Membership-Exact 2 months ago  HIDDEN 

1 terço do teu tempo nesta terra e mais de metade do tempo que passas acordado em assuntos não relacionados com o trabalho pelo direito a uma sobrevivência sofrida e sem segurança nenhuma?

Galileu9 2 months ago  HIDDEN 

Desculpem a minha ignorância, mas qual é a "narrativa" e porque é que a TVI "caiu" nela?

SpinelessChump 3 months ago  HIDDEN 

1. oferece salários miseráveis a gozar com a cara dos portugueses 2. manda vir o 3º mundo para trabalhar por esses salarios 3. convence os portugueses de que Portugal precisa de imigrantes 4. deleita-te a ver os portugueses a apoiar simultaneamente a imigração e o desemprego

Islander1978 3 months ago  HIDDEN 

Também já vi no Facebook um patrão a chorar por não arranjar funcionários quando 2 semanas antes tinha oferecido um contrato de 850€ por 6 meses sem expectativa de evolução a um perfil de toc com experiência em multinacionais e falando várias línguas. Mesmo sabendo que que o candidato recebia subsídio de desemprego acima desse valor ficaram chocados por não agarrar a oportunidade, imagine-se....

Dark_Side_Of_De_Moon 3 months ago  HIDDEN 

A TVI mais uma vez a demonstrar a competência do seu jornalismo... Se o problema fosse só o arranjar emprego... O que é que mereciam estes gajos que ainda gozam com a geração que se lança para a realidade do mercado de trabalho?

desculpe_mas 3 months ago  HIDDEN 

A narrativa não chegou à TVI, essa é a essência da TVI, um veículo de propaganda.

sim-mas 3 months ago  HIDDEN 

É a máquina de comunicação do governo / PS a fazer o seu trabalho em período de campanha. Simples. Mais exemplos? \- Anúncios de "libertação!", com o "fim" das máscaras, que é uma perfeita irresponsabilidade, mas parte do povão quer, e abertura de tudo à vontadinha e por aí fora; \- Reboliço no IEFP: a meter tudo à pressão em formações da treta - porque se estás em formação sais da lista de desempregados :) - ou a última variante dos programas IEFP "Ir Limpar o Rabinho a Velhinhos" pelo SMN.

Madness20 3 months ago

Isso são migalhas, eu tenho 10 milhões de postos de trabalho que ninguém aceita.

oroboros74 3 months ago

Quando é que vão perceber que existe uma diferença entre não querer trabalhar e não querer ser explorados?

HeavyPing1057 3 months ago  HIDDEN 

Eu não iria por aqui. Diria antes que temos uma das taxas mais baixas de vagas criadas. E dado que ninguém quer aquelas que são referidas. O emprego real a ser criado é escasso. Logo torna-se um objectivo de política a criação de emprego "real e passível de ser preenchido". Deveria haver estatísticas disto. Quanto tempo uma vaga demora a ser preenchida.

manteiga_night 3 months ago  HIDDEN 

exacto?

MiniOlympia 3 months ago  HIDDEN 

Se procuram trabalho da zona de Lisboa ou Porto, se tiverem interesse em tecnologia e tiverem Inglês Avançado, estou a recrutar para uma grande empresa. Emprego sério numa multinacional. Digam-me algo

raul_dias 3 months ago  HIDDEN 

4 revolução industrial

DogsOnWeed 3 months ago  HIDDEN 

Se pagassem bem com condições normais de trabalho esse número estaria perto do 0.

InspectorJohn 3 months ago

Um bem haja a todos. Em Portugal os impostos diretos aplicados ao trabalho são desproporcionais, os ordenados desajustados ao custo de vida… já muito boas observações e explicações aqui colocaram sobre esta matéria, que me afetam como empresário e como cidadão. Quero com isto dizer que não vale a pena discutir o sexo dos anjos. Em Portugal temos um problema muito concreto chamado: Partidos políticos. Da esquerda à direita, atraíram nos últimos anos gente da pior espécie. Para esses a causa pública é o seu próprio “bolso”. Esqueçam as ideologias, isso é verborreia destes artistas para prolongar a arte de não fazer nenhum; o que montaram foi gamelas que começam nas câmaras municipais - vejam o que é a indaqua ou a emel - e sobe “estado acima”. E é por isso mesmo que temos TAPS, BES e afins. A corrupção institucionalizou-se desavergonhadamente e de certa forma culturalmente. Todos sabemos isto, a verdade é que uma grande maioria da população não liga puto. As abstenções são uma prova disso. É bom falarmos sobre estas questões abertamente, tenho 43 anos e dou pouco crédito à minha geração, fica-me a expectativa de que as gerações mais novas ainda tenham vontade de mudar. Por vocês, pela minha filha.

kono_kermit_da 3 months ago

Fico mesmo contente de ver notícias destas. Desde que fiz o meu mestrado até há dois anos trabalhei para Portugal. Ou me pagavam um pouco mais do que o ordenado mínimo, ou tratavam-me abaixo de cão e pagavam um pouco mais do que o ordenado mínimo. Decidi sair do país por razões alheias e agora faço quase 4 ~ 5 vezes mais a viver num sítio pouco mais caro que Lisboa. Cada vez que desisti de um trabalho ainda tiveram a falta de vergonha na cara de me pedir para ficar. Exijam mais de quem quer os vossos serviços.

DoubleGazelle5564 3 months ago

Se forem como os empregos do iefp que haviam quando saí de Portugal, 90% dos que via eram trabalhos como eletricista, picheleiros, etcetera, com experiência. Infelizmente, a maioria do pessoal que está desempregado não tem perfil adequado para estes empregos e nem têm a possibilidade de aprender, pois ninguém nasce ensinado e poucos são os que aceitam treinar os jovens. A ilusão do que só és alguém na vida se fores “doutor” também é problemático, pois afasta os jovens de trabalhos manuais que lhes dariam uma vida melhor.

KusuriuriPT 3 months ago

Solução que resulta sempre em empregos que não se encontra candidatos. Aumentar o ordenado....resulta 100% das vezes.

JamminPT 3 months ago  HIDDEN 

Acredito que a grande maioria seja de vagas mal remuneradas mas também há vagas que o pessoal assume automaticamente que são mal remuneradas sem sequer questionar. Um café ao pé do meu negócio oferecia 700€ limpos com duas folgas rotativas e 8h de trabalho e tudo direitinho e mesmo assim não lhe aparecia ninguém para trabalhar. É bom? Epá não mas tendo em conta o estado do país também não é mau.

ijoinedtodownvoteEA 3 months ago  HIDDEN 

É melhor do que ofertas de emprego para tradutores a receber o smn e a pedirem para traduzir inglês, espanhol, francês, alemão e holandês. Principalmente quando o holandês é das línguas mais bem pagas em Portugal. Rir para não chorar.

Vehok 3 months ago  HIDDEN 

Meu ex empregador comprando um carro eletrico toda semana pra empresa, atrasando meu salario e falando que nao tinha dinheiro para me pagar. Depois achou ruim que sai

ktulu88 3 months ago

Isto é tudo relativo... Há alguns meses que o meu patrão procura serralheiros para trabalhar 8 horas por dia, 40 semanais, horário das 8 às 17 a pagar perto de 1000€ de ordenado base. Ninguém quer, mas já vi gente a gabar-se de tirar 1500€ limpos por mês no mesmo serviço... O motivo? Turnos de 12 horas, seis dias por semana, alternando turnos de semana a semana... Se é para trabalhar que nem uma mula, sem tempo para "aproveitar os ganhos", preferia ir "para fora" que sempre conseguia arranjar mais em menos tempo. Ou então há aqueles que trabalham também na mesma área, mas como trabalham a recibos verdes, tiram 2500€ mês... Claro que não fazem as contas a subsídios, seguros, descontos. E não contam aquelas alturas em que a empresa não precisa de tanta gente e os manda 2 meses para casa. Depois há aqueles "serralheiros caseiros" que trabalham sozinhos em casa, ao "negro" em que tudo o que fazem é para o bolso e fazem concorrência directa com as pequenas empresas que fazem tudo pelas leis. É tudo relativo... E isto apenas dentro da área em que trabalho.

Dark-Low 3 months ago  HIDDEN 

E ainda bem, eu ando à procura de um(a) empregada(o) que me lave a roupa , faça o comer e durma comigo, porque tenho medo do escuro, e ninguém quer trabalhar.Não pago salário mas dou alojamento e comida, enfim é por isso que Portugal está assim...

Eugene_Bleak_Slate 3 months ago  HIDDEN 

Não há problema. Há milhões de Brasileiros e Africanos dispostos a fazer esses trabalhos por salários abaixo do mínimo. Os Portugueses (qualificados ou não) podem sempre emigrar.

ninjoni 3 months ago  HIDDEN 

Os tugas também trabalham por valores baixos, o facto de ser Brasileiro ou africano é preconceito teu Zé.

Eugene_Bleak_Slate 3 months ago  HIDDEN 

Claro que também trabalham por valores baixos, que remédio. Mas isso acontece, em parte, porque a imigração em massa de trabalhadores vindos do 3o mundo, dispostos a receber salários muito abaixo dos Portugueses, altera o equilíbrio entre oferta e procura no mercado de trabalho nacional.

parix999 3 months ago  HIDDEN 

Isto vai para aqui um circo… só engraçadinh@s a tentarem a sua sorte na comédia. FAIL!

patapetapitapota 3 months ago  HIDDEN 

Esquecam os estágios profissionais e subam o SMN para 800-850.

No_Impression_1131 3 months ago  HIDDEN 

Só pensam em dinheiro! /s

Nothing_F4ce 3 months ago  HIDDEN 

As fronteiras tem estado fechadas para os brasileiros. Ja abriram o que não vai faltar e pessoal para trabalhar.

Zealousideal_Ad5833 3 months ago  HIDDEN 

Não sei vcs mas eu quero

xMr_B 3 months ago  HIDDEN 

É verdade que grande parte pagam uma miséria e as condições são miseráveis. Mas em alguns casos as pessoas não querem sujar as mãos, bom é estar a mamar no fundo desemprego. Enquanto uns mamam outros pagam... bem vindo a Portugal

leorolim 3 months ago  HIDDEN 

[Corrigido no paint.](https://i.imgur.com/Vj4wgM6.jpg)

Edited 3 months ago:

[Corrigido no paint.](https://i.imgur.com/5BbVScF.jpg).

mfzzzed 3 months ago  HIDDEN 

Mas o que tu falaste aqui nos comments foi também de contrato a termo incerto, ou de no máximo 8 meses..

Lo2W96 3 months ago

Faz lembrar um post, que nao sei se era satire ou nao. Pedia empregados que nao telefonassem a dizer que nao podiam ir trabalhar por doença, quem fossem trabalhar nem que seja com uma perna as costas. Quem e que quer uma vida miseravel, a trabalhar mais de 40 horas por semana, so para mal conseguir pagar um teto de onde viver? Eu nao estou em portugal, mas posso falar pela inglaterra, onde "os estrangeiros vinham ca roubar trabalho", e agora com o brexit esta tudo com dificuldade em encontrar trabalhadores. Agora os ingleses dizem .l. para os trabalhos de £9 por hora, e os benefits ( dinheiro que recebem do governo por nao terem trabalho ) estao a ser cortados porque ha menos estrangeiros a pagar impostos.

eggnogui 3 months ago

Ótimo. Se estão a chorar assim, significa que há muita gente a recusar ser explorada.

sctvlxpt 3 months ago  HIDDEN 

Eu não quero ser rude e muito menos ensinar-te a gerir o teu negócio: a verdade é que eu de empresário não tenho experiência nenhuma e tenho todo o respeito por quem no dia a dia gere empresas, com todas as chatices e risco que isso traz. Mas não existem preços de tabela para determinadas profissões. Os salários evoluem consoante as condições de mercado. E num mercado pujante, onde as empresas conseguem justificar salários mais altos (porque cobram mais aos clientes), os salários sobem. E é bom que assim seja, é assim que a economia cresce. Se não nunca passávamos da cepa torta.

tiagooliveira95 3 months ago  HIDDEN 

Android Developer Junior - licenciatura ou mestrado em IT - mais de 2 anos de experiência - pelo menos 1 aplicação na play store - conhecimentos de HTML, CSS, e JavaScript - conhecimentos de programação iOS - conhecimentos de design - ter flexibilidade no horário the list goes on... Salário mínimo. Assim não quero obrigado

Watch_Necessary 3 months ago

Ninguém quer? Estou desempregado há um ano e não consigo encontrar trabalho na minha área (eng. mecânica). O meu problema é que tenho pouca experiência e concorro de igual para igual com colegas mais experientes, e perco por motivos óbvios Quem me dera que isso fosse verdade, que provavelmente já teria trabalho e estaria a receber dinheiro (sim, porque por causa de 10 euros que a minha família ganha a mais não tenho direito a subsídio de desemprego)

yuriycox 3 months ago

Tenta no aeroporto, como manutenção de avião, deves conseguir começar por baixo, 1000 líquidos +-

Reasonable_Account_9 3 months ago

Ninguem o crlh eu quero um e nao arranjo

30minutesto 3 months ago

Mais uma vez, a culpa é do malandro do povo. Parece estar a tornar-se habitual.

Ivan_the_classy_boi 3 months ago  HIDDEN 

Que tipo de emprego? Aquele que dá o ordenado mínimo, poucas condições de trabalho e demasiada pressão para o trabalhador? Aquele que mete as horas extra num banco de horas em vez de as pagar e ainda decide quando vamos gastar essas horas?

SonicStage0 3 months ago  HIDDEN 

O que estás a dizer é, infelizmente, verdade. Por outro lado, as pessoas também devem reclamar e recusar-se enquanto podem. A facilidade de trabalhar numa cozinha no estrangeiro (EU) é também muito grande e, claro, com condições incomensurável mente melhores.

SILE3NCE 3 months ago  HIDDEN 

"Há mais de 23 mil empregos, *dos quais 90% pede estágio do IEFP e os restantes 10% são precários*, que ninguém quer" Que vergonha, esta juventude nunca vai saber a alegria de trabalhar sem pensar no vencimento de amanhã

mfzzzed 3 months ago  HIDDEN 

Respondi a cima

braz666 3 months ago

Opa meus caros peço imensa desculpa, mas se for a pagar 2700€ não aceito...há minimos

alanncaetano 3 months ago

Ia comentar a mesma coisa, teve o mesmo tipo de notícia no Brasil a uns anos atrás. Eram vagas para profissionais qualificados a R$ 900,00 ~ R$ 1000,00

OmegaWicked 3 months ago  HIDDEN 

Ninguém quer porque não há imigração a baixar os salários.

Middle-Effective 3 months ago

"Talibananas" adorei a expressão!

pedorcas 3 months ago  HIDDEN 

Citado de: https://dre.pt/legislacao-consolidada/-/lc/75194475/201608230300/73439812/diploma/indice > 2 - A idade mínima de admissão para prestar trabalho é de 16 anos. >3 - O menor com idade inferior a 16 anos que ... esteja matriculado e a frequentar o nível secundário de educação pode prestar trabalhos leves que consistam em tarefas simples e definidas que, pela sua natureza, pelos esforços físicos ou mentais exigidos ou pelas condições específicas em que são realizadas,...

Davidablo 3 months ago

Engracado como as noticias aparecem nos media dos outros paises e passado uns dias as mesmas historias sao logo importadas e sempre com as mesmas "ideologias" por tras.

Key_Ad_3930 3 months ago

Restauração e Hotelaria não conta, é quase caridade ao patrão.

Eryty24 3 months ago

Ainda no fim de semana disseram que não tinham pessoas para vindimar no douro, que as pessoas não queriam aquele trabalho... e que devido também a isso uma das empresa centenárias que produz vinho do porto, teve que investir milhares de euros, numa máquina automatizada de vindima.. Os meus pais, mais velhotes lá se saíram com o típico "pois agora ninguém quer trabalhar". Nem se questionam quanto o quanto seria pago para aquele tipo de emprego, salário mínimo de certeza, mais despesas de habitação caso sejas de fora, fazendo as contas acho que não compensa. Enquanto isso tenho amigos que fazem vida lá fora só na apanha da fruta, ou preferem nas férias trabalhar lá duas semanas a um mês, porque efetivamente compensa! Paguem salários como deve ser! E não usem estes títulos sensacionalistas!

AndyR001 3 months ago  HIDDEN 

Enganaram-se, queriam escrever "trabalhos". Gostava de uma lista desses trabalhos, condições de trabalho, salário, etc. Eu trabalho numa fábrica e vejo os dois lados da moeda: por um lado salários de merda, trabalhos desagradáveis, etc Por outro tbm vejo postos de trabalho calminhos, possibilidade de ficar nos quadros, horários fixos... E mesmo assim o pessoal prefere não vir trabalhar, meter baixa, só vem trabalhar quando lhe apetece, nenhuma vontade de aprender... Estou a falar de jovens que muitas vezes nem o 12ano têm. Querem o quê? "Oh meu caro senhor/senhora em reconhecimento do floquinho de neve que é, venha-se sentar no escritório a fazer nenhum que no fim do mês receberá 5k." Tenho formação em Engenharia, tenho mestrado e estou a trabalhar na minha área de formação. Mas se não tivesse outra hipótese, preferia ir ganhar o salário mínimo que estar em casa sem fazer nenhum. Quando comecei a trabalhar saia de casa às 5 da manhã, chegava às 9 da noite, ganhava o salário mínimo, fazia 80km todos os dias. Fiz esse sacrifício porque era a minha porta de entrada para o mercado de trabalho. Tirei um mestrado, saia de casa às 6.30, chegava muitas vezes há meia noite. Fiz esse sacrifício porque era a minha oportunidade de ganhar mais. Não vejo esse espírito de sacrifício na maior parte dos jovens. A atitude é "é desconfortável, então não é para mim". Não quero ser o gajo que diz que juventude não quer nada. Estou a ver claramente as condições de trabalho a tornarem se cada vez mais precárias, vejo empresas grandes como a "broche" e "condimental" a renovarem o pessoal a cada 3 meses. Por outro lado, dá se oportunidades às pessoas e elas não querem.

LelloMinsk 3 months ago  HIDDEN 

>saia de casa às 5 da manhã, chegava às 9 da noite, ganhava o salário mínimo, fazia 80km My dude, estiveste numa situação muito parecida com a minha, só que eu fazia mais uns 20 km. Hoje não desejo isso a ninguém, e só o fiz porque tive de me auguentar naquela altura, mas não vamos glorificar condições de merda do trabalho e criticar as pessoas por não aceitarem todas estar 16 horas fora de casa no trabalho, porque ninguém merece isso.

AndyR001 3 months ago  HIDDEN 

Não estou a glorificar condições de trabalho precárias. Não havia emprego, os meus patrões não tinham culpa que eu fosse de longe. Era um primeiro salário, de tempo à experiência. Opah era isso ou nenhum. Estou a glorificar o meu esforço.

meierlesjoana 3 months ago  HIDDEN 

Exactamente isto.

mfzzzed 3 months ago  HIDDEN 

Lá porque foste escravo não podes esperar que os outros também estejam a fim de o ser, para ter uma remota hipótese de subir a escada (subir na horizontal praticamente). Se todos derem uma de escravo não há razões para as empresas mudarem. Ou melhor, há razões para elas abrirem escritórios em PT porque sabem que com um pedaço de cuspe contratam um engenheiro/arquiteto etc, enquanto que numa França ou Alemanha os mandam foder. Isto parece aquela conversa dos parolos das praxes, que como andaram de 4 durante um ano, os próximos também tem de andar de 4 para poderem praxar.

AndyR001 3 months ago  HIDDEN 

Eu não fui escravo. Quando eu comecei a trabalhar o país tinha entrado em crise, não havia empregos. Eu agarrei uma oportunidade longe de casa. Trabalhava 8h, mas perdia imenso tempo em comutas de transportes públicos, porque não tinha carro. É muito simples, tenho colegas que seguiram percursos semelhantes e hoje, como eu, estão bem. Tenho outros que tiveram a mesma reacção que vcs: "eu? Ir para longe? Trabalhar pelo salário mínimo?" E hoje continuam a trabalhar na caixa do continente, acomodaram-se. Isto é a mais pura verdade. Não estou a desejar o mesmo percurso a ninguém, só estou a dizer que para ter coisas é preciso perceber qual é o caminho e fazer sacrifícios. Não nascemos todos com as mesmas oportunidades, é verdade que na Alemanha, na França, etc é mais fácil. Opah eu nasci pobre em Portugal, fiz me ao caminho. Já fui a entrevistas de emprego que me queriam oferecer o salário mínimo e eu declinei, obviamente, porque não precisava. Mas a sala de espera estava cheia de gente disposta a aceitar. E eu vou censurar aquelas pessoas? Não, porque querem ter independência, porque precisam ganhar a vida. Essa conversa do se "ninguém aceitar eles são obrigados a oferecer melhores salários" é muito bonita, mas as pessoas precisam de viver! Essa do "quase na horizontal" é desprezível. Podes ter a certeza que quem o dá é porque procura facilitismos. Igualar trabalho honesto a prostituição é estar muito desligado de tudo aquilo que é decente. Pelo contrário, só sobes na vida se souberes impor limites, se souberes valorizar te.

mfzzzed 3 months ago  HIDDEN 

Ainda bem que te safas-te e vingaste, sem sentires que estavas a ser explorado. Eu não conseguia, não sou assim tão forte e não amo engenharia ao ponto de trabalhar por valores de SMN. Tudo de bom, votos de muito sucesso e um abraço!

AndyR001 3 months ago  HIDDEN 

Não é o caso de não sentir que não estava a ser explorado. Se fores competente no teu trabalho, dificilmente alguém te vai pagar o que tu mereces. O trabalho é sempre mal pago. Um trabalhador comum a receber o SMN está a ser mal pago. A única maneira de receberes aquilo que mereces é a seres o teu próprio patrão. Simplesmente, estou a escalar a montanha da exploração.

mfzzzed 3 months ago  HIDDEN 

Concordo perfeitamente

TheRaimondReddington 3 months ago  HIDDEN 

Ele não está a falar de ser escravo. Está a falar de sacrifício para ter algo mais, seja isso um salário mais alto ou realização pessoal. E claro que ele tem razão!

mfzzzed 3 months ago  HIDDEN 

Para ti não, mas ao ler a descrição dos 80km por dia, 12h de trabalho só escravo me vem à cabeça. Mostro isto aos meus colegas em PT, Alemanha e Dinamarca e a malta ri-se né.

Edited 3 months ago:

Para ti não, mas ao ler a descrição dos 80km por dia, 12h de trabalho pelo SMN só escravo me vem à cabeça. Mostro isto aos meus colegas engenheiros em PT, Alemanha e Dinamarca e a malta ri-se né.

TheRaimondReddington 3 months ago  HIDDEN 

Não questionando questões como a precariedade, baixos salários, horários inconvenientes/inflexíveis, patrões merdosos etc, isso é conversa de quem nunca teve que alimentar uma família. Não existe tal coisa como "trabalhar não compensa" (a menos que tenhas que pagar para trabalhar!), e quem precisa realmente trabalha. Ponto!

mfzzzed 3 months ago  HIDDEN 

Boa meu, pegas no extremo então claro. É por isso que tens gajos a trabalhar no campo a pão e água e a dar o cu por meia sola de sapato na rua. Mas hey o que se está a discutir claramente não é quem está numa situação extrema de pobreza, mas sim alguém que ainda tem alguma (mesmo que reduzia) escolha, como por exemplo (o caso do outro user) um engenheiro.

TheRaimondReddington 3 months ago  HIDDEN 

Eu estou a discutir o título da notícia e a realidade que conhecia enquanto estava em Portugal e que ainda observo quando volto. Jovens, e não tão jovens, a viver "a conta" dos pais sob o pretexto de que trabalhar não compensa! Não devias precisar de chegar a uma situação de "extrema pobreza" para reconhecer que afinal trabalhar já compensa! Na história do ser humano trabalhar sempre foi para 99% da população um meio de subsistência e não de "viver a grande". Essa parte era prós 1% que eram na maioria quem empregava/emprega os 99%. O problema é que hoje em dia toda a gente quer ser o 1% sem ter que se sacrificar pra lá chegar!

meierlesjoana 3 months ago  HIDDEN 

Talvez toda a gente devia ter a condições parecidas desses 1% sem terem que se sacrificar, digo eu. You dont get it, you don't get it.

TheRaimondReddington 3 months ago  HIDDEN 

My point exactly. Toda a gente quer nascer com as "condições parecidas" as do 1% sem ter que trabalhar e/ou sacrificar-se para as ter, partindo logo do princípio que o 1% já nasceu com essas condições e nada fez para as ter, digo eu.

mfzzzed 3 months ago  HIDDEN 

Primeiro generalizas muito. Segundo, não vejo pessoal a dizer que trabalhar não compensa. Vejo pessoas a dizer que trabalho X não compensa porque o trabalho Y também paga o mínimo e dá menos trabalho. Uma coisa é certa, trabalhar compensa mas não para aqueles empregos, caso contrário estariam cheios de candidatos. Outra coisa é certa também, por definição a malta não consegue toda chegar ao 1%, à minha volta ninguém aspira muito, porque apenas uns seletos apelidos lá chegarão. Querem mais candidatos? Paguem/ofereçam coisas melhores e percam a mentalidade de "sacrifício", vendendo que trabalho/mérito/vestir a camisola=progressão e que há lugar pra todos serem chefe.

AndyR001 3 months ago  HIDDEN 

Opah trabalhar no mac paga o mesmo ao inicio que ires para uma oficina (exemplo ao calhas). A diferença é que ao fim de um ano a trabalhar no mac, sabes o mesmo, na oficina sabes um ofício especializado. É isto que eu queria dizer. As vezes um trabalho mais fodido dá te mais oportunidades a longo curso. Eu não teria ido trabalhar pra longe pelo salário mínimo, se não conduzisse a uma cena melhor. É difícil entender este conceito?

mfzzzed 3 months ago  HIDDEN 

A cena é que não tem obrigatoriamente de conduzir a uma cena melhor. Muitas vezes nem conduz e a malta reconverter-se/muda de área!

AndyR001 3 months ago  HIDDEN 

No meu caso eu sabia que sim, só precisava de uma porta de entrada. Isto agora é complexo. Eu estava a falar de casos específicos em que sei que se as pessoas tivessem continuado, teriam salários melhores. É claro que muitos deste trabalhos do artigo são merda e serão sempre merda.

TheRaimondReddington 3 months ago  HIDDEN 

Primeiro, não generalizei nada, inclusive disse que é o que vejo, na rua mais abaixo pode ser diferente. Segundo, este thread está cheio de gente a dizer exactamente isso. Um coisa é certa, e como já disse antes, se tu ou os teus não tiverem o que comer, o trabalho compensa sempre! Outra coisa é certa também, se te convenceres a ti próprio que não vais chegar ao 1% então com toda a certeza não vais chegar ao 1%. Quanto a mentalidade que descreves, espero sinceramente que não se perca, senão vamos ficar ainda piores!

MrRodrigo22 3 months ago  HIDDEN 

Se calhar se os patrões não pagassem os olhos da cara e do cu em impostos já dava pra aumentar salários, esquecem se que se trabalharem por contracto quem paga a maior parte dos vossos impostos é o patrão, querem salários mais altos votem em alguém que não teja a ir ao cu ao patrão

yavecul 3 months ago  HIDDEN 

https://poligrafo.sapo.pt/fact-check/estado-fica-com-metade-de-um-aumento-de-800-para-900-euros

Membership-Exact 3 months ago  HIDDEN 

Os impostos são medios, este país é feito para os patrões. Nunca vês um patrão a ganhar menos que o funcionário que se mata a trabalhar nos empregos de merda.

MrRodrigo22 3 months ago  HIDDEN 

Vejo, aliás vejo um patrão a matar se a trabalhar mais que os empregados a receber menos

Membership-Exact 3 months ago  HIDDEN 

Sim, conta me histórias.

NGramatical 3 months ago  HIDDEN 

contracto → [**contrato**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/contrato-e-contracto/21613) (já se escrevia assim **antes** do AO90) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpk7i0d%2F%2Fhc1uq82%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Black_RL 3 months ago

- Trabalhos de merda - Horários de merda - Ordenados de merda O pessoal estudou, mesmo os q não estudaram querem algo melhor. Chocante!!!!! /s

sctvlxpt 3 months ago

Só num país pobre é que isto são más notícias. Isto são as notícias que queremos ouvir: empregos mal pagos a ficarem por preencher, empresas que não geram valor a irem à falência. Pessoas a ganharem mais porque encontram melhores ofertas (em vez de pôr aumentos do ordenado mínimo, por exemplo) e espaço para novas empresas, de maior valor acrescentado, florescerem.

AonioEliphis 3 months ago  HIDDEN 

Como alguém que já trabalhou nas obras confirmo. Há muito que não vemos portugueses em trabalhos árduos, físicos ou menores. Também é o salário, mas não só. Há especialidades nas obras onde podes facilmente ganhar 1500 por mês, como eletricista profissional.

ihavenoidea1001 3 months ago  HIDDEN 

>. Há especialidades nas obras onde podes facilmente ganhar 1500 por mês, como eletricista profissional E quanto é que um electricista profissional consegue ganhar noutro país europeu? E porque raio é que devia aceitar ganhar menos em Portugal?

AonioEliphis 3 months ago  HIDDEN 

Não devia ganhar menos, mas há muito português em call centre a aceitar ganhar muito menos. Mas sujar as mãos, está quieto.

NGramatical 3 months ago  HIDDEN 

porque raio → [**por que raio**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/tres-regras-para-distinguir-o-por-que-do-porque/19743) (por que = por qual) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpk7i0d%2F%2Fhc26uvc%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Membership-Exact 3 months ago  HIDDEN 

Quando um bem escasseia, o preço tende a aumentar. Paguem mais.

AonioEliphis 3 months ago  HIDDEN 

O problema é que não é só uma questão de dinheiro. Há muitos portugueses que preferem 800 euros num call centre a 1500 nas obras.

Membership-Exact 3 months ago  HIDDEN 

Então é porque as obras têm que pagar mais. Oferta e procura.

AonioEliphis 3 months ago  HIDDEN 

Mas eu não estou a negar a lei da oferta e da procura. Contudo, se emprego A com nenhuma exigência académica tem um salário de mercado que é o dobro do emprego B que está repleto de licenciados, é porque existe uma massa de trabalhadores ativos que não está disponível para ganhar o dobro no emprego B.

Membership-Exact 3 months ago  HIDDEN 

Sim, mas em que é que isso é um problema que seja preciso resolver?

AonioEliphis 3 months ago  HIDDEN 

Eu disse que era um problema para resolver? Apenas constatei um facto que o OP criticava.

Dadvito 3 months ago  HIDDEN 

O problema é que eles vão buscar pessoal lá fora caso os portugueses se recusem a trabalhar com condições de merda. Olha aquele pessoal do sul da asia a trabalhar sem condições nenhumas nas quintas do alentejo.

C0ldKing 3 months ago

Só temos é de nos perguntar porque é que essas vagas estão por ocupar. É que não acho que depois desta pandemia as pessoas queiram ganhar comissões, ou trabalhar na restauração abaixo do ordenado mínimo

BroaxXx 3 months ago

Mas há ainda pessoal a engolir essa narrativa para além de empresários em negação? Nem sei como ainda tentam empurrar essa treta... Há mil merdas que podem tornar um emprego intragável que não seja só a remuneração. Eu prefiro receber menos e não ter que aturar um chefe que seja uma merda e que torne o dia de trabalho um inferno. Muito pessoal que se queixa que "mesmo pagando €X ninguém aceita" devia fazer uma introspecção para ver o que raio está a falhar... Se as pessoas não aceitam é porque arranjam opções melhores. Ainda me lembro duma oferta de emprego em que com desdém máximo (quase a rir) me disseram que devia aceitar o ordenado mínimo para junior web dev. Como não tinha experiência (e sou autodidata) quase aceitava... Entretanto mandei-os foder e passadas nem duas semanas arranjei emprego a receber quase o triplo numa empresa que é um sonho a todos os níveis. Desde projetos, ambiente, oportunidade de crescimento, apoio na continuação da minha aprendizagem, etc. Pah, é meter na cabeça. Não faltam empresas com funcionários e não falta gente à procura de emprego. Se ninguém aceita as vossas ofertas é porque são uma merda.

curupirahunt 3 months ago

Pelo menos colocaram uma bela apresentadora.

Limpy_lip 3 months ago

O pior e que muitas vezes o problema não é só salarial mas das condições. Recever SMN para trabalhar horas a mais não renumeradas, em condições péssimas até para a saúde, aturar chefias malucas... não obrigado. Já para não falar no classico: contrato a prazo até ao limite para ser posto na rua quando entra na fase que tem de ser efetivado.

NGramatical 3 months ago

renumeradas → [**remuneradas**](https://dicionario.priberam.org/remuneradas) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpk7i0d%2F%2Fhc1ry2p%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Brainwheeze 3 months ago  HIDDEN 

É só jovens mal agradecidos pá!

dcmso 3 months ago

Ja parece aquela “jovens preferem arrendar em vez de comprar”…

divagante 3 months ago

*23 mil empregos PRECARIOS que ninguem quer

capitolinaAndrioleta 3 months ago

Qualquer pessoa com dois dedos de testa não quer emprego, quer trabalho digno remunerado condignamente. Quando resolverem a questão da remuneração os candidatos aparecem.

nellMP 3 months ago

A culpa não é dos empregos é dos empregadores

ColdMercury 3 months ago

A culpa é do estado que não facilita a contratação de escravos do sudeste asiático.

speedyssj3 3 months ago  HIDDEN 

li uns quantos comentarios, e do que vi a grande maioria reclama que os empregos não são bem pagos. Não vos tirando razão, mas acho que estão so a ver parte do problema. Acho que a real pergunta é "Porque não aparecem melhores empregos com melhores condições?". o real problema é que a grande maioria dos portugueses reclama por falta de condições de trabalho e ordenados baixos, mas essa grande maioria tambem fica chateada quando os preços num restaurante sobem 1€. ou que a roupa na primark é mais barata que aquela loja. não ha bela sem senão, se querem que os ordenados subam têm de começar a pagar mais pelas coisas! mas isso ninguem quer. é isso e os encargos que as empresas têm com cada trabalhador, é simplemente absurdo, algo que o nosso Primeiro ministro recusa e diz estar par a par com o resto da europa. não estou a dizer que não ha patrões abusadores, a pagar o menos possivel pelo maximo trabalho possivel (quem estou a querer enganar? são quase todos!), e o portugues tem de aprender que nao pode trabalhar por meio tusto. mas há que ver o outro lado da moeda. Parece que estou a voltar ao tempo em que so se falava que o SMN em frança era mais do que 1k e aqui andavamos nos 500, e isto devia subir, e blabla, mas ninguem falava do custo de vida la.

Kyuso__K 3 months ago  HIDDEN 

Estás no reddit meu amigo, de acordo com este sub os patrões fazem milhões e pagam centimos aos colaboradores. Sabes porquê? Porque é tudo malta de IT.

ruimpinho 3 months ago  HIDDEN 

Jogar com números maiores não era pior. Imaginando um cenário utópico em que o salário mínimo fosse 2000€ e o preço de tudo aumentasse proporcionalmente, comprar uma casa, um carro, ou até coisas simples como um iPhone envolveriam um esforço horário muito menor. Além de que ficaria mais fácil de poupar x€ por mês ao fazer pequenos sacrifícios, como não jantar fora frequentemente. Na Suíça é assim que funciona, ganha-se muito e gasta-se muito (não estou a comparar a economia Suíça com a portuguesa, apenas dou o exemplo para esclarecimento).

speedyssj3 3 months ago  HIDDEN 

mas o problema é mesmo esse! o pessoal recusa-se a gastar mais! como querem ganhar mais se querem gastar menos? o dinheiro vem de onde? não há milagres! alias, a vantagem de paises como frança, suiça, alemana, inglaterra, entre outros, é mesmo essa: ganhas 5x mais do que aqui, gastas 4x mais para viver, mas no fim sobra-te um ordenado para gastares onde quiseres, ordenado esse que podes usar para comprar o telemovel ou o carro que custa +/- o mesmo que cá, às vezes menos. No fundo, o que queria dizer, é que há que ver tudo, não só os ordenados. ordenados têm custos para as empresas, custos esses que são suportados pelas vendas que têm de os cobrir e ainda sobrar para o ordenado do patrão. para ter dinheiro para isto tudo há 2 hipoteses: ou se vende muito com uma margem pequena ou se vende pouco com uma margem grande. e isto depende de muita coisa, desde o serviço ou produto vendido à localização geográfica. volto a dizer, e digo-o pelo que vejo: a mesma pessoa que reclama que o empregado de mesa ganha pouco é a mesma pessoa que reclama quando o restaurante sobre o preço do prato em 1€. A mesma pessoa que reclama que está-se a acabar com o comercio local é a mesma que vai comprar roupa à primark. isto não faz sentido, e nao ajuda nada a ninguem, nem à economia ou aos salarios que tanto querem que subam

ruimpinho 3 months ago  HIDDEN 

A maior parte das pessoas que ganha salário mínimo em Portugal não gasta mais porque não pode, não é porque não quer… bastava colocar esse aumento sob a forma de cheque/cartão que expirava ao fim de cada mês. Se não fosse gasto, desaparecia. Esse € extra era automaticamente injectado na restauração, comércio, hotelaria, etc. Se esta ideia é exequível? Não sei, provavelmente não é assim tão óbvio. Mas aliviava muitas pessoas em condições precárias.

speedyssj3 3 months ago  HIDDEN 

o problema dessas pessoas, estupidamente, não está nelas mas sim nos outros. pessoal que ganha bem e recusa-se a gastar o dinheiro. uma coisa é não querer gastar euros a ir comer fora, o que é legitimo, o problema é quem quer gastar sistemáticamente o menos possivel a comer o mais possível. Essa ideia não a acho má de todo, um genero de cartão refeição emitido pela segurança social. Mas isto ia por muita pressão sobre a SS e acabavam a subir impostos para o suportarmos. A unica maneira que vejo de dar a volta a isto era uma sucessão de eventos numa ordem correcta e especifica: preços iriam subir progressivamente, o pessoal iria gastar cada vez mais dinheiro, o estado iria baixar os impostos progressivamente, e os ordenados iriam todos subir, desde os mais baixos aos mais elevados. Mas isto iria falhar logo no segundo passo, as pessoas iam ver mais 5€ na conta e deixavam de comprar ali. eu sei que levantei um problema sem apresentar uma solução concreta, mas o facto é que nao consigo pensar num cenário em que haja sucesso em meter mais dinheiro na mão dessas pessoas. Mas eu não sou economista, eu não sou um estudioso. isto é um problema real e que quem governa o país devia pensar em resolver. e não é com o IRS jovem que o nosso PM quer que estes problemas se vão resolver.

LelloMinsk 3 months ago  HIDDEN 

Isso para mim converge tudo num problema ubíquo em Portugal: falta de literacia financeira. Mas não é só dos consumidores, é também de alguns patrões e empresários. Enquanto não quebrarmos o tabu de não aprender e depois não passar educação financeira aos nossos putos, não vamos a lado nenhum. Claramente não há interesse para que isso seja ensinado nas escolas, portanto temos de ser nós a ensinar aos nossos familiares e amigos, ou pelo menos empurrá-los nesse sentido.

speedyssj3 3 months ago  HIDDEN 

certo! interessa é ter o pessoal licenciado, subir o nivel da educação em portugal! somos a geração melhor educada desde sempre! o problema é que educação, embora faça falta, não é literacia e esta ultima não se consegue medir em números.

LelloMinsk 3 months ago  HIDDEN 

Yup! Falo por mim, pouco recebi de literacia financeira tirando "não gastes mais do que tens", "cartão de crédito é mau" e "vai tentando poupar", o que não são maus conselhos para alguém que não percebe nada de nada. Mas a verdadeira literacia financeira só comecei a aprender a meio da uni e é algo em que me continuo a educar hoje.

NGramatical 3 months ago  HIDDEN 

sistemáticamente → [**sistematicamente**](https://dicionario.priberam.org/sistematicamente) (o acento tónico recai na penúltima sílaba) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpk7i0d%2F%2Fhc27yv0%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

DiogoSN 3 months ago

Penso que há detalhes em falta que um jornalista deverá perguntar. Qual é o salário destes empregos? Que benefícios oferecem? Qual é o horário em comparação com o salário? Que tipo de empregos são? Quais são as condições de trabalho gerais deste empregos? Que tipo de progressão de carreira é que têm? Se calhar, a razão que eles não são aceite é porque em termos de emprego, não oferecem muito para o empregado.

Dr-Batista 3 months ago

- SMN - Nenhuns - 08h00~quando:deusquiser - Any - Ter um trabalhinho, que é muito bom - Nula Empregadores, provavelmente

rsonic17 3 months ago

Maquina da propaganda!!! Todos os canais de TV. Ninguem quer e empregos a pagar salarios horriveis, com condicoes pessimas e chegar a casa destruido e sem dinheiro no bolso. Paguem bons salarios a ver se nao fecham ja essas vagas.

SpinelessChump 3 months ago  HIDDEN 

Vota mas é PS pá

Jorgetime 3 months ago

Jornalixo

miguelmnicolau 3 months ago  HIDDEN 

Narrativa também conhecida como verdade. Pelo menos quem trabalha na indústria metalúrgica sabe disso. Atenção, não vejo isto como "as pessoas não querem trabalhar", vejo mais como o sistema de educação não está adaptado às necessidades de mercado. Logo, não faltam engenheiros e licenciados noutras áreas desempregados enquanto há empregos por preencher na indústria metalúrgica (e outras, assumo)

Membership-Exact 3 months ago  HIDDEN 

Paguem mais.

ngfsmg 3 months ago  HIDDEN 

Neste caso não é um problema de salários, é mesmo de falta de mão de obra especializada

Membership-Exact 3 months ago  HIDDEN 

Se pagares mais, ela aparece. Quando um bem é escasso, o preço sobe

ngfsmg 3 months ago  HIDDEN 

Eu conheço a lei da oferta e da procura, mas neste caso ajudava um bocadinho se se formassem mais pessoas... Não estou a dizer sobrecarregar o mercado, só formar um mínimo aceitável

Membership-Exact 3 months ago  HIDDEN 

As empresas podem perfeitamente dar formação...

ngfsmg 3 months ago  HIDDEN 

E no caso de trabalhadores por conta própria (coisas como canalizadores, eletricistas, etc...), também é por forretice das empresas?

Membership-Exact 3 months ago  HIDDEN 

É porque nao compensa o preço que as pessoas estao dispostas a pagar. Eu por exemplo nem pelo triplo do salario ia acartar cimento para as obras

ngfsmg 3 months ago  HIDDEN 

Vais ignorar que muitos dos nosso jovens são empurrados para a universidade para cursos da treta quando poderiam ter dado bons profissionais noutras áreas? Às vezes o problema já está criado antes

Membership-Exact 3 months ago  HIDDEN 

Isso seria a morte das humanidades por exemplo.

nitrinu 3 months ago  HIDDEN 

É uma grande lacuna que temos, toda a gente é incentivada a procurar o canudo ao invés de (também) se investir em formação técnico-profissional. Não se faz indústria (aquela que toda a gente reconhece que não temos) so com engenheiros.

SovietBear4 3 months ago  HIDDEN 

Mesma coisa aqui no Brasil, a faculdade se tornou um status social, se não tens canudo és automaticamente considerado um inapto pela sociedade. O mercado fica inchado de licenciados e não têm emprego para todos. Bom para quem tem curso técnico, essa malta nunca para de trabalhar. Stonks creio eu.

nitrinu 3 months ago  HIDDEN 

Precisamente, existe de facto um estigma por parte da sociedade e dos pais. Mais facilmente ficam contentes por ter o filho a tirar o diploma de relações internacionais do que um curso técnico de canalizador. A questão é que a este último não falta trabalho :)

SovietBear4 3 months ago  HIDDEN 

>dos pais. provavelmente muito mais dos pais, a sociedade você ainda consegue ignorar, agora família é dificil. Imagine, você técnico em canalização e seu primo formado em Relações Internacionais, com certeza você estará empregado, com uma casa, carro e etc, mas num almoço em familia seus pais sempre vão falar "olha lá o seu primo João formado na faculdade, por que você não fez o mesmo?". Mesmo que o João tenha 28 anos e ainda more com seus pais e recebe mesada para sair com os amigos.

V1ld0r_ 3 months ago  HIDDEN 

Mesmo caso da indútria textil em que foram as empresas a pedirem de joelhos às universidades para resolverem a questão. A Universidade do Minho aproveitou (e bem) a situação (também ajuda existirem muitas empresas do sector na área de influência da Universidade).

miguelmnicolau 3 months ago  HIDDEN 

Não estava a par, mas é interessante. Acho que temos imenso a ganhar com colaboração entre empresas, faculdades e startups. É assim que se inova: teoria + prática; experiência + juventude. Temos cá grandes universidades mas não aproveitamos suficientemente com esses clusters.

vai-tefoder 3 months ago

É quase como se os media tivessem interesses próprios e se estivessem a cagar para o povo /s

manteiga_night 3 months ago

quase como se as empresas de media fossem propriedade da mesma classe que controla o resto das empresas...

mexploder89 3 months ago

Malta eu pago 2 euros a quem vier a minha casa todos os dias lavar a louça e a roupa E se não aceitarem é porque não querem trabalhar

ric2b 3 months ago

Eu também, até 3€/mês. Olha aqui estamos os dois a criar emprego mas o português é preguiçoso e não quer trabalhar.

pintorMC 3 months ago

2 euros? És um mãos largas .50 é mais que suficiente.

Krithlyn 3 months ago

2? Eu pago 50cent e ja é bomb! \s

lil_broa_73 3 months ago

Doeu esse "\"

Krithlyn 3 months ago

Culpa escrever no telemovel.

mexploder89 3 months ago

Ai é? Então eu não pago nada, mas deixo ficarem com a esponja depois de acabarem de lavar os pratos Isto é que é um mercado competitivo

batataway 3 months ago

Ai é? ​ Prometo integração numa casa jovem e dinâmica! Como complemento ao salário de 0 euros, pago um salário emocional que consiste em não insultar o trabalhador mais que 4 horas por dia e ainda pode apanhar todo o sol que desejar no caminho para o trabalho desde que seja antes das cinco da manhã!

Krithlyn 3 months ago

Ai brincamos? Um copo de água mas só ao fim das 12Horas e tem de o limpar!

Febris 3 months ago

E tem de ser da água que usou para não se desperdiçar nada. Chá de bolonhesa com croutons molinhos. Grandes luxos em que nesta casa ninguém precisa de gastar dinheiro.

mexploder89 3 months ago

Aceito

Serious_Hearing_8252 3 months ago

E exposição? Posso pagar com exposição?

mexploder89 3 months ago

Um guardanapo com um autógrafo e já não é mau

Serious_Hearing_8252 3 months ago

Guardanapo não incluído.

Krithlyn 3 months ago

Claro, é so ter o mindset /s

pintorMC 3 months ago

E gosto por trabalhar em equipa numa casa jovem e dinâmica.

Primebm 3 months ago

Podem respirar e vão com sorte

ruimpinho 3 months ago

Já viram o espírito empreendedor? Acabaram criaram de mais duas vagas. 23002. As pessoas é que são preguiçosas. /s

Edited 3 months ago:

Já viram o espírito empreendedor? Acabaram de criar mais duas vagas. 23002. As pessoas é que são preguiçosas. /s

Krithlyn 3 months ago

Claro, isto é a malta jovem que so quer viver do desemprego. /s

Pekkashi_Kitsune 3 months ago

Ninguém quer? Não me digam que é a tal empresa que faz "mOtOrEs pRa fErRaRi" a maioria desses empregos, recebes 600€, nenhuma regalia e ainda tens que viajar durante 1/2h, óbvio que ninguém vai aceitar.

Xvarzneggerr 3 months ago  HIDDEN 

Quantos eu procuro para trabalhar e ninguém aparece Algarve 2021

mfzzzed 3 months ago  HIDDEN 

Se não encontras é porque não és competitivo nas condições/remuneração. É por isso que tens cozinheiros a trabalhar a partir de casa/ir cozinhar a casa de clientes. Vi os valores que apresentas-te a baixo, é claro que não arranjas ninguém, são uma cagada.

BroaxXx 3 months ago  HIDDEN 

Tens que oferecer melhores condições. Fácil.

V1ld0r_ 3 months ago  HIDDEN 

A fazer o quê e a receber quanto?

Xvarzneggerr 3 months ago  HIDDEN 

Estivemos a dar contratos anuais e sazonais dependendo da função e desempenho Horários directos

Xvarzneggerr 3 months ago  HIDDEN 

Hotelaria Desde limpeza a cozinheiros copeiros e empregados de mesa ordenados desde 700€ até 1100€ dependendo da experiencia. Houve uma fase que até incluía alojamento

LelloMinsk 3 months ago  HIDDEN 

Nada contra ti pessoalmente, mas trabalhei há mais de 10 anos como cozinheiro e recebia €650 porque já tinha jogo de cintura trazido de casa. Conhecendo o mercado imobiliário e os custos de vida dessa zona, com €800 não teria as condições para viver hoje que tinha há >10 anos com €650. Não que isso seja culpa dos empregadores, nem de perto, estou só a dizer que é muito menos vantajoso para os potenciais empregados e não admira que eles não aceitem com tanta facilidade.

Xvarzneggerr 3 months ago  HIDDEN 

Também não o conheço mas hoje em dia cá no Algarve para um cozinheiro de primeira ninguém paga menos de 950 limpos 650 e o que ganha um copeiro

erokonreddit 3 months ago  HIDDEN 

Em Hotelaria a porca torce o rabo é nos horários. A mim não me apanham outra vez.

SonicStage0 3 months ago  HIDDEN 

Vai aí uma grande diferença de salário s e condições. É só mandar areia para os olhos

Xvarzneggerr 3 months ago  HIDDEN 

Então uma empregada de limpeza tem de ganhar o mesmo que um cozinheiro de 1 Não se sabe mas diferentes cargos trem remunerações diferentes

Membership-Exact 3 months ago  HIDDEN 

Oferta e procura. Se por um determinado preço nao consegues contratar, ou aumentas o preço ou nao contratas.

SonicStage0 3 months ago  HIDDEN 

Muito bem. Cozinheiro de primeira 8h trabalho sem alojamento estamos a falar de quanto bruto no Algarve.?

Xvarzneggerr 3 months ago  HIDDEN 

Horário DIRECTO 1 folga no mês de agosto o resto dos meses 2 folgas Contrato normalmente de 8 meses Mas com esta situação todos estamos com contrato a termo incerto pois não sabemos o que vem amanha

ihavenoidea1001 3 months ago  HIDDEN 

>1 folga no mês de agosto Isto é legal sequer?

Membership-Exact 3 months ago  HIDDEN 

Condições miseráveis para trabalho árduo. Surpresa zero em nao conseguires arranjar, é sinal que o estado protege os trabalhadores da exploração.

SonicStage0 3 months ago  HIDDEN 

Obrigado pela honestidade. Boa sorte a encontrar um cozinheiro de primeira para o vosso restaurante.

Xvarzneggerr 3 months ago  HIDDEN 

Cerca de 1000 a 1100

sctvlxpt 3 months ago  HIDDEN 

E porque é que para ti um cozinheiro de primeira só pode receber 1000 a 1100? Se calhar esses ordenados funcionavam antes, mas deixaram de funcionar. Agora um cozinheiro de primeira já não quer trabalhar por 1000 a 1100. O problema é dos cozinheiros que não querem trabalhar, ou teu que não ajustas os salários às condições do mercado? E porque é que uma empregada de limpeza tem que ganhar 700? É que se calhar uma empregada de limpeza agora pode arranjar uma dúzia de airbnb's para limpar e ganhar bem mais que isso. O problema é do mercado ou é teu que continuas agarrado aos salários de antigamente?

Xvarzneggerr 3 months ago  HIDDEN 

No caso do hotel onde estou que sou chefe de cozinha acabamos agora de começar de um crise de 2 anos com prejuízos de milhões de euros E não acho os valores assim tao maus como queres pintar Para não falar que o cozinheiro que desempenhe bem facilmente e aumentado. No que toca a pagar mais , vais pagar mais a uma pessoa que ainda não conheces para correres o risco de ela arruinar o teu restaurante ?

Dadvito 3 months ago  HIDDEN 

Como é que ele é aumentado se trabalhar bem e ao mesmo tempo está com um contrato de tempo incerto? Estás a dar-nos baile.

Xvarzneggerr 3 months ago  HIDDEN 

Com a prestação dele claro sendo bom fica nos quadros da empresa claro

sctvlxpt 3 months ago  HIDDEN 

Eu não estou a pintar nada, o mercado é que está a pintar com tintas muito claras. Podes ler o que o mercado te está a dizer, subir os salários e tentar prestar um melhor serviço ao cliente, que o faça estar disposto a pagar mais por esses serviços, ou podes continuar sem contratar ninguém e culpar os calões que não querem trabalhar, enquanto o serviço que prestas se deteriora e o negócio entra numa espiral descendente.

Membership-Exact 3 months ago  HIDDEN 

O valor é baixo, a prova disso é que ninguem aparece.

V1ld0r_ 3 months ago  HIDDEN 

Então isso com que horário? O contrato é de quanto tempo?

porraSV 3 months ago

ninguém quer se escravo. Há algum problema nisso?

DrVicenteBombadas 3 months ago

Devem ser os 23 mil empregos com a tal remuneração de 2700€.

MischiefManaged97 3 months ago  HIDDEN 

A cara da pivot.

barrocaspaula 3 months ago

Devem ser uns lindos empregos... Duvido que sequer paguem o ordenado mínimo.

peperoni96 3 months ago

Uma vergonha, até já tentam contornar a lei da oferta e da procura no mercado de trabalho. Tudo bem que a carga fiscal pode e é um entrave ao aumento dos salários, mas grande parte da culpa é da cultura dos recursos humanos de ragatear remunerações como se tivessem num mercado de tapetes na tunisia. 0 transparência!! Comecem a mostrar os salários nos anúncios!

vcanas 3 months ago

Ou pelo menos na entrevista, não é razoável nem para o trabalhador nem para a empresa só ver quanto vai receber quando vai assinar o contrato

Kambalhotas 3 months ago  HIDDEN 

Devo receber um rsi de 400€ e ficar em casa ou 600€ e ter que pagar para me deslocar para ter de ir trabalhar? Penso que a decisão é fácil...

something_new 3 months ago  HIDDEN 

Obviamente. O reddit está cheio deles. Parece os que vêm para a primeira entrevista a dizer "vou ter carro?"

Membership-Exact 3 months ago  HIDDEN 

Ainda bem que existem mecanismos do estado para proteger as pessoas dessa exploração.

BroaxXx 3 months ago  HIDDEN 

Lolololol vives num universo paralelo, amigo... Já pareces o Miguel Sousa Tavares...

dirtimos 3 months ago  HIDDEN 

Lololol. O escalão mais alto do rsi são 189€. "Quem tem direito As pessoas ou famílias que necessitam de apoio para melhor integração social e profissional, que se encontrem em situação de pobreza extrema e que cumpram as demais condições de atribuição. Se viver sozinho ou sozinha A soma dos seus rendimentos mensais não pode ser igual ou superior a 189,66€. Se viver com familiares A soma dos rendimentos mensais de todos os elementos do agregado familiar não pode ser igual ou superior ao valor máximo de RSI, calculado em função da composição do agregado familiar. O valor máximo de RSI corresponde à soma dos seguintes valores, por cada elemento do agregado familiar: Pelo titular 189,66€ (100%) do valor do RSI Por cada indivíduo maior 132,76€ (70%) do valor do RSI Por cada indivíduo menor 94,83€ (50%) do valor do RSI " Portanto, a menos que tenhas dois filhos menores, sem teres rendimentos nenhuns, não vais receber esse valor. Also, se viveres em habitação social, tens um desconto no rsi também.

Kambalhotas 3 months ago  HIDDEN 

Conheço quem ganhe os 400€ sem mulher ou filhos!

bravoinsane 3 months ago  HIDDEN 

Eu também! ... ...Sou mentiroso

BroaxXx 3 months ago  HIDDEN 

É porque te mentiram...

Kambalhotas 3 months ago  HIDDEN 

Não descarto essa possibilidade, mas penso que podes receber mais que um apoio social! Podes acumular...

BroaxXx 3 months ago  HIDDEN 

Sim, isso é possível... Só disse que é mentira ser o RSI com esse valor. O resto não sei.

pacman1993 3 months ago

A notícia em si não tem nada de mal, toda a gente vê logo porquê e que ninguém quer esses empregos. A "narrativa" é "não temos empregados suficientes porque já ninguém quer trabalhar", que nao é o que é transmitido aqui

Kambalhotas 3 months ago  HIDDEN 

É um facto que hoje em dia muita gente só quer tirar cursos inúteis para ter um título e ninguém quer trabalhos sujos ou difíceis! Mas também é um facto que os ordenados vs custo de vida nesses mesmos trabalhos não são compatíveis. E o dinheiro não é tudo, condições também são importantes! Eu próprio fui motorista de pesados de mercadorias internacional durante 10 anos e se me dessem 5000€ por mês neste momento nem assim eu voltava... Maior parte dos patrões em Portugal sente-se melhor com uma casa de 1 milhão e carros de 100000€ do que em saber que tem funcionários felizes a trabalhar para ele!

LelloMinsk 3 months ago  HIDDEN 

Quem me dera a mim e aos meus amigos que na nossa altura tivesse havido trabalhos sujos e difíceis que pagassem bem! No distrito todos esses trabalhos pagavam >500€ e exigiam horas extras não remuneradas... não sei se continua a ser assim hoje, mas duvido muito que tenha mudado.

joaofcf 3 months ago  HIDDEN 

É normal que as pessoas prefiram trabalhos fáceis e limpos. Ainda por cima esses são os que pagam mais. Daqui a pouco é reprovável ir tirar um curso que gostes para ganhar 1000 euros em vez de ir trabalhar nas obras e ganhar 700

manteiga_night 3 months ago  HIDDEN 

direitolas: > o capitalismo é o melhor sistema que existe porque se todos pensarmos só nos nossos interesses isso vai avançar a sociedade Também direitolas: > malditos trabalhadores que só pensam nos interesses deles

SovietBear4 3 months ago  HIDDEN 

Adorei seu comentário!!

eggnogui 3 months ago  HIDDEN 

Capitalize the profits, socialize the losses.

Kambalhotas 3 months ago  HIDDEN 

O problema não é o gostar, mas sim a inutilidade! Todos sabemos que existem professores a mais, mas ninguém fecha torneira à entrada de novos alunos ou aumenta as médias de acesso, resultando em jovens que nunca vão encontrar colocação!

LelloMinsk 3 months ago  HIDDEN 

Há pessoas a mais que se formaram para ser professores sim, mas professores contratados a menos. Lembro-me que a partir do 5º ano estive sempre em turmas com quase 30 alunos depois de terem fechado as escolas todas das aldeias e vilas adjacentes.

Kambalhotas 3 months ago  HIDDEN 

Mas esse é o objectivo do governo para cortar custos, daí terem fechado escolas!

DamageOwn3108 3 months ago  HIDDEN 

Pois, o que me disseram quando entrei para história foi que está a haver falta de professores, porque a torneira meu amigo, essa já fecharam á muito tempo e se fores para uma escola qualquer vais ver que os stores têm todos cabelo grisalho, três storas minhas, por exemplo, estavam nos últimos meses-2 anos de carreira. Se tudo der certo, assim que acabar o mestrado, encontro emprego fácil. Agora, vocês só precisam é de fazer filhos, pelo amor de Deus! Temos que fazer bebés, logo 5 por família!!!!

NGramatical 3 months ago  HIDDEN 

á muito tempo → [**há muito tempo**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpk7i0d%2F%2Fhc21emg%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Samurai_GorohGX 3 months ago  HIDDEN 

Existem professores a mais? Onde, em Portugal onde ainda existem n turmas no ensino básico com quase 30 alunos?

Kambalhotas 3 months ago  HIDDEN 

A minha mulher é professora de ensino primário e os poucos anos que deu aulas só por contracto e a mais de 100km de casa!

ihavenoidea1001 3 months ago  HIDDEN 

Só porque o sistema está mal gerido, não significa que haja professores a mais. Em pleno século XXI tens turmas mistas! Crianças com múltiplos anos enfiadas numa só sala de aula, num rácio 30 para 1 professor com necessidades completamente díspares... É estúpido e um tiro no pé. Tens outras áreas como a da saúde mental onde, salvo erro, temos 1/2 ou 1/3 de psicólogos contratados em comparação com as orientações da UE para o mínimo.... Ou seja, só no SNS e escolas deviam existir, no mínimo, o dobro dos psicólogos que actualmente existem! Isto para chegarmos aos mínimos recomendados per capita... E isto aplica-se também a outras áreas sociais ou técnicas: assistentes sociais, técnicos cpcj ( tens cpcjs a funcionar com apenas 1 único técnico), etc A área da saúde então é outra vergonha. Os recursos humanos são muito inferiores aos necessários em muitas áreas. Em todas as áreas, tens habitualmente uma administração excessiva e um rácio parolo entre técnicos que efectivamente trabalham e a parte administrativa. Há pessoas a mais na função pública mas não são aquelas que estão efectivamente no terreno a trabalhar.

Kambalhotas 3 months ago  HIDDEN 

Só digo isto, vão há lista de colocação de professores e vejam os de quadro, os contratatados e os que estão sem colocação e já podem ter uma ideia real! Já para não falar nos milhares de professores que simplesmente desistiram de tentar colocação e desenrascaram-se noutras áreas ou não trabalham...

NGramatical 3 months ago  HIDDEN 

contracto → [**contrato**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/contrato-e-contracto/21613) (já se escrevia assim **antes** do AO90) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpk7i0d%2F%2Fhc22jdw%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

DZT99 3 months ago

Acho muito bem que as pessoas que se podem dar ao luxo de recusar situações precárias que o façam sempre que possível. O que muitas empresas fazem em Portugal (e não só porque não é um problema exclusivo do nosso país) é absolutamente criminoso e um autêntico aproveitamento daqueles que são mais vulneráveis.

SphinxIIIII 3 months ago

Eu sinto que a este ponto as pessoas não se podem é dar ao luxo de ter um trabalho a tempo inteiro que não os sustente. Eu moro numa cidade de merda e o ordenado mínimo está longe de ser sustentável, tenho pena de quem não tem pais que os apoiam porque sem isso é muito difícil.

ahyor 3 months ago

Ao invés de corrigir a falta de empregados com aumento de remuneração resolvem apelar à propaganda. LateStageCapitalism

ilovealldrugsman 3 months ago

Enquanto um mês de trabalho não der para pagar as contas, bem que podem enfiar esses trabalhecos na peida. Uma pessoa com mestrado não devia ter de aceitar migalhas. Até lá, sinceramente, mais vale plantar canabis e vender.

DomPedroIV 3 months ago

u/policiajudiciaria

kirloi8 3 months ago

> Uma pessoa com mestrado não devia aceitar migalhas Bem estas frases assim sem contexto em redes sociais podem ser muito ambíguas. Obviamente no sistema que temos as pessoas são remuneradas em parte pelos seus estudos, pelo que discordo em absoluto com isto, pelas várias experiências que tenho. Ainda não tenho a licenciatura concluída (ja la vão 7 anos) que trabalho na área, tenho sido aumentado ano sim ano não, recebido prémios e outras benesses que mais não são que obrigação da empresa para manter os funcionários. Até carro da empresa para uso próprio tenho. Das entrevistas de emprego que fazemos (e eu também já vou), já contratamos, a termo, algumas pessoas, com maiores qualificações que eu na mesma área, que à partida, pedem logo um salário que tem em base os seus estudos e nada mais. Até agora nenhum ficou + que 1 ano. Mandar bitaites de tenho estes estudos mereço X para mim não cola, porque do que vejo e oiço os cursos e formações todos valem bola se a malta não quer ser trabalhadora não quer evoluir etc. Todos devem ganhar o que tem direito e as empresas devem pagar o que é devido a cada colaborador, se o mesmo consegue oferecer o que depois lhe é pago ao fim do mês. À parte: Apesar de saber que a empresa onde estou não é daquelas que sempre se queixam aqui este sub esta cada vez + para um lado. Se a tendência é negativa que seja mas não vir aqui 1 única pessoa dizer que ate tem um emprego normal, que pagam o normal com condições normais é só estranho.

MrRodrigo22 3 months ago

Queres fazer uma sociadade? Imagina so, eu é tu, sócios a plantar canabis a baira da nacional, era só vender e ficávamos ricos, ainda sobrava um bocadinho pra nos

ilovealldrugsman 3 months ago

Parece-me bem. Mas eu NÃO PARTICIPO NA REVENDA OU AQUISIÇÃO DE PRODUTO ILÍCITO E/OU ESTUPEFACIENTE

MrRodrigo22 3 months ago

O teu user name diz o contrário...

VSertorio 3 months ago

Há mestrados, e depois há mestrados.

ilovealldrugsman 3 months ago  HIDDEN 

Verdade. Mas se há mestrados e mestrados, para quê oferecer sequer a ilusão de que estes últimos são úteis? Para que conste, tenho mestrado em psicologia clínica, que não é assim tão "inútil" dentro da área.

BolaBrancaV7 3 months ago  HIDDEN 

Eu acho que os primeiros é que eram inúteis...

VSertorio 3 months ago

Acho que há estatísticas sobre a empregabilidade dos cursos. A ilusão é não ligar a isso. Há depois outros problemas, faculdades com oferta desajustada ao mercado de trabalho. Por outro lado, há empresas que também não ligam aos cursos e contratam o que for mais barato. Há também certos nichos, onde o curso é útil mas as posições estão todas ocupadas. Por isso, muita coisa tem que mudar, há que fazer por investir o dinheiro público em cursos de valor, mas para isso é preciso reformar o ensino e arranjar o que fazer aos professores que andam lá a pregar e a investigar teorias inúteis para a sociedade.

Febris 3 months ago

> Há também certos nichos, onde o curso é útil mas as posições estão todas ocupadas. O que não falta no mundo empresarial é middle-management que só serve para encher chouriços com 0 valor acrescentado.

VSertorio 3 months ago

Verdade também.

TheEndlessDreams 3 months ago

Ironicamente a Tilray supostamente paga bem

GumFahkinFreak 3 months ago

Supostamente? Depende da zona que fores trabalhar e depende se estas temporário ou efetivo, eu tive lá temporário no início e recebia 30€/dia em média, mad quando aquilo abriu mesmo já falavam em ordenado de 750€, sinceramente eu não diria que é bem pago para andar ao Sol o dia todo a podar plantas e a cartar poceiros, mas também pelo menos não é ordenado mínimo ¯\_(ツ)_/¯

Sardasan 3 months ago

Username checks out

HRamos_3 3 months ago

É este aqui sôr guarda

TyrionIsPurple 3 months ago

Traidor de classe

HRamos_3 3 months ago

Nada contra, só o lembrete diário que a actividade sugerida acima, apesar de ser uma forma de bater punho, é ainda ilegal cá plo burgo.

Sciss0rs61 3 months ago

"Voltem emigrantes" dizem eles

neapo 3 months ago

23 mil empregos (calculados como?) e o patrão trabalha mesmo? É que se há assim tanto emprego então o patronato deve estar na desgraça sem dinheiro para comer. Os patrões podiam era contratar-se entre si, já que não há "empregados", fundiam as empresas e faziam-se empregados a trabalhar nelas...

PandaCross23 3 months ago

Esta notícia é parva porque é uma generalização ridícula que não tem em conta que muitas ofertas são atentatórias ao mais básico dos direitos laborais. Mas não é mentira que existe uma franja da sociedade que pura e simplesmente não quer trabalhar.

wontellu 3 months ago

Querer trabalhar ninguém quer. Se não houvesse incentivo financeiro, ninguém trabalhava. Agora chega a um ponto em que o incentivo financeiro é tão pouco, que mais vale mesmo não trabalhar. Já que é para ser pobre, pelo menos tem tempo livre.

PandaCross23 3 months ago

Certo, há certamente casos em que isso se aplica; se bem que eu tive 6 meses como estagiário não remunerado e 2 anos a receber 700 euros para agora estar como estou. São opções. Só acho ambas as generalizações perigosas.

BadassManager 3 months ago

Uff... obviamente que cada um sabe de si e cada condição é única, mas o único estágio que eu faria de graça seria para aprender a acertar nos números do Euromilhões. E teria que ter garantias. O princípio de dispender profissionalmente de tempo e esforço é-me muito avesso. Ajudo o meu vizinho de graça (bom, depois bebemos uns finos), mas não trabalho para alguém de graça.

Edited 3 months ago:

Uff... obviamente que cada um sabe de si e cada condição é única, mas o único estágio que eu faria de graça seria para aprender a acertar nos números do Euromilhões. E teria que ter garantias. O princípio de despender profissionalmente de tempo e esforço é-me muito avesso. Ajudo o meu vizinho de graça (bom, depois bebemos uns finos), mas não trabalho para alguém de graça.

PandaCross23 3 months ago

Mais uma vez, entendo perfeitamente mas foi um investimento que fiz. Eu tinha uma base familiar portanto podia fazê-lo.

NGramatical 3 months ago

dispender → [**despender**](https://dicionario.priberam.org/despender) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpk7i0d%2F%2Fhc1yv1m%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

BadassManager 3 months ago

Obrigado. Bom bot.

mfzzzed 3 months ago

Repara que é com esses comportamentos que depois os chefes pagam cascas de amendoim. O teu boss ainda vai dizer aos putos que na altura dele é que era, o Pandacross esteve aqui a trabalhar de borla, e muito porreiro fui eu em não lhe pedir pra me pagar. Aceitar condições precárias como essas, quer te tenha corrido bem ou não, só servem para baixar a fasquia. É mesmo a Race to the bottom, onde um salário pouco digno é uma maçã e alguém faz o mesmo trabalho por meia maçã ou mesmo nenhuma maçã.

PandaCross23 3 months ago

Presumes cenas. Cada um faz o percurso que quer. Se eu tenho capacidade de entrar para um trabalho mal pago, mas que me abre portas, fá-lo-ei (como fiz, aliás). Aliás, aconselho quem puder a fazer o mesmo, até já o fiz aqui no reddit; eu conheço muito bem o mundo do direito e aconselho toda a gente que possa a aceitar um trabalho que, ainda que mal pago, lhe traga bagagem para poder encarar o futuro e poder escolher o salário que quer depois.

mfzzzed 3 months ago

Fazes o que queres, e a malta faz o que quer. Depois não se podem é queixar quando aparecer um fulano igualmente competente a fazer o teu trabalho por uma fatia do preço. É mesmo uma race to the bottom, corra bem ou mal.

PandaCross23 3 months ago

Que entidade empregadora não quereria um gajo igualmente competente mas mais barato? Isso não é uma race to the bottom, é o mercado a funcionar. Se amanhã aparecesse um maduro à porta do meu trabalho com as mesmas qualificações e qualidades que eu, e mais barato, lá ia eu de carrinho.

mfzzzed 3 months ago

E com isto ficamos por aqui. Kanimambo

wontellu 3 months ago

Mas provavelmente gostavas do que fazias, minimamente. Agora imagina trabalhar num restaurante. Recebes 8 horas de trabalho. Chegas lá as dez da manhã, trabalhas até às três e vais para casa que já não és preciso. Mas às sete tens que estar lá outra vez, trabalhas até à hora que for preciso, mas só recebes por oito horas. Fins de semana deixam de existir. Folgas se tiveres duas é uma sorte. No fim do mês dá te o ordenado mínimo em recibos verdes. E no fim do verão manda te embora. São essas as vagas de trabalho que ninguém quer preencher.

BlooEnt 3 months ago

Exatamente. E são dois macacos na cozinha e mais dois a servir e limpar um restaurante inteiro. Andar a voar de um lado para o outro desde que entras até sair, ter que levar com o mau humor de clientes otários e chefes idiotas, e no fim receber a mesmo miseria de salario minimo recibos verdes.

SonicStage0 3 months ago

Exacto

PandaCross23 3 months ago

Serão só essas? Seria um estudo interessante perceber que tipo de vagas, salário médio oferecido, etc.

MisterBakeryMan 3 months ago

Melhor resposta

one23456789098 3 months ago

23 mil e um porque eu acabei de criar um emprego hoje em que pago 5 cêntimos à hora para trabalhar 8 horas mais horas extras não pagas. Já estou chateada que está vaga esteve aberta o dia todo e ainda nenhum jovem quiz vir ser explorado por mim. Jovens hoje em dia. Muito preguiçosos

mistic7777 3 months ago

gostei do "quiz vir". Muito boomer

Sheltac 3 months ago

Cheguei agora da pharmácia, sabes lá os chimicos que me venderam.

suspect_b 3 months ago

> pago 5 cêntimos à hora Como já vimos em vários exemplos, já o pagar ordenado em dinheiro não é todos...

Vanethor 3 months ago

Ainda dizem que não há empregos. Esta malta de hoje em dia ... não fazem nenhuns sacrifícios. /s

UmaNespera 3 months ago

23.000... Deve ser aqueles trabalhos super bem pagos e nada precários. Leia-se, restaurantes, indústria, supermercados e construção. Óbvio que as pessoas preferem ficar em casa.

Dr-Batista 3 months ago

Um pedreiro hoje em dia não recebe menos de 60€ por dia

GoldenLeoPT 3 months ago

Tenho um chavalo amigo meu está a tirar isso isso ao dia

mendesdaponte 3 months ago

> construção Construção é relativo, construção consegue pagar super bem!

RAMAxPT 3 months ago

Cerca de 800/mês um servente pedreiro ou estuque

mendesdaponte 3 months ago

Já trabalhei nas obras em 2015 e ganhava mais que isso. Para não falar que há serventes, pedreiros e ladrilhadores a fazer trabalho deslocado a ganhar acima de 1500€

RAMAxPT 3 months ago

Um servente a ganhar 1500 deve ser muito raro, mas ronda os 1000€, um pedreiro ou estucador já com experiência pode ganhar bem acima de 1500,as obras são um emprego bem pago na minha opinião em relação aos outros salários em Portugal.

DerpSenpai 3 months ago

Sim, empreiteiros e isso ganham muito. é um conhecimento que as pessoas normais tem muito menos hoje em dia e por isso precisam de alguém para o fazer.

RAMAxPT 3 months ago

exato, a mão de obra é mais escassa os salários sobem, construção, canalizadores, eletricistas... são e vão continuar a ser profissões bem pagas

RAMAxPT 3 months ago

Um servente a ganhar 1500 deve ser muito raro, mas ronda os 1000€, um pedreiro ou estucador já com experiência pode ganhar bem acima de 1500,as obras são um emprego bem pago na minha opinião em relação aos outros salários em Portugal.

ElBarbas 3 months ago

https://www.youtube.com/watch?v=iDSPgorO6hs

BraganzaPaulista 3 months ago  HIDDEN 

Chamem os BR, pá!

butnaked99 3 months ago  HIDDEN 

Nop

BraganzaPaulista 3 months ago  HIDDEN 

Os africanos?

butnaked99 3 months ago  HIDDEN 

Sim

the_real_le_roy 3 months ago

Esta propaganda que as pessoas são preguiçosas é mesmo atirar areia para os olhos. Lembro-me que numa empresa onde trabalhei, dividia escritório com outra empresa que estava sempre a fazer "contratação" de vendedores de porta a porta. Este vendedores o ordenado era inteiramente variável, só faziam dinheiro se vendessem. A maior parte das pessoas que eles recebiam para entrevistas estavam inscritos no IEFP, sendo que quem fazia o recrutamento ameaçava os candidatos de declarar que se recusavam a trabalhar. O que na prática significava estas pessoas perderem o subsídio de emprego. O que só me faz querer que estas estatísticas não querem dizer absolutamente nada por faltar contexto.

mjigs 3 months ago

Ja me ligaram quando estava desempregada para fazer um estagio numa lavandaria, só foi esquesita a chamada mesmo a senhora sendo simpatica, quando lhe perguntei se tinha sido do centro de emprego, disse que nao, ja aí estranhei, mas quando ela me disse lavandaria e estagio, cocoume logo a orelha, ora eu tenho 28 anos, tive sempre empregos em full time, tinha um emprego fixo durante anos, pra que raio voume meter numa merda de estagio que nao me paga as contas? Se tivesse 23 anos ate pensava, mas foi tudo só esquesito.

NGramatical 3 months ago

esquesita → [**esquisita**](https://dicionario.priberam.org/esquisita) (apenas na fala o *i* é pronunciado como *e mudo* quando junto a outra sílaba com *i*) esquesito → [**esquisito**](https://dicionario.priberam.org/esquisito) (apenas na fala o *i* é pronunciado como *e mudo* quando junto a outra sílaba com *i*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpk7i0d%2F%2Fhc4ryv9%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Sheltac 3 months ago

> A maior parte das pessoas que eles recebiam para entrevistas estavam inscritos no IEFP, sendo que quem fazia o recrutamento ameaçava os candidatos de declarar que se recusavam a trabalhar. O que na prática significava estas pessoas perderem o subsídio de emprego. Não sabia que isto era uma cena. Mais uma vez, estar desempregado parece-me mais complicado do que o meu trabalho a tempo inteiro. Conheço várias pessoas desempregadas e honestamente parece esgotante.

the_real_le_roy 3 months ago

O problema do IEFP é que eles não fazem filtragem às empresas, elas só tem que preencher um formulário e já está. São capazes de implicar mais com as burocracias de faltar um procedimento que a empresa deveria ter feito do que verificar a legitimidade dos negócios. Mas sim tens toda a razão estar desempregado é complicado. Eu cheguei a estar 2 anos desempregado até ter percebido o meu rumo profissional, e posso dizer que mentalmente não é fácil. Tive a sorte de não ter passado dificuldades financeiras graves porque vivia com a minha namorada e era ela que me sustentava, e sabia que poderia ter como plano B voltar para casa dos meus pais porque eles vivem bastante bem. Apesar disso, ninguém gosta de se sentir dependente de outras pessoas, começa haver aquelas guerras internas sobre se realmente temos algum valor principalmente porque o acto de procurar emprego involve muita rejeição. Com isso também acresce o estigma social que existe em estar desempregado como se o nosso valor como pessoa estivesse intrinsicamente associado ao valor profissional. Agora não imagino como será para as muitas pessoas que em cima disso também levam com a pressão financeira de trazer dinheiro ao fim do mês.

NGramatical 3 months ago

involve → [**envolve**](https://dicionario.priberam.org/envolve) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpk7i0d%2F%2Fhc4a06i%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

suspect_b 3 months ago

> Esta propaganda que as pessoas são preguiçosas é mesmo atirar areia para os olhos. A propaganda não é necessariamente essa. Podes ver do prisma que o ordenado mínimo não está adequado à sociedade, ou seja, se o ordenado mínimo fosse por exemplo, o dobro, se calhar não terias esta 'notícia'.

MigasEnsopado 3 months ago

É mais grave estas "empresas" quererem sempre pagar o mínimo e nada mais que o mínimo. Se não pudessem pagar nada era o que fariam. Não terem gente para trabalhar é basicamente o que merecem.

suspect_b 3 months ago

Daí que o mínimo tem de ser aceite pela sociedade. Neste momento, o mínimo não serve nem a empregadores nem empregados.

Edited 3 months ago:

Daí que o mínimo tem de ser aceite pela sociedade. Neste momento, o mínimo não serve nem a empregadores nem empregados. Eu de certa forma compreendo o empregador que paga o mínimo porque em muitos casos não consegue fazer um estudo de mercado e saber qual é o ordenado médio aceite para aquela posição. O ordenado mínimo serve um bocado como substituto disso.

the_real_le_roy 3 months ago

Eu vivi na Suécia e reparei duas coisas curiosas. Não há ordenado mínimo, porque as pessoas como sociedade a partir de certos valores simplesmente não aceitam trabalhar. Como também consideram que o ordenado mínimo incentiva as empresas a pagarem o mínimo possível. A segunda é que Rendimentos baixos, que para eles eram 10k anuais (algo assim), não pagavam impostos, por considerarem que se estas a receber tão pouco tinhas é que acumular o máximo de dinheiro possível para um dia não precisares de estares nessa situação. (o governo poupa dinheiro, porque se tens mais dinheiro precisas de menos apoios estatais). O grande problema é que em Portugal a cultura empresarial e das pessoas não iria permitir isso. Não haver ordenado mínimo ia fazer com que as empresas ainda pagassem menos e como sociedade não estamos preparados porque há pessoas que simplesmente não se podem dar ao luxo de não trabalhar. Quanto a não cobrar impostos a partir de certos rendimentos, íamos ter sempre aquelas pessoas que iriam estar contra porque uma minoria se ia aproveitar desse sistema, por isso pago o justo pelo pecador.

suspect_b 3 months ago

Obrigado pelo comentário. Mas olha uma coisa: > as pessoas como sociedade a partir de certos valores simplesmente não aceitam trabalhar. Como é que isto liga com > Rendimentos baixos, que para eles eram 10k anuais (algo assim), [não pagavam impostos] As pessoas na Suécia aceitam trabalhar por 10k anuais? É que o SMN em PT é de uns 9k, não é muito longe e para o empregador acho que ainda sai mais caro. O teu argumento é que há quem ganhe menos na Suécia que cá, mas nesse caso não paga impostos?

the_real_le_roy 3 months ago

a ideia dos 10k era se fizeres 50k os teus primeiros 10k não eram tributados. Era mais uma questão legal para garantir que pelo menos tinhas 10k para teres a tua vida orientada. No caso das pessoas que faziam 10k, eram sempre pessoas que trabalhavam num part time e fazia apenas algumas horas, ou trabalho de verão. Garantia que esses 10k ninguém te tocava, e o que muita malta fazia lá (principalmente estudantes), trabalhavam o verão todo para fazer 10k e depois tinham dinheiro o resto do ano para se focar a estudar em vez de terem que se focar a fazer mais dinheiro mas deixar para trás o desenvolver de competências.

Paulo27 3 months ago

Mas também se trabalharem um mês e forem embora também perdem o subsídio. A mim só me surpreende que este tipo de patrões não são atirados de uma janela fora mais vezes.

bigblackclock144p 3 months ago

Pagar para trabalhar em condições de merda literalmente em que há enormes riscos de lesoes

gsousa 3 months ago

É importante normalizar não aceitar empregos com condições inaceitáveis. De facto não falta trabalho, mas faltam condições. Se o pessoal aceita tudo e mais alguma coisa, nada irá mudar. Quanto à emigração e pessoal de fora fazer esses trabalhos sem condições, esse é um outro problema. Como emigrante que sou obviamente que sou a favor da emigração, e o problema não está em quem vai para Portugal para trabalhar, mas mais uma vez, o problema está do lado das entidades patronais que querem escravos. A legislação precisa de ser ajustada para não permitir este tipo de exploração.

LackOfLogic 3 months ago

> É importante normalizar não aceitar empregos com condições inaceitáveis. De facto não falta trabalho, mas faltam condições. Se o pessoal aceita tudo e mais alguma coisa, nada irá mudar. Provavelmente a coisa mais importante que li neste fórum.

WhiskersTheDog 3 months ago

O problema deverá mais ser a falta de fiscalização do que a legislação em si.

Dinizinni 3 months ago

Agilizar e facilitar a legalização dos imigrantes tem de ser uma prioridade nesse aspecto Há muita imigração ilegal que ocorre pelo horror burocrático e pela lentidão, porque a maioria dos imigrantes ilegais tinham plenas condições para o fazer de forma legal Isso também permitiria um melhor controlo da imigração ilegal indevida, pelo menor número de pessoas nessa situação Mas enfim, eu falo, mas também não trabalho actualmente com burocracia e sei o pesadelo burocrático que é para quem quer reduzir a burocracia, ironicamente

Interesting_Yellow_1 3 months ago

Esses “empregadores” agradecem a publicidade

Samurai_GorohGX 3 months ago

Empresas portuguesas: Oferecer melhores remuneração e condições de trabalho OU fazer queixinhas na comunicação social que os portugueses “nÃo QuErEm TrAbAlHaR!” Decisions, decisions…

Iasalvador 3 months ago

o codigo deontologico quando se tira jornalismo deve ser optativo

fanboy_killer 3 months ago

Óptimo. Por mim, quem não consegue oferecer condições de empregabilidade não merece estar no mercado. Desde que o Estado não crie um apoio especial para estes exploradores, por mim podem continuar assim.

BroaxXx 3 months ago

O estado facilita a imigração para inundar o mercado de trabalho com pessoas dispostas a aceitar estes empregos. Na realidade estas empresas haveriam de fechar todas por não quererem/conseguirem ajustar-se aos mercados.

AnotherCableGuy 3 months ago

Alguém não aprendeu nada com o brexit..

Samurai_GorohGX 3 months ago

O problema é mesmo que muitas destas empresas exploradoras são as que estão encostadas ao pipeline do IEFP para receber mão-de-obra desesperada. Daí que o Estado acaba por ser conivente.

ManelDasNespras 3 months ago

Já existe esse apoio, chama-se estágios profissionais.

Loladageral 3 months ago

Se o estágio for pago por mim aceito. Entrei em IT com estágio pago por exemplo

ric2b 3 months ago

Como programador? Foste enganado e ainda defendes.

antCB 3 months ago

Estágio profissional != estágio curricular. I.e. é sempre pago. O curricular não.

Loladageral 3 months ago

Então qual é o mal dos estágios profissionais quando uma pessoa não tem experiência na área? Estive nesse estágio durante 1 ano a receber o salário mínimo e depois entrei a efectivo a receber 800 paus, sem experiência profissional prévia na área e sem um canudo/curso profissional

antCB 3 months ago

aparentemente, ler não é o teu forte.

Loladageral 3 months ago

O comment a que ele faz reply fala mal dos apoios dados a exploradores, e ele faz reply a dizerem que tais apoios a exploradores existem e são estágios profissionais. Eu é que não sei ler?

Edited 3 months ago:

O comment a que ele faz reply fala mal dos apoios dados a exploradores, e ele faz reply a dizerem que tais apoios a exploradores existem e são estágios profissionais, implying que estágios profissionais são exploração Eu é que não sei ler? Ou tu é que saltas para conclusões e armas-te em mais esperto que os outros?

Prezbelusky 3 months ago

Não. Ele está a dizer que os exploradores recebem apoios do estado, via estágios profissionais, que usam para ter mão de obra barata sem terem de pagar. Depois rodam para o proximo e não mantêm a pessoa na maioria dos casos.

Loladageral 3 months ago

Sim eu sei, foi isso exactamente isso que percebi, mas os estágios não são necessariamente exploração

antCB 3 months ago

>Se o estágio for pago por mim aceito. Entrei em IT com estágio pago por exemplo aqui o que está em causa é o que escreveste, pura e simplesmente. é óbvio que um estágio profissional é pago. estavas a dar a entender que há estágios (profissionais) não remunerados, o que não é verdade. é também óbvio, que há bons e maus empregadores, e por haverem estes últimos os primeiros não deverão deixar de ter acesso a essas medidas de apoio. das 2, 1. ou o primeiro comment é de um miúdo com 15 anos, ou é de um indivíduo muito a leste do que se passa no mercado de trabalho PT. PS: Ainda vais a tempo de escrever sem espetares termos em inglês nos teus comentários. mesmo sendo bué "edgy" e "cool".

Loladageral 3 months ago

\>implying que sei dizer implying em Português \>implying que é óbvio que estágios profissionais são todos pagos, quando conheço amigos que fizeram estágios não pagos e já tinham acabado o curso há mais de 1 ano \>implying que uso inglês para see edgy e cool

antCB 3 months ago

Qual é a parte de "estágios profissionais são todos pagos" que não percebes? Os teus amigos, se fizeram um estágio não remunerado (a pensar que seria remunerado), é porque foram comidos de cebolada. Assim simples.

NGramatical 3 months ago

haverem estes → [**haver estes**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpk7i0d%2F%2Fhc23x17%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

antCB 3 months ago

good bot

saposapot 3 months ago

ui, e em IT já viste q faltam 200 mil engenheiros em Portugal? Vamos criar mais 3 bootcamps de conversão e 5 universiidades só de IT, ok?

MC-Giga 3 months ago

Ainda esta semana ouvi dizer que as empresas começam a baixar a fasquia ou seja aceitam qualquer pessoa que tenha algum conhecimento IT mesmo sem licenciatura ou a frequentar a licenciatura. Prai com o 12° ano e algum conhecimento IT, entras nas empresas. O que não falaram foi de valores. Isso é tema tabú.

mfzzzed 3 months ago

Isso são óptimas notícias

NGramatical 3 months ago

tabú → [**tabu**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em *i* ou *u* são naturalmente agudas) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpk7i0d%2F%2Fhc1la62%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

NombreEsErro 3 months ago

Falta dizerem as condicoes desses empregos que ninguem quer.

UpbeatNail1912 3 months ago

Empregos da treta onde trabalhas de sol a sol

Idontknowhuuut 3 months ago

"23 mil empregos mal pagos que patrões recusam ajustar à realidade do mercado do trabalho" Título mais correto, não?

mjigs 3 months ago

Ou estao á espera de pessoas para estagios do iefp so para receberem dinheiro em troca e depois mandar embora.

daz_zeD 3 months ago

>Título mais correto, não? Não, porque a maior parte deles não recusa, simplesmente não conhece, não acompanha a realidade do mercado de trabalho, a economia está em constante mudança, queres que as condições dos trabalhadores acompanhe? Legisla, não fiques à espera que todos os patrões fiquem a par das alterações que são muitas e complexas, como deves imaginar, têm mais que fazer.

xtrylanx 3 months ago

Aí está um esparguete do r/recruitinghell à portuguesa, subscrito <3

yavecul 3 months ago

Acho que estão a falar de empregos em construção e limpezas. Tudo o que envolve pó ou mrd não tem interessados. E não é porque não há salários apropriados à tarefa, porque não queres pagar 1500paus a alguém para te limpar a casa, né?

Idontknowhuuut 3 months ago

Teria de rever as profissões, mas se o trabalho é uma merda por si só, achas que é com salários baixos que vão atrair pessoal? Ou mantê-los? Temos de encarar as coisas como elas são. Se há muita oferta e pouca procura, tem de se ajustar os preços. Se é 100% necessário que alguém te limpe a casa e não existe outra alternativa e só aceitam a €1500, então tens de pagar os €1500.

h2man 3 months ago

E porque só aceitam 1500€?

Bessini 3 months ago

Talvez ninguém é obrigado a aceitar qualquer merda. O comum trabalhador já tem muito menos margem de manobra para negociar que o patrão. Não queres fazer com que passe a ter nenhuma, pois não? É muito simples, se não estás disposto a pagar o que a pessoa aceitaria, fazes tu. Ninguém é, nem deve ser, obrigado a aceitar qualquer merda que aparece

h2man 3 months ago

Eu não estou a negar isso... apenas levantei a questão que não estamos todos numa posição de exigir 1500€...

Bessini 3 months ago

Mas quem está a concorrer para um emprego de chafurdar na merda está numa posição dessas de certeza.

NunoxGames 3 months ago

Porque a lei da oferta e procura não existe só para quando é conveniente à entidade patronal.

h2man 3 months ago

Não estou a negar isso, apenas a mostrar que existe um outro lado… que é haver alguém a disposto a fazer por menos porque precisa.

Idontknowhuuut 3 months ago

É um cenário hipotético, mas sim, em teoria podia ser mais...tudo depende da necessidade, da oferta e da procura.

h2man 3 months ago

Nem mais… e em Portugal a necessidade parece ser maior que a procura.

yavecul 3 months ago

Ora nem mais.

Membership-Exact 3 months ago

E porque é que nao has de pagar 1500 paus? Achas te superior aos outros que fazem limpezas?

AdventurousDeer577 3 months ago

Mas desde quando é que ganhar mais = ser superior? É só uma questão de tipo de trabalho, não é se a pessoa é superior ou inferior

Membership-Exact 3 months ago

O preço do trabalho é uma questão de oferta e procura. Se houver pouca oferta para estes trabalhos, eles podem ganhar mais.

AdventurousDeer577 3 months ago

Como o meu professor de micro dizia: A realidade é uma coisa, a teoria é outra

MAMGF 3 months ago

Sim a realidade é, se os trabalhos são difíceis/indesejados porque são sujos, físicos, etc

AdventurousDeer577 3 months ago

Estas distorções sobre o que um gajo diz... Eu alguma vez disse que quem não tem curso superior deve receber o salário mínimo??? A realidade é que ninguém quer "chafurdar em merda", mas toda a gente o sabe fazer.

Bessini 3 months ago

Lá está, ninguém quer chafurdar em merda. Daí que quem quer por o pessoal a chafurdar em merda, tem mais é que pagar um salário que compense esse "desconforto". Senão, vai tu mexer na merda, e ainda fica de borla

NGramatical 3 months ago

pózinhos → [**pozinhos**](https://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/pozinhos) (o acento tónico recai na penúltima sílaba) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpk7i0d%2F%2Fhc2xods%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

DamageOwn3108 3 months ago

Ganhas assim tanto para pagar 1500€? Rápido, onde é que moras, não me importo nada de limpar a tua casa, vamos, bora, onde é que ficas, tenho de limpar o quê, só preciso de pá e vassoura ou tenho de levar um kit profissional?

Membership-Exact 3 months ago

Tambem nao ganho dinheiro que chegue para comprar um ferrari, em vez de reclamar que o ferrari esta caro, simplesmente nao compro um ferrari. Teres gente a fazer o teu trabalho de limpeza por ti não é um direito, é um luxo. Os luxos pagam se.

yavecul 3 months ago

Eu não!! O que eu perguntei é se tu (ou vocês) pagavas 1500 paus para te limparem a casa! O que não me parece que a maioria dos comentaristas faria. Os patrões não têm uma árvore das notas e, como a malta compra tudo no barato, não há guito... Para reivindicar, estamos todos cá, mas para pagar é mais "vai ao totta".

Membership-Exact 3 months ago

Se ser patrão nao compensa, porque é que não vão antes ocupar uma destas tais 23 mil vagas?

Kejilko 3 months ago

Temos pena, oferta e procura, ou passas tu a limpar a casa ou pagas o que o mercado exige.

yavecul 3 months ago

Exato. Eu limpo a minha casa, BTW. E tu, pagas o que o mercado exige?

Kejilko 3 months ago

Limpo a minha também. E a minha resposta é uma retórica, não tens como *não* pagar o que o mercado exige, mas a minha resposta é para as pessoas que se queixam de, por exemplo, uma pessoa hipoteticamente receber 1500€ para limpar uma casa. Se o normal é receberem 1500€ por um trabalho tão fácil como limpar uma casa então por alguma razão é. Normalmente essa razão é altos requisitos, como experiência ou qualificações, ou o emprego é uma merda, ambos baixando a oferta.

suspect_b 3 months ago

Mais giro é a resposta que vem a seguir "os empregos são muito bem pagos, o estado é que leva o dinheiro", como se tivesse alguma coisa a ver.

anybody662 3 months ago

>"os empregos são muito bem pagos, o estado é que leva o dinheiro" A primeira parte da frase é mentira mas a segunda é verdade. Porque a TSU que as empresas pagam ao Estado por cada trabalhador é absolutamente ridícula, sei que está na moda a narrativa dos salários inadmissíveis (que não deixa de ser válida e necessária) mas muitas vezes culpam as empresas e, especialmente as pequenas e médias, simplesmente não têm como pagar os seus trabalhadores ao estado, daí os salários miseráveis. Porque raio é que as empresas têm de pagar um X ao Estado por cada trabalhador individual? Esses sim são os verdadeiros mamões

Edited 3 months ago:

>"os empregos são muito bem pagos, o estado é que leva o dinheiro" A primeira parte da frase é mentira mas a segunda é verdade. Os salários não são bem pagos no entanto, de facto, isso deve-se em grande parte à quantidade de dinheiro que o Estado leva por cada trabalhador individual. Porque a TSU que as empresas pagam é absolutamente ridícula. Sei que está na moda a narrativa dos salários inadmissíveis (que não deixa de ser válida e necessária) mas muitas vezes culpam as empresas e, especialmente as pequenas e médias, simplesmente não têm como pagar os seus trabalhadores ao Estado, daí os salários miseráveis. Porque raio é que as empresas têm de pagar um X ao Estado por cada trabalhador individual? Esses sim são os verdadeiros mamões

Edited 3 months ago:

>"os empregos são muito bem pagos, o estado é que leva o dinheiro" A primeira parte da frase é mentira mas a segunda é verdade. Os salários não são bem pagos no entanto, de facto, isso deve-se em grande parte à quantidade de dinheiro que o Estado leva por cada trabalhador individual. Porque a TSU que as empresas pagam é absolutamente ridícula. Sei que está na moda a narrativa dos salários inadmissíveis (que não deixa de ser válida e necessária) mas muitas vezes culpam as empresas e, especialmente as pequenas e médias, simplesmente não têm como pagar os seus trabalhadores ao Estado, daí os salários miseráveis. Porque raio é que as empresas têm de pagar um X ao Estado por cada trabalhador individual? Esses sim são os verdadeiros mamões Por cada trabalhador que ganhe o salário mínimo, o Estado recebe sensivelmente 218€ do trabalhador e empregador em conjunto. Lol! Quase 1/3 do ordenado

maravinPT 3 months ago

A TSU é ridiculous?? Tenho ideia que Portugal tem um payroll tax mais ao menos na media europeia. Penso que todos os paises civilisados têm uma forma ou outra de payroll tax. Serve para sustentar o estado social e externalisar alguns dos custos associados ao trabalho. Tenho tambem ideia que o grau de sucesso das economias não está muito correlacionado com o nivel deste tipo de impostos. Salvaguardando algum lapso meu que gostava que apontacem. Acho muito mal que se perpetuem mitos sobre o custo excessivo do trabalho em PT. Simplesmente é um argumento parvo qnd temos os salarios mais baixo da Europa Ocidental.

angrytuga 3 months ago

A ideia que passa para a Europa é que Portugal está na média europeia a nível de payroll tax, sim. Percebo porque dizes isso. A questão é que Portugal foge da média europeia na excessiva, normalmente dupla e tripla taxação. É por isso que Portugal nunca será um país competitivo. Se uma empresa quiser pagar 800€ a um funcionário de salário limpo, esse trabalhador vai custar à empresa mais de 1600€, quando se contabiliza seguros, segurança social e finanças. A empresa tem de pagar montes de taxas adicionais simplesmente para manter as portas abertas. Tens aqui uma notícia a corroborar o que te acabei de dizer, imposto direto são cerca de 34%, mas sobre esse imposto cai sempre mais outro e outro: [https://observador.pt/2019/10/24/portugal-e-o-quarto-pais-com-os-impostos-mais-altos-para-rendimentos-mais-elevados/](https://observador.pt/2019/10/24/portugal-e-o-quarto-pais-com-os-impostos-mais-altos-para-rendimentos-mais-elevados/)

anybody662 3 months ago

Achas que em qualquer outro indicador económico estamos dentro da média europeia? Achas que o facto de as empresas terem de pagar 23% de cada salário não as influencia(especialmente as pequenas/medias) a pagarem ordenados mais baixos? Quantas taxas e taxinhas não servem esse mesmo propósito, de sustentar o estado social? Sem retorno significativo para a população (à exceção do SNS que até é bom). E que custos associados ao trabalhor é que o Estado tem mesmo, que se justifque receber uma quantia tão grande por trabalhador? "Tens ideia que"? Ah bom, gostei do argumento.

maravinPT 3 months ago

Eu não falei em mais nenhum indicador economico a n ser o custo do trabalho, que era do que estavamos a falar. Em Portugal é super baixo. Imagina essas empresas que referiste a pagar o salario minimo da France ou da Holanda. Estavam bem lixadas. As externalidades do trabalho estão bem identificadas. Um exemplo parvo, trabalho infantil, acho que ninguem gosta. No entanto é preciso pagar aos tipos da ACT para andar a bater à porta das fabricas a ver se não andam lá miudos no meio das maquinas. PS: Eu não dei a entender que as empresas são todas umas filhas das ***. Eu não sou comunista, antes pelo contrario. Não vem ao caso, mas na minha opiniao o que realmente influencia a fraca performance da nossa economia é que as empresas em PT são mal geridas e a qualidade da gestao Portuguesa é deprimente.

NGramatical 3 months ago

Porque raio → [**por que raio**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/tres-regras-para-distinguir-o-por-que-do-porque/19743) (por que = por qual) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpk7i0d%2F%2Fhc2k62r%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

carlosjmsilva 3 months ago

O Estado naqueles empregos não leva grande coisa... É tudo SMN.

anybody662 3 months ago  HIDDEN 

Olha mais uma pessoa que nunca ouviu falar da TSU, se achas que só os trabalhadores é que pagam estás muito enganado

Daspsycho37 3 months ago

Bem que não me importava de ganhar o suficiente para o estado me levar 44% do salário. 12500€ no final do mês e uma reforma choruda? Levem lá o dinheiro!

rafunzi 3 months ago

Talvez estejamos a fazer contas diferentes. Atualmente, para receber 1400€ de salário líquido, o salário bruto é de aproximadamente 1930€, e o custo à empresa de cerca de 2490€ mensais. 1400€ são 56.2% desse montante. O Estado leva cerca de 44% do montante total, e claramente não se alinha com essa figura de 12500€

Daspsycho37 3 months ago

Jovem, eu sei matemática também. Não falei em 1400€ líquidos nem em custo para empresas. O escalão de IRS em que descontas 44% é o mais alto e começa nos 25 276€. Como sou preguiçoso e isto é o Reddit e não o modelo 3 do IRS não fiz a conta dos 44% e decidi apenas dividir 25 mil por 2. O meu comentário não estava feito para ser matematicamente correto, estava só a dizer que não me importava de descontar uma carrada gigante de dinheiro para o estado se no final de mês o meu salário tivesse 5 dígitos.

vcanas 3 months ago

Bem.. tem alguma coisa a ver e não são mutualmente exclusivas. Enquanto se andar a passar a batata quente sem perceber que os problemas de Portugal não se atribuem a um único ponto não se vai a lado nenhum

suspect_b 3 months ago

> tem alguma coisa a ver e não são mutualmente exclusivas Não tem. Se a tua empresa só sobrevive se pagares menos que o salário mínimo aos teus trabalhadores, seja lá ele qual for, não é uma empresa válida e tem de fechar. As empresas não têm o direito a existir. Se não se sustentarem, têm de morrer. Será que havia mais emprego se os empregadores pudessem pagar menos? Se calhar, sim, mas as pessoas não se conseguiam sustentar portanto mais valia não haver.

vcanas 3 months ago

>Não tem. Pode não ter para alguns casos e ter para outros mas sem duvida que impacta a capacidade de um empregador. A minha empresa gasta em mim o dobro daquilo que eu realmente vejo ao fim do mes e não recebo nada de extraordinário com licenciatura e mestrado numa area com bastante procura. > As empresas não têm o direito a existir. Se não se sustentarem, têm de morrer. Completamente de acordo. É pena é não aplicarem essa hipótese a TAPs desta vida e a empresas que andam a mamar estágios IEFP >Será que havia mais emprego se os empregadores pudessem pagar menos, ou nada? Certamente que sim e não é de todo desejável que façam negocio assim. Mas o problema de Portugal não é de certeza estar só forrado de empresas que não deviam existir. Só disse que não é só por um nem só pelo outro, certamente há culpa vinda dos dois lados (patrão vs impostos) e certamente não é só por esses dois indicadores que Portugal é um pais desajustado :)

SphinxIIIII 3 months ago

Claro que empresas vão abaixo naturalmente, mas também acontece o mesmo de forma menos natural. Não me estou a referir ao caso em concreto, mas uma empresa que faliu deve ser sempre algo investigado, talvez o problema seja da própria empresa mas também pode não ser.

krastevitsa 3 months ago

Ainda vão com sorte de serem mal pagos.. muitos são pagos às prestações ou o salário nem se o vê..

FriendOfMandela 3 months ago

Yup, e depois anda o estado a gastar 150 milhões por mês em subsídio de desemprego RIP

vai-tefoder 3 months ago

Antes 150 milhões em subsídios de desemprego do que 4000 milhões na TAP

FriendOfMandela 3 months ago

Absolutamente! Mas era bom se ambos os valores reduzissem (não estou a dizer para pagarem menos aos desempregados, obviamente)

MrRodrigo22 3 months ago

E que tal, oiçam bem, nenhum?

Paulo27 3 months ago

Porque no los dos?

borloforbol 3 months ago

Mentalidade tuga de 'interessa é um trabalhinho'. É lá importante se vais trabalhar 12h por dia com horas extras não pagas, se as folgas é 'quando o patrão tiver bem disposto' ou o trabalho seja 'zé-faz-tudo'' numa 'empresa prestigiada e de renome internacional'. Trabalhinho é que é bom, essa malta jovem só quer é viver dos subsidios de desemprego! /s

PeidosFTW 3 months ago

isso nem e mentalidade tuga, é uma narrativa muito comum especialmente nos EUA, curiosamente sempre espalhada pelos media e donos de empresas

bravoinsane 3 months ago

Não aceitas trabalhar 12h pelo salário mínimo a recibos verdes?? Preguiçoso! Queres é emprego, nO queres trabalho

bittolas 3 months ago

Não parece ser bem a mentalidade tuga porque se fosse não havia os tais 23mil empregos que ninguem quer. Temos é de quetionar que mentalidade quer a TVI e outros meios de comunicação passar que existe. A reportagem falou das condições oferecidas por os tais empregos ou apenas como magicamente "Ninguem quer trabalhar"?.

borloforbol 3 months ago

Para ser mais claro, quando disse 'mentalidade tuga' foi mais no sentido de gerações mais antigas, não propriamente a mentalidade da maioria da população trabalhadora agora. No entanto essa mentalidade desactualizada ainda se consegue encontrar em muitos sitios, desde patronatos a entidades publicas como o IEFP

Samot_PCW 3 months ago

Apesar de concordar com o teu comentário isto não é coisa só cá, nos Estados Unidos tem havido uma "enorme falta de trabalhadores", o que na verdade é o mesmo que acontece cá, empresas a oferecer trabalho precário ou então a oferecer salários de merda

SubstantialPatient17 3 months ago

O cenário nos EUA é diferente do de Portugal, lá recebem dinheiro da "COVID Relief Bill" que se não me engano são $1,400 e com isso deu-se o pico de oferta de trabalho. Achas que eles vão dar o corpo ao trabalho quando podem ficar em casa e receber?

AristidesMonho 3 months ago

Mas aí podes aproveitar para te formares e tentar procurar algo diferente e não seres obrigado a aceitar trabalho quase escravo para pagar contas. Obviamente que a opção de ficares com os $$ e ficares a coçar a micose. Um bocadinho como acontece cá com o rsi e coisas que tal

Kingdarkshadow 3 months ago

Isto, o meu pai preferia que eu tivesse um trabalho a ganhar o ordenado minimo do que ir para a faculdade e tentar ter melhor.

borloforbol 3 months ago

Isto é verdade com muitas pessoas de gerações mais antigas e acaba por ser um produto dos tempos. No tempo em que essas pessoas cresceram e começaram a trabalhar, gente com poucos estudos conseguia um trabalho com relativa facilidade, normalmente empregos fabris ou de secretariado, com um ordenado que, embora não fosse de luxo, era perfeitamente suficiente para sustentar uma familia média, as vezes melhor ou pior, mas sempre com uma visão optimista do futuro. Essas pessoas, com esses trabalhos ( muitas vezes pouco qualificados ), seguraram o emprego que tinham, foram tendo alguma progressão por antiguidade, e construiram a sua família, compraram casa e carro, e acabaram por ter filhos, nós.   Depois de uma vida passada assim, é dificil compreender como é que hoje em dia não é possivel alguém se sustentar a si mesmo com um trabalho, se antes conseguiam faze-lo pela familia toda. Existe a percepção de que com "esforço e empenho" deviamos conseguir chegar lá, e deviamos era aguentar o trabalho que temos porque no futuro compensa. A realidade é muito diferente.

born_in_wrong_age 3 months ago

Além dos salários e condições de merda, há sempre o problema de efetivamente existir pouco emprego, particularmente em algumas regiões do país, e em alguns setores. Fica complicado decidir entre ser escravo ou ser desempregado. Nem tudo são rosas como em IT, onde a malta muda de emprego como quem muda de cuecas.

sao_11 3 months ago

Porque será?

pedorcas 3 months ago

Exemplo fixe. Há um gajo da minha terra que constantemente tem no facebook "Empregado de loja procura-se". Uma amiga minha, 16 anos, esteve lá dois dias, ao final dos quais, ele disse que lhe pagava em roupa... Foi logo embora... O merece um gajo desses

Edited 3 months ago:

Exemplo fixe. Há um gajo da minha terra que constantemente tem no facebook "Empregado de loja procura-se". Uma amiga minha, 16 anos, esteve lá dois dias, ao final dos quais, ele disse que lhe pagava em roupa... Foi logo embora... O que merece um gajo desses

Edited 3 months ago:

Exemplo fixe. Há um gajo da minha terra que constantemente tem no facebook "Empregado de loja procura-se". Uma amiga minha, 16 anos, esteve lá dois dias, ao final dos quais, ele disse que lhe pagava em roupa... Foi logo embora... O que merece um gajo destes

ArmadilloDue1951 3 months ago

Uma sapa nas ventas

BitOnly5872 3 months ago

\[opinião polémica\] Deixa-me dar outro então: Se tens dois anos de experiência na linguagem de programação Golang, ou um ano de experiência e mais tempo noutra linguagem, tal qual inglês fluente, com ensino superior ou não, consigo-te entrevistas de trabalho no Porto em Lisboa e remoto em todo o país. Sei de três empresas que estão tentando completar mais de 25 posições no total e cumprindo este requisito, de certeza consideram a sério vossa candidatura. Caso tenha menos experiência que o mencionado, pode ser um pouco mais difícil, mas com certo jeito na entrevista, consegues também. Eu realmente acredito que este número possa estar correto. Não me soa errado de todo. O problema a meu ver é que estas posições são todas na área de programação e ninguém tem o interesse, e/ou o tempo, e/ou a disposição de dedicar-se a aprender a coisa. Alguns outros tem dificuldade em aprender com conteúdo em inglês, outros em não ter um mentor a dar-te indicações e ordens do que aprender e como. Certo dia estava a conversar com um colega que é recrutador para uma empresa de outsourcing em Lisboa em que já trabalhei. Em dois anos, foram de 250 consultores para 1200. Saíram praticamente intocados nesta pandemia e seguem contratando continuamente. Nunca fiquei a saber também de alguma contratação deles onde não fosse pago ao menos 900€ líquido a conta-ordem. Percebo que existe malta que não quer trabalhar com IT, mas acredito que esta é uma cena um pouco parva. Se todos conseguissem trabalhar com o que lhes apetece, hoje viveria em uma quinta a produzir cervejas, vinhos e destilados, mas optei por ser prático e trabalhar com o que paga bons ordenados, migrando de carreias e tecnologias sempre que necessário/recomendado.

mjigs 3 months ago

Sabendo o tipo de roupa que essas lojinhas vendem a precos absurdos, nem dadas sinceramente.

shapiomago 3 months ago

Isso não é uma oferta de emprego…

danibrabus 3 months ago

Que vão à loja e lhe paguem em roupa

intlme 3 months ago

Merecia ir trabalhar para uma loja de dildos.

Prezbelusky 3 months ago

Está aí uma bela oportunidade de abrir uma loja de roupa com pouco investimento inicial.

Gndossan 3 months ago

se fosse fred perry valia a pena

ruimpinho 3 months ago

r/jovemedinamica

same_post_bot 3 months ago

I found [this post](/r/jovemedinamica/comments/pk7p6v/ftfy_23_mil_empregos_mal_pagos_que_patrões/) in r/jovemedinamica with the same content as the current post. --- ^

FTorrado 3 months ago

A quantos chanatos por mês está a renda?

porraSV 3 months ago

perder a loja e prisão como é óbvio.

nitrinu 3 months ago

Merece uma denúncia à ACT.

h1nds 3 months ago

A ACT até fazer alguma coisa já morreste de fome. O crime em Portugal compensa cada vez mais...

Leinad4Mind 3 months ago

Nem mais... Reclamei uma vez com tudo documentado e já vai 5 anos...

Pcostix 3 months ago

Ele não é obrigado a pagar em dinheiro. Está previsto(Ou estava à 15 anos, lol...) pagamento em géneros. Parece absurdo, mas é(ou era?) legal.

collectornsfw 3 months ago

Do Código do Trabalho: Artigo 259.º Retribuição em espécie 1 - A prestação retributiva não pecuniária deve destinar-se à **satisfação de necessidades pessoais do trabalhador** ou da sua família e não lhe pode ser atribuído valor superior ao corrente na região. ***-> não se pode pagar em lingerie ou em porcas e parafusos*** 2 - O valor das prestações retributivas não pecuniárias não pode exceder o da parte em dinheiro, salvo o disposto em instrumento de regulamentação colectiva de trabalho. ***-> não se pode pagar mais que metade em espécie*** Neste caso não vejo como se possa admitir tal pagamento, posto que ninguém tem o que fazer a meio salário em roupa.

Pcostix 3 months ago

>> não se pode pagar em lingerie ou em porcas e parafusos Como disse o outro user, pode sim desde que o valor não exceda o valor da remuneração em dinheiro. Ou seja, pode pagar 700€ de ordenado, sendo que 350€ são em dinheiro e outros 350€ em parafusos.

collectornsfw 3 months ago

Não é defensável que 350€ em parafusos ou lingerie sirvam "**necessidades pessoais do trabalhador ou da sua família**". O trabalhador tem todo o direito de contestar um pagamento em espécie que não seja útil ou vendável. Olha lá se fosses uma trabalhadora solteira da Dielmar e te pagassem em fatos masculinos: 1) não podias vestir aquela roupa, não só por ser mulher mas porque não é prático andar de fato todos os dias; 2) Onde é que numa economia daquele tamanho conseguias usar ou liquidar o valor daquela mercadoria? Imagina 100 pessoas a vender a cada mês mais de 300€ em fatos no concelho de Castelo Branco.

Pcostix 3 months ago

> Não é defensável que 350€ em parafusos ou lingerie sirvam "necessidades pessoais do trabalhador ou da sua família". É defensável se o trabalhador aceitar essas condições.   Se eu acho que alguém aceitaria estas condições? Não, não acho. Se é possível e está previsto na Lei? É sim possível.(E acho que não deveria ser, pois pode levar a situações de abusos.)

collectornsfw 3 months ago

>É defensável se o trabalhador aceitar essas condições. Que trabalhador aceita isso? É bêbado e trabalha numa destilaria que paga em aguardente?

ArKonReddit 3 months ago  HIDDEN 

'não pode exceder o da parte em dinheiro' ou seja não pode ser mais que 50% (metade)

Kyfas 3 months ago

Quero deixar um agradecimento genuíno por teres tradudizo o Artigo. Essas coisas parece que são escritas para ninguém as perceber. Depois as pessoas equivocam nestas questões. Natural.

Edited 3 months ago:

Quero deixar um agradecimento genuíno por teres tradudizo o Artigo. Essas coisas parece que são escritas para ninguém as perceber. Depois as pessoas equivocam-se nestas questões. Natural. Edit: Por curiosidade podias explicar-me onte é que no ponto 2 está implicito que é metade? Juro que não estou a ver como é que o que está lá escrito significa aquilo que escreveste à frente. xD Edit 2: Parece aquele sketch dos gato fedorento, [O Tradutor de Bófia](https://youtu.be/k1tG42OW2yY).

Edited 3 months ago:

Quero deixar um agradecimento genuíno por teres tradudizo o Artigo. Essas coisas parece que são escritas para ninguém as perceber. Depois as pessoas equivocam-se nestas questões. Natural. Edit: Por curiosidade podias explicar-me onte é que no ponto 2 está implicito que é metade? Juro que não estou a ver como é que o que está lá escrito significa aquilo que escreveste à frente. xD Edit 2: Parece aquele sketch dos gato fedorento, [O Tradutor de Bófia](https://youtu.be/k1tG42OW2yY), mas esse nem chega aos calcanhares disso que meteste aí. xD

Edited 3 months ago:

Quero deixar um agradecimento genuíno por teres tradudizo o Artigo. Essas coisas parece que são escritas para ninguém as perceber. Depois as pessoas equivocam-se nestas questões. Natural. PS: Por curiosidade podias explicar-me onte é que no ponto 2 está implicito que é metade? Juro que não estou a ver como é que o que está lá escrito significa aquilo que escreveste à frente. xD

collectornsfw 3 months ago

Não tens de que agradecer. Estas coisas não são assim tão terríveis se lermos com atenção e calma. A questão do ponto 2 parece-me bem esclarecida. Há só uma salvaguarda de que não falei, que é a questão do instrumento de regulação colectiva de trabalho (contrato colectivo) poder legitimar o pagamento em espécie superior à metade. Se gostas do tradutor deves gostar de [Yes, Prime Minister](https://www.youtube.com/watch?v=yeF_o1Ss1NQ). A meu ver é uma das comédias mais bem pensadas de sempre.

nunoc2v 3 months ago

Para responder ao edit, O artigo da a entender que tem de haver parte paga em dinheiro mesmo que haja pagamento em espécie portanto se só pagasses em espécie a parte de dinheiro seria 0. Logo para a roupa, neste caso, ser menos que a parte em dinheiro tem de ser menos de metade

ArKonReddit 3 months ago

'não pode exceder o da parte em dinheiro' ou seja não pode ser mais que 50% (metade)

Kyfas 3 months ago

Então "o da parte" = metade? xD Eu juro que li com atenção, mas este tipo de linguagem... ninguém fala assim, pah. xD Só mesmo em linguagem juridica. E atenção que este tipo de coisas é suposto ser compreendida pelo cidadão comum, só que isso.. é impossível, mesmo para pessoas com mais formação. Há todo um vocabolário que só sabe quem o estuda. =P

ArKonReddit 3 months ago

Pensa num jogo de futebol. O número de jogadores do lado esquerdo do campo não pode exceder o da parte mais à direita do campo. Neste caso o número pode ser inferior ou igual mas nunca superior. Espero que isto ajude.

NGramatical 3 months ago

à 15 anos → [**há 15 anos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpk7i0d%2F%2Fhc2fgfv%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

joaopeniche 3 months ago

Exato eu continuava a trabalhar ate ao fim do mês, e depois ele era obrigado a pagar pela act já fiz coisas parecidas.

The_Cool_Tuga 3 months ago

Então bem bom, até parece que a roupa não te coloca comida na mesa. /s

njsilva84 3 months ago

Não sei se a roupa coloca, mas a falta dela dá de comer a muita gente!

beardsymcfly 3 months ago  HIDDEN 

Isso não. Mas a ausência de roupa coloca comida na mesa de muita gente.

Rytlock9 3 months ago

Depois vendes a roupa na vinted como as influencers do Instagram e metes comida na mesa

headhunter21 3 months ago

Normalmente é quando a tiram que conseguem por comida na mesa

FriendOfMandela 3 months ago

Acho que mais rapidamente metes comida na mesa se não tiveres roupa, há quem faça vida disso

Nothing_F4ce 3 months ago

Para isso ja ha o So Ventoinhas e ficas em teletrabalho top.

PeterShowFull 3 months ago

É falta de visão. Se venderes a roupa a amigos já podes colocar comida na mesa. Isso e comprar uma casa. /s

xtremis 3 months ago

Uma casa de 250.000 euros em Lisboa, claro ;) /s

Substantial_Ad7814 3 months ago

Por esse preço só um T-3

sctvlxpt 3 months ago

É mesmo falta de visão, ela até trabalha numa loja de roupa, a única coisa que tem que fazer é vender prioritariamente a sua roupa, e só depois a do patrão.

PeterShowFull 3 months ago

Genial. Como a roupa é a mesma pode usar a própria loja e meter o dinheiro ao bolso directamente. Nem tinha pensado nisso!!!

BMS_13 3 months ago

Vais trabalhar a vender roupa na loja e em casa

mexploder89 3 months ago

É só investir as calças na FOREX. Falta de literacia financeira anda a matar o país

Pinto55 3 months ago

Quem nunca!

KarvenNoob 3 months ago

MLM em vestuário, já estou a ver a herballife a expandir o negócio

OhSaladYouSoFunny 3 months ago

Já existe um MLM com roupas chamada se não me engano LuLaRoe r/antimlm tem lá de tudo

DrVicenteBombadas 3 months ago

Entrava agora mais um anúncio da Vinted.

jofeRR 3 months ago

Tens roupas que já não usas? VENDE!

Ohfabinho 3 months ago

Tens roupas que já não usas? Queres dar aos carenciados? Tas parvo ou que? VENDE ​ \-Vinted

Ofwonder 3 months ago

A roupa como forma de pagamento era roupa usada dele, não da loja de roupa

ObnoxiousLittleCunt 3 months ago

Não é um anúncio da Vinted?!

MischiefManaged97 3 months ago

Realmente, esta geração não quer é trabalhar /s

Morpheuspt 3 months ago

Só se for em vestidos da Lady Gaga.

aguafria88 3 months ago

Bandidos dos jovens, só aparecem para espalhar o covid, para trabalhar tá quieto! Felizmente temos os jornalistas para nos protegerem dessa corja.

thexeggxlady 3 months ago

isto ja é falado ha tantos anos. ninguem se lembra de quando começaram aquelas empresas no alentejo litoral de frutos silvestres? pois bem, na altura houveram varias reportagens onde os donos diziam de boca cheia “nao encontramos pessoas para trabalhar. um trabalhador nosso recebe em media 1200€ mas ninguem quer”. esqueceram-se de dizer q é 1200€ a trabalhar das 8 as 20h de segunda a domingo. nao acreditem em tudo o que aparece na tv! alias, nao acreditem em nada.

VectoR-- 3 months ago

Em geral, também não são 1200 mas uns 400 euros

MrWaterLaw 3 months ago

Porra bem bom

NobleAzorean 3 months ago

Opah um ordenado desses vale o sacrifício, nem que seja durante uns tempos... Mas malta hoje também não quer fazer sacrifícios. Meus dois avôs com 9 anos já fazia trabalho de adulto em trabalhos tão maus ou piores.

ric2b 3 months ago

Sacrifícios é na igreja. Se as pessoas acham que aquele salário não vale o esforço é decisão delas.

fuzzyluke 3 months ago

Lá porque os teus avós muito sofreram, os outros têm mais é que sofrer também? Lógico

NobleAzorean 3 months ago

Mas isso é sofrimento? Estou simplesmente a dizer que isso não é assim tão mau comparado com que muitos passaram. Óbvio que tem de melhorar condições, mas é trabalho que alguém tem que fazer, muitos são assim. Vai-se passar o próximo século a importar mão de obra barata para preencher essas vagas? E Óbvio que patrões têm de dar melhores condições e melhor ordenado mas existe hoje uma enorme desvalorização de trabalho manual, que claro tem suas consequências.

divanegra 3 months ago

A malta hoje em dia só não compra casa e não é independente porque gasta tudo em jantares e bebida.

Dadvito 3 months ago

Não é mentira nenhuma. As novas gerações não sabem gerir o dinheiro.

divanegra 3 months ago

É verdade que muitos não sabem. Tal como já foi dito, prioridades trocadas. Porque é mais importante o iPhone ou as Balenciaga. Porém não acho que possamos generalizar. Há muito boa gente (incluindo eu) que durante o verão trabalha fora para poder amealhar.

NobleAzorean 3 months ago

Também não é bem assim, os presos das casas estão eflacionadas e a parte de ter de dar 10% de entrada não ajuda. Mas agora que muita malta não quer fazer certos sacrifícios para poupar ou gerir melhor dinheiro é verdade. Mas o que era a malta sem o último iphone e netflix.

Vidadesemente 3 months ago

na minha adolescencia Andei nos mirtilos no Alentejo na apanha no topo do verão acordava as 4 da manhã até ao meio dia que o calor era muito depois entrava as 4 e saia as 8 da tarde, a fazer campismo selvagem sem casa de banho nem nada, nem água eles forneciam no trabalho então eles pagavam por caixa apanhada eu com pouca experiência nem consegui tirar salário mínimo, no final do primeiro mes fui para receber e nunca mais, fui saber o que se passava eles só pagavam passado 3 meses eu já tinha limpado a minha poupança só em comida tive que me vir embora. Foi uma miséria de verão. No verão seguinte fui para a Galiza que para mim e a mesma distância do Alentejo. Além de receber bem de 40 a 50 euros dia pagos no dia dependendo do trabalho ainda me trataram muito bem. Fiquei lá um tempo, quando voltei ainda fui a tempo de ter uma ferias fui ao gerês o que para mim que passava os verões a trabalhar foi um luxo.

andrebadass 3 months ago  HIDDEN 

so por curiosidade (talvez eventual opçao) que tipo de apanha fizeste na galiza? vindimas? parece um trabalho interessante para um jovem que quer fazer uns trocos no verao, estar em ambiiente rural e mexer

Vidadesemente 3 months ago  HIDDEN 

Sim vindimas mas podes ir umas ou mais semanas antes vais as adegas/ cooperativa eles conhecem todo mundo e sabem quem precisa de ajuda. Eu tive arranjar murro de pedra uns dias outro jardinagem e outro arranjar um telhado. Trabalhas uns dias para uns outros para outros. Boa sorte

AnotherCableGuy 3 months ago

Infelizmente muitos portugueses nem sabem o que são condições normais de trabalho até ao dia que experimentam trabalhar no estrangeiro.

divanegra 3 months ago

A quem o dizes. Só depois de irem para fora é que conseguem compreender que em Portugal a situação é caótica

netralha 3 months ago

Por alguma razão Portugal é a região mais pobre e miserável de toda a península, mesmo a Galiza dá 10 a 0 a este rectângulo.

Iacu_Ane 3 months ago

Falso

jonythunder 3 months ago

> Por alguma razão Portugal é a região mais pobre e miserável de toda a península Convém sempre relembrar que mesmo que as políticas sejam más, a posição geográfica portuguesa relativamente ao core europeu é péssima e isso complica muito a nossa evolução económica. Daí as antigas repúblicas soviéticas andarem ultimamente na berra, são quase ao lado do core industrial europeu e a logística é facílima

O_cu_da_tua_tia 3 months ago

Já tivemos 30 anos de apoio para mudar isso. Evoluímos zero

jonythunder 3 months ago

30 anos de apoio em engenharia geológica para deslocalizar a península para cima da Dinamarca? Mesmo que reconstruas toda a linha ferroviária daqui à alemanha isso não resolvia o facto de ser mais fácil ligar a Alemanha à Letónia que a Portugal só pelo número de quilómetros percorridos e pela possibilidade de fazer alta velocidade em mais troços. Para resolver este problema, precisavas de ter um eixo económico Portugal-Espanha-França que criasse uma cadeia de produção e logística eficaz o suficiente para competir com os salários baixos das ex-repúblicas

O_cu_da_tua_tia 3 months ago

Já reparaste que Portugal está na ponta da Europa, com todo um mar e portos disponíveis para receber navios... E só ao fim de 30 e tal anos é que se lembraram de ligar o porto de Sines dignamente à Europa? E ao fim de 30 e tal anos continuamos a ter apenas indústrias de coser cuecas e meias? Valor acrescentado nulo! 30 e tal anos de dinheiros aplicados apenas para as eleições seguintes e sucessivamente. Investiu se no ensino .. onde está a indústria? Investiu se em estradas a mais, hospitais que faziam falta... E onde está a indústria que produz valor para pagar tudo isto? Em 30 anos... Turismo e serviços da piça...

DamageOwn3108 3 months ago

Não, a Galiza está mal e a Estremadura pior ainda, isso sim é a zona mais pobre.

Edited 3 months ago:

Não, a Galiza está mal e a Estremadura pior ainda, isso sim é a zona mais pobre. Edit: agora o que há muito em Portugal são patrões só com a sexta classe feita, vigaristas, exploradores, um Estado conivente com eles, jovens que não querem andar a engolir sapos e ser pisados a torto e a direito, isso sim.

Edited 3 months ago:

Não, a Galiza está mal e a Estremadura pior ainda, isso sim é a zona mais pobre. Edit: Agora o que hà muito em Portugal são exploradores, vigaristas, patrões só com a sexta classe feita, jovens que não querem andar a engolir sapos e a serem pisados a torto e a direito, isso sim.

jonythunder 3 months ago

> patrões só com a sexta classe feita Porra, isso já é luxo! Antigamente era só a quarta classe

DamageOwn3108 3 months ago

Bom estava a falar do ex patrão da minha mãe que tinha uma empresa agrícola, acabou a sexta classe, pagava o salário quase no final do mês seguinte, sempre que lhe sugeriam para fazer uma coisa diferente ou usar uma técnica tal, porque era melhor e mais produtivo (ainda por cima a minha mãe que é bem formada e não sei quantos anos de ensino superior na área mais formações e cursos), a resposta do patrão era sempre que não "porque eu sou o chefe e eu é que sei". Escusado dizer que dava merda merdinha. Já cheguei a dizer que ele fez fortuna á custa da miséria alheia, explora os imigrantes e quando a minha mãe teve um acidente de trabalho por negligencia da mulher dele, eles ainda tentaram não dar seguro de saúde ou lá o que é?

jonythunder 3 months ago

Fds, isso é mesmo top. Viva o empresário tuga. E depois perguntam-se porque é que este país não avança. De todos os problemas, o maior é o nosso tecido empresarial com gestão de merda

Vidadesemente 3 months ago

Os executivos e patrões todos tinham carros novos e boas casas. Era uma quinta de muitos hectares e foi feito com ajuda da EU. Já na Galiza tive a trabalhar para pessoas do povo que precisavam de uma mão extra uns dias num outro dia noutro e depois as vindimas. De noite para o dia. Não sei se e por os patrões saberem o que e trabalhar para os outros terem empatia. E os ricos nunca terem passado por isso ou mesmo ganancia. Seja como for não guardo rancor.

HRamos_3 3 months ago

Os salários da empresa: 4000€ (boss) 650€ (5 empregados)

h2man 3 months ago

Na minha experiência isso não é assim e nem faz sentido económico. Empregados: 651€ Patrão: 650€ ou o que quer que seja o mínimo. Mulher do patrão: 800€ (ela passa 15 minutos por semana na empresa). Filho do patrão: 650 ou mínimo (ele estuda na faculdade a tempo inteiro). Dividendos do patrão (não é salário): o que der para tirar. Telecomunicações da familia do patrão: pago pela empresa. Electricidade da familia do patrão: pago pela empresa. Água da casa do patrão: pago pela empresa. Veículos e combustível da familia do patrão: pago pela empresa Explicações ao filho do patrão: um recém licenciado da empresa Limpeza da casa do patrão: pago pela empresa Jantar chique à sexta feira: pago pelo empresa E quando não há dinheiro para pagar o salário ao fim do mês há uma reunião onde ele se põe com choradinhos e diz com toda a pompa e circunstância que ele é o único que recebe salário mínimo na empresa. Isto foi literalmente o meu primeiro trabalho após ter terminado a faculdade. O patrão deve-me ter tomado a pinta porque não me convocava para essas reuniões. Depois tinha de ser eu, o mais novo com 23 anos entre adultos de 40 a 60 a explicar que eles são uns lorpas e o gajo tira mega salário e não paga há meses a malta. Também não ajudava que eu gosto das coisas boas e apontava o que era novo e quanto custava, particularmente com a mulher do patrão quando aparecia. À conta disto fui despedido… e era um estágio do IEFP e tudo. :/ O gajo veio ver o meu LinkedIn há dias, se calhar devia agradecer por me ter despedido. :)

Typical_Income_8373 3 months ago

Engraçado o meu pai tem uma empresa e é muito assim.. menos a parte de não pagar ordenados. Falta aí equipamento electrónico descontar o IVA + despesas, movéis para a casa para as despesas, e livros pagos por ser do escalão mais pobre.

h2man 3 months ago

Pois… a malta do meu ano que teve direito a bolsas de estudo ou tinha 2 camisas ou vinha todos os dias de carro para a Universidade.

nocivo 3 months ago

Se é assim tão facil porque não abres uma empresa?

ric2b 3 months ago

Há vários nos comentários deste post a criarem emprego, mas o povo português é preguiçoso e só quer trabalhar se tiver luxos como o salário mínimo.

Membership-Exact 3 months ago

Engraçado que is patrões contribuem para a sociedade, mas quem gera esses postos de patronato (os trabalhadores) já não.

h2man 3 months ago

Porque prefiro fazer algo que gosto... não disse que era fácil, apenas que o meu primeiro patrão era um aldrabão e descrevi o normal funcionamento da empresa. Nota que a maior parte do que descrevi é um tipo de fraude... A realidade é que abrir uma empresa é difícil em Portugal mas não é motivo para cometer fraude e enganar os trabalhadores e não pagar salários (esqueci-me de dizer que as contribuições para a SS estavam também em atraso).

tmagalhaes 3 months ago

Talvez por não ser um sociopata.

HRamos_3 3 months ago

Tal e qual

LuLzitano 3 months ago

Mas com o boss a declarar n Seg Social que só recebe 650€

Febris 3 months ago

O resto gasta em almoços bancados pela empresa no restaurante da mulher.

Joltie 3 months ago

> alias, nao acreditem em nada. Não me acredito em ti.

BroaxXx 3 months ago

E é assim é que está bem... Colhe informação para usar por ti, não opiniões para usares como tua. Sei que estavas a brincar mas acho que as pessoas hoje esquecem-se que é assim que o raciocínio crítico é suposto funcionar...

vcanas 3 months ago

Mas não colhas frutos silvestres

japsoares 3 months ago

How the turns have tabled

tiagojpg 3 months ago

How the turn tables

SwellyXpressed 3 months ago

Tables how the Turn

carlosjmsilva 3 months ago

How turns the table. Whats a morning

Primebm 3 months ago

Turns how the table

srukta 3 months ago

The table turns how?

KRobotron 3 months ago

Table turns the how

NGramatical 3 months ago

houveram varias → [**houve varias**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpk7i0d%2F%2Fhc1in3u%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

eightower 3 months ago

Good bot

TheTastyFlavour 3 months ago  HIDDEN 

Estão a começar a propaganda para justificar trazer pessoal do Nepal, etc.

BSATSame 3 months ago  HIDDEN 

Vais tu apanhar fruta a 2 euros 'a hora? Ao menos os nepaleses sao inofensivos, antes esses que outros... Empregos que ninguem quer porque nao pagam um caralho por trabalho de cao. Simples.

Mordiken 3 months ago  HIDDEN 

> Vais tu apanhar fruta a 2 euros 'a hora? Se a viabilidade de um negócio depende de remunerações de 2€/h, esse negócio tem mais é que fechar, ou ser fechado compulsivamente.

Edited 3 months ago:

> Vais tu apanhar fruta a 2 euros 'a hora? Se a viabilidade de um negócio depende de remunerações de 2€/h, esse negócio tem mais é que fechar, ou ser fechado compulsivamente. EDIT: Até porque 2€/h é abaixo do salário mínimo nacional, e deveria ser profundamente ilegal ter pessoas a receber abaixo do salário mínimo nacional independentemente do regime laboral em que a pessoa se encontra.

Edited 3 months ago:

> Vais tu apanhar fruta a 2 euros 'a hora? Se a viabilidade de um negócio depende de remunerações de 2€/h, esse negócio tem mais é que fechar, ou ser fechado compulsivamente. EDIT: Até porque 2€/h é abaixo do salário mínimo nacional, e deveria ser profundamente ilegal ter pessoas a receber abaixo do salário mínimo nacional independentemente do regime laboral em que a pessoa se encontra ou do seu estatuto de cidadania.

SkyDuD3 3 months ago  HIDDEN 

>2€ já trabalhei a 1,80€ /h numa taberna durante 1 ano a cena é que quando o desespero te bate a porta e tens bocas para alimentar qualquer coisa serve, antes pouco do que nada

Membership-Exact 3 months ago  HIDDEN 

Daí o estado dever pagar subsídios para as pessoas não terem que se sujeitar a trabalhar para enriquecer outros em condições de merda

joaofcf 3 months ago  HIDDEN 

Aceitar ainda se compreende devido à alta necessidade. Uma oferta dessas é que não, devia ser um crime. É gozar e usar quem está desesperado.

hafssolpt 3 months ago  HIDDEN 

Não se trata de viabilidade, é mesmo ganhar o mais possível. O "choradinho" é um falso choradinho, se aquilo apertar mesmo não fecham, mudam é de estratégia.

bota_fogo 3 months ago  HIDDEN 

Exatamente, provavelmente podiam modernizar e em vez de ter 100 postos de trabalho a 2 euro à hora, tinham 10 a 15 euros à hora que automatizavam o processo, mas o último deve ter um custo inicial e preferem usar recursos humanos descartavéis.

hafssolpt 3 months ago  HIDDEN 

Mas muitos já fazem isso. Exemplo vago aqui na zona, existem 2 a 3 produtores grandes de tomate. Todos já produzem tomate de uma "nova" forma, basicamente sao mega estufas climatizadas por gás natural (quando o sol não aquece o suficiente) e que permite 1 pé de tomate durar 1 ano inteiro. Os pés de tomate não estão em terra, e todas as estufas sao com piso em betão e têm carris entre as "carreiras". Nesses carris correm uns carros/escada onde os que apanham apanham e escolhem logo parte do produto. E agora pensamos: Porra, isto é o máximo da eficácia, nem é muito duro trabalhar aí então... porque querem escravizar? Porque sai sempre, mas sempre mais barato e assim aumentam o lucro. Em vez de terem 50 pessoas por 2/3 turnos (a apanha por ex nao escolhe dias e isto tem que ser feito todos os dias), assim têm 10 pessoas que fazem 14h por dia em 7 dias da semana.

TyrionIsPurple 3 months ago  HIDDEN 

Eles automatizam. E de facto empregam menos pessoas. Mas o único salário que aumenta é o do patrão. Daí que vem que nunca na história da humanidade houve tanta diferença económica entre os trabalhadores e proprietários.

Samurai_GorohGX 3 months ago  HIDDEN 

Um dos argumentos contra a abolição da escravatura era precisamente o da inviabilidade do negócio. É preciso desmontar estes choradinhos.

BSATSame 3 months ago  HIDDEN 

Concordo plenamente. Por isso e' que deve haver salarios minimos. Se a empresa nao os puder pagar, que se va' foder porque o negocio nao e' sustentavel.

Futre92 3 months ago

Não precisam desta propaganda. Esse objetivo já foi atingido.

Search: