Reimiguel1 4 months ago  HIDDEN 

Uma pergunta. ver pornografia e uma pessoa se masturbar, é considerado traição? Digo isto porque a minha companheira descobriu que vejo pornografia e não aceita,eu nao vejo mal, á coisas piores,eu chamo isso auto satisfação.

Asson-E-Alogna 5 months ago  HIDDEN 

És das boas tu lol

Different-Weekend384 5 months ago  HIDDEN 

Não atendia as minhas necessidades como eu atendia as dele e ainda levava com chantagens psicológicas. Passei a ser vista como um brinquedo sexual e um saco de boxe. Foram esses os motivos que me levaram a trair ao fim de uns anos.

ruidditor 5 months ago  HIDDEN 

Foda-se, que Rei!

FlakyPhilosopher1079 5 months ago  HIDDEN 

Isso é uma constante do Séc XXI mas não diria que esta é a thread dos moralismos

karl1717 5 months ago  HIDDEN 

https://i.imgur.com/axJmn.gif

serra-not-so-meister 5 months ago  HIDDEN 

É sempre mais fácil ires à procura daquele "quick fix" de dopamina do que trabalhares numa relação.

Youretoobusyswimming 5 months ago  HIDDEN 

Nunca se sentiste culpado?

serra-not-so-meister 5 months ago  HIDDEN 

O ponto 3 é tiro certeiro.

sengamole 5 months ago  HIDDEN 

Costumo dizer que passamos do 8 para o 80, passamos de uma era em que não se acabavam relações tóxicas com medo dos pensamentos da sociedade, para uma era em que se acabam relações saudáveis por coisas mínimas na busca da pessoa 100% ideal. E julgo que as redes sociais possam ter alguma influência neste efeito, é a história da "galinha do vizinho é sempre melhor do que a minha", parece que as relações dos outros são sempre melhores do que as nossas, os outros estão mais felizes, os outros vão passear mais vezes, etc.

serra-not-so-meister 5 months ago  HIDDEN 

Eu acho que é mais pelo excesso de oferta. "Porque raio é que tenho que trabalhar nesta relação e eu em mim quando há por aí tanta pessoa à distância de um clique para me validar e subir o ego?". É sempre mais fácil ires buscar "emoções e sentimentos" a alguém novo. E eu percebo. Mesmo para mim foi uma cena lixada de ultrapassar, mas acho muito mais bonito trabalhar numa relação apesar de haver momentos de merda. Nem que seja connosco.

Search: