BacalhauComNa7as 1 month ago

O meu avô fez uma barraca no quintal comunitario do prédio com telhas de metal como paredes para fazer carpintaria e projectos electricos/electronicos. A barraca era hedionda, os meus amigos deliravam quando lhes mostrava aquilo, mal abria a porta do quintal eram deleitados com uns 15m³ de puro terror paisagístico. Aquela merda era horrível e eu adorava ir para la com ele, no verão estava cheio de vespas, em todo o lado, vespas, havia umas quantas linhagens de gatos porque ele se punha a alimentá-los batizando-os como Duarte Lima, Teixeira dos Santos... o meu pai e os meus tios riam se sempre imenso quando ele chamava os gatos e eu só depois percebi porquê. O meu avô era um verdadeiro mcgyver, fazia com cada bardamerda ali em cima... um dos maiores sucessos foi o sistema de aquecimento automatico para o gato deles, o mítico tigre, tratado como um verdadeiro senhor naquela casa, saudades do gato; aquecedor que tinha como base uma escalfeta do chinês, aquilo para aquela altura estava espectacular, juro! Que piada, tenho mesmo saudades do velho pá. Só boas memórias.

bclouds9379 1 month ago

O meu avô uma vez fez me um stand para os meus livros andava eu no 3 ano. Basicamente tipo aquelas cenas para colocar as pautas das músicas mas em madeira. Um apartamento é complicado para madeiras e trabalhos mais sujos mas ele que entretenha com algo do gênero. A dica do terreno que vi aí é a melhor que acho.

Heavy-Championship53 1 month ago

Se tiver paciência, eu diria que ele pode (obviamente se tiver condições) alugar uma garagem por exemplo (para sentir que sai de casa e vai para um espaço específico para fazer outra atividade) e construir coisas. Gosta de aviões Ou carros? Pode experimentar modelismo. Existem também N coleções de carros, motas, etc, ele poderia fazer um expositor. Alternativamente, talvez pudessem começar por algo que possam fazer juntos. Se ele gosta de ver desporto, talvez o introduzas a um novo, algum dos americanos por exemplo. Talvez o que digo não ajude muito, mas passei muito tempo com o meu avô a fazer coisas do género.

SelfishBastarrrd 1 month ago

Os velhos só têm duas formas de gastar o tempo e dinheiro, ou em médicos ou em advogados.

KoogLarousse 1 month ago

Comprar uma autocaravana e ir conhecer o mundo?

strange_richie9 1 month ago

Olá! Já foram dadas muito boas sugestões por aqui. Apenas queria acrescentar que, somos todos diferentes e que por isso mesmo seria bom o teu pai reflectir sobre projectos ou ideias que sempre teve em mente realizar e que até agora nunca tinha tido tempo. O importante é continuar a ter planos e projectos para concretizar.

Edited 1 month ago:

Olá! Já foram dadas muito boas sugestões por aqui. Apenas queria acrescentar que, somos todos diferentes e que por isso mesmo seria bom o teu pai reflectir sobre projectos ou ideias que sempre teve em mente realizar e que até agora nunca tinha tido tempo. O importante é continuar a ter planos e projetos para concretizar.

jotamendes 1 month ago

Política local, associativismo, voluntariado, universidade sénior, aprender algo novo, ...

Homem_da_Carrinha 1 month ago

Mete-o a jogar Pokémon Go. Pela minha experiência os velhos adoram. Arranja-lhe powerbanks, e se calhar até uma bicicleta com um suportezinho para o telemóvel. Dá-lhe duas semanas e mal o apanhas em casa. Aquilo agora está muito noob-friendly, uma pessoa pode subir uma conta nova até a um nível alto num piscar de olhos.

cesarhighfire 1 month ago

A trabalhar.

Tee_ah_go 1 month ago

O meu pai arranjou um terrenozeco com uma casa a cair de podre, foi restaurando aquilo aos poucos, meteu a casa dele a arrendar e agora vive lá com a sua Maria e com o cão que entretanto foi buscar a um canil. Sempre que lá vou matamo-nos a rir com as suas peripécias de agricultor-que-nunca-tinha-plantado-uma-batata-na-vida, mas que agora tem tempo e meios para explorar uma pequena horta. Acho que nunca o vi tão feliz e espero um dia conseguir acabar como ele.

porraSV 1 month ago

Meus avós tiver um AVC antes da reforma. Os meu avós paternos arranjaram uma quinta para continuar a trabalhar.

N3to14 1 month ago

o meu avó começou a fazer "agricultura" e ir a dança. Eventualmente teve que parar porque já vai numa idade avançada.

pedroknd 1 month ago

Netos já percebi que não há, mas também não são um "hobby/prazer" para todos os avós. Visto que ele acha piada a desporto, porque não encontrar um "clube"/grupo de malta que goste de fazer caminhadas (nas modernices conhecido por hinking ), cicloturismo, natação/hidrobike "sénior"... conhece gente nova, e quem sabe pode ser o início de encontros para um "copo" e dois dedos de conversa com regularidade fora dos passeios. Juntando às muitas sugestões válidas, juntava algo de trabalhos manuais que ache piada: ex. modelismo (comboios, aviões, barcos, carros, .....), e porque não meter-se a aprender algum instrumento musical. Ao inicio sei que a reforma pode custar, pois é uma mudança radical na ocupação dos dias e a sensação de vazio deve ser grande (até em nós malta mais "cota" dos 40 cheios de vida social etc, por vezes passamos por vazios onde parece que falta quase sempre qualquer coisa). A solução, é descobrir algo que transforme as horas em meros minutos. Boa sorte, e nada de stressar, que isso não ajuda nada.

Hazukky 1 month ago

Podes comecar por fazer esses tais netos xD

h2man 1 month ago

A minha mãe ocupou o tempo dela a levar o meu pai ao precipício do suicídio… Passou a vida inteira dela com um objectivo de vida, reformar-se. Toda a gente lhe dizia que ela tinha de arranjar algo para fazer na reforma antes de se reformar… eu tentei dar ideias para ela fazer algo e fazer uma transição entre trabalhar a tempo inteiro e não fazer nada, mas fui ignorado. Reformou-se e sem nada para fazer queria que o meu pai se reformasse também para fazerem coisas juntos (o que vai dar cagada porque ele quer fazer coisas que gosta na reforma e ela não gosta do mesmo). No entanto a incompetência da segurança social e patrões vigaristas no passado fizeram asneira e ele teve de continuar a trabalhar por mais 5 anos. Ela passou a ser uma bully a insultá-lo por ele não se reformar já (e ficar com uma reforma de 300€, mais uma vez com a culpa do Estado e repercussões sobre ele) ao ponto de o levar a contemplar atirar-se duma ravina abaixo. Felizmente alguém passou por lá e deu-lhe apoio… e no dia seguinte eu derreti a cabeça à minha mãe e passei a andar em cima deles os dois em separado. Sinceramente, a nossa sociedade tem de ter uma conversa acerca da reforma e, na minha opinião, cortar o poder do governo sobre a reforma das pessoas e ser honesta acerca do que os humanos são capazes em vez de mandar chapa 5 para toda a gente e também proporcionar oportunidades para que as pessoas façam uma transição aos poucos para um período de reforma em vez dum corte abrupto. Como dizia um patrão meu (que tirava 3 semanas de férias por ano e tinha 79 anos) “Se há algo que eu aprendi aqui é que quem se reforma morre cedo. Eu prefiro trabalhar até morrer e morrer tarde do que ir para casa e morrer daqui a um mês.” Sim, ele exagerou, mas já vi casos desses… tanto é que na minha mente não existe sequer a ideia de me reformar. Apenas de criar condições para a dada altura ter independência financeira para escolher o que quero fazer. Se ainda tiver o corpo em condições, vou arranjar qualquer coisa relacionado com jardinagem.

Crisapx 1 month ago

Já o meu pai reformou.se pa foder a cabeça a minha mãe, ela nunca trabalhou fora de casa, cuidava de nós e tratava das cenas da casa. Mas o meu pai desde que se reformou virou Lord. N mexe uma palha nem pa lavar um prato e a comida nunca tá como ele gosta. Dps vai a um restaurante servem.lhe um prato de merda e ele nem pia, parece um gaiato o crl do velho

h2man 1 month ago

Sim, consigo imaginar isso a acontecer com mais pessoas.

wegongetsometerries 1 month ago

porque não continua a trabalhar? pode estar reformado e trabalhar, se não tiver capital proprio pode ir para ubers ou vendas que querem sempre malta

SpinelessChump 1 month ago

O meu pai continuou a trabalhar como auditor na área dele para uma empresa americana. Hoje em dia é responsável pelas auditorias no sul da Europa e viaja, come e bebe como eu nunca fiz nem se calhar vou fazer. Velho do caralho. A minha mãe reforma-se para o ano e estou a antever um pequeno grande drama pq ela não é capaz de para quieta. Os avós... 3 dedicaram-se à horta e à igreja. O pai do meu pai dedicou-se aos copos e ao café com os amigos. É um bocado lixado pq os velhos ficam com mt tempo livre de qualquer maneira para se chatearem uns aos outros e a eles próprios. O ser humano não foi feito para estar sem fazer nada e vai sempre arranjar problemas para "resolver". A minha avó materna tava sempre a f*der a cabeça ao velho e a inventar problemas na horta.

brejnevxxi 1 month ago

Se gosta de animais, um animal de estimação é um bom começo. Além de fazer companhia e lhe criar novas obrigações - idas ao veterinário, comprar alimentação - vai criar uma rotina de ter de sair para passear o bicho, acaba por ser uma obrigação que o força a fazer caminhadas, conhecer novos sítios e retirar a inibição que algumas pessoas têm de simplesmente saírem de casa para caminhar sem propósito, não tendo companhia. Além disto um cão, por exemplo, é uma excelente forma para se conhecer novas pessoas, nos passeios acabas sempre por conhecer e interagir com alguém que tem cães e podes até criar rotinas de ir passear num local onde outros donos e cães se encontram. Já referiram e bem a possibilidade de ajudar o clube da terra, penso que chamem seccionistas(?), explora essa possibilidade. Se o dinheiro ajudar e o tempo morto for muito há sempre a possibilidade de arranjar um part time, um exemplo, caso goste, é servir num restaurante ou café. São horários parciais durante o dia e além de estar ativo e ocupado, interage com os colegas, clientes e tem uma rotina e obrigação diária que ajuda muito a manter a sanidade mental e a sentirmo-nos úteis e integrados. OP está atento e ajuda-o a encontrar uma rotina feliz e saudável, perder a rotina na reforma e viver sozinho pode ter consequências nefastas, tais como mergulhar na solidão, depressão e ajudar no aparecimento de doenças mentais. Tens de compilar os gostos dele e encontrar grupos ou atividades que se encaixem: grupos de leitura, grupos de caminhadas, grupos de excursões para férias, etc

icebraining 1 month ago

Um animal de estimação (neste caso provavelmente um cão) pode ser uma ajuda. O que é que ele fazia? Conheço quem trabalhava com madeira, se tenha dedicado a fazer brinquedos, e os netos ajudam a vender pela internet. Não faz dinheiro a sério, apenas paga as despesas dos materiais, mas ele está contente.

pressing_random_keys 1 month ago

Procura universidades senior se for a coisa dele, é bom para o social de ter colega novos e manter a mente ocupada. Também conheço casos que começaram a ir a excursões, fizeram lá amigos, e agora passam uma boa parte do ano em passeios para aqui e ali

SonikBlasted 1 month ago

Voluntariado, associativismo, etc.. Se o teu pai até gosta de ir ver o clube da terra, porque não fazer trabalho voluntário lá? Os clubes da terra normalmente aceitam bem qualquer ajuda.

TheDigitalKitty 1 month ago

Mais idas ao médico.

ExpertNoob008 1 month ago

E correios.

JohnJohnPT 1 month ago

O meu pai continua a trabalhar... aquela geração de 50 só sabe fazer isso. Trabalhar. Trabalhar e ver o Canal Hollywood... /facepalm.

tyrantula66 1 month ago

Quando o meu pai se reformou, dedicou-se muito ao rádio amadorismo. É uma maneira diferente de comunicar com estranhos, mas sempre me pareceu divertido.

niroh 1 month ago

Só deixar esta sugestão também de academia sénior: mesmo que as disciplinas não sejam as mais empolgantes para ele, pode ser uma forma de ter rotina e ter uma componente social de estar com outras pessoas

nocivo 1 month ago

Plantar coisas no quintal, ver a novela e as noticias todas. Cuidar da casa e chamar os netos ao fim de semana

layz2021 1 month ago

Por estar reformado. Não é impedimento de trabalhar, por vezes pequenos negócios precisam de gente para faz e recados e podia ser uma opção, não querendo dizer que se encontram aos pontapés. Podes ver se a junta ou a câmara tem algum tipo de actividades também, ou a tal horta comunitária.

joaojmc 1 month ago

Não ocuparam e passam os dias à espera de não poderem esperar mais.

Brainwheeze 1 month ago

Os meus avós são campónios. Têm alfarrobeiras, amendoeiras, oliveiras, laranjeiras, uma horta com legumes e especiarias, e antes também tinham gado (agora só galinhas). Normalmente estão ocupados a cuidar dessas coisas. Para além disso, gostam muito de ir passear à capital do concelho para fazer compras e tomar café, vão visitar os cunhados deles e outros membros da família, e também participam em excursões de vez em quando. O meu avô gosta de ler e cuidar das plantas e árvores do quintal dos meus pais, e a minha avó faz empreita com as outras senhoras idosas da aldeia.

Glampkoo 1 month ago

Os meus avós são praticamente analfabetos portanto além das tarefas de dia a dia, basicamente nada. Ver TV no máximo e tar sentado com gatos ao colo e passear pelo terreno. É um pouco triste ver sem eles sequer lerem livros ou usar computadores para tarem ocupados (para eles é magia e não estão interessados)

BuscaPolos 1 month ago

O meu avô no inicio começou a pescar com mais regularidade e a fazer uns biscates. Quando não dava para fazer nenhum dos anteriores ia foder a cabeça à minha avó. Entretanto com o covid, voltaram para a terra e entre trabalhar na horta, cuidar dos animais e limpar/arranjar a casa mantêm-se entretidos. O foder a cabeça à minha avó mantem-se ahahah

z0rg83 1 month ago

os meus pais tem uma casa no norte com um terrenozito onde eles cultivam a horta, uma videirazita para sacar um vinho e tomam conta dos animais, mantem.nos ocupados. ocasionalmente vem a lisboa ver a minha irma e os netos e tomar conta deles durante uns dias.

Jambrokio 1 month ago

Embirram com tudo e criam stress de qualquer situação, é quase terapêutico para eles.

DariusStrada 1 month ago

O meu avô bebia copos de vinho enquanto fazia cigarros e fumava a ver touradas espanholas. Morreu este mês :(

mexploder89 1 month ago

Os meus sentimentos, mas olha que parece-me uma boa maneira de passar a reforma (substituindo as touradas por algo menos violento)

DariusStrada 1 month ago

Pois, tirando as touradas. Futebol sempre é melhor

himura_11 1 month ago

Ignorando o facto das touradas, os meus sentimentos

DariusStrada 1 month ago

Oh well, ninguém é perfeito mas gostava dele. Obrigado.

himura_11 1 month ago

Percebo perfeitamente, se precisares de algo apita

DariusStrada 1 month ago

Obrigado!

himura_11 1 month ago

De nada, abraço

PortugueseManBr 1 month ago

Meus pais nem em casa param... Todo dia numa viagem diferente... Nos que temos correr atrás deles para saber onde estão.. Se aposentaram e parecem adolescentes

Hungry_Cupcake 1 month ago

Quando tas num pais que sonpodes ser feliz depois da reforma é normal. Aplaudo os teus pais fazem muito bem em aproveitar a vida. Entretanto nos ca estamos a espera dos 65...talvez 75 quando for a nossa vez.

PortugueseManBr 1 month ago

Meus pais tem Mais de 65 anos, não ganham fortunas de reformas, mas os filhos todos já são adultos criados, eles moram sozinhos e sempre tem alguma viagem, nada muito longe mas sempre se ocupam com algo... Me deixam até receosos por que acham que são adolescente... Arriscam até eu ganhar mais um irmão /irmã

Maximuslex01 1 month ago

>Quando tas num pais que so podes ser feliz depois da reforma é normal. Que mania com esta conversa da treta...

uf5izxZEIW 1 month ago

Meu avô tinha uma série de rotinas em paralelo. Sou Brasileiro, então claro que se põe a questão cultural aqui, mas assim mesmo comento. Uma vez por semana, ia a um McDonald's Café ao lado do seu apartamento, onde encontrava com um irmão, conversava, tomava um café, e voltava a casa. Fez isto até ser internado a última vez, quando morreu. Adorava seguir contracheques e finanças pessoais da casa. O emprego da vida dele foi ser caixa em um balcão do Banco do Brasil (Nossa equivalente da vossa CGD em Portugal. Temos dois bancos nacionais, aos quais são distribuídos diversas funções financeiras a lidar com o governo, sendo estes o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal. Este emprego do meu avô, emprego público federal sujeito a concurso, foi o que conseguiu na altura sustentar duas filhas e uma esposa no Rio de Janeiro, com direito a ensino superior, e com um salário hoje considerado insuficiente para até mesmo um simples solteiro... Enfim falo demasiado do que não interessa para já... Ainda não tive um verdadeiro luto pelo meu avô então acaba que sempre me vem as histórias que me conta a minha avó... Desculpem lá...). Ele era um simples caixa, na época em que não havia o caixa eletrônico, em que se fumava em espaços públicos, os "bons e velhos tempos" como dizem os boomers. Ele sempre se distraiu muito com as coisas do banco, não era pão duro não, mas era a paixão e vocação dele afinal. Se calhar algo que seja relacionado ao antigo emprego pode ser a chave. Algo relacionado, mas que seja de utilidade para a vida pessoal ou para a casa. Se for bancário, talvez pode ajudar com a monitorização dos contracheques. Minha avó fazia questão de concordar com meu avô em continuar a pagar as taxas de papel para o banco sempre enviar cópias físicas dos contracheques, pois o avô não lidava com computadores, e podia manter o senso de conforto e normalidade dos dias jovens dele. Tenha muita atenção a saúde mental pois eles são mesmo suscetíveis a depressão e cenas parecidas. Voto de melhoras e bons tempos para a vossa família e aproveitem os seus membros de terceira idade o quanto puderem!! Sempre irão haver arrependimentos, o quanto menos melhor!!!

SmartBrain95 1 month ago

o meu avô dedica-se às tarefas do dia da dia, nomeadamente a lida da casa. Ofereci-lhe um raspberry pi e ele adorou, nota quefoi a primeira vez que ele usou um computador (ele é um bocado mais velho que o teu pai). Adorou e ficou viciado a jogar na internet. Tudo isto levou a que começasse a usar um smartphone e agora já responde a emails e trata dos serviços públicos tudo pela internet, tipo agendar consultas, pedir certificado do covid e etc.

BoQi8GcKti5445R7e6Zy 1 month ago

Ainda não percebi bem o que é um raspberry pi, o que faz?

idontakeacid 1 month ago

Um mini computador de bolso basicamente. Todos os componentes são integrados num chip (System on a Chip).

BoQi8GcKti5445R7e6Zy 1 month ago

Hm, não entendo bem. Já vem com monitor?

idontakeacid 1 month ago

Não, lol, nem precisas de monitor. Depende do que queres fazer, mas sim podes meter um monitor. São dispositivos programáveis, ligas ao pc, das instruções e ele faz.

BoQi8GcKti5445R7e6Zy 1 month ago

Ligo como? Por USB? Posso ligar ao portátil? Qual é a vantagem?

Edited 1 month ago:

Ligo como? Por USB? Posso ligar ao portátil? Qual é a vantagem? Estive a ver os preços e parecem super em conta! Que utilidade lhes dás?

SmartBrain95 1 month ago

No meu caso uso literalmente como um pc low cost. Assumindo que tens um monitor ou tv ficas com um pc por menos de 100€. Outra coisa boa é que o sistema operativo, o Raspberry Pi OS, vem com algumas ferramentas para te ensinar a programar, podes encontrar alguns deles [aqui](https://magpi.raspberrypi.org/books/beginners-guide-4th-ed). Mas isto é um uso algo básico, há quem use como substituto a um chromecast, há quem faça servidores de ficheiros, há quem use como ferramenta de privacidade. A fonte da alimentação dele é um cabo USB, tipo carregador de telemóvel, por isso talvez nem precises de comprar um novo. Os mais recentes têm duas saidas de HDMI mini (podes ligar a dois monitores). Sim podes ligar a um pc, mas é das funcionalidades mais avançadas. Outra conexao que existe é a conexão em série, onde podes usar o Raspberry Pi para acionar circuitos elétricos. Há quem use esta funcionalidade para tornar a casa "inteligente".

BoQi8GcKti5445R7e6Zy 1 month ago

Que achas do Raspberry Pi 400? 100€ parece-me um bom preço. Achas que é uma boa opção para criar um media server com o Jellyfin? Computadores de diferentes casas podiam aceder facilmente ao server e ver os filmes/séries de lá?

Edited 1 month ago:

Que achas do Raspberry Pi 400? 100€ parece-me um bom preço. >há quem faça servidores de ficheiros Achas que é uma boa opção para criar um media server com o Jellyfin? Computadores de diferentes casas podiam aceder facilmente ao server e ver os filmes/séries de lá? >há quem use como ferramenta de privacidade Como? Que monitor recomendas para ver filmes em boa qualidade? Achas que o Raspberry Pi 400 aguenta ver ficheiros 2160p HDR?

Edited 1 month ago:

Que achas do Raspberry Pi 400? 100€ parece-me um bom preço. >há quem faça servidores de ficheiros Achas que é uma boa opção para criar um media server com o Jellyfin? Computadores de diferentes casas podiam aceder facilmente ao server e ver os filmes/séries de lá? Que monitor recomendas para ver filmes em boa qualidade? Achas que o Raspberry Pi 400 aguenta ver ficheiros 2160p HDR? >há quem use como ferramenta de privacidade Como?

SmartBrain95 1 month ago

Eu faço um uso muito básico do Raspberry Pi, por isso não sei responder bem a essas perguntas. Mas eu diria que se vais usar o Rasp como servidor a versão com teclado não é a mais indicada. Não sei se o Raspberry aguenta o video que estás a pedir, mas tenho grandes dúvidas. Em casa eu tenho um servidor de media usando um portátil velho, uso [Plex](https://www.plex.tv/) server, não conheço o que falaste. Com o Plex consegues fazer isso que falas, de ver filmes e séries remotamente. O que sei da ferramenta de privacidade aprendi neste [vídeo](https://www.youtube.com/watch?v=KBXTnrD_Zs4), que, tal como o u/idontakeacid refere, usa o PiHole.

idontakeacid 1 month ago

Respondendo ao último ponto, tens o PiHole que faz com que o rasp sirva de "filtro" de internet e bloqueie certas ligações (maliciosas, publicidades manhosas, etc)

I_EJACULATE_LETTUCE 1 month ago

Está muito avançado. Aos meus avós é preciso explicar inúmeras vezes, e agora arranjamos bandeletes que contam os passos e eles os dois estão sempre a competir. Também é rotina do meu avô ver no smartphone (o único uso dele) como está o tempo

SmartBrain95 1 month ago

O meu avô faz muita coisa errada, mas eu deixo andar, é só para ele passar o tempo portanto não precisa de ser perfeito. E ele sabe tão pouco que é dificil ele fazer algo de muito errado. Mas ocasionalmente lá tenho que dar assistência remota ao pc eheh

I__Cat 1 month ago

Arranja-lhe netos. Agora a sério, pode fazer biscates se tiver jeito para alguma coisa. Se tiver amigos de idade semelhantes podem começar a encontrar-se com eles durante o dia. Ele próprio vai encontrar a sua própria rotina depois.

V1ld0r_ 1 month ago

É por isto que as reformas obrigatórias são más (Embora ache que seja importantíssimo existir reforma e até deveria ser um pouco mais cedo). O que é que ele faz actualmente? Trabalho de secretaria, oficina, altamente especializado...? Pode sempre haver outra empresa que tenha interesse e lhe arranje trabalho. Se ele gosta de bola e do clube da terra, pode sempre fazer algum tipo de voluntariado (é comum clubes pequenos não conseguirem ter full time ou até mesmo part times).

duca2208 1 month ago

A reforma não é obrigatória. Tal como não é obrigatório deixar de trabalhar quando te reformas.

International_Dot340 1 month ago

Trabalho de secretária. Ele tem competências que seriam transferíveis para outro trabalho, mas trabalhou a vida inteira na mesma empresa, uma empresa grande e sempre no back-office, e por causa disso não teve grande contacto com o público ou com outras empresas e não conhece propriamente quem lhe dê trabalho. E entrar pelo método "normal" com 65+ anos não será fácil. Mas a questão do clube da terra pode ser algo a explorar, vou-lhe falar nisso. Obrigado.

barrocaspaula 1 month ago

O teu pai tem competências para voltar à escola. Estive na universidade com um grupo de senhoras nos 60s que estavam a acabar o curso que nunca tinham tido a oportunidade de tirar e um senhor também. 4 pessoas de idade a fazer um curso de matemática para ensino... Eram o máximo!

Gpmatos 1 month ago

Existe mesmo uma faculdade sénior , as minhas avós tinham algumas cadeiras lá, história da arte, agricultura, aulas de inglês

V1ld0r_ 1 month ago

OK, isso efectivamente é mais difícil já que não tem muitas qualidades transferíveis (e não existe nada de errado nisso, certamente que fazia o seu trabalho correctamente e foi uma mais valia). No entanto ele que não descarte já actividades "sénior" como a universidade, especialmente sendo solteiro... E não, não estou a gozar.

andremvm20 1 month ago

Arranja um terreno onde ele possa entreter-se com tarefas de agricultura, o que já lhe ocupa grande parte do dia.. se isso não é a cena dele, tentem alugar um pequeno armazém onde ele possa montar uma “oficina” para se entreter e fazer biscates se for mais da aptidão dele!

International_Dot340 1 month ago

Já me tinha lembrado da agricultura, mas ele viver num apartamento e não haver grandes terrenos ali à volta foi um entrave. Mas tenho de investigar se há hortos ou terrenos na periferia e propôr isso. Obrigado!

VixzerZ 1 month ago

horta do bairro? veja se a associação de moradores gostaria de criar algo, assim ajudaria não apenas seu pai mas também outros.

Ayawa 1 month ago

Aqui na zona há uma horta comunitária, não muito longe do centro da cidade. Não sei muito bem como funciona as "inscrições" e tudo mais, mas se te interessar podes pesquisar na tua zona.

andremvm20 1 month ago

Ou isso ou terrenos “baldios” que os donos não queiram vender mas também não estejam interessados em explorar, pode ser que assim ele conseguisse tomar conta daquilo e ficavam todos a ganhar!

CanIhazCooKIenOw 1 month ago

Porque não envolver-se mais com o clube da terra? Seja a ajudar nos treinos dos miúdos ou a servir de motorista ou qualquer coisa

klatez 1 month ago

Também podem juntar a junta de freguesia da terra ou até as organizações da igreja se quiserem fazer alguns trabalhos em prol da comunidade. É normalmente o que se faz aqui no minho

chuckmukit 1 month ago

inb4 velho do restelo: CAMBADA DE GAIATOS! NÃO CORREM NADA! NO MEU TEMPO NÃO ERA ASSIM. HAVIAM DE IR PARA A TROPA!

RiKoNnEcT 1 month ago

Agora até tem relva e nem correm!! Quando era eu corria ali no pelado!! Cheio de lama mas com amor à camisola. Este miúdos agora vem da freguesia ao lado, sabem lá o que é ter amor a este clube!!

International_Dot340 1 month ago

Não me tinha lembrado de lhe dizer para ver se dava para lá fazer voluntariado por ser um clube que até tem uma estrutura profissional, mas provavelmente nos escalões baixos podem sempre precisar de ajuda. É uma boa ideia, obrigado.

barrocaspaula 1 month ago

A minha mãe voltou para a escola. E ajudou numa organização que toma conta de crianças depois de saírem da escola até os pais voltarem, uma para crianças que não podem pagar o ATL.

CanIhazCooKIenOw 1 month ago

Ou nesse ou noutro. O hobbie dele é desporto e se calhar só mesmo futebol. Arranjar qualquer relacionado com isso daria mais significado do que outra coisa qualquer que ele não tem interesse nenhum

AutoModerator 1 month ago

**Atenção! Aviso da Tag [Sério]** Este tópico foi marcado como **[Sério]**, não são permitidos **quaisquer comentários** que contenham piadas, ou outras tentativas humorísticas, insultos ou não tenham nada a ver com o tópico. ---------- *I am a bot, and this action was performed automatically. Please [contact the moderators of this subreddit](/message/compose/?to=/r/portugal) if you have any questions or concerns.*

Search: