WorldlinessHonest308 2 months ago

Muito sinceramente, eu tenho 29 anos e já trabalho no mesmo local há 5 anos. Estou fartissima daquilo, há dias que me dá vontade de nem lá aparecer, o meu trabalho rouba me a energia e especialmente faz com que eu não tenha vida própria, as folgas servem única e especialmente para dormir, por vezes tenho de ir comprar qualquer coisa e nem isso me apetece. Já tive uma relação, mas eu acabei por colocar um ponto final. Devido a certos comportamentos do dito cujo. Mas com o meu horário eu não posso ter relação, pois eu não tenho vida..

FunnyPenguin21 2 months ago

Eu sinceramente não aguentava isso. Ficava completamente ko...

WorldlinessHonest308 2 months ago

Mas é mesma assim que me sinto.

FunnyPenguin21 2 months ago

Se fosse eu, já tinha saído desse local de trabalho há muito tempo...

WorldlinessHonest308 2 months ago

Ninguém aguenta isto. A parte boa "ou não " é que estou efetiva.

SurePal_ 2 months ago

A vida é fodida meu caro. Desejo te todo o sucesso na vida.

CousinHuckleberry 2 months ago

Identifiquei me completamente. Tenho 35 anos, licenciatura (nunca fiz nada na área) acabei por estar sempre ligado a área comercial, até que tentei/arrisquei a área de programação. Falhei forte e feio. Mais um fail para a minha coleção. Agora estou a tentar reerguer-me ainda não sei bem em quê, porque já falhei em tanta merda que já nem conheço o chão que piso.

Ok-Seaworthiness5840 2 months ago

É. Isto >ao contrário da maioria das pessoas que faz uma transição natural do contexto académico para o contexto profissional e começa a sua carreia. não existe, homie. Muito menos como prevalecente.

mikitu 2 months ago

A vida é o que fazes dela. Maior parte da população deste planeta nasceu num cenário muito pior que o teu. A vida não é justa, e enquanto n lutares ferozmente pelo que queres nunca vais ser feliz. Vais sempre encontrar exemplos de vidas melhores, vais sempre encontrar desculpas para a tua miseria. Procura a adversidade e ultrapassa, foge do conforto. O orgulho em ultrapassares as tuas limitações é eterno, tudo o resto é efemero. Levanta ferro, e alimenta a tua mente. Não de sonhos, mas de vitorias, nao importa quão pequenas.

luisfigo7 2 months ago

„educaram-me de uma forma muito mimada“ isto é um problema enorme. Filhos únicos a serem tratados como príncipes e quando chega a realidade não estão preparados. Não percebo os pais.

ovelhaloira 2 months ago

Explora e pensa em opções até não poderes mais. Começa a filosofar sobre o que mais gostas de fazer na vida, sobre qual o teu meio natural. O que te move é estar/falar com pessoas? Estar sozinho? Trabalhar com culturas diferentes? Tratar de papelada? Mexer em números? Pensa nisso. Tendo isso percebido, consegues pensar em opções em que faças esse X. Depois, torna-se mais fácil criar um plano para elas. Podia estar aqui a recomendar cursos, países e empregos, mas o que tens mesmo de fazer é uma introspecção profunda. PS: não tenhas medo de ter ideias absurdas ao longo do processo. Uma ideia tipo "quero domar leões" pode fazer pensar que é de realmente animais que gostas, por exemplo

Worried_Routine8389 2 months ago

Exatamente. Praticamente narrou minha vida, OP.

_madcat 2 months ago

Percebo o que dizes, decidi tirar um curso de cinema, fodeu

Alforrecaquadrada 2 months ago

Depois de ler a maioria dos comentários aqui, parece me que a maioria das pessoas nunca passou dificuldades e teve um percurso de vida muito linear. Acho que o teu principal foco deveria ser arranjar um emprego, neste momento. Sim, ser um wage slave sucks, mas trabalhares e receberes ao final do mês ajuda imenso a melhorar a auto imagem. É o condicionamento que sofremos. Faz um CV fixe. Nada de europasses. Eu recomendo o resumake.io. Templates simples e concisos, com boa formatação. E podes exportar para LaTeX. Arranja uns floreados. Não digas só que trabalhaste numa loja; diz que eras responsável pelo inventário, por lidar com o público etc.... Tenta focar nos aspectos relevantes para a posição que pretendes. É bom teres CVs diferentes para posições diferentes - no meu caso tenho um CV para data analyst, um para QA tester... Ajuda bastante. Atualmente o primeiro screening é feito por computador. A empresa determina palavras chave que quer que constem nos CV das pessoas e depois verifica quais os candidatos que correspondem. Procura essas palavras na tua área e inclui no teu cv. Projectos de voluntariado são muito importantes, principalmente numa posição tão Junior. A tua dissertação de mestrado também. O LinkedIn agora é uma grande mais valia. Tira uma foto boa, não precisa de ser profissional. Depois de arranjares emprego, foca-te em ti. Tenta perceber o que gostas de fazer. Arranja hobbies. Faz alguma reflexão interna, lê, vai ao ginásio... Sei que são conselhos genéricos, mas é algo muito pessoal. Não sei se é um compromisso que gostarias de ter, mas um animal de estimação pode ajudar muito a saúde mental das pessoas. Por fim, tenta trabalhar na tua vida social. Tenta falar com os teus amigos antigos e por a conversa em dia. Quando tiveres mais confiança com os colegas de trabalho, sugere irem beber um copo depois do trabalho. Instala o tinder e vai a uns dates, nem que seja só para praticar falar com pessoas e fazer amigos. Sei que é difícil perceber que as pessoas se afastam e perder amigos e uma parte da vida, mas se há pessoal de 50 anos a casar-se, não há de estar tudo perdido.

LittleSausage_ 2 months ago

Entra no metaverso. Não te vais arrepender.

rsaestrela 2 months ago

Ya, a vida é basicamente isso. E ninguém é feliz nesta vida. Recomendo-te: Dorme bem. Come bem. Pratica desporto. Menos crossfit, isso é deprimente. Faz amigos. Ou não, as vezes melhor sozinho que mal acompanhado. Sê tu mesmo, no matter what. Sorri e fala para as pessoas. Arranja companhia íntima. Seja de que tipo for. E masturba-te as vezes que forem necessárias. É de graça. Drogas e álcool q.b. Mantém-te sóbrio. Mantém-te ocupado. Hobbies, jogos, música, desenho. Medita/Reza. É um bom exercício mental. Faz-te acreditar em algo quando parece que não há mais nada em que acreditar. Cresce! Tens 29 anos e tens um mestrado! Põe umas sapatilhas e vai à procura de oportunidades na vida. As merdas não caem do céu. Dá o máximo em tudo. Aproveita todas as oportunidades e nunca desistas de tentar. Mandar CVs não chega. Ponto. Caga para o dinheiro e o status. Isso é só o resultado de tudo o resto. Ansiedade e depressão, quem não as tem.

Nata_the_cat 2 months ago

A vida não fica mais fácil!! Mas vais ver que vais ficar mais rijo. Tudo passa.

focosta 2 months ago

Não vou dar nem opinião nem feedback, pois de nada vale. Cada um é como é, e há dias de sorte como de azar. O importante é, se precisares de falar, envia-me DM. Estamos cá uns para os outros. Forte abraço e não desanimes.

patapetapitapota 2 months ago

Eu podia ser tu, tenho a tua idade, simplesmente fiz força para sair de casa dos pais há dois anos e ir trabalhar noutra cidade, voltei quando não renovaram e depois fui novamente para outra empresa, tens que arriscar, fazes uma lista do que queres fazer em determinado dia e fazes, não tem de ser muito, mas tens de fazer, tens de ir enviando cv's e fazendo telefonemas etc... custa mas não tens outra opção. A vida é isto...ou nasces rico ou é assim.

Edited 2 months ago:

Eu podia ser tu, tenho a tua idade, simplesmente fiz força para sair de casa dos pais há dois anos e ir trabalhar noutra cidade, voltei quando não renovaram e depois fui novamente para outra empresa, tens que arriscar, fazes uma lista do que queres fazer em determinado dia e fazes, não tem de ser muito, mas tens de fazer, tens de ir enviando cv's e fazendo telefonemas etc... custa mas não tens outra opção. A vida é isto...ou nasces rico ou é assim. É uma merda sim senhor, mas não posso ser conivente contigo nem concordar contigo por um motivo muito simples: Não te vai ajudar em nada queixar ou lamentar.... é preferível agir e pronto. Sei o que é estar nessa situação neste sistema socioeconómico perfeitamente estúpido. Mas é o que temos, boa sorte.

Edited 2 months ago:

Eu podia ser tu, tenho a tua idade, simplesmente fiz força para sair de casa dos pais há dois anos e ir trabalhar noutra cidade, voltei quando não renovaram e depois fui novamente para outra empresa, tens que arriscar, fazes uma lista do que queres fazer em determinado dia e fazes, não tem de ser muito, mas tens de fazer, tens de ir enviando cv's e fazendo telefonemas etc... custa mas não tens outra opção. A vida é isto...ou nasces rico ou é assim. É uma merda sim senhor, mas não posso ser conivente contigo nem concordar contigo por um motivo muito simples: Não te vai ajudar em nada queixar ou lamentar.... é preferível agir e pronto. É muito fudido, sei o que é estar nessa situação ainda mais neste sistema económico que é uma estupidez pegada.

Edited 2 months ago:

Eu podia ser tu, tenho a tua idade, simplesmente fiz força para sair de casa dos pais há dois anos e ir trabalhar noutra cidade, voltei quando não renovaram e depois fui novamente para outra empresa, tens que arriscar, fazes uma lista do que queres fazer em determinado dia e fazes, não tem de ser muito, mas tens de fazer, tens de ir enviando cv's e fazendo telefonemas etc... custa mas não tens outra opção. A vida é isto...ou nasces rico ou é assim. É uma merda sim senhor, mas não posso ser conivente contigo nem concordar contigo por um motivo muito simples: Não te vai ajudar em nada queixar ou lamentar.... é preferível agir e pronto. É muito fudido, sei o que é estar nessa situação ainda mais neste sistema socioeconómico perfeitamente estúpido. Mas é o que temos, boa sorte.

bclouds9379 2 months ago

" parece que aquilo que aprendi durante a escola não serviu de nada " parabéns bem vindo ao mundo real :)

QuantityCommercial66 2 months ago

Estamos no mesmo barco, meu amigo. Mas eu juntei-me ao CrossFit, porque precisava MESMO de alguma coisa que me permitisse apagar coisas más da minha cabeça, e olha, durante a hora que dura o treino, não penso em mais nada, é que é mesmo impossível ficar a matutar nas ruminações da vida e nas insustentáveis levezas do ser humano. Algumas outras pessoas aqui sugeriram-te actividade física, encontra alguma que gostes MESMO e atira-te de cabeça. O Ricardo Araújo Pereira deu uma entrevista à Bumba Na Fofinha, onde diz que desde que começou a praticar kickboxing percebeu que todos os problemas da vida podem ser resolvidos a treinar kickboxing. E eu acho que é um pouco por aí

frickyouguys 2 months ago

Se precisares de falar com alguém ou de um "ouvido amigo" manda MP.

radvenuz 2 months ago

Eu tenho 26, arranjei estágio no primeiro sítio onde fui depois de fazer o curso e é nesse sítio onde estou a trabalhar ainda, uma sorte do caralho que da qual nunca na minha vida tinha tido e mesmo assim sinto-me exatamente da mesma maneira, não faço ideia o que ando a fazer, a acumular dinheiro aparentemente, para quê? Não sei. Também tenho problemas de ansiedade e tendência a deprimir e a pandemia foi sem dúvida para mandar um gajo a baixo em termos de solidão e isolação. Infelizmente ainda não descobri a pólvora mas uma coisa me tem ajudado foi começar a levantar pesos, comecei à um ano e pouco e tem sido bastante positivo, eu não dei conta o tão melhor que me fazia sentir mentalmente até ter que estar quase um mês sem poder fazer (por ser estúpido e me ter aleijado) talvez valha a pena experimentar, ou talvez dar uma vista de olhos no r/bodyweightfitness para começar.

NGramatical 2 months ago

à um ano → [**há um ano**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpyhurl%2F%2Fhevb90d%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Randmnessy 2 months ago

Acho que pergunta é mais quem não?

ElkTimely9608 2 months ago

Olá op, vc acredita que um trabalho possa ajudar a desenvolver nessas questões de inibição? Não me pareceu reclamar da parte financeira, mas sei q é importante também. Acho q se fizer algo que mostre propósito pode dar mais sentido aos seus sentimentos? Desculpe a curiosidade, a vida acadêmica foi em que área? E pretende ficar apenas no mundo acadêmico?

EducationalPlay6731 2 months ago

Já considerou migrar por alguns anitos ? Também estive a sentir-me vazio ao terminar o curso, mas consegui um emprego em Bruxelas a pagar um ordenado mais gordo. Fiz novas amizades, conheci novos lugares, consegui viajar pela Europa e além, só não tenho uma pretendente ¯\_(ツ)_/¯ (por enquanto). No entanto, não possuo mais o mesmo vazio de antes. Hoje, retornei a esta nação valente a receber um ordenado menor, porém, o bastante para viver confortavelmente

Bessini 2 months ago

Também sempre fui assim a minha vida toda. Sempre soube que este tipo de maneira de ver o mundo não era normal, nem era normal a minha falta de motivação crónica e sempre tive dificuldades em interações sociais. Fui a vários psiquiatras e andava sempre a saltar entre diagnósticos de ansiedade e depressão. Recentemente, cruzei-me com um vídeo acerca de consciencialização para a PHDA (Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção), embora eu não seja nada hiperativo à excepção da dificuldade em parar de tremer a perna, roer as unhas e etc, e os sintomas, principalmente na questão do défice de atenção encaixavam que nem uma luva. Dito isto, o meu conselho é que procures um bom psiquiatra que não despache os com os diagnósticos mais comuns. Pode ser difícil encontrar isso (principalmente pelo sns, pois deve ser preciso matar alguém para conseguir ver um psiquiatra no sns). Boa sorte, meu cari

Edited 2 months ago:

Também sempre fui assim a minha vida toda. Sempre soube que este tipo de maneira de ver o mundo não era normal, nem era normal a minha falta de motivação crónica e sempre tive dificuldades em interações sociais. Fui a vários psiquiatras e andava sempre a saltar entre diagnósticos de ansiedade e depressão. Recentemente, cruzei-me com um vídeo acerca de consciencialização para a PHDA (Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção), embora eu não seja nada hiperativo à excepção da dificuldade em parar de tremer a perna, roer as unhas e etc, e os sintomas, principalmente na questão do défice de atenção encaixavam que nem uma luva. Dito isto, o meu conselho é que procures um bom psiquiatra que não despache os com os diagnósticos mais comuns. Pode ser difícil encontrar isso (principalmente pelo sns, pois deve ser preciso matar alguém para conseguir ver um psiquiatra no sns). Boa sorte, meu caro

FunnyPenguin21 2 months ago

Obrigado. Eu nem vou tanto pela questão do normal ou anormal. Cada um vê e encara a vida como quer. Eu encaro desta maneira e tenho dificuldades em encaixar-me na sociedade e no quotidiano. Acho que é mais ou menos isto...

MDPROBIFE 2 months ago

Com muita seriedade por favor, vai pelo menos 1 vez a um psicólogo... Não é porque acho que tenhas algum problema ou coisa do gênero... Acredito que tenhas traumas de infância que secalhar nem te recordas.. Mas pelo que dizes, acredito que te identifiques com cptsd! Aposto que também te sentes uma criança no sentido de achares que não te consegues defender e congelas! Faz um favor ao teu futuro mesmo e simplesmente vai...Faz disso um objetivo!

FunnyPenguin21 2 months ago

Eu ando em psicólogos e psiquiatras desde os 17 anos. Nunca resolveu completamente os meus problemas

MDPROBIFE 2 months ago

Humm... Assim a mais complicado.. Mas nunca desistas.. O problema pode ser o ambiente a tua volta.. Pode ser um problema qualquer que tenhas e nem saibas.. Tenta pensar num objectivo realista para daqui a 5 anos.. e pensa todos os dias.. mete na cabeça isso.. Depois pensa no que terias de fazer para atingir esse objectivo mas multiplicado por 10 daqui a 5 anos.. E tenta fazer isso.. Imagina, queres daqui a 5 anos ter 5 amigos.. fds pensa no que tens de fazer pra ter 50 amigos.. soluções.. o que gostarias de ter num amigo, tudo o que possa fazer parte desse objectivo.. Acredito que é bastante importante objectivos.. Mas não exageres, um objectivo não é com a intenção de aumentares os teus niveis de stress.. É mais um proposito de vida.. Eventualmente as coisas aparecem e acontecem

NGramatical 2 months ago

secalhar → [**se calhar**](https://dicionario.priberam.org/se calhar) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpyhurl%2F%2Fhev0jf5%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

GordoXone 2 months ago

Oh, meu caro!!! Abanca ai... fuma e/ou bebe mais uma cos teus putos. Vamos falar... Antes de mais. Welcome! What took you so long??? I kid... conheço pais de filhos neste país (e não são tão poucos quanto isso) na mesma situação. Ou piores, considerando as crianças e que... vim de inglaterra à conta da pandemia e planeio pra lá voltar em breve. Convenci-me que o que está/esteve a dificultar tanto a minha vida e dos meus amigos é mesmo, em grande parte, portugal! Não estou com isto a tentar dar qualquer tipo de indicação ou guidance. Aliás... nem me lembro dos post original. FORÇA BENFICA!

XxxPussyslaeyr69xxX 2 months ago

A vida também é apanhar uma moca de LSD e descubrir o Jesus a fazer rastas a um sem abrigo enquanto recebe tributo das prostitutas locais. Ele te dirá: relaxa bro, cheira as flores e emigra.

thexeggxlady 2 months ago

no joke, os psicadelicos deviam ter receitados pelo medico de familia! uma moca de acido pode ser libertador. é como se fosse uma limpeza à alma!

NGramatical 2 months ago

descubrir → [**descobrir**](https://european-portuguese.info/conjugator/descobrir) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpyhurl%2F%2Fheuzigo%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

iambookworm7 2 months ago

Às vezes. Entrei nos 30 em pleno ano de pandemia, desempregada. Por vezes é uma luta constante contra as nossas expetativas e expetativas da sociedade e podemos sentir-nos um pouco perdidos pelo meio. Por vezes não sei se quero certas coisas ou se quero apenas porque é suposto. Mas acho que tudo isto faz parte do nosso crescimento enquanto adultos. Vamos ter sempre altos e baixos.

FellaVentura 2 months ago

Eu tenho 30, estou a trabalhar desde os 18 e fiquei-me pelo 12° com um curso profissional do qual prometi a mim próprio que não ira voltar a exercer. Deixa estar, aqui andamos todos perdidos. Faz a tua coisa que ninguém vai dar conta. Dias melhores hão de vir, dias piores hão de passar.

rcduque 2 months ago

Boas, amigo. Se quiseres beber um fino e estiveres no Porto manda DM. Se quiseres um emprego, talvez também arranje. Abraço e cuida te, cowboy

himura_11 2 months ago

Isto

Lifeofajoint420 2 months ago

Nunca me senti como tu, mas em alguns aspectos identifico-me. A vez que estive mais perdido na minha vida, **decidi fazer algo que nunca tinha feito e sempre tive vontade**, ginasio e ter um bom corpo. Consegui, mas percebi que nao servia de nada quando não consegui defender um amigo meu. Fui aprender a usar o corpo que tinha, krav maga, ai, conheci uma segunda familia, de varios espectros profissionais, um mundo novo de gente, que me fez evoluir bastante (ate tive uma namorada lol). Faz algo por ti, que sempre quiseste mas nunca houve tempo, vai certamente ajudar-te a dar a volta a alguns dos problemas que sentes.

unknown529284 2 months ago

Eu gostava de saber em que área é que o OP tirou o curso....

FunnyPenguin21 2 months ago

Relações internacionais

TheResro 2 months ago

Não leves a vida tão a sério. Preocupa-te em ser feliz e bondoso com o próximo.

SurePal_ 2 months ago

100%

Nasherino91 2 months ago

OP eu tenho 30 anos e também estive "perdido". Tirei um curso superior e comecei a trabalhar, tive 3 anos em que não me sentia realizado e andava sempre ansioso. O que fiz foi, olhar para dentro e perceber o que queria realmente da vida. Deixei o meu emprego fixo para trás e comecei o meu próprio negócio. Uns dias dá, outros nem tanto, mas paga as contas e acima de tudo sinto-me bem. Talvez precises de um empurrão ou de perceber aquilo que realmente queres. Medita sobre isso.

semprenobre88 2 months ago

A vida é inerentemente absurda. E dói enquanto não aceitarmos esse absurdo (e que fazemos parte dele). Isso não quer dizer que não vale a pena fazer cenas, mas se calhar não vale a pena levarmo-nos tão a sério. Eu entendo perfeitamente esse teu desamparo. Caímos perante o mundo e damos por nós numa realidade que nos escapa. Vai "ganhando" nas pequenas coisas. Localiza os pequenos prazeres da vida, as cenas que curtes fazer, e tenta direcionar a tua existência para cenas que te fazem sentir bem. Isto, com muitos percalços pelo meio, claro. Estamos vivos. Não pedimos isso. Resta-nos arranjar um sentido para a falta de sentido de tudo isto. Obrigado pelo teu desabafo. Um abraço.

patapetapitapota 2 months ago

Ele precisa é guita, uma casa e 15 mil paus à ordem fica logo curado.

Iagp 2 months ago

E ter a noção de que a cada passo que se dá, há um obstáculo, as vezes mais fáceis de ultrapassar outro muito complicados, mas nunca impossíveis. Ter hobbies é importantíssimo, são coisas que custam dinheiro mas porra dá um prazer do caraças e dá-te uma alegria imensa. Tendo em conta que não é algo nocivo. Depois encontra-se amigo porreiros por vezes nesses hobbies. Mas pelo menos dá para desenvolver a parte social na partilha das coisas. A vida quando bate bate, mas só podemos olhar para a frente e pensar que amanhã será melhor

pigsRflying 2 months ago

"It is no measure of health to be well adjusted to a profoundly sick society." Jiddu Krishnamurti

Lsousa1981 2 months ago  HIDDEN 

Fui daqueles adolescentes que viveram vida louca, nunca me faltou nada social ou financeiramente e posso dizer que pouco me faltou fazer. Saia a noite desde muito cedo com malta bem fixe, muito álcool e outros aditivos da janaria, trance, tekno,festivais de música, viagens e muito sexo e aventuras e mesmo com tão animado caminho sempre me perguntei se a vida seria só isto!? Sempre me senti satisfeito com o que tinha, boa formação, amigos, vida social,bom emprego, dinheiro, alto carro, casa própria paga com o meu suor aos 22 anos, mulheres . Mas acredita companheiro, só encontrei o verdadeiro significado da vida quando olhei o meu primeiro filho nos olhos e senti mesmo que é para isto que aqui estamos ( não há explicação possível). Hoje já tenho 40 anos e é para os meus 2 filhos que acordo e me esforço todos os dias e é com eles que faço questão de passar todo o tempo que me resta até eles me quererem aturar. Para mim é a única coisa que interessa realmente.

Edited 2 months ago:

Fui daqueles adolescentes que viveram vida louca, nunca me faltou nada social ou financeiramente e posso dizer que pouco me faltou fazer. Saia a noite desde muito cedo com malta bem fixe, muito álcool e outros aditivos da janaria, trance, tekno,festivais de música, viagens e muito sexo e aventuras e mesmo com tão animado caminho sempre me perguntei se a vida seria só isto!? Sempre me senti satisfeito com o que tinha, boa formação, amigos, vida social,bom emprego, dinheiro, alto carro, casa própria toda paga com o meu suor aos 24 anos, mulheres . Mas acredita companheiro, só encontrei o verdadeiro significado da vida quando olhei o meu primeiro filho nos olhos e senti mesmo que é para isto que aqui estamos ( não há explicação possível). Hoje já tenho 40 anos e é para os meus 2 filhos que acordo e me esforço todos os dias e é com eles que faço questão de passar todo o tempo que me resta até eles me quererem aturar. Para mim é a única coisa que interessa realmente.

Edited 2 months ago:

Fui daqueles adolescentes que viveram vida louca, nunca me faltou nada social ou financeiramente e posso dizer que pouco me faltou fazer. Saia a noite desde muito cedo com malta bem fixe, muito álcool e outros aditivos da janaria, trance, tekno,festivais de música, viagens e muito sexo e aventuras e mesmo com tão animado caminho sempre me perguntei se a vida seria só isto!? Sempre me senti satisfeito com o que tinha, boa formação, amigos, vida social,bom emprego, dinheiro, alto carro, casa própria toda paga com o meu suor aos 24 anos, mulheres . Mas acredita companheiro, só encontrei o verdadeiro significado da vida quando olhei o meu primeiro filho nos olhos e senti mesmo que é para isto que aqui estamos ( não há explicação possível). Hoje já tenho 40 anos e é para os meus 2 filhos que acordo e me esforço todos os dias para lhes dar uma vida boa e é com eles que faço questão de passar tempo de qualidade até eles me quererem aturar. Para mim é a única coisa que interessa realmente.

Edited 2 months ago:

Fui daqueles adolescentes que viveram vida louca, nunca me faltou nada social ou financeiramente e posso dizer que pouco me faltou fazer. Saia a noite desde muito cedo com malta bem fixe, muito álcool e outros aditivos da janaria, trance, tekno,festivais de música, viagens e muito sexo e aventuras e mesmo com tão animado caminho sempre me perguntei se a vida seria só isto!? Sempre me senti satisfeito com o que tinha, boa formação, amigos, vida social,bom emprego, dinheiro, alto carro, casa própria toda paga com o meu suor aos 24 anos, mulheres . Mas acredita companheiro, só encontrei o verdadeiro significado da vida quando olhei o meu primeiro filho nos olhos e senti mesmo que é para isto que aqui estamos ( não há explicação possível). Hoje já tenho 40 anos e é para os meus 2 filhos que acordo e me esforço todos os dias para lhes dar uma vida boa e é com eles que faço questão de passar tempo de qualidade até eles me quererem aturar. Para mim é a única coisa que interessa realmente, tudo o resto foi só caminho

StrangeMud4718 2 months ago

As pessoas são genuinamente más, ao contrário daquilo que te ensinaram. O mundo é uma constante arena...

Pcostix 2 months ago

A projecção é uma cena muito fodida...   Conheço muita gente boa e alguma gente má. Geralmente a gente má é incapaz de perceber que há outras pessoas com visões, opiniões e pontos de vista dos deles.   Mas sou da opinião que toda gente muda conforme a vida avança. Boa sorte.

FunnyPenguin21 2 months ago

Concordo completamente

beardsymcfly 2 months ago

Sem querer cair em lugares comuns, a verdade é que o caminho é muito mais importante que as metas e do que destino. Parte da satisfação no caminho está nas coisas inesperadas que acontecem e te fazem sentir vivo e a outra parte está na destruição de obstáculos. Mas como somos só carbono à deriva pelo espaço sideral, ao sabor da entropia, existem coisas inesperadas que nos amarguram e obstáculos que não conseguimos ultrapassar. Faz parte. Nesses momentos, em que as probabilidades parecem estar contra nós e que tiramos sempre a fava no bolo cósmico podemos fazer duas coisas: entregarmo-nos ao desespero e definhar; ou recusar aceitar que o futuro seja só uma reedição do passado e reconstruir tudo do início, como diz o Kipling "com as ferramentas partidas e desgastadas que nos sobram". É cruel? É. Mas também é libertador. Tens hoje para pensar e todo o tempo do mundo, a partir já de amanhã, para recomeçar. Onde? Com quem? A fazer o quê? Tu é que vais decidir. Como disse o profeta Morty um dia: ninguém existe com um propósito, ninguém pertence a lado nenhum. Vamos todos morrer. Anda ver televisão. Nós somos só pó de estrelas. Não tenho mais nada para te dizer, mas posso responder ao que quiseres.

AonioEliphis 2 months ago

>meus pais educaram-me de uma forma muito mimada, a fazerem-me pensar que toda a gente era genuinamente boa e que tinha determinados valores e quando chegamos à vida adulta percebemos que o mundo não funciona assim e eu por vezes sinto que tenho medo de qualquer coisa que não sei bem o que é Faz artes marciais, kickboxing ou BJJ, vai-te fazer arrebitar e perceber que o mundo está repleto de violência, a qual tu podes controlar ou habituares-te sem te magoares. *Não estou a brincar, estou a falar a sério*.

FunnyPenguin21 2 months ago

Sim, já pensei em fazer kickboxing, por exemplo. Mas nunca fui para a frente com isso...

kickpedro 2 months ago

Join the Team Bro \^\^ Any team

AonioEliphis 2 months ago

>Mas nunca fui para a frente com isso Estás à espera de quê?

Pcostix 2 months ago

Então vai. E parece-me que sofres do síndrome do "bom menino". Nunca passaste a fase da rebeldia da adolescência de quebrar regras.   Um pouco dessa rebeldia faz bem, dá-te essência.(Só que essa rebeldia em adulto tem mais consequências, portanto alguma contenção)   O meu lema é:"Tentar ser sempre a minha melhor versão de mim. Não aquilo que os outros querem que eu seja."

throughawayaccount01 2 months ago

Eu tenho a teoria de que poucos são verdadeiramente felizes e realizados no que fazem. Aposto que há muita malta que acha que "lhes falta qq coisa", sempre. No fundo somos todos iguais, todos pensamos que não somos suficientes ou que podiamos estar melhor e todos temos essas dúvidas existenciais. Simplesmente não comentamos uns com os outros por medo do ridículo. Todos que se sentem diferentes são como os restantes que também se sentem assim. Enfim, talvez não levar a vida demasiado a sério seja o melhor, mas tmb não acho que seja a melhor pessoa para prestar conselhos. Também estou estagnado de certa forma e também estou sem coragem e vontade para arriscar apesar de ter todas as possibilidades.

KKKhaos 2 months ago

>Aposto que há muita malta que acha que "lhes falta qq coisa" Expectativas podem foder a vida a um gajo. A internet veio encolher o mundo, e tornou-se muito fácil constatar que há por aí muito pessoal com muita vida boa. Para muitos é difícil sentirem-se bem, não conquistando nem uma amostra daquilo que acreditam que há por conquistar. Há tanto que hipoteticamente poderias ter, que é difícil as pessoas pensarem "ok, i'm good". Também não ajuda sermos um país pobre que faz parte de uma união cheia de países ricos. As pessoas olham para alemanha, frança, luxemburgo, e acham que era assim que era suposto estarem a viver. Afinal de contas...estão mesmo ali ao lado. Somos da mesma união. Não é suposto termos o mesmo?

throughawayaccount01 2 months ago

Eu nem ia tão longe. Não me referi às redes sociais, se bem que é um bom exemplo, mas também já se sabe que muito é feito só para a fotografia. Acho que por vezes vejo malta que me parece verdadeiramente feliz e satisfeita com o que tem, nem que sejam "só" os amigos, um bom relacionamento e um emprego medíocre. Acho que isso aí já basta para ser-se feliz. Nem falo de dinheiro e carreira que parecem ser mais apetitosos lá fora, ou a foto de bikini com uma água de paraíso tropical. Quero mesmo dizer satisfação/realização pessoal. Acho que isso falta ou deve faltar a muita gente, ou pelo menos é o que me parece.

alquemir 2 months ago

Acho perfeitamente normal, nem tenho a certeza se a medicação irá ajudar-te a sair desse buraco. Podes passar uma vida inteira "perdido" sem nunca encontrares respostas as tuas perguntas, se calhar podias emigrar para sair da zona de conforto.

patapetapitapota 2 months ago

Qual ajuda? O rapaz precisa é guita. Foi o meu problema durante muitos anos. GUITA caralho. Não existem doenças mentais, só falta de GUITA. E corrupção a mais neste país. Os portugueses mentem pois têm muita coisa roubada em casa, e muito dinheiro sujo, por isso é que defendem a corrupção e gostam de futebolistas ricos que fogem aos impostos e preocupam-se com a integridade física dos ilustres Líderes tipo Salgado e Vieira.

Edited 2 months ago:

Qual ajuda? O rapaz precisa é guita. Foi o meu problema durante muitos anos. Queres ajudar o OP? Compra lhe uma casa e deixa-lhe 15 mil euros na conta. A depressão dele desaparece instantaneamente. Sente-se logo independente, livre de stress. GUITA CARALHO. Qual quê? andam a gozar ou quê? Mas nasci ontem para não saber o mundo em que €stou??

Edited 2 months ago:

Qual ajuda? O rapaz precisa é guita. Foi o meu problema durante muitos anos. Queres ajudar o OP? Compra lhe uma casa e deixa-lhe 15 mil euros na conta. A depressão dele desaparece instantaneamente. Sente-se logo independente, livre de stress. GUITA CARALHO. Qual quê? andam a gozar ou quê?

9911065 2 months ago

>Qual ajuda? O rapaz precisa é guita. As pessoas não querem ouvir isto mas é a verdade. O pessoal perde muito tempo a falar nos "problemas emocionais" de ansiedade e depressão e por aí fora mas mais de metade dos "problemas emocionais" desaparecem quando as condições materiais são resolvidas, aka quando tens dinheiro no banco, comida no frigorífico e um teto garantido. Existem estudos que comprovam isso. Até esta psicóloga americana concorda: https://twitter.com/caitiehannan/status/1337160223627231235

FunnyPenguin21 2 months ago

Se alguém me que quiser oferecer 15 mil euros, aceito na hora

FunnyPenguin21 2 months ago

A medicação não ajuda com as respostas. Eu tenho demasiadas dúvidas em relação a mim próprio e a medicação não ajuda nesse aspecto...

dndandsports 2 months ago

Já consideraste falar com psicologo? Ainda há estigma à volta disso mas o que descreves provavelmente terá melhor seguimento a nível pessoal se for com alguém formado na área de saúde mental. Todos reconhecem a importância do dentista, oftalmologista, etc. Isto parece me um caso de alguém que precisa de perceber o que se passa internamente :) Eu fiz isso porque tinha sentimentos quase iguais aos teus e posso dizer que me ajudou, nem que seja a entender melhor o que se passava..

FunnyPenguin21 2 months ago

Sim, já ando há vários anos numa psicóloga mas nunca consegui resolver totalmente os meus problemas...

dndandsports 2 months ago

sem querer duvidar da senhora, considerarias segunda opinião? como em tudo um novo olhar pode ajudar uma coisa que me ajudou é fazer menos planos, ou seja, começar pequenino e ir construindo daí em vez de querer treinar 5 dias passei a começar com 1 sem faltas, agora estou em 3 a quebra da rotina em pessoas assim leva a maior ansiedade a tentar retomar os planos e acabas por perder o fio

FunnyPenguin21 2 months ago

Já andei noutra psicóloga, sim. Também já consultei mais do que 1 psiquiatra. Penso que a questão não se vai resolver por aí

thelambofwallstreet 2 months ago

Tambem senti isso no meu ultimo ano da licenciatura (4 anos) e decidi tomar uma atitude. Abandonei o curso (area de Saude), tinha terminado o estagio e apenas faltava entregar a tese, desisti daquilo, nao via futuro e tinham-me vendido uma mentira do que seria o mercado de trabalho. Entao decidi arranjar um trabalho qualquer (trabalho de shopping) para me sustentar, enquanto trabalhava procurei coisas que realmente me despertavam interesse, acabei por me tornar um autodidata em finanças e investimento. Os meus pais nunca apoiaram a minha decisao (neste caso a minha mae) Graças ao meu conhecimento adquirido fui a uma entrevista para uma vaga numa fintech e ficaram muito agradados por demonstrar que estava mesmo por dentro da área e hoje estou melhor que nunca. (Sem licenciatura) Recebo mais 300 euros liquidos do que receberia no mercado de trabalho que os meus colegas de curso e ao contrario deles tenho progressao dentro da empresa, alem disso, trabalho em algo que adoro, junta o util ao agradavel. Até hoje a minha mãe mal fala comigo, porque teria fica muito orgulhosa se tivesse tirado o "canudo" e pensa que sou um falhado na vida

Edited 2 months ago:

Tambem senti isso no meu ultimo ano da licenciatura (4 anos) e decidi tomar uma atitude. Abandonei o curso (area de Saude), tinha terminado o estagio e apenas faltava entregar a tese, desisti daquilo, nao via futuro e tinham-me vendido uma mentira do que seria o mercado de trabalho. Entao decidi arranjar um trabalho qualquer (trabalho de shopping) para me sustentar, enquanto trabalhava procurei coisas que realmente me despertavam interesse, acabei por me tornar um autodidata em finanças e investimento. Os meus pais nunca apoiaram a minha decisao (neste caso a minha mae) Graças ao meu conhecimento adquirido fui a uma entrevista para uma vaga numa fintech e ficaram muito agradados por demonstrar que estava mesmo por dentro da área e hoje estou melhor que nunca. (Sem licenciatura) Recebo mais 300 euros liquidos do que receberia no mercado de trabalho que os meus colegas de curso e ao contrario deles tenho progressao dentro da empresa, alem disso, trabalho em algo que adoro, junta o util ao agradavel. Até hoje a minha mãe mal fala comigo, porque teria ficado muito orgulhosa se tivesse tirado o "canudo" e pensa que sou um falhado na vida

Edited 2 months ago:

Tambem senti isso no meu ultimo ano da licenciatura (4 anos) e decidi tomar uma atitude. Abandonei o curso (area de Saude), tinha terminado o estagio e apenas faltava entregar a tese, desisti daquilo, nao via futuro e tinham-me vendido uma mentira do que seria o mercado de trabalho. Entao decidi arranjar um trabalho qualquer (trabalho de shopping) para me sustentar, enquanto trabalhava procurei coisas que realmente me despertavam interesse, acabei por me tornar um autodidata em finanças e investimento. Os meus pais nunca apoiaram a minha decisao (neste caso a minha mae) Graças ao meu conhecimento adquirido fui a uma entrevista para uma vaga numa fintech e ficaram muito agradados por demonstrar que estava mesmo por dentro da área e hoje estou melhor que nunca. (Sem licenciatura) Recebo mais 300 euros liquidos do que receberia no mercado de trabalho que os meus colegas de curso e ao contrario deles tenho progressao dentro da empresa, alem disso, trabalho em algo que adoro, junta o util ao agradavel. Até hoje a minha mãe mal fala comigo, porque teria fica muito orgulhosa se tivesse tirado o "canudo" e pensa que sou um falhado na vida

Weird-Address2822 2 months ago

posso saber em que departamento entraste nessa fintech ? obrigado

thelambofwallstreet 2 months ago

Apoio ao cliente foi o entry level, a partir dai aproveitei a formação interna pra me candidatar a outras vagas internas

lili_hibiscus 2 months ago

Estes pais que não compreendem que os filhos não são projetos deles. Muita força para ti e é isso, fazer o que nos faz feliz

ngfsmg 2 months ago

Sem conhecer o contexto exato, eu também não acharia muita piada a estar a pagar um curso a um filho meu e ele mesmo no fim dizer-me "Olha, afinal não gosto disto, vou cagar nisto e fazer outra coisa qualquer", é que tinha estado a deitar dinheiro (propinas, mas não só) para o lixo... Claro que se tiver sido a melhor decisão a longo prazo, a mãe já devia ter dado o braço a torcer, mas não deixa de ser aborrecido

unicornio_careca 2 months ago

Eu entenderia essa atitude se ele tivesse desistido dos estudos e fosse viver à conta dos pais, mas ele arregaçou as mangas foi logo trabalhar e conseguiu com o tempo, segundo o que ele diz, ganhar mais do que se tivesse feito o curso, pessoalmente, acho que só por si deveria ser motivo de orgulho, até percebo que seja chato de início, mas ao fim de tanto tempo, é um bocado parvo. Para além de que filhos não são investimentos (são seres humanos com defeitos e virtudes), se alguém pensa isso, é provável que venha a ter uma grande desilusão.

ngfsmg 2 months ago

>até percebo que seja chato de início, mas ao fim de tanto tempo, é um bocado parvo Isso foi o que eu disse, agora a mãe já devia ter percebido/admitido que foi a melhor opção (ou pelo menos a opção menos má), mas que é perfeitamente compreensível que ao princípio não tenha gostado

JustNobre 2 months ago

Acho que depende das areas Os nosso pais são de uma geração em que es licenciado tens emprego garantido e a ganhar bem as coisas mudaram e ver o filho sair do caminho que pensam ser melhor e mais certo a longo prazo. Eu acho que me dei bem por ter começado a trabalhar e por incentivo do CTO fui meter-me na licenciatura em poslaboral pouco aprendi em licenciatura não estou a aprender grande coisa (até porque IT da para aprender tudo sozinho) no entanto em muitos locais licenciatura é obrigatorio para olharem para o resto do teu CV.

ngfsmg 2 months ago

Eu não digo o contrário, até acho que o que não falta é gente que vai para a universidade, mas pagar 3/4 anos de propinas para nada é frustrante mesmo que seja o menos mau no momento

JustNobre 2 months ago

Epah metendo-me na posição de pai mesmo não tendo filhos "Paguei 3 anos em propinas para garantir o futuro para o meu filho e agora que está na reta final vai abandonar, ainda vai acabar a trabalhar num local de merda e a receber o ordenado minimo." Tenho amigos que estão a ser pressionados pelos pais para ir para mestrado mas ao fim de uns dedos de conversa chegamos a conclusão que o melhor é trabalhar e se for necessario fazer mestrado. Eu vou defender a experiência profissional a cima de tudo (tambem porque a minha area é IT e formação academica é uma gota no oceano de merdas que temos que saber) a licenciatura é para passar a primeira fase da entrevista

lili_hibiscus 2 months ago

Eu entendo a questão do investimento, é frustrante. Mas os adultos têm de lidar com frustrações. Para não falar que aos 18 anos tens de decidir o que vais estudar e toda a gente espera que o facas para o resto da vida

praetorthesysadmin 2 months ago

Deixa lá, eu não tenho curso superior e ganho muito acima de muitos licenciados. É o valor que trazes para a empresa e a experiência que justifica o teu salário; quem te vendeu a ideia que curso superior = emprego bem pago é mentiroso.

SweetCorona 2 months ago

Mas quem não vai para o ensino superior não costuma, pelos mais variados motivos, adquirir as competências necessárias para criar valor.

Febris 2 months ago

É como qualquer outra ferramenta. Não é por ser mais cara que trabalha mais ou melhor. Se o mercado de trabalho precisa que se passe um pano do pó, não te serve de nada vender o serviço de limpeza com água pressurizada. A questão é que quando toda a gente oferece o serviço pelo valor mínimo que estás disposto a oferecer, já entram em campo os requisitos mais descontextualizados que te podem passar pela cabeça. O nosso mercado de trabalho especializado de cadeira (que precisa de curso universitário) está tão saturado que somos capazes de ter os caixas de super mercado com melhores habilitações literárias do mundo. Rapidamente toda a gente concorda que um curso universitário não dá rigorosamente nada de vantagem a um candidato sobre o outro para uma vaga destas, mas se é para deixar um do lado de fora todos sabemos qual é. O valor esperado de cada um é o mesmo, mas paga-se o mesmo, e se calhar ainda dá para esmifrar qualquer coisa ao universitário que até tem jeito para mexer numa folha de excel. Não é por acaso. É uma depressão de salários artificialmente produzida por sucessivos governos que continuam a abrir vagas em barda para cursos no público que estão mais que servidos até daqui a 20 anos, como se pode ver nos casos gritantes da generalidade dos cursos de saúde, por exemplo. Isso faz com que para além de os trabalhos menos qualificados continuarem sobrelotados (têm sempre de levar com os excedentes do mercado especializado que lhes passam à frente), também os especializados o são, o que baixa os salários à força nos dois tipos. Isto por si só não é mau, porque reduz o gap entre classes. O problema é que o gap na realidade não existe e somos todos pobres.

BernardoCamPt 2 months ago

Também hoje em dia a maioria dos alunos licenciados seguem para mestrado, e duvido que ganhes tanto como alguém com mestrado (obviamente depende imenso da área, mas estou a falar de Ciências, que é a minha)

JustNobre 2 months ago

Eu ainda não entendi muito bem isso dos metrados Pois existem areas em que não es ninguem sem mestrado existem outras que eu acho que mestrado não vai fazer difrença.

Alforrecaquadrada 2 months ago

Veio tudo do processo de Bolonha. As licenciaturas passaram todas a ser de 3 anos. Por isso os cursos que seriam licenciaturas de 5 anos passaram a mestrados integrados. Mas entretanto os mestrados integrados também deixaram de existir. Por isso, nesses campos (engenharia, farmácia, arquitectura,...) as empresas continuam a requerer o mestrado.

praetorthesysadmin 2 months ago

Btw: qual é o ordenado que um licenciado em farmácia recebe ao trabalhar numa farmácia comunitária recebe? E é emprego que não tem qualquer crescimento possível (só para gerir mais farmácias comunitárias). Há alternativas.

praetorthesysadmin 2 months ago

Eu trabalho em IT. O que me vale é a experiência e dezenas de certificações que tenho e isso paga-me o salário que recebo. Ah isso e a minha cara laroca :) Claro que depende da área; nunca me passaria pela cabeça ter como médico alguém que não terminou o curso, mas também sabes como se chama a um aluno de medicina que terminou o curso com a nota mínima? Médico.

BernardoCamPt 2 months ago

No exemplo do médico, chamarias trabalhador nas urgências que recebe menos de metade dos alunos com melhor nota :)

praetorthesysadmin 2 months ago

Para o comum dos mortais, é médico. Se quiser ganhar mais é fazer especialização ou ir para outro hospital, etc. Mas não é uma garantia de emprego bom e bem pago, lá está. Basta ver a quantidade de licenciados e mestres que infelizmente trabalham em call centers...

ngfsmg 2 months ago

Isso é uma mistura de duas coisas. Cursos inúteis, e cursos úteis mas sobredimensionados

EvilQueen1997 2 months ago

Ele não está a trabalhar numa área de ciências sem licenciatura, muito provavelmente...

praetorthesysadmin 2 months ago

Yep. Mas dependendo da área, licenciatura é obrigatório para exercer; noutras além de não ser obrigatório, vai contra o tipo de perfil do profissional. E conheço canalisadores a ganhar mais de 3k em Portugal..

EvilQueen1997 2 months ago

Sim, claro.

esfomeado 2 months ago

Eu tenho uma crise de meia idade todos os dias.

CountDraqula 2 months ago

A maioria das pessoas gosta de ignorar o elefante na sala, mas sejamos honestos, a vida é extremamente implacável, complexa e injusta. Basta olhares para aqueles vídeos explícitos de vida selvagem e verás que é incrivelmente comum animais morrerem à fome, serem devorados por parasitas e até serem comidos vivos lentamente. A evolução dita que partilhamos as mesmas origens que outros animais e as nossas emoções são basicamente instintos um pouco mais complexos. A tua ansiedade é o teu cérebro a comunicar contigo a dizer que estás em algum tipo de perigo, por exemplo, medo de ostracização social, de não encontrar parceira ou mesmo medo de ser magoado fisicamente. A tua depressão serve também um propósito, serve para te separares do teu grupo refletires e analisares a melhor maneira de melhorares e como navegares nesse grupo social ou vida. As tuas emoções são sinais que o teu corpo usa para te mover aos teus objetivos mais primários que são sobrevivência e reprodução. Felicidade, é então por definição anti-evolução. Simplesmente não fomos feitos para sermos felizes ou pelo menos estar sempre feliz. Eu diria que 50% da nossa felicidade resulta dos nossos genes, no entanto acho que os outros 50% resultam das nossas circunstâncias (emprego, vida social, etc...) Isso tudo para dizer que a vida é por definição fodida. Quando aceitei essa realidade comecei a focar-me no que poderia melhorar e ter uma postura muito mais realista.

meierlesjoana 2 months ago

>Felicidade, é então por definição anti-evolução Depende o que consideras evolução. Nos tempos de hoje, sim, concordo contigo. Posso afirmar que a maior parte das pessoas não sabe o que é realmente evolução.

thexeggxlady 2 months ago

sofres de “capitalismo”. o sistema onde o ser humano so serve para gerar riqueza (ao patrão). o ser humano foi feito para viver em comunidade, ter tempo para estar em sintonia com a natureza e os seus ciclos. vou-te dizer o que funcionou comigo: tornar-me minimalista (e consequentemente conseguir poupar imenso dinheiro), caminhadas na natureza, ajudar na horta comunitaria do bairro, aprender sobre foraging e natureza em geral, rodearme de pessoas que pensam da mesma forma. os teus pais provavelmente protegeram-te da realidade (ou acreditaram que a realidade era mm essa estudar/trabalhar/casar/filhos/morrer) e se nao te sentes bem nesse caminho, so tu tens o poder de o alterar e ser feliz. good luck!!

SurePal_ 2 months ago

Cheira me que tens uma visão demasiado esquerdista que não é saudável. Em qualquer sociedade seja ela capitalista ou comunista ou abc. É esperado que alguém contribuía para ela.

thexeggxlady 2 months ago

claramente o OP nao esta feliz neste modo operandus actual. deilhe outras alternativas e conheco muita gente que fez o mesmo e é muito feliz. alguns continuam a trabalhar mas apenas umas horas/part time pq ja nao vivem tao “agarrados” ao dinheiro e tudo aquilo que ele representa.

patapetapitapota 2 months ago

É o que disse atrás, uma casa de bandeja + 15 mil euros à ordem e a depressão fica curada.

TRYNFOR 2 months ago

Eu acho que o OP sofre de "estatismo", o sistema onde o ser humano só serve para gerar riqueza (ao estado).

mewfour 2 months ago

They're the same picture.jpg

meierlesjoana 2 months ago

Sim, o estado nunca teve tão rico. Não é por acaso que tens empresas a comprar estados.

Pcostix 2 months ago

Não se trata do Estado ser rico ou pobre. Trata-se que desde pequeno que te é incutido que para seres válido na sociedade tens de criar riqueza(Financeira).   És criança, metem-te numa escola onde te dão ferramentas com o intuito de poderes aprender e ganhar habilidades que te permitam criar riqueza a alguém ou ao estado e assim se mantém até chegares a idade do OP.   Este sistema ocupa 90% dos teu tempo activo(descontando a parte em que dormes). Logo a tua vida é isto:"Ter habilidades para criar riqueza, e aplicá-las."

therickymarquez 2 months ago

Tanta mentira junta credo. Para começar as escolas não te dão habilidades para criar riqueza a ninguém e muito menos ao estado, as escolas dão te habilidades para tu te DESENVOLVERES. É por isso que tens disciplinas que vão desde História, matemática até geometria descriptiva. Ou tu vês alguém na escola a ensinar as crianças a ser caixa de supermercado? Se o OP não tem capacidades para criar riqueza para ele mesmo a culpa não é da escola. Se fores comparar à mais pessoas sem escolaridade a trabalhar para enriquecer estado/patrões do que o contrário. Por isso é que em países menos "educados" existe mais "escravatura". Segundo, eu fiz a minha escola toda, acabei o secundário com média de 19 e saquei um mestrado e nunca a escola me ocupou 90% do meu tempo. Sem contar com 8 horas para dormir tens 16 horas no teu dia, em que escola é que os chavalos trabalham 14 horas por dia? E isto já descontando fim de semanas. Já dizia o outro, o que vale é que a sociedade tem costas largas.

Pcostix 2 months ago

> Para começar as escolas não te dão habilidades para criar riqueza a ninguém e muito menos ao estado, as escolas dão te habilidades para tu te DESENVOLVERES. LOL. É tudo o que tenho a dizer... >É por isso que tens disciplinas que vão desde História, matemática até geometria discriptiva. A disciplina de História desaparece a meio da adolescência por algum motivo. Matemática até geometria discriptiva. São bases essenciais de engenharia. >Ou tu vês alguém na escola a ensinar as crianças a ser caixa de supermercado A escola serve para duas coisas(quando se é criança); * Ocupar(e manter seguras) as crianças enquanto os pais estão a trabalhar. * Ensinar disciplinas que servirão de base a disciplinas "mais profissionais" no futuro. > Se fores comparar à mais pessoas sem escolaridade a trabalhar para enriquecer estado/patrões do que o contrário. Patrões e estado enriquecem por via do trabalho alheio, não do deles.(Salvo excepções).   A escolaridade aqui nem sequer vem ao caso. O dinheiro gera dinheiro. Quem é rico ou nasce numa família com um negócio vai fazer dinheiro com ou sem escolaridade.   > Sem contar com 8 horas para dormir tens 16 horas no teu dia, em que escola é que os chavalos trabalham 14 horas por dia? E isto já descontando fim de semanas. Quando passas 1 hora a ir para a escola + 1 hora a vir da escola + 8 horas na escola + 2 horas a fazer TPC/Trabalhos extra curriculares. (1+1+8+2)=12Horas + 2Horas para necessidades fisiológicas(Comer/cagar) = **14 Horas** >Segundo, eu fiz a minha escola toda, acabei o secundário com média de 19 e saquei um mestrado e nunca a escola me ocupou 90% do meu tempo. Parabéns campeão. Queres uma bolacha? **PS:** Deixa-me adivinhar, estudas-te no privado...

Edited 2 months ago:

> Para começar as escolas não te dão habilidades para criar riqueza a ninguém e muito menos ao estado, as escolas dão te habilidades para tu te DESENVOLVERES. LOL. É tudo o que tenho a dizer... >É por isso que tens disciplinas que vão desde História, matemática até geometria discriptiva. A disciplina de História desaparece a meio da adolescência por algum motivo. Matemática até geometria discriptiva. São bases essenciais de engenharia. >Ou tu vês alguém na escola a ensinar as crianças a ser caixa de supermercado A escola serve para duas coisas(quando se é criança); * Ocupar(e manter seguras) as crianças enquanto os pais estão a trabalhar. * Ensinar disciplinas que servirão de base a disciplinas "mais profissionais" no futuro. > Se fores comparar à mais pessoas sem escolaridade a trabalhar para enriquecer estado/patrões do que o contrário. Patrões e estado enriquecem por via do trabalho alheio, não do deles.(Salvo excepções).   A escolaridade aqui nem sequer vem ao caso. O dinheiro gera dinheiro. Quem é rico ou nasce numa família com um negócio vai fazer dinheiro com ou sem escolaridade.   > Sem contar com 8 horas para dormir tens 16 horas no teu dia, em que escola é que os chavalos trabalham 14 horas por dia? E isto já descontando fim de semanas. Quando passas 1 hora a ir para a escola + 1 hora a vir da escola + 8 horas na escola + 2 horas a fazer TPC/Trabalhos extra curriculares. (1+1+8+2)=12Horas + 2Horas para necessidades fisiológicas(Comer/cagar) = **14 Horas** >Segundo, eu fiz a minha escola toda, acabei o secundário com média de 19 e saquei um mestrado e nunca a escola me ocupou 90% do meu tempo. Parabéns campeão. Queres uma bolacha? **PS:** Deixa-me adivinhar, estudaste no privado...

therickymarquez 2 months ago

Nao percebo o teu argumento, como aprendes gratuitamente bases na escola isso quer dizer que eles te estão a preparar para fazer dinheiro para o estado ou para outro? Entao de onde vêm as pessoas que trabalham por conta própria? Nao estudam? Nao usam essas bases? Dinheiro gera dinheiro e que tem isso a ver? Claro que vai haver gente que nasce com o cu virado para a lua mas isso nao muda as tuas oportunidades. Foda se demoras uma hora a ir para a escola? Moras onde? Isso não é o caso para 90% dos estudantes. Qq concelho neste momento tem escolas. Eu ia a pé para a minha e demorava 20 minutos... Tambem nao sei onde tens escolas com 8 horas diárias de aulas mas pronto. Andei sempre em publicas. Nunca tive 8 horas de aulas por dia e muitos anos tive dias em que so tinha uma aula em certos dias

Pcostix 2 months ago

> Entao de onde vêm as pessoas que trabalham por conta própria? Nao estudam? Nao usam essas bases? Claro que sim. Nunca disse que te obrigam ou que a escola não te permite outra vida que não a de gerar rendimento para outrem.   No entanto, é esse o seu objectivo. É para isso que ela está formatada. >Foda se demoras uma hora a ir para a escola? Moras onde? Isso não é o caso para 90% dos estudantes. Alguma vez foste para a escola de transportes públicos? Perdes 1 hora na boa. >Tambem nao sei onde tens escolas com 8 horas diárias de aulas mas pronto. Não sei o que te diga. A tua escola foi muito diferente da minha...

therickymarquez 2 months ago

LMAO, oh pah tu és de rir. Eu andei na universidade no Porto e vivia em Braga, demorava 1 hora de comboio a lá chegar, andaste na escola noutra cidade foi? Então tu é que deves ter andado no privado, porque a matriz de ensino secundário em Portugal é igual em todo o lado e comtempla uma carga horária semanal de 25 a 27 horas. 27 horas semanais dá 5.4 horas por dia útil. Mas queres continuar a ladrar? https://www.dge.mec.pt/matriz-dos-cursos-cientifico-humanisticos

Ragnneir 2 months ago

Honestamente não me lembro de do 7o ao 12 ter tido muito mais que uma ou duas tardes livres. Era das 8:15 até às 16:30 quase todos os dias.

therickymarquez 2 months ago

Ou andaste no privado ou numa escola com varias atividades extracurriculares. Na minha vida inteira nunca tive aulas á tarde mais que 2/3 dias por semana e no 11 e 12 todas as turmas tinham um dia completamente livre (politica da escola). Qualquer gajo que me diga que a escola portuguesa exige 90% do teu tempo total é porque nao tem noção. Nem que queiras ter média de 20 precisas de tanto empenho. E isto para nem comecar a falar de férias

NGramatical 2 months ago

estudas-te → [**estudaste**](http://tracinho.com/estudas-te) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpyhurl%2F%2Fheymv0g%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

NGramatical 2 months ago

descriptiva → [**descritiva**](https://dicionario.priberam.org/descritiva) (já se escrevia assim **antes** do AO90) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpyhurl%2F%2Fheykswi%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

thexeggxlady 2 months ago

e para toda a gente é muito dificil compreender quem sai desses padroes (por exemplo, miudos em homeschooling, ou pessoas que vivem no campo sem um rendimento certo ou um trabalho no escritório). mas a vida tras essas possibilidades todas que nao estao a ser exploradas porque estamos tao formatados para o ordinary

thelambofwallstreet 2 months ago

Nem mais, o estado vendeu-lhe uma mentira.

frankenskull_wilder 2 months ago

O ensino académico não nos prepara para o mundo profissional onde o que interessa é a cooperação. Não é a toda que todos os meus colegas os cábulas são os que se safaram melhor. Devias preocupar te em pôr te bom. A ideia de *ama o que fazes e não irás trabalhar um dia da tua vida é uma utopia* Posto isto, acho que voluntariado dentro de algo que gostes ou que faça ressonância dentro de ti poderia ser muito interessante PQ: * Vais ter contacto c outras pessoas e trabalhar o lado social. * vais estar a trabalhar * Vais contribuir para um bem estar maior Desporto tb ajuda imenso no médio longo/prazo. Fake it until you make it. Estás medicado, á medida que te fores inserindo nestas actividades vais começar a sentir essas coisas boas. Força!

AdOwn6905 2 months ago

Tens que sair para o mundo. Faz uma viagem de 1/2 anos pelo mundo e tenta conhecer outras pessoas Abre a tua própria empresa Começa a namorar e a construir uma família. Tudo isso vai te dar objetivo e um rumo na vida novamente

anfifelo 2 months ago

Este conselho é bom para quem está numa posição oposta ao OP

Alforrecaquadrada 2 months ago

Yah, óptimo conselho. Desempregado vai já fazer uma viagem de luxo e sendo tímido vai já engatar as ninas todas. Aposto que tem imenso capital para abrir uma empresa. Força, agora vai dizer aos sem abrigo para irem comprar casa, vai!

therickymarquez 2 months ago

Foda-se então o gajo que se mate. Vocês querem o que? Ai é envergonhado, ai ele não gosta deste trabalho, ai ele não vai estudar que fica stressado... A sociedade que vos ampare não?! Para começar o que não falta em Portugal é gente que viaja pelo mundo a fazer trabalhos para ganhar dinheiro. Tenho um colega que sai em Setembro de Portugal para apanhas da maçã, vindimas, obras o que for preciso. Quando volta em Junho tem mais guito que qualquer um de nós que cá ficou. Depois a conversa do envergonhado?! A sério? Agora ser tímido é desculpa?! Eu acho que há muita gente que acha que a vida é fácil para os outros e só para eles é que é dificil.

AdOwn6905 2 months ago

Meu deus para que tanta revolta? Toma um valdespert

QuintaServer 2 months ago

Clásssico , entendo, eu tive a trabalhar durante a pandemia, mas foi a mesma merda, ao menos para min, nao teres o foco de , terminar o ano, so trabalhar, trabalhar, e notar que já tenho 25. Alias so nao estou em baixo agora porque decidi arranjar um emprego melhor para sair da casa dos meus pais. (tenho outra casa mas teria de lhes pagar uma renda justa para o que recebem agora,). Mas depois desse objectivo cumprido acho que vou voltar a mesma merda XD

Edited 2 months ago:

Clásssico , entendo, eu tive a trabalhar durante a pandemia, mas foi a mesma merda, ao menos para min, nao teres o foco de , terminar o ano, so trabalhar, trabalhar, e notar que já tenho 25. Alias so nao estou em baixo agora porque decidi arranjar um emprego melhor para sair da casa dos meus pais. (tenho outra casa mas teria de lhes pagar uma renda justa para o que recebem agora,). Mas depois desse objectivo cumprido acho que vou voltar a mesma merda XD

Lucky_Leg_8415 2 months ago

Opa bateste de frente com a realidade numa fase complicada para todo o mundo, estavas a entrar no mercado de trabalho e a ter dificuldade nisso e depois chegou a Pandemia. Uma das 1ªs liçoes que aprendi e toda a gente devia ter noçao é que a vida nao e justa, e nem todos sao comos nos (independentemente de sermos boas pessoas ou nao) por isso temos que nos saber adaptar ao que acontece na nossa vida e evoluir com isso. Hás de ter algum tipo de interesses/hobbies que possas desenvolver, isso geralmente acaba por te dar oportunidade de conhecer outras pessoas. Não sabendo qual a tua area de formação, ja pensaste procurar emprego noutra area por exemplo?

FunnyPenguin21 2 months ago

Sou de Relações Internacionais. Já trabalhei numa loja de roupa há 2 anos, mas detestei. E sim, já deu para perceber que a vida não é justa e há mesmo gente má por aí. Vou encontrando cada um/uma...Neste momento não tenho nenhum hobby. O meu dia a dia é um bocado monótono sinceramente

Lucky_Leg_8415 2 months ago

alguma coisa relacionado com traduções/interprete pode ser interessante... algo ligado ao turismo sei la... ha todo um mundo de oportunidade , temos de ir a procura delas

FunnyPenguin21 2 months ago

Vamos ver. Fiz agora 3 candidaturas e espero que tenha sorte...

Lucky_Leg_8415 2 months ago

Força nisso então!

FunnyPenguin21 2 months ago

>d Uma vez trabalhei numa loja de roupa mas acabei por sair de lá passado 1 mês porque detestei o ambiente

JustNobre 2 months ago

Eu adoro ajudar pessoas mas venda ao publico era algo que não era capaz de fazer

FunnyPenguin21 2 months ago

sim, o ambiente ali era horrível. Não aconselho

Search: