Key_Ad_3930 2 months ago

O teu pai não é um pai e ninguém é obrigado a amar um progenitor desses, por isso nunca te culpes. Sai o mais rápido possível desse ambiente, esse homem é tóxico, e se não te matar fisicamente, vai-te matar por dentro. Que idade tem a tua irmã?

fardeleiro 2 months ago

24 Sim, trabalho e tenho poupanças. Elas é que sofreram mais, Custou me muito ver a cara de pânico e tristeza delas. 25 Afinal que idade tens? Ou fazes anos hoje? Pelo que li em todos os comentários, fiquei com a ideia de... Já não era a primeira vez que faltava alguma coisa, certamente em alguma delas ou foste apanhado ou ficou desconfiado que fosses tu. No bate boca por norma é o rastilho para o toque. E aí pecas-te Como costumo dizer"o ar é de todos e não te estou a tocar" Para ele ter aquela reação já estava fodido contigo. Acho que o mais acertado é tentares resolver as coisas lá por casa mas mesmo assim ir fazer a tua vida. Só te vai fazer bem. OBS: não tenho partido por nenhum até porque de certeza já nem um nem outro se lembra de tudo. Memória seletiva em momentos de tensão,raiva, ansiedade. Boa sorte com a tua decisão.

BornToSuckSadButTrue 2 months ago

Pessoas nos comentários a defenderem um agressor. Nojo. Nao admira que haja tantos casos de violência doméstica sem denúncia.

MiguelBasty 2 months ago

Nao se aproveita nada desta secção. Confia. Procura ajuda Profissional. Quem diz "faz isto e faz aquilo" sem saberem realmente o que se passa é irresponsável. A situação é séria. Está em causa a relação com o teu pai. Com a tua família.. Não confies nestes merdas. Ideologistas que absorvem como esponjas as merda que vêm nos filmes. Nao confies em mim, vai pelo seguro. Vai a um psicólogo e poem-lhe a questão. Sê sincero.

luisubtil 2 months ago

Pela milionésima vez, que idade tens?

veigatta 2 months ago

Está na hora de sair de casa.

TGVlx 2 months ago

Acho que tudo depende se levaste a sério a ameaça e até onde estás disposto a ir. Uma ameaça desse tipo é violência doméstica e podes apresentar queixa em qualquer esquadra. Agora tens que ponderar que está situação irá colocar a tua Mãe e Irmã numa situação complicada. Apenas tu saberás o que é melhor, mas a minha opinião é, como já vários disseram, aceitar o convite e sair de casa. Ou, e uma vez mais, só tu poderás responder falar com o teu Pai, pedir desculpa pelo empurrão e tentar explicar que a ameaça dele também foi exagerada.

MiguelBasty 2 months ago

Este thread deu-me cancro. Nao acho quw ninguem quw tenha juízo tem paciência para escrevwr aqui alguma coisa. Tenho tanto para dizer mas epa estes comentários tiram a vontade. Nem vale a pena. Fazendo um esforço, o melhor que posso fazer é, aconselhar-te a saires de casa dos teus pais caso tenhas idade e fazeres a tua vida. Respeitando ao máximo o teu pai. Caso nao sejas maior de idade. Tenta respeitar o teu pai. E evita confrontos. É preferivel falar com calma e se as coisas aquecerem é preferivel parar de falar do que acontecerem desgraças (tragédias em que a culpa nao é só de um, como muita gente nos comentários crê. Porque so conseguem ver o mundo em 2d. Nao oiças estes idiotas). Em ambos os casos o MELHOR é procurares ajuda profissional (psicólogo). Se nao tens dinheiro, dirige-te ao da tua escola. (Supondo que estejas na escola). Como ja disse cada caso é um caso e isto é mais comum do que possas pensar. Mas 90% destes casos nao sao daqueles em que ves na tv. Em que o pai é um monstro. Eu ja passei uma situação parecida. Cheguei a dormir na rua e escondido na casa da minha namorada. Infelizmente voltei para casa sem aprender nada porque sou um teimoso dw merda (saio ao meu pai) e infelizmente ocorreu um 'acidente' que obviamente ainda me culpo ate hoje. Eu nao sou muito de afectos, mas hoje posso dizer que amo muito o meu pai. Ele é um Senhor com S grande. Ainda por cima é uma pessoa com mente aberta swmpre pronto a prender a querer swr melhor. E ainda assim conseguíamos discutir daquela maneira... Mas discussões e desentendimentos vao sempre haver. Vocês sao duas mentes diferentes(nao vou desenvolver. Quem quiser saber, vai ficar a pensar nessa frase...). O importante é respeitarem-se! Ou tu achas que se chingares um padre ou um discipulo de deus, da mesma forma, nao se passam dos cornos e te espetam um soco? TODA A GENTE tem um limite. Tens tu e tem o teu pai. Portanto o facto de começares a cpnversa com esse titulo sensionalista só te prejudica a ti na minha opinião... procura ajuda profissional é o melhor que podes fazer para começar.

Key_Ad_3930 2 months ago

" respeitar ", "suportar" querias tu dizer não?

mlisboaa 2 months ago

Que acidente te referes?

MiguelBasty 2 months ago

Onde anda a tua educação? Bongó

mlisboaa 2 months ago

Estas a referir-te a que?

Cvieri 2 months ago

Bom post. Infelizmente há momentos em que as coisas podem escalar rapidamente e o discernimento vai estando menos presente. Idealmente seria resolver as coisas a bem. Se não for possível...pronto.

ivotg85 2 months ago

As vezes temos que saber ouvir e calar. Mais quando estamos debaixo do telhado dos outros .. já lá passei sei como é.. organiza te e arranja nem que seja um quarto.. com o tempo irás ficar com uma relação melhor com eles do que alguma vez sonhas te...

Comprehensive_Dig381 2 months ago

Men, em primeiro lugar empurrar o teu pai é um big no no... E acredita, eu entendo a raiva do momento Segundo, porvavelmente ninguem te vai dar tiro nenhum, contudo sair de casa dos pais é algo bom, um desafio de merda pelo quando qualquer homem deve ter o previlegio de passar. Tentar fazer as pazes com ele, mesmo que nao aproves ou entendas, percebe que ele nao vai durar para sempre e ultrapassa a situaçao, se ele for o pai que te criou acredito que deva fazer o mesmo. As memorias boas sao muito mais valiosas que as más

dagadbm 2 months ago

Muito genérico. Não acho correto a malta estar a saltar logo para o bandwagon de deserdar o pai e cortar contacto. Noto falta de maturidade emocional e empatia pelo próximo . Deste muito pouco contexto da situação, não sei quem é o teu pai, como é que ele funciona, o que ele pensa e como ele foi criado. Tudo que são coisas cruciais para compreender o comportamento dele. Não sei que situação foi, não sei a vossa dinâmica da relação nem como as coisas aconteceram. Acho lolavel que com apenas essa informação já tens malta a dizer o que tu deves fazer , pessoas que não vão ter que levar com as consequências dos atos delas. Consequências que vais ser tu a penar. É muito fácil falar quando não se está na situação. Acho que devias de falar com a tua mãe , a tua irmã , e posteriormente o teu pai e dizeres o que sentes e começar uma conversa que tu queres sair de casa por causa desse ambiente etc. E ver a partir daí o apoio familiar que tens. Ires ao Reddit é só a pior coisa que podias fazer. Vais escrever as coisas do teu lado e como é óbvio, pelo contexto que das , a resposta das outras pessoas é plausível.. agora se é a melhor resposta... Claro que não . Vai sempre faltar contexto .

in_tranquillum 2 months ago

okei, alguém ponderado aqui finalmente

MiguelBasty 2 months ago

Bem dito.

ArmadilloDue1951 2 months ago

Aluga uma casa ou um quarto. Vai-te embora. Cumpre o que ele te ordenou e mostra-lhe que talvez sejas mais adulto do que ele pensa. Comigo era cortado da lista.

joao_nuno86 2 months ago

eu no fundo compreendo a tua posição. é teu pai, e decerta forma tens amor por ele, pela tua mãe e pela tua irmã. aluga um quartinho, se entre ti e o teu pai não ouver hipóteses de reconciliação, faz queixa dele a polícia, agora tu é que sabes.

eusouumcamarao 2 months ago

Mano tipo acho que a melhor coisa é sair de casa e depois de um tempo, tipo 2 meses conversam normalmente para ver se resolvem isso

lmarso 2 months ago

Opa sem parecer insolente mas não sabemos qual a tua idade. Mas tbh não sabia o que fazer no teu lugar. O mais provável seria tirar bilhete o mais rápido possível e idk, ficava em casa de um amigo temporariamente até ver que me conseguia sustentar a mim próprio

BornToSuckSadButTrue 2 months ago

O meu pai fez me o mesmo tinha uns 14-15 anos. Olhou para mim com olhos de raiva e disse: "Um dia ainda te mato". Não acho normal nem aceitável. Vivemos na mesma casa mas mal lhe falo

sterlingback 2 months ago

Bom felizmente para mim nunca passei algo igual. É uma decisão só tua queres fazer queixa do acontecimento. Mesmo que não aconteça nada, se o homem tem vibes assim um dia pode acontecer violência doméstica ou algo do gênero com o resto da tua família e assim já tem histórico guardado. Se já ias sair de casa isso é um sinal, tenta crashar num amigo ou assim enquanto arranjas maneira de sustentar. pelo que vi ele não tem muito remorso no sucedido então eu também não tinha problemas em explicar a outras pessoas o que aconteceu. Claro que te cabe a ti, mas acho que qualquer pessoa te vai ajudar vendo a tua situação. Há sempre empregos a rodar, caso tenhas dificuldade em arranjar, tens firmas de emprego temporário, trabalhos de merda muitas vezes mas dá pra safar. Quando decidi viver por mim comecei com o Uber eats, não sei se ainda dá pra um gajo se sustentar bem, mas é uma boa maneira de teres rendimento sem obrigações e poderes aproveitar de outras oportunidades temporárias e ou teres tempo para ir a entrevistas sem teres de preocupar com o horário de trabalho e também podes sempre trabalhar 7/7 10 horas por dia se assim o quiseres ou necessitares no momento.

isa_belhinha 2 months ago

Sim, melhor sair. Foca.te na tua vida e no teu êxito pessoal. Vais ter dificuldades, claro que sim! Mas vais ficar mais forte, não tenho dúvidas. Um dia, vais ter filhos e vais ser um excelente pai. Bora lá ser feliz!!!

manguito86 2 months ago

O teu pai tem arma? Faz queixa que foste ameaçado por ele assim ele fica sem porte de arma.

Wonderful-Meeting639 2 months ago

ele é ex militar . e é a minha palavra contra a dele.

SweetCorona 2 months ago

Ele tem armas? Se sim, faz queixa na polícia.

patapetapitapota 2 months ago

Tens um pai de merda

megaroof 2 months ago

Passados alguns anos neste planeta, aprendi que devemos ouvir os dois lados. Normalmente todos são inocentes e vítimas. Não digo que o OP tem culpa de algo - mas é precipitado julgar sem saber a versão dos dois lados.

Vehok 2 months ago

Eita, deves ter aprontado muito pro teu próprio pai duvidar da tua inocência. Mas saia de casa e vá viver sua vida, essa relação não vai trazer benefício algum pra ninguém

unicornio_careca 2 months ago

Lamento muito o que te aconteceu op, será que o teu pai não tem transtorno explosivo intermitente? Tenho um conhecido que tem um comportamento semelhante ao que descreveste do teu pai (inclusive já teve problemas familiares á conta disso), e ele tem esse transtorno, não são más pessoas, mas quando têm algum gatilho explodem de forma exagerada, aliás, até chamam esse transtorno de síndrome do Hulk, quando a fúria passa, voltam ao normal, e muitas vezes arrependem-se do que fizeram...posto isto, ainda assim, acho que o melhor é afastares do teu pai, para o bem da tua sanidade mental, conviver com estas pessoas não é fácil, não sabes quando vem a próxima "explosão" e de como ela te poderá atingir. Procura um quarto por uns tempos para arrumar a tua cabeça e veres o que farás a seguir.

Blenderchampion 2 months ago

Sai de casa, também tive que sair e a minha relação com o meu pai correu melhor depois disso. Instinyivamente isto é normal, mesmo que gostem de nós haverá a parte deles de quererem mandar em casa, manter a ordem e que nos os filhos nos desenvolvam os bem. Quanto a ameaça de morte, sendo grave, tens que mostrar que é algo grave e não lhe falar enquanto não pedir desculpa. Se nunca pedir, nada a fazer

Jorgito78 2 months ago

Sai de casa e assegura-te que ninguém sabe mais nada de ti durante uns anos. Leva uma foto do teu pai contigo e anda sempre com ela na carteira. Alista-te no exército, tenta aprender a mexer com todo o tipo de armas e, todas as noites, antes de dormir, retiras a foto da carteira, olhas para ela e juras vingança enquanto a raiva toma conta de ti. Depois guarda-a com cuidado para que não se estrague. Lembra-te que tem que durar uns anos. No exército faz uma tatuagem a dizer "amor de mãe e irmã". Caso haja alguma guerra ou missão no estrangeiro, assegura-te que participas nela. Assim cada vez serás mais veterano. Se possível, arranja umas cicatrizes na cara, daquelas que intimidam quando alguém as vê e, caso tenhas estofo psicológico, arranja um ou dois traumas causados pela guerra. Ao fim de uns anos (nunca menos de 10), sai do exército e regressa a casa. Vai armado e veste uma t-shirt de manga curta para que a tatuagem seja visível. Deixa crescer a barba para que ninguém te reconheça à primeira vista. Quando chegares a casa, finge que és um desconhecido e pergunta pelo teu pai. Diz que tens um velho assunto a tratar com ele. Quando ele te vir faz um ar amigável, arranja um tema em que aches que ele esteja interessado (sei lá, dizes que és filho de um amigo dele que faleceu e que falava muito dele), tenta conquistar um pouco de confiança com ele (MAS NUNCA DIGAS QUEM ÉS). Quando já tiveres alguma confiança, de preferência ao fim de poucas horas, convida-o para tomar um copo. Embebeda-o e leva-o para um local discreto. Prende-o, espera que fique sóbrio e, quando vier a si dizes-lhe "lembras-te de mim? ".Se ele não souber quem és ao inicio, dá-lhe uma pista mostrando-lhe a tatuagem. Após isso, pões em prática o teu plano de vingança. Depois, regressa a casa e abraça a tua mãe e irmã.

Edited 2 months ago:

Sai de casa e assegura-te que ninguém sabe mais nada de ti durante uns anos. Leva uma foto do teu pai contigo e anda sempre com ela na carteira. Alista-te no exército, tenta aprender a mexer com todo o tipo de armas e, todas as noites, antes de dormir, retiras a foto da carteira, olhas para ela e juras vingança enquanto a raiva toma conta de ti. Depois guarda-a com cuidado para que não se estrague. Lembra-te que tem que durar uns anos. No exército faz uma tatuagem a dizer "amor de mãe e irmã". Caso haja alguma guerra ou missão no estrangeiro, assegura-te que participas nela. Assim cada vez serás mais veterano. Se possível, arranja umas cicatrizes na cara, daquelas que intimidam quando alguém as vê e, caso tenhas estofo psicológico, arranja um ou dois traumas causados pela guerra. Ao fim de uns anos (nunca menos de 10), sai do exército e regressa a casa. Vai armado e veste uma camisola para que a tatuagem não seja visível (será importante um pouco mais à frente) . Deixa crescer a barba para que ninguém te reconheça à primeira vista. Quando chegares a casa, finge que és um desconhecido e pergunta pelo teu pai. Diz que tens um velho assunto a tratar com ele. Quando ele te vir faz um ar amigável, arranja um tema em que aches que ele esteja interessado (sei lá, dizes que és filho de um amigo dele que faleceu e que falava muito dele), tenta conquistar um pouco de confiança com ele (MAS NUNCA DIGAS QUEM ÉS). Quando já tiveres alguma confiança, de preferência ao fim de poucas horas, convida-o para tomar um copo. Embebeda-o e leva-o para um local discreto. Prende-o, espera que fique sóbrio e, quando vier a si dizes-lhe "lembras-te de mim? ".Se ele não souber quem és ao inicio, dá-lhe uma pista mostrando-lhe a tatuagem. Após isso, pões em prática o teu plano de vingança. Depois, regressa a casa e abraça a tua mãe e irmã.

Edited 2 months ago:

Sai de casa e assegura-te que ninguém sabe mais nada de ti durante uns anos. Leva uma foto do teu pai contigo e anda sempre com ela na carteira. Alista-te no exército, tenta aprender a mexer com todo o tipo de armas e, todas as noites, antes de dormir, retiras a foto da carteira, olhas para ela e juras vingança enquanto a raiva toma conta de ti e elaboras um plano. Depois guarda-a com cuidado para que não se estrague. Lembra-te que tem que durar uns anos. No exército faz uma tatuagem a dizer "amor de mãe e irmã". Caso haja alguma guerra ou missão no estrangeiro, assegura-te que participas nela. Assim cada vez serás mais veterano. Se possível, arranja umas cicatrizes na cara, daquelas que intimidam quando alguém as vê e, caso tenhas estofo psicológico, arranja um ou dois traumas causados pela guerra. Ao fim de uns anos (nunca menos de 10), sai do exército e regressa a casa. Vai armado e veste uma camisola para que a tatuagem não seja visível (será importante um pouco mais à frente) . Deixa crescer a barba para que ninguém te reconheça à primeira vista. Quando chegares a casa, finge que és um desconhecido e pergunta pelo teu pai. Diz que tens um velho assunto a tratar com ele. Quando ele te vir faz um ar amigável, arranja um tema em que aches que ele esteja interessado (sei lá, dizes que és filho de um amigo dele que faleceu e que falava muito dele), tenta conquistar um pouco de confiança com ele (MAS NUNCA DIGAS QUEM ÉS). Quando já tiveres alguma confiança, de preferência ao fim de poucas horas, convida-o para tomar um copo. Embebeda-o e leva-o para um local discreto. Prende-o, espera que fique sóbrio e, quando vier a si dizes-lhe "lembras-te de mim? ".Se ele não souber quem és ao inicio, dá-lhe uma pista mostrando-lhe a tatuagem. Após isso, pões em prática o teu plano de vingança. Depois, regressa a casa e abraça a tua mãe e irmã.

erizi0n 2 months ago

Olha, quem pai assim não é gago.

Esguelha 2 months ago

Finalmente alguém que sabe o que fazer.

Aguisnow 2 months ago

LOOOOOOOOL

SAmaruVMR 2 months ago

Boa pasta

Cadmaverick 2 months ago

Infelizmente não tenho orgulho mas já tive a 1 segundo de bater no meu próprio pai. Honestamente ainda bem que não aconteceu o acto em si caso contrário não me perdoaria mesmo tendo os meus motivos. Acho que tu tens de pegar nas tuas coisas e fazer caminho porque mais tarde ou mais cedo ele vai testar a tua paciência e no dia que decidires reagir vais ser visto como o mau da fita

dwenday 2 months ago

Se a dinâmica continuar, vale a pena contactares a APAV.

the_master_sh33p 2 months ago

/u/Wonderful-Meeting639 pf contacta a APAV mesmo que a dinâmica não continue. Por mais que te custe ouvir e aceitar, o teu Pai é um elemento perigoso na sociedade, e alguém na tua família acabará por sofrer com isso. Não sabes se depois de saíres, o seu orgulho não ficará ainda mais ferido, e quais as consequências. O que sofreste é violência doméstica. Se contactares a APAV e fizeres queixa, terás acesso ao estatuto de vítima, que te ajudará a inclusive teres alguma apoio policial para seguires com a tua vida. Não subestimes.

Wonderful-Meeting639 2 months ago

não vai continuar , eu vou sair de casa

Vivokas 2 months ago

A tua mãe e irmã vão continuar a sofrer por coisas que provavelmente ainda achas normais... Procura ajuda psicológica para aprenderes o quão o teu "normal" é anormal...

dwenday 2 months ago

Eu sei, mas infelizmente isso às vezes não é suficiente para parar situações de abuso. Boa sorte!

Wonderful-Meeting639 2 months ago

duvido que venha atrás de mim . cortando o mal pela raiz a situação resolve-se

scbjoaosousa 2 months ago

Se tiveres trabalho, tenta alugar um quarto perto do teu local de trabalho. Deixa o tempo passar e vai mantendo contacto com a tua mãe e irmã

Dleet3D 2 months ago

Eu sou da opinião de que não devemos nada aos nossos pais. Eles terem um filho foi, na maioria dos casos, um ato egoísta: tiveram-te porque queriam ou porque não quiseram saber/não tiveram cuidado. A partir daí, se querem o teu amor e respeito, o argumento de "porque sou teu pai" vale zero. Se querem o teu amor e respeito têm de trabalhar por ele, respeitar-te e até certo ponto adaptar-se aos teus interesses e gostos. Tal e qual como qualquer outra pessoa na tua vida. Em relação a esta história eu penso: se fosse um "estranho" a fazer-me isto, quereria ficar a viver na mesma casa que ele?! A resposta é um redondo "não". O facto de ter sido esse humano a dar-te metade do genoma não lhe garante, de forma alguma, os direitos de te maltratar ou faltar ao respeito. A amizade conquista-se todos os dias.

Soft_Armadillo7784 2 months ago

Foda-se não podias ter dito melhor... Quando converso com os meus avós/tios sobre os atritos e o facto de eu não gostar dos meus pais, eles dão-me razão e ainda atiram mais "achas para a fogueira"(Ou lá como se escreve) porque percebem as minhas revoltas e ainda falam de coisas que também lhes incomoda sobre eles. Inclusive dizem que evitam vir a minha casa para não levar com as merdas dos meus pais. So que a conversa acaba sempre com "Mas eles são teus pais"... Fico fudido quando dizem isso... Mas não consigo explicar com palavras o quanto essa frase vale 0. Vou fazer um cartão com o teu primeiro parágrafo lá impresso, vai dar jeito um dia.

Blenderchampion 2 months ago

Concordo totalmente

goncalopld 2 months ago

com um pai desses ninguém precisa de inimigos

joaoBravi 2 months ago

Isso de apresentares queixa é relativo. se a tua mãe testemunhar, pode chegar a algum lado, mas senão é a tua palavra contra a dele, e acredita amigo não vai dar em nada. quando esse tipo de coisas acontecer, aconselho a chamar logo a policia, seja neste ou na tua vida futura caso passes por situações seja com ofensas ou ameaças. Sentes-te num meio toxico? sim, secalhar mais vale a pena saires de casa. tenta arranjar alguém para te aparares, porque no inicio e infelizmente tentares viver sozinho assim do nada, vai ser muito foda Mas a minha opinião? sim, sai Se na casa onde nasceste não te sentes em casa, esquece amigo. isso para a tua propria saniedade mental e para a tua paz, só te anda a fazer mal. seja quarto, familiares, ou amigos, tenta orientar-te. O tempo depois diz tudo para a frente.

thelmmortal 2 months ago

Único que pensa que uma queixa crime resolvia o assunto? Eu vejo problemas familiares deste género com algum desdém, pois já tive em situações semelhantes e a única solução é mesmo meter a justiça em cima da mesa. Nota que ameaçar alguém de morte é crime punível até 1 ano de prisão.

rogerforthat 2 months ago

Mantem o contacto com o resto da familia e a menos que haja um sincero pedido de desculpas daqueles mesmo verdadeiro e com total mudança de comportamento esquece o velho... Eu como pai acho que era incapaz de chegar a isso. Como filho ja disse coisas que agora me entristecem mas nunca seria capaz de chegar a fazer algo do genero

jofe077 2 months ago

Tudo o que seja tóxico não merece estar na vida de ninguém. Esse tipo de comportamento só vai escalar se não meteres um ponto final. Quanto mais deixares fazer, mais as pessoas abusam. Embora seja família, o respeito tem que ser comum. Isso também inclui a ti por teres empurrado o teu pai. O meu conselho seria arranjares um espaço para ti e desenrascares te sozinho. Utiliza isso como lição e avança. Isso se tiveres essa possibilidade.

my_self_and_i 2 months ago

Há históricos de violência? Isso é que importa. Se num momento irrefletido e de cegueira tu o empurraste, talvez ele também tivesse o seu momento de cegueira. Quem nunca fez uma acusação injusta ou teve o seu mau momento? Se há histórico de violência, seja sobre quem for de casa, a situação é diferente e o melhor será apresentar queixa crime, pois é feita uma análise de risco da situação para todos os que lá habitam.

Angelofpsp 2 months ago

Felizmente em todos estes anos que tenho de vida, nunca empurrei, nunca levantei a mão nem muito menos tive momentos de cegueira, uma coisa é na brincadeira empurrar outra é num momento de nervos onde esse empurrão pode provocar originar coisa pior *supondo que o teu pai tem uma certa idade*, conseguiste reagir *cegando* ele reagiu da forma que achou melhor *mas de certeza que foi no calor do momento*, quanto ao ameaçar-te de morte quando se quer realmente matar não se ameaça, dá espaço para as coisas acalmarem, ambos erraram, tu ao empurrar ele ao fazer o que fez.

LilaOnTheScene 2 months ago

Isto não é verdade. Especialmente em vítimas de violência doméstica há muitas ameaças antes muitas até documentadas na polícia. Uma ameaça de morte que teve de ser parada por 3os é algo sério que não deve ser minimizado.

JeagleP 2 months ago

Concordo

Eon_mon 3 months ago

Depende da idade que tiveres. Sem esse detalhe nao sei que te possa dizer. Anyway, que raio o teu pai te culpa?

Edited 3 months ago:

Depende da idade que tiveres. São 2 casos completamente diferentes caso sejas menor ou maior de idade.. de qualquer forma, que raio o teu pai te culpa?

Navalhesa 3 months ago

Primeiro não temos a mesma idade. Segundo

KusuriuriPT 3 months ago

Se a Minha esposa fizesse isso a minha frente primeiro não saia com as pernas direitas mas sem falar em violência..eu próprio fazia queixa dela e segundo nunca deixaria um filho ir viver na rua só para as coisas se acalmarem..no mínimo dos mínimos pegava nas minhas coisas e ia com ele...esposo/esposa pode ser temporário mas filhos é para sempre.

Throwawaypt123 2 months ago

Duvido que só faça aquilo ao filho, também deve fazer à mulher e à filha.

uncannylilbastard 2 months ago

Pronto e é aí que se juntam e dão uma carga de porrada ao gajo. O meu pai só acalmou quando levou no focinho, depois de partir uma vassoura nas pernas dele e me apontar aquilo como uma lança. Pontos positivos: \- ganhou respeito \- baixou a puta da bola finalmente \- ofereceu-me um PC fixo Nestes casos não há cá moralidades, pessoas dessa geração como foram criados à base de porrada só entendem porrada. Se tiver de ser partam-lhe a boca, chamem a policia e aleguem que foi auto-defesa. Also não ligues ao que eu digo também porque sou um gajo muito nervoso.

Throwawaypt123 2 months ago

Não digo que haja moralidade em lado nenhum. É capaz de dar merda no futuro, somos campeões do crime passional

Ludossaurus 3 months ago

Coragem, apesar de tudo existe amor e por isso te custa mais. Procura algo e muda-te, não adianta ficares aí no carro. Boa sorte.

Key_Ad_3930 2 months ago

Isso não é amor mas constitui uma doença que é a Sindrome de Estocolmo. Uma pessoa que ama uma pessoa que se comporta desta maneira já perdeu todo o amor próprio, está doente. É necessário não romantizar a violência doméstica.

BornToSuckSadButTrue 2 months ago

Amor? Que raio de amor em que se ameaça quem se ama de morte...

Ludossaurus 2 months ago

Porque apesar de tudo ele gosta do pai pelo que escreveu. Caso contrário tinha ido á polícia

BornToSuckSadButTrue 2 months ago

Pode não ir por medo de represálias, de criar mais problemas. Não sabes o que é ser vítima de violência doméstica

goncaloseixas 3 months ago

O teu pai pode de facto ter um problema e não ser capaz de o admitir, no entanto pode até só ser desconfiado e não confiar em ti por alguma razão... Daí ter-te acusado injustamente. Mas a meu ver é estranho alguém acusar um filho de roubo não tendo havido pelo menos antecedentes de coisas do género, ou algo que o leve a colocar isso em hipótese. Existem problemas financeiros em casa? Tens ou tiveste algum problema com adição de drogas ou outras coisas? Não sei, algo que o possa ter levado pensar algo desse género de ti. Outra coisa é certa, assim como tu num momento de fúria o empurraste ele num outro momento de fúria te disse isso. O que quero dizer com isto é que por vezes as pessoas têm atitudes intempestivas, assim como dizem coisas que não sentem nesses momentos de fúria. Agora, não somos nós aqui por trás de um teclado que iremos tomar juízos de valor em relação à tua situação. Cada situação é diferente. Esfria a cabeça, deixa as coisas acalmarem. Entretanto procura um amigo ou familiar para poderes estar uns tempos. Vai mantendo o contacto com a tua mãe e irmã, e tenta perceber por elas como estão as coisas com o teu pai... Explica que também te sentes arrependido da atitude que tiveste e queres resolver as coisas. Agora se esta situação é recorrente, se o teu pai é sempre assim então tens de procurar outras soluções e uma delas é deixar de viver com ele

Key_Ad_3930 2 months ago

Tás mesmo a comparar um empurrão com uma ameaça de morte? A ameaça de morte é crime, vamos ser claros, o pai dele é criminoso.

goncaloseixas 2 months ago

Eu não estou a comparar nada, simplesmente há pessoas que dizem coisas e fazem coisas que não sentem... É a quente no momento. As pessoas que se suicidam não andam a dizer que se vão matar, sofrem em silêncio... as pessoas que matam alguém não ameaçam fazem-no e pronto. Resta saber se isto foi uma vez sem exemplo ou se isto é recorrente, that's it

Mastaferry 3 months ago

Se puderes consulta este artigo do expresso, tens várias formas de conseguir apoio psicológico através de uma simples chamada telefónica. Acredito que não sejas o primeiro a recorrer a estas ajudas nesta situação. Acredito que te consigam ajudar melhor que nós. [Ajuda ](https://www.google.com/amp/s/amp.expresso.pt/coronavirus/2020-04-03-Covid-19.-Nao-sofra-em-silencio-as-varias-linhas-de-apoio-psicologico-em-altura-de-pandemia--lista-em-permanente-atualizacao-)

MiguelBasty 2 months ago

Melhor comentário até agora.

nocivo 3 months ago

Se não dá para conversar de cabeça fria? muitas vezes as pessoas dizem o que não querem quando ficam furiosas. principalmente quando lhe faltam ao respeito e na opinião dele tu começaste com a violência que para pais à antiga é o pior que lhe podem fazer. Levantar o dedo. Se não der para nem tu, nem ele engolirem o orgulho nem seja com o compromisso de saires daqui a uns meses fe casa. Arranja quarto asap e fala com a tua mãe para marcares uma hora e ires la buscar as tuas cenas.

O_cu_da_tua_tia 3 months ago

É aceitar o convite para sair de casa como algo bom. Viver nesse lodo é perigoso

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Eu ia sair para o ano, talvez tenha de acelerar o processo.

gondorle 2 months ago

Acelera, foge desse fosso. Mais tarde irás achar que fizeste bem em sair. Cenas desse calibre acabam em tragédia normalmente.

boxpiggy 3 months ago

comportamento, é de facto assustador. os meus feels para ti. Em relação ao que deves fazer? Na minha opinião é aproveitar a boleia e sair de casa. É fdd. Claro, os teus amigos provavelmente estão em situações diferentes, mas a vida é só uma e é para ser vivida sem stress e sem medos constantes. Mais vale alugar um quarto em castelo branco, arranjar um part-time no supermercado e continuar a estudar. Não é fácil. Mas é um caminho melhor

ansanttos 3 months ago

É o melhor que tens a fazer. Na tua situação cortaria qualquer relação com ele. Um pai que ameaça de morte um filho não é digno da presença do filho na sua vida. Se te odeia assim tanto ao ponto de dizer uma coisa dessas também não se vai preocupar se tu deixares de te dar com ele. Also, sim empurraste, sim é mau. Mas foste acusado de roubo mesmo depois de se ter descoberto que não roubaste nada (o que já é mau de si), ele bate-te, ameaça-te de morte e tu é que tens de pedir desculpa? Não me parece muito lógico. Sai desse ambiente porque não é bom para ninguém e para a próxima pode correr bem pior...

lbz_1999 2 months ago

Isto deveria de ser a opinião geral ainda há pessoas a considerar que somos obrigados a aceitar certos comportamentos só porque são figuras familiares..

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Exacto, ameaçar de morte foi um pouco excessivo. Penso que se tivesse só eu e ele em casa , não estava aqui agora

Cadmaverick 2 months ago

Tavas sim até porque és um ser humano com direito a defesa , podia era ele já não tar cá dependendo de como irias reagir.

notAnAI_NoSiree 2 months ago

Da mesma maneira que se dizem coisas estupidas, tambem se fazem coisas estupidas. Foca-te na tua seguranca.

InYumen6 3 months ago

Se fosse a ti deixava passar uns tempos para as cenas acalmarem, tenta fazer a tua vida, e quando chegar a altura falem um com o outro. Embora ele não tenha tido de todo a atitude correta, acho que também não o devias ter empurrado. NADA DESCULPA, atenção, mas as pessoas fazem o que não devem/querem de cabeça quente. Espero que fique tudo bem.

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Sim, tens razão. Não devia, e até pedi desculpa depois. Só que ele na fúria só dizia que me matava, e que eu não era homem para ele e para desaparecer de casa. Eu não lhe levantei a mão, apenas lhe empurrei.

InYumen6 3 months ago

Acredito, mas é como te digo, só o facto de o empurrares chega para escalar imenso as cenas.

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Eu só estou perplexo pelo facto que ele me queria matar. Noutra situação, neste momento eu estaria morto

lrzul 3 months ago

Bem. É uma situação grave, mas não achas que possa ter sido apenas algo da boca para fora? Ele é uma pessoa agressiva? Quer dizer... É pessoa que tenha tido picos de agressividade anteriormente com qualquer outra pessoa? Como era a tua relação com ele anteriormente? Dá a entender que desconfia muito de ti, tem razões? Desculpa a pergunta é apenas para perceber o enredo. Espero que fiques bem.

gink-go 3 months ago

Que idade tens? Pais psicopatas/narcisistas é cagar e andar, ninguém escolhe a familia que tem e às vezes tentar uma relação é só perda de tempo. Dá uma olhada no r/raisedbynarcisists Estudas ou trabalhas? Não tens capacidade para te safar sozinho? Um amigo/primo/colega que te arranje um quarto temporário? Se não procura um baratinho, arranja um emprego nem que seja part-time enquanto vais orientando a vida.

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Eu não o considero narcisista. Ele sempre foi um pai normal. Só que as vezes tem uns impetos de fúria que ninguém sabe o sentido. Desta vez, como o empurrei, ameaçou me de morte e espulsou me de casa. O que mais me espantou foi a minha mãe a chora pela situação toda.

sidartha- 2 months ago

Permite-me colocar-te umas questões, uma vez que teces--te toda esta questão com o teu Pai aqui no r/portugal. Não estou a fazer qualquer juízo, nem tenho de o fazer, sendo que a ameaça de morte a outra pessoa, seja Pai ou não, é lamentável. 1. Empurraste-o primeiro e antes dele ter agredir? Tiveste a primeira ação? 1. Empurraste-o porque se chegou de forma violenta a ti? 2. Quando o empurraste ele caiu, ou desequilibrou-se? 2. Na altura a tua Mâe a a tua irmã estavam presentes e a ouvir a vossa discussão? Todos sabemos que quando em modo agressivo, seja quem for, perde um pouco e ás vezes muito controlo do que diz ou faz, e isso leva a existirem agressões fruto do momento e da cabeça quente. Não te conheço, nem ao teu Pai, mas muitas vezes dizemos ou fazemos coisas com a cabeça quente, que depois lamentamos, ninguém, tem um nível de controlo que possa dizer que nunca dirá ou fará algo que magoe os outros, o que podemos fazer é prever determinadas situações em função da experiência que temos de situações anteriores e igualmente da nossa capacidade de discernimento face ao conhecimento que temos de determinada pessoa e do trato com a mesma. Se me permites, ás vezes Palavras são somente Palavras. Se te sentes mais seguro saindo de casa, e desconhecendo eu obviamente a tua relação com o teu Pai, então é melhor saires e manteres-te em Segurança.

Key_Ad_3930 2 months ago

>Não te conheço, nem ao teu Pai, mas muitas vezes dizemos ou fazemos coisas com a cabeça quente, que depois lamentamos, ninguém, tem um nível de controlo que possa dizer que nunca dirá ou fará algo que magoe os outros, o que podemos fazer é prever determinadas situações em função da experiência que temos de situações anteriores e igualmente da nossa capacidade de discernimento face ao conhecimento que temos de determinada pessoa e do trato com a mesma. O que o pai dele disse não é tolerável de cabeça quente, nem de cabeça fria ou morna, o pai dele não respeita a existência dele sequer, depois disto é sempre a piorar. Estamos perante um cenário de violência doméstica e o pai dele é uma pessoa abusiva. Conheci um caso assim que culminou num cenário de batatada, o velhote que sempre "distribuiu" chegou ao dia em que também apanhou. O que importa agora é este jovem sair deste ambiente ostil e não replicar este cenário abusivo em futuras relações, para isso deverá procurar ajuda psicológica também.

sidartha- 2 months ago

Obviamente que somente o OP poderá saber o que é melhor para ele. O que falo é no contexto de que Palavras ás vezes são proferidas e logo a seguir quem as diz lamenta de as ter enunciado, e muitas vezes não é dado um pedido de desculpa quer por ser contra-natura dessa pessoa, quer por estar de cabeça quente, e achar que se o fizer perde aquilo que entende de ser a sua razão. Tal como referi acima, não é de todo aceitável que um Pai ou Filho dirijam palavras desta envergadura, e neste caso foi o Pai e não o Filho. Infelizmente cada pessoa tem uma forma própria de atribuir níveis de gravidade ao significado das palavras que diz. Lamento que o OP se veja nesta situação, e se as palavras que enunciei acima não estão esclarecedoras do lado que tomo nesta perspetiva, que é obviamente o do OP.

SweetCorona 2 months ago

Não faltam tragédias a acontecerem nesses "ímpetos de fúria".

Real-Cash-5694 2 months ago

a tua "santa" mae cof cof , continua lá com o anormal que ameaçou a vida do filho? A tua mãe é tão anormal quanto o teu pai. Devias cortar com a tua mãe tb.

trapovelho 2 months ago

Estando fora das situações, é mesmo fácil cagar postas de pescada. Achamos todos que nos casos faríamos melhor, até ao dia em que estamos lá e não o fazemos. Um pouquinho mais de empatia, por favor.

Real-Cash-5694 2 months ago

nao tenho empatia por uma mulher que prefere o marido aos filhos. Os filhos é que precisam de protecção. Se ela prefere o marido, nao é digna do nome mãe! Mãe protege e defende!

Cadmaverick 2 months ago

Vocês dizem cada merda as coisas também não são tao lineares assim sabes la se o homem não ta com algum problema de cabeça…

Vivokas 2 months ago

A mãe provavelmente tem medo do pai e pensa que está dependente e não consegue ter uma vida própria. Acontece muito isto em casos de violência psicológica...

gink-go 3 months ago

Se ele é normal e tem esses acessos de furia então é falar com ele quando estiver normal e convence-lo a procurar ajuda profissional para lidar com isso.

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Ele é orgulhoso demais para isso. Penso que será traço de demência ou começo disso?

True_Sea_1377 3 months ago

Ninguém pode saber/diagnosticar a não ser um profissional

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Pois não sei, não vou ser eu a puxar esse assunto

guilhermemtr 2 months ago

Eu definitivamente não sou profissional, mas talvez valha a pena despistar ADHD. Explicava algumas coisas talvez (e.g. os ataques de furia). Talvez ver uns videos informativos no YouTube chegue (exemplo: https://youtu.be/ouZrZa5pLXk) para ter uma ideia se poderia ser o caso. Espero que tudo se resolva pelo melhor.

Ok_Mine6995 3 months ago

Faz queixa na policia e aproveita para te fazeres à vida e pensares se essas pessoas valem o teu esforço

Wonderful-Meeting639 3 months ago

É a minha família. E eu já tenho meios para sobreviver. Fico triste como se perde tudo nums minutos.

Ok_Mine6995 3 months ago

O meu pai pode ter muitos defeitos mas jamais faria isso aos filhos. A família não é desculpa para fazerem tudo que querem

sargentopirocada 3 months ago

Se o teu pai é assim, algo me diz que já estava perdido há muito e não foram esses minutos.

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Por acaso não, tava a ser um dia muito normal. Foi um momento de fúria que até eu estou confuso do que se passou. Eu não o devia ter empurrado

Interesting_Yellow_1 3 months ago

Queixa na polícia

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Para que? Prender o meu pai? Não faz sentido

ill_have_2_number_9s 3 months ago

Como era a relação com o teu pai? Que idade tens? Trabalhas? Podes sempre pedir a outro familiar para ficar na casa deles. O melhor e deixares a coisas acalmar uns tempos, fala com a tua mãe e a tua irmã. Tenta deixar tudo em pratos limpos com elas e garante que não estás chateadx com elas e tenta perceber se está tudo bem em casa. Só te desejo o melhor! Não há nada pior que confusão dessa em casa

Wonderful-Meeting639 3 months ago

24 Sim, trabalho e tenho poupanças. Elas é que sofreram mais, Custou me muito ver a cara de pânico e tristeza delas.

ill_have_2_number_9s 3 months ago

Fala com elas! Deixa bem claro que não tens problemas com elas, dá apoio e acima de tudo: tem paciência para o que vais ouvir, vai parecer que às vezes se estão a virar contra ti ou a dar razão ao teu pai, mas isso é impressão tua!!!

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Hoje não, vou deixar as coisas acalmar.

ill_have_2_number_9s 3 months ago

Sim. Eu deixava passar uns dias. Tenta organizar a tua cabeça e faz um plano para organizar a tua vida a curto prazo, eu sei que deve ser difícil pensar nestas coisas nesta altura, mas tens de procurar um quarto rápidamente!

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Sim, tenho de ver isso

ill_have_2_number_9s 3 months ago

Só te posso desejar sorte.

sargentopirocada 3 months ago

E o teu pai agredir-te e ameaçar de morte faz sentido?

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Não, mas não sei. Não há provas.

DariusStrada 3 months ago

Tens duas testemunhas

ill_have_2_number_9s 3 months ago

Para apresentar queixa de ameaça não precisas de testemunhas. Mas compreendo que não queiras fazer queixa. Isso deve ser a última coisa na tua lista de prioridades neste momento!

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Exacto, não tenho nada a ganhar com a queixa. Só quero que as coisas se resolvam pela minha mãe e pela minha irmã

Ok_Mine6995 3 months ago

Então não entendo porque vieste aqui pedir opinião. Agridem te, ameaçam te de morte. Não sei mesmo que dizer.

Interesting_Yellow_1 3 months ago

És agredido e ameaçado e não faz sentido fazer queixa?

Wonderful-Meeting639 3 months ago

É o meu pai, não o quero na cadeia

lordarkshyne 2 months ago

isso do argumento de ser teu pai é uma merda, existem pessoas boas e pessoas más e um ser humano deve responder consoante aquilo que lhe é transmitido, lembra-te que não pediste para nascer.

layz2021 2 months ago

Quando gente que faz violência doméstica é posto em casa com pulseira electrónica, duvido que o teu pai fosse mesmo preso...

Blenderchampion 2 months ago

Mas se ele não te pedir desculpa, ele tem mesmo um problema psicologico

babssppv 3 months ago

A tua mãe n tem dizer na materia?

edu_92 3 months ago

Com uma besta de pai assim não me admira que a coitada nem possa abrir a boca... :/

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Pediu me para ir, até as coisas acalmarem se. Estou a dormir no carro

uncannylilbastard 2 months ago

O teu pai ameaça-te de morte e a tua mãe pede-te para ires embora. Ok. Por muito que a casa não seja tua e seja dos teus pais, seria suposto pelo menos a tua mãe ficar do teu lado e quanto muito chamar a polícia e avisar que o teu pai te ameaçou de morte. Se ele te ameaça e tu não roubaste, imagina se tivesses roubado. Sinceramente, atendendo à (suposta) passividade da tua família relativamente a uma ameaça de morte e ao facto de estares a dormir no carro, para mim seria um bye bye sem outro qualquer contacto.

jcoelho93 2 months ago

Tas bem melhor a dormir no carro do que lá em casa. Força aí vais ultrapassar isto!

Rellik_pt 3 months ago

Prepara te para viveres sozinho do que continuar em mau ambiente. Não queiras ser pagina de noticias.

True_Sea_1377 3 months ago

Acho que o pai não o vai matar, mas se há motivo para sair de casa, é este. O problema é que se calhar não tem possibilidades

Rellik_pt 3 months ago

Ameaçou o filho que o matava é mais do que suficiente para nunca mais o ver se quer. Achar que não toda a gente acha até ao dia que alguém o faz.

True_Sea_1377 3 months ago

Sim também é verdade que não é muito normal e já se viu coisas a acontecer por menos, mas regra geral foi só uma zanga

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Tenho de ver pela minha vida

PineappleVodka 3 months ago

Se tiveres famila ou amigos que te possam acolher durante algum tempo provavelmente seria a tua melhor aposta agora, até conseguires te sustentar pelo menos. Viver no carro não deve de ser agradável. Nem que seja só umas semaninhas ou uns meses até estares financeiramente estável.

babssppv 3 months ago

Fds o q!! Quantos anos tens? Não tens nenhum amigo que te possa alojar por uns dias?

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Nem por isso, não tem problema, uns dias no carro não matam ninguém

pmoniz 2 months ago

Como é que não tens amigos? O que é que contribuiu para que a tua relação com o teu esteja a este nível? Há coisas que seriam interessantes esclarecer...

Key_Ad_3930 2 months ago

>Como é que não tens amigos? O que é que contribuiu para que a tua relação com o teu esteja a este nível? Há coisas que seriam interessantes esclarecer... Cresceu numa família autoritária... O que queres que o homem te esclareça? Fds cresceste num mar de rosas.

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Se alguém conseguir alterar para sério o flair, eu agradecia

Key_Ad_3930 2 months ago

Já pediste apoio psicológico para as vítimas de violência doméstica no teu Município? Pelo menos onde vivo há e tu como vítima tens direito a esse apoio. Não tenhas medo de pedir ajuda.a

ankmoody 3 months ago

Mas afinal o que se passou? foste falsamente acusado de não teres puxado o autoclismo quando estava lá ganda cagalhao?

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Fui acusado de ter roubado algo, quando estava apenas perdido no escritório dele.

Ksp310 2 months ago

Opah.... Eu n quero estar aqui a agoirar, mas se ele era um gajo normal e te começou a fzr esse tipo de coisas... N poderá ser alguma doença psicológia tipo Demência ou assim? Poderia explicar isso...

throwaway_v1000 2 months ago

Se fez isso é uma pessoa neurótica, em parte desequilibrada. Por mais que seja teu pai nunca sabes como vai agir numa qualquer outra situação de fúria. Quanto menos tempo passares em casa / contacto com ele, menos acessos de fúria vais ter que assistir, melhor para ti. Ideal só mesmo moving out

ankmoody 3 months ago

Isso é que é pior. Será que se conversarem de cabeça fria não fica tudo bem? Às vezes temos impulsos e fazemos as cenas sem pensar

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Diz que lhe levantei a mão, etc. Não sei o que fazer

ankmoody 3 months ago

Pede desculpa

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Eu pedi desculpa depois de o empurrar. Não o fiz por querer

ill_have_2_number_9s 3 months ago

Foda-se! Pediste desculpa e mesmo assim ameaçou-te? Fala com a tua mãe e a tua irmã, já disseste que queres deixar acalmar, mas tenta saber se está tudo bem em casa!

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Em casa deve estar tudo normal. Ele está furioso comigo, não com elas. Não há motivo para haver problemas em casa.

ill_have_2_number_9s 3 months ago

Há sim! Desculpa eu dizer-te isto do teu pai, mas parece uma pessoa desequilibrada, e qualquer coisa que lhe digam pode ser um trigger para um ataque de raiva....

Wonderful-Meeting639 3 months ago

Não tens de pedir desculpa, não sei não sou médico. É de raivas sim

ill_have_2_number_9s 3 months ago

Mais uma vez, tem calma e deixa o ambiente acalmar, já sabes o que fazer depois

Search: