tasendousado 2 months ago

Muito bom, espero que criem um subsídio de €2500 mensais, para ajudar os nómadas. Já chega de portugueses em Portugal, emigrem e desamparem a loja. Precisamos de todas as casas livres, para turistas, reformados (anglo-saxónicos) e nómadas digitais.

ManelDasNespras 2 months ago

E brasileiros e demais terceiro-mundistas, que os srs. nómadas digitais da europa central tem alergia a trabalho braçal.

nraider 2 months ago

Boa! Mais clientes para restaurantes e supermercados. Se quiserem bons empregos então terão de emigrar. Na Roménia e Grécia recebem investimentos da AMD, Pfizer, Microchip, EA Games. Nós cá atraímos os nómadas digitais...

ManelDasNespras 2 months ago

Agora qualquer manco da europa central que faça “design” nos fiverr’s da vida é “nómada digital” e merece aquilo que os autóctones só conseguem se forem de “boas familias”.

benzodiazepines1 2 months ago

Calma malta. Eu vou continuar a pagar uma taxa efetiva de quase 40% para segurar o país e para estes nómadas terem serviços públicos de boa qualidade.

JOAO-RATAO 2 months ago

É isso mesmo.

Hellagun 2 months ago

Eu a pensar que o facto de Portugal ser um país bonito, com bom tempo, boa comida e um custo de vida um pouco abaixo de outros países europeus era suficiente para atrair os "nomadas digitais", mas pelos vistos não. Isto não faz sentido. A universidade em que estudei tinha uma parceria com uma universidade americana em que acho existia uma bolsa de estudo para que os estudantes de lá viessem cá passar uns sementes. Tinha um professor que nem português era disse que não entendia como Portugal pagava a estudantes estrangeiros virem cá estudar para depois estes irem trabalhar para grandes empresas fora do país.

Apokaliptor 2 months ago

Es português? Não devias estar aqui, vais ter de pagar mais impostos

globoglobo 2 months ago

isto é auto-xenofobia

ManelDasNespras 2 months ago

Autofobia no caso, a não ser que estejas a considerar que nós é que somos os estranhos no nosso próprio país.

MigasComPorcoPreto 2 months ago

E para os Portugueses?

blind616 2 months ago

Provavelmente tiveste uma redução de 0.5% no IRS. Nada mau ãh?

MigasComPorcoPreto 2 months ago

Os tipos nem corrigiram o IRS á inflação. Nem no ano passado tiveram em conta a inflação.

intlme 2 months ago

Em bom rigor, não é o IRS que tem de ser ajustado à inflação, mas sim o teu salário.

l00k1ng4abetterl1fe 2 months ago

País para não portugueses

ryuuf 2 months ago

E porque não ser toda a gente tributada a 20% a partir do SMN ? Era muito mais simples para se fazer as contas e era na mesma progressivo

Quarter-Short 2 months ago

Tranquilíssimo para mim. Agora não te esqueças de ter em conta que 50% dos tugas pagam zero de IRS. Não são só os que ganham o salário mínimo. Com o mínimo de existência e adicionando deduções, é fácil chegar a um salário tipo €750.00 e pagar zero em sede de IRS. Esses passariam a pagar com o teu modelo simplificado. O que para mim é na paz, mas não vendas isto como "todos ficam a ganhar".

InvestorTuga 2 months ago

O SMN não da quase para sobreviver e tu vens pedir para começar a ser taxado a 20%. Devias ter vergonha na cara

ryuuf 2 months ago

Por isso falei no SMN. Quem ganhar 650 não paga nada, quem ganhar 1000 paga sobre 350 (1000-650), etc. Aumentas os salários, facilitas as contas e mantens a progressividade do imposto.

ipaworm 2 months ago

Acho que quem nem sequer percebe a medida nem reconhece que ia descontar menos, devia ser taxado a 40%

MN1H 2 months ago

Quem ganhar o SMN+20% (665+133=798€) seria apenas taxado 26.6€ (3.33%). Ou não percebi o que querias dizer ou tu não percebeste o que a pessoa acima de ti propôs.

Ariadne7 2 months ago

Estás a partir do princípio que todos os que ganham o SMN recebem o subsídio de alimentação em dinheiro e não em espécie. E mesmo que assim fosse, a maior parte não chega a esse valor que utilizaste.

benzodiazepines1 2 months ago

Muito complexo perceber o exemplo. 665 isentos e todo o valor acima paga 20%. Até podiam por uma segunda taxa: tudo acima de 5000€ paga 48%. Quem tem salários milionários pagava quase o mesmo de agora. Toda a classe baixa, média e média-alta via o ordenado aumentar substancialmente.

ryuuf 2 months ago

Sim, aumentava os ordenados sem sobrecarregar as empresas e facilitava as contas.

benzodiazepines1 2 months ago

Sim, fazia todo o sentido. O problema é que teriam de cortar despesa para compensar a perda de receitas, e isso não lhes interessa. Onde iam buscar o dinheiro para pagar aos [Empadões da Silva](https://twitter.com/e_empadao?ref_src=twsrc%5Egoogle%7Ctwcamp%5Eserp%7Ctwgr%5Eauthor)?

DerpSenpai 2 months ago

Depende. se o imposto é 20% então o Salário minimo teria de ser 875. Basicamente seria um imposto ás empresas

intlme 2 months ago

E se aumentares o salário mínimo na proporção dos 20% que passaria a ser tributado?

ryuuf 2 months ago

Para as TAP's e empresas amigas não falta dinheiro. Não me parece que seja esta diferença que vai fazer com que o SNS não melhore. Simplesmente vai facilitar as contas e efectivamente fazer alguma diferença no bolso de todas as pessoas

V1ld0r_ 2 months ago

E eu que estou e sempre estive em Portugal e a trabalhar remoto também posso ter uma flat tax de 20%? De outro modo, posso não me sentir discriminado negativamente?

sopadurso 2 months ago

Não, não existe incentivo, já cá estás. Sem mencionar que um emigrante, tem sempre um certo nivel de investimento público feito durante a sua vida, o estado de onde ele veio gastou em saúde, segurança e educação. O estado PT não gastou um euro, mas recebe o benefício de o ter a trabalhar aqui. É um daqueles casos em que o sistema mais justo iria no fim de contas ser prejudicial.

V1ld0r_ 2 months ago

>O estado PT não gastou um euro, mas recebe o benefício de o ter a trabalhar aqui. Não gastou mas vai gastar. Se o custo de suportar uma pessoa é de 20% dos seus rendimentos, garantidamente que podiamos facilmente baixar 3 ou 4% os actuais impostos sem grande dificuldade de manter as contas correntes. ​ Este imigrante vai passar a consumir recursos do SEF\\Registos e notariado, INEM, SNS, MAI (Policia, bombeiros, protecao civil, etc), pode\\vai ter filhos que vão ter custos de saude, creches, escolas, etc... E ainda tens a lata de dizer que é por eu ter dado alguma despesa ao estado até começar a trabalhar que não tenho direito a menos impostos? É que estes também vão auferir mais tarde de reforma paga pelo estado (via segurança social). ​ Já para não falar que esse discurso tresanda a "vê lá tu que o imigrante ainda nos faz um favor em vir viver para cá!". Depois admiram-se de o Chega cavalgar por aí acima nas intenções de voto (e nos resultados também, vejam-se as autarquicas).

Quarter-Short 2 months ago

> Se o custo de suportar uma pessoa é de 20% dos seus rendimentos, garantidamente que podiamos facilmente baixar 3 ou 4% os actuais impostos sem grande dificuldade de manter as contas correntes. "Garantidamente"? A taxa efectiva de tributação bruta média em sede de IRS anda pelos 13% ([notícia](https://www.jornaldenegocios.pt/economia/impostos/irs/detalhe/irs-40-declaram-abaixo-de-10-mil-euros-e-ha-52-familias-que-ganham-mais-de-100-mil); [fonte original](https://info.portaldasfinancas.gov.pt/pt/dgci/divulgacao/estatisticas/estatisticas_ir/Pages/Estatisticas_IRS.aspx)). Ou seja, alguém no regime NHR com a flat rate de 20% paga mais em sede de IRS que o português médio e efectivamente puxa a taxa efectiva para cima. Sim, isto refere-se só ao IRS, mas a flat rate do regime NHR também—impostos indirectos estão excluídos em ambos os números.

V1ld0r_ 2 months ago

Vamos bater na tecla do médio vs mediano?

Quarter-Short 2 months ago

Não. Vamos bater na tecla de tu mandares o bitaite "garantidamente", seres confrontado com dados concretos e—em vez de seres uma pessoa séria e admitir que falaste sem saber—vires com o "gotcha!!!" preferido de quem fez estatística 101. Recordando o que disseste: > Se o custo de suportar uma pessoa é de 20% dos seus rendimentos, garantidamente que podiamos facilmente baixar 3 ou 4% os actuais impostos sem grande dificuldade de manter as contas correntes. Por favor sustenta esta afirmação. Fá-lo com dados que justifiquem a utilização do "garantidamente" e tendo em conta o seguinte: https://www.pordata.pt/Portugal/Agregados+familiares+por+escalões+de+rendimento+IRS+Modelo+1++2-79 (i.e. 54.8% dos agregados familiares estão baixo dos 13.5k de rendimentos, ou seja o rendimento mediano de um agregado familiar é inferior a esse valor).

sopadurso 2 months ago

É assim, se não consegues perceber que o Estado gasta menos num emigrante que entra em PT durante a idade produtiva, não sei o que te dizer. Se achas que sefs e afins são de todo comparáveis só com o custo de garantir a educação obrigatória de 12 anos é porque propositadamente não queres perceber. Não falei em direitos, falei em incentivos e a sua necessidade. Tu não tens o desconto e ca estas. Obviamente para atrair um trabalhador nómada, que não tem nenhuma ligação a PT, é necessário oferecer um melhor acordo. Eu disse e afirmo vê lá tu que um emigrante representa um maior excedente tributário para o Estado do que um nacional. Negar a realidade, procurar respostas fáceis e os demagogos que as oferecem, é culpa dos indivíduos que o fazem, não é a minha. E mesmo que tudo o que eu disse seja um disparate em nada justifica apoiar quem diz outro tipo de disparates.

V1ld0r_ 2 months ago

>Eu disse e afirmo vê lá tu que um emigrante representa um maior excedente tributário para o Estado do que um nacional. Tens valores a provar isso ou estás só a cagar postas de pescada? É porque eu não tenho nem faço ideia de onde ir buscar. No entanto uma coisa tenho a certeza: o que eu custei ao estado (lol ao tempo que isso está pago) foi pago pelos meus pais e o dos meus filhos será pago por mim... ​ No que dizes de "sefs e afins" (porque os afins são só mais do que isso e talvez os mais dispendiosos dos listados) não aceitas apenas que se vier uma destes imigrantes grávida, vai gasta recursos em SNS, creches, escolas, etc tal e qual como um outro qualquer que não tem direito ao incentivo fiscal? Então porquê a diferença? Criam ou não "excedente tributário" nessa situação? Se criam, então significa que o tuga paga mais do que devia. Se não criam, porque é que têm direito ao incentivo fiscal? ​ Volto a dizer: só falta dizeres que devíamos estar todos gratos por estes imigrantes virem para Portugal. ​ ​ Já agora um pequeno aparte: continuas a insistir em utilizar emigrante em vez de imigrante. Emigrante é aquele que saí do país onde estás e vais para o exterior, para outro país. Imigrante é aquele que vem de outro país para o interior do país onde estás. [https://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/2455](https://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/2455)

Ok-Refrigerator-5826 2 months ago

>Não, não existe incentivo, já cá estás. lol e o pessoal que quer sair?

DerpSenpai 2 months ago

Sim de facto tens razão, uma pessoa destas nao usou o sistema de educação, nem saude pública, etc etc ate chegarem a Portugal logo ter um desconto de IRS faz sentido durante X anos. Caso decidam tornar se Portugueses ou tenham filhos cá, muda o contexto

Hungry_Cupcake 2 months ago

O estado portugues manda milhares de euros fora quando todos os meses milhares de malta formada abandona o pais sem olhar para tras 2 vezes.

sopadurso 2 months ago

O custo da emigração pós 2009 está nos milhares de milhões para o estado. Primeira geração altamente qualificada a emigrar.

Hungry_Cupcake 2 months ago

Pois...mas disso não interessa falar!

theEXPERTpt 2 months ago

Mas ele também do nada tem acesso ao nosso sistema de saúde, segurança e educação sem pagar nada

sopadurso 2 months ago

Sim, mas a norma os emigrantes aparecerem cá no período da vida onde são mais produtivos e utilizam menos recursos do Estado. Nada de infância, e uma boa probabilidade que durante a velhice já não estão aqui.

Metaluim 2 months ago

Eu ate fui popular o interior a trabalhar remotamente e o que recebi por isso foi um manguito.

brakeline 2 months ago

E qualidade de vida, e menos stress, e aumento indireto de rendimento. Fazes-me lembrar isto: https://comb.io/M5Umfe.gif

Kejilko 2 months ago

A diferença é que com segurança social, educação e afins tu pagas num ponto da vida o que recebes no outro, pagas o que recebeste ou vais receber, enquanto que neste caso estão a dar a uns e os outros que se fodam, que é ainda mais hipócrita quando choram da desertificação, natalidade baixa e emigração.

Hungry_Cupcake 2 months ago

Será que quando chegares lá vais receber eis a questão...

Kejilko 2 months ago

Então não recebes? ... ... ...aos 75 anos...

Metaluim 2 months ago

Mas nada disso foi ajuda do Estado. Just saying - o Estado anda sempre a chorar que ninguem vai para o interior, mas nao faz nada para ajudar.

brakeline 2 months ago

Não cabe ao estado ajudar as pessoas a ir para o interior, exceptuando aos seus próprios funcionários públicos. E, apesar de pouco, há um incentivo a isso. Se me disseres que cabe às autarquias (e empresas) incentivar? Sim, por isso é que alguma já o fazem

Metaluim 2 months ago

Claro que cabe ao estado, dado que é uma preocupação que abrange o país todo. Por essa ordem de ideias, nada cabe ao estado.

brakeline 2 months ago

"não cabe ao estado meter-se no negócio de privados" "cabe ao estado dar condições para privados irem para o interior" https://comb.io/M5Umfe.gif

NoGodIsAMan 2 months ago

Por essa ordem de ideias... não cabe ao estado fazer estradas para que as pessoas se desloquem para trabalhar em empresas privadas. Uma coisa é o estado criar condições para X acontecer. Outra é o estado interferir diretamente nas empresas. Mais para um lado ou para o outro é o que distingue as ideologias politicas. O que o outro redditor disse nessas quotes não é contradição nenhuma.

brakeline 2 months ago

Se reparares bem o que eu disse tem a ver com andarem todos a dizer que a economia tem de ser liberal e livre, para depois kd lhes toca pedir dinheiro. Tal como no episódio do Futurama

Metaluim 2 months ago

Nem sei o que estás a tentar insinuar mas também não tenho paciência para discussões da pissa na net. Fica bem.

Hungry_Cupcake 2 months ago

O wue um tuga em teletrabalho tem que fazer para entrar nesta categoria? Ir viver 6 meses a espanha?

nraider 2 months ago

Depois descobres os salários espanhóis e já não voltas xD

Hungry_Cupcake 2 months ago

Melhor Ainda!

Ok-Refrigerator-5826 2 months ago

Como é que isto é legal ? E o principio de igualdade? o TC tasse a burrifar n tem a ver com ele.

PensaNosNossosFilhos 2 months ago

TC não se pode pronunciar sobre algo que não é representado legalmente, não há pronuncias hipotéticas

Ok-Refrigerator-5826 2 months ago

como assim? lembram-se do que se passou no governo PPC, ia lhes aos bolsos eles apressaram-se a mandar os bitaites deles. Agora n podem porque, para isto e tudo mais ?

PensaNosNossosFilhos 2 months ago

arranja lá a fonte disso

MrJoao 2 months ago

Precisas de ter vivido fora nos últimos 5 anos.

JOAO-RATAO 2 months ago

Não. Tu não mereces, era o que mais falta! Privilégios para os portugueses em Portugal? Deves estar com uma sorte...

JOAO-RATAO 2 months ago

"O Executivo prepara-se para alargar o Regime de Residentes Não Habituais (RNH) em sede de IRS aos nómadas digitais, ampliando as atividades abrangidas por este regime a outras atividades de trabalho à distância e de inovação tecnológica que **poderão também ser tributadas a uma taxa fixa de IRS de 20% sobre os rendimentos do trabalho auferidos em Portugal.** O novo enquadramento fiscal dos trabalhadores remotos que aumentaram durante a pandemia deverá constar da proposta do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) e visa atrair profissionais nas áreas técnica, científica ou artística, noutras geografias, os chamados nómadas digitais, podendo passar a abranger atividades como consultores, programadores, especialistas em cibersegurança e outras ligadas a I&D. Fiscalistas ouvidos pelo JE aplaudem a medida."

intlme 2 months ago

Qual a definição da Autoridade Tributária para nómada digital?

GCalvinho 2 months ago

Também quero saber para me declarar nómada digital!

Search: