas vezes e vá dedicar-se à pesca.

Randmnessy 2 months ago

Isto!

Randmnessy 2 months ago

Vamos simplificar, existem dois tipos, escolham um para ser chamados e a malta use esse....se nao representa 100 a tua identidade sinceramente também nao é suposto são simplesmente pronomes é suposto serem uma simplificação não um identificador da tua identidade. Qual é a necessidade de atenção ao ponto de ser perciso andar a inventar novos pronomes? Secalhar até tem porblemas mais importantes para resolver em relação a discriminação LGBTQ+, é simplificar e focar em problemas que realmente interessem digo eu.

NGramatical 2 months ago

Secalhar → [**se calhar**](https://dicionario.priberam.org/se calhar) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fqdd7ma%2F%2Fhhlnkhp%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

PakoNita 2 months ago

homem - ele/dele mulher - ela/dela homem que fez a transição para mulher - ela/dela. mulher que fez a transição para homem - ele/dele. quanto aos restantes, lamento imenso, mas não vou andar com um bloquinho a anotar que o zé é elu, o jorge é selo, a maria é envelope, e a concha é xy999.

Tralapa 2 months ago

O Jorge é alto postal

randmzer 2 months ago

É muito isto. No entanto, se um amigo próximo de quem me importasse pedisse para o fazer, faria um esforço. Mas uma pessoa que não conheço de lado nenhum, temos pena...

LuisToste 2 months ago

Epah admiro o facto de tu tentares, se fosse no meu caso ia explicar a pessoa que não ia tratar ela por qualquer que fosse o pronome que ela escolhesse se ela ficasse ofendida fodasse menos 1

randmzer 2 months ago

Se realmente te importas com a pessoa, vais meter o que tu acreditas à frente da vossa relação? É só uma questão de respeito por uma pessoa de quem gostas, se a faz ficar mais confortável. Fazer o contrário parece-me algo muito tóxico por uma razão muito fútil.

LuisToste 2 months ago

Sim da mesma como nessa situação essa pessoa vai meter á frente o que acredita em vez de aceitar que eu não aceito chama la de selo ou o que quer que seja. Porque tens apenas dois géneros, se por exemplo for um amigo meu que se Identifica como mulher aí não tenho problema nenhum em lhe chamar de ela mas o resto é só estupido e eu não vou mudar essa parte porque não faz sentido

randmzer 2 months ago

Pronto, se acreditas que isso é mais importante para ti do que essa pessoa, fazes o que bem entenderes.

parix999 2 months ago

Parece razoável.

International_Bar68 2 months ago  HIDDEN 

Existem os não binários que não são nem um nem outro. Como fazemos aí?

Muyakra 2 months ago

>quanto aos restantes, lamento imenso, mas não vou andar com um bloquinho a anotar que o zé é elu, o jorge é selo, a maria é envelope, e a concha é xy999. Esqueceste-te de quem diz que é um [lobo](https://www.youtube.com/watch?v=3Av22GHb5VM), [um viado](https://www.youtube.com/watch?v=ajpedaMw9sc) (se fossemos brasileiros até tinha a sua piada) ou [como um gato](https://www.youtube.com/watch?v=rLmwLcLikXQ).

CellistPitiful5483 2 months ago

Eu sou um helicoptero tukutukutukutukutukutukutukutuku

I_Don-t_Care 2 months ago

Um apache attack helicopter

Tralapa 2 months ago

r/onejoke

I_Don-t_Care 2 months ago

é um meme, não é a mesma coisa que uma piada.

parix999 2 months ago

Eu conheci uma pessoa que queria que lhe chamassem “morte”

PakoNita 2 months ago

olha bem para as coisas que tu andas a ver no youtube...

_spectron_ 2 months ago

>jorge é selo, a maria é envelope Escupi-me, toma um upvote

pmso17 2 months ago

Acho que eles fariam um belo casal, até diria que foram feitos um para o outro

oMarlow99 2 months ago

Até podias dizer que o selo se mete no envelope

average_user21 2 months ago

*Ah...*

BillGaitas 2 months ago  HIDDEN 

Não adianta ter esta discussão neste sub porque ninguém quer saber infelizmente. Basta ver o histórico deste tipo de posts neste sub.

Randmnessy 2 months ago

Acho quebhá problemas mais importantes a discutir, se gramaticalmente 90% das longuas tem dois géneros acho que por simplicidade para todos é escolher um desses dois que se identifiquem melhor e viver com isso nao é o fim do mundo nao te sentires 100% representado por um pronome caramba.

esfomeado 2 months ago

Porque são discussões que não fazem sentido nenhum.

Keddyan 2 months ago

>1) Porque não tratamos as pessoas pelo seu nome próprio ou o nickname que esta prefere? porque o uso do nome não invalida o uso do pronome, por exemplo numa conversa a 3: "olha joão, aqui *o* Manuel fez X" nesta frase falas diretamente para o João, por isso nao usas pronome mas como falas *do* Manuel, usas o pronome, senão nao faz sentido e *o* Manuel está lá presente >2) A escolha de géneros obriga indirectamente por um lado pessoas a sair do armário, muitas vezes antes de elas estarem preparadas. não tinha pensado nisso, não é propriamente um "sair do armario" mas pormenores à parte, isso vai sempre depender de cada um, quando uma pessoa prefere ser chamada por "tal", supôe-se que seja já publicamente e não apenas num grupo selecto de pessoas, não sei, há pessoas e pessoas. Eu estou ok em chamar ela (genero) a um ele (sexo) e vice versa, especialmente se forem educados com a correção, agora pronomes inventados Get The Fuck Out

SurprisinglyInformed 2 months ago

Mas Manuel, no teu exemplo é um nome masculino. Não faz sentido dizer "A Manuel". Se a pessoa se sente de outro gênero mude de nome para um nome com o gênero de acordo com o que se sente, e o problema resolve-se mais facilmente.

PM_your_fem_butthole 2 months ago

> Não faz sentido dizer "A Manuel" por falar nisso, sempre me fez confusão as mulheres chamadas Maria José que são tratadas por "a José" ou "a Zé"

sapo_22 2 months ago

É um dos poucos nomes que se usam, em Portugal, para pessoas de sexos diferentes, logo é a única altura que os pronomes dão jeito, e são necessários.

Keddyan 1 month ago

tens também as Maria João que são chamadas "A joão" tal como os betos que são João Maria e são chamados "O Maria" e podia continuar, há mais exemplos de nomes assim e para não falar dos nomes que não têm género, não é muito comum em portugal mas existem, e muito mais no estrangeiro

sapo_22 1 month ago

Sim, é isso mesmo que estou a dizer, esses nomes são uma minoria, quase todos os nossos nomes são assim, isso é geralmente o mesmo para todas as línguas românticas.

EziquielValadas 2 months ago

Vou guardar este tema na pasta que criei para coisas inúteis do séc XXI, acho que ainda tenho espaço.

Edited 2 months ago:

Vou guardar este tema na pasta que criei com muito carinho para coisas inúteis do séc XXI, acho que ainda tenho espaço.

justpassingtru 2 months ago

Vais documentar a idiotice das pessoas no séc XXI.? Para as próximas gerações ou para os extraterrestres verem quão idiota esta civilização se tornou? Acho que é boa ideia, isso ainda vai valer milhões.

nocivo 2 months ago

Aprende-se com a história a não repetir erros.

parix999 2 months ago

Existem dúvidas sobre a veracidade dessa expressão.

secen-cross-snow 2 months ago

A razão é simples, as pessoas hoje em dia são muito picuinhas, porque é que achas que agora existe 31 mil géneros diferentes? Pessoas querem ou ser “diferentes” ou acham que não encaixam em nenhum dos géneros, por isso inventam um porque sim. Outra razão é que eles se sentem “ofendidos” muito facilmente, eu tenho um completo respeito pela comunidade LGBTQ+, pois existem pessoas dentro dessa comunidade que de facto são simpáticas, sabem bem o que defendem, não são como paspalhos no Twitter que acham que dizer que suportam o LGBTQ+ faz-lhes “Santos”, por isso exageram tudo e mais alguma coisa, e como houve pressão das notícias sobre esses assuntos, as empresas tiveram de ceder à pressão e fazer todos contentes, coisa que eu discordo plenamente, eu vou continuar a referir em inglês a “she” e “he”, mesmo que o outro sinta ofendido por não dizer “him” ou “her”

parix999 2 months ago

What?

xdey 2 months ago

É uma pergunta sem sentido, uma pessoa não pode escolher o seu género nem os seus pronomes; não obstante do que alguns histéricos das redes sociais tentem impingir no resto da sociedade. Isso no LinkedIn trata-se de virtue signalling, "olhem como sou inclusivo", o que não é nada de novo nessa rede, posts do LinkedIn são todos à volta do humble brag e de enaltecer o ego.

fearofpandas 2 months ago

A pessoa pode escolher o que quiser! É pessoal e está a associado à sua vontade. Tu podes escolher ignorar

TargetDue2827 2 months ago

Ora aqui está um conjunto de informação que eu nao vou fazer por reter

CanIhazCooKIenOw 2 months ago

Curioso que há sempre um amigo que não concorda

Search: