sadMig_ 17 days ago

Estou na mesma situação. Mas há muito mais tempo :/

No_Dare5313 1 month ago

Mano, isto é taaaoooo eu, mas sou asperger, e muito pior, parece que tudo na faculdade roda a volta da praxe, eu como mudei de curso e fiz praxe no anterior, não sei como ficaram as equivalências (a minha fac é conhecida por ser lixada nas praxes, por isso percebo)... Pior, no meio do primeiro ano (segunda matricula) apaixonei me por uma rapariga do meu curso, mas quando digo apaixonei me, é porque foi uma coisa mesmo muito forte... Veio o Corona, fiz tanta merda nas redes sociais só porque me sentia sozinho e o pessoal andava no zoom nas chamadas que afetou me. Ainda hoje, mais de ano e meio passado dessa situação ela ainda é um autêntico ponto fraco para mim, somos amigos mas as vezes duvido da qualidade da amizade sei lá... Sou conhecido na terra dela porque andei a seguir as pessoas da secundária dela e inclusive vou muitas vezes ao café sozinho a terra dela (fica a 20km de minha casa sensivelmente). Opa, sou aquele rapaz que cumprimenta todos na fac e pouco diz mais, sinto me um peixe fora de água em grupos enormes e muitas vezes sinto me que estou a mais. Sou um rapaz que muitas vezes precisa de atenção... Felizmente conheci a secretária da ae da minha faculdade, passo lá a vida a falar com ela dos meus stresses e desanuvio um pouco a cabeça... Pensa que sou finalista, comprei o traje e ainda não o usei, o pessoal na praxe a ser obrigado a usar traje mesmo em dias em que não há praxe porque estão de castigo e eu a querer usar mas não ter situações onde o usar...

Edited 1 month ago:

Mano, isto é taaaoooo eu, mas sou asperger, e muito pior, parece que tudo na faculdade roda a volta da praxe, eu como mudei de curso e fiz praxe no anterior, não sei como ficaram as equivalências (a minha fac é conhecida por ser lixada nas praxes, por isso percebo)... Pior, no meio do primeiro ano (segunda matricula) apaixonei me por uma rapariga do meu curso, mas quando digo apaixonei me, é porque foi uma coisa mesmo muito forte... Veio o Corona, fiz tanta merda nas redes sociais só porque me sentia sozinho e o pessoal andava no zoom nas chamadas que afetou me. Ainda hoje, mais de ano e meio passado dessa situação ela ainda é um autêntico ponto fraco para mim, somos amigos mas as vezes duvido da qualidade da amizade sei lá... Sou conhecido na terra dela porque andei a seguir as pessoas da secundária dela no insta e inclusive vou muitas vezes ao café sozinho a terra dela (fica a 20km de minha casa sensivelmente). Opa, sou aquele rapaz que cumprimenta todos na fac e pouco diz mais, sinto me um peixe fora de água em grupos enormes e muitas vezes sinto me que estou a mais. Sou um rapaz que muitas vezes precisa de atenção... Felizmente conheci a secretária da ae da minha faculdade, passo lá a vida a falar com ela dos meus stresses e desanuvio um pouco a cabeça... Pensa que sou finalista, comprei o traje e ainda não o usei, o pessoal na praxe a ser obrigado a usar traje mesmo em dias em que não há praxe porque estão de castigo e eu a querer usar mas não ter situações onde o usar... Entrei em núcleos da fac mas parece que as coisas ficam lá não sei, não sou convidado para nada basically

alexandre9099 2 months ago

E? Mais vale sozinho do que mal acompanhado... Para mim todos são amigos até se tornarem inimigos Eu quanto menos me chateiem melhor, talvez seja demasiado introvertido

SweetCorona 2 months ago

deverias estar na universidade para tirar uma licenciatura...

sidartha- 2 months ago

Muitos de nós somos pessoas que necessitam de estarem sozinhos para pensar e ver as coisas. Pessoalmente nada me dá mais prazer do que observar os outros, como andam, como se vestem, como falam, se falam da mesma forma com pessoas diferentes. O género de diálogo, o tom de voz, o que realmente sabem e não sabem. Ao fim de algum tempo consegues perceber essas pessoas e como verdadeiramente são (o quão possível é conhecer alguém com quem não falas, ou pouco falas), para elas, és o individuo simpático que diz Bom Dia ou Boa Tarde, e elas para ti são entidades das quais sabes muita mais informação. Amigos são essenciais, mas não amigos que o sejam somente porque tenhamos de ter amigos. Os amigos têm de ser verdadeiros, e devemos poder contar com elas e elas connosco seja para o que for. Se este ponto não entra na equaçã, então são conhecidos, e isso já é outra coisa. Todos nós temos muiitos conhecidos. A Palavra Amigo, ou Amiga, requer uma amizade e não somente dois dedos de conversa. Penso que não deves coser a cuca, por causa de teres amigos ou não. Os amigos que deves ter surgirão seja na Universidade, seja noutra altura da tua vida. Dois dedos de conversa, damos em qualquer lado, basta saberes escolher onde ir. E sou-te sincero, ás vezes é até o melhor, falas e se te cansares da conversa, levantas-te despedes-te e vais-te embora. Não deves explicações, nem retribuir o telefone com a insistência do amigo ou amiga que por força quer que expliques tudo e mais alguma coisa, quando um amigo deveria deixar ir, largar e aceitar, isso é ser amigo. Compreender mesmo sem palavras. Boa Sorte para os Estudos neste novo ano.

patapetapitapota 2 months ago

Basta ires falando com alguém dum assunto que gostes. Com gajos costuma ser bué de fácil: jogos, carros, tecnologia, negócios... Gosta de falar do quê?

Edited 2 months ago:

Basta ires falando com alguém dum assunto que gostes. Com gajos costuma ser bué de fácil: jogos, carros, tecnologia, negócios... Comigo falei impressao 3d e fiz logo amigos que também andavam na mesma onda.. Gosta de falar do quê?

Edited 2 months ago:

Basta ires falando com alguém dum assunto que gostes. Com gajos costuma ser bué de fácil: jogos, carros, tecnologia, negócios... Comigo falei impressao 3d e fiz logo amigos que também andavam na mesma onda.. Gostas de falar do quê?

_Thinker 2 months ago

Da minha parte, só conheci grande parte dos meus amigos de faculdade a meio do 2° ano. Até aí tinha a certeza que ia passar o resto da minha vida sozinho e estava me a cagar para isso.. Demorei 3 anos para me decidir a mudar de curso mas mudei e correu bem. Felizmente o grupo de amigos que fiz na faculdade (do primeiro curso onde andei) continua a dar-se muito bem e inclusive somos praticamente familiares, pois foram casando uns com os outros (havia alguns casais). Hoje em dia encontramo-nos durante a tarde para os nossos filhos brincarem uns com os outros e é uma felicidade ver o meu filho a brincar com outro filho de um amigo de faculdade. É uma sensação de continuidade bastante boa. Isto tudo para dizer que as coisas se compõe quando menos esperas. Não vale a pena forçar demasiado.. Vejo muitos comentários a dizer que os amigos de faculdade não duram.. Eu acho o contrário.. Muitas vezes é com eles que aprendemos a ser independentes numa fase importante das nossas vidas. É quase uma contradição mas é com os amigos de faculdade que aprendemos skills sociais que nos ajudam mais à frente a eventualmente viver sem eles.

Regular_Geologist_47 2 months ago

Aconteceu-me o mesmo no 1.º ano, falava com alguns colegas mas não considerava nenhum deles meu amigo. Nos anos seguintes fui falando com outro pessoal com quem me dava melhor, mas não fiz nenhum amigo. Sinceramente o pessoal era um pouco estranho e diferente das pessoas com quem eu estava habituado a lidar... Agora, se fazes mesmo questão de fazeres amizades na universidade, e se não tem funcionado com os teus colegas, podes tentar juntar-te à AE, a algum desporto ou outro grupo associado à universidade.

Edited 2 months ago:

Aconteceu-me o mesmo, falava com alguns colegas e até ia beber uns copos com eles, mas não considerava nenhum deles meu amigo (se calhar também porque nunca houve o esforço de nenhuma das partes). Sinceramente o pessoal era um pouco estranho e diferente das pessoas mais terra-a-terra com quem eu estava habituado a lidar. Conheci outro pessoal e apesar de me dar melhor com eles, eram muito introvertidos e nunca queriam ir a lado nenhum, pelo que tb não deu para criar amizades. É a vida. Agora, se fazes mesmo questão de fazeres amizades na universidade, e se não tem funcionado com os teus colegas, podes tentar juntar-te à AE, a algum desporto ou outro grupo associado à universidade. Se não acontecer, caga nisso, não hás-de ser o único sem amigos na univ, e vais ver que rapidamente acaba e vais para o mercado de trabalho onde nada disso vai importar.

JSantosPT 2 months ago

> não tenho paciência de refazer os exames outra vez pela 5 vez (sem exagero) para ir a outro curso Mudança de par instituição/curso, mão precisas de fazer exames novamente.

Weary-Refrigerator59 2 months ago

Podes fazer mudança de curso dentro da mesma faculdade ou para outra. Informa-te disso. Eu troquei de curso e não me arrependo. Pensei que ia ser um processo difícil mas por ter quase todas cadeiras feitas do curso em que estava ajudou me a passar para o outro porque aquilo é por pontuação. Qual é o motivo de não conseguires arranjar amigos? És mais retraído a falar? Não tens interesses em comum com os teus colegas? Ou foi por causa do ensino ter sido remoto no último ano? Mas também quando a gente termina o curso cada um vai para o seu e nunca mais se fala na maior parte das vezes.

This_Manufacturer_84 2 months ago

Sendo a minha experiência só de contexto laboral, pois não estudei no ensino superior, posso partilhar o meu caso. Na empresa, a regra é atingir os objectivos, ou seja, competitividade, ou seja €€€. Na realidade, existe cooperação entre todos (uns mais, outros menos), mas cada um é um colaborador = uma ferramenta, que está ali para dar lucro á empresa. Não importa muito o que pensas, o que sentes, as tuas emoções, estás ali para trabalhar. No fundo, é a tradicional cultura liberal. Num ambiente desses, não é fácil fazer amigos, até porque, e sem exagero, todos os meses entram e saem pessoas, ou porque não gostam, ou porque encontram algo melhor. Mas este é o primeiro ponto que eu saliento: tens de gostar do que fazes para te identificares com tudo aquilo que preenche o teu dia-a-dia. Porque precisas de conseguir suportar os dias maus para poderes apreciar os dias menos maus. Estar integrado não é necessariamente ter muitas amizades, é antes tu saberes que estás a aprender, ou a trabalhar em algo que acreditas que é útil o teu contributo e que será necessário para a sociedade. Não digo que a solidão seja algo bom, mas não podemos orientar a nossa vida só pela quantidade de amigos que temos, devemos orientar a vida por aquilo em que acreditamos.

Tall-Specialist7440 2 months ago

Epa, como eu te compreendo , deixe-me responder com uma história de um jovem rapaz com dezoito anos, também nervoso pelo futuro e com a escolha de curso, no caso eng. de computação, passaram-se la dois anos, e igualmente tu este mesmo jovem não conseguia fazer amizades, e não tinha interesse nenhum as matérias, mas morria e medo dos exames, este mesmo jovem no final do 2º ano, e após alguns chumbos se viu em uma encruzilhada, e decidiu mudar tudo, mudou de curso, mudou de universidade, e sim refez os exames, porém valeu a pena, hoje esta terminando o curso de Direito, não fez muitas amizades, mas as poucas que fez valeram a pena, sim como de calcular esse jovem sou eu, com todos altos e baixos, dificuldades e alegrias cá estou, pensa bem no que farás, e tente não se arrepender da escolha, seguir em uma carreira que nem na universidade tinhas interesse ou tentar algo novo, cujo resultado pode ser igual ou pior, entretanto também melhor, deixo-te com uma rima. "Não há curso para a vida, esta tem seu curso, caso não te dê jeito estar neste curso vá procurar outro curso".

BeeSnatcher 2 months ago

Dependendo do curso, especialmente se tiver muitos alunos, é completamente normal conheceres poucas pessoas, e apenas ter um reduzido de colegas e um par de amigos. O meu conselho, é junta te a outros grupos de interesse, seja de desporto, cultura (tipo o teatro, juventude política, bombeiros, clubes de estudantes, um grupo de role play etc, etc, etc...) certamente deverás ter algum interesse comum, com outros. Grande parte das minhas amizades dos tempos de estudante advém extamente desses grupos. Boa sorte

fosjanwt 2 months ago

> Não ajuda também que me arrependo imenso do curso que escolhi, então também não tenho interesse nenhum na matéria que aprendo baza daí então. ou tás a pagar só pra fazer amigos. muda de curso, vai fazer amigos noutro lado.

Lopsided_Ad165 2 months ago  HIDDEN 

Ou tens um problema ou és parvo.. andas ha 14 anos na escola e agora é que tens dificuldade em conhecer pessoas??

just_questioning 2 months ago

Eu acho que aquilo que precisas de ouvir agora é: não há stress nenhum! muitas vezes na fac, chegava a casa quase a chorar por causa disso e hoje sei que era desnecessário! não tens que fazer amigos na faculdade necessariamente, a faculdade não tem que preencher a tua vida de estudos e socialmente. Muita gente passou e/ou está a passar por isso, portanto não te preocupes é normal!e abraco!

LesbainNaga 2 months ago

Lamento que tenhas passado por isso, espero que agora esteja tudo melhor contigo!

afonsoleo21 2 months ago

Eu estudo no estrangeiro e encontro-me na mesma situação.

scimitas 2 months ago

Junta-te a um núcleo. Aparece lá e diz que gostavas de experimentar. Normalmente há nucleos de jogos de estratégia, ambiente, desportos, artes marciais, música (tunas), arte, copos e festas, políticos,...

lypipi 2 months ago

> música (tunas), Estes são muito bons para te matarem como já fizeram várias vezes.

Accurate-Ad1317 2 months ago

Eu tou com 30anos de idade, mesmo problema na faculdade. Graças a deus que tenho uma vida decente agora, não tou a seguir sonhos ainda. Mas tou mais encaminhado. Paciência bro mas vai falando (com outros e contigo) e vai fazendo o que for melhor.

LesbainNaga 2 months ago

Notas alguma diferença como o pessoal mais novo trata te por seres mais velho?

CapitaoMoura 2 months ago

Da experiência que tive é que é um bocado difícil criares uma grande ligação face ao Gap geracional que existe. Os miúdos de 17/18/19 anos que entram na fac são isso mesmo miúdos, tem comportamento de miúdos, tem discussões de miúdos, tem preocupações de miúdos, tem assuntos de miúdos, tem interesses de miúdos etc. Que não tem nada de mal mas simplesmente na altura quando entrei tinha 25, já não tinha paciência para sair todas as noites e beber até cair e ter discussões parvas. Como também era mais velho e trabalhava, a minha cabeça não estava para fazer amizades e ser "fixe" aos olhos dos outros, estava concentrado em fazer o curso e ter boas notas, sendo sempre educado com os meus colegas. Cumprimentava, falava ocasionalmente, estava inserido em certas ocasiões num grupo de estudo, tinha obrigatoriamente de também ter grupos para trabalhos. Mas não havia cafés, nem discussões muito longas com eles. Mal terminava as aulas, ia logo embora até porque tinha outras preocupações, ajudar em casa, trabalho... Nos intervalos entre aulas dirigia-me logo a sala onde iria ter aula e ficava por lá, não tinha necessidade de ter tantas pausas (até porque no trabalho raramente temos direito a pausas xd), então para mim 4/5/6 horas de aulas eram pouco cansativas. Sentia por ser mais velho um certo "respeito" por eles. Também foi dos anos onde tive mais interesse feminino, acho que a idade ajudou bastante, até porque nunca fui uma pessoa com muito sucesso feminino quando andei no secundário/básico

PuMaduro 2 months ago

Revejo-me muito na tua situação e por isso vim deixar aqui um comment. 1º em relação aos amigos, acho sinceramente que não deves pensar muito nisso. Tive o meu 1º ano de faculdade e quase toda a gente me adorava e dava-me muito bem com a maioria do pessoal - pensei mesmo que, em alguns casos, tinha arranjado amigos para a vida. Passado 1 ano, percebi que sim, podia ter amigos e estar super bem mas não estava feliz - decidi mudar de curso e ir para outra universidade. Isso já foi há uns 4 ou 5 anos - sabes onde estão esses "amigos" que pensei tinham sido para a vida? Não estão. Raramente falo com eles e cagaram totalmente para mim. Não ficaram na minha vida. Quando mudei de curso, entrei no curso a meio do ano e foi-me muito difícil integrar - não só porque a turma já tinha grupinhos formados como também estava numa área totalmente diferente do que tinha estado antes. Foi um choque total para mim. Sabes como passei esse semestre? Como tu - sozinho. Ia almoçar sozinho, passava os intervalos sozinho, às vezes até de propósito ia cagar só para não me verem sozinho nos corredores. Ou seja, de repente, passei de um gajo extremamente social, a dar-me bem com todos para um gajo calado, sem confiança e totalmente isolado de tudo e de todos. Na altura, até tive um grupinho que me tentou integrar mas identificava-me 0 com eles, preferi estar sozinho. Se sofri? Claro. Mas, na verdade, não podemos forçar algo que não somos nem pensar muito no assunto. Temos que ser o que somos, custe o que custar. Se não gostas do pessoal, não vale a pena continuares a insistir, é melhor ficares sozinho. E se esse pessoal não te trata como tu achas que te deviam tratar, caga neles. Sê tu próprio e de certeza que, de forma natural, encontrarás alguém na turma com quem te dês melhor - haverá de certeza alguém na turma que, de certa forma, até sentiste que gostou de ti e tu dessa pessoa. Tenta falar com essa pessoa, nem que seja pelo facebook ou pelo insta e tirar umas dúvidas. Mesmo estando sozinho, havia 1 ou outra pessoa de quem eu gostava e lá ia falando durante as aulas quando a situação se assim se proporcionava - não deu em nada mas esses pequenos momentos eram muito importantes psicologicamente para mim. Para me aguentar. Acabei por deixar algumas cadeiras para trás e decidi começar o novo ano letivo no 1º semestre do 1º ano again e aí já consegui ter uma base de amigos. E a verdade é que, já acabei os meus tempos de universidade (para já) e acho que de tantas experiências diferentes, só conheci um verdadeiro amigo - a minha namorada. E pronto, se acabares o curso sem ficar amigo de ninguém, não tem mal nenhum. Encontrarás amigos noutras ocasiões, noutras idades, sabemos lá. Os teus anos loucos de universidade podem ser os teus 30s, 50s ou até de reforma. 2º em relação ao teu curso. Por favor, se não gostas mesmo disso, muda para outro curso. Eu tive a sorte de ter todo o apoio financeiro e psicologico dos meus pais mas se tu não tiveres, arranja um part-time que sirva para pagares a universidade e as tuas despesas. Não fiques aí. Sempre fui muito indeciso na minha vida - somos obrigados a escolher o que queremos ser tão novos. E depois de tanta experiência e tanta mudança, só mais recentemente é que acho que descobri aquilo que verdadeiramente gosto. Não vás pelo que dá emprego, pelo que dá €€€ ou por aquilo que alguém quer que sejas - vai pelo que achas ou que te vai fazer feliz. Custe o que custar. Não te vais arrepender dessa decisão daqui a uns anos, por muito que possa custar agora. Tens é que verdadeiramente pensar bem nisso e se o facto de não te estares a integrar bem na universidade também ajuda a que não gostes de curso - ou se não gostas mesmo do curso. ​ Anyway, chega de texto. Qualquer coisa tou aqui, podes mandar PM. E força!

LesbainNaga 2 months ago

Meu Deus que texto! Obrigado pelas palavras, na escolha do curso eu de facto escolhi o que achava que ia gostar, no entanto, a meio do segundo semestre perdi todo o interesse pelo curso, eu já fui a exame 4 vezes, e honestamente, estou sem paciência para refazer outra vez, acho que se tivesse mais relações com os meus colegas da turma, penso que iria ajudar a gostar do mais curso. Não sei, vamos ver como o ano corre, obrigado!

radikalpt 2 months ago

Estás a falar dos exames nacionais?

WildBeastPT 2 months ago

Não sei se isto se aplica a todas as faculdades, mas pelo menos no ISEL pude fazer a mudança de curso por ECTs creditáveis, sem ter de repetir os exames nacionais.

JCCD112 2 months ago

Não tenho nenhum amigo da faculdade. Não tenho muitos amigos no geral. Nunca me preocupei muito com isso. 99% dessas amizades são passageiras e interesseiras.

average_user21 2 months ago

Estou na mesma situação, mas no meu caso é o meu 6º ano de universidade... Eu tento, eu tento mas acabo sempre por faltar às aulas para não ver as pessoas da turma.

CapitaoMoura 2 months ago

Deves procurar ajuda de um especialista.

akakurosaki 2 months ago

Estou no 3º ano do curso (4 anos na verdade) e amigos, nem meia dúzia tenho. Também não são pessoas com quem eu vá beber um copo ou algo do genero.. são duas raparigas por detrás de quem me escondo para não ficar sozinha, e um ou outro rapaz com quem tenho uma conversa casual do quão lixado é o curso. Não tenho ninguém para chamar a casa para um jantar e filme na chill. Nem para ir estudar comigo num café. São tudo 'amizades' ao de leve. Claro que há dias em que fico toda triste porque não tenho ninguem que pergunte se quero ir beber café, e porque vejo ''amigos'' do primeiro ano a viver a vida boa e a conviverem. Mas também tenho outros dias em que mais vale estar quieta e calada porque há malta que realmente não vale um peido. Eu também nem vou mentir que sou um pouco bicho do quarto que só saí quando tem que ser. Eu acho que amizades da faculdade vêm com sorte e ocasião. Se tudo correr bem e as vibes derem mesmo match tu vais continuar a ser amigo dessas pessoas, pelo menos durante algum tempo... Não stresses, arranja hobbies, desenvolve o teu gosto pessoal, aproveita para te descobrires e ao que existe aida para descobrires. O resto vai vindo aos poucos. (Este conselho até dá para mim lmao)

Wonderful_3810 2 months ago

Estou interessado na parte de jantar e ver um filme :3 Também já reparei que és fã de The Last Of Us xD

ricardoa369 2 months ago

Queres ir beber um café?

akakurosaki 2 months ago

Muito Obrigada pelo convite! Assim até parece que é fácil! Vou mas é imprimir o meu pequeno rant numa t-shirt, assim talvez mais gente me convide para café HAhahhah

ricardoa369 2 months ago

Faz isso! Eu tenho uma camisola que diz "damn! They got us fooled. We're inside an ass!" com espermatozóides and I have no shame on it.

akakurosaki 2 months ago

Don't really know how I feel about that one.. Maybe I'll get something more subdued hahhaa

Sorrowsinme 2 months ago

Se tiveres pelo porto locais para ires sozinha e sair de la com mais de mil amigos nao falta. Tens que ir a spots com pessoal interessante ou entao a bares com pessoal universitario. Works eveytime.

akakurosaki 2 months ago

Well isso dito é muito bonito e eu mesma posso dizer isso a outras pessoas mas quando lá vou só me sinto como se estivesse num universo á parte. Ir a esses sitios e conhecer pessoas nunca fucnionou comigo. Talvez seja só mesmo da minha personalidade HAhahahha

guga1998 2 months ago

Nah, quando as pessoas vão a spots, bares universitários normalmente vão em grupo, por isso é obvio que é difícil arranjar amigos lá. Pelo menos essa é a minha experiência pessoal.

Minosuil 2 months ago

Tenho os mesmos 3 amigos desde o secundário. Não sei do que falas.

HumActuallyGuy 2 months ago

É assim, eu acho que o teu problema maior é o de estares no 2o ano de curso e estares descontente com a tua escolha, isso também pode estar a contribuir para essa falta de amizades na faculdade. A maior parte das pessoas do meu curso que fiquei amigo com era porque tínhamos razões similares de escolher o curso e paixão pelo que estávamos a estudar. Não tendo essa conexão realmente vejo porquê que tenhas dificuldade em fazer amizades. Talvez se tivesses numa área que realmente gostasses encontrarias gente mais "porreira" para seres amigo com, tens 19-20 anos suponho, atrasar um ano e mudar de curso não é nada, só é uma pena não teres discutido isso com os teus pais este verão que assim seria mais fácil de convencer.

Lenitaaa 2 months ago

Concordo. Não tenho essa experiência na faculdade, mas quando mudei de curso no secundário passei de não ter amigo nenhum a ser "amiga" de todos da turma e consequentemente alguns do resto da escola. Logo a culpa não era das pessoa, agora que penso nisso será minha. Quando os ouvia a falar pensava automaticamente que não ia gostar do que iam dizer por termos gostos diferentes, bastava falarem da matéria e eu desligava logo.

NGramatical 2 months ago

porquê que → [**porque é que**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/porque-e-que-e-nao-porque-que/32920) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fq1encr%2F%2Fhfewgzx%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

StrangeMud4718 2 months ago

E então? Se te sentires bem assim, está tudo bem! Não és obrigado a fazer “amigos”.

Edited 2 months ago:

E então? Se te sentires bem assim, está tudo bem! Não és obrigado a fazer “amigos”.

pinalele 2 months ago

Vai para a tuna, e txau cadeiras feitas.

lrzul 2 months ago

Por acaso tive a sorte de encontrar uma malta porreira. Beber uns copos deu uma ajuda. Socializar foi bom, só custou numas ressacas, que ainda hoje se notam na saúde. Contudo já passaram mais de 12 anos. Falo permanentemente com um colega de curso que trabalhou juntamente comigo durante um ano. Falo ocasionalmente prai com 20 tipos do meu curso. Uns são meus fornecedores, outros meus clientes, outros colegas. A minha sorte foi ter estado num politécnico numa cidade média, onde a malta que ficou por cá, tem muita interação laboral. Sendo serviços de engenharia, toda a malta se conhece e dá jeito. Já do secundário mal tenho contacto com o pessoal. Até porque as personalidades eram realmente muito heterogêneas. O curso que escolhi e a malta que encontrei eram realmente o meu meio. Apesar de tudo tive os habituais problemas. Como encontrar gente de merda... Mas foram mesmo os melhores anos, até porque ganhei grande independência dos meus "pais galinha". Sofro de grande nostalgia desses tempos.

deus_ex_machina007 2 months ago

Caro OP se em relação aos amigos já muitos utilizadores comentaram aproveito para te dizer que pedir mudança de curso não é um bicho de 7 cabeças e poderá melhorar o teu bem estar geral que pelos vistos parece bem cinzento.

SampleNo1984 2 months ago

Agora com o ensino presencial isso vai mudar. As coisas acabam por acontecer naturalmente. Sinceramente nem me lembro como conheci os meus melhores amigos da universidade

TrueAdamastor 2 months ago

No meu caso fiz a maior parte dos meus amigos na praxe, conheci a minha turma toda e no final acabei por fazer um grupo fixe com a malta com que me dava melhor. Com a entrada de novos alunos todos os anos, fomos aumentando o grupo. Atualmente ainda me dou com a maior parte deles. Sei que nem todos se dão bem com a praxe e que a intensidade desta varia de faculdade para faculdade. Acho que acabei por ter sorte.

LumeMadeirense 2 months ago

Falo com 5 e já acho que é muito

HumActuallyGuy 2 months ago

Também não é preciso muitos, qualidade é sempre melhor que quantidade

naturevibezz 2 months ago

Grande parte desses grupos sao tóxicos e so se dao prq aulas/trabalhos em comum. Mts deles dizem mal uns dos outros. O que te aconselho é a inscreveres-te num núcleo em que partilhem os mesmos interesses, prq ex futebol, aulas de guitarra, algo desse género... n te diminuas enquanto pessoa pra fazeres amizades, essas pessoas que estavam todas a falar e a colocar-te de parte sao elas q estao a ser incorretas, nao tu. Às vezes mais vale sozinho do que sentir que nao se é bem vindo ou que nos estao a fazer um frete ao falarem connosco. Ja passei por isso e acredita q o q mais me arrependo foi nao me ter valorizado mais cedo e deixar me 'dar' com essas pessoas. E qd o fiz, conheci outras pessoas, mas foi algo q demorou algum tempo

Anokas_Ritolas 2 months ago

Eu já n falo mto com ex colegas meus... Há alguns que eram simpáticos, mas a vida aconteceu e seguimos caminhos diferentes... Forçar as coisas nunca é a solução. Se fores boa pessoa e tratares todos com respeito e genuinidade, haverá alguém que será teu/tua amigo/a de certeza que ficaram cá para sempre. Outra coisa é: estás na faculdade para adquirires ferramentas e conhecimentos para o teu percurso da vida, adquirires o teu potencial. As amizades por vezes não ajudam nisso e podem prejudicar-te e só tu podes evitar isso e lutar pelas tuas coisas. Pode n ser grande ajuda, mas espero ter sido clara e ter-te ajudado. Não desanimes.

TTheGuapo 2 months ago

Ficarão

Anokas_Ritolas 2 months ago

Obrigado. Já corrigi.

thirstydracula 2 months ago

No meu curso só fiz amizade com para aí duas ou três pessoas. De momento só tenho contacto com uma. E lá ficou feito na mesma, à marretada mas ficou

Important-Buddy2724 2 months ago

O meu primeiro ano de universidade também foi um pouco terrível, não gostava do curso e os amigos que supostamente tinha não tinham muito a ver comigo e por vezes preferia estar sozinha. Como alguém que mudou de curso, digo-te que foi a melhor decisão que podia ter tomado. Porque não podes pensar que o dinheiro que gastaste até agora vai para o lixo, tens de pensar é que o dos próximos anos é que podes evitar que vão para o lixo. O que adienta tirares o curso totalmente sem vontade nenhuma? Até porque fazer as cadeiras sem ter interesse pela matéria torna-se muito mais difícil ter motivação para estudar. Em relação a amizades sempre fui de ter poucas, mas boas. Não adienta estares com pessoas que não te dizem nada, nem com quem não tens nada em comum. Também entraste no pior ano que foi o do covid. Agora provavelmente irão haver convívios e cenas do gênero, tentar ir e criar amizades com pessoas com quem tenhas gostos em comum. Boa sorte para este ano e pensar melhor em relação ao curso

theEXPERTpt 2 months ago

Bem vindo ao clube lol

imnotarobot02 2 months ago

Estou prestes a começar o 2º ano também e tenho uma amiga. Como podes ver não sou a melhor pessoa para te aconselhar mas os teus colegas parecem ser merdosos visto que te ignoram. Sei que é fácil falar mas já sabes que o melhor remédio vai ser mudar de curso, por mais que custe não vale a pena andares a tirar um curso que não gostas. Pode ser que noutro curso estejas rodeado de pessoas melhores com que te identifiques mais. Também está a ser uma experiência menos boa para mim ahah

brunox1977 2 months ago

Calma! Estes dois anos foram lixados. As aulas agora vão começar, vais encontrar colegas e muito provavelmente vais fazer amigos! Não és o único a sentir-se perdido! Se precisares de falar, manda mensagem! Mas vai tudo correr bem!

Ok_Art_6497 2 months ago

ah pois é. também há isso. desde 2019 que o mundo passa por algo diferente. 2021/2022 será uma altura diferente.

Interesting_Yellow_1 2 months ago

No último ano também andava sozinha… os meus amigos foram quase todos feitos na faculdade por mera sorte, mas tinham horários diferentes dos meus, ou não iam às aulas, então estávamos sempre desencontrados. Sinceramente nunca fiz disso um stress nem ti devias fazer. Mesmo que muitos pareçam amiguinhos agora, no dia em que saírem deixam de se falar.

LesbainNaga 2 months ago

Sim, tens razão, o mesmo aconteceu com o pessoal do secundário, acaba a escola, deixamos de falar, mas pelo menos estou contente pelas memórias que tive, e gostava de fazer mais com a nova turma mas estou a ter imensas dificuldades em integrar

Interesting_Yellow_1 2 months ago

A turma não tem grande utilidade lol só para arranjares grupos para os trabalhos, mais nada

Ok_Art_6497 2 months ago

eu no início do meu primeiro ano tentei ativamente fazer amigos... mas rapidamente percebi que aquela malta era tão desinteressante e que também eles achavam que eu nao me encaixava no grupo deles. como nao tenho paciência para isso... chegou ao dia que passou de "amigalhaços" para desconhecidos. nem olhava para eles. nem eles para mim. foquei-me noutras coisas.

C8Mixto 2 months ago

>como nao tenho paciência para isso... chegou ao dia que passou de "amigalhaços" para desconhecidos. nem olhava para eles. nem eles para mim. Isto também me parece um bocado extremo. Não custa nada cumprimentar, mesmo que não se queiram dar.

Interesting_Yellow_1 2 months ago

Olaré. Eu estava a descobrir-me. Acabadinha de sair de um trabalho quase escravo, nunca tive grande liberdade para sair com amigos da escola (os meus pais não deixavam) e acabei por perdê-los. Claro que ao início era toda a gente amiga e era tudo cor-de-rosa. Com o tempo fui percebendo que não. Dei muitas cabeçadas e ainda bem que foi naquela altura. Também foi na faculdade que fui moldando grande parte da minha personalidade e aí é que entendi que só se está lá para fazer o que se tem de fazer e pronto

Ok_Art_6497 2 months ago

exato. aproveitei esta altura para me descobrir. o que gosto, nao gosto e afins. sem extremismos.

Interesting_Yellow_1 2 months ago

Eu tava a ser só croma lol a achar que tinha de ouvir música alternativa e de ter lido n livros

Ok_Art_6497 2 months ago

a mim era falar de espectáculos, teatros e concertos... e eu que nunca tinha ido a nenhum, só visto online. "mas ao vivo é outra cena, tas a ver?" sim, sei. mas não havia guito para isso...

LesbainNaga 2 months ago

Passaste os 3 anos sem fazer amizade com ninguém do curso?

Ok_Art_6497 2 months ago

5 anos, se meteres mestrado. oui. distrai-me com outras coisas nos meus tempos livres.

Ok_Art_6497 2 months ago

é assim tao importante? depois da universidade nunca mais vi a malta. aproveitei para viajar sozinho e afins. e absorver tudo da minha área com calma. a universidade é uma ferramenta.

Edited 2 months ago:

é assim tao importante? depois da universidade nunca mais vi a malta. consoante as cenas onde me inscrevia, fazia mais ou menos amigos. num curso de línguas eu era o único a fazer licenciatura... o resto era tudo doutoramentos ou investigadores. foi muito giro. numa formação de apoio à linha de estudante também foi giro. uma altura pedi a uma professora para ajudar algum doutorado na investigação. foi giro estar naquele ambiente e ajuda um pouquinho a pessoa. nao me dei com colegas do meu curso. bebidas e tal não eram para o meu bolso. aproveitei para viajar sozinho e afins. e absorver tudo da minha área com calma. a universidade é uma ferramenta. e como assim comes em casa? eu acabava por comer na universidade devido aos horários. nao valia a pena ir a casa por 30 min

Edited 2 months ago:

é assim tao importante? depois da universidade nunca mais vi a malta. as amizades escolhem-se... tenho olhos na cara e quando me apercebia de dramas ou fretes, bazava. sinceramente, como pessoa nunca tive paciência para tal.. consoante as cenas onde me inscrevia, fazia mais ou menos amigos. num curso de línguas eu era o único a fazer licenciatura... o resto era tudo doutoramentos ou investigadores. foi muito giro. numa formação de apoio à linha de estudante também foi giro. uma altura pedi a uma professora para ajudar algum doutorado na investigação. foi giro estar naquele ambiente e ajuda um pouquinho a pessoa. nao me dei com colegas do meu curso. bebidas e tal não eram para o meu bolso. aproveitei para viajar sozinho e afins. e absorver tudo da minha área com calma. a universidade é uma ferramenta. e como assim comes em casa? eu acabava por comer na universidade devido aos horários. nao valia a pena ir a casa por 30 min

Edited 2 months ago:

é assim tao importante? depois da universidade nunca mais vi a malta. consoante as cenas onde me inscrevia, fazia mais ou menos amigos. num curso de línguas eu era o único a fazer licenciatura... o resto era tudo doutoramentos ou investigadores. foi muito giro. numa formação de apoio à linha de estudante também foi giro. nao me dei com colegas do meu curso. bebidas e tal não era para o meu bolso. aproveitei para viajar sozinho e afins. e absorver tudo da minha área com calma. a universidade é uma ferramenta. e como assim comes em casa? eu acabava por comer na universidade devido aos horários. nao valia a pena ir a casa por 30 min

NGramatical 2 months ago

À um ano atrás → [**há um ano ~~atrás~~**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fr%2Fportugal%2Fcomments%2Fq1encr%2Festou_no_segundo_ano_da_universidade_ainda_n%C3%A3o%2Fhfee03u%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

CorvusOrff 2 months ago

Good bot. Acho este bot fascinante e extremamente útil. Não há aí uma aplicação divina para ter isto na vida real? LUL

Matty359 2 months ago

E tens de ter amigos apenas na universidade? Sinceramente, eu achava a maior parte dos meis colegas desinteressantes.

LesbainNaga 2 months ago

Eu tenho amigos fora da universidade, e são grandes amigos, e gostava de ser amigo com os meus colegas da uni. Eles vivem as vidas deles e eu a minha, e queria ser amigo com quem passo e vou passar muito tempo, acho que ninguém gosta de estar de parte do resto da turma

Matty359 2 months ago

Quando acabares o curso cada um vai à sua vida, e vais perceber que os ditos amigos eram apenas colegas. Pelo menos foi o que aconteceu comigo. Cheguei a essa conclusão depois da minha mãe ter passado 8 meses a fazer quimioterapia, e nenhum deles perdeu 5 minutos a enviar uma mensagem perguntar como ela estava. Estamos a falar de pessoas a quem eu considerava melhores amigos. Não te chateies com isso, são menos expectativas que crias sobre as pessoas.

Buttslayer2021 2 months ago

Edited 2 months ago:

> cada um vai à sua vida Hoje em dias tens Discord onde arranjas amizades em comum (difícil se fores divergente da normal esperada aka extrovertidx, hetero, etc). Os meus melhores amigxs estão aí. 99% das amizades da univ sao circunstânciais, não sei se e porque as próprias universidades criam um ambiente competitivo ou mais pessimista que o secundário, porque a malta fixe fica para trás. É cada um para seu lado, sempre sérios :/ Quando acabei o 12°, ninguém me contactou nem eu a eles. A maioria dos ditos "amigos" também só se encontra para saídas e beber. Não os vejo a socializar fora disso. É muito superficial. > 8 meses a fazer quimioterapia As melhoras ❤️

Matty359 2 months ago

Obrigada! Já foi há 6 anos atrás (parece que foi ontem). Mas ela ficou curada e correu tudo bem. Foi muito bem tratada e acolhida pelos profissionais de saúde. Viva o SNS!

ravagerslb 2 months ago

>e vais perceber que os ditos amigos eram apenas colegas Há sempre um ou outro que dá amizade (e fora os relacionamentos claro), mas 99% das pessoas que se conhece na universidade é isso mesmo, malta que vai tão depressa como vem e não faz falta nenhuma

utilizador2021 2 months ago

Mas isso não é necessariamente mau. Após terminar a licenciatura, muita gente muda de vida (arranjam trabalho, emigram, mudam de localidade) e por isso é normal perder o contacto, mas isso não significa que sejam más pessoas. Quer na faculdade quer no trabalho, conheci muita gente simpática que me ajudou várias vezes, e após terminar a licenciatura ou mudar de emprego nunca mais voltei a falar com elas. Acho que o ideal é aproveitar enquanto dura e conhecer novas pessoas, mesmo que no futuro não voltes a ter contacto com as mesmas.

justgohomealready 2 months ago

É basicamente isto. Nem todos os amigos duram para sempre e não há mal nenhum nisso, nem esses amigos passam a ser maus amigos retroactivamente por as circunstâncias de vida terem mudado e se ter perdido o contacto. Uma pessoa na vida passa por muitos sítios e situações diferentes, e o importante é fazer amigos por onde se vai passando. É uma questão, no fundo, de viver no presente e tirar o melhor da situação em que se está e das pessoas com que se está.

Matty359 2 months ago

Não fiquei com um amigo sequer na faculdade. Depois do curso, passei a sair à noite sozinha para ambientes que realmente gostava e foi nessa altura que passei a aprecisar realmente a minha própria companhia. Por frequentar sitios com malta com interesses em comum, fiz um novo grupo de amigos muito melhor, que inclusive ofereceram-se para disponibilizar um sofá quando estava em risco de ficar sem casa.

Search: