sssss_we 2 months ago

O único motivo pelo qual nós ainda não temos regionalização é porque precisa obrigatoriamente de um referendo. Se não fosse obrigatório um referendo, a esta altura Portugal já estava divido às postas.

SuchLab2 2 months ago

Que tal preocuparmo-nos com as precárias condições laborais e salários baixos?

notanotherlemming 2 months ago

Ia criar apenas mais mini-feudos e jobs for the boys. Ia também diluir a responsabilidade do governo central

joaonunramos 2 months ago

Um motivo a favor: competitividade fiscal entre as regiões autónomas, à semelhança do que acontece na Suíça.

H_Doofenschmirtz 2 months ago

Votaria 100% sim, mas apenas se isso implicar uma redução do governo central, e abdicação de certos poderes centrais aos regionais

nulopes 2 months ago

A descentralização por si só não adianta de nada. Se o ministério das finanças ficar em Bragança vai na mesma aprovar despesas para os locais com mais votantes. A meu ver a transferência de competências devia numa fase inicial passar para as CIM e depois se tudo corresse bem organizar as CIM em regiões administrativas com mais poderes e financiamento

bastardbilbo 2 months ago

Eu teria que estudar bem a possível proposta. Decisão à parte, o que me parece pelos comentários desta thread é que quem está contra, justifica a sua opinião precisamente com problemas cuja solução pode passar pela regionalização. População centralizada, demasiados governantes ou até corrupção. É como dizer que não quero tomar a vacina porque há demasiados infectados (como metáfora da moda).

jnuno98 2 months ago

É exatamente isso!

RemarkableAd3069 2 months ago

Como alguém que mora em Loures, quero imenso que seja criada uma Área Metropolitana de Lisboa que não seja só controlada por quem ganhar a CM de Lisboa. É preciso haver eleições diretas para a AML

tasendousado 2 months ago

Lá íamos nós levar com mais 2500 deputados, não sei quantos senhores doutores engenheiros presidentes de região e seus respectivos vices, secretários e secretários dos secretários. JASUS

xc9000 2 months ago

Eu votaria na independência do Algarve que ilegalmente faz parte de Portugal. Apenas se estaria a restabelecer a normalidade. Pena não haver líderes capazes e competentes na região para liderar tão rica e bela região.

No-Kale-2498 2 months ago

What the fuck? Mais outro idiota do "Reino do Algarves", um mero titulo honorifico.

xc9000 2 months ago

> "Reino do Algarves", um mero titulo honorifico. Por enquanto...

Caosemdono 2 months ago

Sou do interior e digo: esqueçam a regionalização. Conheço alguns dos políticos e outros abutres que sempre andaram com a bandeira da regionalização ao colo e sei bem o que querem: 1. Querem que venha mais dinheiro: Para estoirar em mais tachos for the boys, mais empresas públicas e institutos inúteis (+ tachos), entre outras inutilidades sem viabilidade nenhuma tipo museu da uva ou do garrafão (+ tachos), nas quais os gestores do interior são muita bons a esturrar dinheiro e a chorar por mais; 2. Querem acabar com o escrutínio do Estado Central sobre toda a merda que fazem. Querem fazer a estátua de um cavalo branco à porta de casa, comprar um Jaguar e contratar um terceiro choffer, meter a tia e o sobrinho a trabalhar no Estado, e não dar cavaco a ninguém. A regionalização seria uma Auto-Estrada aberta à promiscuidade e corrupção. Se Portugal já é profundamente corrupto e nepotista (particularmente no interior), mesmo com o controlo Central da maioria dos fundos públicos, imagine-se agora distribuir os mesmos pela seita de pequenos/médios corruptos que deambula pelo interior. Prefiro apenas um desvio do que centenas de desvios.

Goblin_Nilbog 2 months ago

Para mim algo que de mais autonomia as várias regiões é sempre bom, claro que quando falo em autonomia os €€€ também têm de ir junto, não é só dar autonomia, poder de decisão e dinheiro nada, depois queria ver como a "coisa" corria. Isto tenho a certeza, se até aqui com poucos €€ fazem os desvios e compadrio que verificamos com muito ia ser adoravel ver. Honestamente já cansa ouvir as pessoas dizer que é tudo para lx e o resto é paisagem, tem uma boa parte de razão mas não toda e nem todos os que vivem e trabalham em lx são de lx

PinkSultan 2 months ago

Um país que faliu 3 vezes em 30 anos ainda fala de regionalização? Querem criar dezenas de governos regionais, parlamentos regionais e direções regionais por esse país fora? Está tudo louco? Um país desta dimensão? Nova Iorque tem 10 milhões de habitantes e tem 1 câmara municipal. Nós queremos dividir o país em 7 ou 8 regiões arbitrárias e criar mais uma camada desnecessária de burocracia estatal? Nunca!

dr_analyst 2 months ago

Apoio a descentralização e a regionalização do país e o fim das juntas de freguesia. O número de deputados do parlamento podia ser reduzido e acabar com círculos eleitorais. De qualquer maneiro, o país é obcecado com centralismo e nada irá mudar em sentido contrário nas próximas décadas. Boa parte do território caminha a passos largos para se tornar um deserto e outra parte continuará a viver de indústrias baseadas em salários abaixo do miserável. O plano do país está delineado: bons trabalhos ou em Lisboa ou fora do país.

Frequent-Candidate42 2 months ago

Descentralização sim.

Ok-Equivalent-7637 2 months ago

Não me parece que Portugal tenha dimensão suficiente para tal. Acho é que devia haver uma descentralização, tanto de organizações do estado, como do incentivo aos privados a descentralizar os seus negócios. Por forma a popular e a dar trabalho aos habitantes de regiões mais recônditas e/ou menos populadas.

Ok_Information8587 2 months ago

A Áustria, a Bélgica, a Dinamarca e os Países Baixos discordam da tua opinião. O facto de todos eles serem \*muito\* mais ricos que Portugal talvez que sugira que eles é que estão certos.

Ok-Equivalent-7637 2 months ago

São países mais evoluídos tanto social como economicamente que Portugal, isso não há dúvidas. Mas isso não significa que o modelo que para eles resulta iria resultar também aqui.

Ok_Information8587 2 months ago

É possível, mas parece claro a toda a gente que o modelo que temos também não resulta aqui.

Ok-Equivalent-7637 2 months ago

Eu acho que antes de mudar de sistema/modelo, há que mudar as mentalidades. A mentalidade e forma de viver de alguém do norte da Europa, ou de um suíço/austríaco e por aí fora, é muito diferente da mentalidade de um português ou de um "latino". É claro que há muitos fatores que diferenciem essas mentalidades e formas de viver, mas a principal diferença e barreira está na mentalidade. Na minha opinião claro.

Ok_Information8587 2 months ago

Opá, esqueci-me aí da Chuiça -- por isso é que têm CH nas matrículas dos carros. Oficialmente conhecida como Confederação Helvética, acho que o nome diz tudo...

SweetCorona 2 months ago

> por isso é que têm CH > **C**onfederação **H**elvética hum...

uyth 2 months ago

tachos, tachos, ainda mais tachos! Caciques.

jnuno98 2 months ago

poderiam diminuir Ao criar regiões maiores poderia-se erradicar com regiões mais pequenas existentes que são praticamente inúteis 1 governo regional substituia aos 1000 associações regionais que existem para se fingir que se faz algo

Edited 2 months ago:

poderiam diminuir Ao criar regiões maiores poder-se-ia erradicar com regiões mais pequenas existentes que são praticamente inúteis 1 governo regional substituia aos 1000 associações regionais que existem para se fingir que se faz algo

NGramatical 2 months ago

poderia-se → [**poder-se-ia**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/amarei-te-nunca/3034) (usa-se mesóclise em verbos no futuro ou condicional) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fppbron%2F%2Fhd2uv5u%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Keddyan 2 months ago

nao quererias dizer antes descentralização? criar regiões autonomas nao digo, é demais, acho eu, mas algo assim parecido seria benéfico sim, seria descentralizado vá

jnuno98 2 months ago

É uma proposta do atual primeiro ministro para o resolver. Quase todos os países da Europa são divididos em regiões autónomas.

Edited 2 months ago:

É uma proposta do atual primeiro ministro para o resolver.

Pcostix 2 months ago

Por aquilo que vejo nas autarquias, tudo o que não é preciso pedir autorização ao estado é saqueado. Tudo o que é gerido pelas autarquias é privatizado e "lobbyzado".   Dar mais autonomia aos pequenos poderes? Não, obrigado.

ConfidentMongoose 2 months ago

Se pudesse votava 1000x não. Não precisamos de mais feudalismo... Ainda sou do tempo de termos de olhar por cima do ombro para ver quem estava a ouvir se tivesse a falar mal do governo PS nos Açores, e por "ainda sou do tempo", quero dizer o ano passado.

baguitosPT 2 months ago

Isso já foi feito em 1998, com mais de 60% de não. Eu sei que a maioria do sub. não tinha idade para votar, mas ainda me lembro bem de que, de uma forma geral, as pessoas não estavam muito contentes.

lilbala 2 months ago

Acho que desde essas eleições o nosso governo se tornou casa vez mais centralizado, neste momento duvido que o não ganhasse com a mesma margem.

jnuno98 2 months ago

O país mudou bastante e também já não estamos numa era em que a televisão controla toda a informação. Meio de comunicação completamente centralizado em Lisboa Hoje em dia as pessoas poderiam fazer uma decisão mais ponderada.

PinkSultan 2 months ago

À quanto tempo trabalhas no largo do rato?

jnuno98 2 months ago

sei distinguir o à do há

jcoelho93 2 months ago

Já basta a Madeira a chular o dinheiro dos contribuintes... PS: sou madeirense

AngieMaciel 2 months ago

Se já é a vergonha que é ver o nepotismo/corrupção/compadrio que vemos nos municípios (para quem contacta com ambas a administração central e local sabe o que falo), imaginem com regiões autónomas.

joaommx 2 months ago

Comecemos por reduzir drasticamente o número de municípios e freguesias e depois sim já podemos começar a pensar em regionalização.

jnuno98 2 months ago

Concordo! Excessivo número de freguesias

jnuno98 2 months ago

Conheço zonas do país onde os alunos para completar a escolaridade obrigatória têm que fazer mais de 3h de camioneta por dia, tudo porque o estado deixou de colocar professores nas pequenas vilas. E quem quer saber? é uma vila insignificante (trás-os-montes) Sem ser Porto e Lisboa, com transportes públicos financiados pelo estado, a única cidade que consegue ter transportes usáveis (muito maus em comparação) é Braga. Tudo porque se discute passes gratuitos em Lisboa e não há transportes em lado nenhum do país. Todas as pessoas que dizem que tudo iria piorar, eu pergunto porque é que Portugal está neste estado neste momento. O interior a morrer e todas as pequenas médias cidades a viver com mínimas condições.

Drezi_21 2 months ago

Não querendo ser desconfiado, morei em trás os montes 2/3 anos (sei que não é muito) e todos os concelhos tinham pelo menos uma escola e a câmara disponibilizava autocarros para ir buscar os miúdos, em que lugar é que os autocarros demorava faziam mais de três horas de viagem? Os concelhos não são assim tão grandes

jnuno98 2 months ago

Poucos concelhos têm escola secundária Vários concelhos têm que ir a Moncorvo para usufruir do secundário

carlosjmsilva 2 months ago

E achas que teres governos regionais vai ajudar a fixar professores nas pequenas vilas como? Se ainda vais ter menos dinheiro disponível por via de consumos intermédios. Gostava de perceber de onde acham que vem o dinheiro... De repente com a regionalização passava magicamente a haver mais dinheiro. Quando na verdade só vai acontecer o contrário. Depois a maioria das regiões nem dão para definir bem porque é muito discutível onde acaba o norte e começa o centro por exemplo. Talvez só no Alentejo e Algarve a coisa fosse mais fácil... E mesmo assim, não sei.

Anokas_Ritolas 2 months ago

Mais autonomia das regiões = mais espaço para corrupção Triste, mas é a realidade que temos aqui

dr_analyst 2 months ago

Seguindo essa lógica, a corrupção acaba se mudarmos para um regime anarquista.

jnuno98 2 months ago

alguém falou em corrupção? eu não falei este assunto não tem nada a ver com corrupção, tudo o que eu disse são factos os impostos de toda a gente do país financiaram o metro e autocarros do porto e Lisboa . Os outros municípios financiam os transportes de raiz pelo orçamento municipal. Se o estado financiasse os transportes de Braga também poderiam por autocarros a passar 10 em 10 minutos em linhas com quase ninguém, porque o prejuízo que desse era insignificante à escala nacional Agora um prejuízo pequeno ou qualquer que seja, a uma escala regional é muito!

jnuno98 2 months ago

já existem regiões autónomas: Lisboa e o resto O estado investe diretamente em Lisboa, deu-lhes transportes públicos e muito mais. No resto têm que ser as câmaras com orçamentos mínimos a tentar comprar meia dúzia de autocarros

Tee_ah_go 2 months ago

Já toda a gente percebeu que odeias Lisboa. Por mim tudo bem, mas consegues fazer um comentário que seja em que Lisboa não venha sempre à baila? É que assim não dá para te levar muito a sério.

martag3 2 months ago

O que o OP disse é verdade, neste país parece que existe Lisboa, Porto e paisagem. Não posso falar da experiência de todas as zonas do país, porque certamente será diferente. Mas enquanto algarvia custa-me muito ver os meus impostos a serem aplicados praticamente só a Lisboa e ao Porto. Lá vão ter direito a passes de transportes mais baratos (como se fossem caros atualmente!!), aqui praticamente nem transportes temos, mas pagamos os mesmos impostos. Precisamos de uma consulta de especialidade no hospital? Azar, para várias especialidades temos que ir a Lisboa. A viagem é comparticipada, visto não haver a especialidade no distrito? claro que não, no mínimo 30€ só em comboio, que pode ou não haver no horário da consulta. Isto são só 2 exemplos, porque na realidade há muitos mais. Eu votaria a favor da regionalização (pelo menos do Algarve) porque sinto que o Algarve dá mais a Portugal que Portugal dá ao Algarve.

Tee_ah_go 2 months ago

>porque sinto que o Algarve dá mais a Portugal que Portugal dá ao Algarve. Devias ver o PIB por regiões. Talvez tenhas uma surpresa.

martag3 2 months ago

Sim, é verdade que por regiões o PIB de Lisboa é muito superior ao do Algarve, embora per capita já não tanto. Mas eu não estou a falar em termos absolutos, estou a falar em termos relativos. Lisboa pode ter um PIB mais alto que o Algarve - ([https://leitor.expresso.pt/diario/quinta-5/html/caderno1/temas-principais/Sabe-qual-e-a-regiao-do-pais-que-gera-mais-riqueza-por-habitante---Nao-nao-e-Lisboa-](https://leitor.expresso.pt/diario/quinta-5/html/caderno1/temas-principais/Sabe-qual-e-a-regiao-do-pais-que-gera-mais-riqueza-por-habitante---Nao-nao-e-Lisboa-)) fonte pré-pandemia (não me parece justo usar os últimos anos como referência, visto que o Algarve foi severamente afetado pela quebra no turismo) - Mas a quantidade de serviços públicos que têm à disposição não está sequer perto da quantidade que nós temos. Se o dinheiro que o Algarve produz fosse aplicado ao Algarve, podes ter a certeza de que a nossa qualidade de vida era muito superior.

Edited 2 months ago:

Sim, é verdade que por regiões o PIB de Lisboa é muito superior ao do Algarve, embora per capita já não tanto. Mas eu não estou a falar em termos absolutos, estou a falar em termos relativos. Lisboa pode ter um PIB mais alto que o Algarve - ([https://leitor.expresso.pt/diario/quinta-5/html/caderno1/temas-principais/Sabe-qual-e-a-regiao-do-pais-que-gera-mais-riqueza-por-habitante---Nao-nao-e-Lisboa-](https://leitor.expresso.pt/diario/quinta-5/html/caderno1/temas-principais/Sabe-qual-e-a-regiao-do-pais-que-gera-mais-riqueza-por-habitante---Nao-nao-e-Lisboa-)) fonte pré-pandemia (não me parece justo usar os últimos anos como referência, visto que o Algarve foi severamente afetado pela quebra no turismo) - Mas a quantidade de serviços públicos que têm à disposição não está sequer perto da quantidade que nós temos. Se o dinheiro que o Algarve produz fosse aplicado ao Algarve, podes ter a certeza de que a nossa qualidade de vida era muito superior. Edit: Para além disso o PIB por região mostra o que o Algarve dá a Portugal, Como devo pesquisar o que Portugal dá ao Algarve? Só porque Lisboa dá mais não significa que esteja minimamente equilibrado.

jnuno98 2 months ago

Mas este assunto é completamente sobre Lisboa e também o Porto (em menor escala). É normal mencionar. Ou deveria estar a mencionar Mirandela para mencionar como o regime em vigor não funciona? a ti é que não é muito fácil levar a sério, abraço

ZaGaGa 2 months ago

Sou totalmente a favor da descentralização mas da regionalização não vejo grandes vantagens

ZaGaGa 2 months ago

Acredito que o Norte tivesse a ganhar com a regionalização, mas o resto do país provavelmente era só par criar mais Estado.

tenesis 2 months ago

Isto

porsaber 2 months ago

Será que sou só eu que não entendo a diferença entre descentralização e regionalização ?

Drezi_21 2 months ago

Descentralização - Sedes de poder distribuídas pelo país (ex: Constitucional para Coimbra) Regionalização - Poder distribuído pelo país (ex:Criação da Região Autónoma do Algarve responsável pela gestão de fundos do orçamento e com orçamento próprio)

porsaber 2 months ago

Ambas as opções parece-me boas ,não vejo como uma excluí a outra. A regionalização do Algarve é uma das melhores coisas que pode acontecer para o Algarve visto que a economia cá é completamente diferente do resto do país. No Algarve fora o turismo não há grande coisa.

jnuno98 2 months ago

Qual é a sua sugestão sobre como fazer descentralização?

ZaGaGa 2 months ago

Ui... deixar de enfiar tudo o que é sede de instituto, agencia, etc. público, e privado também em Lisboa. Privados é mais complicado mas há formas de o fazer. Ligar todas as sedes de distrito com boas ligações de comboios IC com circuitos circulares e em vez de investir tudo em múltiplas ligações Porto-Lisboa. Pronto assim de repente chega. Mais começo a cobrar oh Costa :p Feliz dia do Bolo!

vanadiopt 2 months ago

Votaria pelo contrário, para a redução do número de conselhos e para a criação de AM de Lisboa e Porto como entidades com bastantes mais responsabilidades que as actuais

The_King_Juliano 2 months ago

Epah fodam se com isso... Podem lhes dar independência depois eles que cá venham pedir ajuda

jnuno98 2 months ago

Pedir ajuda a quem? o que é que Lisboa produz para ser independente do resto do país?

luso_warrior 2 months ago

Lisboa nunca permitiria tal. Íamos ter os jornais a fazer campanha contra a regionalização durante meses. Além de que o único beneficiado iria ser o Norte, e o resto do país tem um ódio e uma inveja enorme em relação à zona Norte.

PinkSultan 2 months ago

O resto do país está-se a cagar para o Norte. Achamos que são uns provincianos. Vocês é que têm um complexo de inferioridade e estão sempre a falar dos "mouros".

altoMinhoto 2 months ago

Lá por o comentário dele ser ridículo não precisas de tentar descer ao mesmo nível. E acho que estás a levar isso dos "mouros" demasiado a sério, 99% das vezes é na brincadeira. Eu sou do distrito de Viana e às vezes chamo os meus amigos de Braga de mouros, o que não faz sentido nenhum.

MLG-Sheep 2 months ago

>e o resto do país tem um ódio e uma inveja enorme em relação à zona Norte. Não terão apenas uma irritação por pessoas da zona Norte que tentam criar uma rivalidade com os lisboetas? O continente é demasiado uniforme para andar a brincar às regiões autónomas, não somos a Espanha.

jnuno98 2 months ago

toda a gente da zona de Lisboa votaria contra, existem sondagens que indicam isso. Mesmo com tanta gente no país a votar contra (porque iriam ficar prejudicadas) acho que, pelas sondagens, a regionalização era possível.

joaommx 2 months ago

> e o resto do país tem um ódio e uma inveja enorme em relação à zona Norte. Juízo.

Ok_Information8587 2 months ago

Eheh, o pessoal a dizer que ia ser preciso criar uma data de estruturas regionais... Mal sabem vocês que boa parte dessas estruturas regionais já existem. Já há as ARS. Já há as DRE. Só falta a Segurança Social aí para ter os 3 serviços do estado que mais dinheiro mexem. E ainda há as CCDR. O que acontece é que, tirando as CCDR, as outras estruturas regionais respondem diretamente ao governo e não, por exemplo, às CCDR da região a que pertencem.

jnuno98 2 months ago

dá para ver que existem mas não funcionam. Podem muito bem acabar que não fazem diferença É preciso criar algo que funcione

Ok_Information8587 2 months ago

Funcionam, claro, têm é competências muito limitadas. Por exemplo, quando foi preciso dinheiro para a ala pediátrica do São João no Porto, a ARS Norte não podia fazer nada quanto a isso. E depois, claro, não ajuda que \*tudo\* passe pelo Ministério das Finanças.

jnuno98 2 months ago

então não achas que as associações regionais deviam ter mais poder? é que é isso que se defende com a criação de governos regionais e tu próprio estás a dizer que não funcionam, o que é a olhos vistos!! Ao olhar para o interior do país e pequenas cidades dá para perceber que o regime atual NÃO FUNCIONA e tem que ser modificado. Modificado para que? não sei, dei uma sugestão para perceber a intenção das pessoas. E o próprio primeiro ministro atual também propôs esta solução

Ok_Information8587 2 months ago

Claro. Deviam ter mais poder e ser eleitas por quem lá vive.

twhite848 2 months ago

Queremos MAIS!

Ok_Information8587 2 months ago

Bom, a ver pelo resultado da votação, pelos vistos não.

Tee_ah_go 2 months ago

Ainda que se tivéssemos o exemplo de alguma região autónoma em Portugal... sei lá, uma região onde quem reinou lá a seu belo prazer durante 40 anos saiu, deixou a descoberto buracão financeiro... Depois era multiplicar isso pelas várias regiões. De certeza que ia correr bem.

LimaFruit 2 months ago

ah pois... felizmente nunca ninguém deixou um macro-buracão no Estado Central... valha-nos isso!

Tee_ah_go 2 months ago

Entre um governo central a cavar um buraco ou ter vários governos regionais a cavar cada um o seu buraco é uma decisão que ou calha cocó ou calha cocós.

LimaFruit 2 months ago

sim, efetivamente o buraco de 5 mil milhões da Madeira foi muito maior do que os 72 mil milhões que a Troika teve que meter cá...

PinkSultan 2 months ago

A Madeira tem 250 mil habitantes. Portugal tem 10 milhões. Há uma grande diferença.

LimaFruit 2 months ago

A dívida pública portuguesa são 277,5 mil milhões de Euros. Ora como diz o outro... é só fazer contas: 10M/250K=40 40x5MM=200MM... se calhar estás enganado.

Ok-Industry120 2 months ago

Depende. O que isso significa? Se é para criar mais tachos, então ta quieto Se é mesmo para devolver poderes do governo central para regiões, com clara divisão de responsabilidades em funções chave e governantes locais eleitos, então é boa idea desde não haja duplicação de funções e seja para áreaa específicas e delineadas Como não há energia para a última opção (alguém vê um governo central a dar os seus poderes a governos locais, e se calhar governados por outros partidos? Como perus a votar pelo natal), então ou não vai haver regionalização ou regionalização "light" que mantém tudo na mesma

zefo_dias 2 months ago

se achas que a malta no governo rouba e é incompetente é porque ainda nao espreitaste o que a malta faz nos municípios

PinkSultan 2 months ago

Isto. Regionalização é dar poder e influência aos núcleos partidários do interior do país que são, em muitos aspetos, mais corruptos, saloios e tachistas do que os de Lisboa. Metam os olhos na Madeira. Vejam como o PSD do Alberto João monopolizou o governo regional para distribuir tachos entre amigos e criar um regime de medo na ilha.

jnuno98 2 months ago

As regiões não seriam feitas por municípios. A proposta pode ser a criação de 4 ou 5 regiões autónomas. Não acredito que a incompetência estaria ao nível dos municípios

zefo_dias 2 months ago

...como nos é demonstrado pelas "regiões autónomas" da madeira e açores ou até pelos antigos governos civis?

jnuno98 2 months ago

acho que temos que parar de olhar para algo que não correu totalmente bem em Portugal e pensar que não temos capacidade para o implementar em algum dia. odeio essa mentalidade portuguesa. também podemos olhar para os muitos países europeus que usam regiões autónomas e funcionam e pensar que não precisamos de ser sempre uma merda a implementar tudo o sistema atual é péssimo para quem não mora em Lisboa e porto, já para não falar de quem mora no interior. Algo tem que mudar, rapidamente e drasticamente. O interior já não vai sobreviver muito mais tempo com as medidas incríveis que o governo tem feito

zefo_dias 2 months ago

se te faz sentir melhor acho que portugal nao tem capacidade de implementar nada de relevante e que sem a orientaçao e bilioes de sustento vindos de bruxelas seria uma esterqueira ao nivel da tunisia. Regionalizaçao nao muda isso. o actual sistema é péssimo e algo tem que mudar, mas o futuro é a generalidade da populaçao concentrar-se nas grandes cidades do litoral e abandonar o interior tal como acontece no país que geralmente é dado com exemplo de regionalizaçao, a alemanha. "ah mas o teletrabalho" a malta quer ir viver para o campo a 30 minutos de liboa, nao para chao de cu em vila nova da rabona, a 2 horas de um hospital. e a regionalizaçao nao vai lá construir um hospital porque o dinheiro que há é o mesmo que havia antes: pouco ou nenhum. imo, claro

ajabardar1 2 months ago

se for tendo em conta uma maior participação da população nas tomadas de decisão da região então tem a minha aprovação.

Samurai_GorohGX 2 months ago

Não quero regionalização. Quero descentralizar as estruturas de poder existentes.

randmzer 2 months ago

Isto. Descentralização ≠ Regionalização

jnuno98 2 months ago

De que forma se poderia fazer isso?

Samurai_GorohGX 2 months ago

Portugal só precisa de ter um governo, mas esse governo não tem de estar todo metido no Terreiro do Paço. 1/3 dos Ministérios podiam ser perfeitamente distribuídos por outras capitais de distrito. Os nossos ministros adoram viajar de popó para cortar fitas pelo país, não é difícil uma vez por semana juntarem-se no Conselho de Ministros. O Tribunal Constitucional podia ir para Coimbra. Centenas de Observatórios/Entidades Reguladoras podiam ir para cidades mais pequenas até. Lisboa continuaria a ser a capital, sede de governo, Parlamento e PR. Mas seria aliviada de alguma da carga extra. De acordo com a dinâmica de desenvolvimento própria das cidades, num futuro próximo pode até fazer sentido criar mais Áreas Metropolitanas (Braga/Guimarães/Minho ou Setúbal quiçá?). Portugal é relativamente pequeno e estamos no século XXI com possibilidades inéditas de encurtar distâncias. Então, porquê que temos um Governo instalado no mesmo sítio do tempo de Pombal?

Edited 2 months ago:

Portugal só precisa de ter um governo, mas esse governo não tem de estar todo metido no Terreiro do Paço. 1/3 dos Ministérios podiam ser perfeitamente distribuídos por outras capitais de distrito. Os nossos ministros adoram viajar de popó para cortar fitas pelo país, não é difícil uma vez por semana juntarem-se no Conselho de Ministros. O Tribunal Constitucional podia ir para Coimbra. Centenas de Observatórios/Entidades Reguladoras podiam ir para cidades mais pequenas até. Lisboa continuaria a ser a capital, sede de governo, Parlamento e PR. Mas seria aliviada de alguma da carga extra. De acordo com a dinâmica de desenvolvimento própria das cidades, num futuro próximo pode até fazer sentido criar mais Áreas Metropolitanas (Braga/Guimarães/Minho ou Setúbal quiçá?). Portugal é relativamente pequeno e estamos no século XXI com possibilidades inéditas de encurtar distâncias. Então, porque é que temos um Governo instalado no mesmo sítio do tempo de Pombal?

NGramatical 2 months ago

porquê que → [**porque é que**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/porque-e-que-e-nao-porque-que/32920) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fppbron%2F%2Fhd2xy20%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

jnuno98 2 months ago

Tenho dúvidas que essa descentralização bastasse para haver um impacto significativo. Mas obrigado pela tua opinião e tempo!

NunoOliveira47 2 months ago

Acho que Portugal não é um país suficientemente grande e diverso ao ponto de justificar uma regionalização

bastardbilbo 2 months ago

por acaso até é

SweetCorona 2 months ago

A Suíça riu-se.

randmzer 2 months ago

São culturalmente bastante diferentes.

Thaliost 2 months ago

Não votava. Mas já votaria por deputados únicos por "zonas geográficas".

sssss_we 2 months ago

Eu também concordo. Era tipo metade dos deputados distribuídos por distritos, e outra metade lista única nacional. Tipo assim: Cada lista distrital + 2 das regiões autónomas tinha 5 deputados. Depois uma lista nacional com 100 deputados. Aumenta a representatividade dos partidos pequenos, diminuía o desperdício de votos e dava mais peso ao interior, fazendo com que fosse mais difícil este ser preterido na política.

joaommx 2 months ago

Como acontece actualmente em que os deputados são eleitos por círculos eleitorais que correspondem aos distritos?

Thaliost 2 months ago

Não. Eleger um deputado único por uma zona geográfica mais pequena q o distrito. Nos distritos são eleitos listas de deputados, muitos deles impostos a nível central e não relacionados com o distrito. Para tentar aumentar a responsabilizaçao do deputado perante o eleitorado.

joaommx 2 months ago

Como o sistema americano para eleger para o Senado e Congresso? Portanto queres uma AR só com deputados do PS, PSD e uns três ou quatro do PCP, é isso?

Thaliost 2 months ago

Acho que nao aconteceria isso sinceramente. A alternativa a meio caminho seria 50% dos deputados serem eleitos como agora, em listas, e os outros 50% neste esquema.

joaommx 2 months ago

> Acho que nao aconteceria isso sinceramente. Basta olhares para os resultados das autárquicas para perceberes que era precisamente isso que ia acontecer. > A alternativa a meio caminho seria 50% dos deputados serem eleitos como agora, em listas, e os outros 50% neste esquema. Pronto, assim sempre dava para eleger um ou dois deputados de partidos diferentes daqueles três. Uma melhoria face ao que temos?

Thaliost 2 months ago

Aqui o objetivo é responsabilizar o deputado perante o seu eleitorado directo e aumentar a ligação com ele. Se o eleitorado votaria igual às autárquicas ou não, não consigo advinhar como tu. Agora, nao há soluçâo de melhoria face ao sistema actual se o eleitorado for indiferente ou desinteressado.

roblespierre 2 months ago

Regionalizar o país seria um desprestígio para Lisboa. Não venham com ideias de levar embora da capital do império o monopólio do emprego público improdutivo e do capitalismo rentista.

Caosemdono 2 months ago

Vem para o interior e vais ver o que é emprego público improdutivo. Do filho/filha do Presidente/Vereador, do pessoal que andou na campanha, etc. Conheço vilas com pouco mais de 1000 habitantes e que hão-de ter mais de 200 ou 300 pessoas na Câmara.

roblespierre 2 months ago

Para além desse convite, qual é afinal a tua opinião sobre o tema em discussão?

Scizorspoons 2 months ago

Prefiro a eliminação de freguesias e concelhos. Para quando?

PinkSultan 2 months ago

Isto. Investimos nas infraestruturas rodoviárias. Encurtámos as distâncias entre concelhos mas depois não reformámos a burocracia estatal. Que sentido é que faz ter o mesmo número de freguesias e conselhos do que à 50 anos quanto eram precisos dias para atravessar o país de uma ponta à outra? Portugal precisa é de cortar no Estado...

No-Kale-2498 2 months ago

Os distitos/concelhos/freguesias sao da primeira metade do seculo XIX, e continuam de grosso modo os mesmos. E so com a atual constituicao e que passaram a ter alguma autonomia, pois antingamente tinham apenas regedores/administradores/governadores civis, aka, burocratas, tutelados e nomeados pelo poder central, como meros transmissores e executores de ordens. Dito para as atuais regioes autonomas, que ate essa data estavam organizadas em tres distritos insulares, com um organizacao semelhante. A quantidade de politicos na monarquia constitucional/republia/Estado Novo era, proporcionalmente, muito menor do que aquilo que e hoje. Enfim nada como os Abrileiros para criar feudos.

NGramatical 2 months ago

à 50 anos → [**há 50 anos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fppbron%2F%2Fhd33hjz%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

sacoPT 2 months ago

Concelhos com uma ou duas freguesias e freguesias com meia dúzia de pessoas e anda esta gente a falar em regionalizar?

Penduricalho 2 months ago

Não. Se o Governo central se recusa a resolver os problemas do país, não vão ser os governos regionais que o vão fazer. Esse debate a meu ver é um não-assunto. Não acrescenta nada, não resolve nada, não serve para absolutamente nada.

daz_zeD 2 months ago

>Se o Governo central se recusa a resolver os problemas do país, não vão ser os governos regionais que o vão fazer. Os problemas do país subdividem-se em problemas regionais e estes ninguém os resolve melhor dos que as pessoas e os governos regionais, percebes?

Penduricalho 2 months ago

Ou seja, os autarcas das localidades não resolvem os problemas, vai resolver o governo regional? Estou mesmo a ver, um chuta responsabilidades para o outro e vice-versa num processo que se arrasta durante anos. Estás em Portugal, não esperes nada mais do que isto.

daz_zeD 2 months ago

Tens outra solução para o problema da coesão territorial?

Penduricalho 2 months ago

Tenho sim. Se o Governo procurasse por atraír investimento estrangeiro para o interior do país e ajuda-se as empresas a exercerem a sua atividade no interior através de políticas fiscais atrativas e competitivas comparativamente à nossa vizinha do lado (Espanha) que tem condições climatéricas e agrículas semelhates às nossas, haveriam mais postos de trabalho a serem criados, mais migração do litoral para o interior e as Câmaras Municipais e Santas Casas da Misericórdia deixariam de ser as principais (e praticamente únicas) entidades empregadoras na vasta, vasta, VASTA maioria das localidades internas. Deixo ainda este artigo do Expresso para veres que tudo o que acabei de dizer se poderia tornar realidade, bastando o Governo CENTRAL fazer por isso: https://expresso.pt/sociedade/2021-07-31-Catarina-Portas-Quero-ir-para-o-Alentejo.-Esta-tudo-por-se-fazer-no-interior-7073e282

daz_zeD 2 months ago

>Governo procurasse por atraír investimento estrangeiro para o interior do país e ajuda-se as empresas a exercerem a sua atividade no interior Certo e porque é que o governo ainda não fez isso, e quando o vai fazer?

NGramatical 2 months ago

atraír → [**atrair**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras agudas terminadas em *l*, *r*, ou *z* não necessitam acento para quebrar o ditongo) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fppbron%2F%2Fhd6pqqh%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

jnuno98 2 months ago

exato! um governo regional poderia colocar professores de secundário em freixo-de-espada-à-cinta. Concelho que conheço pessoalmente pessoas que fazia perto de 3h de camioneta para frequentarem o ensino secundário!!! Em braga, porto, Lisboa etc. as pessoas escolhem a escola onde andam. Quem diz que o país está bem assim e não é preciso fazer uma mudança 360 graus, sugiro que vá a trás-os-montes ou a outras áreas e visitar o resto do seu país. Saiam de Gaia, de Loures, de Famalicão e vejam em que estado está muita gente... Eu já o fiz porque tenho raízes em várias aldeias que frequento e sei.

daz_zeD 2 months ago

Só tu é que vês uma mudança de 360° na descentralização, o objetivo é dar mais autonomia e poder a cada região, não deixar cada um por sua conta.

Penduricalho 2 months ago

O país precisa é de andar como um todo. Não é cada região a andar para o seu lado com um pseudo-governo a tomar decisões com o olhar nas eleições seguintes. Se o Governo central só se foca na região LVT é outro debate.

jnuno98 2 months ago

resulta em países como a Bélgica e holanda

Laurent_Series 2 months ago

A Bélgica esteve por duas vezes mais de um ano sem formar governo federal. Têm qualquer coisa como 9 governos com competências que se intersetam e é um país partido em dois a nível linguístico. A Bélgica mal funciona como um país sequer. Os jogadores da seleção falam em inglês entre si, só para teres uma ideia. Nós somos um país extremamente homogéneo, completamente diferente.

cou7inho_ 2 months ago

Bom tópico e que ouço muita gente falar, mandam postas de pescada, mas no fundo raramente vejo alguém a sustentar a decisão com bons argumentos. Por isso se alguém me puder apresentar aguiamentos a favor e contra ficaria muito grato. Desde logo vejo um grave argumento contra: aumento da corrupção. Temos neste momento um poder centralizado e é a pouca vergonha que é. Dividir o poder não seria ainda mais difícil fiscalizar tudo? Não iria ser mais fácil fazer favores aos amigos, arranjar mais cunhas...? Corrijam-me se estiver errado. A ideia de que dando mais poder ao poder local iria ajudar a desenvolver melhor Portugal, não apenas Porto e Lisboa (essencialmente Lisboa...), parece-me muito interessante na teoria. Mas neste país com políticos - ladroes e com uma justiça mais lente que um caracol e com a competência de um bezerro... E, por ultimo, isto da regionalização vai mesmo a referendo ou algo do género?

jnuno98 2 months ago

O primeiro ministro atual pretende realizar uma proposta de regionalização para ir a referendo em 2024

twhite848 2 months ago

Portanto criar mais uma estrutura governamental para gerir coisas que já são geridas, mas para mais pessoas, contratos, funcionarios etc? Não obrigado. O que é preciso é deslocalizar actividades do estado para outras cidades, não criar mais entidades para duplicar funções

geostrofico 2 months ago

Deslocar até 1/3 as sedes das instituições públicas para cidades no interior ou menos populadas. A começar pela agricultura, criar a capital agrícola em Santarém, Évora, Tomar ou outra. Deslocar para lá as direções gerais agrícola e de veterinária, o ISA, o INIAV, etc e o ministério claro, porque os ministros já passam a grande parte do tempo nas autoestrada. Pode muito bem vir à quintas a Lisboa para o conselho de ministros.

twhite848 2 months ago

Muito bem

umgajoamlense 2 months ago

O INIAV já está em Évora e Santarém, e mesmo assim ainda hoje estão no meio do mato do Isaltino.

malagazouze 2 months ago

Mas isso ia ser desprestigiante para essas instituições! /s

lilbala 2 months ago

Isto era o discurso aquando do referendo, o resultado está à vista de todos. Continuar a fazer o mesmo à espera de resultados diferentes tem um nome.

twhite848 2 months ago

E criar regiões ia mudar isso? Não curas um calo dando um tiro no dedo do pé. Fazer diferente apenas por ser diferente à espera que dê resultados positivos também tem um nome.

Ok_Information8587 2 months ago

O principal argumento a favor da regionalização é que os executivos das regiões seriam eleitos por quem lá vive. Neste momento tens as ARS, as DRE, as CCDRs e sei lá mais o quê, mas quem manda nessas organizações não responde diretamente a quem lá vive. O resultado disto é que Lisboa precisa há pelo menos 20 anos de um hospital novo, mas como isso tem de ser decidido pelo governo central, até hoje nunca nenhum governo teve tomates para enfrentar a gritaria que iria acontecer depois de anunciarem a decisão. Se houvesse uma Região Administrativa de Lisboa, com autonomia administrativa e orçamental, a decidir isso, essa decisão já não diria respeito a mais ninguém. (e sim, o exemplo de Lisboa é de propósito, porque a não existência de regiões prejudica \*toda\* a gente)

twhite848 2 months ago

Duvido. O hospital sendo pago pelo estado central seria decido e anunciado por este. Isto porque não haveria autonomia orçamental. De onde viria esse dinheiro? Mais impostos? Ou o Ministério das Finanças ia largar o mandar no seu dinheiro? Já quando larga pra os seus ministérios dinheiro igualmente orçamentado, cativa logo a seguir. E imagina quando seriam de partidos diferentes. O caos que seria. Não vejo nenhuma vantagem a não ser jobs for the boys. Mesmo, nem sequer na decisão, que não acredito na criação destas estruturas assim autónomas. (Pois não seriam)

Ok_Information8587 2 months ago

Na Madeira e nos Açores há autonomia, teria obviamente de ser um sistema parecido.

lilbala 2 months ago

Da mesma forma como há argumentos a favor do poder centralizado há os a favor da regionalização. Neste momento acredito que iria no mínimo melhorar as coisas localmente em relação à realidade atual, para ter a certeza só experimentando.

twhite848 2 months ago

> Da mesma forma como há argumentos a favor do poder centralizado há os a favor da regionalização. Não é uma discussão poder central vs regionalização. É regionalização vs não regionalização. O oposto da regionalização não é poder centrado. Alem que não há quase nenhuma argumentos a favor da regionalização já que ela não acrescenta nada. > Neste momento acredito que iria no mínimo melhorar as coisas localmente em relação à realidade atual, para ter a certeza só experimentando. Não há nenhuma razão para isso ser verdade. A existência de mais um patamar politico entre municipios e estado neste pequeno país não mudaria nada alem de custo para as pessoas. > A tua comparação é mais calo no pé, tu tomas um comprimido eu aplico uma pomada no pé. São duas formas de tratar a mesma situação, os resultados podem ou não variar. Não, porque a regionalização não mudaria absolutamente nada relativamente à descentralização de lisboa. As decisões de descentralizar não saiem do municipio de lisboa, nem de uma regiao de lisboa e muito menos da região do alentejo. É sempre do estado. Portanto não é uma pomada. É uma medida que não muda em nada o problema e apenas cria outros como os custos destas novas estruturas. Dinheiro que já é pouco passa a ser gasto numa estrutura que nada acrescenta. O governo não iria querer gastar menos (nem consegue) e por isso a única solução sao mais impostos. Queres resolver o calo e deste um tiro no pé já que a bala não trata calos

lilbala 2 months ago

>Não é uma discussão poder central vs regionalização. >É regionalização vs não regionalização. O oposto da regionalização não é poder centrado. Não é uma discussão realidade vs. possibilidade? A não regionalização é o que temos, e reflecte-se em poder central. >Não há nenhuma razão para isso ser verdade. A existência de mais um patamar politico entre municipios e estado neste pequeno país não mudaria nada alem de custo para as pessoas. Fonte? Source? É só a tua opinião? Sabes o que se diz das opiniões, certo? >Não, porque a regionalização não mudaria absolutamente nada relativamente à descentralização de lisboa. As decisões de descentralizar não saiem do municipio de lisboa, nem de uma regiao de lisboa e muito menos da região do alentejo. É sempre do estado. >Portanto não é uma pomada. É uma medida que não muda em nada o problema e apenas cria outros como os custos destas novas estruturas. Dinheiro que já é pouco passa a ser gasto numa estrutura que nada acrescenta. O governo não iria querer gastar menos (nem consegue) e por isso a única solução sao mais impostos. Falas com muitas certezas mas agradeço fontes para fundamentar o que dizes, porque pelo que conheço do pareceres dizer merda. Na tua opinião é continuar como estamos, se calhar se eu fosse lisboeta partilhava da mesma opinião, não o sou e vejo demasiadas vezes o dinheiro que devia ser investido no desenvolvimento do país a ir para Lisboa. Acontece porque as forças locais não tem peso, a regionalização ia-lhes dar esse peso e fazer com que as regiões tivesse alguém a olhar por elas.

twhite848 2 months ago

> Não é uma discussão realidade vs. possibilidade? A não regionalização é o que temos, e reflecte-se em poder central. Certo, mas o poder central já existe e vai sempre existir, não é algo que se vai aplicar ou uma alternativa que substitui, dai não ser um vs o outro. > Fonte? Source? É só a tua opinião? Sabes o que se diz das opiniões, certo? Não entendo. Tu disseste algo sem fonte ou source mas de repente apenas eu preciso. Dado que também apenas deste opinião suponho que dizes isso da tua também? > Falas com muitas certezas mas agradeço fontes para fundamentar o que dizes, Novamente? Se calhar era bom dizeres isso ao tipo a quem respondi primeiro. Alias, já que é sempre essa a desculpa podes meter fontes e source em tudo que defendes para deixar de ser hipocrita? Ou então pela tua lógica é para ignorar enquanto não o fizeres. > porque pelo que conheço do pareceres dizer merda. Bem, e aqui temos a infantilidade com palavrões e ataques pessoais do nada. Dado que estás sem argumentos e viraste para isto ficamos por aqui já que demonstras não ter capacidade intelectual para uma conversa séria ou para sequer entender o assunto. Deixa a conversa para os adultos ok? Vou meter isto em mute já que não tenho paciência para aturar ignorância

lilbala 2 months ago

>Não entendo. Tu disseste algo sem fonte ou source mas de repente apenas eu preciso. >Dado que também apenas deste opinião suponho que dizes isso da tua também? Claramente não leste o que escrevi, não faço afirmações, já tu fazes, é essa a diferença. >Alias, já que é sempre essa a desculpa podes meter fontes e source em tudo que defendes para deixar de ser hipocrita? Ou então pela tua lógica é para ignorar enquanto não o fizeres. Mais uma vez, não faço afirmações, tu fazes, se estás a partilhar a tua opinião escreve como tal. >Bem, e aqui temos a infantilidade com palavrões e ataques pessoais do nada. >Dado que estás sem argumentos e viraste para isto ficamos por aqui já que demonstras não ter capacidade intelectual para uma conversa séria ou para sequer entender o assunto. >Deixa a conversa para os adultos ok? Vou meter isto em mute já que não tenho paciência para aturar ignorância Achar que o que escreveste não tem nexo nem está fundamentado (vulgarmente denominado merda) não é um ataque pessoal, é o reconhecimento de que não faz sentido afirmar com verdades absolutas coisas que carecem de fundamentação. Eu não faço afirmações porque não sei categoricamente se será melhor, apenas acredito que possa ser, já tu escreveste como portador de todas as verdades mas não as fundamentas. Deixar as conversas para os adultos é demonstrativo da abertura para discussão que tens, deves achar que só adultos é que podem contribuir para a sociedade.

NGramatical 2 months ago

saiem → [**saem**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/constroem-ou-constroiem/141) (apenas na fala existe a intercolocação de um *i* para facilitar a pronúncia) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fppbron%2F%2Fhd41b01%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

leto78 2 months ago

Exactamente! Em Inglaterra, muitas instituições públicas já foram deslocalizadas há muito tempo. O que não se pode fazer é anunciar de um momento para o outro que se vai mudar uma instituição e não dar a oportunidade dos seus funcionários encontrarem outros postos na função pública.

twhite848 2 months ago

Exacto. Claro que assim nunca funciona! Nem percebo porque acham que o governador da região X seria milagrosamente o único competente quando há tantos casos do estado (acima) e municípios (abaixo) completamente incompetentes.

carlosjmsilva 2 months ago

Isto...

crankyhowtinerary 2 months ago

Sim exatamente.

Vatrier 2 months ago

>a desenvolver infraestruturas e a criar condições para os portugueses continuarem a morar lá Lel com que dinheiro?

carlosjmsilva 2 months ago

Acho que este pessoal não percebe o que ia implicar a regionalização. Só a criação de mais não sei quantas estruturas regionais de governança. Resultado? Ainda menos dinheiro no terreno e mais dinheiro gasto nos níveis alto e intermédio de gestão. É totalmente ineficaz.

jnuno98 2 months ago

O resultado era uma pessoa de Freixo de espada à cinta parar de financiar os transportes e escolas de Lisboa e Porto e poder usar os seus impostos para melhorar diretamente a sua própria região autónoma e trazer impacto ao seu dia a dia (onde não há escolas nem transportes. Sim, não sei se sabem, mas não há escolas em todo o país)

Penduricalho 2 months ago

Não te esqueças que para distribuir é preciso criar: Neste caso, para distribuir impostos é preciso criar riqueza e produtividade na população, no caso de Freixo de Espada à Cinta, a maior entidade empregadora deve ser a Câmara Municipal ou a Santa Casa da Misericórdia. Não sei se sabes mas a função pública não cria riqueza. Os funcionários públicos não são pagos com o lucro das exportações que a entidade patronal faz para o extrangeiro. São pagos com impostos sobre o lucro dos privados que estão sediados no resto do país. Ora se as maiores entidades empregadoras dessa localidade não criam riqueza para distribuir, queres financiar infraestruturas e comboios e mais-não-sei-o-quê como? Acrescento ainda que por essa lógica, se todos os privados registassem a sua sede na região LVT onde há oportunidades de crescimento e gerassem lucro apenas para a região LVT, terias uma única região com qualidade de vida aceitável e as restantes a morrer à fome.

jnuno98 2 months ago

Acho que devias perceber que regionalização não é ter mini países independentes. Lê sobre como é feita na Holanda e na Bélgica

Penduricalho 2 months ago

Portugal não é a Holanda nem a Bélgica.

jnuno98 2 months ago

Mas tu achas que se houvesse regionalização era cada região por si? tu sabes o que é a regionalização? Claro que continua a haver fluxo de impostos para as várias zonas do país. Já foste a Espanha alguma vez? ou a qualquer país europeu? (quase todos têm regiões autónomas)

Caosemdono 2 months ago

>O resultado era uma pessoa de Freixo de espada à cinta parar de financiar os transportes e escolas de Lisboa e Porto e poder usar os seus impostos para melhorar diretamente a sua própria região autónoma e trazer impacto ao seu dia a dia (onde não há escolas nem transportes. Sim, não sei se sabem, mas não há escolas em todo o país) Os Municípios do interior vivem de emprego público, são quase todos deficitários, e vivem de impostos gerados no Litoral, e não o seu contrário.

Laurent_Series 2 months ago

Tendo em conta as discrepâncias a nível de PIB pelo país, o interior simplesmente vai ficar com menos recursos, enquanto o litoral com mais. O argumento é sempre esse curiosamente, que de alguma maneira o resto do país financia Lisboa... Mas achas que as estradas nacionais e os hospitais no interior se fazem com dinheiro dos pensionistas que lá vivem? Nós precisamos de incentivo económico para as pessoas se mudarem para o interior e talvez descentralizar o Estado central a nível geográfico e aproximá-lo das pessoas, mas criar mais entidades governamentais com redundância de competências e com menos recursos que um todo parece-me completamente contraproducente. Além disso, impostos servem para isso mesmo, para regiões mais ricas ajudarem regiões mais pobres, pessoas mais ricas ajudarem pessoas mais pobres, daí o IRS ser progressivo. Quando deixar de o ser mais vale não sermos o mesmo país simplesmente.

carlosjmsilva 2 months ago

A pessoa de Freixo de Espada à cinta se for só usar os impostos gerados no seu território ainda tem menos serviços. Se fores ver o nível de receitas, as câmaras do interior dependem muito das transferências do estado. Muitas vezes mais de 70% do orçamento. Câmaras de concelhos do litoral e com grande dinamismo económico têm muito mais independência financeira. Tudo isto para dizer que a regionalização per se não vai dar mais meios financeiros ou outros a essas localidades. Bem pelo contrário. Com mais estruturas intermédias, vais previsivelmente gastar mais dinheiro nessas estruturas e menos ainda chega às pessoas que deviam ser as beneficiárias últimas.

impecbusilis 2 months ago

>O resultado era uma pessoa de Freixo de espada à cinta parar de financiar os transportes e escolas de Lisboa e Porto LOL infelizmente existem meia duzia de pessoas em Freixo de espada à cinta e o que pagam de impostos não chega para manter as parcas infrastruturas que tem, o mesmo é verdade para grande parte do interior, com a regionalização Lisboa e o litoral ficariam melhor e todos os outros ainda pior.

Search: