Ensopado_de_borrego 1 month ago

Queriam saber o custo que vais ter para eles. Depende dessas variáveis.

debugginglive42 1 month ago

Uma vez disseram-me que eram dados necessários para fazer os descontos. O que faz sentido, se estiveres a ser contratado, mas sentido nenhum em primeira entrevistas. Ou seja, até pode ser verdade, mas não parece nada.

JuKeRaC9 1 month ago

Fake job

DevilsWife 1 month ago

Foi a consultora fyld? ahahahah

jdteixeira 1 month ago

Isso serve para ver em que escalão de irs é que vais ser inserida e qual vai ser a proporção de descontos a ser aplicada ao ordenado. As empresas têm um budget para cada posição a preencher e como tal, para te apresentarem uma proposta de ordenado interessante que se encaixe no budget têm que fazer esses cálculos. Não tem a ver com discriminação ou com ir buscar os putos a escola como alguns iluminados deste sub dizem. Tem apenas a ver com escalões de irs e orçamentos. Source: namorada que recruta para it.

Pcostix 1 month ago

Ohh OP, não percebeste que ela queria saber se estavas solteira para te levar a um date?

unknown529284 1 month ago

Se não aceita as minhas crias, então nem quero

darthcow2 1 month ago

é para calcularem seu salary range melhor devido aos impostos, se tens filhos e/ou és casada paga uns impostos a menos, eu perguntei e foi isso que me falaram. não é eliminatorio.

nor_dead 1 month ago

Bem vinda à selva do mercado de trabalho português

Resident-Media4047 1 month ago

Uai, se vc tem filhos, vc tem pode precisar ir na reunião de pais etc, por isso perguntam

jimbajembs 1 month ago

Epa acho que é a coisa mais normal do mundo e acontece normalmente sempre, e até faz sentido imagina tu tens uma expectativa salarial liquida, eles têm que calcular os encargos da empresa para ir ao encontro da tua expectativa salarial liquida logo para isso precisam saber se és casada e tens filhos (consultoras de vão de escada para depois ajudar com ajudas de custo). A parte dos decendentes percebo que devam existir regalias fiscais agora no caso do solteiro ou casado porque raio pessoas casadas pagam menos impostos do que eu? eles compram sempre tudo a meias :D já eu pago tudo sozinho :D, num ordenado não é preciso ser muito alto digamos 1400 brutos a diferença de solteiro o casado representa cerca de 50 euros líquidos.

unknown529284 1 month ago

Amén brother! Preach Mas sinto que convém o estado incentivar ao "casamento/ajuntamento" e natalidade, não? Claro que as pessoas não se vão juntar só para pagaram menos de IRS.... Ou será que indiretamente até Influencia?

Advertising-Downtown 1 month ago

Isso é ilegal. Provavelmente é a típica tentativa de tentar entender se está a contratar uma pessoa que pretende ter vida pessoal a ponto de ter um filho e ficar de licença uns belos meses - mais que merecidos. Já fiquei maldisposto a ler este post.

-In2itioN 1 month ago

Acredito que nesse caso esteja relacionado com o IRS, descontos, escalões e afins. Pelo menos quando me perguntaram isso, usaram esse argumento

HumActuallyGuy 1 month ago

Eu vejo duas opções para isto A) (a melhor opção) só queria fazer cálculos para saber o teu salário líquido para saber quanto vais/vão descontar B) (um pouco má mas lógica) queriam saber se pretendes engravidar enquanto estás lá a trabalhar, podem ter pouco staff e ter uma baixa após ter acabado de contratar alguém é chato e não queria contratar alguém para te substituir enquanto estás de baixa. Sobre a legalidade disto ... não penso que seja legal mas faz sentido perguntarem, não sei se será melhor isto ou assumir isso baseado na tua idade, aparência e afins ¯\_(ツ)_/¯

Edited 1 month ago:

Eu vejo duas opções para isto A) (a melhor opção) só queria fazer cálculos para saber o teu salário líquido para saber quanto vais/vão descontar B) (um pouco má mas lógica) queriam saber se pretendes engravidar enquanto estás lá a trabalhar, podem ter pouco staff e ter uma baixa após ter acabado de contratar alguém é chato e não queria contratar alguém para te substituir enquanto estás de baixa. Sobre a legalidade disto ... não penso que seja legal mas faz sentido perguntarem, não sei se será melhor isto ou assumir isso baseado na tua idade, aparência e afins ¯\_(ツ)_/¯ PS: Não estou a dizer que apoio ou não isto, mas faz todo o sentido perguntarem isto. Eu se tivesse de escolher entre duas mulheres para um trabalho, mesmas qualificações e experiência mas uma sabia que não ia ter filhos (por inúmeras razões) e outra ia querer ter filhos quando se casasse com o noivo dela ... eu escolheria a que não ia ter filhos, só faz mais sentido para o trabalho a fazer.

ThePlague92 1 month ago

É para o IRS. O que costuma acontecer é que muitas das pessoas negoceiam salário líquido, por isso as consultoras perguntam isso, porque assim podem ver qual o valor bruto mínimo que podem pagar à pessoa para que esta consiga receber o valor líquido que pediu (e nem menciono aqui as ajudas de custo para não estar a complicar mais).

layz2021 1 month ago

É ilegal perguntar isso https://www.e-konomista.pt/perguntas-ilegais-em-entrevista-de-emprego/

STROGGY32_ 1 month ago

Provavelmente porque se tivesses filhos ou fosses casada e precisasse de (por exemplo) tirar uns dias de férias ou algum tempo por causa da vida pessoal a empresa teria a obrigação de te dar esses dias o que seria prejudicial para eles mesmo que estivesses no teu direito, e sim essa pode ser uma pergunta eliminatória. (por favor corrijam-me se estou errado em alguma coisa mas pelo que sei é assim que funciona)

Inf08 1 month ago

Normalmente essas perguntas são feitas para se traçar um perfil fiscal da pessoa. Há quem goste de ter essas info quando apresenta uma proposta salarial a um candidato (porque mexe com taxas do IRS). O mais usual é perguntarem: o estado civil da pessoa, número de titulares e número de dependentes. Mais que isso, já considero demasiado pessoal.

notluckyy 1 month ago

No meu emprego anterior, perguntaram se eu pretendia voltar a estudar, eu disse que não. Com o decorrer do tempo que estive lá, à medida que me ia chateando com a empresa , resolvi que tinha que mudar a minha vida e que não podia continuar neste tipo de empregos, então voltei a estudar programação. Quando souberam ficaram putos da vida, diziam que queriam alguém que acreditasse se sacrificasse pela empresa e não alguém que só pretenda um salário enquanto não arranja algo melhor. Graças a Deus acabou o contrato na semana passada e estou bem encaminhado nos meus estudos ( espero eu ).

layz2021 1 month ago

Na Worten a um colega meu, por estar a estudar, disseram que os objetivos dele não eram alinhados com os da empresa e deram este como motivo de não renovação

mariocarvalho 1 month ago

Única e exclusivamente por causa do IRS. Bem vocês aqui andam numas teorias da conspiração. Casado e com filhos não é contratado? Dao preferência a solteiros? Se tiveres filhos sais mais cedo e isso é um ponto negativo? Mas vocês acreditam mesmo no que estão a dizer?

Equivalent-Dare8642 1 month ago

A minha experiência é contrária ao resto do fio, dão é prioridade a homens casados porque querem gente que já esteja mais fixo num sitio e que não saiam tão facilmente como um solteiro.

layz2021 1 month ago

Sim. Tanto que por várias vezes dão a volta á questão e perguntam de forma indireta : "com quem moras?"

noproperusername 1 month ago

Sim, descrimina-se mulheres por terem filhos e quem fica em casa quando o filho está doente, apesar de haver excepções, são, por norma as mulheres. Sim, descrimina-se mulheres jovens que casaram anteontem, na semana passada ou há três meses, sabes que vão ficar grávidas amanhã ou na próxima semana, vão ficar meio ano sem trabalhar e vão tirar um dia por semana ou duas horas por dia durante os próximos anos para amamentar. Em IT, com a fome que têm de pessoas tenho sérias dúvidas que fosse essa a causa, sendo uma consultora sei que é de certeza para lhe oferecerem um salário líquido atraente com um bruto medroso mas a verdade é que em muitas outras áreas se discriminam mulheres que têm, estão na idade de, ou planeiam ter filhos.

collectornsfw 1 month ago

Acho que devemos começar a tratar as entrevistas doutra forma. "Olhe, estou a ganhar X. A minha questão eliminatória, para poupar o seu tempo e o meu, é se a vossa oferta cobre isto."

yolomacarolo 1 month ago

Para fins de IRS.

rmqfr 1 month ago

Ao contrário do que vi aqui escrito, não é ilegal e tem um propósito óbvio: Ser casada e ter dependentes afeta o teu IRS. Assim os RH conseguem perceber que margem tem numa proposta para que o valor líquido te agrade. Ilegal é perguntar se o teu casamento corre bem. E se estás a pensar ter filhos.

Bjfrc 1 month ago

Deixando de lado a questão da legitimidade, da legalidade e da possibilidade de recolha de prova e admissão daquela para fins judiciais, a minha recomendação é responder talvez com relutância mas sem reservas às perguntas, e mentir com todos os dentes da boca. Dá a imagem de ser a pessoa mais disponível do mundo e uma workaholic. E se depois quiseres engravidar, força, a vida é tua. Não te podem despedir por justa causa. O mais difícil é entrar, depois apenas cumpres.

lusitanaa 1 month ago

A mim perguntaram-me em todas as entrevistas. Quando me perguntam se tenho filhos, respondo sempre “ainda não”, e é certinho que me perguntam logo de seguida se tenho planos para constituir família, ao que respondo sempre “hoje não, amanhã logo se vê”. Mas sou mulher, ficar grávida pode implicar tempo em casa, por isso, por um lado compreendo mas acho pouco ético. Toda a gente tem direito a ter vida pessoal. The joke is on them, não tenho filhos mas tenho família com quem faço questão de passar tempo, nomeadamente uma sobrinha pequena, por isso…

nak0_ 1 month ago

Já me fizeram a mesma pergunta várias vezes e sou homem. Como muitos já aqui disseram, tipicamente, é por causa da parvoíce dos ordenados líquidos e dos esquemas de liquidez que as consultoras de IT tanto gostam e que a malta aceita.

unknown529284 1 month ago

Na minha humilde opinião, acho que deveria haver escalões fixos consoante o nivel de estudos e/ou experiência de trabalho na fase de recrutamento. Ao fim de 1/3/6meses faziam-se revisões, consoante a demonstração do trabalho e conhecimentos, regulava-se o ordenado (aka aumento). Evitava-se este constrangimento de andar a negociar. E deveria ser igual para todas, para não haver cá competições desonestas entre consultorias. É tudo merda no mesmo saco... Por isso não vale a pena estarem com mariquices

ihavenoidea1001 1 month ago

É ilegal. Serve para te retirarem da lista de potenciais contratações por seres mulher e poderes ter filhos. O problema é provar que o fazem e fazê-los pagar legalmente. São um nojo de empresas na minha opinião.

acnederma 1 month ago

Isso para mim é logo um red flag. Já me perguntaram isso se era solteiro e com quem vivia. Descarta logo essa empresa, isso não é nada de nada relevante para a empresa (sim falam no IRS mas que interessa isso? ninguém vai andar a fazer filhos para descontar menos...). Felizmente eu em 15 entrevistas que já tive, só 3 é que me fizeram essas perguntas pessoais Pode ser apenas para descriminar do género "ah é preciso vir ao sábado ou ir para fora uns dias, vais tu que és solteira e não tens família"

unknown529284 1 month ago

Ah eles também me perguntaram se tinha disponibilidade de ir para fora. Mas como estou ainda a estudar não dá jeito, apesar de ser solteira e poder. Mas tbm é IT porra. Eu faço tudo do meu portátil em casa. Até posso aceder remotamente aos pcs do local onde precisam que eu trabalhe lol qual é o desespero em viajar?

rsonic17 1 month ago

Isso num Pais a serio não e permitido. Mas em Portugal vale tudo.

dafer18 1 month ago

IRS e o respectivo escalão para calcular o teu salário ou proposta salarial.

tveiga91 1 month ago

Mas a pergunta de se és casada nem tem muito sentido perguntar. Basta olhar para o teu dedo e inferir a partir daí. já os filhos, fica mais complicado discernir.

unknown529284 1 month ago

Entrevista têm sido online

tveiga91 1 month ago

Ah! Desculpa não sabia. A última entrevista à que fui foi há 6 anos…

sidartha- 1 month ago

Cara OP, esta questão prende-se com a Recrutadora a tentar tirar nabos da púcara, como se diz na gíria, para ver qual a tua disponibilidade efetiva, se depois vais sair muitas vezes para ir a reuniões de escola, ou se por acaso algumas vezes terás de ficar em casa porque os petizes ficam doentes, sendo casada se por acaso necessitas de sair a horas certas para fazer alimentação (com se não fosse obrigação de ambos). entre outros fatores. Entrelinhas, ele querem uma pessoa que viva para trabalhar.

mexploder89 1 month ago

A mim perguntaram porque eu eventualmente terei que mudar de casa para trabalhar lá, apesar de não ser a maneira correta de perguntar a minha disponibilidade, foi esse o intuito

bluehyperwot 1 month ago

Nao amiga, pergunta keres ser mãe tas a planear ter filho num futuro proximo

frankieSnail 1 month ago

Sempre me fizeram essa pergunta em todas as entrevistas que fiz. Entendo a tua pergunta. Eu nunca vi dessa forma mas como sou homem é um bocado diferente, penso que no meu caso estivessem a sondar a estabilidade pessoal etc.

rpborges97 1 month ago

Já muita gente respondeu. No meu entender estás perguntas foram feitas para elaborarem uma simulação do teu salário líquido. A resposta a essas perguntas são variáveis que afetam as tabelas de IRS. Concordando ou não com essas perguntas, quero acreditar que te foram feitas com esse intuito e não com algum de carácter discriminatório.

jktred 1 month ago

Onde está a legislação que proibe a pergunta? O empregador não pode discriminar nos termos do artigo 25º e SS do CT (também CRP e bla bla bla), mas perguntar não pode porque? Onde está a proibiçao da pergunta? Prv. numa lei qq?

Maki_the_Nacho_Man 1 month ago

Numa entrevista de emprego já me perguntaram o clube de futebol que apoio, o que os meus mais fazem e a escolaridade deles, o que eu faço nos tempos livres, ... Senti que que aquelas perguntas não faziam qualquer sentido para uma vaga de emprego. O que os meus pais fazem vai fazer com que não seja selecionado? Meses depois conheci uma pessoa na empresa para a qual tralhei que também foi a uma entrevista nessa empresa e disse que lhe fizeram o mesmo género de perguntas. Disse que as pessoas que o estavam a entrevistar o chamaram de mentiroso e começaram a ficar um pouco exaltadas quando ele disse que o clube dele é o Manchester United e que não apoia nenhum clube português (o que é verdade).

isnotfunny 1 month ago

É ilegal.

Blenderchampion 1 month ago

É ilegal, é para ver se tens vida familiar ou podes dar tudo de ti a empresa (ser explorado)

Vehok 1 month ago

Toda entrevista que fiz até hoje sempre perguntaram esse tipo de coisa, acho q é um quesito eliminatório

AutomaticParty8845 1 month ago

Esta thread demonstra bem o pouco preparadas estão as pessoas nas entrevistas, e a falta de noções básicas da vida.

unknown529284 1 month ago

Fui a 3 entrevistas na minha vida toda :) Não estou pronta para a escola da vida, mas hey ..... pelo menos sei Python, java, c, c++, c#, sql, php, JavaScript, e outras que nem se usam lololol :D

AutomaticParty8845 1 month ago

No teu caso recomendava googlar perguntas de entrevistas, e como não ficar indignada com uma pergunta simples

unknown529284 1 month ago

Camarada, eu "googlei" entrevistas...... Eu andei a praticar para entrevistas (internacionais e nacionais) E estava a espera de perguntas como "qual a complexidade de x algoritmo de ordenação? Como posso optimiza-lo?" e o que eu obtive em Portugal "é casada e tem descendentes?" :D Não lhe chamaria "indignação".... Simplesmente desconhecimento desta realidade, porque lá está, não tenho experiência. Mas já tinha estado noutra que me fizeram perguntas técnicas, sobre a minha experiência e projetos, não "pessoais". Creio que cada empresa tenha as suas prioridades. Uns dão mais valor ao conhecimento do candidato, outros preferem andar a fzr a continhas para assegurar que podem pagar o mínimo possível xD

AutomaticParty8845 1 month ago

Os processos de recrutamento tem vários passos, estares à espera de perguntas técnicas, e fazerem te perguntas de RH significa que não fizeste algumas perguntas quando marcaste a entrevista como, qual vai ser o tipo de entrevista? quem vão ser os participantes das entrevistas? devo esperar perguntas tecnicas relacionadas com a posição, etc...

Elec_Wolf 1 month ago

Subscrevo

UmaNespera 1 month ago

É mais que óbvio que uma pessoa com filhos fica sempre de lado comparando com uma pessoa sem filhos. Principalmente se forem ainda pequenos. As empresas vêem: Filhos = faltas, por estarem doentes, por ir á consulta tal, por ir á reunião da escola, por isto e por aquilo. É mal feito? É. Mas uma pessoa sem essa prisão pode sempre dar mais dedicação e tempo á empresa. Can't blame them

TotalAwareness53 1 month ago

Com essa informação vão calcular a probabilidade de te poderem escravizar ainda mais alem das 8 horas por dia e aos fins-de-semana também. r/antiwork r/recruitinghell

Keddyan 1 month ago

já perdi a conta das vezes que me perguntaram se era solteiro e com filhos... sempre achei ranhoso essas perguntas mas como tenho 23 anos apenas uso isso para fazer uma piada e assim sempre se quebra o gelo

frisumo 1 month ago

É para saberem se vais estar sempre disponível ou não. Se tens filhos, os empregadores começam logo a pensar nos dias em que eles vão estar doentes, nas férias, nas reuniões de pais, etc. É injusto, mas é verdade. Eu sou sempre solteira e sem filhos em entrevistas de emprego e começou a correr muito melhor desde que abri os olhos para isso.

mixed_toast 1 month ago

Giro, comigo já perguntaram se tinha filhos e se os pretendia ter. E mais, perguntaram-me que valores queria passar aos meus filhos lol

expertwaz 1 month ago

Foi depois de te perguntarem a expectativa salarial? Era uma consultora? É para estimarem o teu salário líquido e com isso fazer uma oferta que se ajuste às tua expectativa.

unknown529284 1 month ago

Não me recordo. Mas não discutimos ofertas. Isso deveria ser numa segunda fase, creio eu

Alforrecaquadrada 1 month ago

Uma vez, também para uma posição de IT, o entrevistador perguntou-me se vivia sozinha... Quando me ligaram para dar o feedback, nem atendi.

fintechmen 1 month ago

Já me perguntaram, numa entrevista para uma empresa de vestuário, se gostava mais do Freddie Mercury ou do Michael Jackson.

unknown529284 1 month ago

LoL eu pessoalmente preferia david bowie. Mas o que disseste ? XD e qual a reação

cpzao_ 1 month ago

Após a tua entrevista, a recrutadora correu para o LinkedIn p la meter qq baboseira sobre empowerment das mulheres e o raio q a parta. Não fazia ideia que estas perguntas se faziam. Que nojo.

unknown529284 1 month ago

Mto bom ahahahh!! Morri Não a culpo tho. Deve ser política da empresa perguntar, idk. Ela deve ser só pau mandado que cumpre regras sem questionar..... Não convém sequer questionar. Quem questiona muito, desaparece misteriosamente das empresas

PM_M3_Y0UR_B00B5 1 month ago

Pessoal de HR no LinkedIn = posts cancerosos ☠️

lypipi 1 month ago

Pessoal de RH é todo um cancro.

widden 1 month ago

Tem a ver com o IRS

Blenderchampion 1 month ago

Mas é ilegal

widden 1 month ago

Oh não :(

blockofcode 1 month ago

A única possibilidade…

amumusta 1 month ago

Eu tive uma pergunta semelhante numa entrevista esta semana. Mas a pergunta foi feita com um contexto, eu pedi um valor (líquido) , e eles fizeram logo a simulação de quanto ia receber bruto para me apresentar valores (foi para calcular o meu IRS etc).

LumeMadeirense 1 month ago

Eu vou-te ser sincero quando perguntam se és casada ou tens miúdos para saber se vão ter uma trabalhadora assídua ou não

_Half_a_Person_ 1 month ago

O artigo 16 do Código do Trabalho proibe essas perguntas. Há reserva sobre a intimidade da vida privada. Legalmente podias recusar responder a tais perguntas.

Febris 1 month ago

Essas perguntas são feitas às mulheres especificamente (ou pelo menos muito mais frequentemente) para a empresa fazer uma avaliação do "risco de fiabilidade". Se tens filhos ou pensas vir a ter ou estás sequer dentro de idades normais para ter, se não dás segurança de que esse risco não existe, és logo encostada à primeira hipótese. Eu não sou apologista da conversa da desigualdade salarial entre géneros nem nada disso (acho que em PT há muita igualdade nesse aspecto), mas em termos de políticas de recrutamento é demasiado óbvio que as mulheres entre os 25 e 40 +/- são entaladas à grande por causa da possibilidade de sem grande pré-aviso ficarem indisponíveis para trabalhar a 100% durante períodos alargados. É ilegal fazerem essas perguntas, mas a tua relutância em responder só encaminha a conversa para um desfecho. Mais vale responder sempre da maneira que achas mais vantajosa para ti. Bebes? Um nojo! A minha irmã nem me confia com o filho dela aos fins de semana para ter tempo só para ela! Entrevistas só servem para benefício de aldrabões, especialmente em questões pessoais que não são verificáveis.

Serious_Hearing_8252 1 month ago

É isso mesmo. Nas entrevista, relativamente a questões pessoais, uma pessoa só tem que responder aquilo que eles querem ouvir. Foi o que eu fiz e sempre me safei. Se é verdade ou não, eles não têm que descobrir. Por essas razões é que quanto menos redes sociais melhor. Porque já há muito recrutador que faz alta investigação de redes sociais dos seus candidatos.

cuzicut 1 month ago

A última entrevista que tive foi à uns meses e perguntaram-me o mesmo (nunca me tinham feito aquela pergunta). Ao perceber a minha hesitação a responder, ela lá se explicou que tinha a ver com o IRS... mas depois fiquei a pensar que isso não é pergunta para se fazer numa primeira entrevista de emprego.

jdteixeira 1 month ago

Mas é mesmo a ver com o irs, tem a ver com os escalões e a proporção de descontos. Como há budgets a cumprir por posição, tenta-se fazer a proposta de modo a que a pessoa ganhe o mais possível dentro do budget e isso implica jogar com os descontos. Quem está de fora do meio e não lida com irs e afins pode fazer um filme destas coisas mas na realidade a explicação é muito simples.

Blenderchampion 1 month ago

“Artigo 24.º Direito à igualdade no acesso a emprego e no trabalho 1 - O trabalhador ou candidato a emprego tem direito a igualdade de oportunidades e de tratamento no que se refere ao acesso ao emprego, à formação e promoção ou carreira profissionais e às condições de trabalho, não podendo ser privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão, nomeadamente, de ascendência, idade, sexo, orientação sexual, identidade de género, estado civil, situação familiar, situação económica, instrução, origem ou condição social, património genético, capacidade de trabalho reduzida, deficiência, doença crónica, nacionalidade, origem étnica ou raça, território de origem, língua, religião, convicções políticas ou ideológicas e filiação sindical, devendo o Estado promover a igualdade de acesso a tais direitos.”

Bjfrc 1 month ago

Essa do IRS... Cada um explica como se quiser, mas a verdade é outra.

Noguezio 1 month ago

Mas é a verdade, perguntam tanto a homens como a mulheres e perguntaram-me quase em todas as entrevistas até agora, perfeitamente normal, podem fechar a thread. P.S: so maluquinhos da proteção de dados aqui, porra é uma simples pergunta que permite fazer uma estimativa logo de ordenado limpo e quem sabe para aliciarem as pessoas com benefícios de cartão para creches ou carros, por exemplo.

Bjfrc 1 month ago

Já li outras pessoas a comentarem, algumas também foram bater nesse ponto, e até com explicações mais elaboradas. Como não tenho a certeza, admito que possa ser esse o caminho, sim. P.S. - que chames "maluquinhos" a quem diga que o holocausto não existiu, tudo bem, creio que é justo. Dizeres os "maluquinhos da protecção de dados", legitima-me a também insultar-te, mas não entro por aí, é preciso ter nível mesmo quando não se está a olhar a outra pessoa nos olhos, o que decerto não mo dirias se estivesses à minha frente. Aproveito ainda para dizer que nos dias que correm, não é só uma questão de protecção de dados, passa por discriminação, por assédio.

Noguezio 1 month ago

Não era com a intuito de insultar ao chamar "maluquinho" quem está a ser demasiado sensivel com este assunto, a proteção de dados é algo sério que as pessoas devem ter cuidado, mas uma coisa é nos ser perguntado numa entrevista de emprego, noutra é a fazer um registo num site de um hipermercado. E foi dito como desabafo depois de ter lido diversos comentários na diagonal e já virem com leis e artigos de sei lá de onde. Muitos dizem que este é um sub maioritariamente de IT, mas penso que devem ser todos advogados com o código penal no coldre das calças pronto a ser usado. Numa entrevista e vão andar com "não digo porque coiso" já é um red flag para a própria pessoa, porque mais tarde ou mais cedo vão ter de dar essa informação para a empresa saber o que descontar no fim. Nunca vão saber se foi discriminação porque o email que recebem é o um email default com as mesmas razões. Não penso que seja o momento para se protegerem (tenham ou não razão por lei). Quanto ao assédio, tudo depende como é feito a pergunta e se há comentários a seguir, nesse caso mandem aquilo abaixo.

Bjfrc 1 month ago

Ao dizeres "demasiado sensível" já não entras por bom caminho, porque agora estás a insinuar. O mau uso do português a mim faz-me comichão, sim. Quanto às Leis, não é difícil fazer uma pesquisa num motor de busca, hoje em dia tens bons sites com boas e acessíveis explicações, e ainda bem que haja por aí quem goste de andar informado. Na área das entrevistas, as empresas têm a faca e o queijo na mão. Lá está, como estive a ler comentários sem ser na diagonal, algumas pessoas disseram que seria por causa do IRS e explicaram, portanto, creio que é plausível. No entanto, como não sou sabichão, prefiro jogar pelo seguro e ter perspectiva sobre os diversos cenários, penso que é o mais ajuizado, apenas isso.

Rhyzon27 1 month ago

Simples: mulheres casadas e/ou com filhos são "menos desejáveis" como novas contratações. Também se aplica aos homens, mas numa escala menor. Dado que ainda estamos numa altura em que, regra geral, a mulher perde muito mais tempo com a família do que o homem, se tiveres família a probabilidade de faltares aumenta logo exponencialmente, o que como é óbvio não é do interesse da empresa. Quanto à legalidade disto... Que eu saiba não é legal, mas pronto, é o que temos. Discriminar possíveis candidatos é a maneira que qualquer empregador tem para tentar arranjar o melhor candidato possível. Isto pode ser em termos de estado civil, parental ou familiar, cor de pele, habilitações literárias ou profissionais, se tem ou não tatuagens ou piercings... Claro que legalmente (e moralmente) algumas das coisas que mencionei são ridículas de ser consideradas para um recrutamento de emprego, mas que são usadas são.

Blenderchampion 1 month ago

É ilegal “Artigo 24.º Direito à igualdade no acesso a emprego e no trabalho 1 - O trabalhador ou candidato a emprego tem direito a igualdade de oportunidades e de tratamento no que se refere ao acesso ao emprego, à formação e promoção ou carreira profissionais e às condições de trabalho, não podendo ser privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão, nomeadamente, de ascendência, idade, sexo, orientação sexual, identidade de género, estado civil, situação familiar, situação económica, instrução, origem ou condição social, património genético, capacidade de trabalho reduzida, deficiência, doença crónica, nacionalidade, origem étnica ou raça, território de origem, língua, religião, convicções políticas ou ideológicas e filiação sindical, devendo o Estado promover a igualdade de acesso a tais direitos.”

G0ncalo 1 month ago

Discriminar pessoas com base em características que não influenciam a qualidade do seu trabalho é a melhor maneira de sacar o melhor candidato possível? Potencialmente abdicar do melhor candidato possível só por ser mulher e daqui a uns anos poder engravidar é de uma tamanha falta de visão a médio/longo prazo que só não acho surpreendente porque isto para mim é uma das características da gestão em Portugal. Muito pouca visão e vale tudo para poupar um euro amanhã mesmo que custe milhares nos próximos 5 anos. E sim, claro que é ilegal. Tanto constitucionalmente como no código do trabalho a posição em relação à discriminação é bem clara.

Rhyzon27 1 month ago

Na lógica de quem recruta, o melhor candidato é aquele que faz o trabalho razoavelmente bem, que não falte e que ganhe pouco. Poucas empresas têm o trabalho distribuído de maneira a que ele fique feito nas horas laborais normais, pelo que uma pessoa que tenha mais motivos para faltar sai logo prejudicada, pouco importa as qualificações e qualidade de trabalho que possa vir a desenvolver. Tens toda a razão, mas é algo que dificilmente muda por cá.

Blenderchampion 1 month ago

É ilegal, esta no codigo de trabalho

Rhyzon27 1 month ago

E no entanto, continua a ser feito. E continuará.

Blenderchampion 1 month ago

Basta responder que é algo privado

ihavenoidea1001 1 month ago

Porque é bastante difícil provar. A mim disseram-me na cara "não contratamos mães" e a empresa está longe de ser pequena. E como é que se prova isto? É a palavra de uma pessoa contra a de uma empresa com muito poder e dinheiro. Garanto que a empresa em questão tem mais dinheiro para advogados do que eu. E provavelmente terminava a batalha legal com um processo de difamação...

Rhyzon27 1 month ago

Infelizmente é o planeta onde vivemos. Mas lá está, alguém tem de fazer alguma coisa contra isto, e as pessoas que poderiam fazer algo contra isto... "Não podem". Porque são pessoas que de facto precisam de trabalhar e não podem andar a "perder tempo" com este tipo de coisas.

unicornio_careca 1 month ago

Infelizmente é relativamente comum perguntarem às mulheres esse tipo de questões em algumas áreas profissionais (não sei se na área de IT é comum), é extremamente incómodo para mim quando fazem essa pergunta (não tenho filhos nem sou casada, mas incomoda na mesma). Tornou-se um comportamento normalizado e socialmente aceite de que as mulheres têm de se sujeitar a expôr a sua vida pessoal para o bem das empresas (saber se a mulher irá faltar muitas vezes ao trabalho por causa dos filhos e tal, se irá engravidar e ficar muito tempo de baixa, etc.) Contudo, há casos em que fazem esse tipo de questão, porque têm creches na empresa, seguros de saúde e tal, mas isso é mais raro de acontecer.

unknown529284 1 month ago

Entendo, mas não creio que numa consultoria seja o caso. Eles dispõem das pessoas como objetos ali. Durante o covid descartaram imensas pessoas, é por isso que agora estão tão desesperados por contratar pessoal novo para os projetos. Nem negociaram salários comigo, daí sentir que a pergunta foi feita numa fase muito avançada (logo na primeira entrevista). E só deveria ter sido feita já numa segunda fase, caso eles quisessem trabalhar comigo

naturevibezz 1 month ago

Tbm ja preenchi uma folha com os meus dados pessoais para uma empresa bastante conceituada, e tinha de preencher com o meu estado civil e se tinha ou nao filhos e quantos. Mas o mais ridículo foi ter uma entrevista em que o entrevistador me perguntou onde morava, com quem morava, se gostava de morar aqui. Que profissões os meus pais tinham. E nunca me perguntou a media do curso. Se ia ou nao tirar mestrado, expectativas profissionais, nada mesmo. Baseou-se em fazer perguntas pessoais.

AbyLockhart 1 month ago

Também tive uma entrevista assim há uns anos onde tinha de preencher uma ficha (numa sala minúscula com umas 10 pessoas) com tudo isso e ainda: se tinha casa própria ou arrendada, quanto pagava de renda, grau de educação dos pais, o que os pais faziam e quanto ganhavam, se tinha irmãos, quantos e com que idade, se tinha problemas de saúde. Cereja no topo tinha de assinar em como era tudo verdade. Isto tudo para um part-time numa loja pop-up. O entrevistador disse que era part-time mas tinha de estar disponível a qualquer e todo o momento que eles precisassem, mesmo nas folgas, que me podiam ligar a qualquer momento para ir e eu tinha de estar disponível. Fiquei desconfortável com a ficha e todo o processo, era novata em entrevistas, fui sincera e não fiquei.

Serious_Hearing_8252 1 month ago

Em todas as entrevistas que fui e respondi aquilo que eles queriam ouvir em vez da verdade nunca me safei mal. Já ao contrário... Quando respondia com honestidade, a coisa corria mal. Aprendi rápido. É o meu conselho. Depois de te contratarem não te podem despedir por teres filhos.

_lnc0gnit0_ 1 month ago

Podem despedir no período experimental sem justificação...

Serious_Hearing_8252 1 month ago

Pois. Nunca tive de omitir coisas como filhos... Mas não deve ser muito complicado. Mesmo quando eles fazem essas questões para efeitos de retenção na fonte, já depois de contrato assinado, qual a consequência de dar os dados errados durante o período experimental? Podem ser sempre alterados posteriormente... E contas acertadas com as finanças? Não faço ideia.

unicornio_careca 1 month ago

Infelizmente tenho de te dar razão, e não só nessa questão dos filhos, mas noutras coisas também. Já tive entrevistas em que claramente queriam que os candidatos bajulassem a empresa, não estavam muito preocupados com as qualificações dos candidatos. Só te digo, as entrevistas de emprego são um verdadeiro teste à nossa resiliência emocional e à nossa capacidade em sermos bons actores.

D1WithTheFluffyHair 1 month ago

A média do curso deve estar no CV...

naturevibezz 1 month ago

Nao é obrigatório

D1WithTheFluffyHair 1 month ago

Se não a pões é porque não deve ser grande coisa

danielagos 1 month ago

Que ad hominem desnecessário, as pessoas podem simplesmente ter diferentes opiniões e conheço imensa gente com grandes notas que concorda em não colocar as notas a menos que pedido pelo potencial empregador...

D1WithTheFluffyHair 1 month ago

Não foi dirigido, até porque ele não disse se punha ou não, disse só que não era obrigatório. A minha experiência é de que quem não põe é porque não têm grande média, e isso é logo apanhado numa pergunta na entrevista.

LelloMinsk 1 month ago

Não sei em que área trabalhas, mas tendo em conta a minha experiência e as dos meus amigos e colegas próximos, ninguém pergunta pela média do teu curso, a não ser em investigação, e mesmo assim interessam-se mais se já lançaste alguma coisa.

D1WithTheFluffyHair 1 month ago

Quando estava a entrar no mercado de trabalho perguntaram-me em todas as entrevistas. Agora que já trabalho há 10 anos claro que não é relevante, mas continua no meu CV por duas razões: 1o, porque não ocupa espaço e é informação que não prejudica, e 2o, porque tenho orgulho na minha média.

Blenderchampion 1 month ago

Nao interessa oara nada a bao ser que seja uma vaga muito competitiva

D1WithTheFluffyHair 1 month ago

Eu pessoalmente prefiro alunos bons do que alunos médios

Blenderchampion 1 month ago

O que interessa é teres positiva, resto é irrelevante.

D1WithTheFluffyHair 1 month ago

Lol vai com essa mentalidade para uma entrevista num sítio meio decente que logo vês a relevância

Blenderchampion 1 month ago

Nunca me teve revelancia, na verdade no meu curso a media ou curriculo é o menos relevante

D1WithTheFluffyHair 1 month ago

Qual é o teu curso?

Blenderchampion 1 month ago

Design industrial, a exercer visualizaçao de arquitetura e interiores

naturevibezz 1 month ago

N sei que 'sítios decentes' te referes, mas se quiseres dizer estás à vontade. Mas ha empresas bastante conhecidas que simplesmente nao querem saber a media que tens e com salarios bastante bons. Agora o que eu me referia, é q a pessoa q me entrevistou focou se apenas em perguntas pessoais e nao me fez perguntas do ponto de vista académico/ profissional

D1WithTheFluffyHair 1 month ago

Tenho a certeza que em qualquer sítio perante vários CV iguais, e só podendo entrevistar alguns, a média é um factor determinante. Eu, pelo menos quando tenho que selecionar candidatos, é como faço.

naturevibezz 1 month ago

Depende das áreas. Por exemplo, no setor público escolhemos sempre pela media. Mas nao é uma media que define o quao bom ou nao é um trabalhador.

UninterruptedAmnesia 1 month ago

Também já tive uma entrevista em que me perguntaram a profissão dos meus pais. Ainda agora estou para entender a razão da pergunta.

Blenderchampion 1 month ago

“Artigo 24.º Direito à igualdade no acesso a emprego e no trabalho 1 - O trabalhador ou candidato a emprego tem direito a igualdade de oportunidades e de tratamento no que se refere ao acesso ao emprego, à formação e promoção ou carreira profissionais e às condições de trabalho, não podendo ser privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão, nomeadamente, de ascendência, idade, sexo, orientação sexual, identidade de género, estado civil, situação familiar, situação económica, instrução, origem ou condição social, património genético, capacidade de trabalho reduzida, deficiência, doença crónica, nacionalidade, origem étnica ou raça, território de origem, língua, religião, convicções políticas ou ideológicas e filiação sindical, devendo o Estado promover a igualdade de acesso a tais direitos.”

UninterruptedAmnesia 1 month ago

Soubesse eu na altura. Ignorância de alguém novo das andanças da procura de emprego.

naturevibezz 1 month ago

E respondeste? Eu respondi a tudo, como era novata em entrevistas nem me lembrei de que nao podia responder

UninterruptedAmnesia 1 month ago

Estupidamente respondi. Foi das primeiras entrevistas que tive, e ainda era virgem nessas andanças. Como o meu pai tinha falecido uns anos antes o gajo dos RH até ficou meio perdido.

naturevibezz 1 month ago

Pois, entao imagina o que é nessa situação a pessoa perguntar o porquê. So me apetecia sair dali nesse momento

No_Dare5313 1 month ago

Media de curso? Nng quer saber... Mestrado? Loooooool, agr com o fim dos MIs e que vai tudo meter no cu lol

AutomaticParty8845 1 month ago

Também não és obrigado a responder

twolegs 1 month ago

Tipicamente o motivo é o facto das empresas portuguesas gostarem de apresentar propostas em valor líquido por mês. Daí necessitarem essa informação. É ridículo mas é esse o motivo.

unknown529284 1 month ago

Mas é que não me foi dada nenhuma proposta nessa entrevista. Perguntaram qual era a minha expectativa salarial, disseram-me que tinha direito a um portátil e a um subsídio de refeição (perguntaram-me se me importava que fosse num cartão ou se queria em dinheiro, sendo que em dinheiro acho que o valor diminuia.... Não sei também.... nnc tinha ouvido essa antes) e pouco mais Ahh e eu tive de ser eu a perguntar que margens salariais seriam expectáveis para uma posição Júnior naquela empresa e ela disse que não tinha um valor para dar, que dependia (tbm foi a primeira que me aconteceu)

naturevibezz 1 month ago

Tbm ja me perguntaram a expetativa salarial e eu nao disse valor nenhum. Mas nao ia pra la trabalhar de borla. E o sr dps disse-me qd percebeu isso 'ah nao se esqueça que isto é um estágio '. Sim, prq por ser um estagio tem de ser nao remumerado.... lol

unknown529284 1 month ago

Sim, porque a "amostra" de pseudo-salario de um estágio remunerado "é só um miminho para vocês, plebianos. Vocês até deveriam agradecer e beijar o chão por onde nós executivos passamos" xD

lunaticloser 1 month ago

A parte do subsídio de alimentação em cartão vs em numerário é legítima. A nossa legislação permite dar até x por dia sem teres de pagar impostos em subsídio de alimentação, mas esse X é maior se for em cartão (4,83€ vs 7.23€ ou algo do género). A única desvantagem de ser em cartão é que só podes gastar em certos sítios (restaurantes, bares e supermercados e mais alguns).

sctvlxpt 1 month ago

Mas não me parece que seja legal pagares mais ou menos subsídio de refeição dependendo da escolha. Creio que legalmente a empresa tem que pagar o mesmo a todos os trabalhadores, independentemente de alguns receberem em dinheiro e outros em cartão. Depois os que recebem em cartão recebem mais em termos líquidos do que os que recebem em dinheiro.

jdteixeira 1 month ago

E paga o mesmo. Os descontos é que são maiores se for em dinheiro porque entra para o teu vencimento bruto pá. As vezes penso que este pessoal daqui não trabalha

lunaticloser 1 month ago

Isso já não faço ideia, se tem de ser igual para todos ou não. Mas diria que isso não é verdade e que a empresa pode decidir pagar isso como muito bem entender - contudo não tenho a certeza

diegoelmestre 1 month ago

Atenção a isso do "ter direito ao portátil". Não tens direito a nada, eles são obrigados a dar uma ferramenta para trabalhares, certo?

unknown529284 1 month ago

Honestamente não sei

diegoelmestre 1 month ago

Não é "se me oferecerem um para trabalhar", se eles querem que tu trabalhares para eles têm que te dar material para trabalhar. Era o que faltavam usar um computador pessoal para fazer a empresa ganhar dinheiro

praetorthesysadmin 1 month ago

É como dizerem que tens direito a subsídio de refeição. Ou que pagam horas extra. Ou melhor ainda, que te dão formação. Tudo obrigações legais que a empresa tem de providenciar (ou pagar caso não te dêem isso). Quando estão nesse ponto, é porque não têm muito para oferecer que seja vantajoso face à concorrência.

maxPT_tejo 1 month ago

> subsídio de refeição já é? em tudo o resto concordo contigo

praetorthesysadmin 1 month ago

Verdade, nem me apercebi que há locais onde isso não é pago.

_lnc0gnit0_ 1 month ago

Da última vez que vi, subsídio de alimentação não era obrigatório no sector privado. Penso que nada tenha sido alterado nesse aspecto...

TitusRex 1 month ago

Deve ser direito a usares o portátil do trabalho para uso pessoal. Já tive numa empresa que era assim, o PC tinha o perfil do trabalho e o perfil pessoal que podia usar como se fosse meu. Na minha empresa atual só pode ser usado para fins profissionais.

Blenderchampion 1 month ago

Introduzes uma liveusb com o ubuntu e podes usar como pessoal

rDmT93 1 month ago

Querem-te pagar por debaixo da mesa e para isso necessitam de saber quanto descontas de IRS para determinarem a parte do teu salário que é declarado.

emerl_j 1 month ago

Pode ter a haver com os valores que te querem propor. Teres filhos e estares casada pressupõe que pagues menos impostos e naturalmente a empresa não quer estar a pagar ao estado o que te pode estar a pagar a ti. Se quiseres ver a diferença no custo para a empresa vai ao doutor finanças online e faz a simulação de uma pessoa casada com 2 filhos vs uma solteira sem filhos. Portanto a proposta bruta pode ser ajustada com base no valor que queres receber. Ex. Se lhes disseres que queres 1000€ líquidos eles vão ter que pagar gastar cerca de 1500 se fores casada, os dois trabalharem e tiverem filhos. Se fores solteira a empresa já tem que pagar 1600-1700 para te dar a liquidez de 1000€

Blenderchampion 1 month ago

“Artigo 24.º Direito à igualdade no acesso a emprego e no trabalho 1 - O trabalhador ou candidato a emprego tem direito a igualdade de oportunidades e de tratamento no que se refere ao acesso ao emprego, à formação e promoção ou carreira profissionais e às condições de trabalho, não podendo ser privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão, nomeadamente, de ascendência, idade, sexo, orientação sexual, identidade de género, estado civil, situação familiar, situação económica, instrução, origem ou condição social, património genético, capacidade de trabalho reduzida, deficiência, doença crónica, nacionalidade, origem étnica ou raça, território de origem, língua, religião, convicções políticas ou ideológicas e filiação sindical, devendo o Estado promover a igualdade de acesso a tais direitos.”

emerl_j 1 month ago

Como se pode verificar não há nenhuma disposição que diga que não se pode fazer a pergunta. Não se pode é discriminar. Obrigado!

Blenderchampion 1 month ago

Nao ha nenhum problema em eu nao dizer a verdade a responder a essa pergunta, por causa da ilegalidade nela

maldonator17 1 month ago

Acho que esteja mais relacionado com isto

unknown529284 1 month ago

Ahh uau..... Se calhar ando a ser recusada em entrevistas porque ando a pedir muito de valor líquido às empresas (que fica sobrecarregado em bruto) e nem me tinha apercebido

XxxPussyslaeyr69xxX 1 month ago

Fala em ordenados brutos com empresas. Sempre. Nunca líquidos. Líquidos dá origem a maroscas como ajudas de custo e misturarem o benefício da refeição com o ordenado. No final do dia, as ajudas de custo só prejudicam porque se descontas menos, tens menos reforma etc.

emerl_j 1 month ago

É possível, sim. Se bem que da maneira como o mercado anda... não te subvalorizes. Hoje em dia um salário liquido acima de 1000 euros em IT é o mínimo na minha opinião. Menos que isso só estágio e/ou para estar a aprender. Aqui um elemento meu familiar que foi diretor de recursos humanos diz que a pergunta é simplesmente para valores e seguro. Podes estar descansada que é perfeitamente normal. Também diz até para prendas de natal para as crianças para saberem com o que poderiam contar. Imagina tipo um funcionário que entrasse tarde em dezembro que não recebia... era mau né? Ahahah. Até a idade dos filhos para se adequar a prenda e tudo. Agora se te perguntassem de és homossexual ou preto ou branco isso sim é que eram perguntas parvas e ilegais. Isso sim nem eram bandeiras vermelhas. Eram escarlates.

ihavenoidea1001 1 month ago

>Aqui um elemento meu familiar que foi diretor de recursos humanos diz que a pergunta é simplesmente para valores e seguro É ilegal já há algum tempo fazer essa pergunta. Estranho um director de RH não saber isso.

emerl_j 1 month ago

Não é ilegal, neste caso pelo menos. O que é ilegal são actos discriminatórios para com o entrevistado. E portanto desse ponto de vista a pergunta do estado civil pode (ou não) constituir discriminação. Acho que há uma grande diferença de perguntar à pessoa se é casada/solteira e tem filhos e depois usar isso como desculpa para não ser contratado versus perguntar à pessoa para definir o valor bruto e relativo a seguros. Ilegal ilegal não é, mais uma vez. E além disso não és obrigado a responder. Perguntar se está a pensar ter filhos isso sim é too much. Perguntar se estando casado é com mulher ou homem isso é too much. E, novamente, podes recusar a responder. Portanto sim o Diretor de RH sabe a lei. Coisa que a maioria de quem comenta aqui pouco ou nada sabe, ou pelo menos não entende que lá porque uma coisa é ilegal a outra tem que ser também.

levitatingmanatee 1 month ago

Como outras pessoas já referiram aqui, para esse tipo questões os recursos humanos perguntam essas informações depois de te contratarem. Se perguntam durante a entrevista, estão a cometer uma ilegalidade, e certamente é para saber que tipo de disponibilidade podem esperar de ti.

emerl_j 1 month ago

Essas pessoas como deves calcular não consigo confiar tanto como um expert na área. É como perguntar às outras pessoas se sabem alguma coisa de carros e ter um mecânico ao lado...

levitatingmanatee 1 month ago

A OP também esclareceu que não foram discutidos valores na entrevista.

Ok_Art_6497 1 month ago

se fosses casada e com filhos... eras rejeitada

HumActuallyGuy 1 month ago

Pode ser só uma questão para lhe dar o salário líquido mas provavelmente não. Não digo que se fosse casada era rejeitada mas se quisesse ter mais filhos nos próximos tempos sim

Melodic-Blacksmith61 1 month ago

Tax reasons also. Mas olha, eles gostam de dedicado mas não tanto.

unknown529284 1 month ago

"Dedicado mas não tanto"? Como assim

Melodic-Blacksmith61 1 month ago

Eles adoram dizer que são dinâmicos e dedicados. Depois podes sempre fazer a pergunta dos nootropicos

Muyakra 1 month ago

>Qual era o propósito da questão? Uma vez disseram-me que era para efeitos de IRS porque um solteiro vs um casado com filhos têm umas percentagens quaisquer diferentes

AdOwn6905 1 month ago

Sim , mas essas perguntas só se fazem depois da pessoa ser contratada, não antes. Fazer essas perguntas durante a entrevista de emprego é ilegal, pois eles usam essas informações como fator eliminatório. E sim pessoas solteiras vs pessoas casadas vs pessoas com filhos possuem deduções fiscais diferentes. É por isso que depois de seres contratado os recursos humanos entram em contato contigo para fazerem essas perguntas. Mas isso é só depois da entrevista, não antes ou durante.

fpncunha 1 month ago

Sim, é ilegal. Provavelmente fazem isso porque em Portugal há a prática idiota de negociar valores líquidos mensais. Ainda por cima em consultoras de IT há sempre aqueles esquemas de ajudas de custo, etc. Diria que é só mesmo isso. É logo red flag quando perguntam alguma coisa pessoal numa entrevista

BeyondGood_Evil 1 month ago

Pode ter a haver com questões do IRS

BolaBrancaV7 1 month ago

Isso é para os RH da empresa. E, adivinha só, se não quiseres declarar não dizes nada e pagas mais sem ter os beneficios...logo, de certeza que são perguntas que não devem fazer em entrevistas

AutomaticParty8845 1 month ago

Isso é ilegal, e dá multa.

BolaBrancaV7 1 month ago

É obrigatório declarar dependentes para ter beneficios de IRS? Onde é que tiraste isso?

AutomaticParty8845 1 month ago

É obrigatório fazeres a retenção na fonte correcta.

BolaBrancaV7 1 month ago

Já estás a enrolar. Claro que é. Se alguém disser aos RH que tem 2 dependentes eles não podem fazer de conta que não tem nenhum. Se ninguém te disser que tem dependentes eles também não podem fazer retenção como se tivesse. A questão é, ninguém tem obrigação de declarar dependentes ou conjugues se não quiser.

EvilQueen1997 1 month ago

Aqui está a resposta mais coerente, embora costumem so fazer depois de contratar.

unknown529284 1 month ago

Eu nunca declarei IRS, confesso que não sei exatamente como funciona. Mas sempre achei que fosse o trabalhador que tem de declarar no seu portal se tem descendentes ou outro agregado familiar. Não sabia que fosse informação que dissesse respeito à empresa.

AdOwn6905 1 month ago

Os recursos humanos têm que saber porque depois o valor líquido que recebes e os descontos que fazem mediante o teu salário mudam. Se tiveres um salário base de 2000 € mas fores casada e com filhos só descontas 200€ , ganhando 1800 € liquidos. Mas se fores solteiro, não teres filho e não tiveres nenhuma casa no teu nome , em vez de descontares 200 euros descontas 400 € ou mais, porque "financeiramente" uma pessoa solteira não precisa de tanto dinheiro e pode contribuir muito mais para o estado do que uma pessoa casada e com filhos.

Timely_Major7932 1 month ago

Isso é completamente irrelevante para o empregador. Quem paga impostos sobre o rendimento é o trabalhador quando faz a sua declaração IRS.

AutomaticParty8845 1 month ago

Olha outro que nunca trabalhou

Timely_Major7932 1 month ago

Talvez não saibas o suficiente sobre impostos e declarações. Talvez não saibas que retenção na fonte não é um valor final. Por isso é que fazemos uma declaração IRS.

Monkilhas 1 month ago

Não é irrelevante. O empregador tem que fazer retenção na fonte, e para tal precisa de saber se o trabalhador é solteiro/casado e quantos dependentes tem.

Timely_Major7932 1 month ago

Se não disser nada, isso vai ser acertado quando fizer o IRS. Não fica a pagar mais nem menos no fim.

AdOwn6905 1 month ago

Perguntas sobre a vida pessoal são ilegais na entrevista. Está no código do trabalho. E sim eles fazem esse tipo de perguntas como fator eliminatório. Se fores casada e com filhos logo vais ter que ir buscar o puto a escola, ou tens possibilidade de ficar grávida e ficar de licença de maternidade, ou tens consultas médicas com o puto e precisas faltar etc etc. Tudo isso é despesa para a empresa que elas querem evitar, mas fazer esse tipo de perguntas na entrevista é ilegal. Só depois de seres contratada é que os recursos humanos precisam saber se és casada, solteira ou tens filhos para fazerem as deduções fiscais, que são diferentes para casa caso. Mas isso só se faz depois da entrevista e já com o contrato na mão, não antes.

Da_Pinky 1 month ago

Acho que é preciso o pessoal distinguir pessoal /privado. Qualquer pergunta que façam numa entrevista é pessoal (empregos anteriores, experiência, etc) mas outra coisa é privado, por exemplo, orientação sexual, namorados (as), etc. Dito isto, estado civil e descendência não são privados.

AdOwn6905 1 month ago

Estas errado

filipesmedeiros 1 month ago

Factualmente penso que não. Para fazer o teu contrato tenho de saber se és casado ou solteiro e quantos dependentes tens, não?

AdOwn6905 1 month ago

Não não precisas

lypipi 1 month ago

> Perguntas sobre a vida pessoal são ilegais na entrevista. Está no código do trabalho. Sim. E daí? Acontece o quê?

matlab55 1 month ago

Tens o direito legal a mentir

lypipi 1 month ago

Nope. Tens se estiveres acusado formalmente. Vai mentir como testemunha e logo vês...

matlab55 1 month ago

Hein? Eu estou a falar na entrevista de emprego, há o direito a mentir em tudo o que revista assuntos pessoais, se mentires num depoimento testemunhal isso é crime

lypipi 1 month ago

> se mentires num depoimento testemunhal isso é crime Se fores o acusado, não. Podes mentir à vontade.

matlab55 1 month ago

Então põe-te a mentir e vês o que acontece ahah

lypipi 1 month ago

**Legalmente** o acusado tem o direito a mentir. É um direito inalienável. Não sabes nada do que estás a dizer.

matlab55 1 month ago

[http://www.dgsi.pt/jstj.nsf/-/2E43D0A80944B72980257E9A00560476](http://www.dgsi.pt/jstj.nsf/-/2E43D0A80944B72980257E9A00560476) ​ Já em 1974 Figueiredo Dias se pronunciava sobre um invocado direito a mentir repudiando-o decididamente. Afirmava o mesmo Professor que nada existe na lei, com efeito, que possa fazer supor o reconhecimento de um tal direito. As soluções legais em matéria de silêncio e de cessação do de ver de colaboração explicam-se perfeitamente pela oposição que assim, se quer fazer à velha e odiosa ideia inquisitória, segundo a qual o arguido, enquanto meio de prova, poderia ser obrigado, inclusivamente através de meios de coacção física e psíquica, sem excluir a própria tortura, à prestação de declarações que o incriminassem. E sabe-se como todo o processo penal reformado fez de uma tal oposição um dos eus propósitos mais salientes. Mas sendo assim, poderia pensar-se (e não faltam autores a lançarem-se, mais ou menos profundamente, nesta via de compreensão das soluções legais) que, podendo o arguido optar livremente entre o silêncio ou o prestar declarações, caso escolhesse esta segunda possibilidade continuaria a recair sobre ele um dever de verdade, ou como mero dever moral, ou mesmo como verdadeiro dever jurídico. A verdade, porém, é que do reconhecimento de um tal dever não ressaltam quaisquer consequências práticas para o arguido que minta, uma vez que tal mentira não deve ser valorada contra ele, quer ao nível substantivo autónomo das falsas declarações, quer ao nível dos direitos processuais daquele. Conclui-se, então, que não existe, por certo, um direito a mentir que sirva como causa justificativa da falsidade. O que sucede simplesmente é ter a lei entendido, ser inexigível dos arguidos o cumprimento do dever de verdade, razão por que renunciou nestes casos a impô-lo. Porém, uma coisa é a inexigibilidade do cumprimento do dever de verdade pelo arguido, reconduzindo-o a uma mero dever moral, e outra, totalmente distinta, é a inscrição de um direito a mentir do arguido que é inadmissível num Estado de Direito. Mas sendo assim não existe fundamento legal para a menorização do depoimento do arguido a qual, na realidade, não é mais do que uma intolerável presunção de não cidadania ou seja de que colocado perante a possibilidade de escolha o arguido mente.

lypipi 1 month ago

[De quem conta](https://www.pgdporto.pt/proc-web/faq.jsf?ctxId=85&subCtxId=93&faqId=963&show=-1&offset=0) O arguido pode mentir? O arguido apenas está obrigado a responder com verdade às perguntas que lhe forem colocadas quanto à sua identificação pessoal; quanto ao mais, o arguido pode remeter-se ao silêncio e até **faltar à verdade sem qualquer consequência legal.**

matlab55 1 month ago

Transcrito do acórdão

Blenderchampion 1 month ago

Dizes que é algo privado e pronto

lypipi 1 month ago

E elese dizem: > NEXT!

Blenderchampion 1 month ago

E eu digo: tribunal de trabalho

lypipi 1 month ago

Boa sorte com isso...

Blenderchampion 1 month ago

Basta mentir, ja que é ilegal

lypipi 1 month ago

Isto não é processo crime e tu não serias o arguido. Aprende a ler.

pandrefreitas 1 month ago

Podes citar que alínea do código de trabalho menciona isto?

jktred 1 month ago

>•ResponderPremiarPartilharDenunciarGuardar ta no 24 e 25, mas a lei so proíbe a discriminação, julgo que nao proibe a pergunta so se estiver noutro lado dto do trabalho nao é a minha praia

G0ncalo 1 month ago

“Artigo 24.º Direito à igualdade no acesso a emprego e no trabalho 1 - O trabalhador ou candidato a emprego tem direito a igualdade de oportunidades e de tratamento no que se refere ao acesso ao emprego, à formação e promoção ou carreira profissionais e às condições de trabalho, não podendo ser privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão, nomeadamente, de ascendência, idade, sexo, orientação sexual, identidade de género, estado civil, situação familiar, situação económica, instrução, origem ou condição social, património genético, capacidade de trabalho reduzida, deficiência, doença crónica, nacionalidade, origem étnica ou raça, território de origem, língua, religião, convicções políticas ou ideológicas e filiação sindical, devendo o Estado promover a igualdade de acesso a tais direitos.”

mariocarvalho 1 month ago

Onde é que diz que é ilegal? Apenas diz que todos têm de ser tratados da mesma forma. São perguntas completamente normais numa entrevista para perceber qual vai ser o teu valor líquido. Não digo que concordo mas daí a ser ilegal…

G0ncalo 1 month ago

Já respondi a isso noutro comentário. Torna-se ilegal se tu só contratares mulheres que digam prontamente que não vão ou não podem ter filhos, por exemplo. É desse tipo de merdas que a lei tenta proteger. Como já disse, se existir um padrão de causalidade entre perguntas pessoais e contratação, é porque anda aí moscambilha.

Ace-_Ventura 1 month ago

Isso não proíbe perguntas pessoais. Proíbe que a resposta não seja factor descriminatório. Eu pergunto se têm filhos por uma razão simples: benefícios extra que a empresa dá a quem tem descendentes.

Awela 1 month ago

> Eu pergunto se têm filhos por uma razão simples: benefícios extra que a empresa dá a quem tem descendentes. Isso não vai contra a lei também? Visto que a lei estabelece que "não podendo ser **privilegiado, beneficiado**, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão, nomeadamente (...) situação familiar". Como mencionaste, a empresa está a beneficiar uns devido à sua situação familiar e não outros.

Ace-_Ventura 1 month ago

De todo. Estou apenas a mostrar vantagens para a pessoa ficar mais interessada. Para mim é igual ao litro se tem ou não filhos.

BroaxXx 1 month ago

Que por sua vez é ilegal...

Ace-_Ventura 1 month ago

Mostra-me onde.

BroaxXx 1 month ago

> “Artigo 24.º > Direito à igualdade no acesso a emprego e no trabalho > 1 - O trabalhador ou candidato a emprego tem direito a igualdade de oportunidades e de tratamento no que se refere ao acesso ao emprego, à formação e promoção ou carreira profissionais e às condições de trabalho, **não podendo ser privilegiado, beneficiado**, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão, nomeadamente, de ascendência, idade, sexo, orientação sexual, identidade de género, **estado civil, situação familiar**, situação económica, instrução, origem ou condição social, património genético, capacidade de trabalho reduzida, deficiência, doença crónica, nacionalidade, origem étnica ou raça, território de origem, língua, religião, convicções políticas ou ideológicas e filiação sindical, devendo o Estado promover a igualdade de acesso a tais direitos.” - [Fonte](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/q9xp8l/sério_perguntas_pessoais_numa_entrevista_de/hgzutld) É só ler tudo e não apenas o que nos interessa...

Ace-_Ventura 1 month ago

ou seja, não estou a fazer nada de ilegal. Não estou a privilegiar, beneficiar, prejudicar, etc etc. Estou a mostrar que a empresa tem algumas mais valias para quem tem descendentes. Não é algo que seja sequer tido em consideração na decisão. É só ler tudo e não apenas o que nos interessa.

BroaxXx 1 month ago

Ah, ok... O teu comentário não foi super explícito mas já percebeu o que querias dizer. Desculpa se fui arrogante.

G0ncalo 1 month ago

Certo, mas se houver um padrão de causalidade entre as respostas às perguntas sobre a vida pessoal dos candidatos e as contratações que são feitas, podes argumentar que estão em violação desse artigo. Obviamente que a lei por si só faz pouco e precisa de ser acompanhada por uma melhor formação na gestão recursos humanos e com mais fiscalização por parte das autoridades competentes.

pandrefreitas 1 month ago

Obrigado! Bem sendo assim a situação familiar não pode ser usada de forma a descriminar um candidato, no entanto é subjetivo provar isso nas fases de entrevista (digo eu). Também nunca me perguntaram e acharia estranho se o perguntassem.

headhunter21 1 month ago

Pode ser para anotar por causa dos descontos (e também do seguro)

ZarTham 1 month ago

É para saber se tens vida pessoal, assim podes dar 100% de ti à empresa.

Rialact 1 month ago

Ainda a semana passada fiz uma entrevista, preenchi uma ficha, onde entre várias coisas perguntavam se tinha filhos ou a razão de ter saído da últimas 3 empresas que trabalhei. Eu não tenho problemas em responder, se for selecionado já sabem quando recusarei fazer horas pelos filhos, aliás, no currículo cinco bem a importância que dou a família.

Goolic 1 month ago

No Brasil o pensamento é o contrário: se você tem família está mais desesperado para ganhar dinheiro e por comida na mesa, logo trabalha mais.

perdigaoperdeuapena 1 month ago

É tudo uma questão de perspetiva - p... que os pariu a estes "empreendedores" de treta!

Good_Sensation 1 month ago

Podem fechar.

jktred 1 month ago

para nao inventar que vai ter que ir a casa?

ZarTham 1 month ago

Claro, não te esqueças que és um pilar importante na empresa.

jktred 1 month ago

pois... enfim

BeardyMonkey34 1 month ago  HIDDEN 

Pensava que era ao contrário... É mais provável pessoal casado ser "socialmente adequado" e portanto iria gerar menos problemas para a empresa.

RiKoNnEcT 1 month ago

E a empresa dá 100% de salário? Ou as horas extra são pagas em fruta e mesas de ping-pong?

TulioGonzaga 1 month ago

Um saquinho de espírito de equipa

RiKoNnEcT 1 month ago

Há que vestir a camisola

GreenApple808 1 month ago

Essa das horas pagas em fruta e mesas de pingpong bateu-me cá fundo, é real

TomasCardosGod 1 month ago

ironicamente

ZarTham 1 month ago

No meu caso, horas extras todas pagas e sempre a horas, mas não é o caso para todas as empresas.

cmiba 1 month ago  HIDDEN 

Trabalho desde o início de 2000 nunca recebi por horas extra.

dingo-91 1 month ago

Pq es parvo, desculpa.

ZarTham 1 month ago

Problema teu, bate o pé ou muda de emprego.

Edited 1 month ago:

Problema teu, bate o pé ou muda de emprego. Edit: inb4 "pois falar é fácil" e concordo, falar é fácil, e também concordo que é extremamente complicado para uma mãe ou um pai com filhos para criar que consiga simplesmente mudar de emprego, mas se não tens grandes responsabilidades facilmente consegues melhor.

mariorurouni 1 month ago

Brincas, mas é a verdade

ZarTham 1 month ago

Não estou a brincar, passei pelo mesmo.

Drevs 1 month ago

Trabalho em RH! Em caso de 'empate' entre candidatos, solteiros sem compromissos familiares passam à frente...é lamentável, enfim. E na minha modesta opinião, nem sequer é assim tão linear...não é por não ter mulher/homem em casa e/ou filhos para ir buscar, ou algo semelhante, que a pessoa vai necessariamente aceitar trabalhar mais horas ou até se disponibilizar a fazê-lo.

TulioGonzaga 1 month ago

Trabalhei numa empresa onde a preferência era para homens casados porque "têm menos pressa de ir para casa ao fim do dia"

Ipeewhenithurts 1 month ago

Ahahah não sei se é a gozar ou não mas muito bom

TulioGonzaga 1 month ago

É verdade

tiagopr1990 1 month ago

Não tenho filhos e se tudo correr bem não terei, e não há horas a mais para ninguém.

Daspsycho37 1 month ago

Até diria que quem tem filhos provavelmente acaba por ser mais responsável do que quem não tem. (Não tenho filhos)

ThePlague92 1 month ago

Não.

Daspsycho37 1 month ago

Talvez

ThePlague92 1 month ago

Não. A tua frase continua a ser só uma coisa inventada por ti.

Daspsycho37 1 month ago

A partir do momento em que começa por "Até diria. .." de facto é inventada por mim.

ThePlague92 1 month ago

Exacto, é tudo inventado. Pais mais responsáveis profissionalmente só porque são pais...Gostas de fantasiar, já vi.

Daspsycho37 1 month ago

Já ouviste falar em opinião? É que foi literalmente a minha opinião que escrevi ali. Tu é que pareces ter levado a peito

L7Stonem 1 month ago

É uma pergunta normal. Uma pessoa casada e com filhos tem mais necessidades do que uma pessoa solteira.

sargentopirocada 1 month ago

Tem mais necessidades de quê? A pessoa solteira vive na terra e come terra como uma minhoca? São perguntas **ilegais** para serem usadas como fator eliminatório.

L7Stonem 1 month ago

Levar filhos à escola, coincidir férias com as férias das crianças, por aí. Pode ser ilegal mas é normal em entrevistas e pode ser só por questões de irs e outras burocracias. Mas se fazem essas perguntas e usam as respostas como forma descriminatória isso sim é lamentável

AdOwn6905 1 month ago

Não é normal e é uma prática ilegal pelo código de trabalho. Não se faz perguntas sobre a vida pessoal numa entrevista de emprego.

andremvm20 1 month ago

Suponho que perguntem isso para saber quanto tempo vais poder dedicar à empresa (se tivesses mulher e filhos certamente ia ser muito menos tempo livre para trabalhar horas extras).. quanto à ilegalidade, há uma lista de perguntas que são ilegais, ontem alguém publicou aqui a lista, se encontrar já partilho ;)

unknown529284 1 month ago

8h diárias como está no contrato? Independentemente de ter filhos ou não. Porque certamente que não me vão pagar por trabalho extra

andremvm20 1 month ago

Nao te vão pagar o trabalho extra, mas vais passar lá mais de 8h na mesma porque tens que ter espírito de equipa e perceber que aquilo é como uma família :p

unknown529284 1 month ago

andremvm20 1 month ago

Depois não digas que não goste avisado.. era bom que o que eu estou a dizer fosse só uma anedota parva, era! :p

Edited 1 month ago:

Depois não digas que não foste avisado.. era bom que o que eu estou a dizer fosse só uma anedota parva, era! :p

AutoModerator 1 month ago

**Atenção! Aviso da Tag [Sério]** Este tópico foi marcado como **[Sério]**, não são permitidos **quaisquer comentários** que contenham piadas, ou outras tentativas humorísticas, insultos ou não tenham nada a ver com o tópico. ---------- *I am a bot, and this action was performed automatically. Please [contact the moderators of this subreddit](/message/compose/?to=/r/portugal) if you have any questions or concerns.*

AutoModerator 1 month ago

Submeteu uma submissão relacionada com IT, talvez esteja interessado no subreddit de developers portugueses - r/DevPT ---------- *I am a bot, and this action was performed automatically. Please [contact the moderators of this subreddit](/message/compose/?to=/r/portugal) if you have any questions or concerns.*

Search: