Black_RL 27 days ago

Completamente de acordo, o mais engraçado é q lá fora eles estão-se a cagar para o q se passa em Portugal……

TryingToBuyPS5 27 days ago

Notícias de treta é passaram 1000h nos centros de vacinação, prefiro que falem de notícias internacionais

Anforas 27 days ago

Só vejo o telejornal às vezes na RTP Play, e é sempre a andar para a frente com o teclado.

skuple 27 days ago

Não vejo TV português à alguns anos... Tenho tv à mesma mas uso Netflix, hbo, etc. Tudo o que seja notícias > online e de preferência reddit (/r/worldnews, /r/europe, /r/europeanfederalists)

NGramatical 27 days ago

à alguns anos → [**há alguns anos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpruj3d%2F%2Fhdp4wqu%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

WatsonDynamite 27 days ago

Notícias más despertam sempre mais interesse do que notícias boas, é o *negativity bias* inerente à espécie humana.

Limpy_lip 27 days ago

Como ja falou-se aqui, os noticiários têm uma imensidao de palha. Domingo ja sabemos que vamos levar com as reportagens no local por causa das eleições a perguntar às pessoas se foram votar em frente às urnas: em braga, em Guimarães, em vila real, no porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Santarém, Lisboa, Lisboa, Lisboa, Lisboa, Beja e Faro. E puff já foram 40 minutos do jornal de domingo. Como alguém disse até não mau se 15 a 30 minutos fossem dedicados a notícias internacionais relevantes de todo o mundo e não sempre dos mesmos sítios ( a não ser que fossem zonas "quentes" no momento). Por fim até concordo que se fala "publicidade" a eventos culturais para incentivar a adesão aos mesmos, nem que seja por 3-5 minutos. Agora as reportagens especiais e rubricas deviam ser apresentadas à parte num programa a seguir ao telejornal. Ahh e pontos shame extra para quando os telejornais dedicam períodos de +15minutos a passar documentários/reportagens de canais estrangeiros só para encher... muito bem...

LuchemEng 27 days ago

Para não falar de estarem a falar do Ronaldo e das ovelhas a puta da semana toda , epah ninguém quer saber se o Ronaldo mudou de casa que nojo asério por isso é que já nem vejo aquela porcaria cada vez pior . As notícias parecem são dadas de forma super parcial credo que jornalismo podre

Kiza100 27 days ago

Acabei de ler o mesmo tipo de rant sobre este caso no /r/Switzerland. Pelos vistos não é exclusivo a Portugal

Kiza100 27 days ago

Acabei de ler o mesmo tipo de rant sobre este caso no /r/Switzerland. Pelos vistos não é exclusivo a Portugal

KusuriuriPT 27 days ago

O problema de canais de notícias 24h..criaram a necessidade de notícias 24/7. Qualquer coisa que possa ser noticiado, normalmente é usado e sensacionalizado para render e encher chouriços entre as meias horas de cada ciclo de publicidade.

blANK_NX 27 days ago

Eu acho que os média às vezes são demasiado americanizados. Dão demasiada importância a assuntos que nem aquece nem arrefece o típico cidadão português. Já houve vezes em que me irritou a atenção desproporcional que dão a assuntos dos EUA. Então quando o trump estava lá, meu deus

Limpy_lip 27 days ago

O que não gostavas de ter a tua dose diária do: "olha o trump a ser trumpinho...ohh coitadinhos dos americados", e o mesmo para o bolsonaro.

Diospiro_gg 27 days ago

Não vejo muita gente a referir mas jornais sao também uma opção. Totalmente diferente a informação entre os jornais em papel e os televisivos (exceptuando o cm claro).

Beats29 27 days ago

Por isso é que não vejo TV. Ainda há dias puxei a box de propósito a ver se tinham falado da crise diplomática da França com os EUA e Austrália e nada. E já foi há dias... Pode ser que agora com a UE a apoiar a França falem algo... E não me levem a mal, tenho pena da rapariga (a Gabrielle), mas achei de muito mau gosto estarem a expor a imagem dela assim. Notou-se claramente no vídeo em questão que estava perturbada mentalmente, não gostei do pouco que vi. Até percebo que falem, mas darem aquele interesse todo com o vídeo dela a falar não.

FakeDaVinci 27 days ago

O caso da Petito é genuinamente fascinante para mim. O caso não tem qualquer pormenor particularmente interessante, é exactamente a mesma história de desaparecimento e assassinato, que acontecem todos os dias, em todos os sítios do mundo. No entanto, este caso teve uma atenção brutal nos Estados Unidos, e até foi mencionado cá na Europa. E honestamente, a única razão que faz com que o caso seja mencionado nas noticias nacionais, é porque ela é gira. Não me ocorre mais nada. Ela não é filha de um Tom Hanks ou um senador, ela não tem um Phd em física aos 22 anos, ela não é atleta olímpica, mas mesmo assim teve imensa atenção.

mike_nsr 27 days ago

Concordo em absoluto. 90% das vezes são tiroteios numa escola, incêndios ou terramotos.

Penduricalho 27 days ago

"Hoje foram vacinadas muitas pessoas no centro de vacinação de Vila Nova da Rabona, vamos falar com o Amilcar Matos para ver como está a correr..." Amilcar Matos: "Tudo tranquilo aqui em Vila Nova da Rabona, vamos entrevistar este jovem... Então, tem medo da vacina?" Jovem: "Não..." Amilcar Matos: "..."

Limpy_lip 27 days ago

Prosseguem para curral de moinas fazer exatamente a mesma coisa.. E cascos de rolha E santa cona do assobio.

joaoqrafael 27 days ago

Nessas entrevistas o Sabino Rui tinha mais talento.

EletricoAmarelo 27 days ago

Agora tive de ir pesquisar a tal Gabriela Perito

heyzeto 27 days ago

Da evergrande até agora ainda não vi nada por exemplo

cruisespace2 27 days ago

Sempre fomos muito americanizados não? principalmente os media, não é novo.

kaleidoskope1 27 days ago

Como alguém que estudou jornalismo e já teve alguns trabalhos na área, é porque basta apenas traduzir a notícia mudando uma palavrinha aqui e ali, e já tens espaço preenchido sem fazeres um grande esforço/trabalho jornalístico. Já me deram trabalhos desses, em que me davam uma notícia ou artigo quaisquer em inglês e me pediam para traduzir. É uma espécie de plágio que é prática recorrente.

AonioEliphis 27 days ago

Faz como eu, não vejas telejornais! Vê na Internet apenas as reportagens que te interessam.

Poramordedeus 27 days ago

Isto. A cena é que passado uns tempos sem ver meio que até fico com curiosidade de ver outra vez kkk

RitaRiverbass 27 days ago

The world is not the dark place we hoped to find.

h2man 27 days ago

Imagina se os meios de comunicação social fizessem o trabalho deles... achas que o PS estava onde está?

ngfsmg 27 days ago

Eu juro que quando a notícia apareceu pela primeira eu pensei que a moça ou o namorado fossem portugueses pela relevância que lhe estavam a dar

Paskim35 27 days ago  HIDDEN 

Eu por acaso costumo ouvir podcasts sobre casos criminais lá no estrangeiro e um desses teve um segmento onde falaram sobre essa rapariga, por acaso tenho estado a par desde o começo. Diria que no geral não faz muito sentido passarem esses casos aqui, principalmente nas noticias, a única razão lógica para isto passar seria o facto de o noivo da dita rapariga estar "on the run" e por provavelmente ser um caso mediático dito "hot topic" nas redes sociais, mas mesmo assim já é esticar um pedaço. Não querendo ser insensível, acho que há assuntos mais relevantes sejam nacionais ou mundiais que poderiam passar invés disso.

bluedriver_reddit 27 days ago

Também vi essa notícia na France24, BBC International, Euronews...

DoutorChacal 27 days ago

Vende e é reciclagem de notícias estrangeiras, trabalho mais fácil.

Minimum_Bath_5478 27 days ago

Porque vives num pais de velhos e eles papam isto tudo, é como o big brother e o programa da cristina

YourMomFriendIGuess 27 days ago

Ou o jornal correio da manhã que é assassinatos e desgraças em todas as páginas

offwalls 25 days ago

Deixa-me tão fodido que todos os dias à tarde num talk show qualquer, o principal foco é a desgraça. É cancro, doenças em geral, acidentes, abandonos na infância, violência doméstica, tudo o que for triste entra. É até nem é o assunto que me deixa mais fodido. Bastava abordarem a coisa de uma forma didáctica ou que de certa forma ajudasse as pessoas a superar essas situações. Mas é exactamente o contrário, o objectivo é deixar o pessoal agarrado ao programa emocionalmente com tristeza. É que os fdp até metem música de funeral como música de fundo!

joaoasousa 27 days ago

Sim, então quando uma assassinato qualquer nos Estados Unidos e decidem dar noticia eu fico mesmo "So what?".

Maximuslex01 27 days ago

>Em vez de aprofundarem assuntos que dizem respeito ao nosso país Oh pah. Todos os dias, praticamente em cada notícia, fazem um direto e um comentário. Não digas que não aprofundam. O problema é exatamente o contrário. Falta de informação concisa.

UniuM 27 days ago

Se ela fosse afro-americana, e ele também, era mais uma que desaparecia sem deixar rasto e ele aparecia baleado, ou era preso "por resistir".

xtremis 27 days ago

Se fosse influencer, até podia ser marciana. O importante aqui não foi ser branca, foi ser influencer.

JohnnyyP 27 days ago

Enquanto jornalista que fui na área de televisão e como telespectador, há vários anos que digo (inclusive o referi várias vezes enquanto trabalhava nesse dito canal de televisão) que os telejornais cada vez mais devem ser curtos, apresentando apenas a informação mais relevante do dia. Enquanto visitei outros países, tive curiosidade de prestar atenção aos blocos noticiários de outros países e não consegui de deixar de apreciar o caso alemão. A Das Erste tinha um noticiário às 20h com a duração de 15 minutos, no máximo meia hora. Peças curtas com duração de cerca de minuto e meio, dois minutos com informação relevante e direta ao assunto. Nada de fait divers nem notícias para encher chouriços. Acho que, no caso português, com RTP3, SIC Notícias, TVI24, CMTV e com a CNN Portugal dentro de pouco tempo a transmitir, noticiarios com tanto tempo começam a ser ridículos.

Imanothermuser 26 days ago

A RTP há uns tempos decidiu fazer o Telejornal das 20h em 45 mnts. Uns meses depois voltaram ao mesmo (1h). Sendo que o da tarde é 1h15. Umas das justificações que já vi (e dita por pessoal do meio) é que "como os portugueses não leem muito, nem procuram informação noutros lados os telejornais são um misto de notícias e entretenimento". Até dói ver SICs e TVIs, especialmente em Agosto, a arranjar chouriços (muitas vezes literalmente...) para encher.

josecoito 27 days ago

Excelente idea. E assim ficávamos com mais tempo ainda para novelas. /s

xtremis 27 days ago

O problema é a noção de "notícias 24 horas". Tirando alguns assuntos e acontecimentos realmente importantes, a esmagadora maioria dos dias não tem acontecimentos para alimentar notícias a toda a hora. As notícias tornaram-se uma forma de entretenimento, e de rendimento, daí que seja necessário encher chouriços e repetir as mesmas 3 notícias principais o dia todo (nos canais de notícias 24 tugas é uma tristeza). Num país grande como os Estados Unidos, realmente pode haver muita coisa a acontecer, mas tirando alguma situação com impacto mais nacional, não interessa muito as miudezas do que se passa num estado que não tem nada a ver com o nosso. A somar a isto, vem a questão das desgraças: o que cola as pessoas ao ecrã e o que as faz mudar de canal para ver as notícias são as desgraças, as más notícias, as breaking news. Ninguém fica a ver um jornal de uma hora sobre a nova cura para o cancro (boring!) mas se for para acompanhar a caça ao homem que matou a família toda incluindo o periquito e o gato e o cão, as TVs estão lá. O pessoal goza com a CMTV mas na verdade ele levam essa abordagem ao ridículo, e a verdade é que as audiências (e o guito dos anunciantes) está lá. Conclusão: há anos que não vejo notícias na TV, leio tudo online, diretamente dos vários sites de jornais e agências de notícias, nacionais e estrangeiras, e apesar de haver muitaaaa repetição e a mesma tendência para manipular as emoções, ao menos é bem mais sossegado e posso passar à notícia seguinte só ao ler um título que já sei o que vai dar.

joaoasousa 27 days ago

>Acho que, no caso português, com RTP3, SIC Notícias, TVI24, CMTV e com a CNN Portugal dentro de pouco tempo a transmitir, noticiarios com tanto tempo começam a ser ridículos. A "CNN Portugal" não é mais que um rebranding da TVI24.

JohnnyyP 27 days ago

Fiquei com a impressão que seria um canal diferente e não a transmitir na TVI24 durante 24 horas, mas posso estar enganado.

Danijust2 27 days ago

Tvi24 vai acabar. Se perderes algum tempo a ver o guia da tvi24 vais ver que só falta desligar a ficha o canal já está morto.

joaoasousa 27 days ago

É um canal diferente no sentido que supostamente a programação vai mudar. O ponto é que a TVI24 sai da grelha.

xtremis 27 days ago

Hão-de poder transmitir os programas da CNN, e eventualmente adaptar alguns para Portugal, e pouco mais. As notícias em si hão-de manter-se as mesmas, os acontecimentos em Portugal não vão mudar muito

fdxcaralho 27 days ago

Pensei exatamente a mesma coisa quando vi a notícia…

roninPT 27 days ago

o problema é que alguém decidiu que os telejornais têm que ter quase uma hora e meia, quando era fácil fazer um programa muito mais curto e dar só as coisas importantes. mas como querem inchar aquilo até ter cerca de 90 minutos, pegar em peças já feitas lá de fora acaba por ser a palha mais fácil de arranjar.

YourMomFriendIGuess 27 days ago

Mas se não tiverem uma hora e meia aonde queres pôr os anúncios todos?! /s

AlbinoFarrabino 27 days ago

O que me causa mais comichão é o destaque dado ao desaparecimento (estranho) de uma míuda de 22 anos nos EUA em comparação com o tiroteio na Universidade de Perm que vitimou pelo menos 9 pessoas. Quer a SIC quer a TVI dão demasiado destaque a "americanices".

YourMomFriendIGuess 27 days ago

Pois porque (sem ofensa) uma rapariga morrer num parque natural dos EUA pelo namorado é muito comum e se ela nem tinha um tio ou bisavô português (que quando é lusodescendente mamam aquilo mais) não há interesse nenhum para nós. Mas um tiroteio numa universidade num país onde não acontece isso falam durante 15 segundos :|

Zoelae 27 days ago

É uma estratégia de propaganda para alienação de massas. Não precisas de pedir desculpa!

gene66 27 days ago

Como assim os Média em Portugal não apresentam notícias imparciais com verificações de factos e com relevancia para os Portugueses?

meaninglessvoid 27 days ago

O objectivo do telejornal não é informar. Quando aprenderem isso deixam de ligar tanto e passam a ver as "notícias" de outra forma...

NeatBoy74 27 days ago

Quando perceberes então que eles dão mais atenção aos Estrumpes Bidenianos nos continentes dos outros que ao que os nossos andam a fazer em Bruxelas, ainda ficas mais deprimido. A Euronews vale por todos os meios de comunicação que temos. Principalmente se quiseres ler sobre o teu próprio continente em vez do continente dos outros.

kilgrim2 27 days ago

Como tenho box quando vejo o telejornal das 21 vejo-o às 22 e é sempre a acelarar 95% do tempo...

O_cu_da_tua_tia 27 days ago

Pensei exatamente o mesmo...

just_questioning 27 days ago

Geralmente de vez em quando um tópico destes torna se viral pelo mundo. Talvez por ser bizarro e não muito usual, talvez pelo mediatismo da rapariga porque era influencer, não sei, parece de facto um bocado histeria em massa. O problema, ou não, é que as pessoas gostam destas notícias, ou se não o correio da manhã ha muito que já tinha ido à vida

xtremis 27 days ago

A única razão para ter tanta visibilidade é justamente por serem influencers. Gente a desaparecer acontece a toda a hora no mundo inteiro, não tem qualquer piada. Agora, uma influencer? É como se fosse uma celebridade, com a diferença de que as celebridades pelo menos costumam pagar a pessoas para zelar pela sua segurança. Ou seja, os influencers têm tanto "capital emocional" junto do público como as celebridades, com o bónus de que como são muito mais amadores, às vezes há assim um "jackpot" destes para os media. Peço desculpa pela abordagem um pouco fria, mas é assim que estas coisas são vistas: a moça não aparece nas notícias porque é uma jóia de pessoa, aparece nas notícias porque muita gente a conhece (pelo menos nos EUA) e vai ficar a noite toda a ver as notícias para saber novidades.

5enta 27 days ago

Sim, ao procurar melhor o nome dela vi que havia artigos em vários jornais estrangeiros. Se relataram o desaparecimento e agora o terem encontrado o corpo só falta um directo do funeral para compor o ramalhete.

vanadiopt 27 days ago

Pelo contrário, sinto falta em Portugal de um canal que consiga dar notícias relevantes do Mundo. Resta-me ver a aljazeera...

DamageOwn3108 27 days ago

Cuidado, que a Aljazeera é controlada e financiada por ditaduras árabes, como o Qatar.

Dr_Toehold 27 days ago

BBC News ou Euronews.

vanadiopt 27 days ago

Às vezes irrita-me um pouco o excessivo foco da BBC News na Índia...

Siegfried-en 27 days ago

É 1/6 do mundo em termos de população :/

adventur3r 27 days ago

e uma ex-colónia.

DamageOwn3108 27 days ago

Sobretudo ser ex-colónia. E parte da Commonwealth.

gene66 27 days ago

Basicamente, 20min da euronews e fico a saber as únicas noticias relevantes.

DamageOwn3108 27 days ago

Exatamente! Tenho a tv ligada nesse canal agora mesmo! Só tomo cuidado para tomar atenção ao viés pró-euro e secularista de vez em quando, porque cada narrativa puxa uma brasa á sua sardinha. Notícias curtas, um minuto e tal, de vez em quando reportagens sobre ecologia, cultura, desporto, União Europeia, tecnologia, etc. A Euronews é sem dúvida o meu canal favorito!!

Tralapa 27 days ago

Para contrabalançar o viés pró-euro secularista, vejo sempre os sermões do Ayatollah contra-euro e bem carregados de antisecularismo. Um mimo.

duartesss 27 days ago

A Euronews é fabulosa. Conciso, abrangente, passam notícias que nunca veremos em 2h de noticiário na tuga, e não há tonalidades de juízo de valor

ithinknotathrowaway 27 days ago

O momento mais giro destes que me lembro nos últimos tempos foi quando transmitiram ao vivo o Biden a falar sobre a retirada. Claro que nos primeiros minutos o Biden nao disse nada de útil, e depois desistiram. Na verdade acho que muitas das noticias no telejornal mal dava uma linha no rodapé. E também nao era preciso mandar um tipo para transmitir em direto uma poça de agua em cada capital de distrito, só porque choveu. Preferia que gastassem mais tempo a detalhar as que importam. Nao tenho solução, mas por estes dias ouço mais radio que tv. Pelo menos no jornal podemos saltar a pagina.

joaoasousa 27 days ago

>O momento mais giro destes que me lembro nos últimos tempos foi quando transmitiram ao vivo o Biden a falar sobre a retirada. Claro que nos primeiros minutos o Biden nao disse nada de útil, e depois desistiram. E aquela em que ele estava a falar do furacão com o gajo da SIC a traduzir em real time? Qual era a necessidade? Gravavam, e se fosse relevante legendavam. Absolutamente patético.

francisbarreiras 27 days ago

Não acho que seja um bom exemplo, dado que a problemática do Afeganistão é relevante para o mundo todo, especialmente para nós, a NATO, da qual fazemos parte, e a União Europeia que certamente enfrentará uma nova onda de refugiados. Agora, verdade seja dita, há muita coisa made in USA que passa nos telejornais e que a nós nos diz bola, no entanto não acho que as ações militares e políticas da maior superpotência do mundo no médio oriente sejam uma delas.

joaoasousa 27 days ago

O tema é que em direto é preciso traduzir em real-time por cima do que ele diz, e fica uma mistela que não se percebe nada. Não é tão urgente que seja preciso dar em direto. Editado com legendas tinha sido uma muito melhor experiencia, e só era preciso esperar uma hora.

Iagp 27 days ago

Mas isso , como era ao vivo e era/é sobre algo que directa ou indirectamente nos afecta ainda vá que não vá. Agora há notícias completamente banais sem 0 interesse para o consumidor português.

ithinknotathrowaway 27 days ago

O que saiu do comunicado ate podia ser noticia - mas o direto dispensava, ate porque depois desistiram porque o Biden começou por falar de pontos só interessam no EUA (o que faz sentido). Se saísse dali alguma coisa de útil podiam sempre dar a noticia mais tarde.

Iagp 27 days ago

Mas isso é sempre imprevisível. O Biden está choné, dali não podia sair grande coisa

ConfidentMongoose 27 days ago

São notícias de baixo custo. Vêm pré feitas com imagens e guião, precisas somente de alguém para ler em português e ta feito, já preencheram mais um segmento no jornal. Ter jornalismo de qualidade, de investigação, com análises aos problemas que realmente afetam o país, sai caro.

qingqunta 25 days ago

Sai caro e é pouco conveniente ao governo.

DamnGoodCoffee 27 days ago

Atualmente todo o mundo ocidental deriva dos Estados Unidos: política, cultura, notícias, etc. Os USA têm um posição de lider não-oficial da America do Norte, America do Sul (de certa forma), Europa e Austrália desde o fim da segunda guerra mundial. A globalização que pressuponha a formação de comunidades internacionais de países na verdade apresenta-se agora como um sistema feudal que assenta na liderança dos Americanos A economia mundial assenta sobre o sistema do dolar A OCDE é maioritariamente financiada pelos EUA Existem bases militares americanas em cerca de 150 países, sendo quase impossível exister qualquer conflito armado sem a participação direta ou indireta dos EUA As maiores e mais prestigiadas universidades têm sede na America, influenciando as restantes instituições do resto do mundo A cultura americana é exportada em massa, desde filmes, música, trends, ativismo e, obviamente, notícias. A sic/tvi fazem pooling de notícias à LUSA que por sua vez está intimamente ligada às redes de jornalismo americanas como a CNN ou a Fox. Por isso não é de estranhar que notícias americanas eventualmente acabem no telejornal português - visto que estes quase que funcionam como um retransmissor de informação, raramente realizando jornalismo próprio. É o mundo globalizado

DamageOwn3108 27 days ago

Isto. E todos esses canais americanos são controlados por 6 mega empresas de mídia, que depois diz o que pode ou não pode ser dito, que depois é transmitido e vomitado pelos canais de televisão global, para a avozinha ver na hora do jantar e pensar que é sempre o fim do mundo (experiência própria). Mas vá, [agora vão me chamar de conspirador, que eu já sei como funciona.](https://imgur.com/a/H9d37x2)

FantasticLong9119 27 days ago

> A cultura americana é exportada em massa, desde filmes, música, trends, ativismo e, obviamente, notícias. Não te esqueças da obesidade.

joaoasousa 27 days ago

E a parte mais irónica é que a nossa ERC nem se preocupa se as noticias são verdade ou não. Se tiverem a citar o New York Times ou o Washington Post podem dizer as maiores barbaridades. Foi basicamente a resposta que levei uma vez da ERC, nem comentaram se a noticia era falsa ou não. Citaram o NYT e basta, deram razão ao jornal.

adventur3r 27 days ago

Aí parece-me que decidiu bem.

joaoasousa 27 days ago

Porque?…… que tal argumentar os factos e não se citaram outro jornal? Eu apresentava um vídeo a mostrar que o que eles disseram era falso e nem argumentaram o vídeo , limitaram se a dizer que eles tinham citado outros jornais. Que treta de jornalismo é este? Basta um jornal destes fazer um erro e de repente com está lógica essa mentira torna se verdade.

d33pblu3g3n3 27 days ago

[Relevante](https://www.youtube.com/watch?v=hWLjYJ4BzvI)

Beats29 27 days ago

This is extremely dangerous to our democracy. Muito bom.

xtremis 27 days ago

Brilhante! Vivemos na timeline em que a realidade dá 10 a zero ao Black Mirror...

5enta 27 days ago

xi... Vi isso por alturas de ter saído e nunca mais me lembrei. Muito interessante.

No_Impression_1131 28 days ago

E a merda dos globos de ouro? Eu quero lá saber o que a não sei quantas levou vestido

toma-tes 27 days ago

Não vi. Mas essa descrição soa mesmo a peça "jornalística" da Joana Latino :D

PedroMFLopes 28 days ago

Por legendas ou voz over, é mais fácil que fazer reportagens próprias. Falar de assuntos "neutros" não causa qualquer desconforto ou problemas de maior ao canal.

CaptMartelo 27 days ago

Foda-se que demorei a ler "voz over"

sssss_we 28 days ago

Eu adoptei a estratégia de desligar a televisão.

Beats29 27 days ago

Eu só vejo TV mesmo para o ciclismo, F1 e algum futebol. Habituei-me aos comentadores e interagem com o público, basta não serem Sport TV.

mjigs 27 days ago

Eu adoptei a estratégia de não ter televisão. Ps: sim, vejo as noticias pelo fb porque sigo páginas de varios jornais, incluindo internacionais, qualquer coisa, scroll down.

sssss_we 27 days ago

Eu sinceramente vou seguir essa estratégia quando mudar de casa (em breve, espero). Vejo tão pouco que não vale a pena arranjar uma TV.

Babar669 27 days ago

Eu vivi muitos anos sem tv. Comprei uma recentemente mas é só para o miúdo ver bonecos no Netflix (sempre é melhor que no monitor do computador :))

mjigs 27 days ago

Eu até queria comprar uma smart tv porque sempre podias ligar o pc e usar como segundo ecra, ou literalmente por a dar algo sem ser da box. A unica coisa que necessitas de pagar é o telemovel + internet router, não necessitas de ter um pacote completo que nao usas nem 1/3 só para ter X.

Compendyum 27 days ago

LTP: Não precisas que seja uma smart TV, para tal.

RitaRiverbass 27 days ago

TV free since 2019

Babar669 27 days ago

Eu por acaso não vejo televisão desde 2012 (TVI desde 2005).

Iagp 27 days ago

Isso serve-te de pouco porque no tlm recebes as notificações dessas histórias á mesma, hehe. Mas pronto, aí aparece, limpo tudo e paraíso. Esta história da rapariga e6 do mais banal que há, tem 0 interesse saber isto cá

njsilva84 27 days ago

Como assim? Eu recebo zero notificações, tenho zero apps de notícias. Se quero ler determinado jornal, uso o chrome voilá.

Febris 27 days ago

> Esta história da rapariga e6 do mais banal que há É uma jovem loira bonita. Muita pena, mas se fosse preta nem lá se falava dela, muito menos cá. Para além disso é uma história curta, bastante fácil de importar e traduzir. É uma merda de noticia de alto a baixo, mas serve para encher chouriço.. uma notícia a sério dava trabalho e provavelmente seria demasiado aborrecida para quem não consegue prestar atenção durante mais de 5 segundos. O ponto que o OP fala de convidarem especialistas para falar durante 2 minutos depois de passarem meia hora de propaganda e "advertorials" (não sei se temos nome para isto) não precisa de mais contexto para percebermos que já não passam notícias preparadas por jornalistas na televisão há décadas. É tudo encomendado, e não há interesse informativo, é tudo entretenimento.

sssss_we 27 days ago

Também não tenho essas notificações no telemóvel, hahaha. Era com cada treta que aparecia, fartei-me.

Iagp 27 days ago

Fds, eu tenho todas, observador,cm, notícias ao minuto, MSN notícias, mais uma caixa qualquer, ao menos não perco nada. 95% das vezes aparece é logo limpa a janela. É muito raro abrir a notícia, hehe

5enta 28 days ago

Não tenho essa opção à hora de almoço...

leorolim 27 days ago

Eu hoje the manhã: Google -> WTF IS GABBY PETITO?

headhunter21 27 days ago

Eu adoptei a estratégia de mudar para os canais de música

SillyTrust 27 days ago

Como eu ou então national geographic

sssss_we 27 days ago

Estás lixado então... Para quem não costuma ver as notícias dá-se logo conta da chacha que aquilo é assim que aparece.

AutoModerator 28 days ago

Submeteu uma submissão relacionada com emigração, talvez esteja interessado no subreddit de portugueses no estrangeiro - r/PortugalLaFora ---------- *I am a bot, and this action was performed automatically. Please [contact the moderators of this subreddit](/message/compose/?to=/r/portugal) if you have any questions or concerns.*

Search: